Experiência 05: CONFIGURAÇÃO BÁSICA DE UMA REDE. Objetivo Geral Criar uma rede ponto-a-ponto com crossover e utiizando switch.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Experiência 05: CONFIGURAÇÃO BÁSICA DE UMA REDE. Objetivo Geral Criar uma rede ponto-a-ponto com crossover e utiizando switch."

Transcrição

1 ( ) Prova ( ) Prova Semestral ( ) Exercícios ( ) Prova Modular ( ) Segunda Chamada ( ) Exame Final ( ) Prática de Laboratório ( ) Aproveitamento Extraordinário de Estudos Nota: Disciplina: Turma: Aluno (a): Professor: Data: Experiência 05: CONFIGURAÇÃO BÁSICA DE UMA REDE Objetivo Geral Criar uma rede ponto-a-ponto com crossover e utiizando switch. Objetivos Específicos Aplicar o conhecimento na configuração de rede; Entender as configurações dos protocolos de rede; Analisar e entender como compartilhar recursos em uma rede. RESUMO DA TEORIA 1. Meios de Transmissão Os símbolos dos meios variam. Por exemplo: o símbolo da Ethernet é normalmente uma linha reta com linhas perpendiculares se projetando a partir dela, o símbolo da rede token-ring é um círculo com hosts conectados a ele e para uma FDDI, o símbolo é formado por dois círculos concêntricos com dispositivos conectados a eles. A função básica dos meios é carregar um fluxo de informações, na forma de bits e bytes, através de uma LAN. A não ser pelas LANs sem fio (que usam a atmosfera ou o espaço como meio) e as novas PANs (personal area networks, que usam o corpo humano como meio!), os meios de rede limitam os sinais de rede a um fio, cabo ou fibra. Os meios de rede são considerados componentes da camada 1 das LANs. Você pode criar redes de computador com vários tipos de meios diferentes. Cada meio tem vantagens e desvantagens, o que é uma vantagem para um meio (custo da categoria 5e) pode ser uma desvantagem para outro (custo da fibra óptica). Algumas das vantagens e desvantagens são: Comprimento do cabo Custo Facilidade de instalação Número total de computadores nos meios como exibido no gráfico pop-up. Página 1 de 8

2 2. Hub A finalidade de um hub é gerar os sinais da rede novamente e os retemporizar. Isso é feito no nível de bit para um grande número de hosts (por exemplo, 4, 8 ou mesmo 24) usando um processo conhecido como concentração Os motivos para se usar os hubs é criar um ponto de conexão central para os meios de cabeamento e aumentar a confiabilidade da rede. Aumenta-se a confiabilidade da rede permitindo qualquer cabo único a falhar sem afetar toda a rede. Isso difere da topologia de barramento onde, se houver uma falha no cabo, toda a rede será afetada. Os hubs são considerados dispositivos da camada 1 porque apenas geram novamente o sinal e o transmite para suas portas Existem diferentes classificações dos hubs na rede. A primeira classificação é dizer se os hubs são ativos ou passivos. A maioria dos hubs modernos é ativa. Eles obtêm energia de uma fonte de alimentação para gerar novamente os sinais da rede Os hubs inteligentes têm portas do console, o que significa que podem ser programados para gerenciar o tráfego da rede. Os hubs burros simplesmente aceitam um sinal da rede de entrada e o repete em todas as portas sem a habilidade de realizar qualquer gerenciamento. 3. Switch Um switch é um dispositivo da camada 2. A diferença entre o hub e o switch é que os switches tomam as decisões com base nos endereços MAC e os hubs não tomam nenhuma decisão. Devido às decisões que os switches tomam, eles tornam uma LAN muito mais eficiente. Eles fazem isso "comutando" os dados apenas pela porta à qual o host apropriado está conectado. Ao contrário, um hub enviará os dados por todas as portas para que todos os hosts tenham que ver e processar (aceitar ou rejeitar) todos os dados. A finalidade de um switch é concentrar a conectividade, ao mesmo tempo tornando a transmissão de dados mais eficiente. Ele comuta os pacotes das portas de entrada (interfaces) para as portas de saída, enquanto fornece a cada porta a largura de banda completa (a velocidade da transmissão de dados no backbone da rede). Página 2 de 8

3 4. Endereços IP Os endereços IP identificam as máquinas dentro da rede, dando a elas um forma de transmitirem ou receberem dados. Essa identificação lógica, que é definida pelo usuário tem algumas regras que devem ser seguidas. Existem três classes de endereços IP que uma organização pode receber do American Registry for Internet Numbers (ARIN) (ou do ISP da organização). Elas são classe A, B e C. O ARIN reserva, agora, os endereços de classe A para governos por todo o mundo (embora algumas grandes empresas, como, por exemplo, a Hewlett Packard, tenham recebido um) e de classe B para empresas de médio porte. A todos os outros requerentes são atribuídos endereços de classe C Classe A Este endereço possui 8 bits para identificação do número da rede e 24 bits restantes são atribuídos pelo administrador da rede.um modo fácil de reconhecer se um dispositivo é parte de uma rede de classe A é olhar o primeiro octeto do seu endereço IP, que variará de 0 a 126. (127 na verdade começa com um bit 0 mas, foi reservado para propósitos especiais.) 4.2. Classe B Todos os endereços IP de classe B usam os primeiros 16 bits para identificar a parte da rede no endereço. Os dois octetos restantes do endereço IP podem ser usados para a parte do host do endereço. Todas as redes que usam um endereço IP de classe B podem ter atribuídos a ela até 2 elevado a 16. ou seja, endereços IP possíveis para os dispositivos conectados à rede. Página 3 de 8

4 4.3. Classe C Os três primeiros octetos identificam o número de rede atribuído pelo ARIN. Os administradores internos da rede atribuem os 8 bits restantes. Um modo fácil de reconhecer se um dispositivo é parte de uma rede de classe C é olhar o primeiro octeto do seu endereço IP. Os endereços IP de classe C sempre têm valores variando de 192 a 223 no primeiro octeto. Todos os endereços IP de classe C usam os primeiros 24 bits para identificar a parte da rede no endereço. Apenas o último octeto de um endereço IP de classe C pode ser usado para a parte do host do endereço. PARTE EXPERIMENTAL Material necessário: Duas estações de trabalho com Windows instalado e uma placa de rede em cada (drivers da placa de rede devem estar disponíveis); Um cabo cruzado CAT5e ou CAT6 para conectar as estações de trabalho sem um hub ou switch; Um hub ou switch; Cabos CAT5e OU CAT6 conectados diretamente. EXERCÍCIO Neste laboratório deve-se conectar dois PCs para criar uma LAN ponto a ponto ou um grupo de trabalho simples. Compartilhar uma pasta em uma estação de trabalho e conectar-se à essa pasta a partir de outra estação de trabalho. Esse laboratório é dividido em três exercícios como a seguir: Exercício 1 - Os dois PCs (ou estações de trabalho) serão conectados diretamente uns aos outros a partir de uma placa de rede à outra placa de rede usando um cabo cruzado. Isso pode ser útil para permitir a criação de um mini-laboratório para fins de teste com a necessidade de um hub. Como as placas de rede nas estações de trabalho estão diretamente conectadas não será possível conectar nenhuma estação de trabalho adicional. Exercício 2 - Os dois PCs serão conectados com um hub ou switch entre eles. Usar um ativo de rede permite mais do que apenas duas estações de trabalho estarem conectadas dependendo do número de portas no hub. Os hubs podem ter de 4 a 24 portas. Página 4 de 8

5 Observação: Nos exercícios A e B, você verificará se as estações de trabalho estão funcionando e se o hardware da rede está instalado corretamente. Também será necessário verificar e configurar todas as configurações da rede de protocolo TCP/IP para que as duas estações de trabalho se comuniquem, como, por exemplo o endereço IP e a máscara de sub-rede. 1) Monte a rede abaixo: Ligar dois computadores através de cabo cruzado. Situação que pode ser aplicada no diaa-dia quando não dispuser de um ativo de rede. Configurar os protocolos de rede e de compartilhamento de arquivos. Utilizar comandos do Windows e fazer testes de conectividade. Fazer testes da funcionalidade do compartilhamento. Figura 1- Rede ponto-a-ponto Um único cabo cruzado é usado para conectar as estações de trabalho. Verifique se os pinos estão conectados por um cabo cruzado segurando os conectores RJ-45 lado a lado com o clipe para baixo e inspecione-os. Os pares 2 e 3 devem ser revertidos. Certifique-se de que as placas de rede estejam instaladas corretamente em cada estação de trabalho. Conecte as estações de trabalho e ligue-as. Verifique a placa da rede: Use o utilitário Painel de controle, Sistema, Gerenciador de dispositivos para verificar se a placa de rede está funcionando corretamente. Clique duas vezes em Adaptadores de rede e depois clique com o botão direito do mouse na placa de rede em uso. Clique em Propriedades para ver se o dispositivo está funcionando corretamente. O que a tela Propriedades da placa de rede diz sobre a placa de rede? Use o utilitário Painel de controle, Rede e selecione o protocolo TCP/IP na guia Configuração e clique em Propriedades. Verifique o endereço IP e a máscara de sub-rede de ambas estações de trabalho na guia Endereço IP. Os endereços IP podem ser definidos para tudo desde que sejam compatíveis e estejam na mesma rede. Grave as configurações existentes antes de fazer qualquer alteração, caso seja necessário recuperá-los (por exemplo, eles podem ser clientes DHCP Página 5 de 8

6 agora). Para esse laboratório, use o endereço de rede de classe C e defina cada estação de trabalho como um endereço IP estático. Defina a máscara de sub-rede padrão em cada estação de trabalho. Máscara de sub-rede definida: Faixa de endereços IP para as estações de trabalho: Insira o comando ipconfig /all para ver todas as configurações relacionadas ao TCP/IP da sua estação de trabalho. Nome da estação de trabalho 1: Nome da estação de trabalho 2: Endereço IP: Máscara de sub-rede: Endereço MAC (Hardware): Endereço IP: Máscara de sub-rede: Endereço MAC (Hardware): Use o comando Ping para verificar a conectividade básica do TCP/IP. Clique em Iniciar, Programas e no prompt do MS-DOS. Insira o comando Ping seguido pelo endereço IP da outra estação de trabalho. Isso vai verificar se você tem uma boa conexão das camadas OSI de 1 a 3. Qual foi o resultado do comando Ping? 2) Monte a rede abaixo: Ligar os computadores do laboratório em uma única rede local utilizado um hub ou switch. Configurar os protocolos de rede e de compartilhamento de arquivos. Utilizar os comandos do Windows e fazer testes de conectividade. Fazer testes de funcionalidade do compartilhamento. Utilize as explicações do Exercício 1 para configurar este também. Página 6 de 8

7 Figura 2 Rede local Verifique os cabos de cada estação de trabalho até o hub/switch. Verifique se os pinos estão conectados diretamente segurando os dois conectores RJ-45 de cada cabo lado a lado com o clipe para baixo e inspecione-os. Todos os pinos devem ter a mesma cor de fio no mesmo pino nas duas extremidades do cabo. (o pino 1 deve coincidir com o pino 1, o pino 8 deve coincidir com o pino 8, etc.) Ligue o switch com o seu adaptador AC em uma tomada elétrica. Conecte o cabo direto da estação de trabalho 1 à porta 1 e o cabo da estação de trabalho 2 à porta 2 e assim sucessivamente. Depois que as estações de trabalho inicializarem, verifique a luz de link verde atrás de cada placa de rede e as luzes verdes nas portas do switch para verificar se elas estão se comunicando. Isso também verifica uma boa conexão física entre o ativo e as placas de rede nas estações de trabalho (camadas OSI 1 e 2). Se a luz de link não estiver acessa, normalmente indicará uma conexão de cabo defeituosa, um cabo conectado impropriamente ou que a placa de rede ou o switch podem não estar funcionando corretamente. As luzes de link da placa de rede e do switch estão acesas? Use o utilitário Painel de controle, Rede, guia Configuração e clique no botão Compartilhamento de arquivos e impressoras. Na estação de trabalho que terá a pasta a ser compartilhada, verifique a caixa que diz "Desejo que outros usuários tenham acesso a meus arquivos" para permitir que cada estação de trabalho compartilhe suas pastas. Você pode também verificar a caixa que diz "Desejo que outros usuários tenham acesso as minhas impressoras" para permitir que a outra estação de trabalho imprima caso você tenha uma impressora compartilhada conectada a uma das estações de trabalho. Configure uma pasta Arquivo a ser compartilhada: Na estação de trabalho um, use o Windows Explorer para criar uma pasta a ser compartilhada chamada "Pasta de testes". Usando o Windows Explorer, Meu computador ou o Ambiente de rede, selecione a pasta e clique com o botão direito do mouse para compartilhá-la. Insira o nome do Página 7 de 8

8 compartilhamento e clique em OK. Na outra estação de trabalho, clique no Ambiente de rede e selecione a primeira estação de trabalho e a pasta compartilhada. É possível mapear uma unidade para ser uma pasta compartilhada se assim você desejar. Enquanto estiver trabalhando na pasta compartilhada na outra estação de trabalho, crie um novo documento e salve-o. Se você tiver uma impressora compartilhada talvez seja conveniente imprimir o documento. Documente os resultados do compartilhamento da pasta e do processo de criação de arquivos: Espaço para os cálculos Conclusão Nesta experiência, estudamos como configurar grupos de trabalho sem a utilização de ativos de redes, assim como, configurar uma topologia estrela utilizando um switch. Página 8 de 8

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados.

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados. Redes Ponto a Ponto É fácil configurar uma rede ponto-a-ponto em qualquer versão do Windows. Antes entretanto é preciso tomar algumas providências em relação ao hardware: Todos os computadores devem estar

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF.

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. 1 REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN E L A B O R A Ç Ã O : M Á R C I O B A L I A N / T I A G O M A

Leia mais

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Índice 1 Introdução... 4 Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Verificação dos itens recebidos... 6 Painel Frontal... 7 Painel Traseiro... 8 3 Conectando o

Leia mais

REDES COMPONENTES DE UMA REDE

REDES COMPONENTES DE UMA REDE REDES TIPOS DE REDE LAN (local area network) é uma rede que une os micros de um escritório, prédio, ou mesmo um conjunto de prédios próximos, usando cabos ou ondas de rádio. WAN (wide area network) interliga

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais

Equipamentos de rede. Repetidores. Repetidores. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br

Equipamentos de rede. Repetidores. Repetidores. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br 1 Equipamentos de rede Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Repetidores É o dispositivo responsável por ampliar o tamanho máximo do cabeamento de rede; Como o nome sugere, ele repete as informações

Leia mais

Laboratório 5.2.7 Estabelecendo uma Conexão de Console para um Roteador ou Switch

Laboratório 5.2.7 Estabelecendo uma Conexão de Console para um Roteador ou Switch Laboratório 5.2.7 Estabelecendo uma Conexão de Console para um Roteador ou Switch Objetivo Criar uma conexão de console desde um PC até um roteador ou switch usando o cabo apropriado Configurar o HyperTerminal

Leia mais

Conceito de Rede e seus Elementos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Conceito de Rede e seus Elementos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Conceito de Rede e seus Elementos Prof. Marciano dos Santos Dionizio Conceito de Rede e seus Elementos O conceito de rede segundo Tanenbaum é: um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações

Leia mais

Rede de Computadores Modulo I Conceitos Iniciais

Rede de Computadores Modulo I Conceitos Iniciais Rede de Computadores Modulo I Conceitos Iniciais http://www.waltercunha.com Bibliografia* Redes de Computadores - Andrew S. Tanenbaum Editora: Campus. Ano: 2003 Edição: 4 ou 5 http://www.submarino.com.br/produto/1/56122?franq=271796

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº3

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº3 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. Electrotécnica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº3 Rede Ponto-a-Ponto; Rede Cliente-Servidor; WAN básica com Routers 1 Objectivo Criar

Leia mais

O modelo ISO/OSI (Tanenbaum,, 1.4.1)

O modelo ISO/OSI (Tanenbaum,, 1.4.1) Cenário das redes no final da década de 70 e início da década de 80: Grande aumento na quantidade e no tamanho das redes Redes criadas através de implementações diferentes de hardware e de software Incompatibilidade

Leia mais

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows XP

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows XP Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows XP O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande

Leia mais

Trabalho de Redes de Computadores

Trabalho de Redes de Computadores UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INSTITUTO UFC VIRTUAL PROJETO JOVEM DIGITAL KP NOME: Trabalho de Redes de Computadores Questão 1: Assinale V para verdadeiro e F para falso. Os itens que estiverem falsos

Leia mais

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos MÓDULO VI Programação de Sistemas de Comunicação Duração: 30 tempos Conteúdos 2 Construção

Leia mais

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET 2010/2011 1 Protocolo TCP/IP É um padrão de comunicação entre diferentes computadores e diferentes sistemas operativos. Cada computador deve

Leia mais

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1 Equipamentos de Rede Repetidor (Regenerador do sinal transmitido)* Mais usados nas topologias estrela e barramento Permite aumentar a extensão do cabo Atua na camada física da rede (modelo OSI) Não desempenha

Leia mais

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows 2000

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows 2000 Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows 2000 O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7

Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7 Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7 Se você tem mais que um computador ou outros dispositivos de hardware, como impressoras, scanners ou câmeras, pode usar uma rede para compartilhar

Leia mais

Topologia de rede Ligação Ponto-a-Ponto

Topologia de rede Ligação Ponto-a-Ponto TIPOS DE REDE Tipos de Redes Locais (LAN - Local Area Network), Redes Metropolitanas (MAN - Metropolitan Area Network) e Redes Remotas (WAN - Wide Area Network). Redes que ocupam um pequeno espaço geográfico

Leia mais

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores ÍNDICE Capítulo 1: Introdução às redes de computadores Redes domésticas... 3 Redes corporativas... 5 Servidor... 5 Cliente... 7 Estação de trabalho... 8 As pequenas redes... 10 Redes ponto-a-ponto x redes

Leia mais

Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98

Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98 Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98 O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande velocidade

Leia mais

É altamente recomendável testar as conexões usando o programa PING (será visto posteriormente).

É altamente recomendável testar as conexões usando o programa PING (será visto posteriormente). Redes Ponto a Ponto Lista de checagem É fácil configurar uma rede ponto-a-ponto em qualquer versão do Windows. Antes entretanto é preciso tomar algumas providências em relação ao hardware: Todos os computadores

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula Complementar - EQUIPAMENTOS DE REDE 1. Repetidor (Regenerador do sinal transmitido) É mais usado nas topologias estrela e barramento. Permite aumentar a extensão do cabo e atua na camada física

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 8 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 2:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 8 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 2:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 8 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 2:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Instalando Impressoras da Rede... 3 1.3 Compartilhamento de Impressoras... 6 1.4 Mapeamento de Unidades de Rede...

Leia mais

Camada de Enlace de Dados - Apêndice. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Camada de Enlace de Dados - Apêndice. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Camada de Enlace de Dados - Apêndice Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Endereço MAC; ARP Address Resolution Protocol; DHCP Dynamic Host Configuration Protocol; Ethernet Estrutura do quadro Ethernet;

Leia mais

Apostila do Material da Cisco Gerenciamento de Redes

Apostila do Material da Cisco Gerenciamento de Redes Apostila do Material da Cisco Gerenciamento de Redes 7.1.1 Com o que se parece uma rede? A visualização de uma rede é importante. Uma rede é um conjunto de dispositivos que interagem entre si para fornecer

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com RESUMO 1 COMUTAÇÃO DE CIRCUITOS Reservados fim-a-fim; Recursos são dedicados; Estabelecimento

Leia mais

Software das Ferramentas Cliente e dos Drivers do Servidor de Impressão Xerox FreeFlow Accxes Guia de Instalação

Software das Ferramentas Cliente e dos Drivers do Servidor de Impressão Xerox FreeFlow Accxes Guia de Instalação Servidor de Impressão FreeFlow Accxes V15.0 Agosto de 2010 701P50921 Software das Ferramentas Cliente e dos Drivers do Servidor de Impressão Xerox FreeFlow 2010 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte)

Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte) 1 Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte) Objetivo: Esta aula tem como objetivo apresentar aos alunos como testar a conectividade de uma

Leia mais

WorkCentre Pro 65/75/90. Instruções de Instalação da Rede. Leia isto antes de instalar 650K21750 701P39581

WorkCentre Pro 65/75/90. Instruções de Instalação da Rede. Leia isto antes de instalar 650K21750 701P39581 WorkCentre Pro 65/75/90 650K21750 Instruções de Instalação da Rede Leia isto antes de instalar 701P39581 Materiais de distribuição A equipe de instalação da Xerox entrega, desembala e instala a impressora.

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES. Dois ou mais computadores conectados um ao outro por um meio de transmissão.

INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES. Dois ou mais computadores conectados um ao outro por um meio de transmissão. INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES O que é uma Rede? Dois ou mais computadores conectados um ao outro por um meio de transmissão. Uma Rede de Computadores é constituída por vários computadores conectados

Leia mais

ENDEREÇAMENTO DE REDES

ENDEREÇAMENTO DE REDES REDES DE COMUNICAÇÃO DE DADOS ENDEREÇAMENTO DE REDES INTERCONEXÃO ENDEREÇAMENTO DE REDES MÁSCARAS DE SUB-REDES Endereço IP: Os endereços IP identificam cada micro na rede. A regra básica é que cada micro

Leia mais

Compartilhando Arquivos com o Grupo Doméstico

Compartilhando Arquivos com o Grupo Doméstico com o Grupo Doméstico Novo no Windows 7? Mesmo que ele tenha muito em comum com a versão do Windows que você usava antes, você ainda pode precisar de uma ajuda para fazer tudo direitinho. Este guia contém

Leia mais

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO TOPOLOGIAS. Profº Erinaldo Sanches Nascimento

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO TOPOLOGIAS. Profº Erinaldo Sanches Nascimento UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO TOPOLOGIAS Profº Erinaldo Sanches Nascimento Objetivos Examinar as várias maneiras para projetar a infraestrutura de cabo para

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação A camada de enlace, cujo protocolo é utilizado para transportar um datagrama por um enlace individual, define o formato dos pacotes trocados entre os nós nas extremidades, bem como

Leia mais

Ficha de trabalho Redes locais

Ficha de trabalho Redes locais Ficha de trabalho Redes locais 1.Arquitectura Ethernet, necessidade de um dispositivo concentrador, um switch para ligar os computadores. 2.Funciona como concentrador de tomadas, nao possui circuito electronico,

Leia mais

Conversor IP Shellby RS-232 ( TCP-IP)

Conversor IP Shellby RS-232 ( TCP-IP) Conversor IP Shellby RS-232 ( TCP-IP) Gradual Tecnologia Ltda. Manual do Conversor RS-232 Ethernet 1 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DO APARELHO... 3 DESCRIÇÃO:... 3 CARACTERÍSTICAS MECÂNICAS:... 3 PINAGEM... 4

Leia mais

switches LAN (rede de comunicação local)

switches LAN (rede de comunicação local) O funcionamento básico de uma rede depende de: nós (computadores) um meio de conexão (com ou sem fios) equipamento de rede especializado, como roteadores ou hubs. Todas estas peças trabalham conjuntamente

Leia mais

TOPOLOGIAS. Em redes de computadores modernos a transmissão de dados não ocorre através de bits contínuos.

TOPOLOGIAS. Em redes de computadores modernos a transmissão de dados não ocorre através de bits contínuos. TOPOLOGIAS Fundamentos de Redes Prof. Marcel Santos Silva Pacotes Em redes de computadores modernos a transmissão de dados não ocorre através de bits contínuos. Os dados são divididos em pequenos blocos

Leia mais

Conexões e Protocolo Internet (TCP/IP)

Conexões e Protocolo Internet (TCP/IP) "Visão geral da configuração da rede" na página 3-2 "Escolhendo um método de conexão" na página 3-3 "Conectando via Ethernet (recomendado)" na página 3-3 "Conectando via USB" na página 3-4 "Configurando

Leia mais

6.3.2.7 Lab - Configurando uma placa de rede para usar DHCP no Windows 7

6.3.2.7 Lab - Configurando uma placa de rede para usar DHCP no Windows 7 5.0 6.3.2.7 Lab - Configurando uma placa de rede para usar DHCP no Windows 7 Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você irá configurar uma placa de rede Ethernet para usar

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Uma Rede de Computadores consistem em dois ou mais dispositivos, tais como computadores, impressoras e equipamentos relacionados, os

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

Guia de Instalação Rápida TL2-G244 1.01

Guia de Instalação Rápida TL2-G244 1.01 Guia de Instalação Rápida TL2-G244 1.01 Índice Português 1. Antes de Iniciar 1 2. Instalação de Hardware e Configuração 2 3. LEDs 3 4. Configure o Switch 5 Troubleshooting 9 Version 11.05.2010 1. Antes

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6050 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579946

Seu manual do usuário XEROX 6050 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579946 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6050. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6050 no manual

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 LIGANDO MICROS EM REDE Copyright 2007, Laércio Vasconcelos Computação LTDA DIREITOS AUTORAIS Este livro possui registro

Leia mais

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Í n d i c e Considerações Iniciais...2 Rede TCP/IP...3 Produtos para conectividade...5 Diagnosticando problemas na Rede...8 Firewall...10 Proxy...12

Leia mais

Guia DFEE-500 para sistema operacional Windows XP

Guia DFEE-500 para sistema operacional Windows XP Guia DFEE-500 para sistema operacional Windows XP O Express Fast Net x5 Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório em rede (até 5 usuários) para compartilhar recursos, arquivos e dispositivos,

Leia mais

Equipamentos de Redes. Placas de Rede, Repetidores, Hubs, Pontes,, Switches, Roteadores, Gateways

Equipamentos de Redes. Placas de Rede, Repetidores, Hubs, Pontes,, Switches, Roteadores, Gateways Equipamentos de Redes Placas de Rede, Repetidores, Hubs, Pontes,, Switches, Roteadores, Gateways Placas de Rede Placas de Rede Preparação dos quadros para que possam ser enviados pelos cabos. A placa de

Leia mais

1Guia de configuração da rede sem fio

1Guia de configuração da rede sem fio 1Guia de configuração da rede sem fio Impressoras Multifuncionais KODAK ESP Como configurar uma conexão sem fio Antes de conectar, você precisará de: um roteador sem fio. verificar se o seu roteador sem

Leia mais

Fiery Driver Configurator

Fiery Driver Configurator 2015 Electronics For Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto. 16 de novembro de 2015 Conteúdo 3 Conteúdo Fiery Driver Configurator...5

Leia mais

Roteador Wireless N Intelbras Modelo WRN 340. Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras.

Roteador Wireless N Intelbras Modelo WRN 340. Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. GUIA DE INSTALAÇÃO Roteador Wireless N Intelbras Modelo WRN 340 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O roteador Wireless N Intelbras WRN 340 fornece uma solução

Leia mais

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana Rede de Computadores Parte 01 Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações

Leia mais

Conteúdo da Embalagem

Conteúdo da Embalagem Conteúdo da Embalagem Câmera de Rede DCS-932L Adaptador de Alimentação Cabo Ethernet UTP CAT5 CD-ROM com Manual e Software Se qualquer dos itens acima estiver faltando, favor contatar o seu revendedor.

Leia mais

5.3.5.4 Lab - Área de Trabalho Remota e Assistência Remota no Windows XP

5.3.5.4 Lab - Área de Trabalho Remota e Assistência Remota no Windows XP 5.0 5.3.5.4 Lab - Área de Trabalho Remota e Assistência Remota no Windows XP Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você irá conectar remotamente à um computador, examinar drivers

Leia mais

1. Explicando Roteamento um exemplo prático. Através da análise de uns exemplos simples será possível compreender como o roteamento funciona.

1. Explicando Roteamento um exemplo prático. Através da análise de uns exemplos simples será possível compreender como o roteamento funciona. Aula 14 Redes de Computadores 24/10/07 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Prof. Carlos Guerber ROTEAMENTO EM UMA REDE DE COMPUTADORES A máscara de sub-rede é utilizada para determinar

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Topologias Tipos de Arquitetura Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 REDES LOCAIS LAN -

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE REDES E FIREWALL

CONCEITOS BÁSICOS DE REDES E FIREWALL Secretaria Municipal de Educação SME Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação CTIC Núcleo de Tecnologia Municipal NTM CONCEITOS BÁSICOS DE REDES E FIREWALL Amauri Soares de Brito Mário Ângelo

Leia mais

Aula 03 Regras de Segmentação e Switches

Aula 03 Regras de Segmentação e Switches Disciplina: Dispositivos de Rede II Professor: Jéferson Mendonça de Limas 4º Semestre Aula 03 Regras de Segmentação e Switches 2014/1 19/08/14 1 2de 38 Domínio de Colisão Os domínios de colisão são os

Leia mais

5.3.5.2 Lab - Área de Trabalho Remota e Assistência Remota no Windows 7

5.3.5.2 Lab - Área de Trabalho Remota e Assistência Remota no Windows 7 IT Essentials 5.0 5.3.5.2 Lab - Área de Trabalho Remota e Assistência Remota no Windows 7 Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você irá se conectar remotamente a um computador,

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Um serviço de diretório, como o Active Directory, fornece os métodos para armazenar os dados de diretório (informações sobre objetos

Leia mais

Sumário. 1 Introdução à administração do Windows Vista...27. 2 Gerenciando sistemas Windows Vista...51

Sumário. 1 Introdução à administração do Windows Vista...27. 2 Gerenciando sistemas Windows Vista...51 Sumário 1 Introdução à administração do Windows Vista...27 Começando a usar o Windows Vista... 28 Instalando e executando o Windows Vista... 30 Instalando o Windows Vista...30 Utilizando o Centro de Boas-vindas

Leia mais

TOPOLOGIAS FÍSICA. BARRAMENTO É a mais simples das três, pois nela um PC é ligado ao outro,usando apenas um único cabo coaxial.

TOPOLOGIAS FÍSICA. BARRAMENTO É a mais simples das três, pois nela um PC é ligado ao outro,usando apenas um único cabo coaxial. Topologia É um diagrama que descreve como os elementos de uma rede estão interligados. Esses elementos são chamados de NÓS, e podem ser computadores, impressoras e outros equipamentos. 1 Topologias de

Leia mais

Resolução de Problemas de Rede. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite

Resolução de Problemas de Rede. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Resolução de Problemas de Rede Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Ferramentas para manter o desempenho do sistema Desfragmentador de disco: Consolida arquivos e pastas fragmentados Aumenta

Leia mais

Cisco Packet Tracer 5.3

Cisco Packet Tracer 5.3 Cisco Packet Tracer 5.3 www.rsobr.weebly.com O PT 5.3 (Packet Tracer) permite criar ambientes de redes LANs e WANs e além disso simular também, permitindo realizar diversas situações como por exemplo:

Leia mais

DocuPrint Guia de Instalação Rápida em Redes

DocuPrint Guia de Instalação Rápida em Redes DocuPrint Guia de Instalação Rápida em Redes Rede não-hierarquizada para Windows 95/98 Rede Windows NT 4.X/Windows 2000 Rede EtherTalk para Macintosh Rede Novell NetWare 3.1X, 4.1X, 5.X Rede do Servidor

Leia mais

Instalação do software da Fiery para Windows e Macintosh

Instalação do software da Fiery para Windows e Macintosh 13 Instalação do software da Fiery para Windows e Macintosh O CD de Software de Usuário inclui instaladores de software para o Fiery Link. O software utilitário da Fiery é suportado pelo Windows 95/98,

Leia mais

ICORLI INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS E INTERNET

ICORLI INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS E INTERNET INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS E INTERNET 2010/2011 1 Introdução às redes e telecomunicações O que é uma rede? Uma rede de computadores é um sistema de comunicação de dados constituído

Leia mais

Guia do EasyMP Multi PC Projection

Guia do EasyMP Multi PC Projection Guia do EasyMP Multi PC Projection Conteúdo Introdução ao EasyMP Multi PC Projection... 7 Funções do EasyMP Multi PC Projection... 7 Conexão a vários dispositivos... 7 Exibição em quatro painéis... 8

Leia mais

Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - agosto de 2007 - Página

Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - agosto de 2007 - Página Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes 1 Redes de Dados Inicialmente o compartilhamento de dados era realizado a partir de disquetes (Sneakernets) Cada vez que um arquivo era modificado ele teria que

Leia mais

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes Noções de Redes: Estrutura básica; Tipos de transmissão; Meios de transmissão; Topologia de redes;

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

Unidade 3 Visão Geral de Equipamentos de Rede

Unidade 3 Visão Geral de Equipamentos de Rede Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 3 Visão Geral de Equipamentos de Rede 2 Repetidor

Leia mais

UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01

UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01 UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01 PROFESSOR: Hiarly Alves Rodrigues Paiva Introdução a Redes de Computadores FACULDADE UNICE Fortaleza CE Ementa Introdução. Topologias de

Leia mais

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Este arquivo ReadMe contém as instruções para a instalação dos drivers de impressora PostScript e PCL

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES TEXTOS DE REFORÇO Michel da Rocha Fragoso 2010 2 Saudações Olá, meus caros alunos. Esta é uma série de textos de reforço de minha autoria sobre o nosso próximo módulo a ser estudado

Leia mais

Configuração de VLANS em ambientes CISCO

Configuração de VLANS em ambientes CISCO Configuração de VLANS em ambientes CISCO Vanderlei Lemke Kruger, André Moraes 1 Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas (FATEC - Senac) Rua Gonçalves Chaves, 602 Centro Curso Superior de Tecnologia em Redes

Leia mais

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br TI Aplicada Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Conceitos Básicos Equipamentos, Modelos OSI e TCP/IP O que são redes? Conjunto de

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Conceito de Redes Redes de computadores são estruturas físicas (equipamentos) e lógicas (programas, protocolos) que permitem que dois ou mais computadores

Leia mais

Redes de Computadores Aula 01

Redes de Computadores Aula 01 No Caderno Responda as Questões abaixo 1 O que significa o termo Rede? 2 Porque utilizar um Ambiente de Rede? 3 Defina LAN. 4 Defina WAN. 5 O que eu preciso para Montar uma Rede? 6 - O que eu posso compartilhar

Leia mais

Por que você precisa alterar o tipo de AppleTalk. Antes de alterar a configuração. Alterar o tipo de AppleTalk

Por que você precisa alterar o tipo de AppleTalk. Antes de alterar a configuração. Alterar o tipo de AppleTalk Por que você precisa alterar o tipo de AppleTalk 1 A impressora J110 requer que você altere o tipo de AppleTalk para poder imprimir trabalhos de em rede AppleTalk. Antes de alterar a configuração Verifique

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Elementos da Comunicação Origem da mensagem ou remetente; O canal meio físico; Destino da mensagem ou receptor; Rede de dados ou redes de informação são capazes de trafegar diferentes

Leia mais

Guia DFEE-500 para sistema operacional Windows 98/98SE

Guia DFEE-500 para sistema operacional Windows 98/98SE Guia DFEE-500 para sistema operacional Windows 98/98SE O Express Fast Net x5 Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório em rede (até 5 usuários) para compartilhar recursos, arquivos e dispositivos,

Leia mais

INSTALANDO UM SERVIDOR WINDOWS SERVER 2012 R2 SERVER CORE

INSTALANDO UM SERVIDOR WINDOWS SERVER 2012 R2 SERVER CORE INSTALANDO UM SERVIDOR WINDOWS SERVER 2012 R2 SERVER CORE A Microsoft disponibilizou em seu site, o link para download da versão Preview do Windows Server 2012 R2. A licença do produto irá expirar somente

Leia mais

Geral: Manual de Utilização do Software de Teste Gradual Windows

Geral: Manual de Utilização do Software de Teste Gradual Windows Manual de Utilização do Software de Teste Gradual Windows Geral: Este aplicativo é utilizado para testar os Microterminais Gradual Tecnologia Ltda. Para tanto deve ter as Dll s necessárias para controlar

Leia mais

Guia de instalação do driver RICOH

Guia de instalação do driver RICOH Guia de instalação do driver RICOH Este documento fornece explicações sobre o método de instalação do driver RICOH exigido para usar a impressora jato de tinta RICOH Pro L4130/L4160. O driver RICOH é exigido

Leia mais

Conteúdo da Embalagem

Conteúdo da Embalagem A 1 2 Conteúdo da Embalagem Câmera de Rede DCS-942L Adaptador de Alimentação Cabo Ethernet UTP CAT5 CD-ROM com Manual e Software Se qualquer dos itens acima estiver faltando, favor contatar o seu revendedor.

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Montando Redes Ponto-a-Ponto... 3 1.2.1 Parte lógica... 3 1.2.2 Escolhendo o sistema operacional... 3 1.2.3 Instalação

Leia mais

Um resumo sobre redes e TCP/IP

Um resumo sobre redes e TCP/IP Um resumo sobre redes e TCP/IP 1. Introdução Podemos dizer que a função de qualquer rede é simplesmente transportar informações de um ponto a outro. Pode ser entre dois micros ligados através de um simples

Leia mais

Redes e Conectividade

Redes e Conectividade Redes e Conectividade Camada de enlace: domínio de colisão e domínio de broadcast, segmentação, modos de switching para encaminhamento de quadros Versão 1.0 Março de 2016 Prof. Jairo jairo@uninove.br professor@jairo.pro.br

Leia mais

Suporte Técnico. Conteúdo da embalagem. Guia de Instalação do N300 Wireless ADSL2+ Modem Router DGN2200v4

Suporte Técnico. Conteúdo da embalagem. Guia de Instalação do N300 Wireless ADSL2+ Modem Router DGN2200v4 Suporte Técnico Agradecemos por escolher os produtos NETGEAR. A NETGEAR recomenda o uso exclusivo de recursos oficiais de suporte da NETGEAR. Com o dispositivo instalado, localize o número de série no

Leia mais

Broadcom NetXtreme Gigabit Fiber Adapter Installation

Broadcom NetXtreme Gigabit Fiber Adapter Installation Broadcom NetXtreme Gigabit Fiber Adapter Installation Este guia fornece as seguintes informações: Precauções de segurança Instalação do Broadcom Fiber Adapter Instalação do adaptador Conexão dos cabos

Leia mais

MANUAL USB F7516e (FX USB PRT SERV)

MANUAL USB F7516e (FX USB PRT SERV) MANUAL USB F7516e (FX USB PRT SERV) MANUAL DO USUÁRIO VER. 1.00 Este manual contém instruções para instalação do servidor de impressão USB F7516e (FX USB PRT SERV) Manual do Usuário Ver. 1.00 Todos os

Leia mais

10.3.1.8 Lab - Configurando o Firewall do Windows 7

10.3.1.8 Lab - Configurando o Firewall do Windows 7 5.0 10.3.1.8 Lab - Configurando o Firewall do Windows 7 Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você irá explorar o Firewall do Windows 7 e definir algumas configurações avançadas. Equipamento

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais