A HISTÓRIA DE UM SOBREVIVENTE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A HISTÓRIA DE UM SOBREVIVENTE"

Transcrição

1 A HISTÓRIA DE UM SOBREVIVENTE Lisboa 2014

2 A HISTÓRIA DE UM SOBREVIVENTE O MEU PAI SANGRA HISTÓRIA E AQUI COMEÇARAM OS MEUS PROBLEMAS Tradução de JOANA NEVES

3 Fui visitar o meu pai a Rego Park. Há muito que não o via não éramos chegados. Papá! Ai, Artie... estás atrasado, fiquei preocupado. É pena a Françoise não vem contigo. Pois... ela manda saudades. Ele tinha envelhecido muito desde a última vez que o vira. O suicídio da minha mãe e os dois ataques cardíacos tinham deixado as suas marcas. MALA! OLHA QUEM É! O ARTIE! Era uma sobrevivente, como quase todos os amigos do meu pai. Olá, Artie. Dá cá o casaco. Tinha voltado a casar. A Mala tinha conhecido os meus pais na Polónia, antes da guerra. O jantar está servido. Ora bolas, Mala! Dás um cabide de ARAME?! Não vejo o Artie há quase dois anos. temos cabides de MADEIRA em sobra. Não se davam bem. 13

4 Depois do jantar, levou-me para o meu antigo quarto... Entra, falamos enquanto pedalo... Faz bem para o meu coração, pedalar. Mas conta, como andas? Como vai o negócio de livros de quadradinhos? Ainda quero fazer aquele livro sobre ti... Aquele de que te costumava falar... Sobre a tua vida na Polónia e a guerra. Levava MUITOS livros, a minha vida, e ninguém quer ouvir essas histórias. EU quero ouvir. Começa pela mãe... conta-me como se conheceram. Mas, se queres, conto... Vivia então em Czestochowa, uma cidadezinha perto da fronteira com Alemanha. Devias usar o tempo a fazer desenhos que te davam dinheiro... Trabalhava em têxteis, compra e venda. Não era muito dinheiro, mas ganhava a vida. 14

5 Então, era jovem e elegante, um rapaz muito bonito. Muitas raparigas que eu não sequer CONHECIA vinham atrás de mim. Está, Vladek? É o Yulek... Uma amiga minha, a Lucia Greenberg, gostava de te conhecer. O XEQUE E Finalmente, convidei a Lucia para irmos dançar... Vives sozinho? Sim. As pessoas diziam que eu era igual como Rudolfo Valentino. cinema Tenho um pequeno apartamento. Os meus pais mudaram-se para Sosnowiec. Gostava de o ver, um dia. Um dia, quem sabe. 15

6 Onde quer que ia, olhava em volta, e lá estava a Lucia Greenberg... VLADEK! Olá, onde vais? Mas, papá... o nome da mamã era Anna Zylberberg... Ali ao mercado. Eu também. vamos juntos. Isto foi tudo ANTES de conhecer a Anja. ora escuta, sim? Porque é que nunca me convidas para a tua casa? Tens vergonha dela, é? Ela sempre insistia para eu mostrar a ela o meu apartamento então, no fim, convidei... Está tudo tão limpo e arrumado! Gosto de ter as coisas em ordem. Aposto que tens outra namorada que faz as limpezas, não é? Não.... eu não queria estar mais íntimo com ela, mas ela não me deixava em paz. 16

7 Foi a primeira rapariga com quem... hum... Sim... éramos envolvidos, como são os jovens daqui hoje. Ficamos juntos por uns três ou quatro anos. Devíamos ficar noivos, Vladek. Já é tarde, vou levar-te a casa. Ainda não, por favor. Vá, senão os teus pais ficam ralados. A família era simpática, mas não tinham nenhum dinheiro, não sequer para dote. czestochowa /SOSnowiec Que bom voltar a ver-te. Olha... Dezembro 1935 Bom, sempre quando tinha férias, eu ia visitar a minha família... era uma viagem de 50 ou 60 quilómetros Primo Vladek! Há uma rapariga da minha turma... quero que te encontres connosco amanhã. Chama-se Anja. É inteligentíssima, de uma família rica... uma ótima rapariga... 17

8 Na manhã depois, encontramos todos. Às vezes, a minha prima e a Anja falavam em inglês. Gostas dele? Bem, eu prometi que voltava cedo para casa... deixo-vos sozinhos. É muito giro, e parece muito simpático. Não sabiam que eu entendia. Sabe, devia ter cuidado a falar inglês assim... um desconhecido pode compreender. S-sabe inglês? Estudou na escola? Tive de deixar a escola quando tinha uns 14 anos, para trabalhar.... mas tive aulas particulares... sempre sonhei ir para os Estados Unidos. É uma pena que tenha de voltar a Czestochowa tão cedo. Sim, mas tenho lá o meu negócio. Tem telefone em casa? Logo quando voltei em Czestochowa, ela telefonou. uma vez por dia, duas... todos os dias, falamos. 18

9 Então Ela Começou A Escrever-Me Tão Belas Cartas... Quase Ninguém Era Capaz De Escrever Polaco Como Ela. Visitei Ela Umas Vezes E Ela Mandou Para Mim Uma Fotografia... Comprei Uma Moldura Bonita... Passou Uma Semana Até A Lucia Voltou E Viu A Fotografia... Vou Pedi-La Em Casamento, Lucia. Pff! E que BELDADE que foste escolher! A beleza não é tudo, Lucia. Não é bom para nenhum de nós que continues a vir aqui temos de pensar nos nossos futuros, e... ESQUECE-A! Deixa-me fazer-te feliz! Não Foi Nada Fácil Ficar Livre Da Lucia. 19

10 A Mamã Não Era Muito Atraente, Era? Não Como A Lucia... Mas Era Só Preciso Falar Um Pouco Com Ela Para A Amar Mais E Mais. Uma vez encontramos o antigo diretor da escola dela... Tem muita sorte, Sr. Spiegelman. Não sabe a rapariga que leva. tive muitas alunas mas a Anna foi a mais sensível e inteligente de todas! Sim, foi por isso que a escolhi. Quem me dera que viesses visitar-me a Czestochowa... queria exibir-te aos meus amigos. Implorei à minha mãe que me deixasse ir. mas ela é tão religiosa e antiquada.... NUNCA me deixaria ir ao apartamento de um homem solteiro! Ah, os meus pais convidaram-te para vires jantar lá a casa amanhã. Os pais da Anja estavam ansiosos por ela casar. Tinha 24; então eu tinha 30. A família Zylberberg vivia muito bem eram milionários! 20

11 Os Zylberberg eram donos de uma fábrica de malhas uma das maiores na Polónia... Mas quando eu cheguei, era como se vinha um rei... Olá, muito bem-vindo. ANJA, o Vladek chegou! Fica à vontade, vou ajudar com o jantar. Fui espreitar no armário da Anja, para ver como era dona de casa. Tudo limpinho e arrumado, mesmo como eu gosto! O que é isto? comprimidos? Se ela estava doente, para que eu precisava daquilo? O jantar está servido! Depois, um amigo, de uma farmácia, contou que os comprimidos era só porque ela era tão magra e nervosa. Escrevi os nomes. Quer mais gefilte, Vladek? Então foi assim, no fim de 1936 éramos noivos e eu fui viver de Czestochowa para Sosnowiec. 21

12 Ah! Esqueci contar uma coisa de antes que fui para Sosnowiec mas depois de sermos noivos. Uma noite, tocou a campainha... LUCIA! O que estás aqui a fazer? Vou já sair. Eu... eu saio contigo. Não, não podes vir com... POR FAVOR, VLADEK! Caiu no chão e agarrou nas minhas pernas. Não fujas! Então vi que fui longe demais com ela. Corri ver o amigo que nos apresentou. Ele foi acalmar ela e levar para casa. 22

13 Não Ouvi Mais Da Lucia. Mas Também A Anja Não Falou Mais... Nem Telefonemas, Nem Cartas, Nada! O Que Aconteceu? Olá, Sr. A Zylberberg. Posso Falar Com A Anja? Ela Diz Que Não Te Quer Falar! Mas Porquê? Recebeu Uma Carta De Czestochowa. Meu Deus! Diz As Piores Coisas Sobre Ti! Bem, Não A Posso Convencer Por Telefone. Apanho O Comboio Para Aí Na Sexta- -Feira, Depois Do Trabalho. Nem Era Feriado, Mas Assim Mesmo Fui Em Sosnowiec. Diz-Me, Anja: O Que Foi Que Eu Fiz De Tão Terrível? Devias saber... ora lê ISTO! 23

14 Nem quero VER essa carta, diz-me só de quem é. Melhor ainda, digo-te eu LUCIA GREENBERG, não é? Está assinada só a sua amiga secreta, L. Diz que tens péssima reputação em Czestochowa... Que tens uma DATA de namoradas... E que só te vais casar comigo por dinheiro! Oh, Anja, devias conhecer-me melhor... pergunta por mim a quem quiseres em Czestochowa. A Lucia é uma velha namorada que não me deixa em paz. Não significa nada para mim. Depois de muito falar, convenci ela. Assim, fui viver em Sosnowiec no fim de 1936; e no 14 de fevereiro de 1937 fomos casados. E agora, vodca, para brindar ao jovem casal. Fui viver num dos dois apartamentos do sogro. Por presente de casamento, fiquei coproprietário com eles, e deu ainda a mim um relógio de ouro muito bonito. 24

15 Mas isto, das coisas que te contei agora sobre a Lucia e assim não pões no teu livro, faz favor. O QUÊ? Porque não? Não tem nada a ver com Hitler, com o holocausto! Mas, ó papá... é ótimo material. Faz com que tudo seja mais REAL mais humano. Quero contar a TUA história, como realmente aconteceu. Mas isto não é tão decente, tão respeitável.... posso contar a ti OUTRAS histórias, mas isto de coisas PRIVADAS, não quero que falas delas. Está bem, está bem, prometo. 25

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro Acólitos São João da Madeira Cancioneiro Índice Guiado pela mão...5 Vede Senhor...5 Se crês em Deus...5 Maria a boa mãe...5 Quanto esperei por este momento...6 Pois eu queria saber porquê?!...6 Dá-nos

Leia mais

Vai ao encontro! de quem mais precisa!

Vai ao encontro! de quem mais precisa! Vai ao encontro! 2ª feira, 05 de outubro: Dos mais pobres Bom dia meus amigos Este mês vamos tentar perceber como podemos ajudar os outros. Vocês já ouviram falar das muitas pessoas que estão a fugir dos

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

[Comentários sobre isso. Não transcrito, mas explicado em diário de campo]

[Comentários sobre isso. Não transcrito, mas explicado em diário de campo] [Visionamento das fotos] [Comentários sobre isso. Não transcrito, mas explicado em diário de campo] E- Então o que é que achaste das fotos? E7- Boas. Tá fixe. E- Faz-te lembrar coisas boas ou más? E7-

Leia mais

Relato de parto: Nascimento do Thomas

Relato de parto: Nascimento do Thomas Relato de parto: Nascimento do Thomas Dia 15 de dezembro de 2008, eu já estava com 40 semanas de gestação, e ansiosa para ter meu bebê nos braços, acordei as 7h com uma cólica fraca, dormi e não senti

Leia mais

Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça.

Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça. Valores: Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça. Competências -chave: Saber reagir a atentados à integridade física ou psicológica; Saber medir consequências de um segredo; Ser capaz de confiar e pedir

Leia mais

Entrevista com Aires Alves

Entrevista com Aires Alves 1 Entrevista com Aires Alves Hélder Bértolo (Professor da Faculdade de Medicina de Lisboa) e Maria Lúcia Batezat Duarte Transcrição: Maria Lúcia Batezat Duarte 1 38 anos técnico de computador - cego congênito

Leia mais

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB!

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! A história da Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para Analista Tributário da Receita Federal do Brasil, é mais uma das histórias

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você!

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Este Livro Digital (Ebook) é fruto de uma observação que eu faço no mínimo há dez anos nas Redes Sociais, e até pessoalmente na convivência

Leia mais

de pontas soltas maria marujo

de pontas soltas maria marujo de pontas soltas maria marujo algumas pontas ou nós! a vós a decisão: sobre os óculos da sofia não sei o que fazer com esta liberdade. mas que merda calhar-me logo a mim esta liberdade. eu não quero esta

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES ASPECTOS TEÓRICOS. POR QUE /POR QUÊ / PORQUE / PORQUÊ a) POR QUE: Equivale a POR QUAL MOTIVO ou a pelo qual e variações; vem também depois de EIS e DAÍ. b) POR QUÊ: Equivale

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa MODELO 1 Compreensão da Leitura e Expressão Escrita Parte 1 Questões 1 20 O Luís enviou cinco mensagens através do telemóvel. Leia as frases 1 a 5. A cada frase corresponde uma mensagem enviada pelo Luís.

Leia mais

A televisão estava uma bodega. Os meus pais continuavam os dois a trabalhar no escritório e eu es tava ali sozinho com o meu avô, que já dormia,

A televisão estava uma bodega. Os meus pais continuavam os dois a trabalhar no escritório e eu es tava ali sozinho com o meu avô, que já dormia, FICHA TÉCNICA Título: O Peixe Azul Autora: Margarida Fonseca Santos Copyright by Margarida Fonseca Santos e Editorial Presença, Lisboa, 2003 Capa: Lupa Design Danuta Wojciechowska Composição, impressão

Leia mais

Eu sei o que quero! Eu compro o que quero!

Eu sei o que quero! Eu compro o que quero! Eu sei o que quero! Eu compro o que quero! As pessoas com dificuldades de aprendizagem têm o poder para escolher os seus serviços de apoio. Este folheto está escrito em linguagem fácil. O que é um consumidor?

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23.

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23. Tema: DEUS CUIDA DE MIM. Texto: Salmos 23:1-6 Introdução: Eu estava pesando, Deus um salmo tão poderoso até quem não está nem ai prá Deus conhece uns dos versículos, mas poderosos da bíblia e o Salmo 23,

Leia mais

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1 Entrevista G1.1 Entrevistado: E1.1 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 51 anos Masculino Cabo-verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias : São Tomé (aos 11 anos) Língua materna:

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

Casa Templária, 9 de novembro de 2011.

Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Mais uma vez estava observando os passarinhos e todos os animais que estão ao redor da Servidora. Aqui onde estou agora é a montanha, não poderia ser outro lugar.

Leia mais

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a CENTRO DE PSICOLOGIA APLICADA DO EXÉRCITO NÚCLEO DE APOIO PSICOLÓGICO E INTERVENÇÃO NA CRISE Edição - Julho 2014

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

Learning by Ear Aprender de Ouvido Educação Estudar na Universidade A História de Mariana 6º Episódio

Learning by Ear Aprender de Ouvido Educação Estudar na Universidade A História de Mariana 6º Episódio Learning by Ear Aprender de Ouvido Educação Estudar na Universidade A História de Mariana 6º Episódio Texto: Njoki C. Muhoho Redacção: Maja Dreyer Tradução: Madalena Sampaio PERSONAGENS: Narrador (Announcer)

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência 43 5 ADOLESCÊNCIA O termo adolescência, tão utilizado pelas classes médias e altas, não costumam fazer parte do vocabulário das mulheres entrevistadas. Seu emprego ocorre mais entre aquelas que por trabalhar

Leia mais

Rezar, cantar e crescer

Rezar, cantar e crescer Rezar, cantar e crescer Thereza Ameal e João Ameal Acordes A Mãe Eu gosto tanto da mãe (mãe) A mais querida, querida, querida (dizer rápido) (bonita também) E poder dar-lhe beijinhos m É a melhor coisa

Leia mais

[Pequenas interrompem, imperceptível]

[Pequenas interrompem, imperceptível] E- A ideia é: vou-vos fazer algumas perguntas e vocês respondem consoante aquilo que quiserem dizer. E a ideia do grupo de discussão não é vocês desatarem todos à porrada mas é se vocês ah sei lá por exemplo

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

Todos nós temos momentos altos, no alto da roda, no cume da montanha. Mas também temos momentos difíceis

Todos nós temos momentos altos, no alto da roda, no cume da montanha. Mas também temos momentos difíceis ta da Autora Olá, Todos nós temos momentos altos, no alto da roda, no cume da montanha. Mas também temos momentos difíceis passados em verdadeiros vales e dias de deserto. Todos os nossos planos se desvanecem

Leia mais

Artigos. Artigo Subclasse de determinantes que se antepõem ao nome para identificar e determinar o que este exprime. Artigo. Definido.

Artigos. Artigo Subclasse de determinantes que se antepõem ao nome para identificar e determinar o que este exprime. Artigo. Definido. Artigos Artigo Subclasse de determinantes que se antepõem ao nome para identificar e determinar o que este exprime. Indefinido Artigo Definido 1 Masculino um uns Masculino o os Feminino Artigo indefinido

Leia mais

ATO I CENA I KENT: GLOUCESTER: KENT: GLOUCESTER: KENT: GLOUCESTER: KENT:

ATO I CENA I KENT: GLOUCESTER: KENT: GLOUCESTER: KENT: GLOUCESTER: KENT: ATO I CENA I (Salão nobre do palácio do Rei Lear. Entram Kent, Gloucester e Edmundo.) KENT: Pensei que o Rei preferisse o Duque de Albânia ao Duque de Cornualha. GLOUCESTER: Também sempre pensamos assim,

Leia mais

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A O LIVRO SOLIDÁRIO Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A 1 Era uma vez um rapaz que se chamava Mau-Duar, que vivia com os pais numa aldeia isolada no Distrito de Viqueque, que fica

Leia mais

Gaspar e o bebé Naquele dia, os pais do Gaspar pareciam um pouco atrapalhados. O que teriam eles? - perguntava-se o nosso amigo, vendo que o pai estava sempre a andar de um lado para o outro e que a mãe

Leia mais

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal.

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal. -...eu nem te conto! - Conta, vai, conta! - Está bem! Mas você promete não contar para mais ninguém? - Prometo. Juro que não conto! Se eu contar quero morrer sequinha na mesma hora... - Não precisa exagerar!

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção CAPÍTULO 007 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS. PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. AGENOR ALBERTO FERNANDO GABRIELE JORGE MARIA CLARA MARIA CAMILLA MARÍLIA

Leia mais

Learning by Ear Aprender de Ouvido Globalização 09 Os artistas e a Internet

Learning by Ear Aprender de Ouvido Globalização 09 Os artistas e a Internet Learning by Ear Aprender de Ouvido Globalização 09 Os artistas e a Internet Autor: Yann Durand Redacção: Sandrine Blanchard 3 vozes: - um locutor 1 Daniel Machava - uma locutora 1 Nádia Issufo - uma locutora

Leia mais

- Papá, é hoje! É hoje, papá! Temos que montar o nosso pinheirinho de Natal. disse o rapaz, correndo na direção de seu pai.

- Papá, é hoje! É hoje, papá! Temos que montar o nosso pinheirinho de Natal. disse o rapaz, correndo na direção de seu pai. Conto de Natal Já um ano havia passado desde o último Natal. Timóteo estava em pulgas para que chegasse o deste ano. Menino com cara doce, uma tenra idade de 10 aninhos, pobre, usava roupas ou melhor,

Leia mais

Material Didáctilo Raul Ventura o Cosmonauta!

Material Didáctilo Raul Ventura o Cosmonauta! Raul Ventura o Cosmonauta! Narrador: Raul era um menino muito curioso! Adorava fazer experiências, conhecer coisas novas! Já tinha efectuado várias viagens a volta de sua casa, na companhia do seu gato

Leia mais

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE)

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE) Núcleos de Estudo Caderno de Apoio Núcleos de Estudo 1 Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui? [perguntou a Alice] Isso depende muito de para onde é que queres ir disse o Gato.

Leia mais

Rio de Janeiro, 18 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 18 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 18 de junho de 2008 Meu nome é João Almeida Gonçalves, nasci em Macaé em12 de novembro de 1960. INGRESSO NA PETROBRAS Ingressei na Petrobras, antes de trabalhar na Petrobras.

Leia mais

- Se for pra mim, eu não estou. - Ah. Oi... Está sim. Espera um minutinho.

- Se for pra mim, eu não estou. - Ah. Oi... Está sim. Espera um minutinho. 1 AMAR... dir: Carlos Gregório CASA DE LAURA... - Você não vai dizer nada? - O que você quer que eu diga? - Qualquer coisa. - Olha,... Não foi tão importante pra mim... - Não... foi!!? - É... É isso mesmo.

Leia mais

CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: INTRODUÇÃO - JÖRG PALESTRA JÖRG - LADO TEOLÓGICO UMA DADIVA DE DEUS!

CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: INTRODUÇÃO - JÖRG PALESTRA JÖRG - LADO TEOLÓGICO UMA DADIVA DE DEUS! CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: Colocar as perguntas na caixa Introdução Rodada: Quem te explicou a sexualidade e como? Palestra Jorge Palestra Judite Respostas Conversa Tarefa INTRODUÇÃO

Leia mais

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE OS LOUVORES CIFRADOS (LEIA COM ATENÇÃO!)

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE OS LOUVORES CIFRADOS (LEIA COM ATENÇÃO!) INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE OS LOUVORES CIFRADOS (LEIA COM ATENÇÃO!) Atualizado em: 25/09/2007 Este material contém louvores cifrados da coletânea para flauta doce e flauta transversal, e obedece às

Leia mais

Testemunho. Ricardo. www.revistaperitia.org Todos os direitos reservados Reprodução proibida sem permissão do editor

Testemunho. Ricardo. www.revistaperitia.org Todos os direitos reservados Reprodução proibida sem permissão do editor 1 Testemunho Ricardo Este testemunho faz todo o sentido para mim porque acho que é com a experiência de cada um e com os nossos próprios erros que se aprende, por vezes a muito custo. Falo por mim, pois

Leia mais

Hamlet. William Shakespeare. É só o Começo. Coleção

Hamlet. William Shakespeare. É só o Começo. Coleção William Shakespeare Adaptação para neoleitores, a partir do original em inglês: Paulo Seben Revisão técnica: Pedro Garcez Supervisão: Luís Augusto Fischer Hamlet Versão adaptada para neoleitores a Coleção

Leia mais

A Parábola dos Talentos

A Parábola dos Talentos Porque MT é assim como um homem que, ausentando-se do país, chamou os seus servos e lhes entregou os seus bens: a um deu cinco talentos, a outro dois, e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade.

Leia mais

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU MULHER SOLTEIRA REFRÃO: Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir (Essa música foi feita só prás mulheres

Leia mais

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico)

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) Januária setembro/2011 CENÁRIO: Livre, aberto, porém, deve se haver por opção uma cadeira, uma toalha e uma escova

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 CINDERELA 3 CINDERELA Cinderela era uma moça muito bonita, boa, inteligente e triste. Os pais tinham morrido e ela morava num castelo. A dona do castelo era uma mulher

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Depressão na Gravidez

Depressão na Gravidez De Depressão na Gravidez Um relato de uma mulher com Depressão na Gravidez O E-mail enviado por Gabriela, uma mulher que teve depressão durante a Gravidez e as respostas de apoio e ajudar à essa mulher.

Leia mais

Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN)

Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN) Instituto Superior Técnico Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN) Núcleo de Engenharia Biológica Em primeiro lugar, a direcção do NEB gostaria de deixar claro que a resposta de forma

Leia mais

Dilemas de Adolescente

Dilemas de Adolescente Dilemas de Adolescente Quando pensamos que a vida está parada, ai temos uma grande surpresa. Meu nome é Ellen Ster, tenho 14 anos, loura, olhos castanhos, cabelos ondulados. Minha vida é composta de amigos,

Leia mais

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto. Mateus 4, 1-11 Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.». Este caminho de 40 dias de jejum, de oração, de solidariedade, vai colocar-te

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Contos. Tod@s Contamos. Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 -

Contos. Tod@s Contamos. Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 - Contos Tod@s Contamos Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 - Nota Introdutória O livro Contos - Tod@s Contamos é a compilação de quatro contos sobre a Igualdade de Género realizados por dezasseis

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs TALVEZ VOCÊ TENHA SENTIDO

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs TALVEZ VOCÊ TENHA SENTIDO Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões 1 e 2. O MELHOR DE CALVIN / Bill Watterson OI, SUSIE,

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br Alô, alô Quero falar com o Marcelo. Momento. Alô. Quem é? Marcelo. Escuta aqui. Eu só vou falar uma vez. A Adriana é minha. Vê se tira o bico de cima dela. Adriana? Que Adriana? Não se faça de cretino.

Leia mais

PROJETO DE ARTICULAÇÃO HORIZONTAL DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR ABEL SALAZAR

PROJETO DE ARTICULAÇÃO HORIZONTAL DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR ABEL SALAZAR PROJETO DE ARTICULAÇÃO HORIZONTAL DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR ABEL SALAZAR ANO LETIVO 2012/2013 Era uma vez um peixinho azul muito pequenino, que nadava no fundo

Leia mais

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR Índice Índice Prefácio Sobre o autor Introdução Como ser produtivo estudando corretamente Você já organizou o seu tempo e os seus dias para estudar? Definir o que vai estudar Organizando

Leia mais

P/1 Queria pedir pra senhora falar o seu nome, a sua data de nascimento e o local onde a senhora nasceu.

P/1 Queria pedir pra senhora falar o seu nome, a sua data de nascimento e o local onde a senhora nasceu. museudapessoa.net P/1 Queria pedir pra senhora falar o seu nome, a sua data de nascimento e o local onde a senhora nasceu. R Bom, a data de nascimento é de 1934, 31 de julho, né? Que é o dia do aniversário,

Leia mais

O Que Os Homens Realmente Pensam E Não Tem Coragem De Falar

O Que Os Homens Realmente Pensam E Não Tem Coragem De Falar O Que Os Homens Realmente Pensam E Não Tem Coragem De Falar Pedimos perdão pela sinceridade mas o manifesto vai mostrar que você foi totalmente iludida sobre o que um homem procura em uma mulher. E digo

Leia mais

Os vincos na camisa e a tampa da sanita

Os vincos na camisa e a tampa da sanita FRESCO RECÉM-CASADOS Os vincos na camisa e a tampa da sanita Ainda há quem case sem antes experimentar viver a dois. O pós-casamento é um tempo de descobertas e embates. Falámos com quatro pares casados

Leia mais

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson Jaderson é um garoto de 11 anos, portador de insuficiência renal crônica, paciente do Serviço de Hemodiálise Pediátrica do Hospital Roberto Santos em Salvador-BA. É uma criança muito inteligente e talentosa,

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter Distribuição digital, não-comercial. 1 Três Marias Teatro Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter O uso comercial desta obra está sujeito a direitos autorais. Verifique com os detentores dos direitos da

Leia mais

Sim ou não? Valódia Monteiro

Sim ou não? Valódia Monteiro Sim ou não? Valódia Monteiro 1 Dois personagens Antonius (ou António, tradicionalmente um dos mais vulgares nomes de Cabo Verde e Nemo (ninguém) encontram-se, desde sempre num mesmo espaço, até que o primeiro,

Leia mais

Gratuidade com os outros

Gratuidade com os outros 2ª feira, dia 21 de setembro de 2015 Gratuidade com os outros Bom dia! Com certeza, todos nós já experimentamos como é bom brincar com amigos, como nos faz felizes trocar jogos e brinquedos, como sabe

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

ANTES DE COMEÇAR ALMADA NEGREIROS PEÇA DE TEATRO. Esta obra respeita as regras. do Novo Acordo Ortográfico

ANTES DE COMEÇAR ALMADA NEGREIROS PEÇA DE TEATRO. Esta obra respeita as regras. do Novo Acordo Ortográfico ANTES DE COMEÇAR ALMADA NEGREIROS PEÇA DE TEATRO Esta obra respeita as regras do Novo Acordo Ortográfico A presente obra encontra-se sob domínio público ao abrigo do art.º 31 do Código do Direito de Autor

Leia mais

FEED FORWARD #30 AGOSTO 2014. Alguém disse um dia!!! Alexandra Lemos Executive Coach International Coach Trainer da ICC para Portugal

FEED FORWARD #30 AGOSTO 2014. Alguém disse um dia!!! Alexandra Lemos Executive Coach International Coach Trainer da ICC para Portugal WWW.MINDCOACH.PT FEED FORWARD Alguém disse um dia!!! #30 AGOSTO 2014 Alexandra Lemos Executive Coach International Coach Trainer da ICC para Portugal ANTÓNIA COXITO LIC. GESTÃO DE EMPRESAS CHEFE DE DIVISÃO

Leia mais

Grande Lisboa 1. Amadora 2.Cascais 3.Lisboa 4.Loures 5.Mafra 6.Odivelas 7.Oeiras 8.Sintra 9. Vila F. Xira 10. Queluz 11.

Grande Lisboa 1. Amadora 2.Cascais 3.Lisboa 4.Loures 5.Mafra 6.Odivelas 7.Oeiras 8.Sintra 9. Vila F. Xira 10. Queluz 11. Nº: Com este questionário pretendemos ficar a conhecer-te um bocadinho melhor: os teus gostos, as tuas preferências, e recolher a tua opinião sobre alguns aspetos do teu CED. Podes responder de forma sincera

Leia mais

Outubro, mês das missões

Outubro, mês das missões 2ª feira, dia 05 de outubro de 2015 Outubro, mês das missões Bom dia. Iniciamos há dias o mês de outubro. Em todo o mundo, a igreja comemora o mês das missões, lembrando todos os missionários e todas as

Leia mais

Você, no entanto, pode nos ajudar!

Você, no entanto, pode nos ajudar! Este livro pode ser adquirido por educação, negócios, vendas ou uso promocional. Embora toda precaução tenha sido tomada na preparação deste livro, o autor não assume nenhuma responsabilidade por erros

Leia mais

Masterização: Renato Luiz / Criação de capa: MK Music

Masterização: Renato Luiz / Criação de capa: MK Music Técnica Produção musical: Emerson Pinheiro (exceto a música Coração) Pianos: Emerson Pinheiro Teclados, cordas, loops: Tadeu Chuff Piano nas músicas da O Coração de Quem Ama e Foi Deus Quem Fez Você Pra

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. MiniDeputados Escola Secundária de Montemor-o-Novo

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. MiniDeputados Escola Secundária de Montemor-o-Novo NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto MiniDeputados Escola Secundária de Montemor-o-Novo Elodie Beco João Martins Patrícia Ramos Patrícia Raposo Dezembro de 2011 1 Dar

Leia mais

Belo reparo. capítulo um. No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas. Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor

Belo reparo. capítulo um. No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas. Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor capítulo um Belo reparo Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas preciosas com ouro. O resultado é uma peça que nitidamente foi quebrada,

Leia mais

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5 1 Lc 5 AGUAS PROFUNDAS 1 Certo dia Jesus estava perto do lago de Genesaré, e uma multidão o comprimia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus. 2 Viu à beira do lago dois barcos, deixados ali pelos

Leia mais

HINÁRIO Transformação

HINÁRIO Transformação HINÁRIO Transformação Tema 2012: Flora Brasileira Pau-de-rosas (Physocalymma scaberrimum) www.hinarios.org Apolo 2 1 ORAÇÃO DA TRANSFORMAÇÃO Oh! Meu pai, livrai-me da autocomiseração e da preguiça. Dême

Leia mais

A ovelhinha que veio para o jantar

A ovelhinha que veio para o jantar A ovelhinha que veio para o jantar Oh não! OUTRA VEZ sopa de legumes! queixou-se o lobo, que já era velhinho. Quem me dera ter uma ovelhinha aqui à mesa. Fazia já um belo ensopado de borrego! Eis senão

Leia mais

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA UMA AVENTURA NA FALÉSIA COLEÇÃO UMA AVENTURA ATIVIDADES PROPOSTAS Leitura orientada por capítulos Interpretação do texto/funcionamento da Língua Fichas de trabalho para

Leia mais

Vamos todos mudar. com a

Vamos todos mudar. com a Vamos todos mudar com a O nosso planeta esta a mudar O aquecimento global muda o comportamento das estações, a nossa geografia muda com a desflorestação e a desertificação, há mais escassez de água, há

Leia mais

Esta revista foi elaborada para ser usada em casa durante a semana.

Esta revista foi elaborada para ser usada em casa durante a semana. Devocionais 1 Esta revista foi elaborada para ser usada em casa durante a semana. Deus escolhe pessoas para transmitir a sua mensagem. No entanto, essas mensagens algumas vezes contêm mistérios e significados

Leia mais

SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O. Estamos agora no capítulo 20 de livro de Deuteronómio.

SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O. Estamos agora no capítulo 20 de livro de Deuteronómio. REFERÊNCIA: Deuteronómio 20-21:21 Data de Gravação: 05.05.04 hora: 12:18h PRODUTOR: Paulo Chaveiro Locução: Paulo Chaveiro OLÁ! CARO AMIGO/ EU SOU PAULO CHAVEIRO E ESTE É O PROGRAMA O SOM DO LIVRO QUE

Leia mais

Português Língua Estrangeira Teste (50 horas)

Português Língua Estrangeira Teste (50 horas) Português Língua Estrangeira Teste (50 horas) Nome: Data: A Importa-se de responder a umas perguntas? Está bem. Obrigado. 1 Como é que se chama? 2 O que é que faz? 3 Vive aqui agora? 4 Há quanto tempo

Leia mais

Blá blá Nick blá Nick blá blá de blá de NICK!

Blá blá Nick blá Nick blá blá de blá de NICK! primeiro passo eles também existem Durante os primeiros anos da tua vida, brincaste descontraidamente com os rapazes, nos anos que se seguiram evitaste estes fede lhos chatos que nem uma carraça e agora,

Leia mais

Ima. Sempre. em Frente. Eric Peleias

Ima. Sempre. em Frente. Eric Peleias Ima Sempre em Frente Eric Peleias Baseado em uma história real CAPÍTULO 1 LETÔNIA, DÉCADA DE 1940. 8 PODEM PARAR DE CAVAR! QUERO TODOS ENFILEIRADOS! O QUE ESTÃO ESPERANDO? ENFILEIRADOS, ANDEM LOGO! MUITO

Leia mais

Levantamento do Impacto Plataforma de Beijing no desenvolvimento da rapariga

Levantamento do Impacto Plataforma de Beijing no desenvolvimento da rapariga Levantamento do Impacto Plataforma de Beijing no desenvolvimento da rapariga Há 20 anos atrás, no mês de Setembro, as Nações Unidas realizaram a Quarta Conferência sobre a Mulher em Beijing, China. Neste

Leia mais

Série: CRESCIMENTO Preletor: Dr. Bob Harrison Cd: 1/11

Série: CRESCIMENTO Preletor: Dr. Bob Harrison Cd: 1/11 TEMA: CRESCIMENTO, AVANÇO E CONQUISTA! 1/11. PRINCIPES E PRINCESAS SE VOCÊ É UMA DAS MILHARES DE PESSOAS QUE DESEJAM CRESCER, QUE DE VERDADE QUEREM CRESCIMENTO PARA SUA VIDA, AQUI VÃO ALGUMAS BOAS NOTÍCIAS.

Leia mais

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves CAMINHOS Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves Posso pensar nos meus planos Pros dias e anos que, enfim, Tenho que, neste mundo, Minha vida envolver Mas plenas paz não posso alcançar.

Leia mais

Texto: Zainab Aziz Redacção: Andrea Schmidt/Christine Harjes/Guy Degen Tradução: Maria Kremer

Texto: Zainab Aziz Redacção: Andrea Schmidt/Christine Harjes/Guy Degen Tradução: Maria Kremer LEARNING BY EAR Aprender de Ouvido As Jovens 1º episódio Casamento forçado Texto: Zainab Aziz Redacção: Andrea Schmidt/Christine Harjes/Guy Degen Tradução: Maria Kremer Personagens: [Characters] Ancora:

Leia mais