PowerNETGuard. NetMan 101/102 Plus. Software de supervisão. Network agent. Controle centralizado de dispositivos remotos de No Break

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PowerNETGuard. NetMan 101/102 Plus. Software de supervisão. Network agent. Controle centralizado de dispositivos remotos de No Break"

Transcrição

1 RIELLO ELETTRONICA Conectividade

2 All the trademarks indicated are the property of their respective owners. Conectividade PowerShield3 Software de comunicação 6 MONITORAMENTO GRÁFICO DO NO BREAK E STATUS DOS SENSORES AMBIENTAIS O PowerShield3 é uma ferramenta de gerenciamento de No Breaks RIELLO simples, mas poderosa. Existem várias versões gráficas para todos os sistemas operacionais. DETALHES DE DISPLAY DE PARÂMETRO DO NO BREAK E SENSORES AMBIENTAIS O PowerShield3 fornece todas as informações necessárias para diagnóstico de primeiro nível. REGISTRO (LOG) DE EVENTOS E DISPLAY GRÁFICO Todas as alterações no status operacional do No Break são registradas e exibidas em um formato gráfico a partir do qual o usuário pode monitorar tendências nos parâmetros elétricos monitorados da rede elétrica. PROGRAMAÇÃO DE PARÂMETROS DO NO BREAK O usuário pode selecionar remotamente diversas opções: ligar ou desligar o No Break, reiniciá-lo após uma queda de energia e iniciar um teste de bateria. MONITORAMENTO GRÁFICO DO STATUS DO NO BREAK VERSÃO PARA MAC OS X software O software PowerShield3 para No Breaks RIELLO é o único software de controle e desligamento de No Breaks que opera em Macintosh com uma arquitetura de plataforma cruzada cliente-servidor. Ele permite a integração em redes TCP/IP com Windows, Novell, IBM OS/2 e os sistemas operacionais UNIX mais amplamente utilizados. O PowerShield3 suporta a série Netman Plus de agentes de rede e fornece suporte multi-idioma. DIAGRAMAS DE BLOCOS E FUNCIONAIS O PowerShield3 também exibe o No Break em diagrama de bloco, disponibilizando ao usuário informações referentes ao status de operação. NOTIFICAÇÃO DE ALARMES VIA , SMS, FAX E VOZ O PowerShield3 pode ser configurado para encaminhar automaticamente mensagens de alarme por , SMS, fax e voz. PowerShield3 pode ser baixado gratuitamente no endereço O software PowerShield3 garante gerenciamento eficiente e intuitivo do No Break, exibindo todas as informações mais importantes, tais como tensão de entrada, carga aplicada e capacidade da bateria. O software também providencia detalhes de informações em caso de falha e características operacionais do No Break. PowerShield3 foi desenvolvido com arquitetura cliente/serviço, assim fazendo ele flexível e fácil de ser usado, disponível em vários idiomas e suporte online. Desligamento sequencial e baseado na prioridade: O PowerShield3 executa desligamentos de forma autônoma de todos os PCs da rede, salvando qualquer trabalho em andamento pelas aplicações mais comuns. Os usuários podem definir a prioridade de desligamento dos diversos computadores conectados à rede e personalizar o procedimento. Compatibilidade multiplataforma: o PowerShield3 garante interoperabilidade multiplataforma usando o padrão TCP/ IP como protocolo de comunicação. Isso torna possível monitorar computadores com diferentes sistemas operacionais a partir de um único console, por exemplo, monitorando um servidor UNIX de um Windows PC ou conexão de um No Break localizado em diferentes áreas geográficas usando redes dedicadas (intranets) ou a internet. Programação de eventos: O PowerShield3 permite que os usuários definam seus próprios procedimentos de desligamento e inicialização para sistemas alimentados, aumentando assim a segurança do sistema e propiciando economia significativa de energia. Gerenciamento de mensagens: O PowerShield3 mantém os usuários constantemente informados sobre o status tanto do No Break quanto dos sensores ambientais; tanto localmente quanto por meio do envio de mensagens via rede. Além disso, também é possível definir uma lista de usuários que receberá s, faxes, correio de voz e SMS no caso de falhas ou interrupções. Agente SNMP Integrado: O PowerShield3 apresenta um agente SNMP integrado para gerenciamento do No Break que permite o envio de todas as informações solicitadas, gerando traps e usando um padrão RFC 1628 MIB e sensores ambientais. Essa característica torna possível gerenciar o No Break em estações de gerenciamento SNMP compatíveis, tais como HP Open View, Novell Managewise e IBM NetView Servidor WAP integrado: PowerShield3 permite que usuário monitore remotamente o No Break via telefone celular através de WAP. O diagnóstico de No Break nunca foi tão fácil e imediato. Agora, segurança e comunicação são protegidas por senha para maior segurança no gerenciamento do No Break. Graças à função de descoberta/navegação, todos os dispositivos de No Break conectados a um computador e/ou via LAN são exibidos imediatamente em formato de lista para serem monitorados. Na falta de uma conexão LAN, a comunicação é suportada via modem. Sistemas operacionais suportados Windows 2000, 2003 Server, XP, Vista, 2008 Server, 7, em processadores X86, X86_64 e IA64 Linux em processadores X86, X86_64 e IA64 Novell Netware 3.x, 4.x, 5.x, 6 Mac OS X Os sistemas operacionais UNIX mais comuns, tais como: IBM AIX, HP, SUN Solaris INTEL and SPARC, SCO Unixware e Open Server, Silicon Graphics IRIX, Compaq Tru64 UNIX e DEC UNIX, Open BSD UNIX e FreeBSD UNIX, NCR UNIX HP OPEN VMS VMWare ESX, VSPHERE.

3 PowerNETGuard Software de supervisão O PowerNETGuard é um programa para o gerenciamento centralizado de dispositivos de No Break através do protocolo de comunicação SNMP. Ele é uma ferramenta ideal para gerenciar Data Center e redes de trabalhos médias e grandes. PowerNetGuard usa o RFC1628 padrão Base de Informações de Gerenciamento (MIB) e garante um padrão de gerenciamento dos No Breaks onde eles estiverem locados. Controles centralizados de No Breaks remotos via Ethernet com protocolo SNMP Visor de múltiplos níveis de áreas geográficas, planos de edificação, mapas etc. Acesso multi-usuário com diversos níveis de segurança. Compatível com interfaces Netman e Padrão SNMP RFC1628 Criação de gráficos de valores de entrada e saída do No Break e back up de dados em arquivos Notificação de alarme via e SMS Servidor Wap Integrado para o visor do alarme Para sistemas operacionais Windows (2008 Server, Vista, 2003 e XP), Linux, Mac OS X, Solaris 8, 9 e 10, e Silicon Graphics IRIX Controle centralizado de dispositivos remotos de No Break 1. Netman 1. CONEXÃO VIA NETMAN PLUS 2. AGENTES DE REDE PARA No BREAK DE TERCEIROS 1. Netman 1. Netman 2. Network agent NetMan 101/102 Plus Network agent O agente de rede NetMan Plus permite o gerenciamento do No Break conectado diretamente a LAN 10/100 Mb usando os principais protocolos de comunicação de rede (TCP/IP, HTTP) e interface (SNMP). Ele foi desenvolvido para integrar o No Break em redes de médio e grande porte, para oferecer um alto nível de confiabilidade de comunicações entre o No Break e sistemas de gerenciamento empregados. Compatível com rede 10/100Mbps Ethernet e IPv4/6 Compatível com PowerShield 3 e TeleNetGuard SNMP com RFC1628 para conexão PowerNETGuard e NMS SNMP com RFC 3433 para gerenciamento de sensores ambientais HTTP para controle de No Break via navegador web SMTP para envio de de notificação de alarme ou status de No Break Porta serial para controle de No Break Gerenciamento de modem para TeleNetGuard e PowerShield 3 Gerenciamento de logs de eventos Gerenciamento de Wake on Lan para inicializar computador via rede TCP/IP Outros padrões:dhcp, DNS, RARP, FTP, NTP, ICMP, IGMP Configurado via TELNET ou terminal serial com importação/exportação de dados Firmware atualizável através da porta serial e servidor TFTP.

4 NetMan 202 Plus Network agent Sensores ambientais O agente de rede NetMan 202 permite o gerenciamento de No Breaks conectados diretamente à LAN 10/100 Mb usando os principais protocolos de comunicação de rede (TCP/IP, HTTP e SNMP). Ele foi desenvolvido para integrar o No Break em redes de médio e grande porte, para oferecer um alto nível de confiabilidade de comunicações entre o No Break e seus sistemas de gerenciamento. Processador RISC de 32bit Compatível com rede 10/100Mbps Ethernet e IPv4/6 Compatível com PowerShield 3 e TeleNetGuard SNMP v1 e v3 com RFC1628 para conexão PowerNETGuard e NMS SNMP v1 e v3 com RFC3433 para o gerenciamento de sensores ambientais TTP para controle de No Break via navegador web H SMTP para envio de de notificação de alarme ou status de No Break Máxima capacidade de expansão Host USB para conexão USB de Pendrive Log de eventos e gerenciamento de dados Gerenciamento de Wake-on Lan para inicializar computador via rede TCP/IP Outros padrões: DHCP, DNS, RARP, FTP, NTP, ICMP, IGMP Gerenciamento de sensores ambientais Configurável via Telnet, SSH, e sessões de terminal serial com exportação/importação de dados Firmware atualizável via porta USB FTP e http. Com os sensores ambientais Netman é possível monitorar e registrar condições e atividades ambientais em áreas protegidas e nas instalações onde o No Break está instalado. Os sensores ambientais permitem ampliar o controle e o gerenciamento do ambiente em torno do No Break, monitorar a temperatura, umidade e permitir a operação de dispositivos como ventiladores ou travas onde são responsáveis por mudar a temperatura e umidade. O monitoramento e controle remoto pode ser realizado via internet, SNMP e o software da Riello PowerShield 3. Diagrama de aplicação Usando o software PowerShield 3 é possível gerenciar o status dos sensores para envio de mensagens. Para mais informações, favor consultar PowerShield 3. O NetMan Plus pode cuidar de até seis sensores separados. Os sensores ambientais são fáceis de serem instalados e não necessitam de fonte de alimentação externa. Diagrama de aplicação Os seguintes sensores estão disponíveis: - Sensor de temperatura: C - Sensor de temperatura: C e umidade: 0-100% - Sensor de temperatura: C e I/O digital: 0-12Vcc. Entrada, 1A máx Saída 48Vcc Ar condicionado Detector de fumaça Diagrama de aplicação Sensor de temperatura Sensor de temperatura + controle digital Sensor de temperatura Netman Netman

5 Multicom 301/302 Conversor de protocolo O conversor de protocolo Multicom 301/302 permite monitorar o No Break usando o protocolo MODBUS/JBUS em linhas seriais RS232 ou RS485. Além disso, fornece uma segunda linha serial independente RS232 que pode ser usada para se conectar a outros dispositivos tais como Netman 101 ou um PC que usa o software PowerShield 3. Configuração de porta para MODBUS/JBUS como RS232 ou RS485 Gerenciamento de duas linhas seriais independentes Adequado para integração com os principais sistemas BMS. Multicom 351/352 Duplicador serial O duplicador serial Multicom 351/352 é um acessório que permite que dois dispositivos sejam conectados a uma única porta serial de comunicação No Break. Ele pode ser usado onde vários conexões seriais e múltiplos polling de No Breaks são necessários e é ideal para redes LAN com um firewall, onde é necessário um alto nível de segurança ou para o gerenciamento de redes LAN separadas alimentadas por um único No Break. Configuração em cascata para obter um máximo de quatro portas de comunicação serial Indicador de fluxo de comunicação por LED O firmware pode ser atualizado via porta serial Multicom 362 Porta Serial/USB O acessório Multicom 362 permite que o No Break se comunique por meio da linha serial RS232 ou alternativamente através da porta de comunicação auxiliar via USB. Permite que No Breaks não equipados com uma porta de comunicação USB sejam conectados a computadores Apple Macintosh ou computadores com sistemas operacionais Windows e Linux. Compatível com USB 1.2. Compatível com PowerShield 3. É necessário verificar compatibilidade deste.

6 Multicom 372 PORTA SERIAL/ ESD O Multicom 372 permite que uma porta de comunicação adicional seja adicionada ao No Break para controlar e monitorar o No Break via linha serial RS232. A placa é fornecida com uma entrada ESD (desligamento de emergência de No Break) e uma entrada RSD (Desligamento Remoto), ambas disponíveis em uma placa de terminal removível e diretamente conectável a botões de emergência ou outros botões. Gerenciamento de Desligamento de EPO e No Break Alimentação de dispositivos de até 12V 80mA máx. É necessário verificar compatibilidade deste. Multicom 382 Contatos / placa ESD O Multicom 382 dispõe de um conjunto de contatos de relé para o gerenciamento de status e alarmes de No Break. A placa está equipada com terminais removíveis. O sinal ESD (desligamento de emergência do No Break) e o sinal RSD (desligamento remoto) são encontrados em um dos terminais removíveis. Usando esta placa, os sinais de contatos são: bateria em operação, by pass, alarme e bateria baixa Estes sinais são associados com contatos secos SPDT ou contatos normalmente abertos. Potência máx. 3A a 250Vca Capacidade para configurar a associação dos sinais nos contatos. É necessário verificar compatibilidade deste. Multi I/O Conversor de protocolo e contatos O Multi I/O é um dispositivo que integra o No Break com um sistema de controle, via sinais de relé de entrada e saída, que é totalmente configurável. Ele permite que dois dispositivos sejam conectados a uma única porta serial de comunicação do No Break. Ele pode ser usado em todos os casos onde houver necessidade real de diversas conexões seriais para a múltipla interrogação do No Break. Também é capaz de se comunicar em linha RS485 via protocolo MODBUS/JBUS. 8 entradas analógicas/digitais 8 saídas de relé (3A a 250Vca), configuráveis usando o status de entrada e No Break. Comunica-se com o No Break via RS232 Consegue controlar duas linhas seriais independentes RS232/ RS485 para monitorar o No Break e seus status com o protocolo MODBUS/JBUS. O firmware pode ser atualizado via porta serial

7 I/O Placa de expansão A placa de expansão I/O para a faixa Master Plus Range está equipada com: 6 saídas com contatos NF/NA Livres de potenciais (250V/5A), eletricamente isolados entre si e de outros circuitos Cada saída ou entrada pode ser configurada com diferentes significados, usando o respectivo menu. É necessário verificar compatibilidade deste. Multicom 401 Conversor de protocolo 2 entradas auto-alimentadas O Multicom 401 é um acessório que permite que o No Break seja conectado a uma rede Profibus DP. O dispositivo combina gerenciamento e monitoramento de No Break em um sistema de controle baseado em um barramento de campo que está entre os mais amplamente usados no setor industrial e em comunicação entre controle/ automação e sistemas distribuídos de I/O. Protocolo PROFIBUS DP-V1 Endereços configuráveis de 0 a 99 Formato de dados: Profidrive V2 PP05 Velocidade de comunicação configurável de 9.6kBit/s a 12 MBit/s Led exibindo o fluxo de comunicação Kit for AS400 and i-series Kit de comunicações O sistema IBM AS/400, devido ao gerenciamento de memória de nível único, requer a conexão quase obrigatória a um No Break, pois qualquer queda na tensão que resulte em desligamento de energia causa tempos de restauração Multi Panel longos, senão muito longos, bem como possíveis danos ao hardware devido a até mesmo simples distúrbios no sinal de alimentação elétrica. O kit de conexão de sistemas AS/400 permite o correto encerramento do sistema operacional OS/400, durante um black-out. Compatível com todos os sistemas AS/400 e i-series Suporta todos os No Breaks na faixa de No Break Riello. O Multi Panel é um painel de controle remoto que permite aos usuários monitorar remotamente o No Break e ter uma visão geral detalhada das condições operacionais em tempo real. Usando este tipo de dispositivo, é possível visualizar as medições de potência de rede, saída e bateria, bem como o status do No Break. A alta visibilidade gráfica do display está disponível em inglês, italiano, alemão, francês, espanhol, russo, chinês e muitos outros idiomas. O Multi Panel está equipado com três portas seriais independentes, uma das quais permite monitorar o No Break via MODBUS / JBUS ou em linhas seriais RS485 ou RS232. As outras linhas seriais independentes permitem que outros dispositivos sejam conectados, tais como Netman 101 ou um PC que usa o software PowerShield 3. LCD com alta visibilidade com funções gráficas Gerenciamento de três linhas seriais independentes Configuração de porta para MODBUS/JBUS como RS232 ou RS485 Adequado para integração com os principais sistemas de gerenciamento BMS. O firmware pode ser atualizado via porta serial

8 Avenida Santo André, Centro Alto - Ribeirão Pires - SP Telefones: (11) /

RIELLO ELETTRONICA. Sentinel Power

RIELLO ELETTRONICA. Sentinel Power Sentinel Power REDES LOCAIS (LAN) ServIDORES DATA CENTERS REGISTRA- DORAS DE TELECOMU- NICAÇÃO PLCS INDUSTRIAIS ELETROMÉDI- COS DE EMERGÊNCIA (Luzes/Alarmes) Sentinel Power 6 6.5-10 kva monofásico / monofásico

Leia mais

FieldLogger. Apresentação

FieldLogger. Apresentação Solução Completa Ethernet & USB Até 16GB de memória Conversor A/D 24 bits Até 1000 amostras por segundo Apresentação FieldLogger O FieldLogger é um módulo de leitura e registro de variáveis analógicas,

Leia mais

Comunicação via interface SNMP

Comunicação via interface SNMP Comunicação via interface SNMP 1 - FUNCIONAMENTO: Os No-breaks PROTEC possuem 3 interfaces de comunicação: Interface RS232, interface USB e interface SNMP. Todas elas permitem o controle e o monitoramento

Leia mais

Software de gerenciamento de impressoras

Software de gerenciamento de impressoras Software de gerenciamento de impressoras Este tópico inclui: "Usando o software CentreWare" na página 3-10 "Usando os recursos de gerenciamento da impressora" na página 3-12 Usando o software CentreWare

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com ENLACE X REDE A camada de enlace efetua de forma eficiente e com controle de erros o envio

Leia mais

Guia de Introdução do IBM Security SiteProtector System SP3001

Guia de Introdução do IBM Security SiteProtector System SP3001 Guia de Introdução do IBM Security SiteProtector System SP3001 Este documento fornece orientação durante o processo de conexão e execução da configuração inicial do dispositivo IBM Security SiteProtector

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional);

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional); Características Os dados são gravados em um cartucho USB. Este modo de gravação oferece total proteção contra a perda dos mesmos, pois o cartucho não é afetado caso o equipamento venha a sofrer alguma

Leia mais

Comunicação e conectividade a solução ideal para gestão de sistemas integrados e integridade de dados

Comunicação e conectividade a solução ideal para gestão de sistemas integrados e integridade de dados a solução ideal para gestão de sistemas integrados e integridade de dados A solução para > Centro de dados > Aplicações de emergência > Escritórios > Indústrias de serviços > Indústria > Telecomunicações

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

LANGUARD WEB INTERFACE INTERNET / INTRANET HTTP / SMTP / SNMP INTERFACE RS-232 / RJ-45 / USB DESCRIÇÃO TÉCNICA BÁSICA - DTB

LANGUARD WEB INTERFACE INTERNET / INTRANET HTTP / SMTP / SNMP INTERFACE RS-232 / RJ-45 / USB DESCRIÇÃO TÉCNICA BÁSICA - DTB LANGUARD WEB INTERFACE INTERNET / INTRANET HTTP / SMTP / SNMP INTERFACE RS-232 / RJ-45 / USB PARA UTILIZAÇÃO COM SISTEMAS NO BREAKS MONOFÁSICOS GUARDIAN LINHAS ENERGIZA E SEICA DESCRIÇÃO TÉCNICA BÁSICA

Leia mais

Seu manual do usuário KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3741343

Seu manual do usuário KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3741343 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas

Leia mais

Disciplina: Redes de Comunicação. Curso Profissional Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Setembro 2013

Disciplina: Redes de Comunicação. Curso Profissional Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Setembro 2013 Disciplina: Redes de Comunicação Curso Profissional Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. João Oliveira Turma: 10º 13ª Setembro 2013 INTRODUÇÃO Este trabalho apresenta os principais

Leia mais

RIELLO ELETTRONICA. Multi Guard

RIELLO ELETTRONICA. Multi Guard RIELLO ELETTRONICA Multi Guard REDES LOCAIS (LAN) ServIDORES DATA CENTERS DISPOSITIVOS DE TELECOMU- NICAÇÃO E-BUSINESS (Parque de Servidores, ISP/ ASP/POP) DISPOSITIVOS DE EMERGÊNCIA (Luzes/Alarmes) Multi

Leia mais

Diagrama lógico da rede da empresa Fácil Credito

Diagrama lógico da rede da empresa Fácil Credito Diagrama lógico da rede da empresa Fácil Credito Tabela de endereçamento da rede IP da rede: Mascara Broadcast 192.168.1.0 255.255.255.192 192.168.1.63 Distribuição de IP S na rede Hosts IP Configuração

Leia mais

Motorola Phone Tools. Início Rápido

Motorola Phone Tools. Início Rápido Motorola Phone Tools Início Rápido Conteúdo Requisitos mínimos...2 Antes da instalação Motorola Phone Tools...3 Instalar Motorola Phone Tools...4 Instalação e configuração do dispositivo móvel...6 Registro

Leia mais

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade e biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas.

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade e biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas. 1/8 Visão Geral: Instalação e configuração simplificada. Alta capacidade de armazenamento de registros e usuários. Acionamento através de senha*, cartão de proximidade e biometria. Compatível com fechaduras

Leia mais

Manual do Usuário PRELIMINAR

Manual do Usuário PRELIMINAR Manual do Usuário PRELIMINAR Introdução O conversor KR-485/USB é a solução rápida e segura para a interface entre o PC e barramentos de comunicação industrial RS-485 ou RS-422. Ao ligar o KR-485/USB à

Leia mais

Solução Completa em Automação. FieldLogger. Registro e Aquisição de Dados

Solução Completa em Automação. FieldLogger. Registro e Aquisição de Dados Solução Completa em Automação FieldLogger Registro e Aquisição de Dados Ethernet & USB Até 16GB de memória Conversor A/D 24 bits Até 1000 amostras por segundo Apresentação FieldLogger O FieldLogger é um

Leia mais

Atualizações de Software Guia do Usuário

Atualizações de Software Guia do Usuário Atualizações de Software Guia do Usuário Copyright 2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows e Windows Vista são marcas registradas da Microsoft Corporation nos EUA. Aviso sobre o produto

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES HISTÓRICO E CONCEITOS

REDES DE COMPUTADORES HISTÓRICO E CONCEITOS REDES DE COMPUTADORES HISTÓRICO E CONCEITOS BREVE HISTÓRICO A década de 60 Surgiram os primeiros terminais interativos, e os usuários podiam acessar o computador central através de linhas de comunicação.

Leia mais

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas.

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas. 1/8 SISTEMA ZIGLOCK TCP Visão Geral: Instalação e configuração simplificada. Alta capacidade de armazenamento de registros e usuários. Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria.

Leia mais

NORMAS PARA O USO DE SISTEMA DE PROTEÇÃO FIREWALL DE PERÍMETRO NO ÂMBITO DA REDE INFOVIA-MT

NORMAS PARA O USO DE SISTEMA DE PROTEÇÃO FIREWALL DE PERÍMETRO NO ÂMBITO DA REDE INFOVIA-MT CONSELHO SUPERIOR DO SISTEMA ESTADUAL DE E TECNOLOGIA DA NORMAS PARA O USO DE SISTEMA DE PROTEÇÃO FIREWALL DE PERÍMETRO NO ÂMBITO DA REDE INFOVIA-MT 1/10 CONSELHO SUPERIOR DO SISTEMA ESTADUAL DE E TECNOLOGIA

Leia mais

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores Conceitos Básicos de Rede Um manual para empresas com até 75 computadores 1 Conceitos Básicos de Rede Conceitos Básicos de Rede... 1 A Função de Uma Rede... 1 Introdução às Redes... 2 Mais Conceitos Básicos

Leia mais

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM...

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM... 1 de 30 INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 3.1. ONDE SE DEVE INSTALAR O SERVIDOR BAM?... 4 3.2. ONDE SE DEVE INSTALAR O PROGRAMADOR REMOTO BAM?... 4 3.3. COMO FAZER

Leia mais

REWIND e SI.MO.NE. Sistema de monitoramento para grupos geradores

REWIND e SI.MO.NE. Sistema de monitoramento para grupos geradores REWIND e SI.MO.NE. Sistema de monitoramento para grupos geradores SISTEMA SICES Rewind e SI.ces MO.nitoring NE.twork (SI.MO.NE.) Sistema de monitoramento remoto REWIND Rewind é um módulo microprocessado

Leia mais

Terminal de Consulta de Preço. Linha Vader. Modelo TT300 e TT1000i

Terminal de Consulta de Preço. Linha Vader. Modelo TT300 e TT1000i Terminal de Consulta de Preço Linha Vader Modelo TT300 e TT1000i Índice 1. Conhecendo o Terminal de Consulta 03 1.1 Configurando o endereço IP no terminal 04 2. Conhecendo o Software TTSocket 06 3. Instalando

Leia mais

Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.6

Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.6 Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Versão 5.6 2006-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedida por escrito, nenhuma licença será

Leia mais

Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP

Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP Proposta Técnica NOBREAK TOP-DSP Informações Gerais A linha de nobreaks TOP-DSP é um avançado Sistema Ininterrupto de Potência (UPS) do tipo on-line de dupla conversão (de acordo com a NBR 15014:2003),

Leia mais

Redes de Computadores. 1 Questões de múltipla escolha. TE090 - Prof. Pedroso. 17 de junho de 2015

Redes de Computadores. 1 Questões de múltipla escolha. TE090 - Prof. Pedroso. 17 de junho de 2015 TE090 - Prof. Pedroso 17 de junho de 2015 1 Questões de múltipla escolha Exercício 1: Suponha que um roteador foi configurado para descobrir rotas utilizando o protocolo RIP (Routing Information Protocol),

Leia mais

SERVIDORES REDES E SR1

SERVIDORES REDES E SR1 SERVIDORES REDES E SR1 Rio de Janeiro - RJ HARDWARE Você pode instalar um sistema operacional para servidores em qualquer computador, ao menos na teoria tudo irá funcionar sem grandes dificuldades. Só

Leia mais

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Í n d i c e Considerações Iniciais...2 Rede TCP/IP...3 Produtos para conectividade...5 Diagnosticando problemas na Rede...8 Firewall...10 Proxy...12

Leia mais

Experiência 05: CONFIGURAÇÃO BÁSICA DE UMA REDE. Objetivo Geral Criar uma rede ponto-a-ponto com crossover e utiizando switch.

Experiência 05: CONFIGURAÇÃO BÁSICA DE UMA REDE. Objetivo Geral Criar uma rede ponto-a-ponto com crossover e utiizando switch. ( ) Prova ( ) Prova Semestral ( ) Exercícios ( ) Prova Modular ( ) Segunda Chamada ( ) Exame Final ( ) Prática de Laboratório ( ) Aproveitamento Extraordinário de Estudos Nota: Disciplina: Turma: Aluno

Leia mais

Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº

Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº UNIDADE 1I: SISTEMA COMPITACIONAL Elementos hardware e periféricos Um sistema computacional consiste num conjunto de dispositivos eletrônicos (hardware) capazes de processar informações de acordo com um

Leia mais

CES-0545. Conversor Ethernet-Serial. 2011 Safesoft Ltda. Ver. 1.0.0. Sistema de Gestão da Qualidade. Certificado por Bureau Veritas.

CES-0545. Conversor Ethernet-Serial. 2011 Safesoft Ltda. Ver. 1.0.0. Sistema de Gestão da Qualidade. Certificado por Bureau Veritas. .. CES-0545 Conversor Ethernet-Serial Sistema de Gestão da Qualidade Certificado por Bureau Veritas. ----------ISO 9001:2008------------ Conversor Ethernet-Serial Descrição geral O CES-0545 oferece uma

Leia mais

Resolução de Problemas de Rede. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite

Resolução de Problemas de Rede. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Resolução de Problemas de Rede Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Ferramentas para manter o desempenho do sistema Desfragmentador de disco: Consolida arquivos e pastas fragmentados Aumenta

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES 1 Conteúdo 1. LogWeb... 3 2. Instalação... 4 3. Início... 6 3.1 Painel Geral... 6 3.2 Salvar e Restaurar... 7 3.3 Manuais... 8 3.4 Sobre... 8 4. Monitoração... 9 4.1 Painel Sinóptico...

Leia mais

Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas

Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas Nobreak senoidal on-line trifásico dupla conversao ~ 10 a 100 kva PERFIL Compatível com: Solução SMS para Gerenciamento de Missões Críticas de 10 a 60 kva 75 e 100 kva A linha de nobreaks SMS Sinus Triphases

Leia mais

Preparação para instalação

Preparação para instalação 6 Preparação para instalação Para se ter êxito na impressão é necessário fazer uma cuidadosa configuração. Este capítulo orientará você na preparação que antecede a configuração. Ele também introduz o

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Constitui objeto da presente licitação o registro de preços para implantação de sistema de telefonia digital (PABX) baseado em servidor IP, com fornecimento

Leia mais

Medidor Powersave V2 USB

Medidor Powersave V2 USB Medidor Powersave V2 USB O medidor é formado por uma caixa plástica contendo uma placa eletrônica, uma tomada macho, uma tomada fêmea, um conector H, um barramento lateral, um conector USB e leds indicativos.

Leia mais

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados.

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados. Redes Ponto a Ponto É fácil configurar uma rede ponto-a-ponto em qualquer versão do Windows. Antes entretanto é preciso tomar algumas providências em relação ao hardware: Todos os computadores devem estar

Leia mais

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário Manual do Usuário Produto: EmiteNF-e Versão: 1.2 Índice 1. Introdução... 2 2. Acesso ao EmiteNF-e... 2 3. Configurações Gerais... 4 3.1 Gerenciamento de Usuários... 4 3.2 Verificação de Disponibilidade

Leia mais

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada um desses tipos.

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada).

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). PROGRAMADOR HORÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES MTZ622R - 90~240VCA - P504 VERSÃO.0 ABRIL/202 * Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). 3.2 DIMENSÕES PLACA IHM:

Leia mais

Conexões e Protocolo Internet (TCP/IP)

Conexões e Protocolo Internet (TCP/IP) "Visão geral da configuração da rede" na página 3-2 "Escolhendo um método de conexão" na página 3-3 "Conectando via Ethernet (recomendado)" na página 3-3 "Conectando via USB" na página 3-4 "Configurando

Leia mais

Software RedeMB5 Manual do Usuário (Ver. 2)

Software RedeMB5 Manual do Usuário (Ver. 2) Manual do Usuário (Ver. 2) 1. Introdução O software RedeMB5 é uma ferramenta que permite monitorar em tempo real 247 medidores de energia ou multitransdutores digitais KRON em uma rede padrão RS-485 com

Leia mais

PowerCommand iwatch. 100

PowerCommand iwatch. 100 PowerCommand iwatch. 100 Monitoração Remota de Rede Descrição O sistema PowerCommand. iwatch. 100 proporciona os meios convenientes de monitoração remota de grupos geradores e de chaves de transferência

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF.

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. 1 REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN E L A B O R A Ç Ã O : M Á R C I O B A L I A N / T I A G O M A

Leia mais

Instruções para uma impressora conectada localmente no Windows

Instruções para uma impressora conectada localmente no Windows Página 1 de 5 Guia de conexão Instruções para uma impressora conectada localmente no Windows Antes da instalação do software da impressora para Windows Uma impressora conectada localmente é uma impressora

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI Manual de Utilização Família MI ÍNDICE 1.0 COMO LIGAR O MÓDULO... pág 03 e 04 2.0 OBJETIVO... pág 05 3.0 COMO CONFIGURAR O MÓDULO MI... pág 06, 07, 08 e 09 4.0 COMO TESTAR A REDE... pág 10 5.0 COMO CONFIGURAR

Leia mais

MANUAL DE USO E CONFIGURAÇÃO DO SOFTWARE SUPERVISÓRIO. BETTA SSB net V 2.01

MANUAL DE USO E CONFIGURAÇÃO DO SOFTWARE SUPERVISÓRIO. BETTA SSB net V 2.01 MANUAL DE USO E CONFIGURAÇÃO DO SOFTWARE SUPERVISÓRIO BETTA SSB net V 2.01 CONSIDERAÇÕES INICIAIS: O software Supervisório Betta SSB net V 2.01 foi concebido para auxiliar o monitoramento de centrais endereçáveis

Leia mais

MF = (M1 * 0,4) + (M2 * 0,6) MF < 6 MF = (MF * 0,6) + (EXA * 0,4)

MF = (M1 * 0,4) + (M2 * 0,6) MF < 6 MF = (MF * 0,6) + (EXA * 0,4) Informática Aplicada Prof. Gilmar F. Aquino Filho São Vicente, SP 22/02/2016 EMENTA Fundamentos em Informática; O computador; História; Origem; Funcionamento; Componentes; Conceito de Hardware; Conceito

Leia mais

Dell SupportAssist para PCs e Tablets Guia de implementação

Dell SupportAssist para PCs e Tablets Guia de implementação Dell SupportAssist para PCs e Tablets Guia de implementação Notas, avisos e advertências NOTA: Uma NOTA indica informações importantes que ajudam você a usar melhor os recursos do computador. CUIDADO:

Leia mais

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos MÓDULO VI Programação de Sistemas de Comunicação Duração: 30 tempos Conteúdos 2 Construção

Leia mais

REDES COMPONENTES DE UMA REDE

REDES COMPONENTES DE UMA REDE REDES TIPOS DE REDE LAN (local area network) é uma rede que une os micros de um escritório, prédio, ou mesmo um conjunto de prédios próximos, usando cabos ou ondas de rádio. WAN (wide area network) interliga

Leia mais

Redes de Computadores e a Internet

Redes de Computadores e a Internet Redes de Computadores e a Internet Magnos Martinello Universidade Federal do Espírito Santo - UFES Departamento de Informática - DI Laboratório de Pesquisas em Redes Multimidia - LPRM 2010 Camada de Aplicação

Leia mais

Introdução à Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Introdução à Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Introdução à Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada

Leia mais

Motorola Phone Tools. Início Rápido

Motorola Phone Tools. Início Rápido Motorola Phone Tools Início Rápido Conteúdo Requisitos mínimos... 2 Antes da instalação Motorola Phone Tools... 3 Instalar Motorola Phone Tools... 4 Instalação e configuração do dispositivo móvel... 5

Leia mais

Placa Ethernet Intelbras Modelo Impacta 16/68/140/220. Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras.

Placa Ethernet Intelbras Modelo Impacta 16/68/140/220. Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. manual do usuário Placa Ethernet Intelbras Modelo Impacta 16/68/140/220 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Ethernet Impacta é um acessório que poderá

Leia mais

Data Autor Descrição Revisão Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0

Data Autor Descrição Revisão Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0 Data Autor Descrição Revisão 06/05/2009 Barbarini Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0 Page 1 / 12 Procedimento de Instalação 1 O módulo deverá ser fixado próximo ao medidor. Para alimentá-lo é necessária

Leia mais

Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Curso Técnico de Informática. Prof. George Silva

Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Curso Técnico de Informática. Prof. George Silva Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Curso Técnico de Informática Prof. George Silva FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA COMPONENTES ATIVOS DE REDES AULA 04 Objetivo Entender o encapsulamento de dados

Leia mais

Manual da Comunicação Profibus DP

Manual da Comunicação Profibus DP Manual da Comunicação Profibus DP Relé Inteligente Série: SRW 01 Versão de Software: V1.3X Idioma: Português Documento: 10000089150 / 00 04/2008 Sumário SOBRE O MANUAL...5 1 A REDE PROFIBUS DP...6 1.1

Leia mais

TeamViewer 9 Manual Wake-on-LAN

TeamViewer 9 Manual Wake-on-LAN TeamViewer 9 Manual Wake-on-LAN Rev 9.2-12/2013 TeamViewer GmbH Jahnstraße 30 D-73037 Göppingen www.teamviewer.com Sumário 1 Sobre Wake-on-LAN... 3 2 Requisitos... 4 3 Configuração do Windows... 5 3.1

Leia mais

Introdução. Sobre este Guia. Isenção de responsabilidade. Marcas comerciais. Outros

Introdução. Sobre este Guia. Isenção de responsabilidade. Marcas comerciais. Outros Introdução Bem vindo ao StarBoard Software da Hitachi Solutions. O StarBoard é um monitor de tela grande para PCs e equipamentos visuais, que também serve como um quadro branco interativo onde é possível

Leia mais

BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EaD UAB/UFSCar Sistemas de Informação - prof. Dr. Hélio Crestana Guardia

BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EaD UAB/UFSCar Sistemas de Informação - prof. Dr. Hélio Crestana Guardia O Sistema Operacional que você usa é multitasking? Por multitasking, entende-se a capacidade do SO de ter mais de um processos em execução ao mesmo tempo. É claro que, num dado instante, o número de processos

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Enviador XML

Manual de instalação, configuração e utilização do Enviador XML Manual de instalação, configuração e utilização do Enviador XML 1. Conceitos e termos importantes XML Empresarial: é um sistema web (roda em um servidor remoto) de armazenamento e distribuição de documentos

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 INTRODUÇÃO AO POSTGRES...3 2 INSTALAÇÃO...3 2.1 Download...3 2.2 Instalação...4 3 CONFIGURAÇÃO...7 3.1 CIDR-ADDRESS...8 3.2 Biometria...9 4 LINHA DE COMANDO...10

Leia mais

Guia de Instalação de Software

Guia de Instalação de Software Guia de Instalação de Software Este manual explica como instalar o software por meio de uma conexão USB ou de rede. A conexão de rede não está disponível para os modelos SP 200/200S/203S/203SF/204SF. Fluxograma

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

Manual de Operação e Instalação. Microterminal TCP/IP MT740. versão 1.0

Manual de Operação e Instalação. Microterminal TCP/IP MT740. versão 1.0 Manual de Instalação e Operação MT740 1/16 Manual de Operação e Instalação Microterminal TCP/IP MT740 versão 1.0 Manual de Instalação e Operação MT740 2/16 Índice Descrição 3 Reconhecendo o Terminal 5

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Capitulo 1

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Capitulo 1 Capitulo 1 Montagem de duas pequenas redes com a mesma estrutura. Uma é comandada por um servidor Windows e outra por um servidor linux, os computadores clientes têm o Windows xp Professional instalados.

Leia mais

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Requisito Descrição 6.1 - Produtos de Hardware 6.1.1. GRUPO 1 - IMPRESSORA TIPO I (MONOCROMÁTICA 20PPM - A4) 6.1.1.1. TECNOLOGIA DE IMPRESSÃO 6.1.1.1.1.

Leia mais

Por que você precisa alterar o tipo de AppleTalk. Antes de alterar a configuração. Alterar o tipo de AppleTalk

Por que você precisa alterar o tipo de AppleTalk. Antes de alterar a configuração. Alterar o tipo de AppleTalk Por que você precisa alterar o tipo de AppleTalk 1 A impressora J110 requer que você altere o tipo de AppleTalk para poder imprimir trabalhos de em rede AppleTalk. Antes de alterar a configuração Verifique

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede O sistema de nome de domínio (DNS) é um sistema que nomeia computadores e serviços de rede e é organizado em uma hierarquia de domínios.

Leia mais

Perguntas frequentes do Xerox Mobile Link 2.0 - ios

Perguntas frequentes do Xerox Mobile Link 2.0 - ios Perguntas frequentes do Xerox Mobile Link 2.0 - ios O Xerox Mobile Link é um aplicativo de produtividade pessoal que conecta seu celular e tablet a uma Impressora multifuncional (MFP) Xerox. Você pode

Leia mais

Guia para atualização de Firmware dos consoles CL5, CL3 e CL1. (Firmware 1.51)

Guia para atualização de Firmware dos consoles CL5, CL3 e CL1. (Firmware 1.51) Guia para atualização de Firmware dos consoles CL5, CL3 e CL1 (Firmware 1.51) Yamaha Musical do Brasil www.yamaha.com.br PRECAUÇÕES 1. O usuário assume total responsabilidade pela atualização. 2. Atualize

Leia mais

genérico proteção de rede filtragem dos pacotes Sem estado (stateless) no próprio pacote. Com estado (stateful) outros pacotes

genérico proteção de rede filtragem dos pacotes Sem estado (stateless) no próprio pacote. Com estado (stateful) outros pacotes FIREWALLS Firewalls Definição: Termo genérico utilizado para designar um tipo de proteção de rede que restringe o acesso a certos serviços de um computador ou rede de computadores pela filtragem dos pacotes

Leia mais

1. Explicando Roteamento um exemplo prático. Através da análise de uns exemplos simples será possível compreender como o roteamento funciona.

1. Explicando Roteamento um exemplo prático. Através da análise de uns exemplos simples será possível compreender como o roteamento funciona. Aula 14 Redes de Computadores 24/10/07 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Prof. Carlos Guerber ROTEAMENTO EM UMA REDE DE COMPUTADORES A máscara de sub-rede é utilizada para determinar

Leia mais

NO BREAK DE ENTRADA TRIFÁSICA E SAÍDA MONOFÁSICA TRUNNY

NO BREAK DE ENTRADA TRIFÁSICA E SAÍDA MONOFÁSICA TRUNNY NO BREAK DE ENTRADA TRIFÁSICA E SAÍDA MONOFÁSICA TRUNNY Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento - Rua da Várzea 379 CEP: 91040-600 Porto Alegre RS Brasil Fone: (51)2131-2407 Fax: (51)2131-2469 engenharia@cp.com.br

Leia mais

Manual. Coletor. Temperatura. Umidade

Manual. Coletor. Temperatura. Umidade Manual Coletor Temperatura Umidade São Paulo SP Versão 0001-0 Modelo: CO-TU11 Sumário Apresentação... 3 Pré-Requisitos... 3 Especificações Técnicas... 4 Software:... 4 Hardware:... 4 Instalação... 5 Alertas

Leia mais

INTERFACE USB PARA PROFIBUS PA

INTERFACE USB PARA PROFIBUS PA MANUAL DO USUÁRIO INTERFACE USB PARA PROFIBUS PA OUT / 12 PBI-PLUS P B I P L U S M P smar www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. Informações atualizadas

Leia mais

CA Nimsoft Monitor para servidores

CA Nimsoft Monitor para servidores DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 CA Nimsoft Monitor para servidores agility made possible CA Nimsoft para monitoramento de servidores sumário CA Nimsoft Monitor para servidores 3 visão geral da solução

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II UDP Prof: Ricardo Luís R. Peres Tem como objetivo prover uma comunicação entre dois processos de uma mesma sessão que estejam rodando em computadores dentro da mesma rede ou não.

Leia mais

Guia de iniciação Bomgar B400

Guia de iniciação Bomgar B400 Guia de iniciação Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio de 2010 Guia de iniciação Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio 2010 Obrigado por utilizar a Bomgar. Na Bomgar, o atendimento

Leia mais

Curso: Redes II (Heterogênea e Convergente)

Curso: Redes II (Heterogênea e Convergente) Curso: Redes II (Heterogênea e Convergente) Tema da Aula: Redes Heterogênea e Convergente Professor Rene - UNIP 1 Redes heterogêneas Redes Heterogêneas Todo ambiente de rede precisa armazenar informações

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Camada de Aplicação A camada de Aplicação é a que fornece os serviços Reais para os usuários: E-mail, Acesso a Internet, troca de arquivos, etc. Portas

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções EL-USB-2-LCD Registador de Humidade, Temperatura e Ponto de Condensação com visor LCD Manual de Instruções Este registador mede e armazena até 16,379 leituras relativas a humidade e 16,379 leituras relativas

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

Versão 1.0 09/10. Xerox ColorQube 9301/9302/9303 Serviços de Internet

Versão 1.0 09/10. Xerox ColorQube 9301/9302/9303 Serviços de Internet Versão 1.0 09/10 Xerox 2010 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Direitos reservados de não publicação sob as leis de direitos autorais dos Estados Unidos. O conteúdo desta publicação não pode

Leia mais

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego;

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Características Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Poderá ser utilizado por empresas autorizadas por convenção ou acordo coletivo a usar sistemas

Leia mais

Guia para atualização de Firmware dos racks RIO1608-D & RIO3224-D. (Firmware 1.50)

Guia para atualização de Firmware dos racks RIO1608-D & RIO3224-D. (Firmware 1.50) Guia para atualização de Firmware dos racks RIO1608-D & RIO3224-D (Firmware 1.50) PRECAUÇÕES 1. O usuário assume total responsabilidade pela atualização. 2. Atualize o Firmware de uma unidade por vez.

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS. BioGer Server e BioGer Client

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS. BioGer Server e BioGer Client ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS BioGer Server e BioGer Client ÍNDICE A) OBJETIVO...3 B) MODELOS...3 C) CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS...5 D) CARACTERÍSTICAS OPERACIONAIS...5 D.1) Características Operacionais

Leia mais

Positivo Network Manager v.2.0.10

Positivo Network Manager v.2.0.10 Positivo Network Manager v.2.0.10 O Positivo Network Manager é um sistema de gerenciamento remoto de desktops desenvolvido pela própria Positivo Informática. Foi especialmente projetado para trabalhar

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP Guia de instalação do software HP LaserJet Enterprise M4555 MFP Series Guia de instalação do software Direitos autorais e licença 2011 Copyright Hewlett-Packard Development

Leia mais

1 www.tbrinfo.com.br

1 www.tbrinfo.com.br 1 2 BACULA BACKUP 3 AGENDA Introdução Principais Características Interfaces Graficas Topologia Estrutura Descrição das Funções 4 INTRODUÇÃO Bacula é uma solução de backup empresarial multi-plataforma desenvolvida

Leia mais

Guia de Usuário Teclado sensível ao toque TM40

Guia de Usuário Teclado sensível ao toque TM40 Guia de Usuário Teclado sensível ao toque TM40 1 Índice Página Principal... 1 Menu... 3 Modo Anunciador... 9 Slide Show... 9 Planta Baixa... 9 Status... 9 Zona... 9 Info... 9 Menu.... 3 Funções de Segurança...

Leia mais