ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E DESIGN DE MATOSINHOS REGULAMENTO DE ADMISSÃO NO MESTRADO EM DESIGN. Preâmbulo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E DESIGN DE MATOSINHOS REGULAMENTO DE ADMISSÃO NO MESTRADO EM DESIGN. Preâmbulo"

Transcrição

1 ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E DESIGN DE MATOSINHOS REGULAMENTO DE ADMISSÃO NO MESTRADO EM DESIGN Preâmbulo De acordo com o novo Regime Jurídico das Instituições do Ensino Superior, a Escola Superior de Artes e Design aprovou o Mestrado em Design, encontrando-se publicado através do Despacho nº 29352/2008 do Diário da República, 2ª série, Nº 221 de 13 de Novembro de 2008). Âmbito O presente regulamento define as regras de seriação e admissão dos candidatos ao Mestrado em Design da Escola Superior de Artes e Design. Artigo 1º Número de Vagas O número de vagas será fixado anualmente depois de consultados os Conselhos Pedagógico e Técnico- Científico. Artigo 2º Admissão de Candidaturas 1 Os candidatos formalizam em documento próprio a sua candidatura. 2 Os candidatos serão admitidos ao processo de seriação e admissão se satisfizerem as condições especificadas no artigo 2 do Regulamento de Estudos do Mestrado. Artigo 3º Metodologia de Seriação 1 A seriação dos candidatos será feita através de pontuação (PF) que resultará do somatório da multiplicação dos pontos dos fatores de seriação (F1, F2, F3) pelos respetivos pesos atribuídos (P1, P2, P3), ou seja PF= P1F1+ P2F2+ P3F3. 2 Considera-se os seguintes fatores de seriação: a) Média de Curso (F1); b) Entrevista com análise de Curriculum Vitae e/ou Portefólio (F2); d) Área Científica do Grau Académico (F3). 3 Considera-se a atribuição de 0 a 20 pontos para cada fator de seriação. 4 Considera-se os seguintes pesos: a) P1=4 para a Média de Curs; b) P2=5 para a entrevista e o Curriculum Vitae e/ou Portefólio do candidato; d) P3=1 para a Área Científica do Grau. 5 A pontuação final é calculada através da expressão PF = 4 F1 + 5 F2 + F3. escola superior de artes e design avenida calouste gulbenkian senhora da hora matosinhos portugal tel (+351) fax (+351) www.

2 6 Os candidatos serão seriados por ordem decrescente da pontuação. A Pontuação Final é expressa numa escala de 0 (zero) a 20 (vinte) pontos. Os alunos a admitir deverão obter uma pontuação final superior a 10 pontos. Artigo 4º Atribuição de Pontos aos Fatores de Seriação 1 Para o fator de seriação Média de Curso atribui-se na escala de 0 a 20 pontos; 2 Para o fator Entrevista a pontuação (0 a 20) será atribuída por uma comissão de análise, constituída pelo Diretor do Mestrado e pelos Coordenadores das áreas de especialização do Mestrado. Na entrevista serão considerados os seguintes aspetos: a) Portefólio; b) Currículo profissional/científico/pedagógico; c) Motivação para a realização do Curso; 3 Para Área Científica do Grau atribui-se os seguintes pontos (ver quadro anexo): a) 20 pontos para a área científica de design/especialização; b) 16 pontos para as áreas científicas afins à especialização; c) 10 pontos para todas as outras áreas científicas. Os cursos nacionais não contemplados no quadro, bem como os cursos estrangeiros serão devidamente analisados e verificados. Artigo 5º Divulgação das Vagas, Prazos de Candidatura e Seriação dos Candidatos A divulgação das vagas, dos prazos de candidatura e a seriação dos candidatos serão disponibilizados atempadamente pela Secretaria da Escola nos moldes habituais e no site da ESAD. Artigo 6º Desistência Em caso de desistência de algum dos candidatos admitidos, serão chamados a preencher as vagas os candidatos supranumerários que preencham os requisitos necessários à frequência do mestrado. Artigo 7º Casos omissos e duvidosos Os casos omissos e duvidosos serão resolvidos pelo Diretor Pedagógico, após audição do órgão competente. Artigo 8º Entrada em vigor O presente regulamento entrará em vigor a partir do ano letivo de de setembro de 2014 O Diretor, José António de Oliveira Simões

3 COMUNICAÇÃO avaliação - portefólio/entrevista nome instituição curso PORTEFÓLIO 60% QUALIDADE DO PORTEFÓLIO (design, organização e descrições) fraco médio bom COMPETÊNCIAS tipografia fraco médio bom design editorial fraco médio bom ilustração fraco médio bom branding fraco médio bom outros fraco médio bom ENTREVISTA 40% nível de motivação fraco médio bom nível de articulação fraco médio bom OBSERVAÇÕES escola superior de artes e design avenida calouste gulbenkian senhora da hora matosinhos portugal tel (+351) fax (+351) www.

4 INTERIORES avaliação - portefólio/entrevista nome instituição curso PORTEFÓLIO 60% QUALIDADE DO PORTEFÓLIO (design, organização e descrições) fraco médio bom COMPETÊNCIAS domínio de conceitos teóricos fraco médio bom domínio técnico de representação fraco médio bom experiência projeto reabilitação fraco médio bom experiência projeto ambientes fraco médio bom experiência projeto mobiliário fraco médio bom ENTREVISTA 40% nível de motivação fraco médio bom nível de articulação fraco médio bom OBSERVAÇÕES escola superior de artes e design avenida calouste gulbenkian senhora da hora matosinhos portugal tel (+351) fax (+351) www.

5 PRODUTO avaliação - portefólio/entrevista nome instituição curso PORTEFÓLIO 60% QUALIDADE DO PORTEFÓLIO (design, organização e descrições) fraco médio bom COMPETÊNCIAS domínio de conceitos e tendências fraco médio bom representação manual e digital fraco médio bom modelação e prototipagem fraco médio bom aplicação de processos industriais fraco médio bom outros fraco médio bom ENTREVISTA 40% nível de motivação fraco médio bom nível de articulação fraco médio bom OBSERVAÇÕES escola superior de artes e design avenida calouste gulbenkian senhora da hora matosinhos portugal tel (+351) fax (+351) www.

6 MESTRADO EM DESIGN áreas científicas PONTUAÇÕES - ÁREA CIENTÍFICA ÁREA CIENTIFICA - ARTES / DESIGN Comunicação Interiores Produto Aveiro Universidade de Aveiro Design Braga Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão Design Bragança IPBragança - Escola Superior de Educação de Bragança Arte e Design Coimbra IPC - Escola Superior de Educação de Coimbra Arte e Design Évora Universidade de Évora - Escola de Artes Design Leiria Instituto Superior D. Dinis Design Lisboa Instituto de Arte Design e Empresa - Universitário Design Lisboa Universidade Europeia Design Lisboa Universidade Lusíada Design Lisboa Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Design Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Arquitectura Design Madeira Universidade da Madeira Design Porto Universidade Lusíada do Porto Design Porto IPP - Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão Design Porto Escola Superior de Artes e Design Design Integrado Viana do Castelo Escola Superior Gallaecia Design Braga IPCA - Escola Superior de Tecnologia Design Gráfico Bragança IPBragança - Esc. Sup. de Com., Admin. e Tur. de Mirandela Design de Jogos Digitais Castelo Branco IPCB - Escola Superior de Artes Aplicadas Design de Comunicação e Produção Audiovisual Castelo Branco Universidade da Beira Interior Design Multimédia Coimbra IPC - Escola Superior de Educação de Coimbra Comunicação e Design Multimédia

7 Coimbra Escola Universitária das Artes de Coimbra Design de Comunicação Coimbra Instituto Superior Miguel Torga Design de Comunicação Coimbra Universidade de Coimbra - Faculdade de Ciências e Tecnologia Design e Multimédia Faro Univ. Algarve - Escola Superior de Educação e Comunicação Design de Comunicação Leiria IPL - Escola Superior de Artes e Design Design Gráfico e Multimédia Lisboa Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa Design de Comunicação Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Belas-Artes Design de Comunicação Lisboa Instituto Superior de Educação e Ciências Design e Produção Gráfica Lisboa Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Produção Gráfica e Design Madeira Universidade da Madeira Design de Media Interactivos Portalegre IPPortalegre - Escola Superior de Tecnologia e Gestão Design de Comunicação Portalegre IPPortalegre - Escola Superior de Tecnologia e Gestão Design e Animação Multimédia Porto Universidade Lusófona do Porto Design de Comunicação Porto Universidade do Porto - Faculdade de Belas-Artes Design de Comunicação Porto Escola Superior Artística do Porto Design e Comunicação Multimédia Santarém IPT - Escola Superior de Tecnologia de Tomar Design e Tecnologia das Artes Gráficas Viseu IPV - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu Tecnologias e Design de Multimédia Castelo Branco IPCB - Escola Superior de Artes Aplicadas Design de Interiores e Equipamento Porto Escola Superior de Artes e Design Design de Interiores e Mobiliário Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Arquitectura Cenografia Leiria IPL - Escola Superior de Artes e Design Design de Ambientes Viana do Castelo IPVC - Escola Superior de Tecnologia e Gestão Design de Ambientes Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Arquitectura Arquitectura Interiores

8 Aveiro UA - Esc. Sup. de Design, Gest. e Tec. de Prod. de Aveiro-Norte Tecnologia e Design de Produto Braga Universidade do Minho Design de Produto Braga IPCA - Escola Superior de Tecnologia Design Industrial Castelo Branco Universidade da Beira Interior Design Industrial Coimbra Escola Universitária das Artes de Coimbra Design de Equipamento Leiria IPL - Escola Superior de Artes e Design Design de Cerâmica e Vidro Leiria IPL - Escola Superior de Artes e Design Design de Produto - Cerâmica e Vidro Leiria IPL - Escola Superior de Artes e Design Design Industrial Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Belas-Artes Design de Equipamento Santarém IPT- Escola Superior de Tecnologia de Abrantes Design e Desenvolvimento de Produtos Viana do Castelo IPVC - Escola Superior de Tecnologia e Gestão Design do Produto Viseu IPV - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu Tecnologia e Design de Mobiliário Braga Universidade do Minho Design e Marketing de Moda * Castelo Branco Universidade da Beira Interior Design de Moda * Castelo Branco IPCB - Escola Superior de Artes Aplicadas Design de Moda e Têxtil * Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Arquitectura Design de Moda * *nas edições especiais, variante produto-moda, a pontuação é 20.

9 ÁREAS CIENTÍFICAS ARTES / BELAS-ARTES Comunicação Interiores Produto Faro Univ. Algarve - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Artes Visuais Leiria IPL - Escola Superior de Artes e Design Artes Plásticas Lisboa Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Artes Plásticas Lisboa Universidade Lusíada Artes Visuais Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Belas-Artes Desenho Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Belas-Artes Escultura Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Belas-Artes Pintura Porto Universidade do Porto - Faculdade de Belas-Artes Artes Plásticas Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Belas-Artes Ciências da Arte e do Património Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Belas-Artes Estudos Gerais Coimbra Universidade de Coimbra - Faculdade de Letras História da Arte Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Letras História da Arte Lisboa Univisersidade Nova - Fac. de Ciências Sociais e Humanas História da Arte Porto Universidade do Porto - Faculdade de Letras História da Arte

10 ÁREA CIENTÍFICA - ARTES / AUDIOVISUAIS E PRODUÇÃO DOS MEDIA Braga Escola Superior Artística do Porto (Guimarães) Artes/Grafismo Multimédia Coimbra Instituto Superior Miguel Torga Multimédia Évora Universidade de Évora - Escola de Artes Artes Visuais - Multimédia Faro Univ. Algarve - Escola Superior de Educação e Comunicação Imagem Animada Faro Instituto Superior D. Afonso III Multimédia Leiria IPL - Escola Superior de Tecnologia e Gestão Jogos Digitais e Multimédia Leiria IPL - Escola Superior de Artes e Design Som e Imagem Leiria Instituto Superior D. Dinis Comunicação e Tecnologias Digitais Lisboa Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Animação Digital Lisboa Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Aplicações Multimédia e Videojogos Lisboa IP Lisboa - Escola Superior de Educação Artes Visuais e Tecnologias Lisboa IPL - Escola Superior de Comunicação Social Audiovisual e Multimédia Lisboa Universidade Europeia Sistemas de Informação, Web e Multimédia Lisboa Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia Lisboa Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Com. e Artes: Criação, Produção e Marketing das Artes Lisboa Universidade Lusíada Comunicação e Multimédia Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Belas-Artes Arte Multimédia Madeira Universidade da Madeira Arte e Multimédia Porto Universidade Lusíada do Porto Artes Plásticas e Multimédia Porto ISLA - Inst. Poli. de Gestão e Tecnologia - E S de Tecnologia Sistemas Multimédia Porto IPP - Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo Tecnologia da Comunicação Audiovisual Porto IPP - Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo Tecnologia da Comunicação Multimédia Porto Instituto Universitário da Maia Tecnologias de Comunicação Multimédia Porto IPP - Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão Tecnologias e Sistemas de Informação para a Web Porto IPP - Instituto Superior de Engenharia do Porto Tecnologias e Sistemas de Informação para a Web Porto Universidade Lusófona do Porto Comunicação Audiovisual Multimédia Porto ISLA - Inst. Poli. de Gestão e Tecnologia - E S de Tecnologia Comunicação e Tecnologia Digital Porto Instituto Universitário da Maia Artes e Multimédia

11 Porto IPP - Escola Superior de Educação Artes Visuais e Tecnologias Artísticas Santarém IPT - Escola Superior de Tecnologia de Tomar Artes Plásticas - Pintura e Intermédia Santarém IPS - Escola Superior de Educação de Santarém Artes Plásticas e Multimédia Santarém IPT - Escola Superior de Tecnologia de Tomar Fotografia Viana do Castelo IPVC - Escola Superior de Tecnologia e Gestão Engenharia da Computação Gráfica e Multimédia Viseu IPV - Escola Superior de Educação de Viseu Artes Plásticas e Multimédia

12 ÁREA CIENTÍFICA - ARQUITETURA E CONSTRUÇÃO Braga Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão Arquitectura Braga Universidade do Minho Arquitectura Castelo Branco Universidade da Beira Interior Arquitectura Coimbra Escola Universitária das Artes de Coimbra Arquitectura Coimbra Escola Universitária Vasco da Gama Arquitectura Coimbra Universiade de Coimbra - Faculdade de Ciências e Tecnologia Arquitectura Évora Universidade de Évora - Escola de Artes Arquitetura Faro Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes Arquitectura Lisboa Universidade Autónoma de Lisboa Luís de Camões Arquitectura Lisboa Universidade Católica Portuguesa - Faculdade de Engenharia Arquitectura Lisboa Universidade Lusíada Arquitectura Lisboa Universiade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Arquitectura Lisboa ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa Arquitectura Lisboa Universidade de Lisboa - Faculdade de Arquitectura Arquitectura Lisboa Universidade de Lisboa - Instituto Superior Técnico Arquitectura Porto Escola Superior Artística do Porto Arquitectura Porto Universidade Lusíada do Porto Arquitectura Porto Universidade Lusófona do Porto Arquitectura Porto UP - Faculdade de Arquitectura Arquitectura Viseu Universiade Católica Portuguesa - Centro Regional das Beiras Arquitectura

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 SUPLEMENTO N.º 2 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA CURSOS CONGÉNERES DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR JULHO DE 2012

Leia mais

PRIVADO ENSINO SUPERIOR. Ocupação dos Cursos de Formação Inicial

PRIVADO ENSINO SUPERIOR. Ocupação dos Cursos de Formação Inicial ENSINO SUPERIOR PRIVADO Ocupação dos Cursos de Formação Inicial Ensino Superior Privado Ocupação dos Cursos de Formação Novembro Inicial 2011 DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR Direcção de Serviços de Suporte

Leia mais

Ensino Superior Universitário e Politécnico (Público; Privado; Militar e Policial; Católica)

Ensino Superior Universitário e Politécnico (Público; Privado; Militar e Policial; Católica) Ensino Superior Universitário e Politécnico (Público; Privado; Militar e Policial; Católica) Ano letivo 2012/2013 Nota informativa: esta listagem está ordenada por nome do curso da outra Intituição de

Leia mais

Lisboa Privado Politécnico 4002 Academia Nacional Superior de Orquestra Instrumentista de Orquestra

Lisboa Privado Politécnico 4002 Academia Nacional Superior de Orquestra Instrumentista de Orquestra Distrito Subsistema Tipo de ensino Cód. Estab. Nome do Estabelecimento Nome do Curso Grau Lisboa Privado Politécnico 4002 Academia Nacional Superior de Orquestra Direcção de Orquestra Lisboa Privado Politécnico

Leia mais

Estabelecimento Sobras da 3.ª Fase. Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 0110 8085 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 16 3 10 9

Estabelecimento Sobras da 3.ª Fase. Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 0110 8085 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 16 3 10 9 Sobras da.ª Fase Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 00 0 Ciências Agrárias 00 0 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 00 Energias Renováveis 00 0 Engenharia e Gestão do Ambiente 0 00 Guias da Natureza

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Direcção-Geral do Ensino Superior. Estabelecimento Vagas 3.ª Fase

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Direcção-Geral do Ensino Superior. Estabelecimento Vagas 3.ª Fase Vagas.ª Fase Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 00 0 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 00 0 Medicina Veterinária (Preparatórios) 00 0 Ciências Agrárias 00 0 Engenharia e Gestão do Ambiente

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE ACESSO

CONCURSO NACIONAL DE ACESSO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO 11 1.ª FASE DEZEMBRO DE 2011 ÍNDICE Nota Introdutória... 3 Conceitos... 4 Grandes Números... 5 Candidatos, Vagas, Colocados e Matriculados... 6 OFERTA FORMATIVA... 7 Vagas por

Leia mais

Instituição. Número de Conselheiros Nacionais a eleger por Secção Sindical - 1

Instituição. Número de Conselheiros Nacionais a eleger por Secção Sindical - 1 Instituição Lugares no CN Academia Militar Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto Centro de Investigação Marinha e Ambiental, Laboratório Associado da Universidade

Leia mais

0202 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente

0202 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente 0110 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 8031 Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) 155,5 8085 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 128,8 8086 Medicina Veterinária (Preparatórios) 154,8 9022 Ciências

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DADOS ESTATÍSTICOS EMPREGABILIDADE NOS CICLOS DE ESTUDOS DE ARQUITETURA E DESIGN EM PORTUGAL 2010

ANÁLISE COMPARATIVA DADOS ESTATÍSTICOS EMPREGABILIDADE NOS CICLOS DE ESTUDOS DE ARQUITETURA E DESIGN EM PORTUGAL 2010 ANÁLISE COMPARATIVA DADOS ESTATÍSTICOS EMPREGABILIDADE NOS CICLOS DE ESTUDOS DE ARQUITETURA E DESIGN EM PORTUGAL 2010 EMPREGABILIDADE A informação estatística recolhida neste documento é baseada no relatório

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Direcção-Geral do Ensino Superior. Estabelecimento Vagas 2.ª Fase

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Direcção-Geral do Ensino Superior. Estabelecimento Vagas 2.ª Fase Vagas.ª Fase Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 00 0 Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) 00 0 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 00 0 Medicina Veterinária (Preparatórios) 00 0 Ciências Agrárias

Leia mais

Estabelecimento/Curso Estabelecimento/Curso Estabelecimento/Curso

Estabelecimento/Curso Estabelecimento/Curso Estabelecimento/Curso ENSINO UNIVERSITÁRIO Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) PM 15 11 130,8 4 Ciências da Nutrição (Preparatórios) PL 15 5 122,5 10 Medicina Veterinária (Preparatórios)

Leia mais

4312-(18) Diário da República, 1.ª série N.º 131 9 de Julho de 2008

4312-(18) Diário da República, 1.ª série N.º 131 9 de Julho de 2008 4312-(18) Diário da República, 1.ª série N.º 131 9 de Julho de 2008 pre que necessário, para a realização de entrevista e ou avaliação funcional das suas capacidades. 4 A comissão pode, face à prova documental

Leia mais

Serviço de Psicologia e Orientação Psicóloga Maria Cristina Andrade Janeiro/2012

Serviço de Psicologia e Orientação Psicóloga Maria Cristina Andrade Janeiro/2012 PERCURSOS PÓS SECUNDÁRIO Desporto Serviço de Psicologia e Orientação Psicóloga Maria Cristina Andrade 12º Ano.e agora? Ensino Superior Universitário/Politécnico Cursos de Especialização Tecnológica Inserção

Leia mais

Estabelecimento Sobras da 1.ª Fase

Estabelecimento Sobras da 1.ª Fase Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 00 90 Ciências Agrárias 00 0 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 00 994 Energias Renováveis 00 9 Engenharia e Gestão do Ambiente 00 9 Guias da Natureza Universidade

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E DESIGN REGULAMENTO DE ESTUDOS DA LICENCIATURA

ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E DESIGN REGULAMENTO DE ESTUDOS DA LICENCIATURA ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E DESIGN REGULAMENTO DE ESTUDOS DA LICENCIATURA Preâmbulo O processo de Bolonha implementado em 2006/2007 na ESAD, a reforma feita posteriormente aos cursos de Artes e de Design,

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA DO CONSUMIDOR OBSERVATÓRIO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Ensino Superior Regulamento n.º 319/2013 Regulamento do Programa de Apoio Social a Estudantes através de atividades de tempo Parcial (PASEP) da Universidade

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2014, 2015, 2016 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2014, 2015, 2016 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2014, 2015, 2016 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR Direção de Serviços

Leia mais

CURSOS QUE CONFEREM HABILITAÇÃO PRÓPRIA PARA A DOCÊNCIA. Grupo de Recrutamento 530 - Educação Tecnológica

CURSOS QUE CONFEREM HABILITAÇÃO PRÓPRIA PARA A DOCÊNCIA. Grupo de Recrutamento 530 - Educação Tecnológica Arquitectura Arquitectura (Curso superior) 1º Arquitectura e Urbanismo Universidade Fernando Pessoa Arte e Comunicação ramo de Audiovisual; ramo Fotográfico; ramo de Multimédia Escola Superior Artística

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2016, 2017, 2018 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2016, 2017, 2018 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2016, 2017, 2018 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR DIREÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR Direção de Serviços de

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL.

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL. INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL Edição 2015-2017 Nos termos do Decreto -Lei n.º 42/2005, de pelo 22 de Fevereiro,

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTE INTERNACIONAL CANDIDATO A UM CURSO DE 1º CICLO (LICENCIATURA/GRADUAÇÃO) 2015/2016

MANUAL DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTE INTERNACIONAL CANDIDATO A UM CURSO DE 1º CICLO (LICENCIATURA/GRADUAÇÃO) 2015/2016 MANUAL DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTE INTERNACIONAL CANDIDATO A UM CURSO DE 1º CICLO (LICENCIATURA/GRADUAÇÃO) 2015/2016 MANUAL DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTE INTERNACIONAL CANDIDATO A UM CURSO DE 1º CICLO

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2011-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objecto de concurso nacional

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2011-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objecto de concurso nacional ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Designação da Localidade Fase (cont. geral) 110 Ensino Superior Público Universitário 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo

Leia mais

Regulamento do curso de Mestrado em Engenharia Industrial

Regulamento do curso de Mestrado em Engenharia Industrial Regulamento do curso de Mestrado em Engenharia Industrial REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA INDUSTRIAL Artigo 1º (Natureza e âmbito de aplicação) 1. O presente Regulamento dá cumprimento ao

Leia mais

RESULTADOS DA 1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO

RESULTADOS DA 1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015 RESULTADOS DA 1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO NOTA 1. Encontra se concluída a colocação na primeira fase do 39.º concurso nacional de acesso, tendo sido admitidos,

Leia mais

EDITAL. 2. Podem ser opositores ao concurso deste curso de mestrado:

EDITAL. 2. Podem ser opositores ao concurso deste curso de mestrado: EDITAL 1. Faz-se público que está aberto concurso para admissão ao Curso de Mestrado em Tecnologias de Informação e Comunicação em Educação, a iniciar no 1º semestre do ano letivo de 2015/2016 na Escola

Leia mais

CONTINGENTE ESPECIAL PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA FÍSICA OU SENSORIAL: 2007-2011

CONTINGENTE ESPECIAL PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA FÍSICA OU SENSORIAL: 2007-2011 Colocados CONCURSO NACIONAL DE ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO CONTINGENTE ESPECIAL PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA FÍSICA OU SENSORIAL: 2007-2011 Etapa 1: colocação dos candidatos às vagas

Leia mais

Artigo 5.º Acesso Têm acesso ao curso os diplomados ou não diplomados com experiência relevante no âmbito da otimização/excelência organizacional.

Artigo 5.º Acesso Têm acesso ao curso os diplomados ou não diplomados com experiência relevante no âmbito da otimização/excelência organizacional. REGULAMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM Auditores de HACCP Artigo 1.º Criação É criado no Instituto Politécnico de Leiria (IPL) o Curso de Pós-graduação em Auditores de HACCP. Artigo 2.º Objetivos Este

Leia mais

Transição dos quadros distritais de vinculação para o quadro de zona pedagógica

Transição dos quadros distritais de vinculação para o quadro de zona pedagógica Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Transição dos quadros distritais de vinculação para o quadro de zona pedagógica Ministério da Educação Portaria n.º 1298/03 de de Novembro A unificação

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM CIÊNCIAS NUCLEARES APLICADAS NA SAÚDE (edição 2015-2017)

EDITAL MESTRADO EM CIÊNCIAS NUCLEARES APLICADAS NA SAÚDE (edição 2015-2017) EDITAL MESTRADO EM CIÊNCIAS NUCLEARES APLICADAS NA SAÚDE (edição 2015-) Nos termos do Decreto-Lei n.º 42/2005, de 22 de fevereiro, do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de março, com as alterações introduzidas

Leia mais

EDITAL. Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA ANO LECTIVO: 2016/2018.

EDITAL. Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA ANO LECTIVO: 2016/2018. Escola Superior Agrária Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA EDITAL ANO LECTIVO: 2016/2018 2ª Edição 1. NOTA INTRODUTÓRIA O Mestrado em Enfermagem Veterinária

Leia mais

1. PARES ESCOLA/CURSO REGISTADOS INST. POLITÉC./ UNIVERSIDADE ESTABELECIMENTO DE ENSINO

1. PARES ESCOLA/CURSO REGISTADOS INST. POLITÉC./ UNIVERSIDADE ESTABELECIMENTO DE ENSINO 1. PARES ESCOLA/CURSO REGISTADOS INST. POLITÉC./ UNIVERSIDADE ESTABELECIMENTO DE ENSINO CURSO PRÉ-BOLONHA ESPECIALIDADE LICENCIATURA PÓS-BOLONHA ESPECIALIDADE INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA Eng.ª Alimentar

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-2ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Classificações dos últimos colocados Código Instit.

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-2ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Classificações dos últimos colocados Código Instit. Classificações dos últimos s Nome da Instituição Nome do Grau de 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) PM 6 0 1 143,5 5 0110 8086 Universidade dos

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DOS ALUNOS PÓS ENSINO SECUNDÁRIO

ACOMPANHAMENTO DOS ALUNOS PÓS ENSINO SECUNDÁRIO ACOMPANHAMENTO DOS ALUNOS PÓS ENSINO SECUNDÁRIO Agrupamento de Escolas de Gouveia i Índice Introdução... 4 1. Ensino Regular... 5 1.1. Taxas de conclusão/sucesso 12.º ano de escolaridade... 5 1.2. Acesso

Leia mais

10 - EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA

10 - EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA 10 - EDUCAÇÃO MORA E REIGIOSA CATÓICA Curso / Habilitação Grau Condições especiais Escalão Diploma egal Ciências Religiosas Pela Universidade Católica Portuguesa ou por universidade católica estrangeira,

Leia mais

EDITAL Nº 097/2015 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO IDIOMA: LÍNGUA PORTUGUESA

EDITAL Nº 097/2015 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO IDIOMA: LÍNGUA PORTUGUESA 1 EDITAL Nº 097/2015 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO IDIOMA: LÍNGUA PORTUGUESA Nos termos do art. 38, inciso IV, do Estatuto da PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA

Leia mais

PQS GLOBAIS. (c). Tempo de estabelecimento de chamada para chamadas nacionais (segundos) que correspondem ao percentil 95% das chamadas mais rápidas

PQS GLOBAIS. (c). Tempo de estabelecimento de chamada para chamadas nacionais (segundos) que correspondem ao percentil 95% das chamadas mais rápidas PQS GLOBAIS Anacom Objetivo SU Ano1 SU PQS 1 PQS 1 (a) PQS1. Prazo de fornecimento da ligação inicial (a) Demora no fornecimento das ligações, quando o cliente não define uma data objetivo (dias) PQS 1

Leia mais

A rede de Euro Info Centres E I C

A rede de Euro Info Centres E I C Facilitar o acesso à União Europeia A rede de Euro Info Centres E I C Uma chave para a EUROPA A Rede de Euro Info Centres 269 Euro Info Centres 26 Membros Associados 13 Euro Info Centres de correspondência

Leia mais

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2011 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2011 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2011 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES CURSOS CONGÉNERES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR JULHO DE 2011

Leia mais

QUADRO I CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO DE 2014 RESULTADOS POR SUBSISTEMA APÓS A COLOCAÇÃO NA 3.ª FASE

QUADRO I CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO DE 2014 RESULTADOS POR SUBSISTEMA APÓS A COLOCAÇÃO NA 3.ª FASE NOTA 1. No ano letivo de 2014-2015 foram admitidos no ensino superior público 41 464 estudantes através do concurso nacional de acesso 1. 2. Esses estudantes distribuíram-se da seguinte forma: QUADRO I

Leia mais

O INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO ESTATAL (1990/1991-2001/2002)

O INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO ESTATAL (1990/1991-2001/2002) Gestão e Desenvolvimento, 11 (2002), 231-253 O INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO ESTATAL (1990/1991-2001/2002) Paulo Almeida Pereira* No enquadramento actual do ensino superior, em Portugal, importa

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO. (2º Ciclo de Estudos)

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO. (2º Ciclo de Estudos) REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO (2º Ciclo de Estudos) - não se aplica aos perfis da formação de professores - 1/8 O grau de mestre é conferido aos que demonstrem: a) possuir conhecimentos e capacidade

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA.

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA. INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA Edição 2014-2016 Nos termos do Decreto -Lei n.º 42/2005, de pelo 22 de

Leia mais

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações Congénere 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada

Leia mais

Estes cursos têm a duração de quatro semestres letivos (dois anos) a que correspondem 120 unidades de crédito (ECTS).

Estes cursos têm a duração de quatro semestres letivos (dois anos) a que correspondem 120 unidades de crédito (ECTS). APRESENTAÇÃO Os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) são uma nova modalidade de ciclo de estudos, regulada pelo Decreto-lei n.º 43/2014, já disponível no Politécnico de Leiria. Estes cursos

Leia mais

Artigo 1.º Criação. Artigo 2.º Âmbito de aplicação. Artigo 3.º Objetivos do curso. Artigo 4º Regras sobre a admissão no ciclo de estudos

Artigo 1.º Criação. Artigo 2.º Âmbito de aplicação. Artigo 3.º Objetivos do curso. Artigo 4º Regras sobre a admissão no ciclo de estudos UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Ciências do Desporto REGULAMENTO DO MESTRADO EM CIÊNCIAS DO DESPORTO (2º CICLO) Artigo 1.º Criação A Universidade da Beira Interior, através do Departamento

Leia mais

1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO: 2009 Código Código

1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO: 2009 Código Código (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) (10) 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísm Ciências Farmacêuticas (Preparatórios PM 15 15 0 155,5 0 0110 8085 Universidade dos Açores - Angra do Heroísm

Leia mais

DESPACHO/SP/42/2014. Artigo 17.º. Enquadramento jurídico

DESPACHO/SP/42/2014. Artigo 17.º. Enquadramento jurídico DESPACHO/SP/42/2014 Aprovo a seguinte alteração ao Regulamento do Mestrado em Fisioterapia na área de especialização de movimento humano, ministrado na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra

Leia mais

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES CURSOS CONGÉNERES DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR JULHO DE 2012

Leia mais

ENSINO SUPERIOR PARTICULAR

ENSINO SUPERIOR PARTICULAR ENSINO SUPERIOR PARTICULAR 210 4010 8136 Escola Superior Artística do Porto L - 1º ciclo Animação e Produção Cultural 1.º 6 Sem 180 20 210 4010 9257 Escola Superior Artística do Porto MI Arquitectura 1.º

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objeto de concurso nacional Código Instit.

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objeto de concurso nacional Código Instit. ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Nome da Instituição Nome do Grau Fase (cont. geral) 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Preparatórios)

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM FISIOTERAPIA ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM FISIOTERAPIA ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM FISIOTERAPIA ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO Agostinho Luís da Silva Cruz, Presidente da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto (ESTSP),

Leia mais

8558 Diário da República, 2.ª série N.º 63 31 de março de 2014

8558 Diário da República, 2.ª série N.º 63 31 de março de 2014 8558 Diário da República, 2.ª série N.º 63 31 de março de 2014 Na profissionalização em serviço, na Universidade de Coimbra: as disciplinas de Psicologia Educacional e Desenvolvimento curricular, entre

Leia mais

EDITAL Nº 001 SELEÇÃO PÚBLICA Inmetro - 2008 CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM METROLOGIA E QUALIDADE.

EDITAL Nº 001 SELEÇÃO PÚBLICA Inmetro - 2008 CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM METROLOGIA E QUALIDADE. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR. INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO. EDITAL Nº 001 SELEÇÃO PÚBLICA Inmetro

Leia mais

PARTE C MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA. 4926-(2) Diário da República, 2.ª série N.º 39 25 de fevereiro de 2015

PARTE C MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA. 4926-(2) Diário da República, 2.ª série N.º 39 25 de fevereiro de 2015 4926-(2) Diário da República, 2.ª série N.º 39 25 de fevereiro de 2015 PARTE C MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior Deliberação n.º 223-A/2015 Ao abrigo do disposto

Leia mais

Índice de estabelecimentos Ensino Superior Público - Universitário 6800 Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa

Índice de estabelecimentos Ensino Superior Público - Universitário 6800 Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Índice de estabelecimentos Ensino Superior Público - Universitário 6800 Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Universidade dos Açores 0110 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS 4696 Diário da República, 1.ª série N.º 151 7 de agosto de 2013 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS Portaria n.º 252/2013 de 7 de agosto A 2.ª edição do Programa de Estágios Profissionais na Administração Pública

Leia mais

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice Anexo C Estabelecimentos de Ensino Superior Índice Anexo C1 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1980...c.2 Anexo C2 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1990...c.4 Anexo C3

Leia mais

Regulamento Mobilidade Académica

Regulamento Mobilidade Académica Regulamento Mobilidade Académica Este regulamento visa operacionalizar o Despacho n.º 10470/2014 do Instituto Politécnico de Lisboa IPL, esclarecendo alguns aspetos relativos à sua aplicação no contexto

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO (Deliberação nº 50/2014)

CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO (Deliberação nº 50/2014) REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM MEIOS COMPLEMENTARES DE DIAGNÓSTICO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA MINISTRADO PELAS ESCOLAS SUPERIORES AGRÁRIAS DOS INSTITUTOS POLITÉCNICOS DE BRAGANÇA, DE CASTELO BRANCO,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº. 67/2010 Altera a Resolução nº. 39/09 do CONSEPE, que aprova o Projeto Pedagógico do

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º 42 28 de fevereiro de 2013 7787. Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior 41 562,50

Diário da República, 2.ª série N.º 42 28 de fevereiro de 2013 7787. Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior 41 562,50 Diário da República, 2.ª série N.º 42 28 de fevereiro de 2013 7787 Montante (euros) Beneficiário Número de contribuinte Entidade decisora Data da decisão Secretaria de Estado do Ensino e da Administração

Leia mais

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações 0130 0130 0130 0130 0130 0130 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina Universidade dos Açores - Ponta Delgada Universidade dos Açores -

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTE INTERNACIONAL CANDIDATO A UM CURSO DE 1º CICLO (LICENCIATURA/GRADUAÇÃO) 2014/2015

MANUAL DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTE INTERNACIONAL CANDIDATO A UM CURSO DE 1º CICLO (LICENCIATURA/GRADUAÇÃO) 2014/2015 MANUAL DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTE INTERNACIONAL CANDIDATO A UM CURSO DE 1º CICLO (LICENCIATURA/GRADUAÇÃO) 2014/2015 MANUAL DE CANDIDATURA PARA ESTUDANTE INTERNACIONAL CANDIDATO A UM CURSO DE 1º CICLO

Leia mais

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM DESENHO

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM DESENHO REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM DESENHO CAPÍTULO I GRAU DE MESTRE Artigo 1.º Criação A ESAP - Guimarães confere o grau de Mestre em Desenho com Especialização em Prática

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM BIOQUÍMICA EM SAÚDE ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM BIOQUÍMICA EM SAÚDE ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM BIOQUÍMICA EM SAÚDE ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO Agostinho Luís da Silva Cruz, Presidente da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto (ESTSP),

Leia mais

EDITAL Nº 073/2014 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO IDIOMA: LÍNGUA PORTUGUESA

EDITAL Nº 073/2014 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO IDIOMA: LÍNGUA PORTUGUESA 1 EDITAL Nº 073/2014 CONCURSO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO IDIOMA: LÍNGUA PORTUGUESA Nos termos do art. 38, inciso IV, do Estatuto da PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 2008. Provas de Ingresso - 2008. Ensino Superior Público

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 2008. Provas de Ingresso - 2008. Ensino Superior Público ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 2008 Provas de Ingresso - 2008 Ensino Superior Público Direcção-Geral do Ensino Superior Fevereiro de 2008 Ficha técnica Título: Acesso ao Ensino Superior 2008 - Provas de Ingresso

Leia mais

ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008

ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008 LINHA DE CRÉDITO PARA ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR COM GARANTIA MÚTUA ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008 Comissão de Acompanhamento 29 de Maio de 2008 Introdução, e principais conclusões Este documento

Leia mais

Saiba como usar o Enem para cursar uma universidade em Portugal Mamede Filhode Lisboa para a BBC Brasil 7 janeiro 2016

Saiba como usar o Enem para cursar uma universidade em Portugal Mamede Filhode Lisboa para a BBC Brasil 7 janeiro 2016 Saiba como usar o Enem para cursar uma universidade em Portugal Mamede Filhode Lisboa para a BBC Brasil 7 janeiro 2016 Image captionuniversidade da Beira Interior é uma das que aceitam o Enem (Foto: Divulgação)

Leia mais

ATA N.º 1 ORDEM DE TRABALHOS: Ponto um Apreciação preliminar da candidatura. Ponto dois Calendarização das provas públicas

ATA N.º 1 ORDEM DE TRABALHOS: Ponto um Apreciação preliminar da candidatura. Ponto dois Calendarização das provas públicas ATA N.º 1 DATA: 25/09/2015 JÚRI DAS PROVAS PARA ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA NO INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA, NA ÁREA DE CONTABILIDADE E FISCALIDADE (CÓDIGO CNAEF 344), REQUERIDAS PELO MESTRE

Leia mais

A Mulher portuguesa e o Desporto O TÉNIS DE MESA PORTUGUÊS NO FEMININO 21/05/2014

A Mulher portuguesa e o Desporto O TÉNIS DE MESA PORTUGUÊS NO FEMININO 21/05/2014 O TÉNIS DE MESA PORTUGUÊS NO FEMININO 2 A Mulher portuguesa e o Desporto 1º FÓRUM NACIONAL DE TÉNIS DE MESA 24 maio 2014 Propostas para discussão e reflexão Manuela Simões O Ténis de Mesa não é, a este

Leia mais

Regulamento. do Mestrado em Gestão Ambiental

Regulamento. do Mestrado em Gestão Ambiental Regulamento do Mestrado em Gestão Ambiental Artigo 1º O Instituto Superior Dom Afonso III (INUAF), concede o grau de Mestre em Gestão Ambiental. Artigo 2º Objectivos Gerais O curso de Mestrado em Gestão

Leia mais

Arquitecto João Santa-Rita, adiante designado por Ordem dos Arquitectos;

Arquitecto João Santa-Rita, adiante designado por Ordem dos Arquitectos; Entre CONTRATO Ordem dos Arquitectos, pessoa colectiva nº 500802025, com sede em Lisboa, na Travessa do Carvalho, nº 23, representada neste acto pelo Presidente do Conselho Directivo Nacional, Arquitecto

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA

INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA FOR.CET Centro de Formação para Cursos de Especialização Tecnológica Regulamento de Funcionamento dos CET Capítulo I Acesso e Frequência Artigo 1º (Acesso e Frequência)

Leia mais

9020 Ciência Política e Relações Internacionais

9020 Ciência Política e Relações Internacionais 0201 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais 9219 Psicologia 9219 Psicologia 0203 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências e Tecnologia 0110 Universidade dos Açores - Angra

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL. Gabinete do Secretário de Estado da Segurança Social DESPACHO Nº 9-I/SESS/2008

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL. Gabinete do Secretário de Estado da Segurança Social DESPACHO Nº 9-I/SESS/2008 DESPACHO Nº 9-I/SESS/2008 O Despacho n.º 16790/2008, de 20 de Junho, 2.ª Série, criou a Medida de Apoio à Segurança dos Equipamentos Sociais, adiante designada por Medida de Apoio à Segurança, dirigida

Leia mais

IPBeja - Cursos de Especialização Tecnológica que dão acesso ao curso de Engenharia Informática

IPBeja - Cursos de Especialização Tecnológica que dão acesso ao curso de Engenharia Informática IPBeja - s de Especialização Tecnológica que dão acesso ao de Engenharia Informática Área Barcelos ACIB - Associação Comercial e Industrial de Barcelos Aplicações Informáticas de Gestão AFTEBI - Associação

Leia mais

9196 Línguas e Relações Empresariais 9196 Línguas e Relações Empresariais

9196 Línguas e Relações Empresariais 9196 Línguas e Relações Empresariais 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO (edição 2012-2014)

EDITAL MESTRADO EM SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO (edição 2012-2014) EDITAL MESTRADO EM SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO (edição 2012-) Nos termos do Decreto-Lei n.º 42/2005, de 22 de fevereiro, do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de março, com as alterações introduzidas pelo

Leia mais

Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança

Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança Distrito de Bragança Instituto Politécnico de Bragança - Escola Superior Agrária de Bragança 3041/L029 Biologia e Biotecnologia [Lic-1º cic] 30 vagas Braga, Bragança, Castelo Branco, Guarda, Porto, Viana

Leia mais

L 3 5 8 MI 0 M 0 D 0

L 3 5 8 MI 0 M 0 D 0 L 3 5 8 IS MIGUEL TORGA TOTAL - IS MIGUEL TORGA 3 5 0 8 ESEDUCADORES INFÂNCIA MARIA ULRICH M 2 2 TOTAL - ESEd Inf. MARIA ULRICH 2 1 0 3 IS COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL - ISCEM M 2 2 TOTAL - ISCEM 2 2 0 4 ISP

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2015, 2016, 2017 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2015, 2016, 2017 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2015, 2016, 2017 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR Direção de Serviços

Leia mais

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM ANIMAÇÃO DIGITAL

REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM ANIMAÇÃO DIGITAL REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM ANIMAÇÃO DIGITAL CAPÍTULO I GRAU DE MESTRE Artigo 1.º Criação A ESAP Guimarães confere o grau de Mestre em Animação Digital. O ciclo de estudos

Leia mais

Novos Públicos para a Universidade: I sessão pública de esclarecimentos aos maiores de 23 anos

Novos Públicos para a Universidade: I sessão pública de esclarecimentos aos maiores de 23 anos : I sessão pública de esclarecimentos aos maiores de 23 anos Ana Antunes Jorge Soares Nereida Cordeiro Rubina Ferreira 4 de de Abril de 2013 ESTRUTURA DA SESSÃO I PARTE (30 ): Acesso ao Ensino Superior

Leia mais

C U R R I C U L U M V I T A E

C U R R I C U L U M V I T A E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Correio electrónico Endereço electrónico Luís Miguel Pereira Araújo da Rocha Rua do Teixeira, nº43, 1º 1200-390 Lisboa Telefone 96 252 74 53

Leia mais

A Rede de Ensino Superior em Portugal e a sua cobertura geográfica com critérios de distância e temporais

A Rede de Ensino Superior em Portugal e a sua cobertura geográfica com critérios de distância e temporais A Rede de Ensino Superior em Portugal e a sua cobertura geográfica com critérios de distância e temporais Maria Cristina Canavarro Teixeira Instituto Politécnico de Castelo Branco Escola Superior Agrária,

Leia mais

Critérios e metodologia de admissão e de classificação e ordenação dos candidatos

Critérios e metodologia de admissão e de classificação e ordenação dos candidatos CONCURSO DOCUMENTAL PARA UM LUGAR DE PROFESSOR COORDENADOR PARA O SETOR DE ÁREAS DISCIPLINARES DE PSICOLOGIA E CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ÁREA DISCIPLINAR PSICOLOGIA SOCIAL, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL.

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROFESSORES. No. 015/2015

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROFESSORES. No. 015/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROFESSORES No. 015/2015 uso das atribuições, A Diretora Acadêmica da Faculdade Maria Milza no Faz saber que estão abertas as inscrições para o processo seletivo de professores, que

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL

REGULAMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL REGULAMENTO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL Artigo 1º (Natureza e âmbito de aplicação) 1. O presente Regulamento dá cumprimento ao estabelecido no Regulamento dos Cursos de Pós-Graduação

Leia mais

Sistema Interno de Garantia da Qualidade

Sistema Interno de Garantia da Qualidade ISEL Sistema Interno de Garantia da Qualidade RELATÓRIO Inquérito Novos Alunos Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Gabinete de Avaliação e Qualidade Janeiro 2014 ÍNDICE 1. ENQUADRAMENTO... 4 1.1

Leia mais

LISTAS DAS ESCOLAS PROFISSIONAIS PÚBLICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

LISTAS DAS ESCOLAS PROFISSIONAIS PÚBLICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO LISTAS DAS ESCOLAS PROFISSIONAIS PÚBLICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DREN: Escola Profissional de Fermil Celorico de Basto Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais /Mirandela

Leia mais

MESTRADOS. Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Jornalismo.

MESTRADOS. Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Jornalismo. MESTRADOS REGIME DE FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO JORNALISMO Artigo 1.º Criação A Escola Superior de Comunicação Social confere o grau de Mestre em Jornalismo. Artigo 2.º Destinatários O Mestrado em Jornalismo

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO E SEGURANÇA ALIMENTAR

PÓS GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO E SEGURANÇA ALIMENTAR Escola Superior Agrária Instituto Politécnico de Viseu PÓS GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO E SEGURANÇA ALIMENTAR EDITAL ANO LECTIVO: 2014/2015 2ª Edição 1. NOTA INTRODUTÓRIA A segunda edição da pós-graduação em

Leia mais

E D I T A L INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO EDIÇÃO 2009/2010

E D I T A L INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO EDIÇÃO 2009/2010 E D I T A L INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR EDIÇÃO 2009/2010 2010 O Presidente do Instituto Politécnico do Porto (IPP), Vítor Correia Santos,

Leia mais

Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq

Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq Edital Interno de Seleção do Programa CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS - CAPES/CNPq Graduação Sanduíche na Austrália, Bélgica, Espanha, Canadá, Coréia do Sul, Holanda e Portugal EDITAL DE SELEÇÃO 002-2012 O Diretor

Leia mais

Reitoria. Universidade do Minho, 16 de fevereiro de 2012

Reitoria. Universidade do Minho, 16 de fevereiro de 2012 Reitoria Despacho RT-12/2012 Por proposta do Conselho Pedagógico do Instituto de Ciências Sociais, é homologado o Regulamento do Ciclo de Estudos Conducente à obtenção do Grau de Mestre em Geografia, anexo

Leia mais

Programa ERASMUS+ - Ação 1

Programa ERASMUS+ - Ação 1 Programa ERASMUS+ - Ação 1 Resultados de Seleção 2015 Ensino Superior Mobilidades para Aprendizagem Número de candidatura Nome da instituição Endereço da instituição Subvenção atribuída Estatuto 2015-1-PT01-KA103-012420

Leia mais

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2011 Página 1 01 ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL DA MADEIRA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL

Leia mais