Relatório Anual de Actividade. Pilhas e Acumuladores. ERP Portugal - Associação Gestora de Resíduos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório Anual de Actividade. Pilhas e Acumuladores. ERP Portugal - Associação Gestora de Resíduos"

Transcrição

1 2010 Relatório Anual de Actividade Pilhas e Acumuladores ERP Portugal - Associação Gestora de Resíduos

2 AGUARDA VALIDAÇÃO DA APA Relatório Anual de Actividade 2010 Submetido à Agência Portuguesa do Ambiente de acordo com o licenciamento de Entidade Gestora de Resíduos de Pilhas e Acumuladores Portáteis e Resíduos de Pilhas e Acumuladores Industriais incorporáveis em Equipamentos Eléctricos e Electrónicos. Sintra, /03/2011 1

3 Índice 1. Introdução European Recycling Platform Produtores de Pilhas e Acumuladores Rede de Recolha Desempenho na Gestão do Fluxo RP&A Dados Financeiros Programa plurianual de objectivos para o biénio 2011/ ANEXO I ANEXO II

4 1. Introdução A três de Março de 2010 foi publicado o Despacho n.º 3862/2010 que conferiu à ERP Portugal a licença para a gestão de um sistema integrado de Resíduos de Pilhas e Acumuladores (RP&A). Através das sinergias com a gestão de Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos (REEE) a ERP Portugal iniciou a implementação do sistema integrado de RP&A em diversas vertentes nomeadamente, actividades comerciais no sentido de captar Produtores de pilhas e acumuladores (P&A) para o seu sistema integrado contabilizado, no final de 2010, vinte e nove empresas utentes; implementação da sua rede de recolha, que pela licença que lhe foi atribuída, está restringida aos diversos locais onde recolhe REEE, tendo ainda assim implementado 488 pontos de recolha; e, incluiu na maioria das acções de sensibilização e comunicação de REEE previstas para 2010 matérias sobre a correcta gestão de RP&A. Considerando que a licença atribuída produz retroactivos efeitos a 26 de Setembro de 2009, apesar de o Despacho ter sido publicado a 03 de Março do ano seguinte, considerando o tempo necessário para a implementação do sistema integrado, quer ao nível das acções comerciais, quer ao nível das acções junto dos responsáveis pelos potenciais pontos de recolha, quer ao nível das condições da licença nomeadamente relativa à necessidade de pronuncia da Agência Portuguesa de Ambiente (APA) sobre os critérios para a selecção dos centros de recepção de RP&A, a ERP Portugal conseguiu, em cerca de três meses recolher 43,47 toneladas de RP&A industriais e 15,21 toneladas de RP&A portáteis. No presente relatório poderão ser encontradas em detalhe as informações a que a ERP Portugal está obrigada a prestar à APA relativa à sua actividade no ano de

5 2. European Recycling Platform A European Recycling Platform (ERP) foi criada em 2002 como a primeira plataforma pan-europeia de reciclagem para implementar a Directiva da União Europeia em matéria de REEE. O cumprimento da missão da ERP passa por assegurar a implementação de modelos de custo eficientes no cumprimento da Directiva Europeia de REEE, em benefício dos seus membros, utilizadores, respectivos clientes e, em última análise, do ambiente e sociedade. Actualmente, a ERP oferece os seus serviços, de uma forma directa, em onze países (Áustria, Alemanha, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Irlanda, Itália, Polónia, Portugal e Reino Unido) e em dezoito países adicionais através de um plano assente na relação intermédia com uma outra empresa. A filosofia inerente ao desenvolvimento de um modelo comum de gestão de resíduos possibilita vantagens ao nível da qualidade do serviço prestado às entidades com quem colabora no processo de recolha de resíduos: utentes do seu sistema integrado, municípios, e distribuidores; promove maior eficiência de custos e potencia o desenvolvimento de estratégias de gestão de resíduos inovadores e possibilita novas 4

6 oportunidades para dinamizar mercados de serviços de reciclagem, fomentando competências no mercado de gestão de resíduos. A European Recycling Platform conta actualmente com cerca de 1616 membros, dos quais cerca de 30% transferiu a sua responsabilidade pela gestão dos REEE para a ERP Portugal, e foi responsável por cerca de um milhão e 100 mil toneladas de REEE recolhidos até ao final de A sua estrutura organizacional assenta numa hierarquia de departamentos, cuja derivação se faz a partir de um Conselho Central Europeu. Actividade da ERP Portugal A ERP Portugal obteve, a 27 de Abril de 2006, através do despacho conjunto nº 353 do Ministério da Economia e Inovação e do Ministério do Ambiente e Ordenamento do Território, a licença para exercer a actividade de Gestão de REEE em Portugal e mais tarde a 3 de Março de 2010 através do Despacho n.º 3862/2010 do Gabinete do Secretário de Estado do Ambiente, a licença para a gestão de um sistema integrado de RP&A. 5

7 Com escritório no Centro Empresarial Ribeira da Penha Longa, no concelho de Cascais, a actividade de gestão de REEE da ERP Portugal inclui a promoção da reutilização, reciclagem e outras formas de valorização. O objectivo desta actividade é, entre outros, a redução da quantidade e do carácter nocivo de resíduos a eliminar, contribuindo para melhorar o comportamento ambiental de todos os intervenientes, em especial dos associados e utentes do seu sistema integrado, no ciclo de vida destes equipamentos. A par destas actividades a ERP Portugal também promove a realização de estudos ao nível de I&D, campanhas de comunicação e de informação, nas quais se incluem a edição de publicações. Órgãos Sociais da ERP Portugal Em 2010 a ERP Portugal teve os seguintes membros nos órgãos sociais: Conselho de Administração O Conselho de Administração da ERP Portugal é composto por três membros, eleitos pela Assembleia-Geral: Ricardo Neto Umberto Raiteri Christophe Pautrat Assembleia-Geral A Assembleia-Geral da ERP Portugal é constituída pelos Associados Fundadores e demais Associados, no pleno exercício dos seus direitos associativos e que tenham em dia o pagamento de todos os montantes devidos à ERP Portugal. Presidente: Fernando Carvalho Secretário: Gonçalo Maria Ulrich da Cunha Conselho Fiscal A fiscalização da ERP Portugal compete a um Conselho Fiscal, que é composto por três membros efectivos eleitos pela Assembleia-Geral: Presidente: Patricia Vieira Vogal: Jordi Vila Vogal: Ernest & Young, Audit & Associados SROC, S.A 6

8 Estrutura Executiva da ERP Portugal A ERP Portugal tem a sua estrutura executiva organizada em 6 departamentos, coordenados por um Director Geral: Comunicação Suporte Utentes Controller Comercial Auditoria e Qualidade IT 7

9 3. Produtores de Pilhas e Acumuladores Durante o ano de 2010, vinte e nove produtores de P&A transferiram a sua responsabilidade pela gestão de RP&A para a ERP Portugal. A actividade da ERP Portugal, quer em Portugal, quer em países terceiros, centra-se em empresas cujo objecto indica a comercialização de P&A, alertando-os para a necessidade de cumprimento da legislação em vigor, este alerta estende-se também aos produtores aderentes ao SIG de REEE, tendo prestado apoio aos produtores registados na ANREEE, dando o melhor encaminhamento aos processos, nomeadamente no que respeita a dúvidas sobre o SIGRP&A, condições contratuais e relacionamento com a ERP Portugal. Grande parte deste apoio passa por reuniões com os clientes nas suas instalações. Neste capítulo Apresentam-se as quantidades de P&A colocadas no mercado nacional por tipo de P&A e o respectivo montante das prestações financeiras a que deram lugar. Salientamos que alguns produtores remeteram as suas obrigações com efeitos retroactivos a 26 de Setembro de 2009 pelo que os montantes apresentados encontram-se alocados ao ano de 2009 e No Anexo X são identificados os produtores do SIGRP&A, bem como a data a que produz efeito tal transferência. As características das pilhas e acumuladores colocados em território nacional pelos produtores aderentes ao sistema da ERP Portugal, por tipo são as seguintes: Chumbo Ácido: Tecnologia simples e barata, em termos produtivos; Recarga simples e rápida; Baixos níveis de auto-descarga; Baixas densidades energéticas; A nova tecnologia SDA não requer manutenção dos dispositivos; 8

10 Capazes de elevados níveis de descarga; Podem ocorrer fenómenos de instabilidade térmica resultando em incêndios se não forem recarregados correctamente; Permitem apenas um reduzido número de ciclos de carga e descarga, o que as torna úteis para aplicações estacionárias em que só raramente ocorrem descargas completas; Restrições de transporte das baterias de tecnologia mais antiga (aquosas) devido à probabilidade de derrame de ácido sulfúrico no meio ambiente. Níquel Cádmio: Recarga simples e rápida; Tempos de vida em prateleira elevados; Até 2000 ciclos de carga/descarga; Bons desempenhos a baixas temperaturas; A química com a melhor relação qualidade/preço actual, do mercado; Bons desempenhos de carga (a mobilidade iónica da química de NiCd permite recargas mesmo a abaixas temperaturas); Probabilidade de auto-descarga. Quando armazenada por longos períodos de tempo, necessita de ser recarregada; Sensíveis ao fenómeno de memória química se não descarregadas completamente, de forma periódica; Densidades energéticas relativamente baixas; Fácil acondicionamento e transporte (a maioria das companhias aéreas não requer condições de transporte especiais para esta química); Disponível em várias formas e dimensões sendo o formato mais frequente o cilíndrico. Níquel-metal hidreto: Recarga simples e rápida; Tempos de vida em prateleira elevados; 9

11 Fácil acondicionamento e transporte (a maioria das companhias aéreas não requer condições de transporte especiais para esta química); Bons desempenhos a baixas temperaturas; Até 1500 ciclos de carga/descarga; Disponível em várias formas e dimensões sendo o formato mais frequente o cilíndrico; Densidades energéticas relativamente baixas; Sensíveis ao fenómeno de memória química se não descarregadas completamente, de forma periódica; Probabilidade de auto-descarga. Quando armazenada por longos períodos de tempo, necessita de ser recarregada; Bons desempenhos de carga (a mobilidade iónica da química de NiCd permite recargas mesmo a abaixas temperaturas); A química com a melhor relação qualidade/preço actual, do mercado. Iões de Lítio: Recarga simples e rápida; Disponível em várias formas e dimensões sendo o formato mais frequente o prismático; Densidades energéticas elevadas; Custo elevado. Cerca de 40% mais elevado do que as baterias homólogas de NiCd; Probabilidade de auto-descarga. Quando armazenada por longos períodos de tempo, necessita de ser recarregada; Até 500 ciclos de carga/descarga; Bons desempenhos de carga; Sensível ao envelhecimento mesmo se não for usada. Este fenómeno pode ser minimizado com o armazenamento a baixas temperaturas; Sujeita a regulamentações especiais de transporte. O transporte de grandes quantidades de acumuladores de iões de Li pode ser sujeito a regulamentações em alguns países; 10

12 Requer um circuito de protecção. Este circuito é limitador da voltagem e da corrente; Tecnologia ainda não inteiramente desenvolvida. Testes efectuados à mesma tipologia de baterias ainda não garantem a inteira reprodutibilidade de resultados; Menores impactos ambientais mas algumas considerações de segurança. A ruptura do invólucro de uma bateria de iões de Lítio pode causar projecção de chamas. Zinco-Carbono: Preço acessível variedade e disponibilidade; Ambientalmente mais seguras (não utilizam materiais tóxicos); Ideais para utilização intermitente; A melhor relação custo/beneficio para pilhas primárias no mercado; Baixas taxas de auto descarga; Utilização limitada a um conjunto de aplicações portáteis de baixos requisitos energéticos. Alcalinas: Preço acessível, variedade e disponibilidade; Ambientalmente mais seguras (não usam metais tóxicos); Uso limitado a um conjunto de aplicações portáteis de baixos requisitos energéticos; Tempos de vida em prateleira elevados (10 anos); Baixas taxas de auto-descarga. Zinco-óxido de Prata: Baixas taxas de auto-descarga; Elevado custo e baixa disponibilidade; Uso limitado a um conjunto de aplicações portáteis de baixos requisitos energéticos; Ideal para aplicações miniaturizadas. 11

13 4.Rede de Recolha A ERP Portugal em 2010 estabeleceu diversos contactos com SMAUT s distribuidores e operadores privados no sentido de implementar a rede de recolha de RP&A portáteis. O resultado destes contactos culminou na assinatura de diversos contratos com SMAUT s, após recepção da pronúncia por parte da APA sobre os critérios de referência para selecção de centros de recepção de acordo com o disposto no Apêndice C nº 6.8 e 6.9 da licença conferida à ERP Portugal para a gestão de RP&A. No que respeita aos distribuidores a ERP Portugal assegurou com duas das maiores cadeias de lojas de venda de EEE a assinatura de um contrato para recolha de RP&A portáteis em Por outro lado, integrou no Protocolo com a Associação Bandeira Azul relativo aos Depositrões a gestão de RP&A portáteis garantindo assim 493 pontos de recolha deste tipo de resíduos. Relativamente às RP&A industriais a ERP Portugal estabeleceu contrato com dois centros de recepção continuando os esforços para a expansão desta rede. De modo a garantir as necessárias recolhas de RP&A e sua consolidação a ERP Portugal, contratou diversos operadores logísticos, baseando-se fundamentalmente naqueles que já operam no seu sistema integrado de REEE. Como principal operador a ERP Portugal utiliza a Metas e Prioridades, empresa que gere uma frota de três unidades móveis dedicada à recolha dos REEE e RP&A provenientes da rede Depositrão. No que respeita aos centros de tratamento de RP&A Portáteis, e devido ao encerramento da unidade de tratamento da Citron em França, empresa indicada como destino privilegiado em sede de Caderno de Encargos, foi seleccionada como alternativa a mais recente unidade de tratamento da Recupil situada na Região de Madrid. No entanto, salientamos que as toneladas recolhidas em 2010 não foram suficientes para perfazer uma carga completa pelo que está previsto o encaminhamento para esta unidade no início de Abril de

14 Apresentação da distribuição geográfica da rede de recolha Rácio de Habitantes por Ponto de Recolha (em Dezembro de 2010) Beja Castelo Branco Aveiro Santarém Guarda Média Nacional Porto Faro Vila Real Braga Abaixo encontram-se listados os centros de recepção, e operadores logísticos com os quais a ERP estabeleceu acordos ERP, figurando os pontos de recolha no Anexo II. Tab.1 Centros de Recepção de Resíduos de Pilhas e Acumuladores Portáteis/ Industriais Centro Recepção Localidade Ambitrena - Valorização e Gestão de Resíduos, S.A. Pontinha ECOBEIRÃO - Sociedade de Tratamento de Resíduos do Planalto Beirão S.A. Campo de Besteiros Ecopatrol - Valorização e Gestão de Resíduos, Lda. Mitrena G.A.R. - Valorização e Gestão de Resíduos, Lda. Oliveira de Azeméis LNB CAR Carmo Benta Lda Póvoa de Varzim Manuel Silva Pereira Lda Penacova Mirapapel Lda Mirandela Resulima Vila Nova de Anha A Socursul - Sociedade de Reciclagem, Lda. Tondela 13

15 Tab.2 Operadores logísticos Operadores Logisticos Ambitrena - Valorização e Gestão de Resíduos, S.A. Localidade Pontinha G.A.R. - Valorização e Gestão de Resíduos, Lda. Oliveira de Azeméis Metas & Prioridades, Unipessoal, Lda Transportes Central Pombalense, Lda. Lisboa Pombal 14

16 5. Desempenho na Gestão do Fluxo RP&A Em Setembro de 2010 a ERP Portugal iniciou as recolhas de RP&A tendo totalizado, kg de RP&A Portáteis e kg de RP&A Industriais de acordo com a seguinte decomposição: Tab. 3 Recolhas de RP&A Local RP&A Portáteis RP&A Industriais Quantidade (Ton) Quantidade (Ton) Ecobeirão 1,950 - Resulima 1,660 - Escolas 0,720 - Recielectric 3,292 0 Interecycling 1,386 0 CarmoBenta 1,200 0 Ecopatrol 0,196 0 Mirapapel 4,800 0 A Socorsul 0,010 7,460 Manuel Silva Pereira - 36,186 TOTAL 15,214 43,646 Tab. 4 Quantitativos de resíduos de pilhas e acumuladores recolhidos por sistema químico, para cada segmento Pilhas e Acumuladores Portáteis Chumbo - Ácido Níquel - Cádmio Restantes Total unidades Kg unidades Kg unidades Kg unidades Kg

17 RP&A Portáteis De acordo com o estipulado o Sistema de controlo do cumprimento das metas de recolha de pilhas e acumuladores portáteis previsto na alínea b) do n.º 2 do artigo 8.º do Decreto-lei 6/2009 de 6 de Janeiro e com os objectivos de recolha impostos no 2.2 do Apêndice B do Despacho n.º 3862/2010, apresenta-se de seguida as recolhas efectuadas em 2010 e a estimativa para Tab. 5 Taxa de retorno atingida P&A Portáteis Colocadas no Mercado Recolha (toneladas) Taxa de recolha = 3 R3/(V1 + V2 + V3)** * 0,00 1,80 200,80 237,00 0,00 0,00 15,21 42,00 23% 29% * Estimativa ** Formula definida no anexo I do Decreto-lei 06/2009 de 6 de Janeiro RP&A Industriais Incorporáveis em EEE Tab. 6 Quantitativos P&A e RP&A colocados no mercado e residuos recolhidos, respectivament Ano 2010 P&A Industriais Colocadas no Mercado (t) 42,13 Recolha (t) 43,66 Em matéria de reciclagem e conforme referido, a ERP Portugal seleccionou a Recupil como reciclador de RP&A portáteis. Pese embora o facto de não terem sido enviadas para reciclagem quaisquer quantidades de RP&A portáteis, na auditoria efectuada a esta unidade verificou-se que a taxa de reciclagem alcançada, supera os rendimentos mínimos dispostos na alínea i) do nº 2 artº 13 do Decreto lei 06/2009 de 6 de Janeiro. Relativamente às unidades recicladoras de RP&A industriais, Azor Ambiental - Espanha e a Sonalur em Portugal ambas atingem taxas de reciclagem de 70%. 16

18 6. Sensibilização e Comunicação O ano de 2010 marcou a história da ERP em Portugal, pela licença atribuída à entidade como sistema de gestão de RP&A. Considerando que este tipo de resíduos apresenta uma forte correlação/associação aos REEE, segmento que esteve na base da constituição da ERP, verificaram-se diversas campanhas de sensibilização que cruzaram estes resíduos, permitindo rentabilizar as oportunidades de sensibilização e comunicar de forma integrada a correcta gestão destas fileiras. Posteriormente, descrevemos os esforços na área da comunicação levados a cabo para sensibilizar e informar os cidadãos relativamente aos RP&A. As acções de comunicação e sensibilização da ERP Portugal que incluem informação sobre o tratamento de pilhas usadas começaram a ter lugar na campanha de Praias de 2010 (Junho), estendendo-se ao projecto Geração Depositrão e à iniciativa Neste Natal dê um Presente ao Ambiente. Em todos estes esforços de comunicação no terreno, introduzimos o tratamento de RP&A como extensão do de REEE, visto que são resíduos complementares e que podem ser encaminhados através de canais comuns, como é o caso do Depositrão, equipamento disponível em todas as acções da ERP. Para além de apresentar o Depositrão, motivando a recolha de ambos os tipos de resíduos (sobretudo nas campanhas Geração Depositrão e Natal), apresentámos a ERP Portugal como entidade gestora de RP&A, explicando o que são estes resíduos e como devemos tratá-los, e destacando a responsabilidade dos cidadãos. Neste sentido e de forma a evidenciar as campanhas acima mencionadas, apresentamos abaixo algumas imagens: Campanha Praias 2010 A Campanha de Praias, onde foi efectuado um concurso para atribuição do nome da mascote pilhas. A 4ª edição da Campanha de Praias decorreu entre os dias 5 e 21 de Julho, em Praias da Costa Alentejana e no Algarve. 17

19 Ao longo de 16 dia de acção, foi possível introduzir a realidade do tratamento de pilhas usadas nas sessões de educação ambiental realizadas com o apoio dos Municípios envolvidos, bem como de outras entidades/empresas locais. Partindo da explicação do que são os REEE e quais as suas formas de encaminhamento e tratamento, intercalámos os RP&A como complementares, fazendo a ponte (dentro de um telemóvel temos uma bateria, no interior de um comando ou num relógio existem pilhas, por exemplo) e facilitando a compreensão da mensagem. As sessões terminavam com sugestões de nomes para a personagem que simbolizaria a pilha velhinha, na sequência da banda desenhada da Equipa dos REEE. 18

20 Apesar de diversificado, o target da campanha era composto, sobretudo, por crianças pertencentes a Colónias de Férias ou Grupos de ATL que, deste modo, aprenderam os principais conceitos associados ao tema, através de mecânicas lúdicas e pedagógicas: o que são as pilhas, onde podemos encontrá-las, quais os canais correctos de encaminhamento e as principais razões da necessidade de receberem um tratamento específico. Feitas as contas, chegámos a cerca de pessoas durante estes dias. 3ª Edição Geração Depositrão A última edição em curso da campanha Geração Depositrão (ano lectivo 2010/2011) começou em Novembro de 2010 e apresentou como principal novidade a recolha e desenvolvimento de trabalhos criativos sobre os RP&A. 19

21 Deste modo, a rede passou a incluir cerca de 500 Eco-Escolas do Ensino Básico e Secundário, alvo de desafios segmentados: EB1 e EB2 > elaboração de um cartaz A2 sobre os REEE com pilhas incorporadas; EB3 e Escolas Secundárias/Profissionais > desenvolvimento de um vídeo de 2,5 minutos sobre os REEE e RP&A. Ao mesmo tempo, e no que respeita à actividade de recolha de resíduos, traçamos os seguintes objectivos: 1ª fase (até 15 de Dezembro 2010) > selecção das 10 escolas que encaminharem mais RP&A; 2ª fase (até 15 de Abril 2011) > eleição das 10 escolas que entregarem maior peso de REEE e pilhas usadas; 3ª fase (final do ano lectivo ) > destaque das 10 escolas que manifestarem um performance mais vincada, na recolha de ambos os segmentos de resíduos. Todas as peças de comunicação encaminhadas às escolas incluem conteúdos sobre os RP&A, de forma a facultar a informação necessária para o desenvolvimento do projecto: Depositrão para REEE e pilhas usadas contentor que permite às escolas recolher, para além dos pequenos REEE, pilhas usadas; Brochura principais conceitos associados ao tratamento e à reciclagem de REEE e RP&A; Flyer informação específica sobre os RP&A, cujo principal objectivo é fazer circular a mensagem, chegando à comunidade envolvente e motivando a sua participação activa; Lona de identificação das escolas comunicação a colocar na escola, permitindo o seu reconhecimento e informando que é possível encaminhar REEE e RP&A. 20

22 Recycling Party ERP Portugal A Recycling Party foi um evento recriado em todos os países onde a ERP opera, a propósito da comemoração da reciclagem de 1 Milhão de toneladas de REEE, nos países Europeus. Tendo como mecânica base a entrega de um resíduo (REEE com uma pilha ou bateria incorporada) em troca de um bilhete gratuito, a Aula Magna recebeu mais de 1100 pessoas que assistiram e participaram no concerto dos Klepht (banda seleccionada). A noite de 11 de Novembro suscitou o interesse não só dos fãs da banda mas, também e sobretudo, dos cidadãos e comunicação social para a importância do tema da reciclagem dos REEE e RP&A. 21

23 Esta iniciativa foi patrocinada pelas marcas: Electrolux, HP, Microsoft e Sony (prémios sorteados e oferecidos ao público); e teve como parceiros o Centro Comercial Alegro e a Universidade de Lisboa (pontos de troca de resíduos por bilhetes e canais de divulgação). Acção de Natal 2010 Neste Natal dê um Presente ao Ambiente O ano de 2010 foi palco do 3º ano consecutivo da Campanha de Natal da ERP, voltando a cidade do Porto (Praça do Metro da Trindade) a acolher a iniciativa e a promover a reciclagem de REEE e RP&A. Assim, entre os dias 17 e 19 de Dezembro recebemos a visita de cerca de 9000 pessoas que aproveitaram os Depositrões (REEE e RP&A) para limpar as suas arrecadações e contribuir para um Natal mais ecológico, dando os seus Presentes ao Ambiente. Neste sentido, foi criado a assinatura Tenha pilhas de consciência e carregue as baterias do Planeta, associada a este segmento de resíduos. Peças de Comunicação Institucional Todos os trimestres de 2010 foram relatados através do Boletim da ERP, comunicando as novidades da entidade gestora (Licença para a Gestão de 22

24 RP&A, por exemplo). Ao mesmo tempo, mas com uma periodicidade mensal, o Postal da ERP informa acerca das notícias de diversas naturezas (institucional, operacional, comunicacional). Acções implementadas no âmbito da promoção da investigação e desenvolvimento No que respeita a I&D não foram despendidas quaisquer verbas devido ao facto de ter sido o ano de arranque, com as implicações decorrentes, nomeadamente captação de utentes, recepção de declarações de colocação no mercado, o que resultou num conhecimento das verbas a serem despendidas tardiamente. Tab. 7 Lista das acções de sensibilização e informação com indicação do respectivo objectivo. Data Acção C&S Local Objectivos 23-jan-10 Seminário Anual Eco-Escolas (Coimbra) Esc. Sup. Tecnologia da Saúde da Coimbra Apresentação de resultados da anterior edição da Geração Depositrão e dos objectivos e desafios da seguinte (3ª edição), nomeadamente no que respeita à introdução da recolha de pilhas usadas e à abordagem do tema nos trabalhos criativos propostos. 02-fev-10 Programa Vida Nova SIC Divulgar o Depositrão como canal de encaminhamento de resíduos. 13 a 15-Fev- 10 Prémio Criatividade Geração Depositrão 08/09 Campo de Férias Mizar (Fronteira do Alentejo) Reforçar a importância da correcta gestão dos REEE, através da atribuição do prémio da Geração Depositrão a 28-Fev- 10 SinerClima Expo Salão (Batalha) Divulgar a actividade da ERP Portugal, num espaço próprio (stand) e apresentação do Director Geral. 18-mar-10 JobShop 2010 Universidade Lusófona Sensibilizar a comunidade universitária para a questão dos REEE, discutindo a estratégia de comunicação da entidade e apresentando as suas principais directrizes. 19-mar-10 Sessão Esclarecimento Geração Depositrão Agrup.Escolas da Sertã Introduzir o tema da gestão dos REEE nas escolas do Agrupamento, motivando a participação activa destas escolas. 23

25 Data Acção C&S Local Objectivos 20-mar-10 Limpar Portugal Internet Auxiliar o desenvolvimento da iniciativa, comunicando a localização segmentada dos Depositrões disponíveis no terreno. 23-mar-10 Programas Bolsas e Jornal da Uma TVI24 e TVI, respectivamente Entrevista a Ricardo Neto, visando transmitir a visão sobre o tema da gestão dos resíduos (institucional). 30-mar-10 Minuto Verde RTP Mostrar a importância e a função do Depositrão como canal de encaminhamento de REEE. 05-abr-10 Hipertecnologia Jumbo Jumbo Maia Informar os clientes acerca da existência do Depositrão, através de flyers e exemplares da banda desenhada da Equipa dos REEE. 15 a 18-Abril- 10 Expo Criança Centro Exposições Santarém Parceria com a Worten, junto do target infantil e juvenil para destacar a função do Depositrão. 22-abr-10 Dia Mundial da Terra Escola Profissional de Ourém Participação nas sessões de comemoração do Dia Mundial da Terra com uma apresentação alusiva à Geração Depositrão. 14-jun-10 Protocolo Portugal Depositrão-CM Sintra Sintra Reforçar a rede de recolha Depositrão, firmando a colocação de 5 Depositrões no Concelho de Sintra :00 Campanha Praias 2010 Costa Alentejana e Costa Algarvia Informar e sensibilizar, acima de tudo, as crianças (escolas) sobre o tratamento e/ou reciclagem dos REEE e pilhas usadas, com base em mecânicas pedagógicas; recolher resíduos; envolver os Municípios correspondentes; encontrar nome para a personagem da "pilha velhinha", a introduzir na banda desenhada da Equipa dos REEE. 24-set-10 Galardões Eco- Escolas 2010 Parque Linear (Ourém) Fechar a 2ª edição da Geração Depositrão, entregando os prémios e diplomas às escolas vencedoras; apresentar a campanha às escolas interessadas em participar na próxima edição. 01-nov-10 Início 3ª Edição Geração Depositrão Eco-Escolas aderentes Estimular a recolha de REEE de pequenas dimensões, bem como pilhas usadas; motivar o desenvolvimento do tema, através de desafios lançados. 24

26 Data Acção C&S Local Objectivos 09-nov-10 Entrevista Recycling Party Mega Hits Fazer a ponte entre a causa da iniciativa (1 milhão de toneladas recicladas de REEE, na Europa) e a banda protagonista, estimulando a participação activa dos ouvintes - troca dos resíduos por bilhetes gratuitos (call to action). 10-nov-10 Entrevista Recycling Party Tvnet.sapo.pt Apresentar a ERP a nível Europeu, no âmbito do evento em questão. 11-nov-10 Recycling Party Aula Magna (Lisboa) Despertar a atenção para a gestão dos REEE e pilhas usadas; comemorar 1 milhão de toneladas de REEE tratados na Europa (países onde a ERP opera); recolher resíduos (mecânica do bilhete gratuito para o concerto). 22-nov-10 Programa Desafio Verde RTP 2 Mostrar a importância e a função do Depositrão como canal de encaminhamento de REEE. 13 a 19-Dez- 10 Entrevistas e Spots Rádio Nova Comunicar o evento de Natal; estimular a entrega dos resíduos (REEE e pilhas usadas) no local do evento; discutir o tema. 14 a 19-Dez- 10 Anúncios Natal 2010 Jornal Público Comunicar o evento de Natal; estimular a entrega dos resíduos (REEE e pilhas usadas) no local do evento. 17 a 19-Dez- 10 Acção Natal 2010 Praça Metro da Trindade (Porto) Despertar a consciência ambiental dos habitantes do Porto (sobretudo) para a reciclagem dos REEE e pilhas usadas, promovendo a sua recolha (Presentes ao Ambiente); envolver os parceiros locais (Câmara Municipal e Lipor). 18-dez-10 Entrevista Jornal da Uma RTP Discutir aspectos relacionados com a gestão dos resíduos (institucional). 22-dez-10 Programa Com Ciência RTP 2 Discutir aspectos relacionados com a gestão dos resíduos (institucional), com base na Recycling Party Website Actualizar a informação de forma periódica - notícias e pontos de recolha (Depositrão e centros de recepção). 25

27 7.Dados Financeiros A actividade de gestão de resíduos de pilhas e acumuladores por parte da ERP Portugal beneficia da partilha de custos com a actividade de REEE. Custos incorridos e sua distribuição pelas principais vertentes Em 2010, os proveitos provenientes da gestão de RP&A ascenderam a cerca de % deste montante refere-se a P&A portáteis ( kgs) sendo o restante relativo a P&A industriais ( Kgs). Em 2010, os custos com a gestão de RP&A ascendem a , relativos à recolha, transporte e tratamento dos resíduos. Os custos de estrutura relativos à gestão de RP&A ascendem em 2010, a cerca de , sendo de mencionar que cerca de 95% deste valor se refere a despesas com o pessoal e despesas legais, o que se pode considerar normal num ano de início de actividade Em 2010 foram despendidos em acções de sensibilização e comunicação. Estas acções resultam de uma partilha de actividades com a gestão de REEE, e referem-se, essencialmente, às Campanhas de Praia e de Natal desenvolvidas em 2010 pela ERP Portugal. No ano transacto, estas Campanhas incluíram já acções específicas relativas à gestão de RP&A. Para além dos já mencionados, foram ainda suportados custos com a adaptação e incorporação das pilhas e acumuladores nas peças de comunicação já existentes. 26

28 Certificação Legal de Contas 27

29 28

30 Balanço ERP Portugal, à data de 31 de Dezembro de 2010 De seguida, e tal como mencionado no Relatório entregue em 15 de Fevereiro relativo à actividade de gestão de REEE, anexa-se informação relativa ao Balanço da ERP Portugal em 31 de Dezembro de De referir que esta peça financeira inclui os dados relativos à gestão de REEE e à gestão de RP&A: 29

31 Demonstração de Resultados 30

32 8.Programa plurianual de objectivos para o biénio 2011/2012 Tendo em consideração que a ERP Portugal ainda não teve a oportunidade de gerir o sistema integrado de RP&A num ano completo de actividade, não dispondo de um historial que nos permita ter bases sólidas para traçar um programa plurianual mais alargado. O plano abaixo apresentado deverá ser considerado como o possível, no entanto, assumimos o compromisso de o rever intercalarmente logo que estejam reunidas todas as condições necessárias. Áreas Objectivos Propostos (2011/2012) Metas para os Objectivos Propostos (2011/2012) Utentes Promover, activamente, a adesão de novos utentes ao Sistema de Gestão Integrado da ERP Portugal Adesão de mais 50 Produtores. Monitorização Garantir o cumprimento dos objectivos de reciclagem Auditar todos os recicladores da rede de recolha da ERP Portugal; Sensibilização, Comunicação e Informação Promover iniciativas de Sensibilização e Comunicação no que concerne à gestão correcta de RP&A. Incluir nas campanhas relativas a REEE o tema das RP&A Investigação e Desenvolvimento Promover acções de Investigação e Desenvolvimento Efectuar estudo de balanços mássicos aos recicladores pertencentes à rede da ERP Portugal 31

33 ANEXO I Identificação dos Produtores que transferiram a responsabilidade para a ERP, com a data da transferência e o tipo de P&A. N.º Produtor Utente Data da transferência de responsabilidade pela gestão de RP&A Estado do Contrato PTP M PORTUGAL, Lda Activo Portáteis PTP00211 PTP00243 PTP00198 PTP00239 PTP00165 AKP Electronic Systems, Lda Basedois - Informática e Telecomunicações, Limitada BAXTER MÉDICO - Farmacêutica, Lda. Boston Scientific Portugal - Dispositivos Médicos, Lda CHECKPOINT Portugal- Sistemas Anti Furto, S.A Activo Portáteis Activo Portáteis Activo Portáteis Activo Activo Portáteis Tipo P&A Portáteis e Industriais Incorporáveis em EEE PTP00232 DUARTE NEVES, LDA Activo Portáteis PTP00035 PTP00236 PTP00186 PTP00187 EMC Computer Systems Spain, S.A.-Sucursal de Portugal ENAFER - Networking e Sistemas de Informação, Lda. ESPECTRAL Telecomunicações ESSILOR PORTUGAL - Sociedade Industrial De Óptica, Lda Activo Activo Activo Portáteis Activo Portáteis PTP00241 Finder Portugal, Lda Activo Portáteis PTP00200 Husqvarna Portugal, SA Activo PTP00118 Ibertelco Electrónica, Lda Activo PTP00188 IMPORAUDIO, Lda Activo Portáteis PTP00213 PTP00215 Isótopos e Derivados (Isoder), S.A. KOELN-Comércio De Electrodomésticos, Unip., Lda Activo Activo Portáteis PTP00210 LEICA GEOSYSTEMS, Lda Activo Portáteis PTP00269 PTP00106 PTP00119 Microsoft Ireland Operations Limited Mundinter, Intercâmbio Mundial de Comércio, S.A. Nome Código Blue, Unipessoal, Lda Activo Portáteis Activo Activo Portáteis e Industriais Incorporáveis em EEE Portáteis e Industriais Incorporáveis em EEE Portáteis e Industriais Incorporáveis em EEE Portáteis e Industriais Incorporáveis em EEE Portáteis e Industriais Incorporáveis em EEE Portáteis e Industriais Incorporáveis em EEE Portáteis e Industriais Incorporáveis em EEE 32

34 N.º Produtor PTP00244 PTP0002 PTP00166 Utente PORTUGAL TELECOM INOVAÇÃO, SA Procter & Gamble Portugal-Produtos de Consumo, Higiene e Saúde, S.A. QUINTA GRANDE - Assistência Técnica Informática, Lda. Data da transferência de responsabilidade pela gestão de RP&A Estado do Contrato Activo Activo Portáteis Activo Portáteis PTP00169 Redislogar Portugal, SA Activo Portáteis PTP00218 Royal Investment - Gestão de Empresas, Inv. e Participações, Lda Activo Portáteis PTP00107 RUI ROMANO, SA Activo Portáteis PTP00212 PTP00247 SAGEM Comunicaciones Ibérica, S.A. - Sucursal em Portugal SENSORMATIC - Protecção COntra o Furto, Lda Activo Portáteis Activo Tipo P&A Industriais Incorporáveis em EEE Industriais Incorporáveis em EEE 33

35 ANEXO II Pontos de recolha de Resíduos de Pilhas e Acumuladores Portáteis Ponto Recolha Agrup. de Escolas de Albergaria-a-Velha Agrupamento de Escolas Cidade de Castelo Branco Agrupamento de Escolas da Pampilhosa da Serra - Escalada Agrupamento de Escolas da Sertã Agrupamento de Escolas de Avis Agrupamento de Escolas de Gouveia Agrupamento de Escolas de Ponte de Sor Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Paiva Agrupamento de Escolas Diogo Cão Agrupamento de Escolas Ferrer Correia Agrupamento Vertical Escolas D. Filipa de Lencastre Assoc. Portuguesa de Pais e Amigos com deficiência mental Associação Diogo de Azambuja - Escola Prof. Agrícola Afonso Duarte BETEL - Ponte de Vagos Centro de Apoio Social e Acolhimento - Bernardo Manuel Silveira Estrela Centro Educativo Alice Nabeiro Centro Educativo de São Bernardo Centro Escolar de Cernache do Bonjardim (EB1) Centro Escolar de Pias Centro Escolar do Pessegueiro do Vouga - Cruzeiro Centro Infantil da Santa Casa da Misericórdia de Caminha Centro Social de Sandim Centro Sócio-Educativo da APPACOM Setúbal CERCIG- GRP Localidade Albergaria-a-Velha Castelo Branco Pampilhosa da Serra Sertã Avis Gouveia Ponte de Sor Vila Nova de Paiva Vila Real Semide Lisboa Setúbal Montemor-o-Velho Ponte de Vagos Matriz Campo Maior S. Bernardo Cernache do Bonjardim Pias - Lousada Sever do Vouga Caminha Sandim Setúbal Guarda 34

36 Ponto Recolha Localidade CERCIMB - Lavradio Colégio Adventista de Oliveira do Douro Colégio Atlântico Colégio Bernardette Romeira Colégio Bissaya Barreto Colégio Campo Flores Colégio Casa - Mãe Colégio D. José I Colégio da Bafureira Colégio de Amorim Colégio de Nossa Senhora do Rosário Colégio de Santo António Colégio de São Teotónio Colégio Dinis de Melo Colégio Diocesano Nossa Sra. da Apresentação Colégio do Minho Colégio do Sagrado Coração de Maria Colégio do Sagrado Coração de Maria Colégio dos Plátanos Colégio Dr. Luís Pereira da Costa Colégio Infante Santo Colégio João de Barros Colégio José Álvaro Vidal - Fundação CEBI Colégio Luso-Internacional de Braga Colégio Luso-Internacional do Centro Colégio Nossa Senhora de Fátima Colégio Novo da Maia Colégio O Cantinho dos Amigos Colégio Oriente Lavradio Vila Nova de Gaia Seixal Olhão Coimbra Almada Baltar Aveiro Parede Amorim - Póvoa de Varzim Porto Horta Coimbra Amor Calvão VGS Viana do Castelo Lisboa Ourém Rio de Mouro Monte Redondo Tremês Meirinhas - Pombal Vila Franca de Xira Braga Marinha Grande Leiria Maia Seixal Parque das Nações 35

37 Ponto Recolha Localidade Colégio Parque do Falcão Colégio Portugal Colégio S. Francisco Xavier Colégio S. João de Brito Colégio Senhor dos Milagres Colégio St. Peters School Colégio Taguspark Colégio Valsassina Colégio Vizela Coop. de Ensino Ancorensis Crescer no Campo - Jardins de Infância Lda. Esc. Superior Tecnologia da Saúde de Coimbra Escola Arquitecto Oliveira Ferreira Escola Básica Carlos Ribeiro (antiga EB 2,3 Pinhal de Frades) Escola Básica de Cabanelas Escola Básica de Forjães Escola Básica de Rio Tinto n.º2 Escola Básica de Samora Correia Escola Básica dos Charcos Escola Básica e Secundária D. Afonso III Escola Básica e Secundária de Maceira Escola Básica e Secundária Tomás de Borba Escola Básica Integrada da Sertã Escola Básica N.º 2 de Cacia Escola Básica Ribeiro de Carvalho (EBI N.º 3 do Cacém) Escola BI Prof.ª Ana Maria Ferreira Gordo Escola BI/JI de Gavião Escola EB 1/JI Monte-Guardizela Escola EB 1/JI Nº1 de Casal de Cambra Seixal Parede Ponta Delgada Lisboa Milagres - Leiria Palmela Porto Salvo Lisboa Vizela Vila Praia de Âncora Pinhal Novo Null Coimbra Arcozelo Seixal Lavra Forjães Rio Tinto Benavente Almeirim Vinhais Leiria Angra do Heroísmo Sertã Aveiro Cacém Crato Gavião Riba de Ave Casal de Cambra 36

38 Ponto Recolha Localidade Escola EB 2 António José de Ávila Escola EB 2 Frei António Brandão Escola EB 2,3 + S João Garcia Bacelar Escola EB 2,3 Abel Salazar - Ronfe Escola EB 2,3 Álvaro Velho Escola EB 2,3 Augusto Moreno Escola EB 2,3 Carlos de Oliveira Escola EB 2,3 com Secundária de Aguiar da Beira Escola EB 2,3 Comendador Ângelo Azevedo Escola EB 2,3 Conde de Vilalva Escola EB 2,3 D. Frei Caetano Brandão - Loureiro Escola EB 2,3 D. João de Portel Escola EB 2,3 da Alapraia Escola EB 2,3 da Leça da Palmeira Escola EB 2,3 da Serra da Gardunha Escola EB 2,3 Damião de Odemira Escola EB 2,3 das Olaias Escola EB 2,3 de Agrela Escola EB 2,3 de Alcanede Escola EB 2,3 de Alfena Escola EB 2,3 de Ancede Escola EB 2,3 de Arcos de Valdevez Escola EB 2,3 de Arouca Escola EB 2,3 de Arrifana Escola EB 2,3 de Briteiros Escola EB 2,3 de Canidelo Escola EB 2,3 de Carregal do Sal Escola EB 2,3 de D. Fernando II Escola EB 2,3 de Ginetes Horta Benedita Tocha Ronfe Lavradio Bragança Febres Aguiar da Beira Vila de S. Roque Évora Oliveira de Azeméis Portel Estoril Matosinhos Fundão Odemira Lisboa Agrela Alcanede Valongo Ancede Arcos de Valdevez Arouca Arrifana Caldas das Taipas Vila Nova de Gaia Carregal do Sal Sintra Ginetes 37

39 Ponto Recolha Localidade Escola EB 2,3 de Grijó Escola EB 2,3 de Guilherme Stephens Escola EB 2,3 de Leça do Balio Escola EB 2,3 de Lordelo - Paredes Escola EB 2,3 de Lousada Escola EB 2,3 de Maceda Escola EB 2,3 de Madalena Escola EB 2,3 de Manuel de Figueiredo Escola EB 2,3 de Miragaia Escola EB 2,3 de Mundão Escola EB 2,3 de Ovar - Agrup. Escolas Escola EB 2,3 de Pampilhosa do Botão - Agrup Vertical Escola EB 2,3 de S. João da Madeira Escola EB 2,3 de Sabóia Escola EB 2,3 de Santana Escola EB 2,3 de São Gonçalo Escola EB 2,3 de Tadim Escola EB 2,3 de Taveiro Escola EB 2,3 de Telões Escola EB 2,3 de Vale de Milhaços Escola EB 2,3 de Venda do Pinheiro Escola EB 2,3 de Vila Caiz Escola EB 2,3 do Bairro Padre Cruz Escola EB 2,3 do Vale do São Torcato Escola EB 2,3 Dr. Anastácio Gonçalves Escola EB 2,3 Dr. António João Eusébio - Moncarapacho Escola EB 2,3 Dr. Fernando Loureiro Escola EB 2,3 Dr. Francisco Cabrita Escola EB 2,3 Dr. José Domingues dos Santos - Escola Básica de Lavra Grijó Marinha Grande Leça do Balio Paredes Lousada Maceda Vila Nova de Gaia Torres Novas Porto Mundão Ovar Pampilhosa S. João da Madeira Sabóia Sesimbra Torres Vedras Tadim Taveiro Telões - Amarante Corroios Venda do Pinheiro Vila Caiz Lisboa Guimarães Alcanena Moncarapacho Alvega Albufeira Lavra 38

40 Ponto Recolha Escola EB 2,3 Dr. José Pereira Tavares Escola EB 2,3 Dr. Manuel de Brito Camacho Escola EB 2,3 Dr. Manuel Pinto de Vasconcelos Escola EB 2,3 Eng. Manuel Rafael Amaro da Costa Escola EB 2,3 Frei João de Vila do Conde Escola EB 2,3 Gafanha da Nazaré Escola EB 2,3 Gomes Eanes de Azurara de Mangualde Escola EB 2,3 Infante D. Fernando - Vila Nova de Cacela Escola EB 2,3 Jacinto Correia Escola EB 2,3 João de Meira Escola EB 2,3 João Franco Escola EB 2,3 José Ferreira Pinto Basto Escola EB 2,3 Júdice Fialho Escola EB 2,3 Levante da Maia Escola EB 2,3 Marco de Canaveses Escola EB 2,3 Maria Manuela de Sá Escola EB 2,3 Milheirós de Poiares - Agrup. Escolas Escola EB 2,3 Monsenhor Miguel de Oliveira Escola EB 2,3 Nun'Alvares Escola EB 2,3 Octávio Duarte Ferreira de Tramagal Escola EB 2,3 Paulo Quintela Escola EB 2,3 Pêro de Alenquer Escola EB 2,3 Prof. Galopim de Carvalho Escola EB 2,3 Prof. João Fernandes Pratas Escola EB 2,3 Prof. Noronha Feio Escola EB 2,3 Ramalho Ortigão Escola EB 2,3 S. João de Deus de Montemor-o-Novo Escola EB 2,3 Santa Clara Escola EB 2,3 Sebastião da Gama Localidade Pinheiro da Bemposta Aljustrel Freamunde S. Teotónio Vila do Conde Ílhavo Mangualde Vila Nova de Cacela Lagoa Guimarães Fundão Ílhavo Portimão Maia Marco de Canaveses Matosinhos Santa Maria da Feira Ovar Seixal Tramagal Bragança Paredes Queluz Samora Correia Queijas Porto Montemor-o-Novo Évora Estremoz 39

41 Ponto Recolha Escola EB 2,3 Sophia de Mello Breyner Escola EB 2,3 Vila Nova de S. Bento Escola EB 2,3 Virgínia Moura Escola EB 2,3 Visconde de Chanceleiros Escola EB 2,3/S Artur Gonçalves Escola EB 2,3/S de Albufeira Escola EB 2,3/S de Baião Escola EB 2,3/S de Caminha Escola EB 2,3/S de Nordeste Escola EB 2,3/S de Tarouca Dr. José Leite Vasconcelos Escola EB 2,3/S José Falcão Escola EB 2,3/S José Silvestre Ribeiro Escola EB 2,3/S Padre António Morais de Fonseca Escola EB 2,3/S Ribeiro Sanches de Penamacôr Escola EB 2,3/Sec. Dr. Manuel Ribeiro Ferreira Escola EB n.º2 da Lousã (ex EB 2,3) Escola EB1 da Aldeia Nova do Cabo Escola EB1 da Boavista Escola EB1 da Lourinha Escola EB1 da Ponte Escola EB1 da Sapataria Escola EB1 da Torre Escola EB1 da Venda Nova Escola EB1 de Aires Barbosa Escola EB1 de Algueirão Escola EB1 de Almeirim Escola EB1 de Almeirim- Moinho de Vento Escola EB1 de Almofala de Baixo Escola EB1 de Alvados Localidade Arcozelo Vila Nova de S. Bento Moreira de Cónegos Alenquer Torres Novas Albufeira Campelo Baião Vilarelho Nordeste Tarouca Miranda do Corvo Idanha a Nova Murtosa Penamacôr Alvaiázere Lousã Aldeia Nova do Cabo Gondomar Rio Tinto Rio Tinto Sapataria Amares Gondomar Aveiro Algueirão Almeirim Almeirim Aguda Porto de Mós 40

42 Ponto Recolha Localidade Escola EB1 de Aveiras de Cima Escola EB1 de Barrocal Escola EB1 de Bemposta Escola EB1 de Bemposta Escola EB1 de Bustelo Escola EB1 de Cabanas de Tavira Escola EB1 de Campos da Rainha Escola EB1 de Capuchos Escola EB1 de Casal Fernão João Escola EB1 de Constância Escola EB1 de Cortes Escola EB1 de Corveiros Escola EB1 de Entroncamento Escola EB1 de Escoural Escola EB1 de Fontaínhas Escola EB1 de Foz de Arouce Escola EB1 de Giesta 1 Escola EB1 de Goim Escola EB1 de Ílhavo Escola EB1 de Janeiro de Cima Escola EB1 de Lamas Escola EB1 de Marim Escola EB1 de Meirinhas Escola EB1 de Meleças Escola EB1 de Mira Escola EB1 de Monte- Vermil Escola EB1 de Mourisca do Vouga Escola EB1 de Murraceses Escola EB1 de Murtosa Aveiras de Baixo Pombal Bemposta Bemposta Oliveira de Azeméis Cabanas de Tavira Vendas Novas Leiria Pombal Constância Cortes - Leiria Grijó Pampilhosa Pombal Lousã Foz de Arouce Trofa Romariz Ílhavo Fundão Coimbra Marim Meirinhas Meleças Mira Vermil Águeda Vila Nova de Gaia Murtosa 41

43 Ponto Recolha Localidade Escola EB1 de Pardelhas Escola EB1 de Pereiras- Gare Escola EB1 de Pigeiros Escola EB1 de Resende Escola EB1 de S. Caetano 2 Escola EB1 de S. Martinho do Bispo Escola EB1 de Sabóia Escola EB1 de Sandomil Escola EB1 de São Jacinto Escola EB1 de São Roque Escola EB1 de Silvares Escola EB1 de Torres Vedras Escola EB1 de Tourigo Escola EB1 de Vale do Brejo Escola EB1 de Vera Cruz Escola EB1 de Vestiaria Escola EB1 de Vila Verde Escola EB1 de Vilarelho Escola EB1 do Araújo Escola EB1 do Carreiro Escola EB1 do Dem Escola EB1 do Poço Novo Escola EB1 do Prado Escola EB1 Figueiró dos Vinhos (EB José Malhoa) Escola EB1 Fitares Escola EB1 Horta Figueiras Escola EB1 Igreja - Milheirós de Poiares Escola EB1 Igreja - Romariz Escola EB1 Maria Godinho Murtosa Pereiras-Gare Pigeiros Resende Gondomar Coimbra Sabóia Sandomil Aveiro Oliveira de Azeméis Fundão Torres Vedras Tondela Azambuja Aveiro Vestiaria -Alcobaça Oliveira do Bairro Vilarelho Leça do Balio Lordelo Caminha Loulé Vila Real Figueiró dos Vinhos Rio de Mouro Évora Milheirós de Poiares Romariz Oliveira de Azeméis 42

44 Ponto Recolha Escola EB1 Montemor-o-Novo N.º 1 Escola EB1 N.º 1 de Albarraque Escola EB1 n.º 1 de Tavira Escola EB1 N.º 2 de Peso da Régua Escola EB1 n.º1 de Mira de Aire Escola EB1 N.º1 do Cacém Escola EB1 Nº 1 de Corroios Escola EB1 Nº 2 de Mem Martins Escola EB1 Nº 2 de Mira-Sintra Escola EB1 Nº 6 de Vila Real Escola EB1 Nº 7 de Odivelas Escola EB1 Nº2 de Vila Real Escola EB1 Nº31 do Lumiar Escola EB1 Outeiro do Louriçal Escola EB1 Pampilhosa Nº 1 Escola EB1 Parada de Cunhos Escola EB1 Prof. Elvira Fernandes Dias Escola EB1 Quinta de S. Nicolau Escola EB1 Raul Figueiredo - Abrantes Escola EB1 S. Mamede Escola EB1 Visconde de S. Gião Escola EB1,2,3 Oliveira do Hospital Escola EB1,2,3 Silva Gaio Escola EB1,2/JI de Lajes das Flores Escola EB1/JI - Quinta da Cabouca Escola EB1/JI Alto do Moinho Escola EB1/JI Codiceira Escola EB1/JI D. Paulo José Tavares Escola EB1/JI da Almagreira Localidade Montemor-o-Novo Rio de Mouro Tavira Peso da Régua Mira de Aire Cacém Corroios Mem Martins Mira - Sintra Vila Real Odivelas Vila Real Lisboa Pombal Pampilhosa Vila Real S. Roque Corroios Abrantes Évora Torres Novas Oliveira do Hospital Coimbra Lajes das Flores Seixal Corroios Alfena Rabo de Peixe Almagreira - Pombal 43

45 Ponto Recolha Localidade Escola EB1/JI da Covoada Escola EB1/JI da Malagueira Escola EB1/JI da Portela da Sintra Escola EB1/JI da Praia de Esmoriz Escola EB1/JI da Rinchoa Escola EB1/JI da Serra das Minas Nº 1 Escola EB1/JI da Zibreira Escola EB1/JI de Amieira Escola EB1/JI de Ardido Escola EB1/JI de Aula Conde Escola EB1/JI de Beringel Escola EB1/JI de Campo Esperança Escola EB1/JI de Carris Escola EB1/JI de Casal do Cotão Escola EB1/JI de Castelejo Escola EB1/JI de Conceição Escola EB1/JI de Corredoura Escola EB1/JI de Fenais da Luz Escola EB1/JI de Gondivai Escola EB1/JI de Lourel Escola EB1/JI de Melides Escola EB1/JI de Mira - Sintra Escola EB1/JI de Monte Abraão Escola EB1/JI de Paredes de Coura Escola EB1/JI de Pego Longo Escola EB1/JI de Pero Pinheiro Escola EB1/JI de Ponte do Rol Escola EB1/JI de S. Matias Escola EB1/JI de S. Pedro Sintra Ponta Delgada Évora Sintra Esmoriz Rio de Mouro Rio de Mouro Zibreira Portel Turquel S. Martinho do Conde Beringel Aljustrel Alcobaça Sintra Fundão Ribeira Grande Porto de Mós Ponta Delgada Leça do Balio Sintra Melides Cacém Queluz Paredes de Coura Belas Sintra Ponte do Rol Beja Sintra 44

46 Ponto Recolha Localidade Escola EB1/JI de Santa Rita Escola EB1/JI de Santana Escola EB1/JI de Santo António Escola EB1/JI de São Marcos n.º 1 Escola EB1/JI de São Marcos n.º 2 Escola EB1/JI de Sobral de Monte Agraço Escola EB1/JI de Vale Mourão Escola EB1/JI de Vendas Escola EB1/JI de Vieite- Sande Escola EB1/JI de Vitorino de Piães Escola EB1/JI do Bairro Novo Escola EB1/JI do Carvalhal de Aljubarrota Escola EB1/JI do Lombelho Escola EB1/JI do Pragal Escola EB1/JI do Refúgio Escola EB1/JI do Xisto Escola EB1/JI Frei António das Chagas - Agrupamento de Escolas da Vidigueira Escola EB1/JI Irmãos Goulart - Fontinhas Escola EB1/JI João Villaret Escola EB1/JI Lameiras Escola EB1/JI Largo da Feira Escola EB1/JI Leça do Balio (Antiga EBI deagra) Escola EB1/JI Messejana Escola EB1/JI Monte da Mina Escola EB1/JI N.º 1 de Caneças Escola EB1/JI n.º de Laranjeiro Escola EB1/JI Nº1 de Belas Escola EB1/JI Nº2 de Belas Escola EB1/JI nº4 de Loulé Lousã Santana Vila Nova de Gaia São Marcos São Marcos Sobral de Monte Agraço Rio de Mouro Seixezelo Sande- S. Clemente Ponte de Lima Campo Maior Alcobaça (Prazeres) Alfena Almada Covilhã Alfena Vidigueira Fontinhas- Praia da Vitória Ramada Sintra Oliveira de Azeméis Leça do Balio Aljustrel Leça do Balio Caneças Almada Belas Sintra Loulé 45

47 Ponto Recolha Localidade Escola EB1/JI NºI Agualva Escola EB1/JI Padre José Jacinto Botelho Escola EB1/JI Passos- Caldelas Escola EB1/JI Porto Pinheiro Escola EB1/JI Praia de Angeiras Escola EB1/JI Prof. Fernando Maximino Rocha Escola EB1/JI Prof. Manuel Jacinto da Ponte Escola EB1/JI S. Sebastião- Covas Escola EB1/JI Vasco Martins Rebolo Escola EB1/JI Veiga Ferreira Escola EB1JI Nº1 de Rio de Mouro Escola EB23 Dr. Alberto Iria Escola EB23 Padre António Lourenço Farinha Escola EB23/Sec de Mação Escola EBI André de Resende Escola EBI Charneca da Caparica Escola EBI D. Jorge de Lencastre Escola EBI da Cordinha - Agrup Escola EBI da Ribeira Grande - Gaspar Frutuoso Escola EBI das Aves -S. Tomé de Negrelos Escola EBI de Amareleja Escola EBI de Arnoso Escola EBI de Arrifes Escola EBI de Manique do Intendente Escola EBI de Miraflores Escola EBI de Oliveira de Frades Escola EBI de Pedome Escola EBI de S. Martinho do Campo Escola EBI de Santa Maria Agualva - Cacém Ponta Garça Caldelas Odivelas Lavra Angra do Heroismo Maia Vila Nova de Cerveira Amadora Famões Sintra Olhão Sertã Mação Évora Almada Grândola Ervedal OHP Ribeira Grande Vila das Aves Moura Arnoso Santa Maria Ponta Delgada Manique do Intendente Algés Oliveira de Frades Pedome Santo Tirso Beja 46

48 Ponto Recolha Localidade Escola EBI de Santiago Maior Escola EBI de Tangil Escola EBI de Trancoso Escola EBI de Vendas Novas Escola EBI Diogo Lopes Sequeira Escola EBI do Canto da Maia Escola EBI do Carregado - Agrup de Escolas Escola EBI Dr. Joaquim de Barros Escola EBI Mouzinho da Silveira Escola EBI Padre Vítor Melícias Escola EBI Prof. Dr. Aníbal Cavaco Silva Escola EBI/JI da Barranha Escola EBI/JI de Montezelo Escola EBI/JI de Santa Catarina Escola EBI/JI de Távora Escola EBI/JI do Couço Escola EBI/S Jean Piaget Escola Martim de Freitas Escola Prof. de Odemira Escola Profi. Agrícola Fernando Barros Leal Escola Profi. da Serra da Estrela Escola Profi. de Agricultura e Desenv. Rural de Ponte de Lima Escola Profi. de Desenv. Rural de Serpa Escola Profi. de Hotelaria de Manteigas Escola Profi. De Serviços de Cidenai Escola Profi. do Alto do Minho Interior Escola Profi. e Artística da Marinha Grande Escola Profissional Agrícola D. Dinis Escola Profissional Amar Terra Verde- Pólo de Amares Beja Monção Trancoso Vendas Novas Alandroal Ponta Delgada Carregado Paço de Arcos Baixa da Banheira Torres Vedras Loulé Senhora da Hora Gondomar Caldas da Rainha Arcos de Valdevez Couço Vila Nova do Campo-Viseu Coimbra Odemira Runa Seia Ponte de Lima Serpa Manteigas Santo Tirso Melgaço Marinha Grande Pontinha Amares 47

49 Ponto Recolha Escola Profissional Cisave/ ACIG Escola Profissional da Ribeira Grande Escola Profissional de Almada Escola Profissional de Esposende Escola Profissional de Montemor-o-Velho Escola Profissional de Ourém Escola Profissional de Setúbal Escola S/3 Augusto Gomes Escola S/3 de Alpendorada Escola S/3 de Amora Escola S/3 de Ferreira Dias Escola S/3 de Jorge Peixinho Escola S/3 de Nuno Álvares Escola S/3 de Pinhal do Rei Escola S/3 Dr. Manuel Fernandes Escola S/3 Emídio Garcia Escola S/3 Gonçalo Anes Bandarra Escola S/3 Padre Jerónimo Emiliano Andrade Escola Sec. D. Manuel Martins Escola Sec. de Seia Escola Sec. do Padrão da Légua Escola Sec. Dr. João Carlos Celestino Gomes Escola Sec. Dr. Solano de Abreu Escola Sec. N.º 1 de Penafiel Escola Sec. Pedro Alexandrino Escola Sec. Soares Basto Escola Sec./3 de Maria Lamas Escola Secundária com 3.º CEB Dr. Mário Sacramento Escola Secundária com 3.º Ciclo de S. Pedro do Sul Localidade Guimarães Rabo de Peixe Almada Fão Montemor-o-Velho Ourém Manteigadas Sul Matosinhos Marco de Canaveses Amora Agualva - Cacém Montijo Castelo Branco Marinha Grande Abrantes Bragança Trancoso Angra do Heroísmo Setúbal Seia Senhora da Horta Ílhavo Abrantes Penafiel Póvoa de Santo Adrião Oliveira de Azeméis Torres Novas Aveiro São Pedro do Sul 48

50 Ponto Recolha Escola Secundária das Laranjeiras Escola Secundária de Alfena (Agrup de Escolas) Escola Secundária de Alves Redol Escola Secundária de Bocage com 3.º Ciclo Escola Secundária de Cascais Escola Secundária de Lagoa Escola Secundária de Santa Maria Escola Secundária de Vagos Escola Secundária Dr. José Afonso Escola Secundária Júlio Dantas Escola Secundária Stuart Carvalhais Escola Secundária/3 de Almeida Garrett Escola Secundária/3 de Carvalhos Escola Secundária/3 Martinho Árias Escola Técnica e Liceal Salesiana Santo António Escolas EB1/JI do Meiral Estabelecimento de Ensino de Santa Joana Externato António Sérgio Externato Calimero Externato das Pedralvas Externato de Penafirme Externato Dom Fuas Roupinho Externato Infante D. Henrique Externato Marista de Lisboa Externato O Mundo da Criança Externato Padre Cruz Externato Santa Catarina Externato São Filipe Grande Colégio Universal Localidade Ponta Delgada Alfena Vila Franca de Xira Setúbal Cascais Lagoa Sintra Vagos Seixal Lagos Massamá Vila Nova de Gaia Vila Nova de Gaia Soure Estoril Vila Nova de Gaia Aveiro Beringel Mem Martins Lisboa A-dos-Cunhados Nazaré Ruílhe Lisboa Barro -Torres Vedras Matosinhos Oeiras Estremoz Porto 49

51 Ponto Recolha Localidade Instituto de Almalaguês Instituto de Promoção Social de Bustos Instituto Silva Monteiro Instituto Vasco da Gama Instituto Vaz Serra INTEP - Instituto Tecnológico e Profissional da Figueira da Foz - Pólo de Soure Jardim de Infância da Venda Nova Jardim de Infância de Chainça Jardim de Infância de Ferreiras Jardim de Infância de Lamas Jardim de Infância de Pego Jardim de Infância de S. Pedro Jardim de Infância N.º1 de Beja (antiga n.º 3) Jardim de Infância Pátio da Inês Jardim de Infância Quinta do Casal Jardim Escola João de Deus Jardim-Escola João de Deus JI/ CATL Bola Colorida Recielectric Zmar-Eco Camping Resort & Spa Almalaguês-Coimbra Bustos Vizela Santiago da Guarda Cernache do Bonjardim Soure Rio Tinto - Gondomar Abrantes Ferreiras Lamas MCU Pego Vila Real Beja Marinha Grande Ariz Torres Vedras Matosinhos Baixa da Banheira Paio Pires Odemira 50

Resultados 3ª fase GD_3. Resultados Geração Depositrão 3 TOTAL

Resultados 3ª fase GD_3. Resultados Geração Depositrão 3 TOTAL 3ª fase GD_3 Distrito/Ilha Escola 1ª Fase 2ª Fase 3ª Fase Total Total Peso/Aluno (kg) Alunos (kg) Santarém EB1/JI da Zibreira 0 390 2700 3090 33 93,64 Faro EB1 de Cabanas de Tavira 48 809,5 3140 3997,5

Leia mais

Portugal Mapas e Números

Portugal Mapas e Números Plano Anual de Atividades 2011-12 Portugal Mapas e Números Código da atividade ogf3 Destinatários Toda a comunidade educativa da ESSM Intervenientes Responsáveis Prof. Augusto Cebola e Prof. Jorge Damásio

Leia mais

< 5 4,28 5,57 5,86 6,41 20,48 5 a 10 4,65 6,05 6,14 6,98 28,79

< 5 4,28 5,57 5,86 6,41 20,48 5 a 10 4,65 6,05 6,14 6,98 28,79 Serviço Standard Serviço Especial Peso (Kg) 1 2 3 4 5 Entrega até às 18:00H GRUPOL10H GRUPOL13H GRUPOLSAB GRUPOLMA Entrega até às 10:00H do dia seguinte Entrega até às 13:00H do dia seguinte Entrega ao

Leia mais

plano de ação, auditoria- Relatório. Visita à escola Validação da qualidade do Programa Eco-Escolas anualm ente cada 3 anos

plano de ação, auditoria- Relatório. Visita à escola Validação da qualidade do Programa Eco-Escolas anualm ente cada 3 anos Validação da qualidade do Programa Eco-Escolas anualm ente cada 3 anos plano de ação, auditoria- Relatório. Visita à escola Visitas às escolas em parceria com serviços regionais dos Ministérios da Educação

Leia mais

Norte. Aveiro. Braga. Porto. Viana do Castelo

Norte. Aveiro. Braga. Porto. Viana do Castelo Norte Santa Maria da Feira Escola Secundária de Santa Maria da Feira Agrupamento de Escolas Doutor Ferreira de Almeida, Santa Maria da Feira Vale de Cambra Agrupamento de Escolas das Dairas, Vale de Cambra

Leia mais

RANKING 2009 Secundário - Disciplinas

RANKING 2009 Secundário - Disciplinas RANKING 2009 Secundário - Disciplinas 992_2009_Média_Portugues_A_em_c RANKING DAS ESCOLAS NO EXAME NACIONAL DE PORTUGUÊS A DO ENSINO SECUNDÁRIO 1 Conservatório de Música de Calouste Gulbenkian - Braga

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA. Escolas inscritas - DRELVT

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA. Escolas inscritas - DRELVT 1001415 Escola Secundária com 3.º Ciclo do Ensino Básico de D. Inês de Castro de Alcobaça Alcobaça Leiria 1001811 Escola Básica do 2º e 3º Ciclos com Secundária de D. Pedro I Escolas D. Pedro I Alcobaça

Leia mais

Information on the videoconferencing equipment in the courts of Portugal

Information on the videoconferencing equipment in the courts of Portugal Information on the videoconferencing equipment in the courts Portugal No Court name & city Equipment type and make 1 Abrantes Tribunal Judicial 3 2 Abrantes Tribunal do Trabalho 1 3 Águeda Juízo de Instrução

Leia mais

Visitas às Eco-Escolas 2013- resultados

Visitas às Eco-Escolas 2013- resultados Entrega de Diplomas Visitas às Eco-Escolas 2013- resultados Pontuação global das escolas visitadas em 2013 10,1% 3,6% 16,6% 43,8% 50-60% 60-70% 70-80% 80-90% 90-100% 26,0% Mais de 50% apresentam elevada

Leia mais

ESCOLAS VISITADAS EM 2010 % de escolas E PONTUAÇÃO (0% A 100%)

ESCOLAS VISITADAS EM 2010 % de escolas E PONTUAÇÃO (0% A 100%) ESCOLAS VISITADAS EM 2010 % de escolas E PONTUAÇÃO (0% A 100%) Pontuação % de Escolas 91-100% 12,60% 9,10% 3,60% 0,40% 12,60% 25,30% 81-90% 25,30% 71-80% 32,80% 61-70% 16,20% 16,20% 91-100% 51-60% 9,10%

Leia mais

DESAGREGAÇÃO DE ASSOCIADOS 1 ASSOCIADOS POR ESPECIALIDADE E CONSELHO REGIONAL

DESAGREGAÇÃO DE ASSOCIADOS 1 ASSOCIADOS POR ESPECIALIDADE E CONSELHO REGIONAL DESAGREGAÇÃO DE ASSOCIADOS Notas: 1 O conselho geral deliberou, em reunião de 15 de outubro, nos termos do n.º 2 do artigo 11.º do EOSAE, agregar as delegações distritais de Beja, Évora e Portalegre numa

Leia mais

Parceria 5àsec - La Redoute 1 de Janeiro a 28 de Fevereiro 2015

Parceria 5àsec - La Redoute 1 de Janeiro a 28 de Fevereiro 2015 Parceria 5àsec - La Redoute 1 de Janeiro a 28 de Fevereiro 2015 Nome Loja Cidade Distrito ÁGUEDA PINGO DOCE ÁGUEDA Distrito Aveiro ALBERGARIA-A-VELHA RUA ALBERGARIA A VELHA Distrito Aveiro AVEIRO GLICÍNIAS

Leia mais

ANEXO II. Página 1 ORDEM TIPO DE C. CLASSE CONCELHO TEM SISTEMA?

ANEXO II. Página 1 ORDEM TIPO DE C. CLASSE CONCELHO TEM SISTEMA? ORDEM TIPO DE C. CLASSE CONCELHO TEM SISTEMA? 2 C. Predial 1 VISEU NÃO 0 C. Predial/Comercial 1 BRAGANÇA NÃO 0 C. Civil/Predial/Comercial 2 VILA NOVA DE CERVEIRA NÃO 0 C. Predial/Comercial 1 VIANA DO CASTELO

Leia mais

Nome Concelho Distrito DRE Telefone Email

Nome Concelho Distrito DRE Telefone Email Escola Secundária Raul Proença, Caldas da Rainha Caldas da Rainha Leiria Escola Secundária de Santa Maria do Olival, Tomar Tomar Santarém Insignare Associação de Ensino e Formação (Sede) Ourém Santarém

Leia mais

Listagem de delegações da IGAC por ordem alfabética

Listagem de delegações da IGAC por ordem alfabética ÁGUEDA AGUIAR DA BEIRA ALBERGARIA-A-VELHA ALBUFEIRA ALCÁCER DO SAL ALCANENA ALCOBAÇA ALCOCHETE ALCOUTIM ALENQUER ALFÂNDEGA DA FÉ ALJEZUR ALJUSTREL ALMADA ALMEIDA ALMEIRIM ALMODÔVAR ALTER DO CHÃO AMADORA

Leia mais

DISTRITO CONCELHO DIA HORA Localidade LOCAL Morada VIANA DO CASTELO BRAGA PORTO VILA REAL BRAGANÇA

DISTRITO CONCELHO DIA HORA Localidade LOCAL Morada VIANA DO CASTELO BRAGA PORTO VILA REAL BRAGANÇA DISTRITO CONCELHO DIA HORA Localidade LOCAL Morada BRAGANÇA VILA REAL PORTO BRAGA VIANA DO CASTELO ARCOS DE VALDEVEZ 10 de Maio de 2003 14h e 30m Braga Casa dos Crivos Orfeão de Braga CAMINHA 10 de Maio

Leia mais

Welcome. Bienvenue. Willkommen. Witamy. Bem-Vindo. Benvenuto. Velkommen. Bienvenidos. Tervetuloa

Welcome. Bienvenue. Willkommen. Witamy. Bem-Vindo. Benvenuto. Velkommen. Bienvenidos. Tervetuloa Welcome Willkommen Bienvenue Bem-Vindo Witamy Velkommen Bienvenidos Benvenuto Tervetuloa A E R P Plataforma Pan-Europeia de Gestão de Resíduos Ordem dos Engenheiros Lisboa 2ª Jornada de Reciclagem e Valorização

Leia mais

Global Map of Irrigation Areas PORTUGAL

Global Map of Irrigation Areas PORTUGAL NUTS3-region NUTS2-region irrigation Area actually (ha) irrigated (ha) Alentejo Central Alentejo 42 675 22 287 Alentejo Litoral Alentejo 40 289 14 427 Alto Alentejo Alentejo 39 974 20 993 Baixo Alentejo

Leia mais

Escolas participantes no Programa Líderes Inovadores. - 2ª Edição -

Escolas participantes no Programa Líderes Inovadores. - 2ª Edição - Escolas participantes no Programa Líderes Inovadores - 2ª Edição - Agrupamento de Escolas à Beira Douro Agrupamento de Escolas Augusto Moreno Agrupamento de Escolas Campo Aberto de Beiriz Agrupamento de

Leia mais

Faça Lá um Poema 2010/2011. Agrupamento. Miguel de Oliveira, Válega, Escolas de Ovar Sul Escola Secundária Júlio. Escolas Cidade de Castelo Branco

Faça Lá um Poema 2010/2011. Agrupamento. Miguel de Oliveira, Válega, Escolas de Ovar Sul Escola Secundária Júlio. Escolas Cidade de Castelo Branco Águeda Escola Básica Professor Artur Nunes Vidal, Escolas de Fermentelos Águeda Instituto Duarte Lemos Escola Básica n.º 2 de São Aveiro Bernardo, Aveiro Escola Básica de Aveiro Oliveirinha, Aveiro Escolas

Leia mais

Índice. Campanha Praias 2010 Alentejo Algarve E R P P o r t u g a l. 1. A ERP Portugal. 2. Depositrão. 3. Campanha Praias_2010

Índice. Campanha Praias 2010 Alentejo Algarve E R P P o r t u g a l. 1. A ERP Portugal. 2. Depositrão. 3. Campanha Praias_2010 Campanha Praias 2010 Alentejo Algarve E R P P o r t u g a l Índice 1. A ERP Portugal 2. Depositrão 3. 4. Resumo Campanha Praias_2009 5. Agradecimentos 2 1 A ERP Portugal ERP PORTUGAL Associação Gestora

Leia mais

Decreto-Lei n.º 78/84, de 8 de Março Estabelece a Classificação dos Municípios do Continente e das Regiões Autónomas

Decreto-Lei n.º 78/84, de 8 de Março Estabelece a Classificação dos Municípios do Continente e das Regiões Autónomas Decreto-Lei n.º 78/84, de 8 de Março Estabelece a Classificação dos Municípios do Continente e das Regiões Autónomas Por expressa determinação do Código Administrativo, no seu artigo 6.º, a classificação

Leia mais

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice Anexo C Estabelecimentos de Ensino Superior Índice Anexo C1 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1980...c.2 Anexo C2 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1990...c.4 Anexo C3

Leia mais

Postos de Atendimento ao Cidadão (PAC)

Postos de Atendimento ao Cidadão (PAC) Postos de Atendimento ao Cidadão (PAC) Serviços Prestados : Alteração de Elementos da Carta de Condução Revalidação da Carta de Condução Posto de Atendimento ao Cidadão - PAC Abrantes Praça Raimundo Soares,

Leia mais

Reabilitação de Coberturas em Tribunais

Reabilitação de Coberturas em Tribunais Gouveia (Seia / Coimbra) Grândola (Santiago do Cacém / Évora) Inaugurado em 10/10/1982 Guarda (Guarda / Coimbra) Inaugurado em 27/04/1953 Guimarães (Guimarães / Porto) Arq. Luís Benavente Inaugurado em

Leia mais

ALOJAMENTOS OFICIAIS PARA ANIMAIS DE COMPANHIA - CENTROS DE RECOLHA OFICIAIS (CRO) AUTORIZADOS

ALOJAMENTOS OFICIAIS PARA ANIMAIS DE COMPANHIA - CENTROS DE RECOLHA OFICIAIS (CRO) AUTORIZADOS 1 ABRANTES LVT INTERMUNICIPAL S PT 05 002 CGM in situ 2 ÁGUEDA C MUNICIPAL PT 03 004 CGM 3 AGUIAR DA BEIRA C INTERMUNICIPAL PT 03 005 CGM SÁTÃO 4 ALCANENA LVT INTERMUNICIPAL PT 05 005 CGM TORRES NOVAS

Leia mais

Escolas não Agrupadas e Agrupamentos de Escolas participantes

Escolas não Agrupadas e Agrupamentos de Escolas participantes CONCURSSO «O ccarrttazz da mi inha escolla» Escolas não Agrupadas e Agrupamentos de Escolas participantes Agrupamento de Escolas Senhora da Hora nº 2 ANCORENSIS - "Cooperativa de Ensino" CEIDE - Centro

Leia mais

Escolas encerradas em todo o o país

Escolas encerradas em todo o o país Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Escolas encerradas em todo o o país REGIÃO NORTE BRAGA EB2.3 Lamaçães Encerrada EB2.3 Nogueira Encerrada EB2.3 Francisco Sanches Encerrada PORTO E Sec

Leia mais

QZP-10 Z1 BRAGA (03) VIANA DO CASTELO (16) PORTO (13) TÂMEGA (22) Z2 DOURO SUL (20) VILA REAL (17) BRAGANÇA (04)

QZP-10 Z1 BRAGA (03) VIANA DO CASTELO (16) PORTO (13) TÂMEGA (22) Z2 DOURO SUL (20) VILA REAL (17) BRAGANÇA (04) QZP-10 Z1 BRAGA (03) VIANA DO CASTELO (16) PORTO (13) TÂMEGA (22) Z2 DOURO SUL (20) VILA REAL (17) BRAGANÇA (04) Z3 ENTRE DOURO E VOUGA (21) AVEIRO (01) VISEU (18) Z4 COIMBRA (06) LEIRIA (10) Z5 CASTELO

Leia mais

Lista de Membros Ativos Grupo Unifloresta

Lista de Membros Ativos Grupo Unifloresta 1 de 6 Albino Pereira da Silva Albergaria-a-Velha Aveiro Alcides de Castro Martins Albergaria-a-Velha Aveiro Alexandrina Ribau Lopes Ramos Aveiro Aveiro Aníbal Custódio Martins Marques Águeda Aveiro António

Leia mais

Conhecer a Cidade. > Escolas integradas 2012.13

Conhecer a Cidade. > Escolas integradas 2012.13 Alentejo Estremoz EB Sebastião da Gama EB Sebastião da Gama Alentejo Elvas EB n.º1 Elvas EB Santa Luzia Museu Militar de Elvas Museu Militar de Santa Luzia Biblioteca Municipal Museu de Arte Contemporânea

Leia mais

Lista de Associados. > Hospital do Montijo + Hospital Nossa Senhora do Rosário, EPE CENTRO HOSPITALAR DE ENTRE O DOURO E VOUGA, EPE

Lista de Associados. > Hospital do Montijo + Hospital Nossa Senhora do Rosário, EPE CENTRO HOSPITALAR DE ENTRE O DOURO E VOUGA, EPE ADMINISTRAÇÃO CENTRAL DO SISTEMA DE SAÚDE (ACSS) ARS DE LISBOA E VALE DO TEJO, IP ARS DO ALENTEJO, IP ARS DO ALGARVE, IP ARS DO CENTRO, IP ARS DO NORTE, IP CENTRO DE MEDICINA E REABILITAÇÃO DA REGIÃO CENTRO

Leia mais

Entidades Intermunicipais. Entidade Intermunicipal Designação Munícipios População. Comunidade Intermunicipal do Alto Minho

Entidades Intermunicipais. Entidade Intermunicipal Designação Munícipios População. Comunidade Intermunicipal do Alto Minho Intermunicipal Intermunicipal Intermunicipal Área Metropolitana Intermunicipal Intermunicipal do Alto Minho Intermunicipal do Cávado Área Metropolitana do Porto Intermunicipal do Ave Intermunicipal do

Leia mais

Centros de Recursos. Profissional de Vila Real TORRE DE MONCORVO. Centro de Emprego de Barcelos BARCELOS APACI

Centros de Recursos. Profissional de Vila Real TORRE DE MONCORVO. Centro de Emprego de Barcelos BARCELOS APACI DELEGAÇÃO REGIONAL DO NORTE Profissional de Vila Real VILA REAL TORRE DE MONCORVO A2000 ARDAD Centro de Emprego do Baixo Ave VILA NOVA DE FAMALICÃO ACIP SANTO TIRSO Centro de Emprego de Barcelos BARCELOS

Leia mais

Urbanização da Bela Vista, nº 12 A, Cód. Postal: 8200-127. Av. Joaquim Vieira Natividade, nº 13 A, Cód. Postal: 2460-071

Urbanização da Bela Vista, nº 12 A, Cód. Postal: 8200-127. Av. Joaquim Vieira Natividade, nº 13 A, Cód. Postal: 2460-071 Albufeira Loja de Albufeira Urbanização da Bela Vista, nº 12 A, Cód. Postal: 8200-127 Alcobaça Agente ACORDO - COMÉRCIO DE EQUIPA Av. Joaquim Vieira Natividade, nº 13 A, Cód. Postal: 2460-071 Seg. a Sex.

Leia mais

N o m e a ç õ e s Jogo Hora Visitado / Visitante Pavilhão Arbitros (1 / 2)

N o m e a ç õ e s Jogo Hora Visitado / Visitante Pavilhão Arbitros (1 / 2) Camp. Nac. Juniores - Sul D 3 de abril de 2014 1301 21:30 Paço d'arcos Benfica Paço d'arcos Jorge Ventura (Lisboa) 4 de abril de 2014 Camp. Nac. Juniores - Norte B 1242 22:15 Académico Carvalhos Porto

Leia mais

Unidade de Apoio Especializado

Unidade de Apoio Especializado Unidade de Apoio Especializado Equipa de Apoio às Escolas Lezíria do Tejo Telef.: 243352425 Escolas Fazendas de Almeirim - Almeirim Escola Básica Fazendas de Almeirim Unidade de Apoio Especializado Fazendas

Leia mais

Listas. Listas de escolas com crédito (Aplicação do Despacho Normativo n.º 6/2014, de 26 de maio)

Listas. Listas de escolas com crédito (Aplicação do Despacho Normativo n.º 6/2014, de 26 de maio) Listas Listas de escolas com crédito (Aplicação do Despacho Normativo n.º 6/2014, de 26 de maio) Os Agrupamentos de Escolas / Escolas não agrupadas (que aqui serão designados, simplesmente, por Escolas

Leia mais

https://www.portaldasfinancas.gov.pt/pt/main.jsp

https://www.portaldasfinancas.gov.pt/pt/main.jsp DISTRITO ANGRA DO HEROISMO 1901 ANGRA DO HEROISMO 0,500 % 0,300 % 0,80 % 1902 CALHETA (AÇORES) 0,800 % 0,500 % 0,80 % 1903 SANTA CRUZ DA GRACIOSA 0,500 % 0,300 % 0,80 % 1904 VELAS 0,500 % 0,300 % 0,80

Leia mais

Entidade Formadora Curso Tip./Nível Modalidade Cert. Prof. EB23 Dr. Manuel Brito Camacho - Aljustrel Práticas Técnicos- Comerciais Tipo 2 CEF Nível 2

Entidade Formadora Curso Tip./Nível Modalidade Cert. Prof. EB23 Dr. Manuel Brito Camacho - Aljustrel Práticas Técnicos- Comerciais Tipo 2 CEF Nível 2 EB23 Dr. Manuel Brito Camacho - Aljustrel Práticas Técnicos- Comerciais Tipo 2 CEF Nível 2 EB23 Dr. Manuel Brito Camacho - Aljustrel Electricidade de Instalações Tipo 2 CEF Nível 2 EB23 Dr. Manuel Brito

Leia mais

Barreiro 0,00% Fafe 0,25% Meda 0,25% Penalva do Castelo 0,25% São Vicente 0,00% Vila Nova de Foz Côa 0,00% Batalha 0,25% Faro 0,25% Melgaço 0,00%

Barreiro 0,00% Fafe 0,25% Meda 0,25% Penalva do Castelo 0,25% São Vicente 0,00% Vila Nova de Foz Côa 0,00% Batalha 0,25% Faro 0,25% Melgaço 0,00% Município Taxa Município Taxa Município Taxa Município Taxa Município Taxa Município Taxa Município Taxa Abrantes 0,25% Boticas 0,25% Figueiró dos Vinhos 0,00% Mirandela 0,25% Pombal 0,25% Sertã 0,25%

Leia mais

Serviços disponibilizados pelas autarquias através do Balcão do Empreendedor Informação atualizada no dia 18 de junho 2012 Grupo Entidade Formalidade

Serviços disponibilizados pelas autarquias através do Balcão do Empreendedor Informação atualizada no dia 18 de junho 2012 Grupo Entidade Formalidade Serviços disponibilizados pelas autarquias através do Balcão do Empreendedor Informação atualizada no dia 18 de junho 2012 Grupo Entidade Formalidade Acampamento ocasional Câmara Municipal de Braga Acampamento

Leia mais

QUADRO I. LISTA DO PRAZO MÉDIO DE PAGAMENTO REGISTADO POR MUNICÍPIO EM DEZEMBRO DE 2013

QUADRO I. LISTA DO PRAZO MÉDIO DE PAGAMENTO REGISTADO POR MUNICÍPIO EM DEZEMBRO DE 2013 VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO 317 303 716 996 1.601 RIBEIRA BRAVA 127 127 125 123 1.558 PORTIMÃO 1.088 1.140 797 780 1.057 SANTA CRUZ 518 515 566 595 1.049 ALIJÓ 202 208 206 203 827 ÉVORA 541 623 867 843

Leia mais

INATEL TURISMO PARA TODOS 267 A PREÇOS ECONÓMICOS

INATEL TURISMO PARA TODOS 267 A PREÇOS ECONÓMICOS www.inatel.pt FUNDAÇÃO INATEL TURISMO PARA TODOS PORTUGAL 2013 Desde 267 INCLUI: TRANSPORTE TERRESTRE + 5 NOITES ALOJAMENTO, REFEIÇÕES, PASSEIOS, ANIMAÇÃO E SEGURO. Descubra o que Portugal tem de melhor

Leia mais

CURSOS PROFISSIONAIS

CURSOS PROFISSIONAIS / ou DSR Alentejo Alentejo Central Estremoz Escola Secundária Rainha Santa Isabel, Estremoz ES 481 Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos 1.º 0,5 DSR Alentejo Alentejo Central Estremoz Escola Secundária

Leia mais

CAPELANIAS HOSPITALARES estimativa de despesas (mensais e anuais) do Estado com vencimentos dos capelães

CAPELANIAS HOSPITALARES estimativa de despesas (mensais e anuais) do Estado com vencimentos dos capelães Estimativa (por aproximação grosseira e por defeito) do custo mensal para o Estado de cada capelão em funções nos estabelecimentos de saúde civis (nota: capelães coordenadores auferem vencimentos mais

Leia mais

Concelho Escola Nome do curso ciclo Duração

Concelho Escola Nome do curso ciclo Duração Almada Escola Profissional de Almada cv1 auto 3 1 Almada Escola Profissional de Almada cv2 auto 3 1 Alvito Escola Profissional de Alvito Hotelaria e Turismo 3 2 Amadora Escola Profissional Gustave Eiffel

Leia mais

ELIMINAÇÃO DE HORÁRIOS NAS ESCOLAS E IMPACTO EM HORÁRIOS-ZERO E DESEMPREGO

ELIMINAÇÃO DE HORÁRIOS NAS ESCOLAS E IMPACTO EM HORÁRIOS-ZERO E DESEMPREGO FENPROF FEDERAÇÃO NACIONAL DOS PROFESSORES ELIMINAÇÃO DE HORÁRIOS NAS ESCOLAS E IMPACTO EM HORÁRIOS-ZERO E DESEMPREGO DISTRITO ESCOLA ou AGRUPAMENTO N.º PROFESSORES PROFESSORES A DACL CONTRATADOS OBSERVAÇÕES

Leia mais

CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO DE EDUCAÇÃO OFERTA FORMATIVA - CICLO DE FORMAÇÃO 2006-2009 ENSINO PÚBLICO

CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO DE EDUCAÇÃO OFERTA FORMATIVA - CICLO DE FORMAÇÃO 2006-2009 ENSINO PÚBLICO CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO DE EDUCAÇÃO OFERTA FORMATIVA - CICLO DE FORMAÇÃO 2006-2009 ENSINO PÚBLICO Área de Coordenação Concelho Escola Código Curso Lisboa Cidade Lisboa ES/3 Afonso Domingues

Leia mais

Agrupamento de Escolas Bento Carqueja, Oliveira de Azeméis

Agrupamento de Escolas Bento Carqueja, Oliveira de Azeméis Direção Regional de Educação do Norte Aveiro Arouca Agrupamento de Escolas de Arouca Escola Secundária de Arouca Espinho Escola Secundária Dr. Manuel Gomes Almeida, Espinho Agrupamento de Escolas de Domingos

Leia mais

Teresa Almeida Pinto http://cidades.projectotio.net

Teresa Almeida Pinto http://cidades.projectotio.net Amigas das Pessoas Idosas Teresa Almeida Pinto http://cidades.projectotio.net Associação Valorização Intergeracional e Desenvolvimento Activo Amigas das Pessoas Idosas cidades I Estudo nacional sobre amigabilidade

Leia mais

Ofício-Circulado 20007, de 19/03/1999 - Direcção de Serviços do IRC

Ofício-Circulado 20007, de 19/03/1999 - Direcção de Serviços do IRC Ofício-Circulado 0, de //99 - Direcção de Serviços do IRC Taxas de Derrama lançada para cobrança em 99 (Exercício de 98) Ofício-Circulado 0, de //99 - Direcção de Serviços do IRC Taxas de Derrama lançada

Leia mais

Lista do movimento de Oficiais de Justiça de fevereiro/2015

Lista do movimento de Oficiais de Justiça de fevereiro/2015 Lista do movimento de Oficiais de Justiça de fevereiro/2015 Adolfo João Pereira Ferreira, 2374/10, Bom, Transferência, Ana Luisa Rebelo Teixeira, 357/10, Muito Bom, Transferência, Técnico de Justiça-Adjunto

Leia mais

ÉPOCA BALNEAR 2012 ACESSIBILIDADE NAS ZONAS BALNEARES PORTUGUESAS REGIÃO HIDROGRÁFICA DO NORTE

ÉPOCA BALNEAR 2012 ACESSIBILIDADE NAS ZONAS BALNEARES PORTUGUESAS REGIÃO HIDROGRÁFICA DO NORTE ÉPOCA BALNEAR 2012 ACESSIBILIDADE NAS ZONAS BALNEARES PORTUGUESAS NO ÂMBITO DO PROJECTO PRAIA ACESSÍVEL, PRAIA PARA TODOS REGIÃO HIDROGRÁFICA DO NORTE Caminha V. Praia de Âncora costeira C/ cadeira anfíbia

Leia mais

MEDIDA 3 TEATRO DEBATE. Região Norte. Candidaturas excluídas:

MEDIDA 3 TEATRO DEBATE. Região Norte. Candidaturas excluídas: MEDIDA 3 TEATRO DEBATE Região Norte Espaço Jovem de Vizela - por não constituírem entidades promotoras elegíveis ao abrigo da Portaria n.º 655/2008, de 25 de Julho; Casa da Juventude de Esposende - por

Leia mais

XXXII Olimpíadas Portuguesas de Matemática Final Nacional 3 a 6 de abril de 2014 Agrupamento de Escolas Dr. Mário Sacramento, Aveiro

XXXII Olimpíadas Portuguesas de Matemática Final Nacional 3 a 6 de abril de 2014 Agrupamento de Escolas Dr. Mário Sacramento, Aveiro XXXII Olimpíadas Portuguesas de Matemática Final Nacional 3 a 6 de abril de 2014 Agrupamento de Escolas Dr. Mário Sacramento, Aveiro ZONA NORTE (CATEGORIA Júnior) Cláudia Rodrigues Fernandes Escola Básica

Leia mais

Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro

Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro Artigo 18.º - Obrigações dos operadores económicos - Informação aos consumidores sobre as entidades de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo SOU UMA EMPRESA OU

Leia mais

Direcção Regional do Norte

Direcção Regional do Norte BRAGANÇA Direcção Regional do Norte BRAGA Lojas Institucionais IPDJ Lojas Parceiras Direcção Regional do Norte BRAGA GUIMARÃES Antiga Estação de Comboios Av. D. João IV Urgeses 4810-534 Guimarães Tel.

Leia mais

Direcção Regional do Norte

Direcção Regional do Norte BRAGANÇA Direcção Regional do Norte BRAGA Lojas Institucionais IPJ Lojas Parceiras Direcção Regional do Norte BRAGA GUIMARÃES Rua de Santa Margarida, n.º 6 4710-306 Braga Tel: 253 204 250 Fx: 253 204 259

Leia mais

Programa Cuida-te. Lista provisória das entidades com candidaturas aprovadas às medidas 1 e 3

Programa Cuida-te. Lista provisória das entidades com candidaturas aprovadas às medidas 1 e 3 Programa Cuida-te Lista provisória das entidades com candidaturas aprovadas às medidas 1 e 3 Medida 1 Região Norte Mundo a Sorrir - Associação de Médicos Dentistas Solidários Portugueses Agrupamento de

Leia mais

Nome Concelho Distrito DRE Telefone Email. Escola Secundária de Maximinos, Braga Braga Braga Norte 253606540 direccao@esec-maximinus.rcts.

Nome Concelho Distrito DRE Telefone Email. Escola Secundária de Maximinos, Braga Braga Braga Norte 253606540 direccao@esec-maximinus.rcts. Escola Secundária de Maximinos, Braga Braga Braga Norte 253606540 direccao@esec-maximinus.rcts.pt Escola Básica de Vila Caiz, Amarante Amarante Porto Norte 255739614 info@eb23-vila-caiz.rcts.pt Escola

Leia mais

" O Tratado de Lisboa" Sessões de Informação e Debate

 O Tratado de Lisboa Sessões de Informação e Debate ABRIL 2008 3ª 1 18h30 LVT Lisboa Lisboa Centro Jean Monnet Dr. Carlos Medeiros 4ª 2 5ª 3 18h30 LVT Lisboa Lisboa Centro Jean Monnet Dr. Carlos Medeiros 6ª 4 S 5 D 6 2ª 7 14h00 LVT Lisboa Lisboa Escola

Leia mais

Código - Designação Serviço Finanças

Código - Designação Serviço Finanças 01-AVEIRO 19-AGUEDA 4 01-AVEIRO 27-ALBERGARIA-A-VELHA 2 01-AVEIRO 35-ANADIA 3 01-AVEIRO 43-AROUCA 3 01-AVEIRO 51-AVEIRO-1. 1 01-AVEIRO 60-CASTELO DE PAIVA 1 01-AVEIRO 78-ESPINHO 1 01-AVEIRO 86-ESTARREJA

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Diário da República, 1.ª série N.º 73 14 de Abril de 2008 2193 PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Decreto-Lei n.º 68/2008 de 14 de Abril Nos termos do Programa do XVII Governo Constitucional considera

Leia mais

Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro

Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro Documento explicativo sobre o artigo 18.º que estabelece as obrigações dos operadores económicos - Informação aos consumidores sobre as entidades de Resolução Alternativa

Leia mais

4267-1986 ÉVORA ÉVORA SENHORA DA GLÓRIA MALAGUEIRA RUA ANTÓNIO ALEIXO, Nº 40 MORADIA TIPO T3 70.000,00 110 Não Não Não M 966

4267-1986 ÉVORA ÉVORA SENHORA DA GLÓRIA MALAGUEIRA RUA ANTÓNIO ALEIXO, Nº 40 MORADIA TIPO T3 70.000,00 110 Não Não Não M 966 4267-1986 ÉVORA ÉVORA SENHORA DA GLÓRIA MALAGUEIRA RUA ANTÓNIO ALEIXO, Nº 40 MORADIA TIPO T3 70.000,00 110 Não Não Não M 966 4625-2004 ÉVORA VIANA ALENTEJO AGUIAR AGUIAR RUA BENTO DE JESUS CARAÇA, RC.

Leia mais

PMP (n.º dias) a 31-12-2007

PMP (n.º dias) a 31-12-2007 (N.º 20 - Resolução de Conselho de Ministros n.º 34/, publicada no DR n.º 38, 1.ª série, de 22 de Fevereiro) Ordenado por ordem decrescente do PMP em 31-12- a 30-09- a 31-12- VILA FRANCA DO CAMPO 158 182

Leia mais

ÉPOCA BALNEAR 2011 ACESSIBILIDADE NAS ZONAS BALNEARES PORTUGUESAS NO ÂMBITO DO PROJECTO PRAIA ACESSÍVEL, PRAIA PARA TODOS REGIÃO HIDROGRÁFICA DO NORTE

ÉPOCA BALNEAR 2011 ACESSIBILIDADE NAS ZONAS BALNEARES PORTUGUESAS NO ÂMBITO DO PROJECTO PRAIA ACESSÍVEL, PRAIA PARA TODOS REGIÃO HIDROGRÁFICA DO NORTE ÉPOCA BALNEAR 2011 ACESSIBILIDADE NAS ZONAS BALNEARES PORTUGUESAS NO ÂMBITO DO PROJECTO PRAIA ACESSÍVEL, PRAIA PARA TODOS REGIÃO HIDROGRÁFICA DO NORTE Caminha V. Praia de Âncora costeira C/ cadeira anfíbia

Leia mais

Feiras de Coleccionismo e Velharias. Localidade Morada Horário Mais Informações/Contactos. 10h00 22h00. 10h00 18h30. 8h00 13h00.

Feiras de Coleccionismo e Velharias. Localidade Morada Horário Mais Informações/Contactos. 10h00 22h00. 10h00 18h30. 8h00 13h00. 1º SÁBADO DO MÊS Abrantes Praça Barão da Batalha 09h00 13h00 Alverca do Ribatejo Coimbra Convento de Santa Clara a Velha 10h00 22h00 Feira Sem Regras Figueira da Foz R João de Lemos Passeio Sul, Jardim

Leia mais

Itinerários Complementares

Itinerários Complementares Itinerários Complementares Viana do Castelo IC28 Bragança IC14 Braga Trofa Vila do Conde Santo Tirso Paços de Ferreira IC25 Matosinhos IC1 IC23 IC2 Espinho Paredes Valongo Porto IC24 Gondomar IC29 Porto

Leia mais

Relatório de Integração 11/2013 VMER & SIV. Despacho n.º 14898/2011, de 3 de novembro

Relatório de Integração 11/2013 VMER & SIV. Despacho n.º 14898/2011, de 3 de novembro 11/2013 Despacho n.º 14898/2011, de 3 de novembro Ponto 7: O INEM, I. P., apresentar um relatório anual ao membro do Governo responsável pela área da saúde que permita a análise interna e a melhoria contínua

Leia mais

Pediatria Médica. Junho de 2005 Colégio de Pediatria pg 1 de 10

Pediatria Médica. Junho de 2005 Colégio de Pediatria pg 1 de 10 Pediatria Médica Idoneidade e de Serviços, para os s do Internato Complementar de Pediatria no ano 2006, atribuídas pela Direcção do Colégio de Especialidade de Pediatria Junho de 2005 Colégio de Pediatria

Leia mais

Relatório Anual de Actividade Resíduos de Pilhas e Acumuladores

Relatório Anual de Actividade Resíduos de Pilhas e Acumuladores Relatório Anual de Actividade Resíduos de Pilhas e Acumuladores AGUARDA VALIDAÇÃO DA APA Relatório Anual de Actividade 2011 De acordo com o licenciamento como Entidade Gestora de Resíduos de Pilhas e Acumuladores

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO

INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO PEDIDO DE HABITAÇÃO O presente documento pretende apoiá-lo/a no preenchimento do formulário Pedido de Habitação, informando que os campos identificados com

Leia mais

RESULTADOS DOS EXAMES 2011 - RANKINGS

RESULTADOS DOS EXAMES 2011 - RANKINGS Escola Secundária Quinta do Marquês RESULTADOS DOS EXAMES 2011 - RANKINGS A publicação dos rankings de escolas construídos pelos vários órgãos de comunicação social, tomando como ponto de partida os resultados

Leia mais

Memorando apresentado pelo ME sobre "recrutamento e colocação de professores"

Memorando apresentado pelo ME sobre recrutamento e colocação de professores Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Memorando apresentado pelo ME sobre "recrutamento e colocação de professores" 0. QUESTÃO PRÉVIA SOBRE A NEGOCIAÇÃO Em primeiro lugar, a FENPROF pretende

Leia mais

GERAÇÃO DEPOSITRÃO 6 ERP PORTUGAL. Filipa Moita 25 janeiro 2014 Centro de Exposições BRAGA

GERAÇÃO DEPOSITRÃO 6 ERP PORTUGAL. Filipa Moita 25 janeiro 2014 Centro de Exposições BRAGA GERAÇÃO DEPOSITRÃO 6 ERP PORTUGAL Filipa Moita 25 janeiro 2014 Centro de Exposições BRAGA 1 GERAÇÃO DEPOSITRÃO Recolha de equipamentos e pilhas em fim de vida 603 Eco-Escolas nacionais Escolas = pontos

Leia mais

RENDA MÁXIMA ADMITIDA PARA O ANO DE 2015 DE ACORDO COM A PORTARIA N.º 1190/2010, DE 18 DE NOVEMBRO (ORDENADA POR MUNICÍPIO)

RENDA MÁXIMA ADMITIDA PARA O ANO DE 2015 DE ACORDO COM A PORTARIA N.º 1190/2010, DE 18 DE NOVEMBRO (ORDENADA POR MUNICÍPIO) ABRANTES MÉDIO TEJO 334,00 468,00 589,00 AGUEDA BAIXO VOUGA 368,00 501,00 645,00 AGUIAR DA BEIRA DÃO LAFÕES 334,00 468,00 589,00 ALANDROAL ALENTEJO CENTRAL 368,00 501,00 645,00 ALBERGARIA-A-VELHA BAIXO

Leia mais

01 ERP - GERAÇÃO DEPOSITRÃO

01 ERP - GERAÇÃO DEPOSITRÃO 01 Entidade Promotora: Parceiro: Apoios: ÍNDICE A ERP PORTUGAL Página 03 OS RESÍDUOS DE EQUIPAMENTOS ELÉCTRICOS E ELECTRÓNICOS (REEE) Página 04 OS RESÍDUOS DE PILHAS E ACUMULADORES (RP&A) Página 08 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Itinerários Principais

Itinerários Principais Itinerários Principais Bragança Viana do Castelo Braga IP9 Vila Real IP4 Porto Aveiro IP3 Viseu IP5 Guarda Coimbra Leiria Castelo Branco IP6 Santarém IP2 Portalegre IP1 Lisboa Setúbal IP7 Évora IP8 Beja

Leia mais

Participação por países

Participação por países Participação por países Country Schools Teachers Participants Posts Portugal 259 13134 127301 402 Latvia 106 2901 25807 51 Romania 61 2317 36272 61 Northern Ireland 53 1067 17872 2 Lithuania 52 1983 19868

Leia mais

DISTRIBUIDORES EM PORTUGAL AÇORES: AVEIRO: 1/9

DISTRIBUIDORES EM PORTUGAL AÇORES: AVEIRO: 1/9 1/9 DISTRIBUIDORES EM PORTUGAL AÇORES: FAGUNDES & LOURENÇO, LDA Rua do Galo, 2 e 3 9700-091 ANGRA DO HEROÍSMO Tlf: 295 213 428 flourencolda@outlook.com EUROILHAS - SOC., LDA Zona Comercial do Valados Rua

Leia mais

INSTITUIÇÕES PÚBLICAS NÃO SUPERIORES QUE RELEVAM PARA A 2.ª PRIORIDADE DO CONCURSO DA CONTRATAÇÃO INICIAL E RESERVA DE RECRUTAMENTO

INSTITUIÇÕES PÚBLICAS NÃO SUPERIORES QUE RELEVAM PARA A 2.ª PRIORIDADE DO CONCURSO DA CONTRATAÇÃO INICIAL E RESERVA DE RECRUTAMENTO INSTITUIÇÕES PÚBLICAS NÃO SUPERIORES QUE RELEVAM PARA A 2.ª PRIORIDADE DO CONCURSO DA CONTRATAÇÃO INICIAL E RESERVA DE RECRUTAMENTO LISTAS DAS ESCOLAS PROFISSIONAIS PÚBLICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA

Leia mais

O ranking elaborado pela Renascença tem por base dados divulgados pelo Ministério da Educação e tratados pelo jornal Público.

O ranking elaborado pela Renascença tem por base dados divulgados pelo Ministério da Educação e tratados pelo jornal Público. O ranking elaborado pela Renascença tem por base dados divulgados pelo Ministério da Educação e tratados pelo jornal Público. Para o ensino básico foram tidos em conta as escolas com mais de 100 provas

Leia mais

(Primeira Verificação e Verificação Periódica) Distribuição de Instrumentos e Sistemas de Medição por Zonas Geográficas

(Primeira Verificação e Verificação Periódica) Distribuição de Instrumentos e Sistemas de Medição por Zonas Geográficas ORGANISMOS DE VERIFICAÇÃO METROLÓGICA QUALIFICADOS PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES DE CONTROLO METROLÓGICO LEGAL (Primeira Verificação e Verificação Periódica) Distribuição de Instrumentos e Sistemas de Medição

Leia mais

LOCALIDADE EMPRESA MORADA CONTACTOS. Rua da Cidade de Parthenay Bloco G - Loja 4 2200-235 Abrantes. Praceta Raúl Proença, 13-A 2725-116 Algueirão

LOCALIDADE EMPRESA MORADA CONTACTOS. Rua da Cidade de Parthenay Bloco G - Loja 4 2200-235 Abrantes. Praceta Raúl Proença, 13-A 2725-116 Algueirão LOCALIDADE EMPRESA MORADA CONTACTOS ABRANTES ALGUEIRÂO ALJUSTREL ALMADA ALVERCA ANGRA DO HEROÍSMO AVEIRO BARCELOS BARREIRO AGOSTINHO J.G. FIGUEIRAS PEDRO GEIRINHAS UNIPESSOAL, LDA ELECTRO CRUZ DIMATECNICA,LDA

Leia mais

Hotel Conde de Águeda Contacto Praça Conde de Agueda, AGUEDA, Aveiro, Portugal Teléfono: +351234610390, Fax: +351234610399

Hotel Conde de Águeda Contacto Praça Conde de Agueda, AGUEDA, Aveiro, Portugal Teléfono: +351234610390, Fax: +351234610399 Aveiro / Portugal AQUA HOTEL (SPA & Wellness) Ra Aquilino Ribeiro 1, OVAR, Aveiro, Portugal Teléfono: +351256575105, Fax: +351256575107 Hotel Conde de Águeda Praça Conde de Agueda, AGUEDA, Aveiro, Portugal

Leia mais

Códigos STAPE Códigos INE Código Distrito Concelho Freguesia Código Distrito Concelho Freguesia

Códigos STAPE Códigos INE Código Distrito Concelho Freguesia Código Distrito Concelho Freguesia 021116 Beja Odemira Longueira/Almograve 021117 Beja Odemira Longueira/Almograve 021117 Beja Odemira Boavista dos Pinheiros 021116 Beja Odemira Boavista dos Pinheiros 070517 Évora Évora Malagueira 070519

Leia mais

INFORMAÇÃO AOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

INFORMAÇÃO AOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL INFORMAÇÃO AOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Directores Executivos dos Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) da Região de Lisboa e Vale do Tejo ACES Lisboa Norte Centros de Saúde de Alvalade, Benfica,

Leia mais

Lista de participantes 2012

Lista de participantes 2012 INSTITUIÇÃO Agrupamento de Escolas de Portel Agrupamento de Escolas Conde de Agrupamento de Escolas Alpha Agrupamento de Escolas Augusto Gil Escola Secundária D. Inês de Castro Agrupamento de Escolas D.

Leia mais

INFORMAÇÃO TÉCNICA N.º 16/2013. Taxas de derrama a cobrar em 2013 Oficio Circulado n.º 20165

INFORMAÇÃO TÉCNICA N.º 16/2013. Taxas de derrama a cobrar em 2013 Oficio Circulado n.º 20165 INFORMAÇÃO TÉCNICA N.º 16/2013 Taxas de derrama a cobrar em 2013 Oficio Circulado n.º 20165 Com a publicação do Ofício Circulado n.º 20165, do passado dia 5 de Março, foram divulgadas a relação dos municípios

Leia mais

Escola Secundária de Barcelos

Escola Secundária de Barcelos Direção Regional de Educação do Norte AGREGAÇÕES Aveiro Arouca N.º alunos Agrupamento de Escolas de Arouca Escola Secundária de Arouca 2571 Espinho Escola Secundária Dr. Manuel Gomes Almeida, Espinho Agrupamento

Leia mais

Anexo I EDITAL FINANCIAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DO ENSINO PARTICULAR E COOPERATIVO QUE MINISTRAM CURSOS DO ENSINO ARTÍSTICO ESPECIALIZADO DA MÚSICA

Anexo I EDITAL FINANCIAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DO ENSINO PARTICULAR E COOPERATIVO QUE MINISTRAM CURSOS DO ENSINO ARTÍSTICO ESPECIALIZADO DA MÚSICA Anexo I EDITAL FINANCIAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DO ENSINO PARTICULAR E COOPERATIVO QUE MINISTRAM CURSOS DO ENSINO ARTÍSTICO ESPECIALIZADO DA MÚSICA Abertura ao regime de acesso ao apoio financeiro a

Leia mais

Fórum anual da m obilidade transfronteiriça

Fórum anual da m obilidade transfronteiriça Fórum anual da m obilidade transfronteiriça Formação para o emprego: experiências de êxito entre Estremadura e Portugal Cáceres, 23 de Fevereiro de 2010 O IEFP I.P. - Missão O Instituto do Emprego e Formação

Leia mais

CURSOS PROFISSIONAIS

CURSOS PROFISSIONAIS Grande Lisboa Amadora EBS D. João V 341 Técnico de Comércio 1 Grande Lisboa Amadora EBS D. João V 813 Técnico de Apoio à Gestão Desportiva 1 Grande Lisboa Amadora EBS Dr. Azevedo Neves 342 Técnico de Organização

Leia mais

Escolas encerradas são cartão amarelo ao Governo mostrado pelos trabalhadores do serviço público de educação!

Escolas encerradas são cartão amarelo ao Governo mostrado pelos trabalhadores do serviço público de educação! Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Escolas encerradas são cartão amarelo ao Governo mostrado pelos trabalhadores do serviço público de educação! Um pouco por todo o País, há inúmeras escolas

Leia mais