DURÔMETRO DE BANCADA ROCKWELL CÓDIGO ISH-R150

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DURÔMETRO DE BANCADA ROCKWELL CÓDIGO ISH-R150"

Transcrição

1 DURÔMETRO DE BANCADA ROCKWELL CÓDIGO ISH-R150 penetrador Mesa plana Ø60mm uso da mesa Seletor da força de ensaio Mesa plana Ø15Omm Aplicação da força Mesa prismática Escalas de ensaio Rockwell Força de pré-ensaio Força de teste Relógio Elevação da mesa Controle do ensaio Graduação do relógio Max. Altura da peça Max. profundidade da peça HRA, HRB, HRC, HRD, HRF, HRG 98N 588N,980N,1471N análogo 0.5HR 180mm 170mm (a partir do centro do penetrador) 520x160x700mm 60kg ( corpo de ferro fundido) Durômetro Mesa plana Ø60mm Mesa plana Ø150mm Mesa prismática Penetrador de diamante cone 120º Penetrador de esfera de metal duro Ø1,5875mm Bloco padrão de dureza HRB Bloco padrão de dureza HRC Bloco padrão de dureza HRC S1

2 DURÔMETRO DE BANCADA ROCKWELL AUTOMÁTICO CÓDIGO ISH-MR150 Penetrador Mesa plana Ø60mm Fuso da mesa Seletor da força de ensaio Mesa plana Ø150mm Tecla de inicio de ensaio Ajuste do tempo do ensaio Mesa prismática Escalas de ensaio Rockwell Força de pre-ensaio Forças de teste Relógio Elevação da mesa Controle de ensaio Tempo de ensaio Graduação do relógio Máx. Altura da peça Máx. profundidade da peça HRA, HRB, HRC, HRD, HRF, HRG 98N 588N,980N,1471N análogo Automático (aplicação da força/tempo de ensaio/leitura) Ajustável de 1-99 segundos 0.5HR 180mm 170mm (a partir do centro do penetrador) 520x160x700mm 60kg (corpo de ferro fundido) Durômetro Penetrador de esfera de metal duro Ø1,5875mm Mesa plana Ø 60mm HRB Mesa plana Ø 150mm HRC Mesa prismática HRC Penetrador de diamante cone 120 º S2

3 DURÔMETRO AUTOMÁTICO ROCKWELL DIGITAL CÓDIGO ISH-DR150 escala de dureza tresultado imprimir escala número de ensaios tempo do ensaio zero PR SC No - LD H R reset fuso da mesa média dos ensaios RS232C Seletor força de ensaio impressora Mesa plana Ø6Omm Mesa plana Ø150mm Mesa prismática Escalas de dureza Força de ensaio inicial Test force Elevação da mesa Controle do ensaio Tempo do ensaio Resolução Saída de dados Altura máxima da peça Profundidade da peça HRA, HRB, HRC, HRD, HRF, HRG 98N 588, 980, 1471N automático (aplicação da força/tempo de ensaio/leitura) 1-30 segundos 0.1HR RS232C 170mm 140mm (a partir do centro do penetrador) mm 8 Durômetro Mesa plana Ø60mml Mesa plana Ø150mml Mesa prismática Penetrador esfera metal duro Ø1,5875mm Penetrador de diamante Rockwell Rockwell Cabo RS232C Capa de proteção 3pçs S3

4 DURÔMETRO AUTOMÁTICO DIGITAL MICRO-VICKER CÓDIGO ISH-TDV2000 entrada para câmera ocular seletor ocular/câmera mesa X-Y objetiva 40X penetrado objetiva 10X torre motorizada hardness value(hv) impressora valor das diagonais lforça de teste tempo do ensaio valor da dureza convertido Para medição da dureza de peças pequenas ou finas Baseado no ensaio Vickers(HV) pode converter para outras escalas Rockwell (HRA, HRB e HRC) Suporte para chapas Forças de ensaio Escalas Vickers Elevação da mesa Controle do ensaio Tempo do ensaio Objetiva Ocular Ampliação total Altura da peça Profundidade da peça Mesa X-Y Saída de dados 0.01, 0.025, 0.05, 0.1, 0.2, 0.3, 0.5, 1, 2kgf HV0.01, HV0.025, HV0.05, HV0.1, HV0.2, HV0.3, HV0.5, HV1, HV2 automático (aplicação força/tempo do ensaio/leitura) 5-60 segundos (com incremento de 5 segundos) 10X.40X 15X 150X (para observação) 600X (para medição) 600X (for measurement) 85mm 85mm (a partir do centro do penetrador) dimensões: 100x100mm Deslocamento: 25x25mm graduação:0.01mm (opcional digital 0,001mm) RS232C e impressora embutida 540x500x640mm 50 kg Morsa Suporte com mandril ITENS DE INCLUSOS NO FORNECIMENTO Durômetro Objetivas de 10X e 40X Penetrador Vickers Micro Vickers (700HV1 e 400 HV0.2) Suporte para chapas finas Morsa Suporte com mandril Nível de bolha para nivelamento de cada de cada S4

5 DURÔMETRO BRINELL/ROCKWELL/VICKERS CÓDIGO ISH-BRV Visor Rockwell Microscópio para Vickers e Brinell Ocular de 15X graduação 0,01mm Objetivas de 2.5X/5X aplicação da força Mesa plana Ø60mm para Rockwell Mesa plana Ø150mm Para Rockwell Suporte com mesa deslizante mesa Mesa prismática para Rockwell seletor de força de ensaio escolha da escala de dureza Mesa plana Ø6Omm para Vickers e Brinell Mesa prismática para Vickers e Brinell Forças de ensaio Rockwell Força de ensaio inicial 98N e forças de ensaio total de: 588, 980 e1471n Mínima leitura Rockwell 0.5HR Forças de ensaio Brinell 306, 613 e 1839N Força de ensaio Vickers 294N Elevação da mesa Controle do ensaio Ampliação do microscópio 37.5X/75X(selecionável) Máxima altura da peça 180mm Máxima profundidade da peça 200mm(a partir do centro do penetrados 546x300x767mm 90 kg Durômetro Penetrador de esfera Ø1,5875mm de metal duro Penetrador de diamante Rockwell Penetrador de esfera Ø5mm para Brinell Penetrador de esfera Ø2.5mm para Brinell Penetrador de diamante Vickers Mesa plana Ø6Omm para Rockwell Mesa plana Ø15Omm para Rockwell Mesa prismática para Rockwell Mesa plana para Vickers e Brinell Mesa prismática para Vickers e Brinell Rockwell HRC (alto e baixo) Rockwell HRB Brinell V-anvil for Rockwell Vickers Capa de proteção de cada 1pc S5

6 DURÔMETRO PORTÁTIL DIGITAL CÓDIGO ISH-PHA Impressora Fornecido com dispositivo de impacto tipo D Baseado no ensaio Leeb (HLD), converte para Vickers (HV), Brinell (), Rockwell (HRC e HRB), Shore (HS) e Resistência à Tração (MPa) Comunicação com impressora via bluetooth Visor LCD de grande dimensão com iluminação Desligamento automático Atende a Norma ASTM A956 Suporte de apoio Leitura mínima Exatidão Visor digital Comunicação Característica das peças Alimentação 1HLD, 1HV, 1, 0.1HRC, 0.1HRB, 1HS, 1MPa ±6HLD(quando HLD=800) resultado em Leeb (HLD), conversão de dureza, material, direção de impacto, número de ensaios, média dos resultados e data via bluetooth peso mínimo espessura mínima da peça: 5mm 2kg (sobre um suporte sólido) 0.1 kg(acoplado em base plana) raio mínimo de curvatura da superfície: 11mm rugosidade máxima (Ra): 1,6µm 3 baterias AAA 150x80x24mm 200g Unidade de leitura Dispositivo de impacto Impressora Suporte de apoio tipo anel Escova de limpeza Escova de limpeza ACESSÓRIOS OPCIONAIS Suportes de apoio página S10 TIPO DE MATERIAL E CAPACIDADE DE MEDIÇÃO DO DISPOSITIVO DE IMPACTO D Material HLD HV HRC HRB HS Aço e Aço Fundido Aço Ferramenta Aço Inoxidável Ferro Fundido Ligas de Alumínio Fundido Latão Bronze Cobre Resistência à Tração (MPa S6

7 DURÔMETRO PORTÁTIL CÓDIGO ISH-SPHA Impressora Fornecido com dispositivo de impacto tipo D (outros tipos opçional) Baseado no ensaio Leeb (HLD), converte para Vickers (HV), Brinell (), Rockwell (HRC e HRB), Shore (HS) e Resistência a Tração (MPa) Comunicação com impressora via bluetooth Memória para até 800 resultados Possibilita o julgamento do resultado através de limites superior e inferior Operação através de tela sensível ao toque (Touch screen), visor de grande dimensão e iluminado Idiomas: Inglês, Chinês, Italiano, Alemão, Frances e Russo Desligamento automático Atende a Norma ASTM A956 uporte de apoio Leitura mínima Exatidão Informações no visor Comunicação Alimentação 1HL, 1HV, 1, 0.1 HRC,0.1HRB, 1HS, 1MPa ±6HL(when HL=800) resultado em Leeb (HLD), conversão de dureza, tipo de material, direção de impacto, número de ensaios, média, desvio, data e horário Via bluetooth e USB Bateria recarregável embutida 135x83x24mm 350g Unidade de leitura Dispositivo de impacto tipo D Impressora Suporte de apoio tipo anel Escova de limpeza Adaptador AC/DC ACESSÓRIOS OPCIONAIS Dispositivo de impacto tipo DC Dispositivo de impacto tipo C Dispositivo de impacto tipo D+15 Dispositivo de impacto tipo DL Dispositivo de impacto tipo G para dispositivo tipo G Suportes de apoio ISH-SPHA-DC ISH-SPHA-C ISH-SPHA-D15 ISH-SPHA-DL ISH-SPHA-G ISH-BHLG (página S13) Página S10 Cabo USB e disco com software Caneta para touch screen O padrão de dureza (ISH-BHLG) é usado com o dispositivo de impacto tipo G e o padrão de dureza que acompanha o aparelho é usado para todos os outros tipos de dispositivo de impacto. Continua página S8 S7

8 Continuação da página S7 DL D+15 Profundidade <15mm Ød>4.5mm Largura >12mm DC Ød>100mm DC(opcional) C(opcional) D(inclusa) D+15(opcional) DL(opcional) G(opcional) CARACTERÍSTICAS DA PEÇA A SER ENSAIADA Tipo do dispositivo de impacto Aplicação Rugosidade máxima da peça(ra) DC paredes internas de cilindros 1.6µm C peças leves ou pequenas 0.4µm D uso geral 1.6µm D+15 dentro de ranhuras 1.6µm DL ranhuras ou furos pequenos 1.6µm G peças fundidas ou forjadas 7µm mínimo Medição direta Sobre suporte sólido 2kg kg 2kg 2kg 1 Com acoplamento 0.1kg 0.02kg 0.1kg 0.1kg 0.1kg 0. Espessura mínima da peça 5mm 1mm 5mm 5mm 5mm 10mm TIPO DE MATERIAL E CAPACIDADE DE MEDIÇÃO DOS DISPOSITIVOS DE IMPACTO Material Escala de dureza DC C D HRC HRB Aço e aço fundido Ferro fundido Aço ferramenta Aço inoxidável Ligas de alumínio fundido Latão Bronze Cobre HV HS Resistência à tração (Mpa) HV HRC HRC HV HRB HV HRB HRB D DL G S8

9 DURÔMETRO PORTÁTIL DIGITAL CÓDIGO ISH-SPHD ajustes seleção resultado Porta USB Impressora ensaios total de ensaios média material escala liga/desliga imprimir Unidade de leitura incorpora ao dispositivo de impacto tipo D Baseado no ensaio Leeb (HLD), converte para Vickers (HV), Brinell (), Rockwell (HRC e HRB), Shore (HS) e Resistência a Tração (MPa) Correção da posição do ensaio automática Comunicação com impressora via bluetooth Memória para até 500 resultados Desligamento automático Atende a Norma ASTM A956 Suporte de apoio Leitura mínima 1HLD, 1HV, 1, 0.1HRC, 0.1HRB, 1HS, 1MPa Durômetro Exatidão ±6HLD (quando HLD=800) Impressora Comunicação Via USB e bluetooth Suporte de apoio tipo anel peso mínimo 2kg (sobre suporte sólido) Escova de limpeza Características das peças Alimentação 01 kg acoplada (base plana) espessura mínima: 5mm raio mínimo de curvatura da superfície: 11mm rugosidade máxima (Ra): 1,6µm bateria recarregável embutida Adaptador AC/DC ACESSÓRIOS OPCIONAIS Suportes de apoio página S mm 65g TIPO DE MATERIAL E CAPACIDADE DE MEDIÇÃO DO DISPOSITIVO DE IMPACTO D Material HLD HV HRC HRB HS Aço e Aço Fundido Aço Ferramenta Aço Inoxidável Ferro Fundido Liga de Alumínio Fundida Latão Bronze Cobre Tensile strength(mpa) S9

10 SUPORTES DE APOIO PARA DURÔMETROS PORTÁTEIS tipo A R ISH-R1015 tipo B R ISH-R1113 tipo C SR ISH-SR1113 tipo D SR ISH-SR1015 tipo E R ISH-RUN Código Tipo Aplicação em peças: Capacidade (mm) ISH-R1015 R10-15 ISH-R14530 A Superfície cilíndrica externa R ISH-R2550 R ISH-R1113 R11-13 ISH-R12517 B Superfície cilíndrica interna R ISH-R16530 R ISH-SR1113 SR11-13 ISH-SR12517 C Superfície esférica externa SR ISH-SR16530 SR ISH-SR1015 ISH-SR14530 D Superfície esférica interna SR10-15 SR ISH-RUN E Superfície cilíndrica externa R > 10 S10

11 DURÔMETRO PORTÁTIL SHORE 35 Ø0.79mm ISH-SA Apalpador cônico truncado (Shore A) 30 SR0.1mm Apalpador cônico esférico(shore D) ISH-SD SR2.5mm Apalpador esférico (Shore C) ISH-SC Atende as Normas: IS0868, IS07619 e ASTM D2240 Acessórios opcionais: padrão de calibração Shore A para ISH-AS (código ISH-BSA, página S13), e suporte de ensaio (página S12 Código Escala Aplicação ISH-SA Shore A borracha natural, elastômero mole, etc. ISH-SD Shore D borracha dura, plástico, elastômero duro, etc. ISH-SC Shore C espumas, esponjas, etc. Capacidade de medição HA: HD: HW: Resolução Saliência do penetrador 2.5mm 2.5mm 2.5mm mm 500g S11

12 SUPORTE PARA DURÔMETRO SHORE peso peso Durômetro não incluso Durômetro não incluso ISH-STAC ISH-STD Podem melhorar a estabilidade e a repetitividade das medições de dureza com os durômetros portáteis evitando o erro humano e variação das medições Código Aplicação com os durômetros Diâmetro da mesa Máxima altura da peça Massa do peso ISH-STAC Durômetros Shore A e C (ISH-SA, ISH-SC) Ø100mm 75mm 1kg ISH-STD ISH-SD Ø100mm 75mm S12

13 PADRÕES DE DUREZA Rockwell Vickers Brinell Micro-Vickers Leeb Shore Código ISH-BHRC1 ISH-BHRC2 ISH-BHRC3 ISH-BHRB ISH-BHRA ISH-BHV5A ISH-BHV5B ISH-BHV5C ISH-BHV10A ISH-BHV10B ISH-BHV30 ISH-B25A ISH-B25B ISH-B5A ISH-B5B ISH-B10A ISH-B10B ISH-BHV005 ISH-BHV01A ISH-BHV01B ISH-BHV02A ISH-BHV02B ISH-BHV05 ISH-BHV1 ISH-BHLD ISH-BHLG ISH-BSA Tipo Rockwell C Rockwell B Rockwell A Vickers Brinell Micro-Vickers Leeb Shore A Escala de dureza 25-35HRC 40-50HRC 55-65HRC 75-95HRB 70-85HRA HV HV HV HV HV HV W 2.5/ W 2.5/ W 5/ W 5/ W 10/ W 10/ HV HV HV HV HV HV HV HLD/ HLDC/ HLDL/ HLD+15/ HLC HLG 7pcs/set: 30-39HA, 40-49HA, 50-59HA, 60-69HA, 70-79HA, 80-89HA, 90-99HA S13

NOVOS PRODUTOS Durómetros Rockwell / Super Rockwell / Brinell Modelo Durotwin Plus

NOVOS PRODUTOS Durómetros Rockwell / Super Rockwell / Brinell Modelo Durotwin Plus NOVOS PRODUTOS Durómetros Rockwell / Super Rockwell / Brinell Modelo Durotwin Plus Informação detalhada na página 407. Medição Härteprüfgeräte da Dureza Durómetros Rockwell / Super Rockwell / Brinell Páginas

Leia mais

Converte para todas as escalas as durezas mais comuns (HV, HB, HRC, HRB, HS, Rm)

Converte para todas as escalas as durezas mais comuns (HV, HB, HRC, HRB, HS, Rm) Teste portátil de dureza Visor Grande e com luz facilitando a leitura Alta precisão ± 4 HL Correção automática para direção de impacto Converte para todas as escalas as durezas mais comuns (,,,, HS, Rm)

Leia mais

Aparelhos www.internacionalferramentas.com.br

Aparelhos www.internacionalferramentas.com.br Aparelhos Durômetro de Bancada Rockwell Construção robusta em ferro fundido garantindo leituras exatas e alta repetiblidade. Ensaios conforme norma e ABNT NBR NM ISO6508-2 Rockwell A, B, C, D, E, F, G,

Leia mais

Proteção : IP-40 Display: LCD, 6 dígitos mais sinal ( ) Inclui riscador, grampo e 1 bateria

Proteção : IP-40 Display: LCD, 6 dígitos mais sinal ( ) Inclui riscador, grampo e 1 bateria ZERO/ABS PRESET +/- ON/OFF HOLD Calibradores Traçadores de Altura Digitais Modelo de duas colunas e com ou sem saída de dados para CEP. Ajuste de zero por um simples toque no botão. Através do botão PRESET,

Leia mais

MICROSCÓPIO DIGITAL ISM-PM200SA

MICROSCÓPIO DIGITAL ISM-PM200SA MICROSCÓPIO DIGITAL ISM-PM200SA suporte obter foto ajuste de intensidade da iluminação ajuste de foco ajuste de ampliação placa branca/preta Computador não incluso Pode-se obter fotos ou vídeos. Fornecido

Leia mais

Os métodos de teste podem ser divididos grosseiramente em dois grupos:

Os métodos de teste podem ser divididos grosseiramente em dois grupos: Informativo Técnico Medição de Dureza soluções portáteis Em períodos de pressão por redução de custos e aumento da qualidade, os equipamentos portáteis de medição de dureza resultam não apenas em uma resposta

Leia mais

Relógios www.internacionalferramentas.com.br

Relógios www.internacionalferramentas.com.br Relógios Relógio Comparador Digital Dígitos grandes, com 9mm de altura Resolução: 0,01mm/.0005. Sete teclas: Liga/desliga, tolerância, set, zero absoluto/incremental,range (congelamento), direção de contagem

Leia mais

Dureza de materiais metálicos

Dureza de materiais metálicos Dureza de materiais metálicos Podemos considerar a dureza de um material de engenharia como sendo a propriedade mecânica de resistir à penetração ou riscamento na sua superfície. No caso dos materiais

Leia mais

CATÁLOGO DE METROLOGIA

CATÁLOGO DE METROLOGIA CATÁLOGO DE METROLOGIA 1 PAQUÍMETRO PAQUÍMETRO UNIVERSAL PAQUÍMETRO UNIVERSAL (MD) capacidade LEITURA 141-112 0-150mm / 0-6 0,02mm / 0,001 141-113 0-150mm / 0-6 0,05mm / 1/128 141-114 0-200mm / 0-8 0,02mm

Leia mais

DUREZA DE CORPOS SINTERIZADOS Por Domingos T. A. Figueira Filho

DUREZA DE CORPOS SINTERIZADOS Por Domingos T. A. Figueira Filho DUREZA DE CORPOS SINTERIZADOS Por Domingos T. A. Figueira Filho 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS. Como os corpos sinterizados são compostos de regiões sólidas e poros, os valores de macrodureza determinados pelos

Leia mais

Tel.: 55 (11) 2814-0790 Fax 55 (11) 4647-6782 E-mail: triak@triak.com.br CNPJ: 08.747.866/0001-72 Inc. Estadual: 147.257.444.110 www.triak.com.

Tel.: 55 (11) 2814-0790 Fax 55 (11) 4647-6782 E-mail: triak@triak.com.br CNPJ: 08.747.866/0001-72 Inc. Estadual: 147.257.444.110 www.triak.com. Promoção Válida /janeiro 2011 /fevereiro 2011 das normas internacionais, Garantia de 1 ano Assistência Técnica Própria Tel.: 55 (11) 2814-0790 Fax 55 (11) 4647-6782 E-mail: triak@triak.com.br CNPJ: 08.747.866/0001-72

Leia mais

Ensaios Mecânicos de Materiais. Aula 3 Ensaio de Dureza. Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues

Ensaios Mecânicos de Materiais. Aula 3 Ensaio de Dureza. Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Ensaios Mecânicos de Materiais Aula 3 Ensaio de Dureza Tópicos Abordados Nesta Aula Ensaio de Dureza. Dureza Brinell. Dureza Rockwell. Dureza Vickers. Definições de Dureza Dureza - propriedade mecânica

Leia mais

Material para Produção Industrial Ensaio de Dureza

Material para Produção Industrial Ensaio de Dureza Material para Produção Industrial Ensaio de Dureza Prof.: Sidney Melo 8 Período 1 O que é Dureza Dureza é a propriedade de um material que permite a ele resistir à deformação plástica, usualmente por penetração.

Leia mais

Nos sentiremos honrados em atende-los.

Nos sentiremos honrados em atende-los. Presente no mercado brasileiro desde 1941, a PANAMBRA sempre pautou suas atividades por oferecer equipamentos de tecnologia avançada em todos os seus campos de trabalho e foi pioneira na introdução de

Leia mais

Salvi Casagrande Salvi Sul

Salvi Casagrande Salvi Sul 1 Anéis Padrão ANÉIS Usados para calibração de micrômetros internos, comparadores de diâmetros internos, micrômetros tubulares, etc Fabricados em aço temperado, micro lapidados Alta precisão de acordo

Leia mais

Processos de Fabrico. Ensaios de Dureza. A. M. Vasconcelos Lima

Processos de Fabrico. Ensaios de Dureza. A. M. Vasconcelos Lima Processos de Fabrico 1 É um dos ensaios mais comuns para avaliar e controlar as propriedades mecânicas dos materiais e dos processos tecnológicos. As aplicações destes ensaios incluem: Determinação da

Leia mais

Micrômetros para Medições de Rebordos de Latas

Micrômetros para Medições de Rebordos de Latas Micrômetros para Medições de Rebordos de Latas Série 147 Para controle preciso de profundidade e espessura em rebordos de latas. Profundidade de rebordo (profundidade maior que 5 mm) 147 103 para latas

Leia mais

ENSAIO DE DUREZA EM-641

ENSAIO DE DUREZA EM-641 ENSAIO DE DUREZA DEFINIÇÃO: Dureza é a resistência à deformação permanente Aplicação de uma carga na superfície da peça com um penetrador padronizado Características da marca de impressão (área ou profundidade)

Leia mais

UERJ CRR FAT Disciplina ENSAIOS DE MATERIAIS A. Marinho Jr

UERJ CRR FAT Disciplina ENSAIOS DE MATERIAIS A. Marinho Jr Tópico 05 ENSAIOS MECÂNICOS - DUREZA Parte A - Dureza Brinell Introdução A dureza de um material é uma propriedade difícil de definir, que tem diversos significados dependendo da experiência da pessoa

Leia mais

ENSAIOS MECÂNICOS Permitem perceber como os materiais se comportam quando lhes são aplicados esforços

ENSAIOS MECÂNICOS Permitem perceber como os materiais se comportam quando lhes são aplicados esforços ENSAIOS MECÂNICOS Permitem perceber como os materiais se comportam quando lhes são aplicados esforços Tipos Ensaios Destrutivos provocam a inutilização do material ensaiado Ensaios Não Destrutivos Ensaio

Leia mais

Funções dos Relógios Comparadores Digitais

Funções dos Relógios Comparadores Digitais Funções dos Relógios Comparadores Digitais Funções dos relógios IDS IDC IDC IDC para IDC IDC IDU IDH comparadores Modelos com baixa força Max/Min micrômetros com com cálculo Modelos com maior força modo

Leia mais

Aula 7 - Ensaios de Materiais

Aula 7 - Ensaios de Materiais Aula 7 - Ensaios de Materiais Tecnologia dos Materiais II Prof. Lincoln B. L. G. Pinheiro 23 de setembro de 2010 1 Ensaios de Dureza A dureza é uma propriedade mecânica que mede a resistência do material

Leia mais

DESTAQUES. Série 500 Informações detalhadas na página 74. Paquímetros Digitais ABSOLUTE. Informações detalhadas na página 75

DESTAQUES. Série 500 Informações detalhadas na página 74. Paquímetros Digitais ABSOLUTE. Informações detalhadas na página 75 DESTAQUES Paquímetros Digitais Coolant Proof ABSOLUTE Série 500 Informações detalhadas na página 74 Paquímetros Digitais ABSOLUTE Série 500 Informações detalhadas na página 75 Paquímetro Digital Solar

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 004/2012 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais

Paquimetro Digital especial. (Métrico) 0,01 ± 0,05. (Polegada/Métrico) .0005/0,01 ± 0,05. Paquimetro Digital especial com face em metal duro

Paquimetro Digital especial. (Métrico) 0,01 ± 0,05. (Polegada/Métrico) .0005/0,01 ± 0,05. Paquimetro Digital especial com face em metal duro Paquimetro Digital especial (Métrico) 0,01 ± 0,05 (Polegada/Métrico) pol/.0005/0,01 ± 0,05 Paquimetro Digital especial com face em metal duro 0,01 ± 0,02 Paquimetro Especial Paquimetro com bico tipo Lâmina

Leia mais

ESCOPO DO LABORATORIO

ESCOPO DO LABORATORIO Haste Padrão parã Micrômetro Externo âté 500 mm Paquímetro Micrômetro Externo Relógio Apalpador Milesimal / Centesimal até 25 mm Paquímetro Medidor de Altura Bloco Padrão Calibrador Anel de Rosca Paralela

Leia mais

Materiais em Engenharia. Aula Teórica 6. Ensaios mecânicos (continuação dos ensaios de tracção, ensaios de compressão e de dureza)

Materiais em Engenharia. Aula Teórica 6. Ensaios mecânicos (continuação dos ensaios de tracção, ensaios de compressão e de dureza) Aula Teórica 6 Ensaios mecânicos (continuação dos ensaios de tracção, ensaios de compressão e de dureza) 1 ENSAIO DE TRACÇÃO A partir dos valores da força (F) e do alongamento ( I) do provete obtêm-se

Leia mais

Pirômetro Óptico Portátil- BR IR AH

Pirômetro Óptico Portátil- BR IR AH Leve e fácil de operar! Os modelos BR IR- AHS e BR IR AHU são pirômetros portáteis para medição e aquisição da temperatura sem contato com o produto. Os pirômetros oferecem uma larga faixa de medição de

Leia mais

GRANDE OPORTUNIDADE PRODUTOS DO NOSSO SHOW-ROOM NOVOS E SEMI-NOVOS!

GRANDE OPORTUNIDADE PRODUTOS DO NOSSO SHOW-ROOM NOVOS E SEMI-NOVOS! GRANDE OPORTUNIDADE PRODUTOS DO NOSSO SHOW-ROOM NOVOS E SEMI-NOVOS! Alta Tecnologia e Qualidade Japonesa para Aumentar a Produtividade de Suas Medições! PROMOÇÃO VÁLIDA ATÉ 30/OUTUBRO/2015 APROVEITE! PREÇOS

Leia mais

DETERMINAÇÃO DA INCERTEZA DE MEDIÇÃO EM DURÔMETROS PARA PESQUISA METROLÓGICA

DETERMINAÇÃO DA INCERTEZA DE MEDIÇÃO EM DURÔMETROS PARA PESQUISA METROLÓGICA DETERMINAÇÃO DA INCERTEZA DE MEDIÇÃO EM DURÔMETROS PARA PESQUISA METROLÓGICA Pires, Fábio de Souza Nascimento, Jôneo Lopes do Cardoso, Tito Lívio Medeiros* INSTITUTO NACIONAL DE TECNOLOGIA INT 1. Introdução

Leia mais

Instrumentos portáteis e não destrutivos para ensaio em bobinas

Instrumentos portáteis e não destrutivos para ensaio em bobinas Instrumentos portáteis e não destrutivos para ensaio em bobinas Made in Switzerland Ensaios de dureza de bobinas de papel, película e de filme metalizado Método de ensaio Aplicações Display e interface

Leia mais

ENSAIO DE DUREZA EM-641

ENSAIO DE DUREZA EM-641 ENSAIO DE DUREZA DEFINIÇÃO: O ensaio de dureza consiste na aplicação de uma carga na superfície do material empregando um penetrador padronizado, produzindo uma marca superficial ou impressão. É amplamente

Leia mais

CRONOGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA DA REDE - PREVISÃO DE INSCRIÇÕES

CRONOGRAMA DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA DA REDE - PREVISÃO DE INSCRIÇÕES BENEFÍCIOS AOS PARTICIPANTES: Sistema de gestão que opera seguindo os requisitos da norma técnica ISO/IEC 17043; Programas concluídos cadastrados na base de dados internacional EPTIS European Proficiency

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 014/2012 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais

QUESTÃO 24 PETROBRÁS / 2008

QUESTÃO 24 PETROBRÁS / 2008 QUESTÃO 24 PETROBRÁS / 2008 Um esforço axial de tração gera os valores máximos de tensão (A) normal na seção transversal e de cisalhamento em um plano a 45 o. (B) normal na seção transversal e de cisalhamento

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 003/2012 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório de Calibração

Leia mais

RELÓGIO COMPARADOR RESUMO

RELÓGIO COMPARADOR RESUMO RELÓGIO COMPARADOR Leonardo Vidal 1 - Orientador Gustavo Bueno 2-21170078 Lincoln Ferreira 3-20870070 Samira Ponce 4-21170078 RESUMO Este artigo tem como objetivo apresentar o instrumento de medição chamado

Leia mais

Eliton Suldário da Silva Sousa Helton da Paixão Silva Joaquim Eliano Dutra Bezerra. Ensaios de dureza e microdureza do vergalhão GG50

Eliton Suldário da Silva Sousa Helton da Paixão Silva Joaquim Eliano Dutra Bezerra. Ensaios de dureza e microdureza do vergalhão GG50 Eliton Suldário da Silva Sousa Helton da Paixão Silva Joaquim Eliano Dutra Bezerra Ensaios de dureza e microdureza do vergalhão GG50 Teresina PI, Brasil 29 de Abril de 2015 Eliton Suldário da Silva Sousa

Leia mais

Grupo 16 Instrumentos de medição

Grupo 16 Instrumentos de medição BRALE Grupo 16 Instrumentos de medição Fornecedor: Tipo Descrição Página Instrumentos de medição em geral 00 Paquímetro com leitura analógica 01 Características 01-01 Produtos 01-02 Paquímetro com leitura

Leia mais

PROPRIEDADES MECÂNICAS DOS METAIS

PROPRIEDADES MECÂNICAS DOS METAIS UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA PROPRIEDADES MECÂNICAS DOS METAIS CMA CIÊNCIA DOS MATERIAIS 2º Semestre de 2014 Prof. Júlio

Leia mais

Dimensão da peça = Dimensão do padrão ± diferença

Dimensão da peça = Dimensão do padrão ± diferença Relógio comparador Um problema Como vocês podem perceber, o programa de qualidade da empresa envolve todo o pessoal. Na busca constante de melhoria, são necessários instrumentos de controle mais sofisticados

Leia mais

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações Calibradores de Relógios Comparadores Para calibração de relógios comparadores digitais e analógicos, relógios apalpadores, sensor tipo apalpador com capacidade máxima de 5 mm. Graduação: 0,0002 mm Série

Leia mais

Relógio comparador. Como vocês podem perceber, o programa de. Um problema. O relógio comparador

Relógio comparador. Como vocês podem perceber, o programa de. Um problema. O relógio comparador A U A UL LA Relógio comparador Um problema Como vocês podem perceber, o programa de qualidade da empresa envolve todo o pessoal. Na busca constante de melhoria, são necessários instrumentos de controle

Leia mais

LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO. 1. Descrição Física

LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO. 1. Descrição Física LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO 1. Descrição Física O espaço físico deste laboratório deve ser de 100 m 2, com piso em cimento queimado e uma área de aproximadamente 3 m 2 em terra batida para vazamento de metal,

Leia mais

Relógios Comparadores

Relógios Comparadores 1 Relógios Comparadores Conteúdos Medição por comparação O relógio comparador mecânico Aspectos metrológicos Calibração de relógios comparadores Relógio comparador digital Aplicações: Sistema para medição

Leia mais

Sistema de Medição 2D de Alta Performance

Sistema de Medição 2D de Alta Performance Instrumentos de Medição Manual Sistema de Medição 2D de Alta Performance Folheto FVP-229 Sistema de medição 2D líder em sua classe de exatidão mundial Um sofisticado medidor de altura que proporciona a

Leia mais

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações

Série 521 Para relógios comparadores, sensores tipo apalpadores e relógios apalpadores com graduação de 0,001 mm. Especificações Calibradores de Relógios Comparadores Para calibração de relógios comparadores digitais e analógicos, relógios apalpadores, sensor tipo apalpador com capacidade máxima de 5 mm. Graduação: 0,0002 mm Série

Leia mais

DESTAQUES. Relógios Comparadores Digitais de Alta Exatidão ID-H com entrada e saída de dados RS-232C

DESTAQUES. Relógios Comparadores Digitais de Alta Exatidão ID-H com entrada e saída de dados RS-232C DESTAQUES Relógios Comparadores Digitais de Alta Exatidão ID-H com entrada e saída de dados RS-232C Série 543 Informações detalhadas na página 119 Relógios Comparadores Digitais ABSOLUTE ID-N / ID-B Modelos

Leia mais

DTGHV_20130524. Características e especificações técnicas sujeitas a alterações sem prévio aviso./ Fotos meramente ilustrativas. pág.

DTGHV_20130524. Características e especificações técnicas sujeitas a alterações sem prévio aviso./ Fotos meramente ilustrativas. pág. DT_20130524 GUILHOTINA HIDRÁULICA DE ÂNGULO VARIÁVEL MARCA NEWTON LINHA Características e especificações técnicas sujeitas a alterações sem prévio aviso./ Fotos meramente ilustrativas. pág. 1/5 DT_20130524

Leia mais

SHF 6260NC MODELO SHF 6260NC/SHF 6260A. Máquinas importadas de Taiwan e comercializadas por: 10-600mm CAPACIDADE DE CORTE

SHF 6260NC MODELO SHF 6260NC/SHF 6260A. Máquinas importadas de Taiwan e comercializadas por: 10-600mm CAPACIDADE DE CORTE SHF 6260NC SHF 6260NC/SHF 6260A MAXIMO MINIMO 10-600mm L10xA10~L620xA600mm L480xA440mm L260x360mm 6560x41x1,3mm Os modelos SHF-6260NC e SHF-6260A foram projetados para cortes leves, como vigas H, cantoneiras,

Leia mais

Transmissor de humidade para aplicações de clima crítico

Transmissor de humidade para aplicações de clima crítico ESPECIFICAÇÕES Ótimo conceito de ajuste graças ao ajuste de toda a cadeia de sinal incl. ajuste analógico Ethernet, relé e saídas analógicas permitem uma integração óptima em sistemas de automação individuais

Leia mais

PROPOSTA DE ESCOPO PARA CALIBRAÇÃO ANEXO A. Norma de Origem: NIT-DICLA-005 Folha: 1 / 2 CALIBRAÇÕES

PROPOSTA DE ESCOPO PARA CALIBRAÇÃO ANEXO A. Norma de Origem: NIT-DICLA-005 Folha: 1 / 2 CALIBRAÇÕES Norma de Origem: NIT-DICLA-005 Folha: 1 / 2 Escala de Máquinas de Ensaio 2075 - Escalas de Máquina de Ensaios em Tração 2076 - Escalas de máquina de ensaios de impacto 2074 - Escalas de Máquina de Ensaios

Leia mais

7 FURAÇÃO. 7.1 Furadeira

7 FURAÇÃO. 7.1 Furadeira 1 7 FURAÇÃO 7.1 Furadeira A furadeira é a máquina ferramenta empregada, em geral, para abrir furos utilizando-se de uma broca como ferramenta de corte. É considerada uma máquina ferramenta especializada

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL. Documento de caráter orientativo

ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL. Documento de caráter orientativo Coordenação Geral de Acreditação ORIENTAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE CALIBRAÇÕES NO GRUPO DE SERVIÇOS DE CALIBRAÇÃO EM METROLOGIA DIMENSIONAL Documento de caráter orientativo DOQ-CGCRE-004 Revisão 02 FEV/2010

Leia mais

SISTEMAS AVANÇADOS DE CÂMARAS DE VIDEO PARA INSPEÇÃO

SISTEMAS AVANÇADOS DE CÂMARAS DE VIDEO PARA INSPEÇÃO SISTEMAS AVANÇADOS DE CÂMARAS DE VIDEO PARA INSPEÇÃO MODELOS VIS 200 / VIS 250 Generalidades: Os sistemas de inspeção VIS 200 e VIS 250 são equipamentos de grande robustez, a preço económico, mas de elevada

Leia mais

PROPRIEDADES MECÂNICAS V

PROPRIEDADES MECÂNICAS V INSTITUTO MILITAR DE ENGENHARIA PROGRAMA DE CIÊNCIA DOS MATERIAIS PROPRIEDADES MECÂNICAS V Propriedades dos Materiais Ten Cel Sousa Lima, D. C. SUMÁRIO Dureza Fatores de projeto/segurança Durômetro Rockwell

Leia mais

CONTADOR DIGITAL PARA ESCALA LINEAR

CONTADOR DIGITAL PARA ESCALA LINEAR CONTDOR DIGIT PR ESC INER Eixo X/Y dicionar dados das escalas Zero Método de Modo de por arco Calculadora Coordenada S/INC, SDM Calcula ½ IS-DR2 Eixo X/Y/Z dicionar dados das escalas Zero Método de Modo

Leia mais

Relógios Comparadores. Prof. Dr. Eng. Gustavo Daniel Donatelli Anderson César Silva

Relógios Comparadores. Prof. Dr. Eng. Gustavo Daniel Donatelli Anderson César Silva Relógios Comparadores Prof. Dr. Eng. Gustavo Daniel Donatelli Anderson César Silva 1 Conteúdos 2 Medição diferencial O relógio comparador mecânico Aspectos metrológicos Calibração de relógios comparadores

Leia mais

Tensiômetros. www.intertecequip.com.br Página 1. :: Modelo DX2-2000-EDM. representação exclusiva

Tensiômetros. www.intertecequip.com.br Página 1. :: Modelo DX2-2000-EDM. representação exclusiva :: Modelo DX2-2000-EDM representação exclusiva Tensiômetros :: Hoje em dia, há mais de 160.000 tensiômetros da marca alemã SCHMIDT espalhados pelo mundo Em todo lugar onde a produção necessite precisão

Leia mais

Calibrador Escalonado Para ensaiar paquímetros, graminhos e traçadores. Com blocos padrão cerâmicos.

Calibrador Escalonado Para ensaiar paquímetros, graminhos e traçadores. Com blocos padrão cerâmicos. Calibrador Escalonado Para ensaiar paquímetros, graminhos e traçadores. Com blocos padrão cerâmicos. : 0 300 : 5 300 600 : 7 515-555 medição 515-555 0 300 2 20, 50, 100, 150, 200, 250 e 300 4,0 515-556

Leia mais

DMS 680 - Inspeção de calibradores

DMS 680 - Inspeção de calibradores DMS 680 - Inspeção de calibradores Banco universal de medida calibrações segundo a norma»iso 9000«JOINT OINT J 2 3 JOINT Banco universal de medida DMS 680 Grande campo de aplicações Calibração de vários

Leia mais

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora.

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora. Brocas A broca é uma ferramenta de corte geralmente de forma cilíndrica, fabricada com aço rápido, aço carbono, ou com aço carbono com ponta de metal duro soldada ou fixada mecanicamente, destinada à execução

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS ASSISPAR - IND. E COM. DE PARAFUSOS LTDA PARAFUSOS PORCAS ARRUELAS MAT. FIXAÇÃO

CATÁLOGO DE PRODUTOS ASSISPAR - IND. E COM. DE PARAFUSOS LTDA PARAFUSOS PORCAS ARRUELAS MAT. FIXAÇÃO CATÁLOGO DE PRODUTOS - IND. E COM. DE PARAFUSOS LTDA PARAFUSOS PORCAS ARRUELAS MAT. FIXAÇÃO A Assispar Indústria e Comércio de Parafusos Ltda., é uma empresa especializada na fabricação e comercialização

Leia mais

DATA LOGGER PARA REGISTO DE TEMPERATURAS COM LIGAÇÃO USB

DATA LOGGER PARA REGISTO DE TEMPERATURAS COM LIGAÇÃO USB DATA LOGGER PARA REGISTO DE TEMPERATURAS COM LIGAÇÃO USB AVISO PRÉVIO A partir de 1 de Janeiro de 2014 os data loggers deixam de ser fornecidos com CD-ROM com software. O software continua a ser gratuito

Leia mais

Testador de dureza de frutas

Testador de dureza de frutas Guia do Usuário Testador de dureza de frutas Modelo FHT200 Introdução Parabéns pela sua compra do Testador de Dureza de Frutas Modelo FHT200 da Extech. O testador é usado para medir a dureza (maturação)

Leia mais

RUGOSIMETRO DIGITAL PORTÁTIL MODELO TR200

RUGOSIMETRO DIGITAL PORTÁTIL MODELO TR200 MANUAL DE INSTRUÇÕES RUGOSIMETRO DIGITAL PORTÁTIL MODELO TR200 INTERMÁQUINAS COM. DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA. TEL.: 19-3886-3003 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 PRINCIPIO DE MEDIÇÃO... 3 1.2 CONJUNTO

Leia mais

ME-25 MÉTODOS DE ENSAIO ENSAIO DE PENETRAÇÃO DE MATERIAIS BETUMINOSOS

ME-25 MÉTODOS DE ENSAIO ENSAIO DE PENETRAÇÃO DE MATERIAIS BETUMINOSOS ME-25 MÉTODOS DE ENSAIO ENSAIO DE PENETRAÇÃO DE MATERIAIS BETUMINOSOS DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA 1 ÍNDICE PÁG. 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. E NORMAS COMPLEMENTARES... 3 4. DEFINIÇÃO... 3

Leia mais

COMPORTAMENTO DOS MATERIAIS SOB TENSÃO. Prof. Rubens Caram

COMPORTAMENTO DOS MATERIAIS SOB TENSÃO. Prof. Rubens Caram COMPORTAMENTO DOS MATERIAIS SOB TENSÃO Prof. Rubens Caram 1 TENSÃO X DEFORMAÇÃO O EFEITO DE TENSÕES NA ESTRUTURA DE METAIS PODE SER OBSERVADO NA FORMA DE DEFORMAÇÕES: EM ESTRUTURAS DE ENGENHARIA, ONDE

Leia mais

ANTISAGTEST Norma ASTM Aparelho determina a tendência de escorrimento vertical de tinta com aplicação de 10 faixas com espessura de 75 a 300 micros.

ANTISAGTEST Norma ASTM Aparelho determina a tendência de escorrimento vertical de tinta com aplicação de 10 faixas com espessura de 75 a 300 micros. ANTISAGTEST Aparelho determina a tendência de escorrimento vertical de tinta com aplicação de 10 faixas com espessura de 75 a 300 micros. APARELHO TIPO PENTE Medidor de camada úmida escalas de medição:

Leia mais

Krautkramer MIC 10. GE Tecnologias de Inspeção. Manual de Operação 084-028-547. . GEInspectionTechnologies.com

Krautkramer MIC 10. GE Tecnologias de Inspeção. Manual de Operação 084-028-547. . GEInspectionTechnologies.com GE Tecnologias de Inspeção Ultra som Krautkramer MIC 10 Manual de Operação 084-028-547. GEInspectionTechnologies.com 2005 General Electric Empresa. Todos os direitos reservados. Nós nos reservamos o direito

Leia mais

Notas de Aula - Ensaio de Dureza

Notas de Aula - Ensaio de Dureza Notas de Aula - Ensaio de Dureza Disciplina: Ensaios de Materiais // Engenharia Mecânica - UEM 1 de abril de 2008 1 Introdução A dureza é a propriedade mecânica de um material apresentar resistência ao

Leia mais

Termómetros SUHIMPOR

Termómetros SUHIMPOR Termómetros Compromisso com o futuro! MINI TERMÓMETRO com sonda de penetração, adequado para medir a temperatura dos alimentos em estado sólido ou líquido. -GAMA: -50...150ºC -COMPRIMENTO DA SONDA: 120mm

Leia mais

Caderno Técnico: DUREZA

Caderno Técnico: DUREZA tubo & cia artigo Caderno Técnico: DUREZA ENSAIOS DE DUREZA SÃO DE EXECUÇÃO SIMPLES E RÁPIDA, PORÉM REQUEREM UMA ANÁLISE CRITERIOSA DE SEUS RESULTADOS. ( * ) WILLY ANK DE MORAIS e ( ** ) ANTONIO SERGIO

Leia mais

Retificação cilíndrica

Retificação cilíndrica A U A UL LA Retificação cilíndrica A retificadora cilíndrica universal é uma máquina utilizada na retificação de todas as superfícies cilíndricas, externas ou internas de peças. Em alguns casos, essa máquina

Leia mais

ANÁLISE DE ENSAIOS DE DUREZA BRINEL E ROCKWELL EM CORPO DE PROVA

ANÁLISE DE ENSAIOS DE DUREZA BRINEL E ROCKWELL EM CORPO DE PROVA ANÁLISE DE ENSAIOS DE DUREZA BRINEL E ROCKWELL EM CORPO DE PROVA Evandro Bertoldi, evandro.bertoldi@unijui.edu.br 1 1 UNIJUÍ, Av. Gomercindo Saraiva, 1066, Centro, Saldanha Marinho, CEP 98250-000, RS,

Leia mais

Metrologia Dimensional 17-07-2003

Metrologia Dimensional 17-07-2003 Artigo Serviço Referências 52.15.205 Apalpa Folgas (a) DIN 2275 52.15.206 Aplicador Rectangular (b) -------------- 52.15.207 Base de Comparador (b) -------------- 52.15.210 de Haste Telesc. Analógica

Leia mais

Ensaios dos Materiais

Ensaios dos Materiais MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS JOINVILLE CURSO DE TÉCNICO EM MECÂNICA CONCOMITANTE

Leia mais

Metrologia Aplicada e Instrumentação e Controle

Metrologia Aplicada e Instrumentação e Controle 25/11/2012 1 2012 Metrologia Aplicada e Instrumentação e Controle A disciplina de Metrologia Aplicada e Instrumentação e Controle, com 40 horas/aulas, será dividida em 2 (duas) partes, sendo : Metrologia

Leia mais

FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS

FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS Linha FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS Alta performance nos trabalhos manuais As ferramentas estacionárias são indicadas para trabalhos domésticos, artesanatos, carpintarias, marcenarias,

Leia mais

PROMOÇÃO! MITUTOYO. Outono. Comprovar a Qualidade. Outubro 2008 Janeiro 2009*

PROMOÇÃO! MITUTOYO. Outono. Comprovar a Qualidade. Outubro 2008 Janeiro 2009* PROMOÇÃO! MITUTOYO Outono 08 Outubro 2008 Janeiro 2009* Comprovar a Qualidade Micrómetros O primeiro micrómetro a nível mundial a apresentar um fuso micrométrico com passo de 2. Permite medições 4x mais

Leia mais

TM229 Introdução aos Materiais ENSAIOS MECÂNICOS Prof. Adriano Scheid Capítulos 6 e 8 - Callister

TM229 Introdução aos Materiais ENSAIOS MECÂNICOS Prof. Adriano Scheid Capítulos 6 e 8 - Callister TM229 Introdução aos Materiais ENSAIOS MECÂNICOS Prof. Adriano Scheid Capítulos 6 e 8 - Callister Introdução: Propriedades mecânicas indicam o comportamento dos materiais quando sujeitos a esforços de

Leia mais

TERMÓMETROS ECONÓMICOS PARA ALIMENTOS, FRIGORIFICOS ARCAS E FORNOS

TERMÓMETROS ECONÓMICOS PARA ALIMENTOS, FRIGORIFICOS ARCAS E FORNOS TERMÓMETROS ECONÓMICOS PARA ALIMENTOS, FRIGORIFICOS ARCAS E FORNOS VERSÕES ANALÓGICAS TERMÓMETRO DE FRIGORÍFICO E CONGELADOR (versão vertical) Este termómetro vertical Spirit-Filled indica temperaturas

Leia mais

Reconhecimento para Qualificação para Laboratórios de Calibração e Ensaios

Reconhecimento para Qualificação para Laboratórios de Calibração e Ensaios K & L Laboratórios de Metrologia Unidade: Rua Sergipe, 113 Sala B Bairro: Boneca do Iguaçu - São José dos Pinhais - PR Escopo de Qualificação: Dimensional, Força, Torque e Dureza, Massa, Acústica, Eletricidade,

Leia mais

Catálogo de Gaxetas, Raspadores e Guias

Catálogo de Gaxetas, Raspadores e Guias Catálogo de Gaxetas, Raspadores e Guias CIAGN 1021 (2011) AGN Vedações Hidráulica, Pneumática e Serviços Ltda. Índice página 1. Introdução 3 2. Compostos das Gaxetas 3 3. Dimensões das Gaxetas 3 3.1 Gaxeta

Leia mais

Maleta de calibração Modelo CPH7600

Maleta de calibração Modelo CPH7600 Tecnologia de calibração Maleta de calibração Modelo CPH7600 WIKA folha de dados CT 17.01 Wally Box III Aplicações Prestadores de serviços de calibração e testes Laboratórios de medição e controle Garantia

Leia mais

ULTRA-SOM MEDIÇÃO DE ESPESSURA PROCEDIMENTO DE END PR 036

ULTRA-SOM MEDIÇÃO DE ESPESSURA PROCEDIMENTO DE END PR 036 Página: 1 de 5 1. OBJETIVO Este procedimento fixa as condições mínimas do ensaio não destrutivo por meio de ultra-som para medição de espessura em materiais metálicos, em exames de qualificação do Sistema

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA abr/2006 1 de 9 CONES PARA SINALIZAÇÃO VIÁRIA DIRETORIA DE ENGENHARIA. Cone. Cone de Borracha. PR 010973/18/DE/2006

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA abr/2006 1 de 9 CONES PARA SINALIZAÇÃO VIÁRIA DIRETORIA DE ENGENHARIA. Cone. Cone de Borracha. PR 010973/18/DE/2006 FOLH ESPECIFICÇÃO TÉCNIC abr/2006 1 de 9 TÍTULO CONES PR SINLIZÇÃO VIÁRI ÓRGÃO DIRETORI DE ENGENHRI PLVRS-CHVE Cone. Cone de Borracha. PROVÇÃO PROCESSO PR 010973/18/DE/2006 DOCUMENTOS DE REFERÊNCI DER/SP

Leia mais

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva

Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva Certificado de Qualificação Metrológica para Laboratórios de Ensaio e Calibração da Cadeia Automotiva CERTIFICADO: Nº 008/2013 Rev. 04 A Rede Metrológica do Estado de São Paulo qualifica o Laboratório

Leia mais

Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.18, 990.19, 990.20 e 990.21, conexão rosqueada

Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.18, 990.19, 990.20 e 990.21, conexão rosqueada Selos diafragma Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.18, 990.19, 990.20 e 990.21, conexão rosqueada WIKA folha de dados DS 99.40 outras aprovações veja página 3 Aplicações

Leia mais

Norma Técnica Interna SABESP NTS 051

Norma Técnica Interna SABESP NTS 051 Norma Técnica Interna SABESP NTS 051 Tubos de Polietileno - Determinação das Dimensões Método de Ensaio São Paulo Fevereiro - 1999 NTS 051 : 1999 Norma Técnica Interna SABESP S U M Á R I O 1 OBJETIVO...1

Leia mais

www.ferdimat.com.br Retificadoras Cilíndricas Série CA / CA51H

www.ferdimat.com.br Retificadoras Cilíndricas Série CA / CA51H * Imagem ilustrativa, a máquina pode estar equipada com acessórios opcionais. Vendas nacionais Rua Dr. Miranda de Azevedo, N 415 Pompéia, São Paulo - SP Tel. (11) 3673-3922 - Fax. (11) 3862-6587 E-mail:

Leia mais

Andraplan Serviços Ltda. A essência da consultoria.

Andraplan Serviços Ltda. A essência da consultoria. Andraplan Serviços Ltda. A essência da consultoria. Publicação de domínio público reproduzida na íntegra por Andraplan Serviços Ltda. Caso tenha necessidade de orientações sobre o assunto contido nesta

Leia mais

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril.

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril. A UU L AL A Mandrilamento Nesta aula, você vai tomar contato com o processo de mandrilamento. Conhecerá os tipos de mandrilamento, as ferramentas de mandrilar e as características e funções das mandriladoras.

Leia mais

LINHA DE BALANÇAS WELMY, PROPORCIONANDO SOLUÇÕES PRECISAS E DE QUALIDADE PARA SEU NEGÓCIO.

LINHA DE BALANÇAS WELMY, PROPORCIONANDO SOLUÇÕES PRECISAS E DE QUALIDADE PARA SEU NEGÓCIO. Conteúdo Linha Precisão Balanças Eletrônicas Computadoras Balanças Linha Pesadora Balanças Computadoras Light Balanças Eletrônicas de Plataforma Balanças Eletrônicas de Plataforma Balanças Eletrônicas

Leia mais

Teste de Resistência Portátil. Manual de instruções

Teste de Resistência Portátil. Manual de instruções Teste de Resistência Portátil Manual de instruções Proceq SA Ringstrasse 2 CH-8603 Schwerzenbach Switzerland Fone.: +41-43-355-38-00 Fax.: +41-43-355-38-12 info-europe@proceq.com Proceq USA, Inc. 117 Corporation

Leia mais

eddyliner Permite o ensaio comparativo de propriedades do material, como dureza, estrutura, tratamento térmico ou ligas.

eddyliner Permite o ensaio comparativo de propriedades do material, como dureza, estrutura, tratamento térmico ou ligas. Ensaios por Correntes Parasitas eddyliner Equipamento, de um canal, para o ensaio não destrutivo por correntes parasitas de componentes e de peças metálicas produzidas em massa, usando a tecnologia de

Leia mais

Sistemas de Medição e Metrologia. Aula 3. Organização da Aula 3. Sistema de Medição e Metrologia. Contextualização. Profa. Rosinda Angela da Silva

Sistemas de Medição e Metrologia. Aula 3. Organização da Aula 3. Sistema de Medição e Metrologia. Contextualização. Profa. Rosinda Angela da Silva Sistemas de Medição e Metrologia Aula 3 Profa. Rosinda Angela da Silva Organização da Aula 3 Equipamentos de medição A importância dos equipamentos Os equipamentos mais conhecidos Uso e cuidados Utilizando

Leia mais

O testo 480 oferece apoio integral a consultores, especialistas,

O testo 480 oferece apoio integral a consultores, especialistas, Compromisso com o futuro Profissionais no fluxo de ar Instrumento de medição para análise de VAC testo 480 O testo 480 lhe oferece: > Sondas digitais de elevada qualidade e conceito inteligente de calibração

Leia mais

Informações Técnicas Uso Orientativo

Informações Técnicas Uso Orientativo Parafusos X Buchas de ylon Buchas º Auto-atarraxante s aplicáveis Madeira Sextavado soberba Parafusos mais utilizados 4 2,2 2,2 a 2,8 2,8 x 25-2,8 x 30 5 2,9 a 3,5 2,2 a 3,8 2,8 x 30-3,2 x 40-3,5 x 45

Leia mais

BALANÇAS DE COZINHA ELETRÔNICAS INSTRUÇÕES DE USO ESBOÇO DO PRODUTO CARACTERÍSTICAS E ESPECIFICAÇÕES VISOR DE LCD ILUSTRAÇÃO DAS TECLAS

BALANÇAS DE COZINHA ELETRÔNICAS INSTRUÇÕES DE USO ESBOÇO DO PRODUTO CARACTERÍSTICAS E ESPECIFICAÇÕES VISOR DE LCD ILUSTRAÇÃO DAS TECLAS BALANÇAS DE COZINHA ELETRÔNICAS INSTRUÇÕES DE USO ESBOÇO DO PRODUTO *Figura meramente ilustrativa. Considere o produto físico e suas funções atuais de configuração. * Sempre coloque o objeto a ser pesado

Leia mais