CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO"

Transcrição

1 São partes neste instrumento: I CORRETORA: CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., com sede no Município de São Paulo, Estado de São Paulo, na Alameda Santos, n 466 Cerqueira César, inscrita no CNPJ/MF n / , por seus representantes legais infra-assinados, doravante denominada simplesmente CORRETORA. II CLIENTE: Nome/Razão Social: CPF/CNPJ : RG: Órgão Emissor:, doravante denominado CLIENTE; DO OBJETO CLÁUSULA PRIMEIRA: este contrato tem por fim regular os direitos e obrigações das partes contratantes, relativamente a qualquer operação, isolada ou conjunta, efetuada no mercado a termo pela CORRETORA por conta e ordem do CLIENTE. PARÁGRAFO ÚNICO: o CLIENTE autoriza a CORRETORA a realizar, por conta e ordem dele, operações no mercado a Termo administrado pela Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA) e/ou pela Sociedade Operadora do Mercado de Ativos S/A (SOMA). DAS REGRAS APLICÁVEIS CLÁUSULA SEGUNDA: a CORRETORA executará, por conta e ordem do CLIENTE, as operações referentes ao mercado a termo, que compreendem aquelas relativas à negociação, em pregão da Bolsa de Valores de São Paulo, de qualquer dos títulos e valores mobiliários autorizados pela Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia, doravante denominada simplesmente CBLC. PARÁGRAFO PRIMEIRO: aplicam-se às operações objeto deste contrato, bem como aos direitos e obrigações delas decorrentes: a) as Regras e Parâmetros de Atuação da CORRETORA; b) as disposições legais e regulamentares pertinentes à matéria, especialmente as da CVM, que de modo específico regulam o assunto; c) o Regulamento de Operações a Termo em vigor e outros instrumentos normativos expedidos pela Bolsa de Valores de São Paulo, SOMA e a Especificações Técnicas deste mercado por elas editadas sobre a matéria; d) os Regulamentos e Procedimentos Operacionais da Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC); e) os usos e costumes adotados e geralmente aceitos no mercado brasileiro. PARÁGRAFO SEGUNDO: todas as alterações que vierem a ocorrer na regulamentação relativa ao mercado a termo aplicar-se-ão imediatamente às operações objeto deste contrato. CLÁUSULA TERCEIRA: o CLIENTE e a CORRETORA têm conhecimento que a BOVESPA, a SOMA e a CBLC são entidades auto-reguladoras do mercado de capitais brasileiro e órgãos auxiliares da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), sendo, nessa qualidade responsáveis por regulamentar e fiscalizar respectivamente as operações e as atividades de custódia, compensação e liquidação das operações realizadas pelas CORRETORAS nos mercados administrados pela BOVESPA e pela SOMA, operações que são compensadas e liquidadas na CBLC. PARÁGRAFO PRIMEIRO: observadas as disposições contidas no caput na cláusula terceira, a BOVESPA, a SOMA e a CBLC poderão, visando a manter a adequação à realização de operações CT / 262B CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO 1

2 realizada no mercado a termo, alterar, mediante prévia comunicação à CORRETORA, as regras aplicáveis às operações nesse mercado, inclusive quanto à sua compensação e liquidação, o nível de margem de garantia requerido, sua composição, as formas de cálculo e as normas de movimentação de valores, podendo tais alterações serem aplicadas às posições vigentes na data da alteração. PARÁGRAFO SEGUNDO: todas as alterações que vierem a ocorrer nas regulamentações mencionadas na cláusula segunda aplicar-se-ão às ordens e operações objeto deste Contrato, cabendo à CORRETORA informar o CLIENTE sobre as alterações ocorridas nas referidas regulamentações. DA EXECUÇÃO DE ORDENS CLÁUSULA QUARTA: a CORRETORA poderá recusar-se, a seu exclusivo critério, a receber ou executar, total ou parcialmente, ordens para realização de operações no mercado a termo a favor do CLIENTE, bem como poderá cancelar as ordens pendentes, inclusive, se o CLIENTE estiver inadimplente em relação a qualquer de suas obrigações. A CORRETORA poderá recusar-se, a seu exclusivo critério, a receber ou executar, total ou parcialmente, ordens para realização de operações no mercado a termo a favor do CLIENTE, bem como poderá cancelar as ordens pendentes, inclusive, se o CLIENTE estiver inadimplente em relação a qualquer de suas obrigações. CLÁUSULA QUINTA: a CORRETORA fica obrigada, dentro dos prazos regulamentares previstos, a providenciar, junto à Bolsa de Valores e a respectiva contraparte, a correção das operações executadas com erro ou omissões em relação às ordens recebidas do CLIENTE, sem nenhum ônus financeiro ou responsabilidade para este. DAS GARANTIAS CLÁUSULA SEXTA : a CBLC, a qualquer tempo, poderá alterar as regras básicas das operações a termo, inclusive o nível de margem de garantia requerido, sua composição, as formas de cálculo e as normas de movimentação de seus valores, podendo tais alterações serem aplicadas às posições vigentes da data da alteração. O CLIENTE obriga-se a observar tais alterações e arcar com quaisquer encargos conseqüentes. CLÁUSULA SÉTIMA: a CBLC e/ou através do Agente de Compensação, e/ou a própria CORRETORA poderá, a qualquer tempo, a seu exclusivo critério, exigir as garantias extras e adicionais que julgarem necessárias, observado qualquer valor e/ou prazo, inclusive para posições já registradas, ainda que em níveis mais restritos que os estipulados nas respectivas normas regulamentares vigentes, para fins de assegurar o integral e pontual adimplemento das obrigações que competirem ao CLIENTE, em razão das operações a termo registradas pela CORRETORA. PARÁGRAFO ÚNICO: o CLIENTE obriga-se, em caráter irrevogável e irretratável a atender imediatamente às solicitações que lhe forem feitas na forma ora prevista, inclusive, no caso de reforço de garantia, dentro dos prazos que lhe forem indicados pela CORRETORA. CLÁUSULA OITAVA: a CORRETORA poderá, a qualquer tempo, sempre que julgar conveniente, exigir do CLIENTE: a) a substituição dos títulos ou valores mobiliários entregues em garantia por outros, de livre escolha da CORRETORA; b) a substituição de garantia prestada em moeda por títulos e valores mobiliários de livre escolha da CORRETORA. PARÁGRAFO PRIMEIRO: o CLIENTE obriga-se, em caráter irrevogável e irretratável a efetuar a substituição da garantia, na forma ora prevista, dentro dos prazos que foram fixados pela CORRETORA. PARÁGRAFO SEGUNDO: o CLIENTE, com prévia e expressa anuência da CORRETORA, poderá substituir os títulos ou valores mobiliários integrantes da margem de garantia por outros. PARÁGRAFO TERCEIRO: Fica, ainda, constituída garantia flutuante sobre todos e quaisquer ativos e direitos de propriedade do CLIENTE e que estejam custodiados, depositados, em cobrança ou de qualquer forma sob a posse direta ou indireta, da CORRETORA ou de qualquer das demais empresas do Conglomerado Financeiro Alfa, a qualquer tempo durante a vigência deste contrato. Fica a CORRETORA autorizada, em caráter irrevogável e irretratável, a ordenar ou efetuar o débito de quaisquer valores existentes em conta de depósitos e/ou resgate de aplicações financeiras de titularidade do CLIENTE mantidas junto ao Banco Alfa S.A e/ou Banco Alfa de Investimento S.A., que ficam autorizados pelo CLIENTE, em caráter irrevogável e irretratável, a acatar/efetuar os débitos e/ou CT / 262B CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO 2

3 resgates que venham a ser solicitados pela CORRETORA, transferindo referidos recursos à mesma, para liquidação de eventuais obrigações deste contrato CLÁUSULA NONA: a CORRETORA, em hipótese alguma, estará obrigada a conceder a liberação de garantia, antes do integral cumprimento, pelo CLIENTE, das obrigações que lhe competirem. CLÁUSULA DÉCIMA: quando ocorrer insuficiência ou excesso de garantia, a CBLC debitará ou creditará o valor correspondente na conta da CORRETORA, por ocasião da compensação financeira. CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA: em caso de inadimplência do CLIENTE, no cumprimento de qualquer das obrigações que lhe forem determinadas, nos prazos indicados pela CORRETORA, esta fica expressamente autorizada, independentemente de aviso prévio ou qualquer outra providência judicial, a: a) executar, reter e/ou efetuar transferência de importâncias em moeda que detiver, depositadas em garantias ou a qualquer título, a favor do CLIENTE; b) promover a venda, a preço de mercado, dos títulos e valores mobiliários entregues em garantia, assim como quaisquer outros que detiver depositados a qualquer título, a favor do CLIENTE, inclusive as próprias posições e os valores mobiliários objeto das operações a termo; c) promover compensação de quaisquer créditos do CLIENTE; d) efetuar a compra, a preço de mercado, dos valores mobiliários necessários à liquidação de operações realizadas por conta e ordem do CLIENTE; e) proceder ao encerramento e/ou à liquidação, no vencimento ou antecipada, de todo ou em parte, das posições registradas em nome do CLIENTE. PARÁGRAFO ÚNICO: o CLIENTE, em caso de inobservância de qualquer de suas obrigações contratuais ou regulamentares, especialmente as previstas nas Cláusulas Sexta e Sétima, está sujeito (i) ao pagamento de multas, (ii) bem como será responsável pelo ônus e despesas decorrentes de seu inadimplemento, ou (iii) aos pagamentos que forem necessários para dar cumprimento às obrigações que lhe competirem. DO DIREITO DE SUBSCRIÇÃO CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA: O exercício de direito de subscrição de títulos, valores mobiliários e ativos financeiros somente será efetuado pela CORRETORA mediante prévia autorização do CLIENTE, por escrito, ou por qualquer outro meio, desde que seja possível evidenciar o seu recebimento, com antecedência mínima de 7 (sete) dias da data fixada para o encerramento do prazo do exercício de direito e com depósito prévio dos recursos necessários. DOS LIMITES OPERACIONAIS CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA: a CORRETORA poderá impor limites da negociação e/ou estabelecer mecanismos que visem a limitar riscos excessivos a seus comitentes, em decorrência da variação brusca de cotação e condições excepcionais de mercado. DA ABERTURA DE CONTA E DAS TAXAS E RECURSOS FINANCEIROS CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA: a CORRETORA manterá em nome do CLIENTE, conta destinada à realização das operações no mercado a Termo, onde serão lançados os débitos e créditos relativos às operações por ele realizadas, e seus resultados financeiros, quando depositados em dinheiro, bem como os lançamentos diários referentes ao ajuste diário. PARÁGRAFO ÚNICO: nessa conta, poderão ser debitados ou creditados, também, os valores referentes a: a) taxa de registro e demais taxas regulamentares fixadas pela BOVESPA, pela SOMA e pela CLBC; b) corretagens; e c) despesas com a custódia de títulos e valores mobiliários; CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA: o CLIENTE obriga-se a efetuar o pagamento dos seguintes encargos incidentes sobre as operações do mercado a termo, os quais serão igualmente debitados ou creditados na referida conta: a) taxa de corretagem prevista na tabela em vigor, para as operações a vista com ações; b) taxa de registro, de operações a termo, fixada pela Bolsa de Valores de São Paulo; CT / 262B CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO 3

4 c) taxa pela emissão do A.N.A. (Aviso de Negociações com Ações ) na forma prevista na tabela em vigor. d) taxas de liquidação de operações e) impostos de acordo com a legislação em vigor; PARÁGRAFO PRIMEIRO: os recursos financeiros encaminhados pelo CLIENTE à CORRETORA somente serão considerados liberados para aplicação após a confirmação por parte da CORRETORA da efetiva disponibilidade dos mesmos. PARÁGRAFO SEGUNDO: o CLIENTE autoriza os lançamentos a débito ou a crédito, dependendo de sua posição, a serem efetuados diariamente, referente ao ajuste diário de sua posição em relação ao dia anterior de negociação. Este débito ou crédito será efetuado de acordo com os prazos estabelecidos nas normas e regulamentos expedidos pela BOVESPA, pela SOMA e pela CBLC. PARÁGRAFO TERCEIRO: a CBLC, a qualquer tempo, poderá estabelecer novas taxas e encargos a incidirem sobre as operações a termo. CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA: o CLIENTE autoriza a CORRETORA, em caráter irrevogável e irretratável, a debitar da conta corrente de sua titularidade mantida no Banco Alfa S.A., nos respectivos vencimentos, os montantes necessários à liquidação das obrigações decorrentes deste contrato. Para esta finalidade, o CLIENTE nomeia e constitui a CORRETORA sua bastante procuradora, em caráter irrevogável e irretratável, para representá-lo perante o Banco Alfa S.A., outorgando-lhes poderes necessários e suficientes para efetuar saques e solicitar transferências da referida conta por qualquer tipo de transferência facultado pelas autoridades competentes, solicitar saldos e extratos da mesma, bem como assinar todo e qualquer documento que se faça necessário para o fiel cumprimento do presente mandato. PARÁGRAFO PRIMEIRO: a falta de provisionamento de recursos na conta corrente referida no caput desta cláusula e a falta de pagamento tempestivo configurarão o Inadimplemento do CLIENTE. PARÁGRAFO SEGUNDO: o disposto no caput desta cláusula constitui faculdade da CORRETORA que, a seu exclusivo critério, poderá optar por outra forma de liquidação, que deverá ser feita pelo CLIENTE em reserva bancária, por meio de transferência eletrônica disponível (TED) ou outra forma indicada pela CORRETORA, podendo esta escolher a câmara de liquidação por meio da qual a transferência será efetuada. O CLIENTE arcará com as despesas decorrentes. DO PRAZO E DA RESCISÃO CLÁUSULA DÉCIMA SETIMA: este Contrato é celebrado por prazo indeterminado e obriga os seus sucessores e/ou herdeiros, podendo, com antecedência mínima de 30 dias, ser denunciado por escrito por qualquer das partes, mediante carta protocolada PARÁGRAFO PRIMEIRO: constituirá motivo de rescisão automática o descumprimento de quaisquer das disposições contidas nas cláusulas deste Contrato, hipótese em que as operações realizadas pelo CLIENTE deverão ser devidamente liquidadas por ele. PARÁGRAFO SEGUNDO: este contrato poderá ser rescindido a qualquer tempo, por ambas as partes, mediante aviso, desde que estejam absolutamente em dia, todas as obrigações assumidas por cada uma das partes neste contrato. DAS RESPONSABILIDADES CLÁUSULA DÉCIMA OITAVA: a CORRETORA não pode ser responsabilizada por prejuízos sofridos pelo CLIENTE e que sejam decorrentes de: a) variações de preços inerentes às operações de bolsa e do mercado de balcão organizado; b) atos culposos ou dolosos praticados por terceiros; c) investimentos realizados com base em informações incorretas, disponibilizadas pelo CLIENTE à CORRETORA; d) interrupção do serviço da CORRETORA devido a: (i) ocorrência de caso fortuito ou força maior, nos termos da lei civil em vigor; (ii) variação brusca de preços; e CT / 262B CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO 4

5 (iii) baixa de liquidez no mercado. PARÁGRAFO PRIMEIRO: o CLIENTE declara: a) tem conhecimento das regras aplicáveis às operações de bolsa e do mercado de balcão organizado, especialmente aquelas aplicáveis ao mercado a vista; b) tem pleno conhecimento de que os investimentos realizados no mercado a Termo administrado por bolsa de valores e entidades do mercado de balcão organizado, é caracterizado por ser de risco. PARÁGRAFO SEGUNDO: quaisquer prejuízos sofridos pelo CLIENTE em decorrência de suas decisões de comprar, vender ou manter títulos, valores mobiliários e ativos financeiros são de sua inteira responsabilidade. DISPOSIÇÕES GERAIS CLÁUSULA DÉCIMA NONA: para as operações realizadas até o término de vigência deste Contrato, continuarão revalecendo todas as cláusulas e condições do mesmo. CLÁUSULA VIGÉSIMA: a tolerância por parte da CORRETORA com relação das obrigações assumidas pelo CLIENTE em decorrência deste Contrato não implicará em novação ou renúncia de seus direitos. CLÁUSULA VIGÉSIMA PRIMEIRA: o CLIENTE é o responsável perante a CORRETORA pelas informações que prestar. CLÁUSULA VIGÉSIMA SEGUNDA: as partes não poderão ceder ou transferir os direitos e obrigações previstos neste Contrato para terceiros sem prévia anuência da outra parte. CLÁUSULA VIGESIMA TERCEIRA: o CLIENTE declara haver recebido, no ato da assinatura deste instrumento, cópia dos documentos de informações sobre os mercados a termos, elaborado pela CBLC e/ou pela Bolsa de Valores de São Paulo, conforme ato normativo CVM. DO FORO CLÁUSULA VIGÉSIMA QUARTA: As partes elegem o foro central da Comarca de São Paulo, para dirimir as eventuais controvérsias originárias do presente contrato, podendo ainda a Corretora optar pelo foco do domicílio do Cliente, se diverso. E por estarem as partes justas e contratadas, assinam o presente instrumento em 2 (duas) vias de igual teor, na presença das testemunhas hábeis abaixo nomeadas e assinadas, para que produza todos os seus efeitos jurídicos. São Paulo, de de. ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. TESTEMUNHAS: CLIENTE NOME: RG: NOME: RG: CPF/MF: CPF/MF: CT / 262B CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO 5

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO NOVA FUTURA DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA,

Leia mais

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO DE OPÇÕES

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO DE OPÇÕES CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO DE OPÇÕES São partes neste instrumento: I CORRETORA: ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.., com sede no Município de São Paulo, Estado de

Leia mais

Contrato Para Realização, via Internet, de Operações nos Mercados à Vista e de Opções.

Contrato Para Realização, via Internet, de Operações nos Mercados à Vista e de Opções. Contrato Para Realização, via Internet, de Operações nos Mercados à Vista e de Opções. A Talarico CCTM Ltda, com sede na Cidade de São Paulo, à Av. Paulista, 1776-6 andar, inscrita no CNPJ sob o nº 61.729.133/0001-98,

Leia mais

b) O CLIENTE deseja realizar operações nos mercados administrados pela BM&FBOVESPA, especialmente no segmento Bovespa;

b) O CLIENTE deseja realizar operações nos mercados administrados pela BM&FBOVESPA, especialmente no segmento Bovespa; CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO (PARA PESSOAS JURÍDICAS) NOVA FUTURA DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS Nome (Cliente): RG: CPF/ CNPJ: Endereço: Cidade: UF: CEP: Profissão: Estado Civil: Nacionalidade: Classificação

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES (CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO)

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES (CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO) CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES (CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO) Pelo presente instrumento, o CLIENTE, devidamente qualificado na Ficha Cadastral, que faz parte integrante deste Contrato

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E DE ADMINISTRAÇÃO DE CONTAS DE CUSTÓDIA DE TÍTULOS ADQUIRIDOS E VENDIDOS NO TESOURO DIRETO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E DE ADMINISTRAÇÃO DE CONTAS DE CUSTÓDIA DE TÍTULOS ADQUIRIDOS E VENDIDOS NO TESOURO DIRETO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E DE ADMINISTRAÇÃO DE CONTAS DE CUSTÓDIA DE TÍTULOS ADQUIRIDOS E VENDIDOS NO TESOURO DIRETO São partes neste instrumento: I CORRETORA: ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES

Leia mais

TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849

TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849 1 REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO BOVESPA TELEFONES: (0XX11) 3175 5353 Mesa de Operações - FAX: (0XX11) 3283 5849 ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. nº 4-3 com sede no Município de São

Leia mais

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Esta ficha complementa o cadastro do cliente na Credit Suisse (Brasil) S.A. CTVM ( Credit Suisse ) com informações

Leia mais

2.1 Aplicam-se às operações objeto desde contrato, bem como aos direitos e obrigações delas decorrentes:

2.1 Aplicam-se às operações objeto desde contrato, bem como aos direitos e obrigações delas decorrentes: TOV CORRETORA DE CAMBIO TITULOS E VALORES MOBILIARIOS LTDA, com sede na Rua Prefeito Chagas, nº. 365 - Centro - Poços de Caldas - MG, inscrita no CNPJ/MF nº. 74.451.022/0001-04, neste ato legalmente representada

Leia mais

MANUAL DE NORMAS CCI CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO

MANUAL DE NORMAS CCI CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO MANUAL DE NORMAS CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO VERSÃO: 01/7/2008 2 / 11 MANUAL DE NORMAS CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES (PESSOA JURÍDICA)

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES (PESSOA JURÍDICA) 1 (PESSOA JURÍDICA) FDR CORRETORA DE MERCADORIAS LTDA., com sede na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Rua São Bento, 470 11º andar, CEP: 01010-001, inscrita no CNPJ sob o nº: 03.249.263/0001-27,

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES (PESSOA FÍSICA)

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES (PESSOA FÍSICA) 1 (PESSOA FÍSICA) Os signatários assumem plena responsabilidade pelas informações ora prestadas, esclarecendo, ainda, que os documentos comprobatórios de sua veracidade se encontram em poder da CORRETORA.

Leia mais

DAS REGRAS APLICÁVEIS

DAS REGRAS APLICÁVEIS CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES, BOLSA DE MERCADORIAS E/OU FUTUROS E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO E/OU VIA INTERNET INTRA S/A CORRETORA

Leia mais

MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL DE COMPRA E VENDA A TERMO DE ENERGIA ELÉTRICA

MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL DE COMPRA E VENDA A TERMO DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL DE COMPRA E VENDA A TERMO DE ENERGIA ELÉTRICA VERSÃO: 01/7/2008 2 / 10 MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL

Leia mais

MANUAL DE NORMAS CCI CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO

MANUAL DE NORMAS CCI CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO MANUAL DE NORMAS CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO VERSÃO: 18/04/2011 2 / 13 MANUAL DE NORMAS CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A UMUARAMA S/A C.T.V.M, denominada simplesmente Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste documento, suas regras e

Leia mais

CORRETORA DE CÂMBIO TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

CORRETORA DE CÂMBIO TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste documento, suas regras e parâmetros relativos ao recebimento,

Leia mais

CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA

CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA TENDENCIA COD CONTRATO DE TEF, COMODATO E/OU COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE RECARGA Pelo presente instrumento particular, de um lado TENDÊNCIA INFORMAÇÕES E SISTEMAS LTDA., com sede na Rua São Jorge, 103,

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SITA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SOCIEDADE CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste

Leia mais

NOME (Cliente) RG CPF/CNPJ ENDEREÇO CIDADE UF CEP

NOME (Cliente) RG CPF/CNPJ ENDEREÇO CIDADE UF CEP CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A. - BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS E POR ENTIDADES DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO NOME (Cliente) RG CPF/CNPJ

Leia mais

TOV CORRETORA DE CAMBIO TITULOS E VALORES MOBILIARIOS LTDA

TOV CORRETORA DE CAMBIO TITULOS E VALORES MOBILIARIOS LTDA TOV CORRETORA DE CAMBIO TITULOS E VALORES MOBILIARIOS LTDA, com sede na Rua Prefeito Chagas, nº. 365 - Centro - Poços de Caldas - MG, inscrita no CNPJ/MF nº. 74.451.022/0001-04, neste ato legalmente representada

Leia mais

CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES OPERAÇÃO CONTA MARGEM

CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES OPERAÇÃO CONTA MARGEM CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES OPERAÇÃO CONTA MARGEM O presente instrumento, doravante denominado de CONTRATO, define as condições e relações entre a MERCANTIL DO BRASIL MB CORRETORA

Leia mais

de Operações nos mercados administrados por Bolsa de Valores e/ou por entidade no mercado de balcão organizado BM&FBOVESPA

de Operações nos mercados administrados por Bolsa de Valores e/ou por entidade no mercado de balcão organizado BM&FBOVESPA Contrato de Intermediação de Operações nos mercados administrados por Bolsa de Valores e/ou por entidade no mercado de balcão organizado BM&FBOVESPA CONCÓRDIA S/A CORRETORA DE VALORES MOBILIÁRIOS CÂMBIO

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS CÂMARA MUNICIPAL DE INHUMAS Palácio Fulgêncio Alves Soyer

ESTADO DE GOIÁS CÂMARA MUNICIPAL DE INHUMAS Palácio Fulgêncio Alves Soyer CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS N. 010/2013 Termo de contrato de locação de softwares que entre si celebram a CÂMARA MUNICIPAL DE INHUMAS, pessoa jurídica de direito público, com sede na Praça Santana,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS. Quadro Resumo

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS. Quadro Resumo INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA DE PENHOR DE DIREITOS Quadro Resumo BANCO CNPJ/MF Banco Bradesco S.A. 60.746.948/0001 12 Sede Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco, Estado de

Leia mais

CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E,

CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E, CONTRATO PARA UTILIZAÇÃO DE CARTÃO CLUBE DEMAIS ALIMENTAÇÃO, QUE ENTRE SI CELEBRAM: SUPERMERCADOS DB LTDA E, NAS MODALIDAES PAT- PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO DOS TRABALHADORES E/OU PRÊMIO - PREMIAÇÃO E INCENTIVO

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A - BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS & FUTUROS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A - BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS & FUTUROS CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A - BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS & FUTUROS Pelo presente instrumento e melhor forma de direito, de um lado, CONCÓRDIA

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 51, DE 09 DE JUNHO DE 1986.

INSTRUÇÃO CVM Nº 51, DE 09 DE JUNHO DE 1986. INSTRUÇÃO CVM Nº 51, DE 09 DE JUNHO DE 1986. Regulamenta a concessão de financiamento para compra de ações pelas Sociedades Corretoras e Distribuidoras. O Presidente da Comissão de Valores Mobiliários

Leia mais

MANUAL DE NORMAS CRI - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

MANUAL DE NORMAS CRI - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS MANUAL DE NORMAS - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS VERSÃO: 01/7/2008 2 / 11 MANUAL DE NORMAS - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS

Leia mais

DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES

DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO 1 / 14 CAPÍTULO XXVI DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES 26.1 DA FICHA CADASTRAL 26.1.1 As Sociedades Corretoras deverão manter cadastros atualizados de seus clientes, contendo,

Leia mais

Condições Gerais Para Abertura de Conta

Condições Gerais Para Abertura de Conta O Cliente, devidamente qualificado no Cadastro, doravante designado simplesmente Cliente, toma conhecimento dos termos definidos pelo Banco BTG Pactual S.A. para a abertura de conta corrente de depósitos

Leia mais

MANUAL DE NORMAS COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO

MANUAL DE NORMAS COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO MANUAL DE NORMAS COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO VERSÃO: 31/3/2011 2/12 MANUAL DE NORMAS COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO

Leia mais

MANUAL DE NORMAS TERMO DE ÍNDICE DI

MANUAL DE NORMAS TERMO DE ÍNDICE DI MANUAL DE NORMAS TERMO DE ÍNDICE DI VERSÃO: 20/7/2009 2/8 MANUAL DE NORMAS TERMO DE ÍNDICE DI ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES

Leia mais

REGULAMENTO APLICÁVEL ÀS LETRAS DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO

REGULAMENTO APLICÁVEL ÀS LETRAS DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO REGULAMENTO APLICÁVEL ÀS LETRAS DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO BANCO CRUZEIRO DO SUL S.A., instituição financeira com sede na Cidade e Estado de São Paulo, na Rua Funchal, nº 418, 7º a 9º andares, Vila Olímpia,

Leia mais

PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN:

PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN: CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PAGAMENTO A FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS E DE SERVIDORES, QUE ENTRE SI CELEBRAM O /ESTADO OU MUNICÍPIO DE/ E O BANCO DO BRASIL S.A.. O /ESTADO OU MUNICÍPIO DE/,

Leia mais

CONCORDA INTEIRA E IRRESTRITAMENTE COM TODAS AS CLÁUSULAS E CONDIÇÕES ALI MENCIONADAS. São Paulo, de de. CLIENTE

CONCORDA INTEIRA E IRRESTRITAMENTE COM TODAS AS CLÁUSULAS E CONDIÇÕES ALI MENCIONADAS. São Paulo, de de. CLIENTE TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS POR BOLSA DE VALORES E/OU POR ENTIDADE DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO, REGISTRADO NO 10º OFICIAL DE REGISTRO DE TÍTULOS

Leia mais

TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849

TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849 REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO BM&F TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849 ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. Nº 04, com sede no Município de São Paulo,

Leia mais

Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados.

Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados. INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO E ENVIO DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO ELETRÔNICO Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados. página 1/5 -

Leia mais

Termo Aditivo ao Contrato de Abertura, Movimentação e Manutenção de Conta de Depósito à Vista Adesão a Serviços de Liquidação Cetip

Termo Aditivo ao Contrato de Abertura, Movimentação e Manutenção de Conta de Depósito à Vista Adesão a Serviços de Liquidação Cetip Termo Aditivo ao Contrato de Abertura, Movimentação e Manutenção de Conta de Depósito à Vista Adesão a Serviços de Liquidação Cetip CONTA CORRENTE (uso exclusivo do banco) Razão Social do Titular Endereço

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE EMPRÉSTIMO DE AÇÕES

INSTRUMENTO PARTICULAR DE EMPRÉSTIMO DE AÇÕES INSTRUMENTO PARTICULAR DE EMPRÉSTIMO DE AÇÕES Pelo presente instrumento particular, as Partes : (a) BANCO CITIBANK S.A., instituição financeira com sede na Avenida Paulista, n.º 1.111, 2º andar parte,

Leia mais

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física Cédula nº: Valor: Data da emissão: Data do vencimento: 1. EMITENTE(S): 1.1 Nome: 1.2 RG: 1.3 CPF/MF - CNPJ/MF: E os coemitentes, demais titulares da conta corrente ao final nomeados, todos qualificados

Leia mais

CONTRATO PARA A INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A

CONTRATO PARA A INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A CONTRATO PARA A INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS E POR ENTIDADES DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO Pelo presente instrumento

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A. (PARA PESSOAS JURÍDICAS)

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A. (PARA PESSOAS JURÍDICAS) CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A. (PARA PESSOAS JURÍDICAS) Futura Commodities Corretores de Mercadorias Ltda., sociedade comercial com sede em São

Leia mais

CONTRATO n 002/2015. PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN:

CONTRATO n 002/2015. PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN: CONTRATO n 002/2015. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PAGAMENTO A FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS E DE SERVIDORES, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA (RS) E O BANCO DO BRASIL S.A. O MUNICÍPIO

Leia mais

CONTRATO DE ACESSO AO DEUTSCHE BANK CUSTÓDIA WEB

CONTRATO DE ACESSO AO DEUTSCHE BANK CUSTÓDIA WEB CONTRATO DE ACESSO AO DEUTSCHE BANK CUSTÓDIA WEB Pelo presente instrumento particular, de um lado, (a) DEUTSCHE BANK S.A. - BANCO ALEMÃO, instituição financeira com sede na Cidade de São Paulo, Estado

Leia mais

Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC)

Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) Contrato de Adesão CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO (STFC) O texto deste Contrato foi submetido à aprovação da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, estando sujeito a

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS (ADAPTADO às RESOLUÇÕES NORMATIVAS N.ºs 363, 364 e SÚMULA 26 DA ANS)

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS (ADAPTADO às RESOLUÇÕES NORMATIVAS N.ºs 363, 364 e SÚMULA 26 DA ANS) CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS (ADAPTADO às RESOLUÇÕES NORMATIVAS N.ºs 363, 364 e SÚMULA 26 DA ANS) I CONTRATANTE : Nome Operadora de Saúde Endereço: R...., nº... Bairro... - Cidade/ Capital

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET Pelo presente Instrumento Particular o BANCO MÁXIMA S/A, com sede na cidade de Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Avenida Atlântica, 1130, 12º andar

Leia mais

CONTRATO Nº 104/2014

CONTRATO Nº 104/2014 CONTRATO Nº 104/2014 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE CELEBRAM O MUNICÍPIO DE SANTANA DA BOA VISTA/RS E A EMPRESA POLYTEK COMERCIO E SERVIÇOS DE INFORMATICA LTDA. O MUNICÍPIO DE SANTANA

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONVÊNIO Nº 105/PGM/2011 - PROCESSO Nº 06.3467-00/2011

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONVÊNIO Nº 105/PGM/2011 - PROCESSO Nº 06.3467-00/2011 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA - SEMFAZ, DE UM LADO, E DO OUTRO O BANCO DO BRASIL S.A., PARA OS FINS QUE ESPECIFICAM. Aos vinte

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2689. I - constituir um ou mais representantes no País; II - preencher formulário, cujo modelo constitui o Anexo a esta Resolução;

RESOLUÇÃO Nº 2689. I - constituir um ou mais representantes no País; II - preencher formulário, cujo modelo constitui o Anexo a esta Resolução; RESOLUÇÃO Nº 2689 Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro de 1964, torna

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CUSTÓDIA DE ATIVOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CUSTÓDIA DE ATIVOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CUSTÓDIA DE ATIVOS A COMPANHIA BRASILEIRA DE LIQUIDAÇÃO E CUSTÓDIA, pessoa jurídica com sede na Rua XV de Novembro, n.º 275, em São Paulo, SP, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DE FIAÇÃO INTERNA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DE FIAÇÃO INTERNA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DE FIAÇÃO INTERNA Pelo presente instrumento particular, a A.TELECOM S.A. inscrita no CNPJ/MF sob o nº 03.498.897/0001-13, com sede na Alameda Campinas, 1070

Leia mais

Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação

Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE CRÉDITOS SEM COOBRIGAÇÃO Por este instrumento, as partes a seguir designadas e qualificadas,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PARCERIA COMERCIAL E OUTRAS AVENÇAS

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PARCERIA COMERCIAL E OUTRAS AVENÇAS INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PARCERIA COMERCIAL E OUTRAS AVENÇAS LIVRE TELECOM COM. E SERV. EM TELECOMUNICAÇÕES LTDA., sociedade regularmente constituída com sede na Av. Cásper Líbero, 383 8 andar

Leia mais

NORMAS DE PROCEDIMENTO PARA ATUAÇÃO EM BOLSAS DA CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A.

NORMAS DE PROCEDIMENTO PARA ATUAÇÃO EM BOLSAS DA CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A. As normas de procedimento descritas a partir desta página, são para conhecimento do cliente, não sendo obrigatório o envio para a Credit Suisse Hedging-Griffo. NORMAS DE PROCEDIMENTO PARA ATUAÇÃO EM BOLSAS

Leia mais

TERMO DE COOPERAÇÃO. CONSIDERANDO que,

TERMO DE COOPERAÇÃO. CONSIDERANDO que, TERMO DE COOPERAÇÃO BM&FBOVESPA S.A. Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros, com sede na Capital do Estado de São Paulo, na Praça Antônio Prado, nº 48, 7º andar, Centro, inscrita no Cadastro Nacional

Leia mais

CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO

CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, a COOPERATIVA, doravante designada simplesmente COOPERATIVA, neste ato devidamente representada na forma de seu Estatuto

Leia mais

CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE CONTEÚDO

CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE CONTEÚDO CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE CONTEÚDO São partes ( Partes ), neste instrumento particular ( Contrato ):, inscrito no CNPJ/MF sob n.o, com sede na cidade de, estado de na, doravante denominado LICENCIADO,

Leia mais

CONTRATO DE REVENDA WINCONNECTION

CONTRATO DE REVENDA WINCONNECTION CONTRATO DE REVENDA WINCONNECTION Pelo presente instrumento particular, de um lado: Winco Sistemas Ltda., pessoa jurídica de direito privado, com sede estabelecida à Rua Amazonas, 669 sala 37, Centro da

Leia mais

2. BASE LEGAL Disposto no artigo 34 da Instrução CVM n.º 505 de 27.09.2011 e nas demais normas expedidas pela BM&FBovespa.

2. BASE LEGAL Disposto no artigo 34 da Instrução CVM n.º 505 de 27.09.2011 e nas demais normas expedidas pela BM&FBovespa. REGRAS E PARÂMETROS DA INTERMEDIUM DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS 1. OBJETIVO Estabelecer suas regras e parâmetros de atuação relativos ao recebimento, registro, recusa, prazo de validade,

Leia mais

1.3. Ao comprador da LCI é conferido direito de crédito pelo valor nominal, juros e, se for o caso, atualização monetária.

1.3. Ao comprador da LCI é conferido direito de crédito pelo valor nominal, juros e, se for o caso, atualização monetária. REGULAMENTO DA LETRA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO ( LCI ) DE EMISSÃO DO BANCO ALFA DE INVESTIMENTO S.A. O BANCO ALFA DE INVESTIMENTO S.A, inscrito no CNPJ/MF sob nº 60.770.336/0001-65, com sede na Cidade de

Leia mais

ÂMBITO E FINALIDADE DEFINIÇÕES. I Bolsa(s): bolsa(s) de valores e bolsa(s) de mercadorias e futuros, indistintamente;

ÂMBITO E FINALIDADE DEFINIÇÕES. I Bolsa(s): bolsa(s) de valores e bolsa(s) de mercadorias e futuros, indistintamente; INSTRUÇÃO CVM N o 382, 28 DE JANEIRO DE 2003 Estabelece normas e procedimentos a serem observados nas operações realizadas com valores mobiliários, em pregão e em sistemas eletrônicos de negociação e de

Leia mais

O mútuo, objeto deste contrato, será concedido conforme condições que se seguem:

O mútuo, objeto deste contrato, será concedido conforme condições que se seguem: SÃO PARTES DESTE CONTRATO: CONTRATO DE EMPRÉSTIMO FUNCEF NA MODALIDADE DE CREDINÂMICO FUNCEF 13º SALÁRIO QUE ENTRE SI FAZEM AS PARTES ABAIXO IDENTIFICADAS, NAS CONDIÇÕES QUE SE SEGUEM: A FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO

ACORDO DE COOPERAÇÃO ACORDO DE COOPERAÇÃO DEFINE O ACORDO DE COOPERAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL E O CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESPIRITO SANTO - CREA/ES, PARA CONCESSÃO

Leia mais

E, matrícula, inscrito no CPF sob o n.º doravante denominado MUTUÁRIO.

E, matrícula, inscrito no CPF sob o n.º doravante denominado MUTUÁRIO. CONTRATO DE MÚTUO, EMPRÉSTIMO FUNCEF NA MODALIDADE DE NOVO CREDINÂMICO FUNCEF VARIÁVEL QUE ENTRE SI FAZEM AS PARTES ABAIXO IDENTIFICADAS, NAS CONDIÇÕES QUE SE SEGUEM: SÃO PARTES DESTE CONTRATO: A FUNDAÇÃO

Leia mais

ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO

ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO Termo de Constituição de Consórcio 1 As Partes: A empresa (Nome da Empresa)..., com sede na cidade de..., (Endereço)..., com CNPJ n o..., Inscrição Estadual...,

Leia mais

INSTRUÇÃO Nº 376, DE 11 DE SETEMBRO DE 2002

INSTRUÇÃO Nº 376, DE 11 DE SETEMBRO DE 2002 COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS INSTRUÇÃO Nº 376, DE 11 DE SETEMBRO DE 2002 Estabelece normas e procedimentos a serem observados nas operações realizadas em bolsas e mercados de balcão organizado por meio

Leia mais

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO Instrumento Particular de Contrato referente ao PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG, que entre si fazem o Serviço Social do Comércio

Leia mais

ANEXO II ACORDO DE CONFIDENCIALIDADE

ANEXO II ACORDO DE CONFIDENCIALIDADE ANEXO II ACORDO DE CONFIDENCIALIDADE TELEFONICA BRASIL S.A, com sede à Rua Martiniano de Carvalho, nº. 851, na cidade de São Paulo, inscrita no CNPJ/MF sob nº. 02.558.157/0001-62, neste ato representada

Leia mais

VALECARDLOGÍSTICA. Contrato para Geração Gratuita do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT

VALECARDLOGÍSTICA. Contrato para Geração Gratuita do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT VALECARDLOGÍSTICA Contrato para Geração Gratuita do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT Por este instrumento particular, as PARTES, de um lado como CONTRATADA, a Empresa autorizada a utilizar

Leia mais

MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP

MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP CONVÊNIO DE PARCERIA PARA CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ E O BANCO BMG S/A O, com sede em Macapá, Capital

Leia mais

INSTRUMENTO CONTRATUAL N. 0202/2013.

INSTRUMENTO CONTRATUAL N. 0202/2013. INSTRUMENTO CONTRATUAL N. 0202/2013. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PAGAMENTO A FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS E DE SERVIDORES, QUE ENTRE SI CELEBRAM O E O BANCO DO BRASIL S.A., SOB N. 203698765.

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE EMISSÃO DE FIANÇA E OUTRAS AVENÇAS

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE EMISSÃO DE FIANÇA E OUTRAS AVENÇAS Pelo presente instrumento, as partes: A BANCO BRADESCO S.A., com sede na Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco SP, inscrito no CNPJ/MF sob nº 60.746.948/0001 12, doravante denominado FIADOR; B...,

Leia mais

ÂMBITO E FINALIDADE DAS DEFINIÇÕES INICIAIS

ÂMBITO E FINALIDADE DAS DEFINIÇÕES INICIAIS Estabelece normas e procedimentos a serem observados nas operações realizadas em bolsas e mercados de balcão organizado por meio da rede mundial de computadores e dá outras providências. O PRESIDENTE DA

Leia mais

CONTRATO DE REVENDA DO ANTIVÍRUS AVG

CONTRATO DE REVENDA DO ANTIVÍRUS AVG CONTRATO DE REVENDA DO ANTIVÍRUS AVG Pelo presente instrumento particular, de um lado: Winco Sistemas Ltda., pessoa jurídica de direito privado, com sede estabelecida à Rua Amazonas, 669 sala 37, Centro

Leia mais

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL Nº DA CÉDULA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) (S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL RENAVAN CHASSI PLACA NOTA FISCAL (CASO VEÍCULO

Leia mais

O presente Contrato fica vinculado a Apólice apresentada pela CONTRATADA.

O presente Contrato fica vinculado a Apólice apresentada pela CONTRATADA. CONTRATO Nº 003/2013 - PARANACIDADE CONTRATO DE SEGURO, POR PREÇO GLOBAL FIXO QUE ENTRE SI CELEBRAM O SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO PARANACIDADE E A EMPRESA MARÍTIMA SEGUROS S/A, NA FORMA ABAIXO: O Serviço Social

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. A J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. (a Corretora ), em atenção ao disposto no art.

Leia mais

Art. 2 o Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. Reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Art. 2 o Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. Reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa. RESOLUÇÃO CA N o 220 DE 9 DE JUNHO DE 2014. Aprova a assinatura do Convênio a ser celebrado entre a Universidade Estadual de Ponta Grossa e a Barigui S/A- Crédito, Financiamento e Investimentos. O CONSELHO

Leia mais

A CBLC atua como Contraparte Central garantidora das Operações perante os Agentes de Compensação, conforme disposto no Título I do Regulamento.

A CBLC atua como Contraparte Central garantidora das Operações perante os Agentes de Compensação, conforme disposto no Título I do Regulamento. C A P Í T U L O I I I - C O M P E N S A Ç Ã O E L I Q U I D A Ç Ã O 1. A SPECTOS G ERAIS A CBLC é responsável pela Compensação e Liquidação das Operações com Ativos realizadas nos Sistemas de Negociação

Leia mais

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO COM CRÉDITO PRÉ-APROVADO

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO COM CRÉDITO PRÉ-APROVADO PÁGINA 1/7 CONTRATO DE EMPRÉSTIMO Dados do Contratante Nome: CPF: - Carteira de Identidade: Órgão: Matrícula: - Endereço: Bairro: Cidade: UF: CEP: - Estado Civil: Profissão: Empresa: Lotação: Banco: Agência:

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIAS EM FAVOR DE FIADOR PARA GARANTIR CRÉDITOS DECORRENTES DE FIANÇA

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIAS EM FAVOR DE FIADOR PARA GARANTIR CRÉDITOS DECORRENTES DE FIANÇA Pelo presente instrumento, as partes: A BANCO BRADESCO S.A., com sede na Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco SP, inscrito no CNPJ/MF sob nº 60.746.948/0001 12, doravante denominado FIADOR; B...,

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. A J.P. Morgan Corretora de Câmbio e Valores Mobiliários S.A. (a Corretora ), em atenção ao disposto no art.

Leia mais

MANUAL DE NORMAS OPÇÕES FLEXÍVEIS SOBRE AÇÃO, COTA DE FUNDO DE INVESTIMENTO E ÍNDICE

MANUAL DE NORMAS OPÇÕES FLEXÍVEIS SOBRE AÇÃO, COTA DE FUNDO DE INVESTIMENTO E ÍNDICE MANUAL DE NORMAS OPÇÕES FLEXÍVEIS SOBRE AÇÃO, COTA DE FUNDO DE INVESTIMENTO E ÍNDICE VERSÃO: 06/09/2010 MANUAL DE NORMAS OPÇÕES FLEXÍVEIS SOBRE AÇÃO, COTA DE FUNDO DE INVESTIMENTO E ÍNDICE 2/13 ÍNDICE

Leia mais

RESOLUCAO 2.689. Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e capitais.

RESOLUCAO 2.689. Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e capitais. RESOLUCAO 2.689 Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9. da Lei n. 4.595, de 31 de dezembro de 1964, torna

Leia mais

Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais.

Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. RESOLUCAO 2.689 --------------- Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SCM

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SCM CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SCM Contrato que entre si celebram Edmilson de Lima Araújo - ME, inscrito no CNPJ sob o nº 00552496/0001-06, Inscrição Estadual 24837800-7, situado a Av. Dr. Jayme Carneiro Lopes

Leia mais

Condições Gerais Aplicáveis à Sublicença de Uso de Software

Condições Gerais Aplicáveis à Sublicença de Uso de Software SANTANDER CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., com sede na cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2235 e 2041-24º andar, inscrita no CNPJ/MF sob nº

Leia mais

CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP

CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP CONVÊNIO DE PARCERIA PARA CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ E O BANCO GERADOR S.A. O, com sede em Macapá, Capital

Leia mais

Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Bertioga Estado de São Paulo

Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Bertioga Estado de São Paulo RESOLUÇÃO Nº 02/13 /BERTPREV Dispõe sobre a celebração de Convênio entre o BERTPREV, o Banco do Brasil e a BB LEASING S.A., visando concessão de empréstimos pessoais, financiamentos de bens de consumo

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, as partes abaixo identificadas (i), registrada na Junta Comercial do Estado de sob o nº, inscrita no

Leia mais

CONTRATO PARA A INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A

CONTRATO PARA A INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A CONTRATO PARA A INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES NOS MERCADOS ADMINISTRADOS PELA BM&FBOVESPA S.A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS E POR ENTIDADES DO MERCADO DE BALCÃO ORGANIZADO Pelo presente instrumento

Leia mais

1. A SPECTOS GERAIS 1.1 APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS

1. A SPECTOS GERAIS 1.1 APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS C A P Í T U L O I - C A D A S T R O D E P A R T I C I P A N T E S E I N V E S T I D O R E S 1. A SPECTOS GERAIS A CBLC administra dois sistemas de cadastro: o Sistema de Cadastro de Participantes e o Sistema

Leia mais

CONVÊNIO Nº 015/2009

CONVÊNIO Nº 015/2009 ESTADO DE SERGIPE PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SERGIPE CONVÊNIO Nº 015/2009 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SERGIPE E A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. O

Leia mais

REGULAMENTO DO FUNDO: ALFAPREV RF PRIVATE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO

REGULAMENTO DO FUNDO: ALFAPREV RF PRIVATE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO REGULAMENTO DO FUNDO: ALFAPREV RF PRIVATE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O ALFAPREV RF PRIVATE - Fundo de Investimento

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO Esta Sociedade Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM e demais normas expedidas pela BM&F BOVESPA, define através deste documento, suas

Leia mais

O Serviço de Empréstimo de Ativos da CBLC (BTC) permite:

O Serviço de Empréstimo de Ativos da CBLC (BTC) permite: C A P Í T U L O V I - S E R V I Ç O D E E M P R É S T I M O D E A T I V O S - B T C O Serviço de Empréstimo de Ativos da CBLC (BTC) permite: O registro de ofertas e o fechamento de Operações contra as

Leia mais