a grécia na PoeSia e na MúSiCa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "a grécia na PoeSia e na MúSiCa"

Transcrição

1 a grécia na PoeSia e na MúSiCa a embaixada da grécia no brasil e a fundação onassis (eua) homenageiam a Presidência helênica da união européia com o espectáculo musical Alexandra Gravas, mezzo-soprano Despina Apostolou-Hölscher, pianista Participação especial do coral Cantus Firmus Segunda-feira, 7 de abril de 2014, 20 horas Casa Thomas Jefferson, asa norte, Sgan 606, acesso pela Via l3

2 no programa, serão apresentadas obras dos renomados poetas gregos: odysseas elytis, georgios Seferis e Constantine Cavafy, musicados pelos célebres compositores Mikis Theodorakis, Manos hadjidakis, dimitris Papadimitriou, dentre outros. alexandra gravas alexandra gravas, mezzo soprano, estudou Musicologia, filosofia e filologia germânica na universidade de frankfurt. em londres, fez estudos avançados de Canto com loh Siew Tuan, Vera rozsa e Sarah Walker. Sua origem helênica exerce forte influencia em sua carreira. divulga os compositores contemporâneos gregos, ao lado do reportório alemão, francês, italiano e inglês. estreou obras de compositores aclamados internacionalmente, como demosthenes Stephanidis, Mimis Plessas, alexandros Karozas, francis James brown, george Tsontakis, achim burg, harue Kunieda, Constantine Caravassilis, dante borsetto, Jonnusuke Yamamoto e otto freudenthal. Suas gravações incluem a obra sinfônica Raven de Mikis Theodorakis com a State Academic Cappella de São Petersburgo, sob a regência do próprio compositor; Opera por dante borsetto, hommage de C. Cavafy e The Dream of Icarus de alexandros Karozas, regida por richard Williams; Das Wort alter Steine e Unstete Wege de achim burg, e Bitter Tears de demosthenis Stephanidis, que venceu o prêmio Tomos Contemporary Music Award nos eua. despina apostolou-hölscher despina apostolou-hölscher nasceu em Salónica, grécia. Concluiu seus estudos de piano no novo Conservatório de Salónica, no seu país natal, na academia nacional de Música Pancho Vladigerov em Sófia, capital da bulgária, e na hochschule für Musik und darstellende Kunst de frankfurt do Main, alemanha, estudando com os professores Stella dimitrova-maistorova, Catherine Vickers e bernhard Wetz. recebeu bolsas de estudo e prêmios do rotary Club de frankfurt, da ensemble Modern Summer academy e do festival de Música niedersachen. Como solista, intérprete de câmara e acompanhante participou em festivais internacionais de Música e colaborou com artistas destacados. despina apostolou-hölscher é Vice-presidente da associação de nova Música de frankfurt (fgnm).

3 Maria PolYdouri 1. Έλα μαζί μου (Vem comigo) Música de Kalliopi Tsoupaki MYriTióTiSSa (Theoni drakopoulou) 2. Σ αγαπώ (Amo-te) Música de Manos Hadjidakis nikos gatsos 3. Τώρα που πας στην ξενιτιά (Agora que vais para terras estrangeiras) 4. Χάρτινο το φεγγαράκι (Lua de Papel) 5. Τ αστέρι του βοριά (A Estrela do Norte) Música de Manos Hadjidakis ConSTanTine P. KaVafiS 6. Δυνάμωσις (Fortalecimento) 7. Επέστρεφε (Continua a Voltar) Música de Dimitris Papadimitriou 8. Επέστρεφε (Continua a voltar) 9. Φωνές (Vozes) 10. Μακρυά (Longe) Música de Pantelis Palamidis georgios SeferiS 12. Άρνηση (Negação) 13. Κράτησα τη ζωή μου (Conservei Minha Vida) 14. Μέσα στις θαλλασινές σπηλιές (Dentro das Cavernas Marinhas) Música de Mikis Theodorakis YanniS ritsos 15. Μέρα Μαϊού (Dia de Maio) Música de Mikis Theodorakis odysseas elytis 16. Ανοίγω το στόμα μου (Abro Minha Boca) 17. Της αγάπης αίματα (Sangue do Amor) 18. Ένα το χελιδόνι (Uma Andorinha) 19. Της δικαοσύνης ήλιε νοητέ (Sol Mental da Justiça) Música de Mikis Theodorakis Pablo neruda 20. Excertos do Canto Geral. Música de Mikis Theodorakis 11. Ιθάκη (Ítacα) Música de Elies Monxolí Cervero

4 ΜΑΡΙΑ ΠΟΛΥΔΟΥΡΗ eλα μαζι μου Έλα μαζί μου, αφού ήθελες ν' ανέβεις σε τούτη την απόκοσμη κορφή. Μονάχα μη θελήσεις να κατέβεις, δεν είναι πουθενά μια επιστροφή. Την πλάνα ανησυχία σου θα πληρώσεις όχι, σαν άλλοτε, με χαλασμό. Τώρα πρώτη φορά θα παραδώσεις και το στερνό σου ακόμα στοχασμό. Και τότε πια, τα μάγια θα λυθούνε. Θα μείνουμε μονάχοι στην ερμιά. Τα γύρω σ' ένα γύρο θα χαθούνε και θά 'μαστε σαν κρεμαστά κορμιά. Τα χέρια μας μονάχα τα μαλλιά μας θ' αγγίζουνε στο φοβερό κενό. Σαν άνεμος θα παίρνει τη μιλιά μας και θά 'ναι τάχα εμπόδιο κοινό, ενώ μέσα στα λόγια μας θα πνέει της ίδιας της ψυχής μας ο χαμός. Και μ' όλα αυτά να μοιάζουμε σα νέοι κι' ούτε κι' αυτός να λείπει ο στολισμός! 1. Maria Poliduri Vem comigo (Traduzido por Vítor Vicente) Vem comigo, pois querias subir a este inóspito cume. Somente não queiras descer, em parte alguma há um regresso. Tua enganadora inquietação pagarás não, como outrora, com devastação. agora pela primeira vez entregarás até mesmo teu derradeiro pensamento. e então, o feitiço se quebrará. Permaneceremos sozinhos no ermo. Tudo em redor num rodopio se perderá e ficaremos como corpos suspensos. nossas mãos somente nossos cabelos tocarão no tremendo vazio. Como vento levará nosso discurso e será na aparência barreira comum, enquanto dentro de nossas palavras soprará de nossa própria alma a perdição. e com tudo isto que sejamos como novos e que nem nos falte essa beleza!

5 2. ΜΥΡΤΙωΤΙΣΣΑ Σ αγαπώ Σ αγαπώ, δεν μπορώ Τίποτ άλλο να πω Πιο βαθύ, πιο απλό Πιο μεγάλο! Μπρος στα πόδια σου εδώ Με λαχτάρα σκορπώ Τον πολύφυλλο ανθό Της ζωής μου Τα δυο χέρια μου, να... Στα προσφέρω δετά Για να γείρεις γλυκά Το κεφάλι Κι η καρδιά μου σκιρτά Κι όλη ζήλια ζητά Να σου γίνει ως αυτά Προσκεφάλι ω μελίσσι μου, πιες Απ αυτόν τις γλυκές Τις αγνές ευωδιές Της ψυχής μου! Σ αγαπώ τι μπορώ Ακριβέ να σου πω Πιο βαθύ, πιο απλό Πιο μεγάλο; 2. MirTióTiSa amo-te (Traduzido por Vítor Vicente) amo-te, não consigo nada mais dizer Mais profundo, mais simples Maior! diante de teus pés aqui Com desejo espalho a flor de muitas pétalas de minha vida Minhas duas mãos... Tas ofereço atadas Para pousares docemente a cabeça e meu coração palpitante e todo ciúmes pede Que seja para ti como elas Travesseiro ó minha abelha, bebe dela os doces os puros aromas de minha alma! amo-te que posso Meu caro dizer-te Mais profundo, mais simples Maior?

6 3. ΝΙΚΟΣ ΓΚΑΤΣΟΣ Τώρα που πας στην ξενιτιά Τώρα που πας στην ξενιτιά, πουλί θα γίνω του νοτιά Γρήγορα να σ ανταμώσω Για να σου φέρω το σταυρό που μου παράγγειλες να βρω Δαχτυλίδι να σου δώσω Ήσουν κυπαρίσσι στην αυλή αγαπημένο Ποιος θα μου χαρίσει το φιλί που περιμένω Στ όμορφο ακρογιάλι καρτερώ να μου ρθεις πάλι σαν μικρό, χαρούμενο πουλί Χρυσή μου αγάπη, έχε γεια, να ναι μαζί σου η Παναγιά Κι όταν ρθει το περιστέρι θα χω κρεμάσει φυλαχτό στο παραθύρι τ ανοιχτό την καρδιά μου σαν αστέρι 3. nikos gatsos agora que partes para terras estrangeiras (Traduzido por Vítor Vicente) agora que partes para terras estrangeiras, tornar-me-ei pássaro do sul Para depressa te encontrar Para te trazer a cruz que me pediste que achasse e um anel te dar eras no jardim cipreste favorito Quem me dará o beijo ansiado na linda praia espero que venhas a mim de novo Como pequeno, alegre pássaro Meu amor de ouro, fica bem, que nossa Senhora esteja contigo e quando chegar a pomba Terei pendurado amuleto na janela aberta Meu coração como estrela 4. ΝΙΚΟΣ ΓΚΑΤΣΟΣ Χάρτινο το φεγγαράκι Θα φέρει η θάλασσα πουλιά κι άστρα χρυσά τ αγέρι Να σου χαϊδεύουν τα μαλλιά να σου φιλούν το χέρι Χάρτινο το φεγγαράκι, ψεύτικη η ακρογιαλιά Αν με πίστευες λιγάκι, θα ταν όλα αληθινά Δίχως τη δική σου αγάπη γρήγορα περνά ο καιρός Δίχως τη δική σου αγάπη είναι ο κόσμος πιο μικρός Χάρτινο το φεγγαράκι, ψεύτικη η ακρογιαλιά Αν με πίστευες λιγάκι, θα ταν όλα αληθινά 4. nikos gatsos lua de papel (Traduzido por Vítor Vicente) o mar trará pássaros e astros dourados a brisa Para te acariciarem os cabelos para te beijarem a mão lua de papel, praia a fingir Se em mim acreditasses um pouco, seria tudo verdadeiro Sem o teu amor o tempo passa voando Sem o teu amor é mais pequeno o mundo lua de papel, praia a fingir Se em mim acreditasses um pouco, seria tudo verdadeiro

7 5. ΝΙΚΟΣ ΓΚΑΤΣΟΣ Τ αστέρι του βοριά Τ αστέρι του βοριά θα φέρει ξαστεριά Μα πριν φανεί μέσα απ το πέλαγο πανί θα γίνω κύμα και φωτιά, να σ αγκαλιάσω ξενιτιά Και συ χαμένη μου πατρίδα, μακρινή θα γίνεις χάδι και πληγή σαν ξημερώσεις σ άλλη γη Τώρα πετώ για της ζωής το πανηγύρι Τώρα πετώ για της χαράς μου τη γιορτή Φεγγάρια μου παλιά, καινούργια μου πουλιά διώξτε τον ήλιο και τη μέρα απ το βουνό για να με δείτε να περνώ σαν αστραπή στον ουρανό 5. nikos gatsos a estrela do norte (Traduzido por Vítor Vicente) a estrela do norte trará céu estrelado Mas antes que apareça no mar vela tornar-me-ei onda e fogo, para te abraçar terra estrangeira e tu minha pátria perdida, longínqua tornar-te-ás carícia e ferida ao acordares noutra terra agora voo para a festa da vida agora voo para a celebração de minha alegria Minhas luas antigas, meus novos pássaros levai o sol e o dia da montanha para me verdes passar como relâmpago no céu 6. ΚωΝΣΤΑΝΤΙΝΟΣ ΚΑβΑΦΗΣ Δυνάμωσις Όποιος το πνεύμα του ποθεί να δυναμώσει να βγει απ το σέβας κι από την υποταγή. aπό τους νόμους μερικούς θα τους φυλάξει, αλλά το περισσότερο θα παραβαίνει και νόμους κ έθιμα κι απ την παραδεγμένη και την ανεπαρκούσα ευθύτητα θα βγει. aπό τες ηδονές πολλά θα διδαχθεί. Την καταστρεπτική δεν θα φοβάται πράξι το σπίτι το μισό πρέπει να γκρεμισθεί. Έτσι θ αναπτυχθεί ενάρετα στην γνώσι. 6. ConSTanTine P. CaVafY fortalecimento (Traduzido por Vítor Vicente) Quem seu espírito deseja fortalecer saia do respeito e da submissão. das leis algumas respeitará, mas a maioria transgredirá tanto leis como tradições e da consensual e insuficiente rectidão sairá. dos prazeres muito aprenderá. a acção destruidora não temerá; Metade da casa terá de ser demolida. assim se desenvolverá virtuosamente no conhecimento.

8 7-8. ΚωΝΣΤΑΝΤΙΝΟΣ ΚΑβΑΦΗΣ Επέστρεφε Επέστρεφε συχνά και παίρνε με, αγαπημένη αίσθησις επέστρεφε και παίρνε με όταν ξυπνά του σώματος η μνήμη, κ επιθυμία παληά ξαναπερνά στο αίμα όταν τα χείλη και το δέρμα ενθυμούνται, κ αισθάνονται τα χέρια σαν ν αγγίζουν πάλι. Επέστρεφε συχνά και παίρνε με την νύχτα, όταν τα χείλη και το δέρμα ενθυμούνται ConSTanTine P. CaVafY Continua a voltar* Continua a voltar frequentemente e a tomar-me, sensação amada continua a voltar e a tomar-me - quando acorda a memória do corpo, e desejo antigo volta a passar no sangue; quando os lábios e a pele se lembram, e sentem as mãos como se tocassem de novo. Continua a voltar frequentemente e a tomar-me à noite, quando os lábios e a pele se lembram ΚωΝΣΤΑΝΤΙΝΟΣ ΚΑβΑΦΗΣ Φωνές Ιδανικές φωνές κι αγαπημένες εκείνων που πεθάναν, ή εκείνων που είναιγια μας χαμένοι σαν τους πεθαμένους.κάποτε μες στα όνειρά μας ομιλούνε κάποτε μες στην σκέψι τες ακούει το μυαλό. Και με τον ήχο των για μια στιγμή επιστρέφουν ήχοι από την πρώτη ποίησι της ζωής μας σα μουσική, την νύχτα, μακρυνή, που σβύνει 9. ConSTanTine P. CaVafY Voces* Vozes ideais e amadas daqueles que morreram, e daqueles que são para nós perdidos como os mortos. Às vezes nos nossos sonhos falam; às vezes no pensamento as ouve a mente. e com o seu som por um momento regressam sons da primeira poesia da nossa vida - qual música, à noite, longínqua, que se apaga. 10. ΚωΝΣΤΑΝΤΙΝΟΣ ΚΑβΑΦΗΣ Μακρυά Θάθελα αυτήν την μνήμη να την πω... Μα έτσι εσβύσθη πια... σαν τίποτε δεν απομένει γιατί μακρυά, στα πρώτα εφηβικά μου χρόνια κείται. Δέρμα σαν καμωμένο από ιασεμί... Εκείνη του aυγούστου aύγουστος ήταν; η βραδυά... Μόλις θυμούμαι πια τα μάτια ήσαν, θαρρώ, μαβιά... a ναι, μαβιά ένα σαπφείρινο μαβί. 10. ConSTanTine P. CaVafY longe* Queria esta memória dizê-la... bom mas já se apagou... como que nada resta - pois que longe, nos anos da minha primeira adolescência jaz. Pele como se de jasmim feita... aquele agosto - era agosto? - ao anoitecer... apenas me lembro já dos olhos; eram roxos, estou em crer... ah sim, roxos; um roxo que a safira deita. * OS POEMAS, Konstantinos Kavafis, tradução de Joaquim Manuel Magalhães e Nikos Pratsinis, Relógio d'água Editores (http://www.relogiodagua.pt/)

9 11. ΚωΝΣΤΑΝΤΙΝΟΣ ΚΑβΑΦΗΣ Ιθάκη Σα βγεις στον πηγαιμό για την Ιθάκη, να εύχεσαι νάναι μακρύς ο δρόμος, γεμάτος περιπέτειες, γεμάτος γνώσεις. Τους Λαιστρυγόνας και τους Κύκλωπας, τον θυμωμένο Ποσειδώνα μη φοβάσαι, τέτοια στον δρόμο σου ποτέ σου δεν θα βρεις, αν μέν η σκέψις σου υψηλή, αν εκλεκτή συγκίνησις το πνεύμα και το σώμα σου αγγίζει. Τους Λαιστρυγόνας και τους Κύκλωπας, τον άγριο Ποσειδώνα δεν θα συναντήσεις, αν δεν τους κουβανείς μες στην ψυχή σου, αν η ψυχή σου δεν τους στήνει εμπρός σου. Να εύχεσαι νάναι μακρύς ο δρόμος. Πολλά τα καλοκαιρινά πρωιά να είναι που με τι ευχαρίστησι, με τι χαρά θα μπαίνεις σε λιμένας πρωτοειδωμένους να σταματήσεις σ εμπορεία Φοινικικά, και τες καλές πραγμάτειες ν αποκτήσεις, σεντέφια και κοράλλια, κεχριμπάρια κ έβενους, και ηδονικά μυρωδικά κάθε λογής, όσο μπορείς πιο άφθονα ηδονικά μυρωδικά σε πόλεις aιγυπτιακές πολλές να πας, να μάθεις και να μάθεις απ τους σπουδασμένους. Πάντα στον νου σου νάχεις την Ιθάκη. Το φθάσιμον εκεί είν ο προορισμός σου. aλλά μη βιάζεις το ταξείδι διόλου. Καλλίτερα χρόνια πολλά να διαρκέσει και γέρος πια ν αράξεις στο νησί, πλούσιος με όσα κέρδισες στον δρόμο, μη προσδοκώντας πλούτη να σε δώσει η Ιθάκη. Η Ιθάκη σ έδωσε τ ωραίο ταξείδι. Χωρίς αυτήν δεν θάβγαινες στον δρόμο. Άλλα δεν έχει να σε δώσει πια. Κι αν πτωχική την βρεις, η Ιθάκη δεν σε γέλασε.έτσι σοφός που έγινες, με τόση πείρα, ήδη θα το κατάλαβες η Ιθάκες τι σημαίνουν. 11. ConSTanTine P. CaVafY itaca* Quando saíres a caminho da ida para Ítaca, faz votos para que seja longo o caminho, cheio de aventuras, cheio de conhecimentos. os lestrígones e os Ciclopes, o zangado Poséidon não temas, coisas assim no teu caminho não acharás nunca, se ο teu pensamento permanecer elevado, se emoção requintada o teu espírito e o teu corpo tocar. os lestrígones e os Ciclopes, o selvagem Poséidon não encontrarás, se com eles não carregares na tua alma, se a tua alma não os colocar à tua frente. faz votos para que seja longo o caminho. Para que sejam muitas as manhãs de verão nas quais com que contentamento, com que alegria entrarás em portos vistos pela primeira vez; para que pares em feitorias fenícias, e para que adquiras as boas compras coisas de nácar e coral, de âmbar e de ébano, e essências de prazer de qualquer espécie, quanto mais abundantes puderes essências de prazer; para que vás a muitas cidades egípcias, para que aprendas e aprendas com os letrados. deves ter sempre Ítaca na tua mente. a chegada ali é o teu destino. Mas não apresses em nada a tua viagem. é melhor durar muitos anos; e já velho fundeares na ilha, rico do que ganhaste no caminho, sem esperares que te dê Ítaca riquezas. Ítaca deu-te a bela viagem. Sem Ítaca não terias saído ao caminho. Mas já não tem para te dar. e se um tanto pobre a encontrares, Ítaca não te enganou. Sábio como te tornaste, com tanta experiência, já hás-de compreender o que significam Ítacas.

10 12. ΥΙΟΡΓΟΣ ΣΕΦΕΡΙΣ Άρνηση Στο περιγιάλι το κρυφό κι άσπρο σαν περιστέρι διψάσαμε το μεσημέρι, μα το νερό γλυφό Πάνω στην άμμο την ξανθή γράψαμε τ όνομά της ωραία που φύσηξε ο μπάτης και σβήστηκε η γραφή Με τι καρδιά, με τι πνοή, τι πόθους και τι πάθος Πήραμε τη ζωή μας λάθος κι αλλάξαμε ζωή 12. georgios SeferiS negação (Traduzido por Vítor Vicente) na praia escondida e branca como uma pomba Tivemos sede à tarde, mas a água salobra Sobre a areia loira escrevemos seu nome Que bom que soprou a brisa e se apagou o escrito Com que coração, com que espírito, que desejos e que paixão levámos nossa vida erradamente e mudámos de vida 13. ΥΙΟΡΓΟΣ ΣΕΦΕΡΙΣ Κράτησα τη ζωή μου Κράτησα τη ζωή μου ταξιδεύοντας ανάμεσα σε κίτρινα δέντρα, κάτω απ το πλάγιασμα της βροχής σε σιωπηλές πλαγιές φορτωμένες με τα φύλλα της οξιάς καμιά φωτιά στην κορυφή τους βραδιάζει. 13. giorgos SeferiS Conservei minha vida (Traduzido por Vítor Vicente) onservei minha vida viajando entre árvores amarelas, sob a carícia da chuva em vertentes silenciosas carregadas com as folhas da faia algum fogo em seu topo anoitece ΥΙΟΡΓΟΣ ΣΕΦΕΡΙΣ Μέσα στις θαλασσινές σπηλιές Μέσα στις θαλασσινές σπηλιές υπάρχει μια δίψα υπάρχει μια αγάπη υπάρχει μια έκσταση, όλα σκληρά σαν τα κοχύλια μπορείς να τα κρατήσεις μες στη παλάμη σου. Μέσα στις θαλασσινές σπηλιές μέρες ολόκληρες σε κοίταζα στα μάτια και δε σε γνώριζα μήτε με γνώριζες. 14. giorgos SeferiS dentro das cavernas marinhas* dentro das cavernas marinhas há uma sede há um amor há um êxtase, tão duro como as conchas podes segurá-las na palma da tua mão. dentro das cavernas marinhas dias inteiros olhava-te nos olhos e não te conhecia nem tu me conhecias. * POEMAS ESCOLHIDOS, Yorgos Seferis, tradução de Joaquim Manuel Magalhães e Nikos Pratsinis, Relógio d'água Editores (http://www.relogiodagua.pt/)

11 15. ΓΙΑΝΝΗΣ ΡΙΤΣΟΣ Μέρα Μαγιού μου μίσεψες Μέρα Μαγιού μου μίσεψες μέρα Μαγιού σε χάνω άνοιξη γιε που αγάπαγες κι ανέβαινες απάνω Στο λιακωτό και κοίταζες και δίχως να χορταίνεις άρμεγες με τα μάτια σου το φως της οικουμένης Και μου ιστορούσες με φωνή γλυκιά ζεστή κι αντρίκεια τόσα όσα μήτε του γιαλού δεν φτάνουν τα χαλίκια Και μου `λεγες πως όλ αυτά τα ωραία θα `ν δικά μας και τώρα εσβήστης κι έσβησε το φέγγος κι η φωτιά μας 15. YanniS ritsos dia de Maio (Traduzido por Vítor Vicente) dia de Maio fugiste-me dia de Maio perco-te Primavera filho que amavas e subias para cima do terraço e olhavas e sem te satisfazeres ordenhavas com teus olhos a luz do universo e contavas-me com voz doce quente e máscula tanto que nem da praia chegam os seixos e dizias-me que toda essa beleza será nossa e agora apagaste-te e apagou-se nosso brilho e nosso fogo 16. oδυσσεασ ΕΛΥΤΗΣ Ανοίγω το στόμα μου Ανοίγω το στόμα μου κι αναγαλλιάζει το πέλαγος και παίρνει τα λόγια μου στις σκοτεινές του τις σπηλιές και στις φώκιες τις μικρές τα ψιθυρίζει τις νύχτες που κλαιν των ανθρώπων τα βάσανα. Χαράζω τις φλέβες μου και κοκκινίζουν τα όνειρα και τσέρκουλα γίνονται στις γειτονιές των παιδιών και σεντόνια στις κοπέλες που αγρυπνούνε κρυφά για ν ακούν των ερώτων τα θαύματα. 16. odysseas elytis abro minha boca (Traduzido por Vítor Vicente) abro minha boca e o mar exulta e leva minhas palavras às suas cavernas escuras e às pequenas focas as sussurra nas noites em que choram os tormentos dos homens. Sulco minhas veias e avermelham-se os sonhos e tornam-se arcos de gancheta nos bairros das crianças e lençóis para as moças que ficam acordadas às escondidas para ouvirem dos amores as maravilhas.

12 17. oδυσσεασ ΕΛΥΤΗΣ Της αγάπης αίματα Της αγάπης αίματα με πορφύρωσαν και χαρές ανείδωτες με σκιάσανε οξειδώθηκα μες στη νοτιά των ανθρώπων μακρινή μητέρα ρόδο μου αμάραντο Στ ανοιχτά του πελάγου με καρτέρεσαν Με μπομπάρδες τρικάταρτες και μου ρίξανε αμαρτία μου να `χα κι εγώ μιαν αγάπη μακρινή μητέρα ρόδο μου αμάραντο Τον Ιούλιο κάποτε μισανοίξανε τα μεγάλα μάτια της μες στα σπλάχνα μου την παρθένα ζωή μια στιγμή να φωτίσουν μακρινή μητέρα ρόδο μου αμάραντο 17. odusseas elytis o sangue de amor com oferecimento (www.stixoi.info/) o sangue de amor com oferecimento e as alegrias impensáveis me sombreiam rugem recobrindo com vento os homens distante mãe, rosa imperecível em teu aberto mar com espera Com bombardeios em três mastros e me joguei meu pecado e eu tinha um amor distante mãe, rosa imperecível de julho algo dividido a[os grandes olhos e dentro de meu ventrea virgem vida, um momento se ilumina distante mãe, rosa imperecível 18. oδυσσεασ ΕΛΥΤΗΣ Ένα το χελιδόνι Ένα το χελιδόνι κι η άνοιξη ακριβή για να γυρίσει ο ήλιος θέλει δουλειά πολλή Θέλει νεκροί χιλιάδες να `ναι στους τροχούς Θέλει κι οι ζωντανοί να δίνουν το αίμα τους. Θε μου Πρωτομάστορα μ έχτισες μέσα στα βουνά Θε μου Πρωτομάστορα μ έκλεισες μες στη θάλασσα! Πάρθηκεν από μάγους το σώμα του Μαγιού Το `χουνε θάψει σ ένα μνήμα του πέλαγου σ ένα βαθύ πηγάδι το `χουνε κλειστό μύρισε το σκοτάδι κι όλη η άβυσσος Θε μου Πρωτομάστορα μέσα στις πασχαλιές και Συ Θε μου Πρωτομάστορα μύρισες την Ανάσταση 18. odysseas elytis uma a andorinha (Tradução de Vitor Vicente) uma a andorinha e cara a Primavera para que regresse o sol requer muito trabalho requer que milhares de mortos estejam nas engrenagens requer que também os vivos dêem seu sangue. Meu deus Mestre-de-obras fizeste-me dentro das montanhas Meu deus Mestre-de-obras fechaste-me no meio do mar! levado por feiticeiros o corpo do Maio enterraram-no num sepulcro do mar num poço fundo o têm encerrado exala cheiro a escuridão e todo o abismo Meu deus Mestre-de-obras dentro dos lilases também Tu Meu deus Mestre-de-obras cheiraste a ressurreição

13 19. oδυσσεασ ΕΛΥΤΗΣ Της δικαιοσύνης ήλιε νοητέ Της δικαιοσύνης ήλιε νοητέ και μυρσίνη συ δοξαστική μη παρακαλώ σας μη λησμονάτε τη χώρα μου! Αετόμορφα έχει τα ψηλά βουνά στα ηφαίστεια κλήματα σειρά και τα σπίτια πιο λευκά στου γλαυκού το γειτόνεμα! Τα πικρά μου χέρια με τον κεραυνό τα γυρίζω πίσω απ τον καιρό τους παλιούς μου φίλους καλώ με φοβέρες και μ αίματα! 19. odysseas elytis o ideal Sol da justiça (www.stixoi.info) o ideal Sol da justice e o mirto de sua glória não peço, que não esqueça meu país! em forma de água, os altos montes vulcões e vinhas em linha e casas brancas de azul vizinhança a minha amarga mão com os relâmpagos volto atas do tempo teus velhos bons amigos com passos e com sangue! 20. Pablo neruda Canto general los libertadores Y el hombre recogió en las ramas las corolas endurecidas, las entregó de mano en mano como magnolias o granadas y de pronto, abrieeron la tierra, crecieron hasta la estrellas. éste es el árbol de los libres. el árbol tierra, el árbol nube. el árbol pan, el árbol flecha, el árbol puno, el árbol fuego. lo ahoga el agua tormentosa de nuestra época nocturna, pero su mástil balancea el ruedo de su poderio. otras veces, de nuevo caen las ramas rotas por la cólera, y una ceniza amenazante cubre su antigua majestad. 20. Pablo neruda Canto geral (Traduzido por Paulo Mendes Campos) e o homem recolheu nos ramos as corolas endurecidas, entregando-as de mão em mão como magnólias ou romãs e logo abriram a terra, cresceram até as estrelas. esta é a árvore dos livres. a árvore terra, a árvore nuvem. a árvore pão, a árvore flecha, a árvore punho, a árvore fogo. afoga-a a água tempestuosa de nossa época noturna, mas seu mastro faz balancer a círculo de seu poder. outras vezes de novo tombam os ramos partidos pela cólera, e uma cinza ameaçadora cobre a s ua antiga majestade.

14 Maria PolYdouri ( ) nasceu em Kalamata e foi contemporânea do poeta Kostas Karyotakis, com quem teve uma relação amorosa intensa. Começou a escrever poesia na juventude, mas seus poemas importantes foram escritos durante os últimos quatro anos de sua vida, quando, sofrendo de tuberculose, foi internada num sanatório de atenas. Polydouri morreu de tuberculose em atenas. nikos gatsos nasceu em 1911 em asea, arcádia, um distrito do Peloponeso. estudou filologia, filosofia e história na universidade de atenas. em atenas, entrou em contacto com os círculos literários da época, tornandose amigo do poeta odysseas elytis. após a Segunda guerra Mundial, colaborou com a greek-british review como tradutor e com a ellinikí radiofonía como diretor radiofônico. durante esse período, começou a escrever as letras para a música de Manos hadjidakis, iniciando uma brilhante carreira na música moderna grega. algumas de suas traduções de peças teatrais tornaram-se célebres no mundo literário. Morreu em atenas a 12 de maio de ConSTanTine P. CaVafY ( ) é um renomado poeta grego que viveu em alexandria e trabalhou como jornalista e funcionário público. Poemas de Cavafy apareceram apenas em panfletos, folhetos impressos por iniciativa privada e jornais durante seu tempo de vida. após sua morte tornou-se muito conhecido. o primeiro livro de seus poemas foi Ποιήματα (Poemas) publicado postumamente em Sua poesia divide-se em três grandes tópicos: históricos, sensuais e filosóficos. Publicou 154 poemas; dezenas de outros ficaram incompletos ou em forma de rascunho. atualmente, ele é considerado um dos melhores poetas gregos modernos. atribui-se a Cavafy o renascimento e o reconhecimento da poesia grega, bem como o estabelecimento de múltiplas facetas da poesia européia do século XX. YianniS ritsos ( ) poeta e um ativista de esquerda. hoje, ritsos é considerado um dos cinco maiores poetas gregos do século XX, juntamente com Constantine Cavafy, Kostas Kariotakis, giorgos Seferis e odysseas elytis. o poeta francês louis aragon afirmou que ritsos era "o maior poeta da nossa era." o poema e obra fundamental epitáfio, publicado em 1936, rompeu com a forma da poesia popular tradicional grega e expressou em linguagem simples e clara uma mensagem de unidade entre todas as pessoas.

15 giorgos SeferiS, o nome literário de georgios Seferiades ( ), poeta e diplomata grego, considerado um dos mais importantes poetas gregos do século XX. Trabalhou como diplomata de carreira no Ministério dos negócios estrangeiros helênico, nomeado como embaixador no reino unido, entre 1957 e recebeu diversas homenagens e prêmios, incluindo o Prêmio nobel da literatura e doutoramentos honoris Causa pelas universidades de Cambridge, oxford, Salonica e Princeton. odysseas elytis ( ) considerado expoente máximo do modernismo romântico na grécia mundialmente. em 1979, recebeu o Prêmio nobel da literatura. em 1935, publicou seu primeiro poema no jornal novas letras (Νέα Γράμματα), após incentivos de amigos como george Seferis. a forma telúrica e original contribuiu para o inicio de uma nova era na poesia grega e, consequentemente, sua reforma após a Segunda guerra Mundial. entre 1969 e 1972, durante a Junta Militar de , elytis exilou-se em Paris. elytis era recluso e solitário na busca de seus ideais da verdade poética e experiência. Pablo neruda ( ) foi o nome literário e, mais tarde, o nome legal do poetadiplomata e político chileno neftali ricardo reyes basoalto. escolheu este nome literário inspirado no poeta checo Jan neruda. em 1971, recebeu o Prêmio nobel da literatura. neruda tornou-se conhecido como poeta enquanto era apenas um adolescente. escreveu em diversos estilos, incluindo poemas surrealistas, epopeias históricas, manifestos políticos, uma autobiografia em prosa, poemas de amor com marcado cariz erótico como os de sua antologia de 1924 Vinte Poemas de amor e uma Canção de desespero. frequentemente, escreveu com tinta verde, que era seu símbolo pessoal de desejo e esperança. ocupou diversas posições diplomáticas e serviu um mandato como Senador pelo Partido Comunista Chileno.

16

Álbum: O caminho é o Céu

Álbum: O caminho é o Céu Álbum: O caminho é o Céu ETERNA ADORAÇÃO Não há outro Deus que seja digno como tu. Não há, nem haverá outro Deus como tu. Pra te adorar, te exaltar foi que eu nasci, Senhor! Pra te adorar, te exaltar foi

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

Carlos Neves. Antologia. Raízes. Da Poesia

Carlos Neves. Antologia. Raízes. Da Poesia 1 Antologia Raízes Da Poesia 2 Copyrighr 2013 Editra Perse Capa e Projeto gráfico Autor Registrado na Biblioteca Nacional ISBN International Standar Book Number 978-85-8196-234- 4 Literatura Poesias Publicado

Leia mais

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE TALVEZ TE ENCONTRE Vivaldo Terres Itajaí /SC Talvez algum dia eu te encontre querida Para renovarmos momentos felizes, Já que o nosso passado foi um passado lindo, Tão lindo que não posso esquecer Anseio

Leia mais

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro Acólitos São João da Madeira Cancioneiro Índice Guiado pela mão...5 Vede Senhor...5 Se crês em Deus...5 Maria a boa mãe...5 Quanto esperei por este momento...6 Pois eu queria saber porquê?!...6 Dá-nos

Leia mais

E sua sede começa a crescer Em angústia e desespero Enquanto os ruídos da cachoeira Da grande cachoeira das eras O convoca para mergulhar Mergulhar

E sua sede começa a crescer Em angústia e desespero Enquanto os ruídos da cachoeira Da grande cachoeira das eras O convoca para mergulhar Mergulhar Uma Estória Pois esta estória Trata de vida e morte Amor e riso E de qualquer sorte de temas Que cruzem o aval do misterioso desconhecido Qual somos nós, eu e tu Seres humanos Então tomemos acento No dorso

Leia mais

Festa da Avé Maria 31 de Maio de 2009

Festa da Avé Maria   31 de Maio de 2009 Festa da Avé Maria 31 de Maio de 2009 Cântico Inicial Eu era pequeno, nem me lembro Só lembro que à noite, ao pé da cama Juntava as mãozinhas e rezava apressado Mas rezava como alguém que ama Nas Ave -

Leia mais

O PASSAPORTE PARA O AMOR

O PASSAPORTE PARA O AMOR O PASSAPORTE PARA O AMOR Dom Juan Michel ÍNDICE 01 A Lua e Eu 02 Um Lindo Amanhecer 03 A Aliança do Amor 04 A Flor dos Desejos 05 As Milhas do Amor 06 Quando o Amor Me Leva a Sonhar 07 O Vento Sopra Lá

Leia mais

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL SUGESTÃO DE CELEBRAÇÃO DE NATAL 2013 ADORAÇÃO Prelúdio HE 21 Dirigente: Naqueles dias, dispondo-se Maria, foi apressadamente à região montanhosa, a uma cidade de Judá, entrou na casa de Zacarias e saudou

Leia mais

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. www.hinarios.org. Glauco Villas Boas 1 01 HÓSPEDE

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. www.hinarios.org. Glauco Villas Boas 1 01 HÓSPEDE HINÁRIO O CHAVEIRÃO Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii Glauco Glauco Villas Boas 1 www.hinarios.org 2 01 HÓSPEDE Padrinho Eduardo - Marcha Eu convidei no meu sonho Meu mestre vamos passear

Leia mais

Amar Dói. Livro De Poesia

Amar Dói. Livro De Poesia Amar Dói Livro De Poesia 1 Dedicatória Para a minha ex-professora de português, Lúcia. 2 Uma Carta Para Lúcia Querida professora, o tempo passou, mas meus sonhos não morreram. Você foi uma pessoa muito

Leia mais

José teve medo e, relutantemente, concordou em tomar a menina como esposa e a levou para casa. Deves permanecer aqui enquanto eu estiver fora

José teve medo e, relutantemente, concordou em tomar a menina como esposa e a levou para casa. Deves permanecer aqui enquanto eu estiver fora Maria e José Esta é a história de Jesus e de seu irmão Cristo, de como nasceram, de como viveram e de como um deles morreu. A morte do outro não entra na história. Como é de conhecimento geral, sua mãe

Leia mais

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real Alencastro e Patrícia CD: Ao Sentir 1- Ao Sentir Jairinho Ao sentir o mundo ao meu redor Nada vi que pudesse ser real Percebi que todos buscam paz porém em vão Pois naquilo que procuram, não há solução,

Leia mais

José da Fonte Santa. Magia Alentejana. Poesia e desenhos. Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa. Edições Colibri

José da Fonte Santa. Magia Alentejana. Poesia e desenhos. Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa. Edições Colibri José da Fonte Santa Magia Alentejana Poesia e desenhos Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa Edições Colibri índice Nota Prévia 3 Prefácio 5 O Amor e a Natureza Desenho I 10 A rapariga mais triste do

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 O ANJO Hans Christian Andersen 3 Contos de Hans Christian Andersen Hans Christian Andersen nasceu em Odensae, em 2 de abril de 1805, e faleceu em Conpenhague em 1875.

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

A Praga do Poço do Abismo

A Praga do Poço do Abismo A Praga do Poço do Abismo Apocalipse 9:1-21 O quinto anjo tocou a trombeta, e vi uma estrela caída do céu na terra. E foi-lhe dada a chave do poço do abismo. Ela abriu o poço do abismo, e subiu fumaça

Leia mais

Consternação. Beija-me mais uma vez. Tudo e nada Eu quero Um dilema Em que vivo!

Consternação. Beija-me mais uma vez. Tudo e nada Eu quero Um dilema Em que vivo! Amor perfeito À noite, o mar desponta Nos teus olhos doces No teu corpo, O doce brilho do luar Mexe a brisa Em teus cabelos negros E nessas mãos Tão cheias de carinho Encontro esse amor perfeito Que tens

Leia mais

IN EXTREMIS. * Nota do organizador. É de notar que o poema foi escrito com o autor ainda moço.

IN EXTREMIS. * Nota do organizador. É de notar que o poema foi escrito com o autor ainda moço. IN EXTREMIS Nunca morrer assim! Nunca morrer num dia Assim! de um sol assim! Tu, desgrenhada e fria, Fria! postos nos meus os teus olhos molhados, E apertando nos teus os meus dedos gelados... E um dia

Leia mais

O Pequeno Mundo de Maria Lúcia

O Pequeno Mundo de Maria Lúcia Eric Ponty O Pequeno Mundo de Maria Lúcia Pinturas de Fernando Campos [2005] Virtual Book s Numa noite de outubro a pequena Maria Lúcia viu o azul do céu escuro da tarde um homem andando de bicicleta.

Leia mais

Agrupamento Vertical de Escolas do Viso. Escola E. B. 2.3 do Viso. A vida é uma folha de papel

Agrupamento Vertical de Escolas do Viso. Escola E. B. 2.3 do Viso. A vida é uma folha de papel 1.º Prémio A vida é uma folha de papel A vida pode ser Escura como a noite, Ou clara como as águas cristalinas Que brilham ao calor do sol. A vida pode ser Doce como o mel Ou amarga como o fel. A vida

Leia mais

Ficha Técnica Texto e Edição: Daniela Costa Ilustração: Vera Guedes Impressão: Colorshow. www.biografiasporencomenda.com

Ficha Técnica Texto e Edição: Daniela Costa Ilustração: Vera Guedes Impressão: Colorshow. www.biografiasporencomenda.com O balão. Ficha Técnica Texto e Edição: Daniela Costa Ilustração: Vera Guedes Impressão: Colorshow www.biografiasporencomenda.com O Balão Ainda não tinhas nascido quando recebeste o teu primeiro presente.

Leia mais

Portuguese Poetry / 14-30 lines HS 5-6

Portuguese Poetry / 14-30 lines HS 5-6 Ai quem me dera 1. Ai, quem me dera, terminasse a espera 2. Retornasse o canto simples e sem fim, 3. E ouvindo o canto se chorasse tanto 4. Que do mundo o pranto se estancasse enfim 5. Ai, quem me dera

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL AUGUSTO AIRES DA MATA MACHADO. MATÉRIA: LÍNGUA PORTUGUESA. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ASSUNTO: PRODUÇÃO DE TEXTO.

ESCOLA ESTADUAL AUGUSTO AIRES DA MATA MACHADO. MATÉRIA: LÍNGUA PORTUGUESA. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ASSUNTO: PRODUÇÃO DE TEXTO. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ALUNO: Victor Maykon Oliveira Silva TURMA: 6º ANO A ÁGUA A água é muito importante para nossa vida. Não devemos desperdiçar. Se você soubesse como ela é boa! Mata a sede de

Leia mais

TUDO POR AMOR. Tudo por amor, divinal, infinita graça, salvou a todos nós! Jesus cumpriu o plano de amor, seu sangue, seu sofrer Foi tudo por amor!

TUDO POR AMOR. Tudo por amor, divinal, infinita graça, salvou a todos nós! Jesus cumpriu o plano de amor, seu sangue, seu sofrer Foi tudo por amor! TUDO POR AMOR A dor, o espinho vil, as lágrimas, o seu sofrer, o meu Senhor na cruz está. Não posso suportar! O que o fez se entregar, pagar o preço lá na cruz? Como um cordeiro foi morrer pra vir me resgatar!

Leia mais

LETRAS CD "AQUI VOU EU" GABRIEL DUARTE

LETRAS CD AQUI VOU EU GABRIEL DUARTE CELEBRAREI TUA GLÓRIA - Gabriel Duarte Sairei ao teu encontro Pra o teu nome exaltar E em meio a tua glória Erguer as mãos E te adorar e te adorar Celebrarei tua glória, celebrarei. Celebro com dança,

Leia mais

CONVITE. Falecido em 2012, Manuel António Pina deixou uma obra singular, no campo da poesia, da crónica, da literatura infanto-juvenil e do teatro.

CONVITE. Falecido em 2012, Manuel António Pina deixou uma obra singular, no campo da poesia, da crónica, da literatura infanto-juvenil e do teatro. Dando continuidade a projetos anteriores, o Museu Nacional da Imprensa está a preparar várias iniciativas para assinalar o 71.º aniversário do nascimento (18.nov.1943) do jornalista e escritor Manuel António

Leia mais

O Vermelho do Capim. Poemas da Guerra Colonial. José Rosa Sampaio. Portimão 1986

O Vermelho do Capim. Poemas da Guerra Colonial. José Rosa Sampaio. Portimão 1986 José Rosa Sampaio * O Vermelho do Capim Poemas da Guerra Colonial ** Ficha Técnica: Título: O Vermelho do Capim: poemas da Guerra Colonial Autor: José Rosa Sampaio, 1949- Tiragem: 30 exemplares fora do

Leia mais

Sete Trombetas (Lauriete)

Sete Trombetas (Lauriete) Sete Trombetas (Lauriete) Uma mistura de sangue com fogo A terça parte deste mundo queimará Eu quero estar distante, quero estar no céu Quando o anjo a primeira trombeta tocar Um grande meteoro vai cair

Leia mais

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano O Menino do Futuro Dhiogo José Caetano 1 Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno inventor que

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

Gabriel José Nascente, de nome literário Gabriel Nascente,

Gabriel José Nascente, de nome literário Gabriel Nascente, Poesia Poemas inéditos Gabriel Nascente Gabriel José Nascente, de nome literário Gabriel Nascente, nasceu em Goiânia, em 23 de janeiro de 1950. Fez o jardim da infância e o primário no Instituto Araguaia.

Leia mais

Areias 19 de Janeiro de 2005. Querida Mãezita

Areias 19 de Janeiro de 2005. Querida Mãezita Areias 19 de Janeiro de 2005 Querida Mãezita Escrevo-te esta carta para te dizer o quanto gosto de ti. Sem ti, eu não teria nascido, sem ti eu não seria ninguém. Mãe, adoro- -te. Tu és muito importante

Leia mais

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. Glauco Villas Boas. Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. Glauco Villas Boas. Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii HINÁRIO O CHAVEIRÃO Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii Glauco Glauco Villas Boas 1 www.hinarios.org 2 01 HÓSPEDE Padrinho Eduardo - Marcha Eu convidei no meu sonho Meu mestre vamos passear

Leia mais

POEMAS DE JOVITA NÓBREGA

POEMAS DE JOVITA NÓBREGA POEMAS DE JOVITA NÓBREGA Aos meus queridos amigos de Maconge Eu vim de longe arrancada ao chão Das minhas horas de menina feliz Fizeram-me estraçalhar a raiz Da prima gota de sangue Em minha mão. Nos dedos

Leia mais

CANTOS - Novena de Natal

CANTOS - Novena de Natal 1 1 - Refrão Meditativo (Ritmo: Toada) D A7 D % G Em A7 % Onde reina o amor, frater---no amor. D A7 D % G A7 D Onde reina o amor, Deus aí está! 2 - Deus Trino (Ritmo: Balada) G % % C Em nome do Pai / Em

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

Tenho um filho. Já tive um marido. Tenho agora um filho

Tenho um filho. Já tive um marido. Tenho agora um filho o príncipe lá de casa Tenho um filho. Já tive um marido. Tenho agora um filho e talvez queira outra vez um marido. Mas quando se tem um filho e já se teve um marido, um homem não nos serve exatamente para

Leia mais

Hinário SOIS BALIZA De Germano Guilherme

Hinário SOIS BALIZA De Germano Guilherme Hinário SOIS BALIZA De Germano Guilherme Edição oficial do CICLUMIG Flor do Céu De acordo com revisão feita pelo Sr. Luiz Mendes do Nascimento, zelador do hinário. www.mestreirineu.org 1 01 - DIVINO PAI

Leia mais

David pensou que o pai, às vezes, dizia coisas raras, estranhas. A mãe suspirou fundo ao enfiar de novo a agulha.

David pensou que o pai, às vezes, dizia coisas raras, estranhas. A mãe suspirou fundo ao enfiar de novo a agulha. ESTRELAS DE NATAL David acordou. O pai tinha aberto a janela e estava a olhar para as estrelas. Suspirava. David aproximou-se. Ouviu novo suspiro. O que tens, pai? perguntou. O pai pôs-lhe as mãos nos

Leia mais

Saudades. Quantas vezes, Amor, já te esqueci, Para mais doidamente me lembrar, Mais doidamente me lembrar de ti!

Saudades. Quantas vezes, Amor, já te esqueci, Para mais doidamente me lembrar, Mais doidamente me lembrar de ti! Durante as aulas de Português da turma 10.º 3, foi lançado o desafio aos alunos de escolherem poemas e tentarem conceber todo um enquadramento para os mesmos, o que passava por fazer ligeiras alterações

Leia mais

A Poesia de Rolando Toro

A Poesia de Rolando Toro A Poesia de Rolando Toro Rolando Toro, criador da Biodanza, também era poeta, com vários livros editados. No final do ano fizemos uma seleção de algumas de suas poesias para ler durante a aula do grupo

Leia mais

BANDEIRA NACIONAL: IDENTIDADE BRASILEIRA

BANDEIRA NACIONAL: IDENTIDADE BRASILEIRA SAUDAÇÃO À BANDEIRA 2009 NOVEMBRO/2009 BANDEIRA NACIONAL: IDENTIDADE BRASILEIRA Assim como nós, cidadãos, temos documentos para sermos identificados onde quer que estejamos, como brasileiros temos nossa

Leia mais

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU MULHER SOLTEIRA REFRÃO: Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir (Essa música foi feita só prás mulheres

Leia mais

Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 42 ISSN - 2317-1871 VOL 02 2º Edição Especial JUL DEZ 2013 PAULO HENRIQUE PRESSOTTO

Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 42 ISSN - 2317-1871 VOL 02 2º Edição Especial JUL DEZ 2013 PAULO HENRIQUE PRESSOTTO Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 42 PAULO HENRIQUE PRESSOTTO Labirinto de vidro 2013 Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 43 Início e fim? Um silêncio denso

Leia mais

UMA PEREGRINAÇÃO AOS SANTUÁRIOS DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

UMA PEREGRINAÇÃO AOS SANTUÁRIOS DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS UMA PEREGRINAÇÃO AOS SANTUÁRIOS DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS por Sri Daya Mata S E L F R E A L I Z A T I O N F E L L O W S H I P Fundada em 1920 por Paramahansa Yogananda Sri Daya Mata, Presidente UMA PEREGRINAÇÃO

Leia mais

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa O PASTOR AMOROSO Alberto Caeiro Fernando Pessoa Este texto foi digitado por Eduardo Lopes de Oliveira e Silva, no Rio de Janeiro, em maio de 2006. Manteve-se a ortografia vigente em Portugal. 2 SUMÁRIO

Leia mais

MAIS DE TI JESUS (JULIANO SOCIO) SENHOR DESCOBRI QUE NAO VIVO SEM TI TENS ME SUSTENTADO EM TUAS MAOS

MAIS DE TI JESUS (JULIANO SOCIO) SENHOR DESCOBRI QUE NAO VIVO SEM TI TENS ME SUSTENTADO EM TUAS MAOS MAIS DE TI JESUS SENHOR DESCOBRI QUE NAO VIVO SEM TI TENS ME SUSTENTADO EM TUAS MAOS TODAS AS ANGUSTIAS DO MEU CORACAO EU ENTREGO AO SENHOR POIS TUA PALAVRA ALIVIA A ALMA TUA GRACA ME ATRAIU PRA TI E A

Leia mais

Vamos adorar a Deus. Jesus salva (Aleluia)

Vamos adorar a Deus. Jesus salva (Aleluia) Vamos adorar a Deus //: SI LA SOL LA SI SI SI LA LA LA SI SI SI SI LA SOL LA SI SI SI LA LA SI LA SOOL SOOL :// Vamos adorar a Deus, Meu Senhor e Salvador Vamos adorar a Deus, com o nosso louvor. B I S

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

LIVRO DE CIFRAS Página 1 colodedeus.com.br

LIVRO DE CIFRAS Página 1 colodedeus.com.br LIVRO DE CIFRAS Página 1 Página 2 Página 3 ACENDE A CHAMA AUTOR: HUGO SANTOS Intro: A F#m D A F#m D A F#m D Quero Te ver, acende a Chama em mim Bm F#m A Vem com Teu Fogo, vem queimar meu coração Bm F#m

Leia mais

01 Meu prazer é Te Adorar Eliana Ribeiro

01 Meu prazer é Te Adorar Eliana Ribeiro 01 Meu prazer é Te Adorar Eliana Ribeiro Descanso em Tua presença Nada temerei Senhor sou protegido pelo Teu amor E mesmo que as circunstâncias Se levantem contra mim Senhor eu sei que em Ti sou mais que

Leia mais

Furor suave. O Ar. À beira mar Está um homem a pescar Peixe está a apanhar E sem nunca parar. (Pedro Ernesto, 10 anos)

Furor suave. O Ar. À beira mar Está um homem a pescar Peixe está a apanhar E sem nunca parar. (Pedro Ernesto, 10 anos) 6 Furor suave Vou fazer um poema com ar; mas não é com este ar. Qual ar? Este, aqui, este ar. Este qual? O que se respira? Sim, esse, não é com o que se respira, é com o ar de ar. Qual ar? Queres dizer

Leia mais

Músicas Para Casamento

Músicas Para Casamento Músicas Para Casamento 01. Você e Eu - Eliana Ribeiro 7M 7M C#m7 F#7/5+ F#7 Bm7 Quero estar com você, / Lembrar de cada momento bom; C#m7 m7 C#m7 #m7 Em7 7/9 Reviver a nossa história, nosso amor. 7M #m7/5-

Leia mais

www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music Uma empresa que pensa no futuro

www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music Uma empresa que pensa no futuro Encarte e letras disponíveis em www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music Uma empresa que pensa no futuro Produção executiva: MK Music / Masterização: Max Motta no MK Studio /

Leia mais

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org Evangelhos 1. Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 5, 1-12a) ao ver a multidão, Jesus subiu ao monte e sentou-se. Rodearam-n O os discípulos e Ele começou a ensiná-los, dizendo:

Leia mais

Só para que eles possam saciar meu desejo Incontrolável de apenas te olhar...

Só para que eles possam saciar meu desejo Incontrolável de apenas te olhar... APENAS... Eu vivi a cor dos teus olhos E respirei o brilho do teu olhar... Depois percebi que estava morrendo, Porque fechaste teus olhos E preferiste sonhar um outro sonho... Chorei, mas não sei se por

Leia mais

By Dr. Silvia Hartmann

By Dr. Silvia Hartmann The Emo trance Primer Portuguese By Dr. Silvia Hartmann Dra. Silvia Hartmann escreve: À medida em que nós estamos realizando novas e excitantes pesquisas; estudando aplicações especializadas e partindo

Leia mais

copyright Todos os direitos reservados

copyright Todos os direitos reservados 1 2 Espaço das folhas 3 copyright Todos os direitos reservados 4 Autor Jorge Luiz de Moraes Minas Gerais 5 6 Introdução Folha é apenas uma folha, uma branca cor cheia de paz voltada para um querer, um

Leia mais

Agradecimentos. Encarte e letras disponíveis em www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro.

Agradecimentos. Encarte e letras disponíveis em www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro. Agradecimentos Hoje e sempre a Deus!! Ele tem o tempo perfeito, Sua vontade é boa e agradável. A liderança da Igreja Batista Nova Jerusalém pelo constante discipulado e amor. Aos nossos familiares, que

Leia mais

RAIZ DE ORVALHO E OUTROS POEMAS (4. a edição) Autor: Mia Couto Capa: Pedro Proença Editorial Caminho ISBN 9789722123662. www.editorial-caminho.

RAIZ DE ORVALHO E OUTROS POEMAS (4. a edição) Autor: Mia Couto Capa: Pedro Proença Editorial Caminho ISBN 9789722123662. www.editorial-caminho. RAIZ DE ORVALHO E OUTROS POEMAS (4. a edição) Autor: Mia Couto Capa: Pedro Proença Editorial Caminho ISBN 9789722123662 www.editorial-caminho.pt Palavras iniciais Hesitei muito e muito tempo até aceitar

Leia mais

Arte da Capa: Arte Digital: Luiz Alberto Costa

Arte da Capa: Arte Digital: Luiz Alberto Costa Arte da Capa: Arte Digital: Luiz Alberto Costa Esclarecimento Este trabalho nasceu após os estudos que fiz com Dr Moacyr Castellani sobre Psicologia Integral. Na bibliografia recomendada, dentre outros

Leia mais

Convite. Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam.

Convite. Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam. Convite Poesia é brincar com palavras como se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam. As palavras não: quanto mais se brinca com elas mais novas ficam.

Leia mais

trou - de deitar. A escrita sempre foi uma descarga de qual vou naquela tarde. Curava feridas velhas como... Suspirou.

trou - de deitar. A escrita sempre foi uma descarga de qual vou naquela tarde. Curava feridas velhas como... Suspirou. ENTRE O AMOR E O SILÊNCIO Capítulo 1 trou de deitar. A escrita sempre foi uma descarga de qual nov vou naquela tarde. Curava feridas velhas como... Suspirou. es ensoparem o rosto, o traves infantilidade.

Leia mais

GRITO CONTRA AS DROGAS

GRITO CONTRA AS DROGAS 7.º A GRITO CONTRA AS DROGAS As drogas são boas no início mas no fim, apanhas o vicio. Ficas intoxicado não te preocupes eu estou ao teu lado. Não tomes drogas ou ficas nas lonas não queiras ficar pedrado

Leia mais

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana HINOS DE DESPACHO Tema 2012: Flora Brasileira Estrela D Alva www.hinarios.org 1 2 01 O DAIME É O DAIME O é o Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana O é o O professor dos professores

Leia mais

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling.

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renunciese a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar

Leia mais

Laranja-fogo. Cor-de-céu

Laranja-fogo. Cor-de-céu Laranja-fogo. Cor-de-céu Talita Baldin Eu. Você. Não. Quero. Ter. Nome. Voz. Quero ter voz. Não. Não quero ter voz. Correram pela escada. Correram pelo corredor. Espiando na porta. Olho de vidro para quem

Leia mais

NOVE SEGREDOS SOBRE A MANHÃ

NOVE SEGREDOS SOBRE A MANHÃ NOVE SEGREDOS SOBRE A MANHÃ 1 Prefácio A página está em branco e não é página digna do nome que lhe dou. É vidro. Écran. Tem luz baça e fere os olhos pretos. Eu tenho demasiado sono para escrever papel.

Leia mais

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A O LIVRO SOLIDÁRIO Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A 1 Era uma vez um rapaz que se chamava Mau-Duar, que vivia com os pais numa aldeia isolada no Distrito de Viqueque, que fica

Leia mais

ECBR PROFESSORA PRISCILA BARROS

ECBR PROFESSORA PRISCILA BARROS CANTATA DE NATAL 2015 ECBR PROFESSORA PRISCILA BARROS 1. O PRIMEIRO NATAL AH UM ANJO PROCLAMOU O PRIMEIRO NATAL A UNS POBRES PASTORES DA VILA EM BELÉM LÁ NOS CAMPOS A GUARDAR OS REBANHOS DO MAL NUMA NOITE

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Alguém ora pedindo a bênção de Deus para este culto.

Alguém ora pedindo a bênção de Deus para este culto. ESCOLHA DOIS LEITORES. FAÇA CÓPIAS DO PROGRAMA PARA OS PRESENTES ACOMPANHAREM. AS MÚSICAS ESCOLHIDAS PODEM SER TOCADAS SUAVEMENTE ENQUANTO CADA TEXTO É LIDO. Alguém ora pedindo a bênção de Deus para este

Leia mais

Azul Trovão de Ondas Tamanho: W8508xH20000mm

Azul Trovão de Ondas Tamanho: W8508xH20000mm Azul Trovão de Ondas Tamanho: W8508xH20000mm TROVÃO DE ONDAS Este é mais um integrante do projeto bolhas padrão em espiral e camada sobre camada de ondulação, as marés recordam o trovão que se aproxima

Leia mais

Poesia Incompleta. J. A. Nunes Carneiro

Poesia Incompleta. J. A. Nunes Carneiro Poesia Incompleta J. A. Nunes Carneiro 2004 AMAR A POESIA, DIGITALMENTE A poesia em formato digital terá o mesmo sabor, o mesmo odor? Seremos capazes de encontrar o prazer da leitura num ecrã de computador?

Leia mais

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!... SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...) A cada manhã 71 (A cada manhã as misericórdias se renovam...)

Leia mais

dobrar pelo tracejado para dentro furo ÁLBUM de aventuras furo dobrar pelo tracejado para dentro pôr cola no outro lado

dobrar pelo tracejado para dentro furo ÁLBUM de aventuras furo dobrar pelo tracejado para dentro pôr cola no outro lado Você acha que consegue plantar uma floresta inteirinha? E de transformar o seu bairro? Ah, mas criar uma ação em conjunto com o mundo inteiro, você consegue? Claro que sim! Todos têm super poderes, e o

Leia mais

LIÇÕES DE VIDA. Minha mãe Uma mulher fascinante Guerreira incessante Gerou sete filhos Em tentativa pujante De vencer as dificuldades com amor!

LIÇÕES DE VIDA. Minha mãe Uma mulher fascinante Guerreira incessante Gerou sete filhos Em tentativa pujante De vencer as dificuldades com amor! LIÇÕES DE VIDA Regilene Rodrigues Fui uma menina sem riquezas materiais Filha de pai alcoólatra e mãe guerreira. Do meu pai não sei quase nada, Algumas tristezas pela ignorância e covardia Que o venciam

Leia mais

Caderno 1. 45 minutos. Prova de Aferição de Língua Portuguesa. 1.º Ciclo do Ensino Básico. prova de aferição do ensino básico.

Caderno 1. 45 minutos. Prova de Aferição de Língua Portuguesa. 1.º Ciclo do Ensino Básico. prova de aferição do ensino básico. prova de aferição do ensino básico 2011 A preencher pelo aluno Rubrica do Professor Aplicador Nome A preencher pelo agrupamento Número convencional do Aluno Número convencional do Aluno A preencher pela

Leia mais

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS 1 LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS Lc 19 1 Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2 Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores

Leia mais

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL 1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL LUGAR: EUNÁPOLIS(BA) DATA: 05/11/2008 ESTILO: VANEIRÃO TOM: G+ (SOL MAIOR) GRAVADO:16/10/10 PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL VOCÊ É O BERÇO DO NOSSO PAIS. PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL

Leia mais

Alívio. Aquieta tuas tristezas, medos, angústias de desecrenças, no vasto ombro que ofereço. Hospeda no meu peito suas dores.

Alívio. Aquieta tuas tristezas, medos, angústias de desecrenças, no vasto ombro que ofereço. Hospeda no meu peito suas dores. Alívio Aquieta tuas tristezas, medos, angústias de desecrenças, no vasto ombro que ofereço. Hospeda no meu peito suas dores mais íntimas que te alivio com cafuné. As carícias de seu couro cabeludo nas

Leia mais

POESIAS. Orientação: Professora Keila Cachioni Duarte Machado

POESIAS. Orientação: Professora Keila Cachioni Duarte Machado POESIAS Orientação: Professora Keila Cachioni Duarte Machado A flor amiga O ser mais belo e culto Emoções e corações Sentimentos envolvidos Melhor amiga e amada O seu sorriso brilha como o sol Os seus

Leia mais

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 4º Tri 2015: A Vida de Jesus

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 4º Tri 2015: A Vida de Jesus O PIL KIDS foi desenvolvido para ajudar na fixação das lições das revistas EBD infantil da Editora Betel de forma lúdica e contém várias atividades semanais elaboradas dentro de uma perspectiva e linguagem

Leia mais

1. Quão esplêndida é vida da igreja, um jardim! Como vida plena a nós. Oh, que jardim!

1. Quão esplêndida é vida da igreja, um jardim! Como vida plena a nós. Oh, que jardim! 1. Quão esplêndida é vida da igreja, um jardim! Quão esplêndida é a vida da igreja, um jardim! Cristo, nossa experiência, cresce aqui. Ele é fresco, tão amável, Disponível para mim E a todos santos em

Leia mais

Uma história de amor. Elisa Tiegs Gnewuch

Uma história de amor. Elisa Tiegs Gnewuch Uma história de amor Elisa Tiegs Gnewuch Capa TSA - sobre arquivo livre do banco de imagens Morguille (morguefile.com) Todos os direitos desta obra são exclusivos da autora. As mais lindas palavras de

Leia mais

Passa Passarinho. Passarinho! Não passe voando... Abraça-me! Em cores Sua graça Que a vida passa Como rumores De breves asas.

Passa Passarinho. Passarinho! Não passe voando... Abraça-me! Em cores Sua graça Que a vida passa Como rumores De breves asas. Passa Passarinho Passarinho! Não passe voando... Abraça-me! Em cores Sua graça Que a vida passa Como rumores De breves asas Rumores de asas Não passa Passarinho Pelo meu mundo sozinho Deixa tuas asas Formarem

Leia mais

RECADO AOS PROFESSORES

RECADO AOS PROFESSORES RECADO AOS PROFESSORES Caro professor, As aulas deste caderno não têm ano definido. Cabe a você decidir qual ano pode assimilar cada aula. Elas são fáceis, simples e às vezes os assuntos podem ser banais

Leia mais

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria 2 www.aciportugal.org 11 ORAÇÃO FINAL Senhor Jesus Cristo, hoje sentimos a Tua paixão por cada um de nós e pelo mundo. O

Leia mais

Encarte e letras disponíveis em www.encartedigital.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music Uma empresa que pensa no futuro

Encarte e letras disponíveis em www.encartedigital.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music Uma empresa que pensa no futuro Encarte e letras disponíveis em www.encartedigital.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music Uma empresa que pensa no futuro BRUNA KARLA NA ETERNIDADE Eyshila - MK EDIÇÕES ISRC BR MKP 1300644 Quero

Leia mais

QUANDO ELA PASSA. Quando eu me sento à janela P los vidros que a neve embaça Vejo a doce imagem dela Quando passa... passa... passa...

QUANDO ELA PASSA. Quando eu me sento à janela P los vidros que a neve embaça Vejo a doce imagem dela Quando passa... passa... passa... QUANDO ELA PASSA Quando eu me sento à janela P los vidros que a neve embaça Vejo a doce imagem dela Quando passa... passa... passa... N esta escuridão tristonha Duma travessa sombria Quando aparece risonha

Leia mais

Shué também cantou na Festa de Natal da Escola O Gotinhas...fim 42 43

Shué também cantou na Festa de Natal da Escola O Gotinhas...fim 42 43 O Gotinhas 43 Era uma vez um País feito de nuvens. Ficava no cimo de uma enorme montanha impossível de expugnar. Lá viviam muitos meninos. Cada um tinha a sua própria nuvem. Uma enorme cegonha do espaço

Leia mais

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso Água do Espírito De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso EXISTE O DEUS PODEROSO QUE DESFAZ TODO LAÇO DO MAL QUEBRA A LANÇA E LIBERTA O CATIVO ELE MESMO ASSIM FARÁ JESUS RIO DE ÁGUAS LIMPAS QUE NASCE

Leia mais

bab.la Frases: Viajar Comendo fora Português-Grego

bab.la Frases: Viajar Comendo fora Português-Grego Comendo fora : Na entrada Eu gostaria de reservar uma mesa para _[número de pessoas]_ às _[hora]_. Θα ήθελα να κρατήσω ένα τραπέζι για _[αριθμός ατόμων]_ στις _[ώρα]_. (Tha íthela na kratíso éna trapézi

Leia mais

HINÁRIO. Chico Corrente O SIGNO DO TEU ESTUDO. Tema 2012: Flora Brasileira Esponjinha (Stifftia fruticosa)

HINÁRIO. Chico Corrente O SIGNO DO TEU ESTUDO. Tema 2012: Flora Brasileira Esponjinha (Stifftia fruticosa) HINÁRIO O SIGNO DO TEU ESTUDO Tema 2012: Flora Brasileira Esponjinha (Stifftia fruticosa) Chico Corrente 1 www.hinarios.org 2 01 O SIGNO DO TEU ESTUDO Marcha O signo do teu estudo Estou aqui para te dizer

Leia mais

PESCADOR. Introdução: A E D E (2x) Mais qual é o meu caminho, qual a direção. E qual é o meu destino, minha vocação

PESCADOR. Introdução: A E D E (2x) Mais qual é o meu caminho, qual a direção. E qual é o meu destino, minha vocação PSCDOR Introdução: D (2x) Mais qual é o meu caminho, qual a direção D qual é o meu destino, minha vocação Carregar tua palavra, qualquer direção Dm Dm chamar outras almas, em outros mares pescar Pescador

Leia mais

Portuguese Poetry / 14-30 lines HS 4

Portuguese Poetry / 14-30 lines HS 4 Sem título Nely Teodoro Essa sua boca, que me deixa alucinada. Que me faz perder o tino em seus braços. E que neles desfaleço de prazer. Sinto-me viva, Sinto o meu coração pulsar Descompaçadamente e de

Leia mais

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo 2:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo Amados de Deus, a paz de Jesus... Orei e pensei muito para que Jesus me usasse para poder neste dia iniciar esta pregação com a

Leia mais