Ficha de Recomendação - APCN

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ficha de Recomendação - APCN"

Transcrição

1 Área de Avaliação: EDUCAÇÃO Agenda: 17/04/2012 a 17/04/2012 Período: 2011/01 Proposta APCN: 7281 IES: FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA Cidade: Bagé Programa em IES cadastrada Número da Solicitação: 7201 Curso Curso Nível Novo Início Situação Programa de Pós-Graduação em Mestrado Profissionalizante -1 Em Projeto 1 - CONDIÇÕES ASSEGURADAS PELA INSTITUIÇÃO 1) A proposta contém indicadores de que a instituição está comprometida com a implantação e o êxito do curso? A proposta apresenta comprometimento formal da IES com sua realização. Está associada à demanda de formação de profissionais na educação na região. 2) O programa dispõe da infra-estrutura - instalações físicas, laboratórios, biblioteca, recursos de informática... - essencial para o adequado funcionamento do curso? A instituição apresenta infraestrutura suficiente para o funcionamento do curso, composta de salas de aula, laboratório de informática, biblioteca ligada a rede e salas de estudos. 2 - PROPOSTA DO CURSO 1) A proposta é adequadamente concebida, apresentando objetivos, áreas de concentração, linhas de pesquisa(*) e estrutura curricular bem definidos e articulados? A proposta apresenta como área de concentração a e desdobra-se em duas linhas de pesquisa: "Política e Gestão da " e "Gestão das Práticas Docentes na Diversidade Cultural e Territorial". Apresenta justificativa bem fundamentada, objetivos e perfil desejado de formação claros, disciplinas adequadas à linha de formação, com bibliografias adequadas aos temas. (*) Para Mestrado Profissional onde lê-se 'linhas de pesquisa', leia-se 'linhas de pesquisa científico/tecnológicas'. 1 de 5

2 3 - DIMENSÃO E REGIME DE TRABALHO DO CORPO DOCENTE 1) O número de docentes, especialmente daqueles com tempo integral na instituição, é suficiente para dar sustentação às atividades do curso, consideradas as áreas de concentração e o número de alunos previstos? O corpo docente é constituído por 15 docentes permanentes, todos com doutorado, dedicação adequada à instituição e ao programa e formação, produção e atuação na área do programa. No entanto, há docentes sem participação em projetos de pesquisa/intervenção. Parecer após diligência O ajuste realizado pela Insituição, corrigiu este aspecto uma vez que somente professores com produção e participação em pesquisa foram considerados na proposta. 4 - PRODUTIVIDADE DOCENTE E CONSOLIDAÇÃO DA CAPACIDADE DE PESQUISA 1) O programa conta, especialmente no que se refere ao seu Núcleo de Docentes Permantes, com grupo de pesquisadores com maturidade científica(*), demonstrada pela sua produção nos últimos três anos, e com nível de integração que permitam o adequado desenvolvimento dos projetos de pesquisa e das atividades de ensino e orientação previstos? Do corpo docente permanente, dois não apresentam produção científica compatível com as exigências da área, também não registrando produção técnica ou atuação profissional que justifique sua inserção no corpo docente. Quanto aos demais, possuem produção bibliográfica, técnica ou atuação compatível com as exigências da área. Parecer após diligência O ajuste realizado pela Instituição garantiru a permaneência somente de docentes com a produção compatível com as exigências da área. (*) Para Mestrado Profissional onde lê-se 'maturidade científica', leia-se 'maturidade científica/tecnológica'. 2 de 5

3 Área de Avaliação: EDUCAÇÃO Agenda: 17/04/2012 a 17/04/2012 Período: 2011/01 Proposta APCN: 7281 IES: FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA Cidade: Bagé Programa em IES cadastrada Número da Solicitação: 7201 Curso Curso Nível Novo Início Situação Programa de Pós-Graduação em Mestrado Profissionalizante -1 Em Projeto 3 de 5

4 PARECER DA COMISSAO DE ÁREA SOBRE O MÉRITO DA PROPOSTA Aprovar Nível Nota Data Mestrado Profissionalizante Conceito 3 Recomendação: Ao CTC, com recomendação de implantação. Destacar os principais dados e argumentos que fundamentam a atribuição de tal nota PARECER DA ÁREA EM 18/11/2011: DILIGÊNCIA DOCUMENTAL Solicita-se que a Instituição se pronuncie sobre: 1) Alocação dos docentes em projetos de pesquisa/intervenção; 2) Corpo docente permanente do Programa, de modo a que todos atendam às exigências de produção acadêmica e técnica da Área de ; 3) Trabalho de conclusão de curso exigido. Comissão de área: Clarilza Prado de Sousa - Coordenadora de Área Marlúcia Menezes de Paiva - Coordenadora Adjunta Elizabeth Fernandes de Macedo (UERJ) Alice Miriam Happ Botler (UFPE) Beatriz de Basto Teixeira (UFJF) Bernardo Jefferson de Oliveira (UFMG) Eneida Oto Shiroma (UFSC) Flávia Obino Corrêa Werle (UNISINOS) Maria Carmen Villela Rosa Tacca (UnB) Maria Elly Herz Genro (UFRGS) Marilda Aparecida Behrens (PUC-PR) Marília Claret Geraes Duran (UMESP) Membros externos: Isabela Almeida Pordeus - Coordenadora da área de Odontologia Moacir Pasqual - Coordenador da área de Ciências Agrárias PARECER DA ÁREA APÓS DILIGÊNCIA DOCUMENTAL EM 08/03/2012: Após a análise do documento encaminhado à Coordenação da Área de, por meio do ofício 38/11 UNIPAMPA/PROPG, verificou-se: (1) o atendimento ao primeiro item, pois todos os docentes encontram-se alocados em projetos de pesquisa/intervenção; (2) o atendimento ao segundo item, pois todo corpo docente permanente do Programa atende às exigências de produção acadêmica e técnica da Área de. Com relação ao item 3, foi indicado como Trabalho de conclusão de curso o Relatório Crítico-Reflexivo sem elaboração e execução de projeto de intervenção. Dessa forma, a Comissão considerou que tal não atende a condição requerida para Mestrado Profissional e indica nova diligência para que seja explicitado como o aluno irá desenvolver seu trabalho final. Comissão de área: -Clarilza Prado de Sousa - Coordenadora de Área Marlúcia Menezes de Paiva - Coordenadora Adjunta Carmen Teresa Gabriel Anhorn - UFRJ Enicéia Gonçalves Mendes - UFSCAR Marília Costa Morosini - PUCRS Sandra Lúcia Escovedo Selles - UFF Nadia Hage Fialho - UNEB PARECER DA ÁREA APÓS DILIGÊNCIA DOCUMENTAL EM 17/04/2012: Foi indicado Diligência documental à UNIPAMPA, para melhor esclarecer a natureza do trabalho final a ser exigido pelos alunos do Mestrado Profissional em área de concentração : Planejamento Educacional. O Regimento anteriormente apresentado, não especificava claramente este item. Com a diligencia documental a Instituição responde que providenciou a revisão do Regimente neste item. A análise dos artigos incluídos no regimento, especificando adequadamente o processo de titulação do alunos, atende perfeitamente as exigências da área. Nestes termos recomenda-se ao CTC sua aprovação com a nota 3 (três). Clarilza Prado de Sousa Coordenadora da Área de 4 de 5

5 PARECER DO CTC SOBRE O MÉRITO DA PROPOSTA Aprovar Nível Nota Mestrado Profissionalizante Conceito Data Destacar os principais dados e argumentos que fundamentam a atribuição de tal nota. A proposta apresenta os seguintes pontos positivos que fundamentam a aprovação do curso: 1. Há documento com aprovação da criação do curso pelos Órgãos Colegiados da Instituição; 2. A infra-estrutura é adequada aos objetivos do curso; 3. A proposta está adequadamente concebida; 4. O corpo docente permanente é adequado quanto à sua dimensão e regime de trabalho, e sua produtividade atende aos critérios da área. Considerando-se os aspectos positivos apontados na proposta e que pelos documentos encaminhados, em atendimento às Diligência Documentais, a Instituição comprovou que todos os docentes encontram-se alocados em projetos de pesquisa/intervenção, atendem às exigências de produção acadêmica e técnica da área de e que a revisão do Regimento do Curso, quanto à natureza do trabalho de conclusão, atende perfeitamente às exigências da Área, o CTC aprova a criação do curso de Mestrado Profissionalizante em da UNIPAMPA com nota 3. 5 de 5

Ficha de Recomendação - APCN

Ficha de Recomendação - APCN Área de Avaliação: EDUCAÇÃO Agenda: 05/12/2011 a 05/12/2011 Período: 2011/01 Proposta APCN: 7635 EDUCAÇÃO IES: 40015017 - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ Cidade: CASCAVEL Programa em IES cadastrada

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Ficha de do Programa Período de : 2010 a 2012 Etapa: Trienal 2013 Área de : 38 - EDUCAÇÃO IES: 40014010 - UNICENTRO - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE Programa: 40014010009P1 - Educação Modalidade:

Leia mais

Ficha de Recomendação - APCN

Ficha de Recomendação - APCN Área de Avaliação: INTERDISCIPLINAR Agenda: 10/09/2012 a 12/09/2012 Período: 2012/02 Proposta APCN: 8713 TERRITÓRIOS E EXPRESSÕES CULTURAIS NO CERRADO IES: 52012018 - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS Cidade:

Leia mais

A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História

A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História 1. Apoio institucional. Clara manifestação de apoio por parte da IES proponente, expressa tanto no provimento da infraestrutura necessária,

Leia mais

PORTARIA CAPES Nº 193, DE 4 DE OUTUBRO DE 2011

PORTARIA CAPES Nº 193, DE 4 DE OUTUBRO DE 2011 PORTARIA CAPES Nº 193, DE 4 DE OUTUBRO DE 2011 Fixa normas e procedimentos para a apresentação e avaliação de propostas de cursos novos de mestrado e doutorado. O Presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

Plataforma Sucupira. Ficha de Recomendação. Cursos. Nome Nível Situação

Plataforma Sucupira. Ficha de Recomendação. Cursos. Nome Nível Situação Instituição de Ensino: Programa: EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO (UNIVASF) Educação Física Número/Ano: 1217/2014 Modalidade: Área de Avaliação: Período de Avaliação: ACADÊMICO

Leia mais

Ficha de Recomendação - APCN

Ficha de Recomendação - APCN Área de Avaliação: INTERDISCIPLINAR Agenda: 06/12/2011 a 09/12/2011 Período: 2011/01 Proposta APCN: 8033 História e Estudos Culturais IES: 10001018 - UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Cidade: Porto Velho

Leia mais

REQUISITOS PARA A CRIAÇÃO DE CURSOS NOVOS MESTRADO PROFISSIONAL

REQUISITOS PARA A CRIAÇÃO DE CURSOS NOVOS MESTRADO PROFISSIONAL Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação 22.scol@capes.gov.br REQUISITOS PARA A CRIAÇÃO DE CURSOS NOVOS MESTRADO PROFISSIONAL IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 38 - EDUCAÇÃO IES: 42004012 - FURG - FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE Programa: 42004012002P0 - EDUCAÇÃO AMBIENTAL Modalidade: Acadêmico

Leia mais

COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012

COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Letras e Linguística PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO

Leia mais

Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior. Diretoria de Avaliação

Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior. Diretoria de Avaliação Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação 50.nutr@capes.gov.br DOCUMENTOS DA PRIMEIRA REUNIÃO DA COMISSAO PRO-TEMPORE DE ESTRUTURAÇÃO DA

Leia mais

CURSO: MESTRADO ACADÊMICO

CURSO: MESTRADO ACADÊMICO COMUNICADO no 002/2012 ÁREA DE ZOOTECNIA E RECURSOS PESQUEIROS ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Zootecnia e Recursos Pesqueiros PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO DE PUBLICAÇÃO

Leia mais

ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS MÓDULO 12

ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS MÓDULO 12 ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS MÓDULO 12 Índice ANEXO 1: Projeto para Implantação de um Novo Curso de Mestrado em uma Instituição de Ensino Superior....3 1. Introdução...3 2. Justificativa do projeto...3

Leia mais

COMUNICADO n o 003/2012 ÁREA DE MATERIAIS ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 23 de Maio de 2012 CURSO: MESTRADO PROFISSIONAL

COMUNICADO n o 003/2012 ÁREA DE MATERIAIS ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 23 de Maio de 2012 CURSO: MESTRADO PROFISSIONAL COMUNICADO n o 003/2012 ÁREA DE MATERIAIS ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 23 de Maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Materiais PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO DE PUBLICAÇÃO DESTE DOCUMENTO:

Leia mais

EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA PROFHISTÓRIA CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO

EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA PROFHISTÓRIA CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: UF: MEC/Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível DF Superior ASSUNTO: Reconhecimento dos Programas de Pós-graduação

Leia mais

REGIMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA

REGIMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Campus Uruguaiana Curso de Graduação em Farmácia REGIMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA MARÇO de 2013 CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES

Leia mais

PDI 2012-2016 Implementação da Instituição e Organização Acadêmica

PDI 2012-2016 Implementação da Instituição e Organização Acadêmica PDI 2012-2016 Implementação da Instituição e Organização Acadêmica Pró-Reitoria de Ensino do IFG Gilda Guimarães Dulcinéia de Castro Santana Goiânia_ 2012/1 1- PARÂMETROS LEGAIS LEI Nº 11.892, DE 29 DE

Leia mais

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO

Leia mais

Ficha de Recomendação - APCN

Ficha de Recomendação - APCN Área de Avaliação: EDUCAÇÃO Agenda: 09/10/2006 a 11/10/2006 Período: 2006/01 Proposta APCN: 2968 EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO IES: 31004016 - UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Cidade: RIO DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 11/04/2008 (*) Portaria/MEC nº 459, publicada no Diário Oficial da União de 11/04/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 12/05/2008 (*) Portaria/MEC nº 561, publicada no Diário Oficial da União de 12/05/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

EDITAL N 0. 001 CPPEX/DPEX Cadastro de Projetos e Pesquisadores Para o Grupo de Pesquisa em Ciência e Tecnologia Educacional - GPCIT

EDITAL N 0. 001 CPPEX/DPEX Cadastro de Projetos e Pesquisadores Para o Grupo de Pesquisa em Ciência e Tecnologia Educacional - GPCIT 1 FACULDADE DE TEOLOGIA E CIÊNCIAS HUMANAS EDITAL N 0. 001 CPPEX/DPEX Cadastro de Projetos e Pesquisadores Para o Grupo de Pesquisa em Ciência e Tecnologia Educacional - GPCIT O Coordenador do Centro de

Leia mais

PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006.

PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006. PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006. Aprova, em extrato, o Instrumento de Avaliação Externa de Instituições de Educação Superior do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES O MINISTRO

Leia mais

RESOLUÇÃO CFP Nº 007/01 DE 01 DE JUNHO DE 2001.

RESOLUÇÃO CFP Nº 007/01 DE 01 DE JUNHO DE 2001. RESOLUÇÃO CFP Nº 007/01 DE 01 DE JUNHO DE 2001. Aprova o Manual para Credenciamento de Cursos com finalidade de Concessão do Título de Especialista e respectivo registro. O CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA,

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

CENTRO DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 001/2011-PPGEd/CE/UFRN Dispõe sobre o processo interno de mudança do nível de Mestrado para o nível de Doutorado no Programa de Pós- Graduação em Educação do Centro de Educação da Universidade

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DE UM PROGRAMA (MESTRADO) NOTA 3

CARACTERÍSTICAS DE UM PROGRAMA (MESTRADO) NOTA 3 CAPES - ÁREA DE ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA ÁREA 46 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA PROGRAMAS ACADÊMICOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU CARACTERÍSTICAS DE UM PROGRAMA (MESTRADO) NOTA 3 Para obter nota

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA DECANATO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DPP DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO DIRP

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA DECANATO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DPP DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO DIRP UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA DECANATO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DPP DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO DIRP ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A CRIAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE CURSOS NOVOS (APCN) NA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROFESSORA

Leia mais

CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER

CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER (Anexo à Portaria nº 067, de 14 de setembro de 2005) CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER 1. Caracterização do Projeto Minter 1.1. Caracteriza-se como Projeto

Leia mais

CHAMADA DINTER ITA/IFG

CHAMADA DINTER ITA/IFG CHAMADA DINTER ITA/IFG A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (ProPG) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) torna público o processo para seleção de docentes, de seu

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO 1 Chamada Interna da Pró-reitoria de Pós-Graduação A pró-reitoria lança uma chamada para a apresentação de novas propostas de cursos de pós-graduação stricto sensu. 2 3 Criação

Leia mais

Programa Institucional de Iniciação Cientifica do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos PIC/UNIFEB

Programa Institucional de Iniciação Cientifica do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos PIC/UNIFEB Programa Institucional de Iniciação Cientifica do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos PIC/UNIFEB INTRODUÇÃO A atividade de pesquisa científica é parte da tríade das funções das Instituições

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO E ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES CAPÍTULO I

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO E ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES CAPÍTULO I REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO E ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES Dispõe sobre o Acompanhamento e Orientação do Estágio do Curso Superior de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CAPÍTULO I

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CAPÍTULO I REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING Dispõe sobre o Acompanhamento e Orientação do Estágio do Curso Superior de Tecnologia em Marketing da Faculdade de Castanhal.

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO INTRODUÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) Articulação com o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Projeto Político Pedagógico Indissociabilidade entre ensino, pesquisa

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE NÚCLEOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

IMPLANTAÇÃO DE NÚCLEOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Ministério da Saúde Fundação Oswaldo Cruz Escola Nacional de Saúde Pública Escola de Governo em Saúde Programa de Educação à Distância IMPLANTAÇÃO DE NÚCLEOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Equipe da Coordenação

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 METAS AÇÕES PRAZOS Expansão do número de vagas do curso de Engenharia de Produção. SITUAÇÃO MARÇO DE 2015 AVALIAÇÃO PROCEDIDA EM 12.03.2015 CPA E DIRETORIA

Leia mais

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional*

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* 1. Natureza do mestrado profissional A pós-graduação brasileira é constituída, atualmente, por dois eixos claramente distintos: o eixo acadêmico, representado

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara da Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara da Educação Superior e Profissional INTERESSADA: Universidade Aberta do Nordeste EMENTA: Recredencia a Universidade Aberta do Nordeste como instituição de educação profissional de nível técnico na modalidade a distância e renova o reconhecimento

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de UF: DF Nível Superior (Capes) ASSUNTO: Alterações em programas

Leia mais

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso AUTO-AVALIAÇAO INSTITUCIONAL DO CURSO DE PEDAGOGIA FACED-UFAM / Professores Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso Objetivos do Curso 01 - Tenho conhecimento do Projeto Pedagógico do Curso.

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Portaria nº 808, de 8 de junho de 00. Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES. O MINISTRO DE

Leia mais

PERFIL E INTERDISCIPLINARIDADE DA ÁREA

PERFIL E INTERDISCIPLINARIDADE DA ÁREA COMUNICADO n o 003/2012 ÁREA DE ASTRONOMIA E FÍSICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 18 de Abril de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: ASTRONOMIA E FÍSICA PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO DE

Leia mais

Pós-Graduação e Ensino de Ciências e Matemática

Pós-Graduação e Ensino de Ciências e Matemática Anais do VIII ENEM Mesa Redonda 1 Pós-Graduação e Ensino de Ciências e Matemática Tânia Maria Mendonça Campos - tania@pucsp.br A Pós-Graduação é a Unidade Universitária responsável pela formação de recurso

Leia mais

ANEXO I DA RESOLUÇÃO CONSU Nº. 1.091/2014

ANEXO I DA RESOLUÇÃO CONSU Nº. 1.091/2014 1 REGULAMENTO DO PROGRAMA INTERNO DE AUXÍLIO FINANCEIRO AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU (AUXPPG) CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º. O Programa Interno de Auxílio Financeiro aos

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação em Direito (presencial e a distância)

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação em Direito (presencial e a distância) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

RESOLUÇÃO POLÍTICA DE ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SOFTWARES.

RESOLUÇÃO POLÍTICA DE ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SOFTWARES. RESOLUÇÃO CAS Nº 39 /2010, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2010 POLÍTICA DE ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SOFTWARES. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR, face ao disposto no Artigo 5º do Regimento Unificado das

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE - UFCG CENTRO DE DESEMVOLVIMENTO SUSTETÁVEL DO SEMIÁRIDO - CDSA UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO DO CAMPO UAEDUC

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE - UFCG CENTRO DE DESEMVOLVIMENTO SUSTETÁVEL DO SEMIÁRIDO - CDSA UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO DO CAMPO UAEDUC UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE - UFCG CENTRO DE DESEMVOLVIMENTO SUSTETÁVEL DO SEMIÁRIDO - CDSA UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO DO CAMPO UAEDUC RESOLUÇÃO CCCS Nº 05/2012 Regulamenta o Sistema de Avaliação

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 18 - ODONTOLOGIA IES: 33003033 - UNICAMP/Pi - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS/PIRACICABA Programa: 33003033005P9 - RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA Modalidade:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. Portaria n 890, publicada no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

Projetos de informatização educacional. Ketiuce Ferreira Silva 3º Período G1 Professora: Gilca

Projetos de informatização educacional. Ketiuce Ferreira Silva 3º Período G1 Professora: Gilca Projetos de informatização educacional Ketiuce Ferreira Silva 3º Período G1 Professora: Gilca O uso do computador como instrumento de educação ainda não é uma realidade para muitos no Brasil, mas aqui

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE ECONOMIA DOMÉSTICA

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE ECONOMIA DOMÉSTICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE ECONOMIA DOMÉSTICA ROTEIRO DE AVALIAÇÃO PARA AUTORIZAÇÃO

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS CAMPO GRANDENSES INSTRUÇÃO NORMATIVA 002/2010 17 05 2010

FACULDADES INTEGRADAS CAMPO GRANDENSES INSTRUÇÃO NORMATIVA 002/2010 17 05 2010 O Diretor das Faculdades Integradas Campo Grandenses, no uso de suas atribuições regimentais e por decisão dos Conselhos Superior, de Ensino, Pesquisa, Pós Graduação e Extensão e de Coordenadores, em reunião

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia (presencial e a distância)

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia (presencial e a distância) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

Edital 049/2012/CAPES/INEP Programa Observatório da Educação. Resultado preliminar

Edital 049/2012/CAPES/INEP Programa Observatório da Educação. Resultado preliminar Nº Nº do Projeto Sigla IES Sede Título do Projeto 1 12987 FEEVALE PROJETO OBEDUC 2 21097 FEEVALE PROJETO OBEDUC DIVERSIDADE, ACESSO E PERMANÊNCIA: PRÁTICAS SOCIAIS E PEDAGÓGICAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA 3 23969

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Rio de Janeiro, 2003 CAPÍTULO I DOS CURSOS: MODALIDADES E OBJETIVOS Art. 1º. Em conformidade com o Regimento Geral de nos termos da Lei de Diretrizes e Bases da

Leia mais

COMUNICADO n o 006/2012 ÁREA DE FILOSOFIA/TEOLOGIA: Subcomissão TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012

COMUNICADO n o 006/2012 ÁREA DE FILOSOFIA/TEOLOGIA: Subcomissão TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 COMUNICADO n o 006/2012 ÁREA DE FILOSOFIA/TEOLOGIA: Subcomissão TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: ÁREA DE FILOSOFIA/TEOLOGIA: Subcomissão

Leia mais

1 de 6 DOCUMENTO DE ÁREA. Capes. Avaliação da Pós-Graduação. Período de Avaliação: 2001/2003. Área de Avaliação: 11 - ARTES / MÚSICA

1 de 6 DOCUMENTO DE ÁREA. Capes. Avaliação da Pós-Graduação. Período de Avaliação: 2001/2003. Área de Avaliação: 11 - ARTES / MÚSICA Comitê de Avaliação - Consultores CELSO GIANNETTI LOUREIRO CHAVES - UFRGS (Representante de Área) MARIA HELENA WERNECK - UNIRIO SANDRA REY - UFRGS SONIA GOMES PEREIRA - UFRJ SERGIO COELHO BORGES FARIAS

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO(*)

PARECER HOMOLOGADO(*) PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 18/07/2006. Portaria MEC nº 1.319, publicada no Diário Oficial da União de 18/07/2006. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Ficha de Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 10 - ENGENHARIAS I IES: 32020015 - CEFET/MG - CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECN. DE MINAS GERAIS Programa: 32020015004P3 - ENGENHARIA CIVIL

Leia mais

PROFLETRAS R E G I M E N T O

PROFLETRAS R E G I M E N T O PROFLETRAS R E G I M E N T O CAPÍTULO I - CAPITULO II - CAPÍTULO III - CAPÍTULO IV - CAPÍTULO V - CAPÍTULO VI - CAPÍTULO VII - CAPÍTULO VIII - Das Finalidades Das Instituições Associadas Da Organização

Leia mais

Consulta Pública para aprimoramento do. Instrumento de Acreditação das Escolas Médica

Consulta Pública para aprimoramento do. Instrumento de Acreditação das Escolas Médica Consulta Pública para aprimoramento do Instrumento de Acreditação das Escolas Médica Estamos disponibilizando para sugestões, avaliação e comentários o instrumento que será utilizado para a acreditação

Leia mais

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ANTROPOLOGIA/ARQUEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 18 de Junho de 2012

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ANTROPOLOGIA/ARQUEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 18 de Junho de 2012 COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ANTROPOLOGIA/ARQUEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 18 de Junho de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: ANTROPOLOGIA E ARQUEOLOGIA PERÍODO DE AVALIAÇÃO:

Leia mais

Minuta do Regimento Geral de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade Federal de São Carlos

Minuta do Regimento Geral de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade Federal de São Carlos Minuta do Regimento Geral de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade Federal de São Carlos CapítuloI Dos Objetivos Art.1º - Os cursos de pós-graduação lato sensu da Universidade Federal de São

Leia mais

Manual do Estagiário 2008

Manual do Estagiário 2008 Manual do Estagiário 2008 Sumário Introdução... 2 O que é estágio curricular... 2 Objetivos do estágio curricular... 2 Duração e carga horária do estágio curricular... 3 Requisitos para a realização do

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2007 a 2009 Etapa: Trienal 2010 Área de : 4 - QUÍMICA IES: 31033016 - UENF - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO Programa: 31033016013P0 - CIÊNCIAS NATURAIS Modalidade:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 19/05/2004 (*) Portaria/MEC nº 1.320, publicada no Diário Oficial da União de 19/05/2004 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

FEATI - Faculdade de Educação, Administração e Tecnologia de Ibaiti Mantida pela União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo UNIESP

FEATI - Faculdade de Educação, Administração e Tecnologia de Ibaiti Mantida pela União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo UNIESP PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS IBAITI/PR 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVOS... 3 3 ATUALIZAÇÃO DO PARQUE TECNOLÓGICO... 3 3.1 Laboratório de Informática, Departamentos Acadêmicos

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PRESIDÊNCIA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PLENO RESOLUÇÃO Nº 007/2010

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PRESIDÊNCIA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PLENO RESOLUÇÃO Nº 007/2010 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PLENO RESOLUÇÃO Nº 007/2010 Define a constituição do Corpo Docente dos Programas de Pós-graduação strictu sensu da UNICAP, fixa os correspondentes critérios de credenciamento,

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS Estabelece a política de pesquisa, desenvolvimento, inovação e extensão da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO Conceito CAPES: 4 Área de Concentração: Pensamento Educacional Brasileiro e Formação de Professores Rua: Imaculada

Leia mais

Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Abril de 2012 Página 1 de 11 Sumário Introdução 3 Justificativa 5 Objetivos 6 Metodologia 7 Dimensões de

Leia mais

Ficha de Avaliação do Programa

Ficha de Avaliação do Programa Período de : 2004 a 2006 Etapa: Trienal 2007 Área de : 10 - ENGENHARIAS I IES: 24009016 - UFCG - UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE Programa: 24009016002P1 - ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Modalidade:

Leia mais

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização 2.1 - GRADUAÇÃO 2.1.1. Descrição do Ensino de Graduação na UESC Cursos: 26 cursos regulares

Leia mais

EDITAL PI IPCIT - Nº001/2012 - PRPPGI/IFAM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PI-IPCIT

EDITAL PI IPCIT - Nº001/2012 - PRPPGI/IFAM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PI-IPCIT EDITAL PI IPCIT - Nº001/2012 - PRPPGI/IFAM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PI-IPCIT PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DO IFAM Maio

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARA CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO CEARÁ CÂMARA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR E PROFISSIONAL

GOVERNO DO ESTADO DO CEARA CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO CEARÁ CÂMARA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR E PROFISSIONAL INTERESSADA: Escola Técnica de Maracanaú Ceará EMENTA: Recredencia a Escola Técnica de Maracanaú e reconhece o curso Técnico em Higiene Dental, até 31.12.2008. RELATOR: José Carlos Parente de Oliveira

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 24/8/2009, Seção 1, Pág. 16. Portaria n 816, publicada no D.O.U. de 24/8/2009, Seção 1, Pág. 16. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

SIC 56/07. Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007.

SIC 56/07. Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007. SIC 56/07 Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007. 1. DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO, PELO INEP, DOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PARA O CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR E SEUS PÓLOS DE APOIO

Leia mais

2009 2010 2011 total 58.888 158.947 124.881 344.910

2009 2010 2011 total 58.888 158.947 124.881 344.910 Formação inicial 80000 Plano Nacional de Formação de Professores 70000 60000 50000 40000 Formação Pedagógica 30000 2ªLicenciatura 1ªLicenciatura especial 20000 1ªLicenciatura existente 10000 0 Presencial

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 16/05/2005 (*) Portaria/MEC nº 1.625, publicada no Diário Oficial da União de 16/05/2005 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE

NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE Estabelece os procedimentos relativos à defesa de projeto de pesquisa, a serem desenvolvidos pelos acadêmicos do curso de Pós-Graduação em Ciências

Leia mais

CURSO: MESTRADO ACADÊMICO

CURSO: MESTRADO ACADÊMICO IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: ARTES/MÚSICA PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2016 ANO DE PUBLICAÇÃO DESTE DOCUMENTO: 2016 COORDENADOR DE ÁREA: ANTÔNIA PEREIRA BEZERRA COORDENADOR ADJUNTO: VERA BEATRIZ SIQUEIRA

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º. Este Regulamento estabelece as normas relativas às disciplinas Trabalho de Conclusão de Curso I (TCC

Leia mais

CHAMADA INTERNA Nº 001/2015 - PROEXT/UNIPAMPA SELEÇÃO INTERNA DE PROPOSTAS. PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MEC/SESu. EDITAL PROEXT MEC/SESu 2016

CHAMADA INTERNA Nº 001/2015 - PROEXT/UNIPAMPA SELEÇÃO INTERNA DE PROPOSTAS. PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MEC/SESu. EDITAL PROEXT MEC/SESu 2016 CHAMADA INTERNA Nº 001/2015 - PROEXT/UNIPAMPA SELEÇÃO INTERNA DE PROPOSTAS PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA MEC/SESu EDITAL PROEXT MEC/SESu 2016 1 Disposições gerais A Universidade Federal do Pampa,

Leia mais

446, 23/01/2014, 24/01/2014 PARECER CEE/PE Nº 143/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM

446, 23/01/2014, 24/01/2014 PARECER CEE/PE Nº 143/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM INTERESSADA: UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO - FCAP ASSUNTO: RENOVAÇÃO DO RECONHECIMENTO DO CURSO SUPERIOR SEQUENCIAL DE FORMAÇÃO ESPECÍFICA EM GESTÃO IMOBILIÁRIA

Leia mais

Diagnóstico CCJE - Análise de outras Universidades

Diagnóstico CCJE - Análise de outras Universidades Diagnóstico CCJE - Análise de outras Universidades Esta etapa do projeto contitue uma análise de algumas universidades do Brasil, em especial do Rio de Janeiro. Foi pesquisada a estrutura dessas universidades

Leia mais

Faculdades Integradas do Brasil MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

Faculdades Integradas do Brasil MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Faculdades Integradas do Brasil MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURITIBA, 2014 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLA DE NEGÓCIOS MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Ao fazer

Leia mais

Perguntas mais frequentes (FAQ) Alunos Internacionais 2015-2016

Perguntas mais frequentes (FAQ) Alunos Internacionais 2015-2016 Perguntas mais frequentes (FAQ) Alunos Internacionais 2015-2016 Nomeações Estudantes que desejarem fazer intercâmbio, durante a graduação ou a pósgraduação, na Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer nº 137/2006 Processo UERGS nº 1.388/19.50/05.1 RELATÓRIO Reconhece o Curso de Administração

Leia mais

ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL - SC. PROJETO DE CAPACITAÇÃO: Assessoria Pedagógica

ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL - SC. PROJETO DE CAPACITAÇÃO: Assessoria Pedagógica ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL - SC PROJETO DE CAPACITAÇÃO: Assessoria Pedagógica Rio do Sul 2008/2009 CLAUDIO ADALBERTO KOLLER DIRETOR GERAL WALTER SOARES FERNANDES DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE

Leia mais

Indicadores e Padrões de Qualidade para Cursos de Graduação da área de CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

Indicadores e Padrões de Qualidade para Cursos de Graduação da área de CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS DO ENSINO SUPERIOR COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE CIÊNCIA DA INFORAMÇÃO-CEECInfo Indicadores e Padrões de Qualidade

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PORTARIA Nº 583/10/GS/SEDUC/MT

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PORTARIA Nº 583/10/GS/SEDUC/MT ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PORTARIA Nº 583/10/GS/SEDUC/MT Dispõe sobre o processo de gestão e de atribuição de classes e/ou aulas e regime/jornada de trabalho no âmbito das

Leia mais

Ata de Reunião Análise Crítica do Sistema de Gestão da Qualidade da FDSM

Ata de Reunião Análise Crítica do Sistema de Gestão da Qualidade da FDSM FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS Av. Dr. João Beraldo, 1075 Centro Pouso Alegre MG Fone: (35) 3449-8100 Fax: (35) 3499-8102 Rev.: 00 / / Form.: Aprov.: Pág 1 de 1 Ata de Reunião Crítica do Sistema

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA)

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) Contrato por Produto Nacional CONSULTOR JÚNIOR Número e Título do Projeto: BRA/09/004 Fortalecimento da CAIXA no seu processo

Leia mais

Curso de Medicina no GHC: A base para nossos desafios

Curso de Medicina no GHC: A base para nossos desafios Curso de Medicina no GHC: A base para nossos desafios Objetivos do Programa a) Diminuir a carência de médicos em regiões prioritárias; b) Reduzir as desigualdades regionais na área da saúde;

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS 2015. PARTE I DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 1º. O Trabalho de Conclusão de Curso TCC será desenvolvido

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: UNIME - União Metropolitana para o Desenvolvimento da UF: BA Educação e Cultura ASSUNTO: Recredenciamento da Faculdade

Leia mais

RELATÓRIO AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÃNDIA 2009-2010

RELATÓRIO AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÃNDIA 2009-2010 RELATÓRIO AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÃNDIA 2009-2010 UBERLÂNDIA, MG JANEIRO, 2011 1 Este relatório aqui apresentado foi elaborado pela Comissão Própria de Avaliação da Faculdade

Leia mais

SÚMULA DA 54ª REUNIÃO DA CÂMARA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 16.11.2006 INÍCIO: 08:30 hs. - ENCERRAMENTO: 12:00 hs.

SÚMULA DA 54ª REUNIÃO DA CÂMARA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 16.11.2006 INÍCIO: 08:30 hs. - ENCERRAMENTO: 12:00 hs. SÚMULA DA 54ª REUNIÃO DA CÂMARA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 16.11.2006 INÍCIO: 08:30 hs. - ENCERRAMENTO: 12:00 hs. CÂMARA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO: 01 - Processo nº 10/2006 Unidade Universitária:

Leia mais

Avaliação Institucional 2005-2. Faculdade de Jussara. Pós-Graduação

Avaliação Institucional 2005-2. Faculdade de Jussara. Pós-Graduação Graduação ITEM: As carteiras das salas de aula são adequadas. 88,2% Graduação ITEM: As instalações do laboratório de informática são adequadas. Graduação ITEM: As instalações da biblioteca são adequadas.

Leia mais