3 Boletim 1 Técnico. Thinsulate TM Manta para Absorção Acústica pag.1 de Composição: 2. Modelos e tipos disponíveis:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3 Boletim 1 Técnico. Thinsulate TM Manta para Absorção Acústica pag.1 de Composição: 2. Modelos e tipos disponíveis:"

Transcrição

1 3 Boletim 1 Técnico Thinsulate TM Manta para Absorção Acústica pag.1 de 5 1. Composição: Composto aproximadamente de 67% de fibras polipropileno e 33% de fibras de poliéster. Esta manta em não tecido pode ou não apresentar faces corrugadas, e não-tecido de cobertura, ambos para se evitar o desfibramento e aumentar a resistência mecânica da manta. Em casos específicos, pode apresentar cobertura em uma das faces por um filme polimérico metalizado (modelo MA-6720-M), cuja aplicação se destina a ambientes com óleo ou poeiras. 2. Modelos e tipos disponíveis: Os tipos de Thinsulate variam de acordo com sua espessura, gramatura e consequentemente absorção acústica: AU0920, gramatura aprox. 90g/m 2 e espessura aprox. 10mm, com não tecido branco em uma das faces AU1220, gramatura aprox. 125g/m 2 e espessura aprox. 14mm, com não tecido branco em uma das faces AU2020-1, gramatura aprox. 200g/m 2 e espessura aprox. 16mm, com não tecido branco em uma das faces e corrugado na outra face AU3002-2, gramatura aprox. 300g/m 2 e espessura aprox. 19mm, com não tecido preto em uma das faces, corrugado em ambas as faces TAI4001, gramatura aprox. 465g/ m 2 e espessura aprox. 25mm, com não tecido preto em uma das faces, corrugado em ambas as faces MA6720, gramatura aprox. 600g/m 2 e espessura aprox. 44mm, com não tecido branco em uma das faces, corrugado em ambas as faces, com aditivo para maior resistência a temperatura MA6720M, gramatura aprox. 600g/m 2 e espessura aprox. 44mm, com filme polimérico metalizado em uma das faces, corrugado em ambas as faces, com aditivo para maior resistência a temperatura

2 3 Boletim Técnico Thinsulate TM Manta para Absorção Acústica pag.2 de Flamabilidade O Thinsulate é um material auto-extingüível, ou seja, não propaga chama. Passa no teste como auto-extinguível segundo as normas: FMVSS 302. UL-94 HB UBC 8-1 (também: ANSI 2.5, NFPA 255, ASTM E-84, UL 723) EIC 695 EIC Propriedades Acústicas: O Thinsulate é um material que apresenta uma excelente absorção sonora. As curvas de absorção acústica feitas pelo teste em Câmara Reverberante (Norma ISO 354) no Instituto de Pesquisas Tecnológicas IPT para a linha industrial são mostradas abaixo onde os resultados de coeficiente de absorção são representados pelo eixo vertical: 1,2 1,1 1 Coeficiente de Absorção 0,9 0,8 0,7 0,6 0,5 0,4 0,3 0,2 TAI4001, 25mm MA6720, 44mm MA6720M, 44mm 0, k 1.25k 1.6k 2k 2.5k 3.15k 4k 5k Freqüência central de banda de 1/3 de oitava- (Hz)

3 3 Boletim 3 Técnico Thinsulate TM Manta para Absorção Acústica pag.3 de 5 Além disso, é apresentado logo em seguida os resultados de teste de perda por transmissão para os produtos com gramatura de 600g/m2 (seguindo norma SAE J1400) realizado no laboratório Geiger & Hamme - USA. Observa-se que a perda por transmissão está entre 9 e 10dB. Também pode ser observado que a adição de filme polimérico metalizado adiciona ainda de 2 a 2.5 db na perda. Produto MA 6720 MA 6720M Perda por transmissão, (média de Hz) 9.8 db 12.1 db 5. Propriedades Térmicas: Valores de Resistência térmica: Modelo: gramatura espessura Resistividade Térmica: MA g/m2 44 mm R= 5.8 MA-6720M 600 g/m2 44 mm R= 5.8 TAI g/m2 25 mm R= 3.8 AU g/m2 19 mm R= 2.5 AU g/m2 16 mm R= 2.0 AU g/m2 14 mm R= 1.7 AU g/m2 10 mm R= 1.2 Os dados acima são nominais e não são válidos para fins de especificação Resistência Térmica, R Definição: É a média de diferença de temperatura entre duas superfícies de material ou construção definidas que induza o fluxo de uma unidade de calor por uma unidade de área. Unidades: hr ft² ºF / Btu = R Clo-Value m² ºK / W

4 3 Boletim 4 Técnico Thinsulate TM Manta para Absorção Acústica pag.4 de 5 6. Toxicidade resíduo após queima O Thinsulate é um material não toxico. Ele não propaga chama e de sua queima temos basicamente a liberação de gás carbônico e água. Abaixo se encontram os resultados do teste BSS 7239 (Smoke Toxicity Test) realizado nos laboratórios Omega Point Laboratories USA. Modelo de Thinsulate: Orientação da amostra: * HCl (Cloreto de HCN (cianeto de MA 6720 MA 6720 AU 0920 AU o caso 2 o caso 1 o caso 2 o caso Gases Tóxicos liberados ppm Limite do FAA (ppm) não detectado não detectado Não detectado não detectado 500 1,5 1,5 Não detectado não detectado 150 HF (fluoreto de NOx (Óxidos Nitrosos) SO2 (Dioxido de enxofre) CO (Monóxido de Carbono) não detectado não detectado Não detectado não detectado ,25 0,87 1, não detectado não detectado Não detectado não detectado , , * 1 o caso é não tecido de cobertura oposto a fonte de calor 2 o caso é não tecido de cobertura em contato a fonte de calor É importante mencionar que este teste foi feito com o Thinsulate mais espesso, o modelo MA6720 e com o menos espesso AU-0920, assim as emissões, por exemplo, do AU3002 devem estar entre os valores dos materiais analisados.

5 3 Boletim 5 Técnico Thinsulate TM Manta para Absorção Acústica pag.5 de 5 7. Absorção de água: O Thinsulate apresenta característica hidrofóbica, ou seja, tende a não absorver água Teste de imersão em água por cinco minutos A amostra de material foi imersa em água por 5 minutos e posteriormente realizou-se medição do aumento de seu peso. - Thinsulate absorveu 8 vezes seu peso original - Manta fenólica absorveu 70 vezes seu peso original, - Espuma absorveu 72 vezes seu peso original - Fibra de vidro absorveu 30 vezes seu peso original 6.2. Teste de imersão em água por 20 horas Num outro teste de imersão em água realizado, 20 horas após o experimento o Thinsulate retornou ao seu peso normal. O feltro fenólico em algodão finalizou o experimento cinco vezes mais pesado do que inicialmente. O gráfico abaixo ilustra o experimento: Massa (g) M Thinsulate AU Feltro fenólico Feltro fenólico finaliza o processo 5 vezes mais pesado 0 0 Min 1 Min 5 Min 20 Min 30 Min 60 Min 20 horas Tempo Thinsulate 3M retorna ao seu peso inicial

3 Boletim Técnico 1. Thinsulate TM Manta para Absorção Acústica pag.1 de Composição: 2. Modelos e tipos disponíveis:

3 Boletim Técnico 1. Thinsulate TM Manta para Absorção Acústica pag.1 de Composição: 2. Modelos e tipos disponíveis: 3 Boletim Técnico 1 Thinsulate TM Manta para Absorção Acústica pag.1 de 5 1. Composição: Composto aproximadamente de 67% de fibras polipropileno e 33% de fibras de poliéster. Esta manta em não tecido pode

Leia mais

RELATÓRIO DE ENSAIO N

RELATÓRIO DE ENSAIO N TECNOlÓGICAS DE 1/4 Laboratório de Segurança ao Fogo/CETAC RELATÓRIO DE ENSAIO N.21 034 785-203 CLIENTE: Rocktec Ind. e Com. de Isolantes Térmicos Servo e Manut. Ltda. Rua Cabiúna, 163 - Vila Santa Catarina.

Leia mais

BloCork Desenvolvimento de blocos de betão com cortiça

BloCork Desenvolvimento de blocos de betão com cortiça BloCork Desenvolvimento de blocos de betão com cortiça N. Simões, I. Castro, J. Nascimento, A. Nascimento SEMINÁRIO TECNOLOGIAS E SISTEMAS DE CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL - INVESTIGAÇÃO EM ACÇÃO - Viabilizar

Leia mais

K-FLEX K-FLEX K-FONIK SYSTEM 58 UMA NOVA GERAÇÃO DE MATERIAIS DE ISOLAMENTO

K-FLEX K-FLEX K-FONIK SYSTEM 58 UMA NOVA GERAÇÃO DE MATERIAIS DE ISOLAMENTO 58 UMA NOVA GERAÇÃO DE MATERIAIS DE ISOLAMENTO K-FONIK SYSTEM Aplicações: - Canalizações e sistemas de drenagem - Tubulação industrial, maquinaria civil e industrial - Isolamento acústico para paredes

Leia mais

A Tabela 2 apresenta os valores médios de porosidade e o desvio padrão para as amostras dos Painéis de Fibra de Coco definidos nesta etapa.

A Tabela 2 apresenta os valores médios de porosidade e o desvio padrão para as amostras dos Painéis de Fibra de Coco definidos nesta etapa. Figura 5 Amostras do teste de Porosidade. A Tabela 2 apresenta os valores médios de porosidade e o desvio padrão para as amostras dos Painéis de Fibra de Coco definidos nesta etapa. Tabela 2 Valores medidos

Leia mais

DuPont Zytel. resina de nylon. Guia de Produtos e Propriedades

DuPont Zytel. resina de nylon. Guia de Produtos e Propriedades Guia de Produtos e Propriedades DuPont Zytel resina de nylon O logotipo Oval da DuPont, DuPont, The Miracles of Science*, e Zytel são marcas registradas ou marcas requeridas de E.I. du Pont de Nemours

Leia mais

MACOR. Cerâmica de Vidro Usinável Para Aplicações Industriais

MACOR. Cerâmica de Vidro Usinável Para Aplicações Industriais MACOR Cerâmica de Vidro Usinável Para Aplicações Industriais Material Inigualável MACOR Cerâmica de Vidro Usinável A cerâmica de vidro usinável MACOR é reconhecida em todo o mundo não só como uma grande

Leia mais

FICHA TÉCNICA Nº5. AGLOMERADO NEGRO ( ou AGLOMERADO PURO EXPANDIDO) AN STANDARD

FICHA TÉCNICA Nº5. AGLOMERADO NEGRO ( ou AGLOMERADO PURO EXPANDIDO) AN STANDARD FICHA TÉCNICA Nº5 AGLOMERADO NEGRO ( ou AGLOMERADO PURO EXPANDIDO) Referências: AN STANDARD Para Isolamento Térmico Regranulados Calibre 2 / 9 e 4,5 / 15 mm Nota: Por encomenda, fabricam-se ainda outros

Leia mais

ª Fase. 5 pontos

ª Fase. 5 pontos 45 20 pontos 46 10 pontos 47 10 pontos 48 20 pontos AECVEXFQ10/11-04 49 10 pontos 50 10 pontos 20 pontos 51 10 pontos 52 20 pontos TOTAL Prova Escrita de Física e Química A, 2008 200 pontos 11.º/12.º Anos

Leia mais

Soluções em Poliuretanos Bayer para Aplicações Automotivas. Novembro de 2014 Fernanda Porto Painel Automotivo

Soluções em Poliuretanos Bayer para Aplicações Automotivas. Novembro de 2014 Fernanda Porto Painel Automotivo Soluções em Poliuretanos Bayer para Aplicações Automotivas Novembro de 2014 Fernanda Porto Painel Automotivo Agenda O Mercado Automotivo Cenário Atual e Desafios A versatibilidade do Poliuretano e sua

Leia mais

INDUSTRIA DO PETROLEO E GAS

INDUSTRIA DO PETROLEO E GAS APLICAÇÕES DE PERFÍS PULTRUDADOS INDUSTRIA DO PETROLEO E GAS Palestrante : Carlos Viegas Apoio O QUE É UM COMPÓSITO ROVING CONTÍNUO RESINA POLIESTER VINIL ESTER FENOLICA EPOXI MANTA DE FIBRA DE VIDRO VÉU

Leia mais

DuPont Minlon. Guia de produtos e propriedades. resinas termoplásticas de engenharia

DuPont Minlon. Guia de produtos e propriedades. resinas termoplásticas de engenharia DuPont Minlon resinas termoplásticas de engenharia Guia de produtos e propriedades 1 2 4 3 O logotipo Oval da DuPont, DuPont, The Miracles of Science*, e Minlon são marcas registradas ou marcas requeridas

Leia mais

23ºC)... 20 21 22 TECHNYL C 218 V40... 23 TECHNYL C 218 V15... 24 TECHNYL C 218 V50...

23ºC)... 20 21 22 TECHNYL C 218 V40... 23 TECHNYL C 218 V15... 24 TECHNYL C 218 V50... C Índice TECHNYL C 200... 2 Principais características (valores medidos a 23ºC)... 3 TECHNYL C 216 SV30... 4 Principais características (valores medidos a 23ºC)... 4 TECHNYL C 216 SV30 (Antigo FE 55186)...

Leia mais

Boletim Técnico Outubro, 2011

Boletim Técnico Outubro, 2011 Extreme Sealing Tape Boletim Técnico Outubro, 2011 Descrição do Produto 3M Extreme Sealing Tape é uma fita simples face com adesivo sensível à pressão desenvolvida para aplicações de difícil vedação. O

Leia mais

Caleiras em PVC para o encaminhamento de águas nas habitações.

Caleiras em PVC para o encaminhamento de águas nas habitações. Caleira Caleiras em PVC para o encaminhamento de águas nas habitações. Especificações técnicas do produto Caleiras 102 E 150 Condução de águas pluviais Tubo em PVC rígido Cor: cinza (existe ainda a possibilidade

Leia mais

Teste de Coeficiente de Absorção em Câmara Reverberante

Teste de Coeficiente de Absorção em Câmara Reverberante Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Engenharia Mecânica Grupo de Tecnologia em Vibrações e Acústica Fone: (48) 99539377-32340689 / 37217716 Ramal 22 e-mail: arcanjo@lva.ufsc.br Teste

Leia mais

DETERMINAÇÃO DO COEFICIENTE DE ABSORÇÃO SONORA

DETERMINAÇÃO DO COEFICIENTE DE ABSORÇÃO SONORA DETERMINAÇÃO DO COEFICIENTE DE ABSORÇÃO SONORA Placas de LecaMIX MAXIT, Préfabricação em Betão Leve S.A. Albergaria-a-Velha Dezembro de 2004 praceta da rua da república, nº 17, 2º dto. alagoas. 3810-160

Leia mais

LINHA MBI Isolação para coberturas

LINHA MBI Isolação para coberturas LINHA MBI Isolação para coberturas FACEFELT Isolação para coberturas Feltro constituído por lã de vidro aglomerada com resina vegetal e possui características termoacústicas. Revestido em uma das faces

Leia mais

Processo de Fabricação: CORTE A LASER E CORTE A ÁGUA

Processo de Fabricação: CORTE A LASER E CORTE A ÁGUA Processo de Fabricação: CORTE A LASER E CORTE A ÁGUA CORTE A LASER O que é o Laser? Amplificação da luz por emissão estimulada de radiação. É um sistema que produz um feixe de luz coerente e concentrado

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO J-BOND (ACM)

MANUAL DE INSTALAÇÃO J-BOND (ACM) MANUAL DE INSTALAÇÃO J-BOND (ACM) J-BOND Os painéis de Alumínio (ACM), são compostos de duas chapas de alumínio unidas por uma camada de polietileno de baixa densidade. São fabricadas em processo contínuo

Leia mais

ISOLANTES TÉRMICOS. Isolantes Térmicos e Refratários LTDA. catalogofinal25.05.indd 1 25/5/2010 12:56:00

ISOLANTES TÉRMICOS. Isolantes Térmicos e Refratários LTDA. catalogofinal25.05.indd 1 25/5/2010 12:56:00 ISOLANTES TÉRMICOS Isolantes Térmicos e Refratários LTDA. catalogofinal25.05.indd 1 25/5/2010 12:56:00 catalogofinal25.05.indd 2 25/5/2010 12:56:01 ÍNDICE Apresentação 5 Tecido de fibra de vidro 6 Fio

Leia mais

10.09-PORB. Válvulas de retenção FireLock. Nº. Sistema Enviado por Seção Espec. Parágr. Local Data Aprovado Data

10.09-PORB. Válvulas de retenção FireLock. Nº. Sistema Enviado por Seção Espec. Parágr. Local Data Aprovado Data As válvulas de retenção FireLock de alta pressão Série 717R e a Série 717HR são desenhadas em CAD para uma eficiência hidrodinâmica e estão disponíveis nos tamanhos 2 3 /50 80 mm (Série 717HR) e 4 8 /100

Leia mais

NORMAS BRASILEIRAS PARA AR CONDICIONADO E REFRIGERAÇÃO

NORMAS BRASILEIRAS PARA AR CONDICIONADO E REFRIGERAÇÃO NORMAS BRASILEIRAS PARA AR CONDICIONADO E REFRIGERAÇÃO ESTAS NORMAS SÃO PRODUZIDAS E REVISADAS POR (ABNT) ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, ATRAVÉS DO COMITÊ BRASILEIRO Nº55 (CB 55) COM SEDE NA

Leia mais

Resistência elétrica de uma barra (prismática ou cilíndrica) de área A e comprimento L

Resistência elétrica de uma barra (prismática ou cilíndrica) de área A e comprimento L Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo uiz Viana Referências bibliográficas: H. 28-4, 29-4, 29-6 S. 26-4, 27-2 T. 22-2 ula Resistores

Leia mais

Fitas Adesivas Isotape para Isolação Elétrica

Fitas Adesivas Isotape para Isolação Elétrica Fitas Adesivas para Isolação Elétrica Fitas Adesivas para Isolação Elétrica 3 s Auto-s Para cada aplicação, a Von Roll oferece uma solução apropriada. As tabelas abaixo mostram nossa ampla seleção: Classe

Leia mais

0.05 a 0.10 pequeno 0.10 a 1.20 significativo acima de 0.20 considerável

0.05 a 0.10 pequeno 0.10 a 1.20 significativo acima de 0.20 considerável Professor Rogério Mori Materiais porosos Quando a energia sonora penetra num material poroso, parte dela é convertida em calor, devido a resistência viscosa e ao atrito nos poros e ainda pela vibração

Leia mais

Reação e Resistência ao Fogo

Reação e Resistência ao Fogo Exigências de segurança contra incêndio aplicadas aos perfis pultrudados: Reação e Resistência ao Fogo Antonio Fernando Berto afberto@ipt.br Reação ao Fogo dos Materiais Comportamento dos materiais em

Leia mais

Soluções Inteligentes em Isolações Térmicas

Soluções Inteligentes em Isolações Térmicas Para a Indústria. Para a Construção Civil. Para sua Empresa. Soluções Inteligentes em Isolações Térmicas www.polycalha.com.br Soluções Inteligentes em Isolações Térmicas Soluções em isolamento térmico.

Leia mais

LBC 34xx/12 Altifalantes de corneta

LBC 34xx/12 Altifalantes de corneta Sistemas de Comunicação LBC 34xx/12 Altifalantes de corneta LBC 34xx/12 Altifalantes de corneta Unidades de motor de alta eficiência Até 45 W (potência máx.) Amplo ângulo de abertura Excelente reprodução

Leia mais

As causas da formação de uma chuva ácida podem ser classificadas, do ponto de vista químico, em quatro categorias:

As causas da formação de uma chuva ácida podem ser classificadas, do ponto de vista químico, em quatro categorias: BIOINDICADORES A CHUVA ÁCIDA Os ácidos presentes na atmosfera, diluídos na água das nuvens, precipitam como chuva ácida na superfície da terra. Embora algumas dessas precipitações obedeçam a causas naturais,

Leia mais

b) Tendo em conta a conclusão de Avogadro, selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte. Em condições PTN,...

b) Tendo em conta a conclusão de Avogadro, selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte. Em condições PTN,... QUESTÕES DE EXAME 4 Física e Química A Questões de provas nacionais realizadas entre 2008 e 2014 organizados por subdomínio e por secção, por ordem cronológica. Os itens estão identificados por data e

Leia mais

Dutos. 14 mm PLASTCS Emenda 90º PLASTCS-30 RETA Emenda Reta

Dutos. 14 mm PLASTCS Emenda 90º PLASTCS-30 RETA Emenda Reta Dutos Os Dutos Dutoplast têm uma infinidade de utilizações. Produzidos em PVC nas cores cinza, creme, azul, azul petróleo e preta, as barras têm medidas de 2 ou 4 metros, e têm comprovada utilização em

Leia mais

QUESTÕES DE EXAME 4. Física e Química A. Domínio 2 - Propriedades e transformações da matéria. 2.2 Gases e dispersões

QUESTÕES DE EXAME 4. Física e Química A. Domínio 2 - Propriedades e transformações da matéria. 2.2 Gases e dispersões QUESTÕES DE EXAME 4 Física e Química A Questões de provas nacionais realizadas entre 2008 e 2014 organizados por subdomínio e por secção, por ordem cronológica. Os itens estão identificados por data e

Leia mais

Uma nova geração de armários de distribuição de energia construidos segundo os padrões internacionais mais elevados. Grande versatilidade adequados pa

Uma nova geração de armários de distribuição de energia construidos segundo os padrões internacionais mais elevados. Grande versatilidade adequados pa ORLINE Série 2000 DIN 850, 1100 e 1250 mm altura. Armários em poliéster reforçado a fibra de vidro, para distribuição eléctrica de baixa tensão com duplo isolamento para exterior REPRESENTAÇÕES E EQUIPAMENTOS,

Leia mais

GEOGRELHA GEOFOCO. Especificações Técnicas. Fabricado com padrão de qualidade ISO 9001

GEOGRELHA GEOFOCO. Especificações Técnicas. Fabricado com padrão de qualidade ISO 9001 GEOGRELHA GEOFOCO Especificações Técnicas Fabricado com padrão de qualidade ISO 9001 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS GEOGRELHA PAVIMENTO 50/50 A GEOGRELHA PARA PAVIMENTO GEOFOCO é feita à partir de filamentos

Leia mais

Scotch-Weld MR DP-105 Adesivo Estrutural

Scotch-Weld MR DP-105 Adesivo Estrutural Scotch-Weld MR DP-105 Adesivo Estrutural Dados Técnicos Agosto/99 Descrição do Produto O produto é um adesivo epoxi bi-componente com uma proporção de mistura de 1:1 em volume. Sua flexibilidade, quando

Leia mais

RELATÓRIO de ENSAIOS de DESENVOLVIMENTO

RELATÓRIO de ENSAIOS de DESENVOLVIMENTO CONJUNTO de LENÇOS PARA LIMPEZA RELATÓRIO de ENSAIOS de DESENVOLVIMENTO SUMÁRIO 1. Objetivo 2. Introdução 3. Metodologia 4. Experimentação 5. Conclusões RESUMO : Este Relatório Técnico reúne os resultados

Leia mais

Página 1 de 7. Código: MS Revisão: 01 Data: 14/12/2015. Laudo Técnico

Página 1 de 7. Código: MS Revisão: 01 Data: 14/12/2015. Laudo Técnico Página 1 de 7 Laudo Técnico Assunto: Ensaio acústico para Nível de Pressão Sonora de Impacto Padronizado Ponderado (L ntw ), conforme determinado pela Norma de Desempenho de Edificações NBR 15.575, seguindo

Leia mais

PDF created with pdffactory trial version ProfªAna Carmela ProfªDulce Lins Profº Eduardo Alécio

PDF created with pdffactory trial version  ProfªAna Carmela ProfªDulce Lins Profº Eduardo Alécio COMPOSIÇÃO E CARACTERÍSTICAS DOS MATERIAIS ProfªAna Carmela ProfªDulce Lins Profº Eduardo Alécio VIDRO VIDRO Vidro Alcalino (Corning 0080): Lâminas descartáveis de microscópio e frasco reagente de baixo

Leia mais

Baixa densidade Produto económico

Baixa densidade Produto económico R PN 0 PK 0 PA 0 EFINIÇÃO: Paineis semi-rígidos (0 kg/m ) de espessura uniforme, constituídos de fibras de lã de rocha aglutinadas com resina sintética termo-endurecida, - PN 0 sem revestimento. - PK 0

Leia mais

Professor Marcus Ennes. -Estequiometria

Professor Marcus Ennes. -Estequiometria Professor Marcus Ennes -Estequiometria - RELAÇÕES FUNDAMENTAIS RAZÃO E PROPORÇÃO 1) Um formigueiro é composto por 2.000 formigas. Cada formiga consome por dia, 1.500 moléculas de glicose (C 6 H 12 O 6

Leia mais

Gases especiais. Especificação de Produtos.

Gases especiais. Especificação de Produtos. Gases especiais. Especificação de Produtos. 02 HiQ Gases especiais HiQ Gases especiais 03 HiQ Gases especiais. Os gases especiais incluem gases raros, gases da mais alta pureza e misturas de elevada precisão

Leia mais

Desempenho térmico de materiais e componentes construtivos

Desempenho térmico de materiais e componentes construtivos Desempenho térmico de materiais e componentes construtivos Profa. Dra. Denise Duarte Prof. Dr. Leonardo Marques Monteiro Modelo de cálculo de desempenho térmico da edificação 1 caracterizar ambiente Renovação:

Leia mais

Material Refletivo 3M Scotchlite Tecido Prata Antichama 8935 para lavagem industrial

Material Refletivo 3M Scotchlite Tecido Prata Antichama 8935 para lavagem industrial Boletim Técnico Material Refletivo 3M Scotchlite Material Refletivo 3M Scotchlite Tecido Prata Antichama 8935 para lavagem industrial Descrição industrial foi desenvolvido para uso em vestuários de segurança

Leia mais

PREGÃO SESC/AN Nº 17/0001 PG COM PRÉ-QUALIFICAÇÃO ANEXO IA - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA COMPLEMENTAR

PREGÃO SESC/AN Nº 17/0001 PG COM PRÉ-QUALIFICAÇÃO ANEXO IA - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA COMPLEMENTAR PREGÃO SESC/AN Nº 17/0001 PG COM PRÉ-QUALIFICAÇÃO ANEXO IA - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA COMPLEMENTAR 01. Cadeira Operacional para Chefe de Departamento (ABNT - Tipo A ), espaldar alto, regulagem de altura e

Leia mais

T-802XXX. Carga Minima (Kg) Deflexão / mm

T-802XXX. Carga Minima (Kg) Deflexão / mm 10.17 APOIOS ANTIVIBRÁTEIS T-802XXX Suportes de teto tg & tm geral: As séries TG e TM são concebidas para evitar a transmissão de vibrações de unidades de ar condicionado e de qualquer outro equipamento

Leia mais

EQUILIBRIO TÉRMICO ENTRE O HOMEM E O MEIO

EQUILIBRIO TÉRMICO ENTRE O HOMEM E O MEIO EQUILIBRIO TÉRMICO ENTRE O HOMEM E O MEIO Conforto térmico conforto térmico de um ambiente pode ser definido como a sensação de bem-estar experimentada por uma e/ou pela maioria das pessoas. Está relacionada

Leia mais

PROFIMASTER C/ BRAÇO

PROFIMASTER C/ BRAÇO PROFIMASTER C/ BRAÇO Superficie do filtro: aprox. 17 m² Grau de filtragem: > 99 % Peso sem braço: 105 kg Dimensões: 785 mm x 950 mm x 730 mm Diâmetro braço de aspiração: 150 mm Potencia do motor: 1.1 kw

Leia mais

Aula 3 de FT II. Prof. Geronimo

Aula 3 de FT II. Prof. Geronimo Aula 3 de FT II Prof. Geronimo Raio crítico de isolamento O conceito de raio crítico de isolamento, é introduzido para geometrias onde a área de troca de calor varia com uma dimensão especificada. Por

Leia mais

CONDUÇÃO DE CALOR UNIDIMENSIONAL EXERCÍCIOS EM SALA

CONDUÇÃO DE CALOR UNIDIMENSIONAL EXERCÍCIOS EM SALA CONDUÇÃO DE CALOR UNIDIMENSIONAL EXERCÍCIOS EM SALA 1) Uma casa possui uma parede composta com camadas de madeira, isolamento à base de fibra de vidro e gesso, conforme indicado na figura. Em um dia frio

Leia mais

Elan-Tron 0013 EBR. Boletim Técnico. 350 partes por peso. Sistema Epóxi Alta Resistência a Trincas e Fissuras. Elan tron 0013 EBR + Elan tro H120 LA 1

Elan-Tron 0013 EBR. Boletim Técnico. 350 partes por peso. Sistema Epóxi Alta Resistência a Trincas e Fissuras. Elan tron 0013 EBR + Elan tro H120 LA 1 Boletim Técnico Elan-Tron 0013 EBR Elan tron H0004 BR WA Elan tron H120 LA Quartzo #200 100 partes por peso 85 partes por peso 1,0 a 1,5 partes por peso 350 partes por peso Sistema Epóxi Alta Resistência

Leia mais

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Apresentação. Superfície Sensora. Dados Técnicos. Distância Sensora (S) Princípio de Funcionamento

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Apresentação. Superfície Sensora. Dados Técnicos. Distância Sensora (S) Princípio de Funcionamento Apresentação O HPS 850 é um dispositivo utilizado para detecção de campos magnéticos. Utiliza um transistor de efeito hall como elemento sensor que lhe confere um alto grau de robustez e vida útil, uma

Leia mais

MORTERPLAS FP 3 KG. Impermeabilização Betuminosa APP

MORTERPLAS FP 3 KG. Impermeabilização Betuminosa APP MORTERPLAS FP é uma membrana impermeabilizante não protegida, de betume plastómero APP, de elevado ponto de amolecimento, com armadura de feltro de fibra de poliéster (FP) e acabamento em filme termofusível

Leia mais

, Felipe aumenta a velocidade de seu carro com aceleração constante; e, no instante t 2

, Felipe aumenta a velocidade de seu carro com aceleração constante; e, no instante t 2 PROVA DE FÍSICA QUESTÃO 09 Numa corrida, Rubens Barrichelo segue atrás de Felipe Massa, em um trecho da pista reto e plano Inicialmente, os dois carros movem-se com velocidade constante, de mesmos módulo,

Leia mais

Medidor de combustível de bateria de estado sólido

Medidor de combustível de bateria de estado sólido Instrumentação Medidor de combustível de bateria de estado sólido Modelo 909R www.curtisinstruments.com 1 O Curtis Modelo 909R é projetado para ser usado em carros de golfe e outros veículos alimentados

Leia mais

Desempenho Acústico das Fachadas Envidraçadas. Eng. Luiz Barbosa

Desempenho Acústico das Fachadas Envidraçadas. Eng. Luiz Barbosa Desempenho Acústico das Fachadas Envidraçadas Eng. Luiz Barbosa Objetivo Mostrar, de forma conceitual, a aplicabilidade do vidro em fachadas, tendo ele, não somente excelente desempenho acústico, mas sendo,

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Meias canas para isolamento de tubagens, com diâmetros variáveis.

FICHA TÉCNICA. Meias canas para isolamento de tubagens, com diâmetros variáveis. FICHA TÉCNICA 1. APRESENTAÇÃO DO PRODUTO Aglomex Acoustic é um produto resultante da aglomeração de espuma flexível de poliuretano de diferentes densidades que evidencia uma composição homogénea e estável.

Leia mais

ITEN - INSTITUTO TECNOLÓGICO DE ENSAIOS LTDA.

ITEN - INSTITUTO TECNOLÓGICO DE ENSAIOS LTDA. ITEN - INSTITUTO TECNOLÓGICO DE ENSAIOS LTDA. Laboratório pertencente à RBLE. Relatório de Ensaios de Produtos (REP): n. 1403054-2/01 Emissão: 25.06.2014 Solicitante: Endereço: Fabricante: Eletrocal Indústria

Leia mais

ACÚSTICA DA EDIFICAÇÃO

ACÚSTICA DA EDIFICAÇÃO ACÚSTICA DA EDIFICAÇÃO Profa. Dr.-Ing. Erika Borges Leão Disciplina ministrada ao IV semestre do curso de Engenharia Civil Universidade do Estado de Mato Grosso Campus Sinop/MT OBJETIVOS DA DISCIPLINA

Leia mais

Observe o gráfico, cujas curvas representam as variações das massas desses radioisótopos ao longo das duas horas de duração do experimento.

Observe o gráfico, cujas curvas representam as variações das massas desses radioisótopos ao longo das duas horas de duração do experimento. Revisão Específicas 1. (UERJ 2015) Os preços dos metais para reciclagem variam em função da resistência de cada um à corrosão: quanto menor a tendência do metal à oxidação, maior será o preço. Na tabela,

Leia mais

DETERMINAÇÃO DO CALOR ESPECÍFICO DO ALUMÍNIO

DETERMINAÇÃO DO CALOR ESPECÍFICO DO ALUMÍNIO DETERMINAÇÃO DO CALOR ESPECÍFICO DO ALUMÍNIO INTRODUÇÃO Equação de resfriamento de Newton Quando dois objetos, com temperaturas diferentes, são colocados em contato térmico, há transferência de calor do

Leia mais

2 Procedimento experimental

2 Procedimento experimental 2 Procedimento experimental 2.1 Medição de viscosidade dinâmica A viscosidade dinâmica foi medida em um reômetro modelo DV-III da marca Brookfield, com geometria de cilindro-copo. O aquecimento do fluido

Leia mais

Combustíveis e Redutores ENERGIA PARA METALURGIA

Combustíveis e Redutores ENERGIA PARA METALURGIA Combustíveis e Redutores ENERGIA PARA METALURGIA Energia para Metalurgia Principal fonte energética: Carbono Carvão mineral e carvão vegetal C + O 2 >> CO 2 + energia Portanto, carbono é redutor, usado

Leia mais

58 CORREIAS E MANGUEIRAS

58 CORREIAS E MANGUEIRAS 58 CORREIAS E MANGUEIRAS CORREIAS EM V INDUSTRIAL Transmissão de força/velocidade do motor para o equipamento Resistente a óleo Indicação: máquinas industriais em geral, compressores, serras circulares,

Leia mais

4.1. Planejamento e desenvolvimento da solução candidata à material de referência certificado

4.1. Planejamento e desenvolvimento da solução candidata à material de referência certificado 4 Parte experimental 4.1. Planejamento e desenvolvimento da solução candidata à material de referência certificado 4.1.1. Preparo da solução de condutividade eletrolítica de 5 µs cm 1 Foram preparados

Leia mais

LÃ DE VIDRO. A Lã de Vidro na Isolação Térmica. A Lã de Vidro no Tratamento Acústico. Características Comuns a todos os Produtos.

LÃ DE VIDRO. A Lã de Vidro na Isolação Térmica. A Lã de Vidro no Tratamento Acústico. Características Comuns a todos os Produtos. INDÚSTRIA LÃ DE VIDRO A Saint-Gobain Vidros Divisão Isover vem oferecer ao mercado do setor industrial a sua linha de produtos em lã de vidro para isolação termoacústica, produzidos pela avançada tecnologia

Leia mais

Treinamento Técnico - Produtos

Treinamento Técnico - Produtos Treinamento Técnico - Produtos Garantia x Durabilidade Nossos produtos Materiais Importados Películas Substratos Flexíveis 3M Comunicação Visual Scotchcal 3630 / 3635 (translúcida, cast, garantia/durabilidade:

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DE BARREIRAS ACÚSTICAS QUANDO APLICADAS NA ATENUAÇÃO DE RUÍDO SONORO PRODUZIDO POR USINA TERMOELÉTRICA

AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DE BARREIRAS ACÚSTICAS QUANDO APLICADAS NA ATENUAÇÃO DE RUÍDO SONORO PRODUZIDO POR USINA TERMOELÉTRICA AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DE BARREIRAS ACÚSTICAS QUANDO APLICADAS NA ATENUAÇÃO DE RUÍDO SONORO PRODUZIDO POR USINA TERMOELÉTRICA Pedro Henrique Ramos de Lima cefas_hrl@hotmail.com Lucas Vieira Dias Sousa eng.lucasvieira@outlook.com

Leia mais

ARGILA EXPANDIDA. Agregado leve de argila de forma arredondada

ARGILA EXPANDIDA. Agregado leve de argila de forma arredondada 2-4 Densidade aparente seca (Baridade) 358 4,0-8,0 mm NP EN 933-1:2000 Superfícies esmagadas e partidas N.A. (% massa) NP EN 933-5:2002 Resistência ao esmagamento (± 10%) 4,8 (MPa) EN 13055-1 (Anexo A)

Leia mais

CHAPAS EM POLICARBONATO THERMONDA

CHAPAS EM POLICARBONATO THERMONDA O policarbonato é um material que apresenta características ímpares no campo das coberturas e paramentos translúcidos e transparentes. Com uma experiência de mais de 20 anos no fabrico de policarbonato

Leia mais

Escola Estadual Professor... Disciplina: Química. Tema: Catalisadores automoivos. São Paulo Sumário

Escola Estadual Professor... Disciplina: Química. Tema: Catalisadores automoivos. São Paulo Sumário Escola Estadual Professor... Disciplina: Química Tema: Catalisadores automoivos São Paulo 2014 Sumário 1. Introdução 3 2. O que é o catalisador? 4 2.1 Do que é feito o catalisador? Como é construído? 4

Leia mais

Código: MS Revisão: 01 Data:04/04/2016. Página 1 de 8. Laudo Técnico

Código: MS Revisão: 01 Data:04/04/2016. Página 1 de 8. Laudo Técnico Página 1 de 8 Laudo Técnico Assunto: Ensaio acústico para Nível de Pressão Sonora de Impacto Padronizado Ponderado (L ntw ), conforme determinado pela Norma de Desempenho de Edificações NBR 15.575, seguindo

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC ENSAIO ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-016 Folha: 1 Total de Folhas: 10 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS DO ESTADO DE SÃO

Leia mais

MOLA MECÂNICA. Arames de Alto Teor de Carbono

MOLA MECÂNICA. Arames de Alto Teor de Carbono MOLA MECÂNICA Arames de Alto Teor de Carbono Belgo Bekaert Arames. Qualidade que faz a diferença. Produto A linha de produtos de arames para mola mecânica da Belgo Bekaert Arames é indicada para aplicações

Leia mais

O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. O Som. Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação).

O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. O Som. Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação). O Som Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação). O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. As ondas sonoras são longitudinais. Resultam de compressões

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 10.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 2010/2011 NOME: Nº: TURMA:

ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 10.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 2010/2011 NOME: Nº: TURMA: ESCOLA SECUNDÁRIA 2/3 LIMA DE FREITAS 0.º ANO FÍSICA E QUÍMICA A 200/20 NOME: Nº: TURMA: AVALIAÇÃO: Prof.. A energia eléctrica pode ser produzida em centrais termoeléctricas. Nessa produção há perdas de

Leia mais

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT GANHANDO TEMPO PARA VOCÊ 100% BRASIL PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT Painéis ISOJOINT WALL PUR Construção civil Os Painéis ISOJOINT WALL PUR são constituídos de núcleo de PUR (poliuretano) ou PIR (Poliisocianurato)

Leia mais

FILTROS DE CARTUCHOS SCOTT PRO 2 FICHA DE INFORMAÇÃO TÉCNICA

FILTROS DE CARTUCHOS SCOTT PRO 2 FICHA DE INFORMAÇÃO TÉCNICA FILTROS DE CARTUCHOS SCOTT PRO 2 FICHA DE INFORMAÇÃO TÉCNICA Resultado de testes Nota: Os pares de filtros da máscara semifacial são testados individualmente, o ar suprido é reduzido à metade, isto é,

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 3

LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 3 LISTA DE EXERCÍCIOS Nº 3 Questões 1) Na Figura 1, três longos tubos (A, B e C) são preenchidos com diferentes gases em diferentes pressões. A razão entre o módulo da elasticidade volumar e a densidade

Leia mais

SOLO. Matéria orgânica. Análise Granulométrica

SOLO. Matéria orgânica. Análise Granulométrica SOLO ph Matéria orgânica Análise Granulométrica Disponibilidade dos nutrientes em função do ph Os nutrientes necessários aos vegetais são divididos em duas categorias: Macronutrientes - N, P, K, Ca, Mg,

Leia mais

MULTILAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.5E F/UTP 24AWGx4P

MULTILAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.5E F/UTP 24AWGx4P MULTILAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.5E F/UTP 24AWGx4P Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto MultiLan Construção Categoria 6 F/UTP (blindado) PVC/TPU - CM/CMX Características Gerais Descritivo Ambiente

Leia mais

Pintura de Acabamento PVC-Alquídica para revestimentos intumescentes

Pintura de Acabamento PVC-Alquídica para revestimentos intumescentes Ficha do Produto Edição 24/03/2014 Identificação 02 06 04 00 001 0 000015 Sika Unitherm - Top S Pintura de Acabamento PVC-Alquídica para revestimentos intumescentes Descrição do Produto Sika Unitherm -Top

Leia mais

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Superfície Sensora. Princípio de Funcionamento

HPS850. Sensor de Efeito Hall. Superfície Sensora. Princípio de Funcionamento Princípio de Funcionamento Os sensores magnéticos foram idealizados para detectar campo magnético, gerado por um ímã permanente ou outro dispositivo qualquer gerador de campo magnético (Ex: eletroímã).

Leia mais

Avaliações Técnicas ITA reconhecida pelo PBQP-H

Avaliações Técnicas ITA reconhecida pelo PBQP-H PBQP-H INMETRO Programas Setoriais da Qualidade EGT credenciada pelo PBQP-H e acreditada pelo INMETRO Avaliações Técnicas ITA reconhecida pelo PBQP-H Mais de 250 ensaios acreditados pelo INMETRO SINAT

Leia mais

3 Película Scotchcal MR Série BR 3700

3 Película Scotchcal MR Série BR 3700 3 Película Scotchcal MR Série BR 3700 Dados Técnicos Abril/2003 Substitui: nenhum Descrição Descrição e usos As películas Scotchcal MR Série BR 3700 são vinílicas, auto adesivas, translúcidas com acabamento

Leia mais

APOLO TUBOS E EQUIPAMENTOS

APOLO TUBOS E EQUIPAMENTOS APOLO TUBOS E EQUIPAMENTOS A Apolo Tubos e Equipamentos S.A, fundada em 1938 na cidade do Rio de janeiro, foi a primeira empresa industrial do Grupo Peixoto de Castro. Pioneira no Brasil na fabricação

Leia mais

Ganhos e perdas de calor pela envoltória

Ganhos e perdas de calor pela envoltória Ganhos e perdas de calor pela envoltória Profa. Dra. Denise Helena Silva Duarte Prof. Dr. Leonardo Marques Monteiro Modelo de cálculo de desempenho térmico da edificação 1 caracterizar ambiente Renovação:

Leia mais

BASE QUÍMICA EPOXI E POLIURETANO,

BASE QUÍMICA EPOXI E POLIURETANO, ADESIVOS E SELANTES BASE QUÍMICA NOSSOS ADESIVOS E SELANTES SÃO FORMULADOS A PARTIR DAS BASES QUÍMICAS EPOXI E POLIURETANO, DEVIDO SUAS EXCELENTES PROPRIEDADES MECÂNICAS E QUÍMICAS. ADESIVO EPOXI RETAPOX

Leia mais

COMBUSTÍVEIS. Diesel

COMBUSTÍVEIS. Diesel COMBUSTÍVEIS COMBUSTÍVEIS Diesel O Diesel é o combustível mais utilizado no Brasil. A maior parte da frota comercial brasileira é movida a óleo diesel. Assim como a gasolina, ele é um sub-produto do petróleo,

Leia mais

Tecnologia de compostos e novos materiais. MSc. Guilherme Wolf Lebrão Prof. de materiais compósitos poliméricos Eng.

Tecnologia de compostos e novos materiais. MSc. Guilherme Wolf Lebrão Prof. de materiais compósitos poliméricos Eng. Tecnologia de compostos e novos materiais MSc. Guilherme Wolf Lebrão Prof. de materiais compósitos poliméricos Eng. Mauá, CEUN - IMT AUTOMOTIVE DAY BRASIL, 6 de outubro de 2011 O que é compósito? 2 Material

Leia mais

Frequência (Hz) Eficiência térmica (%) Caudal máximo (m3/h)

Frequência (Hz) Eficiência térmica (%) Caudal máximo (m3/h) 6.8 RECUPERADORES DE CALOR UNIREC Recuperadores de calor monozona de elevada eficiência para instalações domésticas Concebidos para a renovação do ar no interior da habitação, minimizando as perdas energéticas,

Leia mais

ROLOS DE MANGA MISTA EN DIN parte 2 e 6

ROLOS DE MANGA MISTA EN DIN parte 2 e 6 ROLOS DE MANGA MISTA EN 868 3 DIN 58953 parte 2 e 6 Construção Papel de esterilização de 70 g/m 2 de acordo com as normas, testado a partes 2 e 6. Filme transparente azul claro poliester / Polipropilene

Leia mais

Ácidos Mais Comuns no Cotidiano

Ácidos Mais Comuns no Cotidiano Ácidos Mais Comuns no Cotidiano adsense1 Ácido clorídrico (HCl) O ácido impuro (técnico) é vendido no comércio com o nome de ácido muriático. É encontrado no suco gástrico. É um reagente muito usado na

Leia mais

Usina Fortaleza - Rua São Paulo, 02 - Engenho Novo Barueri SP

Usina Fortaleza - Rua São Paulo, 02 - Engenho Novo Barueri SP PÁGINA 01/05 RELATÓRIO DE ENSAIO : Ensaio em argamassa texturizada INTERESSADO : Usina Fortaleza - Rua São Paulo, 02 - Engenho Novo Barueri SP REFERÊNCIA : n/d NATUREZA DO TRABALHO : Determinação da resistência

Leia mais

Um dos diferenciais dos vinis ORAJET é a superioridade do PVC, tipo do adesivo, tamanho do PVC e poder de adesão.

Um dos diferenciais dos vinis ORAJET é a superioridade do PVC, tipo do adesivo, tamanho do PVC e poder de adesão. VINIL ORAJET IMPRESSÃO Vinil Adesivo calandrado para impressão digital. Cada série é ideal para aplicações de curta ou média duração. Um dos diferenciais dos vinis ORAJET é a superioridade do PVC, tipo

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 153

Norma Técnica SABESP NTS 153 Norma Técnica SABESP NTS 153 Esquema de pintura para equipamentos e materiais plásticos expostos a raios solares Especificação São Paulo Maio - 2001 NTS 153 : 2001 Norma Técnica SABESP S U M Á R I O 1

Leia mais

Varycontrol Caixas VAV

Varycontrol Caixas VAV 5/3/P/4 Varycontrol Caixas VAV Para Sistemas de Volume Variável Série TVR TROX DO BRASIL LTDA. Rua Alvarenga, 2025 05509-005 São Paulo SP Fone: (11) 3037-3900 Fax: (11) 3037-3910 E-mail: trox@troxbrasil.com.br

Leia mais

COLÉGIO MARIA IMACULADA

COLÉGIO MARIA IMACULADA Conteúdos trabalhados: COLÉGIO MARIA IMACULADA Orientação de Estudos de Recuperação Disciplina: Física - B - Professor: Fausto 2º ano do Ensino Médio Termodinâmica: trabalho de um gás, primeira e segunda

Leia mais

3M TM Adesivo Selante 4000 UV de Cura Rápida para o Mercado Náutico

3M TM Adesivo Selante 4000 UV de Cura Rápida para o Mercado Náutico 3M TM Adesivo Selante 4000 UV de Cura Rápida para o Mercado Náutico Dados Técnicos Junho / 2010 Descrição do Produto Edição: 00 O Adesivo Selante Híbrido 4000 é um mono componente, que cura para formar

Leia mais

Tanques Tipo Diafragma para LGE

Tanques Tipo Diafragma para LGE DESCRIÇÃO: O Tanque Tipo Diafragma para LGE, é um componente em um sistema dosador de espuma com pressão balanceada. Não requer energia de fonte externa, a não ser a pressão da água para assegurar uma

Leia mais