L U M I N U M MANUAL TÉCNICO. Francisco Ceará Barbosa, Campo dos Amarais - Campinas - SP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "L U M I N U M MANUAL TÉCNICO. Francisco Ceará Barbosa, Campo dos Amarais - Campinas - SP"

Transcrição

1 L U M I N U M MANUAL TÉCNICO Francisco Ceará Barbosa, Campo dos Amarais - Campinas - SP fibralit.com.br - PABX: DDG:

2 PROPRIEDADES DOS LAMINADOS TABELAS TÉCNICAS DOS LAMINADOS: PROPRIEDADES FÍSICAS Propriedades Massa específica (gm/cm³) Dilatação linear (10-6 cm/cm/ C) Absorção de água (%) Condutividade Térmica (W/m ºK) H D T (ºC) Temperatura de Operação (ºC) Valor 1,5 5 1,0 max. 0, a 00-0 a +100 Método ASTM D 79 86A ASTM D ASTM D ASTM C ASTM D PROPRIEDADES MECÂNICAS Propriedades Valor Método Dureza Barcol Teor de Fibra de Vidro (%) Resistência a tração (MPa) Resistência a Flexão (MPa) Módulo de flexão (MPa) Impacto IZOD (kj/m²) Resistência a Compressão (MPa) Coeficiente de dilatação linear (cm/cm C x 10-6) 0 a 5 5 min. 85 mín. 10 mín ,5 min ASTM D 58 NBR 1115 ASTM D ASTM D ASTM D ASTM D 56 ASTM ASTM D CORES E TEOR DA PASSAGEM DA LUZ E DA ENERGIA SOLAR Cores Passagem de luz (%) Passagem de energia solar (%) Incolor Metalizado Branco Azul Verde Amarelo Tolerância Método /- 5% ASTM - D /- 5% ASTM - E - 71

3 PROPRIEDADES DOS LAMINADOS TABELAS TÉCNICAS DOS LAMINADOS: ESPECIFICAÇÕES DA NORMA NBR 1115 Poliéster reforçado com fibras de vidro Chapas planas ou onduladas. Tolerâncias Dimensionais Espessuras Larguras Comprimentos Esquadro máximo Espessura Padrão 0,8 mm 1,0 mm 1, mm 1,5 mm,0 mm,5 mm Especificação +/- 10% +/- 1% +/- 10% 0,5% da largura Os laminados ondulados e planos oferecidos ao mercado pela FIBRALIT têm os seus requisitos de qualidade estabelecidos pelas normas da ABNT 1115 e 175. ESPECIFICAÇÕES DA NORMA NBR 175 Chapas planas de poliéster reforçado com fibras de vidro, para confecção de placas de sinalização Requisitos. Processo de Fabricação Característica Unidade Laminação Contínua Prensagem à quente Teor de fibras de vidro (mínimo) % 5 5 Espessura do laminado (mínima) Alongamento (ASTM D-68 - mínimo) Resistência à tração (ASTM D-68), após 00 h de intemperismo artificial (mínimo) ASTM D-199, Método 1 - Variação máxima Resistência à flexão (ASTM D-790) (mínimo) Módulo de elasticidade à tração (ASTM D-68), após 00 h de intemperismo artificial (mínimo) ASTM D-199, Método 1 - Variação máxima mm % MPa % MPa MPa % 1, 85,0 10,0 10,0 5000,0 50,0 0,55 65,0 10,0 10,0 5000,0 50,0 Módulo de elasticidade à flexão (ASTM D-790) (mínimo) MPa 5000,0 5000,0 Absorção de água (ASTM D máxima) % 1,0 1,0 Massa específica (ABNT NBR mínimo) g / cm 1,5 1,80 a,00 Os laminados planos oferecidos ao mercado pela FIBRALIT têm os seus requisitos de qualidade estabelecidos pelas norma da ABNT 175.

4 ESPAÇAMENTO PARA FIXAÇÃO PERFIS ESPAÇAMENTO PARA FIXAÇÃO FIXADORES POR LARGURA ÚTIL E TERÇA LARGURA ÚTIL (mm) Vogatex Fibrotex 50 PADRÃO FIBROCIMENTO Ondulada Maxiplac Modulada Kalheta Delta Canalete 9, Kalhetão 885 Canalete PADRÃO ALUMÍNIO 17/988 8/105 8/ / / PADRÃO AÇO 5/10 0/980 0/ / / FIBRALIT OBS: UTILIZAR FIXADOR DE ABAS, A CADA 750 mm

5 ACESSÓRIOS DE FIXAÇÃO ESPECIFICAÇÃO ACESSÓRIOS DE FIXAÇÃO USO Parafuso de rosca soberba ø 5/16" (8mm), em aço galvanizado. Comprimento 110m. Parafuso para madeira ø 1/" (6mm) em aço galvanizado. Comprimento 50mm. Fixação da telha Ondulada CA e Trapezoidal sobre madeira. Fixação da telha Ondulada AL e Vogatex sobre madeira. Haste de aço galvanizado ø 5/16"(8mm), com porca. Fixação da telha Ondulada CA e Trapezoidal sobre estrutura metálica. Haste de aço galvanizado ø 1/"(6mm), com porca. Parafuso ø 5/"(mm) com porca e arruela de vedação, em aço galvanizado. Comprimento 5mm. Fixação da telha Ondulada AL e Vogatex sobre estrutura metálica. Fixação das telhas entre si ao longo da sobreposição lateral. Goiva ondulada em aço galvanizado furo ø 5/16" (8mm). Fixação da telha Ondulada CA. Goiva trapezoidal em aço galvanizado furo ø 5/16" (8mm). Fixação da telha Trapezoidal na onda alta. Parafuso autoperfurante ø 1/"x1" com arruela BW 7/8". Fixação da telha Trapezoidal na onda baixa. Arruela de aço galvanizado ø mm, furo de ø 1/"(6mm). Fixação do perfil Ondulada AL Vogatex. Arruela de vedação ø mm, furo de ø 5/16"(8mm). Vedação das goivas e arruelas metálicas. Suporte de onda, perfil CA, em material plástico, com furos para parafuso ou haste ø 5/16"(8mm). Suporte de onda, perfil TR, em material plástico, com furos para parafuso ou haste ø 5/16"(8mm). Suporte de onda, perfil AL, em material plástico, com furos para parafuso ou haste ø 1/"(6mm). Fixação da telha Ondulada CA fora da sobreposição com telha rígida. Fixação da telha Trapezoidsal fora da sobreposição com telha rígida. Fixação da telha Ondulada AL fora da sobreposição com telha rígida.

6 COBERTURAS EM ARCO As telhas em PRFV podem adaptar-se à curvatura da estrutura, dentro dos seguintes limites: Perfil fibrocimento - raio mínimo - 1m Perfil alumínio - raio mínimo - 6m Para conhecer qual o raio de uma determinada estrutura, usar a fórmula abaixo, onde F = flecha (m), V = vão (m) e R = raio (m). L F² + (0,5 V)² (R em mm) R = F = arc sen V (b em graus) R π L = R 90 (L em mm) F v R Normalmente o comprimento das telhas em PRFV e obtido por analogia com o da telha com que se sobrepõe lateralmente. Quando for necessário determiná-lo a partir da projeção do telhado, procede-se da seguinte maneira: h c P c = p.s = h x 100 (%) P h = altura do pendural (m) c = comprimento da água (m) p = projeção da água (m) s = secante do ângulo fornecida pela tabela ao lado = ângulo do telhado (% ou graus) Graus Porcentagem % 0 57, , , , , , S

7 RIGIDEZ RESISTÊNCIA A FLEXÃO PERFIL # 1,0 mm Ondulada CA Ondulada AÇO 17 Trapezoidal AÇO 5 Trapezoidal AÇO 0 LARGURA (mm) CARGA (mm) Para determinar o grau de rigidez de telhas em PRFV, a norma BS 15/85 define qual a carga concentrada que pode provocar uma flecha de L/70 (15 mm) no vão igual a 1050 mm. Trapezoidal ALUMÍNIO RFL - 17 RFL - 5 RFL - 0 TRAP. AL CA 1,8 1,6 EXPESSURA (MM) 1, 1, 1,0 0,8 O gráfico acima indica as cargas admissíveis em função da espessura, consideradas as seguintes premissas: a) Carga concentrada (Kgf) b) Dois apoios com vão de 1050 mm c) Deflexão máxima = L/7º 0,6 0, 0, CARGA (Kgf) RESISTÊNCIA AO IMPACTO As telhas em PRFV possuem resistência elevada a impacto de granizo. É porém imprevisível detectar a intensidade de granizo que possa ocorrer em determinado local. Como prevenção, recomendamos a utilização de telhas com espessura igual ou superior a 1,0 mm para fechamentos laterais, e telhas com espessuras igual ou superior a 1, mm para coberturas.

8 RECOBRIMENTO Para determinar o grau de rigidez de telhas em PRFV, a norma BS 15/85 define qual a carga concentrada que pode provocar uma flecha de L/70 (15 mm) no vão igual a 1050 mm. INCLINAÇÃO RECOBRIMENTO LATERAL (ONDAS) GRAUS % 5 a 10 9 a a a 7 > 15 > 7 CA VOGATEX AL TRAPEZ. AL AÇO TRAPEZ. AÇO 1 1/ - 1 1/ 1/ 1 1/ 1/ 1/ 1/ 1 1/ 1/ 1 1/ 1/ 1/ 1/ 1 1/ 1/ 1 1/ 1/ INCLINAÇÃO RECOBRIMENTO LONGITUDINAL (mm) GRAUS % 5 a 10 9 a 8 > a a 7 > 7 CA VOGATEX AL Dependendo do formato da telha, podem ocorrer recobrimentos diferenciados conforme ilustração abaixo. TRAPEZ. AL 00 AÇO 00 TRAPEZ. AÇO 00 1/ onda 1/ onda 1 1/ ondas 1 1/ ondas * 1/ ondas * 1/ ondas *PARA ARCOS VÃO MÁXIMO ENTRE OS APOIOS O Vão máximo entre apoios é determinado em função da resistência que cada perfil possa suportar, considerando uma pressão de obstrução de 60 kgf/m², segundo a NB-599. PERFIL # 1,0 mm mm Ondulada CA Ondulada AÇO Trapezoidal AÇO Trapezoidal AÇO Trapezoidal ALUMÍNIO NOTA: Quando o uso das telhas for intercalado, seu vão livre poderá ser aumentado em 15%. No caso de perfis estrurais para fibrocimento, pode-se intercalar a telha sobre os apoios da telha de fibrocimento, sendo necessário fixar as abas a cada mm de distância.

L U M I N U M. 2ª edição

L U M I N U M. 2ª edição L U M I N U M INFORMAÇÕES GERAIS 2ª edição TELHAS TRANSLÚCIDAS ILUMINAÇÃO E RESISTÊNCIA Laminados translúcidos produzidos com resina de poliéster reforçada com fibras de vidro. APLICAÇÕES: coberturas,

Leia mais

RECOMENDAÇÕES DE FIXAÇÃO. Francisco Ceará Barbosa, Amarais - Campinas - SP fibralit.com.br

RECOMENDAÇÕES DE FIXAÇÃO. Francisco Ceará Barbosa, Amarais - Campinas - SP fibralit.com.br Francisco Ceará Barbosa, 89 - Amarais - Campinas - SP -.08-00 - fibralit.com.br Fone: 9 000-0800 0 0809 - Fax: 9 - fibralit@fibralit.com.br ORIENTAÇÃO DE COMO PROCEDER NA ESTRUTURAÇÃO E FIXAÇÃO DE PLACAS

Leia mais

CANALETE 49. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP Tel.

CANALETE 49.  Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP Tel. CANALETE 49 www.eternit.com.br Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.: (11) 3038-3838 O perfil estrutural inteligente. O Canalete 49 é uma peça estrutural

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DE SINALIZAÇÃO

MANUAL TÉCNICO DE SINALIZAÇÃO MANUAL TÉCNICO DE SINALIZAÇÃO ÍNDICE FICHA TÉCNICA DAS PLACAS DE SINALIZAÇÃO FIBRALIT SIGNUM ENSAIO DE CIZALHAMENTO - NORMA ASTM 8 ENSAIO DE TRAÇÃO - NORMA ASTM D 8 RECOMENDAÇÕES DE FIXAÇÃO PREPARAÇÃO

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS COMPLE MENTARES

CATÁLOGO DE PEÇAS COMPLE MENTARES CATÁLOGO DE PEÇAS COMPLE MENTARES TELHA UNIVERSAL (4mm)...5 11.1 Superior / Inferior...5 2TELHA ONDULADA (5, 6 e 8mm)...6 2.1 Cumeeira Normal...6 2.2 Cumeeira Universal...7 2.3 Cumeeira Shed...8 2.4 Cumeeira

Leia mais

Prof. Carlos Barbosa Goiânia/ out 2010

Prof. Carlos Barbosa Goiânia/ out 2010 TELHAS DE FIBROCIMENTO Prof. Carlos Barbosa Goiânia/ out 2010 TELHAS DE FIBROCIMENTO Telhas de materiais diversos : alumínio, zinco, papelão, asfalto, fibras vegetais, pets,etc. Chapas onduladas: Leves

Leia mais

TELHA CANALETE 49 8 mm

TELHA CANALETE 49 8 mm O perfil estrutural inteligente. O Canalete 49 é uma peça estrutural capaz de proporcionar grandes vãos livres com menor estrutura de apoio. Seu perfil de linhas retas confere classe e beleza às coberturas

Leia mais

OLINDA. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP Tel.

OLINDA.  Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP Tel. OLINDA www.eternit.com.br Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.: (11) 3038-3838 O charme e a originalidade da cor. Sua cor é o maior diferencial, possibilitando

Leia mais

Telhas ArcelorMittal

Telhas ArcelorMittal Telhas ArcelorMittal Apresentação As telhas de aço ArcelorMittal são produzidas a partir de bobinas de aço revestido que passam por perfiladeiras, assumindo formato trapezoidal ou ondulado. Os tipos de

Leia mais

MODULADA. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP Tel.

MODULADA.  Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP Tel. MODULADA www.eternit.com.br Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.: (11) 3038-3838 Elegância e beleza valorizando o projeto arquitetônico. A telha Modulada

Leia mais

KALHETÃO 90. Catálogo Técnico

KALHETÃO 90. Catálogo Técnico KALHETÃO 90 Catálogo Técnico Características Gerais Kalhetão 90 De fibrocimento sem amianto, com tecnologia CRFS (Cimento Reforçado com Fios Sintéticos), o Kalhetão 90 conta com um perfil moderno, que

Leia mais

O charme e a originalidade da cor.

O charme e a originalidade da cor. TELHA OLINDA O charme e a originalidade da cor. Sua cor é o maior diferencial, possibilitando um novo padrão estético para uso residencial. Alia um ótimo efeito visual à praticidade das telhas Eternit,

Leia mais

Caixa concentradora de disjuntores

Caixa concentradora de disjuntores FIGURA 1 - CAIXA COM TAMPA 532 15 4 2,5 162 120 42 DETALHE 1 VISTA SUPERIOR DETALHE 2 49 ALINHAMENTO ENTRE A JANELA PARA DISJUNTOR E O TRILHO PARA DISJUNTOR TAMPA DA JANELA PARA DISJUNTOR JANELA VENEZIANA

Leia mais

TELHA ETERMAX 6 e 8 mm

TELHA ETERMAX 6 e 8 mm Qualidade aliada à versatilidade Atende às mais variadas soluções arquitetônicas, vencendo grandes vãos livres com segurança e resistência. Oferece a grande vantagem de ser mais leve quando comparada aos

Leia mais

Kalhetão 90 Brasilit. Catálogo Técnico

Kalhetão 90 Brasilit. Catálogo Técnico Kalhetão 90 Brasilit Catálogo Técnico TECNOLOGIA CRFS: CIMENTO REFORÇADO COM FIO SINTÉTICO. A ALTERNATIVA SEGURA DA BRASILIT PARA A SUBSTITUIÇÃO DEFINITIVA DO AMIANTO. Seguindo uma tendência mundial, e

Leia mais

Economia e qualidade para as mais variadas coberturas.

Economia e qualidade para as mais variadas coberturas. Economia e qualidade para as mais variadas coberturas. A telha Tropical é uma excelente opção para coberturas residenciais e comerciais. Oferece leveza e resistência com facilidade de manuseio. De fixação

Leia mais

TELHAS TOPSTEEL TELHAS TERMOACÚSTICAS. LEVEZA E CONFORTO ALIADOS À EFICIÊNCIA.

TELHAS TOPSTEEL TELHAS TERMOACÚSTICAS. LEVEZA E CONFORTO ALIADOS À EFICIÊNCIA. TELHAS TOPSTEEL TELHAS TERMOACÚSTICAS. LEVEZA E CONFORTO ALIADOS À EFICIÊNCIA. Facilite com Brasilit Telhas TopSteel Telhas TopSteel Trapezoidais Telhas termoacústicas. Otimização, qualidade e estilo a

Leia mais

Nome Fantasia : Actos Actos Com. Imp. e Exp. Ltda. Ficha empresa

Nome Fantasia : Actos Actos Com. Imp. e Exp. Ltda. Ficha empresa Nome Fantasia : Actos Actos Com. Imp. e Exp. Ltda. Produto: Chapas de Policarbonato Compactas Actos Chapas de policarbonato compactas para coberturas. Ver tabela. Ver tabela. Produtos Chapa compacta TABELA

Leia mais

Norma Técnica: NBR 9622 Plásticos: Determinação das propriedades mecânicas a tração

Norma Técnica: NBR 9622 Plásticos: Determinação das propriedades mecânicas a tração Ensaio: Tração Norma Técnica: NBR 9622 Plásticos: Determinação das propriedades mecânicas a tração 100% Polipropileno (10 ensaios) 80% Polipropileno e 20% Casca de Arroz (10 ensaios) 60% Polipropileno

Leia mais

Equipamentos Industriais Perfis em Alumínio

Equipamentos Industriais  Perfis em Alumínio Equipamentos Industriais www.obr.com.br Os Perfis de Alumínio OBR oferecem uma grande quantidade de seções com elementos de conexão e acessórios adequados à sua necessidade. Os Perfis de Alumímio são extrudados

Leia mais

Apresentação. A Eternit, há mais de 75 anos no mercado da construção civil, oferece produtos do piso ao teto: coberturas, louças e metais

Apresentação. A Eternit, há mais de 75 anos no mercado da construção civil, oferece produtos do piso ao teto: coberturas, louças e metais C A T Á L O G O T É C N I C O F i b r o c i m e n t o Novembro/2016 1 Apresentação A Eternit, há mais de 75 anos no mercado da construção civil, oferece produtos do piso ao teto: coberturas, louças e

Leia mais

CANALETE 90. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP Tel.

CANALETE 90.  Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP Tel. CANALETE 90 www.eternit.com.br Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.: (11) 3038-3838 Tecnologia avançada para obras de grande porte. Canalete 90 é o

Leia mais

RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO

RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO Madeiramento: Verifique se os ripões ou sarrafos foram bem fixados e distribuídos sobre os caibros com o espaçamento correto para o assentamento e fixação das telhas

Leia mais

agrupados Nº DET 1

agrupados Nº DET 1 CAIXA COM TAMPA VISTA SUPERIOR 22 100 27 53 FURO PARA LACRE Ø2 20 VISTA LATERAL DIREITA ROSCA W 1/4" PARA PARAFUSO DE SEGURANÇA 11 DET 1 VISTA INFERIOR DET 1 Código 6790320 Nº Data Revisões Aprov.: Vanderlei

Leia mais

Normas ABNT em Consulta Pública, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas 18 de Outubro à 04 de Novembro de2016

Normas ABNT em Consulta Pública, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas 18 de Outubro à 04 de Novembro de2016 em, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas ABNT/CEE-185 ABNT NBR 16569 _ Parede e laje de concreto celular estrutural moldada no local para a construção de edificações Projeto, execução e controle Requisitos

Leia mais

Kalheta Brasilit. Catálogo Técnico

Kalheta Brasilit. Catálogo Técnico Kalheta Brasilit Catálogo Técnico TECNOLOGIA CRFS: CIMENTO REFORÇADO COM FIO SINTÉTICO. A ALTERNATIVA SEGURA DA BRASILIT PARA A SUBSTITUIÇÃO DEFINITIVA DO AMIANTO. Seguindo uma tendência mundial, e em

Leia mais

Caixa de passagem e ligação

Caixa de passagem e ligação Caixa de passagem e ligação AR14 A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência

Leia mais

15/10/2012 PEÇAS QUE COMPÕEM O TELHADO: COMPOSIÇÃO TRADICIONAL DO TELHADO: ESTRUTURA DE MADEIRA COMPOSTA POR:

15/10/2012 PEÇAS QUE COMPÕEM O TELHADO: COMPOSIÇÃO TRADICIONAL DO TELHADO: ESTRUTURA DE MADEIRA COMPOSTA POR: MADEIRAMENTO E COBERTURA PEÇAS QUE COMPÕEM O TELHADO: COMPOSIÇÃO TRADICIONAL DO TELHADO: ESTRUTURA DE MADEIRA COMPOSTA POR: TESOURAS (ARMAÇÃO QUE SEGURA A COBERTURA) VIGAS (PEÇAS DE SUSTENTAÇÃO HORIZONTAL)

Leia mais

Caixa de passagem e ligação

Caixa de passagem e ligação Caixa de passagem e ligação AR14 A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta resistência

Leia mais

Telha Vogatex 4 mm CRFS

Telha Vogatex 4 mm CRFS Telha Vogatex 4 mm C A T Á L O G O T É C N I C O F i b r o c i m e n t o CRFS Novembro/2016 1 Apresentação A Eternit, há mais de 75 anos no mercado da construção civil, oferece produtos do piso ao teto:

Leia mais

Caixa para medidor polifásico

Caixa para medidor polifásico FIRUGA 1: CAIXA COM TAMPA 252 VISTA SUPERIOR 132 74 A 385 PRÉ-FURO Ø5 48 A Ø2 FURO PARA LACRE MÍN. 10,5 15 LUVA W1/4 VISTA LATERAL ESQUERDA VISTA FRONTAL VISTA LATERAL DIREITA 35 39 51 VISTA INFERIOR Código

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO ISDRALIT TELHAS DE FIBROCIMENTO

CATÁLOGO TÉCNICO ISDRALIT TELHAS DE FIBROCIMENTO CATÁLOGO TÉCNICO ISDRALIT TELHAS DE FIBROCIMENTO APRESENTAÇÃO Com mais de cinco décadas de história, a Isdralit foi a primeira empresa lançada pelo Grupo Isdra, fundada em 1951 e iniciando as suas atividades

Leia mais

OBR Equipamentos Industriais Ltda Perfis em Alumínio

OBR Equipamentos Industriais Ltda  Perfis em Alumínio OBR Equipamentos Industriais tda www.obr.com.br Perfis em Alumínio Os Perfis de Alumínio OBR oferecem uma grande quantidade de seções com elementos de conexão e acessórios adequados à sua necessidade.

Leia mais

Telha Precontex 4 mm

Telha Precontex 4 mm Telha Precontex 4 mm janeiro/2017 1 Apresentação Fundada em 1976, na cidade de Anápolis, a Precon Goiás é uma das pioneiras de mercado na fabricação de telhas de fibrocimento em sua região. A certeza

Leia mais

Ondina Plus Brasilit. Catálogo Técnico

Ondina Plus Brasilit. Catálogo Técnico Ondina Plus Brasilit Catálogo Técnico TECNOLOGIA CRFS: CIMENTO REFORÇADO COM FIO SINTÉTICO. A ALTERNATIVA SEGURA DA BRASILIT PARA A SUBSTITUIÇÃO DEFINITIVA DO AMIANTO. Seguindo uma tendência mundial, e

Leia mais

Estruturas Metálicas

Estruturas Metálicas Estruturas Metálicas DIMENSIONAMENTO, DETALHAMENTO E QUANTIFICAÇÃO DA TESOURA METÁLICA www.metalica.com.br www.cosipa.com.br www.usiminas.com.br Edilberto Borja/Marcio Varela NOMENCLATURA COBERTURA METÁLICA

Leia mais

NBR Telhas de aço revestido de seção ondulada - Requisitos

NBR Telhas de aço revestido de seção ondulada - Requisitos NOV 2002 NBR 14513 Telhas de aço revestido de seção ondulada - Requisitos ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13-28º andar CEP 20003-900 - Caixa Postal

Leia mais

Cabos nus de alumínio para eletrificação rural

Cabos nus de alumínio para eletrificação rural Cabos nus de alumínio para eletrificação rural Introdução Este catálogo apresenta os cabos nus de alumínio (CA) e alumínio com alma de aço (CAA), de fabricação Prysmian, nas bitolas padronizadas para distribuição

Leia mais

Produtos para Construção Mecânica

Produtos para Construção Mecânica Produtos para Construção Mecânica FIO-MÁQUINA Construção Mecânica FIO-MÁQUINA Produto obtido por laminação a quente com seção transversal circular. Este produto é fornecido em rolos com 830 kg amarrados

Leia mais

E = 70GPA σ e = 215MPa. A = 7500mm 2 I x = 61,3x10 6 mm 4 I y = 23,2x10 6 mm 4

E = 70GPA σ e = 215MPa. A = 7500mm 2 I x = 61,3x10 6 mm 4 I y = 23,2x10 6 mm 4 Lista 1 1. A coluna de alumínio mostrada na figura é engastada em sua base e fixada em seu topo por meios de cabos de forma a impedir seu movimento ao longo do eixo x. Determinar a maior carga de compressão

Leia mais

PROJETO INTERNO TELHA FRANCESA PICSL

PROJETO INTERNO TELHA FRANCESA PICSL Pág. 1 de 6 1 OBJETÍVO Este projeto fixa as condições exigíveis para a aceitação de telhas planas de encaixes, modelo Telhas Francesas, destinadas à execução de telhados de edificações. 2 APLICAÇÃO DE

Leia mais

TITECON é utilizado em substratos sólidos (concreto, bloco e tijolo maciço), para a fixação de:

TITECON é utilizado em substratos sólidos (concreto, bloco e tijolo maciço), para a fixação de: Titecon Parafuso para concreto 1. APRESENTAÇÃO: 1.1 Descrição TITECON é um parafuso para aplicações leves e médias em materiais como concreto, blocos e tijolos maciços, de instalação rápida e fácil sem

Leia mais

CABO ÓPTICO SPEED STAR DROP FIGURA 8

CABO ÓPTICO SPEED STAR DROP FIGURA 8 ILUSTRAÇÃO Elemento de Sustentação Capa Externa Loose Tube Geléia Fio de Rasgamento (Rip Cord) Elemento de tração Fibra Óptica - Sem escala - Figura Ilustrativa - ELEMENTOS DO CABO Capa de Proteção Externa:

Leia mais

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT GANHANDO TEMPO PARA VOCÊ 100% BRASIL PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT Painéis ISOJOINT WALL PUR Construção civil Os Painéis ISOJOINT WALL PUR são constituídos de núcleo de PUR (poliuretano) ou PIR (Poliisocianurato)

Leia mais

GUIA TÉCNICO DE MONTAGEM

GUIA TÉCNICO DE MONTAGEM TELHAS DE FIBROCIMENTO FIBROTEX - ONDINA - ONDINA PLUS - ONDULADA - COLONIAL ONDA 50 - MAXIPLAC - KALHETA - KALHETA 49 - KALHETÃO 90 GUIA TÉCNICO DE MONTAGEM Indispensável para a montagem correta do telhado.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO PROPRIETÁRIO: Município de Três Arroios OBRA: Pavilhão em concreto armado, coberto com estrutura metálica, destinado a Ginásio de Esportes (1ª etapa) LOCAL: Parte do lote

Leia mais

Dimensionamento de Estruturas em Aço. Parte 1. Módulo. 2ª parte

Dimensionamento de Estruturas em Aço. Parte 1. Módulo. 2ª parte Dimensionamento de Estruturas em Aço Parte 1 Módulo 3 2ª parte Sumário Módulo 3 : 2ª Parte Dimensionamento de um Galpão estruturado em Aço Dados de projeto página 3 1. Definição página 5 2. Combinações

Leia mais

Onda 50 Brasilit. Catálogo Técnico

Onda 50 Brasilit. Catálogo Técnico Onda 50 Brasilit Catálogo Técnico TECNOLOGIA CRFS: CIMENTO REFORÇADO COM FIOS SINTÉTICOS. A ALTERNATIVA SEGURA DA BRASILIT PARA A SUBSTITUIÇÃO DEFINITIVA DO AMIANTO. Seguindo uma tendência mundial, e em

Leia mais

EQUIPAMENTOS À PROVA DE TEMPO

EQUIPAMENTOS À PROVA DE TEMPO CAIXAS DE PASSAGEM Para derivações aparentes ou embutidas, as Caixas de Passagem WETZEL representam uma ótima solução. Por sua resistência à corrosão, garantem excepcional durabilidade. Opcionalmente,

Leia mais

Fibrotex Brasilit. Catálogo Técnico

Fibrotex Brasilit. Catálogo Técnico Fibrotex Brasilit Catálogo Técnico TECNOLOGIA CRFS: CIMENTO REFORÇADO COM FIO SINTÉTICO. A ALTERNATIVA SEGURA DA BRASILIT PARA A SUBSTITUIÇÃO DEFINITIVA DO AMIANTO. Seguindo uma tendência mundial, e em

Leia mais

2 O cabo óptico CABO ÓPTICO DROP FIG.8 TUBO LOOSE FTTH

2 O cabo óptico CABO ÓPTICO DROP FIG.8 TUBO LOOSE FTTH 1 Objetivo: Este manual tem o objetivo de auxiliar a instalação do CABO ÓPTICO DROP FIG.8 TUBO LOOSE FTTH Furukawa, especificando os acessórios e apresentando as principais recomendações para a instalação.

Leia mais

Caixa de ligação Ex d / Ex tb

Caixa de ligação Ex d / Ex tb Caixa de ligação Ex d / Ex tb AWR14 A prova de explosão, tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de passagem e ligação fabricada em liga de alumínio fundido copper free de alta

Leia mais

APLICAÇÃO ÁGUA SALGADA INDÚSTRIA

APLICAÇÃO ÁGUA SALGADA INDÚSTRIA 1. Introdução A Saint-Gobain Canalização possui uma gama completa de produtos para transporte de fluidos, como: Tubos, Conexões, Válvulas Tampões e Acessórios, fabricados em ferro fundido dúctil conforme

Leia mais

HARDBOLT Chumbador mecânico, estrutural tipo parafuso

HARDBOLT Chumbador mecânico, estrutural tipo parafuso HARDBOLT Chumbador mecânico, estrutural tipo parafuso 1. APRESENTAÇÃO: 1.1 Descrição HARDBOLT é um chumbador mecânico, tipo parafuso e sem expansão. Devido ao desenho de rosca, consegue atarraxar ao concreto.

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 18 / 02 / 2014 1 de 8 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padronizam as dimensões e as características mínimas exigíveis para a haste de aterramento e acessórios utilizados nas Redes de Distribuição,

Leia mais

Exercícios de Resistência dos Materiais A - Área 3

Exercícios de Resistência dos Materiais A - Área 3 1) Os suportes apóiam a vigota uniformemente; supõe-se que os quatro pregos em cada suporte transmitem uma intensidade igual de carga. Determine o menor diâmetro dos pregos em A e B se a tensão de cisalhamento

Leia mais

Along. (50mm) 25% Custo (aço + Frete + impostos) R$ 1450,00/ton

Along. (50mm) 25% Custo (aço + Frete + impostos) R$ 1450,00/ton 1. Qual o valor das tensões principais para os tensores de tensão dados, segundo a simbologia utilizada na disciplina (vide matrizes abaixo)? Estados Valores de tensões em MPa Tensões Genéricas Tensões

Leia mais

Classificação dos parafusos quanto à função:

Classificação dos parafusos quanto à função: Classificação dos parafusos quanto à função: Os parafusos podem ser classificados quanto a sua função em quatro grandes grupos: parafusos passantes, parafusos não-passantes, parafusos de pressão, parafusos

Leia mais

Elementos de máquina. Curso Técnico Concomitante em Mecânica 3º módulo. Diego Rafael Alba

Elementos de máquina. Curso Técnico Concomitante em Mecânica 3º módulo. Diego Rafael Alba E Curso Técnico Concomitante em Mecânica 3º módulo Diego Rafael Alba 1 Roscas É um conjunto de filetes em torno de uma superfície cilíndrica; Podem ser internas e externas. 2 Perfil de rosca Triangular;

Leia mais

PROPRIEDADES FÍSICAS, QUÍMICAS E MECÂNICAS DOS MATERIAIS

PROPRIEDADES FÍSICAS, QUÍMICAS E MECÂNICAS DOS MATERIAIS CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO MECÂNICA PROPRIEDADES FÍSICAS, QUÍMICAS E MECÂNICAS DOS MATERIAIS PROF. M. SC. MARCONI FURTADO 2013 Importância. Propriedades físicas dos materiais Comportamento

Leia mais

FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS

FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS LINHA ASTM A325 TIPO 1 São fixadores específicos de alta resistência, empregados em ligações parafusadas estruturais e indicados em montagens de maior responsabilidade.

Leia mais

Kalheta 49 Brasilit. Só a Brasilit tem uma linha completa de telhas para a sua obra!

Kalheta 49 Brasilit. Só a Brasilit tem uma linha completa de telhas para a sua obra! Kalheta 49 Brasilit Só a Brasilit tem uma linha completa de telhas para a sua obra! TECNOLOGIA CRFS: CIMENTO REFORÇADO COM FIOS SINTÉTICOS. A ALTERNATIVA SEGURA DA BRASILIT PARA A SUBSTITUIÇÃO DEFINITIVA

Leia mais

TELHAS DE POLICARBONATO

TELHAS DE POLICARBONATO TELHAS DE POLICARBONATO MANUAL DE INSTALAÇÃO As Telhas de Policarbonato BOLD proporcionam ótima transmissão de luz (praticamente idêntica ao vidro), favorecendo maior aproveitamento da luz natural, reduzindo

Leia mais

Caixa para Medidor Monofásico

Caixa para Medidor Monofásico N O Data Revisões Visto Vanderlei Robadey Aprov. Antônio C.Alves Página 1 de 6 75± 75±5 N O Data Revisões Visto Vanderlei Robadey Aprov. Antônio C.Alves Página 2 de 6 N O Data Revisões Visto Vanderlei

Leia mais

ADUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA - INDÚSTRIA

ADUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA - INDÚSTRIA 1. Introdução A Saint-Gobain Canalização possui uma gama completa de produtos para transporte de fluidos, como: Tubos, Conexões, Válvulas Tampões e Acessórios, fabricados em ferro fundido dúctil conforme

Leia mais

TÉCNICAS CONSTRUTIVAS I

TÉCNICAS CONSTRUTIVAS I Curso Superior de Tecnologia em Construção de Edifícios TÉCNICAS CONSTRUTIVAS I Prof. Leandro Candido de Lemos Pinheiro leandro.pinheiro@riogrande.ifrs.edu.br BLOCOS CERÂMICOS ABNT NBR 15270 / 2005 Componentes

Leia mais

Sistemas de Forros. FGE Forro Gypsum Estruturado. Sistemas de Forros. Sistema S47

Sistemas de Forros. FGE Forro Gypsum Estruturado. Sistemas de Forros. Sistema S47 CATÁLOGO TÉCNICO 201 FGE Forro Gypsum Estruturado Forro composto pelo aparafusamento de chapas de gesso com 1.200 mm de largura, em perfis de canaletas de aço galvanizado, suspenso por pendurais compostos

Leia mais

7F.50.8.xxx F.50.8.xxx F.50.8.xxx.3100

7F.50.8.xxx F.50.8.xxx F.50.8.xxx.3100 SÉRIE SÉRIE Ventilador com filtro adequado para armários e painéis elétricos, versões de 120 V ou 230 V AC Baixo nível de ruído Mínimas dimensões externas ao painel Volume de ar (14 470) m 3 /h (com filtro

Leia mais

CONJUNTO DE EMENDA REENTRÁVEL E TERMINAL DE ACESSO CERTA

CONJUNTO DE EMENDA REENTRÁVEL E TERMINAL DE ACESSO CERTA CONJUNTO DE EMENDA REENTRÁVEL E TERMINAL DE ACESSO CERTA CONJUNTO DE EMENDA REENTRÁVEL E TERMINAL DE ACESSO - CERTA : 1. APLICAÇÃO: O Conjunto CERTA é aplicado no abrigo de emenda de cabos aéreos com condutores

Leia mais

Introdução ao estudo das Estruturas Metálicas

Introdução ao estudo das Estruturas Metálicas Introdução ao estudo das Estruturas Metálicas Processos de produção Propriedades físicas e mecânicas do aço estrutural FTC-116 Estruturas Metálicas Eng. Wagner Queiroz Silva UFAM Composição do aço O elemento

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS ÁREA 1. Disciplina: Elementos de Máquina Semestre: 2016/01

LISTA DE EXERCÍCIOS ÁREA 1. Disciplina: Elementos de Máquina Semestre: 2016/01 LISTA DE EXERCÍCIOS ÁREA 1 Disciplina: Elementos de Máquina Semestre: 2016/01 Prof: Diego R. Alba 1. Duas chapas de aço 1018 laminado à frio de 1 por 4 são unidas por meio de sobreposição de duas chapas

Leia mais

Alta resistência. Coeficientes Parciais γ f : Combinações Ações Especiais / Normais

Alta resistência. Coeficientes Parciais γ f : Combinações Ações Especiais / Normais Propriedades Gerais dos Aços: Propriedade Valor Módulo de Elasticidade E = 200.000 MPa Módulo de Elasticidade Transversal G = 70.000 MPa Coeficiente de Poisson ν = 0,3 Coeficiente de Dilatação Térmica

Leia mais

Ferragem de rede aérea que se fixa numa superfície, em geral a face superior de uma cruzeta, na qual, por sua vez, é fixado um isolador de pino.

Ferragem de rede aérea que se fixa numa superfície, em geral a face superior de uma cruzeta, na qual, por sua vez, é fixado um isolador de pino. 26 / 07 / 2011 1 de 10 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis do pino de isolador para utilização nas Redes de Distribuição da CEMAR. 2 CAMPO

Leia mais

LINHA PARA EFLUENTES INDUSTRIAIS

LINHA PARA EFLUENTES INDUSTRIAIS 1. Introdução A Saint-Gobain Canalização possui uma gama completa de produtos para transporte de fluidos, como: Tubos, Conexões, Válvulas Tampões e Acessórios, fabricados em ferro fundido dúctil conforme

Leia mais

3 REFERÊNCIAS 4 DISPOSIÇÕES GERAIS

3 REFERÊNCIAS 4 DISPOSIÇÕES GERAIS Elaborador: Mário Sérgio de Medeiros Damascena ET - 05.117.01 1 de 6 1 FINALIDADE Esta Norma especifica e padroniza as dimensões e as características mínimas exigíveis de pino de isolador para utilização

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO LINHA DURS

BOLETIM TÉCNICO LINHA DURS BT 0003 BOLETIM TÉCNICO LINHA DURS LINHA DURS Fixadores autoperfurantes em aço carbono. Descrição Fixador autoperfurante com design exclusivo em aço carbono e marca H na cabeça. Tem como acessório uma

Leia mais

Capítulo 3 Propriedades Mecânicas dos Materiais

Capítulo 3 Propriedades Mecânicas dos Materiais Capítulo 3 Propriedades Mecânicas dos Materiais 3.1 O ensaio de tração e compressão A resistência de um material depende de sua capacidade de suportar uma carga sem deformação excessiva ou ruptura. Essa

Leia mais

Telhas GraviColor. Beleza e modernidade para o seu projeto.

Telhas GraviColor. Beleza e modernidade para o seu projeto. Telhas GraviColor Beleza e modernidade para o seu projeto. Telhas GraviColor Estilo, inovação e qualidade. As Telhas GraviColor chegam ao mercado trazendo o rústico com design inovador, dando um toque

Leia mais

Estudo teórico-experimental sobre a estabilidade estrutural de painéis de cisalhamento ( Shear Wall ) do sistema construtivo Light Steel Framing

Estudo teórico-experimental sobre a estabilidade estrutural de painéis de cisalhamento ( Shear Wall ) do sistema construtivo Light Steel Framing Estudo teórico-experimental sobre a estabilidade estrutural de painéis de cisalhamento ( Shear Wall ) do sistema construtivo Light Steel Framing Arq. Sabrina Moreira Villela Prof. Dr. Francisco Carlos

Leia mais

HASTES, PORCAS E ARRUELAS

HASTES, PORCAS E ARRUELAS HASTES, PORCAS E ARRUELAS SISTEMAS DE ANCORAGENS QUÍMICAS 1 APRESENTAÇÃO: 1.1 Descrição O conjunto de hastes, porcas e arruelas é confeccionado em aço carbono e com rosca padrão polegada, que atende normas

Leia mais

ETERMAX. www.eternit.com.br. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.

ETERMAX. www.eternit.com.br. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel. ETERMAX www.eternit.com.br Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.: (11) 3038-3838 Qualidade aliada à versatilidade Atende às mais variadas soluções arquitetônicas,

Leia mais

Muito prazer somos a Açopar!

Muito prazer somos a Açopar! Muito prazer somos a Açopar! Uma empresa especializada na distribuição e varejo de produtos para coberturas industriais e residenciais, xação; abrasivos; vedação; solda; epi s e ferramentas. Atendemos

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO LAMINADOS

BOLETIM TÉCNICO LAMINADOS A BOLETIM TÉCNICO LAMINADOS Última atualização Dez/2009 VERSÃO DEZ/2009 ACABAMENTOS NATURAL: O acabamento padrão da chapa possui baia reflectância e pode apresentar variações de brilho. BRILHANTE: Esse

Leia mais

Carga axial. Princípio de Saint-Venant

Carga axial. Princípio de Saint-Venant Carga axial Princípio de Saint-Venant O princípio Saint-Venant afirma que a tensão e deformação localizadas nas regiões de aplicação de carga ou nos apoios tendem a nivelar-se a uma distância suficientemente

Leia mais

Extrato das Atas de Registro de Preços n 007/2014, n 008/2014 e n 009/2014 referentes ao Pregão Presencial nº 019/2013 SRP

Extrato das Atas de Registro de Preços n 007/2014, n 008/2014 e n 009/2014 referentes ao Pregão Presencial nº 019/2013 SRP Extrato das Atas de Registro de Preços n 007/2014, n 008/2014 e n 009/2014 referentes ao Pregão Presencial nº 019/2013 SRP Interessados: Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidades - SMT

Leia mais

Aço Exercício 2.1. Resolução : A = π D2 4 σ = E.ε. = π(2,54cm)2 4. = 5,067 cm 2. δ L o. ε = δ = NL o AE = 35 kn.350 cm

Aço Exercício 2.1. Resolução : A = π D2 4 σ = E.ε. = π(2,54cm)2 4. = 5,067 cm 2. δ L o. ε = δ = NL o AE = 35 kn.350 cm Aço Exercício.1 Uma barra de seção circular com diâmetro de 5, mm (1 ) está sujeita a uma tração axial de 35N. Calcular o alongamento da barra supondo seu comprimento inicial o = 3,50 m e que a mesma foi

Leia mais

GUIA DE BOLSO produtos e materiais

GUIA DE BOLSO produtos e materiais R O A ÇO M ET A IS ARMAZÉNS DO LIMA Guia de Bolso www.armazensdolima.pt GUIA DE BOLSO produtos e materiais F E R A NOSSA EXPERIÊNCIA PARA O SEU SUCESSO Armazéns de Ferro, Aço e Metais do Lima, Lda Rua

Leia mais

SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DA DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA

SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DA DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DA DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0049 ISOLADORES 1/19 1. FINALIDADE

Leia mais

DURS ECOSEAL 1. APRESENTAÇÃO FIXADORES AUTOPERFURANTES EM AÇO Descrição Usos Típicos Vantagens. 1.4 Homologação e Norma

DURS ECOSEAL 1. APRESENTAÇÃO FIXADORES AUTOPERFURANTES EM AÇO Descrição Usos Típicos Vantagens. 1.4 Homologação e Norma DURS ECOSEAL FIXADORES AUTOPERFURANTES EM AÇO 1. APRESENTAÇÃO 1.1 - Descrição Fixador autoperfurante com design exclusivo em aço carbono e marca H na cabeça. Tem como acessório uma arruela tubular de EPDM

Leia mais

BT 0002 BOLETIM TÉCNICO - TAPPER

BT 0002 BOLETIM TÉCNICO - TAPPER BT 0002 BOLETIM TÉCNICO - TAPPER Elaborador: Verificadores: Aprovador: DIEGO RAFAEL CAMERA DANILO P. P. DE ALMEIDA DIEGO RAFAEL CAMERA TAPPER+ Fixação sem necessidade de bucha plástica. Descrição Tapper

Leia mais

1ª Lista de exercícios Resistência dos Materiais IV Prof. Luciano Lima (Retirada do livro Resistência dos materiais, Beer & Russel, 3ª edição)

1ª Lista de exercícios Resistência dos Materiais IV Prof. Luciano Lima (Retirada do livro Resistência dos materiais, Beer & Russel, 3ª edição) 11.3 Duas barras rígidas AC e BC são conectadas a uma mola de constante k, como mostrado. Sabendo-se que a mola pode atuar tanto à tração quanto à compressão, determinar a carga crítica P cr para o sistema.

Leia mais

DETALHES DE MONTAGEM. Produtos conforme norma NBR 5419/2015. CONSULTE-NOS SOBRE OUTROS PRODUTOS COMPLEMENTARES COMO:

DETALHES DE MONTAGEM. Produtos conforme norma NBR 5419/2015. CONSULTE-NOS SOBRE OUTROS PRODUTOS COMPLEMENTARES COMO: DR - 099 DR - 4 DR - 134 B DR - 17 A DETALHES DE MONTAGEM DR - 099 DR - 134 Hastes de aterramento Cabos de cobre Fitas de alumínio Bentonita Gel despolarizante DR - 101 CONSULTE-NOS SOBRE OUTROS PRODUTOS

Leia mais

COBERTURAS. Professoras: Natália e Verônica

COBERTURAS. Professoras: Natália e Verônica COBERTURAS Professoras: Natália e Verônica DEFINIÇÃO A cobertura de uma estrutura tem a múltipla função de proteger a construção contra agentes externos, definir os aspectos arquitetônicos da estrutura

Leia mais

Eternit. Mais de meio século em produtos de sua confiança e respeito ao meio ambiente. Aplicação Ideal

Eternit. Mais de meio século em produtos de sua confiança e respeito ao meio ambiente. Aplicação Ideal Versatilidade e resistência a toda prova. A telha Ondulada é um produto de grande versatilidade para coberturas e fechamentos laterais em obras de qualquer porte. Vence grandes áreas de telhado com rapidez

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC ENSAIO ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-016 Folha: 1 Total de Folhas: 12 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO IPT INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS DO ESTADO

Leia mais

DITUAL TUBOS E AÇOS CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTOS

DITUAL TUBOS E AÇOS CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTOS DITUAL TUBOS E AÇOS CATÁLOGO TÉCNICO DE PRODUTOS ÍNDICE Sobre a Ditual... 3 Tubos Industriais / Estruturais... 5 Tubos Redondos... 6 Tubos Retangulares... 8 Tubos Quadrados... 10 Tubos de Condução... 11

Leia mais

TELHADOS E COBERTURAS 2017/1

TELHADOS E COBERTURAS 2017/1 TELHADOS E COBERTURAS 2017/1 Escola de Artes e Arquitetura ESCOLA EDGAR ALBUQUERQUE GRAEFF CURSO de ARQUITETURA e URBANISMO PLANO DE ENSINO Ramo: PROJETO Sequência: Disciplina Optativas Disciplina: Telhados

Leia mais

a-) o lado a da secção b-) a deformação (alongamento) total da barra c-) a deformação unitária axial

a-) o lado a da secção b-) a deformação (alongamento) total da barra c-) a deformação unitária axial TRAÇÃO / COMPRESSÃO 1-) A barra de aço SAE-1020 representada na figura abaixo, deverá der submetida a uma força de tração de 20000 N. Sabe-se que a tensão admissível do aço em questão é de 100 MPa. Calcular

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. O projeto de construção das coberturas dos bicicletários, rampas e escadas externas compreende:

MEMORIAL DESCRITIVO. O projeto de construção das coberturas dos bicicletários, rampas e escadas externas compreende: MEMORIAL DESCRITIVO IFES - CAMPUS VENDA NOVA DO IMIGRANTE 1. Histórico O presente memorial descritivo visa esclarecer as soluções arquitetônicas e as especificações técnicas dos materiais a serem utilizados

Leia mais