A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO"

Transcrição

1 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO Prof. Dr.Antônio Sérgio Damasco Penna DAMASCO PENNA ENGENHARIA GEOTÉCNICA

2 ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO Ensaio de penetração de cone estático com medidas de pressões neutras CPTu Dilatômetro de Marchetti DMT Ensaio de palheta Vane Test VST Ensaio pressiométrico PMT

3 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO Sondagem a percussão

4 ABNT NBR 6122 /2010

5 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO Aplicações dos diversos ensaios Transcrito de Lunne, Robertson e Powell CPT Cone Penetration Test in Geotchnical Practice 1997

6 BIBLIOGRAFIA NACIONAL Prof. Fernando Schnaid Prof. Edgar Odebrecht Editora Oficina de Texto SPT CPTu DMT VST PMT

7 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO Ensaio DMT ou SDMT

8 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO Ensaio DMT ou SDMT APLICAÇÃO EM PISOS DE GALPÕES DE LOGÍSTICA

9 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO Ensaio DMT ou SDMT Engenharia geotécnica aplicada aos pisos industriais A rotina de reconhecimento do terreno costuma envolver o uso de sondagens a percussão, sempre realizadas com a finalidade de orientar o projeto das fundações; São realizados, também, ensaios CBR do solo superficial; Pouco frequente é a rotina de coleta de amostras para ensaios de caracterização e compactação; Poucofrequente, também, narotina, sãoosensaiosespeciaisde campo.

10 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO Ensaio DMT ou SDMT Condições críticas para o apoio de um piso industrial Solos porosos insaturados colapsíveis; Solos saturados, de baixa consistência ou baixa compacidade; Aterros não compactados; Aterros com entulhos; Solos expansivos; Horizontes profundos de argilas moles saturadas.

11 Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Embú/ SP Primeira campanha Outubro de 2011 Ensaio DMT

12 Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Embú/ SP Primeira campanha Outubro de 2011 Ensaio DMT

13 Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Embú/ SP Após 4 meses de sobrecarga de 5,0 tf/m 2

14 Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Embú/ SP Sobrecarga de 5,0 tf/m 2

15 Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Embú/ SP Segunda campanha Agosto de 2012 Após 4 meses de sobrecarga de 5,0 tf/m 2

16 Jandira/ SP Piso de galpão de logística para 6,0 tf/m 2 Aterro não compactado

17 Jandira/ SP Ensaios DMT em aterro não compactado Ensaio de adensamento em amostra Shelby da argila mole Recalque total do piso carregado avaliado em 26 cm

18 ENSAIO DMT PREVISÃO DE RECALQUE A partir do conhecimento dos valores de M, pode-se calcular recalques pela expressão: ρ = σ M i i. H i

19 ENSAIO DMT PREVISÃO DE RECALQUE DMT Predictedvs observedsettlements: a reviewofthe available experience Simpósio em Washington 2006 MonacoP., TotaniG., Calabrese M.

20 PREVISÃO DE RECALQUE - ENSAIO DILATOMÉTRICO - DMT

21 Ensaio DMT REPETITIVIDADE DE RESULTADOS

22 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO ENSAIO DILATOMÉTRICO SÍSMICO -SDMT

23 Santo André / SP Sedimentos do terciário de São Paulo

24 Santo André / SP Sedimentos do terciário de São Paulo Ensaio SDMT

25 Santo André / SP Sedimentos do terciário de São Paulo Ensaio SDMT

26 Santo André / SP Comparação de resultados Ensaio SDMT x Ensaio Cross Hole

27 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO Ensaio CPTu ou SCPTu

28 Sedimentos litorâneos Ensaio CPTu Ensaio muito rápido, fácil e perfeitamente esclarecedor

29 Recalque de fundação em estaca Aterro lançado sobre solo argiloso de baixa consistência Ensaio CPTu

30 Ensaio CPTu Repetitividade de resultados

31 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO Combinação do ensaio DMT ou SDMT e ensaio CPTu SDMT CPTu

32 Linhares / ES Ensaio DMT

33 Linhares / ES Ensaio CPTu

34 Pouso Alegre / MG Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Condicionante do horizonte superficial poroso

35 Pouso Alegre / MG Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Ensaio DMT -113 em solo natural

36 Pouso Alegre / MG Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Ensaio CPTu 113 em solo natural

37 Pouso Alegre / MG Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Ensaio DMT 113 em solo natural

38 Pouso Alegre / MG Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Ensaio DMT em aterro compactado com solo local

39 Pouso Alegre / MG Piso de galpão de logística para 5,0 tf/m 2 Condicionante do horizonte superficial poroso

40 Rio Grande / RS Estabilidade de contenção Ensaios CPTu

41 Rio Grande / RS Estabilidade de contenção Ensaios DMT

42 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO ENSAIO VANE TEST -VST

43 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO ENSAIO VANE TEST -VST Os equipamentos atuais são todos eletrônicos; Existe Norma ABNT NBR Solo Ensaio de palheta in-situ, que está desatualizada, descrevendo, ainda, os aparelhos mecânicos.

44 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO S u (corrigido) = µ. S u (medido no ensaio)

45 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO ENSAIO PRESSIOMÉTRICO PRESSIÔMETRO DE MÉNARD - MPM Desenvolvido na França por Louis Ménardem 1955; É o único ensaio especial de campo que permite penetrar em solos de alteração de rocha; Permite avaliar o módulo de deformabilidade e a pressão limite.

46 São Paulo / SP Ensaio com o pressiômetro de Ménard

47 São Paulo / SP Ensaio com o pressiômetro de Ménard

48 Ceará Ensaio com o pressiômetro de Ménard

49 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO PROJETO E ACOMPANHAMENTO DE INVESTIGAÇÕES GEOLÓGICAS E GEOTÉCNICAS Seria desejável Norma específica da ABNT; Caracterizar a atividade como encargo do profissional responsável pelo projeto geotécnico; Planejamento, acompanhamento, adaptação do plano original, complementação das investigações, até emissão de relatório geotécnico final.

50 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO TÉCNICA DE INVESTIGAÇÃO DO SÉCULO 21 CPTu + DMT +Liner + MNA + SPT mecânico (se necessário)

51 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO EQUIPAMENTO

52 Liner Amostra integral

53 Liner Amostra integral

54 MEDIDOR DE NÍVEL D ÁGUA Instalado com o mesmo equipamento, com perfuração com trado hollowauger, ou com sistema pré-fabricado inserido na perfuração de coleta do liner; Permite observar a posição do lençol freático por um período maior de tempo; Informação mais confiável.

55 SPT COM MARTELO AUTOMÁTICO Se houver necessidade de avançar além da profundidade alcançada pelo CPTu e DMT; Revestimento integral com tubos hollow auger; Sem uso de lavagem; Operação mecânica (menor dependência do operador)

56 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO A maior parte dos problemas geotécnicos está vinculado à precariedade do reconhecimento do terreno e às incertezas do comportamento das camadas condicionantes.

57 A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DE ENSAIOS ESPECIAIS DE CAMPO MUITO OBRIGADO

Investigações Geotécnicas Parte 2

Investigações Geotécnicas Parte 2 Investigações Geotécnicas Parte 2 FUNDAÇÕES SLIDES 04 Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt prof.douglas.pucgo@gmail.com Sondagens Rotativas e mistas Uso de conjunto motomecanizado Penetração e rotação

Leia mais

INVESTIGAÇÕES DE CAMPO SÃO PAULO /SP

INVESTIGAÇÕES DE CAMPO SÃO PAULO /SP INVESTIGAÇÕES DE CAMPO SÃO PAULO /SP Eng.Arthur Quaresma Filho Prof. Dr.Antônio Sérgio Damasco Penna Prof. Dr. Paulo José Rocha de Albuquerque /SP A maior parte dos problemas geotécnicos está vinculado

Leia mais

Casos de Estudos Geotécnicos para Fundações de Aerogeradores em Subsolo Arenoso.

Casos de Estudos Geotécnicos para Fundações de Aerogeradores em Subsolo Arenoso. Casos de Estudos Geotécnicos para Fundações de Aerogeradores em Subsolo Arenoso. Prof. Marcos Fábio Porto de Aguiar, D.Sc. Instituto Federal do Ceará (IFCE) Universidade de Fortaleza (UNIFOR) Introdução

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Índices Físico. Disciplina: Geotecnia 1. Prof a. : Melina Freitas Rocha. Geotecnia I

Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Índices Físico. Disciplina: Geotecnia 1. Prof a. : Melina Freitas Rocha. Geotecnia I Pontifícia Universidade Católica de Goiás Índices Físico Disciplina: Geotecnia 1 Prof a. : Melina Freitas Rocha O ESTADO DO SOLOS Índices físicos entre as três fases: os solos são constituídos de três

Leia mais

Investigações Geotécnicas Parte 2

Investigações Geotécnicas Parte 2 Investigações Geotécnicas Parte 2 FUNDAÇÕES AULA 04 Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt prof.douglas.pucgo@gmail.com Sondagens Rotativas e mistas Uso de conjunto motomecanizado Penetração e rotação Obtenção

Leia mais

Investigações Geotécnicas Parte 1

Investigações Geotécnicas Parte 1 Investigações Geotécnicas Parte 1 FUNDAÇÕES SLIDES 03 Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt prof.douglas.pucgo@gmail.com INVESTIGAÇÕES GEOTÉCNICAS Reconhecimento do subsolo Investigação preliminar Verificação

Leia mais

Investigações Geotécnicas!" " #$"""

Investigações Geotécnicas!  #$ Investigações Geotécnicas!" " #$""" Investigações Geotécnicas Investigação geotécnica de campo: levantamento de superfície, sondagens, ensaios; coleta de amostras. Investigação geotécnica de Laboratório

Leia mais

Obras Geotécnicas TC 066

Obras Geotécnicas TC 066 Obras Geotécnicas TC 066 Curso de Engenharia Civil 7º Semestre Vítor Pereira Faro vpfaro@ufpr.br Março 2017 Areias Solos muito permeáveis Comportamento controlado pelas forças de gravidade, logo pelo tamanho

Leia mais

Investigações Geotécnicas Parte 1

Investigações Geotécnicas Parte 1 Investigações Geotécnicas Parte 1 FUNDAÇÕES AULA 03 Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt prof.douglas.pucgo@gmail.com INVESTIGAÇÕES GEOTÉCNICAS Reconhecimento do subsolo Investigação preliminar Verificação

Leia mais

Notas de aulas de Mecânica dos Solos I (parte 2)

Notas de aulas de Mecânica dos Solos I (parte 2) 1 Notas de aulas de Mecânica dos Solos I (parte 2) Helio Marcos Fernandes Viana Tema: Prospecção e amostragem de solos (1. o parte) Conteúdo da parte 2 1 Introdução 2 Informações básicas que se buscam

Leia mais

AULA 04 MÉTODOS DE EXPLORAÇÃO

AULA 04 MÉTODOS DE EXPLORAÇÃO AULA 04 MÉTODOS DE EXPLORAÇÃO 1 FUNDAMENTOS DE MECÂNICA DOS SOLOS MÉTODOS DE EXPLORAÇÃO MÉTODOS DE EXPLORAÇÃO - Reconhecimento do subsolo: projeto seguro, econômico e viável; - Solos ou rochas como materiais

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO: SONDAGEM À PERCUSSÃO

RELATÓRIO TÉCNICO: SONDAGEM À PERCUSSÃO Belo Horizonte, de março de 07. RL 06 RELATÓRIO TÉCNICO: SONDAGEM À PERCUSSÃO (Segundo as Normas Brasileiras NBR 68 e NBR 750) Responsável Técnico: Engenheiro Rogério Avelar Marinho Fillho (CREA:08.86/D)

Leia mais

Obra Obr s Geotécnicas Geotécnicas Ensaios de de Campo Campo. Correlações Jaime A. Santos

Obra Obr s Geotécnicas Geotécnicas Ensaios de de Campo Campo. Correlações Jaime A. Santos Obras Geotécnicas Ensaios de Campo. Correlações Jaime A. Santos Ensaio de penetração dinâmica SPT O ensaio SPT (Standard Penetration Test) é realizado no interior de um furo de sondagem e consiste em cravar

Leia mais

AULA 3: O ESTADO DO SOLO - ÍNDICES FÍSICOS E

AULA 3: O ESTADO DO SOLO - ÍNDICES FÍSICOS E AULA 3: O ESTADO DO SOLO - ÍNDICES FÍSICOS E IDENTIFICAÇÃO DOS SOLOS MECÂNICA DOS SOLOS Prof. Augusto Montor ÍNDICES FÍSICOS UMIDADE (w) - % w = M água M seca. 100 w = M natural M s.estufa M s.estufa.

Leia mais

ENSAIOS DE CAMPO Cone / Piezocone (Cone Penetration Test - CPT / Piezo Cone Penetration Test - CPTu)

ENSAIOS DE CAMPO Cone / Piezocone (Cone Penetration Test - CPT / Piezo Cone Penetration Test - CPTu) ENSAIOS DE CAMPO Cone / Piezocone (Cone Penetration Test - CPT / Piezo Cone Penetration Test - CPTu) NORMAS - NBR 12069: Ensaio de penetração de cone (CPT) in situ; - ASTM D-344: Standard test method for

Leia mais

ESTABILIZAÇÃO DE SOLOS MOLES. Ação contínua de forças dinâmicas provocadas ou não pelo homem

ESTABILIZAÇÃO DE SOLOS MOLES. Ação contínua de forças dinâmicas provocadas ou não pelo homem ESTABILIZAÇÃO DE SOLOS MOLES Ação contínua de forças dinâmicas provocadas ou não pelo homem ESTABILIZAÇÃO DE SOLOS MOLES Rigidez RESISTÊNCIA Compressibilidade Permeabilidade Sensibilidade à Água CAPACIDADE

Leia mais

MECÂNICA DOS SOLOS I (TEC00259) Investigações Geotécnicas. Prof. Manoel Isidro de Miranda Neto Eng.Civil, DSc

MECÂNICA DOS SOLOS I (TEC00259) Investigações Geotécnicas. Prof. Manoel Isidro de Miranda Neto Eng.Civil, DSc MECÂNICA DOS SOLOS I (TEC00259) Investigações Geotécnicas Prof. Manoel Isidro de Miranda Neto Eng.Civil, DSc Todo PROJETO GEOTÉCNICO envolve, de algum modo, a INVESTIGAÇÃO GEOTÉCNICA (NBR8044 - Projeto

Leia mais

DFA em Engenharia de Estruturas. Fundações de Estruturas. Ensaios de campo. Jaime A. Santos (IST) Ensaio de penetração dinâmica SPT

DFA em Engenharia de Estruturas. Fundações de Estruturas. Ensaios de campo. Jaime A. Santos (IST) Ensaio de penetração dinâmica SPT DFA em Engenharia de Estruturas Fundações de Estruturas Ensaios de campo Jaime A. Santos (IST) Ensaio de penetração dinâmica SPT O ensaio SPT (Standard Penetration Test) é realizado na base de um furo

Leia mais

ENSAIOS DE CAMPO e suas aplicações à Engenharia de Fundações

ENSAIOS DE CAMPO e suas aplicações à Engenharia de Fundações ENSAIOS DE CAMPO e suas aplicações à Engenharia de Fundações P R O F. E D G A R O D E B R E C H T U D E S C J O I N V I L L E G E O F O R M A E N G E N H A R I A L T D A Ensaios de Campo Introdução Tipos

Leia mais

2 03/11 Relatório Final R.A. O.S. O.A. PU. 1 30/09 Alterado Endereço do Terreno R.A. O.S. O.A. PU

2 03/11 Relatório Final R.A. O.S. O.A. PU. 1 30/09 Alterado Endereço do Terreno R.A. O.S. O.A. PU Código Rev. Folha SD.KLA.PA.RE.001 2 1/ Código do cliente Rev. 0 KLABIN S. A. PARANAGUA PR TERRENO ROCHA RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO GEOTÉCNICA FUROS DE SONDAGENS Cliente : KLABIN S. A. Obra : LEVANTAMENTO

Leia mais

USO DE SONDAGENS COM DPL PARA AVALIAÇÃO DA VARIABILIDADE DO SOLO. Souza, Dorgival Nascimento 1 Conciani, Wilson 2 Santos, Antonio Cezar da Costa 3

USO DE SONDAGENS COM DPL PARA AVALIAÇÃO DA VARIABILIDADE DO SOLO. Souza, Dorgival Nascimento 1 Conciani, Wilson 2 Santos, Antonio Cezar da Costa 3 USO DE SONDAGENS COM DPL PARA AVALIAÇÃO DA VARIABILIDADE DO SOLO Souza, Dorgival Nascimento Conciani, Wilson Santos, Antonio Cezar da Costa Estudante do CST em Controle de Obras, do Depto. De Construção

Leia mais

AULA 02: INVESTIGAÇÕES DO SUBSOLO

AULA 02: INVESTIGAÇÕES DO SUBSOLO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI INSTITUTO DE CIÊNCIA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA ENGENHARIA CIVIL ECV 114 FUNDAÇÕES E OBRAS DE TERRA AULA 02: INVESTIGAÇÕES DO SUBSOLO ana.paula.moura@live.com

Leia mais

FUNDAÇÕES. Aspectos a considerar para a escolha da fundação? Aspectos a considerar para a escolha da fundação?

FUNDAÇÕES. Aspectos a considerar para a escolha da fundação? Aspectos a considerar para a escolha da fundação? DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE CONSTRUÇÃO CIVIL PCC 2435 - Tecnologia da Construção de Edifícios I FUNDAÇÕES Profs. Luiz Sergio Franco, Fernando Henrique Sabbatini, Mercia M. B. Barros e Vitor Levi C. Aly

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA GERAL DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO CURSOS QUE ATENDE DEPARTAMENTO ENGENHARIA CIVIL

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE ÁGUA & MINÉRIO SONDAGENS DE SOLO LTDA SONDAGENS DE SIMPLES RECONHECIMENTO - SPT NBR 6484 e NBR 8036 da ABNT INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE CAMPUS ARAQUARI BR 280, km 27,

Leia mais

FUNDAÇÕES. Apresentação do Plano de Curso e diretrizes da disciplina. Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt. Fundações SLIDES 01

FUNDAÇÕES. Apresentação do Plano de Curso e diretrizes da disciplina. Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt. Fundações SLIDES 01 Apresentação do Plano de Curso e diretrizes da disciplina FUNDAÇÕES Fundações SLIDES 01 Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt prof.douglas.pucgo@gmail.com Prof. Douglas Magalhães A. Bittencourt, M.Sc. a)

Leia mais

IMPACTO DAS INVESTIGAÇÕES GEOTÉCNICAS DE CAMPO EM PROJETOS DE FUNDAÇÕES E MEIO AMBIENTE

IMPACTO DAS INVESTIGAÇÕES GEOTÉCNICAS DE CAMPO EM PROJETOS DE FUNDAÇÕES E MEIO AMBIENTE IMPACTO DAS INVESTIGAÇÕES GEOTÉCNICAS DE CAMPO EM PROJETOS DE FUNDAÇÕES E MEIO AMBIENTE GEOTECNIA Renato Cunha Universidade de Brasília, Prog. Pós Grad. Geotecnia II Simpósio Brasileiro de Investigações

Leia mais

FACULDADE NOVOS HORIZONTES Plano de Ensino

FACULDADE NOVOS HORIZONTES Plano de Ensino FACULDADE NOVOS HORIZONTES Plano de Ensino CURSO: TURMA Graduação em Engenharia Civil ESTRUTURA CURRICULAR: DISCIPLINA: Geologia de Engenharia CÓD. DISCIPLINA: CARGA HORÁRIA: 60 HA SEMESTRE: 2016-1 PROFESSOR

Leia mais

Investigação geotécnica

Investigação geotécnica Investigação geotécnica Técnicas atuais de ensaios de campo Eng. Antônio Sérgio Damasco Penna RESUMO Sondagem a percussão SPT Dilatômetro de Marchetti DMT Ensaio de penetração de cone estático com medidas

Leia mais

Exploração do Subsolo. Fernando A. M. Marinho

Exploração do Subsolo. Fernando A. M. Marinho Exploração do Subsolo Fernando A. M. Marinho Deus perguntou a Adão: comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses Adão respondeu: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore e

Leia mais

Caracterização Geotécnica de Depósito de Solos Moles com Ocorrência em Obra de Duplicação da BR-101 no Vale do Rio Curimataú-RN

Caracterização Geotécnica de Depósito de Solos Moles com Ocorrência em Obra de Duplicação da BR-101 no Vale do Rio Curimataú-RN Caracterização Geotécnica de Depósito de Solos Moles com Ocorrência em Obra de Duplicação da BR-101 no Vale do Rio Curimataú-RN Alexandre da Costa Pereira 1, Roberto Quental Coutinho 2, Ricardo Flores

Leia mais

Terrapleno. Terraplenagem. Conjunto de operações de: escavação/corte aterro carga descarga lançamento e espalhamento do solo compactação

Terrapleno. Terraplenagem. Conjunto de operações de: escavação/corte aterro carga descarga lançamento e espalhamento do solo compactação Terrapleno 1 Terraplenagem Conjunto de operações de: escavação/corte aterro carga descarga lançamento e espalhamento do solo compactação Para: Configurar o terreno natural à nova conformação topografia

Leia mais

ENSAIOS IN SITU. Ensaios in situ 5/2/2016. Sondagens de penetração/ensaios in situ em solos

ENSAIOS IN SITU. Ensaios in situ 5/2/2016. Sondagens de penetração/ensaios in situ em solos ENSAIOS IN SITU Ensaios in situ Sondagens de penetração/ensaios in situ em solos SPT CPT/CPTU DPL/DPSH Molinete Pressiómetro Os que são feitos de forma sistemática, contribuem para o zonamento do maciço

Leia mais

ACTIVIDADES HUMANAS AMBIENTE GEOLÓGICO IMPACTO NOS PROJECTOS DE ENGENHARIA

ACTIVIDADES HUMANAS AMBIENTE GEOLÓGICO IMPACTO NOS PROJECTOS DE ENGENHARIA ACTIVIDADES HUMANAS AMBIENTE GEOLÓGICO IMPACTO NOS PROJECTOS DE ENGENHARIA SCET- Geológica e de Minas IST 2007 ANTES DE INVESTIGAR A VIABILIDADE DE UM PROJECTO, EM PARTICULAR QUANDO EXISTE UM SISTEMA DE

Leia mais

FUNDAÇÕES REALIDADE ATUAL

FUNDAÇÕES REALIDADE ATUAL SEFE 7 Seminário de Engenharia de Fundações Especiais e Geotecnia FUNDAÇÕES REALIDADE ATUAL Antônio Sérgio Damasco Penna FUNDAÇÕES REALIDADE ATUAL As conquistas do período, o avanço tecnológico, a fartura

Leia mais

GEO-45. Engenharia Geotécnica II. Adensamento de Argilas Moles Slides das Figuras Complementares às Notas da Teoria tomadas em Sala de Aula

GEO-45. Engenharia Geotécnica II. Adensamento de Argilas Moles Slides das Figuras Complementares às Notas da Teoria tomadas em Sala de Aula GEO-45 Engenharia Geotécnica II Adensamento de Argilas Moles Slides das Figuras Complementares às Notas da Teoria tomadas em Sala de Aula Paulo Hemsi 2010 Adensamento de Solos Argilosos Moles Obras Portuárias

Leia mais

ENSAIOS DE CAMPO SPT (Santard Penetration Test)

ENSAIOS DE CAMPO SPT (Santard Penetration Test) ENSAIOS DE CAMPO SPT (Santard Penetration Test) NORMAS - NBR 8036: Programação de sondagens de simples reconhecimento dos solos; - NBR 7250: Identificação e descrição de amostras de solo obtidas em sondagens

Leia mais

Investigação Geotécnica e Estudo de Adensamento da Camada de Argila Muito Mole Existente no Distrito Industrial de Itaguaí-RJ

Investigação Geotécnica e Estudo de Adensamento da Camada de Argila Muito Mole Existente no Distrito Industrial de Itaguaí-RJ Investigação Geotécnica e Estudo de Adensamento da Camada de Argila Muito Mole Existente no Distrito Industrial de ItaguaíRJ Rubenei Novais Souza Petróleo Brasileiro S.A., Rio de Janeiro, Brasil, rubenei@petrobras.com.br

Leia mais

Reforço de Fundações de Torres de Transmissão Apoiadas sobre Espessas Camadas de Sedimentos Orgânicos

Reforço de Fundações de Torres de Transmissão Apoiadas sobre Espessas Camadas de Sedimentos Orgânicos Reforço de Fundações de Torres de Transmissão Apoiadas sobre Espessas Camadas de Sedimentos Orgânicos Abel Galindo Marques, M.Sc. Prof. Adjunto, Universidade Federal de Alagoas UFAL, Diretor da AGM Geotécnica

Leia mais

INTERPRETAÇÃO DE RELATÓRIOS DE SONDAGEM DO SUBSOLO DE MARINGÁ-PR

INTERPRETAÇÃO DE RELATÓRIOS DE SONDAGEM DO SUBSOLO DE MARINGÁ-PR INTERPRETAÇÃO DE RELATÓRIOS DE SONDAGEM DO SUBSOLO DE MARINGÁ-PR Daniela Jandussi Palumbo 1, Sarah Celli Neto Sagradin 2, Hermam Vargas Silva 3 RESUMO: A investigação geotécnica de um solo é um importante

Leia mais

- Divisão de Estruturas. - Divisão de Geotecnia, Mecânica dos Solos e Fundações

- Divisão de Estruturas. - Divisão de Geotecnia, Mecânica dos Solos e Fundações - Divisão de Estruturas - Divisão de Geotecnia, Mecânica dos Solos e Fundações O PROBLEMA SOLOS-MOLES Introdução Hoje em dia, com a grande expansão urbana e a necessidade de grandes áreas industriais,

Leia mais

Propriedades Geotécnicas das Argilas Moles da Estrada de Transporte de Equipamentos Pesados do COMPERJ

Propriedades Geotécnicas das Argilas Moles da Estrada de Transporte de Equipamentos Pesados do COMPERJ Propriedades Geotécnicas das Argilas Moles da Estrada de Transporte de Equipamentos Pesados do COMPERJ Rubenei Novais Souza Petróleo Brasileiro S.A., Rio de Janeiro, Brasil, rubenei@petrobras.com.br Tales

Leia mais

Análise da Eficiência do Reforço de Solo Mole, com a Técnica CPR, para duplicações da BR-135 e Ferrovia Transnordestina, em Campo de Perizes-MA.

Análise da Eficiência do Reforço de Solo Mole, com a Técnica CPR, para duplicações da BR-135 e Ferrovia Transnordestina, em Campo de Perizes-MA. Análise da Eficiência do Reforço de Solo Mole, com a Técnica CPR, para duplicações da BR-135 e Ferrovia Transnordestina, em Campo de Perizes-MA. Eduardo de Oliveira Macedo 1 Engegraut Engenharia e Geotecnia,

Leia mais

Compactação Exercícios

Compactação Exercícios Compactação Exercícios 1. Num ensaio de compactação foram obtidos os dados listados na tabela abaixo Identificação 1 2 3 4 5 Teor de umidade, w (%) 5,2 6,8 8,7 11,0 13,0 Massa do cilindro + solo (g) 9810

Leia mais

USO DO DILATÔMETRO DE MARCHETTI PARA A PREVISÃO DA CAPACIDADE DE CARGA E DOS RECALQUES ELÁSTICOS DE ESTACAS

USO DO DILATÔMETRO DE MARCHETTI PARA A PREVISÃO DA CAPACIDADE DE CARGA E DOS RECALQUES ELÁSTICOS DE ESTACAS DAYENE DRUSIAN GOMES USO DO DILATÔMETRO DE MARCHETTI PARA A PREVISÃO DA CAPACIDADE DE CARGA E DOS RECALQUES ELÁSTICOS DE ESTACAS Dissertação apresentada à Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

Leia mais

Notas de aula prática de Mecânica dos Solos I (parte 4)

Notas de aula prática de Mecânica dos Solos I (parte 4) 1 Notas de aula prática de Mecânica dos Solos I (parte 4) Helio Marcos Fernandes Viana Conteúdo da aula prática Exercícios relacionados à determinação da profundidade de sondagem e aos procedimentos da

Leia mais

Projecto Geotécnico I

Projecto Geotécnico I Apresentação - 1 Projecto Geotécnico I Docentes: A. Gomes Coelho Eduardo Fortunato Marília Oliveira Jaime Santos (responsável) João Portugal José Muralha Ricardo Oliveira Mestrado em Geotecnia para Engenharia

Leia mais

Cap. 2 CONSTRUÇÃO DE ATERROS

Cap. 2 CONSTRUÇÃO DE ATERROS Cap. 2 CONSTRUÇÃO DE ATERROS 1. CONSTRUÇÃO DE ATERROS A construção de aterros envolve os seguintes aspectos: 1. Estudos geológicos e geotécnicos, prospecção solos presentes e suas características, localização

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal de Saúde - SMS Assessoria de Projetos de Arquitetura ASSEPRO TP Nº 0/0 Processo Administrativo N o 00.008..0 ELABORAÇÃOO DE PROJETOS E ORÇAMENTOS

Leia mais

Nailsondas Perfurações de Solo Ltda

Nailsondas Perfurações de Solo Ltda APRESENTAÇÃO A Nailsondas Perfurações de Solo Ltda. é uma empresa que vem atuando no mercado desde 2002, prestando serviços em todo território nacional. Executando com excelência vários projetos por ano,

Leia mais

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL. Profª Aline Cristina Souza dos Santos

CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL. Profª Aline Cristina Souza dos Santos CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL Profª Aline Cristina Souza dos Santos (alinecris16@hotmail.com) MÉTODOS ESTÁTICOS Capacidade de carga total da estaca Capacidade de carga

Leia mais

Notas de aulas de Mecânica dos Solos I (parte 3)

Notas de aulas de Mecânica dos Solos I (parte 3) 1 Notas de aulas de Mecânica dos Solos I (parte 3) Hélio Marcos Fernandes Viana Tema: Prospecção e amostragem de solos (2. o parte) Conteúdo da parte 3 3 Processos (ou métodos) de prospecção do subsolo

Leia mais

ASPECTOS GEOTÉCNICOS EM OBRAS DE TERRA - ESTUDO DE CASO EM CANAIS DE ÁGUA NA REGIÃO DO CARIRI

ASPECTOS GEOTÉCNICOS EM OBRAS DE TERRA - ESTUDO DE CASO EM CANAIS DE ÁGUA NA REGIÃO DO CARIRI ASPECTOS GEOTÉCNICOS EM OBRAS DE TERRA - ESTUDO DE CASO EM CANAIS DE ÁGUA NA REGIÃO DO CARIRI Prof. Dra. ANA PATRÍCIA NUNES BANDEIRA (Prof. UFCA - Engenheira Civil Área de Geotecnia) OBRAS DE TERRA - Conceito

Leia mais

Plano de Ensino de GEOTECNIA I TURMAS A02 e C01 PRELEÇÃO

Plano de Ensino de GEOTECNIA I TURMAS A02 e C01 PRELEÇÃO Plano de Ensino de GEOTECNIA I TURMAS A02 e C01 PRELEÇÃO 1. Ementa Fundamentos de geologia de engenharia. Estudo das propriedades físicas e classificação dos solos. Compactação. Pressões geostáticas e

Leia mais

Investigações geotécnicas aplicadas ao projeto de fundações

Investigações geotécnicas aplicadas ao projeto de fundações Investigações geotécnicas aplicadas ao projeto de fundações Universidade Federal de Sergipe Laboratório de Geotecnia e Pavimentação Prof. Erinaldo Hilário Cavalcante Novembro de 2013 Sumário Contextualização

Leia mais

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Versão 1.0 XXX.YY 22 a 25 Novembro de 2009 Recife - PE GRUPO III GRUPO DE ESTUDO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO - GLT ANÁLISE DE FUNDAÇÃO

Leia mais

Projeto de Aterro Para Posto de Pesagem na BR-116-RJ - km131

Projeto de Aterro Para Posto de Pesagem na BR-116-RJ - km131 Projeto de Aterro Para Posto de Pesagem na BR-6-RJ - km3 Carolina de Albuquerque Cardoso e Sílio Carlos Pereira Lima Filho LPS Consultoria e Engenharia Ltda RESUMO: O presente trabalho apresenta o desenvolvimento

Leia mais

R.T. Eng. Geotécnico Prof. Edgar Pereira Filho SONDAGEM A TRADO

R.T. Eng. Geotécnico Prof. Edgar Pereira Filho SONDAGEM A TRADO SONDAGEM A TRADO RESUMO Neste breve artigo apresentamos os procedimentos executivos da sondagem a trado. São abordadas as condições exigíveis normativas para a sondagem a trado em investigações geológico-geotécnica,

Leia mais

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo FUNDAÇÕES

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo FUNDAÇÕES FUNDAÇÕES Situações que não podem ocorrer 1 Situações que não podem ocorrer Exemplos de Obras de Engenharia Civil Geotécnica Talude Natural Talude de corte Barragem de terra Aterro de estradas Construções

Leia mais

Sondosolo A base sólida da sua obra.

Sondosolo A base sólida da sua obra. Sondosolo A base sólida da sua obra. GEOTECNIA E ENGENHARIA LTDA Sondagens e Fundações Estacas Raiz, Hollow Auger e Injeções de Cimento para Consolidação As estacas Raiz são estacas moldadas in loco, utilizadas

Leia mais

Cap 04 INVESTIGAÇÃO DO SUBSOLO

Cap 04 INVESTIGAÇÃO DO SUBSOLO Cap 04 INVESTIGAÇÃO DO SUBSOLO Sondagens Rotativas, Métodos Semi-Diretos e Métodos Indiretos Profa. Andrea Sell Dyminski UFPR Sondagens Rotativas Quando se atinge material impenetrável à percussão (estrato

Leia mais

CAPÍTULO 2 - INVESTIGAÇÕES GEOTÉCNICAS E DE CAMPO

CAPÍTULO 2 - INVESTIGAÇÕES GEOTÉCNICAS E DE CAMPO CAPÍTULO 2 - INVESTIGAÇÕES GEOTÉCNICAS E DE CAMPO 2.1. INTRODUÇÃO O conhecimento das condições de subsolo em um determinado local é uma condição fundamental para a elaboração de projetos de fundações e

Leia mais

Ensaios crosshole e dilatométrico sísmico (SDMT) na investigação geotécnica de uma área

Ensaios crosshole e dilatométrico sísmico (SDMT) na investigação geotécnica de uma área Ensaios crosshole e dilatométrico sísmico (SDMT) na investigação geotécnica de uma área Otávio Coaracy Brasil Gandolfo* - Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo Antônio Sérgio Damasco Penna -

Leia mais

Prospecção Geotécnica

Prospecção Geotécnica Prospecção Geotécnica Define-se como o conjunto de operações que visam a determinação da natureza e características do terreno, sua disposição e acidentes com interesse para a obra/projecto a realizar.

Leia mais

Atuação em Obras Costeiras e Portuárias

Atuação em Obras Costeiras e Portuárias Reunião preparatória do workshop: Perspectivas Atuais e Futuras da Engenharia Costeira no Brasil Atuação em Obras Costeiras e Portuárias Prof. Dr. Claudio Renato Rodrigues Dias 06/10/2005 Centro da cidade

Leia mais

Recalques e movimentos na estrutura

Recalques e movimentos na estrutura Recalques e movimentos na estrutura FUNDAÇÕES SLIDES 19 Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt prof.douglas.pucgo@gmail.com Recalques de fundações Uma fundação com Fator de Segurança adequado contra ruptura

Leia mais

UMA VISÃO PARA ENSAIOS DE CAMPO FOCADO NA OBTENÇÃO DE DADOS PARA PROJETOS DE FUNDAÇÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO

UMA VISÃO PARA ENSAIOS DE CAMPO FOCADO NA OBTENÇÃO DE DADOS PARA PROJETOS DE FUNDAÇÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO UMA VISÃO PARA ENSAIOS DE CAMPO FOCADO NA OBTENÇÃO DE DADOS PARA PROJETOS DE FUNDAÇÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO Lucas Horochoski (Universidade Federal do Paraná) lucashoro@hotmail.com Alessander C. Morales

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA 3.7. REBAIXAMENTO DO LENÇOL FREÁTICO Quando as escavações atingem o nível das águas subterrâneas e há o afloramento das mesmas, torna-se necessária a drenagem ou o rebaixamento do lençol freático com o

Leia mais

FUNDAÇÕES E OBRAS DE TERRA

FUNDAÇÕES E OBRAS DE TERRA PROFESSOR: DIEGO ARAÚJO DE BRITO ENGENHEIRO CIVIL CREA-BA 92.678 FUNDAÇÕES E OBRAS DE TERRA AULA DE APRESENTAÇÃO AULA INICIAL - FUNDAÇÕES E OBRAS DE TERRA 1 EMENTA 1. Introdução ao Estudo das Fundações;

Leia mais

SONDAGEM DE SIMPLES RECONHECIMENTO A PERCUSSÃO. O SPT

SONDAGEM DE SIMPLES RECONHECIMENTO A PERCUSSÃO. O SPT SONDAGEM DE SIMPLES RECONHECIMENTO A PERCUSSÃO. O SPT A sondagem a percussão é um procedimento geotécnico de campo, capaz de amostrar o subsolo. Quando associada ao ensaio de penetração dinâmica (SPT),

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL Revisão Recalque imediato em areias Métodos

Leia mais

APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA DE PROTEÇÃO DE GEOMEMBRANA EM ATERRO SANITÁRIO PORTO ALEGRE

APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA DE PROTEÇÃO DE GEOMEMBRANA EM ATERRO SANITÁRIO PORTO ALEGRE APLICAÇÃO DO GEOTÊXTIL BIDIM COMO CAMADA DE PROTEÇÃO DE GEOMEMBRANA EM ATERRO SANITÁRIO PORTO ALEGRE Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Colaboração: Eng. Fernando Spinelli Alves JUNHO 1997 Revisado

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO DOS PARÂMETROS GEOTÉCNICOS DE DUAS REGIÕES DO SUPERPORTO DO RIO GRANDE

ESTUDO COMPARATIVO DOS PARÂMETROS GEOTÉCNICOS DE DUAS REGIÕES DO SUPERPORTO DO RIO GRANDE ESTUDO COMPARATIVO DOS PARÂMETROS GEOTÉCNICOS DE DUAS REGIÕES DO SUPERPORTO DO RIO GRANDE Luciano Vasconcelos Rocha Escola de Engenharia PPGEO/FURG, Rio Grande, Brasil, luciano_vrocha@yahoo.com.br Cláudio

Leia mais

* variável em função do 145 ' ~$.O. Fundações - 1" sem 2012. Padm(kN) - estrutural Com rimento (m) 100 a 300 3 a 15 150

* variável em função do 145 ' ~$.O. Fundações - 1 sem 2012. Padm(kN) - estrutural Com rimento (m) 100 a 300 3 a 15 150 Fundações - 1" sem 2012 Paulo Albuquerque oníveis no mercado Padm(kN) - estrutural Com rimento (m) 100 a 300 3 a 15 150 Pré-moldada (concreto) secção quadrada 200 350 450 700 200 350 emenda Pré-moldada

Leia mais

Tensões no Solo Exercícios

Tensões no Solo Exercícios Tensões no Solo Exercícios 1. Dado o perfil geotécnico abaixo, calcule: a) as tensões devidas ao peso próprio do solo σ e σ e as pressões neutras; ( ) V V b) adotando o valor de k 0 = 0,5 para todas as

Leia mais

Compressibilidade e Teoria do adensamento. Mecânica de Solos Prof. Fabio Tonin

Compressibilidade e Teoria do adensamento. Mecânica de Solos Prof. Fabio Tonin Compressibilidade e Teoria do adensamento Mecânica de Solos Prof. Fabio Tonin Compressibilidade É a diminuição do volume sob a ação de cargas aplicadas. É uma característica que todos os materiais possuem

Leia mais

Obras Geotécnicas. Mecânica dos Solos e das Rochas (3º/2ºS) Obras Geotécnicas (4º/2S)

Obras Geotécnicas. Mecânica dos Solos e das Rochas (3º/2ºS) Obras Geotécnicas (4º/2S) Obras Geotécnicas Mecânica dos Solos e das Rochas (3º/2ºS) Análise de Estruturas Geotécnicas (4º/1ºS) Obras Geotécnicas (4º/2S) Área de Especialização Geotecnia 4º ano 2º semestre Estruturas de Betão II

Leia mais

4. Análise dos Ensaios de Campo

4. Análise dos Ensaios de Campo . Análise dos Ensaios de Campo Este capítulo apresenta a análise dos ensaios de palheta e de piezocone assim como os parâmetros geotécnicos determinados nestes ensaios. Por se tratar de um aterro com grandes

Leia mais

Índice. Bibliografia Introdução... 05

Índice. Bibliografia Introdução... 05 Índice Bibliografia... 03 Introdução... 05 1 a Parte: Embasamento Técnico - Aspectos Geotécnicos:... 11 1 Reconhecimento do subsolo... 11 1.1 Formações Geológicas-geotecnicas... 12 1.2 Ocorrência de água

Leia mais

UNIDADE CENTRAL DE EDUCAÇÃO FAEM FACULDADES - UCEFF FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ - FAEM UCEFF FACULDADES ENGENHARIA CIVIL

UNIDADE CENTRAL DE EDUCAÇÃO FAEM FACULDADES - UCEFF FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ - FAEM UCEFF FACULDADES ENGENHARIA CIVIL UNIDADE CENTRAL DE EDUCAÇÃO FAEM FACULDADES - UCEFF FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ - FAEM UCEFF FACULDADES ENGENHARIA CIVIL ANÁLISE DE VIABILIDADE ECONÔMICA ENTRE TIPOS DE FUNDAÇÃO SUPERFÍCIAL POR SAPATA

Leia mais

MANUAL DE OBRAS DE SANEAMENTO MOS 3ª EDIÇÃO

MANUAL DE OBRAS DE SANEAMENTO MOS 3ª EDIÇÃO 3ª EDIÇÃO ÍNDICE GERAL P/ 1/5 0 DISPOSIÇÕES GERAIS DEFINIÇÃO, ORÇAMENTO... 2/39 CONTRATO, SUBCONTRATAÇÃO... 6/39 PRAZO DE EXECUÇÃO, GARANTIA DE SERVIÇO... 7/39 INST. DA OBRA, PESSOAL DA CONTRATADA... 8/39

Leia mais

FATEC - SP Faculdade de Tecnologia de São Paulo. ESTACAS DE CONCRETO PARA FUNDAÇÕES - carga de trabalho e comprimento

FATEC - SP Faculdade de Tecnologia de São Paulo. ESTACAS DE CONCRETO PARA FUNDAÇÕES - carga de trabalho e comprimento FATEC - SP Faculdade de Tecnologia de São Paulo ESTACAS DE CONCRETO PARA FUNDAÇÕES - carga de trabalho e comprimento Prof. Manuel Vitor Curso - Edifícios ESTACAS PRÉ-MOLDADAS DE CONCRETO NBR 6122/1996

Leia mais

Universidade do Estado de Mato Grosso Engenharia Civil Estradas II

Universidade do Estado de Mato Grosso Engenharia Civil Estradas II Universidade do Estado de Mato Grosso Engenharia Civil Estradas II Classificação de Materiais e Equipamentos Generalidades Ciclo de Operações Classificações dos Materiais Classificação dos Equipamentos

Leia mais

Projecto Geotécnico I

Projecto Geotécnico I Apresentação - 1 rojecto Geotécnico I Docentes: A. Gomes Coelho Eduardo Fortunato Marília Oliveira Jaime Santos (responsável) João ortugal José Muralha Ricardo Oliveira Mestrado em Geotecnia para Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIJUÍ LUCAS DIEGO RISKE

UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIJUÍ LUCAS DIEGO RISKE UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIJUÍ LUCAS DIEGO RISKE ANÁLISE DA CAPACIDADE DE CARGA E RECALQUE DE SOLO RESIDUAL DA CIDADE DE SANTA ROSA - RS Santa Rosa 2015 LUCAS DIEGO

Leia mais

PREVISÃO DA MAGNITUDE E TEMPO DE RECALQUE DOS ATERROS DA BR-448 BASEADOS EM RESULTADOS DE ENSAIOS

PREVISÃO DA MAGNITUDE E TEMPO DE RECALQUE DOS ATERROS DA BR-448 BASEADOS EM RESULTADOS DE ENSAIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL Marcos Alberto Kepler PREVISÃO DA MAGNITUDE E TEMPO DE RECALQUE DOS ATERROS DA BR-448 BASEADOS EM RESULTADOS

Leia mais

Notas de aula prática de Mecânica dos Solos II (parte 7)

Notas de aula prática de Mecânica dos Solos II (parte 7) 1 Notas de aula prática de Mecânica dos Solos II (parte 7) Hélio Marcos Fernandes Viana Tema: Apresentação comentada do artigo intitulado: Considerações sobre a influência recíproca de fundações de prédios

Leia mais

COMPRESSIBILIDADE E ADENSAMENTO EXERCÍCIOS PROPOSTOS

COMPRESSIBILIDADE E ADENSAMENTO EXERCÍCIOS PROPOSTOS COMPRESSIBILIDADE E ADENSAMENTO EXERCÍCIOS PROPOSTOS QUESTÕES TEÓRICAS 1. O que significa comportamento não drenado? 2. Porque, no caso de solos argilosos, deve-se estudar a resposta não drenada do solo?

Leia mais

MONTAGEM E EXECUÇÃO DE ENSAIOS DE PLACA EM LABORATÓRIO

MONTAGEM E EXECUÇÃO DE ENSAIOS DE PLACA EM LABORATÓRIO MONTAGEM E EXECUÇÃO DE ENSAIOS DE PLACA EM LABORATÓRIO Rafael Batezini Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, Brasil, rafaelbatezini@gmail.com Maciel Donato Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo,

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL PLANO DE ENSINO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Disciplina MECÂNICA DOS SOLOS I Código Docente Helio Marcos Fernandes Viana Semestre 2013.1 Carga horária 60h 1 EMENTA Origem, formação, e composição química mineralogia

Leia mais

Avaliação dos equipamentos a serem utilizados; Análise de riscos para execução das atividades; Análise da qualificação dos líderes operacionais;

Avaliação dos equipamentos a serem utilizados; Análise de riscos para execução das atividades; Análise da qualificação dos líderes operacionais; 2014 Avaliação dos equipamentos a serem utilizados; Análise de riscos para execução das atividades; Análise da qualificação dos líderes operacionais; Relatório diário das atividades executadas; Caracterização

Leia mais

LABORATÓRIO de MECÂNICA dos SOLOS - Noções de Resistência à Compressão - Ensaio de Compressão Simples e Diametral

LABORATÓRIO de MECÂNICA dos SOLOS - Noções de Resistência à Compressão - Ensaio de Compressão Simples e Diametral UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UFPR SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL CURSO DE ENGENHARIA CIVIL LABORATÓRIO de MECÂNICA dos SOLOS - Noções de Resistência à Compressão - Ensaio de Compressão

Leia mais

5. Análise dos deslocamentos verticais

5. Análise dos deslocamentos verticais 5. Análise dos deslocamentos verticais Os deslocamentos verticais em aterros fundados em solos altamente compressíveis apresentam-se como uma das principais preocupações do engenheiro projetista. A busca

Leia mais

TEORIA DAS FUNDAÇÕES EXERCÍCIOS DE CÁLCULO DE FUNDAÇÕES PROFUNDAS (2003/04) DEC FCTUC

TEORIA DAS FUNDAÇÕES EXERCÍCIOS DE CÁLCULO DE FUNDAÇÕES PROFUNDAS (2003/04) DEC FCTUC TEORIA DAS FUNDAÇÕES EXERCÍCIOS DE CÁLCULO DE FUNDAÇÕES PROFUNDAS (2003/04) DEC FCTUC 1 - Considere uma estaca cravada, de betão, com secção circular de 0,5 m de diâmetro. Calcule a carga vertical máxima

Leia mais

FUNDAÇÕES RASAS DETERMINAÇÃO DA CAPACIDADE DE CARGA

FUNDAÇÕES RASAS DETERMINAÇÃO DA CAPACIDADE DE CARGA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI INSTITUTO DE CIÊNCIA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA ENGENHARIA CIVIL ECV 114 FUNDAÇÕES E OBRAS DE TERRA FUNDAÇÕES RASAS DETERMINAÇÃO DA CAPACIDADE DE

Leia mais

Princípios da Mecânica Força

Princípios da Mecânica Força Mecânica dos Solos e Fundações PEF 522 5 a Aula Conceitos de Tensões total, neutra e efetiva Capilaridade Transmissão de tensões no solo Prof. Fernando A. M. Marinho Princípios da Mecânica Força Equilíbrio

Leia mais

BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE CABANAS DE VIRIATO

BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE CABANAS DE VIRIATO BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE CABANAS DE VIRIATO RELATÓRIO GEOTÉCNICO (REFª 72/2008/08/GER - 1126) Agosto de 2008 QUARTEL DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE CABANAS DE VIRIATO ÍNDICE 1- INTRODUÇÃO... 2 2- ENQUADRAMENTO

Leia mais

Programa de Prospecção Geotécnica Especial no Acesso à Ilha de Tatuoca Porto de Suape Ipojuca/PE

Programa de Prospecção Geotécnica Especial no Acesso à Ilha de Tatuoca Porto de Suape Ipojuca/PE Programa de Prospecção Geotécnica Especial no Acesso à Ilha de Tatuoca Porto de Suape Ipojuca/PE Maria Isabela Marques da Cunha V. Bello Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal de Pernambuco,

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE ALAGOAS ENGENHARIA CIVIL FUNDAÇÕES I. Prof. MsC. Roberto Monteiro

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE ALAGOAS ENGENHARIA CIVIL FUNDAÇÕES I. Prof. MsC. Roberto Monteiro FACULDADE DE TECNOLOGIA DE ALAGOAS ENGENHARIA CIVIL FUNDAÇÕES I Prof. MsC. Roberto Monteiro CONCEPÇÃO DE OBRAS DE FUNDAÇÕES Pof. Msc. ROBERTO MONTEIRO INTRODUÇÃO Comentário Inial O estudo de concepção

Leia mais

Avaliação da estabilidade de aterro para proteção da ferrovia adjacente à PCH Bonfante. João Raphael Leal Karin Rodrigues Baran Engevix Engenharia

Avaliação da estabilidade de aterro para proteção da ferrovia adjacente à PCH Bonfante. João Raphael Leal Karin Rodrigues Baran Engevix Engenharia Avaliação da estabilidade de aterro para proteção da ferrovia adjacente à PCH Bonfante João Raphael Leal Karin Rodrigues Baran Engevix Engenharia Localização ique Berma Esquerda Linha Férrea Tomada Água

Leia mais