Ferramentas e Diferentes tipos de Ataques Objetivo: Fundamentar as diferentes técnicas de ataques hackers e suas ferramentas.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ferramentas e Diferentes tipos de Ataques Objetivo: Fundamentar as diferentes técnicas de ataques hackers e suas ferramentas."

Transcrição

1 02/12/2014 Tipos de Ataque Segurança em Redes de Computadores Emanuel Rebouças, MBA Disciplina: SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES / Módulo: INTRODUÇÃO À SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Copyright 2014 AGENDA Ferramentas e Diferentes tipos de Ataques Objetivo: Fundamentar as diferentes técnicas de ataques hackers e suas ferramentas. Disciplina: SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES / Módulo: INTRODUÇÃO À SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Copyright

2 OS POTENCIAIS ATACANTES Perfil do hacker segundo Marc Rogers (psicólogo): Indivíduo obsessivo, de classe média, de cor branca, do sexo masculino, entre 12 e 28 anos, com pouca habilidade social e possível história de abuso físico e/ou social. Abaixo uma classificação dos diversos tipos de hackers: Script Kiddies: iniciantes Cyberpunks: mais velhos, mas ainda anti-sociais Insiders: empregados insatisfeitos Coders: os que escrevem sobre suas proezas White hat: profissionais contratados Black hat: crackers Gray hat: hackers que vivem no limite entre o white hat e o black hat PERDAS FINANCEIRAS PROVENIENTES DE ATAQUES Os eventos internos representam perdas bem maiores que os eventos externos!! As perdas financeiras resultantes de ataques. Fonte: CSI/FBI 2002 Fraude financeira Fraude em telecomunicações Roubo de informações proprietárias Vírus Roubo de laptop Abuso de rede interna Negação de serviço Sabotagem Invasão de sistema Espionagem em telecomunicações 6 11,7 18,3 15,1 13 0,3 49, ,7 170,8 Perdas em milhões de dólares 2

3 PROCEDIMENTOS DE UM PENTEST Os procedimentos realizados por um profissional de Pen Test são muito similares aos procedimentos realizados pelos Crackers, porém com diferentes éticas e intenções. 1. Levantando Informações (Footprinting) 2. Varreduras 5. Limpando Rastros 3. Ganhando Acesso 4. Mantendo Acesso ANTIGAMENTE... 3

4 O NOVO ATACANTE Silenciosos Sem alarmes, sem vestígios Precisos Personalização, códigos específicos Multi-estágio: mail2web2trojan2home Tomam vantagem sobre fraquezas tecnológicas e humanas O QUE MOVIMENTA ESTE MERCADO 4

5 FOOTPRINTING Essa técnica é o primeiro passo para uma intrusão bem sucedida. Footprinting é o recurso utilizado para pesquisar e descobrir informações sobre o alvo. Inclui recursos de mapeamento de redes e consultas a bancos de dados whois. Utilizando métodos mais leves, o footprinting consegue descobrir informações úteis como: s dos usuários, informações de rede, links importantes e até alguns documentos desprotegidos. Essa técnica pode levar MESES!!! Muitos footprintings iniciam-se com a Engenharia Social. SAM SPADE 5

6 SAM SPADE Sam Spade é uma ferramenta de software Windows projetado para auxiliar no rastreamento de fontes de Spam de . O utilitário Sam Spade é da autoria de Steve Atkins em É nomeado após o personagem fictício Sam Spade. As principais características (ferramentas de consulta) são: Zone Transfer - pergunte a um servidor DNS para tudo o que sabe sobre um domínio SMTP Relay Check - verificar se um servidor de correio permite a retransmissão terceiro partido Scan Addresses - digitalizar uma gama de endereços IP à procura de portas abertas Site Crawl - procurar um site, procurando endereços de , links de fora do local, etc. Browse web - navegar na web em uma matéria http formato Check cancels - procure em seu servidor de notícias para cancelar mensagens Rápido e lento Traceroute - encontrar os rotear pacotes demorar entre você e um sistema remoto S-Lang command - emitir um comando de script; útil para depurar os scripts Decode URL - decifrar um ofuscado URL Parse headers - ler cabeçalhos de e fazer uma suposição sobre a origem do ATAQUES PARA OBTENÇÃO DE INFORMAÇÕES Eavesdropping ou Packet Sniffing A interface de rede é colocada em modo promíscuo. Captura pacotes no mesmo segmento de rede. Senhas trafegam em claro (Telnet, FTP, POP, etc) 6

7 Scanning Port Scanning ATAQUES PARA OBTENÇÃO DE INFORMAÇÕES Obtém informações a respeito dos serviços acessíveis (portas abertas) em um sistema. Scanning de vulnerabilidades Obtém informações sobre vulnerabilidades específicas (conhecidas) para cada serviço em um sistema. Algumas ferramentas: Nmap ( Nessus ( LanGuard ( Super Scan ( Knocker ( ATAQUES ATIVOS CONTRA O TCP/IP Spoofing: Enganar a vítima fazendo-se passar por outro host. Tipos: ARP Spoofing (Software Cain & Abel) Gerar respostas ARP falsas ARP (Address Resolution Protocol) Mapeia: Endereços IP Endereços MAC IP Spoofing Gerar pacotes com endereço IP falso DNS Spoofing Gerar respostas de DNS falsas DNS (Domain Name Service) Mapeia: Nomes Endereços IP 7

8 ATAQUES ATIVOS CONTRA O TCP/IP ARP SPOOFING ATAQUES ATIVOS CONTRA O TCP/IP ARP SPOOFING 8

9 ATAQUES ATIVOS CONTRA O TCP/IP ARP SPOOFING ATAQUES DE NEGAÇÃO DE SERVIÇOS (DoS) 9

10 ATAQUES DE NEGAÇÃO DE SERVIÇOS (DoS) ATAQUES DE NEGAÇÃO DE SERVIÇOS (DoS) 10

11 ATAQUES DE NEGAÇÃO DE SERVIÇOS (DoS) ATAQUE DE MITNICK Realizado contra Shimomura, pode ser utilizado como um exemplo clássico de ataque ativo, além de envolver o uso de diferentes técnicas, como o IP spoofing, a negação de serviço e o prognóstico de número de sequência. Ferramenta para ataques SYN Flooding: 11

12 Bibliografia NAKAMURA, Emilio; GEUS, Paulo. Segurança de Redes em Ambientes Cooperativos. São Paulo: Novatec,

Ataques e Intrusões. Invasões Trashing e Engenharia Social. Classificação de Hackers

Ataques e Intrusões. Invasões Trashing e Engenharia Social. Classificação de Hackers Ataques e Intrusões Professor André Cardia andre@andrecardia.pro.br msn: andre.cardia@gmail.com Ataques e Intrusões O termo genérico para quem realiza um ataque é Hacker. Essa generalização, tem, porém,

Leia mais

Os riscos que rondam as organizações

Os riscos que rondam as organizações Os riscos que rondam as organizações Os potenciais atacantes O termo genérico para identificar quem realiza o ataque em um sistema computacional é hacker. Os hackers, por sua definição original, são aqueles

Leia mais

Ataques para obtenção de informações

Ataques para obtenção de informações Ataques para obtenção de informações Técnicas: Dumpster diving ou Trashing Engenharia Social Eavesdropping ou Packet Sniffing Scanning War dialing Firewalking Ataques para obtenção de informações Dumpster

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 5ª. Série Segurança de Redes CST em Redes de Computadores A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido

Leia mais

Riscos, Ameaças e Vulnerabilidades. Aécio Costa

Riscos, Ameaças e Vulnerabilidades. Aécio Costa Riscos, Ameaças e Vulnerabilidades Aécio Costa Riscos, Ameaças e Vulnerabilidades Independente do meio ou forma pela qual a informação é manuseada, armazenada, transmitida e descartada, é recomendável

Leia mais

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Auditoria e Segurança da Informação GSI536 Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Vulnerabilidades, ameaçase ataques Auditoria e Segurança da Informação(GSI521) Aula passada Auditoria e Segurança da Informação(GSI521)

Leia mais

PEN TEST Afinal, o que é?

PEN TEST Afinal, o que é? PEN TEST Afinal, o que é? Paulo Renato Security Specialist & GNU/Linux LPIC 1 LPIC 2 NCLA DCTS VSP-4 VSTP-4 Apresentação Paulo Renato Lopes Seixas - Especialista em projetos de redes corporativas e ambientes

Leia mais

Segurança e Vulnerabilidades de Redes

Segurança e Vulnerabilidades de Redes Faculdade de Engenharia de Computação Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias Pontifícia Universidade Católica de Campinas Segurança e Vulnerabilidades de Redes Tópicos Especiais em Redes

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE SEGURANÇA DE REDES Alta disponibilidade.

QUESTIONÁRIO DE SEGURANÇA DE REDES Alta disponibilidade. QUESTIONÁRIO DE SEGURANÇA DE REDES Alta disponibilidade. 1. Quais os principais métodos para garantir alta disponibilidade? Controle de disponibilidade de hardware, controle de acesso à discos, controle

Leia mais

(In)Segurança Virtual. Técnicas de Ataque e Defesa

(In)Segurança Virtual. Técnicas de Ataque e Defesa (In)Segurança Virtual Técnicas de Ataque e Defesa Expotec 2009 IFRN- Campus Mossoró Nícholas André - nicholasandreoliveira9@gmail.com www.iotecnologia.com.br Mossoró-RN Setembro-2009 O que é preciso! Engenharia

Leia mais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Segurança Lógica

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Segurança Lógica Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores Segurança Lógica 1 Segurança Lógica Mecanismos de Controle A Segurança Lógica é aspecto abrangente e complexo, requerendo, consequentemente, um estudo

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação 1 Agenda Ameaças 2 1 AMEAÇAS 3 Atacantes (Hackers) O hacker norueguês que ficou famoso por criar programas que quebram as proteções contra cópias de DVDs aparentemente atacou de

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Prof. BRUNO GUILHEN Vídeo Aula VESTCON MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. A CONEXÃO USUÁRIO PROVEDOR EMPRESA DE TELECOM On-Line A conexão pode ser

Leia mais

Descrição da atividade: elaborar um relatório sobre Prova de Conceito de ataque Man in the Middle (MITM) através do transbordamento da tabela MAC.

Descrição da atividade: elaborar um relatório sobre Prova de Conceito de ataque Man in the Middle (MITM) através do transbordamento da tabela MAC. Tecnologia de Redes - Marissol Descrição da atividade: elaborar um relatório sobre Prova de Conceito de ataque Man in the Middle (MITM) através do transbordamento da tabela MAC. Definições e Conceitos

Leia mais

Políticas de Segurança de Sistemas

Políticas de Segurança de Sistemas Políticas de Segurança de Sistemas Profs. Hederson Velasco Ramos Henrique Jesus Quintino de Oliveira Estudo de Boletins de Segurança O que é um boletim de segurança? São notificações emitidas pelos fabricantes

Leia mais

Aula prática. Objetivo IPCONFIG. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br. Informa a configuração atual de rede da máquina;

Aula prática. Objetivo IPCONFIG. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br. Informa a configuração atual de rede da máquina; Aula prática Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Objetivo Nesta aula, você aprenderá a utilizar alguns utilitários de rede que podem ajudá-lo a identificar problemas na rede. No windows existem

Leia mais

Desenvolvimento e disponibilização de Conteúdos para a Internet

Desenvolvimento e disponibilização de Conteúdos para a Internet Desenvolvimento e disponibilização de Conteúdos para a Internet Por Matheus Orion Principais tecnologias front-end HTML CSS JAVASCRIPT AJAX JQUERY FLASH JAVA APPLET Linguagens que executam no cliente HTML

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada um desses tipos.

Leia mais

Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede

Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede CAMADA DE APLICAÇÃO Professora: Juliana Cristina de Andrade E-mail: professora.julianacrstina@gmail.com Site: www.julianacristina.com

Leia mais

Introdução. Ataque Hacker e invasões. Ataque Hacker e invasões 08/02/2008

Introdução. Ataque Hacker e invasões. Ataque Hacker e invasões 08/02/2008 impacto na segurança das res corporativas O funcionamento da técnica t impacto na segurança a das res corporativas FATEC - Americana ASTI DSPTI II Prof. Humberto Celeste Innarelli Conteúdo Aplicação da

Leia mais

Coordenação de Segurança cooseg@celepar.pr.gov.br. 1 de 37

Coordenação de Segurança cooseg@celepar.pr.gov.br. 1 de 37 Implementando Segurança em Software Livre Coordenação de Segurança cooseg@celepar.pr.gov.br 1 de 37 Internet Incidente de Segurança Ataques Ameaças Vulnerabilidades Riscos Estatísticas Agenda Políticas

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Quando você conecta sua rede doméstica ou corporativa a internet, tudo o que está além da sua rede é literalmente o fim do mundo

Leia mais

Ameaças, riscos e vulnerabilidades. Prof. Anderson Maia. Objetivos. ameaças mais comuns na internet;

Ameaças, riscos e vulnerabilidades. Prof. Anderson Maia. Objetivos. ameaças mais comuns na internet; Ameaças, riscos e vulnerabilidades Prof. Anderson Maia Objetivos è compreender o funcionamento de algumas ameaças mais comuns na internet; è entender como tais ameaças podem ser exploradas por meio das

Leia mais

Os riscos que rondam as organizações

Os riscos que rondam as organizações Tópico 24 Os riscos que rondam as organizações. Potenciais atacantes. Terminologias do mundo dos hackers. Pontos explorados. Planejamento de um ataque. Ataque para obtenção de informação. Ataques de negação

Leia mais

Modelos de Camadas. Professor Leonardo Larback

Modelos de Camadas. Professor Leonardo Larback Modelos de Camadas Professor Leonardo Larback Modelo OSI Quando surgiram, as redes de computadores eram, em sua totalidade, proprietárias, isto é, uma determinada tecnologia era suportada apenas por seu

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

PROTEGENDO-SE DAS PRAGAS VIRTUAIS 20h

PROTEGENDO-SE DAS PRAGAS VIRTUAIS 20h PROTEGENDO-SE DAS PRAGAS VIRTUAIS 20h Luiz Henrique QUEMEL AGENDA BLOCO I - AÇÃO Conceitos Básicos Internet, firewall TCP/IP, DNS, NAT BLOCO II - REAÇÃO Malwares. Correção e prevenção. Segurança doméstica

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP Redes de Computadores Protocolos de comunicação: TCP, UDP Introdução ao TCP/IP Transmission Control Protocol/ Internet Protocol (TCP/IP) é um conjunto de protocolos de comunicação utilizados para a troca

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Segurança e Vulnerabilidades em Aplicações Web jobona@terra.com.br Definição: Segurança Segundo o dicionário da Wikipédia, o termo segurança significa: 1. Condição ou estado de

Leia mais

FIREWALL. Prof. Fabio de Jesus Souza. fabiojsouza@gmail.com. Professor Fabio Souza

FIREWALL. Prof. Fabio de Jesus Souza. fabiojsouza@gmail.com. Professor Fabio Souza FIREWALL Prof. Fabio de Jesus Souza fabiojsouza@gmail.com Professor Fabio Souza O que são Firewalls? Os firewalls são sistemas de segurança que podem ser baseados em: um único elemento de hardware; um

Leia mais

Teleprocessamento e Redes

Teleprocessamento e Redes Teleprocessamento e Redes Aula 23: (laboratório) 13 de julho de 2010 1 2 3 ICMP HTTP DNS TCP 4 nslookup Sumário Permite fazer requisições a um servidor DNS O nslookup envia uma requisição para o servidor,

Leia mais

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall (definições) Por que do nome firewall? Antigamente, quando as casas

Leia mais

Fundamentos de Ethical Hacking EXIN

Fundamentos de Ethical Hacking EXIN Exame Simulado Fundamentos de Ethical Hacking EXIN Edição Augusto 2015 Copyright 2015 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada

Leia mais

ela local ou publica?

ela local ou publica? o Existe rede segura? o Você esta seguro ao acessar sua rede, seja ela local ou publica? o o o o Hacker (White Hat) Hacker (Gray Hat) Cracker (Black Hat) Lammer Fonte: http://br.zone-h.org/ o Coletar Informações

Leia mais

Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho

Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho Disciplina de Redes de Computadores Estudo Dirigido para a Prova II Professor Dr Windson Viana de Carvalho Obs: Não há necessidade de entregar a lista Questões do livro base (Kurose) Questões Problemas

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. O processo de Navegação na Internet A CONEXÃO USUÁRIO

Leia mais

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes Sobre os autores Marjorie Roberta dos Santos Rosa Estudante de graduação do curso de Bacharelado em Informática Biomédica da Universidade Federal do Paraná

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Teste de invasão. alessanc@gmail.com

Teste de invasão. alessanc@gmail.com Teste de invasão alessanc@gmail.com Apresentação Alessandro Coneglian Bianchini exerce a função de engenheiro na NEC Brasil, atuando na elaboração de projetos e implantação de VoIP, Wireless, Redes e Segurança

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Módulo A REDES DE COMPUTADORES Protocolos de Rede FALANDO A MESMA LÍNGUA Um protocolo pode ser comparado a um idioma, onde uma máquina precisa entender o idioma de outra máquina

Leia mais

Segredos do Hacker Ético

Segredos do Hacker Ético Marcos Flávio Araújo Assunção Segredos do Hacker Ético 2 a Edição Visual Books Sumário Prefácio... 21 Introdução... 23 1 Entendendo o Assunto... 25 1.1 Bem-vindo ao Obscuro Mundo da Segurança Digital...25

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação A camada de aplicação fornece os serviços "reais" de rede para os usuários. Os níveis abaixo da aplicação fornecem

Leia mais

Introdução a Segurança de Redes Segurança da Informação. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Introdução a Segurança de Redes Segurança da Informação. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Introdução a Segurança de Redes Segurança da Informação Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Objetivos Entender a necessidade de segurança da informação no contexto atual de redes de computadores;

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Ataque Distribuído de Negação de Serviço por Reflexão Amplificada usando Simple Network Management Protocol

Ataque Distribuído de Negação de Serviço por Reflexão Amplificada usando Simple Network Management Protocol Ataque Distribuído de Negação de Serviço por Reflexão Amplificada usando Simple Network Management Protocol Tiago Fonseca João Gondim Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília Agenda

Leia mais

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01 APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET O processo de Navegação na Internet Aula 01 O processo de Navegação na Internet. USUÁRIO A CONEXÃO PROVEDOR On-Line EMPRESA

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

Introdução à Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Introdução à Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Introdução à Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada

Leia mais

Camadas da Arquitetura TCP/IP

Camadas da Arquitetura TCP/IP Camadas da Arquitetura TCP/IP A arquitetura TCP/IP divide o processo de comunicação em quatro camadas. Em cada camada atuam determinados protocolos que interagem com os protocolos das outas camadas desta

Leia mais

INTRODUÇÃO A SEGURANÇA EM REDES

INTRODUÇÃO A SEGURANÇA EM REDES INTRODUÇÃO A SEGURANÇA EM REDES Prof. Msc. Hélio Esperidião POR QUE SE PREOCUPAR COM A SEGURANÇA? Senhas, números de cartões de crédito Conta de acesso à internet Dados pessoais e comerciais Danificação

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

Formador: Paulo Ramos IGRI13: Rui Bárcia Nº15. Burp Suite. Módulo 25

Formador: Paulo Ramos IGRI13: Rui Bárcia Nº15. Burp Suite. Módulo 25 Formador: Paulo Ramos IGRI13: Rui Bárcia Nº15 Burp Suite Módulo 25 01 O que é? O que é o Burp Suite? Burp Suite é uma plataforma integrada para a realização de testes de segurança de aplicações web. As

Leia mais

Programação e Designer para WEB

Programação e Designer para WEB Programação e Designer para WEB Introdução Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Ementa Introdução a hipertexto. A linguagem HTML.

Leia mais

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte O TCP/IP, na verdade, é formado por um grande conjunto de diferentes protocolos e serviços de rede. O nome TCP/IP deriva dos dois protocolos mais

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 09/2013 Cap.3 Protocolo TCP e a Camada de Transporte 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica. Os professores

Leia mais

Nmap Diferenças entre estados de porta (Parte 1)

Nmap Diferenças entre estados de porta (Parte 1) Autor: ryuuu Contato: ryuuu @hotmail.com Nmap Diferenças entre estados de porta (Parte 1) Embora o Nmap tenha crescido em funcionalidade ao longo dos anos, ele começou como um eficiente scanner de portas,

Leia mais

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 09 Firewall

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 09 Firewall www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício O que é Firewall Um Firewall é um sistema para controlar o aceso às redes de computadores, desenvolvido para evitar acessos

Leia mais

Hackers. Seus dados podem ser inúteis, mas seu computador em si pode ainda ser um recurso valioso.

Hackers. Seus dados podem ser inúteis, mas seu computador em si pode ainda ser um recurso valioso. Firewalls Hackers Gostam de alvos fáceis. Podem não estar interessados nas suas informações. Podem invadir seu computador apenas por diversão. Para treinar um ataque a uma máquina relativamente segura.

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento

CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento Capítulo 10 - TCP/IP Intermediário 1 Objetivos do Capítulo Descrever o TCP e sua função; Descrever a sincronização e o controle de fluxo do TCP; Descrever

Leia mais

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 04 Tipos de Ataques

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 04 Tipos de Ataques Ataque de Dicionário www.projetoderedes.com.br Trata-se de um ataque baseado em senhas que consiste na cifragem das palavras de um dicionário e posterior comparação com os arquivos de senhas de usuários.

Leia mais

Ferramentas para Desenvolvimento Web

Ferramentas para Desenvolvimento Web Ferramentas para Desenvolvimento Web Profa. Dra. Joyce Martins Mendes Battaglia Mini Currículo Bel. em Ciência da Computação - Unib Mestre e doutora em Eng. Elétrica USP Professora /Coordenadora Pesquisadora

Leia mais

Segurança de Redes. FootPrint Levantando Informações

Segurança de Redes. FootPrint Levantando Informações Segurança de Redes FootPrint Levantando Informações Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Tipos de Hackers hacker cracker ethical hacker ethical hacker white hat black hat gray hat Fraquezas

Leia mais

Internet - A rede Mundial

Internet - A rede Mundial Internet - A rede Mundial Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br O que é? Qual a sua história? Como funciona? Como está organizada? Quais os serviços? Como acessar? Quais os cuidados? Qual

Leia mais

Ameaças & Ataques. Fraqueza inerente de um elemento do sistema Brecha: ponto fraco ou falha que pode ser explorado

Ameaças & Ataques. Fraqueza inerente de um elemento do sistema Brecha: ponto fraco ou falha que pode ser explorado Vulnerabilidade Fraqueza inerente de um elemento do sistema Brecha: ponto fraco ou falha que pode ser explorado Ameaça Qualquer coisa que possa afetar ou atingir o funcionamento, operação, disponibilidade,

Leia mais

Hardening de Servidores O que é Mitm? Hardening

Hardening de Servidores O que é Mitm? Hardening Hardening de Servidores O que é Mitm? O man-in-the-middle (pt: Homem no meio, em referência ao atacante que intercepta os dados) é uma forma de ataque em que os dados trocados entre duas partes, por exemplo

Leia mais

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet Noções de Internet: O que é Internet; História da Internet; Recursos da Internet; Serviços não-web.

Leia mais

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Redes de Computadores e Telecomunicações. Camada de Aplicação. Camada de Aplicação

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Redes de Computadores e Telecomunicações. Camada de Aplicação. Camada de Aplicação Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk Redes de Computadores e Telecomunicações. A camada da aplicação serve como a janela na qual os utilizadores e processos da aplicação podem

Leia mais

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes SOBRE A AUTORA Estudante de graduação do curso de Bacharelado em Informática Biomédica da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atualmente participa do grupo

Leia mais

Computadores e Sociedade II. Atos ilegais Hackers Invasões. Bruno Tenório 5613740 Guilherme Marcel 6876158 Wu Yuexiang 6792502

Computadores e Sociedade II. Atos ilegais Hackers Invasões. Bruno Tenório 5613740 Guilherme Marcel 6876158 Wu Yuexiang 6792502 Computadores e Sociedade II Atos ilegais Hackers Invasões Bruno Tenório 5613740 Guilherme Marcel 6876158 Wu Yuexiang 6792502 Sumário Atos Ilegais Crimes Computacionais Malwares Hackers Fraudes Conclusões

Leia mais

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice Aula 1 FTP... 3 FTP e HTTP... 4 Exercícios... 6 2 Aula 1 FTP FTP significa File Transfer Protocol, traduzindo Protocolo

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

Segurança de Aplicações Internet e Comércio Eletrônico Especialização em Administração e Segurança de Sistemas Computacionais

Segurança de Aplicações Internet e Comércio Eletrônico Especialização em Administração e Segurança de Sistemas Computacionais O material utilizado neste curso é de autoria de Leonardo Gardini. No caso de eventual necessidade o material somente poderá ser utilizado, mesmo que em parte, mediante prévia e explícita anuência do autor.

Leia mais

Para a prova de conceito utilizamos o kit de ferramentas do Backtrack 5 r3 (SET + ETTERCAP). Demostraremos a seguir o processo utilizado.

Para a prova de conceito utilizamos o kit de ferramentas do Backtrack 5 r3 (SET + ETTERCAP). Demostraremos a seguir o processo utilizado. PROVA DE CONCEITO Para a prova de conceito utilizamos o kit de ferramentas do Backtrack 5 r3 (SET + ETTERCAP). Demostraremos a seguir o processo utilizado. 1) No Backtrack, executaremos a ferramenta SET.

Leia mais

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação.

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação. Protocolo TCP/IP PROTOCOLO é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas para uma comunicação a língua comum a ser utilizada na comunicação. TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO,

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

RECAPITULANDO... TRIBUNAIS TRIBUNAIS ENCONTRO 1/5 TRIBUNAIS TRIBUNAIS TRIBUNAIS TRIBUNAIS HUB. WiFi. IPV4 a.b.c.d. 0 a 255. WiFi. pmaximo@gmail.

RECAPITULANDO... TRIBUNAIS TRIBUNAIS ENCONTRO 1/5 TRIBUNAIS TRIBUNAIS TRIBUNAIS TRIBUNAIS HUB. WiFi. IPV4 a.b.c.d. 0 a 255. WiFi. pmaximo@gmail. ENCONTRO 1/5 RECAPITULANDO... PROF PAULO MAXIMO, MSc pmaximo@gmail.com HUB WiFi V4 a.b.c.d 0 a 255 WiFi 1 REDES ESPECIAIS 127.0.0.1 (localhost) 192.168.x.y 10.0.x.y Gateway Roteador Backbone Switch Protocolos

Leia mais

Sistemas de Detecção de Intrusão

Sistemas de Detecção de Intrusão Sistemas de Detecção de Intrusão Características Funciona como um alarme. Detecção com base em algum tipo de conhecimento: Assinaturas de ataques. Aprendizado de uma rede neural. Detecção com base em comportamento

Leia mais

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará :

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará : 1ª PARTE CAPÍTULO 2 Este capítulo tratará : 1. O que é necessário para se criar páginas para a Web. 2. A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web 3. Navegadores 4. O que é site, Host,

Leia mais

Administração de Servidores de Rede. Prof. André Gomes

Administração de Servidores de Rede. Prof. André Gomes Administração de Servidores de Rede Prof. André Gomes FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA ADMINISTRAÇÃO DE SERVIDORES DE REDE Competências a serem trabalhadas nesta aula Protocolos de comunicação; Como

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Segurança da Informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor

Leia mais

Segurança de Redes. FootPrint Levantando Informações. Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com

Segurança de Redes. FootPrint Levantando Informações. Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Segurança de Redes FootPrint Levantando Informações Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Glossário Tipos de Hackers hacker cracker ethical hacker white hat black hat gray hat Fraquezas de segurança

Leia mais

Emanuel Rebouças, MBA Disciplina: SEGURANÇA DE REDE DE COMPUTADORES E SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS AGENDA

Emanuel Rebouças, MBA Disciplina: SEGURANÇA DE REDE DE COMPUTADORES E SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS AGENDA Segurança em Redes de Computadores Segurança e FIREWALL Emanuel Rebouças, MBA AGENDA s Objetivo: Avaliar os diferentes tipos de firewall no mercado, como instalá-los em uma rede de computadores e como

Leia mais

Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Primeiro Técnico. Prof. Cesar

Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Primeiro Técnico. Prof. Cesar Primeiro Técnico Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Prof. Cesar 1 TCP - Transmission Control Protocol Esse protocolo tem como principal objetivo realizar a comunicação entre aplicações de dois

Leia mais

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma loja específica Manter um Antivírus atualizado; Evitar

Leia mais

Componentes de um sistema de firewall - I

Componentes de um sistema de firewall - I Componentes de um sistema de firewall - I O que são Firewalls? Os firewalls são sistemas de segurança que podem ser baseados em: um único elemento de hardware; um único elemento de software instalado num

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Open Systems Interconnection Modelo OSI No início da utilização das redes de computadores, as tecnologias utilizadas para a comunicação

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web

Desenvolvimento de Aplicações Web Desenvolvimento de Aplicações Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Método de Avaliação Serão realizadas duas provas teóricas e dois trabalhos práticos. MF = 0,1*E + 0,2*P 1 + 0,2*T 1 + 0,2*P

Leia mais

Aula 1 Cleverton Hentz

Aula 1 Cleverton Hentz Aula 1 Cleverton Hentz Sumário da Aula Introdução História da Internet Protocolos Hypertext Transfer Protocol 2 A Internet é um conjunto de redes de alcance mundial: Comunicação é transparente para o usuário;

Leia mais

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso:

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: MALWARE Spyware É o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Seguem

Leia mais

EN3611 Segurança de Redes Prof. João Henrique Kleinschmidt Prática Wireshark Sniffer de rede

EN3611 Segurança de Redes Prof. João Henrique Kleinschmidt Prática Wireshark Sniffer de rede EN3611 Segurança de Redes Prof. João Henrique Kleinschmidt Prática Wireshark Sniffer de rede Entregar um relatório contendo introdução, desenvolvimento e conclusão. A seção desenvolvimento pode conter

Leia mais

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 1 Introdução à Camada de Transporte Camada de Transporte: transporta e regula o fluxo de informações da origem até o destino, de forma confiável.

Leia mais