Biologia e Geologia 10º ou 11º Ano Classificação de amostras de rochas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Biologia e Geologia 10º ou 11º Ano Classificação de amostras de rochas"

Transcrição

1 SEDIMENTOS têm origem Físico-química Química Biológica são são são Detritos (fragmentos de rochas pré-existentes) Substâncias dissolvidas na água Substâncias químicas produzidas pelos seres vivos ou resultantes da sua actividade originam originam originam Rochas detríticas Rochas quimiogénicas Rochas biogénicas CLASSIFICAÇÃO DOS SEDIMENTOS DETRÍTICOS DESIGNAÇÃO TAMANHO blocos > 256 mm Balastros seixos, calhaus e godos 064 mm 256 mm > 002 mm cascalho 008 mm 064 mm areão 002 mm 008 mm areia grosseira 1/2 mm 002 mm Areias areia média 1/8 mm 1/2 mm 1/16 MM 002 mm areia fina 1/16 mm 1/8 mm Silte 1/256 mm 1/16 mm < 1/16 mm Argila < 1/256 mm ROCHAS SEDIMENTARES DETRÍTICAS Não consolidadas Balastros Areia Silte Argila DIAGÉNESE Consolidadas Conglomerados Arenitos Siltitos Argilitos Resultam da Resultam da Resultam da Resultam da consolidação de consolidação de consolidação de consolidação de balastros que sofreram areias. São rochas siltes, depositados por argilas, de composição transporte de alta poliminerálicas mas correntes de baixa mineralógica variada. energia (rios de com largo predomínio energia (lagos, Dada a sua fina montanha, praias de de um mineral, planícies de granulometria, são forte ondulação ), geralmente o quartzo, inundação fluvial ); transportadas em pelo que os seus dada a sua resistência apresentam suspensão e constituintes são a longos transportes. composição depositadas em normalmente bem mineralógica variada. ambientes de baixa rolados. energia (lagos, Quando os balastros são mal rolados, com planícies de inundação fluvial ) muitas arestas vivas, a rocha passa a designar-se por brecha.

2 Forma-se por precipitação de carbonato de cálcio (CaCO₃), com formação do mineral calcite. Esta precipitação pode ser desencadeada pela variação das condições químicas das águas marinhas, nomeadamente do seu teor em CO₂. Estes calcários, de grão muito fino, têm um aspecto compacto e homogéneo. O calcário travertino é um exemplo deste tipo de rocha. O travertino da zona de Coimbra é constituído por 99% de calcite e 1% de minerais argilosos. ROCHAS SEDIMENTARES QUIMIOGÉNICAS Calcário Sal-gema Gesso Forma-se por precipitação de sais de cloreto de sódio (NaCl), com formação do mineral halite. Esta precipitação é desencadeada pela evaporação de águas marinhas retidas em lagunas ou de águas salgadas de lagos de zonas áridas, que contêm iões de cloro e de sódio em solução. Forma-se por precipitação de sais de sulfato de cálcio (CaSO₄), com formação do mineral gesso. Esta precipitação é desencadeada pela evaporação de águas marinhas retidas em lagunas ou de águas salgadas de lagos de zonas áridas, que contêm iões de sulfato e de cálcio em solução. Forma-se por precipitação de carbonato de cálcio (CaCO₃), com formação do mineral calcite. Esta precipitação pode ser desencadeada pela diminuição do teor de CO₂ nas águas marinhas, em consequência da actividade de seres vivos (ex.: fotossíntese). ROCHAS SEDIMENTARES BIOGÉNICAS Calcário Calcário recifal Calcário conquífero Carvão É um calcário de edificação É um calcário de acumulação, Forma-se por decomposição que resulta da fixação de por exemplo, de conchas de anaeróbia de detritos de carbonato de cálcio (CaCO₃) moluscos. plantas superiores, por seres vivos, constituindo um importante nomeadamente corais. combustível fóssil. TIPOS DE CARVÃO SEDIMENTO DIAGÉNESE METAMORFISMO Turfa Lignite Carvão betuminoso Antracite Apresenta elevado teor em água, pelo que o seu poder combustível é fraco. Apresenta um elevado teor de carbono (80% a 90%), o que faz dele o carvão de maior interesse económico, dado o seu elevado valor energético e Contém mais de 90% de carbono, o que o torna um carvão de difícil combustão a relativa facilidade de exploração.

3 ROCHAS SEDIMENTARES (Chave Dicotómica) Rochas, consolidadas ou não, formadas pela associação de fragmentos minerais e/ou Detríticas rochosos de origem diversa (magmática, metamórfica ou sedimentar). Rochas consolidadas, não constituídas por fragmentos minerais e/ou rochosos. Quimiogénicas ou Biogénicas ROCHAS SEDIMENTARES DETRÍTICAS (Chave Dicotómica) 01 Rocha consolidada, untuosa ao tacto, constituída por detritos não observáveis à Argilito vista desarmada, de dimensão média inferior a 1/256 mm Rocha, consolidada ou não, constituída por detritos visíveis a olho nu, de 02 dimensão média superior a 1/256 mm 02 Rocha, consolidada ou não, constituída por detritos de dimensões médias 03 compreendidas entre 1/16 mm e 2 mm Rocha, consolidada ou não, constituída por detritos de dimensão superior a 2 04 mm 03 Rocha não consolidada, isto é, constituída por detritos soltos Areia Rocha consolidada, formada essencialmente por grãos de quartzo e cimento Arenito 04 Rocha não consolidada, isto é, constituída por detritos soltos Balastros Rocha consolidada por um cimento calcário ou silicioso Rocha constituída por detritos (areão, cascalho, seixos, ) arredondados Conglomerado Rocha constituída por detritos (areão, cascalho, seixos, ) angulosos Brecha ROCHAS SEDIMENTARES QUIMIOGÉNICAS E BIOGÉNICAS (Chave Dicotómica) 06 Rocha que faz efervescência, nítida ou incipiente, quando se lhe adiciona umas 07 gotas de ácido clorídrico (rocha com carbonato de cálcio) Rocha que não faz efervescência quando se lhe adiciona umas gotas de ácido 08 clorídrico (rocha sem carbonato de cálcio) 07 Rocha clara ou escura de grão muito fino, de aspecto compacto e homogéneo, Calcário que se risca facilmente com a ponta de um canivete; faz efervescência forte, a frio, com o ácido clorídrico Rocha terrosa, de cor geralmente cinzenta, constituída, em partes mais ou Marga menos iguais, por carbonatos e argilas; faz efervescência muito fraca, a frio, com o ácido clorídrico; fácil de riscar com a unha; se bafejada cheira a barro 08 Rocha escura, sólida, leve e combustível (carvões) 09 Rocha geralmente clara e incombustível Rocha castanha ou negra, com a aparência da madeira; arde facilmente, Lignite formando uma chama fuliginosa. Rocha negra de aspecto bandado (leitos brilhantes, de brilho gorduroso a Carvão betuminoso submetálico (semelhante ao metálico sendo, contudo, menos intenso), alternam com leitos mais baços); arde facilmente com libertação de fumo 10 Rocha com sabor salgado (evaporito) 11 Rocha insípida constituída predominantemente por sílica; risca o vidro Rocha branca, de sabor salgado, formada essencialmente por halite (NaCl), e Sal-gema que se dissolve facilmente na água Rocha, geralmente, de cor branca ou amarelada, de sabor amargo, de Gesso aparência sedosa e que se deixa riscar pela unha; se finamente pulverizada, é solúvel no ácido clorídrico, a quente, sem efervescência 12 Rocha dura, compacta e de textura granular (os minerais distinguem-se uns dos Cherte outros e, na maioria dos casos, podem identificar-se à vista desarmada ) Rocha dura, de cor clara a negra, muito compacta, frágil e de fractura conchoidal; as lascas finas são translúcidas Sílex

4 ROCHAS MAGMÁTICAS (Chave Dicotómica) 1 Rocha com textura fanerítica ou granular (os minerais distinguem-se uns dos outros e, na maioria dos casos, podem identificar-se à vista desarmada ) Rocha com textura afanítica ou agranular (minerais muito pequenos que não se 04 distinguem uns dos outros, mesmo com a ajuda de uma lupa) 2 Rocha geralmente de cor clara, com quartzo e feldspato Granito Rocha geralmente escura, sem quartzo 03 3 Rocha escura em que se observam cristais de olivina, piroxena e plagioclase Gabro Rocha constituída por biotite e anfíbola Diorito 4 Rocha geralmente de cor clara na qual predomina o feldspato potássico Riolito Rocha geralmente escura 05 5 Rocha de cor preta, na qual se observam pequenos cristais de olivina numa Basalto matriz afanítica Rocha de cor cinzenta, rica em plagioclase, biotite e anfíbola Andesito 02 Vulcânicas ou extrusivas (Consolidação do magma à superfície) ROCHAS MAGMÁTICAS Riólito Andesito Basalto Textura afanítica ou agranular (constituída por minerais muito pequenos que não se distinguem uns dos outros, mesmo com a ajuda de uma lupa). Rocha leucocrata (clara, dado ser rica em minerais félsicos e pobre em minerais máficos). Textura afanítica ou agranular. Rocha mesocrata (cor intermédia, dado possuir minerais félsicos e máficos em quantidade idêntica. Textura afanítica ou agranular. Rocha melanocrata (escura, dado ser rica em minerais máficos e pobre em minerais félsicos). Plutónicas ou intrusivas (Consolidação do magma em profundidade) Granito Diorito Gabro Textura fanerítica ou granular (constituída por minerais que se distinguem uns dos outros e, na maioria dos casos, podem identificar-se à vista desarmada ). Rocha leucocrata (clara). Textura fanerítica ou granular. Rocha mesocrata (cor intermédia). Textura fanerítica ou granular. Rocha melanocrata (escura).

5 Rocha-mãe (exemplo) ROCHAS METAMÓRFICAS DE TEXTURA NÃO FOLIADA Argilito Corneana Rochas de granularidade fina, compactas, escuras e que ocorrem em auréolas de metamorfismo, no contacto directo com o magma. METAMORFISMO Arenito Quartzito As areias de quartzo, que constituem o arenito, unemse e recristalizam em cristais de quartzo de maiores dimensões. Calcário Mármore Os cristais de calcite, que constituem o calcário, unem-se e recristalizam em cristais de calcite de maiores dimensões. Rocha-mãe (exemplo) Xisto argiloso ROCHAS METAMÓRFICAS DE TEXTURA FOLIADA Rocha de muito baixo grau de metamorfismo, de granularidade muito fina. A sua foliação incipiente resulta da orientação de minerais tabulares, normalmente micas. Ardósia Rocha de baixo grau de metamorfismo, de granularidade fina, com clivagem ardosífera (foliação definida pela orientação preferencial de minerais de granularidade fina) e de cores normalmente escura. As rochas com este tipo de foliação partem-se facilmente em folhas finas e lisas de aspecto baço. Argilito Filito Rocha de grau médio de metamorfismo, de granularidade fina, podendo exibir minerais tabulares visíveis a olho nu. Apresenta uma foliação intermédia entre a clivagem ardosífera e a xistosidade. Devido à abundância de minerais micáceos, os planos de foliação podem apresentar brilho sedoso/acetinado. METAMORFISMO Xisto ou micaxisto Gnaisse Rocha de grau de metamorfismo intermédio a alto, de granularidade média-alta, formada, maioritariamente, por micas (com cristais muito desenvolvidos). Apresenta xistosidade (foliação acentuada, resultante da orientação de minerais tabulares, como as micas em rochas de granularidade média). As rochas com este tipo de foliação partem-se segundo superfícies lisas a ligeiramente onduladas, de aspecto brilhante. Rocha de grau de metamorfismo elevado, de granularidade média-alta e que se caracteriza pela existência de bandas de composição mineralógica distinta (bandado gnáissico).

6 ROCHAS METAMÓRFICAS (Chave Dicotómica) 01 Rocha sem foliação 02 Rocha com foliação (alinhamento paralelo dos minerais) Rocha monominerálica, cristalina, e que faz efervescência com o ácido Mármore clorídrico Rocha que não faz efervescência com o ácido clorídrico Rocha compacta, de grão muito fino, dura, de aparência córnea e de cor escura; Corneana fractura conchoidal ou irregular Rocha de cor clara, compacta e dura; risca o vidro; aparência açucarada; brilho Quartzito vítreo e fractura conchoidal 04 Rocha com textura bandada, alternando leitos mineralógicos claros (quartzo e Gnaisse feldspato) e escuros (biotite, ); compacta Rocha sem textura bandada Rocha de grão médio-grosseiro, sendo possível, geralmente, a identificação macroscópica de micas; os planos de xistosidade são superfícies brilhantes e lisas a ligeiramente onduladas Xisto ou Micaxisto Rocha de grão fino (minerais indistintos a olho nu ) Rocha de cor negra e aparência sedosa; a orientação bem marcada dos seus minerais tabulares permite, com facilidade, a sua separação segundo superfícies baças, planas, paralelas e lisas; pode conter fósseis Ardósia Rocha de cor clara, de brilho lustroso ou acetinado, podendo exibir micas visíveis a olho nu Filito MINERAIS Dureza Traço Cor Brilho Clivagem CALCITE 3 branco incolor, branca vítreo perfeita ARAGONITE 3,5-4 branco incolor, branca vítreo QUARTZO 7 branco variada vítreo a gorduroso indistinta não manifesta FELDSPATO 6 branco variada vítreo distinta ANFÍBOLA 5,5-6 branco verde a vítreo perfeita negra PIROXENA 5,5-7 branco variada vítreo perfeita MOSCOVITE 2-2,5 branco amarelo acastanhado nacarado a vítreo perfeita BIOTITE 2,5-3 branco castanho escuro OLIVINA 6,5-7 branco verde azeitona nacarado vítreo a gorduroso perfeita distinta GRANADA 6,5-7,5 branco variada vítreo indistinta ANDALUZITE 7,5 branco variada vítreo distinta DISTENA 4-4,5 branco azul-celeste vítreo distinta ESTAUROLITE 7-7,5 branco castanho vítreo distinta

Génese das Rochas. Minerais. Rochas Sedimentares. Rochas Magmáticas. Rochas Metamórficas

Génese das Rochas. Minerais. Rochas Sedimentares. Rochas Magmáticas. Rochas Metamórficas Génese das Rochas Minerais Rochas Sedimentares Rochas Magmáticas Rochas Metamórficas As rochas são constituídas por... São substâncias inorgânicas, naturais, cristalinas e com uma composição química bem

Leia mais

Relatórios Modelo de Petrografia

Relatórios Modelo de Petrografia Relatórios Modelo de Petrografia Estes relatórios servem como referência para os alunos que estão agora a iniciar as primeiras observações. Obviamente que cada pessoa tem o seu estilo pessoal de escrever,

Leia mais

Relatórios Modelo de Petrografia

Relatórios Modelo de Petrografia Relatórios Modelo de Petrografia Estes relatórios servem como referência para os alunos que estão agora a iniciar as primeiras observações. Obviamente que cada pessoa tem o seu estilo pessoal de escrever,

Leia mais

Serão as Rochas e os Minerais o mesmo? As rochas são constituídas por minerais.

Serão as Rochas e os Minerais o mesmo? As rochas são constituídas por minerais. Serão as Rochas e os Minerais o mesmo? As rochas são constituídas por minerais. Substância natural e inorgânica, com propriedades físicas e químicas definidas. Por exemplo o Quartzo pode formar-se em diversas

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS SEDIMENTARES

CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS SEDIMENTARES Prof. Ana Rita Rainho CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS SEDIMENTARES rochas sedimentares Tendo em conta o tipo de sedimentos que deram origem à fracção dominante de uma rocha podemos considerar: Tipo de sedimentos

Leia mais

Ficha de Trabalho de Biologia e Geologia (ano 2)

Ficha de Trabalho de Biologia e Geologia (ano 2) Ficha de Trabalho de Biologia e Geologia (ano 2) Ano Lectivo: 2007/2008 Nome: Nº Turma: CT Curso: CH-CT Data: / /2008 Docente: Catarina Reis 1- A figura seguinte representa uma região imaginária, onde

Leia mais

OCUPAÇÃO ANTRÓPICA E PROBLEMAS DE ORDENAMENTO RECORDAR E/OU ENFATIZAR COMPETÊNCIAS ATITUDINAIS. Assumir atitudes

OCUPAÇÃO ANTRÓPICA E PROBLEMAS DE ORDENAMENTO RECORDAR E/OU ENFATIZAR COMPETÊNCIAS ATITUDINAIS. Assumir atitudes OCUPAÇÃO ANTRÓPICA E PROBLEMAS DE ORDENAMENTO 1. Ocupação antrópica e de ordenamento formular hipóteses. de rigor e Testar e validar Usar fontes bibliográficas de forma autónoma, pesquisando, organizando

Leia mais

Agregados de minerais

Agregados de minerais Mineral Substância natural, formada em contextos geológicos (ou biológicos), sólida, com estrutura cristalina, composição química definida e propriedades físicas específicas Definição 1 Hematite (Fe2O3)

Leia mais

Mas sem se dar alteração significativa da composição química global da rocha! 1)

Mas sem se dar alteração significativa da composição química global da rocha! 1) Génese Formam-se como resultado da transformação, no estado sólido, de rochas pré-existentes (de todos os tipos), em condições de alta pressão e sob elevadas temperaturas: Consequentemente, ocorre: 2 Cristalização

Leia mais

TIPOS DE ROCHAS. Magmáticas provenientes do arrefecimento e solidificação do magma.

TIPOS DE ROCHAS. Magmáticas provenientes do arrefecimento e solidificação do magma. TIPOS DE ROCHAS As rochas dividem-se em três grupos: Magmáticas provenientes do arrefecimento e solidificação do magma. Metamórficas resultam de modificações, no estado sólido, devido à pressão e temperatura.

Leia mais

Nas ilhas dos Açores predominam

Nas ilhas dos Açores predominam http://.azores.gov.pt SANTA MARIA ESCOADA LÁVICA SUBMARINA Nas ilhas dos Açores predominam as rochas vulcânicas, estando as rochas sedimentares especialmente presentes na ilha de Santa Maria, onde frequentemente

Leia mais

Ciências Naturais 7º Ano Dinâmica Externa da Terra

Ciências Naturais 7º Ano Dinâmica Externa da Terra Ciências Naturais 7º Ano 2011-2012 Dinâmica Externa da Terra Dinâmica Interna da Terra Calor gerado no interior da Terra. Energia Interna da Terra. Dinâmica Externa da Terra Energia do Sol que movimenta

Leia mais

PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA.

PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA. PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA Nome: BI: Classificação: CHAMADA DE ATENÇÃO: Esta prova é constituída

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Sertã

Agrupamento de Escolas da Sertã Agrupamento de Escolas da Sertã Direcção Regional de Educação do Centro Ficha de trabalho - Ciências Naturais Ano Lectivo: 2010/11 Ano de Escolaridade: 7 º Ano Aluno: N.º: Turma: Data: / / 1. Estabelece

Leia mais

Minerais e Rochas. Samuel Brito - Ciências Naturais 8º ano

Minerais e Rochas. Samuel Brito - Ciências Naturais 8º ano Minerais e Rochas O que é um mineral? Os minerais são substâncias sólidas, naturais, inorgânicas, com estrutura cristalina e composição química mais ou menos definida. Substâncias sólidas não há minerais

Leia mais

Apêndice VIII Teste diagnóstico da componente de Geologia. Formação das Rochas Magmáticas

Apêndice VIII Teste diagnóstico da componente de Geologia. Formação das Rochas Magmáticas O TRABALHO LABORATORIAL SEGUNDO A APRENDIZAGEM BASEADA NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: CONSTRUÇÃO DE ÁRVORES FILOGENÉTICAS E ESTUDO DA FORMAÇÃO E EVOLUÇÃO DOS MAGMAS 1 Apêndice VIII Teste diagnóstico da componente

Leia mais

CONSOLIDAÇÃO DE MAGMAS

CONSOLIDAÇÃO DE MAGMAS CONSOLIDAÇÃO DE MAGMAS Prof. Ana Rita Rainho Condições de Texturas das rochas magmáticas Consoante as condições de arrefecimento do magma, o grau de desenvolvimento dos cristais é diferente. Fanerítica

Leia mais

2. A figura 2 representa, de modo esquemático, um fenómeno físico que pode ocorrer numa câmara magmática.

2. A figura 2 representa, de modo esquemático, um fenómeno físico que pode ocorrer numa câmara magmática. Disciplina de Biologia e Geologia (Ano ) º ANO Ficha de Avaliação Formativa Tema IV de Geologia (Correcção) Nome: Nº: Turma: Leia com atenção e responda sucintamente às questões que se seguem!. A diferenciação

Leia mais

Identificação macroscópica de Rochas Metamórficas. Portugal - Praia de Almograve

Identificação macroscópica de Rochas Metamórficas. Portugal - Praia de Almograve Identificação macroscópica de Rochas Metamórficas Portugal - Praia de Almograve Rochas Metamórficas Relatório macroscópico RELATÓRIO DE PETROGRAFIA Quais os parâmetros a considerar na descrição/classificação

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO MACROSCÓPICA. LEC. LET. Rochas Sedimentares

IDENTIFICAÇÃO MACROSCÓPICA. LEC. LET. Rochas Sedimentares IDENTIFICAÇÃO MACROSCÓPICA. LEC. LET Rochas Sedimentares CICLO LITOLÓGICO Rochas sedimentares Formam-se em ambientes geológicos superficiais basta olhar à nossa volta para avaliar a diversidade de ambientes

Leia mais

Ambientes tectônicos e sedimentação

Ambientes tectônicos e sedimentação Rochas Sedimentares Ambientes tectônicos e sedimentação Intemperismo físico e químico de rochas sedimentares, ígneas e metamórficas Erosão Transporte Deposição Diagênese e litificação (compactação ) =

Leia mais

Curso de Especialização em Beneficiamento Mineral

Curso de Especialização em Beneficiamento Mineral Curso de Especialização em Beneficiamento Mineral Departamento de Engenharia de Minas Escola de Minas de Ouro Preto Universidade Federal de Ouro Preto Fundamentação mineralógica para a produção mineral

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF CAMPUS SERRA DA CAPIVARA COLEGIADO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA CCINAT.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF CAMPUS SERRA DA CAPIVARA COLEGIADO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA CCINAT. UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF CAMPUS SERRA DA CAPIVARA COLEGIADO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA CCINAT Rochas Ígneas Referências Cap. 16 - Decifrando a Terra Cap. 4 Para entender a Terra

Leia mais

Materiais e Processos Construtivos. Agregados. Frank Cabral de Freitas Amaral 1º º Ten.-Eng.º. Instrutor

Materiais e Processos Construtivos. Agregados. Frank Cabral de Freitas Amaral 1º º Ten.-Eng.º. Instrutor Agregados Frank Cabral de Freitas Amaral 1º º Ten.-Eng.º Instrutor Março/2005 Programação SEMANA DATA TÓPICOS 1 2 3 4 5 6 7 8 06/mar 09/mar 13/mar 16/mar 20/mar 23/mar 27/mar 30/mar 3/abr 6/abr 10/abr

Leia mais

ROCHAS ÍGNEAS ENG1202-LABORATÓRIO DE GEOLOGIA. Prof. Patrício Pires 20/03/2012

ROCHAS ÍGNEAS ENG1202-LABORATÓRIO DE GEOLOGIA. Prof. Patrício Pires 20/03/2012 ROCHAS ÍGNEAS ENG1202-LABORATÓRIO DE GEOLOGIA 20/03/2012 Prof. Patrício Pires patricio.pires@gmail.com Rochas Magmáticas O que é uma Rocha Magmática? O que acontece durante o arrefecimento e cristalização

Leia mais

O metamorfismo é caracterizado por: mudanças mineralógicas crescimento de novos minerais sem adição de novo material (processo isoquímico);

O metamorfismo é caracterizado por: mudanças mineralógicas crescimento de novos minerais sem adição de novo material (processo isoquímico); Rochas metamórficas Metamorfismo - processo geológico que consiste num conjunto de transformações mineralógicas, químicas e estruturais que ocorrem no estado sólido, em rochas sujeitas a estados de tensão,

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico, 21 outubro de 2014) CIÊNCIAS NATURAIS 7º ano de escolaridade

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico, 21 outubro de 2014) CIÊNCIAS NATURAIS 7º ano de escolaridade CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico, 21 outubro de 2014) CIÊNCIAS NATURAIS 7º ano de escolaridade A TERRA EM TRANSFORMAÇÃO Dinâmica Externa da Terra Paisagens geológicas

Leia mais

Material de apoio. Origem e Constituição. Origem e Constituição. Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto, Oficina de Textos, 2006);

Material de apoio. Origem e Constituição. Origem e Constituição. Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto, Oficina de Textos, 2006); Universidade Paulista Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia Departamento de Engenharia Civil Professora Moema Castro, MSc. Material de apoio 2 Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto,

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA

INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA Nome: BI: Classificação: CHAMADA DE ATENÇÃO:

Leia mais

FUNDAMENTOS EM GEOLOGIA

FUNDAMENTOS EM GEOLOGIA FUNDAMENTOS EM GEOLOGIA AULA 01 AS ROCHAS E SUAS PROPRIEDADES Profº Me.: JOSÉ STROESSNER O que é Geologia Os Mineralóides Os Minerais As Rochas Rochas Magmáticas Rochas Metamórficas Rochas Sedimentares

Leia mais

CAPÍTULO 05 ROCHAS - AMBIENTES ÍGNEO, SEDIMENTAR E METAMÓRFICO. Pedro Crist Vagner André Morais Pinto

CAPÍTULO 05 ROCHAS - AMBIENTES ÍGNEO, SEDIMENTAR E METAMÓRFICO. Pedro Crist Vagner André Morais Pinto CAPÍTULO 05 ROCHAS - AMBIENTES ÍGNEO, SEDIMENTAR E METAMÓRFICO Pedro Crist Vagner André Morais Pinto As rochas presentes no planeta Terra encontram-se, na sua origem, vinculadas a três tipos fundamentais

Leia mais

inclui chave para reconhecimento macroscópico de rochas

inclui chave para reconhecimento macroscópico de rochas inclui chave para reconhecimento macroscópico de rochas A natureza das rochas 1.1 O que se chama de rocha? O ramo de conhecimento que se ocupa com o estudo sistemático de rochas é a petrologia. Ela inclui

Leia mais

Metamorfismo. Pressão e temperatura. Rocha original (protólito)

Metamorfismo. Pressão e temperatura. Rocha original (protólito) Rochas metamórficas Conteúdo Metamorfismo Fatores de influência Tipos de metamorfismo Características das rochas metamórficas Principais rochas Zonas de metamorfismo no planeta Metamorfismo Pressão e temperatura

Leia mais

ROCHAS MAGMÁTICAS OU ÍGNEAS

ROCHAS MAGMÁTICAS OU ÍGNEAS TIPOS DE ROCHAS ROCHAS MAGMÁTICAS OU ÍGNEAS Na história geológica da Terra, lentamente o magma resfriou e solidificou, formando as primeiras rochas magmáticas. As rochas magmáticas dividem-se em dois grupos:

Leia mais

Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma

Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma mistura rochas em fusão com uma % de gases variável Principais elementos: SILICATOS 800 1500ºC O que

Leia mais

Estrutura geológica e formas de relevo. Professora: Jordana Costa

Estrutura geológica e formas de relevo. Professora: Jordana Costa Estrutura geológica e formas de relevo Professora: Jordana Costa Estrutura Geológica O tipo de terreno de um lugar (sua origem e as rochas que o compõem) constitui a sua estrutura geológica. Sua importância

Leia mais

Rochas e Minerais Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio / Maio

Rochas e Minerais Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio / Maio Rochas e Minerais Ciências Naturais 6º ano Lígia Palácio / Maio 2016 http://www.sott.net/image/image/872/crystal-cave-1.jpg Mineral Substância natural, inorgânica, de composição química especifica e de

Leia mais

CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS

CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS Texto para estudo CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS A Terra é um planeta vivo e seus continentes estão em constante movimento, devido à dissipação de calor do interior do planeta. A geologia é a ciência que

Leia mais

ROCHAS ÍGNEAS. Identificação Macroscópica

ROCHAS ÍGNEAS. Identificação Macroscópica ROCHAS ÍGNEAS Identificação Macroscópica RECONHECER DESCREVER CLASSIFICAR ROCHAS ÍGNEAS RELATÓRIO DE PETROGRAFIA Quais os parâmetros a considerar na descrição/classificação de uma rocha ígnea? A. Estrutura

Leia mais

Teste Diagnóstico I Biologia e Geologia

Teste Diagnóstico I Biologia e Geologia Nome: Data: Alguns aspetos detetados: Conhecimentos prévios mal assimilados ou interiorizados. Dificuldades na interpretação de um pequeno texto. Dificuldades na interpretação de enunciados. Dificuldade

Leia mais

Magmatismo rochas magmáticas

Magmatismo rochas magmáticas Magmatismo rochas magmáticas Magma Uma definição de magma: Material de origem profunda, formado por uma mistura complexa de silicatos em fusão, entre 800 e 1500ºC, com uma percentagem variável de gases

Leia mais

Classificação das Rochas Sedimentares

Classificação das Rochas Sedimentares Classificação das Rochas Sedimentares Classificam-se se em: Rochas detríticas Rochas quimiogénicas Rochas biogénicas Classificação das R. Sedimentares Rochas detríticas ticas Sedimentos de origem detrítica;

Leia mais

Rochas sedimentares na crosta terrestre

Rochas sedimentares na crosta terrestre Rochas sedimentares na crosta terrestre Celso Dal Ré Carneiro DGAE-IG, Universidade Estadual de Campinas Campinas, 2005 Principais fontes Press F., Siever R., Grotzinger J., Jordan T.H. 2006. Para entender

Leia mais

Prova Modelo PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA

Prova Modelo PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA Prova Modelo PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA Nome: BI: Classificação: CHAMADA DE ATENÇÃO: Esta prova

Leia mais

Dinâmica externa da terra. Rochas Minerais Ciclo das rochas

Dinâmica externa da terra. Rochas Minerais Ciclo das rochas Dinâmica externa da terra Rochas Minerais Ciclo das rochas Planeamento da Unidade http://students.fct.unl.pt/~jia16071/didactic a/planeamento_unidade.pdf Mapa de conceitos http://students.fct.unl.pt/~jia16071/didactic

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Moura Escola Básica nº 1 de Moura (EB23) Ano letivo 2014/2015

Agrupamento de Escolas de Moura Escola Básica nº 1 de Moura (EB23) Ano letivo 2014/2015 CIÊNCIAS NATURAIS 7º ANO Conteúdos TERRA EM TRANSFORMAÇÃO 1. Dinâmica externa da Terra ( 50 min): 18 1.1 Paisagens geológicas e minerais constituintes das rochas Metas Curriculares Objetivos e Descritores

Leia mais

Unidade 3. Geologia, problemas e materiais do quotidiano. Capitulo 2. Processos e materiais geológicos importantes em ambientes terrestres.

Unidade 3. Geologia, problemas e materiais do quotidiano. Capitulo 2. Processos e materiais geológicos importantes em ambientes terrestres. Unidade 3 Geologia, problemas e materiais do quotidiano Capitulo 2 Processos e materiais geológicos importantes em ambientes terrestres. Aula Nº 74 24 Abr 09 Prof: Ana Capelo O QUE É O CICLO DAS ROCHAS?

Leia mais

AGREGADOS. Conceito AGREGADOS AGREGADOS

AGREGADOS. Conceito AGREGADOS AGREGADOS Conceito Agregado é um material sem forma ou volume definido, de custo relativamente baixo, geralmente inerte, com dimensões e propriedades adequadas para a produção de argamassa e concreto. 1 Generalidades

Leia mais

ANO INTERNACIONAL DOS SOLOS

ANO INTERNACIONAL DOS SOLOS 2015 - ANO INTERNACIONAL DOS SOLOS FALANDO DOS SOLOS (7) Em condições normais, coexistem no solo uma componente mineral e uma orgânica, a que se associam uma fase líquida e uma fase gasosa essenciais ao

Leia mais

Ficha de Avaliação de Ciências Naturais 7º Ano

Ficha de Avaliação de Ciências Naturais 7º Ano Ficha de Avaliação de Ciências Naturais 7º Ano Nome: Turma: Nº: Classificação: Professor: Data: / / Nota: Lê atentamente todas as questões antes de começares a responder. Bom trabalho. 1 - Observa as imagens

Leia mais

MINERAIS E ROCHAS Geotecnia Ambiental 2015

MINERAIS E ROCHAS Geotecnia Ambiental 2015 MINERAIS E ROCHAS Geotecnia Ambiental 2015 Sumário 1. INTRODUÇÃO Geologia Aplicada a Geotecnia Estrutura da Terra 2. MINERAIS E ROCHAS Propriedades dos minerais Minerais formadores de rochas Determinação

Leia mais

Classificação das Rochas

Classificação das Rochas Classificação das Rochas Oliveira, Francisco Sérgio Silva de. O48c Classificação das rochas / Francisco Sérgio Silva de Oliveira. Varginha, 2015. 54 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader

Leia mais

Planificação Anual GR Disciplina Ciências Naturais 7ºAno

Planificação Anual GR Disciplina Ciências Naturais 7ºAno Período letivo 1º Competências Definir paleontologia. Apresentar uma definição de fóssil. Explicar os diversos processos de fossilização, recorrendo a actividades práticas. Relacionar a formação de fósseis

Leia mais

CONCEITOS DE GEOLOGIA ANO 1 E ANO 2

CONCEITOS DE GEOLOGIA ANO 1 E ANO 2 CONCEITOS DE GEOLOGIA ANO 1 E ANO 2 MÓDULO INICIAL-TEMA I: A GEOLOGIA, OS GEÓLOGOS E OS SEUS MÉTODOS A Terra, um planeta formado por vários subsistemas em interacção -Atmosfera A medida do tempo geológico

Leia mais

Estrutura Interna da Terra

Estrutura Interna da Terra Estrutura Interna da Terra Rochas Ígneas As rochas ígneas são um tipo rochoso formado pela pressão e calor intenso que ocorre dentro do nosso planeta. Elas derretem devido às temperaturas muito altas

Leia mais

Planificação de Ciências Naturais 7º ano de escolaridade

Planificação de Ciências Naturais 7º ano de escolaridade AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde Escola Básica 1/JI do Casal do Sapo Ano Letivo - 2015/2016 DOMÍNIO SUBDOMÍNIO UNIDADE CONTEÚDOS Dinâmica externa

Leia mais

Magmatismo e rochas magmáticas. Hélder Giroto Paiva - Escola Portuguesa do Lubango

Magmatismo e rochas magmáticas. Hélder Giroto Paiva - Escola Portuguesa do Lubango Magmatismo e rochas magmáticas Hélder Giroto Paiva - Escola Portuguesa do Lubango O ciclo litológico Definição de magma Material de origem profunda formado por uma mistura complexa de silicatos fundidos,

Leia mais

AS ROCHAS. Professores: Alinne Carin Marcôncio

AS ROCHAS. Professores: Alinne Carin Marcôncio AS ROCHAS Professores: Alinne Carin Marcôncio Para Pensar Em que período da história o homem passou a fazer uso das rochas como ferramentas? Há mais de 2 milhões de anos os nossos antepassados aprenderam

Leia mais

Metamorfismo. Roches metamórficas

Metamorfismo. Roches metamórficas METAMORFISMO Introdução - Definição Metamorfismo Processo que leva a uma modificação de mineralogia ou de textura das rochas, no estado sólido, sob o efeito da temperatura, da pressão e dos flúidos Roches

Leia mais

AGG00209 INTRODUÇÃO A PETROFÍSICA QUESTIONÁRIO 1 MINERAIS E ROCHAS

AGG00209 INTRODUÇÃO A PETROFÍSICA QUESTIONÁRIO 1 MINERAIS E ROCHAS AGG00209 INTRODUÇÃO A PETROFÍSICA QUESTIONÁRIO 1 MINERAIS E ROCHAS 1) Qual das sentenças abaixo é verdadeira? a) Os minerais originam-se e são destruídos por reações químicas. b) A maior parte dos minerais

Leia mais

Magmas e formação de rochas ígneas

Magmas e formação de rochas ígneas Magmas e formação de rochas ígneas O que é um magma? Um fundido (geralmente silicatado) + cristais + gases (H 2 O, CO 2 SO 2, Cl, F, etc ), que é gerado no interior da Terra, provido de mobilidade. Quando

Leia mais

è Reconhecer a importância das rochas no fornecimento de informações sobre o passado da Terra.

è Reconhecer a importância das rochas no fornecimento de informações sobre o passado da Terra. è Reconhecer a importância das rochas no fornecimento de informações sobre o passado da Terra. è Conhecer o trabalho dos geólogos e a importância da Geologia como ciência que estuda o presente e o passado

Leia mais

GEOQUÍMICA DO SOLO DEFINIÇÃO:

GEOQUÍMICA DO SOLO DEFINIÇÃO: GEOQUÍMICA DO SOLO DEFINIÇÃO: Ciência que se dedica ao estudo do solo e de suas relações com as demais esferas geoquímicas (pedosfera, atmosfera, hidrosfera, litosfera e biosfera). Nos ecossistemas terrestres...

Leia mais

ROCHAS LITOSFERA. Rochas Magmáticas ou Ígneas

ROCHAS LITOSFERA. Rochas Magmáticas ou Ígneas LITOSFERA ROCHAS As rochas constituem a parte sólida do planeta e são compostas de um ou vários minerais. Os minerais são compostos de elementos químicos. Certos elementos químicos podem ser encontrados

Leia mais

Rochas Metamórficas. Rochas Metamórficas

Rochas Metamórficas. Rochas Metamórficas Rochas Metamórficas Rochas Metamórficas Proveniente de transformações sofridas por qualquer tipo de rochas preexistentes que foram submetidas a processos termodinâmicos (pressão e temperatura), originando

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL A ORIGEM DOS SOLOS Todos os solos se originam

Leia mais

Ficha de Avaliação Refira as características dos iões Fe 2+ e Mg 2+ que possibilitam a sua intersubstituição,

Ficha de Avaliação Refira as características dos iões Fe 2+ e Mg 2+ que possibilitam a sua intersubstituição, Ficha de Avaliação 1 A figura representa a estrutura das olivinas que são silicatos de ferro e/ou magnésio. Para simplificação do esquema, os átomos de silício no centro dos tetraedros, não foram desenhados.

Leia mais

Modos e meios para otimizar o trabalho em geociências FERNANDO PINA, FaGEO-IG/UFPA,2010. Texto elaborado a partir de notas de aula

Modos e meios para otimizar o trabalho em geociências FERNANDO PINA, FaGEO-IG/UFPA,2010. Texto elaborado a partir de notas de aula CONSTRUINDO UM KIT DIDÁTICO DE ROCHAS Modos e meios para otimizar o trabalho em geociências FERNANDO PINA, FaGEO-IG/UFPA,2010. Texto elaborado a partir de notas de aula OBJETIVOS 1-elaborar minicoleções

Leia mais

Sulfureto (S2-) Catiões (alguns exemplos, raio dado em 10-8 cm) 1,81 1,84. 2) Semi-metais (Ar, arsénio, Bi, bismuto, Sb, antimónio) Grafite (C)

Sulfureto (S2-) Catiões (alguns exemplos, raio dado em 10-8 cm) 1,81 1,84. 2) Semi-metais (Ar, arsénio, Bi, bismuto, Sb, antimónio) Grafite (C) Classificação Aniões (alguns exemplos) A classificação dos minerais baseia-se na sua composição química, nomeadamente no anião ou grupo aniónico dominante Óxido (O2-) o mais abundante! 1,40 Sulfureto (S2-)

Leia mais

Introdução. Importância - 70 % das rochas da crosta terrestre são formadas a partir de magma

Introdução. Importância - 70 % das rochas da crosta terrestre são formadas a partir de magma MAGMATISMO Introdução Importância - 70 % das rochas da crosta terrestre são formadas a partir de magma Definições Rochas ígneas = rochas formadas através da cristalização de magma Magma rocha fundida termo

Leia mais

Rochas Sedimentares. Rochas Sedimentares 01/09/2016

Rochas Sedimentares. Rochas Sedimentares 01/09/2016 Rochas Sedimentares Rochas Sedimentares Rochas que resultam da desintegração e decomposição de rochas preexistentes (magmáticas, metamórficas ou sedimentares), graças a ação de intemperismo (conjunto de

Leia mais

Principais texturas e rochas metamórficas Os fenómenos metamórficos provocam modificações na textura das rochas iniciais. A textura depende da dimensão dos cristais, forma e arranjo dos diferentes minerais,

Leia mais

Ciências Naturais 7.º ano. Ficha de avaliação diagnóstica

Ciências Naturais 7.º ano. Ficha de avaliação diagnóstica Ciências Naturais 7.º ano Ficha de avaliação diagnóstica Grupo I 1. Faz corresponder cada conceito da coluna I (1 a 6) à sua descrição, que se encontra na coluna II (A a F). COLUNA I COLUNA II 1 Rocha

Leia mais

7.º ano. Planificação

7.º ano. Planificação 7.º ano Planificação 1 Proposta de planificação para 100 Domínio Subdomínio Objetivo geral Conteúdo no VT7 TERRA EM TRANSFORMAÇÃO Dinâmica externa da Terra Estrutura e dinâmica interna da Terra Consequências

Leia mais

Conteúdo: Aula 1: Rochas e minerais: o que são? Tipos de rocha. Aula 2: O solo. FORTALECENDO SABERES APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES

Conteúdo: Aula 1: Rochas e minerais: o que são? Tipos de rocha. Aula 2: O solo. FORTALECENDO SABERES APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES A Conteúdo: Aula 1: Rochas e minerais: o que são? Tipos de rocha. Aula 2: O solo. 2 A Habilidades: Aula 1: Entender o que são rochas e como elas se formam. Saber diferenciar as rochas de acordo com os

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DA RAINHA SANTA ISABEL

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DA RAINHA SANTA ISABEL ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DA RAINHA SANTA ISABEL 402643 Planificação Anual de Ciências Naturais 7º ano 2016-2017 Professoras : Catarina Coimbra /Manuela Pomar DOMÍNIOS/SUBDOMÍNIOS CONTEÚDOS OBJETIVOS/DESCRITORES

Leia mais

DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014/2015

DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014/2015 DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS - 7º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014/2015 Conteúdos/Metas Curriculares Tipologia das Atividades Elementos/Instrumentos de Avaliação Dinâmica externa da Terra 1. Compreender

Leia mais

A-PDF Merger DEMO : Purchase from to remove the watermark. 11º Ano Biologia e Geologia Recursos hidrogeológicos

A-PDF Merger DEMO : Purchase from  to remove the watermark. 11º Ano Biologia e Geologia Recursos hidrogeológicos A-PDF Merger DEMO : Purchase from www.a-pdf.com to remove the watermark 11º Ano Biologia e Geologia Recursos hidrogeológicos Embora exista muita água na Terra, apenas uma porção relativamente diminuta

Leia mais

GEOTÉCNICA /2. Minerais Ciclo Geológico Solo/rocha Rochas. Marita Raquel Paris Cavassani Curbani

GEOTÉCNICA /2. Minerais Ciclo Geológico Solo/rocha Rochas. Marita Raquel Paris Cavassani Curbani UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO ENGENHARIA CIVIL GEOTÉCNICA - 2011/2 Minerais Ciclo Geológico Solo/rocha Rochas Marita Raquel Paris Cavassani Curbani maritarpc@gmail.com Referência: Notas de aula

Leia mais

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Compreender a diferença entre minerais e rochas Apresentar os conceitos químicos que embasam a compreensão do

Leia mais

Aula 5 - Petrologia das rochas metamórficas

Aula 5 - Petrologia das rochas metamórficas Aula 5 - Petrologia das rochas metamórficas METAMORFISMO META = MUDANÇA MORPHO = FORMA Agentes do metamorfismo A) Temperatura: ao aprofundarem-se progressivamente sob um crescente número de camadas de

Leia mais

Quantidade e diversidade dos recursos minerais depende de: Características geológicas das várias unidades geomorfológicas

Quantidade e diversidade dos recursos minerais depende de: Características geológicas das várias unidades geomorfológicas Recursos do subsolo Quantidade e diversidade dos recursos minerais depende de: Características geológicas das várias unidades geomorfológicas Produção dos recursos minerais depende de: Existência de jazidas

Leia mais

ROCHAS. 1. Considerações iniciais. 2. Definição.

ROCHAS. 1. Considerações iniciais. 2. Definição. ROCHAS 1. Considerações iniciais. Um dos mais antigos materiais de construção, junto com a madeira; Uso decrescente em função do desenvolvimento tecnológico de outros materiais; Crosta terrestre: 95% de

Leia mais

SEDIMENTOS E ROCHAS SEDIMENTARES

SEDIMENTOS E ROCHAS SEDIMENTARES SEDIMENTOS E ROCHAS SEDIMENTARES 21/03/2012 Prof. Patrício Pires patricio.pires@gmail.com Definição 2 Sedimentos 1. Coleção de partículas agrupadas ou segregadas por processos físicos, químicos ou biológicos.

Leia mais

Processos e materiais geológicos. gicos importantes em ambientes terrestres Rochas Sedimentares Rochas Magmáticas;

Processos e materiais geológicos. gicos importantes em ambientes terrestres Rochas Sedimentares Rochas Magmáticas; Processos e materiais geológicos gicos importantes em ambientes terrestres 2.1. Rochas Sedimentares 2.2. Rochas Magmáticas; 2.3. Deformação: falhas e dobras; 2.4. Rochas Metamórficas. Ciclo das Rochas

Leia mais

Minerais e suas propriedades físicas_2

Minerais e suas propriedades físicas_2 Minerais e suas propriedades físicas_2 Silicatos Tectossilicatos Sílica Quartzo (SiO 2 ) Etimologia: Do alemão quarz, de origem desconhecida Incolor a variável, clara gorduroso Prismático, dipirâmide hexagonal

Leia mais

Minerais e Rochas. A crosta terrestre é formada principalmente por rochas.

Minerais e Rochas. A crosta terrestre é formada principalmente por rochas. UNIDADE 3 AS ROCHAS Minerais e Rochas A crosta terrestre é formada principalmente por rochas. Como é a estrutura de uma rocha? Do que elas são formadas? As rochas são sólidas e podem ser formadas por

Leia mais

Ficha Informativa Ciclo das Rochas 10º Ano

Ficha Informativa Ciclo das Rochas 10º Ano Ficha Informativa Ciclo das Rochas 10º Ano As rochas, em geral, como sistemas abertos que são, compostas por minerais (que neste contexto podemos entender como sub-sistemas), perdem estabilidade sempre

Leia mais

GEOTÉCNICA Bibliografia

GEOTÉCNICA Bibliografia GEOTÉCNICA Intemperismo - Físico - Químico - Solução ou carbonatação Bibliografia: Notas de aula (apostila) de Geotécnica, Prof. Reno Reine Castello (1998) Teixeira, W.; Toledo, M.C.M.; Fairchild, T.R.;

Leia mais

ESTRUTURA GEOLÓGICA E AS FORMAS DE RELEVO

ESTRUTURA GEOLÓGICA E AS FORMAS DE RELEVO ESTRUTURA GEOLÓGICA E AS FORMAS DE RELEVO ROCHAS: Aglomerado de um ou mais minerais ÍGNEAS OU MAGMÁTICAS (cristalinas) - intrusivas ou plutônicas - extrusivas ou vulcânicas SEDIMENTARES - detríticas -

Leia mais

GEOTÉCNICA Bibliografia

GEOTÉCNICA Bibliografia GEOTÉCNICA Formação de Solos - Solos Residuais - Solos Transportados Bibliografia: Notas de aula (apostila) de Geotécnica, Prof. Reno Reine Castello (1998) Chiossi, N. J. (1979); Geologia Aplicada à Engenharia

Leia mais

GEOLOGIA APLICADA A OBRAS CIVIS AULA 2 ROCHAS

GEOLOGIA APLICADA A OBRAS CIVIS AULA 2 ROCHAS Centro Universitário Luterano de Palmas CEULP / ULBRA Departamento de Engenharia Civil - DEC Engenharia Civil GEOLOGIA APLICADA A OBRAS CIVIS AULA 2 ROCHAS Prof. Msc. Roberta Mara NÃO CONFUNDA ROCHA

Leia mais

Através do estudo dos materiais rochosos é possível colher informações sobre o passado da Terra

Através do estudo dos materiais rochosos é possível colher informações sobre o passado da Terra Através do estudo dos materiais rochosos é possível colher informações sobre o passado da Terra O Ciclo das Rochas é um dos subciclos do O estudo dos fósseis, incluindo o dos dinossauros e dos seus vestígios,

Leia mais

Metamorfismo I. Do grego meta - mudança e morfos -forma

Metamorfismo I. Do grego meta - mudança e morfos -forma Metamorfismo I Do grego meta - mudança e morfos -forma É um processo de transformação da composição mineral e/ou da sua textura da rocha com a simultânea manutenção da composição química original do protólito.

Leia mais

Rochas e minerais. Professora Aline Dias

Rochas e minerais. Professora Aline Dias Rochas e minerais Professora Aline Dias Os minerais São substâncias químicas, geralmente sólida, encontradas naturalmente na Terra. São compostos pela união de vários tipos de elementos químicos (silício,

Leia mais

A. M. Galopim de Carvalho Do Granito ao Granito 2014 DO GRANITO AO GRANITO

A. M. Galopim de Carvalho Do Granito ao Granito 2014 DO GRANITO AO GRANITO DO GRANITO AO GRANITO Comandada pela energia interna da Terra, a reciclagem das várias rochas na Litosfera, é uma constante desde a sua origem há mais de quatro mil milhões de anos. O Granito é uma das

Leia mais

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS: ROCHAS ÍGNEAS E SEDIMENTARES

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS: ROCHAS ÍGNEAS E SEDIMENTARES GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS: ROCHAS ÍGNEAS E SEDIMENTARES Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Conhecer os tipos de rocha Compreender a formação das rochas ígneas e sedimentares

Leia mais

MINERAL É uma substância inorgânica ocorrendo na natureza, mas não necessariamente de origem inorgânica (ex: petróleo e âmbar), a qual tem

MINERAL É uma substância inorgânica ocorrendo na natureza, mas não necessariamente de origem inorgânica (ex: petróleo e âmbar), a qual tem TERMOS TÉCNICOST MINERAL É uma substância inorgânica ocorrendo na natureza, mas não necessariamente de origem inorgânica (ex: petróleo e âmbar), a qual tem propriedades físicas e composição química definidas

Leia mais

Intemperismo. Profa. Maristela Bagatin Silva

Intemperismo. Profa. Maristela Bagatin Silva Intemperismo Profa. Maristela Bagatin Silva Uma vista do sul do escarpamento de Omã, próximo ao mar da Arábia Intemperismo Conjunto de modificações de ordem Física (desagregação) Química (decomposição)

Leia mais

Ficha de Trabalho para Avaliação de Biologia e Geologia (ano 2)

Ficha de Trabalho para Avaliação de Biologia e Geologia (ano 2) Ficha de Trabalho para Avaliação de Biologia e Geologia (ano 2) Ano Lectivo: 2007/2008 Nome: Nº Turma: CT Curso: CH-CT Data: 17/04/2008 Docente: Catarina Reis 1. A barragem de Assuão criou um vasto lago

Leia mais