A cristalização desses minerais ocorre a temperaturas diferentes dados serem diferentes os seus pontos de SOLIDIFICAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A cristalização desses minerais ocorre a temperaturas diferentes dados serem diferentes os seus pontos de SOLIDIFICAÇÃO"

Transcrição

1

2 O magma é uma mistura complexa de vários tipos de substâncias minerais A cristalização desses minerais ocorre a temperaturas diferentes dados serem diferentes os seus pontos de SOLIDIFICAÇÃO Com o arrefecimento, do processo contínuo de arrefecimento, resulta um magma RESIDUAL, de composição continuamente alterada. Uma vez que os materiais cristalizados deixam de fazer parte do magma, formam-se fracções magmáticas posição diferente do magma inicial DIFERENCIAÇÃO MAGMÁTICA.

3 1) Um dos processos envolvidos na diferenciação magmática é a CRISTALIZAÇÃO FRACCIONADA: Os minerais diferentes começam a cristalizar a temperaturas diferentes, numa sequência definida que depende da pressão e da composição do material fundido. Processo de cristalização fraccionada verificado numa bolsa magmática em arrefecimento progressivo A fracção cristalina separa-se do restante magma por diferenças de densidade diferenciação gravítica Leva à formação de diferentes associações de minerais, correspondentes a diferentes ROCHAS.

4 Ao fim de milhões de anos, podem-se encontrar na câmara magmática rochas variadas em diferentes locais: < profundidade Rochas menos densas, com menor ponto de fusão e com mais silício, alumínio, sódio e potássio; Rochas mais densas, com maior ponto de fusão e com ferro magnésio e cálcio. > profundidade

5 CRISTALIZAÇÃO FRACCIONADA No início do século XX, Norman Bowen estabeleceu uma sequência pela qual os minerais cristalizam num magma em arrefecimento. Essa sequência ficou conhecida como SÉRIE REACCIONAL DE BOWEN. Os minerais da mesma linha horizontal têm temperatura de cristalização semelhante.

6 Segundo Bowen há duas séries de reações: Série dos minerais FERROMAGNESIANOS - descontínua Série das PLAGIOCLASES - contínua a) As olivinas e as plagioclases cácicas são os primeiros minerais a formar-se a temperaturas mais elevadas. Cada mineral formado, reage com o líquido residual e origina o mineral seguinte com composição química e estrutura interna diferentes c) Últimos a formar-se e os mais estáveis para temperaturas mais baixas b) Com o arrefecimento, deixam de se formar olivinas, passando a formar-se piroxenas e as plagioclases passam a formar isomorfos mais sódicos.

7 CRISTALIZAÇÃO FRACCIONADA + DIFERENCIAÇÃO GRAVÍTIVA Segundo a carta geológica simplificada do maciço de Sintra e proposta para a origem das rochas que o constituem, observa-se uma primeira intrusão granítica, com 82M.a., proveniente de um magma secundário granítico, e outra, mais recente, com 76 M.a., formada a partir de um magma primário que se terá diferenciado para originar gabros, dioritos e sienitos.

8 As últimas fracções do magma, ÁGUA, VOLÁTEIS, SÍLICA E OUTROS SOLUTOS, formam SOLUÇÕES HIDROTERMAIS que podem preencher fendas das rochas e solidificar formando FILÕES de um ou de vários minerais associados.

9 2) Outra causa da diferenciação magmática é a ASSIMILAÇÃO MAGMÁTICA : a assimilação ocorre devido às reacções do magma e as rochas envolventes. Se o magma se encontra a uma temperatura superior à do ponto de fusão dos minerais dessas rochas, funde-os e, ao incorporá-los, altera a sua composição. O magma pode também conservar restos sólidos de rochas (encraves), que se reconhecem após a consolidação magmática.

10 3) Processo resultante da MISTURA DE MAGMAS Acontece entre materiais em fusão, como sucede em zonas orogénicas, onde magmas primários, basálticos, se podem misturar com magmas secundários de composição granítica.

11 Magma Inicial Diferenciação Magmática Fração Magmática 1 Fração Magmática 2 Rocha M. 1 Rocha M. 2 Cristalização fraccionada e diferenciação gravítica Assimilação magmática Mistura de Magmas

12 Devido à grande diversidade de rochas magmáticas a sua classificação pode ser efetuada considerando as caraterísticas: COMPOSIÇÃO QUÍMICA e MINERALÓGICA, COR e TEXTURA.

13 Esta caraterística baseia-se na percentagem relativa de Sílica (SiO2), classificando-se em rochas: < % Sílica > % Óxidos de Fe e Mg > % Sílica < % Óxidos de Fe e Mg Granito

14 ASSOCIAÇÕES DE MINERAIS Minerais essenciais Minerais acessórios Minerais em maior %, cuja presença permite caraterizar a rocha e determina a sua designação Minerais em quantidades diminutas geralmente apenas visíveis ao microscópio, que não são importantes para designar a rocha EX. quartzo, feldspato, moscovite, biotite, piroxena, anfíbola, olivina EX. magnetite, zircão, apatite, rútilo, turmalina

15 MODO DE CONSOLIDAÇÃO

16 Esta caraterística está intimamente relacionada com a existência dos minerais mais abundantes na sua composição. Minerais ricos em Sílica e Alumínio Minerais ricos em Ferro e Magnésio Minerais FÉLSICOS e conferem cor CLARA às rochas Minerais MÁFICOS e conferem cor ESCURA às rochas

17 Tem por base as proporções relativas de minerais FÉLSICOS e MÁFICOS. Rochas LEUCOCRATAS (Claras) Ricas em minerais félsicos e pobres em minerais máficos Rochas MESOCRATAS (Cor Intermédias) Com minerais félsicos e máficos em proporções idênticas Rochas MELANOCRATAS (escuras) Ricas em minerais máficos e pobres em minerais felsicos.

18 Rochas HOLOMELANOCRATAS Constituídas exclusivamente por minerais máficos Rochas HOLOLEUCOCRATAS Constituídas exclusivamente por minerais félsicos

19 A textura é o aspeto geral, microscópico ou macroscópico, de uma rocha, resultante, das formas, das dimensões, da disposição e do grau de cristalização dos minerais que as formam. A textura das rochas magmáticas depende essencialmente, da velocidade de arrefecimento do magma que está na sua origem.

20 Textura FANERITICA ou GRANULAR Textura AFANITICA ou AGRANULAR Textura VÍTREA quando é constituída por minerais que se distinguem uns dos outros e, na maioria dos casos, podem identificar-se à vista desarmada. quando é constituída por minerais muito pequenos que não se distinguem uns dos outros, mesmo com a ajuda de uma lupa. em casos extremos, quando o arrefecimento é brusco, não se originam cristais, não possuindo organização interna.

21

22

23

24 Local de origem do magma Modo de arrefecimento do magma Caraterísticas da rocha: % Sílica Composição mineralógica Granito Riólito Basalto Gabro Diorito Andesito Cor (predomínio de minerais) Textura

25

26

27

28

Diferenciação magmática

Diferenciação magmática Diferenciação magmática Um só tipo de magma pode originar diferentes tipos de rochas, porque: > O magma é uma mistura complexa de substâncias minerais; > A cristalização desses minerais ocorre a temperaturas

Leia mais

AMBIENTES MAGMÁTICOS

AMBIENTES MAGMÁTICOS AMBIENTES MAGMÁTICOS DEFINIÇÃO DE MAGMA É uma mistura de compostos sólidos, líquidos e gasosos. Com o arrefecimento, os elementos químicos associam-se em cristais. A temperatura do magma ronda valores

Leia mais

Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma

Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma Resultam da consolidação ou arrefecimento do magma mistura rochas em fusão com uma % de gases variável Principais elementos: SILICATOS 800 1500ºC O que

Leia mais

Magmas e formação de rochas ígneas

Magmas e formação de rochas ígneas Magmas e formação de rochas ígneas O que é um magma? Um fundido (geralmente silicatado) + cristais + gases (H 2 O, CO 2 SO 2, Cl, F, etc ), que é gerado no interior da Terra, provido de mobilidade. Quando

Leia mais

Magmatismo e rochas magmáticas. Hélder Giroto Paiva - Escola Portuguesa do Lubango

Magmatismo e rochas magmáticas. Hélder Giroto Paiva - Escola Portuguesa do Lubango Magmatismo e rochas magmáticas Hélder Giroto Paiva - Escola Portuguesa do Lubango O ciclo litológico Definição de magma Material de origem profunda formado por uma mistura complexa de silicatos fundidos,

Leia mais

Magmatismo rochas magmáticas

Magmatismo rochas magmáticas Magmatismo rochas magmáticas Magma Uma definição de magma: Material de origem profunda, formado por uma mistura complexa de silicatos em fusão, entre 800 e 1500ºC, com uma percentagem variável de gases

Leia mais

Agregados de minerais

Agregados de minerais Mineral Substância natural, formada em contextos geológicos (ou biológicos), sólida, com estrutura cristalina, composição química definida e propriedades físicas específicas Definição 1 Hematite (Fe2O3)

Leia mais

Ficha (In)Formativa Nº 2 Biologia e Geologia Módulo 6

Ficha (In)Formativa Nº 2 Biologia e Geologia Módulo 6 Ficha (In)Formativa Nº 2 Biologia e Geologia Módulo 6 Rochas magmáticas ou ígneas As rochas ígneas ou magmáticas formam-se por solidificação e cristalização a partir de um magma. O magma resulta da fusão

Leia mais

GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA

GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA GEOLOGIA GERAL GEOGRAFIA Segunda 18 às 20h Quarta 20 às 22h museu IC II Aula 5 Rochas Ígneas Turma: 2016/01 Profª. Larissa Bertoldi larabertoldi@gmail.com Minerais Rochas Rochas são agregados naturais

Leia mais

Apêndice VIII Teste diagnóstico da componente de Geologia. Formação das Rochas Magmáticas

Apêndice VIII Teste diagnóstico da componente de Geologia. Formação das Rochas Magmáticas O TRABALHO LABORATORIAL SEGUNDO A APRENDIZAGEM BASEADA NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: CONSTRUÇÃO DE ÁRVORES FILOGENÉTICAS E ESTUDO DA FORMAÇÃO E EVOLUÇÃO DOS MAGMAS 1 Apêndice VIII Teste diagnóstico da componente

Leia mais

ROCHAS ÍGNEAS ENG1202-LABORATÓRIO DE GEOLOGIA. Prof. Patrício Pires 20/03/2012

ROCHAS ÍGNEAS ENG1202-LABORATÓRIO DE GEOLOGIA. Prof. Patrício Pires 20/03/2012 ROCHAS ÍGNEAS ENG1202-LABORATÓRIO DE GEOLOGIA 20/03/2012 Prof. Patrício Pires patricio.pires@gmail.com Rochas Magmáticas O que é uma Rocha Magmática? O que acontece durante o arrefecimento e cristalização

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E ENGENHARIAS DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO VEGETAL. DPV 053 Geologia e Pedologia

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E ENGENHARIAS DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO VEGETAL. DPV 053 Geologia e Pedologia UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E ENGENHARIAS DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO VEGETAL DPV 053 Geologia e Pedologia Rochas Ígneas Alegre - ES 2017 ROCHAS ÍGNEAS Etnologia termo

Leia mais

Introdução. Importância - 70 % das rochas da crosta terrestre são formadas a partir de magma

Introdução. Importância - 70 % das rochas da crosta terrestre são formadas a partir de magma MAGMATISMO Introdução Importância - 70 % das rochas da crosta terrestre são formadas a partir de magma Definições Rochas ígneas = rochas formadas através da cristalização de magma Magma rocha fundida termo

Leia mais

2. A figura 2 representa, de modo esquemático, um fenómeno físico que pode ocorrer numa câmara magmática.

2. A figura 2 representa, de modo esquemático, um fenómeno físico que pode ocorrer numa câmara magmática. Disciplina de Biologia e Geologia (Ano ) º ANO Ficha de Avaliação Formativa Tema IV de Geologia (Correcção) Nome: Nº: Turma: Leia com atenção e responda sucintamente às questões que se seguem!. A diferenciação

Leia mais

CONSOLIDAÇÃO DE MAGMAS

CONSOLIDAÇÃO DE MAGMAS CONSOLIDAÇÃO DE MAGMAS Prof. Ana Rita Rainho Condições de Texturas das rochas magmáticas Consoante as condições de arrefecimento do magma, o grau de desenvolvimento dos cristais é diferente. Fanerítica

Leia mais

Unidade 3. Geologia, problemas e materiais do quotidiano. Capitulo 2. Processos e materiais geológicos importantes em ambientes terrestres.

Unidade 3. Geologia, problemas e materiais do quotidiano. Capitulo 2. Processos e materiais geológicos importantes em ambientes terrestres. Unidade 3 Geologia, problemas e materiais do quotidiano Capitulo 2 Processos e materiais geológicos importantes em ambientes terrestres. Aula Nº 74 24 Abr 09 Prof: Ana Capelo O QUE É O CICLO DAS ROCHAS?

Leia mais

ROCHAS ÍGNEAS. Identificação Macroscópica

ROCHAS ÍGNEAS. Identificação Macroscópica ROCHAS ÍGNEAS Identificação Macroscópica RECONHECER DESCREVER CLASSIFICAR ROCHAS ÍGNEAS RELATÓRIO DE PETROGRAFIA Quais os parâmetros a considerar na descrição/classificação de uma rocha ígnea? A. Estrutura

Leia mais

Magmas e formação de rochas ígneas

Magmas e formação de rochas ígneas Magmas e formação de rochas ígneas Consultar também a apresentação prática sobre rochas ígneas (relatório) e os temas da Estrutura da Terra e da Tectónica de Placas para ficar com uma boa ideia de conjunto,

Leia mais

Ficha de Trabalho de Biologia e Geologia (ano 2)

Ficha de Trabalho de Biologia e Geologia (ano 2) Ficha de Trabalho de Biologia e Geologia (ano 2) Ano Lectivo: 2007/2008 Nome: Nº Turma: CT Curso: CH-CT Data: / /2008 Docente: Catarina Reis 1- A figura seguinte representa uma região imaginária, onde

Leia mais

Magmas e formação de rochas ígneas

Magmas e formação de rochas ígneas Magmas e formação de rochas ígneas Consultar também a apresentação prática sobre rochas ígneas e os temas da Estrutura da Terra e da Tectónica de Placas para ficar com um boa ideia de conjunto, da escala

Leia mais

Magmas e formação de rochas ígneas

Magmas e formação de rochas ígneas Magmas e formação de rochas ígneas Consultar também a apresentação prática Relatório Petrografia (ígneas) e os temas da Estrutura da Terra e da Tectónica de Placas para ficar com uma boa ideia de conjunto,

Leia mais

Ø As rochas sedimentares quimiogénicas resultam da precipitação de substâncias que se encontram dissolvidas na água.

Ø As rochas sedimentares quimiogénicas resultam da precipitação de substâncias que se encontram dissolvidas na água. Ø As rochas sedimentares quimiogénicas resultam da precipitação de substâncias que se encontram dissolvidas na água. Calcário Salgema Ä A precipitação é essencialmente desencadeada por variação da temperatura

Leia mais

Rochas. Geologia Geral - Rochas - Alexandre P. Silva -

Rochas. Geologia Geral - Rochas - Alexandre P. Silva - Rochas Natureza das Rochas Formação da Terra: seqüência de eventos Poeira cósmica mantinha correntes de convecção no interior; 3.000 o C liquefação; O Fe formou o núcleo e Si e óxidos metálicos formaram

Leia mais

Composição química: 74,2% de SiO 2 (rocha ácida) e mais de de Al 2 O 3, K 2 O e Na 2 O.

Composição química: 74,2% de SiO 2 (rocha ácida) e mais de de Al 2 O 3, K 2 O e Na 2 O. 1. Identificação da Equipa Escola: Equipa: Localização [Vila/cidade/distrito e país] Escola Secundária de Maximinos Gregorianos (alunos do 11º 2 e prof. Adelaide Sousa) Braga/ Braga/ Portugal 2. Caracterização

Leia mais

Relatórios Modelo de Petrografia

Relatórios Modelo de Petrografia Relatórios Modelo de Petrografia Estes relatórios servem como referência para os alunos que estão agora a iniciar as primeiras observações. Obviamente que cada pessoa tem o seu estilo pessoal de escrever,

Leia mais

1 ROCHAS Assembléia de minerais Rocha = mineral essencial (principal) + minerais assessórios

1 ROCHAS Assembléia de minerais Rocha = mineral essencial (principal) + minerais assessórios ROCHAS 1 ROCHAS Assembléia de minerais Rocha = mineral essencial (principal) + minerais assessórios Mineral essencial: sempre aparecem na rocha Minerais acessórios: aparecem ou não na rocha 2 CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

Relatórios Modelo de Petrografia

Relatórios Modelo de Petrografia Relatórios Modelo de Petrografia Estes relatórios servem como referência para os alunos que estão agora a iniciar as primeiras observações. Obviamente que cada pessoa tem o seu estilo pessoal de escrever,

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Sertã

Agrupamento de Escolas da Sertã Agrupamento de Escolas da Sertã Direcção Regional de Educação do Centro Ficha de trabalho - Ciências Naturais Ano Lectivo: 2010/11 Ano de Escolaridade: 7 º Ano Aluno: N.º: Turma: Data: / / 1. Estabelece

Leia mais

Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil. Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil

Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil. Universidade Federal do Paraná Departamento de Construção Civil Rochas Magmáticas 1 Rochas É um agregado natural de um ou mais minerais, ou vidro vulcânico, ou ainda matéria orgânica, e que faz parte importante da crosta sólida da Terra 2 1 Classificação das rochas

Leia mais

Revisão sobre Rochas e Minerais. Sheila R. Santos 1

Revisão sobre Rochas e Minerais. Sheila R. Santos 1 Revisão sobre Rochas e Minerais 1 Definição de rocha: Corpos sólidos naturais que contém um ou mais minerais. Uma determinada rocha é sempre composta de um agregado de minerais com padrão definido, formados

Leia mais

Magmatismo e rochas Magmáticas Susana Prada. Modo de jazida das rochas magmáticas. Rochas magmáticas: resultam da consolidação do magma

Magmatismo e rochas Magmáticas Susana Prada. Modo de jazida das rochas magmáticas. Rochas magmáticas: resultam da consolidação do magma Magmatismo e rochas Magmáticas Susana Prada Rochas magmáticas: resultam da consolidação do magma Magma: mistura de rocha fundida, gases dissolvidos (H 2 O, CO 2, SO 4, etc) e cristais (que não chegaram

Leia mais

Biologia e Geologia 10º ou 11º Ano Classificação de amostras de rochas

Biologia e Geologia 10º ou 11º Ano Classificação de amostras de rochas SEDIMENTOS têm origem Físico-química Química Biológica são são são Detritos (fragmentos de rochas pré-existentes) Substâncias dissolvidas na água Substâncias químicas produzidas pelos seres vivos ou resultantes

Leia mais

Quais os principais agentes de metamorfismo? Qual a relação entre o metamorfismo e a tectónica de placas?

Quais os principais agentes de metamorfismo? Qual a relação entre o metamorfismo e a tectónica de placas? Quais os principais agentes de metamorfismo? Qual a relação entre o metamorfismo e a tectónica de placas? Tensão Temperatura Fluidos Tempo LITOSTÁTICA NÃO LITOSTÁTICA QUE TIPO DE ESTADO DE TENSÃO PODE

Leia mais

Serão as Rochas e os Minerais o mesmo? As rochas são constituídas por minerais.

Serão as Rochas e os Minerais o mesmo? As rochas são constituídas por minerais. Serão as Rochas e os Minerais o mesmo? As rochas são constituídas por minerais. Substância natural e inorgânica, com propriedades físicas e químicas definidas. Por exemplo o Quartzo pode formar-se em diversas

Leia mais

ANO INTERNACIONAL DOS SOLOS

ANO INTERNACIONAL DOS SOLOS 2015 - ANO INTERNACIONAL DOS SOLOS FALANDO DOS SOLOS (7) Em condições normais, coexistem no solo uma componente mineral e uma orgânica, a que se associam uma fase líquida e uma fase gasosa essenciais ao

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF CAMPUS SERRA DA CAPIVARA COLEGIADO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA CCINAT.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF CAMPUS SERRA DA CAPIVARA COLEGIADO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA CCINAT. UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF CAMPUS SERRA DA CAPIVARA COLEGIADO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA CCINAT Rochas Ígneas Referências Cap. 16 - Decifrando a Terra Cap. 4 Para entender a Terra

Leia mais

Revisão sobre Rochas e Minerais

Revisão sobre Rochas e Minerais Revisão sobre Rochas e Minerais Quando conhecemos melhor as pedras, elas deixam de ser simples objetos inanimados e transformam-se em pequenos capítulos da história do planeta Terra e da nossa própria

Leia mais

AGG00209 INTRODUÇÃO A PETROFÍSICA QUESTIONÁRIO 1 MINERAIS E ROCHAS

AGG00209 INTRODUÇÃO A PETROFÍSICA QUESTIONÁRIO 1 MINERAIS E ROCHAS AGG00209 INTRODUÇÃO A PETROFÍSICA QUESTIONÁRIO 1 MINERAIS E ROCHAS 1) Qual das sentenças abaixo é verdadeira? a) Os minerais originam-se e são destruídos por reações químicas. b) A maior parte dos minerais

Leia mais

PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA.

PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA. PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS GEOLOGIA Nome: BI: Classificação: CHAMADA DE ATENÇÃO: Esta prova é constituída

Leia mais

A GEOLOGIA, OS GEÓLOGOS E OS SEUS MÉTODOS

A GEOLOGIA, OS GEÓLOGOS E OS SEUS MÉTODOS Escola Portuguesa do Lubango Biologia Geologia (10º ano) A GEOLOGIA, OS GEÓLOGOS E OS SEUS MÉTODOS As rochas, arquivos que relatam a história da Terra Ciclo das rochas Hélder Giroto Paiva As rochas - arquivos

Leia mais

METAMORFISMO: AGENTES DE METAMORFISMO E PRINCIPAIS ROCHAS METAMÓRFICAS

METAMORFISMO: AGENTES DE METAMORFISMO E PRINCIPAIS ROCHAS METAMÓRFICAS METAMORFISMO: AGENTES DE METAMORFISMO E PRINCIPAIS ROCHAS METAMÓRFICAS METAMORFISMO: Processo que ocorre em rochas da crusta terrestre, em resultado de variações de temperatura e pressão (sem ocorrer a

Leia mais

TIPOS DE ROCHAS. Magmáticas provenientes do arrefecimento e solidificação do magma.

TIPOS DE ROCHAS. Magmáticas provenientes do arrefecimento e solidificação do magma. TIPOS DE ROCHAS As rochas dividem-se em três grupos: Magmáticas provenientes do arrefecimento e solidificação do magma. Metamórficas resultam de modificações, no estado sólido, devido à pressão e temperatura.

Leia mais

Capítulo 4 - ROCHAS CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS QUANTO À QUANTIDADE DE TIPOS DE MINERAL

Capítulo 4 - ROCHAS CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS QUANTO À QUANTIDADE DE TIPOS DE MINERAL Capítulo 4 - ROCHAS DEFINIÇÕES MINERAL: Toda substancia inorgânica natural, de composição química estrutura definidas. Quando adquire formas geométricas próprias, que correspondam à sua estrutura atômica,

Leia mais

TECTÔNICA DE PLACAS. Ajuste Geométrico dos Continentes. eologia e Paleontologia Combinadas em Lados Opostos do Atlantico

TECTÔNICA DE PLACAS. Ajuste Geométrico dos Continentes. eologia e Paleontologia Combinadas em Lados Opostos do Atlantico TECTÔNICA DE PLACAS Podemos simplificar três hipóteses, que deram origem efetivamente, a Teoria da Tectônica de Placas: Primeira hipótese: Deriva Continental: Em 1915 Wegener ao publicar o livro Origin

Leia mais

Teste de avaliação Teste de avaliação Teste de avaliação Teste de avaliação Teste de avaliação Teste de avaliação 6 50

Teste de avaliação Teste de avaliação Teste de avaliação Teste de avaliação Teste de avaliação Teste de avaliação 6 50 Índice Ficha 1 Paisagens geológicas: paisagens magmáticas 4 Ficha 2 Paisagens geológicas: paisagens metamórficas e paisagens sedimentares 6 Ficha 3 Minerais: as unidades básicas das rochas 8 Teste de avaliação

Leia mais

Simulação das condições de formação das rochas magmáticas

Simulação das condições de formação das rochas magmáticas Actividade Experimental FICHA DOS ALUNOS Simulação das condições de formação das rochas magmáticas As diferenças entre as rochas magmáticas estão directamente ligadas às condições em que estas se formaram.

Leia mais

Fatores de Formação do Solo. Unidade III - Fatores de Formação do Solo

Fatores de Formação do Solo. Unidade III - Fatores de Formação do Solo Unidade III - SILVA J.R.T., 2005 1. Material de Origem. 2. Clima. 3. Relevo. 4. Organismos Vivos. 5. Tempo. Estudo da influência de cada fator é difícil Interdependência entre eles. Fatores Ativos: Clima

Leia mais

Paulo Tumasz Junior. Geologia

Paulo Tumasz Junior. Geologia Paulo Tumasz Junior Geologia - Geologia: Ciência que estuda a estrutura interna da terra, história a partir dos processos rochosos e processos que as modificam; - Distância da superfície terrestre ao centro

Leia mais

A geologia é uma ciência que estuda a composição, estruturas e movimentos formadores da crosta terrestre. Esta subdivide-se em:

A geologia é uma ciência que estuda a composição, estruturas e movimentos formadores da crosta terrestre. Esta subdivide-se em: Colégio Henrique Hennry Curso: Técnico de operações em Sistemas de petróleo Disciplina: Princípio de Geologia Introdução -1 A geologia é uma ciência que estuda a composição, estruturas e movimentos formadores

Leia mais

GEOTÉCNICA /2. Minerais Ciclo Geológico Solo/rocha Rochas. Marita Raquel Paris Cavassani Curbani

GEOTÉCNICA /2. Minerais Ciclo Geológico Solo/rocha Rochas. Marita Raquel Paris Cavassani Curbani UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO ENGENHARIA CIVIL GEOTÉCNICA - 2011/2 Minerais Ciclo Geológico Solo/rocha Rochas Marita Raquel Paris Cavassani Curbani maritarpc@gmail.com Referência: Notas de aula

Leia mais

Material de apoio. Origem e Constituição. Origem e Constituição. Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto, Oficina de Textos, 2006);

Material de apoio. Origem e Constituição. Origem e Constituição. Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto, Oficina de Textos, 2006); Universidade Paulista Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia Departamento de Engenharia Civil Professora Moema Castro, MSc. Material de apoio 2 Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto,

Leia mais

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Compreender a diferença entre minerais e rochas Apresentar os conceitos químicos que embasam a compreensão do

Leia mais

Estrutura Interna da Terra

Estrutura Interna da Terra Estrutura Interna da Terra Rochas Ígneas As rochas ígneas são um tipo rochoso formado pela pressão e calor intenso que ocorre dentro do nosso planeta. Elas derretem devido às temperaturas muito altas

Leia mais

Ficha de Avaliação Refira as características dos iões Fe 2+ e Mg 2+ que possibilitam a sua intersubstituição,

Ficha de Avaliação Refira as características dos iões Fe 2+ e Mg 2+ que possibilitam a sua intersubstituição, Ficha de Avaliação 1 A figura representa a estrutura das olivinas que são silicatos de ferro e/ou magnésio. Para simplificação do esquema, os átomos de silício no centro dos tetraedros, não foram desenhados.

Leia mais

Ficha de trabalho Biologia e Geologia - 10º Ano Rochas e a sua génese

Ficha de trabalho Biologia e Geologia - 10º Ano Rochas e a sua génese Ficha de trabalho Biologia e Geologia - 10º Ano Rochas e a sua génese Nome: N º: Turma: Data: Professor: Encarregado(a) de Educação: Lê toda a informação com atenção e responde de forma objectiva. Grupo

Leia mais

Composição da crosta terrestre e o intemperismo

Composição da crosta terrestre e o intemperismo UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA Composição da crosta terrestre e o intemperismo Prof. Paulo Jorge de Pinho Itaqui, agosto de 2017 Pitágoras (580 500 a.c) A terra e suas origens A terra e suas origens Eudoxus

Leia mais

NÃO CONFUNDA ROCHA COM MINERAL!! As rochas, por sua vez, não possuem uma composição unitária nem tampouco uma fórmula química definida.

NÃO CONFUNDA ROCHA COM MINERAL!! As rochas, por sua vez, não possuem uma composição unitária nem tampouco uma fórmula química definida. NÃO CONFUNDA ROCHA COM MINERAL!! Os minerais possuem uma estrutura homogênea e propriedades físico-químicas constantes. As rochas, por sua vez, não possuem uma composição unitária nem tampouco uma fórmula

Leia mais

O metamorfismo é caracterizado por: mudanças mineralógicas crescimento de novos minerais sem adição de novo material (processo isoquímico);

O metamorfismo é caracterizado por: mudanças mineralógicas crescimento de novos minerais sem adição de novo material (processo isoquímico); Rochas metamórficas Metamorfismo - processo geológico que consiste num conjunto de transformações mineralógicas, químicas e estruturais que ocorrem no estado sólido, em rochas sujeitas a estados de tensão,

Leia mais

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS: ROCHAS ÍGNEAS E SEDIMENTARES

GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS: ROCHAS ÍGNEAS E SEDIMENTARES GEOLOGIA PARA ENGENHARIA CIVIL MINERAIS E ROCHAS: ROCHAS ÍGNEAS E SEDIMENTARES Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Conhecer os tipos de rocha Compreender a formação das rochas ígneas e sedimentares

Leia mais

Sistemas de classificação e nomenclatura das rochas ígneas. Antonio Liccardo

Sistemas de classificação e nomenclatura das rochas ígneas. Antonio Liccardo Sistemas de classificação e nomenclatura das rochas ígneas Antonio Liccardo Magma Lava - Havaí Paricutín - México Magma É uma rocha fundida (altas T: 700 até 1.200 C. Tem consistência pastosa e mobilidade

Leia mais

U3 PROCESSOS E MATERIAIS GEOLÓGICOS IMPORTANTES EM AMBIENTES TERRESTRES II MINERALOGIA E TEXTURAS DAS R. METAMÓRFICAS

U3 PROCESSOS E MATERIAIS GEOLÓGICOS IMPORTANTES EM AMBIENTES TERRESTRES II MINERALOGIA E TEXTURAS DAS R. METAMÓRFICAS U3 PROCESSOS E MATERIAIS GEOLÓGICOS IMPORTANTES EM AMBIENTES TERRESTRES II MINERALOGIA E TEXTURAS DAS R. METAMÓRFICAS Metamorfismo 2 Durante o processo de metamorfismo ocorrem processos de recristalização

Leia mais

INTEMPERISMO. Intemperismo físico. Intemperismo Químico

INTEMPERISMO. Intemperismo físico. Intemperismo Químico O ciclo das Rochas INTEMPERISMO É um conjunto de fenômenos físicos e químicos que levam à transformação das Rochas que estão na superfície da terra e ocorrem In Situ, ou seja sem haver deslocamento do

Leia mais

è Reconhecer a importância das rochas no fornecimento de informações sobre o passado da Terra.

è Reconhecer a importância das rochas no fornecimento de informações sobre o passado da Terra. è Reconhecer a importância das rochas no fornecimento de informações sobre o passado da Terra. è Conhecer o trabalho dos geólogos e a importância da Geologia como ciência que estuda o presente e o passado

Leia mais

A importância dos minerais de argila: Estrutura e Características. Luiz Paulo Eng. Agrônomo

A importância dos minerais de argila: Estrutura e Características. Luiz Paulo Eng. Agrônomo A importância dos minerais de argila: Estrutura e Características Luiz Paulo Eng. Agrônomo Argilo-minerais O Quando se fala em minerais, normalmente vemnos à mente a imagem de substâncias sólidas, duras,

Leia mais

Adaptações metamórficas, ex.

Adaptações metamórficas, ex. Rochas Metamórficas Rocha Metamórfica É um tipo de rocha derivado da transformação de rochas magmáticas, sedimentares ou metamórficas, que sofrem modificação na composição atómica, devido à influência

Leia mais

ESTRUTURA DA TERRA. Descontinuidade de Mohorovicic Maior velocidade das ondas sísmicas abaixo do contato. Astenosfera

ESTRUTURA DA TERRA. Descontinuidade de Mohorovicic Maior velocidade das ondas sísmicas abaixo do contato. Astenosfera ESTRUTURA DA TERRA 5 km 100 km 30 km Espessura 600 km móvel 80 km em média granito Formação do campo magnético basalto 1200 o C 3000 kg/m 2700 kg/m 3350 kg/m3 3 3 Litosfera Astenosfera Descontinuidade

Leia mais

ROCHAS MAGMÁTICAS OU ÍGNEAS

ROCHAS MAGMÁTICAS OU ÍGNEAS TIPOS DE ROCHAS ROCHAS MAGMÁTICAS OU ÍGNEAS Na história geológica da Terra, lentamente o magma resfriou e solidificou, formando as primeiras rochas magmáticas. As rochas magmáticas dividem-se em dois grupos:

Leia mais

Aula 3 - Petrologia das rochas ígneas ou magmáticas

Aula 3 - Petrologia das rochas ígneas ou magmáticas Aula 3 - Petrologia das rochas ígneas ou magmáticas Tipos de Magmas Tipos de Magmas Tipo de Magma Viscosidade Teor de Sílica Ocorrência Basáltico Baixa (muito fluido) 50% 80% Andesítico Média 60% 10% Riolítico

Leia mais

A Meteorização Química das Rochas e o Ambiente. 32º Curso de Atualização de Professores de Geociências

A Meteorização Química das Rochas e o Ambiente. 32º Curso de Atualização de Professores de Geociências A Meteorização Química das Rochas e o Ambiente 32º Curso de Atualização de Professores de Geociências SUMÁRIO 1 OBJECTIVOS 2 A METEORIZAÇÃO QUÍMICA DAS ROCHAS E O AMBIENTE 2.1 Efeitos da Meteorização Química

Leia mais

Nas ilhas dos Açores predominam

Nas ilhas dos Açores predominam http://.azores.gov.pt SANTA MARIA ESCOADA LÁVICA SUBMARINA Nas ilhas dos Açores predominam as rochas vulcânicas, estando as rochas sedimentares especialmente presentes na ilha de Santa Maria, onde frequentemente

Leia mais

Classificação das Rochas

Classificação das Rochas Classificação das Rochas Oliveira, Francisco Sérgio Silva de. O48c Classificação das rochas / Francisco Sérgio Silva de Oliveira. Varginha, 2015. 54 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader

Leia mais

GEOLOGIA E GEOMORFOLOGIA:ESTRUTURA GEOLÓGICA, TIPOS DE ROCHAS E RECURSOS MINERAIS. MÓDULO 04 GEOGRAFIA I

GEOLOGIA E GEOMORFOLOGIA:ESTRUTURA GEOLÓGICA, TIPOS DE ROCHAS E RECURSOS MINERAIS. MÓDULO 04 GEOGRAFIA I GEOLOGIA E GEOMORFOLOGIA:ESTRUTURA GEOLÓGICA, TIPOS DE ROCHAS E RECURSOS MINERAIS. MÓDULO 04 GEOGRAFIA I COMPOSIÇÃO INTERNA DO PLANETA COMPOSIÇÃO INTERNA DO PLANETA NÚCLEO temperaturas que ultrapassam

Leia mais

Metamorfismo e rochas metamórficas

Metamorfismo e rochas metamórficas Metamorfismo e rochas metamórficas Princípio fundamental: Os minerais e as rochas são estáveis nas condições de pressão e temperatura em que se formaram. A modificação dessas condições gera, nas rochas,

Leia mais

Como as rochas se transformam em solos?

Como as rochas se transformam em solos? Como as rochas se transformam em solos? Na natureza existe uma tendência ao equilíbrio físico-químico entre as substâncias sólidas, líquidas e gasosas. A maior parte das rochas origina-se em grandes profundidades

Leia mais

Génese das Rochas. Minerais. Rochas Sedimentares. Rochas Magmáticas. Rochas Metamórficas

Génese das Rochas. Minerais. Rochas Sedimentares. Rochas Magmáticas. Rochas Metamórficas Génese das Rochas Minerais Rochas Sedimentares Rochas Magmáticas Rochas Metamórficas As rochas são constituídas por... São substâncias inorgânicas, naturais, cristalinas e com uma composição química bem

Leia mais

FICHA (IN)FORMATIVA Nº 1 Biologia e Geologia Módulo 6

FICHA (IN)FORMATIVA Nº 1 Biologia e Geologia Módulo 6 Ensino Secundário Recorrente por Módulos Capitalizáveis FICHA (IN)FORMATIVA Nº 1 Biologia e Geologia Módulo 6 Minerais e Rochas sedimentares Professora Ana Cristina Andrade Página 1 de 10 As rochas sedimentares

Leia mais

FUNDAMENTOS EM GEOLOGIA

FUNDAMENTOS EM GEOLOGIA FUNDAMENTOS EM GEOLOGIA AULA 01 AS ROCHAS E SUAS PROPRIEDADES Profº Me.: JOSÉ STROESSNER O que é Geologia Os Mineralóides Os Minerais As Rochas Rochas Magmáticas Rochas Metamórficas Rochas Sedimentares

Leia mais

Ciclo das Rochas e Formação dos Solos

Ciclo das Rochas e Formação dos Solos Ciclo das Rochas e Formação dos Solos Conjunto de transformações do material rochoso no qual rochas são geradas, recicladas, destruídas e alteradas devido à dinâmica interna e externa da Terra! CICLO

Leia mais

Mas sem se dar alteração significativa da composição química global da rocha! 1)

Mas sem se dar alteração significativa da composição química global da rocha! 1) Génese Formam-se como resultado da transformação, no estado sólido, de rochas pré-existentes (de todos os tipos), em condições de alta pressão e sob elevadas temperaturas: Consequentemente, ocorre: 2 Cristalização

Leia mais

Teste Diagnóstico I Biologia e Geologia

Teste Diagnóstico I Biologia e Geologia Nome: Data: Alguns aspetos detetados: Conhecimentos prévios mal assimilados ou interiorizados. Dificuldades na interpretação de um pequeno texto. Dificuldades na interpretação de enunciados. Dificuldade

Leia mais

Curso de Engenharia Civil

Curso de Engenharia Civil Curso de Engenharia Civil Disciplina: Período: 5º semestre Professor: Luiz Antonio do Nascimento Email: ladnascimento@gmail.com Página: www.lnascimento.com.br Origem e Formação dos Solos: Os solos se originam

Leia mais

Intemperismo. Profa. Maristela Bagatin Silva

Intemperismo. Profa. Maristela Bagatin Silva Intemperismo Profa. Maristela Bagatin Silva Uma vista do sul do escarpamento de Omã, próximo ao mar da Arábia Intemperismo Conjunto de modificações de ordem Física (desagregação) Química (decomposição)

Leia mais

FATORES DE FORMAÇÃO DO SOLO

FATORES DE FORMAÇÃO DO SOLO FATORES DE FORMAÇÃO DO SOLO DEFINIÇÕES DE SOLO Geólogo: Camada de materiais inconsolidados Engenheiro de Minas: material solto sobre o minério que precisa ser removido Engenheiro Civil: matéria-prima para

Leia mais

A interação entre dois componentes pode ser de mais de um tipo e consequentemente vários diagramas de equilíbrio podem ser obtidos, os quais podem

A interação entre dois componentes pode ser de mais de um tipo e consequentemente vários diagramas de equilíbrio podem ser obtidos, os quais podem Diagramas Binários A interação entre dois componentes pode ser de mais de um tipo e consequentemente vários diagramas de equilíbrio podem ser obtidos, os quais podem ser divididos em 4 classes gerais:

Leia mais

OCUPAÇÃO ANTRÓPICA E PROBLEMAS DE ORDENAMENTO RECORDAR E/OU ENFATIZAR COMPETÊNCIAS ATITUDINAIS. Assumir atitudes

OCUPAÇÃO ANTRÓPICA E PROBLEMAS DE ORDENAMENTO RECORDAR E/OU ENFATIZAR COMPETÊNCIAS ATITUDINAIS. Assumir atitudes OCUPAÇÃO ANTRÓPICA E PROBLEMAS DE ORDENAMENTO 1. Ocupação antrópica e de ordenamento formular hipóteses. de rigor e Testar e validar Usar fontes bibliográficas de forma autónoma, pesquisando, organizando

Leia mais

Deep Sea Drilling Vessel (D/V) CHIKYU is the first riser equipped scientific drilling vessel built for science at the planning stage.

Deep Sea Drilling Vessel (D/V) CHIKYU is the first riser equipped scientific drilling vessel built for science at the planning stage. Deep Sea Drilling Vessel (D/V) CHIKYU is the first riser equipped scientific drilling vessel built for science at the planning stage. It is capable of drilling up to 7,000m deep sea floor and aim to the

Leia mais

Formação e estrutura dos principais minerais

Formação e estrutura dos principais minerais Formação e estrutura dos principais minerais Cada tipo de mineral, constitui uma espécie mineral. Ex: quarzto (SiO 2 ). Sempre que sua cristalização se der em condições geológicas ideais, a sua organização

Leia mais

Conteúdo: Aula 1: Rochas e minerais: o que são? Tipos de rocha. Aula 2: O solo. FORTALECENDO SABERES APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES

Conteúdo: Aula 1: Rochas e minerais: o que são? Tipos de rocha. Aula 2: O solo. FORTALECENDO SABERES APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES A Conteúdo: Aula 1: Rochas e minerais: o que são? Tipos de rocha. Aula 2: O solo. 2 A Habilidades: Aula 1: Entender o que são rochas e como elas se formam. Saber diferenciar as rochas de acordo com os

Leia mais

CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS

CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS Texto para estudo CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS A Terra é um planeta vivo e seus continentes estão em constante movimento, devido à dissipação de calor do interior do planeta. A geologia é a ciência que

Leia mais

ROCHAS SEDIMENTARES. Escola Secundária de Viriato A.S.

ROCHAS SEDIMENTARES. Escola Secundária de Viriato A.S. ROCHAS SEDIMENTARES METEORIZAÇÃO Ò Conjunto de processos que leva à alteração das características iniciais das rochas, por acção de processos físicos e químicos, que ocorrem na superfície da Terra. Ò Ajuda

Leia mais

Composição do solo. Luciane Costa de Oliveira

Composição do solo. Luciane Costa de Oliveira Composição do solo Luciane Costa de Oliveira Introdução O solo é composto por matéria mineral, matéria orgânica, água e ar; Além da areia, argila e MO (fase sólida), o solo apresenta canais ou poros, importantes

Leia mais

A-PDF Merger DEMO : Purchase from to remove the watermark. 11º Ano Biologia e Geologia Recursos hidrogeológicos

A-PDF Merger DEMO : Purchase from  to remove the watermark. 11º Ano Biologia e Geologia Recursos hidrogeológicos A-PDF Merger DEMO : Purchase from www.a-pdf.com to remove the watermark 11º Ano Biologia e Geologia Recursos hidrogeológicos Embora exista muita água na Terra, apenas uma porção relativamente diminuta

Leia mais

Físico-Química II. Equilíbrio Sólido-Líquido a pressão constante. Componentes miscíveis na fase sólida.

Físico-Química II. Equilíbrio Sólido-Líquido a pressão constante. Componentes miscíveis na fase sólida. Setor de Ciências Exatas Departamento de Química Físico-Química II Equilíbrio Sólido-Líquido a pressão constante. Componentes miscíveis na fase sólida. Sólido intersticial: átomos ou moléculas de um componente

Leia mais

ELEMENTOS DA GEOLOGIA (II)

ELEMENTOS DA GEOLOGIA (II) ELEMENTOS DA GEOLOGIA (II) AS ROCHAS São agregados minerais ou de um mineral apenas, formados naturalmente na crosta terrestre. As rochas podem ser classificadas em ígneas, sedimentares e metamórficas.

Leia mais

Estrutura geológica e formas de relevo. Professora: Jordana Costa

Estrutura geológica e formas de relevo. Professora: Jordana Costa Estrutura geológica e formas de relevo Professora: Jordana Costa Estrutura Geológica O tipo de terreno de um lugar (sua origem e as rochas que o compõem) constitui a sua estrutura geológica. Sua importância

Leia mais

MINERAIS Conceitos, importância, origem e sistemas cristalinos -Aulas 7 e 8-

MINERAIS Conceitos, importância, origem e sistemas cristalinos -Aulas 7 e 8- MINERAIS Conceitos, importância, origem e sistemas cristalinos -Aulas 7 e 8- Prof. Alexandre Paiva da Silva CCTA/UAATA/UFCG Fonte: Adaptado a partir de Machado (2008) INTRODUÇÃO TERRA CROSTA ROCHA MINERAL

Leia mais

Minerais e Rochas. Samuel Brito - Ciências Naturais 8º ano

Minerais e Rochas. Samuel Brito - Ciências Naturais 8º ano Minerais e Rochas O que é um mineral? Os minerais são substâncias sólidas, naturais, inorgânicas, com estrutura cristalina e composição química mais ou menos definida. Substâncias sólidas não há minerais

Leia mais

As Sete Terras الا رض السبع موقع دين الا سلام. website

As Sete Terras الا رض السبع موقع دين الا سلام.  website As Sete Terras الا رض السبع [رتغايل portuguese [português - www.islamreligion.com website موقع دين الا سلام 2013-1434 Uma imagem simples da Terra e das camadas interiores. Window to the Universe (Janelas

Leia mais

GEOLOGIA. Professor: Adilson Soares E- mail: Site:

GEOLOGIA. Professor: Adilson Soares E- mail: Site: GEOLOGIA Professor: Adilson Soares E- mail: adilson.soares@unifesp.br Site: www.geologia.tk ROCHAS METAMÓRFICAS Introdução As rochas metamórficas são o resultado de uma ação de fatores como a pressão e

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS E O CICLO DAS ROCHAS

CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS E O CICLO DAS ROCHAS CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS E O CICLO DAS ROCHAS O que são rochas? São produtos consolidados, resultantes da união natural de minerais. Diferente dos sedimentos, como por exemplo a areia da praia (um conjunto

Leia mais