PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE ESPORTES REGULAMENTO GERAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE ESPORTES REGULAMENTO GERAL"

Transcrição

1 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE ESPORTES REGULAMENTO GERAL VII CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SUÍÇO

2 VII CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL DOS SERVIDORES DA UNIOESTE / 2011 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS FINS E ORGANIZAÇÕES Art. 1º. O Campeonato Interno de Futebol Suíço tem como finalidades principais desenvolver o intercâmbio social e desportivo entre os servidores da Unioeste, orientado dentro dos níveis esportivos, enquanto instrumento indispensável para a superação do indivíduo e formação da personalidade. Art. 2º. Caberá ao órgão responsável pela Coordenação do Campeonato, junto com os representantes dos Campis, Reitoria e HUOP, decidir sobre o tipo de disputa a ser realizado, bem como a confecção da tabela de jogos da competição. Art. 3º. O Campeonato de Futebol Suíço será realizado no Campus de Cascavel, com responsabilidade dos Campus, HUOP e Reitoria, conforme tabela dos jogos. CAPÍTULO II DOS PARTICIPANTES E DAS INSCRIÇÕES Art. 4º. Poderão participar da competição todos os servidores e vinculados a Grupos de Pesquisa e Fundação Universitária da UNIOESTE, incluindo até 3 (três) estagiários por equipe (no jogo). Parágrafo Único: As inscrições serão realizadas na Coordenação de Esportes da Pró-Reitoria de Extensão, as quartas-feiras das 13:30 às 17:30 hrs., e as sextas-feiras das 08:00 às 17:30 hrs. Art. 5º. O Campeonato terá seu início no dia 21 de maio. CAPÍTULO III DOS ATLETAS Art. 6º. Não será permitida em hipótese alguma a inscrição de um mesmo atleta em duas ou mais equipes na competição, sendo que os atletas que participarem por uma equipe na primeira rodada não poderão integrar outra equipe no decorrer do campeonato. Art. 7º. O servidor (atleta) estará isentando os organizadores de possíveis acidentes que porventura vierem acontecer no decorrer do Campeonato Interno de Futebol Suíço. Art. 8º. Todo atleta que estiver inscrito em mais de uma equipe deverá encaminhar à Coordenação do Campeonato uma declaração optando por uma das equipes, antes da realização do início do campeonato. Não o fazendo, o atleta terá a inscrição cancelada em tantas as equipes onde constar seu registro. Art. 9º. Só poderão participar do Campeonato Interno os servidores (atletas) inscritos na relação 2

3 entregue à Comissão Organizadora. Art. 10. Todo atleta inscrito na competição deverá acatar integralmente este Regulamento, sob pena de, na infringência, ser eliminado sumariamente da competição. Art. 11. Os casos de indisciplina, agressões a atletas, membros da Comissão Organizadora e à arbitragem, por parte de atletas e representantes de equipes serão objeto de análise criteriosa pela Comissão Disciplinar, penalizando os infratores conforme estipulado neste Regulamento. Parágrafo Único: Os atletas inscritos na competição que incidirem em agressões a atletas, membros da Coordenação Geral e árbitros, não poderão participar do próximo Campeonato, nem de atividades promovidas pela coordenação dos jogos da Unioeste. Art. 12. Não é obrigatória a utilização de caneleiras. CAPÍTULO IV DAS EQUIPES Art. 13. Toda equipe será obrigada a apresentar-se com uniformes completos, considerando estes com camisas iguais e numeradas, não sendo admitido calçado com travas utilizadas em futebol de campo. Parágrafo Único: Somente aos goleiros será admitido o uso de agasalhos por baixo do uniforme. Art. 14. É proibidas a utilização de camisas com a mesma numeração no transcorrer da partida. Parágrafo Único: Não será permitido o uso de fita adesiva para numerar camisas e o mesário está autorizado a não permitir a participação da mesma. Art. 15. Toda equipe deverá comunicar à Coordenação Geral as cores predominantes de seu uniforme, a fim de não haver coincidência. Art. 16. Todas as equipes deverão indicar 01 (um) representante ou responsável oficial perante a Coordenação Geral, para contatos e participações em eventuais votações ou pronunciamentos escritos ou verbais. Parágrafo único: Todo o Representante inscrito deverá obrigatoriamente indicar um endereço eletrônico ( ) para o envio semanal do resumo da rodada e resumo geral do campeonato. Art. 17. Reputa-se efetivamente inscrita a equipe que entregar a ficha de inscrição rigorosamente digitada, com um mínimo de 10 (dez), com os respectivos nomes completos e RG. Art. 18. Não é permitida a substituição de atletas inscritos depois de protocolada a inscrição junto à Coordenação Geral. CAPÍTULO V DOS JOGOS Art. 19. Os horários dos jogos constantes da tabela serão cumpridos de forma a oferecer tolerância de 15 (quinze) minutos somente para a primeira partida do período, sendo que os demais deverão começar imediatamente após o término do jogo anterior. 3

4 Parágrafo Único: Até 10 (dez) minutos antes do término da partida em andamento, as equipes da partida subseqüente deverão se dirigir à mesa para apresentar a documentação dos atletas. Art. 20. Encerrada a partida, as equipes que farão o próximo jogo terão que obedecer ao apito do árbitro para ingresso no campo de jogo. Após o terceiro chamado, com intervalos de 05 (cinco) minutos, o árbitro deverá encerrar a partida, considerando-se derrotada por W x O a equipe que der causa ao atraso ou que não comparecer ao campo de jogo. Art. 21. A equipe que não comparecer ao campo de jogo com o número mínimo de 05 (cinco) atletas exigido será considerada derrotada por W x O. Parágrafo Único: No caso de WO, para efeito de placar, será conferido o seguinte resultado: 01X00 Art. 22. A equipe sempre deverá adentrar ao campo de jogo devidamente uniformizada, sendo obrigada assinar a súmula para dar saída de bola, independente da ocorrência de W x O. Art. 23. A equipe que não comparecer a duas partidas previstas na tabela e que der causa a 02 (dois) W x O, será automaticamente eliminada da competição. Parágrafo Primeiro: Permanecem inalterados os resultados obtidos pela equipe eliminada nas condições deste artigo, prevalecendo à vitória por W x O para todas as equipes dos jogos subseqüentes. Parágrafo Segundo: A equipe que jogaria com outra, eliminada por W x O, não necessita comparecer ao compromisso agendado, ocorrendo alteração automática do horário das partidas das rodadas subseqüentes. Parágrafo Terceiro: Os atletas e representantes desta equipe não poderão integrar nenhuma outra equipe durante a competição, mesmo não tendo participado de jogos ou figurado na súmula. Art. 24. Somente a Coordenação poderá deliberar pela não realização da rodada, fundamentando em relatório os motivos do não complemento da tabela. Art. 25. Não ocorrendo à realização da rodada, por caso fortuito ou motivo de força maior, a mesma será integralmente jogada na semana seguinte, obedecendo-se à tabela. Art. 26. Não haverá inversão de ordem na tabela, obedecendo ao horário determinado para o jogo. Art. 27: A transferência da data de um jogo somente será possível se esta for realizada antes da rodada normal, desde que requerida 72 (setenta e duas) horas antes da realização da rodada. Parágrafo Único: A transferência da data de jogos dar-se-á de comum acordo entre os confrontantes, sendo que as equipes interessadas arcarão com todas as despesas de aluguel de cancha e arbitragens. Art. 28. Se duas equipes se apresentarem ao campo de jogo com uniformes iguais, ou o árbitro considerar que a vestimenta representa complicação para o seu regular trabalho, será feito sorteio, e a equipe perdedora usará o colete providenciado pelo Campus sede. CAPÍTULO VI DAS REGRAS ADOTADAS 4

5 Art. 29. As regras adotadas serão as oficiais do futebol oficial e algumas do futsal, descritas abaixo. Parágrafo Primeiro: Aplicam-se, subsidiariamente, as regras em vigor do futebol oficial e futsal, particularmente as que se referem ao recuo de bolas para os goleiros, bem como os arremessos laterais serão cobrados com as mãos. Parágrafo Segundo: O goleiro não pode pegar a bola com as mãos se atrasada com os pés e lateral; Se pegar à bola com as mãos será cobrado um tiro indireto (dois lances). Parágrafo Terceiro: O carrinho é proibido e toda falta cometida dentro da área será pênalti. Art. 30. O tempo de jogo será de 50 (cinquenta) minutos, jogados em dois tempos de 25 (vinte e cinco) minutos, com intervalo de 5 (cinco) minutos entre os tempos. Parágrafo Único: Todos atletas da equipe presentes deverão jogar no mínimo 10 minutos na partida. Entretanto, o atleta poderá abdicar o direito de jogar o tempo mínimo. Art. 31. Cada equipe será composta por 07 (sete) atletas em campo, sendo 1 (um) goleiro e 6 (seis) na linha. Parágrafo Único: O número mínimo para iniciar a partida será de 05 (cinco) atletas, podendo-se completar o número máximo no decorrer da partida. Art. 32. Se durante o transcorrer da partida uma equipe ficar reduzida ao número inferior ao mínimo de 05 (cinco) atletas, por força de pena disciplinar imposta pelo árbitro, (expulsão), será declarada perdedora técnica, mesmo estando em vantagem no placar, consignando-se três pontos ao adversário, sendo considerado os gols para efeito de saldo e de artilharia. Parágrafo Único: Se duas equipes ficarem reduzidas ao número de atletas abaixo do mínimo legal, ambas serão consideradas perdedoras, consignando os gols para efeito de saldo e artilharia. Art. 33. As regras adotadas para substituição de atletas no decorrer da partida são as mesmas praticadas no futsal, ressalvando-se que o ingresso em campo seja realizado defronte ao mesário, ao mesmo tempo da saída do atleta substituído. Art. 34. Somente serão permitidas as utilizações de calçados sem as travas específicas de futebol suíço, os quais serão fiscalizados antes da partida e a cada substituição. Art. 35. Vitória equivale a 03 (três) pontos ganhos. Empate com gols equivale a 02 (dois) pontos ganhos. Empate sem gols equivale a 01 (um) ponto ganho. Derrota 00 (zero) pontos Art. 36. Será adotado o limite máximo de 5 (cinco) faltas em cada meio tempo da partida, sendo que a partir da 6ª (sexta) falta será efetuada cobrança de tiro livre direto por qualquer atleta designado, sem barreira ou obstáculo, no exato local marcado pela Comissão Organizadora no gramado, a 12 (doze) metros do gol adversário. Parágrafo Primeiro: O goleiro, por ocasião deste tiro livre direto, poderá ficar afastado de sua trave até o limite da linha da área, a qual deverá ser demarcada no gramado pela Comissão Organizadora. Parágrafo Segundo: Depois da 5ª (quinta) falta, se ocorrer uma falta entre a marca de 12 (doze) metros e a área, a equipe que sofreu a falta poderá cobrar no local da falta ou na marca de 12 (doze) metros. 5

6 FÓRMULA DE DISPUTA Art. 37. O campeonato interno de futebol suíço será realizado em um turno único, todos contra todos, classificando as quatros equipes com maior número de pontos ganhos. Parágrafo Único: O sistema de desempate adotado nas Fases que forem disputadas pelo sistema de rodízio, será o seguinte: I. Maior número de vitórias; II. Menor número de derrotas; III. Maior número de gols marcados; IV. Melhor saldo de gols; V. Confronto direto; Art. 38. A fase semi-final será disputada com cruzamento do primeiro colocado contra o quarto colocado e o segundo colocado contra o terceiro colocado. Art. 39. A fase final será disputada entre o ganhador de primeiro jogo da semifinal contra o ganhador do segundo jogo. Os perdedores farão a disputa de 3º e 4º lugar. Parágrafo Único: Nos jogos eliminatórios (semifinais e finais) em caso de empate, será aplicado o seguinte critério: a) serão cobradas 03 (três) penalidades máximas alternadas por atletas diferentes, que tenham terminado a partida. b) Caso não tenha sido definido o vencedor, serão cobradas alternadamente uma penalidade máxima por equipe, por qualquer atleta, inclusive o goleiro e que tenham terminado a partida até que haja um vencedor. CAPÍTULO VII DA DISCIPLINA Art. 40. A Comissão Organizadora, com competência disciplinar, será composta por 07 (sete) integrantes, com função de supervisionar o cumprimento do regulamento, auxiliar nas tarefas disciplinares e julgar todos os casos omissos deste regulamento. Art. 41. A Comissão Organizadora será composta por um representante de cada equipe e o coordenador de esportes da Proex. Art. 42. Cabe recurso, digitado e fundamentado, à Comissão Organizadora, até 72 (setenta e duas) horas após o término da partida, contra atos e fatos decorrentes da competição. Art. 43. A Comissão Organizadora reunir-se-á na sede da Unioeste para deliberar sobre recursos interpostos. Art. 44. Sendo tempestivo o recurso serão julgados tantos quantos houver, facultando-se ao infrator, ou ao representante da equipe, a defesa oral por 05 (cinco) minutos. Decorrido o tempo, a Comissão, com o mínimo de três integrantes, julgará e decidirá, não cabendo apelação da decisão. Art. 45. A Comissão Organizadora tem competência para determinar o grau de severidade da punição, conforme se apresentar o caso. 6

7 Art. 46. As penalidades no decorrer da partida são: I. Cartão Amarelo: advertência durante a partida, sendo que 03 (Três) cartões implica em suspensão automática de uma partida e, na reincidência, suspensão por duas partidas e, assim, aumentando a punição progressivamente. II. III. IV. Cartão Vermelho: Suspensão automática por uma partida, ficando a critério do Conselho Disciplinar determinar, conforme a gravidade da punição e o relatório do árbitro e do mesário, a pena cabível. Um cartão não elimina o outro. Ex: O cartão vermelho não elimina o amarelo. O atleta que levar o cartão deverá pagar alimentos não perecíveis como segue: I Vermelho três (3) quilos; II Amarelo dois (2) quilos; e, OBS. Os alimentos arrecadados serão entregues a uma Instituição de Caridade da cidade do campus do infrator. Parágrafo único: Cabe aos representantes das equipes a responsabilidade pelos controles dos cartões de seus atletas, sendo que poderá ser requerido formalmente à Coordenação o referido controle. Art. 47. São penalidades passíveis de punição: I. Agredir fisicamente o árbitro, membro da Coordenação Geral e do Conselho Disciplinar, atletas ou integrantes de torcida, no decorrer da competição, dentro ou fora de campo de jogo, em decorrência do jogo: Pena: Eliminação sumária da competição. II. Ameaça ou ofensa moral a árbitro, membro da Coordenação Geral e do Conselho Disciplinar, atletas ou integrantes da torcida, no decorrer da competição dentro ou fora do campo de jogo, em decorrência do jogo; Pena: Suspensão de um a três jogos. Na reincidência, eliminação da competição. III. Insuflar representantes e suplentes à prática de violência ou conduta antidesportiva contra árbitros e adversários, independente das equipes que estejam atuando, cabendo à Coordenação ou ao mesário o registro dos fatos na súmula ou relatório especifico. Pena: Suspensão de um a dois jogos. Art. 48. Os árbitros são soberanos no decorrer da partida e até 24 (vinte quatro) horas após o término da rodada, sendo que seus relatórios serão inteiramente acatados, salvo se incongruentes com a realidade dos fatos presenciados pela Coordenação Geral. Art. 49. Não cabe veto a nenhum árbitro por parte de uma ou mais equipes. Art. 50. Toda e qualquer reclamação, protesto contra o árbitro deverá constar na súmula ou em anexo à mesma. Art. 51. Obrigam-se todos os integrantes das equipes a cumprir, acatar e respeitar as decisões contidas neste regulamento, sendo que o ato de inscrever-se na competição implica na presunção de conhecimento das regras por parte de todos os integrantes. 7

8 DA PREMIAÇÃO Art. 52. Serão concedidas as seguintes premiações: I. Troféus para o campeão, vice-campeão e terceiro colocado; II. Medalhas para os atletas da equipe campeã, vice e terceira colocada; III. Medalha para o artilheiro e goleiro menos vazado; Art. 53. As reuniões técnicas serão marcadas e comunicadas aos representantes de cada Campus, Reitoria e HUOP. Art. 54. Em caso de chuva o evento poderá ser adiado para outra data a ser marcada pela Coordenação. Art. 55. O Campeonato Interno de Futebol Suíço da Unioeste será seletivo para o JOSUEPAR. Art. 56. Os casos omissos e situações não previstas neste Regulamento serão dirimidos pela Coordenação Geral e Conselho Disciplinar. PRO-REITOR DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE ESPORTES DA PROEX CONSELHO DISCIPLINAR 8

TROFÉU OTÁVIO ARCHANJO DE MELO

TROFÉU OTÁVIO ARCHANJO DE MELO TROFÉU OTÁVIO ARCHANJO DE MELO CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SUÍÇO 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS FINS E DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º: O Campeonato Interno de Futebol Suíço tem como finalidade principal

Leia mais

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas.

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: REGULAMENTO Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre.

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Título I Das Disposições Gerais A) Será obrigatório, de acordo com as Regras do Futsal, o uso de caneleiras para todos os atletas. B) Não

Leia mais

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011 REGULAMENTO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG BELO HORIZONTE AGOSTO DE 2014 REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG REALIZAÇÃO Arte do Esporte www.artedoesporte.com.br I DAS FINALIDADES 3 II DA ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO 3 III PERÍODO DE INSCRIÇÃO E REALIZAÇÃO

Leia mais

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL

IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL I. DAS FINALIDADES Artigo 1 O IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY, tem por finalidade congregar todas as pessoas que trabalham

Leia mais

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL 1 2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL Disposições Preliminares 1 O Campeonato de Futsal da Associação Atlético Cultural Painco de 2010 será dirigido pelo Departamento

Leia mais

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO Art. 1º - A organização da Taça Cidade São José de Futsal é de inteira responsabilidade da Prefeitura Municipal de São

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA Art. 1º O Torneio de Futebol Society tem por finalidade: A congregação dos graduandos, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem

Leia mais

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 3ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que será realizada no 2º semestre

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO LIGA DE FUTEBOL DE SALÃO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO e-mail ligafutsalsbc@gmail.com ou ligafutsalsbc@uol.com.br - Data de fundação 15/08/1981 site : www.ligafutsalsaobernardo.com.br Telefones: 4122-58-85-4330-95-70

Leia mais

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal.

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. ORGANIZAÇÃO O torneio será organizado e dirigido por uma Comissão Organizadora

Leia mais

CATEGORIA: IDADE LIVRE

CATEGORIA: IDADE LIVRE 15º CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL DE ADVOGADOS (15ª edição) 2014 CATEGORIA: IDADE LIVRE REGULAMENTO GERAL Art. 1 - Participantes: O 15º Campeonato Brasileiro de Futebol da OAB terá a participação dos

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU CAP. I: AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 - O torneio é uma Promoção do Colegiado do curso de Educação Física da Uniguaçu, apoiado pela Uniguaçu. ART.2

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL FUTSAL Art. 1º - O campeonato de Futebol de Salão será regido pelas regras oficiais da CBFS - Confederação Brasileira de Futsal, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º

Leia mais

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO 7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS Art. 01 - A 7º edição dos JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE é um evento promovido pelos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde SES Art. 02 - O campeonato

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL 1. Os jogos de Futsal serão realizados de acordo com as Regras Oficiais, salvo o estabelecido neste Regulamento. 2. Cada equipe poderá inscrever

Leia mais

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO I - DOS LOCAIS DOS JOGOS Art. 1º - Os jogos serão realizados nos seguintes locais: Quadras 01,02 e 03 - térreo do Prédio 80 Quadras 01,02 e 03-4º andar do Prédio

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES

REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES Capítulo 1 Da Finalidade Artigo 1º - A DANONE COPA DAS NAÇÕES tem como objetivo incentivar a prática esportiva no meio estudantil e comunitário e promover o intercâmbio,

Leia mais

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração REGULAMENTO 2010 IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração CAPÍÍTULO II DASS DIISSPOSSIIÇÕESS PRELIIMIINARESS Art1º Art2º O IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino, é uma

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º A Copa Sesquinho é promovida pelo Serviço Social do Comércio SESC-DF. Os jogos serão regidos pelo presente Regulamento Geral e por decisões

Leia mais

Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL

Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I - Da Finalidade Art. 01 A VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 2015, será organizada pela Federação Paranaense de

Leia mais

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 DAS FINALIDADES Artigo 1º - Visando divulgar, incentivar e revelar novos talentos da prática da modalidade de futebol feminino, a Secretaria de Esportes,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO O Vice-Presidente de Esportes da Associação Atlética do Banco do Brasil de Belo Horizonte, usando de suas atribuições,

Leia mais

DORIVAL ANTONIO DE LIMA

DORIVAL ANTONIO DE LIMA 5ºCOPA FUPESP FEDERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO 2009 DORIVAL ANTONIO DE LIMA REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - A

Leia mais

REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO

REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO REGULAMENTO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as competições do Torneio

Leia mais

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS 3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS REGULAMENTO GERAL Capítulo 1 Comissão disciplinar e organizadora: O Evento será coordenado pela CDL e pela CDL Jovem Canoas, com as seguintes atribuições: a) Tomar as providências

Leia mais

D O atleta que for expulso por interceptar uma clara situação de gol, devera doar 05 Kg de alimentos.

D O atleta que for expulso por interceptar uma clara situação de gol, devera doar 05 Kg de alimentos. REGULAMENTO GERAL FUTSAL 01 CAMPEONATOS MUNICIPAIS DE FUTSAL CAMPEONATO FUTSAL SÉRIE BRONZE (DIVISÃO DE ACESSO) CAMPEONATO FUTSAL SÉRIE PRATA CAMPEONATO FUTSAL SÉRIE OURO ORGANIZAÇÃO E/ REALIZAÇÃO: COORDENAÇÃO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL SALVADOR CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY - 2009 REGULAMENTO GERAL - CÓDIGO ESPORTIVO

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL SALVADOR CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY - 2009 REGULAMENTO GERAL - CÓDIGO ESPORTIVO CAPÍTULO I - DAS COMPETIÇÕES ARTIGO 01 - A finalidade principal da realização dos Campeonatos Internos de Futebol é desenvolver a prática esportiva, fomentando em caráter recreativo e, absolutamente amadorista,

Leia mais

www.grude6.com.br grude6@yahoo.com.br REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013.

www.grude6.com.br grude6@yahoo.com.br REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013. REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013. I - DOS OBJETIVOS: Art. 1º - O evento visa proporcionar aos servidores do Poder Judiciário Federal e instituições convidadas a integração e socialização

Leia mais

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 PARTE GERAL Art. 1º - Denomina-se Grêmio de Ex-Alunos do Colégio de São Bento ( GEACSB ) o campeonato de futebol society organizado pela ALUMNI CSB-RJ e realizado anualmente

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE 1. As competições de basquete serão realizadas de acordo com as regras internacionais da FIBA e os regulamentos e normas do Novo Desporto Universitário 2012 NDU. 2. Cada

Leia mais

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE REGULAMENTO OFICIAL - 2015 Da Finalidade Art. 01 - A XI Copa Paulista de Futebol de Base, tem por finalidade o estimulo à prática esportiva saudável, ao caráter formativo

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Artigo 01º - A COPA BH 2015 DE FUTEBOL7 Série Ouro, é uma competição promovida pela Liga BHF7, sob chancela da Confederação Brasileira

Leia mais

COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES

COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES Art. 1 o. - A Copa Incentivo de Futebol 2014-3 a. Divisão será regida por este Regulamento específico e único

Leia mais

O Presidente da Liga Araguarina de Futebol, no uso de suas atribuições, por delegação de poderes, que lhes fora conferido, pelo Estatuto da Entidade:

O Presidente da Liga Araguarina de Futebol, no uso de suas atribuições, por delegação de poderes, que lhes fora conferido, pelo Estatuto da Entidade: LIGA ARAGUARINA DE FUTEBOL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL Nº 004/2013 - DT DISPÕE SOBRE O REGULAMENTO, DO CAMPEONATO DA 1ª DIVISÃO DE NÃO PROFISSIONAIS, DA TEMPORADA DE 2013. O Presidente da Liga Araguarina

Leia mais

DANONE COPA DAS NAÇÕES 2015

DANONE COPA DAS NAÇÕES 2015 REGULAMENTO DE SÃO PAULO CAPÍTULO 1 DA FINALIDADE Artigo 1º - A DANONE COPA DAS NAÇÕES tem por objetivo, incentivar a prática esportiva no meio estudantil e comunitário, e promover o intercâmbio, a socialização

Leia mais

CAMPEONATO MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES E SESC/RS DE FUTEBOL DE SALÃO EDIÇÃO - 2015 CMD SÃO PAULO DAS MISSÕES

CAMPEONATO MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES E SESC/RS DE FUTEBOL DE SALÃO EDIÇÃO - 2015 CMD SÃO PAULO DAS MISSÕES CAMPEONATO MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES E SESC/RS DE FUTEBOL DE SALÃO EDIÇÃO - 2015 CMD SÃO PAULO DAS MISSÕES O PRINCÍPIO DO ESPORTE É A LEALDADE. VAMOS PRATICÁ-LA REGULAMENTO Esse Regulamento é

Leia mais

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA 1 REGULAMENTO CAMPEONATO GONÇALENSE DE FUTEBOL MIRIM CAPÍTULO - I - DA ORGANIZAÇÃO E

Leia mais

XX Copa PMU/ Futel de Futsal 2015 Regulamento Geral MASCULINO

XX Copa PMU/ Futel de Futsal 2015 Regulamento Geral MASCULINO XX Copa PMU/ Futel de Futsal Regulamento Geral MASCULINO UBERLÂNDIA MG 1 XX COPA PMU/ FUTEL DE FUTSAL MASCULINO CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS Art. 1º - A XX COPA PMU/FUTEL DE FUTSAL MASCULINO tem por objetivo

Leia mais

CLUBE BRILHANTE. 2 CAMPEONATO DE FUTEBOL DE SETE CATEGORIA SÊNIOR 2015 Liga dos Campeões Brilhante Danilo Bandeira da Silva

CLUBE BRILHANTE. 2 CAMPEONATO DE FUTEBOL DE SETE CATEGORIA SÊNIOR 2015 Liga dos Campeões Brilhante Danilo Bandeira da Silva REGULAMENTO ESPECÍFICO DO CAMPEONATO DA DURAÇÃO DO JOGO: Dois (2) tempos de vinte e cinco (25) minutos. DO HORÁRIO e DIA de jogo marcado: Para esta edição do 2 Campeonato de Futebol de Sete Categoria Sênior

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS PARTICIPANTES

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS PARTICIPANTES REGULAMENTO GERAL O VI CAMPEONATO DE FUTEBOL DOS ADVOGADOS DO MARANHÃO visa incrementar a prática de futebol no Estado do Maranhão, promovendo a integração entre as equipes participantes. CAPÍTULO I DOS

Leia mais

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador 16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador De Março a Julho de 2013 Organização: Prof. José Medeiros LIGA FARROUPILHA REGULAMENTO GERAL 1) Da fórmula de disputa: a) A competição contará com dezoito (18) equipes;

Leia mais

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015 REGULAMENTO 2015 1º Torneio Bancário Society de Clubes Paulista 2015, é uma promoção da Secretaria de Esporte do Sindicato dos Bancários, e tem por finalidade efetuar o congraçamento entre os bancários

Leia mais

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo Regulamento 1 CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - A XIII COPA FUTEL DE FUTEBOL DE CAMPO tem por objetivo principal o congraçamento geral dos participantes e criar alternativas

Leia mais

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 Organização, compromisso e qualidade em prol do esporte universitário paulista www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 REGULAMENTO

Leia mais

32 o CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA

32 o CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA 32 o CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO 2015 REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o Esta competição será coordenada pela Associação Brasil Núcleo Regional

Leia mais

12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA

12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA 12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS 2015 REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o Esta competição será coordenada pela Associação Brasil Núcleo

Leia mais

IV CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE HANDEBOL - 2014 REGULAMENTO GERAL

IV CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE HANDEBOL - 2014 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º - O IV Campeonato Brasileiro Escolar de Handebol é uma competição intercolegial que tem por objetivo incentivar, no meio estudantil, a prática desportiva, enaltecendo

Leia mais

REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014

REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014 I - FINALIDADES ARTIGO 1º - A COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL, na categoria masculino/adulto, tem por finalidade congregar os alunos das unidades do Santo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTSAL DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DE FUTSAL DO RIO DE JANEIRO Regulamento e Punições JOGOS - INICIO DA COMPETIÇÃO 19 e 26 de Abril de 2015 1. Sede dos Jogos: C.R. BOQUEIRÃO Rua Jardel Jercolis, S/N Gloria Rio de Janeiro FLUMINENSE A.C. Rua Xavier de Brito, 22 Centro-Niterói

Leia mais

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite DOS OBJETIVOS: O Einstein Gol é um evento que visa aumentar sociabilizarão e integração entre todos os nossos alunos, funcionários, Corpo Docente e Direção.

Leia mais

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 I. DA COMPETIÇÃO II. DA COORDENAÇÃO III. DAS FASES DA COMPETIÇÃO IV. DAS INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES V. DA PREMIAÇÃO VI. DA ARBITRAGEM VII. DA IDENTIFICAÇÃO VIII.

Leia mais

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE 2015 ÍNDICE CAPÍTULO I Da Organização...3; CAPÍTULO II Dos Objetivos...3; CAPÍTULO III Da Coordenação...3; CAPÍTULO IV Data e local...4; CAPÍTULO V Das Inscrições...4; CAPÍTULO

Leia mais

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO Capítulo I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART. 1 Este Regulamento tem como finalidade, determinar as condições em que será disputada a LIGA NACIONAL

Leia mais

Município de Santa Helena Secretaria de Educação, Cultura e Esportes Departamento de Esportes e Lazer CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTEBOL SUÍÇO - 2013.

Município de Santa Helena Secretaria de Educação, Cultura e Esportes Departamento de Esportes e Lazer CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTEBOL SUÍÇO - 2013. CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTEBOL SUÍÇO - 2013. REGULAMENTO Santa Helena, Outubro de 2013. CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTEBOL SUIÇO 2013 I DO REGULAMENTO Art. 1º - Este regulamento se destina a regulamentar

Leia mais

XXV - Campeonato de Futebol Suíço (2º Semestre de 2.014) denominado JORGE AGUIAR, com início em 14 de Setembro de 2014

XXV - Campeonato de Futebol Suíço (2º Semestre de 2.014) denominado JORGE AGUIAR, com início em 14 de Setembro de 2014 I DAS INSCRIÇÕES E DATAS PREVISTAS: XXV - Campeonato de Futebol Suíço (2º Semestre de 2.014) denominado JORGE AGUIAR, com início em 14 de Setembro de 2014 Data das inscrições: 14/07/ 2014 Término das inscrições:16/08/2014

Leia mais

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES Artigo 1 - A TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 é promovida, organizada e dirigida pela FEDERAÇÃO UNIVERSITÁRIA

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS

REGULAMENTO GERAL DOS REGULAMENTO GERAL DOS II JOGOS UNIVERSITARIOS UNIBRASIL 2009 I - DOS OBJETIVOS II JOGOS UNIVERSITARIOS UNIBRASIL 2009 Artigo 1º - Os II Jogos Universitários das Faculdades Integradas do Brasil, promovido

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas.

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. REGULAMENTO GERAL CAPITULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. ARTIGO II: Da Cerimônia de

Leia mais

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL * Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL 1. DOS JOGOS: Os jogos de Futsal serão regidos pelas Regras Oficiais vigentes da Confederação Brasileira de Futsal, observadas as exceções previstas neste Regulamento

Leia mais

Período: 06/09 a 29/11 11 datas. Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes

Período: 06/09 a 29/11 11 datas. Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes Período: 06/09 a 29/11 11 datas Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes COORDENAÇÃO: Prof. Eurico Gaspar de Oliveira CREF 0124 - G/BA CONTATO: (75) 8307-1261 / 9165-4938 / 3223.4158

Leia mais

6º TAÇA SAÚDE REGULAMENTO

6º TAÇA SAÚDE REGULAMENTO 6º TAÇA SAÚDE REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS Art. 01 - A 6º TAÇA SAÚDE DE FUTSAL E VOLEIBOL - SES é um evento promovido pelos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde SES Art. 02 - O campeonato tem por

Leia mais

10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL (atualizado em 16/09) CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 10ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que

Leia mais

PORTARIA 001. Altera Artigos do Regulamento

PORTARIA 001. Altera Artigos do Regulamento 8ª COPA FUPESP - FEDERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO 2012 PORTARIA 001 Altera Artigos do Regulamento A Comissão Organizadora, nos termos do Artigo 5º do Regulamento Geral,

Leia mais

VII CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO DOS COMERCIÁRIOS 2012 REGULAMENTO

VII CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO DOS COMERCIÁRIOS 2012 REGULAMENTO SINDICATO DOS EMP. NO COMÉRCIODE LAURO DE FREITAS CNPJ 32700213/0001-12 VII CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO DOS COMERCIÁRIOS 2012 REGULAMENTO CAPITULO I - DA SUA ORGANIZAÇÃO ART. I - O VII Campeonato de

Leia mais

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 6ª COPA NOVE DE JULHO DE FUTEBOL AMADOR 2016 REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 1 REGULAMENTO DA 6ª COPA NOVE DE JULHO 2016 CAPITULO I Da PARTICIPAÇÃO Esta copa contará com a participação de 48 (quarenta

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY DO DIVINÓPOLIS CLUBE CATEGORIA MÁSTER CLASSE 1964

REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY DO DIVINÓPOLIS CLUBE CATEGORIA MÁSTER CLASSE 1964 REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY DO DIVINÓPOLIS CLUBE CATEGORIA MÁSTER CLASSE 1964 Artigo 1º - Apresentação A Divinópolis Clube com a Gestão 2010 / 2012 juntamente com o Departamento de Futebol

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I I MACEIÓ-AL, 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO Art. 1º - O esporte é considerado um fenômeno cultural da humanidade capaz de propiciar inúmeros benefícios aos seus praticantes.

Leia mais

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 CATEGORIAS: MIRIM(97) SUB 14 PRÉ-MIRIM(98) SUB 13 FRALDINHA (99) SUB 12 DENTINHO(99) SUB 12 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente Regulamento é o conjunto das disposições

Leia mais

COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO

COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO CENTRO DE PRÁTICAS ESPORTIVAS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO S. EVENTOS COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS A COPA CEPEUSP DE FUTEBOL DE CAMPO tem como objetivo a integração dos docentes

Leia mais

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO E ORGANIZAÇÃO: A promoção e a organização são do Centro Universitário UNIVATES/Complexo Esportivo

Leia mais

LIGA CURITIBANA DE FUTEBOL Rua Omilio Monteiro Soares, 1243 Fanny Curitiba Paraná

LIGA CURITIBANA DE FUTEBOL Rua Omilio Monteiro Soares, 1243 Fanny Curitiba Paraná LIGA CURITIBANA DE FUTEBOL Rua Omilio Monteiro Soares, 1243 Fanny Curitiba Paraná www.associacaodoesporte.net - telefax: (41) 3569-2570 VIII CAMPEONATO DE SENIORES - 2013 (Cinquentinhas) REGULAMENTO O

Leia mais

2ª COPA MENAKA DE FUTSAL 2013 REGULAMENTO GERAL

2ª COPA MENAKA DE FUTSAL 2013 REGULAMENTO GERAL ALTERADO: 09/08/2013 2ª COPA MENAKA DE FUTSAL 2013 REGULAMENTO GERAL 1) DAS FINALIDADES: Artigo 1. ) O Campeonato, é realizado pela Batalha Comércio e Promoções Esportivas, e tem como principais objetivos:

Leia mais

XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O

XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - O XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 é uma promoção e realização da Federação

Leia mais

3ª COPA DE FUTEBOL DOS CAMPOS GERAIS 2015 REGULAMENTO GERAL SUMÁRIO

3ª COPA DE FUTEBOL DOS CAMPOS GERAIS 2015 REGULAMENTO GERAL SUMÁRIO 3ª COPA DE FUTEBOL DOS CAMPOS GERAIS 2015 REGULAMENTO GERAL SUMÁRIO CAPÍTULO I DA COORDENAÇÃO E ORGANIZAÇÃO... 1 CAPÍTULO II - DOS MUNICÍPIOS... 1 CAPÍTULO III DAS CATEGORIAS... 1 CAPÍTULO IV DOS ATLETAS...

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTEBOL RURAL MÁSTER CACOAL 2011.

CAMPEONATO DE FUTEBOL RURAL MÁSTER CACOAL 2011. CAMPEONATO DE FUTEBOL RURAL MÁSTER CACOAL 2011. REGULAMENTO DAS FINALIDADES ART. 1º - O CAMPEONATO RURAL DE FUTEBOL MASTER é uma competição promovida, organizada e dirigida pela AMEC através da PREFEITURA

Leia mais

3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE

3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE 3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE 3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2015 3ª OLIEMDOPE REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º A Olimpíada Entre

Leia mais

REGULAMENTO DA TERCEIRA - DIVISÃO 2014

REGULAMENTO DA TERCEIRA - DIVISÃO 2014 CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL DA TERCEIRA DIVISÃO R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2014 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1 O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL DA TERCEIRA

Leia mais

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal Regulamento da 2ª Copa UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 2ª Copa Futsal UniBH, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que se submetem sem ressalvas

Leia mais

REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO

REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO XI JOGOS MACABEUS NACIONAIS DAS ESCOLAS JUDAICAS RIO DE JANEIRO / BRASIL 06 a 09 de setembro de 2012 REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO A Macabi Rio, entidade filiada à Macabi Brasil, e organizadora há 19 anos

Leia mais

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Taça São Paulo de Futsal - 2015 será disputado por equipes com atletas com deficiência intelectual. Art.

Leia mais

3ª COPA INTER-ADVOGADOS

3ª COPA INTER-ADVOGADOS Data/ Local: Competição: Maio à Julho * início previsto para 26/maio Local: Centro Iraí Pinhais-PR www.centroirai.com.br Gustavo@centroirai.com.br DA PARTICIPAÇÃO: Artigo Primeiro: Só poderão participar

Leia mais

REGULAMENTO. Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes. Este regulamento contém 08 páginas

REGULAMENTO. Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes. Este regulamento contém 08 páginas REGULAMENTO Open de Futsal 2007 Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes Leia sempre que tiver dúvidas! Este regulamento contém 08 páginas 1 REGULAMENTO GERAL I Das Disposições

Leia mais

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO 1º O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES/2011,

Leia mais

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 FUTEBOL - TAÇA OURO SERIE A CAPÍTULO I

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 FUTEBOL - TAÇA OURO SERIE A CAPÍTULO I REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 FUTEBOL - TAÇA OURO SERIE A CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º - A Temporada dos Campeões 2014 tem por finalidade promover a integração dos colaboradores das empresas

Leia mais

REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS

REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS DAS FINALIDADES Art. 1 o O I Interatléticas Anhembi Morumbi é uma competição promovida pelo Centro Esportivo Anhembi Morumbi, cujo objetivo é incentivar a prática de atividades

Leia mais

Federação Paulista de Futebol

Federação Paulista de Futebol Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO 17º CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL FEMININO - PRIMEIRA DIVISÃO

Leia mais

IX COPA ASTEROIDE CCPR DE FUTEBOL REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO

IX COPA ASTEROIDE CCPR DE FUTEBOL REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO IX COPA ASTEROIDE CCPR DE FUTEBOL REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação, Objetivo e Participação a. A IX Copa Asteroide CCPR de Futebol Interagências, doravante denominada CAMPEONATO, será

Leia mais

As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. REGULAMENTO I- FINALIDADES

As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. REGULAMENTO I- FINALIDADES As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. Após todos os jogos REGULAMENTO I- FINALIDADES ARTIGO 1º - O TORNEIO FUTSAL DA FACULDADE NOVOS HORIZONTES,

Leia mais

FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA / IDADE - MASCULINO: CATEGORIAS / IDADE - FEMININO:

FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA / IDADE - MASCULINO: CATEGORIAS / IDADE - FEMININO: FUTEBOL DE CAMPO Todos os atletas deverão apresentar o Documento Original (conforme Art.do Regulamento Geral) É obrigatório (e indispensável) o uso de caneleiras para todos os atletas participantes das

Leia mais

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO ESCOLA DE EDUCAÇÂO BÁSICA MONSENHOR GREGÓRIO LOCKS Justificativa Olimpíadas Gregório Locks Regulamento Geral Artigo 1º - No seu Projeto Político Pedagógico,

Leia mais

COPA DOS CAMPEÕES UNILIGAS 2015 REGULAMENTO

COPA DOS CAMPEÕES UNILIGAS 2015 REGULAMENTO COPA DOS CAMPEÕES UNILIGAS 2015 REGULAMENTO DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º Á COPA DOS CAMPEÕES UNILIGAS 2015, será disputada pelas 7 (sete) equipes Campeãs e as 7(sete) equipes Vice Campeãs das

Leia mais

R E G U L A M E N T O XII CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DE CAMPO - 2 0 1 1

R E G U L A M E N T O XII CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DE CAMPO - 2 0 1 1 R E G U L A M E N T O XII CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DE CAMPO - 2 0 1 1 DOS OBJETIVOS Art.1º- O XII Campeonato Estadual de Futebol de Campo - 2011, organizado pelo Departamento de Esportes e Lazer

Leia mais

IV CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE FUTSAL - 2015 REGULAMENTO GERAL

IV CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE FUTSAL - 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º - O IV Campeonato Brasileiro Escolar de Futsal é uma competição inter-colegial que tem por objetivo incentivar, no meio estudantil, a prática desportiva, enaltecendo

Leia mais

BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014

BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014 BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014 REGULAMENTO GERAL E TÉCNICO Capítulo Primeiro DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 01º- Este regulamento é o conjunto das disposições que

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013 REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013 REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013 Art. 1º- Os Jogos Universitários da UNIPAMPA serão realizados pela

Leia mais