FORNOS CREMATÓRIOS INCINERADORES DE RESÍDUOS CEMITERIAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FORNOS CREMATÓRIOS INCINERADORES DE RESÍDUOS CEMITERIAIS"

Transcrição

1 FORNOS CREMATÓRIOS E INCINERADORES DE RESÍDUOS CEMITERIAIS Consulte o nosso serviço técnico

2 A PHANUBIS oferece: Operacionalidade. Segurança e Higiene na operação. Alta fiabilidade. Baixo custo de manutenção. Funcionamento automático. Fumos totalmente transparentes e livres de odores. Serviço de manutenção. Assistência técnica. A robustez e eficácia dos FORNOS CREMATÓRIO. Incluímos a montagem, a formação do pessoal que vai operar com os fornos, o transporte, o processador de cinzas, o pulverizador, o introdutor mecânico de caixões e chaminé. Todos os Modelos tem CERTIFICADO DE GARANTIA e cumprem TODAS AS NORMAS DA CEE. Escolha o equipamento que melhor se adapte às suas necessidades

3 FORNO PARA CREMAÇÃO A câmara de combustão é construída com tijolo refractário de alta resistência mecânica para assegurar uma vida longa. O isolamento é conseguido por fibras minerais e cerâmicas de baixa massa térmica e alto poder calorífico, cuidadosamente dispostas em camadas para reduzir as perdas de calor. O material em contacto com o caixão é de sílica-massa de betão refractário e alumina, com uma espessura média capaz de resistir a temperaturas contínuas de 1400 "C. O seu teor de alumina é de 42% e o coeficiente de condução de calor é um 0,70 kcal / hm2 º Cm. As dimensões espaçosa da câmara de cremação permite a introdução de grandes caixões. A grade é fixa, construído em aço refractário, e cinzas caindo sobre um cinzeiro para a remoção manual. O controlo da temperatura da câmara está garantida por um microprocessador com display electrónico e digital. A temperatura de trabalho da câmara pode ser ajustada até C, sendo o padrão para a queima de aproximadamente 800 C. Proporciona um sistema de depuração de pós combustão. O princípio de funcionamento deste forno baseia-se na decomposição pirolítico, a queima de matéria orgânica, que desaparece sob a forma de gases não-poluentes. A operação é contínua com cargas sucessivas. Os caixões são colocados no forno com sistema hidráulico. O forno é mantido na temperatura adequada pelo gravador e da acção do microprocessador de controle que é responsável por regular as temperaturas fornecidas no forno de acordo com as necessidades. Ao fazer a abertura da câmara pode efectuar-se a carga, e inicia um ciclo de injecção de ar secundário produzido por um ventilador eléctrico para garantir a perfeita combustão, que ocorre em uma atmosfera altamente oxigenado pela entrada de ar e uma temperatura ideal para minimizar a produção de fumos que impede a formação de odores.

4 Uma vez iniciada a combustão de uma carga o equipamento de controle impede a abertura da porta e, por conseguinte, uma segunda carga antes de terminar a primeira combustão. Tão pouco permite que a combustão, mas sim o sistema de depuração de fumos não está operacional. CARACTERÍSTICAS MODELO CAMARA: 1650 litros POTENCIA MÁXIMA: Kcal / h FUMOS: 300 m3 / h DIMENSÕES EXTERIORES: 150 x 140 x 295 centímetros DIMENSÕES INTERIORES: 90 x 80 x 230 cm. CINZEIRO: 90 x 50 x 230 cm GRADE: aço resistente e cerâmica CONSUMO: 400 Watts / h. A série foi estudado especificamente para uso como um complemento para os nossos fornos. Estes são projectados para funcionar até 1500 º C e é instalado no escape da câmara de combustão principal. Aqui, após a última injecção de ar de combustão, a temperatura dos gases da câmara principal sobe, de forma controlada e homogénea, mesmo nas condições mais desfavoráveis, pelo menos 850 C. Esta temperatura deve ser alcançado na parede interna da câmara, pelo menos, 2 segundos, com um oxigénio de 6% ou mais. No entanto, como é indicado no parágrafo anterior, os resíduos perigosos que contenham mais de 1% de substâncias orgânicas halogéneas, expresso em cloro, a temperatura é aumentada para um mínimo de 1.100ºC. O equipamento é construído de metal, a partir de chapas e perfis de aço laminado A 42b, com um revestimento especial à corrosão, alta resistência, com design avançado e sombras agradáveis de tinta epóxi, que dá vida longa e acabamento estético.

5 A câmara de combustão é construída com tijolo refractário com alta resistência mecânica para assegurar vida longa. O isolamento é conseguido por fibras minerais e cerâmicas de baixa massa térmica e alto poder calorífico, cuidadosamente organizados em extractos de reduzir as perdas de calor. O aquecimento é feito através de Gás Natural ou GPL, biodisel ou diesel. O controle de temperatura da câmara é garantido por equipamentos com controle de microprocessador que regula a instalação. O princípio de funcionamento deste equipamento é baseado na combustão em altas temperaturas com excesso de ar, queimando fumos, que desaparece sob a forma de gases não-poluentes. A operação é contínua. Na saída dos gases da câmara de pós-combustação e directamente á mesma, se instala um ponto de união com protecção interna de refractário, que incorpora tubos de arrefecimento. Este tubo tem a secção de saída adequada para a saída adequada dos gases para fora. A chaminé, construída em secções e com protecção interna em refractário. A chaminé interna Ø 450 mm com uma espessura de uma camada de betão refractário de 120 milímetros inclui um registo para a amostragem. As plataformas de acesso a esse registo não fazem parte deste equipamento. CARACTERÍSTICAS MODELO CÂMARA: 1650 litros POTÊNVCIA MÁXIMA: Kcal / h DIMENSÕES EXTERIORES: 130 cm x ø 450 cm. DIMENSÔES INTERIORES Ø 750 milímetros x 400 cm. CONSUMO: 400 Watts / h.

6 INTRODUTOR DE CAIXÕES Localizada à frente do forno permite o acesso à câmara de cremação. Esta construída em aço e revestido internamente com painéis de fibra de cerâmica. Os movimentos de abertura e encerramento são automatizados através de sistema de óleo hidráulico. Com dispositivos de bloqueio, garantem que em nenhuma circunstância pode funcionar o queimador da câmara de cremação, quando a porta está aberta. A instalação do forno crematório é completada com um sistema mecânico para a introdução de caixões. Este dispositivo é particularmente útil no caso das cremações em sucessão, permitindo ao operador a introdução, reduzindo o esforço físico e aumentar a segurança. O sistema consiste fundamentalmente de um carro elevador com dois movimentos. Um horizontal, em frente à porta da introdução com guias instalados no pavimento. O outro vertical, com a ajuda de um elevador hidráulico que faz elevar o caixão para a introdução na câmara de cremação. A energia necessária é fornecida por uma bateria que tem seu próprio carregador controlado electronicamente.

7 TRATAMENTO DE CINZAS Porta para retirar as Cinzas: Para desempenhar as funções de inspecção, limpeza e descarga de cinzas, é colocada uma abertura de porta manual na frente da câmara de cremação. A porta também é forrada com material refractário que reduz a transmissão de calor. Após a cremação, as cinzas são completamente desintegrada e homogeneizada por um transformador, incluído no fornecimento. O aparelho consiste em um armário de aço inoxidável com as dimensões 600 x 600 x mm. O recipiente de metal do forno onde as cinzas foram recolhidas é introduzido no processador, não há necessidade de qualquer tratamento adicional. As cinzas, uma vez processadas, passam automaticamente para a urna final. Uma centrifugadora, rodando com bolas de aço produzem pela moagem as cinzas, que passam por uma peneira fina, sendo retidos todos os corpos estranhos. Para evitar vibrações e ruídos com a trituração que se transmitem para o exterior as paredes e a porta do processador. Estão insonorizadas Também é garantida que esta unidade funciona livre de poeira. Um temporizador pára automaticamente o processo uma vez que tenha terminado o ciclo pré-determinado.

8 COMPONENTES O equipamento eléctrico consiste em uma unidade central de programação e uma seria de extensões. Este microcomputador é alimentado com uma tensão de 12 volts de potência continua que está fornecida por uma fonte de alimentação estabilizada. O controle de saídas de tensão para 230 V C. A. / 50 Hz As saídas de tensão, utilizando relés micro com fusíveis de controle de protecção individual. O microprocessador inclui um programa de rastreamento contínuo da situação de vários estados do sistema, e ao mesmo tempo, detectar situações anormais, tais como a falha de sensores de temperatura, chama fora, e assim por diante. Ao incorporar um sistema especial de controlo da quantidade de gás restante no tanque, com alarme de nível baixo e impedindo o início de uma cremação, se a quantidade de gás ainda não é suficiente para ser bem sucedido. O cilindro de dupla acção e acessórios para accionamento da porta são fabricados pela empresa FESTO. Os queimadores de diesel ou Gás, de ignição automático e os acessórios são fabricados por Tekener com as seguintes características: Combustível: Gás (Natural ou GPL) diesel ou biodisel Regulação: Electrónica Potencia: Kcal / h para a câmara de pos- combustão Kcal / h para o forno. Consumo de combustíveis sem carga: 3 kg / h Controle de chama Peephole

9 Motores eléctricos, com accionamento coaxial de turbina de ar e bomba de injecção de combustível Electro válvulas de desligar combustível Porta injectores com pulverizadores Cabeça de combustão com deflector Caixa de regulação de ar Transformador Célula Fotoeléctrica de segurança Os motores são da empresa ABB e armário eléctrico metálico da firma HIMEL. Os fusíveis interruptores, contadores, protector motor, protector de motores electrónicos, botões e elementos de sinal das empresas Siemens e Telemecanique. O controlador automático de temperatura e outros parâmetros com microprocessador, design, fabricação e montagem da. A instalação e todos os equipamentos que o compõem são fabricados sob a norma de qualidade ISO 9001 e cumprem as normativas da CE Todos os equipamentos abrangidos por este estudo de alimentação são fabricados, montados e testados nas oficinas, com base em Granollers. Todos os motores eléctricos cumprem a normativa IP 55, isolamento classe F Todas as instalações eléctricas dos equipamentos cumprem a normativa IP 66. A construção, instalação e montagem de equipamentos cumprem a directiva 89/392/CEE relativa à segurança do equipamento e suas três alterações 91/368/CEE, 93/44/CEE e 93/68/CEE.

10 MANUTENÇÃO DIÁRIO: Limpeza da máquina. drenagem, limpeza e teste de câmara de combustão. Controlar o nível de gás e filtro de combustível. Esvaziar a cinzas. (Depois de cada cremação) Limpeza do forno e tanque de combustível SEMANAL: Revisão dos elementos indicados no manual CADA 3 MESES: Mudar junta da porta Reconstrução da erosão nos tijolos. Revisão dos elementos indicados no manual. MANUTENÇÃO DE PEÇAS Palhetas pirométricas. velas de ignição. As células fotoeléctricos. bobinas magnéticas. fibra cerâmica Betão massa refractária

11 DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Acompanhando a instalação serão entregues os seguintes documentos: Esquema eléctrico. Instruções para executar a fiação eléctrica. Instruções para armazenamento e manutenção de todo o incinerador Instruções para a manutenção de motores, ventiladores e outros elementos. Esquema de montagem do incinerador. INSPECÇÕES E TESTES Feita de acordo com o organigrama da fabricação, montagem e testes elaborados em conjunto.

12 FORNOS PARA RESTOS DE RESÍDUOS CEMITERIAIS Fornos de resíduos cemiteriais, de eficácia comprovada, baixo consumo, e totalmente automatizados, que respeitam todas as normativas ambientais em vigor. Os Cemitérios necessitam de incineradores para garantir a destruição eficaz de, flores, roupas, caixões e madeiras oriundas de sepulturas de exumação, inumação, etc., fornos estes que estão em conformidade com as regulamentações ambientais em vigor. O incinerador inclui queimadores a gás (natural ou GPL) biogás, diesel ou biodiesel, combinado com o sistema de controle, mantendo a temperatura de cada uma das câmaras com grande exactidão, garantindo assim, operações mais económicas e emissões para a atmosférica mais reduzidas que por sua vez cumprem todas as normas europeias. As dimensões da câmara permite a introdução de resíduos de grandes dimensões. A alta temperatura atingida permite a calcinação para restos humanos. Os fornos para a incineração, têm comprovada qualidade de todos os nossos produtos, estes apoiados pelo nosso fabricante com mais de 50 anos de serviço e de investigação em curso que liga os últimos avanços tecnológicos em microeletrónica e isolamento, especificamente aplicado aos incineradores, alcançando resultados excepcionais, para serem líderes no campo da incineração. As três séries P, M e G, foi estudada especificamente para uso na destruição dos restos de resíduos cemiteriais, sem problemas de odores ou fumo, cumprindo a legislação em vigor, e sem necessidade de pessoal qualificado, devido à sua extrema simplicidade de operação.

13 CONSTRUÇÃO O forno é apresentado numa construção atraente metálica, de grande robustez, a partir de chapas e perfis em aço laminado, com tratamento especial anticorrosivo, com design avançado e pintura epóxidica de agradável tom, que lhe confere vida longa com acabamentos esteticamente agradáveis. A câmara de combustão é construída com betão refractário de alta resistência mecânica para garantir uma vida longa. O isolamento é conseguido por fibras minerais e cerâmicas de baixa massa térmica e grande poder de absorção de calor, estas cuidadosamente dispostas em camadas para reduzir as perdas de calor. A grade é fixa, construída em aço refractário, e as cinzas produzidas caiem sobre um cinzeiro para a sua remoção manual. O aquecimento pode ser feito por G. L. P, gás natural, biogás, diesel, biodiesel ou outros combustíveis. O controlo da temperatura da câmara está garantida por um ou mais controladores electrónico com visor digital.

14 ACESSÓRIOS Opcionalmente, o forno pode juntar todos os tipos de controles e automação, assim como processador de cinzas, gestor de rede hidráulica movidos por electricidade ou bateria, etc..conforme a necessidade do cliente. (aproveitamento de águas quentes para balneários) SISTEMA DE PURIFICAÇÃO Os fumos gerados pela incineração devem ser limpos em função do seu impacto sobre o meio ambiente. Os maus odores que pode emanar e os fumos são destruídos no nível da temperatura alcançada na câmara de pós-combustão. Nos fumos contém partículas nas concentrações, dependentes da composição dos restos mortais, e devem ser eliminadas. Para tal se irá instalar um sistema de depuração na câmara de pós-combustão. Este sistema é de série com um registador contínuo de CO2 e 02, a fim de cumprir com as normativas. Directiva 89/369 CEE, impõe condições determinadas para a incineração de resíduos: condições de projecto que exige a permanência dos gases de combustão contendo mínimo de O2 de 6% para ficar pelo menos 2 segundos a 850ºC. Também na concentração dos gases de combustão de CO não deve exceder os 100 mg/m3 e compostos orgânicos nos gases de 20 mg/m3. Também definir alguns limites (mg/m3) de poluentes nos gases de escape.

15 Todos os nossos equipamentos são projectados para a aplicação rigorosa das normas da Directiva 2000/76/CE do PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 4 de Dezembro de 2000, publicado no Jornal Oficial das Comunidades Europeias , relativa à incineração de resíduos. São regularmente actualizados para cumprir as normas que são incorporadas na legislação portuguesa. MODELOS MODELO P M G VOLUME DA CÂMARA+POSCOMBUSTÃO CAPACIDADE KG/H DIMENSÕES INTERIORES 50*40*200 60*45*220 70*50*230 CINZEIRO 50*20*200 60*25*220 70*25*230 DIMENSÕES EXTERIORES 120*260* *260* *260*280 PESO TOTAL APROXIMADO KG KG KG. Dimensões (aproximadas) estão em cm de largura x altura x profundidade. As interiores se referem à câmara de combustão, as exteriores ao conjunto As capacidades são calculadas para um valor calorífico de kcal / kg de resíduos. Valores inferiores aumentam a capacidade e superiores diminuem

16 MAIS MODELOS DE FORNOS CREMATÓRIOS E DE RESÍDUOS CEMITERIAIS COMERCIALIZADOS TAMBÉM PELA PHANUBIS

17 FORNO CREMATÓRIO Qualidade ao serviço da eficiência e do ambiente. O FORNO CREMATÓRIO, que demonstra qualidade e eficácia na cremação. FORNO PERMITI REALIZAR MAIS DE 6 CERMAÇÕES DIÁRIAS A dureza dos seus refractários especiais, câmara de isolamento térmico, queimadores, permiti mais de 6 cremações de corpos por dia. três Este FORNO CREMATÓRIO é ideal para Câmaras que obtém um grande número de cremações diárias, O FORNO CREMATÓRIO pode realizar por ano, mais de cremações de corpos com garantia ambiental total. A Alta Tecnologia usada e qualidade dos materiais usados na sua construção, é o mais utilizado pelos principais Câmaras que utilizam Fornos nos seus Cemitérios. Cada uma das câmaras é construída em alvenaria de tijolo refractário com alto teor de alumina, especialmente para resistir a choques térmicos e à extracção de cinzas que ocorre com o arrasto dos rodos. Características Técnicas: MEDIDAS CÂMARAS QUEIMADORES Cumprimento: mm Câmara de Cremação 2 na câmara principal Largura: mm Câmara de Combustão 1 na câmara de combustão Altura: mm Câmara de Pós combustão

18 FORNO CREMATÓRIO II O NOVO FORNO CREMATÓRIO II foi concebido para um grande número de cremações. Cinco câmaras de combustão diferentes, permitindo mais cremações. O processo de cremação é controlado por um programa informático, que assegura a sua continuidade assim como o respeito pela qualidade do meio ambiente. Possui 4 queimadores, dois na câmara principal, um na câmara de combustão e outro na câmara póscombustão, o que garante purificação. O FORNO CREMATÓRIO inclui os mais avançados equipamentos para medir emissões de CO e O2, a gravação contínua e a análise dos gases de combustão. Da mesma forma, controla todas as temperaturas e o tempo de permanência dos gases na câmara de combustão. Os resultados obtidos no processo de cremação podem ser armazenados individualmente ou em CD, demonstrando assim todo o controle ambiental, cumprindo com toda a legislação ambiental em vigor O processo é totalmente automático, que incorpora uma tela que mostra todas as variáveis do processo de cremação. Neste forno crematório houve o cuidado não só a qualidade dos componentes e design de câmaras de combustão, mas também a estética do aço inoxidável, acabamentos, tanto na parte dianteira como na área de extracção de cinzas. O processo de desenvolvimento de tecnologia da cremação, o desenho específico das cinco câmaras de combustão e pela contribuição de seus quatro queimadores, permite oferecer ás CÂMARAS MUNICIPAIS, em termos económicos, mais tecnologia e controle ambiental e uma eficaz CREMAÇÃO. Características técnicas: MEDIDAS QUEIMADORES Cumprimento: mm 2 na câmara principal Largura: mm 1 na câmara de combustão Altura: mm 1 na câmara de pós combustão

19 FORNO CREMATÓRIO I A robustez e eficácia dos FORNOS CREMATÓRIO FORNO PERMITI REALIZAR MAIS DE 4 CREMAÇÕES DIÁRIAS O FORNO CREMATÓRIO I dá resposta ao mercado ao fabricar um crematório para uma pequena CÂMARA MUNICIPAL salvaguardando sempre o meio ambiente. O FORNO CREMATÓRIO I é construído de tijolos refractários de alta resistência térmica utilizando as mais modernas tecnologias para resistir a choques térmicos e prolonga sua vida com o reforço do seu isolamento interno. A qualidade dos componentes, a construção robusta, os tijolos refractários, os isolantes e a utilização de três queimadores, faz o FORNO CREMATÓRIO I, a melhor opção técnica e económica e assim oferecer um serviço de CREMAÇÃO para todos os MUNICIPIOS. A presença de três queimadores garante rapidez no processo de cremação bem como no desempenho no campo ambiental. Características técnicas: MEDIDAS QUEIMADORES Cumprimento: mm 2 na câmara principal Largura: mm 1 na câmara de combustão Altura: mm

20 FORNO INCINERADOR DE RESÍDUOS DE CEMITÉRIO I O FORNO INCINERADOR DE RESÍDUOS DE CEMITÉRIO I é projectado especificamente para atender às necessidades dos Cemitérios Municipais. O forno é construído com tijolos refractários. O tamanho da câmara principal e design. Faz a incineração de madeiras, flores, tecidos e patológicos. Salvaguarda sempre o meio ambiente. Seu exterior com acabamentos em aço inoxidável concilia a dureza e a capacidade de incineração com uma estética de design interessante. Pode ser fabricado, para ser utilizado a gás natural ou diesel. Com a instalação de um INCINERADOR I é respeitado todos os regulamentos da Política de Saúde e Meio Ambiente. Fácil de manusear, capacidade de incineração com baixa manutenção, que torna a melhor solução para os cemitérios municipais. Características técnicas: MEDIDAS CÂMARA PRINCIPAL QUEIMADORES Cumprimento: mm mm 1 na câmara principal Kcal./h Largura: mm 860 mm 1 na câmara pós combustão Kcal./h Altura: mm 900 mm

21 A PHANUBIS oferece: Operacionalidade. Segurança e Higiene na operação. Alta fiabilidade. Baixo custo de manutenção. Funcionamento automático. Fumos totalmente transparentes e livres de odores. Serviço de manutenção. Assistência técnica. A robustez e eficácia dos FORNOS CREMATÓRIO. Incluímos a montagem, a formação do pessoal que vai operar com os fornos, o transporte, o processador de cinzas, o pulverizador, o introdutor mecânico de caixões e chaminé. Todos os Modelos tem CERTIFICADO DE GARANTIA e cumprem TODAS AS NORMAS DA CEE. Escolha o equipamento que melhor se adapte às suas necessidades. Consulte o nosso serviço técnico

Verticalização de Cemitério E Crematório. www.cemiteriosaojose.com.br

Verticalização de Cemitério E Crematório. www.cemiteriosaojose.com.br Verticalização de Cemitério E Crematório. www.cemiteriosaojose.com.br Verticalização Verticalizar é economizar; É uma transformação arquitetônica; É ratear espaço; Portanto: É poder em menor espaço horizontal,

Leia mais

1 DIFERENCIAIS. de CO do forno são até 200% menores do que exige a legislação.

1 DIFERENCIAIS. de CO do forno são até 200% menores do que exige a legislação. FORNO CREMATŁRIO JUNG - CR270012 1 2 Obs.: As imagens acima são meramente ilustrativas. O equipamento das fotos é semelhante ao modelo cotado, entretanto, sua aparência, acessórios e funcionalidade podem

Leia mais

Recuperadores de Energia RIS H/V...3.2. Recuperadores de Energia RECUP...3.6. Recuperadores de Energia RIS P...3.8

Recuperadores de Energia RIS H/V...3.2. Recuperadores de Energia RECUP...3.6. Recuperadores de Energia RIS P...3.8 Índice Recuperadores de Energia Recuperadores de Energia Recuperadores de Energia RIS H/V...3.2 Recuperadores de Energia RECUP...3.6 Recuperadores de Energia RIS P...3.8 Unidade de Fluxos Cruzados EBF...3.11

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MONTA-AUTOS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MONTA-AUTOS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MONTA-AUTOS MODELOS MCH 1/8 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MONTA AUTOS APLICAÇÃO APLICAÇÃO Transporte vertical de veículos acompanhados do condutor, a cabina terá as dimensões adequadas

Leia mais

Sistemas de extracção de fumos DPX

Sistemas de extracção de fumos DPX Sistemas de extracção de fumos DPX Ar limpo máxima performance Extracção de fumos e partículas para equipamentos de codificação laser captação na origem Sistema de extracção de fumos DPX para codificadores

Leia mais

Albicalor, Lda. Rua Comendador Martins Pereira 3850-089 Albergaria-a-Velha

Albicalor, Lda. Rua Comendador Martins Pereira 3850-089 Albergaria-a-Velha Para produzir a cerâmica Majolica são necessárias duas semanas. O resultado é um produto exclusivo que não desgasta e tem propriedades termo condutoras. As imperfeições minusculas, tais como as micro pepitas,

Leia mais

Equipamentos de queima em caldeiras

Equipamentos de queima em caldeiras Equipamentos de queima em caldeiras Notas das aulas da disciplina de EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS 1 Objectivo do sistema de queima 1. Transportar o combustível até ao local de queima 2. Proporcionar maior

Leia mais

THERMOCUT 230/E. Instruções de Serviço

THERMOCUT 230/E. Instruções de Serviço Instruções de Serviço PT CARO CLIENTE! Para poder manusear o aparelho cortador de arame quente THERMOCUT da PROXXON em segurança e de acordo com as regras de funcionamento, solicitamos-lhe que leia atentamente

Leia mais

Sua solução - todos os dias

Sua solução - todos os dias Sua solução - todos os dias A produção de um leite de qualidade depende de diversos fatores, entre eles a higiene da ordenha e do tanque, a manutenção dos equipamentos, a disponibilidade de um ambiente

Leia mais

Soluções DataCenter Secções

Soluções DataCenter Secções Apresentação A gama de armários para DataCenter Olirack foi concebida para a instalação de equipamentos de telecomunicações e informáticos. Os espaços DataCenter são projectados para serem extremamente

Leia mais

Máquinas de Secar Roupa

Máquinas de Secar Roupa Design. Cada centímetro que vê num aparelho Balay, representa uma enorme dedicação em termos de design, ergonomia e adaptabilidade ao seu dia a dia. Um dos nossos principais objectivos é aliar a facilidade

Leia mais

Manual Instalador e Utilizador Caldeira de Gaseificação a Lenha OFA WOOD GP

Manual Instalador e Utilizador Caldeira de Gaseificação a Lenha OFA WOOD GP Manual Instalador e Utilizador Caldeira de Gaseificação a Lenha OFA WOOD GP ÍNDICE INTRODUÇÃO... 1. DESCRIÇÃO GERAL DA CALDEIRA DE GASEIFICAÇÃO A LENHA OFA WOOD GP... 2. COMPONENTES FORNECIDOS COM A CALDEIRA...

Leia mais

Soluções Biomassa. Recuperadores de calor ventilados a lenha. Recuperadores de calor ventilados a pellets. Recuperadores de calor a água a lenha

Soluções Biomassa. Recuperadores de calor ventilados a lenha. Recuperadores de calor ventilados a pellets. Recuperadores de calor a água a lenha Soluções Biomassa Recuperadores de calor ventilados a lenha Recuperadores de calor ventilados a pellets Recuperadores de calor a água a lenha Recuperadores de calor a água a pellets Salamandras ventiladas

Leia mais

Soluções DataCenter Servidores

Soluções DataCenter Servidores Apresentação A gama de armários para DataCenter Olirack foi concebida para a instalação de equipamentos de telecomunicações e informáticos. Os espaços DataCenter são projectados para serem extremamente

Leia mais

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano Motores Térmicos 9º Semestre 5º ano 19 Sistema de Refrigeração - Tópicos Introdução Meios refrigerantes Tipos de Sistemas de Refrigeração Sistema de refrigeração a ar Sistema de refrigeração a água Anticongelantes

Leia mais

TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL

TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL A ampla linha de tanques de armazenamento e aquecimento de asfalto da Terex

Leia mais

Mezzo Compensação. cozinhas. Hottes > hottes tradicionais grande conforto. descrição técnica. p. 926. hotte de cozinha tradicional Conforto.

Mezzo Compensação. cozinhas. Hottes > hottes tradicionais grande conforto. descrição técnica. p. 926. hotte de cozinha tradicional Conforto. Hottes > hottes tradicionais grande conforto cozinhas Mezzo Compensação hotte de cozinha tradicional Conforto vantagens Compensação integrada. Filtros de choque montados de série. Iluminação encastrada

Leia mais

Proteja a qualidade do seu leite Tanques resfriadores DeLaval

Proteja a qualidade do seu leite Tanques resfriadores DeLaval DeLaval Brasil Rodovia Campinas Mogi-Mirim - KM 133,10 - S/N Bairro Roseira - Jaguariúna/SP - CEP: 13820-000 Telefone: (19) 3514-8201 comunicacao@delaval.com www.delaval.com.br Sua revenda DeLaval Proteja

Leia mais

Rua da Indústria, 80-98 Lugar da Ribeira - Valongo 4440-230 Campo PORTUGAL Telefones: 224161040/1/2 Fax: 224152319 www.flucal.pt informa@flucal.

Rua da Indústria, 80-98 Lugar da Ribeira - Valongo 4440-230 Campo PORTUGAL Telefones: 224161040/1/2 Fax: 224152319 www.flucal.pt informa@flucal. Caldeiras Fabricado em Portugal Made in Portugal Permutadores Autoclaves Cogeração Secadores Rua da Indústria, 80-98 Lugar da Ribeira - Valongo 4440-230 Campo PORTUGAL Telefones: 224161040/1/2 Fax: 224152319

Leia mais

FGA 300. Analisador de oxigênio para gás de chaminé da Panametrics. GE Sensing. Características. Aplicações

FGA 300. Analisador de oxigênio para gás de chaminé da Panametrics. GE Sensing. Características. Aplicações Aplicações Um analisador externo de óxido de zircônio para medir o excesso de oxigênio em aplicações sólidas e sujas de combustão tais como: Caldeiras: todos os combustíveis e tipos, incluindo de aplicação

Leia mais

1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 413/2014 - CPL 04 SESACRE

1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 413/2014 - CPL 04 SESACRE 1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 413/2014 - CPL 04 SESACRE OBJETO: Aquisição de Equipamentos, Mobiliários, Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos, para atender as Necessidades

Leia mais

Sistemas de recuperação de águas pluviais

Sistemas de recuperação de águas pluviais Ambietel Tecnologias Ambientais, Lda UPTEC P.MAR Av. Liberdade, s/n 4450-718 Leça da Palmeira Telef: +351 225 096 087 Sistemas de recuperação de águas pluviais A água da chuva é um recurso natural que

Leia mais

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Gama 04 Gama de 2013 O que é Therma V? 06 O que é Therma V? Vantagens Therma V 08 Elevada Eficiência Energética 10 Programação Semanal 12 Instalação

Leia mais

CALDEIRAS DE CHÃO DE CONDENSAÇÃO POWER HT

CALDEIRAS DE CHÃO DE CONDENSAÇÃO POWER HT CALDEIRAS DE CHÃO DE CONDENSAÇÃO POWER HT POWER HT MELHORAR A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA É UMA DAS GRANDES METAS DA NOSSA SOCIEDADE NO SÉCULO XXI. A GAMA POWER HT, BASEADA NA TECNOLOGIA DA CONDENSAÇÃO É UM

Leia mais

Armários insonorizados 19

Armários insonorizados 19 Apresentação A gama de armários insonorizados Olirack foi concebida com o intuito de minimizar o ruído provocado por equipamentos activos. Normas aplicáveis Armários construídos de acordo com as normas

Leia mais

ALTO RENDIMENTO MODULÇÃO ELECTRONICA LIMPEZA AUTOMÁTICA 3 POTÊNCIAS: 9, 15 E 25 KW

ALTO RENDIMENTO MODULÇÃO ELECTRONICA LIMPEZA AUTOMÁTICA 3 POTÊNCIAS: 9, 15 E 25 KW ALTO RENDIMENTO MODULÇÃO ELECTRONICA LIMPEZA AUTOMÁTICA 3 POTÊNCIAS: 9, 15 E 25 KW Porquê eleger uma Caldeira BioClass? Domusa, líder Espanhol no fabrico de caldeiras de solo que utilizam combustíveis

Leia mais

Sistemas de recuperação de águas pluviais

Sistemas de recuperação de águas pluviais Ambietel Tecnologias Ambientais, Lda UPTEC P.MAR Av. Liberdade, s/n 4450-718 Leça da Palmeira Telef: +351 225 096 087 Sistemas de recuperação de águas pluviais A água da chuva é um recurso natural que

Leia mais

Oferecemos um serviço muito próximo da real necessidade dos nossos clientes!

Oferecemos um serviço muito próximo da real necessidade dos nossos clientes! QUEM SOMOS Idealizada e criada a partir da crescente consciência ambiental, que se vai gerando à escala planetária, a Odem Energy não se podia alhear desta importante mutação comportamental. Oferecemos

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS CONFECÇÃO LINHA 550

CATÁLOGO DE PRODUTOS CONFECÇÃO LINHA 550 CATÁLOGO DE PRODUTOS CONFECÇÃO LINHA A verdadeira grandeza está nos detalhes. www.mjm.pt 1 Made in Portugal Empresa Made in Portugal Marcas representadas Assistência técnica 2 A Manuel J. Monteiro (MJM)

Leia mais

Referência do modelo 3. Especificações 4. Antes de usar 5, 6. Peças e acessórios 7

Referência do modelo 3. Especificações 4. Antes de usar 5, 6. Peças e acessórios 7 Página Referência do modelo 3 Especificações 4 Antes de usar 5, 6 Peças e acessórios 7 Instalação 8, 9 Modo de operação para modelos mecânicos Modo de operação para modelos electrónicos 10, 11 12, 13 Drenagem

Leia mais

Armário Outdoor com. Free Cooling ou Ar Condicionado. www.facemate.net

Armário Outdoor com. Free Cooling ou Ar Condicionado. www.facemate.net Armário Outdoor com Free Cooling ou Ar Condicionado NOTAS Os armários outdoor estão desenhados para instalação em ambientes de exterior sujeitos a condições de chuva, vento, calor ou radiação solar. O

Leia mais

ECOFOGÃO MODELO CAMPESTRE 3. Manual de instalação, uso e manutenção.

ECOFOGÃO MODELO CAMPESTRE 3. Manual de instalação, uso e manutenção. ECOFOGÃO MODELO CAMPESTRE 3 Manual de instalação, uso e manutenção. Parabéns, ao adquirir o Ecofogão, você tem em mãos uma das tecnologias mais simples, eficiente e limpa atualmente disponível, para o

Leia mais

CELSIUSNEXT WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31. Manual de instalação e utilização

CELSIUSNEXT WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31. Manual de instalação e utilização Manual de instalação e utilização CELSIUSNEXT 6720608913-00.1AL WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31 Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler

Leia mais

ETAMAX. Unidade de tratamento de ar autónoma de elevada eficiência. versões. principais características. Feio & Comp

ETAMAX. Unidade de tratamento de ar autónoma de elevada eficiência. versões. principais características. Feio & Comp ETAMAX Unidade de tratamento de ar autónoma de elevada eficiência Caudais: 4.000-25.000 m 3 /h alta eficiência ETAMAX, são unidades de tratamento de ar novo de elevada eficiência do tipo compacto com circuito

Leia mais

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização!

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização! Manual de instalação e utilização Esquentadores a gás minimaxx WRD 11-2 KME... WRD 14-2 KME... WRD 17-2 KME... Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho

Leia mais

INDICE. Pag.2. Pag.3. Pag.4. Pag.5-6. Pag.7. Acessórios complementares

INDICE. Pag.2. Pag.3. Pag.4. Pag.5-6. Pag.7. Acessórios complementares INDICE Separador de Gorduras em PEAD para montagem apoiada: modelo KESSEL Euro G para aspiração directa ou aspiração à distância Separador de Gorduras em PEAD para montagem apoiada: modelo KESSEL Euro

Leia mais

geradores de ar quente soluções à sua medida

geradores de ar quente soluções à sua medida soluções à sua medida O gerador de ar quente é um equipamento que serve para fazer aquecimento de ar. Este ar pode ser impulsionado directamente para a divisão a aquecer ou canalizado por um sistema de

Leia mais

Transportador Pantográfico Elétrico TPE 1000

Transportador Pantográfico Elétrico TPE 1000 Transportador Pantográfico Elétrico TPE 1000 1 Manual de operação Conteúdo : 1 Parâmetros técnicos 2 Aplicações 3 Instruções de uso e operação 4 Manutenção 5 Carregador de bateria 6 Esquema elétrico 2

Leia mais

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA MODELO TAM TRANSFORMADORES - TIPO TAM Os transformadores a seco moldados em resina epóxi são indicados para operar em locais que exigem segurança, os materiais utilizados em sua construção são de difícil

Leia mais

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização!

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização! Manual de instalação e utilização Esquentadores a gás minimaxx WRD 11-2.B.. WRD 14-2.B.. WRD 18-2.B.. Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento,

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MONTA-CARGAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MONTA-CARGAS ESPECIFICÇÕES TÉCNICS MONT-CRGS MODELO MH ESPECIFICÇÕES TÉCNICS MONT CRGS MH /8 PLICÇÃO Transporte vertical de pequenas cargas no âmbito da Industria e do Comércio. Pode funcionar como: - Monta - pratos

Leia mais

Reparação e Manutenção de Tubos

Reparação e Manutenção de Tubos Reparação e Manutenção de Tubos Vasta selecção a partir de uma fonte única. Concepções duradouras exclusivas. Desempenho rápido e fiável. Tipo de modelos Página Bombas de Teste de Pressão 2 9.2 Congeladores

Leia mais

Tecnologia solar de alta eficiência para aquecimento de água

Tecnologia solar de alta eficiência para aquecimento de água [ Ar ] [ Água ] [ Terra ] Tecnologia Solar [ Buderus ] Tecnologia solar de alta eficiência para aquecimento de água Coletores Logasol Controladores Logamatic Estação Logasol Vasos de expansão Bomba circuladora

Leia mais

VIESMANN VITOSOLIC. Dados técnicos VITOSOLIC 100 VITOSOLIC 200. Controlador para sistemas de energia solar

VIESMANN VITOSOLIC. Dados técnicos VITOSOLIC 100 VITOSOLIC 200. Controlador para sistemas de energia solar VIESMANN VITOSOLIC Controlador para sistemas de energia solar Nº de referência e preços: ver lista de preços VITOSOLIC 100 Controlador electrónico por diferença de temperatura Para sistemas com produção

Leia mais

O bom funcionamento de um Grupo Gerador depende fundamentalmente de sua instalação.

O bom funcionamento de um Grupo Gerador depende fundamentalmente de sua instalação. INSTALAÇÃO DE GRUPO MOTOR GERADOR INTRODUÇÃO O bom funcionamento de um Grupo Gerador depende fundamentalmente de sua instalação. Se o Grupo Gerador for instalado dentro dos parâmetros recomendados e se

Leia mais

2010/2011. Emissores térmicos Acumuladores de calor Radiadores seca-toalhas Radiadores de esplanada

2010/2011. Emissores térmicos Acumuladores de calor Radiadores seca-toalhas Radiadores de esplanada 2010/2011 Emissores térmicos Acumuladores de calor Radiadores seca-toalhas Radiadores de esplanada Emissores térmicos O aquecimento central à sua medida. Conforto, simplicidade e economia, num só aparelho.

Leia mais

Pack Tempérys. Tempérys. Ventilação de conforto com regulação integrada > ventilação. caixas com bateria de aquecimento integrada e auto-regulada

Pack Tempérys. Tempérys. Ventilação de conforto com regulação integrada > ventilação. caixas com bateria de aquecimento integrada e auto-regulada ventilação Tempérys caixa de insuflação com revestimento duplo e bateria de aquecimento eléctrico Pack Tempérys caixa de insuflação + caixa de extracção com revestimento duplo, sistema de comando e de

Leia mais

ANALISADORES DE GASES

ANALISADORES DE GASES BGM BOMBA DE SUCÇÃO SÉRIE COMPACTA ANALISADORES DE GASES Descrição: Gera uma depressão no processo, succionando a amostra e criando a vazão exata para atender o tempo necessário de condicionamento do gás

Leia mais

Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis

Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis Chaminé de tiragem natural Tem como função permitir a evacuação dos gases, produzidos por uma determinada combustão. Aplicado na extracção de gases de combustão provenientes

Leia mais

SEDE: ESTRADA MUNICIPAL 533 * BISCAIA - ALGERUZ * 2950-051 PALMELA - PORTUGAL TEL.: +351 21 233 27 55 / 6 / 7 / 8 FAX: +351 21 233 27 46 SITE:

SEDE: ESTRADA MUNICIPAL 533 * BISCAIA - ALGERUZ * 2950-051 PALMELA - PORTUGAL TEL.: +351 21 233 27 55 / 6 / 7 / 8 FAX: +351 21 233 27 46 SITE: SEDE: ESTRADA MUNICIPAL 533 * BISCAIA - ALGERUZ * 295-51 PALMELA - PORTUGAL TEL.: +351 21 233 27 55 / 6 / 7 / 8 FAX: +351 21 233 27 46 SITE: www.salemoemerca.pt - email: geral@salemoemerca.pt MATRICULADA

Leia mais

CARROS DE MÃO. Compre Produtos Certificados. Na Equipleva todos os equipamentos cumprem com as diretivas da CE.

CARROS DE MÃO. Compre Produtos Certificados. Na Equipleva todos os equipamentos cumprem com as diretivas da CE. Carros de Mão Carros Ligeiros com Plataforma Carros para Cargas Médias/Elevadas Carros Armário com e sem Prateleiras Carros com Banca de Trabalho Carros de Apoio à Industria Carros de Reboque Carros para

Leia mais

Métodos Experimentais em Energia e Ambiente

Métodos Experimentais em Energia e Ambiente Métodos Experimentais em Energia e Ambiente Medições para o controle de Motores de Combustão Interna João Miguel Guerra Toscano Bravo Lisboa, 27 de Outubro de 2004 Introdução Tipos de motores Gestão Electrónica

Leia mais

Aquecimento Ventilaçгo Ar Condicionado

Aquecimento Ventilaçгo Ar Condicionado Aquecimento Ventilaçгo Ar Condicionado 2015 Esta gama de produtos está destinada às tubagens flexíveis e rígidas para ventilação, ar condicionado e aquecimento. Tubos flexíveis Alumínio Compacto - página

Leia mais

Soluções para ventilação e desenfumagem F400-120 (400º/2H) > caixas de ventilação

Soluções para ventilação e desenfumagem F400-120 (400º/2H) > caixas de ventilação Soluções para ventilação e desenfumagem F400-120 ventilação Défumair XTA caixa de desenfumagem à transmissão F400-120 vantagens Desempenhos optimizados. Modularidade: 4 versões possíveis. Construção monobloco.

Leia mais

Filtros de Partículas Diesel

Filtros de Partículas Diesel Introdução A presente nota informativa pretende esclarecer as questões mais frequentes sobre Filtros de Partículas Diesel e as respectivas normas europeias de emissões. Durante as últimas duas décadas

Leia mais

Conjunto gerador de hipoclorito de sódio

Conjunto gerador de hipoclorito de sódio Conjunto gerador de hipoclorito de sódio Modelo Clorotec 150 Manual de Operação e Instalação ISO 9001:2008 FM 601984 (BSI) Caro Cliente, Obrigado por escolher à Difiltro! Neste Manual você encontrará todas

Leia mais

EQUIPAMENTOS. Transferência mecânica:

EQUIPAMENTOS. Transferência mecânica: EQUIPAMENTOS Transferência mecânica: Objetivos do equipamento: a) Garantir o acesso seguro à piscina para qualquer pessoa, b) Previnir possíveis riscos de acidente nas transferências ou manipulações, c)

Leia mais

PRINCIPAIS PARTES COMPONENTES DOS GERADORES DE VAPOR

PRINCIPAIS PARTES COMPONENTES DOS GERADORES DE VAPOR Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira MÁQUINAS TÉRMICAS AT-056 M.Sc. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br 1 INTRODUÇÃO: Apesar de existir um grande número de tipos

Leia mais

IMPLANTAÇÃO ENGENHARIA IND. E COM. LTDA. Q -110-111. R.02 16-02-2005, folha 1 de 5.

IMPLANTAÇÃO ENGENHARIA IND. E COM. LTDA. Q -110-111. R.02 16-02-2005, folha 1 de 5. R.02 16-02-2005, folha 1 de 5. Sistema Simples de Queima de Biogás para Estações de Tratamento de Efluentes. Projetado e construído para operar com a vazão total unidade, porém necessitando de um sistema

Leia mais

Apresentação Geral W2E Bioenergia. Empresa Produtos Soluções Tecnologia Diferenciais Meio Ambiente. www.w2ebioenergia.com.br

Apresentação Geral W2E Bioenergia. Empresa Produtos Soluções Tecnologia Diferenciais Meio Ambiente. www.w2ebioenergia.com.br Apresentação Geral W2E Bioenergia Empresa Produtos Soluções Tecnologia Diferenciais Meio Ambiente 1 www.w2ebioenergia.com.br 1 - A Empresa A W2E Bioenergia foi criada em 2010 tendo como base um desafio

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais

ESQUENTADORES SENSOR GREEN

ESQUENTADORES SENSOR GREEN ESQUENTADORES SENSOR GREEN SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE Índice A eficiência na produção de água quente em grandes quantidades 03 Aplicações e Utilizações 05 Benefícios para o Instalador 06 Líder em Tecnologia

Leia mais

Central de Produção de Energia Eléctrica

Central de Produção de Energia Eléctrica Central de Produção de Energia Eléctrica Ref.ª CPEE Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4 Tipo 5 5 a 25 kva 25 a 150 kva 150 a 500 kva 500 a 1.000 kva 1.000 a 2.700 kva Pág. 1 ! Combustível Diesel! Frequência 50

Leia mais

Instruções de instalação

Instruções de instalação Instruções de instalação Acessórios Cabos de ligação do acumulador da caldeira de aquecimento Para técnicos especializados Ler atentamente antes da montagem. Logano plus GB225-Logalux LT300 6 720 642 644

Leia mais

Série CAD HE MINI NOVIDADE CAD HE MINI. Recuperadores de calor

Série CAD HE MINI NOVIDADE CAD HE MINI. Recuperadores de calor RECUPERADORES DE CALOR DE CONTRA-FLUXO DE ALTO RENDIMENTO Série NOVIDADE com permutador de contra-fluxo de alto rendimento (até 92%), montados em caixa de aço galvanizado plastificado de cor branca, de

Leia mais

EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica

EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica Descrição Geral: Equipamento esterilizador horizontal automático para esterilização por vapor saturado de alta temperatura com duas

Leia mais

Linha. Booster. Soluções em Bombeamento

Linha. Booster. Soluções em Bombeamento Linha Booster Booster ESTAÇÃO PRESSURIZADORA TIPO BOOSTER MOVÉL As Estações Pressurizadoras IMBIL do tipo Booster Móvel são utilizadas nos segmentos de Saneamento, Empresas Estaduais, Municipais, SAAEs,

Leia mais

Equipamento: Chiller

Equipamento: Chiller Equipamento: Chiller Limpeza/lavagem de condensadores Medições e registos de temperatura e pressões de água Medição e registo de consumos dos compressores, reajustes dos térmicos, medições e registos de

Leia mais

Anexo A 30/10/2014 10:01

Anexo A 30/10/2014 10:01 Licitação: PR-32/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS 23065.16923/2014-38 Anexo A 30/10/2014 10:01 Assunto: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS PERMANENTES PARA O BIOTÉRIO CENTRAL Item Especificação do Material 1 5.208.005.026

Leia mais

Miolo - Candy encastráveis 2011_list-CANDY-2010.qxd 5/20/11 3:58 PM Page 17. Catálogo Candy Encastre - PLACAS PLACAS K N O W S H O W

Miolo - Candy encastráveis 2011_list-CANDY-2010.qxd 5/20/11 3:58 PM Page 17. Catálogo Candy Encastre - PLACAS PLACAS K N O W S H O W Miolo - Candy encastráveis 2011_list-CANDY-2010.qxd 5/20/11 3:5 PM Page 17 Catálogo Candy Encastre - PLACAS 1 7 PLACAS K N O W S H O W Miolo - Candy encastráveis 2011_list-CANDY-2010.qxd 5/20/11 3:5 PM

Leia mais

Capítulo 4. Classificação dos aparelhos de queima e redes abastecidas com GPL

Capítulo 4. Classificação dos aparelhos de queima e redes abastecidas com GPL Capítulo 4 Classificação dos aparelhos de queima e redes abastecidas com GPL 1 Classificação dos aparelhos de queima... 203 1.1 Classificação dos aparelhos... 207 2 Abastecimento de GPL... 208 2.1 Armazenamento

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES Linha de Fornos a gás Modelos: S651/S652/S653/S656/S657/S658/S660/S661/S662/ S665/S666/S667/S670/S671/S672/S675/S676/S677 ATENÇÃO! - Leia e siga rigorosamente as instruções deste manual

Leia mais

Bastidores para fibra óptica

Bastidores para fibra óptica Apresentação A gama de armários para fibra óptica Olirack foi concebida para a instalação, protecção e isolamento de terminadores e repartidores ópticos. A fibra óptica é um filamento feito de vidro ou

Leia mais

Manual de instruções. Caldeira de condensação a gás Logano plus GB312. Para o utilizador. Leia atentamente antes de utilizar o aparelho.

Manual de instruções. Caldeira de condensação a gás Logano plus GB312. Para o utilizador. Leia atentamente antes de utilizar o aparelho. Manual de instruções Caldeira de condensação a gás Logano plus GB312 Para o utilizador Leia atentamente antes de utilizar o aparelho. 7 747 010 152-01/2007 PT Índice 1 Para a sua segurança...........................................

Leia mais

Instruções de operação

Instruções de operação Instruções de Ventiladores radiais Modelo com motor standard Printed in Germany Reserva-se o direito a alterações, devido ao desenvolvimento técnico, respeitantes às indicações e ilustrações das presentes

Leia mais

A NOSSA GAMA DE MOTO-BOMBAS TIPOS DE MOTO-BOMBAS ALTURA DE ELEVAÇÃO

A NOSSA GAMA DE MOTO-BOMBAS TIPOS DE MOTO-BOMBAS ALTURA DE ELEVAÇÃO Moto-Bombas 12 A NOSSA GAMA DE Das moto-bombas portáteis mais pequenas às grandes moto-bombas para resíduos, a Honda tem uma gama concebida para os mais diversos usos. Perfeitas para quem pretende um funcionamento

Leia mais

Exaustores. Ilhas Chaminés Extra-planos Horizontais Integráveis

Exaustores. Ilhas Chaminés Extra-planos Horizontais Integráveis Exaustores Ilhas Chaminés Extra-planos Horizontais Integráveis 98 99 Exaustores Exaustores Balay: ampla gama num design intemporal A Balay abre as suas portas ao mais elevado e cuidado design e à tecnologia

Leia mais

Ventilação na Restauração

Ventilação na Restauração Ventilação na Restauração As deficiências na climatização e na exaustão de fumos dos Restaurantes são um problema frequente. Muitas vezes há deficiente extracção de fumos, com caudais de ar insuficientes,

Leia mais

Monitor de Temperatura MONITEMP

Monitor de Temperatura MONITEMP ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

CATÁLOGO GERADORES CRIAMOS FUTURO

CATÁLOGO GERADORES CRIAMOS FUTURO CATÁLOGO GERADORES CRIAMOS FUTURO GERADORES AKSA Pág. 2 CATÁLOGO GERADORES 2015 Comercialização, Instalação, Manutenção e Pós-Venda. A Noceans Energy celebrou um contrato de fornecimento para o território

Leia mais

EMPRESA DE ELECTRICIDADE DA MADEIRA SA

EMPRESA DE ELECTRICIDADE DA MADEIRA SA EMPRESA DE ELECTRICIDADE DA MADEIRA SA CENTRAL TÉRMICA DA VITÓRIA EEM/DSP 1 117 MWe Central Térmica da Vitória 1 Descrição Geral A Central Térmica da Vitória entrou em funcionamento em 1979, para fazer

Leia mais

Usinas de Asfalto LINTEC-IXON, soluções completas para seu negócio.

Usinas de Asfalto LINTEC-IXON, soluções completas para seu negócio. USINAS DE ASFALTO Usinas de Asfalto LINTEC-IXON, soluções completas para seu negócio. Lintec-Ixon Ind. e Com. de Máquinas e Equipamentos Ltda Santa Rosa - RS +55 55 3511 9700 comercial@lintec-ixon.com.br

Leia mais

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume XIII Trabalho em Espaços Confinados. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume XIII Trabalho em Espaços Confinados. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção Guia Técnico Segurança e Higiene no Trabalho Volume XIII Trabalho em Espaços Confinados um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído

Leia mais

Sistema de Aquecimento Therm 8000 S Com inovadora tecnologia de condensação. Mais água quente, mais eficiência.

Sistema de Aquecimento Therm 8000 S Com inovadora tecnologia de condensação. Mais água quente, mais eficiência. Sistema de Aquecimento Therm 8000 S Com inovadora tecnologia de condensação. Mais água quente, mais eficiência. 2 Sistema de Aquecimento Therm 8000 S Therm 8000 S Soluções de aquecimento de água para altas

Leia mais

CALDEIRAS MURAIS A GAS DOMÉSTICAS MODULOS TÉRMICOS CONDENSAÇÃO - ALTA POTÊNCIA

CALDEIRAS MURAIS A GAS DOMÉSTICAS MODULOS TÉRMICOS CONDENSAÇÃO - ALTA POTÊNCIA ÍNDICE CALDEIRAS MURAIS A GAS DOMÉSTICAS A1. CALDEIRAS STANDARD 1.1 TAURA D - Mista...05 1.2 NINFA - Só aquecimento...05 A2. CALDEIRAS SEMI-CONDENSAÇÃO 2.1 NINFA N LOW NOX - Mista...05 A3. CALDEIRAS CONDENSAÇÃO

Leia mais

Manual de instruções para carregadores de acumuladores. utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters

Manual de instruções para carregadores de acumuladores. utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters Manual de instruções para carregadores de acumuladores CCC 405 e CCC 410 24V/5A 24V/10A utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters Certified to EN60601-1 3 rd ed. Em conformidade

Leia mais

Disciplina Higiene do Trabalho. Ventilação Industrial

Disciplina Higiene do Trabalho. Ventilação Industrial Tópicos da Aula Complementar - Ventiladores; - Ventiladores Axiais; - Ventiladores Centrífugos; - Dados necessários para a seleção correta de um ventilador; - Modelos e Aspectos Gerais de Ventiladores.

Leia mais

CATÁLOGO CATÁLOGO. 03/2011 Caldeiras a gás e tecnologia de condensação

CATÁLOGO CATÁLOGO. 03/2011 Caldeiras a gás e tecnologia de condensação CATALOGUE CATÁLOGO CATÁLOGO 03/2011 Caldeiras a gás e tecnologia de condensação ÍNDICE BOMBAS DE CALOR AUDAX bombas de calor ar/água, monofásicas, com inversão de ciclo NOVO p. 6 Integrador de sistemas,

Leia mais

SISTEMA DE AQUECIMENTO DE ÁGUA A GÁS. Solução para o seu projeto

SISTEMA DE AQUECIMENTO DE ÁGUA A GÁS. Solução para o seu projeto SISTEMA DE AQUECIMENTO DE ÁGUA A GÁS Solução para o seu projeto Manaus (Fábrica) KOMECO. SOLUÇÃO PARA O SEU PROJETO. Palhoça (Matriz) São José (Fábrica) Itajaí (CD) SOLUÇÃO PARA O SEU PROJETO A Komeco

Leia mais

Equipamento de Redutibilidade Automatizado para ensaios de RI RDI-1 RDI-2 SWI

Equipamento de Redutibilidade Automatizado para ensaios de RI RDI-1 RDI-2 SWI Equipamento de Redutibilidade Automatizado para ensaios de RI RDI-1 RDI-2 SWI O Equipamento de Redutibilidade AN3212 foi desenvolvido para a realização de ensaios de forma automatizada conforme normas

Leia mais

Miolo - Candy encastráveis 2011_list-CANDY-2010.qxd 5/20/11 3:57 PM Page 5. Catálogo Candy Encastre - FORNOS 5 FORNOS K N O W S H O W

Miolo - Candy encastráveis 2011_list-CANDY-2010.qxd 5/20/11 3:57 PM Page 5. Catálogo Candy Encastre - FORNOS 5 FORNOS K N O W S H O W Miolo - Candy encastráveis 11_list-CANDY-10.qxd 5//11 3:57 PM Page 5 Catálogo Candy Encastre - FORNOS 5 FORNOS K N O W S H O W Miolo - Candy encastráveis 11_list-CANDY-10.qxd 5//11 3:57 PM Page 6 6 Catálogo

Leia mais

Lavacontentores. Assim, na concepção e construção deste equipamento teve-se em consideração os seguintes elementos relevantes:

Lavacontentores. Assim, na concepção e construção deste equipamento teve-se em consideração os seguintes elementos relevantes: BASRIO Lavacontentores Introdução Memória descritiva Assunto: Cisterna e Câmara de Lavagem Aspecto geral do Lavacontentores Pontos de interesse especiais: Lavagem interna e externa através de jactos de

Leia mais

Manual de instruções e operação

Manual de instruções e operação Manual de instruções e operação LEIA ATENTAMENTE ESTE MANUAL BEM COMO OS TERMOS GERAIS DA GARANTIA (ITEM VIII) ANTES DA INSTALACAO E OPERACAO Fabricação e Garantia de C.N.P.J. 58.812.421/0001-05 Ind. Brasileira

Leia mais

Equipamento para Ensaio de Redução sob Carga RUL e Colagem Automatizado

Equipamento para Ensaio de Redução sob Carga RUL e Colagem Automatizado Equipamento para Ensaio de Redução sob Carga RUL e Colagem Automatizado O Equipamento para Ensaio de Redução sob Carga RUL e Colagem AN3230 foi desenvolvido para a realização de ensaios de pelotas de minério

Leia mais

Sistemas de Lubrificação AutoJet

Sistemas de Lubrificação AutoJet Sistemas de Lubrificação AutoJet Sistemas de lubrificação AutoJet Sistemas de lubrificação oferece-lhe um método eficiente na aplicação de lubrificantes e líquidos anti-corrosivos. Em adição, moldes, estampagem,

Leia mais

Roberto Oliveira Diretor Comercial. Aquecedores de Piscina a Gás por Imersão. Brasil : Fins Terapêuticos Demais Países: Sem restrição

Roberto Oliveira Diretor Comercial. Aquecedores de Piscina a Gás por Imersão. Brasil : Fins Terapêuticos Demais Países: Sem restrição Roberto Oliveira Diretor Comercial Aquecedores de Piscina a Gás por Imersão 2015 Brasil : Fins Terapêuticos Demais Países: Sem restrição Sobre a RK Metalúrgica - Experiência com a área de alta tensão desde

Leia mais

www.flexidoor.pt PORTAS RÁPIDAS enrolar emparelhar

www.flexidoor.pt PORTAS RÁPIDAS enrolar emparelhar www.flexidoor.pt PORTAS RÁPIDAS enrolar emparelhar PORTAS RÁPIDAS ÍNDICE ÍNDICE Flexidoor Portas Rápidas Portas Rápidas de Enrolar Portas Rápidas de Emparelhar 04 06 11 Componentes Portas Rápidas Constituição

Leia mais

Especifi cação Técnica. Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i

Especifi cação Técnica. Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i Especifi cação Técnica Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i Especifi cação Técnica Pavimentadora de Concreto SP 92 SP 92 i Vibradores e circuitos Vibração hidráulica Vibração elétrica Vibradores de

Leia mais