Casa do Direito. A tua CASA! O teu problema tem solução. Há uma resposta. Abre essa porta!

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Casa do Direito. A tua CASA! O teu problema tem solução. Há uma resposta. Abre essa porta!"

Transcrição

1 Casa do Direito. A tua CASA! O teu problema tem solução. Há uma resposta. Abre essa porta!

2 Pessoas preparadas para ajudar a resolver o teu problema esperam-te nessa CASA. 2 3 O que são as Casas do Direito? Tratam-se de espaços vocacionados para promover o acesso à Justiça e ao Direito. São pontos de encontro do cidadão, abertas a todos e entregues à comunidade, a fim de promover a cultura de paz e o pleno exercício da cidadania; promover o conhecimento dos direitos humanos e cívicos, da prevenção da violência, bem como as regras do direito vigentes em, Cabo Verde, estimulando o desenvolvimento da cidadania e a participação cívica dos cidadãos; podem ainda prestar serviços, remunerados ou não, de interesse para a comunidade. As Casas do Direito surgem como instrumento que visa garantir o acesso de populações vulneráveis, incluindo mulheres e, igualmente, facilitar o acesso á justiça e ao Direito a todos os cidadãos nacionais, independentemente da sua condição económica e local de residência. As Casas do Direito podem funcionar também como espaços de promoção de debates, palestras e formações sobre temas de interesse público, nacional ou comunitário, entre os quais os direitos humanos, a cidadania, a violência doméstica, etc. Estas actividades são desenvolvidas pelos parceiros das Casas do Direito.

3 Que tipos de serviços prestam as Casas do Direito? Nas casas do Direito, os cidadãos podem encontrar os seguintes serviços: Consulta Jurídica Informação Jurídica Acolhimento a vítimas de violência doméstica Mediação Consulta Jurídica Qual é o objectivo da consulta jurídica? A consulta jurídica é prestada através da instalação de gabinetes de consulta jurídica nas Casas do Direito e visa proporcionar aos cidadãos o conhecimento dos seus direitos e deveres face a um determinado caso concreto da sua vivência quotidiana. Quem faz a consulta jurídica? A consulta jurídica é assegurada por advogados ou por advogados estagiários, nomeadamente, através de parcerias com a Ordem dos Advogados de Cabo Verde (OACV). Só os advogados e advogados estagiários com inscrição em vigor na Ordem dos advogados podem, em todo o território nacional e perante qualquer jurisdição, instância, autoridade ou entidade pública ou privada, praticar actos próprios da profissão e, designadamente, exercer funções de consulta jurídica. 4 5 Informação Jurídica A informação jurídica visa promover o conhecimento dos direitos humanos e cívicos, bem como do direito nacional, através dos meios de comunicação social e outros, podendo, para esse efeito as Casas do Direito socorrer-se de parcerias estratégicas nacionais ou internacionais. Acolhimento a vítimas de violência doméstica Pode funcionar nas Casas do Direito ou tutelada por estas, um centro de acolhimento a vitimas de violência doméstica, nomeadamente mulheres, que presta informação rápida e simples sobre as providências adequadas as situações que lhe sejam expostas, informações práticas sobre os seus direitos e os meios processuais a que devem recorrer para fazer valer os seus direitos e interesses legalmente protegidos. Nas casas do Direito, as vítimas de violência doméstica são apoiadas e reencaminhadas aos serviços integrados por pessoas com formação especifica neste domínio.

4 PARCEIROS DAS CASAS DO DIREITO Ministério do Trabalho, Formação Profissional e Solidariedade Social Comissão Nacional para os Direitos Humanos e Cidadania (CNDHC) Organização das Mulheres de Cabo Verde (OMCV) Instituto Caboverdiano da Criança e do Adolescente (ICCA) Associação de Apoio a Auto-promoção da Mulher no desenvolvimento (MORABI) Instituto Caboverdiano para a Igualdade e Equidade do Género (ICIEG) Câmaras Municipais Associação de Mulheres Juristas (AMJ) Ordem dos Advogados de Cabo Verde (OACV) DIREITU NA BU KAZA Na RTC - sai todas as terças e quintas feiras, 13 horas e 45 minutos Tratam-se de programas de rádio de sensibilização, informação e educação sobre direito da família bem como a violência domestica. O Objectivo é que haja uma mudança comportamental, alertando a população no sentido de procurarem informações junto das Casas do Direito dos seus direitos que as leis cabo-verdiana lhes assistem. 6 7 ENDEREÇO E CONTACTOS HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO PRAIA - Ilha de Santiago SANTA CATARINA Assomada SÃO VICENTE SANTA CRUZ - Ilha de Santiago SÃO MIGUEL - Ilha de Santiago RIBEIRA GRANDE Santo Antão SÃO LOURENÇO DOS ÓRGÃOS Ilha de Santiago BRAVA MOSTEIROS - Fogo RIBEIRA BRAVA São Nicolau SAL MAIO Centro multiuso em Achada Grande Frente Prédio GARANTIA, 1º Andar Telef.: ; Fax: Antigo Centro Social de Fonte Filipe - Mindelo Telef.: ; Fax: Prédio do Ex-Tribunal, Achada Fátima Telef.: ; Fax: Porto Vila, ao lado das antigas instalações da EMPA - Calheta Telef.: ; Fax: Zona Povoação Prédio GTI Telef.: ; Fax: º andar do Prédio Correio, João Teves Telef.: ; Fax: Edifício contíguo à Câmara Municipal da Brava na Vila Nova Sintra Telef.: ; Fax: Vila da Igreja Mosteiros - Fogo Telef./Fax: Estância de baixo Ribeira Brava Telef./Fax: Rua 8 de Março, Preguiça - Espargos Edifício Pousada Municipal, Porto Inglês

5 Rua Cidade do Funchal, nº, Meio Achada Sto António, C.P Praia, Cabo Verde Telef: a 60; Fax:

FARMÁCIAS DE SERVIÇO NA CIDADE DA PRAIA - MARÇO 2016

FARMÁCIAS DE SERVIÇO NA CIDADE DA PRAIA - MARÇO 2016 FARMÁCIAS DE SERVIÇO NA CIDADE DA PRAIA - MARÇO 2016 Data Dia de Semana Farmácia Endereço 1 Terça-feira Sto Antonio Achada Santo António - 262 11 86 2 Quarta-feira Africana Plateau - Avenida Amilcar Cabral

Leia mais

e Habitação RGPH 2010

e Habitação RGPH 2010 Instituto t Nacional de Estatística tí ti Gabinete do Recenseamento Geral da População e Habitação RGPH 2010 Resultados preliminares do recenseamento Praia, 24 de Setembro de 2010 População de cabo Verde

Leia mais

Mediação de Conflitos. A mediação é um método de diálogo por excelência. Preserva o que é mais importante: As relaçoes inter-pessoais

Mediação de Conflitos. A mediação é um método de diálogo por excelência. Preserva o que é mais importante: As relaçoes inter-pessoais GUIA DA MEDIAÇÃO GUIA DA MEDIAÇÃO Mediação de Conflitos A mediação é um método de diálogo por excelência. Preserva o que é mais importante: As relaçoes inter-pessoais 2 3 GUIA DA MEDIAÇÃO A Mediação é

Leia mais

Instituto t Nacional de Estatística

Instituto t Nacional de Estatística Apresentação dos Resultados Definitivos do Recenseamento Geral da População e Habitação - RGPH 2010 - Instituto t Nacional de Estatística tí ti CABO VERDE Gabinete do Censo Resultados definitivos do RGPH

Leia mais

A CONSTITUIÇÃO E OS MEIOS ALTERNATIVOS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS EM CABO-VERDE: A EXPERIÊNCIA DAS CASAS DO DIREITO

A CONSTITUIÇÃO E OS MEIOS ALTERNATIVOS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS EM CABO-VERDE: A EXPERIÊNCIA DAS CASAS DO DIREITO A CONSTITUIÇÃO E OS MEIOS ALTERNATIVOS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS EM -: A EXPERIÊNCIA DAS CASAS DO DIREITO MARIA FILOMENA L. MORENO AMADOR I DANIEL L. PEREIRA DE BARROS II RESUMO - - SUMÁRIO: - - PALAVRAS-CHAVES

Leia mais

PROTOCOLO. Considerando que:

PROTOCOLO. Considerando que: PROTOCOLO Considerando que: Os Julgados de Paz constituem uma forma inovadora de administração da Justiça dirigida aos cidadãos e, nessa medida, subordinada aos princípios da proximidade, simplicidade

Leia mais

O QUE É QUE O RGA 2015 TEM A OFERECER AOS UTILIZADORES?

O QUE É QUE O RGA 2015 TEM A OFERECER AOS UTILIZADORES? O QUE É QUE O RGA 2015 TEM A OFERECER AOS UTILIZADORES? Características sociodemográficas e económicas do agregado familiar agrícola Características da explorações agrícolas Características das parcelas

Leia mais

A contabilidade em Cabo Verde. Adelino Fonseca Francisco Teixeira

A contabilidade em Cabo Verde. Adelino Fonseca Francisco Teixeira A contabilidade em Cabo Verde Adelino Fonseca Francisco Teixeira O País Cabo Verde é um pais insular situado no Oceano Atlântico, a cerca de 455 km da costa ocidental africana. Tem uma economia aberta

Leia mais

II Assembleia da Plataforma Internacional de Orçamento Participativo

II Assembleia da Plataforma Internacional de Orçamento Participativo II Assembleia da Plataforma Internacional de Orçamento Participativo Orçamento Participativo A Experiência de Cabo Verde Dakar Senegal 10 de Fevereiro, de 2011 O Orçamento Participativo no Contexto Cabo-verdiano

Leia mais

ESTADO DAS ESTRADAS NACIONAIS DE CABO VERDE

ESTADO DAS ESTRADAS NACIONAIS DE CABO VERDE ESTADO DAS ESTRADAS NACIONAIS DE CABO VERDE 1. ENQUADRAMENTO O património rodoviário de Cabo Verde é composto por Estradas Nacionais e Municipais, representando uma extensão total de 1.713 km. As Estradas

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL PARA OS DIREITOS HUMANOS E A CIDADANIA

COMISSÃO NACIONAL PARA OS DIREITOS HUMANOS E A CIDADANIA REGULAMENTO DO PRÉMIO NACIONAL DIREITOS HUMANOS CAPÍTULO I Das Disposições Gerais Artigo 1.º Denominação 1. O Prémio Direitos Humanos é atribuído pela Comissão Nacional para os Direitos Humanos e a Cidadania,

Leia mais

REGULAMENTO - CAMPANHA NATAL 2016

REGULAMENTO - CAMPANHA NATAL 2016 DEFINIÇÃO DA CAMPANHA: A Campanha de Natal decorre de 01 de Dezembro de 2016 a 06 de Janeiro de 2017, com validade em todo o território nacional, de acordo com as condições de participação estabelecidas

Leia mais

RELATÓRIO DA CERIMÓNIA DA ASSINATURA DO ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROVEDORIA DE JUSTIÇA E EMBAIXADA DO REINO UNIDO EM ANGOLA

RELATÓRIO DA CERIMÓNIA DA ASSINATURA DO ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROVEDORIA DE JUSTIÇA E EMBAIXADA DO REINO UNIDO EM ANGOLA REPÚBLICA DE ANGOLA ----*---- PROVEDORIA DE JUSTIÇA RELATÓRIO DA CERIMÓNIA DA ASSINATURA DO ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROVEDORIA DE JUSTIÇA E EMBAIXADA DO REINO UNIDO EM ANGOLA LUANDA, AGOSTO DE 2013

Leia mais

visite o nosso site em:

visite o nosso site em: 1 O QUE É A BOLSA DE VALORES? As bolsas de valores são mercados secundários especialmente organizados onde são transaccionados valores mobiliários. Trata-se de mercados estruturados e dotados de instrumentos

Leia mais

PROGRAMA DE ACÇÃO SAÚDE. - Advocacia junto ao Ministério da Saúde para criação de mais centros de testagem voluntária.

PROGRAMA DE ACÇÃO SAÚDE. - Advocacia junto ao Ministério da Saúde para criação de mais centros de testagem voluntária. PROGRAMA DE ACÇÃO A diversidade e complexidade dos assuntos integrados no programa de acção da OMA permitirá obter soluções eficazes nos cuidados primários de saúde, particularmente na saúde reprodutiva

Leia mais

A Regulação e o Desenvolvimento das Energias Renováveis em Cabo Verde

A Regulação e o Desenvolvimento das Energias Renováveis em Cabo Verde AGÊNCIA DE REGULAÇÃO ECONOMICA Seminário Boa Governação em Energias Renováveis 29 de Junho 1 de Julho de 2015 São Tomé e Príncipe A Regulação e o Desenvolvimento das Energias Renováveis em Cabo Verde Apresentação

Leia mais

Produto Interno Bruto por Ilha

Produto Interno Bruto por Ilha Produto Interno Bruto por Ilha Ano 2015 29 Setembro 2017 Contacto: Cátia Sofia Chantre da Costa Catia.Costa@ine.gov.cv Produto Interno Bruto Por ilha Em 2015 as ilhas que mais contribuíram para o PIB de

Leia mais

Aprovado por Deliberação n.º /2010 ANTEPROJECTO DE LEI SOBRE OS ACTOS PRÓPRIOS DOS ADVOGADOS E SOLICITADORES ASSEMBLEIA NACIONAL. Lei n.

Aprovado por Deliberação n.º /2010 ANTEPROJECTO DE LEI SOBRE OS ACTOS PRÓPRIOS DOS ADVOGADOS E SOLICITADORES ASSEMBLEIA NACIONAL. Lei n. Aprovado por Deliberação n.º /2010 ANTEPROJECTO DE LEI SOBRE OS ACTOS PRÓPRIOS DOS ADVOGADOS E SOLICITADORES ASSEMBLEIA NACIONAL Lei n.º /2010, de de Na sequência da aprovação e entrada em vigor da Lei

Leia mais

PARQUE EMPRESARIAL WORLD TRADE CENTER DA PRAIA (WTCP)

PARQUE EMPRESARIAL WORLD TRADE CENTER DA PRAIA (WTCP) PARQUE EMPRESARIAL WORLD TRADE CENTER DA PRAIA (WTCP) Designação Parque Empresarial World Trade Center da Praia (WTCP) Função Habitação/comércio/turismo Localização ilha de Santiago, Município da Praia,

Leia mais

SECTOR: INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

SECTOR: INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA SECTOR: INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA Panorama 2010 Políticas Públicas para infância e adolescência Criança, prioridade absoluta em Cabo Verde As políticas públicas para atender ao sector da infância e adolescência

Leia mais

Conteúdos sobre segurança e saúde no trabalho Organismos e instituições

Conteúdos sobre segurança e saúde no trabalho Organismos e instituições ISHST - Instituto para a Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Criado em 2004, pelo Decreto-lei n.º 171, de 17 de Julho, o Instituto para a Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho (ISHST), I. P., é o organismo

Leia mais

APLICAÇÃO DA ENERGIA RENOVÁVEL NA ENERGIA SOLAR RAQUEL FERRER

APLICAÇÃO DA ENERGIA RENOVÁVEL NA ENERGIA SOLAR RAQUEL FERRER APLICAÇÃO DA ENERGIA RENOVÁVEL NA BOMBAGEM DE ÁGUA EM CABO VERDE - ENERGIA SOLAR RAQUEL FERRER 21-01-10 INTRODUÇÃO -Em 1986 os chefes de estado dos 9 países membros do CILSS (Comité Inter-Estados de Luta

Leia mais

Síntese da Cooperação Bilateral com Cabo Verde na área da Justiça

Síntese da Cooperação Bilateral com Cabo Verde na área da Justiça Síntese da Cooperação Bilateral com Cabo Verde na área da Justiça Fevereiro 2015 SÍNTESE DA COOPERAÇÃO BILATERAL COM CABO VERDE NA ÁREA DA JUSTIÇA Até ao presente, as relações de cooperação entre Portugal

Leia mais

«Conta-nos: Voluntariado pelos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio»

«Conta-nos: Voluntariado pelos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio» Regulamento «Conta-nos: Voluntariado pelos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio» 1. Promotor O Projecto de apoio a implementação do Programa Nacional de Voluntariado de Cabo Verde (PNV), executado

Leia mais

A- A justiça ao Serviço dos Cidadãos

A- A justiça ao Serviço dos Cidadãos A- A justiça ao Serviço dos Cidadãos 1. Pessoas e Bens Obter Bilhete de Identidade pela primeira vez Renovação do Bilhete de Identidade Obter um Certificado de Registo Criminal Obter um Registo de Nascimento

Leia mais

Plano Estratégico Sectorial de Energias Renováveis

Plano Estratégico Sectorial de Energias Renováveis Plano Estratégico Sectorial de Energias Renováveis A nossa visão para o Sector Energético Abastecimento seguro das populações Garantia da qualidade de vida Desenvolvimento empresarial Construir um sector

Leia mais

Plano de Actividades e Orçamento 2010

Plano de Actividades e Orçamento 2010 Plano de Actividades e Orçamento 2010 1 2 1. Missão A CooLabora é uma cooperativa de consultoria e intervenção social criada em 2008. Tem por missão contribuir para a inovação social no desenvolvimento

Leia mais

ASSEMBLEIA NACIONAL. Cidade da Praia, 25 de Outubro de Senhor Presidente da Câmara dos Deputados do Luxemburgo, Mars de Bartolomeo,

ASSEMBLEIA NACIONAL. Cidade da Praia, 25 de Outubro de Senhor Presidente da Câmara dos Deputados do Luxemburgo, Mars de Bartolomeo, ASSEMBLEIA NACIONAL Discurso do Presidente da Assembleia Nacional, Engº Jorge Santos, na Sessão Plenária de Boas Vindas, ao Presidente da Câmara dos Deputados do Luxemburgo, Mars de Bartolomeo Cidade da

Leia mais

PRODUTORES DE ÁGUA E RESPECTIVAS CAPACIDADES DE PRODUÇÃO E TECNOLOGIA. Produção, m3/dia (2015)

PRODUTORES DE ÁGUA E RESPECTIVAS CAPACIDADES DE PRODUÇÃO E TECNOLOGIA. Produção, m3/dia (2015) PRODUTORES DE ÁGUA E RESPECTIVAS CAPACIDADES DE PRODUÇÃO E TECNOLOGIA Produtores Electra, S.A. Santiago (Praia) São Vicente Sal Capacidade de Produção, m3/dia (2015) Tecnologia utilizada - Furos de Captação

Leia mais

Da Ordem Social: da família, da criança, do adolescente e do idoso.

Da Ordem Social: da família, da criança, do adolescente e do idoso. Da Ordem Social: da família, da criança, do adolescente e do idoso. Cretella Júnior e Cretella Neto Direito Constitucional III Prof. Dr. João Miguel da Luz Rivero jmlrivero@gmail.com Base da ordem social

Leia mais

IMSI16. Contributo para a Democracia. Adriano Neves José Fernandes Luis Silva Paulo Gama

IMSI16. Contributo para a Democracia. Adriano Neves José Fernandes Luis Silva Paulo Gama IMSI16 Contributo para a Democracia Adriano Neves José Fernandes Luis Silva Paulo Gama Instituição Particular de Solidariedade Social Organização de voluntariado que apoia de forma individualizada vítimas

Leia mais

1 Segurança energética e redução da dependência das importações; 4 Eficiência no fornecimento, distribuição e consumo

1 Segurança energética e redução da dependência das importações; 4 Eficiência no fornecimento, distribuição e consumo 1- POLÍTICA ENERGÉTICA DE CABO VERDE A política energética de Cabo Verde tem por objetivo construir um setor energético seguro, eficiente, sustentável e sem dependência de combustível fóssil. E está assente

Leia mais

CIGEF CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E FORMAÇÃO EM GÉNERO E FAMÍLIA Uni-CV. Igualdade de género em Cabo Verde Clementina Furtado

CIGEF CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E FORMAÇÃO EM GÉNERO E FAMÍLIA Uni-CV. Igualdade de género em Cabo Verde Clementina Furtado CIGEF CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E FORMAÇÃO EM GÉNERO E FAMÍLIA Uni-CV Igualdade de género em Cabo Verde Clementina Furtado 2 Objectivos 1. Fazer um breve enquadramento do quadro jurídico nacional a nível

Leia mais

INAUGURAÇÃO 16 DE MARÇO VISEU

INAUGURAÇÃO 16 DE MARÇO VISEU INAUGURAÇÃO 16 DE MARÇO VISEU 7 Perguntas SOBRE UMA ASSOCIAÇÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR, DE APOIO A FAMÍLIAS, DE MEDIAÇÃO E DE ARBITRAGEM 1. O que é a Beira Amiga? A BEIRA AMIGA (Associação de Defesa do

Leia mais

Projecto de Lei N.º 397/IX (Cria o Provedor da Saúde)

Projecto de Lei N.º 397/IX (Cria o Provedor da Saúde) Projecto de Lei N.º 397/IX (Cria o Provedor da Saúde) Exposição de motivos A nossa Lei Fundamental reconhece a todos os cidadãos o direito à protecção da saúde, concretizado através de um serviço nacional

Leia mais

CURRICULUM VITAE ALBERTO DA MOTA GOMES. Naturalidade Cidade da Praia, Ilha Santiago, República de Cabo Verde.

CURRICULUM VITAE ALBERTO DA MOTA GOMES. Naturalidade Cidade da Praia, Ilha Santiago, República de Cabo Verde. CURRICULUM VITAE ALBERTO DA MOTA GOMES 1. DADOS BIOGRÁFICOS Nome Alberto da Mota Gomes Naturalidade Cidade da Praia, Ilha Santiago, República de Cabo Verde. Data de Nascimento 6 de Março de 1935. Estado

Leia mais

Programa da Semana Mundial Do Aleitamento Materno alusivo ao tema Comunique-se! AMAMENTAÇÃO: Uma experiência 3D. Porto Novo S.

Programa da Semana Mundial Do Aleitamento Materno alusivo ao tema Comunique-se! AMAMENTAÇÃO: Uma experiência 3D. Porto Novo S. Programa da Semana Mundial Do Aleitamento Materno alusivo ao tema Comunique-se! AMAMENTAÇÃO: Uma experiência 3D. Porto Novo S. Antão Palestras: 10H00-11H00 01/08/11 Delegacia sau do Porto Novo ( sala Reunião)

Leia mais

Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida

Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida O EXEMPLO DA CÂMARA MUNICIPAL DE VALONGO EUNICE NEVES OBJECTIVOS Igualdade Direitos Humanos Cidadania Activa e Inclusiva Conciliação Novas

Leia mais

Relatório da visita da Comissão para a Ética, a. Cidadania e a Comunicação ao Centro Nacional. de Apoio ao Imigrante, em Lisboa, no dia 18 de

Relatório da visita da Comissão para a Ética, a. Cidadania e a Comunicação ao Centro Nacional. de Apoio ao Imigrante, em Lisboa, no dia 18 de Relatório da visita da Comissão para a Ética, a Cidadania e a Comunicação ao Centro Nacional de Apoio ao Imigrante, em Lisboa, no dia 18 de dezembro de 2013 Índice 1 Objetivo da visita... 3 3 Atuação do

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Presidente António dos Reis Duarte

FICHA TÉCNICA. Presidente António dos Reis Duarte FICHA TÉCNICA Presidente António dos Reis Duarte Editor Instituto Nacional de Estatística Direcção de Contas Nacionais, Estatísticas Económicas e dos Serviços Divisão de Estatísticas do Turismo Av. Cidade

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. Proposta de Lei n.º 45/XIII. Exposição de Motivos

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. Proposta de Lei n.º 45/XIII. Exposição de Motivos Exposição de Motivos A livre circulação de trabalhadores é uma liberdade fundamental dos cidadãos da União Europeia (UE) e assume um relevo determinante para o desenvolvimento de um verdadeiro mercado

Leia mais

Rede Social de Vila Nova de Famalicão 2013 Ano Europeu dos Cidadãos Famalicão promove Fóruns Comunitários nas Comissões Sociais Inter- Freguesias

Rede Social de Vila Nova de Famalicão 2013 Ano Europeu dos Cidadãos Famalicão promove Fóruns Comunitários nas Comissões Sociais Inter- Freguesias Rede Social de Valongo Pais, Mães & Companhia Rede Social de Aveiro Sessões de Sensibilização entre pares na área das demências Rede Social da Covilhã Efemérides e Atividades Atividades 2013 Ano Europeu

Leia mais

SEMINÁRIO REGIONAL: PERNAMBUCO PELOS DIREITOS HUMANOS.

SEMINÁRIO REGIONAL: PERNAMBUCO PELOS DIREITOS HUMANOS. SEMINÁRIO REGIONAL: PERNAMBUCO PELOS DIREITOS HUMANOS. O GOVERNO DE PERNAMBUCO REALIZARÁ NAS 12 REGIÕES DE DESENVOLVIMENTO DO NOSSO ESTADO AS SEMANAS DE DIREITOS HUMANOS. A INICIATIVA FORTALECE A DEFESA

Leia mais

Campanha de Sensibilização para a Prevenção ao VIH/SIDA

Campanha de Sensibilização para a Prevenção ao VIH/SIDA Relatório 1. Introdução Cabo verde possui um Programa Multisectorial de Luta contra a Sida, que envolve todos os sectores da sociedade Cabo-verdiana, para a prevenção e o combate ao VIH SIDA. A Sida é

Leia mais

Programa 2012 FICHA DE CANDIDATURA. Refª: 009 "Ajuda no Bairro"

Programa 2012 FICHA DE CANDIDATURA. Refª: 009 Ajuda no Bairro Programa 2012 FICHA DE CANDIDATURA Refª: 009 "Ajuda no Bairro" Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21

Leia mais

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS E PROCESSUAIS - MP 2016/2017

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS E PROCESSUAIS - MP 2016/2017 OBJETIVOS ESTRATÉGICOS E PROCESSUAIS - MP 2016/2017 OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS E PROCESSUAIS DO MINISTÉRIO PÚBLICO (MP) COMARCA DE PORTALEGRE (2016/2017) DECLARAÇÃO INTRODUTÓRIA O Ministério Público enquanto

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATISTICA CABO VERDE. Avaliação da Cobertura Vacinal Contra o Sarampo e a Rubéola, de Outubro de 2013.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATISTICA CABO VERDE. Avaliação da Cobertura Vacinal Contra o Sarampo e a Rubéola, de Outubro de 2013. INSTITUTO NACIONAL DE ESTATISTICA CABO VERDE Avaliação da Cobertura Vacinal Contra o Sarampo e a Rubéola, 14-23 de Outubro de 2013 Relatório Praia, Abril de 2014 Instituto Nacional de Estatística Relatório

Leia mais

Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde Estatísticas do Turismo Movimentação de Hospedes, 3º Trimestre 2015

Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde Estatísticas do Turismo Movimentação de Hospedes, 3º Trimestre 2015 1 FICHA TÉCNICA Presidente António dos Reis Duarte Editor Instituto Nacional de Estatística Direcção de Método e Gestão de Informação Direcção de Contas Nacionais, Estatísticas Económicas e dos Serviços

Leia mais

Protocolo. Data de. Entidade. Definição de articulação técnica DGSP

Protocolo. Data de. Entidade. Definição de articulação técnica DGSP s Entidade Data de DGSP 01.06.1984 Instituto de Apoio à Emigração e Comunidades Portuguesas 01.08.1993 Fundação para o Desenvolvimento das Tecnologias da Educação 14.02.2004 Ministério da Ciência e Tecnologia

Leia mais

MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE. 9 de Janeiro de

MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE. 9 de Janeiro de MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE 9 de Janeiro de 2010 1 Modelo CRITÉRIOS RIOS MEIOS CRITÉRIO 1. LIDERANÇA, PLANEAMENTO E ESTRATÉGIA Como a gestão desenvolve e prossegue a missão, a visão e os valores da

Leia mais

CORREIOS DE CABO VERDE, SA

CORREIOS DE CABO VERDE, SA CORREIOS DE CABO VERDE, SA Tarifas de Serviços Postais Janeiro 2016 1. Correio Normal Correspondência Até 20 gramas 40$00 60$00 De mais de 20 grs a 100 grs 90$00 180$00 De mais de 100 grs a 250 grs 270$00

Leia mais

ICIEG Violência Doméstica

ICIEG Violência Doméstica Instituto Cabo-verdiano para a Igualdade e Equidade de Género ICIEG Violência Doméstica INFORMAÇÃO Onde Obter ICIEG ONG OMCV AMJ MORABI Policia Nacional (POP) ICAA REDES Cidade da Praia (2004) Cidade do

Leia mais

CULTURSOL Apresentação e Plano de Actividades 2010

CULTURSOL Apresentação e Plano de Actividades 2010 CULTURSOL Apresentação e Plano de Actividades 2010 I. APRESENTAÇÃO 2 Objectivos...2 Âmbito de Actuação..3 Projectos para 2010..4 II. PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2010.. 5 Actividades de Intervenção Social

Leia mais

ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS. OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us.

ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS. OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us. ABREU INTERNATIONAL LEGAL SOLUTIONS OUR INNOVATIVE SOLUTIONS WHEREVER YOU NEED US. our innovative solutions wherever you need us. Constituída em 1993 a AB é uma das maiores Sociedades de Advogados portuguesas

Leia mais

Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida Comenius Bilateral

Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida Comenius Bilateral Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida Comenius Bilateral Promover a Igualdade, Anulando a Diferença Este é um projecto que tem como principais objectivos promover a igualdade, no sentido de anular

Leia mais

Instituto Nacional de Estatística. Inquérito Multiobjectivo Contínuo. Estatísticas das famílias e Condições de vida. Presidente

Instituto Nacional de Estatística. Inquérito Multiobjectivo Contínuo. Estatísticas das famílias e Condições de vida. Presidente Instituto Nacional de Estatística Inquérito Multiobjectivo Contínuo Estatísticas das famílias e Condições de vida Presidente António dos Reis Duarte Editor Instituto Nacional de Estatística Av Cidade de

Leia mais

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Assinatura de Protocolos com Parceiros Institucionais

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Assinatura de Protocolos com Parceiros Institucionais INTERVENÇÃO DA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL BERTA DE MELO CABRAL Assinatura de Protocolos com Parceiros Institucionais no âmbito do Dia da Defesa Nacional Ponta Delgada, Palácio da

Leia mais

REGULAMENTO nº 01/2016 De 20 de Outubro de Regulamento Tarifário para o Transporte Marítimo de Passageiros Inter-Ilhas

REGULAMENTO nº 01/2016 De 20 de Outubro de Regulamento Tarifário para o Transporte Marítimo de Passageiros Inter-Ilhas A g ê n c i a M a r í t i m a e P o r t u á r i a Av. Marginal, Edifício do Ex-Comando Naval, C.P.: nº 7 Mindelo São Vicente Cabo Verde Telef: + 238 2324342 Fax: + 238 2324343 Email: info@amp.cv Website:

Leia mais

REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO

REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO - 2015 REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO DATA HORÁRIO ATIVIDADE / OBJETIVO RESPONSÁVEL LOCAL 02 /03/15 (segunda - feira) 16:00h Solenidade de Instalação da Vara de Violência

Leia mais

Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde Estatísticas do Turismo Movimentação de Hóspedes 1º Tr. 2016

Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde Estatísticas do Turismo Movimentação de Hóspedes 1º Tr. 2016 1 FICHA TÉCNICA Presidente António dos Reis Duarte Editor Instituto Nacional de Estatística Direcção de Contas Nacionais, Estatísticas Económicas e dos Serviços Divisão de Estatísticas do Turismo Av.

Leia mais

VISITA DA REDE DE PARLAMENTARES PARA A POPULAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO ÀS ILHAS DO FOGO E DA BRAVA DE 02 A 07 DE AGOSTO/2015 PROGRAMA DE VISITA

VISITA DA REDE DE PARLAMENTARES PARA A POPULAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO ÀS ILHAS DO FOGO E DA BRAVA DE 02 A 07 DE AGOSTO/2015 PROGRAMA DE VISITA VISITA DA REDE DE PARLAMENTARES PARA A POPULAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO ÀS ILHAS DO FOGO E DA BRAVA DE 02 A 07 DE AGOSTO/2015 PROGRAMA DE VISITA ENQUADRAMENTO A Rede de Parlamentares para a População e o

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Presidente António dos Reis Duarte

FICHA TÉCNICA. Presidente António dos Reis Duarte FICHA TÉCNICA Presidente António dos Reis Duarte Editor Instituto Nacional de Estatística Direcção de Método e Gestão de Informação Serviço de Conjuntura Direcção de Contas Nacionais, Estatísticas Económicas

Leia mais

VII ENCONTRO INTERNACIONAL DE TURISMO

VII ENCONTRO INTERNACIONAL DE TURISMO VII ENCONTRO INTERNACIONAL DE TURISMO PRAIA / MINDELO / SANTA MARIA / AMADORA 4 a 7 de dezembro de 2016 Sede e Secretariado do Evento, Hotel Oásis Praia Mar PROGRAMA* Cocktail de Boas Vindas Animação artística

Leia mais

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS E O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Considerando que, A Constituição da República Portuguesa, inspirada no artigo

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL PARA OS DIREITOS HUMANOS E A CIDADANIA

COMISSÃO NACIONAL PARA OS DIREITOS HUMANOS E A CIDADANIA REGULAMENTO DO PRÉMIO NACIONAL DIREITOS HUMANOS CAPÍTULO I Das Disposições Gerais Artigo 1.º Denominação 1. O Prémio Direitos Humanos é atribuído pela Comissão Nacional para os Direitos Humanos e a Cidadania,

Leia mais

CULTURSOL Apresentação e Plano de Atividades 2016

CULTURSOL Apresentação e Plano de Atividades 2016 CULTURSOL Apresentação e Plano de Atividades 2016 I. APRESENTAÇÃO 2 Objetivos..2 Âmbito de Actuação...4 Projetos para 2016.5 II. PLANO DE ATIVIDADES PARA 2016.. 6 Atividades de Caráter Cultural (ACC).....6

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL PARA OS DIREITOS HUMANOS E A CIDADANIA

COMISSÃO NACIONAL PARA OS DIREITOS HUMANOS E A CIDADANIA REGULAMENTO DO PRÉMIO NACIONAL DIREITOS HUMANOS CAPÍTULO I Das Disposições Gerais Artigo 1.º Denominação Humanos é atribuído pela Comissão Nacional para os Direitos Humanos e a Cidadania, CNDHC, a pessoas

Leia mais

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA PROPOSTA DE PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O CONSELHO DISTRITAL DE LISBOA DA ORDEM DOS ADVOGADOS E O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Considerando que, A Constituição da República Portuguesa, inspirada no artigo

Leia mais

Programa BIP/ZIP 2016

Programa BIP/ZIP 2016 Programa BIP/ZIP 2016 FICHA DE CANDIDATURA Refª: 051 BOUTIQUE DO BAIRRO Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone:

Leia mais

Edital do Processo de Seleção. Mestrado - Edital 2016/2018

Edital do Processo de Seleção. Mestrado - Edital 2016/2018 ov Oi OASTOANTÓNIO AV OUA 27- PR A n UNTVERSIDADE DE CABO VERDE ESCOLA DE NEGÓCIO E GOVERNAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO EM GESTÃO E ECONOMIA DA SAÚDE Edital do Processo de Seleção Mestrado - Edital 2016/2018

Leia mais

2º ENCONTRO NACIONAL DAS EQUIPAS DE NOSSA SENHORA

2º ENCONTRO NACIONAL DAS EQUIPAS DE NOSSA SENHORA 2º ENCONTRO NACIONAL DAS EQUIPAS DE NOSSA SENHORA Louvemos a Deus Pai, Maravilhoso e Misericordioso, que nos permitiu a realização deste grandioso e inesquecível 2º Encontro das Equipas de Nossa Senhora

Leia mais

Protocolo de Parceria

Protocolo de Parceria Protocolo de Parceria O INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICAS (INE), órgão executivo central de produção e difusão das estatísticas oficiais no âmbito do Sistema Estatístico Nacional, sedeado Avenida Cidade

Leia mais

DECRETO N.º 125/IX AUTORIZA O GOVERNO A ALTERAR O REGIME JURÍDICO DO EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE DE SEGURANÇA PRIVADA. Artigo 1.

DECRETO N.º 125/IX AUTORIZA O GOVERNO A ALTERAR O REGIME JURÍDICO DO EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE DE SEGURANÇA PRIVADA. Artigo 1. DECRETO N.º 125/IX AUTORIZA O GOVERNO A ALTERAR O REGIME JURÍDICO DO EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE DE SEGURANÇA PRIVADA A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea d) do artigo 161.º da Constituição,

Leia mais

programa serviço educativo

programa serviço educativo programa serviço educativo CENTRO INTERPRETATIVO DE S. LOURENÇO CISL setembro Monte de S. Lourenço 4740-000 Vila Chã Esposende 253 960 179/ 100 @ arqueologia@cm-esposende.pt GPS: 41 33'22.09"N (latitude)

Leia mais

Localização: Cabo Verde, Portugal e Espanha. Orçamento: euros. Duração: De janeiro de 2009 a dezembro de 2011

Localização: Cabo Verde, Portugal e Espanha. Orçamento: euros. Duração: De janeiro de 2009 a dezembro de 2011 Projeto Strengthening the capacity of Cape Verde to manage labour and return migration within the framework of the Mobility Partnership established with the EU mais conhecido por Localização: Cabo Verde,

Leia mais

CLÍNICAS FORENSES PRÁTICAS PROCESSUAIS ADMINISTRATIVAS

CLÍNICAS FORENSES PRÁTICAS PROCESSUAIS ADMINISTRATIVAS CLÍNICAS FORENSES PRÁTICAS PROCESSUAIS ADMINISTRATIVAS MARÇO 2006. ÍNDICE 1. Boas Vindas. 3 2. Horário e Funcionamento.. 4 3. Metodologia das Sessões....... 5 4. Programa...... 6 5. Calendarização das

Leia mais

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Actividade Formativa - Intervenção Comunitária Data 17 de Junho de 2009 Local Auditório do Edifício Cultural Município de Peniche Participação:

Leia mais

Elisabete Brasil OA CDL 20 de Maio de 2011

Elisabete Brasil OA CDL 20 de Maio de 2011 Elisabete Brasil OA CDL 20 de Maio de 2011 União de Mulheres Alternativa e Resposta Associação de mulheres de âmbito nacional constituída em 1976 e de base feminista Teve a sua origem no pós 25 de Abril

Leia mais

ERRADICAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES MONITORIZAÇÃO E CONCLUSÕES. João Afonso Vereador dos Direitos Sociais

ERRADICAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES MONITORIZAÇÃO E CONCLUSÕES. João Afonso Vereador dos Direitos Sociais ERRADICAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES MONITORIZAÇÃO E CONCLUSÕES João Afonso Vereador dos Direitos Sociais As orientações internacionais e nacionais Plano internacional e europeu: Convenção sobre

Leia mais

Acordo de Colaboração

Acordo de Colaboração Acordo de Colaboração Extensão de horário das actividades de animação e de apoio à família na educação Pré-escolar nos Jardins do Agrupamento de Escolas de Samora Correia Considerando que: A Educação Pré-escolar,

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E CONCORRÊNCIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

CENTRO DE ESTUDOS EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E CONCORRÊNCIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA CENTRO DE ESTUDOS EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E CONCORRÊNCIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA MISSÃO E OBJECTIVOS O Centro de Estudos em Propriedade Intelectual e Concorrência (CPIC) tem como missão o desenvolvimento

Leia mais

GUIA PRÁTICO LINHA NACIONAL DE EMERGÊNCIA SOCIAL

GUIA PRÁTICO LINHA NACIONAL DE EMERGÊNCIA SOCIAL Manual de GUIA PRÁTICO LINHA NACIONAL DE EMERGÊNCIA SOCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/6 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Linha Nacional de Emergência Social

Leia mais

Apresentação da A.P.I.P.D.F.

Apresentação da A.P.I.P.D.F. 2013 Apresentação da A.P.I.P.D.F. I DADOS DA ASSOCIAÇÃO Associação Portuguesa para a Igualdade Parental e Direitos dos Filhos Data da fundação: Endereço: Apartado 9865 EC Olaias 1911 701 Lisboa Sede: Lisboa

Leia mais

Instituto Nacional de Estatística Estatísticas do Turismo Presidente António dos Reis Duarte

Instituto Nacional de Estatística Estatísticas do Turismo Presidente António dos Reis Duarte Instituto Nacional de Estatística Estatísticas do Turismo 2014 Presidente António dos Reis Duarte Editor Instituto Nacional de Estatística Av. Cidade de Lisboa, nº 18, Cx. Postal 116, Praia Tel.: +238

Leia mais

REGULAMENTO DO ACONSELHAMENTO ETICO E DEONTOLÓGICO NO ÂMBITO DO DEVER DE SIGILO

REGULAMENTO DO ACONSELHAMENTO ETICO E DEONTOLÓGICO NO ÂMBITO DO DEVER DE SIGILO REGULAMENTO DO ACONSELHAMENTO ETICO E DEONTOLÓGICO NO ÂMBITO DO DEVER DE SIGILO Proposta apresentada pelo Conselho Directivo Lisboa, 5 de Maio de 2010 Aprovado em Assembleia Geral de 29 de Maio de 2010

Leia mais

EMBAIXADA DE PORTUGAL PRAIA SECÇÃO CONSULAR VISTOS DE ESTUDO 2017/18. Informações Gerais

EMBAIXADA DE PORTUGAL PRAIA SECÇÃO CONSULAR VISTOS DE ESTUDO 2017/18. Informações Gerais S. R. EMBAIXADA DE PORTUGAL PRAIA SECÇÃO CONSULAR Abril/2017 VISTOS DE ESTUDO 2017/18 Informações Gerais FASES DO PROCESSO 1. Envio de listas com indicação dos candidatos: Enviadas até 14 de Julho; Para

Leia mais

DECRETO N.º 189/IX DEFINE O REGIME JURÍDICO DA ASSISTÊNCIA NOS LOCAIS DESTINADOS A BANHISTAS. Artigo 1.º Objecto

DECRETO N.º 189/IX DEFINE O REGIME JURÍDICO DA ASSISTÊNCIA NOS LOCAIS DESTINADOS A BANHISTAS. Artigo 1.º Objecto DECRETO N.º 189/IX DEFINE O REGIME JURÍDICO DA ASSISTÊNCIA NOS LOCAIS DESTINADOS A BANHISTAS A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, para valer como

Leia mais

- REGULAMENTO AQUATLO -

- REGULAMENTO AQUATLO - - REGULAMENTO AQUATLO - 1) ORGANIZAÇÃO / ENQUADRAMENTO O I AQUATLO DA REDE SOCIAL DE ESPINHO realizar-se-á no dia 23 de Maio e é uma organização da Câmara Municipal de Espinho em parceria com a rede social

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL ASSEMBLEIA GERAL ASSEMBLEIA GERAL ASSEMBLEIA GERAL ASSEMBLEIA GERAL ASSEMBLEIA GERAL

ASSEMBLEIA GERAL ASSEMBLEIA GERAL ASSEMBLEIA GERAL ASSEMBLEIA GERAL ASSEMBLEIA GERAL ASSEMBLEIA GERAL 12 Março 2010 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2009 Com a implantação do Banco Alimentar Contra a Fome de Viana do Castelo, instituição assente na dádiva, na partilha, no voluntariado e no mecenato, criou-se uma

Leia mais

PROGRAMA PINHAL NOVO PALMELA E QUINTA DO ANJO MARATECA E POCEIRÃO

PROGRAMA PINHAL NOVO PALMELA E QUINTA DO ANJO MARATECA E POCEIRÃO PROGRAMA PINHAL NOVO PALMELA E QUINTA DO ANJO MARATECA E POCEIRÃO A diversidade dos espaços e dos tempos educativos remete cada vez mais para o conceito de Escola - Comunidade, aberta ao diálogo e à educação

Leia mais

Plano de actividades 2015/2016

Plano de actividades 2015/2016 Plano de actividades 2015/2016 TRIBUNAL JUDICIAL DA COMARCA DE SETÚBAL Artigo 94.º, n.º 6 alínea a), da Lei 62/2013, de 26 de agosto Período 01.09.2015 a 31.08.2016 Índice I. Nota introdutória... 2 II.

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS -

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - Data da última atualização: Maio 2013 1 Agrupamento de Centros de Saúde do Grande Porto IX - Espinho/Gaia (ACES

Leia mais

urbanos do país. Vejam esse fenómeno da delinquência juvenil nas diferentes ilhas do país, com as situações mais graves nos principais centros

urbanos do país. Vejam esse fenómeno da delinquência juvenil nas diferentes ilhas do país, com as situações mais graves nos principais centros Senhor Ministro-Adjunto do Primeiro-Ministro, Senhora Presidente do ICIEG, Senhora Deputada, Senhora Embaixadora dos Estados Unidos em Cabo Verde, E outros representantes dos organismos internacionais,

Leia mais

O Ministério Público no interface entre cidadania e justiça

O Ministério Público no interface entre cidadania e justiça O Ministério Público no interface entre cidadania e justiça João Paulo Dias jpdias@ces.uc.pt Desafios da reforma do mapa judiciário X Congresso do Ministério Público Qualidade na Justiça, Qualidade da

Leia mais

Estatuto Universal do Juiz de 17NOV99. Preâmbulo

Estatuto Universal do Juiz de 17NOV99. Preâmbulo Estatuto Universal do Juiz de 17NOV99 Preâmbulo Na elaboração preliminar deste Estatuto colaboraram Juízes de diversos países do mundo. O presente Estatuto é o resultado do seu trabalho e teve o consenso

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção do Estado da Bahia

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção do Estado da Bahia Resolução CP nº 001/2017 Cria o Plano Estadual de Valorização da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Bahia e dá outras providências. O CONSELHO SECCIONAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL

Leia mais

Atualmente, a rede de Pousadas de Juventude é composta por cinco unidades que cobrem geograficamente todo o arquipélago da Madeira.

Atualmente, a rede de Pousadas de Juventude é composta por cinco unidades que cobrem geograficamente todo o arquipélago da Madeira. POUSADAS DE JUVENTUDE.para todas as idades! Numa lógica de descentralização e de promoção da mobilidade juvenil, o Governo Regional da Madeira tem feito uma aposta crescente na criação e modernização de

Leia mais

Município de Torres Novas

Município de Torres Novas Município de Torres Novas Divisão de Bibliotecas e Museus MVSEV MVNICIPAL CARLOS REIS Regulamento Interno DENOMINAÇÃO Artigo 1º Por deliberação da Câmara Municipal de Torres Novas, de 20 de Abril de 1933,

Leia mais

PROTOCOL0 DE COLABORACAO ENTRE VISTA E MA10 CONSIDERANDO QUE:

PROTOCOL0 DE COLABORACAO ENTRE VISTA E MA10 CONSIDERANDO QUE: PROTOCOL0 DE COLABORACAO ENTRE A AG~NCIA PARA 0 DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL E INOVACAO E A SOCIEDADE DE DESENVOLVIMENTO TUR~STICO DAS ILHAS DE BOA VISTA E MA10 CONSIDERANDO QUE: A Aggncia para o Desenvolvimento

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ESTARREJA 2º ANO DE ESCOLARIDADE / FORMAÇÃO CÍVICA Educação para a Solidariedade e para os Direitos Humanos

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ESTARREJA 2º ANO DE ESCOLARIDADE / FORMAÇÃO CÍVICA Educação para a Solidariedade e para os Direitos Humanos EDUCAÇÃO PARA A SOLIDARIEDADE E PARA OS DIREITOS HUMANOS 1. CONTEXTUALIZAÇAO DO PROJECTO Ao abrigo do Despacho nº 19308/2008 1, no âmbito das ANC e no que diz respeito à Formação Cívica, a Coordenação

Leia mais