ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS DAS EMPRESAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS DAS EMPRESAS"

Transcrição

1 Prefeitura Municipal de Porto Alegre ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS DAS EMPRESAS 2016 Art. 165, 5º, inc.ii da CF e Art. 118, inc. I da LOM Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Orçamento

2 Prefeitura Municipal de Porto Alegre EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO - EPTC ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS 2016 Art. 165, 5º, inc.ii da CF e Art. 118, inc. I da LOM Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Orçamento

3 Adendo VI, à portaria SOF nº15 de 26/06/78 Lei nº 4320/64 - Anexo 6 Órgão: Unidade Orçamentária: EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PROGRAMA DE TRABALHO Classificação Institucional e Funcional Operações Especiais Projetos Atividades Total TRANSPORTE NOMARTIZAÇÃO E FISCLIZAÇÃO GESTÃO TOTAL CONSTRUÇÃO E INSTALAÇÃO DE NOVA SEDE OPERACIONAL DA EPTC Instalar a sede operacional em local próprio e promover reformas necessárias à qualificação dos prédios da EPTC INVESTIMENTOS QUALIFICA POA RENOVAÇÃO DA FROTA DE VEÍCULOS Aquisição de novos veículos para substituição e adequação da frota, para atender as necessidades das áreas operacionais desta Empresa Pública INVESTIMENTOS TOTAL

4 Órgão: Unidade Orçamentária: EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO NATUREZA DA DESPESA Classificação Modalidade Natureza Categoria Econômica de Aplicação da Despesa Econômica Despesas de Capital Investimentos Aplicações Diretas TOTAL

5 Prefeitura Municipal de Porto Alegre COMPANHIA CARRIS PORTO-ALEGRENSE ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS 2016 Art. 165, 5º, inc.ii da CF e Art. 118, inc. I da LOM Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Orçamento

6 Adendo VI, à portaria SOF nº15 de 26/06/78 Lei nº 4320/64 - Anexo 6 Órgão: Unidade Orçamentária: COMPANHIA CARRIS PORTO-ALEGRENSE COMPANHIA CARRIS PORTO-ALEGRENSE PROGRAMA DE TRABALHO Classificação Institucional e Funcional Operações Especiais Projetos Atividades Total TRANSPORTE TRANSPORTES COLETIVOS URBANOS GESTÃO TOTAL ATUALIZAÇÃO DO PARQUE TECNOLÓGICO Implantação de um sistema Enterprise Resouurce Planning e aquisição de hardware para integrar toda as áreas da companhia e substituição dos computadores INVESTIMENTOS Próprios da empresa QUALIFICA POA RENOVAÇÃO DA FROTA Aquisição de ônibus urbanos INVESTIMENTOS TOTAL

7 Órgão: Unidade Orçamentária: COMPANHIA CARRIS PORTO-ALEGRENSE COMPANHIA CARRIS PORTO-ALEGRENSE NATUREZA DA DESPESA Classificação Modalidade Natureza Categoria Econômica de Aplicação da Despesa Econômica Despesas de Capital Investimentos Aplicações Diretas TOTAL

8 Prefeitura Municipal de Porto Alegre COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE - PROCEMPA ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS 2016 Art. 165, 5º, inc.ii da CF e Art. 118, inc. I da LOM Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Orçamento

9 Adendo VI, à portaria SOF nº15 de 26/06/78 Lei nº 4320/64 - Anexo 6 Órgão: COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE Unidade Orçamentária: COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE PROGRAMA DE TRABALHO Classificação Institucional e Funciona Operações Especiais Projetos Atividades Total CIÊNCIA E TECNOLOGIA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO TOTAL MIGRAÇÃO MODERNIZAÇÃO DO DATACENTER Adequar ambiente para suportar equipamentos de Datacenter ainda não migrados para Sala Cofre INVESTIMENTOS AMPLIAÇÃO E MANUTENÇÃO DO PRÉDIO DA PROCEMPA Obras de ampliação, manutenção e modernização do prédio e infraestrutura INVESTIMENTOS AMBIENTE DE HOMOLOGAÇÃO Implantação de ambiente e infraestrutura para homologação de sistemas e INVESTIMENTOS IMPLANTAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA PMPA Desenvolver sistemas para atendimento das demandas da PMPA INVESTIMENTOS AMPLIAÇÃO DA CAPACIDADE DE PROCESSAMENTO E ARMAZENAMENTO Disponibilizar infraestrutura adequada para suportar crescimento das INVESTIMENTOS IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO CORPORATIVA DA PROCEMPA Sistemas de gerenciamento para as atividades e processos de apoio da CIA visando dar suporte de gestão nas diversas áreas INVESTIMENTOS INFRAESTRUTURA PARA SERVIÇOS COM MOBILIDADE Criar infraestrutura para serviços de mobilidade INVESTIMENTOS QUALIFICAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DO SISTEMA DE VÍDEO Avaliar novas soluções para sistema de videomonitoramento, que suporte a crescente demanda de instalações de câmeras INVESTIMENTOS

10 Adendo VI, à portaria SOF nº15 de 26/06/78 Lei nº 4320/64 - Anexo 6 Órgão: COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE Unidade Orçamentária: COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE PROGRAMA DE TRABALHO Classificação Institucional e Funciona Operações Especiais Projetos Atividades Total INFRAESTRUTURA PARA SISTEMAS DE GEOPROCESSAMENTO Aquisição de softwares e hardwares para suportar demanda de clientes da PMPA na área de geoprocessamento INVESTIMENTOS LICENCIAMENTO DE SOFTWARES Aquisição e licenciamento de softwares INVESTIMENTOS PROGRAMA DE QUALIDADE NA PROCEMPA Desenvolver ações em excelência de gestão INVESTIMENTOS QUALIFICAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA INFOVIA E MONITORAMENTO DOS ATIVOS DA REDE Estruturar Pontos de Presença (PoPs) de acordo com as normas e monitorar os ativos de rede INVESTIMENTOS SISTEMAS DE GERENCIAMENTO E DE SEGURANÇA DA SALA COFRE Garantia do pleno funcionamento dos dispositivos de segurança pela manutenção e aplicação das certificações legais INVESTIMENTOS VIRTUALIZAÇÃO DESKTOPS - VDI Implantar infraestrutura de hardware e software para virtualizar até 300 estações de trabalho, ampliando e complementando a estrutura atual INVESTIMENTOS CIDADE DA PARTICIPAÇÃO MODERNIZAÇÃO DAS SOLUÇÕES E SISTEMAS DE E-GOV Implantação de soluções de governo eletrônico (e-gov) INVESTIMENTOS TOTAL

11 Órgão: Unidade Orçamentária: COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE NATUREZA DA DESPESA Classificação Modalidade Natureza Categoria Econômica de Aplicação da Despesa Econômica Despesas de Capital Investimentos Aplicações Diretas TOTAL

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS 1. INTRODUÇÃO A Faculdade Fleming dispõe atualmente de infraestrutura de Tecnologia da Informação com rede de computadores que interliga em torno de 300

Leia mais

Mobilidade Urbana no Brasil. J. R. Generoso Secretário Nacional de Mobilidade Urbana

Mobilidade Urbana no Brasil. J. R. Generoso Secretário Nacional de Mobilidade Urbana Mobilidade Urbana no Brasil J. R. Generoso Secretário Nacional de Mobilidade Urbana Ministério das Cidades MINISTÉRIO DAS CIDADES Conselho das Cidades Secretaria Executiva CBTU Companhia Brasileira de

Leia mais

Infraestrutura e Conectividade: a importância para a gestão. Porto Alegre, 29 de março de 2017.

Infraestrutura e Conectividade: a importância para a gestão. Porto Alegre, 29 de março de 2017. Infraestrutura e Conectividade: a importância para a gestão Click to edit eficiente dasmaster cidadestitle style Porto Alegre, 29 de março de 2017. Paulo Roberto Miranda DIRETOR PRESIDENTE PROCEMPA Infraestrutura

Leia mais

INSTITUTO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: / FACULDADES INTEGRADAS DE TAGUAÍ

INSTITUTO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: / FACULDADES INTEGRADAS DE TAGUAÍ VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: 19.412.711/0001-30 POLÍTICA DE AQUISIÇÃO, ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) TAGUAÍ SP 2015 Política de Aquisição, Atualização e Manutenção

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRAQUARA - ORÇAMENTO PROGRAMA 2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRAQUARA - ORÇAMENTO PROGRAMA 2015 Adendo III - Portaria SOF nº 08 de 04 de fevereiro de 1985 Anexo 2 - DESPESA, da Lei Federal nº 4.320, de 17 de março de 1964 ÓRGÃO: 1200 - SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E URBANISMO NATUREZA DA

Leia mais

7º Gestão das Cidades

7º Gestão das Cidades 7º Gestão das Cidades INVESTIMENTO PRODUTIVO NOS MUNICÍPIOS Vitória, 21 de novembro de 2012 Walsey de Assis Magalhães O BNDES e a Administração Pública Objetivo estratégico: redução das desigualdades regionais

Leia mais

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro Copa do Mundo da FIFA Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 2014 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro O MTUR e a Ponto de partida : garantias oferecidas pelo governo federal, estados e

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa.

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa. CTC - CENTRO DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS MISSÃO DA UNIDADE: O Centro de Tecnologia e Ciências tem seu objetivo maior consubstanciado nos objetivos gerais de Ensino, Pesquisa e Extensão. No que tange ao objetivo

Leia mais

equipamentos eletrônicos de trânsito e segurança pública

equipamentos eletrônicos de trânsito e segurança pública equipamentos eletrônicos de trânsito e segurança pública Nós somos a Splice, uma empresa com orgulho de ser brasileira. A empresa Splice Mobilidade Urbana (fundada inicialmente com o nome de Splice do

Leia mais

Smart Campus as a Smart City

Smart Campus as a Smart City Everton Cavalcante Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) Natal-RN, Brasil http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/prefeitura-do-natal-e-ufrn-assinam-acordo-de-cooperaa-a-o-para-desenvolvimento/325718

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS. Unidade de Tecnologia da Informação e Comunicação - UTIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS. Unidade de Tecnologia da Informação e Comunicação - UTIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Unidade de Tecnologia da Informação e Comunicação - UTIC ÁREAS DE ATUAÇÃO Modernização e Manutenção da Infraestrutura de TI Desenvolvimento, Manutenção e Suporte a

Leia mais

Plano do Projeto. 1. Escopo ou finalidade do projeto. 2. Alinhamento estratégico. 3. Clientes do projeto

Plano do Projeto. 1. Escopo ou finalidade do projeto. 2. Alinhamento estratégico. 3. Clientes do projeto 1. Escopo finalidade do projeto O presente projeto tem por escopo a modernização dos processos dos cartórios de registro de imóveis da, abrangendo todo o ciclo, desde o ingresso até a manutenção e guarda

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA 1. Número e Título do Projeto: OEI BRA09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação

Leia mais

Aula 05. Infraestrutura de TI: hardware e software Pearson. Todos os direitos reservados.

Aula 05. Infraestrutura de TI: hardware e software Pearson. Todos os direitos reservados. Aula 05 Infraestrutura de TI: hardware e software slide 1 Infraestrutura de TI: hardware e software 1. Quais os componentes da infraestrutura de TI? 2. Quais as principais tecnologias de hardware computacional,

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2012 2013 APRESENTAÇÃO O Planejamento Estratégico tem como objetivo descrever a situação desejada de uma organização e indicar os caminhos para

Leia mais

III WTR PoP-BA RNP Salvador, set 2012 Cidades Digitais: Construindo um ecossistema de cooperação e inovação

III WTR PoP-BA RNP Salvador, set 2012 Cidades Digitais: Construindo um ecossistema de cooperação e inovação Cidades Digitais: Construindo um ecossistema de cooperação e inovação Américo T Bernardes Departamento de Infraestrutura para Inclusão Digital Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Secretaria de

Leia mais

Governança em TI na UFF. Modelo de Gestão da STI. Henrique Uzêda

Governança em TI na UFF. Modelo de Gestão da STI. Henrique Uzêda Governança em TI na UFF Modelo de Gestão da STI Henrique Uzêda henrique@sti.uff.br 2011-2013 Universidade Federal Fluminense 122 cursos de graduação e 359 de pós-graduação ~ 45.000 alunos de graduação

Leia mais

Arlido J da Silva Diretor de Negócios PARCEIRA DOS DESAFIOS DE TI

Arlido J da Silva Diretor de Negócios PARCEIRA DOS DESAFIOS DE TI Arlido J da Silva Diretor de Negócios PARCEIRA DOS DESAFIOS DE TI UNITECH, quem somos? Mais de 25 anos provendo Soluções de infraestrutura de TI e Serviços de Manutenção; Sede no RJ, filiais em SP, BSB,

Leia mais

I Fórum Regional de Cidades Digitais do Litoral do Paraná Morretes

I Fórum Regional de Cidades Digitais do Litoral do Paraná Morretes I Fórum Regional de Cidades Digitais do Litoral do Paraná Morretes - 2015 Morretes em busca da Cidade Digital Inteligente Prefeitura de Morretes Secretaria de Administração Depto de Tecnologias da Informação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO ORÇAMENTO O orçamento é uma ferramenta de planejamento (aprovado por lei) contendo a previsão de receitas e estimativa de despesas

Leia mais

ESTRUTURA DA SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA SENASP (1/5) (Decreto nº de 12 de fevereiro de 2016)

ESTRUTURA DA SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA SENASP (1/5) (Decreto nº de 12 de fevereiro de 2016) ESTRUTURA DA SECRETARIA NACIONAL DE SENASP (1/5) SECRETARIA NACIONAL DE ASSESSOR DAS 102.4 DAS 101.6 Conselho Nacional de Segurança Pública CHEFE DE GABINETE DE INTELIGÊNCIA ENFRENTAMENTO ÀS AÇÕES CRIMINOSAS

Leia mais

Mapa dos Corredores Estruturais

Mapa dos Corredores Estruturais Mapa dos es Estruturais Industrial Umuarama Norte Oeste Dona Zulmira Central Leste Novo Mundo Planalto Sudoeste Jardins Sul Sudeste Santa Luzia Universitário Anéis Oeste Planalto Norte Dona Zulmira Sudoeste

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Objetivo 1: Aprimorar a adoção de soluções de TI nas atividades de ensino, pesquisa, extensão e gestão, auxiliando na consecução

Leia mais

Requisitos do Sistema

Requisitos do Sistema PJ8D - 017 ProJuris 8 Desktop Requisitos do Sistema PJ8D - 017 P á g i n a 1 Sumario Sumario... 1 Capítulo I - Introdução... 2 1.1 - Objetivo... 2 1.2 - Quem deve ler esse documento... 2 Capítulo II -

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Visão Geral dos O é fundamental para o gerenciamento de um ambiente de TI, uma vez que a eficácia é seriamente comprometida se uma organização não souber quais ativos de software ela possui, onde estão

Leia mais

Plataforma e Aplicações para Cidades Inteligentes

Plataforma e Aplicações para Cidades Inteligentes I Workshop de Tecnologias de Redes do PoP-RN Plataforma e Aplicações para Cidades Inteligentes Prof. Frederico Lopes Instituto Metrópole Digital - UFRN Projeto Smart Metropolis Projeto de pesquisa e desenvolvimento

Leia mais

CARTA COMPROMISSO ASSUNTOS DE INTERESSE CORPORATIVO

CARTA COMPROMISSO ASSUNTOS DE INTERESSE CORPORATIVO CARTA COMPROMISSO O SINDIURBANO-PR (Sindicato dos Trabalhadores em Urbanização do Estado do Paraná), o Sindicato mantém histórico de atuação em prol dos interesses, direitos e melhores condições de trabalho

Leia mais

22ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA CATEGORIA 3 SOLUÇÃO DE REDE METROPOLITANA DE TRANSPORTE DE DADOS INFOVIA

22ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA CATEGORIA 3 SOLUÇÃO DE REDE METROPOLITANA DE TRANSPORTE DE DADOS INFOVIA 22ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA 3º PRÊMIO TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO METROFERROVIÁRIOS CATEGORIA 3 SOLUÇÃO DE REDE METROPOLITANA DE TRANSPORTE DE DADOS INFOVIA METRONET, BASEADA EM TECNOLOGIA

Leia mais

CIDADE INTELIGENTE. É composto por diversos sistemas modulares, podendo ser implantados conforme a necessidade do município.

CIDADE INTELIGENTE. É composto por diversos sistemas modulares, podendo ser implantados conforme a necessidade do município. CIDADE INTELIGENTE CIDADE INTELIGENTE O projeto Cidade Inteligente foi desenvolvido pela ENW com o objetivo de inclusão social, qualidade de vida, além de modernizar a estrutura pública e prover novos

Leia mais

SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE

SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE Inicialmente, o que é BRT? O BRT (Bus Rapid Transit), ou Transporte Rápido por Ônibus, é um sistema de transporte coletivo de passageiros

Leia mais

c) poupar capital e aumentar recursos financeiros para a atividade fim da organização;

c) poupar capital e aumentar recursos financeiros para a atividade fim da organização; O IMPACTO DO PROCESSAMENTO EM NUVENS NO DATACENTER CORPORATIVO Por Antonio Fonte É cada vez maior o uso de nuvens por organizações de todos os portes e setores da economia. As principais inovações digitais

Leia mais

PROJETO INTEGRADO AULA 3 INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROF.: KAIO DUTRA

PROJETO INTEGRADO AULA 3 INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROF.: KAIO DUTRA PROJETO INTEGRADO AULA 3 INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROF.: KAIO DUTRA O que é um Projeto? Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

Leia mais

Plano de Ação Coordenadoria de Desenvolvimento Ins9tucional

Plano de Ação Coordenadoria de Desenvolvimento Ins9tucional Plano de Ação 2013 Coordenadoria de Desenvolvimento Ins9tucional Áreas estratégicas Ensino Pesquisa Desenvolvimento Ins.tucional Administração Extensão Coordenadoria de Desenvolvimento Ins9tucional DIRETRIZES

Leia mais

Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX. Município UF DDD/Celular

Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX. Município UF DDD/Celular PLANO DE TRABALHO PROJETO CIDADES DIGITAIS (PAC2) 1 DADOS CADASTRAIS Nome da prefeitura CNPJ Endereço da sede da prefeitura Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX E-mail da prefeitura Nome do prefeito C.I./Órgão

Leia mais

PROPOSTAS DO CANDIDATO RODNEY MIRANDA PREFEITURA DE VILA VELHA

PROPOSTAS DO CANDIDATO RODNEY MIRANDA PREFEITURA DE VILA VELHA PROPOSTAS DO CANDIDATO RODNEY MIRANDA PREFEITURA DE VILA VELHA A essência da proposta do candidato para a gestão de Vila Velha reside na revitalização do município, sintetizada por meio de três grandes

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais

Sistemas de Informação Gerenciais Sistemas de Informação Gerenciais Seção 2.2 Sistemas Empresariais: ERP SCM 1 Sistema empresarial Constitui uma estrutura centralizada para uma organização e garante que as informações possam ser compartilhadas

Leia mais

Gestão de Acesso e Segurança

Gestão de Acesso e Segurança Gestão de Acesso e Segurança COM A SOLUÇÃO EM CLOUD, VOCÊ GARANTE SEGURANÇA, PERFORMANCE E DISPONIBILIDADE PARA O SEU NEGÓCIO. A Senior dispõe de todas as soluções em cloud, atuando na modalidade SaaS,

Leia mais

Soluções & Infraestrutura

Soluções & Infraestrutura Soluções & Infraestrutura Somos SBR-T.I. surgiu para suprir a demanda e necessidade atual do mercado para garantir a adequação das tecnologias para alcançar mais competitividade no mercado. Estruturada

Leia mais

IV Workshop PPI -CIESP

IV Workshop PPI -CIESP IV Workshop PPI -CIESP Por dentro da Segurança 25/10/2016 Por dentro da Segurança Inteligência Competitiva com Sistemas de Câmeras Integrados aaffonso@tpsolutions.com.br 2 a2 a3 Evolução Tecnológica A

Leia mais

IV ENCONTRO DOS MUNICÍPIOS COM O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

IV ENCONTRO DOS MUNICÍPIOS COM O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL IV ENCONTRO DOS MUNICÍPIOS COM O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ST15 Eficiência Energética, iluminação pública e energia renováveis Mesa 15.2: A importância da COSIP para viabilizar a modernização da iluminação

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001308 - TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior Area Profissional: GESTAO DA ADMINISTRACAO Area de Atuacao: LOGISTICA/GESTAO Planejar,

Leia mais

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE)

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE) Identidade Organizacional - Acesso à informação - IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos R O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é uma autarquia

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

Plano de Contratações de TI

Plano de Contratações de TI Plano de Contratações de TI - 2016 Secretaria de Tecnologia da Informação Novembro de 2015 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor(es) Revisor Aprovado por 30.11.2015 1.0 Versão inicial Felipe

Leia mais

RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 089/2013

RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 089/2013 RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 089/2013 O PLENO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 14ª REGIÃO, em Sessão Administrativa hoje realizada sob a Presidência do Desembargador do Trabalho Ilson Alves Pequeno Junior,

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Plano de Capacitação dos Servidores de TI 2016-2017 1 Não é possív el exibir esta imagem no momento. 2 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA VETERINÁRIA CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO CEARÁ

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA VETERINÁRIA CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO CEARÁ Projeto 1 Projeto 2 PLANO DE AÇÃO N 1 Implantação do programa de educação continuada do CRMV-CE Alcançar, no mínimo, 70% de satisfação nos graus bom e ótimo. Infraestrutura inadequada dos locais cedidos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 35/2010

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 35/2010 RESOLUÇÃO Nº 35/2010 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, CONSIDERANDO o que consta do Processo nº 17.618/2010 18 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CASSIANO

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Servidores Dedicados Gerenciados

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Servidores Dedicados Gerenciados PROPOSTA COMERCIAL Produto: Servidores Dedicados Gerenciados Página 1 de 9 Sumário SOBRE A LOCAWEB 3 INFRAESTRUTURA DO DATA CENTER 4 SOLUÇÃO PROPOSTA 5 DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS INCLUSOS 6 CONDIÇÕES COMERCIAIS

Leia mais

Requisitos do Sistema

Requisitos do Sistema PJ8D - 017 ProJuris 8 Office Requisitos do Sistema PJ8D - 017 P á g i n a 1 Sumario Sumario... 1 Capítulo I - Introdução... 1 1.1 - Objetivo... 1 1.2 - Quem deve ler esse documento... 2 Capítulo II - Requisitos

Leia mais

DECRETO Nº , DE 23 DE OUTUBRO DE 2015.

DECRETO Nº , DE 23 DE OUTUBRO DE 2015. DECRETO Nº 19.189, DE 23 DE OUTUBRO DE 2015. Regulamenta os arts. 59, 60, 62 e 63 da Lei Complementar nº 765, de 8 de julho de 2015, que cria a Central de Licitações (CELIC), órgão vinculado à Secretaria

Leia mais

A Expansão e Melhoria dos Sistemas Metroferroviários em São Paulo SECRETARIA DOS TRANSPORTES METROPOLITANOS

A Expansão e Melhoria dos Sistemas Metroferroviários em São Paulo SECRETARIA DOS TRANSPORTES METROPOLITANOS A Expansão e Melhoria dos Sistemas Metroferroviários em São Paulo SECRETARIA DOS TRANSPORTES METROPOLITANOS 2 Rede Atual Rede Atual 3 Atual 2010 2015 Essencial Extensão (km) 61,3 80 95 163 Quantidade de

Leia mais

ADM 250 capítulo 8 - Slack, Chambers e Johnston

ADM 250 capítulo 8 - Slack, Chambers e Johnston ADM 250 capítulo 8 - Slack, Chambers e Johnston 1 Perguntas que se esperam respondidas ao final do capítulo 8 Que é tecnologia de processo? ecnologia de Processo Quais são as tecnologias de processamento

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação A Dataprev Data centers DF SP RJ Área 257 384 988 Capacidade elétrica (kva) 600 900 1200 Capacidade de processamento RISC 48 Tflop/s X86 116 Tflop/s Mainframe 153.000 RPM Capacidade

Leia mais

DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA POR PROJETO, ATIVIDADE E OPERAÇÕES ESPECIAIS CONSOLIDAÇÃO GERAL Exercício: 2015

DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA POR PROJETO, ATIVIDADE E OPERAÇÕES ESPECIAIS CONSOLIDAÇÃO GERAL Exercício: 2015 1 01000000 0000 Legislativa 181.062.666,04 181.062.666,04 01031000 0000 Ação Legislativa 181.062.666,04 181.062.666,04 01031001 0000 Atuação Legislativa da Câmara Municipal 181.062.666,04 181.062.666,04

Leia mais

Infraestrutura Corporativa de TI INFOVIA-MT. Dr. Reginaldo Hugo S. dos Santos

Infraestrutura Corporativa de TI INFOVIA-MT. Dr. Reginaldo Hugo S. dos Santos Infraestrutura Corporativa de TI INFOVIA-MT Dr. Reginaldo Hugo S. dos Santos Governador do Estado de Mato Grosso Pedro Taques Diretor Presidente do MTI André Kompatscher Diretor Vice-Presidente do MTI

Leia mais

Rastreamento e gerenciamento de frota é fácil!

Rastreamento e gerenciamento de frota é fácil! soluções inteligentes Rastreamento e gerenciamento de frota é fácil! Soluções tecnológicas para logística e rastreamento com gestão de informações, otimização de recursos, redução custos e melhorando a

Leia mais

Infra-estrutura de Informática e formas de acesso às redes de informação

Infra-estrutura de Informática e formas de acesso às redes de informação Infra-estrutura de Informática e formas de acesso às redes de informação A FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE entende que deve acompanhar as necessidades de atendimento da área acadêmica e administrativa

Leia mais

PROCEMPA Diretor da Procempa é sócio de empresa que realiza teste de GPS na Carris

PROCEMPA Diretor da Procempa é sócio de empresa que realiza teste de GPS na Carris PROCEMPA Diretor da Procempa é sócio de empresa que realiza teste de GPS na Carris Matéria do jornalista do jornal Zero Hora, Carlos Rollsing, publicada no portal zehora.com. Link: http://zh.clicrbs.com.br/rs/porto-alegre/noticia/2017/07/diret

Leia mais

Linhas de Investimento Baixa emissão de carbono Suinocultura

Linhas de Investimento Baixa emissão de carbono Suinocultura Linhas de Investimento Baixa emissão de carbono Suinocultura Eng. Agr. Leandro Capuzzo Banco do Brasil S/A #interna Pré-requisitos para o crédito Ø Cadastro atualizado Ø Verificação de situações impeditivas

Leia mais

ISO/IEC Processo de ciclo de vida

ISO/IEC Processo de ciclo de vida ISO/IEC 12207 Processo de ciclo de vida O que é...? ISO/IEC 12207 (introdução) - O que é ISO/IEC 12207? - Qual a finalidade da ISO/IEC 12207? Diferença entre ISO/IEC 12207 e CMMI 2 Emendas ISO/IEC 12207

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA - COSIP E RESOLUÇÃO DA ANEEL 414/2010: ENTRE O DIREITO TRIBUTÁRIO E O FINANCEIRO

CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA - COSIP E RESOLUÇÃO DA ANEEL 414/2010: ENTRE O DIREITO TRIBUTÁRIO E O FINANCEIRO CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA - COSIP E RESOLUÇÃO DA ANEEL 414/2010: ENTRE O DIREITO TRIBUTÁRIO E O FINANCEIRO Hendrick Pinheiro Raquel Lamboglia Guimarães Advogados em Manesco, Ramires,

Leia mais

CONCESSÃO DA ESTAÇÃO DE TRANSBORDO CLERISTON ANDRADE (ESTAÇÃO DA LAPA) SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE - SEMOB 1

CONCESSÃO DA ESTAÇÃO DE TRANSBORDO CLERISTON ANDRADE (ESTAÇÃO DA LAPA) SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE - SEMOB 1 CONCESSÃO DA ESTAÇÃO DE TRANSBORDO CLERISTON ANDRADE (ESTAÇÃO DA LAPA) SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE - SEMOB 1 ESTAÇÃO DA LAPA Inaugurada em 7 de novembro de 1982; Maior terminal rodoviário de Salvador;

Leia mais

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. MELHORIAS DA REDE DE DADOS DA CENIBRA OCORREM APÓS PROJETO ATUALIZAÇÃO DA REDE CORPORATIVA

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. MELHORIAS DA REDE DE DADOS DA CENIBRA OCORREM APÓS PROJETO ATUALIZAÇÃO DA REDE CORPORATIVA Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. MELHORIAS DA REDE DE DADOS DA CENIBRA OCORREM APÓS PROJETO ATUALIZAÇÃO DA REDE CORPORATIVA Perfil A Celulose Nipo-Brasileira S/A (Cenibra) foi fundada

Leia mais

O Ministério das Comunicações e a Radiodifusão Brasileira

O Ministério das Comunicações e a Radiodifusão Brasileira O Ministério das Comunicações e a Radiodifusão Brasileira 1 Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica Ações 2011. 2 Comunicação Eletrônica A comunicação eletrônica está em fase de transição tecnológica

Leia mais

ORGANOGRAMA TRESC TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA

ORGANOGRAMA TRESC TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA Gabinete dos Juízes Presidência Corregedoria Regional Eleitoral Coord. de Controle Interno Gabinete -Chefe Direção-Geral CJ4 Ass. de Imprensa, Comunicação

Leia mais

VISÃO 2020 SER RECONHECIDO COMO A MELHOR SOLUÇÃO EM SERVIÇOS INTEGRADOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA PROPÓSITO JUNTOS PELO DESENVOLVIMENTO

VISÃO 2020 SER RECONHECIDO COMO A MELHOR SOLUÇÃO EM SERVIÇOS INTEGRADOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA PROPÓSITO JUNTOS PELO DESENVOLVIMENTO VISÃO 2020 SER RECONHECIDO COMO A MELHOR SOLUÇÃO EM SERVIÇOS INTEGRADOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA PROPÓSITO JUNTOS PELO DESENVOLVIMENTO Garantir a sustentabilidade financeira Assegurar a eficiência

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Lista de Exercícios 02. Luiz Leão

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Lista de Exercícios 02. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Exercício 01 Conceitue e-business e quais o seu principal objetivo? Exercício 01 Resposta Conceitue e-business e quais o seu principal objetivo? É todo

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL NA INDÚSTRIA. Renato das Chagas e Silva Engenheiro Químico Divisão de Controle da Poluição Industrial FEPAM

GESTÃO AMBIENTAL NA INDÚSTRIA. Renato das Chagas e Silva Engenheiro Químico Divisão de Controle da Poluição Industrial FEPAM GESTÃO AMBIENTAL NA INDÚSTRIA Renato das Chagas e Silva Engenheiro Químico Divisão de Controle da Poluição Industrial FEPAM LEI FEDERAL 6938/81 DECRETO FEDERAL 99274/90 BASE PARA GESTÃO AMBIENTAL obrigatoriedade

Leia mais

DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS

DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS COORDENAÇÃO DE QUALIFICAÇÃO DE INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA EM SAÚDE - CQIS/DESID MARCELO SETTE GUTIERREZ Coordenador Economia

Leia mais

CEPUERJ CENTRO DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CEPUERJ CENTRO DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CEPUERJ CENTRO DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MISSÃO DA UNIDADE: Fomentar a atividade acadêmica, promover o intercâmbio da Universidade com órgãos públicos, empresas privadas e

Leia mais

Prof. Luiz Eduardo G. Martins. Coordenadoria Executiva do CETI Coordenadoria de Gestão da Informação - ProPlan

Prof. Luiz Eduardo G. Martins. Coordenadoria Executiva do CETI Coordenadoria de Gestão da Informação - ProPlan Prof. Luiz Eduardo G. Martins Coordenadoria Executiva do CETI Coordenadoria de Gestão da Informação - ProPlan São Paulo Fevereiro/2014 Histórico Junho/2013 - CETI inicia discussão sobre possível mudança

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Apresentação do Plano de Ensino. Luiz Leão

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Apresentação do Plano de Ensino. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Quem sou eu? Site: http://www.luizleao.com Introdução Para aprender a Gerir, Conceber, Desenvolver, Testar, avaliar a qualidade, avaliar a segurança,

Leia mais

PROJETOS. Reduza seus Custos com TI sem perder a qualidade.

PROJETOS. Reduza seus Custos com TI sem perder a qualidade. PROJETOS Reduza seus Custos com TI sem perder a qualidade. Conheça a FNC IT A FNC é uma empresa especializada em oferecer soluções completas e dinâmicas em tecnologia da informação para o mercado corporativo,

Leia mais

Governança de TI. O que realmente importa? Clayton Soares

Governança de TI. O que realmente importa? Clayton Soares Governança de TI O que realmente importa? Clayton Soares clayton@clayton.pro.br Curriculo Acadêmico Profissional Cursos e Certificações Agenda Afinal, o que realmente importa? Qual o papel da TI nessa

Leia mais

Banco de Dados II. Administrador de Banco de Dados - DBA. Portela

Banco de Dados II. Administrador de Banco de Dados - DBA. Portela UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHAO - UFMA Banco de Dados II Administrador de Banco de Dados - DBA Portela * DBA Introdução Atuação Responsabilidades 2 Atuação O Administrador de Banco de Dados (DBA) é o

Leia mais

TABELA DE PLANO INTERNO EXECÍCIO /9

TABELA DE PLANO INTERNO EXECÍCIO /9 Atualizada em 19 de janeiro de 2017 COM CUSTEIO BÁSICO COM A FROTA TABELA DE EXECÍCIO 2017 Combustíveis e Lubrificantes Gestão Administrativa da Unidade L 0000 P 01 00 N Locação de Veículos Gestão Administrativa

Leia mais

Projeto BRT. Projeto BRT Porto Alegre. Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT. ao Transmilenio. Abril

Projeto BRT. Projeto BRT Porto Alegre. Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT. ao Transmilenio. Abril Projeto BRT Porto Alegre Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT Projeto BRT Visita Técnica T ao Transmilenio Abril - 2010 Rede Atual de Transporte Coletivo Trem Metropolitano: (Dados

Leia mais

Solução para Gestão de Ambientes de TI.

Solução para Gestão de Ambientes de TI. Solução para Gestão de Ambientes de TI www.max3d.com.br Governança de Ativos e Infraestrutura de TI Governança de TI é uma parte integral da Governança Corporativa e é formada pela liderança, estruturas

Leia mais

O Departamento de Química conta hoje com 55 (cinquenta e cinco) docentes, sendo 51 (cinquenta e um) professores doutores e 4 (quatro) mestres.

O Departamento de Química conta hoje com 55 (cinquenta e cinco) docentes, sendo 51 (cinquenta e um) professores doutores e 4 (quatro) mestres. 2 1. DIAGNÓSTICO DA SITUAÇÃO ATUAL 1.1. BREVE HISTÓRICO A então Universidade do Paraná, hoje Universidade Federal do Paraná é considerada a mais antiga universidade do Brasil tendo sido criada em 19 de

Leia mais

Processo: Pregão Eletrônico 35/2016-IFUSP Pedido de Esclarecimentos e Respostas Solicitante: SAGAZ SERVIÇOS E COMÉRCIO DE

Processo: Pregão Eletrônico 35/2016-IFUSP Pedido de Esclarecimentos e Respostas Solicitante: SAGAZ SERVIÇOS E COMÉRCIO DE Processo: 2016.1.692.43.0 Pregão Eletrônico 35/2016-IFUSP Pedido de Esclarecimentos e Respostas Solicitante: SAGAZ SERVIÇOS E COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS DE TECNOLOGIA LTDA. me 1) Com referência ao Atestado

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Ciência da Computação Robson Costa (robson.costa@ifsc.edu.br) Sumário 1) Introdução 2) Metodologias de Projeto de Rede 3) Identificação das Necessidades e Objetivos do Cliente 4)

Leia mais

PERFIL CORPORATIVO CTIS

PERFIL CORPORATIVO CTIS PERFIL CORPORATIVO CTIS PERFIL CORPORATIVO Sobre a CTIS A CTIS foi fundada em 1983. Ela iniciou sua trajetória com dois sócios, um office- boy e uma secretária, ocupando uma área de apenas 27m². Hoje,

Leia mais

NOVA POLÍTICA PÚBLICA DE TELECOMUNICAÇÕES. Secretaria de Telecomunicações

NOVA POLÍTICA PÚBLICA DE TELECOMUNICAÇÕES. Secretaria de Telecomunicações NOVA POLÍTICA PÚBLICA DE TELECOMUNICAÇÕES Secretaria de Telecomunicações PANORAMA STFC Declínio no interesse Fim das concessões Bens reversíveis Convergência tecnológica SMP e SCM: interesse e expansão

Leia mais

Catálogo de Serviços

Catálogo de Serviços Catálogo de Serviços ID: SN17 Nome: Serviço de Desktops Descrição: Manutenção e Suporte em Informática Catalogado: 12/09/2013 Última revisão: 12/09/2013 Coordenação: Coordenação Técnica de Atendimento

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES. ABIMAQ fevereiro de 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES. ABIMAQ fevereiro de 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ fevereiro de 2014 Prioridades BNDES Infraestrutura logística e energética Infraestrutura urbana de saneamento e mobilidade. Modernização

Leia mais

PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2015 Custeio + Investimentos Regionalizados (*)

PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2015 Custeio + Investimentos Regionalizados (*) No Estado do Rio de Janeiro (RJ) PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2015 24000 Ciência, Tecnologia e Inovação 69.973.212 1.100.000 71.073.212 2059 Política Nuclear 0 1.100.000 1.100.000 13CQ Ampliação do

Leia mais

RECURSOS PREVISTOS PARA OS PROGRAMAS, INICIATIVAS E AÇÕES POR CATEGORIA DA DESPESA SEGUNDO ORGÃO E UNIDADE

RECURSOS PREVISTOS PARA OS PROGRAMAS, INICIATIVAS E AÇÕES POR CATEGORIA DA DESPESA SEGUNDO ORGÃO E UNIDADE GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO E GESTÃO PPA - Exercício - RECURSOS PREVISTOS PARA OS PROGRAMAS, INICIATIVAS E AÇÕES POR CATEGORIA DA DESPESA SEGUNDO ORGÃO E UNIDADE Órgão

Leia mais

Sra. Rosely Padilha de Sousa Castilho Secretaria de TI CIO. Sr. Renê Alves Farias Diretor de TI - Datacenter REDEFINDO A TI

Sra. Rosely Padilha de Sousa Castilho Secretaria de TI CIO. Sr. Renê Alves Farias Diretor de TI - Datacenter REDEFINDO A TI Sra. Rosely Padilha de Sousa Castilho Secretaria de TI CIO Sr. Renê Alves Farias Diretor de TI - Datacenter REDEFINDO A TI PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Missão: Distribuir Justiça Visão: Ser reconhecido pela

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE 1 01000000 0000 Legislativa 2.486.797,24 8.696.157,45 11.182.954,69 01031000 0000 Ação Legislativa 2.486.797,24 8.696.157,45 11.182.954,69 01031001 0000 Atuação Legislativa da Câmara Municipal 2.486.797,24

Leia mais

Portfólio de Serviços PSX Tecnologia Ltda 2016 BR R9b

Portfólio de Serviços PSX Tecnologia Ltda 2016 BR R9b www.psxtecnologia.com.br Portfólio de Serviços PSX Tecnologia Ltda 2016 BR R9b O que fazemos QUEM SOMOS Nossa empresa A PSX Tecnologia é uma empresa especializada em consultoria no segmento empresarial.

Leia mais

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária SOLUÇÃO DE REDE METROPOLITANA DE TRANSPORTE DE DADOS INFOVIA METRONET, BASEADA EM TECNOLOGIA IP/MPLS, COMPREENDENDO COMPONENTES DE INFRAESTRUTURA, COMUNICAÇÃO E GERENCIAMENTO Marcos Antonio dos Santos

Leia mais

Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015

Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015 Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015 1. Recursos SEF 1.1. Custeio - Dotação Básica - Manutenção e Reposição de Equipamentos de Informática - Treinamento de Recursos Humanos

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL RELATÓRIO DE ATIVIDADES PERÍODO: JUNHO/2014 OUTUBRO/2014

COLÉGIO PEDRO II PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL RELATÓRIO DE ATIVIDADES PERÍODO: JUNHO/2014 OUTUBRO/2014 COLÉGIO PEDRO II PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL RELATÓRIO DE ATIVIDADES PERÍODO: JUNHO/ OUTUBRO/ Magnífico Reitor, Apresento a V. Magª o rol de ações desempenhadas pela PRODI,

Leia mais

Metodologias de PETI. Prof. Marlon Marcon

Metodologias de PETI. Prof. Marlon Marcon Metodologias de PETI Prof. Marlon Marcon PETI O PETI é composto de: Planejamento Estratégico da organização, que combina os objetivos e recursos da organização com seus mercados em processo de transformação

Leia mais

Sistemas Informatizados de Gestão de Empresas (ERP) LES Economia e Administração de Sistemas de Produção Agroindustriais

Sistemas Informatizados de Gestão de Empresas (ERP) LES Economia e Administração de Sistemas de Produção Agroindustriais Sistemas Informatizados de Gestão de Empresas (ERP) LES 0202 - Economia e Administração de Sistemas de Produção Agroindustriais Referência principal O BRIEN, J. A.; MARAKAS, G. M. Administração de sistemas

Leia mais

Planos de Negócio das Operadoras Metropolitanas

Planos de Negócio das Operadoras Metropolitanas Operadoras Metropolitanas Operadoras Metropolitanas Companhia do Metropolitano de São Paulo 1 Operadoras Metropolitanas 2 Sistema Metroferroviário Rede Atual Operadoras Metropolitanas 3 Passageiros/ Dia

Leia mais

Fonte : sistemaerp.org

Fonte : sistemaerp.org Fonte : sistemaerp.org O QUE É SISTEMA ERP? ERP- ENTERPRISE RESOURCE PLANNING É um sistema de gestão empresarial que gerencia as informações relativas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais

Leia mais

Desenvolvimento de um Conjunto de Processos de Governança de Tecnologia de Informação para uma Instituição de Ensino Superior

Desenvolvimento de um Conjunto de Processos de Governança de Tecnologia de Informação para uma Instituição de Ensino Superior Desenvolvimento de um Conjunto de Processos de Governança de Tecnologia de Informação para uma Instituição de Ensino Superior Ângela F. Brodbeck (Escola de Administração) Jussara I. Musse (Centro de Processamento

Leia mais

Plano de Governo da Coligação PR/PSD/PP/DEMOCRATAS

Plano de Governo da Coligação PR/PSD/PP/DEMOCRATAS Plano de Governo da Coligação PR/PSD/PP/DEMOCRATAS Este plano de Governo é o resultado das sugestões de pessoas ligadas aos partidos da coligação ACREDITE NA RENOVAÇÃO, bem como, das sugestões colhidas

Leia mais