ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS DAS EMPRESAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS DAS EMPRESAS"

Transcrição

1 Prefeitura Municipal de Porto Alegre ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS DAS EMPRESAS 2016 Art. 165, 5º, inc.ii da CF e Art. 118, inc. I da LOM Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Orçamento

2 Prefeitura Municipal de Porto Alegre EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO - EPTC ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS 2016 Art. 165, 5º, inc.ii da CF e Art. 118, inc. I da LOM Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Orçamento

3 Adendo VI, à portaria SOF nº15 de 26/06/78 Lei nº 4320/64 - Anexo 6 Órgão: Unidade Orçamentária: EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PROGRAMA DE TRABALHO Classificação Institucional e Funcional Operações Especiais Projetos Atividades Total TRANSPORTE NOMARTIZAÇÃO E FISCLIZAÇÃO GESTÃO TOTAL CONSTRUÇÃO E INSTALAÇÃO DE NOVA SEDE OPERACIONAL DA EPTC Instalar a sede operacional em local próprio e promover reformas necessárias à qualificação dos prédios da EPTC INVESTIMENTOS QUALIFICA POA RENOVAÇÃO DA FROTA DE VEÍCULOS Aquisição de novos veículos para substituição e adequação da frota, para atender as necessidades das áreas operacionais desta Empresa Pública INVESTIMENTOS TOTAL

4 Órgão: Unidade Orçamentária: EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO NATUREZA DA DESPESA Classificação Modalidade Natureza Categoria Econômica de Aplicação da Despesa Econômica Despesas de Capital Investimentos Aplicações Diretas TOTAL

5 Prefeitura Municipal de Porto Alegre COMPANHIA CARRIS PORTO-ALEGRENSE ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS 2016 Art. 165, 5º, inc.ii da CF e Art. 118, inc. I da LOM Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Orçamento

6 Adendo VI, à portaria SOF nº15 de 26/06/78 Lei nº 4320/64 - Anexo 6 Órgão: Unidade Orçamentária: COMPANHIA CARRIS PORTO-ALEGRENSE COMPANHIA CARRIS PORTO-ALEGRENSE PROGRAMA DE TRABALHO Classificação Institucional e Funcional Operações Especiais Projetos Atividades Total TRANSPORTE TRANSPORTES COLETIVOS URBANOS GESTÃO TOTAL ATUALIZAÇÃO DO PARQUE TECNOLÓGICO Implantação de um sistema Enterprise Resouurce Planning e aquisição de hardware para integrar toda as áreas da companhia e substituição dos computadores INVESTIMENTOS Próprios da empresa QUALIFICA POA RENOVAÇÃO DA FROTA Aquisição de ônibus urbanos INVESTIMENTOS TOTAL

7 Órgão: Unidade Orçamentária: COMPANHIA CARRIS PORTO-ALEGRENSE COMPANHIA CARRIS PORTO-ALEGRENSE NATUREZA DA DESPESA Classificação Modalidade Natureza Categoria Econômica de Aplicação da Despesa Econômica Despesas de Capital Investimentos Aplicações Diretas TOTAL

8 Prefeitura Municipal de Porto Alegre COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE - PROCEMPA ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS 2016 Art. 165, 5º, inc.ii da CF e Art. 118, inc. I da LOM Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Orçamento

9 Adendo VI, à portaria SOF nº15 de 26/06/78 Lei nº 4320/64 - Anexo 6 Órgão: COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE Unidade Orçamentária: COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE PROGRAMA DE TRABALHO Classificação Institucional e Funciona Operações Especiais Projetos Atividades Total CIÊNCIA E TECNOLOGIA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO TOTAL MIGRAÇÃO MODERNIZAÇÃO DO DATACENTER Adequar ambiente para suportar equipamentos de Datacenter ainda não migrados para Sala Cofre INVESTIMENTOS AMPLIAÇÃO E MANUTENÇÃO DO PRÉDIO DA PROCEMPA Obras de ampliação, manutenção e modernização do prédio e infraestrutura INVESTIMENTOS AMBIENTE DE HOMOLOGAÇÃO Implantação de ambiente e infraestrutura para homologação de sistemas e INVESTIMENTOS IMPLANTAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA PMPA Desenvolver sistemas para atendimento das demandas da PMPA INVESTIMENTOS AMPLIAÇÃO DA CAPACIDADE DE PROCESSAMENTO E ARMAZENAMENTO Disponibilizar infraestrutura adequada para suportar crescimento das INVESTIMENTOS IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO CORPORATIVA DA PROCEMPA Sistemas de gerenciamento para as atividades e processos de apoio da CIA visando dar suporte de gestão nas diversas áreas INVESTIMENTOS INFRAESTRUTURA PARA SERVIÇOS COM MOBILIDADE Criar infraestrutura para serviços de mobilidade INVESTIMENTOS QUALIFICAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DO SISTEMA DE VÍDEO Avaliar novas soluções para sistema de videomonitoramento, que suporte a crescente demanda de instalações de câmeras INVESTIMENTOS

10 Adendo VI, à portaria SOF nº15 de 26/06/78 Lei nº 4320/64 - Anexo 6 Órgão: COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE Unidade Orçamentária: COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE PROGRAMA DE TRABALHO Classificação Institucional e Funciona Operações Especiais Projetos Atividades Total INFRAESTRUTURA PARA SISTEMAS DE GEOPROCESSAMENTO Aquisição de softwares e hardwares para suportar demanda de clientes da PMPA na área de geoprocessamento INVESTIMENTOS LICENCIAMENTO DE SOFTWARES Aquisição e licenciamento de softwares INVESTIMENTOS PROGRAMA DE QUALIDADE NA PROCEMPA Desenvolver ações em excelência de gestão INVESTIMENTOS QUALIFICAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA INFOVIA E MONITORAMENTO DOS ATIVOS DA REDE Estruturar Pontos de Presença (PoPs) de acordo com as normas e monitorar os ativos de rede INVESTIMENTOS SISTEMAS DE GERENCIAMENTO E DE SEGURANÇA DA SALA COFRE Garantia do pleno funcionamento dos dispositivos de segurança pela manutenção e aplicação das certificações legais INVESTIMENTOS VIRTUALIZAÇÃO DESKTOPS - VDI Implantar infraestrutura de hardware e software para virtualizar até 300 estações de trabalho, ampliando e complementando a estrutura atual INVESTIMENTOS CIDADE DA PARTICIPAÇÃO MODERNIZAÇÃO DAS SOLUÇÕES E SISTEMAS DE E-GOV Implantação de soluções de governo eletrônico (e-gov) INVESTIMENTOS TOTAL

11 Órgão: Unidade Orçamentária: COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE NATUREZA DA DESPESA Classificação Modalidade Natureza Categoria Econômica de Aplicação da Despesa Econômica Despesas de Capital Investimentos Aplicações Diretas TOTAL

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS 1. INTRODUÇÃO A Faculdade Fleming dispõe atualmente de infraestrutura de Tecnologia da Informação com rede de computadores que interliga em torno de 300

Leia mais

INSTITUTO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: / FACULDADES INTEGRADAS DE TAGUAÍ

INSTITUTO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: / FACULDADES INTEGRADAS DE TAGUAÍ VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: 19.412.711/0001-30 POLÍTICA DE AQUISIÇÃO, ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) TAGUAÍ SP 2015 Política de Aquisição, Atualização e Manutenção

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa.

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa. CTC - CENTRO DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS MISSÃO DA UNIDADE: O Centro de Tecnologia e Ciências tem seu objetivo maior consubstanciado nos objetivos gerais de Ensino, Pesquisa e Extensão. No que tange ao objetivo

Leia mais

Infraestrutura e Conectividade: a importância para a gestão. Porto Alegre, 29 de março de 2017.

Infraestrutura e Conectividade: a importância para a gestão. Porto Alegre, 29 de março de 2017. Infraestrutura e Conectividade: a importância para a gestão Click to edit eficiente dasmaster cidadestitle style Porto Alegre, 29 de março de 2017. Paulo Roberto Miranda DIRETOR PRESIDENTE PROCEMPA Infraestrutura

Leia mais

7º Gestão das Cidades

7º Gestão das Cidades 7º Gestão das Cidades INVESTIMENTO PRODUTIVO NOS MUNICÍPIOS Vitória, 21 de novembro de 2012 Walsey de Assis Magalhães O BNDES e a Administração Pública Objetivo estratégico: redução das desigualdades regionais

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Objetivo 1: Aprimorar a adoção de soluções de TI nas atividades de ensino, pesquisa, extensão e gestão, auxiliando na consecução

Leia mais

equipamentos eletrônicos de trânsito e segurança pública

equipamentos eletrônicos de trânsito e segurança pública equipamentos eletrônicos de trânsito e segurança pública Nós somos a Splice, uma empresa com orgulho de ser brasileira. A empresa Splice Mobilidade Urbana (fundada inicialmente com o nome de Splice do

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA 1. Número e Título do Projeto: OEI BRA09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação

Leia mais

III WTR PoP-BA RNP Salvador, set 2012 Cidades Digitais: Construindo um ecossistema de cooperação e inovação

III WTR PoP-BA RNP Salvador, set 2012 Cidades Digitais: Construindo um ecossistema de cooperação e inovação Cidades Digitais: Construindo um ecossistema de cooperação e inovação Américo T Bernardes Departamento de Infraestrutura para Inclusão Digital Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Secretaria de

Leia mais

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro Copa do Mundo da FIFA Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 2014 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro O MTUR e a Ponto de partida : garantias oferecidas pelo governo federal, estados e

Leia mais

Governança em TI na UFF. Modelo de Gestão da STI. Henrique Uzêda

Governança em TI na UFF. Modelo de Gestão da STI. Henrique Uzêda Governança em TI na UFF Modelo de Gestão da STI Henrique Uzêda henrique@sti.uff.br 2011-2013 Universidade Federal Fluminense 122 cursos de graduação e 359 de pós-graduação ~ 45.000 alunos de graduação

Leia mais

Plano do Projeto. 1. Escopo ou finalidade do projeto. 2. Alinhamento estratégico. 3. Clientes do projeto

Plano do Projeto. 1. Escopo ou finalidade do projeto. 2. Alinhamento estratégico. 3. Clientes do projeto 1. Escopo finalidade do projeto O presente projeto tem por escopo a modernização dos processos dos cartórios de registro de imóveis da, abrangendo todo o ciclo, desde o ingresso até a manutenção e guarda

Leia mais

I Fórum Regional de Cidades Digitais do Litoral do Paraná Morretes

I Fórum Regional de Cidades Digitais do Litoral do Paraná Morretes I Fórum Regional de Cidades Digitais do Litoral do Paraná Morretes - 2015 Morretes em busca da Cidade Digital Inteligente Prefeitura de Morretes Secretaria de Administração Depto de Tecnologias da Informação

Leia mais

Mapa dos Corredores Estruturais

Mapa dos Corredores Estruturais Mapa dos es Estruturais Industrial Umuarama Norte Oeste Dona Zulmira Central Leste Novo Mundo Planalto Sudoeste Jardins Sul Sudeste Santa Luzia Universitário Anéis Oeste Planalto Norte Dona Zulmira Sudoeste

Leia mais

PROJETO INTEGRADO AULA 3 INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROF.: KAIO DUTRA

PROJETO INTEGRADO AULA 3 INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROF.: KAIO DUTRA PROJETO INTEGRADO AULA 3 INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROF.: KAIO DUTRA O que é um Projeto? Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS. Unidade de Tecnologia da Informação e Comunicação - UTIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS. Unidade de Tecnologia da Informação e Comunicação - UTIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Unidade de Tecnologia da Informação e Comunicação - UTIC ÁREAS DE ATUAÇÃO Modernização e Manutenção da Infraestrutura de TI Desenvolvimento, Manutenção e Suporte a

Leia mais

Infra-estrutura de Informática e formas de acesso às redes de informação

Infra-estrutura de Informática e formas de acesso às redes de informação Infra-estrutura de Informática e formas de acesso às redes de informação A FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE entende que deve acompanhar as necessidades de atendimento da área acadêmica e administrativa

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Visão Geral dos O é fundamental para o gerenciamento de um ambiente de TI, uma vez que a eficácia é seriamente comprometida se uma organização não souber quais ativos de software ela possui, onde estão

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO ORÇAMENTO O orçamento é uma ferramenta de planejamento (aprovado por lei) contendo a previsão de receitas e estimativa de despesas

Leia mais

Smart Campus as a Smart City

Smart Campus as a Smart City Everton Cavalcante Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) Natal-RN, Brasil http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/prefeitura-do-natal-e-ufrn-assinam-acordo-de-cooperaa-a-o-para-desenvolvimento/325718

Leia mais

Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX. Município UF DDD/Celular

Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX. Município UF DDD/Celular PLANO DE TRABALHO PROJETO CIDADES DIGITAIS (PAC2) 1 DADOS CADASTRAIS Nome da prefeitura CNPJ Endereço da sede da prefeitura Cidade UF CEP DDD/Telefone DDD/FAX E-mail da prefeitura Nome do prefeito C.I./Órgão

Leia mais

CEPUERJ CENTRO DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CEPUERJ CENTRO DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CEPUERJ CENTRO DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MISSÃO DA UNIDADE: Fomentar a atividade acadêmica, promover o intercâmbio da Universidade com órgãos públicos, empresas privadas e

Leia mais

Arlido J da Silva Diretor de Negócios PARCEIRA DOS DESAFIOS DE TI

Arlido J da Silva Diretor de Negócios PARCEIRA DOS DESAFIOS DE TI Arlido J da Silva Diretor de Negócios PARCEIRA DOS DESAFIOS DE TI UNITECH, quem somos? Mais de 25 anos provendo Soluções de infraestrutura de TI e Serviços de Manutenção; Sede no RJ, filiais em SP, BSB,

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE

SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE Inicialmente, o que é BRT? O BRT (Bus Rapid Transit), ou Transporte Rápido por Ônibus, é um sistema de transporte coletivo de passageiros

Leia mais

22ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA CATEGORIA 3 SOLUÇÃO DE REDE METROPOLITANA DE TRANSPORTE DE DADOS INFOVIA

22ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA CATEGORIA 3 SOLUÇÃO DE REDE METROPOLITANA DE TRANSPORTE DE DADOS INFOVIA 22ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA 3º PRÊMIO TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO METROFERROVIÁRIOS CATEGORIA 3 SOLUÇÃO DE REDE METROPOLITANA DE TRANSPORTE DE DADOS INFOVIA METRONET, BASEADA EM TECNOLOGIA

Leia mais

Metodologias de PETI. Prof. Marlon Marcon

Metodologias de PETI. Prof. Marlon Marcon Metodologias de PETI Prof. Marlon Marcon PETI O PETI é composto de: Planejamento Estratégico da organização, que combina os objetivos e recursos da organização com seus mercados em processo de transformação

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais

Sistemas de Informação Gerenciais Sistemas de Informação Gerenciais Seção 2.2 Sistemas Empresariais: ERP SCM 1 Sistema empresarial Constitui uma estrutura centralizada para uma organização e garante que as informações possam ser compartilhadas

Leia mais

ISO/IEC Processo de ciclo de vida

ISO/IEC Processo de ciclo de vida ISO/IEC 12207 Processo de ciclo de vida O que é...? ISO/IEC 12207 (introdução) - O que é ISO/IEC 12207? - Qual a finalidade da ISO/IEC 12207? Diferença entre ISO/IEC 12207 e CMMI 2 Emendas ISO/IEC 12207

Leia mais

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE)

Missão. Visão. Objetivos Estratégicos (OE) Identidade Organizacional - Acesso à informação - IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos R O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) é uma autarquia

Leia mais

Gestão de Acesso e Segurança

Gestão de Acesso e Segurança Gestão de Acesso e Segurança COM A SOLUÇÃO EM CLOUD, VOCÊ GARANTE SEGURANÇA, PERFORMANCE E DISPONIBILIDADE PARA O SEU NEGÓCIO. A Senior dispõe de todas as soluções em cloud, atuando na modalidade SaaS,

Leia mais

OPORTUNIDADES DE RECURSOS PARA A PESQUISA E DT EM CHAGAS

OPORTUNIDADES DE RECURSOS PARA A PESQUISA E DT EM CHAGAS DESEMPENHO DOS GRUPOS DE PESQUISA EM CHAGAS NO PAPES 4 13 PAPES B = R$ 780 mil 4 PAPES A = R$ 80 mil TOTAL: 17 PROJETOS EM 140 (12%) R$ 860 mil em 6 milhões (14,3%) Programa Basico de Agronomia Programa

Leia mais

Processo: Pregão Eletrônico 35/2016-IFUSP Pedido de Esclarecimentos e Respostas Solicitante: SAGAZ SERVIÇOS E COMÉRCIO DE

Processo: Pregão Eletrônico 35/2016-IFUSP Pedido de Esclarecimentos e Respostas Solicitante: SAGAZ SERVIÇOS E COMÉRCIO DE Processo: 2016.1.692.43.0 Pregão Eletrônico 35/2016-IFUSP Pedido de Esclarecimentos e Respostas Solicitante: SAGAZ SERVIÇOS E COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS DE TECNOLOGIA LTDA. me 1) Com referência ao Atestado

Leia mais

OBJETIVO ESTRATÉGICO 1: Identificar 80% do quadro de pessoal técnico-administrativo da UERJ em 6 meses.

OBJETIVO ESTRATÉGICO 1: Identificar 80% do quadro de pessoal técnico-administrativo da UERJ em 6 meses. SRH - SUPERINTENDÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS MISSÃO DA UNIDADE: Promover as políticas de recursos humanos contribuindo para o funcionamento e aprimoramento das atividades desenvolvidas pela Universidade.

Leia mais

Requisitos do Sistema

Requisitos do Sistema PJ8D - 017 ProJuris 8 Desktop Requisitos do Sistema PJ8D - 017 P á g i n a 1 Sumario Sumario... 1 Capítulo I - Introdução... 2 1.1 - Objetivo... 2 1.2 - Quem deve ler esse documento... 2 Capítulo II -

Leia mais

PROPOSTAS DO CANDIDATO RODNEY MIRANDA PREFEITURA DE VILA VELHA

PROPOSTAS DO CANDIDATO RODNEY MIRANDA PREFEITURA DE VILA VELHA PROPOSTAS DO CANDIDATO RODNEY MIRANDA PREFEITURA DE VILA VELHA A essência da proposta do candidato para a gestão de Vila Velha reside na revitalização do município, sintetizada por meio de três grandes

Leia mais

Plano Plurianual - Sec. Mun. de Saúde (art. 165, 1º da Constituição Federal )

Plano Plurianual - Sec. Mun. de Saúde (art. 165, 1º da Constituição Federal ) PROGRAMA: ADMINISTRAÇÃO GERAL OBJETIVO: Manter as atividades administrativas e operacionais dos órgãos para melhoria da prestação de serviços ao público. 44.467.000,00 Manutenção das Atividades Administrativas

Leia mais

Encontro Técnico Entre Equipes de TI. Campus Universitário de Altamira Igor Bittencourt Loureiro. Analista de Tecnologia de Informação

Encontro Técnico Entre Equipes de TI. Campus Universitário de Altamira Igor Bittencourt Loureiro. Analista de Tecnologia de Informação Encontro Técnico Entre Equipes de TI Campus Universitário de Altamira Igor Bittencourt Loureiro Analista de Tecnologia de Informação Belém Novembro de 2016 Agenda 1.Campus Universitário de Altamira; 2.TI

Leia mais

Plano de Contratações de TI

Plano de Contratações de TI Plano de Contratações de TI - 2016 Secretaria de Tecnologia da Informação Novembro de 2015 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor(es) Revisor Aprovado por 30.11.2015 1.0 Versão inicial Felipe

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Apresentação do Plano de Ensino. Luiz Leão

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Apresentação do Plano de Ensino. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Quem sou eu? Site: http://www.luizleao.com Introdução Para aprender a Gerir, Conceber, Desenvolver, Testar, avaliar a qualidade, avaliar a segurança,

Leia mais

Desenvolvimento de um Conjunto de Processos de Governança de Tecnologia de Informação para uma Instituição de Ensino Superior

Desenvolvimento de um Conjunto de Processos de Governança de Tecnologia de Informação para uma Instituição de Ensino Superior Desenvolvimento de um Conjunto de Processos de Governança de Tecnologia de Informação para uma Instituição de Ensino Superior Ângela F. Brodbeck (Escola de Administração) Jussara I. Musse (Centro de Processamento

Leia mais

Prof. Luiz Eduardo G. Martins. Coordenadoria Executiva do CETI Coordenadoria de Gestão da Informação - ProPlan

Prof. Luiz Eduardo G. Martins. Coordenadoria Executiva do CETI Coordenadoria de Gestão da Informação - ProPlan Prof. Luiz Eduardo G. Martins Coordenadoria Executiva do CETI Coordenadoria de Gestão da Informação - ProPlan São Paulo Fevereiro/2014 Histórico Junho/2013 - CETI inicia discussão sobre possível mudança

Leia mais

Único - Considerando sua finalidade, são atribuições gerais do Centro de Informática:

Único - Considerando sua finalidade, são atribuições gerais do Centro de Informática: TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Artigo 1º O Centro de Informática da Universidade Pedagógica - CIUP é um orgão central técnico e académico virada para a área de serviços, desenvolvimento

Leia mais

CARTA COMPROMISSO ASSUNTOS DE INTERESSE CORPORATIVO

CARTA COMPROMISSO ASSUNTOS DE INTERESSE CORPORATIVO CARTA COMPROMISSO O SINDIURBANO-PR (Sindicato dos Trabalhadores em Urbanização do Estado do Paraná), o Sindicato mantém histórico de atuação em prol dos interesses, direitos e melhores condições de trabalho

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES. ABIMAQ fevereiro de 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES. ABIMAQ fevereiro de 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ fevereiro de 2014 Prioridades BNDES Infraestrutura logística e energética Infraestrutura urbana de saneamento e mobilidade. Modernização

Leia mais

DECRETO Nº , DE 23 DE OUTUBRO DE 2015.

DECRETO Nº , DE 23 DE OUTUBRO DE 2015. DECRETO Nº 19.189, DE 23 DE OUTUBRO DE 2015. Regulamenta os arts. 59, 60, 62 e 63 da Lei Complementar nº 765, de 8 de julho de 2015, que cria a Central de Licitações (CELIC), órgão vinculado à Secretaria

Leia mais

CIDADE INTELIGENTE. É composto por diversos sistemas modulares, podendo ser implantados conforme a necessidade do município.

CIDADE INTELIGENTE. É composto por diversos sistemas modulares, podendo ser implantados conforme a necessidade do município. CIDADE INTELIGENTE CIDADE INTELIGENTE O projeto Cidade Inteligente foi desenvolvido pela ENW com o objetivo de inclusão social, qualidade de vida, além de modernizar a estrutura pública e prover novos

Leia mais

RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 089/2013

RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 089/2013 RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 089/2013 O PLENO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 14ª REGIÃO, em Sessão Administrativa hoje realizada sob a Presidência do Desembargador do Trabalho Ilson Alves Pequeno Junior,

Leia mais

Soluções & Infraestrutura

Soluções & Infraestrutura Soluções & Infraestrutura Somos SBR-T.I. surgiu para suprir a demanda e necessidade atual do mercado para garantir a adequação das tecnologias para alcançar mais competitividade no mercado. Estruturada

Leia mais

ESTRUTURA DA SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA SENASP (1/5) (Decreto nº de 12 de fevereiro de 2016)

ESTRUTURA DA SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA SENASP (1/5) (Decreto nº de 12 de fevereiro de 2016) ESTRUTURA DA SECRETARIA NACIONAL DE SENASP (1/5) SECRETARIA NACIONAL DE ASSESSOR DAS 102.4 DAS 101.6 Conselho Nacional de Segurança Pública CHEFE DE GABINETE DE INTELIGÊNCIA ENFRENTAMENTO ÀS AÇÕES CRIMINOSAS

Leia mais

DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA POR PROJETO, ATIVIDADE E OPERAÇÕES ESPECIAIS CONSOLIDAÇÃO GERAL Exercício: 2015

DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA POR PROJETO, ATIVIDADE E OPERAÇÕES ESPECIAIS CONSOLIDAÇÃO GERAL Exercício: 2015 1 01000000 0000 Legislativa 181.062.666,04 181.062.666,04 01031000 0000 Ação Legislativa 181.062.666,04 181.062.666,04 01031001 0000 Atuação Legislativa da Câmara Municipal 181.062.666,04 181.062.666,04

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA - COSIP E RESOLUÇÃO DA ANEEL 414/2010: ENTRE O DIREITO TRIBUTÁRIO E O FINANCEIRO

CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA - COSIP E RESOLUÇÃO DA ANEEL 414/2010: ENTRE O DIREITO TRIBUTÁRIO E O FINANCEIRO CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA - COSIP E RESOLUÇÃO DA ANEEL 414/2010: ENTRE O DIREITO TRIBUTÁRIO E O FINANCEIRO Hendrick Pinheiro Raquel Lamboglia Guimarães Advogados em Manesco, Ramires,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 35/2010

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 35/2010 RESOLUÇÃO Nº 35/2010 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, CONSIDERANDO o que consta do Processo nº 17.618/2010 18 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CASSIANO

Leia mais

ICI AMPLIA INCLUSÃO DIGITAL E PROMOVE AVANÇOS NA ROTINA DOS ESTUDANTES DA REDE PÚBLICA COM APLICAÇÃO DE WI-FI NAS ESCOLAS

ICI AMPLIA INCLUSÃO DIGITAL E PROMOVE AVANÇOS NA ROTINA DOS ESTUDANTES DA REDE PÚBLICA COM APLICAÇÃO DE WI-FI NAS ESCOLAS Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. ICI AMPLIA INCLUSÃO DIGITAL E PROMOVE AVANÇOS NA ROTINA DOS ESTUDANTES DA REDE PÚBLICA COM APLICAÇÃO DE WI-FI NAS ESCOLAS Perfil O Instituto Curitiba

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2011-2015 1. PERFIL INSTITUCIONAL Com base no artigo 16 do Decreto Federal nº 5.773, de 09 de maio de 2006. 1.1 Missão (ASPLAN)

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL NA INDÚSTRIA. Renato das Chagas e Silva Engenheiro Químico Divisão de Controle da Poluição Industrial FEPAM

GESTÃO AMBIENTAL NA INDÚSTRIA. Renato das Chagas e Silva Engenheiro Químico Divisão de Controle da Poluição Industrial FEPAM GESTÃO AMBIENTAL NA INDÚSTRIA Renato das Chagas e Silva Engenheiro Químico Divisão de Controle da Poluição Industrial FEPAM LEI FEDERAL 6938/81 DECRETO FEDERAL 99274/90 BASE PARA GESTÃO AMBIENTAL obrigatoriedade

Leia mais

ADM 250 capítulo 8 - Slack, Chambers e Johnston

ADM 250 capítulo 8 - Slack, Chambers e Johnston ADM 250 capítulo 8 - Slack, Chambers e Johnston 1 Perguntas que se esperam respondidas ao final do capítulo 8 Que é tecnologia de processo? ecnologia de Processo Quais são as tecnologias de processamento

Leia mais

DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS

DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS COORDENAÇÃO DE QUALIFICAÇÃO DE INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA EM SAÚDE - CQIS/DESID MARCELO SETTE GUTIERREZ Coordenador Economia

Leia mais

MEDIÇÃO FISCAL E TRANSFERÊNCIA DE CUSTÓDIA

MEDIÇÃO FISCAL E TRANSFERÊNCIA DE CUSTÓDIA CONTROLE METROLÓGICO NA MEDIÇÃO FISCAL E TRANSFERÊNCIA DE CUSTÓDIA Engº RENATO FERREIRA LAZARI Inmetro Roteiro Visão institucional; Metrologia Legal; Controle Metrológico; Mercado / Cenário; Conclusões.

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001308 - TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior Area Profissional: GESTAO DA ADMINISTRACAO Area de Atuacao: LOGISTICA/GESTAO Planejar,

Leia mais

O Ministério das Comunicações e a Radiodifusão Brasileira

O Ministério das Comunicações e a Radiodifusão Brasileira O Ministério das Comunicações e a Radiodifusão Brasileira 1 Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica Ações 2011. 2 Comunicação Eletrônica A comunicação eletrônica está em fase de transição tecnológica

Leia mais

ORGANOGRAMA TRESC TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA

ORGANOGRAMA TRESC TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA Gabinete dos Juízes Presidência Corregedoria Regional Eleitoral Coord. de Controle Interno Gabinete -Chefe Direção-Geral CJ4 Ass. de Imprensa, Comunicação

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Prioridades BNDES Infraestrutura logística e energética Infraestrutura urbana de saneamento e mobilidade. Modernização da

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação A Dataprev Data centers DF SP RJ Área 257 384 988 Capacidade elétrica (kva) 600 900 1200 Capacidade de processamento RISC 48 Tflop/s X86 116 Tflop/s Mainframe 153.000 RPM Capacidade

Leia mais

Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015

Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015 Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015 1. Recursos SEF 1.1. Custeio - Dotação Básica - Manutenção e Reposição de Equipamentos de Informática - Treinamento de Recursos Humanos

Leia mais

SUFUG SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DO FGTS. Brasília, 29 abril de 2013

SUFUG SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DO FGTS. Brasília, 29 abril de 2013 SUFUG SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DO FGTS Brasília, 29 abril de 2013 Sumário 1 - Arranjo Institucional do FGTS; 2 Governança corporativa da CAIXA; 3 Grandes números do FGTS; 4 FI-FGTS e Carteiras Administradas;

Leia mais

Acadêmico João Gabriel Rocha Orientador Prof. Dr. Oscar Dalfovo

Acadêmico João Gabriel Rocha Orientador Prof. Dr. Oscar Dalfovo Desenvolvimento do Sistema para Área Ambiental baseado em Pocket PC voltado para Jogos Educacionais Acadêmico João Gabriel Rocha Orientador Prof. Dr. Oscar Dalfovo Roteiro da Apresentação Introdução Objetivos

Leia mais

PLANO PLURIANUAL SECRETARIA MUNICIPAL DE ATENÇÃO AO IDOSO, MULHER E PESSOA COM DEFICIÊNCIA

PLANO PLURIANUAL SECRETARIA MUNICIPAL DE ATENÇÃO AO IDOSO, MULHER E PESSOA COM DEFICIÊNCIA PROGRAMA: 1001 - ADMINISTR GERAL OBJETIVO: Manter as atividades administrativas e operacionais dos órgãos para melhoria da prestação de serviços ao público. FUNÇÃO 2117 Produto / Unidade de Medida Unidade

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS TÍTULO I DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DO CENTRO CAPÍTULO I DO CENTRO E DE SEUS OBJETIVOS

REGIMENTO INTERNO DO CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS TÍTULO I DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DO CENTRO CAPÍTULO I DO CENTRO E DE SEUS OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DO CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS TÍTULO I DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DO CENTRO CAPÍTULO I DO CENTRO E DE SEUS OBJETIVOS Art. 1º O Centro de Processamento de Dados, Órgão Suplementar

Leia mais

PROCEMPA Diretor da Procempa é sócio de empresa que realiza teste de GPS na Carris

PROCEMPA Diretor da Procempa é sócio de empresa que realiza teste de GPS na Carris PROCEMPA Diretor da Procempa é sócio de empresa que realiza teste de GPS na Carris Matéria do jornalista do jornal Zero Hora, Carlos Rollsing, publicada no portal zehora.com. Link: http://zh.clicrbs.com.br/rs/porto-alegre/noticia/2017/07/diret

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015

Plano de Trabalho Docente 2015 Unidade de Ensino Médio e Técnico Cetec Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec: Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação

Leia mais

ANEXO V Planejamento orçamentário em TI UNIFESP 2010 / 2014

ANEXO V Planejamento orçamentário em TI UNIFESP 2010 / 2014 ANXO V Planejamento orçamentário em TI UNIFSP 2010 / 2014 Dados de junho/2013 152 Planejamento orçamentário em TI - UNIFSP - Realizado 2010 / 2011 / 2012 Atualizado em: 21/06/2013 de verba / INSTITUCIONAL

Leia mais

Componentes de SIs. Pessoas Organiz. Tecnologia

Componentes de SIs. Pessoas Organiz. Tecnologia Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 03 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

CONCESSÃO DA ESTAÇÃO DE TRANSBORDO CLERISTON ANDRADE (ESTAÇÃO DA LAPA) SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE - SEMOB 1

CONCESSÃO DA ESTAÇÃO DE TRANSBORDO CLERISTON ANDRADE (ESTAÇÃO DA LAPA) SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE - SEMOB 1 CONCESSÃO DA ESTAÇÃO DE TRANSBORDO CLERISTON ANDRADE (ESTAÇÃO DA LAPA) SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE - SEMOB 1 ESTAÇÃO DA LAPA Inaugurada em 7 de novembro de 1982; Maior terminal rodoviário de Salvador;

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

Anexo 7 - Despesa por Projeto e Atividade - Detalhado

Anexo 7 - Despesa por Projeto e Atividade - Detalhado Folha N. 1 01 LEGISLATIVA 120.000,00 4.543.000,00 4.848.000,00 01.031 AÇÃO LEGISLATIVA 120.000,00 4.543.000,00 4.848.000,00 01.031.0001 PROCESSO LEGISLATIVO 4.543.000,00 4.728.000,00 01.031.0001.0125 INATIVOS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE 1 01000000 0000 Legislativa 2.486.797,24 8.696.157,45 11.182.954,69 01031000 0000 Ação Legislativa 2.486.797,24 8.696.157,45 11.182.954,69 01031001 0000 Atuação Legislativa da Câmara Municipal 2.486.797,24

Leia mais

(6º Bate-papo) Encontro técnico de Serviços. Antônio Carlos Fernandes Nunes

(6º Bate-papo) Encontro técnico de Serviços. Antônio Carlos Fernandes Nunes (6º Bate-papo) Encontro técnico de Serviços Antônio Carlos Fernandes Nunes Agenda Abertura (14:00 h 14:10 h) CAFe (14:10 h 14:40 h) adesão dos IdPs às estatísticas da CAFe visão do uso; status sobre a

Leia mais

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A.

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ 60.872.504/0001-23 Companhia Aberta NIRE 35300010230 RELATÓRIO DE ACESSO PÚBLICO GESTÃO INTEGRADA DE RISCO OPERACIONAL, CONTROLES INTERNOS E COMPLIANCE Objetivo Este documento

Leia mais

Gestão de Projetos. Alberto Felipe Friderichs Barros

Gestão de Projetos. Alberto Felipe Friderichs Barros Gestão de Projetos Alberto Felipe Friderichs Barros O enxugamento dos quadros de pessoal e o aumento da necessidade de especialização técnica têm levado muitas empresas a recrutar no mercado profissionais

Leia mais

PROPOSTA DE GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO PSB. VAMOS MUDAR JAMBEIRO

PROPOSTA DE GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO PSB. VAMOS MUDAR JAMBEIRO PROPOSTA DE GOVERNO DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO PSB. VAMOS MUDAR JAMBEIRO A Gestão Participativa, com a construção de múltiplos canais de consulta, com a participação em decisões, com o controle Social,

Leia mais

IV Workshop PPI -CIESP

IV Workshop PPI -CIESP IV Workshop PPI -CIESP Por dentro da Segurança 25/10/2016 Por dentro da Segurança Inteligência Competitiva com Sistemas de Câmeras Integrados aaffonso@tpsolutions.com.br 2 a2 a3 Evolução Tecnológica A

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Lista de Exercícios 02. Luiz Leão

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Lista de Exercícios 02. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Exercício 01 Conceitue e-business e quais o seu principal objetivo? Exercício 01 Resposta Conceitue e-business e quais o seu principal objetivo? É todo

Leia mais

Estrutura Organizacional da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Estrutura Organizacional da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo Estrutura Organizacional da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo Estrutura Básica - SEE GABINETE DO SECRETÁRIO CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO - CEE FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO -

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ARCHIMEDES THEODORO PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS RECURSOS DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ARCHIMEDES THEODORO PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS RECURSOS DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ARCHIMEDES THEODORO PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS RECURSOS DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO 2016 1.INTRODUÇÃO A Fundação Educacional de Além Paraíba FEAP,

Leia mais

Curso de Bacharelado em Ciência da Computação

Curso de Bacharelado em Ciência da Computação Curso de Bacharelado em Ciência da Computação Há um século, riqueza e sucesso vinham para aqueles que produziam e distribuíam mercadorias manufaturadas. Hoje, riqueza e sucesso vêm para aqueles que utilizam

Leia mais

1. Esta Política Institucional de Comunicação e Marketing do Sicoob:

1. Esta Política Institucional de Comunicação e Marketing do Sicoob: 1. Esta Política Institucional de Comunicação e Marketing do Sicoob: a) visa estabelecer diretrizes sistêmicas aplicáveis à execução do Planejamento Estratégico em vigência, no que se refere às ações de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA 1. Número e Título do Projeto: OEI BRA09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação

Leia mais

Recomendações sobre Acessibilidade em Instalações Portuárias

Recomendações sobre Acessibilidade em Instalações Portuárias Recomendações sobre Acessibilidade em Instalações Portuárias Agência Nacional de Transportes Aquaviários ANTAQ GTT Náutico, 12 de novembro de 2014 Marco Legal de Acessibilidade Lei 10.048 Lei 10.098 Decreto

Leia mais

TECNOLOGIA DE PROCESSO

TECNOLOGIA DE PROCESSO TECNOLOGIA DE PROCESSO Danillo Tourinho Sancho da Silva, MSc INTRODUÇÃO Tecnologia de processo são máquinas, equipamentos e dispositivos que ajudam a produção a transformar materiais, informações e consumidores

Leia mais

PROJETOS. Reduza seus Custos com TI sem perder a qualidade.

PROJETOS. Reduza seus Custos com TI sem perder a qualidade. PROJETOS Reduza seus Custos com TI sem perder a qualidade. Conheça a FNC IT A FNC é uma empresa especializada em oferecer soluções completas e dinâmicas em tecnologia da informação para o mercado corporativo,

Leia mais

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL EIXO 1 DIMENSÃO 8 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO 1 O plano de desenvolvimento do instituto PDI ( http://www.ufopa.edu.br/arquivo/portarias/2015/pdi20122016.pdf/view ) faz referência a todos os processos internos

Leia mais

Estacionamentos Belo Horizonte

Estacionamentos Belo Horizonte SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO Estacionamentos Belo Horizonte Belo Horizonte, 24 de Janeiro de 2012 Objetivos do encontro de hoje Objetivos Esclarecimento e discussão do projeto junto aos munícipes

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANEXO II EDITAL N 01/2016, DE 19 DE MAIO DE 2016 PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO A-01 - ASSESSOR TECNICO III COORDENADOR/SUPERVISOR PEDAGOGICO SAÚDE UNIDADE TERESINA; B-01 - ASSESSOR TECNICO

Leia mais

Integração entre Planejamento, Orçamento e Custos

Integração entre Planejamento, Orçamento e Custos Integração entre Planejamento, Orçamento e Custos Paulo Eduardo Nunes de Moura Rocha Subsecretário de Planejamento e Orçamento SE/MEC SPO@MEC.GOV.BR e Orçamento Integração entre Planejamento, Orçamento

Leia mais

META: SERVIDOR CAPACITADO CÂMPUS PATROCÍNIIO CÂMPUS UBERLÂNDIA CÂMPUS ITUIUTABA CÂMPUS UBERLÂNDIA CENTRO

META: SERVIDOR CAPACITADO CÂMPUS PATROCÍNIIO CÂMPUS UBERLÂNDIA CÂMPUS ITUIUTABA CÂMPUS UBERLÂNDIA CENTRO PROGRAMA: 2109 - GESTÃO E MANUTENÇÃO DO MEC AÇÃO: 4572 - CAPACITAÇÃO DE SERV. PÚB. FED. EM PROC. DE QUALIFICAÇÃO E REQUALIFICAÇÃO. DESCRIÇÃO PROMOVER A QUALIFICAÇÃO E A REQUALIFICAÇÃO DE PESSOAL COM VISTAS

Leia mais

Mobilidade. Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana. Prefeitura de Nova Iguaçu SEMTMU

Mobilidade. Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana. Prefeitura de Nova Iguaçu SEMTMU Mobilidade Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana Prefeitura de Nova Iguaçu Principais Ações Criação do Centro de Operações de Nova Iguaçu CONIG 76 câmeras Principais Ações Centralização

Leia mais

Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência dos Servidores Públicos Federais

Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência dos Servidores Públicos Federais Programa 1374 Desenvolvimento da Educação Especial Ações Orçamentárias Número de Ações 15 05110000 Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial Projeto apoiado Unidade de Medida: unidade UO: 26298 FNDE

Leia mais

Adesão Ata de Registro de Preço. Vigência 11/12/2015 à 10/11/2016 Valor Total R$ ,92 Conta Contábil

Adesão Ata de Registro de Preço. Vigência 11/12/2015 à 10/11/2016 Valor Total R$ ,92 Conta Contábil 5. Ordem e Contrato Contrato/Ordem de Compra Data de Assinatura 11/12/2015 246/2015 Nº Processo 289/2015 16/12/2015 Contratação de empresa especializada em renovação de solução de virtualização e aquisição

Leia mais