PLANO PLURIANUAL FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO PLURIANUAL 2010-2013 FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE"

Transcrição

1 ESTDO DO RIO DE JNEIRO PREFEITUR MUNICIPL DE SÃO GONÇLO CHEFI DE GBINETE PLNO PLURINUL (rt. 195, 1º da Constituição Federal) FUNDO MUNICIPL DE SÚDE PROGRM: GENTE COMUNITÁRIO DE SÚDE OBJETIVO: Implantar e manter os serviços prestados por agentes recrutados na própria comunidade, para verificação das condições de saúde e prestar informações sobre medidas de higiene e outros aspectos. ÇÃO 2008 mpliação e manutenção dos serviços de agentes comunitários de saúde Meta Proposta 192 Fonte Fonte TOTL DO PROGRM PROGRM: SSISTÊNCI FRMCÊUTIC OBJETIVO: Manter e ampliar a distribuição de produtos de uso profilático ou terapêutico. ÇÃO 2068 Manutenção da farmácia popular 10 Meta Proposta Fonte ÇÃO 2130 Fonte Manutenção e ampliação da distribuição de medicamentos da farmácia básica População a atender Meta Proposta Fonte Fonte Manutenção do programa de agentes comunitários de saúde ÇÃO Meta Proposta Fonte Fonte

2 ESTDO DO RIO DE JNEIRO PREFEITUR MUNICIPL DE SÃO GONÇLO CHEFI DE GBINETE PLNO PLURINUL (rt. 195, 1º da Constituição Federal) FUNDO MUNICIPL DE SÚDE PROGRM: ESTRTÉGI SÚDE D FMÍLI OBJETIVO: Manter a estratégia saúde da família. ÇÃO 2132 Manutenção e ampliação da estratégia de saúde da família - PSF 10 Meta Proposta Fonte Fonte ÇÃO 2259 Manutenção e ampliação dos núcleos de apoio à saúde da família - NSF Meta Proposta Fonte Fonte ÇÃO TOTL DO PROGRM TOTL DO PROGRM Manutenção da distribuição de medicamentos da farmácia básica Paciente a atender Paciente a atender Meta Proposta Paciente a atender Fonte Fonte Fonte Fonte ÇÃO 2284 Manutenção do programa de saúde da família - PSF Meta Proposta Fonte Fonte

3 ESTDO DO RIO DE JNEIRO PREFEITUR MUNICIPL DE SÃO GONÇLO CHEFI DE GBINETE PLNO PLURINUL (rt. 195, 1º da Constituição Federal) FUNDO MUNICIPL DE SÚDE PROGRM: MNUTENÇÃO D REDE DE SSISTÊNCI ESPECILIZD OBJETIVO: Criação da rede de referência e contrarreferência. ÇÃO 2087 PROGRM: SÚDE BUCL OBJETIVO: Garantir o acesso do usuário aos serviços de atenção odontológica. ÇÃO 2254 Manutenção das atividades operacionais da rede de atendimento Meta Proposta Manutenção do programa "Saúde bucal" Meta Proposta Fonte TOTL DO PROGRM Fonte Fonte Fonte ÇÃO 2105 Manutenção do programa "SMU" ÇÃO 2252 Manutenção das unidades credenciadas 10 Fonte 00 Meta Proposta Fonte Fonte Meta Proposta Fonte 00 Fonte Fonte TOTL DO PROGRM Fonte Fonte

4 ESTDO DO RIO DE JNEIRO PREFEITUR MUNICIPL DE SÃO GONÇLO CHEFI DE GBINETE PLNO PLURINUL (rt. 195, 1º da Constituição Federal) FUNDO MUNICIPL DE SÚDE PROGRM: SÚDE ESCOLR OBJETIVO: tender a rede municipal de ensino, visando o cuidado com a saúde de nossos educandos. ÇÃO 2255 PROGRM: SÚDE MENTL OBJETIVO: ssegurar ao usuário o acesso aos serviços assistenciais em saúde mental. ÇÃO PROGRM: VIGILÂNCI EM SÚDE OBJETIVO: Desenvolver atividades de vigilância epidemiológica, sanitária e ambiental. ÇÃO 2064 Manutenção das ações de prevenção, controle e assistência aos portadores de doenças transmissíveis e epidemiológicas Manutenção do programa "Saúde escolar" luno a orientar Meta Proposta Fonte Fonte TOTL DO PROGRM Manutenção e ampliação dos atendimentos aos portadores de transtornos mentais Meta Proposta Fonte Fonte TOTL DO PROGRM ção a efetuar ção a efetuar ção a efetuar Meta Proposta Fonte Fonte ção a efetuar ÇÃO 2245 Manutenção das ações de prevenção e controle das DST/IDS ção a efetuar ção a efetuar ção a efetuar ção a efetuar Meta Proposta Fonte Fonte Fonte Fonte

5 ESTDO DO RIO DE JNEIRO PREFEITUR MUNICIPL DE SÃO GONÇLO CHEFI DE GBINETE PLNO PLURINUL (rt. 195, 1º da Constituição Federal) FUNDO MUNICIPL DE SÚDE ÇÃO 2246 Manutenção das ações de vigilância sanitária 10 ção a efetuar ção a efetuar ção a efetuar Meta Proposta Fonte Fonte TOTL DO PROGRM ção a efetuar PROGRM: FRMÁCI POPULR DO BRSIL OBJETIVO: ssegurar o fortalecimento de medicamentos à população. ÇÃO 2068 PROGRM: DEQUÇÃO E MNUTENÇÃO D REDE DE SSISTÊNCI OBJETIVO: Estruturação e manutenção da rede de assistência. ÇÃO Manutenção da farmácia popular Meta Proposta Fonte Fonte 21 TOTL DO PROGRM Fonte Compensação de especificidades regionais Meta Proposta Fonte Fonte ÇÃO 2281 Manutenção das atividades operacionais da rede de assistência 10 Meta Proposta Fonte Fonte 08 Fonte Fonte TOTL DO PROGRM

6 ESTDO DO RIO DE JNEIRO PREFEITUR MUNICIPL DE SÃO GONÇLO CHEFI DE GBINETE PLNO PLURINUL (rt. 195, 1º da Constituição Federal) FUNDO MUNICIPL DE SÚDE PROGRM: CONTRIBUIÇÃO PR O INSTITUTO NCIONL DE SEGURIDDE SOCIL - INSS OBJETIVO: Contribuir para o INSS de acordo com as normas estabelecidas na legislação previdenciária. ÇÃO 2028 Contribuições patronais para o INSS 10 Meta Proposta Servidor a atender Servidor a atender Servidor a atender Servidor a atender Fonte Fonte TOTL DO PROGRM PROGRM: SERVIÇO D DÍVID DECORRENTE DE SENTENÇ JUDICIL OBJETIVO: Efetuar pagamento de dívida decorrente de sentença judicial. ÇÃO 2200 PROGRM: CONTRIBUIÇÃO PR O FUNDO DE GRNTI POR TEMPO DE SERVIÇO - FGTS OBJETIVO: Contribuir para o FGTS com a parte patronal estabelecida em lei. ÇÃO Pagamento de precatórios, sentenças e decisões judiciais Meta Proposta Fonte Fonte TOTL DO PROGRM Contribuições patronais para o FGTS Meta Proposta Servidor a atender Servidor a atender Servidor a atender Fonte TOTL DO PROGRM Legenda: - tividade P - Projeto OE - Operação Especial 149

Plano Plurianual - Fundo Municipal de Saúde (art. 165, 1º da Constituição Federal )

Plano Plurianual - Fundo Municipal de Saúde (art. 165, 1º da Constituição Federal ) PROGRAMA: ADMINISTRAÇÃO GERAL OBJETIVO: Manter as atividades administrativas e operacionais dos órgãos para melhoria da prestação de serviços ao público. Manutenção das Atividades Administrativas Fundo

Leia mais

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Orgão: 01000 SECRETARIA DE GOVERNO UNIDADE ORÇAMENTÁRIA: 01110 SECRETARIA DE GOVERNO Página: 1 Codificação Especificação Fonte Conta Elem.Despesa Cat.Economica 04 Administração 04.031 Ação Legislativa

Leia mais

PPA e o SUS: gestão, participação e monitoramento

PPA e o SUS: gestão, participação e monitoramento PPA e o SUS: gestão, participação e monitoramento Jorge Abrahão de Castro Diretor de Temas Sociais da SPI/MPOG Brasília-DF, 26 de agosto de 2015 1 Inovações para o PPA 2016-2019 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO

Leia mais

TABELA DE COMPATIBILIZAÇÃO DAS FONTES DE RECURSOS VÁLIDO A PARTIR DE 2013

TABELA DE COMPATIBILIZAÇÃO DAS FONTES DE RECURSOS VÁLIDO A PARTIR DE 2013 1000.00.00 Receitas Correntes Sintética 1100.00.00 Receita Tributária Sintética 1110.00.00 Impostos Sintética 1112.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e a Renda Sintética 1112.01.00 ITR - Imposto sobre a

Leia mais

ESPORTE, CULTURA E LAZER

ESPORTE, CULTURA E LAZER SAÚDE Contratação de equipe médica para atendimento especializado, com demanda suficiente para atender toda a população; Atendimento médico diário no distrito de Claudinápolis; Firmar Convênios laboratoriais,

Leia mais

GABINETE DO PREFEITO

GABINETE DO PREFEITO ANEXO IV ORGANOGRAMA GABINETE DO PREFEITO ÓRGÃOS DE ATIVIDADES DE ASSESSORAMENTO DIRETO E IMEDIATO AO PREFEITO CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO CHEFIA DE GABINETE PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO ÓRGÃOS

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA INTEGRADA EXERCÍCIO 2015

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA INTEGRADA EXERCÍCIO 2015 01 Legislativa 12.481.878,92 455.614.427,68 468.096.306,60 01 031 Ação Legislativa 0,00 186.049.391,21 186.049.391,21 01 031 3282 ATUAÇÃO LEGISLATIVA 0,00 186.049.391,21 186.049.391,21 01 032 Controle

Leia mais

DECRETO Nº 707 DE 11 DE MARÇO DE 2013

DECRETO Nº 707 DE 11 DE MARÇO DE 2013 DECRETO Nº 707 DE 11 DE MARÇO DE 2013 Estabelece a Estrutura Organizacional Básica da Secretaria Municipal de Saúde SEMSA. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO, Capital do Estado do Acre, no uso das atribuições

Leia mais

Ana Vanda Bassara PLANO DE TRABALHO DOCENTE SEMESTRAL

Ana Vanda Bassara PLANO DE TRABALHO DOCENTE SEMESTRAL Ana Vanda Bassara Ensino Público de Qualidade que faz a Diferença! Ensino Fundamental, Médio e Profissional. Avenida das Acácias, 60, Jardim Pérola D Oeste, 85012-130 Telefone: (42) 3623 3394 / 36235954

Leia mais

SAÚDE PÚBLICA - NASF. Alexandre de Araújo Pereira

SAÚDE PÚBLICA - NASF. Alexandre de Araújo Pereira SAÚDE PÚBLICA - NASF Alexandre de Araújo Pereira Portaria:GM154 de 01/2008 Objetivos: 1. Ampliar o escopo das ações 2. Aumentar a resolubilidade da estratégia 3. Aumentar a integralidade das ações Atuação:

Leia mais

No mês mundial de Saúde Mental, Prefeitura divulga ações realizadas na área

No mês mundial de Saúde Mental, Prefeitura divulga ações realizadas na área No mês mundial de Saúde Mental, Prefeitura divulga ações realizadas na área Em comemoração ao Dia 10 de outubro Dia Mundial de Saúde Mental, a Prefeitura de Fazenda Rio Grande, através da secretaria municipal

Leia mais

SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PRIMARIA À SAÚDE NO BRASIL. Dr Alexandre de Araújo Pereira

SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PRIMARIA À SAÚDE NO BRASIL. Dr Alexandre de Araújo Pereira SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO PRIMARIA À SAÚDE NO BRASIL Dr Alexandre de Araújo Pereira Atenção primária no Brasil e no Mundo 1978 - Conferência de Alma Ata (priorização da atenção primária como eixo de organização

Leia mais

PLANO DE GOVERNO GESTÃO 2013-2016 VARGEÃO PARA TODOS

PLANO DE GOVERNO GESTÃO 2013-2016 VARGEÃO PARA TODOS PLANO DE GOVERNO GESTÃO 2013-2016 VARGEÃO PARA TODOS 01 EDUCAÇÃO Aderir à municipalização do Ensino Fundamental, conforme programa da Secretaria de Estado da Educação; Adquirir e ampliar o uso de laptops

Leia mais

Sandra Aparecida Lino

Sandra Aparecida Lino CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde Reeducação Postural dos Trabalhadores de Saúde da Unidade de Saúde de Cascalho Rico/MG Sandra Aparecida Lino Cascalho

Leia mais

Legislação do SUS. Prefeitura do Natal - RN PROVA COMENTADA. Banca CKM Makiyama. www.romulopassos.com.br. Curso Completo de Enfermagem para Concursos

Legislação do SUS. Prefeitura do Natal - RN PROVA COMENTADA. Banca CKM Makiyama. www.romulopassos.com.br. Curso Completo de Enfermagem para Concursos Legislação do SUS Prefeitura do Natal - RN PROVA COMENTADA Banca CKM Makiyama 1. (Prefeitura de Jundiaí-SP/Makiyama/CKM/2012) De acordo com a Constituição Federal de 1988, quais são diretrizes de organização

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOBRE ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS. Denise Silveira, Fernando Siqueira, Elaine Tomasi, Anaclaudia Gastal Fassa, Luiz Augusto Facchini

QUESTIONÁRIO SOBRE ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS. Denise Silveira, Fernando Siqueira, Elaine Tomasi, Anaclaudia Gastal Fassa, Luiz Augusto Facchini QUESTIONÁRIO SOBRE ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS Denise Silveira, Fernando Siqueira, Elaine Tomasi, Anaclaudia Gastal Fassa, Luiz Augusto Facchini IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE 1. UF: 2. Município:

Leia mais

PARECER COREN-SP 50/2013 CT PRCI n 100.568 Tickets nº 248.970, 285.940, 292.345, 297.031 e 295.651

PARECER COREN-SP 50/2013 CT PRCI n 100.568 Tickets nº 248.970, 285.940, 292.345, 297.031 e 295.651 PARECER COREN-SP 50/2013 CT PRCI n 100.568 Tickets nº 248.970, 285.940, 292.345, 297.031 e 295.651 Ementa: Encaminhamento de paciente para outros profissionais pelo Enfermeiro. 1. Do fato Enfermeiros que

Leia mais

Indicadores de Belo Monte

Indicadores de Belo Monte Indicadores de Belo Monte Assistência nas Aldeias 2 de 10 Número de atendimentos por aldeia, por categoria profissional Indicador: Acesso à saúde nas aldeias Descrição: Apresenta o número de atendimentos

Leia mais

PROGRAMA FARMÁCIA DO PARANÁ

PROGRAMA FARMÁCIA DO PARANÁ PROGRAMA FARMÁCIA DO PARANÁ OBJETIVO: Promover o acesso da população a medicamentos seguros, eficazes e de qualidade, garantindo a adequada dispensação dos mesmos. PROGRAMA FARMÁCIA DO PARANÁ AÇÕES ESTRATÉGICAS:

Leia mais

Resumo da Lei nº8080

Resumo da Lei nº8080 Resumo da Lei nº8080 Lei n. 8.080, 19 de setembro de 1990 Sancionada pelo Presidente da República, Sr. Fernando Collor, e decretada pelo Congresso Nacional, foi publicada no Diário Oficial da União em

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PAIÇANDU ESTADO DO PARANÁ Rua Sete de Setembro, nº 499 - Centro ERRATA DE PUBLICAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PAIÇANDU ESTADO DO PARANÁ Rua Sete de Setembro, nº 499 - Centro ERRATA DE PUBLICAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE PAIÇANDU ERRATA DE PUBLICAÇÃO DISPENSA N 009/2013 Onde se lê: ERRATA DE PUBLICAÇÃO Objeto: aquisição de fotos 3x4 para documentos para atender as necessidades das famílias assistidas

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DA MULHER

SECRETARIA MUNICIPAL DA MULHER SECRETARIA MUNICIPAL DA MULHER LEGISLAÇÃO: Lei Municipal nº 8.834 de 01/07/2002 e Decreto nº 525 de 09/08/2002. ATRIBUIÇÕES: 1500 - SECRETARIA MUNICIPAL DA MULHER Compete propor, coordenar e acompanhar

Leia mais

Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental.

Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental. Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI No 10.216, DE 6 DE ABRIL DE 2001. Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona

Leia mais

I Seminário Internacional de Atenção Primária em Saúde de São Paulo. Consolidando a eficiência do Sistema e a qualidade da atenção à saúde

I Seminário Internacional de Atenção Primária em Saúde de São Paulo. Consolidando a eficiência do Sistema e a qualidade da atenção à saúde I Seminário Internacional de Atenção Primária em Saúde de São Paulo Consolidando a eficiência do Sistema e a qualidade da atenção à saúde Missão A OS -ACSC, imbuída de filosofia cristã, tem como missão

Leia mais

Prefeitura Municipal de Matinhos - PR Relação Cadastral de Programa de Governo. PROGRAMA DE GOVERNO Alteração Inicio Prev. Término Prev.

Prefeitura Municipal de Matinhos - PR Relação Cadastral de Programa de Governo. PROGRAMA DE GOVERNO Alteração Inicio Prev. Término Prev. PÁGINA: DE 9 Programa 0 Operações Especiais Operações Especiais 0/0/200 Acabar com a Fome e a Miséria Operações Especiais Orgão Unidade 5 SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS Gabinete do Secretario Teceiros

Leia mais

01. Em se tratando de saúde, quais são as principais atribuições do agente comunitário de saúde?

01. Em se tratando de saúde, quais são as principais atribuições do agente comunitário de saúde? QUESTÕES OBJETIVAS AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE 01. Em se tratando de saúde, quais são as principais atribuições do agente comunitário de saúde? a) Promoção da saúde e prevenção de doenças. b) Promoção

Leia mais

PLANO DE GOVERNO UNIÃO DEMOCRÁTICA E POPULAR 2013-2016 SAÚDE

PLANO DE GOVERNO UNIÃO DEMOCRÁTICA E POPULAR 2013-2016 SAÚDE PLANO DE GOVERNO UNIÃO DEMOCRÁTICA E POPULAR 2013-2016 SAÚDE Valorização dos profissionais dentro disso; analisar a possibilidade da criação de plano de carreira de todos os profissionais da prefeitura;

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL

POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL UNIME- União Metropolitana de Educação e Cultura Faculdade de Ciências Agrárias e da Saúde Curso de Odontologia INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS ODONTOLÓGICAS POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL Professores(as): Michelle

Leia mais

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ LEGISLAÇÃO Lei Complementar nº 749, de 2008. Lei Complementar nº 771, de 2009. Lei Complementar nº 856, de 2010. Lei Complementar

Leia mais

Programação Anual de Saúde - PAS 2016 LOA 2016 Programa Saúde Mais Perto de Você

Programação Anual de Saúde - PAS 2016 LOA 2016 Programa Saúde Mais Perto de Você Programação Anual de Saúde - PAS 2016 LOA 2016 Programa Saúde Mais Perto de Você Palmas - Novembro de 2015 GOVERNADOR DO ESTADO DO TOCANTINS Marcelo de Carvalho Miranda SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE Samuel

Leia mais

A importância da assistência Farmacêutica no hospital e na Farmácia comercial. Prof. Msc Gustavo Alves Andrade dos Santos

A importância da assistência Farmacêutica no hospital e na Farmácia comercial. Prof. Msc Gustavo Alves Andrade dos Santos A importância da assistência Farmacêutica no hospital e na Farmácia comercial Prof. Msc Gustavo Alves Andrade dos Santos 1 Dispensação - Conceito Dispensação: É o ato profissional farmacêutico de proporcionar

Leia mais

Eixo de Análise Pontos Positivos Recomendações

Eixo de Análise Pontos Positivos Recomendações Resultados Capítulo III Tabela III.55 Pontos positivos e recomendações Eixo de Análise Pontos Positivos Recomendações Atuação das ESF Divulgação do trabalho, sensibilização Capacidade de atendimento Relacionamento

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETEC DR. FRANCISCO NOGUEIRA DE LIMA Código: 059 Município: Casa Branca Eixo Tecnológico: Saúde, Ambiente e Segurança Habilitação Profissional: Técnico de Segurança

Leia mais

LEI N.º 4.553 de 6 de outubro de 2015.

LEI N.º 4.553 de 6 de outubro de 2015. LEI N.º 4.553 de 6 de outubro de 2015. O PREFEITO MUNICIPAL DE URUGUAIANA: Autoriza a abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento vigente no valor de R$ 6.227.000,00. Faço saber, em cumprimento

Leia mais

ESTADO DA BAHIA Prefeitura Municipal de Camaçari. SESAU - Fundo Municipal de Saúde RELAÇÃO DAS LIQUIDAÇÕES 101 - FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

ESTADO DA BAHIA Prefeitura Municipal de Camaçari. SESAU - Fundo Municipal de Saúde RELAÇÃO DAS LIQUIDAÇÕES 101 - FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DA BAHIA Prefeitura Municipal de Camaçari SESAU - Fundo Municipal de Saúde 17/10/2011 15:33:39 RELAÇÃO DAS LIQUIDAÇÕES Data 101 - FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 14/10/2011 49 13.650,00 2734 10-301-11-4026-3390300000-0314.024

Leia mais

Olhe os autistas nos olhos DIREITOS DE CIDADANIA, DEVER DA FAMÍLIA, DO ESTADO E DA SOCIEDADE.

Olhe os autistas nos olhos DIREITOS DE CIDADANIA, DEVER DA FAMÍLIA, DO ESTADO E DA SOCIEDADE. Olhe os autistas nos olhos DIREITOS DE CIDADANIA, DEVER DA FAMÍLIA, DO ESTADO E DA SOCIEDADE. A LEI BRASILEIRA DE PROTEÇÃO AOS AUTISTAS Fruto da luta das famílias pelos direitos dos seus filhos com autismo,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Descalvado Contab - Sistema de Contabilidade Pública

Prefeitura Municipal de Descalvado Contab - Sistema de Contabilidade Pública UNIDADE ORÇAMENTÁRIA: 010101 - Secretaria da Câmara Municipal 010101.01 Legislativa 306.600,00 2.764.370,00 3.070.970,00 010101.01031 Ação Legislativa 306.600,00 2.764.370,00 3.070.970,00 010101.010310101

Leia mais

Planejamento da Estrutura das Unidades da Saúde da Família no Estado do Paraná. Fevereiro de 2013

Planejamento da Estrutura das Unidades da Saúde da Família no Estado do Paraná. Fevereiro de 2013 Planejamento da Estrutura das Unidades da Saúde da Família no Estado do Paraná Fevereiro de 2013 Missão Formular a Política de Atenção Primária no Estado do Paraná implementando as ações e serviços para

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO R E S O L V E:

RIO GRANDE DO NORTE TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO R E S O L V E: RIO GRANDE DO NORTE TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO RESOLUÇÃO Nº 007/2000-TCE Disciplina o funcionamento do Serviço de Assistência Médica dos Servidores do Tribunal de Contas SAMTEC e dá outras providências.

Leia mais

ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE SAÚDE!

ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE SAÚDE! GESTÃO DO SUS ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE SAÚDE! O SUS É UMA POLÍTICA DE ESTADO Política de Saúde É a ação ou omissão do Estado, enquanto resposta social, diante dos problemas de saúde e seus determinantes,

Leia mais

RI PACTO DE APRIMORAMENTO DO SUAS

RI PACTO DE APRIMORAMENTO DO SUAS Informações Gerais RELATÓRIO DE INFORMAÇÕES PARA O PLANEJAMENTO E ALCANCE DAS PRIORIDADES E METAS DO PACTO DE APRIMORAMENTO DO SUAS - GESTÃO MUNICIPAL Município: Porte SUAS: UF: Objetivo do RI: SÃO PAULO

Leia mais

O MP E A FISCALIZAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS

O MP E A FISCALIZAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS O MP E A FISCALIZAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS Redesenho/Reestruturação Orgânica da Política de Assistência Social estão Estabelecidos em 4 Instrumentos Básicos: Política Nacional de

Leia mais

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ LEGISLAÇÃO Lei Complementar nº 749, de 2008. Lei Complementar nº 771, de 2009. Lei Complementar nº 856, de 2010. Lei Complementar

Leia mais

Nosso compromisso continua, e fortalece nossa proposta.

Nosso compromisso continua, e fortalece nossa proposta. JAGUARAÇU NO CAMINHO CERTO Nosso compromisso continua, e fortalece nossa proposta. Apresentamos a você, morador(a) de Jaguaraçu, o nosso plano de Governo, elaborado de forma participativa, escutando pessoas

Leia mais

Art. 1º Este Decreto dispõe sobre a Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho - PNSST, na forma do Anexo.

Art. 1º Este Decreto dispõe sobre a Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho - PNSST, na forma do Anexo. Diário Oficial da União, nº 214, Seção I, p. 9, 08.11.2011 Decreto nº 7.602,de 07.11.2011 - Dispõe sobre a Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho - PNSST. A Presidenta da República, no uso

Leia mais

A Deputada GORETE PEREIRA (PR-CE) pronuncia o. seguinte discurso sobre o Dia do Fisioterapeuta e do

A Deputada GORETE PEREIRA (PR-CE) pronuncia o. seguinte discurso sobre o Dia do Fisioterapeuta e do A Deputada GORETE PEREIRA (PR-CE) pronuncia o seguinte discurso sobre o Dia do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, O dia 13 de outubro deste ano

Leia mais

Assunto: Posicionamento do Ministério da Saúde acerca da integralidade da saúde dos homens no contexto do Novembro Azul.

Assunto: Posicionamento do Ministério da Saúde acerca da integralidade da saúde dos homens no contexto do Novembro Azul. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO Á SAÚDE DEPARTAMENTO DE AÇÕES PROGRAMÁTICAS ESTRATÉGICAS COORDENAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE DOS HOMENS COORDENAÇÃO DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Marabá Paulista

Prefeitura Municipal de Marabá Paulista LEI N.º 1.274/2013 De 31 de Dezembro de 2012. DISPÕE SOBRE: Estima a Receita e Fixa a despesa do município de Marabá Paulista, para o exercício financeiro de 2013, e da outras providências. HAMILTON CAYRES

Leia mais

ELABORAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL - PPA

ELABORAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL - PPA CURSOS SETORIAIS PARA GESTORES PÚBLICOS P MUNICIPAIS ELABORAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL - PPA Profa. Nirleide Saraiva Coelho PPA 2010/2013 O Plano Plurianual de um Município é o instrumento de planejamento

Leia mais

Prefeitura Municipal de Curitiba Secretaria da Informação e Tecnologia

Prefeitura Municipal de Curitiba Secretaria da Informação e Tecnologia Prefeitura Municipal de Curitiba Secretaria da Informação e Tecnologia A SIT Secretaria da Informação e Tecnologia Restabelecer a Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação na Administração Municipal

Leia mais

Planejamento em Saúde na Atenção Básica. Rio de Janeiro, 30/07/2012 - Sala 07

Planejamento em Saúde na Atenção Básica. Rio de Janeiro, 30/07/2012 - Sala 07 Planejamento em Saúde na Atenção Básica Rio de Janeiro, 30/07/2012 - Sala 07 Planejamento da APS em Minas Gerais: O Plano Diretor da Atenção Primária à Saúde Wagner Fulgêncio Elias Secretaria de Estado

Leia mais

Programa Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental relacionada à Qualidade da Água para Consumo Humano - VIGIAGUA

Programa Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental relacionada à Qualidade da Água para Consumo Humano - VIGIAGUA Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental Programa Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental relacionada à Qualidade da Água para Consumo

Leia mais

PESSOAL ODC TOTAL ODC INVEST. TOTAL INVEST. TOTAL ODC INVEST. INVERSÃO TOTAL PESSOAL TOTAL PESSOAL TOTAL PESSOAL ODC INVEST.

PESSOAL ODC TOTAL ODC INVEST. TOTAL INVEST. TOTAL ODC INVEST. INVERSÃO TOTAL PESSOAL TOTAL PESSOAL TOTAL PESSOAL ODC INVEST. 1335 - EFICIÊNCIA OPERACIONAL 146.058.491 11.175.065 157.233.556 300.000 0 300.000 0 0 8.537.890 319.500 0 8.857.390 0 0 0 0 146.058.491 20.012.955 319.500 0 166.390.946 1969 - Implementação do Processo

Leia mais

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ

MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ MARINGÁ PREVIDÊNCIA PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE MARINGÁ LEGISLAÇÃO Lei Complementar nº 749, de 2008. Lei Complementar nº 771, de 2009. Lei Complementar nº 856, de 2010. Lei Complementar

Leia mais

Gestão de Tecnologias em Saúde na Saúde Suplementar. GRUPO TÉCNICO REVISÃO DO ROL Karla Santa Cruz Coelho Fevereiro/2009

Gestão de Tecnologias em Saúde na Saúde Suplementar. GRUPO TÉCNICO REVISÃO DO ROL Karla Santa Cruz Coelho Fevereiro/2009 Gestão de Tecnologias em Saúde na Saúde Suplementar GRUPO TÉCNICO REVISÃO DO ROL Karla Santa Cruz Coelho Fevereiro/2009 Tecnologias em saúde: considerações iniciais O que é tecnologia em saúde? Medicamentos,

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº /2013

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº /2013 PREFEITURA MUNICIPAL DE CARLOS CHAGAS - MG PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº /2013 Cria os cargos de Coordenador de Programas Sociais, com base na Lei Complementar 1835, de 19 de janeiro de 2012, e dá outras

Leia mais

PROGRAMA DE GOVERNO ELEIÇÕES 2012 CANDIDATA: ANGELA MARIA FERREIRA ALVES 13 PT POCRANE MG

PROGRAMA DE GOVERNO ELEIÇÕES 2012 CANDIDATA: ANGELA MARIA FERREIRA ALVES 13 PT POCRANE MG PROGRAMA DE GOVERNO ELEIÇÕES 2012 CANDIDATA: ANGELA MARIA FERREIRA ALVES 13 PT POCRANE MG 1 Implantação de um governo com planejamento, participação popular, ética e transparência. I- EDUCAÇÃO: Potencializar

Leia mais

Programa 1122 Manutenção do Instituto de Gestão Previdenciária

Programa 1122 Manutenção do Instituto de Gestão Previdenciária Ação 3068 Reestruturação e Aparelhamento da Sede do Igeprev Função 9 - Previdência Social Subfunção 12 - Administração Geral Elaboração de projetos e do edital, abertura de processo licitatório, contratação

Leia mais

Política Nacional de Atenção Básica. Novo Hamburgo, 25 de março o de 2014

Política Nacional de Atenção Básica. Novo Hamburgo, 25 de março o de 2014 Política Nacional de Atenção Básica Novo Hamburgo, 25 de março o de 2014 A ATENÇÃO BÁSICA A AB é o nível de atenção mais próximo das pessoas e deve ser, integral, resolutiva, inserida no território e a

Leia mais

Controle Social no Programa Bolsa Família 1

Controle Social no Programa Bolsa Família 1 Controle Social no Programa Bolsa Família 1 Definição É o acompanhamento efetivo da sociedade civil na gestão do Programa Bolsa Família como contribuição para uma maior transparência das ações do Estado

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL EUGENIO DE CASTRO-RS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL EUGENIO DE CASTRO-RS Decreto Nº 1588/2014 Abre Crédito Suplementar no valor de R$ 572.770,00(Quinhentos Setenta e Dois Mil setecentos e Setenta Reais) Art. 1ª Roberto Bruinsma, no uso de suas Atribuições legais e usando autorização

Leia mais

LEI N 2.387 DE 22 DE ABRIL DE 2015. Altera a constituição do Conselho Municipal de Saúde COMUS e da outras providencias.

LEI N 2.387 DE 22 DE ABRIL DE 2015. Altera a constituição do Conselho Municipal de Saúde COMUS e da outras providencias. LEI N 2.387 DE 22 DE ABRIL DE 2015 Altera a constituição do Conselho Municipal de Saúde COMUS e da outras providencias. A CÂMARA MUNICIPAL DE SANTA HELENA, ESTADO DO PARANÁ, APROVOU, E EU, PREFEITO MUNICIPAL,

Leia mais

Programa de Apoio e Qualificação dos Hospitais Públicos de Referência Local e Microrregional do Paraná - HOSPSUS Fase 3

Programa de Apoio e Qualificação dos Hospitais Públicos de Referência Local e Microrregional do Paraná - HOSPSUS Fase 3 Programa de Apoio e Qualificação dos Hospitais Públicos de Referência Local e Microrregional do Paraná - HOSPSUS Fase 3 Paraná 2013 HOSPSUS FASE 3 Objetivos: - Apoiar os Hospitais de referência local e

Leia mais

8ª Conferência Municipal de Saúde de Colombo

8ª Conferência Municipal de Saúde de Colombo 8ª Conferência Municipal de Saúde de Colombo EXTRAÍDO DO RELATÓRIO FINAL DIRETRIZES PROPOSTAS PELAS OFICINAS TEMÁTICAS PARA COLOMBO, BIÊNIO 2005-2007, APROVADAS EM PLENÁRIA: OFICINA 01 ATENÇÃO BÁSICA E

Leia mais

MONITORAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA E EQUIPES DE SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO

MONITORAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA E EQUIPES DE SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SÃO PAULO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO DE SAÚDE MONITORAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA E EQUIPES DE SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO Orientação ao Interlocutor: 1. Explore bem o

Leia mais

OS DESAFIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE REDES DE OUVIDORIAS E A EXPERIÊNCIA DO FÓRUM CEARENSE DE OUVIDORIAS DO SUS - FOCOS.

OS DESAFIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE REDES DE OUVIDORIAS E A EXPERIÊNCIA DO FÓRUM CEARENSE DE OUVIDORIAS DO SUS - FOCOS. OS DESAFIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE REDES DE OUVIDORIAS E A EXPERIÊNCIA DO FÓRUM CEARENSE DE OUVIDORIAS DO SUS - FOCOS. POR QUE TRABALHAR EM REDE? Relações interfederativas no SUS Atendimento integral aos

Leia mais

Tendências na Gestão Odontológica para Autogestões Definições

Tendências na Gestão Odontológica para Autogestões Definições Definições Autogestão em Saúde: Modelo focado na atenção integral à saúde e à qualidade de vida. Saúde: OMS define saúde como o completo estado de bemestar físico, mental e social, e não simplesmente a

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO ONCOLÓGICA

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO ONCOLÓGICA NOTA TÉCNICA 26 a 2005 POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO ONCOLÓGICA 1 26 a: NT revisada após CT de Atenção á Saúde em 26/10/2005. Brasília, 11 de novembro de 2005. I. Introdução: NOTA TÉCNICA 26a 2005 O Ministério

Leia mais

Letícia Olbertz, MV, MSc

Letícia Olbertz, MV, MSc Letícia Olbertz, MV, MSc CRMV-PR nº 09257 Assessora Técnica e Fiscal CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO PARANÁ VETERINÁRIA NORMATIZAR ZOOTECNIA FISCALIZAR ORIENTAR JULGAR FISCALIZAÇÃO Lei Federal

Leia mais

AULA 2 ESF E A UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE MISSÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE

AULA 2 ESF E A UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE MISSÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DISCIPLINA: ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA DOCENTE: LUCI CRISTINA P. SUDAN AULA 2 ESF E A UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE MISSÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE Atender a população da área de abrangência ou do território.

Leia mais

C'\JPJ: 45 124.J..W 0001-lO PROGRAMA PARA CONCURSO PÚBLICO

C'\JPJ: 45 124.J..W 0001-lO PROGRAMA PARA CONCURSO PÚBLICO C'\JPJ: 45 124.J..W 0001-lO MODALIDADE: MÉDICO - CLÍNICO GERAL - Estado de São Paulo para o curso regular do Ensino Médio (2 grau). Conteúdo: Atividades de Linguagem; atividades de reflexê'io e operação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL MONÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL MONÇÕES Pág 1 de 28 Órgão/Unidade Orçamentária 01001 - LEGISLATIVO / CAMARA MUNICIPAL 01 - Legislativa 01031 - Acao Legislativa 01031001 - PROCESSO LEGISLATIVO 01031001.1.001 - INVESTIMENTOS DA CAMARA MUNICIPAL

Leia mais

Linhas de Cuidado - Saúde Bucal

Linhas de Cuidado - Saúde Bucal PLANO REGIONAL DE SAUDE DA PESSOA IDOSA DRS V Barretos EIXOS COLEGIADOS DE GESTÃO REGIONAL CGR NORTE E SUL PRIORIDADE 01: EIXO 1 Melhoria da cobertura vacinal VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE - Sensibilizar

Leia mais

PROJETO REVIVENDO O IASERJ

PROJETO REVIVENDO O IASERJ PROJETO REVIVENDO O IASERJ Proposta alternativa à cessão do IASERJ CENTRAL ao INCa Considerando que o servidor público estadual e seus dependentes ( aproximadamente 1.200.000 pessoas ) precisam ter suas

Leia mais

AÇÕES DESCENTRALIZADAS DAS VVDFM/TJPE

AÇÕES DESCENTRALIZADAS DAS VVDFM/TJPE Nossa identidade MUNICÍPIO DATAS LOCAL HORA ARTICULAÇÃO PROPOSTA CABO 03/08 Centro de Referência da Assistencial Social Curado CRAS Curado Regional 3 Prefeitura de Jaboatão 10/08 Escola Estadual Domingos

Leia mais

PROPOSTA DE GOVERNO DA COLIGAÇÃO SABÁUDIA CONTINUA

PROPOSTA DE GOVERNO DA COLIGAÇÃO SABÁUDIA CONTINUA PROPOSTA DE GOVERNO DA COLIGAÇÃO SABÁUDIA CONTINUA 14 EIXOS PARA A CONTINUIDADE DA TRANSFORMAÇÃO DE SABÁUDIA 1º EIXO RELIGIÃO Apoio a todas as denominações religiosas Incentivo ao crescimento e estrutural.

Leia mais

Formulário fora do período de validade!

Formulário fora do período de validade! Formulário fora do período de validade! Data Inicial: 01/05/2016 Data Final: 31/05/2016 Em caso de dúvida entre em contato com: Nome: Equipe de Promoção da Saúde (Gabriela, Gisele, Kátia e Roberta) Email:

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS Zelar pela manutenção das instalações, mobiliários e equipamentos do órgão; Executar trabalhos braçais; Executar serviços de limpeza

Leia mais

Prof. Andréa Paula Enfermeira andreapsmacedo@gmail.com

Prof. Andréa Paula Enfermeira andreapsmacedo@gmail.com Prof. Andréa Paula Enfermeira andreapsmacedo@gmail.com O SUS/DF possui como objetivo principal identificar o processo da Assistência à Saúde, baseados em vários modelos assistenciais concebidos no DF após

Leia mais

SECRETARIA ESTRUTURA CÓDIGO DE VENCIMENTO

SECRETARIA ESTRUTURA CÓDIGO DE VENCIMENTO PREFEITURA MUNICIPAL DE OURO PRETO ESTRUTURA BÁSICA E ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRUTURA E CARGOS A N E X O I SECRETARIA ESTRUTURA CÓDIGO DE Casa Civil Assessoria Especial Jurídica

Leia mais

Município de Pinhão - PR PAGAMENTO

Município de Pinhão - PR PAGAMENTO Página: 1 / 47 Requisição Nº 002424 19/04/2013 003080 1888 / 2013 1557 / 2013 000454 HOSPITAL SANTA CRUZ DO PINHAO LTDA R. XV DE DEZEMBRO, 205 SAO JOSE 85170000 125-2 3677-1281 77.028.058/0001-78 3.3.90.39.50.99

Leia mais

POLITÍCA A N ACIONAL L DE ATENÇAO BÁSICA

POLITÍCA A N ACIONAL L DE ATENÇAO BÁSICA POLITÍCA NACIONAL DE ATENÇAO BÁSICA O PACTO PELA VIDA 2006 PORTARIA Nº 399/GM DE 22 DE FEVEREIRO DE 2006. Conjunto de compromissos sanitários,expressos em objetivos de processos e resultados e derivados

Leia mais

PESQUISA AÇÃO A SOCIAL SOCIAL

PESQUISA AÇÃO A SOCIAL SOCIAL IPEA / COEP/Oficina Social GRÁFICO 1 - DISTRIBUIÇÃO DAS 561 ASSOCIADAS DO COEP POR CARACTERÍSTICA DA ENTIDADE Empresa Privada 3,2 Universidade Pública 3,4 4,3 Associação de Classe 3,2 Sistema S 2,7 Universidade

Leia mais

ÇÃO PERMANENTE PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃ

ÇÃO PERMANENTE PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃ ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA P DO PARANÁ CENTRO FORMADOR DE RECURSOS HUMANOS PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃ ÇÃO PERMANENTE 2011-2013 2013 ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA ATÉ 2010 CENTRO FORMADOR DE RECURSO HUMANOS 2011..

Leia mais

CARTA ABERTA EM FAVOR DA CRIAÇÃO DE PROGRAMAS DE ASMA NO BRASIL (CAPA) (modificada no I Grande Fórum de Controle da Asma)*

CARTA ABERTA EM FAVOR DA CRIAÇÃO DE PROGRAMAS DE ASMA NO BRASIL (CAPA) (modificada no I Grande Fórum de Controle da Asma)* CARTA ABERTA EM FAVOR DA CRIAÇÃO DE PROGRAMAS DE ASMA NO BRASIL (CAPA) (modificada no I Grande Fórum de Controle da Asma)* O fórum de discussão de programas de Asma conseguiu reunir diversas entidades

Leia mais

Município de Boa Ventura de São Roque - PR PAGAMENTO

Município de Boa Ventura de São Roque - PR PAGAMENTO Página: 1 / 8 002284 04/06/2013 002351 2216 / 2013 2217 / 2013 GELSON DALSOTO LOPES SAO PAULO, CPF 85225000 3089-9 510.065.109-15 3.3.90.14.14.01 SERVIDORES EFETIVOS 02 Poder Executivo 02003 Chefia de

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Medicamentos. Assistência Farmacêutica. Qualidade do serviço prestado.

PALAVRAS-CHAVE Medicamentos. Assistência Farmacêutica. Qualidade do serviço prestado. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE (X) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA ASPECTOS PRÁTICOS

Leia mais

MUNICÍPIO DE BELÉM PROJETO DELEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS ANEXO DE METAS E PRIORIDADES 2008

MUNICÍPIO DE BELÉM PROJETO DELEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS ANEXO DE METAS E PRIORIDADES 2008 Gestão do Poder Legislativo Aquisição de Veículos para o Legislativo 1 Unid. Construção do Anexo do Prédio da Cãmara Municipal Aquisição de Equipamentos e Mobiliário Informatização e Modernização Tecnológica

Leia mais

Pág: 04. Ceará Prefeitura Municipal de Ararenda

Pág: 04. Ceará Prefeitura Municipal de Ararenda Ceará Pág: 04 ANEXO 1 a que se refere o DECRETO 00006/15 de 01 de Junho de 2015, autorizado pela LEI 29614/14. DOTAÇÃO DESCRIÇÃO FONTE VALOR (R$) TOTAL Fundo Municipal de Assistência Social 09 01. secretaria

Leia mais

PORTARIA Nº 1.473, DE 24 DE JUNHO DE 2011

PORTARIA Nº 1.473, DE 24 DE JUNHO DE 2011 PORTARIA Nº 1.473, DE 24 DE JUNHO DE 2011 Institui os Comitês Gestores, Grupos Executivos, Grupos Transversais e os Comitês de Mobilização Social e de Especialistas dos compromissos prioritários de governo

Leia mais

Como implementar os critérios de rateio dos recursos das transferências federais: critérios automáticos ou processo de programação?

Como implementar os critérios de rateio dos recursos das transferências federais: critérios automáticos ou processo de programação? CÂMARA DOS DEPUTADOS Comissão Especial destinada a discutir o Financiamento da Saúde Pública. Audiência Pública Como implementar os critérios de rateio dos recursos das transferências federais: critérios

Leia mais

PARECER COREN-SP 010/2012 CT PRCI nº 99.093/2012 Ticket s nº 277.711, 279.026 e 293.554 Revisado e atualizado em 21/11/2013

PARECER COREN-SP 010/2012 CT PRCI nº 99.093/2012 Ticket s nº 277.711, 279.026 e 293.554 Revisado e atualizado em 21/11/2013 PARECER COREN-SP 010/2012 CT PRCI nº 99.093/2012 Ticket s nº 277.711, 279.026 e 293.554 Revisado e atualizado em 21/11/2013 Ementa: Dispensação de medicamentos. Função privativa de Farmacêutico. 1. Do

Leia mais

Educação Infantil: como fazer valer esse direito?

Educação Infantil: como fazer valer esse direito? Educação Infantil: como fazer valer esse direito? Sabemos o que é qualidade em cuidados e educação. Sabemos o que uma bela infância representa. A hora de se justificar já passou, há muito tempo. Agora

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 341/11 CIB/RS. A Comissão IntergestoresBipartite/RS, ad referendum, no uso de suas atribuições legais, e considerando:

RESOLUÇÃO Nº 341/11 CIB/RS. A Comissão IntergestoresBipartite/RS, ad referendum, no uso de suas atribuições legais, e considerando: RESOLUÇÃO Nº 341/11 CIB/RS A Comissão IntergestoresBipartite/RS, ad referendum, no uso de suas atribuições legais, e considerando: a importância estratégica da Atenção Básica na organização e consolidação

Leia mais

IRRF sobre o Trabalho R$ 33.225,17 IRRF sobre outros rendimentos R$ ITBI R$ 157.333,95 ISSQN R$ 260.979,91 S U B - T O T A L R$ 461.

IRRF sobre o Trabalho R$ 33.225,17 IRRF sobre outros rendimentos R$ ITBI R$ 157.333,95 ISSQN R$ 260.979,91 S U B - T O T A L R$ 461. Apuracao dos Gastos com SAUDE 1º Quadrimestre 2013 APLICAÇÃO DE RECURSOS NA SAUDE PREFEITURA MUNICIPAL DE LUZ Janeiro, Fevereiro, Março e Abril de 2013 1º Quadrimestre/2013 RECEITA TRIBUTARIA IPTU 364,93

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE SERVIÇOS DE SAÚDE - CSS

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE SERVIÇOS DE SAÚDE - CSS Os objetivos deste modelo de regimento visam a padronização de critérios importantes para melhorar o funcionamento da comissão, estabelecer condições mínimas de composição e fortalecer a comissão junto

Leia mais

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ REFERÊNCIA DO AUTOR

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ REFERÊNCIA DO AUTOR ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR Hemoglobinopatia HEMOCE IGUATU-CE Maio 2016 Doença Falciforme Características Gerais - Doença genética mais comum no Brasil e no mundo;

Leia mais

Prefeitura Municipal de Japurá - PR EMPENHO

Prefeitura Municipal de Japurá - PR EMPENHO 002085 Ordinário 08/08/2012 002085 padrão 1 - DA DESPESA Pregão 43 / 2012 93 / 2012 Página: 1 / 9 CLAUDIO JOSÉ BRAMBILA ME AVENIDA AMAZONAS, 86 00.420.049/0001-01 ZONA 07 Cianorte / PR 87208-032 2877-1

Leia mais

CEBAS. Sistema SisCEBAS. Brunno Carrijo Ministério da Saúde

CEBAS. Sistema SisCEBAS. Brunno Carrijo Ministério da Saúde CEBAS Sistema SisCEBAS Brunno Carrijo Ministério da Saúde O sistema SISCEBAS tem como foco o fortalecimento na gestão do processo de certificação das Entidades Beneficentes para a devida transparência.

Leia mais