Semente missionária. 3Pergunta do Mês: Quem é o meu. 6Prioridade Juventude 7No aniversário de Pe. Xico, o. 4Fé que leva à prática social,

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Semente missionária. 3Pergunta do Mês: Quem é o meu. 6Prioridade Juventude 7No aniversário de Pe. Xico, o. 4Fé que leva à prática social,"

Transcrição

1 Setembro/Outubro de 2010 ANO XII Nº 127 O Mensageiro da Glória é o veículo oficial de divulgação e evangelização da Paróquia Nossa Senhora da Glória, da Arquidiocese de Fortaleza. Endereço: Av. Oliveira Paiva, 905 Cidade dos Funcionários, CEP: , Fortaleza- CE Fone: (85) Semente missionária Todos somos chamados ao anúncio do Evangelho a todos os povos Neste mês de outubro, a Igreja se volta para a necessária compreensão das Missões, isto é, da permanente preocupação pelo anúncio do Evangelho a todos os povos. A vinda de Cristo à terra nos revelou o mistério de Deus e nos ensinou a caminhar para vivermos na sua graça. Seu envio Pregai a boa nova do Evangelho a toda criatura nos impulsiona a anunciar ao mundo a salvação que nos é dada pelo conhecimento de Jesus e pela adesão fiel a Ele, nosso Messias Salvador. Como cristãos batizados, somos todos chamados a assumirmos o nosso papel de agente missionário. O Documento de Aparecida, texto conclusivo da V Conferência Geral do episcopado Latino-Americano e do Caribe, convida-nos a atuar a partir da Igreja, Corpo Místico de Cristo e Sacramento universal da salvação, na propagação do Reino de Deus, que se semeia nesta terra e que frutifica plenamente no Céu. O documento destaca a alegria de ser discípulos e missionários de Jesus Cristo: Conhecer a Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber; tê-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas, e fazê-lo conhecido com nossas palavras é nossa alegria (p.24). Ao mesmo tempo, o Documento de Aparecida nos aponta as nossas responsabilidades diante das situações concretas de nosso mundo: A evangelização vai unida sempre à promoção humana e à autêntica libertação cristã (Cf DI 3). O documento destaca, ainda, que o Espírito Santo, derramado em nossos corações, é quem nos fortalece com seus dons em nosso caminho de discípulos e missionários. É muito comum, no meio dos leigos, se ouvir dizer que o trabalho missionário é da responsabilidade somente dos religiosos e religiosas. Entretanto, cabe a cada cristão fazer uma reflexão sobre a sua condição de batizado e herdeiro do Reino que precisa ter sua atuação ativa e permanente. Também alguns acham que para ser um missionário faz-se necessária a realização de grandes obras. Isto não é verdade, pois o discipulado missionário vai se concretizando a partir de pequenos gestos e con- tatos ao longo da caminhada, que vão se transformando em pequenas vias de acesso aos corações humanos. Um grande exemplo disso nos foi dado pela patrona das missões, Santa Terezinha do Menino Jesus, que através de suas pequeninas ações conseguiu fazer grandes milagres de conversão pessoal, os quais foram transformados em disponibilidade ao serviço missionário. Quantas pequenas atitudes, que não nos custariam sacrifício algum, poderiam colaborar para o surgimento e crescimento de uma comunidade mais fraterna e solidária e nós muitas vezes nos omitimos! O trabalho missionário vai ao longo do caminho nos fortalecendo como discípulos e fazendo surgir novos missionários que também se disponibilizam para lutar pelas causas dos mais carentes. Essa deve ser a nossa Igreja atuante, que não se restringe às tarefas de manutenção exercidas a nível de templo, mas vai ao encontro de cada ovelha que precisa ser acolhida, ajudada, amada e evangelizada. O papel missionário a ser desempenhado juntamente pelo clero e pelos leigos é que vai transformar a nossa Igreja de Cristo, que como cabeça deve ser sempre o centro em defesa da vida e da dignidade humana. Espelhemo-nos na vida de Santa Terezinha, que soube com especial sabedoria divina aproveitar as pequenas coisas do cotidiano para realizar grandes ações missionárias. È a partir de cada palavra e cada gesto na vivência do nosso dia a dia que poderemos fazer germinar no coração do irmão um novo modo de olhar para o próximo que deseja voltar-se para o Cristo. Pastoral da Comunicação 3Pergunta do Mês: Quem é o meu próximo? 4Fé que leva à prática social, inspirada no Evangelho 5Assembleia Pastoral 2010 acontece em novembro 6Prioridade Juventude 7No aniversário de Pe. Xico, o carinho da comunidade anos de ECC 12 Entrevista: Missão de evangelizar, urgência das urgências Sentido da vida germina na família, explica papa

2 2 Setembro-Outubro/2010 Calendário Paroquial Calendário Litúrgico Expediente Calendário geral das atividades pastorais outubro a dezembro de 2010: OUTUBRO 03 10ª reunião do Conselho Pastoral, das 9h às 12h; 12 Nossa Senhora Aparecida; 12 9ª reunião do Conselho Econômico, das 19h30min às 21h30min; 18 Celebração da Aliança de Amor com Nossa Senhora, às 18h30min, na Paróquia; 27 Prática Missionária, das 19h30min às 21h30min, na sala 15; 31 Prazo máximo para entrega dos formulários de avaliação da caminhada pastoral e administrativa. NOVEMBRO: 02 Finados; 07 11ª reunião do Conselho Pastoral, das 9h às 12h; 09 4ª reunião de coordenadores com os conselhos Pastoral e Econômico, às 19h30min; 09 10ª reunião do Conselho Econômico, das 19h30min às 21h30min; 09 Aniversário de ordenação de Pe. Francisco de Assis Filho. 19 a 23 Formação do MESC, das 19h30min às 21h Aniversário de ordenação de Pe. Josieldo Nascimento. 21 Assembleia Pastoral, das 8h às 13h, na Paróquia. DEZEMBRO: 05 12ª reunião do Conselho Pastoral, das 9h às 12h; 02 a 05 Ágape do Senhor; 08 Imaculada Conceição; 09 Confraternização de Natal das Pastorais; 14 11ª reunião do Conselho Econômico, das 19h30min às 21h30min; 24 Natal; 31 Ano Novo. Santo do mês OUTUBRO > 1 - Santa Terezinha do Menino Jesus, virgem; 2 - Santos Anjos da Guarda; 3 - André de Soveral, Ambrósio Francisco e companheiros, protomártires do Brasil; 4 - São Francisco de Assis; 5 - São Benedito, o Negro, religioso; 6 - São Bruno, presbítero; 7 - Nossa Senhora do Rosário; 9 - São Dionísio, bispo, e seus companheiros, mártires; 9 - São João Leonardi, presbítero; 12 - NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA; 14 -São Calixto I, papa e mártir; 15 - Santa Tereza de Jesus, virgem e doutora da Igreja; 16 - Santa Edviges, religiosa; 16 - Santa Margarida Maria Alacoque, virgem; 17 - Santo Inácio de Antioquia, bispo e mártir; 18 - SÃO LUCAS, EVANGELISTA; 19 - São João de Brébeuf e Santo Isaac Jogues, presbíteros, e seus companheiros, mártires; 19 - São Paulo da Cruz, presbítero; 23 - São João de Capistrano, presbítero; 24 - Santo Antônio Maria Claret, bispo; 25 - Bem-aventurado Frei Antônio de Sant Ana Galvão, presbítero; 28 - SÃO SIMÃO E SÃO JUDAS, APÓSTOLOS. NOVEMBRO > 2 - COMEMORAÇÃO DE TODOS OS FIÉIS DEFUNTOS; 3 - São Martinho de Lima, religioso; 4 - São Carlos Borromeu, bispo; 7 - TODOS OS SAN- TOS; 9 - DEDICAÇÃO DA BASÍLICA DO LATRÃO; 10 - São Leão Magno, papa e doutor da Igreja; 11 - São Martinho de Tours, bispo; 12 - São Josafá, bispo e mártir; 15 - Santo Alberto Magno, bispo e doutor da Igreja; 16 - Santa Margarida da Escócia; 16 - Santa Gertrudes, virgem; 17 - Santa Isabel da Hungria; 18 - Dedicação das Basílicas de São Pedro e de São Paulo, Apóstolos; 19 - São Roque González, Santo Afonso Rodriguez e São João de Castillo, presbíteros, mártires; 21 - N.S. JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO; 21 - Apresentação de Nossa Senhora; 22 - Santa Cecília, virgem e mártir; 23 - São Clemente I, papa e mártir; 23 - São Columbano, abade; 24 - Santo André Dung-Lac, presbítero, e seus companheiros, mártires; 25 - Santa Catarina de Alexandria; 30 - SANTO ANDRÉ, APÓSTOLO. São Frascisco de Assis - 4 de outubro Filho de comerciantes, Francisco Bernardone nasceu em Assis, na Umbria, em Sua família tinha posses suficientes para que levasse uma vida sem preocupações. Alegre, jovial, simpático, era chegado às festas. Mas mesmo dado às frivolidades dos eventos sociais, manteve em toda a juventude profunda solidariedade com os pobres. Jamais se desviou da educação cristã que recebeu da mãe, mantendo-se casto. Francisco logo percebeu não ser aquela a vida que almejava. Chegou a lutar numa guerra, mas o coração o chamava à religião. Um dia, despojou-se de todos os bens, até das roupas que usava no momento, entregando-as ao pai revoltado. Passou a dedicar-se aos doentes e aos pobres. Tinha vinte e cinco anos e seu gesto marcou o cristianismo. Foi considerado pelo papa Pio XI o maior imitador de Cristo em sua época. A partir daí viveu na mais completa miséria, arregimentando cada vez mais seguidores. Fundou a Primeira Ordem, os conhecidos frades franciscanos, em Pregava a humildade total e absoluta e o amor à natureza. Acolhia, sem piscar, todos os doentes e aflitos que o procuravam. Certa vez, ele rezava no monte Alverne com tanta fé que em seu corpo manifestaram-se as chagas de Cristo. Achando-se indigno, escondeu sempre as marcas sagradas, que só foram descobertas após a sua morte. Morreu em 4 de outubro de 1226, com quarenta e quatro anos. Dois anos depois, o papa Gregório IX o canonizou. São Francisco de Assis viveu na pobreza, mas sua obra é de uma riqueza jamais igualada para toda a Igreja Católica e para a humanidade. (Fonte: Paulinas) Coordenação, edição e revisão: Pastoral da Comunicação. Supervisão: Pe. Francisco de Assis. Componentes: Carmen Marques, Célia Pinheiro, Farias Coelho, Gil Bezerra, Moisés Furtado, Narcélio Barros, Patrícia Guabiraba, Rodrigo de Almeida, Socorro Lira, Tatiana Leite. Site: Jornalista Responsável: Patrícia Guabiraba Mtb 01597JP-CE Impressão: Print Color Tiragem: exemplares PARA ANUNCIAR Narcélio Barros: (85) MISSAS NA MATRIZ Segunda a Sexta: 6h30 e 18h30 Sábado: 6h30, 16h30 e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 18h e 20h 2º Domingo de cada mês Missa da Misericórdia: 16h Toda terça-feira Terço dos Homens: 20h Dia 13 de cada mês: Missa às 12h CONFISSÕES Terça a Sexta, das 15h às 18h SECRETARIA Funcionamento: terça a domingo, das 8h às 11h e das 14h às 19h30. Fone: (85)

3 Setembro-Outubro/ PERGUNTA DO MÊS Quem é o meu próximo? Quando nós, cristão, falamos do amor, pensamos em primeiro lugar no amor ao próximo, como Jesus no-lo ordenou: Amarás o próximo como a ti mesmo (Lc 10,27). Ao lado do amor a Deus, o amor ao próximo é o mandamento cristão máximo. Para Jesus, realiza-se nesses dois mandamentos toda a Lei judaica. Em minha infância foi incutido tão fortemente o mandamento do amor ao próximo que sempre sentia remorsos quando pensava em mim e nas minhas precisões. Tinha sobretudo a impressão de que devia amar a toda e qualquer pessoa. E daí sentia que isso não acontecia. Não podia atender igualmente a todas as pessoas ao mesmo tempo. Quando um doutor da Lei perguntou a Jesus o que devia fazer para alcançar a vida eterna (Lc 10,25), Jesus respondeu referindo-se ao duplo mandamento do amor a Deus e ao próximo. A resposta de Jesus foi óbvia para todos os ouvintes. Mas o doutor da Lei quis justificar sua pergunta e disse: E quem é meu próximo? (Lc 10,29). A palavra grega pleison significa também amigo. O doutor da Lei queria, portanto, limitar seu amor a seus amigos e compatriotas. Depois disso, Jesus conta a parábola do bom samaritano que socorre o homem que havia caído nas mãos dos assaltantes e jazia semimorto à beira da estrada. Enquanto o sacerdote e o levita se desviaram dele e passaram adiante, porque sua pureza ritual era mais importante que o amor ao próximo, o samaritano teve compaixão: Aproximou-se, tratou das feridas, derramando nelas azeite e vinho. Depois colocou-o em cima de sua própria montaria, conduziu-o a uma pensão e cuidou dele (Lc 10,34). Ao final da narrativa, Jesus pergunta ao doutor da Lei: Quem desses três se tornou o próximo daquele que caiu nas mãos dos assaltantes? (Lc 10,36). Jesus não quis chamar a atenção nessa parábola para o assaltado como sendo o próximo, mas para aquele que se mostrou como próximo: o samaritano. Amar é, portanto, para Jesus, aproximar-se da outra pessoa como próximo, como amiga e tratá-la como amiga. Não se trata de teorizar sobre o próximo, mas colocar mãos à obra onde Deus gostaria de tornar-me o próximo de outra pessoa que entrou em dificuldade e precisa do auxílio de um amigo. A Parábola do Bom Samaritano sempre me causou certo remorso. Eu a entendia como obrigação; devo dar carona, por exemplo, a todos os que acenam à beira da estrada. Não devo passar por ninguém sem atendê-lo. Isso me estressava muitas vezes. Jesus não quer estressar ninguém. Mas também não nos quer deixar em paz. Conheço em mim a tendência do doutor da Lei de fundamentar meu procedimento, de me justificar que não posso ajudar fulano ou sicrano. Gostaria de aparecer justificado diante de Deus. O amor ao próximo, assim como Jesus o entende, vai impedir essa minha autojustificação. Não tenho jamais a garantia de fazer tudo certo. Mas Jesus também não quis estabelecer um mandamento absoluto: que nunca devêssemos pensar em nós, mas sempre voltar-nos para os mais necessitados. Lucas complementou a Parábola do Bom Samaritano com a história de Maria e Marta, em cuja casa Jesus compareceu como hóspede. Marta era a hospedeira que providenciou tudo para Jesus. Mas Jesus deu razão à sua irmã Maria, que apenas ficou sentada ali ouvindo as palavras dele. Às vezes, o ouvir é tão importante quanto o fazer. Maria não sente remorsos por fazer pouco por Jesus e seus discípulos que estão cansados da viagem. Faz aquilo que seu coração deseja. Senta-se aos pés de Jesus e escuta sua palavra. Ela se torna sua discípula. Ela desfruta do relacionamento que vem do falar e do ouvir. Esses dois polos são essenciais do amor ao próximo: o fazer concreto e o escutar os impulsos silenciosos do próprio coração em que Jesus me fala. Ali reconhecerei onde meu agir é requisitado e onde ele simplesmente se refere à minha própria existência. Extraído do livro Virtudes que nos unem a Deus Fé, Esperança e Amor, do monge beneditino Anselm Grün Escola de Pais A Escola de Pais do Brasil (seccional Fortaleza), realizou, nos dias 24 e 25 de setembro, o seminário "Pai, quem é teu filho?". Além da conferência principal, que debateu o tema central do evento, outras palestras versaram sobre "valores e limites para a formação dos filhos", "família, um sonho possível" e "a salvação da humanidade passa pela família". Saiba mais sobre a Escola de Pais: pais.org.br.

4 4 Setembro-Outubro/2010 FORMAÇÃO Fé que leva à prática social, inspirada no Evangelho Filha da Caridade, sob o carisma vicentino, Irmã Inês Barros proferiu palestra sobre Fé e Missão Em 23 de agosto, mês vocacional, a Pastoral da Acolhida promoveu formação com o tema Fé e Missão, com a irmã Inês de Barros Lima. A religiosa, no auge de seus 64 anos de vocação e mais de 80 de idade, iniciou sua palestra com uma definição inspirada em Hebreus, capítulo 11: Fé é um modo de já possuir aquilo que se espera, é um meio de conhecer realidades que não se vêem. Para irmã Inês, a fé está muito ligada à esperança. Lembrando que no Antigo Testamento o povo de Deus viveu da fé, a começar por Abraão, destacou que é impossível viver sem a fé, principalmente nos momentos de sofrimento. E como a fé acontece? Primeiro é o fascínio do encontro, o deslumbramento. Depois vem a entrega, quando nos revelamos a Deus, disse a religiosa. Fé não é só acreditar na verdade do Pai, é antes de tudo amá-lo, acrescentou. Todos nós temos uma ideia do que significa ter fé, mas é preciso aprofundá-la no silêncio da oração. Fé é acreditar na Palavra, ter a certeza de que Deus caminha ao nosso lado, reforçou irmã Inês. E citou o Salmo 37: Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e ele tudo fará. A Palavra de Deus nos converte, nos alimenta e nos transforma. Mas não podemos guardá-la somente para nós. Eu amo tanto Jesus que tenho que anunciá-lo; é essa a missão da Igreja e nossa, afirmou irmã Inês. Citando o Documento de Aparecida, que define o cristão como discípulo e missionário, a religiosa lembrou que o discípulo ouve o Mestre e o missionário proclama e testemunha essa Palavra. Evangelizar é levar a esperança aos homens, diante da falta de Deus, de sentido para a vida. Só no encontro com Deus o homem é capaz de assumir a própria vida, deixando-se modelar por Ele, que o quer feliz, declarou. É preciso anunciar Jesus aos pobres e dizer a todos que o Reino já chegou. Recordando São Vicente, que fez sua opção pelos pobres, a irmã condenou o grande fosso existente entre ricos e pobres. Deus mandou o homem administrar a natureza, não subjugar seus semelhantes!, disse. O homem afastouse de Deus e perdeu a noção do pecado. Diante de problemas graves como o aquecimento global, é preciso uma consciência planetária, uma globalização da solidariedade. Nossa missão é de- nunciar quem destrói a Terra e provoca grandes desigualdades sociais. Anunciar, denunciar e comprometer-se: eis a nossa missão profética, afirmou a religiosa vicentina. Se a denúncia é contra o mal, o bem se instala no coração do homem que acolhe o anúncio do Reino, completou. Evangelizar e servir De acordo com o carisma vicentino, de evangelizar e servir, irmã Inês apresentou o trabalho social que a Companhia das Filhas da Caridade de São Vicente de Paula realiza com moradores de rua. A rua é a casa de muitos. Vivem lá por carência de moradia, dramas familiares, alcoolismo, doenças mentais, desemprego... Perderam a auto-estima. São indivíduos sem valor de mercado. Nosso projeto tem como objetivo lutar contra a fome e ajudá-los a se reinserir na sociedade, disse ela. Com o apoio do governo e de parceiros, além das doações, as Filhas da Caridade oferecem uma refeição diária no refeitório São Vicente de Paulo e promovem cursos de formação, e também atendimento médico a cada 15 dias. Festas litúrgicas são vividas e celebradas. Já foram ofertadas oficinas para a confecção de terços, vassouras e móveis de garrafa PET, além de cursos de polidor profissional, borracheiro, eletricista, serigrafista, dentre outros. Segundo irmã Inês, o recenseamento de 2008 apontou a existência de moradores de rua, dentre os quais a maioria era do sexo masculino: quase 85%. Mas o número é muito maior, disse. Como recuperá-los? Como arrancar estes irmãos das trevas, da ociosidade, para a luz? Como devolver-lhes a dignidade, anunciar a esperança? Sonhamos com políticas integradas, de proteção e inclusão social destes nossos irmãos. É preciso sensibilizar a sociedade para uma mudança de estruturas!, inspira irmã Inês. Pela vontade de Deus, o projeto se expandiu. Com a criação da Associação Novo Céu, nova Terra, a irmã e seu grupo de voluntários iniciaram um trabalho de acolhimento na Fazenda São Jerônimo agora em uma nova casa, em Aquiraz onde os internos vivem sob os pilares da oração, convivência e trabalho. Vivemos o esforço para chegar a uma prática social inspirada no Evangelho. Cuidando do homem e evangelizando, salvamos a Terra, finaliza irmã Inês. Pastoral da Comunicação Mande sugestões de pauta para o Mensageiro através do correio

5 Setembro-Outubro/ Assembleia Pastoral 2010 acontece em novembro Avaliar a caminhada deste ano e planejar a ação pastoral para Esse é o objetivo da Assembleia Pastoral 2010, que acontecerá no dia 21 de novembro, das 8h às 13h, em nossa Paróquia. Todos os agentes pastorais são convidados a participar, não somente aqueles que representarão a pastoral, movimento ou serviço de que participam. Na ocasião, serão eleitos novos conselheiros pastorais, cuja função é fazer acontecer as propostas aprovadas e os compromissos assumidos na assembléia pastoral, à luz do plano de ação evangelizador da Arquidiocese, em espírito de comunhão e participação. Também é função do Conselho buscar novos caminhos para o crescimento do Reino de Deus na Paróquia, elaborar projetos de ação pastoral, incentivar o dízimo, dentre outras atribuições. É importante ressaltar que o roteiro de avaliação da caminhada pastoral e administrativa de 2010 deve ser entregue ao Conselho até o dia 31 de outubro, a fim de que o resultado seja apresentado na Assembleia. (Pascom) MESC: formação em outubro De 19 a 23 de outubro, os ministros extraordinários da Sagrada Comunhão (MESC) participarão de uma formação coordenada por Pe. Antônio Rui Barbosa de Moraes. Padre da ordem sacramentina e pároco da Santíssima Trindade (José Walter), Pe. Rui é coordenador dos MESC da Região Episcopal Metropolitana 4 (REM 4). A formação é anual e funciona como uma reciclagem, explica a coordenadora do MESC na Paróquia, Ieda Pereira. A cada ano fazemos uma nova investidura, renovando nosso compromisso de servir, completa. Já o retiro do grupo está agendado para o dia 27 de novembro, das 8h às 17h, no sítio do Colégio Santo Inácio, no Parque Manibura. Atualmente, 50 ministros extraordinários da Sagrada Comunhão atuam na Paróquia da Glória, além de três ministros da Palavra. (Pascom) Mãe Rainha: renovação da Aliança de Amor O Apostolado da Mãe Rainha convida toda a comunidade para a celebração da Aliança de Amor com Nossa Senhora, no dia 18 de outubro, às 18h30min, na Paróquia da Glória. Na ocasião, cada missionário(a) deverá vestir a blusa de seu movimento e levar a imagem da Mãe Rainha, a fim de renovar a sua aliança de amor. A data é comemorada em todo o mundo. É um momento muito importante, por isso queremos fazer uma celebração bem bonita, com a participação de todos principalmente daqueles que participam do movimento da Mãe Rainha e do Terço dos Homens, explica Vera Lúcia, coordenadora do Apostolado da Mãe Rainha. (Pascom) Notícias do grupo de teatro Glori Art O grupo de teatro Glori Art, de nossa Paróquia, participou no dia 17 de setembro do 1º Fórum do Movimento Teatro do Oprimido do Ceará, no teatro José de Alencar. O Fórum tem a função principal de fazer refletir sobre problemas reais e buscar soluções, pois o público tem a chance de interferir no espetáculo e subir ao palco, mudando cenas. Para o grupo, a experiência foi bastante enriquecedora. No dia 7 de outubro, o Glori Art apresentou a peça A Procissão, durante os festejos da Capela Nossa Senhora Aparecida, em honra de sua Padroeira. A mesma esquete foi apresentada em nossa comunidade, também por ocasião da Festa da Padroeira, em agosto deste ano. Já no dia 9 de outubro, a partir das 15h, no salão paroquial, o grupo apresenta a esquete Macarrão com Chocolate, dentro da comemoração do Dia das Crianças promovido pela Pastoral da Catequese.

6 6 Setembro-Outubro/2010 JUVENTUDE Prioridade Juventude Em busca do engajamento e formação dos jovens de nossa Paróquia Na mudança da nova gestão de nossa Paróquia, com o nosso pároco, Pe. Francisco, junto com a Arquidiocese de Fortaleza, juntos perceberam a necessidade de retomar os trabalhos com a Pastoral da Juventude (PJ) dentro de nossa Paróquia. Pe. Francisco se reuniu com alguns jovens e propôs o desafio aos mesmos. Com isso, foram convidados jovens que teriam garra, disponibilidade e, principalmente, o carisma para pôr em prática os projetos da Pastoral da Juventude. O Plano de Pastoral da Arquidiocese de Fortaleza assumiu, como prioridade de trabalho, a Formação, Missão, Família e Juventude; assim, foi colocado como prioridade o engajamento e formação dos jovens de nossa Paróquia. Dessa forma, jovens engajados iniciaram reuniões de planejamento com o intuito de formar um grupo que uniria todas as representações dos grupos juvenis existentes na paróquia: EJC, Bene, Missão, ENFIN, Crisma, Corações em Deus, de modo a somar forças em um único objetivo: engajar os jovens na Igreja, para dar continuidade à sua evangelização, tendo em vista principalmente os crismados 2010 e os jovens que não sabiam da existência de grupos na igreja da Glória. O pontapé inicial deu ao 1º Encontrão da Juventude realizado no dia de junho, o qual tinha como objetivo apresentar aos jovens os principais movimentos pastorais existentes na Paróquia Nossa Senhora da Glória. Nesse encontro contamos com a presença de mais ou mesmo 300 jovens, o que nos surpreendeu devido a um fato histórico em nossa paróquia. Mas Deus é tão bom e misericordioso que nos deu outro objetivo: em união com a Pastoral da Crisma realizamos a recepção das novas turmas de crisma, o que foi um sucesso. Muitos jovens que nunca tinham participado de um evento como o que aconteceu ficaram surpreendidos e motivados em ir até o fim de sua formação. Assim, os projetos foram crescendo e mais responsabilidades foram sendo adquiridas, onde conseguimos formar em menos de seis meses um núcleo jovem na Pastoral do Acolhimento. Já estamos formando também um núcleo jovem na Pastoral da Comunicação, Pastoral do Dízimo e na Oficina de Oração e Vida. Mais projetos estão por vir, a exemplo do 2º Encontrão da Juventude, que será realizado no Parque Del Sol no dia 16 de outubro, a partir das 17h, também com o objetivo de engajar mais jovens em nossa paróquia. Em assembléia geral, com outros integrantes da PJ Brasil, a denominação PASTORAL DA JUVEN- TUDE foi mudada para PRIORIDADE JUVENTU- DE. Assim, levamos em nossas camisas o novo nome, com a missão divulgar a boa nova. Acreditamos que tudo o que esta acontecendo é por providência de Deus e, dessa forma, estamos conseguindo evangelizar a juventude. Com a ajuda e força de Deus estamos colocando em prática todos os seus projetos. Juntos, vamos seguir com fé, colocando em prática um dos propósitos de Deus em nossas vidas, que é EVANGELIZAR. AÇÕES DOS GRUPOS > No dia 31 de julho, o grupo Missão fez sua primeira visita ao Lar Torres de Melo, como principal objetivo de suas atividades. > A Obra Bene realizou mais um Seminário de Vida do Espírito Santo nos dias 20, 21 e 22 de agosto, no qual mais de 100 cristãos tiveram a oportunidade de conhecer e fortalecer sua fé em Deus. > O EJC realizou nos dias 27, 28 e 29 de agosto o I EJC da Paróquia São Diogo, no qual 90 jovens, aproximadamente, tiveram a oportunidade de vivenciar o encontro. O mesmo foi apradinhado pelo EJC da Paróquia N. Sa. da Glória, em que jovens desta paróquia doaram o seu serviço com bastante alegria, sendo um final de semana cheio de graças. > A crisma deu início à nova turma de crismandos com um encontrão realizado no dia 05 de setembro, em que foram reunidos mais de 300 jovens no salão paroquial.

7 Setembro-Outubro/2010 PARABÉNS! No aniversário de Pe. Xico, o carinho da comunidade 28 de setembro foi um dia especial para o nosso pároco, Pe. Francisco de Assis Filho. Desde cedo foram muitas as surpresas, para lembrá-lo o quanto a sua vida é especial para Deus e para a nossa comunidade. Após a missa das 6h30min da manhã, um café-damanhã o esperava para comemorar o seu aniversário. Ao meio-dia, o almoço com os funcionários da Paróquia proporcionou um rico momento de alegria e partilha. E na missa das 18h30min, a homilia de Pe. Josieldo disse tudo: A vida é dom de Deus e hoje celebramos a vida do Pe. Francisco. Uma vida doada, entregue ao reino de Deus, destacou. Olhando para a vida do nosso pároco eu estou há quase três anos convivendo com ele vejo o quanto nós temos crescido no amor, na amizade, na fraternidade. Quando a gente começa a conviver percebe as virtudes, as qualidades: Pe. Francisco é um homem da oração, do silencio, da reflexão, da prudência; homem que nos ensina o caminho da humildade, da simplicidade, do despojamento. Pe. Francisco, continue sendo essa pessoa que o senhor é; a sua vida é exemplo para cada um de nós, disse Pe. Josieldo. Pe. Francisco agradeceu as palavras do vigário, Pe. Josieldo, dizendo que ele não era tudo aquilo, não. Eu vou fazer 22 anos de padre e ele vai fazer três anos. Eu é que estou aprendendo com ele. Como nós temos crescido no nosso relacionamento sacerdotal, no respeito mútuo... Nós sentamos, partilhamos a caminhada da Paróquia, chegando a um denominador comum. Isso tem me feito crescer muito na fé. De coração, agradeço ao Pe. Josieldo, disse Pe. Francisco. Nosso pároco também testemunhou a sua fé em Deus. Em determinadas situações da minha vida, em que estou meio perdido, eu vou diante do Santíssimo e pergunto: o que queres de mim? Que resposta tens diante desses acontecimentos? O projeto não é meu; é teu. Envia uma luz. E ele nunca me deixou sem resposta. Não foi nas coisas fantásticas, grandes, fabulosas... é nas pequenas coisas que Ele vai se manifestando a cada um de nós. Eu sinto Deus claramente falando para mim: o projeto é meu, seja instrumento, afirmou. A vinda de vocês aqui é o maior presente de Deus, é uma resposta concreta. Por isso eu continuo dizendo: vale a pena ser padre. Eu louvo e agradeço a Deus. Um beijo no coração de cada um, concluiu Pe. Francisco. Parabéns! Após a missa da noite, um vídeo foi apresentado no salão paroquial com depoimentos de membros das várias pastorais, movimentos e serviços da Paróquia. Depois, um grande bolo para cantar os parabéns. Estas surpresas eu vou guardar com muito carinho. Todo esse amor que vocês tem pelo Pe. Xico me fortalece na caminhada de padre. Esse é o maior presente de Deus que eu recebo durante os meus 53 anos de vida. (Pascom) Em novembro, aniversário de ordenação de nossos pastores Deus nos ama imensamente. E tem gente que consagra a vida para mostrar aos irmãos esse grande amor. Um exemplo é o sacerdote, que nos ajuda a alimentar a fé, a acreditar na esperança, a esperar na fraternidade. No sacramento da Ordem enxergamos a grande dedicação de Deus a nós, através destes irmãos que se lançam a serviço. Em novembro, nossos pastores completam mais um ano de caminhada. O vigário paroquial, Pe. Josieldo Nascimento, completa três anos de ordenação no dia 9 de novembro; já o nosso pároco, Pe. Francisco de Assis, completa 22 anos de serviço no dia 18. Ambas as datas serão comemoradas na celebração comunitária das 18h30min, com muita alegria. Toda a comunidade da Glória é grata pelo esforço, dedicação e carinho destes sacerdotes. Que Nosso Senhor Jesus Cristo conserve a sua saúde, paciência e perseverança, e que Nossa Senhora continue cobrindo-os com seu Sagrado Manto. (Pascom) 7

8 8 Setembro-Outubro/2010 PASTORAIS Primeira Eucaristia: festa da família No dia 27 de novembro, a partir das 8h, cerca de 120 crianças da comunidade receberão a Primeira Eucaristia na Paróquia da Glória. Além de ser um encontro íntimo da criança com o Pai do Céu, e uma ligação mais ativa com a Igreja, a Primeira Comunhão é ainda uma festa da família. Certamente, ao longo da vida de cada um deles, a Eucaristia irá gerar muitos frutos de alegria, de esperança, de amor, de santidade e de paz. Curso: Membros da Pastoral da Catequese iniciaram, em 18 de agosto, curso da Escola de Pastoral Catequética (ESPAC) voltado a catequistas. Muitos já haviam feito um curso semelhante há alguns anos, mas desejavam renovar-se. Eu mesma já fiz e estou fazendo de novo. A gente vai se reciclando e avançando em nossa maneira de evangelizar, disse a coordenadora da Catequese, Nedilma Magalhães. O curso prossegue até o dia 2 de março de 2011 e quem estiver interessado ainda pode participar, ao custo de R$ 30,00 mensais. Ele acontece na Paróquia da Glória todas as quartas-feiras, das 18h30min às 21h30min. Festa das Crianças: No dia 9 de outubro, a partir das 15h, no salão paroquial, a Pastoral da Catequese promove a comemoração alusiva ao Dia das Crianças. Haverá apresentação do grupo de Teatro Glori Art, com a esquete Macarrão com Chocolate, e lanche para a criançada. Fonte: Pascom, com informações da Pastoral da Catequese 30 anos de Encontro de Casais com Cristo No Gênesis se diz que o ser humano foi criado à imagem e semelhança de Deus (Gn 1,27). Para nós, cristãos, isso significa que cada pessoa humana, homem e mulher, revela traços da Santíssima Trindade, que é o único Deus verdadeiramente existente. Partindo desse pressuposto, o Encontro de Casais com Cristo (ECC) dá continuidade à sua missão de despertar e evangelizar outros casais, com o objetivo de integrá-los na família e na comunidade, levando-os a assumir uma posição ativa e de co-responsabilidade, dando-lhes motivação, perspectivas ou meios para superar eventuais problemas familiares, sociais e religiosos, comuns à família. Assim, o ECC realizou, nos dias 24, 25 e 26 de setembro de 2010, o seu XXX Encontro de Casais com Cristo da Paróquia Nossa Senhora da Glória, com o tema Família, Santuário de Vida. Esse marco de 30 encontros de casais nos faz acreditar cada vez mais que a missão de evangelizar é possível. Permita Deus que o serviço do ECC continue sua caminhada como escola de formação, levando seus casais a atuarem como agentes de pastoral, engajados e capazes de modificar e melhorar a atuação de nossa Igreja. Railson e Cristina (coordenadores do XXX Encontro de Casais com Cristo) DEPOIMENTO: O ECC é um serviço voltado à comunidade, por isso é muito importante para a caminhada das famílias. Quando o casal faz esse encontro pessoal com Jesus Cristo que se realiza em três etapas é convidado a se engajar na comunidade, nas pastorais, movimentos e serviços. No XXX ECC nós tivemos 44 casais fazendo o encontro, no qual eu ministrei uma palestra sobre reconciliação. Na ocasião, percebi que muitos casais já estão engajados na comunidade e isso é muito gratificante. Pe. Francisco de Assis Filho, pároco

9 Setembro-Outubro/ TESTEMUNHO Milagre de meu padrinho, REGISTROS Mês da Bíblia São Francisco de Assis São Francisco é meu padrinho. Desde criança, minha mãe contava que eu nasci com muita secreção na garganta. Vim ao mundo pelas mãos de uma parteira, lá no sertão, então não havia aqueles sugadores de hospital. Passei muito tempo sem respirar e poderia ter tido um sério problema neurológico. Mas a minha mãezinha, me vendo muito doente, pediu a São Francisco para me salvar, prometendo que ele seria o meu padrinho. Então eu escapei da morte. Eu já sabia dessa história, mas ela ficava guardada, meio esquecida. Em 1995, eu estava passando uma série de problemas e não andava bem de saúde. Tive taquicardia, mal conseguia subir uma escada. Nessa época, eu já fumava há 25 anos. Em alguns momentos, era menos, mas houve época em que fumava uma carteira de cigarros por dia. Algumas vezes eu tentei deixar o vício, mas era difícil, e acabava retornando. Neste dia, saí cansada do hospital em que trabalho e passei em frente à igreja de Messejana. Foi quando li uma faixa: Novenário de São Francisco. Já era noite. Parei o carro e entrei na igreja, mas nem assisti à missa, nem fiquei para a novena. Não era uma pessoa de muita fé. Ia à missa, mas não havia vivenciado uma experiência concreta com Deus. Entrei, fiz o nome do Pai, e disse: Ah, meu São Francisco, você é meu padrinho de batismo... Seria tão bom se eu deixasse de fumar... Se eu não parar, eu não vou viver muito, não vou nem ver minhas filhas crescerem. E fui embora pra casa. No sábado, a faxineira começou a trabalhar e eu fiquei no quarto, organizando algumas coisas. Quando abri a bolsa, lá estava meia carteira de cigarros e um isqueiro. Foi quando lembrei: Meu Deus, eu fumava! Lembrei também que havia passado na Igreja e corri para olhar no calendário. Tinha sido na terçafeira. Ou seja, eu estava há quatro dias sem fumar. Foi como se eu tivesse ficado quatro dias inconsciente, em coma, e só acordado no sábado. Mas não, eu continuei trabalhando, fazendo as mesmas coisas, vivenciando os mesmos problemas; mas do cigarro, me esqueci completamente. E quando vi aquele maço de cigarros, não senti nenhuma vontade de voltar fumar. Foi um milagre imediato. São Francisco apagou o cigarro da minha vida e da minha memória. Depois, quando fui trabalhar no programa anti-tabagismo do hospital, vi o sofrimento das pessoas para largar o vício, usando medicamentos à base de nicotina. Sabemos que a nicotina permanece por muito tempo no organismo, mas no meu caso não passei nem por crise de abstinência. A partir de então, a minha fé se fortaleceu. Agora sei que Deus está aqui, no meio de nós, operando milagres. Hoje sou uma pessoa de muita fé e conheço outros milagres de São Francisco. Meu padrinho me salvou ao nascer e me deu a oportunidade de continuar viva, livrando-me de um vício de 25 anos. Anualmente, no mês de outubro, participo do novenário e dos festejos em sua honra, e já fui a Canindé por três vezes. Até o último dia de minha vida, quero me lembrar desse milagre. Fátima Guabiraba é psicóloga e paroquiana; frequenta também o Seminário Seráfico, em Messejana Quer dar o seu testemunho? Deixe seu contato na secretaria da Paróquia, para a Pastoral da Comunicação, ou contate-nos através do correio Durante todo o mês de Setembro, dedicado à Bíblia, as celebrações do final de semana foram precedidas por uma procissão de paroquianos levando cartazes que destacavam os livros da Bíblia. A cada final de semana, mais livros somavam-se à procissão, até que, no último, todos adentraram a Igreja. Festa da Padroeira No período de 6 a 14 de agosto, a comunidade da Glória celebrou e festejou sua padroeira, Nossa Senhora da Glória. O tema da festa foi Maria, ensina-nos a anunciar o Cristo para o mundo. Para ver as fotos de cada dia, acesse: Curso Bíblico A Paróquia realizou, nas quartas-feiras do mês de setembro, o 8º módulo da Formação Bíblica, centrada no livro de Jonas, o profeta missionário. Ao estudar o livro de Jonas, percebemos que fora escrito com o propósito de lembrar o alto valor da pregação missionária..

10 10 Setembro-Outubro/2010 ENTREVISTA Missão de evangelizar: urgência das urgências Outubro é mês dedicado às missões. Para aprofundar o tema, conversamos com a Irmã Nora Tavares, religiosa consagrada que se dedica à Paróquia Nossa Senhora da Glória. Ela, que é missionária do Sagrado Coração de Jesus, ajuda-nos a compreender um pouco mais sobre o sentido e a importância da missão. Mensageiro Qual a importância da missão evangelizadora no mundo de hoje? Irmã Nora Na revelação bíblica, a missão está intimamente relacionada à história da salvação, ao desejo de Deus de que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade" (1Tm 2,4). Por isso a missão está ligada ao envio: "Ide, fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, ensinando-os a observar tudo quanto vos mandei" (Mt 28,19-20). Evangelizar, como disse Paulo VI, é vocação e missão da Igreja. Sem esse serviço, a Igreja não passaria de um "clube" qualquer, mas nunca a Igreja de Jesus. Não é suficiente perceber a necessidade da missão, mas é fundamental tomar consciência de que toda a Igreja e nela cada batizado ou batizada é o sujeito da missão. Fica, pois, muito claro que toda a Igreja é por sua natureza missionária. Os cristãos não podem permanecer passivos, reduzindo, muitas vezes, sua pertença eclesial a momentos rituais. Neste mundo atual tão carente de valores e referências, a missão de evangelizar aparece como a urgência das urgências, como ação eminentemente profética no anúncio de uma Boa Nova portadora de esperança... (CNBB nº 80: Evangelização e missão Profética da Igreja). Como o cristão deve preparar-se para ser missionário? A essencial preparação é tornar-se discípulo do Mestre, através da intimidade com Ele e do conhecimento de sua Palavra, que é nosso alimento e luz; é estudar e conhecer os documentos da Igreja que, como mãe, orienta na caminhada. A idéia não é simplesmente partir para a missão, mas tornar-se um missionário e servir a vida inteira de todo o coração, com empoderamento, mente e força. Pode acontecer de alguém partir para a missão e não se tornar um missionário, mas não é isso o que o Senhor quer ou o que a Igreja precisa. A questão essencial é ser um missionário e servir à vida. Acima de tudo, importa preparar-se para servir e tornarse discípulo-missionário bem antes de ir para a missão. Eis porque nos são oferecidas oportunidades para essa formação. Como está o andamento da missão na Paróquia da Glória? Temos a missão já antiga e muito significativa do MESC, que visita os doentes, e das Legionárias de Maria, que também atendem aos apelos missionários de seu grupo. A Promoção Humana vem há anos evangelizando seus assistidos nas terças-feiras e últimas quintas-feiras do mês, quando recebem as cestas básicas. A Pastoral da Criança vem aprofundando também o acompanhamento às suas mães. Estamos realizando uma experiência missionária em uma de nossas periferias desde abril, naquele espaço que chamamos Alagadiço Novo (vizinho à Washington Soares, entre a saída para Lagoa Redonda e o Mercantil São Luiz), onde as famílias, com suas crianças, se reúnem semanalmente em oração com a Palavra de Deus e o terço Mariano, além de outros encontros que vêm dando consistência na organização da vida comunitária. Há alguns anos acontecem as celebrações Eucarísticas dominicais no Lago Jacarey e a partir desse ano no Parque Del Sol, além da evangelização que vem acontecendo no Parque Iracema com o apoio dos Capuchinhos da Área Pastoral de Messejana. No ano passado tivemos na Paróquia oito módulos de estudo sobre o Documento de Aparecida, que faz um apelo desafiante ao discipulado missionário. Algumas pessoas começaram e foram até o fim, outras não puderam ou não priorizaram tal estudo, o certo é que neste ano estão acontecendo encontros chamados de Prática Missionária, onde está sendo montado um Projeto Missionário sob a orientação de uma equipe. O próximo encontro acontecerá no dia 27 de outubro, uma quarta-feira, às 19h30min, na sala 15 da Paróquia. PASSATEMPO Resultado do sorteio: Questões de Fé, de Pe. Odair Eustáquio Na última edição d O Mensageiro, a Pastoral da Comunicação (Pascom) sorteou o livro Questões de Fé - Valores éticos e religiosos para a vida, de autoria do Pe. Odair Eustáquio. A ganhadora do prêmio foi Sandra Menezes, do Lago Jacarey. Ao responder à pergunta O que a fé significa para você?, Sandra explicou: A Fé para mim, é a confiabilidade de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem. É a esperança certa, a convicção embasada no sentir além da razão. Parabéns para a nossa ganhadora! O livro se encontra na secretaria da Paróquia, bastando apresentar um documento de identificação. Próximo sorteio: Através do correio d O Mensageiro responda à pergunta: Quais os desafios ao missionário de hoje?. Você também pode deixar a resposta em um envelope na secretaria da Paróquia, endereçado à Pastoral da Comunicação, até o dia 14 de novembro. Com isso, estará concorrendo ao sorteio do livro Você é Igreja, de autoria de Dom Walter Ivan de Azevedo. Participe!

11 Setembro-Outubro/ PROMOÇÃO SOCIAL Projeto Vitalidade resgata auto-estima dos idosos Em clima de brincadeira, ao som de música ao vivo, as idosas atendidas pelo Projeto Vitalidade comemoraram o Dia do Idoso em 19 de setembro, no consultório da Dra. Gessi Braga. Sorteios, dinâmicas e um farto almoço completaram a programação. O projeto Vitalidade, mantido pela Promoção Social da Paróquia da Glória há seis anos, tem como objetivo orientar as idosas com palestras educativas e contribuir para a elevação de sua auto-estima. A Promoção Social atua na Paróquia há 25 anos e se reúne às segundas-feiras. Já o trabalho com as idosas é realizado a cada 15 dias, como explica Marideuza Caminha: A intenção é melhorar a qualidade de vida dessas idosas. São pessoas solitárias, carentes de informações, de afetividade. Levamos palestras sócio-educativas, com psicólogos e profissionais da área de saúde, e também aulas de culinária, artesanato, reciclagem. Com isso, atingimos mais um objetivo: dar condições para que tenham uma renda extra, afirmou. ão 34 as idosas atendidas pelo Projeto a maioria do Conjunto Alvorada e Alecrim. O grupo é formado 100% por mulheres: homens não se interessaram. A participação, segundo Marideuza, é boa: sempre de 70%, não mais por causa da idade. Há sempre a comemoração das principais festas. E quando todos se reúnem, não pode faltar o momento oração. Promover e reintegrar as idosas é missão abraçada pelos que fazem o Projeto. Elas envelhe- Grupo dança ao som do forró pé-de-serra, esbanjando animação cem, se acomodam, ficam dentro de casa. Com o projeto Vitalidade a gente mostra um mundo diferente pra elas e percebemos grandes melhoras na qualidade de vida, de saúde e de sociabilidade, avalia Marideuza. Para ela, ninguém pode cruzar os braços diante das necessidades dos irmãos. Se cada um fizer a sua parte, nós vamos atingir o nosso objetivo de cristão. Se todo mundo fizer um pouquinho, o mundo será melhor, apontou. Dra. Gessi Braga, que também compõe a equipe da Promoção Social, resgata um pouco dos dramas familiares vividos pelas idosas. Elas convivem com familiares difíceis. Se você escutar a história de cada uma, vai ver que na família há muitos problemas com álcool, drogas, prostituição e superlotação no domicílio, que consome toda a renda delas, explica. O objetivo é fazer com que elas se gostem, se amem, para crescerem na vida e conviverem melhor com seus familiares e com a comunidade. Ela reforça os resultados do Projeto: Nós iniciamos o trabalho com idosas tristes, desarrumadas, com a auto-estima em baixa, e com essa caminhada vimos que, ao invés de terem envelhecido mais, elas rejuvenesceram, comemora. Equipe da Promoção Social da Paróquia N. Sa. da Glória Fonte: Pascom PALAVRA DE VIDA Amarás teu próximo como a ti mesmo (Mt 22,39) Essa frase consta também no Antigo Testamento (Lv 19,18). Para responder a uma pergunta capciosa, Jesus se insere na grande tradição profética e rabínica que indagava sobre o princípio unificador da Torá, ou seja, sobre o ensinamento de Deus contido na Bíblia. Um contemporâneo de Jesus, Rabbi Hillel, tinha dito: Não faça com seu próximo aquilo que detestaria fosse feito a você, nisto se resume toda a lei. O resto é apenas interpretação (Shabbat 31a). Para os mestres do judaísmo, o amor ao próximo provém do amor a Deus, que criou o homem à sua imagem e semelhança por essa razão, não se pode amar a Deus sem amar a sua criatura; esse é o verdadeiro motivo do amor ao próximo e é um princípio grande e geral na lei (Rabbi Akiba, comentários rabínicos a Lv 19,18). Jesus reforça esse princípio e acrescenta que o mandamento de amar o próximo é semelhante ao primeiro e maior de todos os mandamentos: amar a Deus com todo o coração, com toda a mente e com toda a alma. Ao afirmar que existe uma relação de semelhança entre os dois mandamentos, Jesus os une definitivamente. Isso será feito também por toda a tradição cristã. É o que confirma o apóstolo João de modo lapidar: Quem não ama seu irmão, a quem vê, não poderá amar a Deus, a quem não vê (1Jo 4,20). Todo ser humano é o Evangelho inteiro afirma isso claramente nosso "próximo", homem ou mulher, amigo ou inimigo, a quem se deve respeito, consideração, apreço. O amor ao próximo é universal e pessoal ao mesmo tempo. Abraça toda a humanidade e se especifica naquele que está ao seu lado. Mas, quem pode nos dar um coração tão grande, quem pode suscitar em nós uma benevolência tão grande a ponto de considerarmos como nossos próximos inclusive as pessoas com quem não temos nada a ver, de nos fazer superar o amor-próprio, para vermos a nós mesmos nos outros? É um dom de Deus, ou melhor, é o próprio amor de Deus que foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado (Rm 5,5). Logo, não se trata de um amor comum, não é simples amizade nem apenas filantropia, mas é aquele amor que foi derramado em nossos corações já no batismo, aquele amor que é a vida do próprio Deus, da Santíssima Trindade, e do qual podemos participar. O amor, portanto, é tudo. Mas para podermos vivê-lo bem, é necessário conhecer as suas qualidades, que sobressaem do Evangelho e da Sagrada Escritura em geral, e que vamos tentar sintetizar em alguns aspectos fundamentais. Antes de tudo, Jesus, que morreu por todos, amando a todos, nos ensina que o verdadeiro amor deve ser dirigido a todos. Não é como o amor que muitas vezes vivemos, meramente humano, que tem um raio de alcance restrito: a família, os amigos, os vizinhos O amor verdadeiro que Jesus pede não admite discriminações; não faz distinção entre a pessoa simpática e antipática; para esse amor não existe o bonito e o feio, o adulto e a criança, o conterrâneo e o estrangeiro, o irmão da própria Igreja ou de outra, da própria religião ou de outra. Esse amor ama a todos. É isso que devemos fazer: amar a todos. E ainda, o amor verdadeiro toma a iniciativa; não espera ser amado, como em geral acontece com o amor humano, que nos leva a amar aqueles que nos amam. Não, o amor verdadeiro toma a iniciativa, como fez o Pai quando, sendo nós ainda pecadores e, portanto, quando ainda não amávamos, mandou o Filho para nos salvar. Sendo assim, amar a todos e tomar a iniciativa no amor. O amor verdadeiro reconhece também a presença de Jesus em cada próximo. No juízo final, Jesus nos dirá: Foi a mim que o fizestes (cf Mt 25,40). Isso vale para o bem que fazemos e, infelizmente, também para o mal. O amor verdadeiro ama o amigo, mas também o inimigo; faz-lhe o bem, reza por ele. Jesus deseja também que o amor, trazido por Ele à terra, se torne recíproco: que um ame o outro e vice-versa, de modo que se alcance a unidade (...) O amor vai nos sugerir, em cada circunstância, o que fazer e, aos poucos, dilatará o nosso coração segundo a medida do coração de Jesus. Chiara Lubich (Esta Palavra de Vida foi publicada originalmente em outubro de 1999)

12 12 Setembro-Outubro/2010 A VOZ DO PASTOR Sentido da vida germina na família, explica papa O sentido da vida germina na família, segundo explicou Bento XVI na tarde do domingo, 3 de outubro, aos milhares de jovens que participaram do último encontro de sua visita dominical à Sicília, na Praça Politeama de Palermo. O encontro, no qual estiveram presentes 6 mil escoteiros, fechou com chave de ouro o evento eclesial regional das famílias e dos jovens da Sicília, motivo central da 21ª viagem apostólica deste pontificado dentro da Itália. O Bispo de Roma apresentou o testemunho de Chiara Badano, jovem falecida aos 19 anos por uma doença incurável ( ), beatificada no último dia 25 de setembro, no santuário do Divino Amor de Roma. "Dezenove anos plenos de vida no amor e na luz, uma luz que irradiava ao seu redor e vinha de dentro: do seu coração repleto de Deus", afirmou. Perguntando-se como uma jovem de apenas 17 ou 18 anos, humanamente sem esperança, poderia difundir tanto amor, serenidade e paz, o Papa afirmou que era evidente que se tratava de uma graça de Deus preparada e acompanhada pela colaboração humana, dos seus pais e amigos. Ao destacar que esta luz, que provém da fé e do amor, foi acesa em primeiro lugar pelos pais da jovem beata, Bento XVI sublinhou que esta é a mensagem que ele trazia para as famílias: "A família é fundamental, porque é nela que germina na alma humana a primeira percepção do sentido da vida". "Floresce na relação com a mãe e com o pai, que não são donos da vida dos filhos, mas os primeiros colaboradores de Deus na transmissão da vida e da fé", acrescentou. E exortou os jovens: "Não tenham medo de contra-arrestar o mal. Juntos, sereis como um bosque que cresce, talvez silencioso, mas capaz de dar frutos, de transmitir vida e de renovar de maneira profunda a vossa terra". (Fonte: Papa quer converter o trabalho e as festas - Bento XVI considera que as famílias estão a ser destruídas com as atuais noções de trabalho e de festa e por isso quer recristianizá-las com o envolvimento de todas as paróquias e dioceses da Igreja. A posição do Papa foi revelada na carta que dirigiu ao presidente do Conselho Pontifício para a Família, cardeal Ennio Antonelli, no âmbito da preparação para o 7.º Encontro Mundial das Famílias. A iniciativa, que se realiza entre 30 de Maio e 3 de Junho de 2012 na cidade italiana de Milão, vai ser dedicada ao tema A família: o trabalho e a festa. Segundo Bento XVI, a organização do trabalho, pensada e realizada em função da concorrência do mercado e do lucro máximo, e a contextualização da festa como ocasião de evasão e de consumo, contribuem para desagregar a família e a comunidade e difundir um estilo de vida individual. O documento divulgado no dia 24 de setembro pela Sala de Imprensa da Santa Sé sublinha que é preciso conciliar as exigências do trabalho e da família, além de recuperar o sentido verdadeiro da festa, especialmente no que diz respeito ao Domingo, dia dedicado a Deus, ao homem, à família, à comunidade e à solidariedade. O trabalho e a festa salienta estão intimamente ligadas à vida das famílias e têm consequências nas suas relações com a sociedade e a Igreja. (Fonte: Agência Ecclesia) PARA REFLETIR O martírio da alma de Maria Ao meditarmos a crucificação dolorosa de Jesus, nem conseguimos avaliar a verdadeira dimensão das dores sofridas na carne do Senhor provenientes da crueldade praticada pela humanidade! Essa mesma humanidade pela qual o Cristo aceitou morrer com morte de cruz para salvar é a mesma que o abandonou à própria sorte. Quanta ingratidão por aquele que só veio para falar de justiça, de perdão, de amor e de paz. E como foi doloroso para Maria Santíssima, que esteve aos pés da cruz presenciando todo o sofrimento do seu Filho amado sem poder fazer nada para protegê-lo. Seu silêncio falou mais alto e suas lágrimas de compaixão com certeza consolaram seu Filho e o fortaleceram em seus momentos de agonia. Para Maria, a profecia de Simeão se concretizou, quando lhe disse um dia que sua alma seria transpassada por uma espada. Realmente, enquanto Jesus sofreu o martírio da carne, Maria sofreu o martírio da alma, pois qual mãe não daria a sua vida para salvar a do filho e lhe aliviar as dores... E fazendo um paralelo com os dias de hoje, onde a violência vem dizimando um número assustador de jovens, podemos acompanhar pela mídia muitas mães que estão vivenciando esse mesmo martírio da alma suportado por Maria. Portanto, peçamos a nossa mãe que venha consolar o coração de tantas mães cujos filhos têm sido assassinados e que a misericórdia de Jesus seja derramada sobre elas. Pastoral da Comunicação

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre Caridade e partilha Vivemos em nossa arquidiocese o Ano da Caridade. Neste tempo, dentro daquilo que programou o Plano de Pastoral, somos chamados a nos organizar melhor em nossos trabalhos de caridade

Leia mais

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos,

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, PASCOM A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, t e x t o s e i d é i a s p a r a a s matérias! Nossa Senhora da Penha, que sabe o nome de cada

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

6. Pergunta de Transição: Quem é o meu próximo? 7. Frase de Transição: Quando usamos de misericórdia estamos agindo para a salvação.

6. Pergunta de Transição: Quem é o meu próximo? 7. Frase de Transição: Quando usamos de misericórdia estamos agindo para a salvação. 1 SERMÃO EXPOSITIVO TITULO: UM MINISTÉRIO DE COMPAIXÃO Lucas 10:25-37. INTRODUÇÃO 1. Saudações: Saúdo a todos os irmãos e amigos desta igreja com a paz do Senhor Jesus e a certeza na esperança de sua breve

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

PARÓQUIA SÃO MATEUS CALENDÁRIO 2014

PARÓQUIA SÃO MATEUS CALENDÁRIO 2014 Dia Dia da JANEIRO COM MARIA CONSTRUIR A PAZ 31 MISSA NA SÃO MATEUS 20H 01 Quarta SOLENIDADE DA SANTA MÃE DE DEUS, MARIA/ MISSA NA CAPELA SANTO ANTONIO 10H 2 MISSA NA SÃO MATEUS 19H30 3 HORARIO NORMAL

Leia mais

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE Introdução A CF deste ano convida-nos a nos abrirmos para irmos ao encontro dos outros. A conversão a que somos chamados implica

Leia mais

COM SÃO FRANCISCO, NA CARIDADE, BUSQUEMOS A ÉTICA EM PROL DO BEM COMUM

COM SÃO FRANCISCO, NA CARIDADE, BUSQUEMOS A ÉTICA EM PROL DO BEM COMUM CONVITE: A Paróquia de São Francisco de Assis tem a honra de lhes convidar para a Festa do Nosso Amado Padroeiro com o Tema: COM SÃO FRANCISCO, NA CARIDADE, BUSQUEMOS A ÉTICA EM PROL DO BEM COMUM Que realizar-se-á

Leia mais

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013 ROTEIRO PARA O DIA DE ORAÇÃO PELA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE RIO2013 Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude - CNBB CANTO DE ENTRADA (Canto a escolha) (Este momento de oração pode ser associado

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco Notícias de Família Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida 06 JUNHO 2014 Permanece conosco Vivemos dias de graça, verdadeiro Kairós com a Celebração

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Uma breve meditação sobre Mudança de Estruturas O objetivo desta meditação é redescobrir a dimensão espiritual contida na metodologia de mudança

Leia mais

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC 1. ESPAC O QUE É? A ESPAC é uma Instituição da Arquidiocese de Fortaleza, criada em 1970, que oferece uma formação sistemática aos Agentes de Pastoral Catequética e

Leia mais

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Quando, porém, chegou a plenitude do tempo, enviou Deus o seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a Lei,

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária Caro jovem,, Que alegria saber que como você muitos jovens estão encontrando um caminho para a oração pessoal e diária. Continue animado com a busca de um relacionamento mais pessoal

Leia mais

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família A transmissão da fé na Família Reunião de Pais Família Plano Pastoral Arquidiocesano Um triénio dedicado à Família Passar de uma pastoral sobre a Família para uma pastoral para a Família e com a Família

Leia mais

Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão

Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão A vida litúrgica começa muito cedo. Os Sacramentos são conhecidos como encontros pessoais com Cristo. Também são vistos como sinais da salvação.

Leia mais

O QUE É O PROJETO NATAL MISSIONÁRIO?

O QUE É O PROJETO NATAL MISSIONÁRIO? INTRODUÇÃO Como continuidade ao Projeto das Semanas Missionárias, Deus suscitou este novo projeto que envolverá não apenas ao movimento da Renovação Carismática Católica, mas a toda a Igreja Católica Apostólica

Leia mais

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA Nestes últimos anos tem-se falado em Catequese Renovada e muitos pontos positivos contribuíram para que ela assim fosse chamada. Percebemos que algumas propostas

Leia mais

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação ***************************************************************************

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação *************************************************************************** DIOCESE DE AMPARO - PASTORAL DA EDUCAÇÃO- MARÇO / 2015 Todo cristão batizado deve ser missionário Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos e fazei-me conhecer a vossa estrada! Salmo 24 (25) Amados Educadores

Leia mais

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo!

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! A vida e o ministério do padre é um serviço. Configurado a Jesus, que

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

20ª Hora Santa Missionária

20ª Hora Santa Missionária 20ª Hora Santa Missionária Tema: Missão é Servir Lema: Quem quiser ser o primeiro seja servo de todos Preparação do ambiente: cartaz do Mês missionário, Bíblia e fitas nas cores dos continentes, cruz e

Leia mais

DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA

DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA DEUS SE REVELA Revelação é o diálogo entre Deus e seus filhos, cuja iniciativa vem de Deus (8). A Palavra de Deus não se revela somente para

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

Calendário Paroquial 2015 Paróquia Santa Rita de Cássia Carapicuíba-SP

Calendário Paroquial 2015 Paróquia Santa Rita de Cássia Carapicuíba-SP Calendário Paroquial 2015 Paróquia Santa Rita de Cássia Carapicuíba-SP Janeiro 01 Q Solenidade Santa Maria, Mãe de Deus 02 S 03 S 15h00 Reunião de Coordenação da Catequese 04 D Solenidade Epifania do Senhor

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Antes da Solene celebração, entregar a lembrança do centenário No Final terá um momento de envio onde cada pessoa reassumirá a missão. O sinal deste momento será a colocação

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção?

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção? MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Espiritualidade e profecia são duas palavras inseparáveis. Só os que se deixam possuir pelo espírito de Deus são capazes de plantar sementes do amanhã e renovar a face da terra. Todo

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

OS SACRAMENTOS. O que é um Sacramento?

OS SACRAMENTOS. O que é um Sacramento? OS SACRAMENTOS Os sacramentos da nova lei foram instituídos por Cristo e são sete, a saber: o Batismo, a Crisma ou Confirmação, a Eucaristia, a Penitência, a Unção dos Enfermos, a Ordem e o Matrimônio.

Leia mais

+ Orani João Tempesta, O. Cist. Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

+ Orani João Tempesta, O. Cist. Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ AMAI-VOS Domingo passado, ao celebrar o tema da misericórdia, tive a oportunidade de estar com milhares de pessoas tanto na Catedral Metropolitana como no anúncio e instalação do Santuário da Misericórdia,

Leia mais

Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo A INTEGRAÇÃO DA PASTORAL VOCACIONAL COM A CATEQUESE

Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo A INTEGRAÇÃO DA PASTORAL VOCACIONAL COM A CATEQUESE Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo 1 o Curso por Correspondência às Equipes Vocacionais Paroquiais SEXTO TEMA: A INTEGRAÇÃO DA PASTORAL VOCACIONAL COM A CATEQUESE E A PASTORAL

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 1. Finalidade do Ano da Fé; 2. O que é a Fé; 3. A transmissão da Fé enquanto professada, celebrada, vivida e rezada; 4. O conteúdo

Leia mais

CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS

CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS Abreviações utilizadas: P Paróquia. RP Região Pastoral A Arquidiocese. N Nacional FEVEREIRO - 2014 01 Sb P Pastoral da Juventude Retiro Centro de Encontros Dom

Leia mais

APOSTOLADO DA ORAÇÃO

APOSTOLADO DA ORAÇÃO APOSTOLADO DA ORAÇÃO INFORMATIVO APOSTOLADO DA ORAÇÃO ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS - SC Outubro: Mês Missionário A missão é feita: com os pés dos que partem... com os joelhos dos que rezam... e as mãos

Leia mais

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE XXV domingo do tempo comum 23/09/2012 Igreja de Cedofeita ENTRADA Eu vi meu Deus e Senhor, aleluia, aleluia. Cantai ao amor, cantai, aleluia, aleluia. ADMONIÇÃO DE ENTRADA

Leia mais

CATEQUESE COMO INICIAÇÃO À EUCARISTIA

CATEQUESE COMO INICIAÇÃO À EUCARISTIA CATEQUESE COMO INICIAÇÃO À EUCARISTIA PE. GREGÓRIO LUTZ Certamente o título deste artigo não causa estranheza à grande maioria dos leitores da Revista de Liturgia. Mas mesmo assim me parece conveniente

Leia mais

Quinta. Quarta. Terça. Quinta. Quarta. Terça EVENTO. Moção de apoio ao processo de Beatificação de Dra. Zilda

Quinta. Quarta. Terça. Quinta. Quarta. Terça EVENTO. Moção de apoio ao processo de Beatificação de Dra. Zilda Janeiro 0 a Festa do Bom Jesus dos Aflitos 0 a Moção de apoio ao processo de Beatificação de Dra. Zilda Curitiba PR a Festa de São Sebastião e Terra Nova Reunião com coordenadores paroquiais dos coroinhas

Leia mais

Vício é uma palavra proveniente do latim vitium que significa falha ou defeito; é um mau hábito que causa dependência física ou emocional; é uma fuga

Vício é uma palavra proveniente do latim vitium que significa falha ou defeito; é um mau hábito que causa dependência física ou emocional; é uma fuga Introdução Ouço uma voz que me diz: O homem necessita de alguém que lhe esclareça quem ele é, que o instrua acerca de seus deveres, que o dirija para a virtude, renove seu coração, que o restabeleça em

Leia mais

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim!

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim! Page 1 of 6 GUIÃO DA CELEBRAÇÃO DA 1ª COMUNHÃO 2006 Ambientação Irmãos: Neste Domingo, vamos celebrar e viver a Eucaristia com mais Fé e Amor e também de uma maneira mais festiva, já que é o dia da Primeira

Leia mais

BREVE HISTÓRICO DA PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA - TAUAPE

BREVE HISTÓRICO DA PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA - TAUAPE BREVE HISTÓRICO DA PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA - TAUAPE A Paróquia de São João Batista do Tauape foi criada por sua Excia. Revma. Dom Antônio, de Almeida Lustosa, na época Arcebispo de Fortaleza, pelo decreto

Leia mais

Bem - Aventuranças. Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007

Bem - Aventuranças. Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007 Bem - Aventuranças Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007 Eu estou à tua porta a bater, Eu estou à tua porta a bater, Se me abrires a porta entrarei para enviar. Eu preciso

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A evangelização nos dá a alegria do encontro com a Boa Nova da Ressurreição de Cristo. A maioria das pessoas procura angustiada a razão de sua vida

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária ocê é convidado a iniciar uma experiência de oração. Às vezes pensamos que o dia-a-dia com seus ruídos, suas preocupações e sua correria não é lugar apropriado para levantar nosso

Leia mais

O Movimento dos Focolares A ESPIRITUALIDADE DA UNIDADE

O Movimento dos Focolares A ESPIRITUALIDADE DA UNIDADE O Movimento dos Focolares A ESPIRITUALIDADE DA UNIDADE O Movimento dos Focolares Movimento Internacional: Está presente em 182 países. Sede Central: Rocca di Papa (Roma), Itália No mundo: Membros: 120

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

CALENDARIO DE ATIVIDADES PAROQUIAIS SAGRADA FAMÍLIA - 2012

CALENDARIO DE ATIVIDADES PAROQUIAIS SAGRADA FAMÍLIA - 2012 FEVEREIRO 03 Missa do Apostolado da Oração 15h e Adoração das 16h às 18:45 04 Reunião com os Catequistas 14:30 horas 04 Curso de Batismo 19h às 21:30 horas 04 Noite do Cachorro Quente resp. Grupo de Jovens

Leia mais

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio 1 IGREJA METODISTA PASTORAL IMED PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANO DE AÇÃO BIÊNIO 2012-2013 Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA

Leia mais

SEMANA DE FORMAÇÃO TEOLÓGICA PARÓQUIA SANTO ANTONIO Itapira SP

SEMANA DE FORMAÇÃO TEOLÓGICA PARÓQUIA SANTO ANTONIO Itapira SP SEMANA DE FORMAÇÃO TEOLÓGICA PARÓQUIA SANTO ANTONIO Itapira SP CREIO (N)A SANTA IGREJA CATÓLICA I CRER DE MODO ECLESIAL NO CONTEÚDO DA FÉ CRISTÃ. A PROFISSÃO DE FÉ DA IGREJA A FÉ BATISMAL A PROFISSÃO DE

Leia mais

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 Maria e José levaram Jesus a Jerusalém a fim de apresentá-lo ao Senhor Leituras: Genesis 15, 1-6; 21,1-3; Salmo 104 (105), 1b-2, 3.4-5.6.8-9 (R/ 7a.8a); Carta aos

Leia mais

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE A Novena de Natal deste ano está unida à Campanha da Fraternidade de 2013. O tema Fraternidade e Juventude e o lema Eis-me aqui, envia-me, nos leva para o caminho da JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE Faça a

Leia mais

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Convidamos todas as paróquias, pastorais e lideranças a enviarem comunicados sobre festas, encontros, palestras e demais eventos, para divulgarmos em nosso Boletim

Leia mais

Servidores da Caridade

Servidores da Caridade Homilia da Missa Crismal 2011 Servidores da Caridade António Marto Catedral de Leiria 21 de Abril de 2011 Cantarei eternamente a bondade do Senhor A liturgia da Missa Crismal encerra uma beleza espiritual

Leia mais

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM Página 1 TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM 01. Canto de Entrada 02. Saudação inicial do celebrante presidente 03. Leitura

Leia mais

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO Disponível em: www.seminariomaiordebrasilia.com.br Acesso em 13/03/2014 A palavra Quaresma surge no século IV e tem um significado profundo e simbólico para os cristãos

Leia mais

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...).

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...). 122 ANO B DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia (Se estiverem presentes adultos que tenham sido baptizados na última Páscoa, as intenções da oração dos fiéis poderão hoje ser propostas por eles).

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

O mais importante na prática da devolução do dízimo não é com o quanto se participa. Mas como se participa.

O mais importante na prática da devolução do dízimo não é com o quanto se participa. Mas como se participa. Dízimo e a catequese Abril 2011 Silma Pontes silmapontes8@hotmail.com Paróquia da Glória - Acolhida O contingente de catequistas voluntários de nossa paróquia é expressivo. Vinte e quatro (24) fieis formadores,

Leia mais

www.comunidadepedraviva.com.br TRILHO PEDRA VIVA

www.comunidadepedraviva.com.br TRILHO PEDRA VIVA TRILHO PEDRA VIVA ROTEIRO PARA PLANTAÇÃO DE VIDAS Um provérbio chinês nos lembra : se sua visão é para um ano, plante trigo; se sua visão é para uma década, plante árvores; se sua visão é para toda a vida,

Leia mais

Sumário Rosário de Nossa Senhora

Sumário Rosário de Nossa Senhora Sumário PRECES DIÁRIAS DO CRISTÃO... 13 1. Sinal da Cruz... 13 2. Pai-Nosso... 14 3. Ave-Maria... 15 4. Glória ao Pai... 16 5. Creio... 16 6. Invocação ao Espírito Santo... 17 7. Bênção contra a Tristeza...

Leia mais

3º EIXO Dízimo TOTAL DIOCESE 943 579 61,3%

3º EIXO Dízimo TOTAL DIOCESE 943 579 61,3% 3º EIXO Dízimo Paróquia/Questionários Distribuídos Devolvidos % Devolv. Miguel Calmon 67 27 40 Piritiba 45 06 13 Tapiramutá 30 19 63 Mundo Novo 20 12 60 Jequitibá 14 10 71 Totais zonal 2 176 74 42% Andaraí

Leia mais

Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública.

Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública. Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública. No BATISMO DE JESUS, no Rio Jordão, revela-se o Filho amado de Deus,

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

I CONGRESSO EUCARÍSTICO PAROQUIAL

I CONGRESSO EUCARÍSTICO PAROQUIAL I CONGRESSO EUCARÍSTICO PAROQUIAL De 20 a 27 de Setembro de 2009 TEMA: Fazei isto em memória de mim (Lc 22,19b) PROGRAMAÇÃO Dia 20 de Setembro DOMINGO ABERTURA DO CONGRESSO 19h30min Celebração Eucarística

Leia mais

Paróquia, torna-te o que tu és!

Paróquia, torna-te o que tu és! Paróquia, torna-te o que tu és! Dom Milton Kenan Júnior Bispo Aux. de S. Paulo. Vigário Episcopal para Reg. Brasilândia Numa leitura rápida da Carta Pastoral de Dom Odilo, nosso Cardeal Arcebispo, à Arquidiocese

Leia mais

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009 Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote 1 - MOTIVAÇÃO INICIAL: Dir.: Em comunhão

Leia mais

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015]

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] 1 Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] Página 9 Na ilustração, Jesus está sob a árvore. Página 10 Rezar/orar. Página 11 Amizade, humildade, fé, solidariedade,

Leia mais

PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014

PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014 PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014 Objetivo A partir das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil e do 7º Plano Diocesano de Pastoral (2013-20150,

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

Explicação da Missa MISSA

Explicação da Missa MISSA Explicação da Missa Reunidos todos os catequizandos na Igreja, num primeiro momento mostram-se os objetos da missa, ensinam-se os gestos e explicam-se os ritos. Em seguida celebra-se a missa sem interrupção.

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA. O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...!

BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA. O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...! BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...! Quem procura acha. Módulo 2 Etapa 3 Nem sempre acha o

Leia mais

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS I. Nas celebrações do Tempo Advento Deus omnipotente e misericordioso, que vos dá a graça de comemorar na fé a primeira vinda do seu Filho Unigénito e de esperar

Leia mais

3º Congresso Vocacional do Brasil

3º Congresso Vocacional do Brasil III CONGRESSO VOCACIONAL DO BRASIL Tema: Discípulos missionários a serviço das vocações Lema: Indaiatuba, Itaici, 03 a 07 de setembro de 2010 3º Congresso Vocacional do Brasil Dom Leonardo Ulrich Steiner

Leia mais

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 27ºDOMINGO DO TEMPO COMUM (02/10/11) Parábola dos Vinhateiros Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Construir a Igreja

Leia mais

CONGRESSO EUCARÍSTICO. 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico

CONGRESSO EUCARÍSTICO. 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico CONGRESSO EUCARÍSTICO 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico O PADRE E A EUCARISTIA Eucaristia e Missão Consequência significativa da tensão escatológica presente na Eucaristia

Leia mais

A Apostolicidade da Fé

A Apostolicidade da Fé EMBARGO ATÉ ÀS 18H30M DO DIA 10 DE MARÇO DE 2013 A Apostolicidade da Fé Catequese do 4º Domingo da Quaresma Sé Patriarcal, 10 de Março de 2013 1. A fé da Igreja recebemo-la dos Apóstolos de Jesus. A eles

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Ser Igreja de Comunhão e Participação!

APRESENTAÇÃO. Ser Igreja de Comunhão e Participação! APRESENTAÇÃO Os Bispos aprovaram, recentemente, as Diretrizes da Ação Evangelizadoras da Igreja do Brasil 2011 2015 e a Arquidiocese de Florianópolis em comunhão com estas quer impulsionar todas as paróquias

Leia mais

Sagrado Coração de Jesus

Sagrado Coração de Jesus Trezena em honra ao Sagrado Coração de Jesus Com reflexões sobre suas doze promessas a Santa Margarida Maria de Alacoque EDITORA AVE-MARIA Introdução Antes de o prezado leitor iniciar esta Trezena em honra

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

A GEMINAÇÃO 20/10/2013

A GEMINAÇÃO 20/10/2013 A GEMINAÇÃO 20/10/2013 CENTRO DE SANTA BAKHITA BAIRRO KALOSSOMBEKWA BENGUELA ANGOLA REVERENDO E ESTIMADO PE. RÚBENS! Diante dos povos, manifestou Deus a salvação Sl 97 A Providência de Deus, que concorre

Leia mais

Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para nosso coração. Quantas belas lembranças evocam à nossa mente!

Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para nosso coração. Quantas belas lembranças evocam à nossa mente! Círculo de Casais - Dirigentes: Abel e Lourdinha Passos Paróquia são Francisco Xavier Niterói RJ 19/12/03 Comentarista: Chegou o Natal! Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para

Leia mais

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus A Identidade da Igreja do Senhor Jesus Atos 20:19-27 (Ap. Paulo) Fiz o meu trabalho como Servo do Senhor, com toda a humildade e com lágrimas. E isso apesar dos tempos difíceis que tive, por causa dos

Leia mais

Celebrar e viver o Concílio Vaticano II

Celebrar e viver o Concílio Vaticano II Celebrar e viver o Concílio Vaticano II Nota Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa Celebrar os 50 anos da abertura do Concílio no Ano da Fé 1. Na Carta apostólica A Porta da Fé, assim se exprime

Leia mais

Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes

Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes 17º DOMINGO DO TEMPO COMUM 26 de julho de 2015 Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes Leituras: Segundo Livro dos Reis 4, 42-44; Salmo 144 (145),

Leia mais

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO O Baptismo, porta da vida e do reino, é o primeiro sacramento da nova lei, que Cristo propôs a todos para terem a vida eterna, e, em seguida, confiou à

Leia mais

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 Mantendo-vos, portanto, firmes, tendo cingido os vossos rins com a verdade, vestindo a couraça da justiça e calçando os pés

Leia mais