Pisos em Epóxi. Autonivelante ST multiuso. Descrição geral. Vantagens. Aplicações

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pisos em Epóxi. Autonivelante ST multiuso. Descrição geral. Vantagens. Aplicações"

Transcrição

1 Pisos em Epóxi Autonivelante ST multiuso Descrição geral Nossas soluções em epóxi 100% sólidos são excelentes alternativas para uso em áreas secas de processamento, onde a estética diferenciada é necessária. Sua formulação e técnicas de aplicação propiciam um acabamento brilhante, com camada densa e resistência superior. Vantagens Acabamento brilhante, com cores vivas Boa resistência química Boa aderência ao concreto, cerâmica, madeira e metal A aplicação em camadas permite um resultado estético mais controlado Operação em temperaturas de até 60 C Impermeável Estética facilmente recuperável com uma nova camada de acabamento Formulação 100% sólidos, isenta de solventes É aplicado em espessuras de 1-3 mm, dependendo das variações de tráfego, durabilidade e condições do substrato. Aplicações O Autonivelante ST é formulado para fácil manutenção e limpeza, resistência superior ao impacto, dureza e excelente estética. É indicado para aplicações nas quais seja necessário um acabamento liso, sem emendas, denso, impermeável e com boa resistência a manchas. É uma excelente escolha para ambientes limpos, laboratórios, hospitais e áreas de montagem eletrônica. Salas limpas (assepsia até classe 1.000) Laboratórios Hospitais Indústrias eletrônicas Áreas de produção secas Oficinas mecânicas Estacionamentos e garagens Áreas de circulação Escritórios

2 Passo a passo da aplicação (*) 1. Preparação do substrato Polimento, fresagem ou jateamento Limpeza Tratamento de trincas e juntas 2. Aplicação de primer Epóxi ST 3. O Epóxi Autonivelante ST misturado é despejado sobre o piso. O material é distribuído usando-se um rodo (serra) ou desempenadeira. Um rolo quebrabolhas é usado para evitar bolhas e conseguir um acabamento uniforme (*) A instalação deve ser feita por aplicadores devidamente treinados.

3 Descrição do sistema Propriedades Monolítico Baixíssima porosidade Fácil limpeza Resistência superior a ação mecânica Acabamento brilhante, com várias opções de cores Formulação 100% sólidos isenta de solventes Cura rápida o piso pode ser exposto a cargas normais depois de 12 a 24 horas A instalação é possível em temperaturas ambientes de +18ºC a +30ºC Espessura de 1-3 mm Composição do substrato O Autonivelante ST é formulado para aplicação sobre concreto, madeira ou metal. Não é recomendado para uso sobre asfalto, tijolo, ardósia, mastique ou superfícies pintadas O substrato deve ser preparado corretamente para a instalação, conforme descrito abaixo. As superfícies devem estar sólidas, secas e mornas (18 C no mínimo), oferecer boa ancoragem e serem capazes de suportar carga. Devem estar livres de partículas livres, resíduos, impurezas e substâncias como gorduras, óleos, borracha, resíduos de tinta e outros contaminantes que podem prejudicar a adesão. Para superfícies muito poluídas, esses métodos mecânicos podem ser combinados com o descamamento por chama. Depois da preparação do substrato, sua força de ancoragem deve ser de 1,5 N/mm², pelo menos. A superfície do substrato deve apresentar poros abertos por toda a parte e ter uma textura rugosa. Considerando ser fundamental a correta avaliação e preparação do substrato, nós recomendamos sempre consultar um técnico da Miaki. A melhor preparação de substrato normalmente é conseguida por meio de jateamento ou remoção mecânica (fresagem).

4 Umidade máxima do substrato Substrato Umidade ambiente (antes e depois da aplicação) Concreto reforçado 2,0-3,0% Concreto poroso 3,0-5,0% Argamassa de cimento (depende da proporção da 1,5-3,0% mistura) Concreto celular 2,5-3,5% Primer Epóxi ST O primer ST é misturado com a quantidade correta de catalisador com um misturador e distribuído no substrato com um rolo de poliamida, até ficar uma camada fina e uniforme ( g/m²). Em substratos muito absorventes são aplicadas duas demãos de primer ST, para assegurar que exista uma camada fina e contínua sobre toda a superfície, para promover a aderência do material de saturação. O primer ST deve ser curado por 8 horas, no mínimo, variando conforme a temperatura ambiente. Pontos importantes a observar para o acabamento O revestimento não deve ser instalado se a temperatura dos componentes não estiver entre 16 e 30 C Altas temperaturas farão com que o material endureça mais rapidamente que o desejado. Em baixas temperaturas, o Autonivelante ST ficará viscoso e de difícil aplicação Não use água ou vapor de água nas proximidades da aplicação. A umidade pode afetar gravemente o tempo de trabalho e outras propriedades A boa ventilação durante o processo assegura a uma cura adequada do acabamento e evita prejuízos à saúde Revestimento Epóxi Autonivelante ST As partes A e B devem ser misturadas de forma a produzir uma massa homogênea. O material deve ser aplicado imediatamente após a mistura, com um rodo (serra) ou uma desempenadeira, para distribuição homogênea. É usado um rolo de poliamida, para retirar bolhas de ar e dar acabamento à superfície. Nota: Os valores descritos foram baseados em testes de laboratório. Na prática, influências externas podem levar a alterações nos valores.

5 Propriedades do sistema Epóxi Autonivelante ST Propriedade Norma / Método (*) Unidade Resultado Resistência à tensão ASTM C-307 [MPa] 12,94 Resistência à compressão ASTM C-579 [Mpa] 59,43 Resistência à flexão ASTM C-580 [Mpa] 26,38 Dureza ASTM D-2240 Shore D Aderência (concreto) ASTM D-4541 [MPa] >2,75 Resistência a impacto ASTM D-2794 [kg/cm] >16,63 Resistência ao desgaste ASTM D-4060 [g] 0,08 (máximo de perda de peso) Antiderrapância / Volume de deslocamento BGR 181 e DIN [R/V] R9 Inflamabilidade ASTM D-635 Auto-extinguível Coeficiente de expansão térmica linear Limitação de resistência térmica (exposição continuada) ASTM E-831 C^ -1 2,5 x 10^ -5 ASTM C C (contínuos) 93 C (respingos) (*) ASTM - American Society for Testing and Materials DIN - Deutsches Institut für Normung

6 Tabela de resistência química Epóxi Autonivelante ST Os dados aqui apresentados foram obtidos à temperatura ambiente de 20ºC e são de caráter exclusivamente de orientação. O procedimento de teste utilizado foi a total imersão das amostras nos produtos químicos relacionados, à temperatura ambiente, por um período de 30 dias. Dado o grande número de formulações utilizadas na prática, por exemplo, para limpeza e desinfecção, assim como as possíveis interações entre produtos químicos usados em uma área, não é possível oferecer qualquer garantia geral ou específica. A resistência química de um piso também é influenciada pelas cargas e pigmentos que são usados no sistema. Por essas razões, é essencial testar cada caso em separado. Os produtos químicos podem produzir descoloração, mas sem atacar outras propriedades do material. A agressividade de ácidos e outras substâncias químicas pode aumentar com variações de temperatura. Também é possível que ácidos derramados no piso modifiquem sua concentração, por evaporação ou absorção de umidade, agravando seus efeitos. Os exemplos práticos conhecidos acontecem, na maioria dos casos, em situações de solicitação térmica intensa e prolongada, com resultados variáveis em função das circunstâncias. O Departamento de Engenharia de Obras da Miaki está à disposição para atender qualquer consulta sobre este tema. Ácidos Acético (5%) + Maléico (60%) o Acético (15%) o Málico (50%) + Acético glacial - Monocloroacético (5%) + Benzóico (3%) + Monocloroacético (10%) o Bórico (30%) + Nítrico (10%) + Butírico (10%) - Nítrico (20%) o Crômico (10%) + Nítrico (30%) o Crômico (20%) o Nítrico acima de 40% - Cítrico (50%) + Oléico + Cresílico o Oxálico - saturado + Diglicólico + Pelargônico o Gorduroso + Perclórico (35%) o Fórmico (10%) o Fosfórico (50%) + Fórmico acima de 10% - Fosfórico (70%) o Fluobórico + Fosfórico (85%) - Heptanóico o Pícrico saturado + Hidroclórico ou clorídrico (15%) + Ftálico o Hidroclórico ou clorídrico (37%) o Succínio saturado + Fluorídrico (10%) o Sulfúrico (20%) + Fluorídrico (15%) o Sulfúrico (50%) o Hipocloroso (5%) + Sulfúrico (70%) - Láctico (20%) o Sulfúrico (98%) - Láctico acima de 25% - Tânico saturado +

7 Maléico (35%) + Tartárico saturado + Álcalis e sais Cloreto de alumínio (50%) + Benzoato de sódio + Cloreto de amônio (20%) + Carbonato de sódio (soda calcinada) + Hidróxido de amônio (20%) + Bicarbonato de sódio - saturado + Hidróxido de amônio (40%) + Bisulfato de sódio - saturado + Nitrato de amônio - saturado + Bisulfeto de sódio - saturado + Persulfato de amônio + Cloreto de sódio (sal) + Sulfato de amônio - saturado + Glutamato de sódio + Cloreto de cálcio (50%) + Hidróxido de sódio (50%) + Hidróxido de cálcio - saturado + Hipoclorito de sódio (10%) + Hipoclorito de cálcio (15%) + Propianato de sódio + Fluorborato de cobre + Sulfato de sódio - saturado + Cloreto férrico + Sulfeto de sódio - saturado + Sulfato ferroso + Fosfato trissódico - saturado + Hidróxido de potássio (40%) + Solventes e outros produtos Acetona o Querosene o Acrilonitrila o Lanolina + Anilina - Lardo + Álcool (metílico) o Óleo de semente de linhaça + Álcool (etílico, propílico, isopropílico e Maionese + butílico) + Metil-etil-cetona - Acetato de amila + Metil-Isdautil-cetona - Cerveja + Salicilato metílico (50% em tolueno) - Benzeno o Cloreto de metileno - Acetato butílico + Leite + Lactato butílico + Essências minerais + Brômio - Nafta + Dissulfeto de carbono - Naftalina o Tetraclorato de carbono + Óleos - corte Clorobenzeno + Óleos - minerais + Óleo de milho + Óleos - vegetais + Cicloexanol + Manteiga de amendoim + Cicloexanona o Percloroetileno + Clorofórmio - Fenol (5%) - Diacetona álcool + Piridina - Ftalato dietílico + Skydrol + Ftalato dimetílico + Sacarina - saturada (açúcar) + Acetato de etila o Tolueno o Etileno glicol + Triacetina + Éter o Tricloroetano + Dicloreto de etileno - Tricloroetileno o Formaldeído + Trietanolamina + Gasolina + Trietileno glicol + Glicerina + Uréia + Glioxal + Vinagre caseiro + Peróxido de hidrogênio (10%) + Água + Combustível de jato JP5 + Vinho +

8 Sucos de frutas + Xileno + Avaliação + Resistente Com base nos ensaios realizados, a exposição permanente aos agentes químicos em questão não causa alterações nas propriedades do sistema. o Resistência limitada A exposição permanente não é aconselhável, porque poderá alterar propriedades do sistema. Resiste a exposições curtas, de aproximadamente 1 a 2 horas. - Não resiste Danos ao sistema podem ocorrer até mesmo sob curta exposição.

Pisos em PU-KRETE. Espatulado. Descrição geral. Vantagens. Aplicações. Padarias Armazéns Centros de distribuição

Pisos em PU-KRETE. Espatulado. Descrição geral. Vantagens. Aplicações. Padarias Armazéns Centros de distribuição Pisos em PU-KRETE Espatulado Descrição geral Padarias Armazéns Centros de distribuição Vantagens Uma linha de soluções desenvolvida em poliuretano cimentício, que alia extrema resistência mecânica e térmica.

Leia mais

Descrição geral. Vantagens. Aplicações BOLETIM TÉCNICO. Autonivelante Saturado Flexível. www.miaki.com.br Página 1

Descrição geral. Vantagens. Aplicações BOLETIM TÉCNICO. Autonivelante Saturado Flexível. www.miaki.com.br Página 1 BOLETIM TÉCNICO Pisos em MMA Áreas internas e externas Autonivelante Saturado Flexível Revisão: fevereiro/2011. Descrição geral Resina metacrílica de cura rápida usada para formular revestimentos de pisos,

Leia mais

PLASTEEL CERÂMICO PINTÁVEL BRANCO

PLASTEEL CERÂMICO PINTÁVEL BRANCO PLASTEEL CERÂMICO PINTÁVEL BRANCO PLASTEEL CERÂMICO PINTÁVEL BRANCO é um revestimento cerâmico bicomponente, na cor branca, ideal para promover proteção pintável às superfícies contra corrosão, abrasão

Leia mais

Papelões Hidráulicos NA1060 NA1092. NA1085 Tabela de Compatibilidade Química - Papelões Hidráulicos

Papelões Hidráulicos NA1060 NA1092. NA1085 Tabela de Compatibilidade Química - Papelões Hidráulicos Papelões Hidráulicos NA11 NA192 NA12 NA14 NA1M NA16 NA185 Tabela de Compatibilidade Química - Papelões Hidráulicos Os papelões hidráulicos são indicados para fabricação de juntas de vedação nos mais variados

Leia mais

POLIETILENO ANTI-CHAMA

POLIETILENO ANTI-CHAMA POLIETILENO ANTI-CHAMA TUBO DE POLIETILENO ANTI-CHAMA MATERIAL Polietileno de baixa densidade auto-extinguível APLICAÇÕES Linhas para condução de gases e líquidos. Linhas que necessitam de materiais que

Leia mais

ANEXO IV. II- um armário para armazenagem de solventes, com construção resistente ao fogo.

ANEXO IV. II- um armário para armazenagem de solventes, com construção resistente ao fogo. ANEXO IV ARMAZENAMENTO DE PRODUTOS QUÍMICOS. No laboratório, almoxarifado e em locais em que se tenha que armazenar ou manipular substâncias químicas, deve-se ter em conta sua composição, pois muitas delas

Leia mais

MASTERTOP 1119 Sistema de Pintura Epóxi, sem adição de solventes, de alta resistência química e mecânica.

MASTERTOP 1119 Sistema de Pintura Epóxi, sem adição de solventes, de alta resistência química e mecânica. MASTERTOP 1119 Sistema de Pintura Epóxi, sem adição de solventes, de alta resistência química e mecânica. Descrição do Produto MASTERTOP 1119 é um sistema para pintura epoxídica, bicomponente, isento de

Leia mais

IVPU-Z IBIRÁ é fabricada em poliuretano com reforço de espiral em aço zincado. Possui alta flexibilidade, ótima resistância à abrasão.

IVPU-Z IBIRÁ é fabricada em poliuretano com reforço de espiral em aço zincado. Possui alta flexibilidade, ótima resistância à abrasão. VU-Z vácuo-ar 100% U Ficha Técnica Edição 00-08/05/015 VU-Z BRÁ VU-Z BRÁ Mangueira 100% U Descrição dos produtos Campos de Aplicação Dados do produto Metodologias Utilizadas: VU-Z BRÁ é fabricada em poliuretano

Leia mais

SISTEMAS DE PISO EPOXI

SISTEMAS DE PISO EPOXI SISTEMAS DE PISO EPOXI PRODUTO DESCRIÇÃO VEC-601 TUBOFLOOR TEE-556 AUTONIVELANTE Selador epóxi de dois componentes de baixa viscosidade. Revestimento epóxi com adição de sílica para regularização de pisos.

Leia mais

BT 0013 BOLETIM TÉCNICO RESINA FLOOR REPAIR PLUS_ ENDURECEDOR FLOOR REPAIR PLUS_ SÍLICA F-036

BT 0013 BOLETIM TÉCNICO RESINA FLOOR REPAIR PLUS_ ENDURECEDOR FLOOR REPAIR PLUS_ SÍLICA F-036 BT 0013 BOLETIM TÉCNICO RESINA FLOOR REPAIR PLUS_ ENDURECEDOR FLOOR REPAIR PLUS_ SÍLICA F-036 Elaborador: Verificadores: Aprovador: Resina Floor Repair Plus_Endurecedor

Leia mais

PLASTEEL CERÂMICO PINTÁVEL BRANCO

PLASTEEL CERÂMICO PINTÁVEL BRANCO PLASTEEL CERÂMICO PINTÁVEL BRANCO PLASTEEL CERÂMICO PINTÁVEL BRANCO é um revestimento cerâmico bi-componente, na cor branca, ideal para promover proteção pintável às superfícies contra corrosão, abrasão

Leia mais

BORRACHA NATURAL BORRACHA NITRÍLICA # QUÍMICO NEOPRENE PVA PVC. 1 1,1,1 Tricloro etano 2 1,2 Ácido etileno dicarboxílico

BORRACHA NATURAL BORRACHA NITRÍLICA # QUÍMICO NEOPRENE PVA PVC. 1 1,1,1 Tricloro etano 2 1,2 Ácido etileno dicarboxílico COMO UTILIZAR A TABELA QUÍMICA Localize o produto químico do qual você precisa de proteção. Siga a linha horizontal e selecione a coluna com o melhor desempenho nos testes. UTILIZE A LEGENDA VERDE: a luva

Leia mais

PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA

PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA 4:1 é um composto epóxi bi-componente com carga metálica, característica de massa na cor preta, pode ser aplicado com espátula, cura a frio, substituindo de maneira muito

Leia mais

RESINA POLIURETANO SEMI-FLEXIVEL

RESINA POLIURETANO SEMI-FLEXIVEL RESINA POLIURETANO SEMI-FLEXIVEL Raposo, S.A. Lider na Vanguarda Desde finais de 1982, os nossos técnicos têm vindo a liderar a tecnologia avançada na aplicação de produtos epoxy. Construída com a sua

Leia mais

2101 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO INTERNO Argamassa para Revestimento Interno de alvenaria

2101 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO INTERNO Argamassa para Revestimento Interno de alvenaria FICHA TÉCNICA DE PRODUTO 1. Descrição: A argamassa 2101 MATRIX Revestimento Interno, é uma argamassa indicada para o revestimento de paredes em áreas internas, possui tempo de manuseio de até 2 horas,

Leia mais

Conceito. Tem como compromisso criar vínculos fortes e duradouros com os clientes, oferecendo-lhes os melhores produtos e serviços.

Conceito. Tem como compromisso criar vínculos fortes e duradouros com os clientes, oferecendo-lhes os melhores produtos e serviços. Conceito A MAP é uma empresa que atua no mercado na avaliação do processo industrial de seus clientes, com a finalidade de conhecer suas necessidades e gerar soluções específicas para cada uma. Atua aliada

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS E DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO POLICARBONATO ALVEOLAR

BOLETIM TÉCNICO POLICARBONATO ALVEOLAR BOLETIM TÉCNICO POLICARBONATO ALVEOLAR Apresentação Sobre Policarbonato Policarbonato é um termoplástico de engenharia muito conhecido por ser transparente como vidro e resistente como o aço, derivado

Leia mais

ANEXO I LISTA I ADENDO

ANEXO I LISTA I ADENDO ANEXO I LISTA I 1. ÁCIDO N-ACETILANTRANÍLICO (1) 2. ÁCIDO ANTRANÍLICO (1) 3. ÁCIDO FENILACÉTICO (1) 4. ÁCIDO LISÉRGICO 5. ANIDRIDO PROPIÔNICO 6. CLORETO DE ETILA 7. EFEDRINA (1) 8. ERGOMETRINA (1) 9. ERGOTAMINA

Leia mais

2202 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO FACHADA Argamassa para uso em revestimento de áreas externas

2202 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO FACHADA Argamassa para uso em revestimento de áreas externas É composta por uma mistura homogênea de cimento Portland, cal hidratada e agregados minerais com granulometria controlada e aditivos químicos. O produto é oferecido na cor cinza. 3. Indicação: A argamassa

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para Celulose & Papel

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para Celulose & Papel Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Tintas Soluções para Celulose & Papel Soluções para Celulose e Papel A WEG Tintas fornece tecnologia em tintas para diversos tipos de ambientes

Leia mais

Revestimento epóxi autonivelante, argamassado e pintura de alta espessura para pisos

Revestimento epóxi autonivelante, argamassado e pintura de alta espessura para pisos Ficha de Produto Edição: 10/01/2014 Identificação n : 02 08 01 02 013 0 000002 Sikafloor -264 Sikafloor -264 Revestimento epóxi autonivelante, argamassado e pintura de alta espessura para pisos Descrição

Leia mais

Revestimentos de Alto Desempenho - RAD

Revestimentos de Alto Desempenho - RAD Revestimentos de Alto Desempenho - RAD O mercado de revestimentos para pisos de concreto se desenvolveu mais expressivamente no Brasil na década de 1980. Foi nesse momento que os revestimentos autonivelantes

Leia mais

Cerâmica técnica extrudada. Linha KerArt MEMBRO

Cerâmica técnica extrudada. Linha KerArt MEMBRO Cerâmica técnica extrudada Linha KerArt MEMBRO NBK 4008 400 X 400 X 8 mm Cerâmica técnica extrudada NBK HunterDouglas : Tecnologia para máxima resistência e desempenho. Há anos os revestimentos cerâmicos

Leia mais

CR-TOP FLEX POLIURÉIA - CATÁLOGO TÉCNICO

CR-TOP FLEX POLIURÉIA - CATÁLOGO TÉCNICO CR-TOP FLEX POLIURÉIA - CATÁLOGO TÉCNICO 1 APRESENTAÇÃO / DESCRIÇÃO TÉCNICA IMPERMEABILIZANTE MONOLÍTICO E 100 % SÓLIDO. COBRE COM EFICIÊNCIA: JUNTAS, TRINCAS E FISSURAS EXISTENTES EM ESTRUTURAS EM CONCRETO.

Leia mais

CONTEÚDO PADRÃO PARA INSERÇÃO NO SITE DO LICENCIADO Sistemas para Segmento Industrial

CONTEÚDO PADRÃO PARA INSERÇÃO NO SITE DO LICENCIADO Sistemas para Segmento Industrial CONTEÚDO PADRÃO PARA INSERÇÃO NO SITE DO LICENCIADO Sistemas para Segmento Industrial 1 SEGMENTO INDUSTRIAL Neste menu você conhecerá um pouco mais sobre a vasta linha de sistemas monolíticos e suas respectivas

Leia mais

REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE

REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE DESCRIÇÃO: O Penetron Industrial Self-Leveling Topping é um revestimento cimentício, autonivelante, monocomponente, fluído, bombeável e de rápida liberação ao tráfego

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para a Indústria de Cimento

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para a Indústria de Cimento Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Tintas A WEG Tintas fornece tecnologia em tintas para diversos tipos de ambientes agressivos. São produtos com maior retenção de cor e brilho,

Leia mais

GGD INOX MARTENSÍTICO

GGD INOX MARTENSÍTICO AÇOS INOXIDÁVEIS GGD INOX MARTENSÍTICO Generalidades Podem ser beneficiados para altas durezas e ampla faixa de resistência mecânica. São magnéticos e possuem boa usinabilidade. Resistência à corrosão:

Leia mais

TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7

TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7 TINTAS E VERNIZES MCC1001 AULA 7 Disciplina: Materiais de Construção I Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia Civil DEFINIÇÃO: TINTAS

Leia mais

INOVAÇÃO EM MANGUEIRAS INDUSTRIAIS

INOVAÇÃO EM MANGUEIRAS INDUSTRIAIS INOVAÇÃO EM MANGUEIRAS INDUSTRIAIS MANGUEIRAS INDUSTRIAIS SÃO NOSSO NEGÓCIO O DESENVOLVIMENTO, A PRODUÇÃO E AS VENDAS Reconhecida por seus clientes como uma fornecedora de soluções, a CSM conquistou a

Leia mais

assentamento e revestimento ficha técnica do produto

assentamento e revestimento ficha técnica do produto 01 Descrição: votomassa e revestimento é uma argamassa de uso geral que pode ser utilizada para o de elementos de alvenaria de vedação como blocos de concreto, blocos cerâmicos, e tijolos comuns. Também

Leia mais

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO O produto OXY-PRIMER é um tipo de tinta de cobertura cimentosa que não é composto de resinas normais, mas que adere como cimento. O cimento adere

Leia mais

Ficha Técnica de Produto

Ficha Técnica de Produto 1. Descrição: Votomassa SpectraLOCK Pro é um rejuntamento à base de epóxi de alta performance que proporciona cores uniformes, durabilidade e resistência a manchas. 2. Indicação: Excelente para aplicações

Leia mais

Resistência à compressão Dureza Barcol 30 40

Resistência à compressão Dureza Barcol 30 40 PROTECTO GLASS 90 é uma série de revestimentos monolíticos termofixos, que têm sido utilizados intensamente nos Estados Unidos e Brasil como uma excelente alternativa técnica para recuperação de equipamentos

Leia mais

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção Construção Civil Impermeabilização e Injeção Membranas moldadas in loco Vantagens da aplicação moldada in loco Agilidade na aplicação Requer cota mínima Aplicado a frio Molda-se perfeitamente ao substrato

Leia mais

REVESTIMENTO AUTONIVELANTE PARA REGULARIZAÇÃO DE PISOS ANTES DE ASSENTAMENTO DE CERÂMICA, PEDRAS, ETC.

REVESTIMENTO AUTONIVELANTE PARA REGULARIZAÇÃO DE PISOS ANTES DE ASSENTAMENTO DE CERÂMICA, PEDRAS, ETC. REVESTIMENTO AUTONIVELANTE PARA REGULARIZAÇÃO DE PISOS ANTES DE ASSENTAMENTO DE CERÂMICA, PEDRAS, ETC. DESCRIÇÃO O Premium Self-Leveling é um contrapiso cimentício, autonivelante, monocomponente, fluído,

Leia mais

NOVOLAC AR 170 Revestimento de alto desempenho Novolac, resistente a ácido sulfúrico 98%.

NOVOLAC AR 170 Revestimento de alto desempenho Novolac, resistente a ácido sulfúrico 98%. NOVOLAC AR 170 Revestimento de alto desempenho Novolac, resistente a ácido sulfúrico 98%. Descrição do Produto NOVOLAC AR 170 é um sistema novolac, 100% sólidos, com resistência a ácido sulfúrico 98% e

Leia mais

Revestimentos para Usinas

Revestimentos para Usinas Revestimentos para Usinas Sobre nós Fundada em 1995 Fundador: Engº Químico Newton Carvalho Jr. Área de atuação: Revestimentos monolíticos - pisos técnicos, pisos decorativos, proteções de superfície, revestimentos

Leia mais

Mangueiras PVC Catálogo Técnico. A Tecnologia Européia

Mangueiras PVC Catálogo Técnico. A Tecnologia Européia Mangueiras PVC Catálogo Técnico A Tecnologia Européia Mangueiras de PVC Balflex Balflex Brasil Ltda É UMA EMPRESA CERTIFICADA NBR ISO 9001:2008 Certificações Balflex : Balflex Membro de : (P) PVC 2 Balflex

Leia mais

Fibra de Carbono e NBR. Condições de Fornecimento: Norma atendida: ASTM F104 713130E43-M5. Temperatura Limite ( 0 C) Máxima: 400 / Normal: 240

Fibra de Carbono e NBR. Condições de Fornecimento: Norma atendida: ASTM F104 713130E43-M5. Temperatura Limite ( 0 C) Máxima: 400 / Normal: 240 D E IS E N T O S A M N I A O T NA1100 Fibra de Carbono e NBR descrição / Aplicações: NA1100 é um papelão hidráulico contendo fibra de carbono e grafite, cargas reforçantes e outros materiais ligados com

Leia mais

CÓDIGO DESCRIÇÃO UNID GRUPO PRAZO DE ENTREGA CLASS FISCAL EX CV FD

CÓDIGO DESCRIÇÃO UNID GRUPO PRAZO DE ENTREGA CLASS FISCAL EX CV FD 1004000017 ACETATO DE CALCIO H2O PA 25G FR PRODUTOS PA 05 DIAS 2915.29.00 N N N 1004000018 ACETATO DE CALCIO H2O PA 500G FR PRODUTOS PA 05 DIAS 2915.29.00 N N N 1004000023 ACETATO DE CHUMBO II NEUTRO (3H2O)

Leia mais

Apresentação da Empresa...

Apresentação da Empresa... Apresentação da Empresa... Contando com alta tecnologia e experiência, a Retaprene desenvolve Pisos e Revestimentos à base de Poliuretano de alta resistência, para ser aplicado em superfícies que necessitem

Leia mais

Tubo PA Advanced Uma excelente alternativa para o Poliamida Semi-Rigida

Tubo PA Advanced Uma excelente alternativa para o Poliamida Semi-Rigida Tubo PA Advanced Uma excelente alternativa para o Poliamida Semi-Rigida aerospace climate control electromechanical filtration fluid & gas handling hydraulics pneumatics process control sealing & shielding

Leia mais

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível, de alta adesividade, para áreas internas e externas. O Maxijunta Pastilhas de Porcelana é indicado principalmente para

Leia mais

Construção. Adesivo epóxi de baixa viscosidade para reparos e injeção em trincas e fissuras estruturais no concreto. Descrição do produto

Construção. Adesivo epóxi de baixa viscosidade para reparos e injeção em trincas e fissuras estruturais no concreto. Descrição do produto Ficha do Produto Edição 22/05/13 Sikadur 43 Adesivo epóxi de baixa viscosidade para reparos e injeção em trincas e fissuras estruturais no concreto Construção Descrição do produto é um adesivo estrutural

Leia mais

LAPIDOLITH Líquido endurecedor de superfície e anti pó para concreto.

LAPIDOLITH Líquido endurecedor de superfície e anti pó para concreto. LAPIDOLITH Líquido endurecedor de superfície e anti pó para concreto. DESCRIÇÃO DO PRODUTO LAPIDOLITH é um líquido endurecedor e antipó para superfícies de concreto, à base de fluossilicato de magnésio.

Leia mais

UCRETE HF100 RT. Revestimento uretânico

UCRETE HF100 RT. Revestimento uretânico UCRETE HF100 RT Revestimento uretânico DESCRIÇÃO DO PRODUTO UCRETE HF100 RT é uma tecnologia única de revestimento uretânico de alto desempenho com excelente resistência a agentes químicos agressivos e

Leia mais

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante.

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante. Página 1 de 5 Boletim Técnico Produto Esmalte PU Piscinas Descrição Esmalte PU Piscinas é um esmalte poliuretano bicomponente impermeável ideal para pintura de piscinas de concreto e fibra, deixando-as

Leia mais

Construção. Revestimento epóxi de alta resistência química, isento de solventes. Descrição do Produto. Usos. Características / Vantagens

Construção. Revestimento epóxi de alta resistência química, isento de solventes. Descrição do Produto. Usos. Características / Vantagens Ficha de Produto Edição: Outubro 2009 Sikagard -62 Revestimento epóxi de alta resistência química, isento de solventes Descrição do Produto Usos Características / Vantagens Dados do Produto Sikagard 62

Leia mais

1º Workshop. Área de Produtos Perigosos. - Inmetro -

1º Workshop. Área de Produtos Perigosos. - Inmetro - 1º Workshop da Área de Produtos Perigosos - Inmetro - Estanislau Olszanski Filho SBI Sistema Brasileiro de Inspeção Ltda ABTLP / NTC - SP 14 e 15 de dezembro de 2004 RTQ 7 RTQ 32 RTQ 3 RTQ 7c Inspeção

Leia mais

Miaki REVESTIMENTOS indústria de bebidas

Miaki REVESTIMENTOS indústria de bebidas Nesta apresentação, você conhecerá um pouco mais sobre as soluções em revestimentos da Miaki, desenvolvidas para cada área da sua indústria de bebidas. Miaki REVESTIMENTOS indústria de bebidas Fique por

Leia mais

GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS. Comunidade da Construção de Vitória

GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS. Comunidade da Construção de Vitória GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS 1 Objetivo Utilizar o controle tecnológico como ferramenta imprescindível para execução do revestimento de argamassa e cerâmica em fachadas, aumentando a

Leia mais

UCRETE HPQ Revestimento uretânico antiderrapante colorido de alto desempenho.

UCRETE HPQ Revestimento uretânico antiderrapante colorido de alto desempenho. UCRETE HPQ Revestimento uretânico antiderrapante colorido de alto desempenho. Descrição do Produto UCRETE HPQ é uma tecnologia única de revestimento uretânico de alto desempenho com um atraente acabamento

Leia mais

Revestimento epoxi, flexível de alta resistência química. Elevada resistência química. Ponte de fissuras. Impermeável a líquidos.

Revestimento epoxi, flexível de alta resistência química. Elevada resistência química. Ponte de fissuras. Impermeável a líquidos. Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 08.031 Versão nº 1 Sikafloor -390 Revestimento epoxi, flexível de alta resistência química Descrição do produto Revestimento à base de resinas

Leia mais

ABRALIMP Encontro de Associados. Alexis Joseph Steverlynck Fonteyne

ABRALIMP Encontro de Associados. Alexis Joseph Steverlynck Fonteyne ABRALIMP Encontro de Associados Alexis Joseph Steverlynck Fonteyne Projetistas de piso Executores de piso Fabricantes de revestimentos de alto desempenho (RAD) Fabricantes de insumos para pisos e revestimentos

Leia mais

Produto Rendimento Espessura Textura Catalisador Aplicações Características. K-4060 Catalise 5 X 1 em volume

Produto Rendimento Espessura Textura Catalisador Aplicações Características. K-4060 Catalise 5 X 1 em volume SISTEMA PU - 4000 - Tintas Industriais Esmalte E-4000 6,5 m2/litro sem diluição. 50 a 60 µm K-4060 Catalise 5 X 1 Excelente acabamento para pintura de caixa eletrônico, ônibus, baús, orelhões, painéis

Leia mais

Proporcionar segurança e conforto a partir do desenvolvimento de produtos adequados às mais diversas necessidades é a principal missão da Promat.

Proporcionar segurança e conforto a partir do desenvolvimento de produtos adequados às mais diversas necessidades é a principal missão da Promat. 39 Apresentação Proporcionar segurança e conforto a partir do desenvolvimento de produtos adequados às mais diversas necessidades é a principal missão da Promat. Nosso compromisso é oferecer a máxima

Leia mais

OUSE SONHAR COM CORIAN

OUSE SONHAR COM CORIAN OUSE SONHAR COM CORIAN O que a natureza criou, a DuPont melhorou. Criar novidades que facilitam e embelezam a vida é marca registrada DuPont. Assim é Corian, a combinação perfeita entre minerais naturais

Leia mais

CR-ELASTRON POLIURETANO - CATÁLOGO TÉCNICO

CR-ELASTRON POLIURETANO - CATÁLOGO TÉCNICO CR-ELASTRON POLIURETANO - CATÁLOGO TÉCNICO 1 APRESENTAÇÃO / DESCRIÇÃO TÉCNICA IMPERMEABILIZANTE MONOLÍTICO. COBRE COM EFICIÊNCIA: JUNTAS, TRINCAS E FISSURAS EXISTENTES EM ESTRUTURAS EM CONCRETO. PREPARADO

Leia mais

DADOS TÉCNICOS PROCEDIMENTOS DE APLICAÇÃO LIMPEZA E MANUTENÇÃO

DADOS TÉCNICOS PROCEDIMENTOS DE APLICAÇÃO LIMPEZA E MANUTENÇÃO DADOS TÉCNICOS PROCEDIMENTOS DE APLICAÇÃO LIMPEZA E MANUTENÇÃO DADOS TÉCNICOS AZULEJOS 20 x 20 cm MATERIAIS: aço inox AISI 304, placa cimentícia sem amianto, com adesivo e filme protector. DIMENSÕES: 20

Leia mais

PERÍCIA DE ENGENHARIA ENVOLVENDO SOLUÇÃO COM APLICAÇÃO DE POLIURÉIA

PERÍCIA DE ENGENHARIA ENVOLVENDO SOLUÇÃO COM APLICAÇÃO DE POLIURÉIA XVI COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS. IBAPE/AM PERÍCIA DE ENGENHARIA ENVOLVENDO SOLUÇÃO COM APLICAÇÃO DE POLIURÉIA Resumo Trata-se da solução de um problema de infiltração

Leia mais

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO TECNOLOGIA DE REVESTIMENTO Componentes do sistema BASE CHAPISCO Base Características importantes: Avidez por água - inicial e continuada Rugosidade EMBOÇO ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE Chapisco Função:

Leia mais

TINTAS E DROGARIA. Produtos de Limpeza e Conservação ARTIGOS DIVERSOS DE DROGARIA CATÁLOGO ARMAZENS REIS WWW.ARMAZENSREIS.PT

TINTAS E DROGARIA. Produtos de Limpeza e Conservação ARTIGOS DIVERSOS DE DROGARIA CATÁLOGO ARMAZENS REIS WWW.ARMAZENSREIS.PT CATÁLOGO ARMAZENS REIS WWW.ARMAZENSREIS.PT ARTIGOS DIVERSOS DE DROGARIA Morada: E.N. 2 km 10 Mamodeiro, 3810728 Aveiro Telefone: (+1) 234 941 194 55 Email: geral@armazensreis.pt = 55 ÁLCOOL Classe de compostos

Leia mais

5. Limitações: A argamassa Matrix Assentamento Estrutural não deve ser utilizada para assentamento de blocos silicocalcário;

5. Limitações: A argamassa Matrix Assentamento Estrutural não deve ser utilizada para assentamento de blocos silicocalcário; A argamassa Matrix Assentamento Estrutural é uma mistura homogênea de cimento Portland, agregados minerais com granulometria controlada e aditivos químicos. 3. Indicação: Excelente para assentamento de

Leia mais

Impermeabilizantes e Tintas

Impermeabilizantes e Tintas Kehl Ind e Com Ltda ME R. Italo Paino, 700 / Jd. Industrial - São Carlos SP CEP 13564-610 Tel/Fax: (16) 3361-2122 kehl@kehl.ind.br - www.kehl.ind.br Impermeabilizantes e Tintas DESCRIÇÃO DO PRODUTO Os

Leia mais

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO:

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO: INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível de alta adesividade para áreas internas e externas. Assenta e rejunta pastilhas de porcelana e cerâmica até 7,5 x 7,5 cm,

Leia mais

ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO DE PINTURA PARA TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA

ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO DE PINTURA PARA TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA Celesc Di Celesc Distribuição S.A. ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO DE PINTURA PARA TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA PINTURA SISTEMAS DE PROTEÇÃO ANTICORROSIVA PARA APLICAÇÃO EM : TRANSFORMADORES

Leia mais

Stratus Compostos Estruturais Ltda.

Stratus Compostos Estruturais Ltda. Stratus Compostos Estruturais Ltda. Especificações técnicas para bandejamento elétrico composto por leitos de cabos, eletrocalhas, eletrodutos e conduletes em fibra de vidro junho de 2013 Stratus Compostos

Leia mais

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho TINTAS Conceito Composição química variada, na maioria das vezes orgânica, que apresenta consistência líquida ou pastosa, que aplicada sobre uma superfície, forma um revestimento sólido e contínuo, com

Leia mais

Florença Revestimentos Cimentícios Recomendações Técnicas

Florença Revestimentos Cimentícios Recomendações Técnicas Florença Revestimentos Cimentícios Recomendações Técnicas Produto/variações Devido ao processo de fabricação e aplicação de gel envelhecedor, os revestimentos cimentícios, podem apresentar pequenas variações

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico Nome do Produto: Reticulina Código: EP-12-20021 RETICULINA Seção 1: Identificação do Produto e da Empresa Erviegas Ltda R. Lacedemônia, 268 - São Paulo

Leia mais

[MANUAL DE PINTURA PARA PISOS]

[MANUAL DE PINTURA PARA PISOS] 2015 1 PLASLAK INDÚSTRIA QUÍMICA LTDA. [MANUAL DE PINTURA PARA PISOS] 2 PINTURA PARA PISOS Porque pintar? Hoje, mais do que nunca, tornam-se imprescindíveis o cuidado e a atenção com o piso, devidos basicamente

Leia mais

membrana impermeabilizante

membrana impermeabilizante 01 Descrição: votomassa é uma impermeável flexível e antifissura resistente a cargas, que dispensa o uso de telas, para aplicação em diversos substratos. 02 Classificação técnica: ANTES Hydro Ban votomassa

Leia mais

UCRETE WR Revestimento uretânico argamassado de alto desempenho para superficies verticais e rodapé.

UCRETE WR Revestimento uretânico argamassado de alto desempenho para superficies verticais e rodapé. UCRETE WR Revestimento uretânico argamassado de alto desempenho para superficies verticais e rodapé. Descrição do Produto UCRETE WR é uma tecnologia única de revestimento uretânico de alto desempenho para

Leia mais

ROGERTEC MFC FIBRA DE CARBONO. Reforço Estrutural com AN) (MADE IN JAPAN)

ROGERTEC MFC FIBRA DE CARBONO. Reforço Estrutural com AN) (MADE IN JAPAN) Reforço Estrutural com FIBRA DE CARBONO MFC (MADE IN JAPAN) AN) Fax: (21) 3254-3259 A ROGERTEC é uma empresa nacional voltada para o fornecimento de produtos, equipamentos e tecnologia no setor das recuperações.

Leia mais

Comissão Institucional de Resíduos Químicos e Biológicos TABELAS DE INCOMPATIBILIDADES ENTRE ESPÉCIES QUÍMICAS

Comissão Institucional de Resíduos Químicos e Biológicos TABELAS DE INCOMPATIBILIDADES ENTRE ESPÉCIES QUÍMICAS TABELAS DE INCOMPATIBILIDADES ENTRE ESPÉCIES QUÍMICAS Ácidos inorgânicos 1 1 Ácidos inorgânicos Ácidos orgânicos 2 X 2 Ácidos orgânicos Bases 3 X X 3 Bases Aminas 4 X X 4 Aminas Compostos halogenados 5

Leia mais

Motores Energia Automação Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para Pisos

Motores Energia Automação Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para Pisos Motores Energia Automação Transmissão & Distribuição Tintas Tintas Soluções para Pisos Soluções para pisos Além de oferecer proteção para ferramentas, equipamentos e estruturas industriais, a WEG Tintas

Leia mais

Gama de luvas profissionais. Desenvolvidas pelos profissionais da limpeza

Gama de luvas profissionais. Desenvolvidas pelos profissionais da limpeza Gama de luvas profissionais Desenvolvidas pelos profissionais da limpeza Proteja a sua saúde com luvas cómodas e profissionais Os profissionais da limpeza, não utilizam somente os utensílios profissionais

Leia mais

SISTEMA LAPIDUR BOLETIM TÉCNICO

SISTEMA LAPIDUR BOLETIM TÉCNICO BOLETIM TÉCNICO SISTEMA LAPIDUR Trata-se de um processo inovador de polimento do concreto existente, conferindo-lhe o aspecto brilhante e reduzindo a porosidade. SISTEMA LAPIDUR Concreto lapidado é uma

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO ADITIVOS PARA O CONCRETO 1) Definição : NBR 11768 (EB-1763/92) - Aditivos para concreto de Cimento Portland. Produtos que adicionados em pequena quantidade a concreto de Cimento Portland modificam algumas

Leia mais

Válvulas Globo de Pistão KLINGER

Válvulas Globo de Pistão KLINGER Catálogo Válvulas Globo de Pistão KLINGER 1. Introdução 2. Introdução. Válvula de Pistão KVMD e KVSD. Válvula de Pistão KVD 5. Válvula de Pistão KVN-LT. Vedação KXGT 7. Gráficos de Pressão/Temperatura

Leia mais

Tabela de Resistência Química de compostos de PVC

Tabela de Resistência Química de compostos de PVC Tabela de Resistência Química de compostos de VC ignificado dos símbolos que denotam o desempenho do composto: : Resistência química satisfatória; : Ataque ou absorção parcial. A resistência pode ser considerada

Leia mais

SIGMA IMPERMEABILIZANTE 1

SIGMA IMPERMEABILIZANTE 1 1 A manta líquida SIGMA foi especialmente desenvolvida para ser aplicada nas áreas da construção civil formando uma camada impermeável e elástica, impedindo a umidade e infiltração de água em materiais

Leia mais

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Produto: Parabond 700 é um adesivo de alta qualidade, cura rápida, permanentemente elástico, à base de MS polímero, com

Leia mais

Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas.

Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas. Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas. SOMA DE VALORES A JR Tecnologia em Superfícies (nome fantasia) iniciou suas atividades em 1991 com o nome JR Gonçalves

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 159

Norma Técnica SABESP NTS 159 Norma Técnica SABESP NTS 159 Esquema de pintura para equipamentos e materiais em aço-carbono ou ferro fundido pintados e em contato direto com esgoto Especificação São Paulo Rev. 1 - Outubro - 2001 NTS

Leia mais

Construção. Adesivo para colagem estrutural. Descrição do produto Campos de aplicação. Características / Vantagens. Testes. Dados do Produto.

Construção. Adesivo para colagem estrutural. Descrição do produto Campos de aplicação. Características / Vantagens. Testes. Dados do Produto. Ficha de Produto Edição 02/09/2010 Identificação n 02 04 01 04 001 0 000001 Sikadur 30 Adesivo para colagem estrutural. Descrição do produto Campos de aplicação Características / Vantagens Testes Sikadur

Leia mais

Sistemas de impermeabilização e proteção para obras de saneamento

Sistemas de impermeabilização e proteção para obras de saneamento Sistemas de impermeabilização e proteção para obras de saneamento 1. Introdução Jaques Pinto (1); Emilio Minoru Takagi (2); (1) Diretor Técnico-Comercial da MC-Bauchemie Brasil; (2) Gerente Técnico da

Leia mais

Anexo II. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Laudo Técnico Ambiental Sala de Reagentes

Anexo II. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Laudo Técnico Ambiental Sala de Reagentes Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Anexo II Laudo Técnico Ambiental Sala de Reagentes CAMPUS AVANÇADO DE POÇOS DE CALDAS Instituto de Ciência e Tecnologia Diretor do Instituto Prof. Cláudio Antônio

Leia mais

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURAS EXECUÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURA EQUIPAMENTOS USUAIS PARA APLICAÇÃO DA PINTURA Ferramentas para PREPARO

Leia mais

FATORES QUE PODEM IMPLICAR EM FALHAS PREMATURAS DE PINTURA INTERNA in situ DE DUTOS 2006

FATORES QUE PODEM IMPLICAR EM FALHAS PREMATURAS DE PINTURA INTERNA in situ DE DUTOS 2006 FATORES QUE PODEM IMPLICAR EM FALHAS PREMATURAS DE PINTURA INTERNA in situ DE DUTOS 2006 Joaquim Pereira Quintela PETROBRAS/CENPES Victor Solymossy PETROBRAS/CENPES INTRODUÇÃO Vantagens do emprego de revestimentos

Leia mais

Trilhando o caminho da sustentabilidade ao baixo VOC, formulando primers base água. BECKOSOL AQUA 210 EPOTUF 37-685. André Luiz de Oliveira

Trilhando o caminho da sustentabilidade ao baixo VOC, formulando primers base água. BECKOSOL AQUA 210 EPOTUF 37-685. André Luiz de Oliveira Trilhando o caminho da sustentabilidade ao baixo VOC, formulando primers base água. BECKOSOL AQUA 210 EPOTUF 37-685 André Luiz de Oliveira FORMULANDO PRIMER ALQUÍDICO BASE ÁGUA PARA METAIS BECKOSOL AQUA

Leia mais

Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características

Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características Tintas Um problema Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características e tipos de tintas. Introdução Na aula anterior, vimos

Leia mais

ADEPOXI 2012 FLOOR FINISH

ADEPOXI 2012 FLOOR FINISH DESCRIÇÃO DO PRODUTO ADEPOXI 2012 FLOOR FINISH é uma nova geração de tinta epóxi modificada de acabamento para piso de alta espessura com alta resistência química e baixo teor de compostos orgânicos voláteis

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Wegpoxi GFD 402 Balde (17,15 L) Componente B Wegpoxi GFD 402 Comp. B CD 14649 (2,85 L) Resistência ao calor seco

EMBALAGENS: Componente A Wegpoxi GFD 402 Balde (17,15 L) Componente B Wegpoxi GFD 402 Comp. B CD 14649 (2,85 L) Resistência ao calor seco WEGPOXI GFD 402 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer Acabamento Epóxi Novolac bi-componente, de alta espessura e altos sólidos. Baixíssimo teor de solvente (LOW VOC), formulado com flocos de vidro que proporcionam

Leia mais

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar:

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar: COMO INSTALAR : Importante para uma perfeita instalação, obter o resultado especificado pela Revitech Pisos e esperado pelo cliente, a utilização das ferramentas corretas. Ferramentas como a desempenadeira,

Leia mais

porcelanato interno ficha técnica do produto

porcelanato interno ficha técnica do produto 01 DESCRIÇÃO: votomassa é uma argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para aplicação de revestimentos cerâmicos e s em áreas internas. 02 CLASSIFICAÇÃO TÉCNICA:

Leia mais

ANEXO III INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS QUÍMICOS UTILIZADOS NO DEPARTAMENTO

ANEXO III INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS QUÍMICOS UTILIZADOS NO DEPARTAMENTO ANEXO III INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS QUÍMICOS UTILIZADOS NO DEPARTAMENTO Os produtos químicos manuseados tornam-se muitas vezes agentes de risco pela inexistência de condições de segurança, tais como,

Leia mais

MEMBRANAS DE POLIURETANO DE ALTO DESEMPENHO SISTEMA A BASE DE POLIURETANO PARA LAJES C/ TRANSITO DE PEDESTRE E TRANSITO DE VEÍCULOS

MEMBRANAS DE POLIURETANO DE ALTO DESEMPENHO SISTEMA A BASE DE POLIURETANO PARA LAJES C/ TRANSITO DE PEDESTRE E TRANSITO DE VEÍCULOS MEMBRANAS DE POLIURETANO DE ALTO DESEMPENHO SISTEMA A BASE DE POLIURETANO PARA LAJES C/ TRANSITO DE PEDESTRE E TRANSITO DE VEÍCULOS Angelo Derolle Filho SISTEMA VULKEM PRINCIPAIS VANTAGENS Sistema Impermeável

Leia mais