CARTILHA DO IDOSO. A sabedoria de uma Nação se mede pelo valor que seu povo atribui à experiência, às lembranças e aos ideais das pessoas idosas.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARTILHA DO IDOSO. A sabedoria de uma Nação se mede pelo valor que seu povo atribui à experiência, às lembranças e aos ideais das pessoas idosas."

Transcrição

1 CARTILHA DO IDOSO A sabedoria de uma Nação se mede pelo valor que seu povo atribui à experiência, às lembranças e aos ideais das pessoas idosas. 2008

2 Abdiel Ramos Figueira Procurador- Geral de Justiça Ivo Benitez Coordenador dos Centros de Apoio Gilberto Barbosa Batista dos Santos Diretor do Centro de Apoio Operacional Cível Charles Martins Ivanildo de Oliveira Promotores da Casa da Cidadania Bárbarah Julyane R. T. Bisconsin Danielly B. Rezende Fernandes Iara Carolina M. Passos Assessoras Jurídicas Alice Gonçala Ferreira A. Alves Maria Fernanda B. M. de Souza Mirele R. de Queiroz Jucá José Alzir F. de Lima Assistentes da Casa da Cidadania SEGRAF - MP/RO Diagramação

3 Principais Direitos Objetivos O objetivo desta Cartilha é esclarecer o idoso sobre seus principais direitos, onde buscá-los e como fazer para que sejam respeitados. Quem é considerado idoso no Brasil? A pessoa com idade igual ou superior a sessenta anos. Base legal para proteção do idoso A Constituição Federal prevê como objetivo fundamental da República promover o bem de todos, sem preconceito ou discriminação em razão da idade. O que isso significa? Que não pode haver discriminação no plano social, cultural e profissional.

4 CARTILHA Principais DO Direitos IDOSO Saúde Para prevenção e manutenção da saúde, o idoso tem direito: atendimento geriátrico e gerontológico em ambulatórios; cadastramento em base territorial; unidades geriátricas com pessoal especializado nas áreas de geriatria e gerontologia; atendimento domiciliar, incluindo internação; atenção integral à saúde por intermédio do SUS; direito à acompanhante quando internado ou em observação; medicação gratuita, inclusive de uso continuado.

5 Principais Direitos Importante saber que os planos de saúde não podem cobrar valores diferenciados em razão da idade. Vacinas O Ministério da Saúde garante aos idosos vacinas contra difteria, tétano, febre amarela, gripe, hepatite e pneumonia que poderão ser encontradas nos postos de saúde. Pensão Alimentícia Os filhos são obrigados a ajudar na manutenção dos pais necessitados. O idoso que necessite de alimentos deve requerê-los na Justiça por meio de Advogado, da Defensoria Pública ou do Ministério Público.

6 CARTILHA Principais DO Direitos IDOSO Benefício de Prestação Continuada Ao idoso, desde que comprove não possuir meios de se manter com recursos próprios ou da família, é garantido um salário mínimo por mês. Requisitos para o benefício: ter, no mínimo, 65 anos de idade; não exercer atividade remunerada; renda familiar mensal inferior a ¼ do salário mínimo vigente; não estar recebendo benefício pela Previdência Social ou por outro regime previdenciário. Documentos Necessários: identidade do idoso e de seus familiares; comprovação de renda da família; comprovante de residência.

7 Principais Direitos Para receber este benefício não é necessário que o idoso tenha contribuído para a Previdência Social. O benefício já concedido a qualquer membro da família não será computado para fins de cálculo da renda familiar por pessoa. Para os cálculos deste benefício, desde que convivam sob o mesmo teto, são considerados integrantes da família: filhos e irmãos, não emancipados menores de 21 anos ou inválidos; cônjuge ou companheiro (a); pais. Onde procurar? Agência do INSS da sua cidade.

8 PrincipaisDO Direitos CARTILHA IDOSO Aposentadoria por Idade Benefício concedido aos que contribuíram para a Previdência Social e tem por objetivo garantir a manutenção do idoso e da sua família. O benefício é concedido para o homem aos 65 anos e, para a mulher, aos 60. Em se tratando de trabalhador rural, o tempo é reduzido para 60 anos, se homem, e 55 anos, se mulher. Onde procurar? Via Centro Agência do INSS da sua cidade. Aposentadoria do Soldado da Borracha Benefício pago aos que atuaram durante a 2ª guerra mundial como seringueiros na Amazônia. O benefício é de dois salários mínimos por mês ao soldado da borracha ou seus dependentes. Onde procurar? Agência do INSS da sua cidade.

9 Principais Direitos Transporte Gratuito Via Centro a) Transporte Coletivo Urbano (dentro da cidade) Garantido aos maiores de 65 anos e basta apresentar qualquer documento que comprove a idade. No Município de Porto Velho a idade foi reduzida para 60 anos. b) Transporte Intermunicipal (de uma para outra cidade no Estado) Em Rondônia, com a carteira do passe livre, a pessoa com mais de 65 anos tem direito a viajar gratuitamente em ônibus convencional para qualquer cidade do Estado. As carteiras são expedidas pelo Departamento de Estradas e Rodagem.

10 CARTILHA Principais DO Direitos IDOSO Documentos necessários: cópia do RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento; comprovantes de residência e renda; 2 fotos 3x4 recentes. c) Transporte Interestadual (de um Estado para outro) Garantido aos maiores de 65 anos e basta apresentar qualquer documento que comprove a idade. Acesso ao Trabalho Ao idoso é assegurado acesso a qualquer trabalho sem discriminação, inclusive em concursos públicos, exceto nos casos em que a natureza do cargo exigir.

11 Principais Direitos Desconto de meia-entrada O idoso tem direito a desconto de 50% no valor dos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos, de lazer e acesso preferencial aos locais dos eventos. 50 % desconto Habitação Nos programas habitacionais públicos ou feitos com dinheiro público, indispensável a reserva de, no mínimo, 3% das unidades habitacionais aos idosos.

12 CARTILHA Principais DO Direitos IDOSO Administração dos Bens O idoso tem direito de administrar seus bens enquanto não for interditado judicialmente. É crime apropriar-se de bens e rendimentos de idosos. Prioridade de Atendimento É garantida às pessoas com idade igual ou superior a 60 anos prioridade no atendimento nas repartições públicas e instituições bancárias. Prioridade no Estacionamento Necessário se reserve 5% das vagas nos estacionamentos públicos e privados aos idosos para melhor permitir sua comodidade. 10

13 Principais Direitos A quem denunciar abusos cometidos contra idosos Ao Ministério Público, Conselhos Estadual e Municipal do Idoso, Defensoria Pública e Autoridades Policiais. O idoso jamais deve ficar trancado em casa ou em seus cômodos, seja qual for a situação, pois essa atitude é considerada crime de cárcere privado. D E N Ú C I E 11

14 CARTILHA Principais DO Direitos IDOSO TELEFONES ÚTEIS Ministério Público do Estado de Rondônia Ministério Público - Casa da Cidadania Porto Velho Disque-denúncia Conselho Estadual do Idoso ou Defensoria Pública Geral ou Agência Nacional de Transporte Terrestre (61)

15 Principais Direitos É tão importante envelhecer! Saber descobrir o encanto de cada idade. Feliz de quem envelhece por fora, conservando-se jovem por dentro. O importante não é viver muito ou viver pouco, mas realizar na vida o plano para o qual Deus nos criou. Dom Helder Câmara 13

16 REALIZAÇÃO Rua: Jamary, Bairro Olaria CEP: Porto Velho / RO TEL. (069)

PRINCIPAIS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA. Danielly Bernardes Rezende Fernandes Assessora Jurídica

PRINCIPAIS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA. Danielly Bernardes Rezende Fernandes Assessora Jurídica PRINCIPAIS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA Danielly Bernardes Rezende Fernandes Assessora Jurídica A Constituição elegeu como fundamentos da República a Cidadania e a Dignidade da Pessoa Humana e,

Leia mais

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência O que é a Defensoria Pública? A Defensoria Pública do Estado é uma Instituição permanente

Leia mais

Os direitos do idoso

Os direitos do idoso 1 de 5 05/10/2012 15:00 Os direitos do idoso Fonte: http://www.prodam.sp.gov.br/idososp/direito.htm Idoso é toda pessoa adulta com 60 anos ou mais O IDOSO TEM DIREITO À VIDA A família, a sociedade e o

Leia mais

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de

Leia mais

www.unifeb.edu.br PROJETO CUIDA DIREITO do Idoso

www.unifeb.edu.br PROJETO CUIDA DIREITO do Idoso www.unifeb.edu.br Cartilha do Idoso APRESENTAÇÃO OS DIREITOS DOS IDOSOS NO MUNICÍPIO DE BARRETOS ASSISTÊNCIA SOCIAL PENSÃO ALIMENTÍCIA PLANO DE SAÚDE PREVIDÊNCIA SOCIAL INFORMAÇÕES ÚTEIS APRESENTAÇÃO Essa

Leia mais

Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Cartilha da 3ª idade nas relações de consumo / Jeanine Bender de Paula ISBN:

Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Cartilha da 3ª idade nas relações de consumo / Jeanine Bender de Paula ISBN: Autora: Jeanine Bender de Paula Projeto Gráfico: Mauro Ono Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Cartilha da 3ª idade nas relações de consumo / Jeanine Bender de Paula ISBN: 1. Cartilha

Leia mais

Prefeitura Municipal de Chácara Rua: Heitor Candido, 60 Centro 36.110-000 Chácara Minas Gerais Telefax: (32) 3277-1014 E-mail; pchacara@acessa.com.

Prefeitura Municipal de Chácara Rua: Heitor Candido, 60 Centro 36.110-000 Chácara Minas Gerais Telefax: (32) 3277-1014 E-mail; pchacara@acessa.com. LEI 646 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2005 Dispõe sobre a Política Municipal do Idoso. O Prefeito Municipal de Chácara, MG, faço saber que a Câmara Municipal de Chácara decreta e eu sanciono a seguinte Lei: INSTITUI

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS DEFENSORES PÚBLICOS DO ESTADO DO CEARÁ

ASSOCIAÇÃO DOS DEFENSORES PÚBLICOS DO ESTADO DO CEARÁ ASSOCIAÇÃO DOS DEFENSORES PÚBLICOS DO ESTADO DO CEARÁ 1 A velhice Olha estas velhas árvores, mais belas Do que as árvores moças, mais amigas, Tanto mais belas quanto mais antigas, Vencedoras da idade e

Leia mais

ESTATUTO DO IDOSO - PONTOS FUNDAMENTAIS Ednalva Maria Guimarães Farias de David Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Direito Previdenciário ESTUDO OUTUBRO/2003 Câmara dos Deputados Praça dos

Leia mais

MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA

MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA BRASIL Ü 2025 32 milhões de idosos 6º LUGAR NO MUNDO 2002 15 milhões de Idosos LEGISLAÇÃO DE PROTEÇÃO SOCIAL PARA O IDOSO Lei Orgânica da Assistência

Leia mais

Estatuto do Idoso. Resumido. anos

Estatuto do Idoso. Resumido. anos Estatuto do Idoso Resumido 60 anos ESTATUTO DO IDOSO RESUMIDO O aumento da expectativa de vida do brasileiro representa um grande desafio para os governos bem como para a sociedade civil. O implemento

Leia mais

Documentos para o processo seletivo ProUni 200902

Documentos para o processo seletivo ProUni 200902 Documentos para o processo seletivo ProUni 200902 Os alunos pré-selecionados deverão marcar horário para entrevista através do telefone (51)3586.89.01, ficando ciente que a documentação abaixo deverá ser

Leia mais

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Realização: Ágere Cooperação em Advocacy Apoio: Secretaria Especial dos Direitos Humanos/PR Módulo III: Conselhos dos Direitos no

Leia mais

Expediente. Produção Técnica: Esta é uma publicação técnica da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania do Município de Parnaíba.

Expediente. Produção Técnica: Esta é uma publicação técnica da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania do Município de Parnaíba. CARTILHA do CRAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PARNAÍBA PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA - PSB SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL - SUAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E CIDADANIA Prefeitura Municipal de Parnaíba

Leia mais

CADASTRO ÚNICO POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E SEUS DIREITOS

CADASTRO ÚNICO POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E SEUS DIREITOS CADASTRO ÚNICO POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E SEUS DIREITOS SABIA? VOCÊ As pessoas em situação de rua têm direito a estar no Cadastro Único. O que é o Cadastro Único? O Cadastro Único identifica quem são

Leia mais

PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SELEÇÃO 2016 ESTUDANTES CONVOCADOS PARA A ENTREVISTA

PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SELEÇÃO 2016 ESTUDANTES CONVOCADOS PARA A ENTREVISTA PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SELEÇÃO 2016 ESTUDANTES CONVOCADOS PARA A ENTREVISTA A Divisão de Programas Sociais da PROAES divulga a relação dos estudantes convocados para o processo de entrevista.

Leia mais

CARTILHA DO IDOSO. Secretaria de Assistência Social

CARTILHA DO IDOSO. Secretaria de Assistência Social CARTILHA DO IDOSO Secretaria de Assistência Social ANOTAÇÕES: O Estatuto do Idoso foi aprovado em 1º de outubro de 2003, fruto da organização e mobilização dos aposentados, pensionistas e idosos vinculados

Leia mais

SEGRAF - MP/RO Projeto Gráfico e Produção

SEGRAF - MP/RO Projeto Gráfico e Produção Héverton Alves de Aguiar Procurador-Geral de Justiça Cláudio José de Barros Silveira Coordenador dos Centros de Apoio Yara Travalon Viscardi Diretora do Centro de Apoio Operacional da Cidadania Ana Paula

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL DA DOCUMENTAÇÃO 1. Documentos de identificação: a) 1 (uma) Foto 3x4 do candidato; b) Formulário de Inscrição; c) Atestado de Matrícula; d) Histórico Acadêmico (caso já tenha

Leia mais

SAIBA COMO SOLICITAR O PASSE LIVRE NO TRANSPORTE COLETIVO INTERESTADUAL PARA PESSOAS DEFICIENTES

SAIBA COMO SOLICITAR O PASSE LIVRE NO TRANSPORTE COLETIVO INTERESTADUAL PARA PESSOAS DEFICIENTES SAIBA COMO SOLICITAR O PASSE LIVRE NO TRANSPORTE COLETIVO INTERESTADUAL PARA PESSOAS DEFICIENTES Com o Passe Livre, você vai poder viajar por todo o país. Use e defenda o seu direito. O bom funcionamento

Leia mais

eduardo.silveira@saeb.ba.gov.br (71) 3116-5476 SUPREV/SAEB

eduardo.silveira@saeb.ba.gov.br (71) 3116-5476 SUPREV/SAEB INATIVAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS Eduardo Matta Milton da Silveira Diretor de Administração dos Benefícios Previdenciários eduardo.silveira@saeb.ba.gov.br (71) 3116-5476 SUPREV/SAEB O que vou levar? Como

Leia mais

EIXO 2. Alpinópolis. Arinos

EIXO 2. Alpinópolis. Arinos 2- Maior fiscalização por parte da União, do cumprimento da lei de acessibilidade em Barão de Cocais prédios e locais públicos 2- Criar mecanismos para cobrar acessibilidade nos órgãos públicos, instituições

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR SOCIAL 2015.2

EDITAL VESTIBULAR SOCIAL 2015.2 UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL VESTIBULAR SOCIAL 2015.2 O Reitor do UNIABEU - Centro Universitário torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Social, para o 2º semestre de 2015,

Leia mais

Paróquia São João Batista Comissão Paroquial em Defesa da Vida

Paróquia São João Batista Comissão Paroquial em Defesa da Vida 15 DE JUNHO... DIA MUNDIAL DE COSCIENTIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA Se meu andar é hesitante e minhas mãos trêmulas, ampare-me... Se minha audição não é boa e tenho de me esforçar para ouvir

Leia mais

CAPÍTULO I DO BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA E DO BENEFICIÁRIO

CAPÍTULO I DO BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA E DO BENEFICIÁRIO DECRETO N o 1.744, DE 8 DE DEZEMBRO DE 1995 Regulamenta o benefício de prestação continuada devido à pessoa portadora de deficiência e ao idoso, de que trata a Lei n 8.742, de 7 de dezembro de 1993, e

Leia mais

EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE

EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE 2015 (Em conformidade com a Lei nº 12.101/2009, Lei nº 12.868/2013 e Decreto nº 8.242/2014) A Associação Antônio

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR Cacildo Baptista Palhares Júnior: advogado em Araçatuba (SP) Questões comentadas de Direito do Idoso da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Maranhão 92. O Estatuto do Idoso, e suas alterações

Leia mais

Curso: Reflexões sobre o papel dos conselhos estadual e municipais do idoso

Curso: Reflexões sobre o papel dos conselhos estadual e municipais do idoso Curso: Reflexões sobre o papel dos conselhos estadual e municipais do idoso Novembro de 2014 Apoio: A Garantia de Proteção Integral da Pessoa Idosa e a Fiscalização das ILPIS Cláudia Maria Beré Promotora

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato (a) ou pelo (a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada ao Núcleo de Apoio

Leia mais

UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1

UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1 UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1 O Reitor do UNIABEU - Centro Universitário torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Social, para o 1º semestre de 2016,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS C O M U N I C A D O CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/CJP/UNIR/2015 PROFESSOR SUBSTITUTO/CAMPUS DE JI-PARANÁ A Diretoria de Recursos Humanos da Fundação Universidade Federal de Rondônia, em atendimento ao

Leia mais

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP

Antonio Bulhões Deputado Federal - PRB/SP Caros amigos e amigas, Comemoramos, no último dia 1º de Outubro, o Dia Internacional da Terceira Idade. Por essa razão, estamos trazendo uma matéria referente ao Estatuto do Idoso, que contém informações

Leia mais

CASA DO ESTUDANTE DAS FACULDADES DE AGRONOMIA E VETERINÁRIA

CASA DO ESTUDANTE DAS FACULDADES DE AGRONOMIA E VETERINÁRIA CASA DO ESTUDANTE DAS FACULDADES DE AGRONOMIA E VETERINÁRIA EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016/1 A Casa de Estudante das Faculdades de Agronomia e Veterinária (CEFAV), da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

GERÊNCIA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DO ESTADO DO MARANHÃO PROCON MARANHÃO

GERÊNCIA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DO ESTADO DO MARANHÃO PROCON MARANHÃO PORTARIA Nº 34/2015 A GERÊNCIA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DO ESTADO DO MARANHÃO PROCON MARANHÃO, por seu representante legal abaixo assinado, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela

Leia mais

CONHEÇA MAIS SOBRE O BPC. UM DIREITO GARANTIDO PELA CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

CONHEÇA MAIS SOBRE O BPC. UM DIREITO GARANTIDO PELA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. CONHEÇA MAIS SOBRE O BPC. UM DIREITO GARANTIDO PELA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. BPC - DIREITO DE VIVER E ENVELHECER COM DIGNIDADE. BPC quer dizer Benefício de Prestação Continuada. É um benefício da assistência

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER APRESENTADA AO GRHS/SESP NO ATO DA POSSE :

DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER APRESENTADA AO GRHS/SESP NO ATO DA POSSE : DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER APRESENTADA AO GRHS/SESP NO ATO DA POSSE : ( ) FICHA CADASTRAL COM FOTO RECENTE DEVIDAMENTE PREENCHIDA - DISPONÍVEL NO SITE DA SESP EM 1 (UMA) VIA ( ) FICHA DE ACÚMULO DE CARGO-

Leia mais

CHECKLIST DO ANEXO II EDITAL 02/2015 Para qual membro do grupo familiar e em que situação? Todas as pessoas do grupo familiar a partir de 18 anos.

CHECKLIST DO ANEXO II EDITAL 02/2015 Para qual membro do grupo familiar e em que situação? Todas as pessoas do grupo familiar a partir de 18 anos. Confira se reuniu todos os documentos de acordo com o Anexo II 1. ( ) 2. ( ) Documento Documento de identidade (RG) Cadastro de Pessoa Física (CPF) 3. ( ) Certidão de nascimento 4. ( ) Certidão de óbito

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA CLARETIANO - CENTRO UNIVERSITÁRIO / BATATAIS/SP EDITAL 2016 PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL

PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL 55 No Brasil, há benefícios devidos ao segurado e àqueles que dependem do segurado. Para ter direito aos benefícios, é preciso estar inscrito no INSS e manter suas contribuições em dia. Na maior parte

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2015

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2015 EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2015 O MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA, através da Secretaria Municipal de Habitação, torna público aos interessados que realizará cadastro e seleção de famílias para o PROGRAMA MINHA

Leia mais

CARTILHA DOS DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS DOS SERVIDORES

CARTILHA DOS DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS DOS SERVIDORES I IPSEMC - INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE CABEDELO ESTADO DA PARAÍBA Site: www.ipsemc.pb.gov.br E-mail: ipsemc@ipsemc.pb.gov.br CARTILHA DOS DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS DOS SERVIDORES

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 691, DE 2015 (Do Sr. Major Olimpio)

PROJETO DE LEI N.º 691, DE 2015 (Do Sr. Major Olimpio) *C0051884A* C0051884A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 691, DE 2015 (Do Sr. Major Olimpio) Altera a redação da Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003, que dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Prezado servidor,

APRESENTAÇÃO. Prezado servidor, 1 3 5 APRESENTAÇÃO Prezado servidor, A Lei Municipal nº 5.111 de 23 de novembro de 2010 criou o AMERIPREV, que é o responsável pela gestão do RPPS, Regime Próprio de Previdência Social do Servidor Público

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ISENTO IRPF (MODELO)

DECLARAÇÃO DE ISENTO IRPF (MODELO) DECLARAÇÃO DE ISENTO IRPF Eu,, portador (a) do RG nº e do CPF n.º, declaro, sob as penas da lei, que não possuo bens e ou renda à serem declarados junto a Secretaria da Receita Federal do Brasil, referente

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 050/2015

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 050/2015 PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 050/2015 A PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO da UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Departamento de Administração de Pessoal Divisão de Benefícios

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Departamento de Administração de Pessoal Divisão de Benefícios COMUNICAÇÃO DE FALECIMENTO DADOS DO (A) COMUNICANTE Nome: Endereço residencial: Rua Nº: Complemento (apto, casa, bloco): Bairro: CEP: Cidade: Estado: Telefone: Celular: E-mail: Vem comunicar, conforme

Leia mais

FORMULÁRIO PARA BENEFÍCIO SOCIOECONÔMICO Instruções para preenchimento:

FORMULÁRIO PARA BENEFÍCIO SOCIOECONÔMICO Instruções para preenchimento: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS SETOR PSICOSSOCIAL A B FORMULÁRIO PARA BENEFÍCIO SOCIOECONÔMICO Instruções para preenchimento: Leia com atenção

Leia mais

Obs.: Estes são apenas modelos sugestivos.

Obs.: Estes são apenas modelos sugestivos. 1 Segue abaixo os modelos sugestivos das seguintes declarações: 1. Declaração de desempregado; 2. Declaração que não exerce atividade remunerada, ou do lar; 3. Declaração sobre recebimento de pensão alimentícia

Leia mais

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DE APOIO AO ESTUDANTE COPAE SERVIÇO SOCIAL. POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL-EAD Campus Monteiro

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DE APOIO AO ESTUDANTE COPAE SERVIÇO SOCIAL. POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL-EAD Campus Monteiro FOTO 3X4 COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DE APOIO AO ESTUDANTE COPAE SERVIÇO SOCIAL POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL-EAD Campus Monteiro QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO Caro aluno preencha TODO o formulário e APRESENTE

Leia mais

II Encontro Regional de Políticas Públicas para crianças e adolescentes vivendo e convivendo com HIV/Aids BENEFÍCIOS NEIDE GRAVATO DA SILVA ASSISTENTE SOCIAL DO CENTRO DE REFERENCIA EM AIDS DE SANTOS SMS/PMS

Leia mais

Manual. de cuidados com a. pessoa idosa

Manual. de cuidados com a. pessoa idosa Manual de cuidados com a pessoa idosa Envelhecer é um privilégio. Envelhecer com dignidade, um direito. O Estatuto do Idoso representa um avanço na garantia de um envelhecimento digno. A defesa dos direitos

Leia mais

Conselho Municipal dos Direitos do Idoso

Conselho Municipal dos Direitos do Idoso Conselho Municipal dos Direitos do Idoso Av. Duque de Caxias, 635 Jd. Mazzei II Londrina-PR Fone: (43) 3372-4046 / Fax: (43) 3372-4547 cmdi@londrina.pr.gov.br / cmdi_londrina@yahoo.com.br 7ª CONFERÊNCIA

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSTRUIR O PROCESSO DE APOSENTADORIA, A SEREM APRESENTADOS PELO SERVIDOR.

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSTRUIR O PROCESSO DE APOSENTADORIA, A SEREM APRESENTADOS PELO SERVIDOR. RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSTRUIR O PROCESSO DE APOSENTADORIA, A SEREM APRESENTADOS PELO SERVIDOR. 1. Requerimento (original) do interessado; 2. Cópia da certidão de nascimento e/ou casamento,

Leia mais

MULHER DIREITOS. Conheça os seus. www.pedrokemp.com.br

MULHER DIREITOS. Conheça os seus. www.pedrokemp.com.br MULHER Conheça os seus DIREITOS www.pedrokemp.com.br www.pedrokemp.com.br Vive dentro de mim a mulher do povo. Bem proletária. Bem linguaruda, desabusada, sem preconceitos... Cora Coralina 2 GUIA DE DIREITOS

Leia mais

EDITAL DE BOLSA SOCIAL DE ESTUDO ANO 2016

EDITAL DE BOLSA SOCIAL DE ESTUDO ANO 2016 EDITAL DE BOLSA SOCIAL DE ESTUDO ANO 2016 A ORDEM AUXILIADORA DAS SENHORAS EVANGÉLICAS - OASE: 1. IEL Instituto Educacional Luterano; Por meio de seu PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EDUCACIONAL, conforme

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE GRATUIDADE EDUCACIONAL. Informações sobre a documentação que deverá ser anexada:

SOLICITAÇÃO DE GRATUIDADE EDUCACIONAL. Informações sobre a documentação que deverá ser anexada: SOLICITAÇÃO DE GRATUIDADE EDUCACIONAL Informações sobre a documentação que deverá ser anexada: RG ou Certidão de Nascimento do aluno; Cópia do Boletim Escolar; Foto 3X4. Documentos Pessoais do Grupo Familiar:

Leia mais

ACE - ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO FGG - FACULDADE GUILHERME GUIMBALA

ACE - ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO FGG - FACULDADE GUILHERME GUIMBALA EDITAL Nº 03/2011 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA BOLSA DE ESTUDO 2011 REMATRÍCULA E INGRESSANTES A Faculdade Guilherme Guimbala, FGG, torna público o presente Edital para os alunos matriculados nos Cursos de

Leia mais

A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal.

A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal. A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal. Para que serve o Cadastro Único? O Cadastro Único serve para que as famílias de baixa renda possam participar

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES Projeto de Lei n 340/99 464 LEI N 4.864 DE 12 DE MARÇO DE 1999 Dispõe sobre a Política Municipal do Idoso, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES; FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

ATENÇÃO! DOCUMENTOS DO (A) ESTUDANTE E DE TODO GRUPO FAMILIAR ORIGINAL E CÓPIA.

ATENÇÃO! DOCUMENTOS DO (A) ESTUDANTE E DE TODO GRUPO FAMILIAR ORIGINAL E CÓPIA. ATENÇÃO! O candidato deve providenciar a lista de documentos abaixo e fazer a entrega na Central de Atendimento ao Estudante (CAE). Orientamos que o estudante compareça com, no mínimo, 3 (três) dias úteis

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 826, DE 2011 (Do Sr. José Priante)

PROJETO DE LEI N.º 826, DE 2011 (Do Sr. José Priante) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 826, DE 2011 (Do Sr. José Priante) Altera dispositivos da Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003, que dispõe sobre o Estatuto do Idoso, para assegurar às pessoas

Leia mais

Página 1 CENTRO DE CONVIVÊNCIA PARA TERCEIRA IDADE MARIA ORTIZ. Coordenadora: Maria da Penha Nobim de Oliveira

Página 1 CENTRO DE CONVIVÊNCIA PARA TERCEIRA IDADE MARIA ORTIZ. Coordenadora: Maria da Penha Nobim de Oliveira CENTRO DE CONVIVÊNCIA PARA TERCEIRA IDADE MARIA ORTIZ Coordenadora: Maria da Penha Nobim de Oliveira Email: centrodeconvivenciajc@hotmail.com Fundação: 2001 Endereço: Rua Professor Expedito Ramos Borge,

Leia mais

ANEXO I - Edital 02/2015 - DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA

ANEXO I - Edital 02/2015 - DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA MINISTÉRIO DAEDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS Av. Getúlio Guaritá, 159 Sala 230 - Abadia 38025-440 - Uberaba MG Tel: (34) 3318-5978

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº /2012/2ªPJ - PB

RECOMENDAÇÃO Nº /2012/2ªPJ - PB RECOMENDAÇÃO Nº /2012/2ªPJ - PB O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RONDÔNIA, por sua Promotora de Justiça signatária, Dra. Marcília Ferreira da Cunha e Castro, titular da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca

Leia mais

Curso de Extensão em Direito Previdenciário

Curso de Extensão em Direito Previdenciário Curso de Extensão em Direito Previdenciário Teoria Básica dos Benefícios Previdenciários Requisitos específicos g) Aposentadoria por idade Art. 48 da Lei 8.213/91: A aposentadoria por idade será devida

Leia mais

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIO DEFINIDO

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIO DEFINIDO CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIO DEFINIDO Fevereiro/2012 Apresentação Prezado participante, Com o objetivo de mostrar como funciona a Fundação Coelce de Seguridade Social Faelce e o Plano de Benefícios Definidos,

Leia mais

EDITAL- Faculdade SATC n 035/2011 de 07.06.2011 APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO 2011/2 (VESTIBULAR) PRIMEIRA CHAMADA

EDITAL- Faculdade SATC n 035/2011 de 07.06.2011 APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO 2011/2 (VESTIBULAR) PRIMEIRA CHAMADA A Direção da Faculdade SATC, mantida pela Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina - SATC, credenciada pela Portaria Ministerial n. 3.556 de 26/11/2003, publicada no D.O.U., em

Leia mais

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015. INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.087/0001-65 UNIDADE EXECUTORA: COLÉGIO COR JESU AV. L2 SUL /SGAS 615 - BRASÍLIA/DF

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ESTUDANTIL - PROGEST PROGRAMA DE RESIDÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL 03/2015

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ESTUDANTIL - PROGEST PROGRAMA DE RESIDÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL 03/2015 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ESTUDANTIL - PROGEST PROGRAMA DE RESIDÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL 03/2015 Seleção Pública para Ocupação de vagas nas residências para Estudantes

Leia mais

200 Questões Fundamentadas do Estatuto do Idoso Lei 10.741/2003

200 Questões Fundamentadas do Estatuto do Idoso Lei 10.741/2003 1 Para adquirir a apostila de 200 Estatuto do Idoso - Lei 10.741/2003 acesse o site: www.odiferencialconcursos.com.br SUMÁRIO Apresentação...3 Questões...4 Respostas...66 Bibliografia...93 2 APRESENTAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2015/HABITAÇÃO/JI-PARANÁ/DEMANDA HAB ITACIONAL

EDITAL Nº. 01/2015/HABITAÇÃO/JI-PARANÁ/DEMANDA HAB ITACIONAL EDITAL Nº. 01/2015/HABITAÇÃO/JI-PARANÁ/DEMANDA HAB ITACIONAL O GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA, ATRAVÉS DA SECRETARIA DE ESTADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SEAS E A, TORNA PÚBLICO QUE REALIZARÁ O CADASTRAMENTO

Leia mais

AJUDA DE CUSTO/TRANSPORTE DA FAMÍLIA/TRANSPORTE DE MOBILIÁRIO E BAGAGEM

AJUDA DE CUSTO/TRANSPORTE DA FAMÍLIA/TRANSPORTE DE MOBILIÁRIO E BAGAGEM AJUDA DE CUSTO/TRANSPORTE DA FAMÍLIA/TRANSPORTE DE MOBILIÁRIO E BAGAGEM Ao servidor público civil regido pela Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, que, no interesse da administração, for mandado servir

Leia mais

DADOS PESSOAIS. Endereço: Município: Bairro: CEP: Complemento:

DADOS PESSOAIS. Endereço: Município: Bairro: CEP: Complemento: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAL DADOS PESSOAIS Sexo: ( ) Masculino ( ) Feminino Data de Nascimento: / / Naturalidade:

Leia mais

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato(a) ou pelo(a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada

Leia mais

CONSIDERANDO o disposto nos arts. 20, inciso II, 22, inciso III, e 24, inciso IV, da Lei nº 10.233, de 5 de junho de 2001; e

CONSIDERANDO o disposto nos arts. 20, inciso II, 22, inciso III, e 24, inciso IV, da Lei nº 10.233, de 5 de junho de 2001; e Dispõe sobre procedimentos a serem observados na aplicação do Estatuto do Idoso no âmbito dos serviços de transporte rodoviário interestadual de passageiros, e dá outras providências. A Diretoria da Agência

Leia mais

Estatuto do Idoso: considerações sobre o direito a. alimentos, à saúde, à habitação e ao transporte

Estatuto do Idoso: considerações sobre o direito a. alimentos, à saúde, à habitação e ao transporte Estatuto do Idoso: considerações sobre o direito a alimentos, à saúde, à habitação e ao transporte Material didático destinado à sistematização do conteúdo da disciplina Direito da Infância Juventude e

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA FINANCEIRA REEMBOLSÁVEL-CURSOS-PROFISSIONALIZANTE PARTE I DA FINALIDADE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA FINANCEIRA REEMBOLSÁVEL-CURSOS-PROFISSIONALIZANTE PARTE I DA FINALIDADE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA FINANCEIRA REEMBOLSÁVEL-CURSOS-PROFISSIONALIZANTE PARTE I DA FINALIDADE 1- A Assistência Financeira Reembolsável, programa desenvolvido e executado pela FADE Fundação

Leia mais

Parte II. A declaração

Parte II. A declaração Parte II A declaração Declaração Anual de Ajustes Deve ser apresentada até o último dia de abril do exercício seguinte ao da ocorrência do fato gerador (31/12). Pode ser apresentada de forma: completa

Leia mais

Secretaria Especial de Saúde Indígena - SESAI

Secretaria Especial de Saúde Indígena - SESAI EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 02/ 2015 CASA DE SAÚDE DO INDIO/CASAI/DF-DASI/SESAI PROCESSO SELETIVO DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE NO ÂMBITO DA SAÚDE INDÍGENA PERÍODO DE INSCRIÇÃO DE 23/06/2015 A 01/07/2015

Leia mais

Etec Jorge Street MANUAL DE INTEGRAÇÃO

Etec Jorge Street MANUAL DE INTEGRAÇÃO Escola Técnica Estadual Jorge Street Rua Bell Aliance, 149 Bairro Jardim São Caetano Cidade São Caetano do Sul SP CEP: 09581-420 Telefone: 4238-7955 Fax: 4231-3369 Site: EQUIPE TÉCNICA-ADMINISTRATIVA MANUAL

Leia mais

EDITAL/PROEX Nº. 02/2012 SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE ACESSO DEMOCRÁTICO À UNIVERSIDADE PADU / PALMAS

EDITAL/PROEX Nº. 02/2012 SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE ACESSO DEMOCRÁTICO À UNIVERSIDADE PADU / PALMAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS PROEX Tel. (63) 3232-8212 / E-mail: prevestibular@uft.edu.br EDITAL/PROEX Nº. 02/2012

Leia mais

Aluno: ( )Reavaliação ( )Veterano ( ) Ingressante

Aluno: ( )Reavaliação ( )Veterano ( ) Ingressante PROGRAMA DE APOIO AO ESTUDANTE CARENTE DO ITES REQUERIMENTO E QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO PROCESSO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO 2016 Aluno: ( )Reavaliação ( )Veterano ( ) Ingressante Nome: Curso: Data:

Leia mais

Lei nº 8.111, de 08 de outubro de 2009.

Lei nº 8.111, de 08 de outubro de 2009. Lei nº 8.111, de 08 de outubro de 2009. Dispõe sobre a política municipal do idoso e dá outras providências A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: CAPÍTULO I

Leia mais

No Sri Lanka, um trabalhador da etnia Tamil exibe documento comprovando a obtenção de cidadania da sua esposa.

No Sri Lanka, um trabalhador da etnia Tamil exibe documento comprovando a obtenção de cidadania da sua esposa. No Sri Lanka, um trabalhador da etnia Tamil exibe documento comprovando a obtenção de cidadania da sua esposa. Esta é uma publicação do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) com o

Leia mais

DIREITOS DA PESSOA IDOSA E A SUA DIVULGAÇÃO

DIREITOS DA PESSOA IDOSA E A SUA DIVULGAÇÃO DIREITOS DA PESSOA IDOSA E A SUA DIVULGAÇÃO Maria Luiza Deschamps (UEPG) E-mail: maludeschamps12@hotmail.com Nathalia Luiza Schedler Calza (UEPG) nathaliacalza@hotmail.com Elisa Stroberg Schultz (UEPG)

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados

Leia mais

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 REGRAS E CRITÉRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DAS OPERAÇÕES DE CONTAS A PAGAR ATRAVÉS DA FADEX TERESINA PI, FEVEREIRO DE 2012 INSTRUÇÃO

Leia mais

Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC

Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC Apresentar os Documentos comprobatórios FOTOCÓPIAS e o questionário socioeconômico em envelope lacrado. PARA O ESTUDANTE SOLTEIRO SEM CÔNJUGE E/OU

Leia mais

ADITIVO Nº 01 REFERENTE AO EDITAL PROCESSO SELETIVO nº 01/2016. EBEP - Educação Básica articulada com Educação Profissional

ADITIVO Nº 01 REFERENTE AO EDITAL PROCESSO SELETIVO nº 01/2016. EBEP - Educação Básica articulada com Educação Profissional SESI - Serviço Social da Indústria SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial ADITIVO Nº 01 REFERENTE AO EDITAL PROCESSO SELETIVO nº 01/2016 EBEP - Educação Básica articulada com Educação Profissional

Leia mais

02 O que eu preciso fazer

02 O que eu preciso fazer 01 Quais são os documentos que necessito apresentar para requerer minha aposentadoria no FusanPrev e atualizar minha situação no SaneSaúde? Cópia simples dos seguintes documentos: - Identidade e CPF ou

Leia mais

Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC

Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC Universidade Federal Fluminense BOLSA PERMANÊNCIA - MEC Apresentar os Documentos comprobatórios Análise Socioeconômica e Entrevista - FOTOCÓPIAS E ORIGINAIS. PARA O ESTUDANTE SOLTEIRO SEM CÔNJUGE E/OU

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA CLARETIANO - FACULDADE / RIO CLARO/SP EDITAL 2015 PERÍODOS LETIVOS: 1º E 2º SEMESTRES

Leia mais

PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013

PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013 PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013 O, de acordo com a legislação vigente e conforme previsto na Portaria Normativa MEC n 21, de

Leia mais

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUCMINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 1. INSCRIÇÃO 1.1 Poderão participar do Processo, de que trata este

Leia mais

USO DO PROGRAMA DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA (IRPF) COMO FERRAMENTA DA INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO

USO DO PROGRAMA DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA (IRPF) COMO FERRAMENTA DA INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO USO DO PROGRAMA DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA (IRPF) COMO FERRAMENTA DA INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO Oscar de Almeida Machado - (oscarmachado@ig.com.br) Alex Duarte Manoel - (duarte.mat@ig.com.br) Wagner

Leia mais

FIERO - Federação das Indústrias do Estado de Rondônia SESI - Serviço Social da Indústria SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial EDITAL

FIERO - Federação das Indústrias do Estado de Rondônia SESI - Serviço Social da Indústria SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial EDITAL FIERO - Federação das Indústrias do Estado de Rondônia SESI - Serviço Social da Indústria SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial EDITAL PROCESSO SELETIVO nº 01/2016 EBEP Educação Básica /

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado

Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado VESTIBULAR DE INVERNO/2011 Home CVU Home UEM O Sistema de Cotas Sociais, forma de ingresso aos cursos de graduação da UEM, é destinado

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO DE VAGAS REMANESCENTES DO PROUNI 2010

EDITAL DO PROCESSO DE VAGAS REMANESCENTES DO PROUNI 2010 EDITAL DO PROCESSO DE VAGAS REMANESCENTES DO PROUNI 2010 O Diretor Acadêmico da FACINTER Faculdade Internacional de Curitiba e FATEC INTERNACIONAL Faculdade de Tecnologia Internacional, no uso de suas

Leia mais

EDITAL N.º 01/2016 1. DOS CURSOS E DAS VAGAS

EDITAL N.º 01/2016 1. DOS CURSOS E DAS VAGAS EDITAL N.º 01/2016 INSCRIÇÃO PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM SERVIÇO SOCIAL E ÁREAS AFINS DA FACULDADE ADELMAR ROSADO, PARA O SEMESTRE 2016.2 A FACULDADE ADELMAR ROSADO, por meio

Leia mais