RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Bicalutamida Stada 50 mg Comprimidos revestidos por película

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Bicalutamida Stada 50 mg Comprimidos revestidos por película"

Transcrição

1 RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Bicalutamida Stada 50 mg Comprimidos revestidos por película 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA 1 comprimido contém 50 mg de bicalutamida Excipiente: 1 comprimido contém 60 mg de lactose mono-hidratada. Lista completa de excipientes, ver secção FORMA FARMACÊUTICA Comprimido revestido por película. Comprimido revestido por película, branco, redondo e biconvexo 4. INFORMAÇÕES CLÍNICAS 4.1 Indicações terapêuticas Cancro da próstata avançado, Tratamento do cancro da próstata avançado, em combinação com uma terapêutica análoga da hormona libertadora da hormona luteinizante (LHRH) ou castração cirúrgica (dose diária de 50 mg de bicalutamida). Cancro da próstata localmente avançado A bicalutamida (dose diária 150mg) está indicada quer sozinha ou como terapêutica adjuvante da prostatectomia radical ou radioterapia, em doentes com cancro da próstata localmente avançado e com risco elevado de progressão da doença (ver secção 5.1). 4.2 Posologia e modo de administração Homens adultos, incluindo idosos Cancro da próstata avançado Um comprimido de 50 mg, uma vez por dia. Via de administração: oral. Os comprimidos devem ser engolidos inteiros com líquido. O tratamento com bicalutamida deve ser iniciado, pelo menos, 3 dias antes de iniciar o tratamento com um análogo da LHRH, ou ao mesmo tempo que a castração cirúrgica. Cancro da próstata localmente avançado

2 Três comprimidos de 50 mg (150 mg) uma vez ao dia. Via de administração: oral. Os comprimidos devem ser engolidos inteiros com líquido. A bicalutamida 150 mg deve ser tomada continuamente durante, pelo menos, 2 anos, ou até à progressão da doença. Crianças e adolescentes A bicalutamida não é indicada para crianças nem para adolescentes. Insuficiência renal Não é necessário ajuste posológico para doentes com insuficiência renal. Não existe experiência com a utilização da bicalutamida em doentes com insuficiência renal grave (depuração da creatinina <30 ml/min) (ver secção 4.4). Insuficiência hepática Não é necessário ajuste posológico para doentes com insuficiência hepática ligeira. O medicamento pode acumular-se nos doentes com insuficiência hepática moderada a grave (ver secção 4.4.). 4.3 Contra-indicações - Mulheres - Crianças - Hipersensibilidade à bicalutamida ou a qualquer um dos excipientes. - Antecedente de toxicidade hepática associada com a toma de bicalutamida. Co-administração de terfenadina, astemizole ou cisaprida está contraindicada (ver secção 4.5). 4.4 Advertências e precauções especiais de utilização O início do tratamento deve ser feito sob a supervisão directa de um especialista e os doentes devem ser regularmente vigiados. A bicalutamida é metabolizada no fígado. Os resultados da investigação sugerem que a eliminação da bicalutamida pode ser mais lenta nos doentes com insuficiência hepática grave e que isso pode levar a uma acumulação acrescida de bicalutamida. Por conseguinte, a bicalutamida deve ser usada com precaução em doentes com insuficiência hepática moderada a grave. Raramente foram observados danos hepáticos graves com a bicalutamida (ver secção 4.8). A terapêutica com bicalutamida deve ser interrompida, se as alterações forem graves. Justifica-se a realização de exames periódicos para monitorizar a função hepática, de modo a detectar possíveis alterações hepáticas. É previsível que a maioria das alterações ocorra nos primeiros 6 meses da terapêutica com bicalutamida.

3 Uma vez que não existe experiência com o uso da bicalutamida em doentes com insuficiência renal grave (depuração da creatinina < 30 ml/min), a bicalutamida deve ser usada com precaução nestes doentes. Recomenda-se uma monitorização periódica da função cardíaca em doentes com patologia cardíaca. O medicamento contém lactose. Os doentes com problemas hereditários raros de intolerância à galactose, deficiência de lactase de Lapp ou malabsorção de glucosegalactose não devem tomar este medicamento. 4.5 Interacções medicamentosas e outras formas de interacção Não foram demonstradas interacções farmacológicas ou farmacocinéticas entre a bicalutamida e os análogos da LHRH. Os estudos in vitro revelaram que o enantiómero R da bicalutamida é um inibidor do CYP3A4 com menos efeito inibidor na actividade de CYPs 2C9, 2C19 e 2D6. Apesar de os estudos in vitro terem indicado a possibilidade da bicalutamida inibir o citocromo 3A4, alguns estudos clínicos revelam que a escala de inibição, para a maioria dos fármacos metabolizados pelo citocromo P450, não tem provavelmente, relevância clínica. No entanto, para os fármacos com um índice terapêutico limitado, metabolizados no fígado, a inibição do CYP3A4 causada pela bicalutamida, pode ter relevância. Como tal, a administração concomitante de terfenadina, astemizole e cisaprida está contra-indicada. Recomenda-se precaução na co-administração da bicalutamida com compostos como a ciclosporina e os bloqueadores do canal do cálcio. Pode ser necessário proceder a uma redução da dosagem destes fármacos, especialmente se houver evidência de um efeito farmacológico potenciado ou adverso. No caso da ciclosporina, recomenda-se que as concentrações plasmáticas e o estado clínico sejam cuidadosamente monitorizados, após o início ou cessação da terapêutica com bicalutamida. Deve haver precaução, quando se administrar bicalutamida a doentes sob medicação que iniba os processos de oxidação no fígado, como por exemplo, a cimetidina e o cetoconazole. Isto pode resultar num aumento das concentrações plasmáticas da bicalutamida, o qual, teoricamente, pode levar a um aumento dos efeitos secundários. Os estudos in vitro demonstraram que a bicalutamida pode deslocar o anticoagulante cumarínico, varfarina, do seu local de ligação às proteínas. Por conseguinte, recomendase que o tempo de protrombina seja monitorizado cuidadosamente, se for administrada bicalutamida em doentes que já estejam a ser tratados com anticoagulantes cumarínicos.

4 4.6 Gravidez e aleitamento A bicalutamida está contra-indicada na mulher e não deve ser administrada a mulheres grávidas ou a amamentar. 4.7 Efeitos sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas Não foram realizados estudos sobre os efeitos sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas. No entanto, deve-se realçar que, ocasionalmente, podem ocorrer tonturas ou sonolência (ver secção 4.8). Quaisquer doentes afectados devem tomar precauções. 4.8 Efeitos indesejáveis Muito frequentes ( 1/10); frequentes ( 1/100 a <1/10); pouco frequentes ( 1/1,000 a <1/100); raros ( 1/10,000 a <1/1,000); muito raros (<1/10,000), desconhecido (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis). Doenças respiratórias, torácicas e do mediastino Pouco frequente: Doença pulmonar intersticial Doenças gastrointestinais Frequentes: Diarreia, náuseas Raro: Vómitos Doenças renais e urinárias Pouco frequente: Hematúria Afecções dos tecidos cutâneos e subcutâneas Frequente: Prurido, pele seca Perturbações gerais e alterações no local de administração Muito frequente: Afrontamentos 3, astenia Doenças do sistema imunitário Pouco frequentes: Reacções de hipersensibilidade, incluindo edema angioneurótico e urticária Afecções hepatobiliares Frequentes: Alterações hepáticas (níveis elevados das transaminases, bilirrubinemia, hepatomagalia, colestase e icterícia) 1 Raro: Insuficiência hepática grave, falência hepática 2 Doenças dos órgãos genitais e da mama Muito frequentes: Sensibilidade mamária 3, ginecomastia 3

5 Perturbações do foro psiquiátrico Pouco frequente: Depressão 1 As alterações hepáticas são raramente graves e foram frequentemente transitórias, resolvendo-se ou melhorando com a continuação da terapêutica ou após a cessação da terapêutica (ver secção 4.4). 2 Ocorreu falência hepática muito raramente, em doentes tratados com a bicalutamida, mas não foi estabelecida uma relação causal com certeza. Deve-se considerar a realização de exames periódicos à função hepática (ver também secção 4.4). 3 Pode ser reduzida por uma castração concomitante. Adicionalmente, foram registados os seguintes efeitos adversos, nos estudos clínicos realizados durante o tratamento com bicalutamida com/sem um análogo da LHRH: Cardiopatias Muito raros: Insuficiência cardíaca, angina de peito, alterações da condução cardíaca, incluindo prolongamentos dos intervalos PR e QT, arritmias e alterações não específicas no ECG Doenças do sangue e do sistema linfático Frequente: Anemia Muito raro: Trombocitopenia Doenças do sistema nervoso Frequentes: Tonturas, sonolência Pouco frequente: insónia Doenças respiratórias, torácicas e do mediastino Pouco frequente: Dispneia Doenças gastrointestinais Frequente: Obstipação Pouco frequentes: Boca seca, perturbação gastrointestinal, dispepsia, flatulência Doenças renais e urinárias Pouco frequente: Noctúria Afecções dos tecidos cutâneos e subcutâneas Frequentes: Rash, rash maculopapular, sudação, hirsutismo. alopecia Doenças do metabolismo e da nutrição Frequentes: Diabetes mellitus, aumento de peso Pouco frequentes: Anorexia, hiperglicemia, perda de peso Perturbações gerais e alterações no local de administração Frequentes: Edema,(face, extremidades, tronco) dor generalizada, dor pélvica, arrepios Pouco frequentes: Dor abdominal, dor no peito, cefaleia, dor nas costas, dor no pescoço

6 Doenças dos órgãos genitais e da mama Muito frequentes: Diminuição da líbido, disfunção eréctil, impotência 4.9 Sobredosagem Não foram descritos casos de sobredosagem. Como a bicalutamida pertence aos compostos da anilida, há um risco teórico de desenvolvimento de metemoglobinemia. Foi observada metemoglobinemia em animais, após uma sobredosagem. Consequentemente, um doente com uma intoxicação aguda pode estar cianótico. Não existe um antídoto específico; o tratamento deve ser sintomático. É improvável que a diálise seja benéfica, visto que a bicalutamida é uma substância com uma forte ligação às proteínas e não é recuperada sob a forma inalterada na urina. Está indicado um tratamento de apoio generalizado que inclua a monitorização frequente dos sinais vitais. 5. PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS 5.1 Propriedades farmacodinâmicas Grupo Farmacoterapêutico: Antiandrogénios Código ATC:. L02BB03 A bicalutamida é um antiandrogénio não-esteróide, específico para os receptores androgénicos, sem qualquer outra actividade endócrina. Induz a regressão do cancro da próstata ao bloquear a actividade androgénica ao nível do receptor. Em termos clínicos, a interrupção da bicalutamida pode resultar num síndrome de privação para alguns doentes. A bicalutamida é uma mistura racémica em que a actividade antiandrogénica está quase exclusivamente, associada ao enantiómero R. A bicalutamida 150 mg foi estudada como tratamento para doentes com cancro da próstata localizado (T1-T2, N0 ou NX, M0) ou localmente avançado (T3-T4, qualquer N, M0; T1-T2, N+, M0) não metastático numa análise combinada de 3 estudos com dupla ocultação, controlados com placebo, englobando 8113 doentes, em que a bicalutamida foi administrada como terapêutica hormonal imediata ou como adjuvante ao tratamento por prostatectomia radical ou radioterapia (radiação externa primária). Após um período mediano de acompanhamento de 7,4 anos, 27,4% e 30,7% de todos os doentes tratados com bicalutamida e placebo, respectivamente, registaram progressão objectiva da doença.

7 Observou-se uma redução do risco de progressão objectiva da doença na maioria dos grupos de doentes, embora tenha sido mais evidente nos doentes com maior risco de progressão da doença. Assim, o médico poderá decidir que a estratégia clínica óptima para um doente com menor risco de progressão da doença, particularmente na terapêutica adjuvante ao tratamento por prostatectomia radical, consiste em adiar a terapêutica hormonal até que surjam sinais indicativos de progressão da doença. Não se observou uma diferença na sobrevida global após um período mediano de acompanhamento de 7,4 anos, com uma mortalidade de 22,9% (HR=0,99; IC a 95%, 0,91 a 1,09). No entanto, na análise exploratória de subgrupos foram aparentes algumas tendências. Os dados relativos à sobrevida livre de doença e à sobrevida global para os doentes com doença localmente avançada estão resumidos nas tabelas seguintes: Tabela 1: Sobrevida livre de progressão na doença localmente avançada por sub-grupo de tratamento População em análise Ocorrências (%) nos doentes do grupo da bicalutamida Ocorrências (%) nos doentes do grupo do placebo Razão causalidade (IC 95%) Espera vigilante 193/335 (57.6) 222/322 (68.9) 0.60 (0.49 to 0.73) Radioterapia 66/161 (41.0) 86/144 (59.7) 0.56 (0.40 to 0.78) Prostatectomia radical 179/870 (20.6) 213/849 (25.1) 0.75 (0.61 to 0.91) de Tabela 2 Sobrevida global na doença localmente avançada por sub-grupo de tratamento População em análise Ocorrências (%) nos doentes do grupo da bicalutamida Ocorrências (%) nos doentes do grupo do placebo Razão de causalidade (IC 95%) Espera vigilante 164/335 (49.0) 183/322 (56.8) 0.81 (0.66 to 1.01) Radioterapia 49/161 (30.4) 61/144 (42.4) 0.65 (0.44 to 0.95) Prostatectomia radical 137/870 (15.7) 122/849 (14.4) 1.09 (0.85 to 1.39) Nos doentes com doença localizada que receberam bicalutamida em monoterapia, não houve uma diferença significativa da sobrevida livre de doença. Nestes doentes registouse uma tendência para uma diminuição da sobrevida em comparação com os doentes do

8 grupo do placebo (HR=1,16; IC a 95%, 0,99 a 1,37). Desta forma, o perfil de benefíciorisco de bicalutamida não é considerado favorável neste grupo de doentes. 5.2 Propriedades farmacocinéticas Após administração por via oral, a bicalutamida é bem absorvida. Não existe evidência de qualquer efeito clinicamente relevante dos alimentos na biodisponibilidade da bicalutamida. O enantiómero S é rapidamente eliminado comparativamente com o enantiómero R, apresentando este último uma semi-vida de eliminação plasmática de cerca de 1 semana. Após uma administração a longo prazo de bicalutamida, a concentração máxima do enantiómero R no plasma é cerca de 10 vezes superior, comparativamente aos níveis medidos, após uma dose única de 50 mg de bicalutamida. Um regime terapêutico de 50 mg de bicalutamida por dia resultará numa concentração do enantiómero R em estado estacionário de 9 µg/ml, e, como consequência da sua longa semi-vida, o estado estacionário é atingido após 1 mês de terapêutica, aproximadamente. A farmacocinética do enantiómero R não é afectada pela idade, insuficiência renal ou insuficiência hepática ligeira a moderada. Existe evidência de que o enantiómero R é eliminado mais lentamente do plasma em doentes com uma insuficiência hepática grave. A bicalutamida revela uma forte ligação às proteínas (forma racémica a 96%, enantiómero R > 99%) e é extensamente metabolizada (por oxidação e por glucuronidação). Os seus metabolitos são eliminados através dos rins e da bílis em proporções aproximadamente iguais. Num estudo clínico, a concentração média do enantiómero (R) no fluido seminal de homens recebendo bicalutamida (150 mg/dia) foi de 4.9 µg/ml. A quantidade de bicalutamida potencialmente libertada para a parceira durante a relação sexual é baixa (approximadamente 0.3 µg/kg). Esta quantidade está abaixo do limiar que pode causar alterações na descendência dos animais de laboratório. 5.3 Dados de segurança pré-clínica A bicalutamida é um antagonista do receptor androgénico em animais experimentais e em humanos. A principal acção farmacológica secundária é a indução das oxidases de função mista, dependentes do CYP450, no fígado. Não foi observada indução enzimática nos seres humanos. Nos animais, as alterações dos órgãos alvo estão claramente relacionadas com a acção farmacológica primária e secundária da bicalutamida. Estas incluem a involução de tecidos dependentes do androgénio; adenomas foliculares da tiróide, hiperplasias de células de Leydig e hepáticas, e neoplasias ou cancro; perturbações na diferenciação sexual das crias macho; problemas reversíveis de fertilidade nos machos. Os estudos de genotoxicidade não revelaram qualquer potencial mutagénico da

9 bicalutamida. Considera-se que todos os efeitos adversos observados nos estudos realizados com animais não têm relevância para o tratamento de doentes com cancro da próstata avançado. 6. INFORMAÇÕES FARMACÊUTICAS 6.1 Lista dos excipientes Núcleo Lactose mono-hidratada Glicolato de amido e sódio (Tipo A) Povidona K 30 Estearato de magnésio Revestimento Dióxido de titânio (E171) Hipromelose Macrogol Incompatibilidades Não aplicável. 6.3 Prazo de validade 3 anos. 6.4 Precauções especiais de conservação Este medicamento não necessita de precauções especiais de conservação. 6.5 Natureza e conteúdo do recipiente 28, 30 ou 100 comprimidos em blisters (Alumínio/PVC ou Alumínio/PVC/PVDC) Podem não ser comercializadas todas as apresentações. 6.6 Precauções especiais de eliminação Não necessita de requisitos especiais. 7. TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO Stada, Lda.

10 Quinta da Fonte Edifício D. Amélia Piso 1, Ala B Paço de Arcos 8. NÚMERO(S) DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO 9. DATA DA PRIMEIRA AUTORIZAÇÃO/RENOVAÇÃO DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO 10. DATA DA REVISÃO DO TEXTO

Bicalutamida inibe o estímulo androgênico, resultando assim na regressão dos tumores prostáticos.

Bicalutamida inibe o estímulo androgênico, resultando assim na regressão dos tumores prostáticos. BICALUTAMIDA Medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999 Oral Comprimido revestido USO ADULTO Forma Farmacêutica e Apresentação da Bicalutamida Embalagem com 30 comprimidos contendo 50 mg de bicalutamida.

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÌSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÌSTICAS DO MEDICAMENTO 1. Nome do medicamento RINIALER 10 mg comprimidos. RESUMO DAS CARACTERÌSTICAS DO MEDICAMENTO 2. Composição qualitativa e quantitativa Cada comprimido contém: 10 mg de rupatadina (sob a forma de fumarato).

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Norlevo 1,5 mg comprimido 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém 1,5 mg de levonorgestrel. Excipiente: lactose

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Cada comprimido revestido contém 20 mg de Trimetazidina dicloridrato.

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Cada comprimido revestido contém 20 mg de Trimetazidina dicloridrato. RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Trimetazidina Jaba 20 mg Comprimidos Revestidos 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido revestido contém 20 mg de Trimetazidina

Leia mais

Ação esperada do medicamento: CASODEX inibe o estímulo androgênico, resultando assim na regressão dos tumores prostáticos.

Ação esperada do medicamento: CASODEX inibe o estímulo androgênico, resultando assim na regressão dos tumores prostáticos. Modelo de Bula - AstraZeneca do Brasil Ltda. CASODEX 50 mg bicalutamida FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Comprimidos revestidos. Embalagem com 28. USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido contém: bicalutamida...

Leia mais

Comprimidos revestidos por película. Comprimidos circulares biconvexos, brancos a ligeiramente amarelados, revestidos por uma película homogénea.

Comprimidos revestidos por película. Comprimidos circulares biconvexos, brancos a ligeiramente amarelados, revestidos por uma película homogénea. RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Algimate 125 mg comprimidos revestidos por película 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Clonixinato de lisina 125 mg Lista completa

Leia mais

Excipientes com efeito conhecido: cada comprimido contém 154 mg de lactose mono-hidratada.

Excipientes com efeito conhecido: cada comprimido contém 154 mg de lactose mono-hidratada. RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Levonorgestrel Famy Care 1,5 mg Comprimidos 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém 1,5 mg de levonorgestrel. Excipientes

Leia mais

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: - EBASTEL COMPOSIÇÃO: - EBASTEL INFORMAÇÕES AO PACIENTE: - EBASTEL. Ebastel. ebastina. Oral.

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: - EBASTEL COMPOSIÇÃO: - EBASTEL INFORMAÇÕES AO PACIENTE: - EBASTEL. Ebastel. ebastina. Oral. Ebastel ebastina Oral Xarope USO PEDIÁTRICO (ACIMA DE 2 ANOS) Comprimido USO PEDIÁTRICO (ACIMA DE 12 ANOS) E ADULTO FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: - EBASTEL Comprimidos revestidos contendo 10 mg

Leia mais

CASODEX bicalutamida

CASODEX bicalutamida CASODEX bicalutamida I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO CASODEX bicalutamida APRESENTAÇÃO Comprimidos revestidos de 50 mg em embalagens com 28 comprimidos. VIA ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido revestido

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Rabeprazol Pentafarma 10 mg Comprimidos Gastrorresistentes Rabeprazol Pentafarma 20 mg Comprimidos Gastrorresistentes Rabeprazol Leia atentamente este

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR ZORIX 300 mg comprimidos revestidos por película Moclobemida APROVADO EM Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Norstene 250 mg Comprimidos 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém 250 mg de metronidazol. Excipientes: Cada comprimido

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Cada comprimido revestido por película contém 5 mg de finasterida, como substância ativa.

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Cada comprimido revestido por película contém 5 mg de finasterida, como substância ativa. RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Proscar 5 mg comprimidos revestidos por película 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido revestido por película contém

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. DENOMINAÇÃO DO MEDICAMENTO CIALIS 10 mg comprimidos revestidos por película 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém 10 mg

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. DENOMINAÇÃO DO MEDICAMENTO Januvia 25 mg comprimidos revestidos por película 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém fosfato

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Cada comprimido contém 250 mg de Terbinafina, sob a forma de cloridrato.

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Cada comprimido contém 250 mg de Terbinafina, sob a forma de cloridrato. RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. Denominação do Medicamento Terbinafina Jaba 250 mg Comprimidos 2. Composição Qualitativa e Quantitativa Cada comprimido contém 250 mg de Terbinafina, sob a

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Cada comprimido contém 0,1 mg de levotiroxina sódica

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Cada comprimido contém 0,1 mg de levotiroxina sódica RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Letter 0,1 mg comprimido 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém 0,1 mg de levotiroxina sódica Excipientes: 0,75

Leia mais

Ação esperada do medicamento: CASODEX inibe o estímulo androgênico, resultando assim na regressão dos tumores prostáticos.

Ação esperada do medicamento: CASODEX inibe o estímulo androgênico, resultando assim na regressão dos tumores prostáticos. Modelo de Bula - AstraZeneca do Brasil Ltda. CASODEX 50 mg bicalutamida FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Comprimidos revestidos. Embalagem com 28. USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido contém: bicalutamida...

Leia mais

CASODEX bicalutamida

CASODEX bicalutamida CASODEX bicalutamida I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO CASODEX bicalutamida APRESENTAÇÃO Comprimidos revestidos de 50 mg em embalagens com 28 comprimidos. VIA ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido revestido

Leia mais

CASODEX bicalutamida. Comprimidos revestidos de 50 mg em embalagens com 28 comprimidos.

CASODEX bicalutamida. Comprimidos revestidos de 50 mg em embalagens com 28 comprimidos. I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO CASODEX bicalutamida APRESENTAÇÃO CASODEX bicalutamida Comprimidos revestidos de 50 mg em embalagens com 28 comprimidos. VIA ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido revestido

Leia mais

bicalutamida Bula para paciente Comprimidos revestidos 50 mg

bicalutamida Bula para paciente Comprimidos revestidos 50 mg bicalutamida Bula para paciente Comprimidos revestidos 50 mg bicalutamida Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Comprimido revestido FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO: Embalagem com 30 comprimidos

Leia mais

Zina. (dicloridrato de levocetirizina)

Zina. (dicloridrato de levocetirizina) Zina (dicloridrato de levocetirizina) Bula para paciente Comprimido revestido 5 mg Zina (dicloridrato de levocetirizina) MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA Comprimido revestido

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Bromexina Bluepharma 0,8 mg/ml, xarope 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada ml de xarope contém 0,8 mg de cloridrto de bromexina.

Leia mais

Excipiente com efeito conhecido: cada comprimido revestido por película contém 60,68 mg de lactose.

Excipiente com efeito conhecido: cada comprimido revestido por película contém 60,68 mg de lactose. Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Isto irá permitir a rápida identificação de nova informação de segurança. Pede-se aos profissionais de saúde que notifiquem quaisquer suspeitas

Leia mais

mesilato de doxazosina Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 2 mg

mesilato de doxazosina Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 2 mg mesilato de doxazosina Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 2 mg mesilato de doxazosina Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÃO Comprimido de 2 mg: embalagem com 30 comprimidos.

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR MOMENDOL comprimidos revestidos por película Este folheto contém informações úteis para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido sem

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Rabeprazol Kebza 10 mg comprimidos gastrorresistentes Rabeprazol Kebza 20 mg comprimidos gastrorresistentes Leia atentamente este folheto antes de tomar

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. NOME DO MEDICAMENTO Samsca 15 mg comprimidos 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém 15 mg de tolvaptano. Excipientes: Cada

Leia mais

População pediátrica A dose de manutenção é normalmente 100 a 150 microgramas por m2 de área de superfície corporal.

População pediátrica A dose de manutenção é normalmente 100 a 150 microgramas por m2 de área de superfície corporal. RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Letter 0,1 mg comprimido 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém 0,1 mg de levotiroxina sódica Excipientes: 0,75

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO YODAFAR 200 microgramas comprimidos YODAFAR 300 microgramas comprimidos 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA YODAFAR 200 microgramas

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Zurim 100mg comprimidos Alopurinol

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Zurim 100mg comprimidos Alopurinol FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Zurim 100mg comprimidos Alopurinol Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento, pois contém informação importante para

Leia mais

BULA PARA PACIENTE RDC 47/2009. bicalutamida Accord Farmacêutica Ltda Comprimido revestido 50 mg

BULA PARA PACIENTE RDC 47/2009. bicalutamida Accord Farmacêutica Ltda Comprimido revestido 50 mg bicalutamida Accord Farmacêutica Ltda Comprimido revestido 50 mg 1 I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO bicalutamida 50mg bicalutamida 50 mg Medicamento Genérico Lei nº. 9.787, de 1999 APRESENTAÇÃO Comprimidos

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Aciclovir Generis 250 mg pó para solução para perfusão

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Aciclovir Generis 250 mg pó para solução para perfusão RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Aciclovir Generis 250 mg pó para solução para perfusão 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada frasco contém 250 mg de aciclovir como

Leia mais

ALTERAÇÕES A INCLUIR NAS SECÇÕES RELEVANTES DO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DOS MEDICAMENTOS QUE CONTENHAM NIMESULIDA (FORMULAÇÕES SISTÉMICAS)

ALTERAÇÕES A INCLUIR NAS SECÇÕES RELEVANTES DO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DOS MEDICAMENTOS QUE CONTENHAM NIMESULIDA (FORMULAÇÕES SISTÉMICAS) ANEXO III 58 ALTERAÇÕES A INCLUIR NAS SECÇÕES RELEVANTES DO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DOS MEDICAMENTOS QUE CONTENHAM NIMESULIDA (FORMULAÇÕES SISTÉMICAS) Adições aparecem em itálico e sublinhado; rasuras

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: Informação para o utilizador

FOLHETO INFORMATIVO: Informação para o utilizador FOLHETO INFORMATIVO: Informação para o utilizador GLUDON 1 mg comprimidos GLUDON 2 mg comprimidos GLUDON 3 mg comprimidos GLUDON 4 mg comprimidos Glimepirida Leia atentamente este folheto antes de tomar

Leia mais

Anexo A DIAFURAN CAZI QUIMICA FARMACÊUTICA IND. E COM. LTDA. Comprimidos. 2 mg

Anexo A DIAFURAN CAZI QUIMICA FARMACÊUTICA IND. E COM. LTDA. Comprimidos. 2 mg Anexo A DIAFURAN CAZI QUIMICA FARMACÊUTICA IND. E COM. LTDA Comprimidos 2 mg DIAFURAN cloridrato de loperamida I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: DIAFURAN Nome genérico: cloridrato de loperamida

Leia mais

Tratamento dos sinais e sintomas da hiperplasia benigna da próstata (HBP) em homens adultos.

Tratamento dos sinais e sintomas da hiperplasia benigna da próstata (HBP) em homens adultos. 1. NOME DO MEDICAMENTO Urorec 8 mg cápsulas 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada cápsula contém 8 mg de silodosina. Lista completa de excipientes, ver secção 6.1. 3. FORMA FARMACÊUTICA Cápsula.

Leia mais

LIPNEO (ciprofibrato)

LIPNEO (ciprofibrato) LIPNEO (ciprofibrato) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Comprimido 100mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: LIPNEO ciprofibrato APRESENTAÇÃO Comprimido de 100mg: Embalagem com 30 comprimidos.

Leia mais

Cor bege, forma quadrada arredondada, revestido por película, 7,9 mm x 7,9 mm, com SINGULAIR gravado numa face e MSD 117 na outra.

Cor bege, forma quadrada arredondada, revestido por película, 7,9 mm x 7,9 mm, com SINGULAIR gravado numa face e MSD 117 na outra. 1. NOME DO MEDICAMENTO SINGULAIR 10 mg comprimidos revestidos por película 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Um comprimido revestido por película contém montelucaste sódico, equivalente a 10 mg

Leia mais

Grupo farmacoterapêutico: 10.1.1 Medicação antialérgica. Anti-histamínicos. Antihistamínicos

Grupo farmacoterapêutico: 10.1.1 Medicação antialérgica. Anti-histamínicos. Antihistamínicos Folheto Informativo: Informação para o utilizador Fenergan 25 mg Comprimidos revestidos Cloridrato de prometazina Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO Velactis 1,12 mg/ml solução injetável para bovinos 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada ml contém: Substância

Leia mais

Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Comprimidos Revestidos 10 mg e 25 mg

Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Comprimidos Revestidos 10 mg e 25 mg JARDIANCE (empagliflozina) Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Comprimidos Revestidos 10 mg e 25 mg Jardiance empagliflozina APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos de 10 mg ou 25

Leia mais

Laboratórios Ferring

Laboratórios Ferring Pentasa Sachê mesalazina Laboratórios Ferring IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Pentasa Sachê mesalazina APRESENTAÇÕES Grânulos de liberação prolongada de: - 1 g disponível em embalagens com 50 sachês - 2 g

Leia mais

Adalat A.P. destina-se: - ao tratamento da doença coronária - angina de peito crónica estável (angina de esforço). - ao tratamento da hipertensão.

Adalat A.P. destina-se: - ao tratamento da doença coronária - angina de peito crónica estável (angina de esforço). - ao tratamento da hipertensão. Folheto informativo: Informação para o utilizador Adalat A.P. 20 mg comprimidos de libertação prolongada Nifedipina Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento pois contém

Leia mais

Antes de tomar este medicamento informe o seu médico: Se tem história de doença cardíaca, ritmo irregular cardíaco ou angina.

Antes de tomar este medicamento informe o seu médico: Se tem história de doença cardíaca, ritmo irregular cardíaco ou angina. FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Onsudil 0,05 mg comprimidos Onsudil 0,005 mg/ml xarope Onsudil 0,1 mg/ml solução para inalação por nebulização cloridrato de procaterol Leia atentamente

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Cada bisnaga contém 0,60 g de cloridrato de diltiazem (equivalente a 2%).

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Cada bisnaga contém 0,60 g de cloridrato de diltiazem (equivalente a 2%). RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Anotrit 20 mg/g pasta cutânea 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada bisnaga contém 0,60 g de cloridrato de diltiazem (equivalente

Leia mais

ZOMIG e ZOMIG OD zolmitriptana

ZOMIG e ZOMIG OD zolmitriptana ZOMIG e ZOMIG OD zolmitriptana I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ZOMIG e ZOMIG OD zolmitriptana APRESENTAÇÕES ZOMIG Comprimidos revestidos de 2,5 mg em embalagens com 2 comprimidos ZOMIG OD Comprimidos orodispersíveis

Leia mais

Avodart dutasterida. Modelo de Texto de bula Avodart. Cápsulas gelatinosas FORMA FARMACÊUTICA A APRESENTAÇÃO

Avodart dutasterida. Modelo de Texto de bula Avodart. Cápsulas gelatinosas FORMA FARMACÊUTICA A APRESENTAÇÃO dutasterida Cápsulas gelatinosas FORMA FARMACÊUTICA A APRESENTAÇÃO é apresentado sob a forma de cápsulas gelatinosas moles. Embalagens contendo 10, 30 ou 90 cápsulas. USO ADULTO Composição Cada cápsula

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Esomeprazol Alter, 20 mg, Comprimidos gastrorresistentes Esomeprazol sódico Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento. - Conserve este

Leia mais

ATACAND candesartana cilexetila

ATACAND candesartana cilexetila ATACAND candesartana cilexetila I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ATACAND candesartana cilexetila APRESENTAÇÕES Comprimidos de 8 mg em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos de 16 mg em embalagens com

Leia mais

ALENIA Fumarato de Formoterol/Budesonida 6/100mcg e 6/200mcg Cápsulas FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - ALENIA

ALENIA Fumarato de Formoterol/Budesonida 6/100mcg e 6/200mcg Cápsulas FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - ALENIA ALENIA Fumarato de Formoterol/Budesonida 6/100mcg e 6/200mcg Cápsulas FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - ALENIA Embalagem contendo 60 cápsulas de ALENIA (fumarato de formoterol/budesonida) 6/100 mcg

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. 1. O QUE É Doxazosina Normon E PARA QUE É UTILIZADA

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. 1. O QUE É Doxazosina Normon E PARA QUE É UTILIZADA FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Doxazosina Normon 2 mg comprimidos Doxazosina Normon 4 mg comprimidos Doxazosina APROVADO EM Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.

Leia mais

APROVADO EM 17-05-2004 INFARMED

APROVADO EM 17-05-2004 INFARMED RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. DENOMINAÇÃO DO MEDICAMENTO Septanest 1/200,000, 40 mg/ml + 5 µg/ml, solução injectável. 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA 1 ml contém cloridrato de articaína

Leia mais

APROVADO EM 30-12-2015 INFARMED RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO

APROVADO EM 30-12-2015 INFARMED RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Rivastigmina tolife 1.5 mg cápsulas Rivastigmina tolife 3 mg cápsulas Rivastigmina tolife 4.5 mg cápsulas Rivastigmina tolife 6 mg cápsulas

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. NOME DO MEDICAMENTO Januvia 25 mg comprimidos revestidos por película 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém fosfato de sitagliptina

Leia mais

ALOPURINOL LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA 300 MG COMPRIMIDOS

ALOPURINOL LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA 300 MG COMPRIMIDOS ALOPURINOL LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA 300 MG COMPRIMIDOS MODELO DE BULA alopurinol Medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999. I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES:

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO MASIVET 50 mg comprimidos revestidos por película para cães. MASIVET 150 mg comprimidos revestidos por película para

Leia mais

FINALOP finasterida comprimidos revestidos 1 mg. APRESENTAÇÕES Comprimido revestidos contendo 1 mg de finasterida em embalagens com 30 comprimidos.

FINALOP finasterida comprimidos revestidos 1 mg. APRESENTAÇÕES Comprimido revestidos contendo 1 mg de finasterida em embalagens com 30 comprimidos. FINALOP finasterida comprimidos revestidos 1 mg MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA APRESENTAÇÕES Comprimido revestidos contendo 1 mg de finasterida em embalagens com 30 comprimidos.

Leia mais

Tiaprida Generis é um neuroléptico indicado no tratamento de perturbações do comportamento.

Tiaprida Generis é um neuroléptico indicado no tratamento de perturbações do comportamento. Folheto informativo: Informação para o utilizador Tiaprida Generis 100 mg comprimidos Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento pois contém informação importante para

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Androcur 100 mg comprimidos Acetato de ciproterona Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade

Leia mais

O invólucro capsular contém entre 0,96-1,46 mg de sorbitol (E420). Cápsula mole. Cápsulas bicolores laranja amarelado / castanho avermelhado.

O invólucro capsular contém entre 0,96-1,46 mg de sorbitol (E420). Cápsula mole. Cápsulas bicolores laranja amarelado / castanho avermelhado. RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO VESANOID 10 mg cápsulas moles 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Substância activa: 1 cápsula contém 10 mg de tretinoína. Excipientes:

Leia mais

1 ml de Testoviron Depot contém 250 mg de enantato de testosterona (o equivalente a cerca de 180 mg de testosterona) em solução oleosa.

1 ml de Testoviron Depot contém 250 mg de enantato de testosterona (o equivalente a cerca de 180 mg de testosterona) em solução oleosa. Folheto informativo: Informação para o utilizador Testoviron Depot 250 mg/ml solução injetável Enantato de testosterona Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento pois

Leia mais

NÃO TOME MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE.

NÃO TOME MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE. Aurorix moclobemida Roche Antidepressivo IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome do produto: Aurorix Nome genérico: moclobemida Forma(s) farmacêutica(s), via(s) de administração e apresentação(ões) Comprimidos

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Excipiente com efeito conhecido: Cada comprimido de Uriprim contém 52.5 mg de lactose monohidratada.

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO. Excipiente com efeito conhecido: Cada comprimido de Uriprim contém 52.5 mg de lactose monohidratada. RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1. NOME DO MEDICAMENTO Uriprim 100 mg comprimido 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada comprimido contém 100 mg de alopurinol. Excipiente com efeito conhecido:

Leia mais

Zyloric. alopurinol. Cada comprimido de Zyloric 100 mg contém: Alopurinol...100 mg. Cada comprimido de Zyloric 300 mg contém: Alopurinol...

Zyloric. alopurinol. Cada comprimido de Zyloric 100 mg contém: Alopurinol...100 mg. Cada comprimido de Zyloric 300 mg contém: Alopurinol... Zyloric alopurinol I ) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Zyloric - alopurinol APRESENTAÇÕES Comprimidos com 100 ou 300 mg de alopurinol Apresentados em caixas com 30 unidades. USO ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

CIPROLIP UCI-FARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. COMPRIMIDOS SIMPLES. 100 mg

CIPROLIP UCI-FARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. COMPRIMIDOS SIMPLES. 100 mg CIPROLIP UCI-FARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. COMPRIMIDOS SIMPLES 100 mg Ciprolip ciprofibrato FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO CIPROLIP : cartucho contendo 30 comprimidos. USO ADULTO VIA ORAL COMPOSIÇÃO

Leia mais

APROVADO EM 26-06-2007 INFARMED FOLHETO INFORMATIVO

APROVADO EM 26-06-2007 INFARMED FOLHETO INFORMATIVO FOLHETO INFORMATIVO Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento. Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler. Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico. Este medicamento

Leia mais

FOLHETO EDUCACIONAL COM INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA IMPORTANTE SOBRE O TASIGNA DESTINADA AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

FOLHETO EDUCACIONAL COM INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA IMPORTANTE SOBRE O TASIGNA DESTINADA AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE FOLHETO EDUCACIONAL COM INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA IMPORTANTE SOBRE O TASIGNA DESTINADA AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE 1 INTRODUÇÃO O objetivo desta brochura é assegurar a seguinte informação aos profissionais

Leia mais

Inicox dp. meloxicam. APRESENTAÇÃO Comprimido meloxicam 15 mg - Embalagem com 5 comprimidos. VIA ORAL USO ADULTO

Inicox dp. meloxicam. APRESENTAÇÃO Comprimido meloxicam 15 mg - Embalagem com 5 comprimidos. VIA ORAL USO ADULTO Inicox dp meloxicam APRESENTAÇÃO Comprimido meloxicam 15 mg - Embalagem com 5 comprimidos. VIA ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido contém: meloxicam...15 mg; excipientes q.s.p.... 1 comprimido.

Leia mais

1. O QUE É GLUCOBAY E PARA QUE É UTILIZADO

1. O QUE É GLUCOBAY E PARA QUE É UTILIZADO FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Glucobay 50 mg comprimidos Glucobay 100 mg comprimidos Acarbose Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

Duomo HP Eurofarma Laboratórios S.A. Cápsula gelatinosa dura 2 mg + 5 mg

Duomo HP Eurofarma Laboratórios S.A. Cápsula gelatinosa dura 2 mg + 5 mg Duomo HP Eurofarma Laboratórios S.A. Cápsula gelatinosa dura 2 mg + 5 mg Duomo HP (doxazosina + finasterida) FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: USO ORAL USO ADULTO CÁPSULA GELATINOSA DURA APRESENTAÇÕES

Leia mais

MODELO DE TEXTO DE BULA. Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento.

MODELO DE TEXTO DE BULA. Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. MODELO DE TEXTO DE BULA Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. ciprofibrato Medicamento genérico Lei n o 9.787, de 1999 FORMA FARMACÊUTICA E

Leia mais

FLUTAMIDA. Blau Farmacêutica S.A. COMPRIMIDOS 250 MG. Blau Farmacêutica S/A.

FLUTAMIDA. Blau Farmacêutica S.A. COMPRIMIDOS 250 MG. Blau Farmacêutica S/A. FLUTAMIDA Blau Farmacêutica S.A. COMPRIMIDOS 250 MG flutamida Medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999 MODELO DE BULA PROFISSIONAIS DE SAÚDE RDC 47/09 APRESENTAÇÕES Comprimidos contendo 250 mg de flutamida.

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Livazo 1 mg, 2 mg e 4 mg comprimidos revestidos por película Pitavastatina

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Livazo 1 mg, 2 mg e 4 mg comprimidos revestidos por película Pitavastatina FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Livazo 1 mg, 2 mg e 4 mg comprimidos revestidos por película Pitavastatina Leia atentamente este folheto antes de tomar Livazo. Conserve este folheto.

Leia mais

FLANCOX. etodolaco USO ORAL USO ADULTO

FLANCOX. etodolaco USO ORAL USO ADULTO FLANCOX etodolaco APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos de 300 mg. Caixas com 14 e 30 comprimidos Comprimidos revestidos de 400 mg. Caixas com 6, 10, e 20 comprimidos USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada

Leia mais

Nifedipine TEVA 30/60 mg retard. Nifedipine Pharmamatch retard 30/60 mg

Nifedipine TEVA 30/60 mg retard. Nifedipine Pharmamatch retard 30/60 mg ANEXO I LISTA DAS DENOMINAÇÕES, FORMAS FARMACÊUTICAS, DOSAGENS E VIAS DE ADMINISTRAÇÃO DOS MEDICAMENTOS E DOS REQUERENTES E TITULARES DAS AUTORIZAÇÕES DE INTRODUÇÃO NO MERCADO NOS ESTADOS-MEMBROS 1 Estado-Membro

Leia mais

alopurinol Sandoz do Brasil Ind. Farm. Ltda. comprimido 300 mg

alopurinol Sandoz do Brasil Ind. Farm. Ltda. comprimido 300 mg alopurinol Sandoz do Brasil Ind. Farm. Ltda. comprimido 300 mg I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO alopurinol Medicamento genérico, Lei nº 9.787 de 1999. APRESENTAÇÕES alopurinol comprimidos de 300 mg. Embalagem

Leia mais

doxazosina Sandoz do Brasil Ind. Farm. Ltda. comprimidos 2 e 4 mg

doxazosina Sandoz do Brasil Ind. Farm. Ltda. comprimidos 2 e 4 mg doxazosina Sandoz do Brasil Ind. Farm. Ltda. comprimidos 2 e 4 mg I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO mesilato de doxazosina Medicamento genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES mesilato de doxazosina

Leia mais

CETIRIZINA HISTACET 10 mg COMPRIMIDOS REVESTIDOS

CETIRIZINA HISTACET 10 mg COMPRIMIDOS REVESTIDOS FOLHETO INFORMATIVO Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento -Conserve este folheto: Pode ter necessidade de o reler. -Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico. -Este

Leia mais

AZITROMICINA Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Comprimido Revestido 500mg

AZITROMICINA Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Comprimido Revestido 500mg AZITROMICINA Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Comprimido Revestido 500mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: AZITROMICINA Medicamento genérico Lei n 9.787, 1999 APRESENTAÇÕES Comprimido revestido

Leia mais

Carduran XL mesilato de doxazosina. APRESENTAÇÕES: Carduran XL comprimidos de liberação controlada de 4 mg em embalagem 30 comprimidos.

Carduran XL mesilato de doxazosina. APRESENTAÇÕES: Carduran XL comprimidos de liberação controlada de 4 mg em embalagem 30 comprimidos. Carduran XL mesilato de doxazosina I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: Nome comercial: Carduran XL Nome genérico: mesilato de doxazosina APRESENTAÇÕES: Carduran XL comprimidos de liberação controlada de

Leia mais

Nausedron (cloridrato de ondansetrona)

Nausedron (cloridrato de ondansetrona) Nausedron (cloridrato de ondansetrona) Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. Comprimidos Revestidos 8 mg Modelo de Bula para Paciente I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nausedron cloridrato de

Leia mais

MODELO DE BULA. ONTRAX cloridrato de ondansetrona

MODELO DE BULA. ONTRAX cloridrato de ondansetrona MODELO DE BULA ONTRAX cloridrato de ondansetrona Forma farmacêutica e apresentações: Caixas com 1 ampola de 2 ml de solução injetável com 4 mg/ 2mL Caixas com 20 ampolas de 2 ml de solução injetável com

Leia mais

Folheto informativo: Informação para o doente. Ezetrol 10 mg Comprimidos. Ezetimiba

Folheto informativo: Informação para o doente. Ezetrol 10 mg Comprimidos. Ezetimiba Folheto informativo: Informação para o doente Ezetrol 10 mg Comprimidos Ezetimiba Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento pois contém informação importante para si.

Leia mais

FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1)

FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1) FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1) Redução dos sintomas de esquizofrenia. Fórmula Estrutural: Fórmula Molecular: (C 21 H 25 N 3 O 2 S) 2,C 4 H 4 O 4 Peso Molecular: 833,09 g/mol DCB: 07539 CAS: 111974-72-2

Leia mais

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO ANEXO I RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1 1. NOME DO MEDICAMENTO VETERINÁRIO Bravecto 112,5 mg comprimidos mastigáveis para cães de porte muito pequeno (2-4,5 kg) Bravecto 250 mg comprimidos

Leia mais

BENALET. cloridrato de difenidramina, cloreto de amônio, citrato de sódio. Benalet em embalagens múltiplas contendo 25 envelopes com 4 pastilhas cada.

BENALET. cloridrato de difenidramina, cloreto de amônio, citrato de sódio. Benalet em embalagens múltiplas contendo 25 envelopes com 4 pastilhas cada. BENALET cloridrato de difenidramina, cloreto de amônio, citrato de sódio PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Benalet Nome genérico: cloridrato de difenidramina, cloreto de amônio, citrato de sódio.

Leia mais

mirtazapina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999

mirtazapina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 mirtazapina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES mirtazapina 30 mg. Embalagem contendo 7, 14 ou 28 comprimidos revestidos. mirtazapina 45 mg. Embalagem contendo

Leia mais