Assembleia Pastoral Paroquial ( )

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Assembleia Pastoral Paroquial (2011-2012)"

Transcrição

1 Periodicidade: mensal - Circulação: Zona Leste - Ano: XVI - Edição de novembro de 2011 distribuição gratuita Assembleia Pastoral Paroquial ( ) Página 4 PALAVRA DO PÁROCO A esperança não decepciona (Rm 5,5) Com este pequeno dizer de São Paulo aos Romanos, podemos vislumbrar que todas as nossas ações e conduta se desenvolvem pela esperança. Vale confirmar novamente: A esperança não decepciona, como nos acena também o tempo significativo que iniciaremos este mês de novembro, o tempo do Advento. É um tempo essencialmente de esperança, de confirmar a certeza de que Deus é um Deus conosco. Mas afinal, o que é esperança? É um sentimento profundo de que aquilo que desejarmos no futuro será antecipado no presente de nossas vidas. A esperança é um motor permanente em nós que gera em nossa alma a vontade de seguirmos em frente em nossos sonhos e realizações. A esperança não é um esperar estático no tempo e no espaço, ela faz antecipar em nossos corações aquilo por que no presente estamos lutando para se tornar realidade. Portanto, a esperança não nos trai; mesmo perante a morte, a esperança é sinal de vida, de luz, de fé. A esperança nos transforma e transforma tudo. Queridos irmãos e irmãs, amigos da Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, abramos verdadeiramente nossos corações para o tempo do Advento que se aproxima e confirmemos em nós a esperança daquilo que há de vir: as promessas de Deus e suas graças em nossas vidas, hoje e sempre. O tempo que estamos vivendo na Paróquia é um tempo favorável e o que virá também: tempo de preparação para a assembleia paroquial, tempo de preparação para celebrar o Jubileu dos 75 anos da Paróquia (2013). Enfim, não esperemos de braços cruzados, deixemos o Espírito de Deus agir em nós através do Advento de seu Filho Jesus, Deus Conosco. O Senhor os abençoe, hoje e sempre. Frei Antonio Honorato - Pároco Nesta Edição: Pastoral Litúrgica Todos os Santos e Santas de Deus Eventos nas Comunidades Página 2 Página 5 Páginas 6 e 7

2 2 Uma mensagem sobre o Dízimo Dedicar tudo a Deus E Jesus, chamando os Seus discípulos, disselhes: Em verdade vos digo que esta viúva pobre depositou no cofre mais do que o fizeram todos os ofertantes. Porque todos eles ofertaram do que lhes sobrava; ela, porém, da sua pobreza deu tudo quanto possuía, todo o seu sustento. (Mc. 12,43-44). Durante a blitz dos nazistas sobre Londres em 1940, Matthew Sands recebeu um telegrama do Gabinete de Guerra britânico, declarando que o filho dele, David, estava desaparecido e considerado morto. O relatório provou ser verdadeiro. Com o coração partido, Sands escreveu no verso do telegrama: Tudo o que tenho e tudo o que sou, entrego-o a Deus para o Seu serviço. Pouco tempo após tomar conhecimento da terrível notícia, Sands recebeu o telefonema de alguém lembrando-o de um compromisso importante. A caminho de seu compromisso, Sands passou por uma igreja antiga e abandonada e observou uma placa que dizia: Para venda em leilão. Entrou na igreja para orar antes de prosseguir, e sentiu-se impressionado a adquiri-la e restaurá-la como casa de culto. Sem que ele o soubesse, outro homem, Andres Jelks, também tinha visto a placa e decidira comprar o prédio para transformá-lo na Galeria de Diversões de Andy. No dia do leilão, ambos compareceram. Sands havia preparado um documento com um lance formal pela propriedade, mas em seu luto e estado mental confuso, entregou o telegrama do Gabinete da Guerra em lugar do lance. O leiloeiro leu o telegrama em silêncio, bem como a mensagem de Sands dedicando a Deus tudo o que era. Finalmente, quando todos os lances haviam sido apresentados, ele anunciou que a igreja tinha sido vendida para Matthew Sands, que havia apresentado o lance mais alto. Quando perguntaram como, o leiloeiro leu as palavras no verso do telegrama. Os presentes concordaram com a decisão do leiloeiro. Deus pede dedicação total. Em Marcos 12,30, essa dedicação completa é colocada nestas palavras: Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força. Isso é bem abrangente. Compreende tudo o que temos e somos. Nada menos é aceitável. Que seja essa a natureza de sua e de minha dedicação. Pastoral do Dízimo - Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia Parabéns aos dizimistas Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em plenitude (Jo 10,10). A vida é um dom que se vive comunitariamente, um dom partilhado entre os irmãos e irmãs. A Pastoral do Dízimo deseja aos aniversariantes muitas alegrias e o principal: a bênção do Deus da Vida! Veja a lista dos aniversariantes dizimistas em nosso site: e no mural da Matriz e das comunidades. Informativo da Paróquia Nossa Sra. do Rosário de Pompeia - Frades Capuchinhos - Novembro de 2011 Pastoral Litúrgica Liturgia, de acordo com o grego clássico, significa serviço É longa a história da liturgia cristã. Em Atos 2, 46-47, há uma citação sumária. A primeira descrição importante da liturgia cristã é fornecida por Justino nos meados do século II. Desde os tempos mais antigos, o ser humano buscou formas de entrar em contato com a divindade. Ele é naturalmente celebrativo. Os povos de todos os tempos e culturas possuem ritos festivos para celebrar momentos centrais da vida. A esse serviço religioso ou culto público dá-se o nome de liturgia. É por isso que são formadas nas Igrejas equipes de Liturgia. A qualidade de nossa participação nas celebrações litúrgicas melhora quando entendemos o sentido do que celebramos. A equipe de Pastoral Litúrgica é aquela que se preocupa com a vida litúrgica da comunidade local, que celebra a Eucaristia e outros sacramentos e sacramentais. Quando as equipes são bem organizadas, o resultado é sentido nas celebrações: boa qualidade teológica, espiritual, ritual, pascal, pastoral e participativa. A equipe de liturgia tem que trabalhar junto com o padre celebrante. A liturgia é um diálogo entre Deus e o povo, por isso nas celebrações fazemos oferta de nós mesmos a Deus por Cristo, com Cristo e em Cristo. E pelo mesmo Cristo acolhemos as graças de Deus. Oração preparatória à Assembleia Pastoral Paroquial Ó Mãe do Rosário, iluminada pelo Espírito Santo de Deus, contemplaste os mistérios da vida de teu Filho Amado e fizeste participantes desta esperança todos os povos que sonham com tempos novos. Ensinaste-nos, assim, a permanecer no caminho revelado por Jesus: solidários com todos nas cruzes de cada dia, revelando em tudo compaixão e serviço. Neste tempo feliz da preparação de nossa Assembleia Paroquial, buscamos inspirações voltando nosso olhar para teu exemplo: queremos permanecer unidos, guardando no coração a Palavra de Deus e perseverando no ensinamento dos apóstolos, responder aos desafios de nossa época, construindo comunidades vivas e renovadas. Ó Mãe, vem caminhar conosco, concedendo-nos os favores de tua amável presença e proteção para que, na caridade fraterna das orações, convivências e partilhas, cada vocação recebida se torne uma oferenda para o bem de todos. Amém. Liturgia é a celebração dos mistérios de Deus. O mistério central da vida de Cristo é sua paixão, morte e ressurreição. Esse mistério é o Mistério Pascal. Ele não se refere apenas à passagem de Cristo pelo sofrimento e morte. A liturgia celebra a páscoa do Senhor e a páscoa de seu povo. A ação litúrgica faz memória, torna presentes os acontecimentos de salvação. A celebração eucarística é a atualização, por meio de sinais e ritos, da morte de Cristo na cruz para nos salvar. Frei Fabrício está fazendo um trabalho de reformulação nas equipes litúrgicas de nossa Paróquia. A vida litúrgica de uma paróquia ou comunidade não pode ficar isolada das outras atividades pastorais. Para que a liturgia seja, de fato, fonte e ponto alto da vida do povo de Deus, esta vida deve ressoar dentro da celebração. A equipe de liturgia deve estar em permanente contato com outras pastorais e movimentos da Paróquia. Esperamos que todos compreendam e cooperem com o trabalho que está sendo realizado na Paróquia, pois com o apoio de uma boa equipe de Pastoral Litúrgica vamos fazer a devida ligação entre Liturgia e vida, grande sonho da reforma promovida pelo Concílio Vaticano II, há mais de 50 anos. AVISO E CONVITE Ely Dutra Assembleia Paroquial de Estudos Dia 03/12- das 14h às 17h30 e dia 05/12- das 19h às 21h, no Salão Conventual dos Frades Capuchinhos. A Federação das Congregações Marianas da Arquidiocese de Belo Horizonte convida para participar da Assembleia Nacional Mariana, em Aparecida do Norte, no segundo domingo, dia 13 de novembro de Especial 1 Sairá às 19h da Rua Iara com Antônio Justino, dia 12/11/2011, próximo à igreja Nossa Senhora do Rosário de Pompeia, chegando a Aparecida dia 13/11/2011, às 5 horas. Após visitas, cumprimento de promessas etc., o retorno será às 16 horas do dia 13/11/2011. Especial 2 Sairá às 18h30 da Igreja São Gabriel, Rua Teodoro Bonfim, 831, Bairro Taquaril, dia 12/11/2011, passando pelo Bairro Pompeia, Rua Antônio Justino com Rua Iara, de onde partirá às 19 horas para Aparecida. OBS.: Também, após cumprimento de promessas, visitas etc., retorno às 16 horas do dia 13/11/2011. OBS.: R$90,00 (passagem) Contato: Raimundo dos Santos Fones: (031) Antônio Maciel Fones: (031) Efigênia (031) Com fé, restaurando a casa da mãe: Faça sua doação. Paróquia N. Senhora do Rosário de Pompéia Banco Itaú : conta cc Agência 0587 Que a Virgem do Rosário o proteja! expediente PASCOM Pastoral da Comunicação Componentes: Frei Antônio Honorato Frei Fabrício Ferreira Rosa Anderson Pena Cristiano Júlio de Assis Guilherme Augusto Santos Oliveira Maria Madalena Loredo Neta Andréa Matos Regina Santos Rua Iara, 171 Pompeia, Belo Horizonte MG ( 31) site: Arte e Impressão: FUMARC Gráfica Os artigos assinados não representam, necessariamente, a opinião do jornal. O Jornal O Rosário reserva-se o direito de editar as matérias recebidas.

3 Informativo da Paróquia Nossa Sra. do Rosário de Pompeia - Frades Capuchinhos - Novembro de 2011 Panela de Barro Pudim de abacaxi Dica de Leitura Divirta-se Por Maria Clara - Fonte: Ingredientes: 10 colheres (sopa) de farinha de trigo 1 xícara (chá) de açúcar 6 ovos (claras e gemas separadas) 2 colheres (sopa) de manteiga 2 xícaras (chá) de água 500ml de suco de abacaxi concentrado Calda 12 colheres (sopa) de açúcar cristal Modo de preparo Para a calda, leve ao fogo baixo o açúcar, sem mexer, até derreter e virar um caramelo. Espalhe esse caramelo em uma forma de buraco no meio de 30cm de diâmetro e reserve. Em uma tigela, misture a farinha, o açúcar, as gemas, Este livro é, no fundo, uma história da sensibilidade cristã, tal qual ela se manifestou na arte. O autor empenha-se em tornar compreensíveis as conexões das imagens com sua fundamentação doutrinária, indicando, também, as exigências emotivas e estéticas que caracterizaram os grandes estilos de cada época: o Primitivo-cristão, o Bizantino, o Romântico, o Gótico, o Renascentista, o Barroco. Tendo como fio condutor O Rosto de Cristo, o autor leva o leitor a percorrer a História da Arte. E o faz com simplicidade, poesia e humor, submetendo a erudição ao prazer da leitura. Convenção de cérebros Numa convenção de cérebros, tinha um norte-americano explicando as coisas sobre aqueles cérebros que estavam em conserva: O cérebro de Isaac Newton vale 3 milhões de dólares, o de Albert Einstein, 7 milhões, o desse político brasileiro, 12 milhões... Um brasileiro que estava assistindo à convenção, pergunta, curioso: Por que o cérebro de um político brasileiro vale mais do que o dos melhores cientistas do mundo? E o cientista responde: Vale mais porque é uma raridade, nunca foi usado! saúde a manteiga, a água e o suco de abacaxi. Adicione as claras batidas em neve, misture delicadamente e despeje na forma caramelizada. Leve ao forno médio, pré-aquecido, em banho maria, por 45 minutos ou até assar. Retire do forno e deixe esfriar. Leve à geladeira por 2 horas e desenforme. Rendimento: 10 porções Sorvete de azeitona O garoto chega na sorveteria e pergunta: - Tem sorvete de azeitona? Aí o vendedor responde: - Não. Dia seguinte: - Tem sorvete de azeitona? - Não. Outro dia: - Tem sorvete de azeitona? -Não. Outro dia: -Tem sorvete de azeitona? -Tem! -Eca! Esponja de estimação Uma esponja de lavar louça sobrevive por quantos dias? Algumas pessoas a utilizam por três dias, outros por dez, e já conheci quem chegue a usá-la por até um mês. A impressão que tenho é que as pessoas tornam a esponja um objeto de estimação. Por ser porosa, abrigar restos de alimentos e muita umidade, ela é o lugar ideal para as bactérias permanecerem por um longo período. Por isso, faça a seguinte operação: lave com detergente, retire todo resíduo de alimento, esterilize com uma solução de água sanitária ou fervente por dez minutos. Em seguida, esprema até que ela fique seca. Guarde-a sempre em um local longe da umidade. Fonte: CLÁUDIO LIMA no quadro Inspetor Saúde natv Jangadeiro (SBT/CE) celebrações nas comunidades Comunidade Nossa Senhora do Rosário de Pompeia - Matriz Diariamente - 07h De terça-feira a sábado - 19h Aos domingos - 07h, 09h, 19h Comunidade Nossa Senhora da Abadia Às quartas-feiras - 19h Aos sábados - 19h Aos domingos - 09h Comunidade Nossa Senhora Aparecida Aos sábados - 18h Aos domingos - 18h Comunidade São Judas Tadeu Aos domingos - 19h Dia 28 de cada mês - 08h e 20h Comunidade São Rafael Aos domingos - 10h Confissão Terça a sexta-feira: 9h às 11h30 e 15h às 17h Sábado: 9h às 11h30h Escritório Paroquial Segunda a sexta-feira: 8h às 12h e 14h às 18h Sábado: 8h às 12h 3 Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo A festa de Cristo Rei surgiu em 1925, para elevar a realeza de Cristo e afirmar as monarquias vigentes contra os movimentos secularizantes das repúblicas e democracias modernas. Essa festa assumiu, na reforma litúrgica do Vaticano II, uma dimensão mais escatológica do Reino de Deus, quer dizer, o reinado absoluto de Deus na história, num tempo que reinará o amor, a justiça, a paz e a caridade. A festa é fixada para propagar a dignidade de Jesus Cristo como rei do universo, com seu projeto de vida e de liberdade para todos os povos. Trata-se, portanto, de uma festa para celebrar e aprofundar o mistério da doutrina cristã, sobretudo a dimensão humana de Jesus Cristo. A Solenidade de Cristo Rei, no seu contexto escatológico, foi transferida do último domingo de outubro para o último domingo do Tempo Comum, final do ano litúrgico; este ano no dia 20 de novembro. A festa reflete a glorificação histórica de Jesus Cristo como princípio e fim de todas as coisas (Ap 22,13), que reina em todos os tempos, transformando o mundo em seu reino de bem e de justiça (Hb 13,8). Seu reinado é a transformação da sociedade numa verdadeira civilização humana: um povo único, em um só Deus. O Reino de Jesus Cristo é um projeto de revolução social e histórica. A importância desta festa está em revelar que, em meio a reinados e dominações, impérios e cartéis de nossa sociedade, Jesus nos apresenta um modelo alternativo de reinado de justiça e liberdade, de vida plena e direitos iguais para todos os seres humanos. No Reino onde Jesus Cristo é o rei, não pode haver excluídos. Somos convidados a segui-lo e a participar de seu projeto na luta contra as grandes injustiças instaladas nas sociedades humanas de nosso tempo. Frei Fabrício Ferreira, OFMCap Biblioteca Central dos Capuchinhos Um lugar para quem ama ler, estudar e pesquisar Local de funcionamento: Rua Iara, 171, Pompeia Belo Horizonte Telefone: Horário de funcionamento: Segunda a quinta-feira 13 às 17h.

4 4 Informativo da Paróquia Nossa Sra. do Rosário de Pompeia - Frades Capuchinhos - Novembro de 2011 Aproxima-se o dia de Ação de Graças. Desde pequenos somos ensinados em casa, na escola, a fazer orações, e que não devíamos somente pedir, mas agradecer pelas coisas boas que recebíamos todos os dias: o alimento, a casa, a família etc. Estaria a ação de graças restrita ao que aprendemos desde cedo, o ato de rezar a Deus e agradecer? O tema é extenso e bonito, para que se pretenda defini-lo ou tentar enquadrá-lo em algumas linhas. Assim, procuremos interpretar cada palavra da expressão AÇÃO DE GRAÇAS, para encontrar um significado/ sentido. Ação é o ato de movimentar algo, impulsionar, girar, desestabilizar; e graça sugere dom, dádiva, receber, agradecer. Então, unindo esses significados: onde há dádiva, há um movimento e onde há um movimento, há dádiva. Numa passagem bíblica, Jesus, entrando em certa aldeia, encontra dez leprosos, que clamam pela sua misericórdia. Ele, então, manda que eles se apresentem aos sacerdotes. E um deles, no caminho, vendo que estava curado de sua enfermidade, volta, dando-lhe graças pela cura. Jesus, naquele momento, indaga por que eram dez e só um estrangeiro volta e glorifica a Deus. Jesus, ante aquele gesto, diz ao estrangeiro: Vai que a tua fé te curou. Dia de Ação de Graças Nessa passagem, vê-se no leproso uma conduta de entrega a Deus, com confiança; uma busca determinada, para a cura de seus males. Aquele homem era um estrangeiro e, enquanto os outros ficaram de longe, ele não se intimidou ante as barreiras de preconceitos; aproximou-se de Jesus, num movimento de volta, de reencontro com Ele para dar-lhe graças. Nesse reencontro, manifesta-se a misericórdia e a graça de Deus, com a cura e as palavras de Jesus: Vai que a tua fé te curou. À primeira vista, quando se pensa em agradecer, muitas vezes vem somente a imagem daquele que se isola e faz a sua oração, como fizeram os outros nove leprosos da passagem bíblica. Sem negar o valor de tal gesto, a atitude de quem agradece deve ser uma atitude ativa. Agradecer não se resume apenas em se curvar ante os bons acontecimentos e orar, pois a oração de agradecimento não tem razão de ser se não tiver como direção o outro. Dar graças é muito mais amplo, é mais! É uma conduta provocativa que, muitas vezes, exige de nós um caminho de ida e volta, como foi a do leproso estrangeiro, no caminho de Jerusalém. Agradecer não se restringe ao conteúdo de nossa oração. Agradecer é atitude, significa também re-conhecer tudo que compartilhamos e recebemos; reconhecer o outro e dizer muito obrigado; é retribuir uma gentileza; é não ter vergonha de manter o coração aberto; agradecer é, em seu mais alto sentido, favorecer o bem. Agradecer é provocar o outro, o agradecimento nos impulsiona. Quando agradecemos, somos mensageiros, nosso gesto gera uma cadeia de grande repercussão, inclusive a cura de nossos males, porque agradecer é provocar afeto. Basta experimentar, para entender. Agradecer é engrandecer. Quem agradece se torna grande e amplia seu querer, cria laços. Agradecer nunca é solitário, pois quem agradece, une. Agradecer é fraterno. No momento em que se diz obrigado, diz-se: eu reconheço o bem que você fez. Agradecer é transformador, pois agradecer nos dá o poder de transformar, muitas vezes, a dor em bálsamo, em calma e também em cura e amor. Pense no poder e na beleza de um muito obrigado e provoque não só uma, mas várias ações de graças no seu dia a dia. Jacqueline dos Santos Assembleia Pastoral Paroquial ( ) Queremos fazer um convite a todos os paroquianos e paroquianas: que participem da Assembleia Pastoral Paroquial ( ). Ela terá início no mês de dezembro próximo e será concluída após a Páscoa de As assembleias paroquiais, bem como as assembleias comunitárias, são momentos de reflexão sobre a caminhada da comunidade paroquial e também oportunidade de se lançarem luzes para a caminhada futura da Paróquia. É lugar indicado para ouvir os apelos, anseios e sonhos dos integrantes e dirigentes das comunidades, traduzi-los em necessidades, para posteriormente transformá-las em ações concretas. Trata se da possibilidade de dinamizar a Igreja, revendo os caminhos percorridos e definindo metas. A Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia tem realizado, de três em três anos, assembleias comunitárias e paroquiais, sempre com a intenção de envolver o maior número de paroquianos e paroquianas de nossas cinco comunidades, com vistas a dar novo ânimo à vida da Igreja reunida nesta paróquia, principalmente com a finalidade de eleger suas prioridades e seus dirigentes comunitários. Nossa proposta para a próxima Assembleia Paroquial, que compreenderá as assembleias comunitárias, é que ela não se resuma apenas na escolha, eleição e apresentação de dirigentes, mas que antes, seja momento de estudo, de reflexão sobre a caminhada paroquial, ressaltando a importância da união das comunidades na fé em Jesus Cristo. Queremos conhecer pelo menos três perspectivas da vida paroquial: a comunitária, a pastoral e a organizacional. Para cumprir tal finalidade, realizaremos a Assembleia Paroquial de estudo, as Assembleias Comunitárias reflexivas e eletivas e, por fim, a Assembleia Paroquial de resultado e encaminhamentos, quando serão apresentados os resultados das reflexões propostas e das eleições realizadas, além de definir as prioridades paroquiais. Nessa oportunidade, com muita alegria, faremos o lançamento do Jubileu de 75 anos da Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, com a apresentação da programação para a comemoração. Venha! Sua presença e participação é muito importante para a Paróquia. Estenda este convite aos irmãos e irmãs, amigas e amigos da sua comunidade. Não venha só, traga também um familiar. Andréa Matos R. M. Castro Equipe de preparação da Assembleia A Jornada Mundial da Juventude RIO-2013 Dioceses mobilizam jovens de todo o Brasil para caminharem juntos no mesmo propósito de fé Um dos maiores legados de uma Jornada Mundial da Juventude é a unidade. Quem participa de uma JMJ pode ver e sentir no coração o povo de Deus falando uma só linguagem: a do amor. Durante o encontro as diversas culturas e espiritualidades convivem e se entendem. Alguém que observa do lado de fora pode questionar como tantas línguas e raças não se tornam uma babel. Ao contrário, a juventude reunida ao redor do Papa dá um testemunho vivo de fé e de esperança em um mundo diferente, melhor. A próxima Jornada, que acontecerá no Rio de Janeiro em 2013, já começou a dar esses frutos no Brasil. E isso pode ser comprovado dia a dia desde a chegada dos símbolos da JMJ ao país, em setembro. Todas as dioceses do Brasil já estão mobilizadas para viver esse tempo de graça. A Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora têm sido carregados, literalmente, por milhares de jovens. A chegada, na capital de São Paulo, no Bote Fé, reuniu mais de 100 mil pessoas no local, e outros tantos milhões, que acompanharam pelos meios de comunicação, todos no desejo de estar ao redor da cruz de Cristo. A entrega da Cruz, de uma diocese a outra, vai muito além de uma cerimônia formal ou obrigatória. A Cruz é passada de mão em mão, de ombro a ombro, entregando vidas e sonhos. O Setor Juventude da CNBB, responsável pela peregrinação dos símbolos da Jornada, tem sido um grande incentivador da unidade nesse caminho. Em cada cidade e regional é preparada uma verdadeira festa, um ato de comunhão. E tudo isso pode ser acompanhado através da cobertura feita pelos jovens, que conseguiram plantar ao longo desse percurso uma grande rede de partilha, através do site dos jovens conectados. Quantas vezes temos nos emocionado ao ler os relatos da peregrinação. Quem ama a Jornada ou mesmo quem ainda está começando nesse amor gostaria de estar presente em todos esses momentos. Se isso não é possível fisicamente, se torna viável virtualmente, graças à dedicação desses jovens. Pode-se sentir no ar, a soprar pelo Brasil, um tempo novo de avivamento. Não deixemos escapar essa graça, essa chance de evangelizar através da vida nova que conhecemos em Cristo. Os símbolos da JMJ ainda têm um longo caminho a percorrer em todos os cantos do país. Acompanhemos atentos e de coração aberto tudo que o que ainda está por acontecer. A Arquidiocese do Rio de Janeiro se une em oração a todas as dioceses e se coloca disponível para acolher os jovens de todo o mundo. A Jornada de 2013 já começou. Deus seja louvado pelos frutos que já experimentamos e pelo melhor que ainda está guardado. Padre Márcio Queiroz Diretor de Comunicação da JMJ RIO2013 Assessor da Pastoral da Comunicação da Arquidiocese do Rio de Janeiro

5 Informativo da Paróquia Nossa Sra. do Rosário de Pompeia - Frades Capuchinhos - Novembro de Todos os Santos e Santas de Deus Como é santo aquele que vos chamou, tornai-vos também santos em todo o vosso comportamento, porque está escrito: sede santos, porque eu sou santo (1 Pd 1, ). Na Igreja Católica, o dia de Todos os Santos é celebrado no dia 1 de novembro em honra de todos os santos, santas e mártires, conhecidos ou não. Essa tradição de recordar os santos está na origem da composição do calendário litúrgico, em que constavam inicialmente as datas de aniversário da morte dos cristãos martirizados como testemunho pela sua fé, quando realizavam-se orações, missas e vigílias, habitualmente no mesmo local ou nas imediações de onde foram mortos, como acontecia em redor do Coliseu de Roma. Posteriormente, tornou-se habitual erigirem-se igrejas e basílicas dedicadas em sua memória nesses mesmos locais. Santo Agostinho de Hipona, na homilia para a festa de todos os santos, assim declarou: Se eles e elas chegaram a ser santos, porque não posso eu também?. Santa Teresinha do Menino Jesus desde menina sonhava em ser santa e uma grande santa, e o foi. Conhecida no mundo inteiro, ela é queridíssima e sapientíssima Doutora da Igreja, padroeira das missões e dos floristas. Ela disse: Quero passar meu céu fazendo o bem sobre a terra. São Francisco de Assis, com seu processo de conversão, se torna um grande santo, na vivência profunda da fraternidade e eterno amante de todas as coisas criadas. Mas afinal o que é ser santo? É amar a Deus, a si mesmo e ao próximo (cf. Mt 22, 37-39); é guardar os mandamentos do bom Deus (cf. Mt 19, 17); é, em atenção à Palavra de Jesus, colocar-se ao serviço do Reino sem reservas e viver unido pela graça aos irmãos e irmãs, na comunhão em prol do crescimento do Reino de Deus (cf. Lc 9, 57-62). A santidade está na dimensão do amor. Deus é amor. São grandes companheiros da santidade: o amor, a fé, a esperança, a verdade, o cuidado, o perdão e a graça. No amor, tudo é dinâmico, tudo se compreende, tudo perdoa, tudo espera, tudo se torna graça na docilidade do Espírito Santo. As coisas velhas são renovadas, as trevas vão sendo dissipadas, o passado de morte transformado em presente de vida e um futuro de muita Luz.O livro do Apocalipse no capítulo 22, versículo 5, nos orienta: Não haverá mais noite, ninguém mais precisará de luz da lâmpada nem da luz do sol, porque o Senhor Deus difundirá sobre eles a sua luz, e reinarão pelos séculos dos séculos. São Maximiliano Kolbe afirmou: O santo vai sempre para frente, sem ligar para o próprio estado de saúde ou a idade; pelo contrário, as doenças e as aflições se tornam para ele uma escada para uma maior perfeição; no seu fogo ele se purifica como o ouro. Ser santo é viver a comunhão com Deus e com os irmãos/ãs, no alimento do Pão Eucarístico. Ser Santo é amar o Cristo, a Igreja, o Céu, o pecador e o diferente. Portanto, ser santo é ser feliz. Eis a meta do santo. È contemplar para sempre a face do bom Deus. O método mais eficaz para evangelização e a resposta radical para o mundo em grandes transformações é a nossa santificação. A santidade é a maior pregação e o maior testemunho da vida cristã. Não pode haver maior desejo no coração do cristão do que o de ser santo. Frei Romero José, OFMCap FINADOS - Que os Anjos nos conduzam ao Paraíso No dia 2 de novembro celebramos o dia dos mortos, ou dos fiéis defuntos, ou simplesmente finados. Somos convidados a pensar no limite de nossa existência terrena, na morte. É ela, a morte, a indesejada das gentes, a democrática senhora que atinge a todos, sem distinção. Por mais longa que seja uma vida, num dado momento chegará ao fim. A mitologia grega fala da morte usando a figura das três moiras: uma delas tece o fio da vida (Cloto), a outra escolhe aleatoriamente um fio (Láquesis) e uma terceira o corta (Átropos): fim da linha; fim da vida. O mito nos diz que o fim da existência não está em nossas mãos, não depende de nós. Depende, sim, de forças superiores que não são controladas por nós. Ouvi, uma vez, um missionário católico iniciar sua pregação de finados assim: Sei que vou morrer, não sei quando; sei que vou morrer, não sei como; sei que vou morrer, não sei onde; só sei que se morrer afastado de Deus estarei perdido. As religiões procuram responder a grande interrogação: o que acontece conosco depois da morte? O Hinduísmo, religião antiquíssima, e o Espiritismo, doutrina moderníssima, dizem que a pessoa passará por uma série de reencarnações. O Cristianismo ensina que haverá a ressurreição dos mortos, como diz o prefácio da missa de finados para os que creem, a vida não é tirada, mas transformada (vita mutatur, non tollitur); e, desfeito o nosso corpo mortal, nos é dado, nos céus, um corpo imperecível. Enquanto se destrói a morada terrena, constrói-se outra, no céu! O Apóstolo Paulo nos diz: Se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos habita em vós, aquele que ressuscitou Cristo Jesus dentre os mortos dará vida também aos vossos corpos mortais. Para essa esperança, o próprio Deus nos deu a garantia, ressuscitando o seu Filho Jesus. Se Deus ressuscitou a Ele, então nós temos a prova de que este Deus não deixa os mortos na morte. Se Deus ressuscitou Jesus, diz Paulo, então Ele também ressuscitará a todos nós. (1 Cor 6,14). A celebração de finados deve nos levar a pensar na vida, na qualidade de vida que temos ou que desejamos ter. Valorizar a vida é sinal de inteligência, é também sinal da graça de Deus em nós. Rezemos por nossos entes queridos que já partiram para a eternidade; rezemos também pelos falecidos anônimos, indigentes, cujos corpos não foram reclamados por ninguém. Concluo apontando alguns textos bíblicos que dão base para a celebração de finados: Tobias 12,12; Jó 1, 18-20; II Macabeus 12, 43-46; Mt 12, 32. Ismar Dias de Matos, professor de filosofia e cultura religiosa na PUC Minas. O que é o Advento para nós Católicos? O que é o Advento para nós Católicos? O Tempo do Advento é, para toda a Igreja, momento de forte mergulho na liturgia e na mística cristã. É tempo de espera e esperança, de estarmos atentos e vigilantes, preparando-nos alegremente para a vinda do Senhor. O Advento significa a presença começada do próprio Deus; recorda-nos duas coisas: primeiro, que a presença de Deus no mundo já começou e que ele já está presente de uma maneira oculta; segundo, que essa presença de Deus acaba de começar, ainda que não seja total, mas está em processo de crescimento e amadurecimento. O Advento começa às vésperas do domingo mais próximo do dia 27 de novembro e vai até as primeiras vésperas do Natal de Jesus, contando quatro domingos. Nas duas primeiras semanas, a nossa expectativa se volta para a segunda vinda definitiva e gloriosa de Jesus Cristo, Salvador e Senhor da história, no final dos tempos. As duas últimas semanas, dos dias 17 a 24 de dezembro, visam em especial a preparação para a celebração do Natal, a primeira vinda de Jesus entre nós. Por isso, o Tempo do Advento é um tempo de piedosa e alegre expectativa. O Advento recorda a dimensão histórica da salvação, evidencia a dimensão escatológica do mistério cristão e nos insere no caráter missionário da vinda de Cristo. Ao serem aprofundados os textos litúrgicos desse tempo, constata-se na história da humanidade o mistério da vinda do Senhor Jesus que de fato se encarna e se torna presença salvífica na história, confirmando a promessa e a aliança feita ao povo de Israel. Deus que, ao se fazer carne, plenifica o tempo (Gl 4,4) e torna próximo o Reino (Mc 1,15). O Advento recorda também o Deus da Revelação. Aquele que é, que era e que vem (Ap 1, 4-8), que está sempre realizando a salvação mas cuja consumação se cumprirá no dia do Senhor, no final dos tempos. O caráter missionário do Advento se manifesta na Igreja pelo anúncio do Reino e a sua acolhida pelo coração do homem até a manifestação gloriosa de Cristo. As figuras de João Batista e Maria são exemplos concretos da vida missionária de cada cristão, quer preparando o caminho do Senhor, quer levando o Cristo ao irmão para santificálo. A liturgia do Advento nos impulsiona a reviver alguns dos valores essenciais cristãos, como a alegria da expectativa, a esperança, a pobreza, a conversão. Deus é fiel a suas promessas: o Salvador virá; daí a alegre expectativa, que deve nesse tempo não só ser lembrada, mas vivida, pois aquilo que se espera acontecerá com certeza. Portanto, não se está diante de algo irreal, fictício, passado, mas diante de uma realidade concreta e atual. A esperança da Igreja é a esperança de Israel já realizada em Cristo, mas que só se consumará definitivamente na parusia (volta) do Senhor. Por isso, o clamor da Igreja característico nesse tempo é: Vem, Senhor Jesus! Símbolos do Advento Os símbolos do Advento nos ajudam a mergulhar no mistério da encarnação e vivenciar melhor este tempo. Entre eles há a coroa ou grinalda do Advento. Ela é feita de galhos sempre verdes (representando a esperança) entrelaçados, formando um círculo, no qual são colocadas as quatro velas da coroa que simbolizam as quatro semanas do Advento. No início, vemos nossa coroa sem luz e sem brilho: recorda-nos a experiência de escuridão do pecado; à medida que se vai aproximando o Natal, vamos ao passo das semanas do Advento, acendendo uma a uma as quatro velas, representando assim a chegada, em meio de nós, do Senhor Jesus, luz do mundo, que dissipa toda escuridão, trazendo aos nossos corações a reconciliação tão esperada. A primeira vela lembra o perdão concedido a Adão e Eva. A segunda simboliza a fé de Abraão e dos outros Patriarcas, a quem foi anunciada a Terra Prometida. A terceira lembra a alegria do rei David que recebeu de Deus a promessa de uma aliança eterna. A quarta recorda os Profetas que anunciaram a chegada do Salvador. A celebração do Advento é, portanto, um meio precioso e indispensável para nos ensinar sobre o mistério da salvação e assim termos Jesus como referência e fundamento, dispondo-nos a perder a vida em favor do anúncio e instalação do Reino. Frei Luiz Carlos Aguiar, OFMCap

6 6 Informativo da Paróquia Nossa Sra. do Rosário de Pompeia - Frades Capuchinhos - Novembro de 2011 Festa de Nossa Senhora do Rosário de Pompeia

7 Informativo da Paróquia Nossa Sra. do Rosário de Pompeia - Frades Capuchinhos - Novembro de 2011 Festa de Nossa Senhora Aparecida 7 Festa de São Francisco de Assis

8 8 Informativo da Paróquia Nossa Sra. do Rosário de Pompeia - Frades Capuchinhos - Novembro de 2011 REUNIÕES: na 1ª quinta-feira do mês DANÇA DE SALÃO: todas as sextas-feiras de 19h às 21h30 - com ótimos professores. MASSAGEM: redutora, relaxante, drenagem linfática pré e pós-operatório de cirurgias plásticas, horário marcado 50 minutos de duração. Hidroterapia com Fisioterapeuta. Pilates terças e quintas às 7h30. R$140,00 o pacote. VIAGEM CALDAS NOVAS- GO Hotel Hot Springs - Golden Dolphin Maio/2012 R$780,00 (dividimos) Direito: café da manhã, almoço, jantar. Fones: / / Conheça o nosso novo site Problemas com drogas? Deseja parar? Procure o GRUPO FAMÍLIA POMPEIA DE N. A. Local: Rua Iara, nº Horário: De 20h às 22h REUNIÕES ABERTAS ÀS FAMÍLIAS. Venha nos visitar! Talvez possamos ajudar. BINGUINHO DE ANIVERSARIANTES DO MÊS DIA: 24 de novembro - quinta-feira HORÁRIO: A partir das 19h30 VALOR: R$6,00 LOCAL: Salão São Vicente de Paulo Rua Iara, 370- B. Pompeia Você é o nosso convidado!

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS I. Nas celebrações do Tempo Advento Deus omnipotente e misericordioso, que vos dá a graça de comemorar na fé a primeira vinda do seu Filho Unigénito e de esperar

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA. Estudo 104 CNBB

COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA. Estudo 104 CNBB COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA Estudo 104 CNBB ASPECTOS GERAIS DO DOCUMENTO PERSPECTIVAS PASTORAIS TEXTOS BASES DESAFIOS FUNÇÕES DA PARÓQUIA PERSPECTIVA TEOLÓGICA MÍSTICA DO DOCUMENTO PERSPECTIVA

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013 ROTEIRO PARA O DIA DE ORAÇÃO PELA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE RIO2013 Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude - CNBB CANTO DE ENTRADA (Canto a escolha) (Este momento de oração pode ser associado

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

O QUE É O PROJETO NATAL MISSIONÁRIO?

O QUE É O PROJETO NATAL MISSIONÁRIO? INTRODUÇÃO Como continuidade ao Projeto das Semanas Missionárias, Deus suscitou este novo projeto que envolverá não apenas ao movimento da Renovação Carismática Católica, mas a toda a Igreja Católica Apostólica

Leia mais

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida.

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida. LITURGIA DA PALAVRA A Palavra de Deus proclamada e celebrada - na Missa - nas Celebrações dos Sacramentos (Batismo, Crisma, Matrimônio...) A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO Disponível em: www.seminariomaiordebrasilia.com.br Acesso em 13/03/2014 A palavra Quaresma surge no século IV e tem um significado profundo e simbólico para os cristãos

Leia mais

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos,

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, PASCOM A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, t e x t o s e i d é i a s p a r a a s matérias! Nossa Senhora da Penha, que sabe o nome de cada

Leia mais

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA Nestes últimos anos tem-se falado em Catequese Renovada e muitos pontos positivos contribuíram para que ela assim fosse chamada. Percebemos que algumas propostas

Leia mais

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco Notícias de Família Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida 06 JUNHO 2014 Permanece conosco Vivemos dias de graça, verdadeiro Kairós com a Celebração

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

Permanecei em mim e eu permanecerei em vós!

Permanecei em mim e eu permanecerei em vós! CELEBRAÇÃO DO 5º DOMINGO DA PÁSCOA 03 de maio de 2015 Permanecei em mim e eu permanecerei em vós! Leituras: Atos 9, 26-31; Salmo 22; Primeira Carta de João 3, 18-24; João 15, 1-8. COR LITÚRGICA: BRANCA

Leia mais

A Apostolicidade da Fé

A Apostolicidade da Fé EMBARGO ATÉ ÀS 18H30M DO DIA 10 DE MARÇO DE 2013 A Apostolicidade da Fé Catequese do 4º Domingo da Quaresma Sé Patriarcal, 10 de Março de 2013 1. A fé da Igreja recebemo-la dos Apóstolos de Jesus. A eles

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT)

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) 11-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério? Toda a vida

Leia mais

REUNIÃO DE LIDERANÇAS

REUNIÃO DE LIDERANÇAS REUNIÃO DE LIDERANÇAS 08/02/2015 PAUTA: 1) Oração Inicial 2) Abertura 3) Apresentação de 03 dimensões de Ação Pastoral para o ano de 2015 4) Plenária / Definições 5) Oração Final 6) Retirada de Materiais

Leia mais

"Maria!"! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist!

Maria!! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist! CartadePentecostes2015 AbadeGeralOCist "Maria" Carissimos, vos escrevo repensando na Semana Santa que passei em Jerusalém, na Basílica do Santo Sepulcro, hóspede dos Franciscanos. Colhi esta ocasião para

Leia mais

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações?

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações? O Canto Litúrgico Como escolher os cantos para nossas celebrações? O que é Liturgia? Liturgia é antes de tudo "serviço do povo", essa experiência é fruto de uma vivencia fraterna, ou seja, é o culto, é

Leia mais

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM Página 1 TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM 01. Canto de Entrada 02. Saudação inicial do celebrante presidente 03. Leitura

Leia mais

Confira a programação completa da Semana Santa em algumas paróquias de Curitiba:

Confira a programação completa da Semana Santa em algumas paróquias de Curitiba: PROGRAMAÇÃO SEMANA SANTA NA ARQUIDIOCESE DE CURITIBA Organizada pela Arquidiocese de Curitiba, a Semana Santa terá início na quinta-feira, às 9 horas, com a Missa com Sagração dos Santo Óleos e Renovação

Leia mais

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos B. Scalabrinianas Centro de Estudos Migratórios Cristo Rei-CEMCREI Rua Castro Alves, 344 90430-130 Porto Alegre-RS cemcrei@cpovo.net www.cemcrei.org.br

Leia mais

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim!

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim! Page 1 of 6 GUIÃO DA CELEBRAÇÃO DA 1ª COMUNHÃO 2006 Ambientação Irmãos: Neste Domingo, vamos celebrar e viver a Eucaristia com mais Fé e Amor e também de uma maneira mais festiva, já que é o dia da Primeira

Leia mais

+ Orani João Tempesta, O. Cist. Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

+ Orani João Tempesta, O. Cist. Arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ AMAI-VOS Domingo passado, ao celebrar o tema da misericórdia, tive a oportunidade de estar com milhares de pessoas tanto na Catedral Metropolitana como no anúncio e instalação do Santuário da Misericórdia,

Leia mais

O texto nomeia os 11, mais algumas mulheres, das quais só menciona Maria, com os irmãos de Jesus. Aqui aparece um fato curioso e edificante.

O texto nomeia os 11, mais algumas mulheres, das quais só menciona Maria, com os irmãos de Jesus. Aqui aparece um fato curioso e edificante. Aula 25 Creio na Igreja Católica.1 Frei Hipólito Martendal, OFM. 1. Leitura de At 2, 1-15. Ler e explicar... Dia de Pentecostes (=Quinquagésima) é o 50º dia depois da Páscoa. Os judeus celebravam a Aliança

Leia mais

Síntese. Coragem, filha! A tua fé te salvou. (Mt 9, 22).

Síntese. Coragem, filha! A tua fé te salvou. (Mt 9, 22). Síntese Coragem, filha! A tua fé te salvou (Mt 9, 22). Novembro de 2013 2 Editorial Caros Polens, Entramos no penúltimo mês do ano. Nossos novos irmãos se encontram cada vez mais perto de nós em suas e

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

Vigília Jubilar. Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10.

Vigília Jubilar. Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10. Vigília Jubilar Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10. Material: Uma Bíblia Vela da missão Velas para todas as pessoas ou pedir que cada pessoa

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim 5º DOMINGO DA PÁSCOA 18 de maio de 2014 Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim Leituras: Atos 6, 1-7; Salmo 32 (33), 1-2,4-5.18-19; Primeira Carta de Pedro 2, 4-9; João

Leia mais

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Antes da Solene celebração, entregar a lembrança do centenário No Final terá um momento de envio onde cada pessoa reassumirá a missão. O sinal deste momento será a colocação

Leia mais

Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão

Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão A vida litúrgica começa muito cedo. Os Sacramentos são conhecidos como encontros pessoais com Cristo. Também são vistos como sinais da salvação.

Leia mais

Jubileu de Prata 25 ANOS

Jubileu de Prata 25 ANOS Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos B. Scalabrinianas Centro de Estudos Migratórios Cristo Rei-CEMCREI Rua Castro Alves, 344 90430-130 Porto Alegre-RS cemcrei@cpovo.net www.cemcrei.org.br

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE?

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? Texto: Apocalipse 21:1-2 Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinham passado; e o mar já não existia. Vi a cidade santa, a nova Jerusalém,

Leia mais

20ª Hora Santa Missionária

20ª Hora Santa Missionária 20ª Hora Santa Missionária Tema: Missão é Servir Lema: Quem quiser ser o primeiro seja servo de todos Preparação do ambiente: cartaz do Mês missionário, Bíblia e fitas nas cores dos continentes, cruz e

Leia mais

COMISSÃO BÍBLICA PASTORAL 1º DOMINGO DO ADVENTO ANO B

COMISSÃO BÍBLICA PASTORAL 1º DOMINGO DO ADVENTO ANO B COMISSÃO BÍBLICA PASTORAL 1º DOMINGO DO ADVENTO ANO B Tema: Ficai atentos, pois não sabeis quando chegará o momento. Acolhida: Sejam todos bem-vindos. Vamos refletir e rezar em comunidade, acolhendo a

Leia mais

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL

DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESCOLA DOMINICAL SUGESTÃO DE CELEBRAÇÃO DE NATAL 2013 ADORAÇÃO Prelúdio HE 21 Dirigente: Naqueles dias, dispondo-se Maria, foi apressadamente à região montanhosa, a uma cidade de Judá, entrou na casa de Zacarias e saudou

Leia mais

A Fe Parte 3 Vivenciemos nossa Fé com alegria

A Fe Parte 3 Vivenciemos nossa Fé com alegria Ano Novo 2013 Carta Pastoral do Bispo D. Paulo Otsuka Yoshinao Diocese de Kyoto A Fe Parte 3 Vivenciemos nossa Fé com alegria Fiquem sempre alegres no Senhor! Fl.4,4. O maior presente do cristianismo é

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

Rita de Sá Freire. Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto

Rita de Sá Freire. Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto Rita de Sá Freire Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto No dia 4 de agosto, a Igreja comemora São João Maria Vianney, Padroeiro dos Padres. Gostaria de prestar

Leia mais

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu.

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu. O Pão da Vida Na solenidade de Corpus Christi, queremos recordar que os atos redentores de Cristo, que culminam na sua morte e ressurreição, atualizam-se na Eucaristia, celebrada pelo Povo de Deus e presidida

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA

Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA Deus nos alerta pela profecia de Oséias de que o Povo dele se perde por falta de conhecimento. Cf. Os 4,6 1ª Tm 4,14 Porque meu povo se perde

Leia mais

APOSTOLADO DA ORAÇÃO

APOSTOLADO DA ORAÇÃO APOSTOLADO DA ORAÇÃO INFORMATIVO APOSTOLADO DA ORAÇÃO ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS - SC Outubro: Mês Missionário A missão é feita: com os pés dos que partem... com os joelhos dos que rezam... e as mãos

Leia mais

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Quando, porém, chegou a plenitude do tempo, enviou Deus o seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a Lei,

Leia mais

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO ORIENTAÇÕES GERAIS Bem-vindos à nova estação dos GFs: a estação do evangelismo! Nesta estação queremos enfatizar pontos sobre nosso testemunho de vida

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária Caro jovem,, Que alegria saber que como você muitos jovens estão encontrando um caminho para a oração pessoal e diária. Continue animado com a busca de um relacionamento mais pessoal

Leia mais

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos Servos de Maria e ficou conhecido como o protetor contra o câncer.

Leia mais

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre Caridade e partilha Vivemos em nossa arquidiocese o Ano da Caridade. Neste tempo, dentro daquilo que programou o Plano de Pastoral, somos chamados a nos organizar melhor em nossos trabalhos de caridade

Leia mais

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8)

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8) Janeiro e Fevereiro 2015 Editorial Esta é a Síntese dos meses de Janeiro e Fevereiro, assim como a Palavra de Vida, em que o nosso diretor espiritual, Pe. Pedro, fala sobre Felizes os puros de coração

Leia mais

Mensagem aos Fiéis Paroquianos

Mensagem aos Fiéis Paroquianos Mensagem aos Fiéis Paroquianos O ano já está terminando! Ao olhar para trás, quantas coisas realizamos. Ao olhar para frente, quantas oportunidades se aproximam a favor da evangelização do nosso povo.

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

Rosarium Virginis Mariae

Rosarium Virginis Mariae EDITORA AVE-MARIA Introdução O Rosário da Virgem Maria, que ao sopro do Espírito Santo de Deus se foi formando gradualmente no segundo milênio, é oração amada por numerosos santos e estimulada pelo magistério.

Leia mais

DOMINGO VII DA PÁSCOA. Vésperas I

DOMINGO VII DA PÁSCOA. Vésperas I DOMINGO VII DA PÁSCOA (Onde a solenidade da Ascensão não é transferida para este Domingo). Semana III do Saltério Hi n o. Vésperas I Sa l m o d i a Salmos e cântico do Domingo III. Ant. 1 Elevado ao mais

Leia mais

Os Mandamentos da Igreja

Os Mandamentos da Igreja Os Mandamentos da Igreja Por Marcelo Rodolfo da Costa Os mandamentos da Igreja situam-se na linha de uma vida moral ligada à vida litúrgica e que dela se alimenta CIC 2041 Os Mandamentos da Igreja tem

Leia mais

CRIANÇAS E ADOLESCENTES MISSIONÁRIOS NA CARIDADE

CRIANÇAS E ADOLESCENTES MISSIONÁRIOS NA CARIDADE Vicente de Paulo dizia: "Que coisa boa, sem igual, praticar a Caridade. Praticá-la é o mesmo que praticar todas as virtudes juntas. É como trabalhar junto com Jesus e cooperar com ele na salvação e no

Leia mais

Tríduo Pascal - Ano C

Tríduo Pascal - Ano C 1 A celebração da Missa Vespertina da Ceia do Senhor inaugura o Sagrado Tríduo Pascal, o coração do ano litúrgico, no qual celebramos a morte, sepultura e a ressurreição de Jesus Cristo. Trata-se de um

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana

ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana 93 ISSN - 1517-7807 9!BLF@FB:VWOOUWoYdZh outubro 2013 Que a saúde se difunda sobre a terra Escatologia e Exercícios Espirituais Pedro Arrupe, homem de Deus 1

Leia mais

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005 FESTA DO Pai-Nosso Igreja de S. José de S. Lázaro 1º ano 1 7 de Maio de 2005 I PARTE O acolhimento será feito na Igreja. Cada criança ficará com os seus pais nos bancos destinados ao seu catequista. Durante

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família - CEPVF/CNBB

Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família - CEPVF/CNBB Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família Comissão Nacional da Pastoral Familiar Brasília - 2014 snv14_2.indd 1 28/05/2014 12:11:27 Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família - CEPVF/CNBB

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXII A PRIMEIRA CARTA DE PEDRO E REFLEXÕES SOBRE O SOFRIMENTO Até aqui o Novo Testamento tem dito pouco sobre

Leia mais

Bem - Aventuranças. Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007

Bem - Aventuranças. Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007 Bem - Aventuranças Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007 Eu estou à tua porta a bater, Eu estou à tua porta a bater, Se me abrires a porta entrarei para enviar. Eu preciso

Leia mais

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO 1 ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO LIÇÃO Nº 01 DIA 16/06/2014 INTRODUÇÃO: Vamos começar uma nova série de estudos em nossas células. Esta será uma série muito interessante

Leia mais

OS SACRAMENTOS. O que é um Sacramento?

OS SACRAMENTOS. O que é um Sacramento? OS SACRAMENTOS Os sacramentos da nova lei foram instituídos por Cristo e são sete, a saber: o Batismo, a Crisma ou Confirmação, a Eucaristia, a Penitência, a Unção dos Enfermos, a Ordem e o Matrimônio.

Leia mais

Vem, Senhor Jesus! (Apc 22,20)

Vem, Senhor Jesus! (Apc 22,20) DEZEMBRO 2014 Editorial Chegamos ao último mês do ano, um mês especial onde ainda temos a oportunidade de nos aproximarmos mais Dele, que é o Natal, período de nascimento de Cristo. O movimento Pólen nos

Leia mais

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Carta Pastoral dirigida às igrejas da diocese de Rotemburgo-Estugarda na Quaresma Pascal de 2015 Bispo Sr. Dr.

Leia mais

Sagrado Coração de Jesus

Sagrado Coração de Jesus Trezena em honra ao Sagrado Coração de Jesus Com reflexões sobre suas doze promessas a Santa Margarida Maria de Alacoque EDITORA AVE-MARIA Introdução Antes de o prezado leitor iniciar esta Trezena em honra

Leia mais

BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA. O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...!

BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA. O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...! BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...! Quem procura acha. Módulo 2 Etapa 3 Nem sempre acha o

Leia mais

PARÓQUIA SÃO MATEUS CALENDÁRIO 2014

PARÓQUIA SÃO MATEUS CALENDÁRIO 2014 Dia Dia da JANEIRO COM MARIA CONSTRUIR A PAZ 31 MISSA NA SÃO MATEUS 20H 01 Quarta SOLENIDADE DA SANTA MÃE DE DEUS, MARIA/ MISSA NA CAPELA SANTO ANTONIO 10H 2 MISSA NA SÃO MATEUS 19H30 3 HORARIO NORMAL

Leia mais

Aparição da Mãe Divina. Colina do Cristo Redentor, Carmo da Cachoeira, MG, Brasil. Domingo, 12 de fevereiro de 2012, às 20h40.

Aparição da Mãe Divina. Colina do Cristo Redentor, Carmo da Cachoeira, MG, Brasil. Domingo, 12 de fevereiro de 2012, às 20h40. Aparição da Mãe Divina. Colina do Cristo Redentor, Carmo da Cachoeira, MG, Brasil. Domingo, 12 de fevereiro de 2012, às 20h40. Como no dia de ontem, o grupo reuniu-se às 19h30 para iniciar a tarefa de

Leia mais

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção?

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção? MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Espiritualidade e profecia são duas palavras inseparáveis. Só os que se deixam possuir pelo espírito de Deus são capazes de plantar sementes do amanhã e renovar a face da terra. Todo

Leia mais

PROGRAMA PAROQUIAL DE PASTORAL 2009/2010

PROGRAMA PAROQUIAL DE PASTORAL 2009/2010 PROGRAMA PAROQUIAL DE PASTORAL 2009/2010 Ao iniciar o novo ano de pastoral paroquial, aceitamos o desafio que nos é feito de continuarmos a nossa caminhada de cristãos atentos aos desafios de Deus e do

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009 Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote 1 - MOTIVAÇÃO INICIAL: Dir.: Em comunhão

Leia mais

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 27ºDOMINGO DO TEMPO COMUM (02/10/11) Parábola dos Vinhateiros Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Construir a Igreja

Leia mais

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 Maria e José levaram Jesus a Jerusalém a fim de apresentá-lo ao Senhor Leituras: Genesis 15, 1-6; 21,1-3; Salmo 104 (105), 1b-2, 3.4-5.6.8-9 (R/ 7a.8a); Carta aos

Leia mais

Explicação da Missa MISSA

Explicação da Missa MISSA Explicação da Missa Reunidos todos os catequizandos na Igreja, num primeiro momento mostram-se os objetos da missa, ensinam-se os gestos e explicam-se os ritos. Em seguida celebra-se a missa sem interrupção.

Leia mais

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica OBLATOS ORIONITAS linhas de vida espiritual e apostólica Motivos inspiradores da oblação orionita laical O "carisma" que o Senhor concede a um fundador, é um dom para o bem de toda a Igreja. O carisma

Leia mais

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO O Baptismo, porta da vida e do reino, é o primeiro sacramento da nova lei, que Cristo propôs a todos para terem a vida eterna, e, em seguida, confiou à

Leia mais

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO 25-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém? No tempo estabelecido,

Leia mais

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE A Novena de Natal deste ano está unida à Campanha da Fraternidade de 2013. O tema Fraternidade e Juventude e o lema Eis-me aqui, envia-me, nos leva para o caminho da JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE Faça a

Leia mais

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO O que é uma pessoa cristã? É a pessoa que acredita que o Deus vivo é revelado em e por meio de Jesus Cristo, que aceita Jesus Cristo como Senhor e Salvador, que

Leia mais

Calendário Paroquial 2015 Paróquia Santa Rita de Cássia Carapicuíba-SP

Calendário Paroquial 2015 Paróquia Santa Rita de Cássia Carapicuíba-SP Calendário Paroquial 2015 Paróquia Santa Rita de Cássia Carapicuíba-SP Janeiro 01 Q Solenidade Santa Maria, Mãe de Deus 02 S 03 S 15h00 Reunião de Coordenação da Catequese 04 D Solenidade Epifania do Senhor

Leia mais

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A evangelização nos dá a alegria do encontro com a Boa Nova da Ressurreição de Cristo. A maioria das pessoas procura angustiada a razão de sua vida

Leia mais

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014 Adoração ao Santíssimo Sacramento Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa 4 de Março de 2014 Leitor: Quando nós, cristãos, confessamos a Trindade de Deus, queremos afirmar que Deus não é um ser solitário,

Leia mais

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...).

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...). 122 ANO B DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia (Se estiverem presentes adultos que tenham sido baptizados na última Páscoa, as intenções da oração dos fiéis poderão hoje ser propostas por eles).

Leia mais

1º encontro SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS - PADROEIRO DA DIOCESE

1º encontro SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS - PADROEIRO DA DIOCESE Encontro com a Palavra Julho/2011 1º encontro SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS - PADROEIRO DA DIOCESE Leitura Bíblica: Mt 11, 28-30 Preparando o ambiente Ao lado da Bíblia, se houver, colocar na mesa uma imagem

Leia mais

É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o

É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o 3 - Eucaristia O que é a Eucaristia? É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o sacrifício da cruz no decorrer dos séculos até ao seu regresso, confiando

Leia mais