Foi dado conhecimento da forma como decorreu a Assembleia Geral.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Foi dado conhecimento da forma como decorreu a Assembleia Geral."

Transcrição

1 Acta nº. 348 da Sessão do Conselho Distrital de Évora de 6 de Maio de 2009 Aos seis dias do mês de Maio do ano dois mil e nove, pelas quinze horas em Évora, sob a presidência do Excelentíssimo Senhor Dr. Carlos d Almeida, reuniu-se este Conselho, estando presentes o Senhor Vice- Presidente Dr. António Pereira Gomes, e os vogais Senhores: Dr.ª Lina Aleixo, Dr. José António Belchior, Dr.ª Maria João Adegas e Dr. Vítor Tomás A Dr.ª Rosa Maria Antunes justificou previamente a sua ausência. O Dr Sidónio Santos chegou pelas dezasseis horas e quinze minutos. A Dr.ª Maria João Adegas teve de sair pelas dezassete horas. O Dr. António Pereira Gomes ausentou-se pelas dezanove horas e trinta minutos. Em cumprimento da deliberação do dia 2 de Dezembro de 2003, em Abrantes, estiveram ainda presentes, em representação dos Agrupamentos de Delegações os Exmos. Colegas: Dr. Arlindo Chambel de Abrantes, Dr. José Pinela Fernandes e Dr. Manuel Lúcio de Beja, Dr. Rui Sampaio da Silva de Évora, Dr.ª Sandra Martins Leitão e Dr. Raul Matos de Portalegre, Dr.ª Lúcia Mata e Dr. Carlos Florentino de Santarém, o Dr. Tiago Falcão de Santiago do Cacém e a Dr.ª Maria da Graça Rodrigues. O Dr. Rui Sampaio da Silva teve de se ausentar pelas dezoito horas. Esteve ainda presente a Senhora Secretária Geral, Dr.ª Manuela Espadinha. 1-Informações: Assembleia Geral da Ordem dos Advogados do passado dia 30 de Abril (Aprovação do Relatório e Contas). Foi dado conhecimento da forma como decorreu a Assembleia Geral. 2-Outros Assuntos: A)Situação Económica do Conselho Distrital, Conselho Deontologia, Agrupamentos e Delegações do CDE. O Senhor Presidente do Conselho introduziu o tema e solicitou o parecer de todos os presentes:

2 O Dr. José Pinela Fernandes, deu conhecimento da reunião que teve com o Senhor Bastonário sobre a situação económica da Delegação de Beja. A Dr.ª Sandra Martins Leitão deu conhecimento da deliberação da reunião da Assembleia de Agrupamento realizada no dia 4 de Maio, em que decidiram aceitar a deliberação do Conselho Geral de 29 de Abril de que só se teve conhecimento no dia 4 de Maio. Após a intervenção de todos os presentes manifestando a sua preocupação com a difícil situação que se vive, não só neste Conselho como nos restantes, foi opinião unânime que, todos têm de defender a Ordem, e que tem sido um erro que as Delegações deixem que os Colegas continuem a pensar que isto é uma guerra entre os Presidentes dos Conselhos Distritais e o Bastonário, pelo que, se deve manter a solidariedade que tem existido sempre entre os diversos órgãos da área deste Conselho Distrital. I-Pelo Dr. José António Belchior foi apresentada a seguinte proposta: Face às dificuldades de cada Agrupamento de Delegações deste Conselho Distrital devem estes e as respectivas Delegações, ao invés de virem a receber subsídio caso a caso, reclamar o cumprimento por parte do Conselho Geral do Orçamento de 2008, enviando ao Conselho Distrital de Évora os respectivos duodécimos, nos valores exactos que resultem do Orçamento em vigor. Uma vez submetida a discussão foi a presente proposta aprovada por unanimidade, com duas abstenções, tendo sido emitidas as seguintes declarações de voto: Dr. José Pinela Fernandes do Agrupamento de Delegações de Beja: Uma vez que se encontra a aguardar a marcação de uma Assembleia do Agrupamento das Delegações de Beja, e porque aí se irá elucidar os Colegas sobre a situação financeira e orçamental quer do Conselho Distrital quer do Agrupamento de Delegações de Beja e também porque, irão ser convidados para expor a situação, quer o Senhor Bastonário quer o Senhor Presidente do Conselho Distrital, entendo abster-me da presente votação. Dr.ª Sandra Martins Leitão:

3 Considerando a decisão já tomada em Assembleia Extraordinária do passado dia 4 de Maio de 2009, pelos Advogados do Agrupamento de Portalegre, o Agrupamento de Portalegre não toma posição com relação á proposta ora votada. II-De seguida o Dr. Vítor Tomás fez as seguintes propostas: Proponho que, ao abrigo do art.º 43 n.º1 alínea b) do EOA, que o Conselho Distrital recorra para o Conselho Superior da deliberação de 7 /03/2009 e de 29/04/2009 do Conselho Geral, relativa às verbas a atribuir em 2009 ao CDE, uma vez que a mesma não cumpre os duodécimos das dotações aprovadas no Orçamento de 2008, traduzindo na prática a aplicação dos princípios e verbas do Orçamento para 2009 rejeitadas na Assembleia Geral de 22 de Novembro de 2008 Foi aprovada por unanimidade. Considerando a forma arbitrária como o CG, vem aplicando o regime de duodécimos ao CDE e restantes Conselhos Distritais do Continente. Considerando a necessidade de aprovar um orçamento, para clarificar as dotações orçamentais de cada órgão ao O.A., para o exercício de Proponho que o CDE requeira ao Conselho Superior a convocação, ao abrigo da alínea g) do n.º1 do Art.º 43º do EOA, da Assembleia Geral da O.A., para deliberar sobre o Orçamento do Conselho Geral e o Orçamento do Consolidado de 2009, com a antecedência necessária à apresentação pelo C.G. de nova proposta de Orçamentos de acordo com o estabelecido no Art.º 35 n.º 2 do E.O.A. Foi aprovada por unanimidade. B)Preparação da VII Convenção das Delegações. O Dr. Carlos Florentino, membro da Comissão de Organização da Convenção deu conhecimento de duas Comunicações que elaborou para apresentar na Convenção. Foi tomado conhecimento e deliberado por unanimidade dos presentes provar as Comunicações

4 C) Proposta de Alteração do Estatuto. Foi dado conhecimento da proposta de alteração do EOA enviado para a Assembleia da República em 24/04/2009 pelo Gabinete do Ministro da Justiça por solicitação da Ordem dos Advogados, com pedido de urgência na apreciação do anteprojecto, sugerindo-se o prazo de 15 dias. Foi tomado conhecimento, mais foi deliberado o envio da presente proposta via e- mail para todos os presentes a fim de todos o analisarem. D) Comemoração Anual do Dia do Padroeiro, S. Ivo. Pelo Senhor Presidente foi comunicado que dada a proximidade da data e as dificuldades existentes não se irá realizar este ano esta comemoração. E) Comemoração do Dia do Advogado no dia 19 de Maio em Portalegre O Senhor Presidente dirigiu-se aos membros da Delegação de Portalegre expressando os votos de uma Boa comemoração do Dia do Advogado. Atento o adiantado da hora foi proposto passar-se para o ponto: 3-Assuntos dos Agrupamentos A)Agrupamento de Delegações de Santiago. Pelo Dr. José António Belchior na qualidade de Presidente do Agrupamento foi solicitado ao Conselho Distrital, o seguinte: Tendo em conta a actual situação que vive a Ordem dos Advogados o Agrupamento de Delegações de Santiago do Cacém solicita ao Presidente do Conselho Distrital a sua disponibilidade para estar presente numa Assembleia das Delegações deste Agrupamento, permitindo-se recomendar vivamente aos demais Agrupamentos que diligenciem na realização de igual Assembleia, nos respectivos Agrupamentos, por se entender ser a única forma de facultar o conhecimento da realidade actual da Ordem dos Advogados. Os restantes Agrupamentos tomaram conhecimento e requereram igual pedido, tendo ficado de informar o Conselho e o Senhor Presidente do agendamento de tais Assembleias para que estes possam estar presentes.

5 B) Pelos Agrupamentos presentes foi ainda proposto o seguinte: Tendo tomado conhecimento da proposta de revisão do Estatuto da O.A, o qual foi remetido pelo Ministério da Justiça ao Conselho Superior do Ministério Público, em 24 de Abril de 2009, para apreciação urgente do anteprojecto, os Agrupamentos do Conselho Distrital de Évora presentes na reunião deste Conselho em 6 de Maio de 2009, informam que até ao presente não tinham conhecimento da existência de qualquer projecto de alteração do Estatuto e muito menos que o mesmo tivesse sido apresentado à apreciação do Ministério da Justiça, o que só pode ter acontecido pelo envio do mesmo através de órgãos da Ordem. Entendem estes Agrupamentos que a todo o nível é lamentável tal atitude que prefere antes do mais, saber a posição do Ministério da Justiça mas não a das Delegações e dos Advogados. Ao Órgão da Ordem que assim procede parece ser irrelevante dar conhecimento prévio e colher os contributos dos Advogados e das Delegações. Perante tal facto os Agrupamentos expressam a sua indignação perante o desrespeito e total falta de consideração pelos Advogados e Delegações. Deve a presente ser comunicada na íntegra aos Advogados deste Conselho, restantes Conselhos Distritais, Conselho Geral, ao Conselho Superior, Conselho Superior do Ministério Público, Ministro da Justiça e Comissão da VII Convenção das Delegações. Foi tomado conhecimento, mais foi deliberado o envio desta comunicação conforme solicitado. Foi decidido por unanimidade que a matéria constante dos pontos 2- alíneas F), G), H) e J) e 3-B), 4 e 5 transitem para reunião posterior atento o adiantado da hora. 2-F) Carta enviada pelo Dr. Hilário Chaves - advogado, C.P. n.ºn.º93, relativo a pedido de parecer sobre Patrocínio Forense em P.A. da Segurança Social.

6 G)Carta enviada pela Dr.ª Rita Henriques, advogada, C.P. n.º l, relativa a reclamação feita no Proc a correr termos no 2º juízo do Tribunal Judicial de Montemor-o-Novo. H) enviado pelo Dr. António Godinho sobre os Honorários do Acesso ao Direito. I)Carta enviada pelo Dr. Mota Veiga Barros, advogado, c.p. n.º 45525c, a solicitar parecer sobre a existência de incompatibilidades ou impedimentos do exercício com as funções de Direcção de uma Associação sem fins lucrativos e a prestação de apoio jurídico a essa mesma associação quer na modalidade em que desenvolva o exercício da advocacia fora do âmbito da referida associação, assim como igual parecer relativo às mesmas funções nas ONGA - Organização Não Governamental para o Ambiente. J) Carta enviada pelo Bâtonier de L ordre dês Avocats de Chartres, convidando o CDE para se geminar com esta Ordem. 3 -B) AD Setúbal: i)ofício do Conselho Superior de Magistratura sobre as Varas de competência Mista de Setúbal, ii)ofício do Tribunal de Setúbal a enviar certidão a solicitar a intervenção institucional junto de sua Exa. o Senhor Ministro da Justiça. 4- Processos de Parecer A)Autos de Processo Especial de Parecer n.º 4/PP/2009-E Requerente: Dr. Norberto Timóteo Assunto: Averiguação sobre a possibilidade de um Advogado criar uma empresa de prestação de serviços administrativos de apoio à sua actividade. Relator Dr. Sidónio Santos 5-Processo Especial de Averiguação de Incompatibilidade

7 A) Autos de Processo Especial de Parecer n.º 2/PP/2009-E Requerente: Sérgio Pimenta Carriço Visado: Dr.ª Rute Carvalho Neves C.P. n.º1672e Assunto: eventual situação de incompatibilidade Relator: Dr. Sidónio Santos 6-Aprovação da Acta da sessão anterior, Acta 347 Foi remetida para a próxima reunião. Marcação de data para a próxima sessão deste Conselho Distrital. Foi deliberado marcar a próxima reunião do CDE para o dia 27 de Maio, pelas catorze horas e trinta minutos, em Évora. E nada mais havendo a tratar, o Senhor Presidente deu por encerrada esta sessão pelas vinte horas e quarenta e seis minutos, dela se lavrando a presente acta que, depois de lida foi aprovada por minuta, para efeitos de execução dos competentes serviços do CDE, sendo aprovada na íntegra na próxima reunião do CDE.

Acta n.º 360. da Sessão do Conselho Distrital de Évora. de 8 de Abril de 2010

Acta n.º 360. da Sessão do Conselho Distrital de Évora. de 8 de Abril de 2010 Acta n.º 360 da Sessão do Conselho Distrital de Évora de 8 de Abril de 2010 Aos oito dias do mês de Abril do ano dois mil e dez, pelas dez horas e trinta minutos, em Santiago do Cacém, sob a presidência

Leia mais

ATA N.º 60. Ponto n.º 1 LEITURA E ASSINATURA DA ATA DA REUNIÃO ANTERIOR

ATA N.º 60. Ponto n.º 1 LEITURA E ASSINATURA DA ATA DA REUNIÃO ANTERIOR ATA N.º 60 Aos quatro dias do mês de Outubro de dois mil e treze, pelas dez horas, reuniu, na sua sede, o Conselho Distrital do Porto da Ordem dos Advogados. Estiverem presentes na referida reunião o Presidente

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS

JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS MINUTA DA ATA NR.8/2014 MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA REALIZADA NO DIA DEZASSETE DE ABRIL DO ANO DE DOIS MIL E QUINZE ---------------------------------------------------------------------- ---------

Leia mais

-------- Aos três dias do mês de Março do ano de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de

-------- Aos três dias do mês de Março do ano de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de -------- Aos três dias do mês de Março do ano de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, em reunião ordinária para apreciação e deliberação

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES

CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES QUADRIÉNIO 2006/2009 ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL 2009/08/05 ÍNDICE REUNIÃO DE 2009/08/05 JUSTIFICAÇÃO DE FALTA 5 APROVAÇÃO DA ACTA DA REUNIÃO DE 29/07/2009

Leia mais

ACTA N.º 29/2006 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 / 12 / 2006 FALTAS JUSTIFICADAS FALTAS INJUSTIFICADAS

ACTA N.º 29/2006 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 / 12 / 2006 FALTAS JUSTIFICADAS FALTAS INJUSTIFICADAS CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO ACTA N.º 29/2006 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 / 12 / 2006 PRESENÇAS PRESIDENTE : JOÃO LUIS BATISTA PENETRA VEREADORES : MANUEL ANTÓNIO MENDES FADISTA ANTÓNIO

Leia mais

ACTA N.º 9. A sessão foi presidida pela Presidente Elisabete Grangeia e teve a seguinte ordem do dia:

ACTA N.º 9. A sessão foi presidida pela Presidente Elisabete Grangeia e teve a seguinte ordem do dia: ACTA N.º 9 Aos vinte e três dias do mês de Maio do ano de dois mil e catorze, pelas dez horas, reuniu, na sua sede, o Conselho Distrital do Porto da Ordem dos Advogados. Estiveram presentes na referida

Leia mais

ESTATUTOS DA ASSOCIAÇAO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DA ESCOLA DO 1º CICLO DE MOUTIDOS. Rua de Moutidos 4445 ÁGUAS SANTAS PORTUGAL

ESTATUTOS DA ASSOCIAÇAO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DA ESCOLA DO 1º CICLO DE MOUTIDOS. Rua de Moutidos 4445 ÁGUAS SANTAS PORTUGAL ESTATUTOS DA ASSOCIAÇAO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DA ESCOLA DO 1º CICLO DE MOUTIDOS Rua de Moutidos 4445 ÁGUAS SANTAS PORTUGAL CAPÍTULO I Da Denominação, Sede, Âmbito da Acção e Fins ARTIGO UM

Leia mais

CONSELHO GERAL. 2013-17 Ata número treze

CONSELHO GERAL. 2013-17 Ata número treze CONSELHO GERAL 2013-17 Ata número treze -------- Aos vinte e nove dias do mês de Abril de dois mil e quinze reuniu, pelas dezoito horas o conselho geral para tratar da seguinte ordem de trabalhos: -----

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106

CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106 CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106 (4ª Reunião Extraordinária 03/ Março / 2015) De acordo com a deliberação nº2 do Conselho de Gestão, de 28 de outubro de 2010, o Conselho Técnico-Científico da ESSA

Leia mais

ACTA N.º 05/2014 REUNIÃO ORDINÁRIA DA JUNTA DE FREGUESIA DE BENAVENTE

ACTA N.º 05/2014 REUNIÃO ORDINÁRIA DA JUNTA DE FREGUESIA DE BENAVENTE INÍCIO: 18,30 HORAS ENCERRAMENTO:21,00 HORAS No dia três de Março de dois mil e catorze, na Sala de Reuniões do edifício da Junta de Freguesia de Benavente, onde se encontrava pelas dezoito horas e trinta

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MANGUALDE Ata do Conselho Pedagógico N.º 09 2013/2014

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MANGUALDE Ata do Conselho Pedagógico N.º 09 2013/2014 Aos quatro dias do mês de julho do ano de dois mil e catorze, reuniu-se na sala B6, da Escola Secundária Felismina Alcântara o Conselho Pedagógico do Agrupamento de Escolas de Mangualde, presidido pelo

Leia mais

Comissão Nacional do Eleições ATA N. 36/XIV

Comissão Nacional do Eleições ATA N. 36/XIV Comissão Nacional do Eleições ATA N. 36/XIV Teve lugar no dia vinte e nove de maio de dois mil e doze, a sessão número trinta e seis da Comissão Nacional de Eleições, na sala de reuniões sita na Av. D.

Leia mais

Às dezasseis horas e quarenta e dois minutos a Assembleia Geral deu por findada.

Às dezasseis horas e quarenta e dois minutos a Assembleia Geral deu por findada. ATA NÚMERO QUATRO Ao décimo terceiro dia do mês de Maio de dois mil e quinze, pelas quatorze horas realizou-se, nos termos do artigo 25 dos estatutos da AEFEUP, a Assembleia Geral Ordinária número quatro

Leia mais

Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão. Preâmbulo

Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão. Preâmbulo REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO FUNDÃO Publicação II SÉRIE N.º 98 20 de Maio de 2010 Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão Preâmbulo A Lei de Bases do Sistema Educativo

Leia mais

ACTA N.º 27/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 25 / 11 / 2009 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 19 / 11 / 2009

ACTA N.º 27/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 25 / 11 / 2009 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 19 / 11 / 2009 CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO _ ACTA N.º 27/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 25 / 11 / 2009 PRESENÇAS PRESIDENTE : BERNARDINO ANTÓNIO BENGALINHA PINTO VEREADORES : JOÃO ANTÓNIO MERCA PEREIRA

Leia mais

Conselho Municipal de Educação

Conselho Municipal de Educação 1 Regimento do (CME) do Município de Vila Nova de Paiva A Lei 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19, n.º2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos locais

Leia mais

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA NOTA JUSTIFICATIVA A Lei 159/99, de 14 de Setembro, estabelece no seu artigo 19.º, n.º 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os Conselhos locais de Educação. A Lei 169/99, de 18

Leia mais

C 213/20 Jornal Oficial da União Europeia 6.8.2010

C 213/20 Jornal Oficial da União Europeia 6.8.2010 C 213/20 Jornal Oficial da União Europeia 6.8.2010 COMISSÃO ADMINISTRATIVA PARA A COORDENAÇÃO DOS SISTEMAS DE SEGURANÇA SOCIAL Estatutos da Comissão Administrativa para a Coordenação dos Sistemas de Segurança

Leia mais

- CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE LAGOS - PREÂMBULO

- CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE LAGOS - PREÂMBULO PREÂMBULO A Lei de Bases do Sistema Educativo (Lei nº 46/86 de 14 de Outubro) consagrou a interacção com a comunidade educativa local como um pilar fundamental da política educativa. Por essa razão o nº

Leia mais

IV GOVERNO CONSTITUCIONAL PROPOSTA DE LEI N.º /2010 FUNDO FINANCEIRO IMOBILIÁRIO

IV GOVERNO CONSTITUCIONAL PROPOSTA DE LEI N.º /2010 FUNDO FINANCEIRO IMOBILIÁRIO IV GOVERNO CONSTITUCIONAL PROPOSTA DE LEI N.º /2010 DE DE FUNDO FINANCEIRO IMOBILIÁRIO A presente Lei cria o Fundo Financeiro Imobiliário e estabelece o respectivo regime jurídico. Os princípios de planeamento,

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Braga

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Braga Regimento do Conselho Municipal de Educação de Braga A lei de bases do sistema educativo assume que o sistema educativo se organiza de forma a descentralizar, desconcentrar e diversificar as estruturas

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO A Lei 159/99, de 14 de Setembro, estabelece no seu artigo 19, nº2., alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os Conselhos Locais de Educação.

Leia mais

Regulamento. Conselho Municipal de Desporto

Regulamento. Conselho Municipal de Desporto Regulamento Conselho Municipal de Desporto 30.abril.2015 CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM CONSELHO MUNICIPAL DE DESPORTO Preâmbulo Considerando que as autarquias, pela sua proximidade com a população, são

Leia mais

Município de Vieira do Minho

Município de Vieira do Minho CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VIEIRA DO MINHO REGIMENTO INTERNO A lei nº 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo19º, nº 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos

Leia mais

Câmara Municipal de Resende REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO

Câmara Municipal de Resende REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO Câmara Municipal de Resende REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO A Lei n.º 159/99, de 14 de setembro estabelece no seu artigo 19º, nº 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar

Leia mais

CETAC.MEDIA. Centro de Estudos. das Tecnologias e Ciências da Comunicação. Regulamento

CETAC.MEDIA. Centro de Estudos. das Tecnologias e Ciências da Comunicação. Regulamento Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação Regulamento Julho de 2008 CAPÍTULO I Natureza, Missão, Atribuições e Constituição Artigo 1º Natureza O Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências

Leia mais

Conselho Municipal de Educação de Barrancos

Conselho Municipal de Educação de Barrancos Conselho Municipal de Educação de Barrancos Regimento Interno (versão consolidada com a 1ª alteração aprovada em 09/10/2008) (Deliberação nº 23/AM/2008, de 15/12, sob proposta aprovada pela Deliberação

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA 1 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ACTA Nº 10/2008 - MAIO --- DATA DA REUNIÃO: Vinte de Maio de dois mil e oito. -------------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala das

Leia mais

REGIMENTO PARA O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÁGUEDA PARTE I. Disposições Gerais. Artigo 1º. Definição e Âmbito

REGIMENTO PARA O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÁGUEDA PARTE I. Disposições Gerais. Artigo 1º. Definição e Âmbito REGIMENTO PARA O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÁGUEDA PARTE I Disposições Gerais Artigo 1º Definição e Âmbito 1. O Conselho Municipal de Educação de Águeda, adiante designado de Conselho é uma instância

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO DA COMUNIDADE DO ACES ALENTEJO CENTRAL 2

REGULAMENTO DO CONSELHO DA COMUNIDADE DO ACES ALENTEJO CENTRAL 2 REGULAMENTO DO CONSELHO DA COMUNIDADE DO ACES ALENTEJO CENTRAL 2 O Decreto-Lei n.º 28/2008 publicado em Diário da República, 1ª série, Nº 38, de 22 de Fevereiro de 2008, que criou os agrupamentos de Centros

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTARÉM. Preâmbulo

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTARÉM. Preâmbulo REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTARÉM Preâmbulo A Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro estabelece, no seu artigo 19.º, n.º 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 20

CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 20 DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 20 DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA 17/10/2001 (Contém 6 folhas) Estiveram presentes os seguintes membros: Presidente: Hermano Manuel Gonçalves Nunes de Almeida (PSD)

Leia mais

------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------ -------- Aos cinco dias do mês de Maio do ano de dois mil e três, reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, em reunião ordinária para apreciação e deliberação

Leia mais

MUNICÍPIO DE VIDIGUEIRA CÂMARA MUNICIPAL REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VIDIGUEIRA

MUNICÍPIO DE VIDIGUEIRA CÂMARA MUNICIPAL REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VIDIGUEIRA REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VIDIGUEIRA A Lei nº.159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19º, n.º. 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos

Leia mais

REUNIÕES DA DIRECÇÃO DO CDL

REUNIÕES DA DIRECÇÃO DO CDL 1. Reuniões realizadas Reuniões Plenárias 23 Reuniões da Comissão Executiva 8 2. Reuniões Plenárias Reuniões Plenárias 5.Janeiro 12.Janeiro 19.Janeiro 26.Janeiro 3. Definição dos objectivos programáticos

Leia mais

CRIAÇãO DE GABINETE SOCIAL DE APOIO JURíDICO A UTENTES CARENCIADOS

CRIAÇãO DE GABINETE SOCIAL DE APOIO JURíDICO A UTENTES CARENCIADOS CRIAÇãO DE GABINETE SOCIAL DE APOIO JURíDICO A UTENTES CARENCIADOS Parecer do Conselho Geral N.º 11/PP/2011, de 18 de Junho de 2012 Relator: Dr. Marcelino Pires Parecer A Comissão Social de Freguesias

Leia mais

REGIMENTO DA ASSEMBLEIA GERAL DA ASSOCIAÇAO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA

REGIMENTO DA ASSEMBLEIA GERAL DA ASSOCIAÇAO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA REGIMENTO DA ASSEMBLEIA GERAL DA ASSOCIAÇAO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA CAPÍTULO I Da Assembleia Geral Artigo 1 Natureza A Assembleia Geral é constituída por todos os associados no pleno gozo dos seus

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE REDONDO REGIMENTO

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE REDONDO REGIMENTO y Câmara Municipal de Redondo CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE REDONDO REGIMENTO O DL 7/2003, de 15 de Janeiro, que prevê a constituição do Conselho Municipal de Educação, regulou as suas competências

Leia mais

COLÉGIO DA ESPECIALIDADE DE ENFERMAGEM DE SAÚDE MATERNA E OBSTÉTRICA REGULAMENTO INTERNO

COLÉGIO DA ESPECIALIDADE DE ENFERMAGEM DE SAÚDE MATERNA E OBSTÉTRICA REGULAMENTO INTERNO COLÉGIO DA ESPECIALIDADE DE ENFERMAGEM DE SAÚDE MATERNA E OBSTÉTRICA CAPÍTULO I Disposições Iniciais COLÉGIO DA ESPECIALIDADE DE ENFERMAGEM DE SAÚDE MATERNA E OBSTÉTRICA REGULAMENTO INTERNO Artigo 1º -

Leia mais

ESTATUTOS DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JOVENS AUTARCAS SOCIALISTAS

ESTATUTOS DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JOVENS AUTARCAS SOCIALISTAS ESTATUTOS DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JOVENS AUTARCAS SOCIALISTAS Capítulo I Da denominação, Fins, Duração e Sede Artigo 1.º Designação É constituída uma associação denominada Associação Nacional de Jovens

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009 CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009 PRESIDÊNCIA: DR. FRANCISCO RODRIGUES DE ARAÚJO VEREADORES PRESENTES: DR. JOÃO MANUEL DO AMARAL ESTEVES

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO Reunião de Câmara: Reunião da Assembleia: Entrada em vigor: CAPITULO I Disposições Gerais Artigo 1.º Lei Habilitante O presente

Leia mais

Sítio de Sons Associação Cultural

Sítio de Sons Associação Cultural Sítio de Sons Associação Cultural Estatutos * CAPÍTULO PRIMEIRO (Da denominação, sede, objecto e afins) Artigo primeiro (Da denominação, natureza jurídica, lei aplicável e duração) UM A Associação adopta

Leia mais

CAPITULO I OBJECTIVOS DO REGULAMENTO

CAPITULO I OBJECTIVOS DO REGULAMENTO Preâmbulo: O SIADAP visa contribuir para a melhoria do desempenho e qualidade de serviço da Administração Pública, para a coerência e harmonia da acção dos serviços, dirigentes e demais trabalhadores e

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS ANTIGOS ALUNOS E AMIGOS DA ESCOLA SECUNDÁRIA DE LEAL DA CÂMARA RIO DE MOURO ESTATUTOS

ASSOCIAÇÃO DOS ANTIGOS ALUNOS E AMIGOS DA ESCOLA SECUNDÁRIA DE LEAL DA CÂMARA RIO DE MOURO ESTATUTOS ASSOCIAÇÃO DOS ANTIGOS ALUNOS E AMIGOS DA ESCOLA SECUNDÁRIA DE LEAL DA CÂMARA RIO DE MOURO ESTATUTOS ARTIGO 1º (Constituição) A Associação dos Antigos Alunos e Amigos da Escola Secundária de Leal da Câmara,

Leia mais

Acta Reunião do Núcleo Executivo do Conselho Local de Acção Social de Castelo de Vide, realizada no dia dezoito de Setembro de 2007

Acta Reunião do Núcleo Executivo do Conselho Local de Acção Social de Castelo de Vide, realizada no dia dezoito de Setembro de 2007 Acta Reunião do Núcleo Executivo do Conselho Local de Acção Social de Castelo de Vide, realizada no dia dezoito de Setembro de 2007 Ao dia dezoito de Setembro de dois mil e sete, nesta vila de Castelo

Leia mais

Conselho Municipal de Educação de Santa Marta de Penaguião Projecto de Regimento

Conselho Municipal de Educação de Santa Marta de Penaguião Projecto de Regimento Conselho Municipal de Educação de Santa Marta de Penaguião Projecto de Regimento A Lei de Bases do Sistema Educativo assume que o sistema educativo se deve organizar de forma a descentralizar, desconcentrar

Leia mais

Estatutos da Associação Portuguesa de Geomorfólogos (publicados em Diário da República - III Série, nº 297, de 27 de Dezembro de 2000)

Estatutos da Associação Portuguesa de Geomorfólogos (publicados em Diário da República - III Série, nº 297, de 27 de Dezembro de 2000) Estatutos da Associação Portuguesa de Geomorfólogos (publicados em Diário da República - III Série, nº 297, de 27 de Dezembro de 2000) CAPÍTULO I CONSTITUIÇÃO, SEDE, DURAÇÃO, OBJECTIVOS, ÂMBITO Art.º 1º

Leia mais

ATA DA VIGÉSIMA PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 14 DE OUTUBRO DE 2014.

ATA DA VIGÉSIMA PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 14 DE OUTUBRO DE 2014. ATA DA VIGÉSIMA PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 14 DE OUTUBRO DE 2014. ------------------------------------------ Aos Catorze dias do mês de outubro

Leia mais

MUNICÍPIO DA MURTOSA ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 05 DE MAIO DE 2011

MUNICÍPIO DA MURTOSA ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 05 DE MAIO DE 2011 1 Acta n.º 10/2011 MUNICÍPIO DA MURTOSA ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 05 DE MAIO DE 2011 -------No dia cinco de Maio de dois mil e onze, nesta Vila da Murtosa, edifício dos Paços do Município e sala de

Leia mais

PARECERES Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados

PARECERES Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados CONSULTA N.º 23/2008 Sigilo Profissional CONSULTA Por requerimento que deu entrada nos serviços deste da Ordem dos Advogados em... de... do corrente ano de..., com o nº..., veio a Sra. Dra. solicitar a

Leia mais

ORÇAMENTO DA ORDEM DOS ADVOGADOS

ORÇAMENTO DA ORDEM DOS ADVOGADOS ORÇAMENTO DA ORDEM DOS ADVOGADOS PARA 2009 MENSAGEM DO BASTONÁRIO O orçamento da Ordem dos Advogados para 2009 e que agora se divulga é um orçamento de rigor, de contenção e de responsabilidade que assenta

Leia mais

Junta de Freguesia da Marinha Grande ACTA NÚMERO CINCO

Junta de Freguesia da Marinha Grande ACTA NÚMERO CINCO ACTA NÚMERO CINCO Aos quatro dias do mês de Março de dois mil e dez, pelas vinte e uma horas e quarenta e cinco minutos, deu-se início à reunião ordinária do Executivo da Junta de Freguesia, sob a presidência

Leia mais

ATA NÚMERO VINTE E DOIS

ATA NÚMERO VINTE E DOIS ATA NÚMERO VINTE E DOIS Aos seis dias do mês de Novembro de dois mil e catorze, pelas dezanove horas nas instalações da Junta de Freguesia de Marinha Grande, sitas na Rua 25 de Abril, reuniu em sessão

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO ÍNDICE Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de Trancoso... 1 Preâmbulo... 1 CAPÍTULO I... 2 Parte Geral... 2 Artigo 1º... 2 Lei Habilitante

Leia mais

Regulamento do Conselho de Administração da Assembleia da República

Regulamento do Conselho de Administração da Assembleia da República Regulamento do Conselho de Administração da Assembleia da República publicado no Diário da Assembleia da República, II Série C, n.º 11 de 8 de Janeiro de 1991 Conselho de Administração O Conselho de Administração

Leia mais

Geral. A cada acção corresponde um voto.

Geral. A cada acção corresponde um voto. ACTA NÚMERO 38 Aos vinte e oito de Maio de dois mil e oito, pelas dez horas, na sua sede social, à Rua General Norton de Matos, 68, R/C., no Porto, reuniu a Assembleia Geral Anual da COFINA, S.G.P.S, S.A.,

Leia mais

Dá-se conhecimento público que, na Sessão do Plenário Ordinário, de 03-03-2015, pelas 12:00 hr., foram apreciadas as seguintes matérias:

Dá-se conhecimento público que, na Sessão do Plenário Ordinário, de 03-03-2015, pelas 12:00 hr., foram apreciadas as seguintes matérias: Dá-se conhecimento público que, na Sessão do Plenário Ordinário, de 03-03-2015, pelas 12:00 hr., foram apreciadas as seguintes matérias: Acelerações Processuais. 2015-XXX-/AP - Foi deliberado por unanimidade

Leia mais

Artigo 2.º (Definições) Para efeitos da aplicação do SIADAP no seio da UC, entende-se por: a) «Dirigente máximo do serviço», o reitor.

Artigo 2.º (Definições) Para efeitos da aplicação do SIADAP no seio da UC, entende-se por: a) «Dirigente máximo do serviço», o reitor. 1 Nos termos do disposto no n.º 3 do artigo 110.º do RJIES, a aprovação do presente regulamento, elaborado ao abrigo do estatuído no artigo 3.º da Lei n.º 66-B/2007, de 28 de Dezembro, é precedida da sua

Leia mais

Pedagógico para o efeito, também os seus membros se mostraram contrários à realização de um projecto de TEIP3 na Escola, por uma ampla maioria dos

Pedagógico para o efeito, também os seus membros se mostraram contrários à realização de um projecto de TEIP3 na Escola, por uma ampla maioria dos Conselho Geral Acta Aos trinta dias do mês de Outubro de dois mil e doze, reuniu o Conselho Geral da Escola Secundária de Odivelas, em sessão ordinária, com a seguinte ordem de trabalhos: Ponto um: Período

Leia mais

Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR

Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR Aprovado pela Câmara em 6/02/2003, alterado em Reunião de Câmara de 18/09/2003 Aprovado pela Assembleia Municipal em

Leia mais

ACTA N.º 46 Mandato 2009-2013. Data da reunião extraordinária: 16-06-2011 Local da reunião: Sala das Reuniões da Câmara Municipal de Santarém

ACTA N.º 46 Mandato 2009-2013. Data da reunião extraordinária: 16-06-2011 Local da reunião: Sala das Reuniões da Câmara Municipal de Santarém REUNIÃO DO EXECUTIVO MANDATO 2009-2013 DE 16-06-2011 192 Data da reunião extraordinária: 16-06-2011 Local da reunião: Sala das Reuniões da Câmara Municipal de Santarém Início da reunião: 09,30 horas Términus

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Cinfães

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Cinfães Regimento do Conselho Municipal de Educação de Cinfães A Lei 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19º, nº. 2 alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos locais

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA O Decreto-Lei nº7/2003, de 15 de Janeiro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 41/2003, de 22 de Agosto, retificada pela

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 248/2009

RESOLUÇÃO Nº 248/2009 RESOLUÇÃO Nº 248/2009 PROCESSO Nº 07588/2009-000-07-00-0 TIPO: Processo Administrativo PARTE 1: PROPOSIÇÃO DO PRESIDENTE DO TRT 7ª REGIÃO PARTE 2: TRIBUNAL PLENO Vistos, relatados e discutidos os presentes

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS

JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS ACTA NÚMERO 32/2010 -------- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS, REALIZADA NO DIA VINTE E OITO DE DEZEMBRO DO ANO DE DOIS MIL E DEZ --------------------------------------------------------------

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS

REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS PREÂMBULO Na sequência da transposição para o ordenamento jurídico nacional da Directiva n.º 2006/43/CE, do Parlamento Europeu e do

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GOLEGÃ

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GOLEGÃ REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GOLEGÃ A Lei 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19º, n.º2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos locais de

Leia mais

(Regimento para o Conselho Nacional de Protecção Civil) Decreto-Regulamentar n.º 3/2002 De 12 de Junho

(Regimento para o Conselho Nacional de Protecção Civil) Decreto-Regulamentar n.º 3/2002 De 12 de Junho I SÉRIE N.º 20 B. O. DA REPÚBLICA DE CABO VERDE 12 DE JULHO DE 2001 (Regimento para o Conselho Nacional de Protecção Civil) Decreto-Regulamentar n.º 3/2002 De 12 de Junho A Lei de Bases de Protecção Civil,

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS

JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS MINUTA DA ATA NR.27/2014 --------------- MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS REALIZADA NO DIA VINTE E DOIS DE DEZEMBRO DO ANO DE DOIS MIL E CATORZE ----------------------

Leia mais

ACTA DA VIGÉSIMA SÉTIMA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 20 DE DEZEMBRO DE 2010.

ACTA DA VIGÉSIMA SÉTIMA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 20 DE DEZEMBRO DE 2010. ACTA DA VIGÉSIMA SÉTIMA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 20 DE DEZEMBRO DE 2010. --------------------------------------- Aos Vinte dias do mês de Dezembro do ano

Leia mais

Mandato Autárquico 2013-2017

Mandato Autárquico 2013-2017 CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PENICHE (Regimento) Mandato Autárquico 2013-2017 PREÂMBULO A democraticidade de um sistema ou de um modelo organizacional traduz-se pelo nível/grau de participação que

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Considerando que: 1. A experiência do Conselho Local de Educação em Palmela procurou fomentar a valorização da educação como motor de desenvolvimento do local,

Leia mais

NÚCLEO DE MEDICINA INTERNA DOS HOSPITAIS DISTRITAIS ESTATUTOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E OBJECTIVOS

NÚCLEO DE MEDICINA INTERNA DOS HOSPITAIS DISTRITAIS ESTATUTOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E OBJECTIVOS ESTATUTOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E OBJECTIVOS Art. 1 - O Núcleo de Medicina Interna dos Hospitais Distritais, também designado abreviadamente por N. M. I. H. D., é uma Associação sem fins lucrativos

Leia mais

MUNICÍPIO DE FERREIRA DO ALENTEJO. Câmara Municipal

MUNICÍPIO DE FERREIRA DO ALENTEJO. Câmara Municipal MUNICÍPIO DE FERREIRA DO ALENTEJO Câmara Municipal Acta nº7/200 /2008 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 26 DE MARÇO DE 2008 * Presenças : - Presidente Aníbal Sousa Reis Coelho da Costa Vereadores : - Francisco José

Leia mais

ATA N.º 75 Mandato 2009-2013. Data da reunião extraordinária: 12-07-2012 Local da reunião: Sala das reuniões da Câmara Municipal de Santarém

ATA N.º 75 Mandato 2009-2013. Data da reunião extraordinária: 12-07-2012 Local da reunião: Sala das reuniões da Câmara Municipal de Santarém REUNIÃO DO EXECUTIVO MANDATO 2009-2013 DE 12-07-2012 83 Data da reunião extraordinária: 12-07-2012 Local da reunião: Sala das reuniões da Câmara Municipal de Santarém Início da reunião: 09:10 horas Términus

Leia mais

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA ORDEM DO DIA

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA ORDEM DO DIA Câmara Municipal de Matosinhos Reunião ordinária de 01 de Fevereiro de 2011 ------------------------------------------------------------------- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA --------------------------------------------------------------------MUNICIPAL

Leia mais

--- DATA DA REUNIÃO: Vinte de abril de dois mil e doze. -------------------------------

--- DATA DA REUNIÃO: Vinte de abril de dois mil e doze. ------------------------------- REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA AT A N º 1 0 /2012 - ABRIL --- DATA DA REUNIÃO: Vinte de abril de dois mil e doze. ------------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO:

Leia mais

Apresentação. Caicó/RN 2010

Apresentação. Caicó/RN 2010 Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação da Faculdade Católica Santa Teresinha CPA/FCST (Aprovado pela Resolução 001/2010-DG/FCST, datado de 14/07/2010) Caicó/RN 2010 Apresentação O Regimento

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL

CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL João Teresa Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal do Crato, em cumprimento do disposto no artigo 91.º da Lei n.º 169/99 de 18 de setembro, torna público que na 16.ª reunião

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOUTIM

MUNICÍPIO DE ALCOUTIM MUNICÍPIO DE ALCOUTIM ACTA N.º 16/2007 Da reunião pública ordinária da Câmara Municipal de Alcoutim Realizada em 26 de Setembro de 2007 --------- Aos vinte e seis dias do mês de Setembro de dois mil e

Leia mais

Regimento. Conselho Municipal de Educação de Mira

Regimento. Conselho Municipal de Educação de Mira Regimento ÂMBITO A lei 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19º, nº 2, alínea b) a competência dos órgãos municipais para criar os Conselhos Locais de Educação. A Lei 169/99, de 18 de Setembro,

Leia mais

Sistema Integrado de Avaliação do Desempenho na Administração Publica (SIADAP)

Sistema Integrado de Avaliação do Desempenho na Administração Publica (SIADAP) Sistema Integrado de Avaliação do Desempenho na Administração Publica (SIADAP) REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO CONSELHO COORDENADOR DA AVALIAÇÃO O Decreto Regulamentar n.º 18/2009, de 4 de setembro, procedeu

Leia mais

Junta de Freguesia da Marinha Grande ATA NÚMERO UM

Junta de Freguesia da Marinha Grande ATA NÚMERO UM ATA NÚMERO UM Aos oito dias do mês de janeiro de dois mil e quinze, pelas dezanove horas nas instalações da Junta de Freguesia de Marinha Grande, sitas na Rua 25 de abril, reuniu em sessão ordinária o

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Viana do Alentejo Preâmbulo

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Viana do Alentejo Preâmbulo Regimento do Conselho Municipal de Educação de Viana do Alentejo Preâmbulo A Lei nº 159/99, de 14 de setembro, visou estabelecer um quadro de transferências de atribuições e competências da Administração

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL II REUNIÃO DO CONSELHO DAS AUTORIDADES CENTRAIS BRASILEIRAS RESOLUÇÃO N.º 02/ 2000 Dispõe sobre a Aprovação do Regimento Interno e dá outras providências O Presidente do Conselho das Autoridades Centrais

Leia mais

Acta n.º 6 /2006 de 22/03/2006

Acta n.º 6 /2006 de 22/03/2006 -----------------------------------ACTA N.º 6/2006 ------------------------------------------ --------Aos vinte e dois dias do mês de Março de dois mil e seis, pelas quinze horas, no Salão Nobre dos Paços

Leia mais

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA NÚMERO VINTE E UM

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA NÚMERO VINTE E UM 135 ACTA NÚMERO VINTE E UM Aos trinta dias do mês de Junho de dois mil e um, pelas nove horas, reuniu-se no Salão Nobre dos Paços do Concelho em Sessão Ordinária, para o que tinha sido convocada pelo seu

Leia mais

Vejamos, Seguiremos, por isso, o vertido em ambos os pareceres. No parecer do Conselho Geral defendeu-se que:

Vejamos, Seguiremos, por isso, o vertido em ambos os pareceres. No parecer do Conselho Geral defendeu-se que: PARECER Nº 35/PP/2014-P CONCLUSÕES: 1. A placa identificativa do escritório de Advogado apenas deve conter informação que se destine a identificar a existência de um escritório de advogado naquele local

Leia mais

REGULAMENTO DE REGISTO E INSCRIÇÃO DOS ADVOGADOS PROVENIENTES DE OUTROS ESTADOS MEMBROS DA UNIÃO EUROPEIA

REGULAMENTO DE REGISTO E INSCRIÇÃO DOS ADVOGADOS PROVENIENTES DE OUTROS ESTADOS MEMBROS DA UNIÃO EUROPEIA REGULAMENTO DE REGISTO E INSCRIÇÃO DOS ADVOGADOS PROVENIENTES DE OUTROS ESTADOS MEMBROS DA UNIÃO EUROPEIA ARTIGO 1.º O presente Regulamento estabelece os requisitos de registo e inscrição na Ordem dos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO Conforme aprovado em reunião do Conselho Municipal de Habitação, realizada aos 29 de maio de 2012; REGIMENTO

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Cascais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Cascais Regimento do Conselho Municipal de Educação de Cascais Índice Natureza e Objetivos 2 Competências 2 Composição 3 Comissão Permanente 4 Presidência 5 Periodicidade 5 Convocação das reuniões 6 Quórum 6 Uso

Leia mais

Regimento da Assembleia Geral do Fórum Académico para a Informação e Representação Externa

Regimento da Assembleia Geral do Fórum Académico para a Informação e Representação Externa Regimento da Assembleia Geral do Fórum Académico para a Informação e Representação Externa CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Natureza A Assembleia Geral é o órgão deliberativo máximo do Fórum Académico

Leia mais

LUZ SAÚDE, S.A., sociedade aberta ASSEMBLEIA GERAL ANUAL ALTERAÇÃO DA CONVOCATÓRIA

LUZ SAÚDE, S.A., sociedade aberta ASSEMBLEIA GERAL ANUAL ALTERAÇÃO DA CONVOCATÓRIA LUZ SAÚDE, S.A., sociedade aberta ASSEMBLEIA GERAL ANUAL ALTERAÇÃO DA CONVOCATÓRIA Nos termos do disposto no artigo 23º-A, n.º 2 do Código dos Valores Mobiliários e a pedido da Accionista Fidelidade Companhia

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA N.º 11/2003

CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA N.º 11/2003 70 ACTA N.º 11/2003 Acta da reunião ordinária realizada aos vinte e oito dias do mês de Maio de dois mil e três. Aos vinte e oito dias do mês de Maio de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA ASSEMBLEIA GERAL DA FPAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º (Objeto)

REGULAMENTO INTERNO DA ASSEMBLEIA GERAL DA FPAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º (Objeto) REGULAMENTO INTERNO DA ASSEMBLEIA GERAL DA FPAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º (Objeto) O funcionamento da Assembleia Geral rege-se pelo disposto no presente Regulamento e pelas demais disposições dos Estatutos

Leia mais

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE, REALIZADA NO DIA NOVE DE JULHO DE DOIS MIL E QUINZE

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE, REALIZADA NO DIA NOVE DE JULHO DE DOIS MIL E QUINZE 09-07-2015 113 Acta número treze ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE, REALIZADA NO DIA NOVE DE JULHO DE DOIS MIL E QUINZE Aos nove dias do mês de Julho do ano dois mil e quinze, pelas

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Odivelas 2010/2013

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Odivelas 2010/2013 Regimento do Conselho Municipal de Educação de Odivelas 2010/2013 O Decreto-Lei n.º 7/2003, de 15 de Janeiro, tem por objecto os Conselhos Municipais de Educação, regulando as suas competências e composição,

Leia mais

PARECERES Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados

PARECERES Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados CONSULTA N.º 52/2008 Artigo 91º do Estatuto da Ordem dos Advogados QUESTÃO A Senhora Dra.... vem solicitar que o emita parecer sobre uma questão relacionada com o âmbito de aplicação do dever consagrado

Leia mais