Receitas Próprias

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 093 225 Receitas Próprias"

Transcrição

1 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 1 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 41 - INOVAÇAO E QUALIDADE 1 - PROMOÇAO DA INOVAÇAO E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO Total Receitas Próprias Total PROMOÇAO DO EMPREENDEDORISMO Total Receitas Próprias Total ESTIMULO A UMA CULTURA REGIONAL PARA A QUALIDADE Total Fonte: SRPF/DROC

2 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 2 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 41 - INOVAÇAO E QUALIDADE 4 - ESTIMULO A UMA CULTURA REGIONAL PARA A QUALIDADE Fonte: SRPF/DROC

3 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 3 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 43 - AMBIENTE SUSTENTAVEL 1 - PREVENÇAO DE RISCOS NATURAIS 1. Financ. Nacional Total 1. Financ. Nacional Fundo de Coesão Total Total PROTEÇAO E VALORIZAÇAO DA ORLA COSTEIRA 1. Financ. Nacional Total 1. Financ. Nacional Total Fonte: SRPF/DROC

4 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 4 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 51 - DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL EQUILIBRADO 32 - QUALIFICAÇAO, REQUALIFICAÇAO E VALORIZAÇAO DO TERRITORIO Total Total DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMUNITARIO Total Fonte: SRPF/DROC

5 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 5 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 55 - DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 44 - PROMOÇAO E APOIO AO AUMENTO DA CAPACIDADE E DOS FATORES COMPETITIVOS 1. Financ. Nacional 6 6 Total 1. Financ. Nacional Total Receitas Próprias Total CRIAÇAO E MELHORIA DE INFRAESTRUTURAS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 7 7 Total Fonte: SRPF/DROC

6 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 6 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 56 - ENERGIA 47 - RACIONALIZAÇAO, VALORIZAÇAO E APROVISIONAMENTO DE ENERGIA Total Fonte: SRPF/DROC

7 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 7 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 57 - INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS COLETIVOS 48 - MELHORIA E RORDENAMENTO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS DE ENSINO Total Total MELHORIA E REORDENAMENTO DA REDE DE INFRA- ESTRUTURAS DESPORTIVAS E DE RECREIO Total Total MELHORIA E REORDENAMENTO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS DO SETOR DA SAÚDE Total Fonte: SRPF/DROC

8 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 8 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 57 - INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS COLETIVOS 5 - MELHORIA E REORDENAMENTO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS DO SETOR DA SAÚDE Total MELHORIA DAS ACESSIBILIDADES INTERNAS E EXTERNAS E REFORÇO DA MOBILIDADE 1. Financ. Nacional Total 1. Financ. Nacional Total Total MELHORIA DA SEGURANÇA E DA OPERACIONALIDADE DAS INFRAESTRUTURAS E DOS EQUIPAMENTOS 6 6 Total 6 6 Fonte: SRPF/DROC

9 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 9 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 57 - INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS COLETIVOS 52 - MELHORIA DA SEGURANÇA E DA OPERACIONALIDADE DAS INFRAESTRUTURAS E DOS EQUIPAMENTOS Total Fonte: SRPF/DROC

10 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 1 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 58 - APERFEIÇOAMENTO E MODERNIZAÇAO DO SISTEMA ADMINISTRATIVO 53 - QUALIFICAÇÃO E VALORIZAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS Total Total MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E GOVERNO ELECTRÓNICO Total Total CONSTRUÇÃO E REMODELAÇÃO DE EDIFÍCIOS E EQUIPAMENTOS PÚBLICOS 1. Financ. Nacional Total 1. Financ. Nacional Fonte: SRPF/DROC

11 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 11 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 58 - APERFEIÇOAMENTO E MODERNIZAÇAO DO SISTEMA ADMINISTRATIVO 56 - CONSTRUÇÃO E REMODELAÇÃO DE EDIFÍCIOS E EQUIPAMENTOS PÚBLICOS Total Fonte: SRPF/DROC

12 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 12 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL VICE PRESIDÊNCIA DO GOVERNO 59 - COOPERAÇAO INTER-REGIONAL 57 - COOPERAÇÃO REGIONAL Total GESTÃO E CONTROLO DE PROGRAMAS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO Total Total TOTAL DO DEPARTAMENTO Fonte: SRPF/DROC

13 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 13 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO PLANO E FINANÇAS 5 - CULTURA E PATRIMONIO 29 - CONSERVAÇAO E QUALIFICAÇAO DO PATRIMONIO CULTURAL E RELIGIOSO Total Fonte: SRPF/DROC

14 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 14 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO PLANO E FINANÇAS 51 - DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL EQUILIBRADO 34 - APOIO AO DESENVOLVIMENTO REGIONAL E LOCAL 1. Financ. Nacional Total 1. Financ. Nacional Total Receitas Próprias Total Fonte: SRPF/DROC

15 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 15 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO PLANO E FINANÇAS 57 - INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS COLETIVOS 51 - MELHORIA DAS ACESSIBILIDADES INTERNAS E EXTERNAS E REFORÇO DA MOBILIDADE Total MELHORIA DA SEGURANÇA E DA OPERACIONALIDADE DAS INFRAESTRUTURAS E DOS EQUIPAMENTOS Total Receitas Próprias Total Fonte: SRPF/DROC

16 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 16 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO PLANO E FINANÇAS 58 - APERFEIÇOAMENTO E MODERNIZAÇAO DO SISTEMA ADMINISTRATIVO 53 - QUALIFICAÇÃO E VALORIZAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS Total MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E GOVERNO ELECTRÓNICO Total Total QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E MELHORIA DO ATENDIMENTO A CIDADÃOS E EMPRESAS Total CONSTRUÇÃO E REMODELAÇÃO DE EDIFÍCIOS E EQUIPAMENTOS PÚBLICOS Fonte: SRPF/DROC

17 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 17 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO PLANO E FINANÇAS 58 - APERFEIÇOAMENTO E MODERNIZAÇAO DO SISTEMA ADMINISTRATIVO 56 - CONSTRUÇÃO E REMODELAÇÃO DE EDIFÍCIOS E EQUIPAMENTOS PÚBLICOS Total Fonte: SRPF/DROC

18 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 18 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO PLANO E FINANÇAS 59 - COOPERAÇAO INTER-REGIONAL 57 - COOPERAÇÃO REGIONAL Feder Cooperação Total Total GESTÃO E CONTROLO DE PROGRAMAS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO Feder Cooperação Fundo de Coesão Fundo Social Europeu Total Total TOTAL DO DEPARTAMENTO Fonte: SRPF/DROC

19 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 19 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 42 - INVESTIGAÇAO E DESENVOLVIMENTO TECNOLOGICO 5 - PROMOÇAO DA INVESTIGAÇAO E DO DESENVOLVIMENTO TECNOLOGICO Total Fonte: SRPF/DROC

20 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 2 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 43 - AMBIENTE SUSTENTAVEL 6 - GESTAO AMBIENTAL SUSTENTAVEL Total CONSERVAÇAO DA NATUREZA E BIODIVERSIDADE Feoga Orientação/FEADER Total Total VALORIZAÇAO DOS RECURSOS HIDRICOS E GESTAO DE RESIDUOS Total CONSERVAÇAO DAS FLORESTAS E AREAS PROTEGIDAS 1. Financ. Nacional Fonte: SRPF/DROC

21 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 21 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 43 - AMBIENTE SUSTENTAVEL 9 - CONSERVAÇAO DAS FLORESTAS E AREAS PROTEGIDAS 1. Financ. Nacional Total 1. Financ. Nacional Fundo Social Europeu Total Total PREVENÇAO DE RISCOS NATURAIS Total INFORMAÇAO E SENSIBILIZAÇAO AMBIENTAL Feoga Orientação/FEADER Total Fonte: SRPF/DROC

22 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 22 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 43 - AMBIENTE SUSTENTAVEL 12 - INFORMAÇAO E SENSIBILIZAÇAO AMBIENTAL Total Fonte: SRPF/DROC

23 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 23 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 51 - DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL EQUILIBRADO 32 - QUALIFICAÇAO, REQUALIFICAÇAO E VALORIZAÇAO DO TERRITORIO Total PROMOÇAO DE UM ORDENAMENTO TERRITORIAL EQUILIBRADO E QUALIFICANTE Total DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMUNITARIO Total Fonte: SRPF/DROC

24 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 24 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 52 - TURISMO 37 - PROMOÇAO E VALORIZAÇAO DA ATIVIDADE TURISTICA Total Fonte: SRPF/DROC

25 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 25 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 53 - AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL 39 - DIVERSIFICAÇAO, MODERNIZAÇAO E REFORÇO DA COMPETITIVIDADE DA ECONOMIA RURAL 1. Financ. Nacional Total 1. Financ. Nacional Feoga Orientação/FEADER Total Total PROMOÇAO DE PRODUTOS REGIONAIS 1. Financ. Nacional Total 1. Financ. Nacional Feoga Garantia/Feaga Total Total Fonte: SRPF/DROC

26 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 26 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 53 - AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL 4 - PROMOÇAO DE PRODUTOS REGIONAIS DESENVOLVIMENTO ZOOTECNICO Total Fonte: SRPF/DROC

27 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 27 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 54 - PESCAS E AQUICULTURA 42 - APOIO A FROTA PESQUEIRA, A INDUSTRIA, A AQUICULTURA E A VALORIZAÇAO PROFISSIONAL Total Total APOIO A VALORIZAÇAO DOS EQUIPAMENTOS E INFRAESTRUTURAS DE PESCA Fundo Europeu das pescas Total Total Fonte: SRPF/DROC

28 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 28 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 55 - DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 46 - PROMOÇAO E DINAMIZAÇAO DAS ATIVIDADES ECONOMICAS TRADICIONAIS Total Total Fonte: SRPF/DROC

29 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 29 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 58 - APERFEIÇOAMENTO E MODERNIZAÇAO DO SISTEMA ADMINISTRATIVO 54 - MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E GOVERNO ELECTRÓNICO Total QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E MELHORIA DO ATENDIMENTO A CIDADÃOS E EMPRESAS Total Total CONSTRUÇÃO E REMODELAÇÃO DE EDIFÍCIOS E EQUIPAMENTOS PÚBLICOS Total Fonte: SRPF/DROC

30 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 3 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS 59 - COOPERAÇAO INTER-REGIONAL 57 - COOPERAÇÃO REGIONAL Feder Cooperação Total Total GESTÃO E CONTROLO DE PROGRAMAS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO Fundo Europeu das pescas Total Total TOTAL DO DEPARTAMENTO Fonte: SRPF/DROC

31 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 31 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA CULTURA, TURISMO E TRANSPORTES 48 - INTEGRAÇAO E EQUIDADE SOCIAL 25 - PROMOVER A COESAO E A INCLUSAO SOCIAL Total INTENSIFICAR AS RELAÇOES COM AS COMUNIDADES MADEIRENSES Total Fonte: SRPF/DROC

32 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 32 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA CULTURA, TURISMO E TRANSPORTES 5 - CULTURA E PATRIMONIO 28 - VALORIZAÇAO, QUALIFICAÇAO E DIVULGAÇAO DA OFERTA CULTURAL E MUSEOLOGICA Total CONSERVAÇAO E QUALIFICAÇAO DO PATRIMONIO CULTURAL E RELIGIOSO Total APOIO A CRIAÇAO, A PRODUÇAO CULTURAL E A INVESTIGAÇAO HISTORICA Total Total PATRIMONIO ARQUIVISTICO E PROMOÇAO DA LEITURA Fonte: SRPF/DROC

33 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 33 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA CULTURA, TURISMO E TRANSPORTES 5 - CULTURA E PATRIMONIO 31 - PATRIMONIO ARQUIVISTICO E PROMOÇAO DA LEITURA Total Fonte: SRPF/DROC

34 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 34 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA CULTURA, TURISMO E TRANSPORTES 52 - TURISMO 37 - PROMOÇAO E VALORIZAÇAO DA ATIVIDADE TURISTICA Total GESTAO DO DESTINO TURISTICO Total Fonte: SRPF/DROC

35 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 35 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA CULTURA, TURISMO E TRANSPORTES 57 - INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS COLETIVOS 51 - MELHORIA DAS ACESSIBILIDADES INTERNAS E EXTERNAS E REFORÇO DA MOBILIDADE Total Fonte: SRPF/DROC

36 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 36 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA CULTURA, TURISMO E TRANSPORTES 58 - APERFEIÇOAMENTO E MODERNIZAÇAO DO SISTEMA ADMINISTRATIVO 54 - MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E GOVERNO ELECTRÓNICO Total CONSTRUÇÃO E REMODELAÇÃO DE EDIFÍCIOS E EQUIPAMENTOS PÚBLICOS Total Fonte: SRPF/DROC

37 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 37 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA CULTURA, TURISMO E TRANSPORTES 59 - COOPERAÇAO INTER-REGIONAL 57 - COOPERAÇÃO REGIONAL Feder Cooperação Total Total TOTAL DO DEPARTAMENTO Fonte: SRPF/DROC

38 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 38 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS 46 - EMPREGO E TRABALHO 2 - DESENVOLVER MEDIDAS ATIVAS E PREVENTIVAS PARA O EMPREGO Fundo Social Europeu Total Receitas Próprias Total Fonte: SRPF/DROC

39 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 39 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS 47 - SAUDE 22 - REFORÇAR A ACESSIBILIDADE E A QUALIDADE DOS SERVIÇOS DE SAUDE Fundo Social Europeu Total Total PROMOVER A SAUDE PUBLICA E A MELHORIA DOS CUIDADOS DE SAUDE Total Total PREVENÇAO E COMBATE A SITUAÇOES DE RISCO Total Fonte: SRPF/DROC

40 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 4 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS 47 - SAUDE Fonte: SRPF/DROC

41 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 41 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS 49 - HABITAÇAO E REALOJAMENTO 27 - PROMOVER A HABITAÇAO COM INTEGRAÇAO SOCIAL, URBANISTICA E PAISAGISTICA Total Fonte: SRPF/DROC

42 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 42 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS 51 - DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL EQUILIBRADO 35 - PROTEÇAO DO TERRITORIO E APOIO AO SOCORRO Total Receitas Próprias Total Fonte: SRPF/DROC

43 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 43 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS 55 - DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 44 - PROMOÇAO E APOIO AO AUMENTO DA CAPACIDADE E DOS FATORES COMPETITIVOS Total Fonte: SRPF/DROC

44 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 44 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS 57 - INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS COLETIVOS 5 - MELHORIA E REORDENAMENTO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS DO SETOR DA SAÚDE Total Fonte: SRPF/DROC

45 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 45 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS 58 - APERFEIÇOAMENTO E MODERNIZAÇAO DO SISTEMA ADMINISTRATIVO 54 - MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E GOVERNO ELECTRÓNICO Total Total CONSTRUÇÃO E REMODELAÇÃO DE EDIFÍCIOS E EQUIPAMENTOS PÚBLICOS Total Fonte: SRPF/DROC

46 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 46 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS 59 - COOPERAÇAO INTER-REGIONAL 57 - COOPERAÇÃO REGIONAL 1. Financ. Nacional Total 1. Financ. Nacional Feder Cooperação Total Total TOTAL DO DEPARTAMENTO Fonte: SRPF/DROC

47 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 47 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 41 - INOVAÇAO E QUALIDADE 3 - FOMENTO DA UTILIZAÇAO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇAO E DA COMUNICAÇAO Total Total Fonte: SRPF/DROC

48 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 48 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 42 - INVESTIGAÇAO E DESENVOLVIMENTO TECNOLOGICO 5 - PROMOÇAO DA INVESTIGAÇAO E DO DESENVOLVIMENTO TECNOLOGICO Total Total Fonte: SRPF/DROC

49 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 49 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 44 - EDUCAÇAO E FORMAÇAO 13 - INCREMENTO DAS COMPETENCIAS E VALORIZAÇAO DOS RECURSOS HUMANOS NAS ESCOLAS Fundo Social Europeu Total Total GESTAO EFICIENTE DO SISTEMA EDUCATIVO- PROFISSIONAL E DAS ESTRUTURAS EDUCATIVAS Total Total PROMOÇAO DA FORMAÇAO PROFISSIONAL Fundo Social Europeu Total Fonte: SRPF/DROC

50 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 5 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 44 - EDUCAÇAO E FORMAÇAO 15 - PROMOÇAO DA FORMAÇAO PROFISSIONAL Receitas Próprias Total PROMOÇAO DA EDUCAÇAO ESPECIAL E REABILITAÇAO Fundo Social Europeu Total Total Fonte: SRPF/DROC

51 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 51 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 45 - DESPORTO E JUVENTUDE 18 - VALORIZAÇAO DA ATIVIDADE DESPORTIVA Total Fonte: SRPF/DROC

52 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 52 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 46 - EMPREGO E TRABALHO 21 - MELHORAR AS CONDIÇOES DE TRABALHO Total Fonte: SRPF/DROC

53 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 53 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 48 - INTEGRAÇAO E EQUIDADE SOCIAL 25 - PROMOVER A COESAO E A INCLUSAO SOCIAL Total INTENSIFICAR AS RELAÇOES COM AS COMUNIDADES MADEIRENSES Total Fonte: SRPF/DROC

54 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 54 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 5 - CULTURA E PATRIMONIO 28 - VALORIZAÇAO, QUALIFICAÇAO E DIVULGAÇAO DA OFERTA CULTURAL E MUSEOLOGICA Total Fonte: SRPF/DROC

55 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 55 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 51 - DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL EQUILIBRADO 36 - DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMUNITARIO Total Fonte: SRPF/DROC

56 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 56 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 57 - INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS COLETIVOS 48 - MELHORIA E RORDENAMENTO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS DE ENSINO Total MELHORIA E REORDENAMENTO DA REDE DE INFRA- ESTRUTURAS DESPORTIVAS E DE RECREIO Total Fonte: SRPF/DROC

57 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 57 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 58 - APERFEIÇOAMENTO E MODERNIZAÇAO DO SISTEMA ADMINISTRATIVO 54 - MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E GOVERNO ELECTRÓNICO Total CONSTRUÇÃO E REMODELAÇÃO DE EDIFÍCIOS E EQUIPAMENTOS PÚBLICOS 7 7 Total Fonte: SRPF/DROC

58 - Programação Plurianual do 213 Investimento por Programas e Medidas Página 58 Anos anteriores Anos Seguintes TOTAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS 59 - COOPERAÇAO INTER-REGIONAL 58 - GESTÃO E CONTROLO DE PROGRAMAS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO Total TOTAL DO DEPARTAMENTO TOTAL GERAL TOTAL CONSOLIDADO Fonte: SRPF/DROC

III. DESENVOLVIMENTO DA PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA DO INVESTIMENTO

III. DESENVOLVIMENTO DA PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA DO INVESTIMENTO PIDDAR 2009 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 111 III. DESENVOLVIMENTO DA PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA DO INVESTIMENTO PIDDAR 2010 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 113 Quadro I Programação do Investimento por Programas

Leia mais

P I D D A C 2009. Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central RESUMO POR PROGRAMAS

P I D D A C 2009. Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central RESUMO POR PROGRAMAS PIDDAC P001 - SOCIEDADE DE INFORMAÇÃO E GOVERNO ELECTRÓNICO P002 - INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO P003 - FORMAÇÃO PROFISSIONAL E EMPREGO 4 061 038 938 4 715 277 651 3 925 268 396 8 164

Leia mais

Apoios à Internacionalização e à Inovação. António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014

Apoios à Internacionalização e à Inovação. António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014 Apoios à Internacionalização e à Inovação António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014 ALENTEJO PRIORIDADES PARA UMA ESPECIALIZAÇÃO INTELIGENTE 1. Alimentar e Floresta 2. Recursos Naturais,

Leia mais

TAGUS, 19 de Janeiro de 2015

TAGUS, 19 de Janeiro de 2015 TAGUS, 19 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e abandono da activiade agro- Combater o exodo

Leia mais

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 micro-empresas e actividade económica TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégia com o objectivo único de contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e

Leia mais

TOTAL - FISCAL 899.545 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 899.545

TOTAL - FISCAL 899.545 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 899.545 ORGAO : 32000 - MINISTERIO DE MINAS E ENERGIA UNIDADE : 32314 - EMPRESA DE PESQUISA ENERGETICA - EPE ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 0750 APOIO ADMINISTRATIVO

Leia mais

Actividades relacionadas com o património cultural. Actividades relacionadas com o desporto

Actividades relacionadas com o património cultural. Actividades relacionadas com o desporto LISTA E CODIFICAÇÃO DAS ÁREAS DE ACTIVIDADES Actividades relacionadas com o património cultural 101/801 Artes plásticas e visuais 102/802 Cinema, audiovisual e multimédia 103/803 Bibliotecas 104/804 Arquivos

Leia mais

PO AÇORES 2020 FEDER FSE

PO AÇORES 2020 FEDER FSE Apresentação pública PO AÇORES 2020 FEDER FSE Anfiteatro C -Universidade dos Açores -Ponta Delgada 04 de marçode 2015 PO AÇORES 2020 UM CAMINHO LONGO, DIVERSAS ETAPAS A definição das grandes linhas de

Leia mais

UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO

UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO LIMITES DO TERRITÓRIO DE INTERVENÇÃO CONSTRUÇÃO DA ESTRATÉGIA - Acordo Parceria 2020 - PDR 2014-2020 - PORA 2020 - PROT OVT - EIDT

Leia mais

Organização e funcionamento do XII Governo Regional da Madeira. b) Secretaria Regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus;

Organização e funcionamento do XII Governo Regional da Madeira. b) Secretaria Regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus; Organização e funcionamento do XII Governo Regional da Madeira Estrutura do Governo Regional da Madeira A estrutura do Governo Regional da Madeira é a seguinte: a) Presidência do Governo; b) Secretaria

Leia mais

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020 ENCONTRO TEMÁTICO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL 28 de Fevereiro de 2014, Espaço Jovem, Porto de Mós. Grupo de Trabalho Desenvolvimento Urbano Sustentável A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL

Leia mais

Investigação e Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia

Investigação e Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia Investigação e Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia Universidade de Évora Paulo Quaresma 28/07/2015 1 Objectivo Análise e discussão das medidas existentes de apoio às actividades de

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO

PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO Alentejo 2020 Desafios Borba 17 de Dezembro de 2014 ALENTEJO Estrutura do Programa Operacional Regional do Alentejo 2014/2020 1 - Competitividade e Internacionalização

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Universidade de Évora, 10 de março de 2015 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral

Leia mais

Portugal 2020. Inovação da Agricultura, Agroindústria. Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt

Portugal 2020. Inovação da Agricultura, Agroindústria. Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt Portugal 2020 Inovação da Agricultura, Agroindústria e Floresta Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt FEDER 2020 - Prioridades Concentração de investimentos do FEDER Eficiência energética e energias renováveis

Leia mais

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 79 80 81 82 83 84. Restauração, Intervenção da Praça General Tibúrcio - Fortaleza Histórica

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 79 80 81 82 83 84. Restauração, Intervenção da Praça General Tibúrcio - Fortaleza Histórica CUSTO PREVISTO DA AÇÃO (R$) - 200.000,00 45.000,00 194.960,00 400.000,00 80.000,00 550.000,00 1. CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO 1.1 Atende aos componentes dos Termos de Referência? 1.2 Escala da ação é compatível

Leia mais

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 37 38 39 40 41 42

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 37 38 39 40 41 42 085/230 - Terezinha - CUSTO PREVISTO DA AÇÃO (R$) - 500.000,00 120.000,00 5.200.000,00 693.000,00 2.790.000,00 8.000.000,00 1. CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO 1.1 Atende aos componentes dos Termos de Referência?

Leia mais

CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020

CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020 ÍNDICE Esquema resumo..pág. 2 Introdução...pág. 3 Objetivos Temáticos pág. 3 Eixos Prioritários...pág. 4 Eixo 1: Investigação, Desenvolvimento e Inovação..pág. 5 Eixo 2: Competitividade e Internacionalização

Leia mais

ANEXO B Hierarquização dos projetos através da metodologia Delphi

ANEXO B Hierarquização dos projetos através da metodologia Delphi ANEXO B Hierarquização dos projetos através da metodologia Delphi Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO s CUSTO PREVISTO DA AÇÃO (R$) - 500.000,00 1.000.000,00 2.850.000,00 170.000,00 30.000,00 1.120.000,00

Leia mais

Programa de Ação e Investimentos

Programa de Ação e Investimentos Este documento pretende sintetizar o Programa de Ação que faz parte integrante da Estratégia de Desenvolvimento Local apresentada pela ADREPES na fase de pré-qualificação da parceria do GAL ADREPES COSTEIRO.

Leia mais

DESAFIO PORTUGAL 2020

DESAFIO PORTUGAL 2020 DESAFIO PORTUGAL 2020 Estratégia Europa 2020: oportunidades para os sectores da economia portuguesa Olinda Sequeira 1. Estratégia Europa 2020 2. Portugal 2020 3. Oportunidades e desafios para a economia

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS PIDDAC 2004

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS PIDDAC 2004 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS PIDDAC 2004 Lisboa ÍNDICE Síntese por Ministérios Síntese por Sectores Programas Orçamentais Síntese Mapa XV Encargos Gerais do Estado 1 Ministério das Finanças 29 Ministério da

Leia mais

Demonstrativo de Funcoes, Subfuncoes e Programas por Projetos, Atividades e O.E. Exercicio de 2010 - Anexo 7, da Lei 4.320/64

Demonstrativo de Funcoes, Subfuncoes e Programas por Projetos, Atividades e O.E. Exercicio de 2010 - Anexo 7, da Lei 4.320/64 01.000.0000 Legislativa 5.300.000,00 28.019.660,00 33.319.660,00 01.031.0000 Acao Legislativa 5.300.000,00 28.019.660,00 33.319.660,00 01.031.0010 Processo Legislativo 5.300.000,00 1.173.900,00 6.473.900,00

Leia mais

CONFERÊNCIA: O futuro dos territórios rurais. - Desenvolvimento Local de Base Comunitária. Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial

CONFERÊNCIA: O futuro dos territórios rurais. - Desenvolvimento Local de Base Comunitária. Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial 5 Augusto Ferreira Departamento Técnico - CONFAGRI MINHA TERRA - Federação Portuguesa de Associações de Desenvolvimento Local 20.Set.2013 Hotel da Estrela

Leia mais

FAMALICÃO. Estratégia VISÃO 25 Território PDM

FAMALICÃO. Estratégia VISÃO 25 Território PDM Estratégia VISÃO 25 Território PDM José F. G. Mendes Fevereiro 2015 O quadro do Ordenamento do Território, Urbanismo e o Desenvolvimento Sistema de Gest ão Territorial Sistema de Gestão Territorial Nacional

Leia mais

Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para 2014-2020

Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para 2014-2020 Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para 2014-2020 Seminário Turismo Sustentável no Espaço Rural: Experiências de Sucesso em Portugal e na Europa Castro Verde - 06 de Março 2013 Joaquim

Leia mais

Atelier SUDOE INTELIGENTE

Atelier SUDOE INTELIGENTE Atelier SUDOE INTELIGENTE Do SUDOE 2007-2013 à Estratégia 2020 Promoção da inovação e constituição de redes estáveis de cooperação em matéria tecnológica Melhoria da sustentabilidade para a proteção e

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial 0352 Abastecimento Agroalimentar 22000 1049 Acesso à Alimentação 0351 Agricultura Familiar - PRONAF 1215 Alimentação Saudável 1016 Artesanato Brasileiro 28000 0135 Assentamentos Sustentáveis para Trabalhadores

Leia mais

Discriminação AÇÃO AÇÃO 67 68. Elaboração do Programa de Promoção de Eventos do Pólo Costa do Delta

Discriminação AÇÃO AÇÃO 67 68. Elaboração do Programa de Promoção de Eventos do Pólo Costa do Delta CUSTO PREVISTO DA AÇÃO (R$) - 840.000,00 2.500.000,00 1. CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO 1.1 Atende aos componentes dos Termos de Referência? 1.2 Escala da ação é compatível com a escala do programa? 1.3 Existem

Leia mais

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 7 8 9 10 11 12. Estudo da Capacidade de Carga de Recursos Turisticos Naturais do Pólo

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 7 8 9 10 11 12. Estudo da Capacidade de Carga de Recursos Turisticos Naturais do Pólo CUSTO PREVISTO DA AÇÃO (R$) - 1.000.000,00 300.000,00 1.000.000,00 3.000.000,00 2.000.000,00 400.000,00 1. CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO 1.1 Atende aos componentes dos Termos de Referência? 1.2 1.3 Escala da

Leia mais

1. Promover a melhoria das condições de vida das população das áreas susceptíveis

1. Promover a melhoria das condições de vida das população das áreas susceptíveis CNCCD -PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO NACIONAL DE COMBATE À DESERTIFICAÇÃO 2011 / 2020 1. Promover a melhoria das condições de vida das população das áreas susceptíveis 1- Promover a melhoria das condições

Leia mais

Exercício: 2013 Data base: 31/12/2013

Exercício: 2013 Data base: 31/12/2013 Prefeitura Municipal de Alvorada Página: 000001 Orgão: 01 CAMARA MUNICIPAL DE VEREADORES 01 LEGISLATIVA 41.087,91 6.600.377,60 0,00 6.641.465,51 01.031 ACAO LEGISLATIVA 41.087,91 5.758.613,76 0,00 5.799.701,67

Leia mais

MAPA XVI DESPESAS CORRESPONDENTES A PROGRAMAS

MAPA XVI DESPESAS CORRESPONDENTES A PROGRAMAS ANO ECONÓMICO DE 2009 Página 1 P-001-SOCIEDADE DE INFORMAÇÃO E GOVERNO ELECTRÓNICO 750 000 18 511 988 5 135 588 47 653 309 167 500 44 470 651 32 301 489 10 677 361 4 134 269 785 100 9 382 970 2 145 148

Leia mais

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Isabel Damasceno, Vogal Executiva CCDRC, 28 de janeiro de 2015

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Isabel Damasceno, Vogal Executiva CCDRC, 28 de janeiro de 2015 Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 Isabel Damasceno, Vogal Executiva CCDRC, 28 de janeiro de 2015 Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 Dotação financeira reforçada: 2.155 M

Leia mais

Unidade Gestora : CONSOLIDADO Codigo Especificacao Projetos Atividades Oper. Especiais Total

Unidade Gestora : CONSOLIDADO Codigo Especificacao Projetos Atividades Oper. Especiais Total 01.000.0000 Legislativa 300.000,00 3.280.900,00 3.580.900,00 01.031.0000 Acao Legislativa 300.000,00 3.280.900,00 3.580.900,00 01.031.0001 Dotar a Camara Municipal com moveis e 300.000,00 275.000,00 575.000,00

Leia mais

Seminário de Pré-lançamento. Madrid 1 de julho de 2015

Seminário de Pré-lançamento. Madrid 1 de julho de 2015 Seminário de Pré-lançamento Madrid 1 de julho de 2015 Balanço do Programa Sudoe 2007-2013 Resultados quantitativos 2007/2013 Eixo FEDER Nº de projetos Nº de beneficiários Nº Beneficiários Principais PT

Leia mais

Programa de Trabalho

Programa de Trabalho Código Especificação Corrente Capital T O T A L 01 01.031 01.031.0012 01.122 01.122.0002 01.128 01.128.0010 01.846 01.846.0002 03 03.122 03.122.0002 03.241 03.241.0003 03.422 03.422.0003 04 04.121 04.121.0016

Leia mais

Portugal 2020. Pedro Gomes Nunes. Director Executivo. Lisboa, Fevereiro 2014. www.risa.pt

Portugal 2020. Pedro Gomes Nunes. Director Executivo. Lisboa, Fevereiro 2014. www.risa.pt Pedro Gomes Nunes Director Executivo Lisboa, Fevereiro 2014 RISA - Apresentação ÁREAS DE NEGÓCIO Estudos e Projectos + 20 anos de experiência + 1.500 candidaturas a Fundos Comunitários aprovadas. + 1,6

Leia mais

PLANO DE AVISOS 2016 (*)

PLANO DE AVISOS 2016 (*) PO PO PO PO Calendário de de Dados do Identificação do Referência do Empreendedorismo Qualificado 3 3.1, 8.5 janeiro 16 abril 16 SI - 02/SI/2016 Inovação Empresarial Inovação Produtiva Científico e Tecnológico

Leia mais

MAPA XVI REPARTIÇÃO REGIONALIZADA DOS PROGRAMAS E MEDIDAS. Continente Area

MAPA XVI REPARTIÇÃO REGIONALIZADA DOS PROGRAMAS E MEDIDAS. Continente Area ANO ECONÓMICO DE 2017 Página 1 do P-001-ORGAOS DE SOBERANIA 1 080 000 1 080 000 395 096 461 396 176 461 M-012-SEGURANÇA E ORDEM PÚBLICAS - SISTEMA JUDICIÁRIO 315 712 781 315 712 781 M-036-SERVIÇOS CULTURAIS,

Leia mais

Cooperação Territorial Transnacional: Irlanda - Espanha - França - Portugal - Reino Unido

Cooperação Territorial Transnacional: Irlanda - Espanha - França - Portugal - Reino Unido MEMO/08/79 Bruxelas, 8 de Fevereiro de 2008 Cooperação Territorial Transnacional: Irlanda - Espanha - França - Portugal - Reino Unido 1. O Programa Operacional de Cooperação Transnacional Espaço Atlântico

Leia mais

SEMINÁRIO SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS S EMPRESAS

SEMINÁRIO SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS S EMPRESAS SEMINÁRIO SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS S EMPRESAS PO ALGARVE21 Estratégia Regional e Enquadramento dos Sistemas de Incentivos Francisco Mendonça a Pinto PORTIMÃO, 6 de Novembro de 2008 Principal problema

Leia mais

EVENTO ANUAL DO PO LISBOA Resultados do POR Lisboa e Portugal 2020. Prioridades do FEDER

EVENTO ANUAL DO PO LISBOA Resultados do POR Lisboa e Portugal 2020. Prioridades do FEDER EVENTO ANUAL DO PO LISBOA Resultados do POR Lisboa e Portugal 2020 Prioridades do FEDER Dina Ferreira, Vogal do Conselho Diretivo - Instituto Financeiro para o Desenvolvimento Regional Os novos contornos

Leia mais

Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020

Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020 COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 30 de julho de 2014 Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020 Informações gerais O Acordo de Parceria abrange cinco fundos: Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

Leia mais

Lisboa 2020 Competitividade, Inovação e Cooperação: Estratégia para o Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo

Lisboa 2020 Competitividade, Inovação e Cooperação: Estratégia para o Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo Lisboa 2020 Competitividade, Inovação e Cooperação: Estratégia para o Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo LISBOA DE GEOGRAFIA VARIÁVEL... Perspectiva administrativa: Área Metropolitana de

Leia mais

Nuno Vitorino Faro 22 Junho 2012

Nuno Vitorino Faro 22 Junho 2012 Iniciativa JESSICA Financiamento de Projectos Sustentáveis de Reabilitação Urbana Perspectivas para o Período 2014-2020 de Programação dos Fundos Comunitários Nuno Vitorino Faro 22 Junho 2012 JESSICA (Joint

Leia mais

ecomar GRUPO DE AÇÃO LOCAL

ecomar GRUPO DE AÇÃO LOCAL O DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA (DLBC) é um instrumento do Portugal 2020 que visa promover a concertação estratégica e operacional entre parceiros que atuam num território específico (rural,

Leia mais

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Território e Municípios

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Território e Municípios 19 março 2015 A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Território e Municípios A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Atribuições e Competências das CIM Prossecução dos seguintes fins públicos: (Lei

Leia mais

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Ana Abrunhosa Presidente da Comissão Diretiva do CENTRO 2020

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Ana Abrunhosa Presidente da Comissão Diretiva do CENTRO 2020 Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 Ana Abrunhosa Presidente da Comissão Diretiva do CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020 Dotação financeira: 2.155 M FEDER: 1.751

Leia mais

Plano Plurianual DESENVOLVIMENTO, PRODUTIVIDADE E INCLUSÃO SOCIAL ANEXO II

Plano Plurianual DESENVOLVIMENTO, PRODUTIVIDADE E INCLUSÃO SOCIAL ANEXO II Plano Plurianual 216 219 DESENVOLVIMENTO, PRODUTIVIDADE E INCLUSÃO SOCIAL ANEXO II PROGRAMA: 21 - Aprimoramento do Ministério Público Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social 82.71 268.863 Despesas Correntes

Leia mais

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR...o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff Julho/2014 0 APRESENTAÇÃO Se fôssemos traduzir o Plano de Governo 2015-2018

Leia mais

Programa de Trabalho por Função/SubFunção/Programa

Programa de Trabalho por Função/SubFunção/Programa Programa de Trabalho por //Programa 03 ESSENCIAL À JUSTIÇA 1.023.996,68 1.023.996,68 03 092 REPRESENTAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL 1.023.996,68 1.023.996,68 03 092 0406 Gestão Administrativa 1.023.996,68

Leia mais

Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território.

Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território. TAGUS, 20 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e abandono da activiade agro- Combater o exodo

Leia mais

Gestão Pública em BH Programa BH Metas e Resultados e BH 2030

Gestão Pública em BH Programa BH Metas e Resultados e BH 2030 Gestão Pública em BH Programa BH Metas e Resultados e BH 2030 5º Congresso de Gerenciamento de Projetos 10 de novembro de 2010 Belo Horizonte Planejamento Estratégico Longo Prazo período 2010-2030 - planejamento

Leia mais

III.2. Do Plano de Acção à Subvenção Global: A contratualização com Associação de Municípios no âmbito do INAlentejo

III.2. Do Plano de Acção à Subvenção Global: A contratualização com Associação de Municípios no âmbito do INAlentejo III.2. Do Plano de Acção à Subvenção Global: A contratualização com Associação de Municípios no âmbito do INAlentejo A contratualização com associações de municípios no âmbito dos Programas Operacionais,

Leia mais

Desenvolvimento do Âmbito e Alcance

Desenvolvimento do Âmbito e Alcance Revisão do PDM de Vila Real de Santo António Avaliação ação Ambiental be Estratégica: Desenvolvimento do Âmbito e Alcance Pedro Bettencourt 1, Pedro Afonso Fernandes 2 1 Geólogo, Director-Geral; 2 Economista

Leia mais

Meio Ambiente,Turismo e Ordenamento Territorial

Meio Ambiente,Turismo e Ordenamento Territorial Meio Ambiente,Turismo e Ordenamento Territorial O Turismo é a atividade mais promissora para a promoção do desenvolvimento sustentável Entretanto...o modelo adotado de Turismo no litoral brasileiro tem

Leia mais

agricultura TAGUS, 22 de Janeiro de 2015

agricultura TAGUS, 22 de Janeiro de 2015 agricultura TAGUS, 22 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e abandono da activiade agro-

Leia mais

Maria João Carneiro mjcarneiro@ua.pt Diogo Soares da Silva diogo.silva@ua.pt Vítor Brandão vmbrandao@ua.pt Elisabete Figueiredo elisa@ua.

Maria João Carneiro mjcarneiro@ua.pt Diogo Soares da Silva diogo.silva@ua.pt Vítor Brandão vmbrandao@ua.pt Elisabete Figueiredo elisa@ua. Maria João Carneiro mjcarneiro@ua.pt Diogo Soares da Silva diogo.silva@ua.pt Vítor Brandão vmbrandao@ua.pt Elisabete Figueiredo elisa@ua.pt Universidade de Aveiro, Portugal Avaliar os discursos sobre o

Leia mais

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 O desafio Horizonte 2020 Compromissos Nacionais Metas UE-27 20%

Leia mais

TURISMO. o futuro, uma viagem...

TURISMO. o futuro, uma viagem... TURISMO o futuro, uma viagem... PLANO NACIONAL DO TURISMO 2007-2010 OBJETIVOS Desenvolver o produto turístico brasileiro com qualidade, contemplando nossas diversidades regionais, culturais e naturais.

Leia mais

Orçamento Anual. Parque Lage Lage Park - Foto: Alexandre Macieira Riotur Licença Todos os direitos reservados a Ascom Riotur

Orçamento Anual. Parque Lage Lage Park - Foto: Alexandre Macieira Riotur Licença Todos os direitos reservados a Ascom Riotur Orçamento Anual Anexo VII: Consolidação dos Quadros Orçamentários Atualização dos Anexos da Lei n.º 5.494 de 24 de julho de 2012 Anexo VIII: Metas Fiscais Anexo IX: Riscos Fiscais Parque Lage Lage Park

Leia mais

Demonstrativo de Funções, Subfunções e Programas por Projetos e Atividades - Anexo VII

Demonstrativo de Funções, Subfunções e Programas por Projetos e Atividades - Anexo VII 01 Legislativa 3.000.000 52.200.000 55.200.000 01031 Ação Legislativa 7.834.000 7.834.000 010310028 ATUAÇÃO LEGISLATIVA DA CÂMARA MUNICIPAL DE 7.834.000 7.834.000 01122 Administração Geral 3.000.000 38.140.000

Leia mais

MAPA XVI REPARTIÇÃO REGIONALIZADA DOS PROGRAMAS E MEDIDAS. Continente Area

MAPA XVI REPARTIÇÃO REGIONALIZADA DOS PROGRAMAS E MEDIDAS. Continente Area ANO ECONÓMICO DE 2018 Página 1 do P-001-ORGAOS DE SOBERANIA 1 636 000 1 636 000 283 108 241 284 744 241 M-012-SEGURANÇA E ORDEM PÚBLICAS - SISTEMA JUDICIÁRIO 316 002 991 316 002 991 M-036-SERVIÇOS CULTURAIS,

Leia mais

Programa de Trabalho por Função/SubFunção/Programa

Programa de Trabalho por Função/SubFunção/Programa Programa de Trabalho por //Programa 03 ESSENCIAL À JUSTIÇA 0,00 574.708,77 0,00 574.708,77 03 092 REPRESENTAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL 0,00 574.708,77 0,00 574.708,77 03 092 0406 GESTÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais

Anexo 07. Demonstrativo da Despesa do Estado Discriminada a Nível de Programa

Anexo 07. Demonstrativo da Despesa do Estado Discriminada a Nível de Programa Anexo 07 Demonstrativo da Despesa do Estado Discriminada a Nível de Programa DEMONSTRATIVO DA DESPESA DO ESTADO DISCRIMINADA A NIVEL DE PROGRAMA ANEXO 07 DA LEI 4.320/64 FOLHA: 1 01 LEGISLATIVA 1.052.751,74

Leia mais

CONCEÇÃO PLANEAMENTO OPERACIONALIZAÇÃO

CONCEÇÃO PLANEAMENTO OPERACIONALIZAÇÃO CONCEÇÃO PLANEAMENTO OPERACIONALIZAÇÃO MAR PORTUGAL - Um Mar de Oportunidades MAR PORTUGAL Conectividade intercontinental; Todas as regiões são litorais ou insulares; Mar profundo. MAR PORTUGAL - Um Mar

Leia mais

Relatório Final (alínea i) do art. 11º do Dec-Lei nº 81/2008 de 16 de maio)

Relatório Final (alínea i) do art. 11º do Dec-Lei nº 81/2008 de 16 de maio) DDESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DAS ZONAS DE PESCA I - IDENTIFICAÇÃO (a preencher pelos Serviços: Grupo de Ação Costeira/ Direção Regional de Agricultura e Pescas, conforme aplicável) Data de Entrada Data

Leia mais

Código Especificação Fiscal Seg.Social Investimentos Total

Código Especificação Fiscal Seg.Social Investimentos Total 100 Fortalecimento da Atuação Legislativa 8.475.000 8.475.000 101 Fortalecimento do Controle Externo Estadual 80.649.880 80.649.880 102 Fortalecimento do Controle Externo Municipal 3.245.000 3.245.000

Leia mais

MAPA DE PESSOAL. Gabinete de Apoio ao Presidente. Gabinete de Fiscalização Sanitária

MAPA DE PESSOAL. Gabinete de Apoio ao Presidente. Gabinete de Fiscalização Sanitária Preenchidos A preencher Preenchidos Gabinete de Apoio ao Presidente Coordenar e executar todas as atividades inerentes à assessoria, secretariados, protocolos da Presidência e assegurar a interligação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE KUBITSCHEK Estado de Minas Gerais MENSAGEM Nº

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE KUBITSCHEK Estado de Minas Gerais MENSAGEM Nº MENSAGEM Nº Senhores membros da Câmara Municipal, Submeto à elevada deliberação de V. Exªs. o texto do projeto de lei que institui o Plano Plurianual para o período de 2002 a 2005. Este projeto foi elaborado

Leia mais

Os PROVERE em movimento: ponto de situação dos Programas de Acção

Os PROVERE em movimento: ponto de situação dos Programas de Acção Os PROVERE em movimento: ponto de situação dos Programas de Acção Ana Abrunhosa Vogal Executiva da Comissão Directiva do Mais Centro Pilares essenciais da iniciativa PROVERE do QREN: i) os projectos âncora

Leia mais

Estudo sobre Empreendedorismo e Criação de Emprego em Meio Urbano e Fiscalidade Urbana - Apresentação de resultados 13 /Novembro/2012

Estudo sobre Empreendedorismo e Criação de Emprego em Meio Urbano e Fiscalidade Urbana - Apresentação de resultados 13 /Novembro/2012 Estudos de Fundamentação do Parecer de Iniciativa Competitividade das Cidades, Coesão Social e Ordenamento do Território Estudo sobre Empreendedorismo e Criação de Emprego em Meio Urbano e Fiscalidade

Leia mais

COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial

COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Subsistemas Fomento da Base Económica de Exportação Desenvolvimento Local Empreendedorismo

Leia mais

44201 - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

44201 - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis 44201 - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis Quadro Síntese Código / Especificação Exec 2002 LOA 2003 PLOA 2004 LOA 2004 Total 578.251.701 569.734.112 563.626.155 570.156.155

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade ACORDO DE PARCERIA Consagra a política de desenvolvimento económico, social, ambiental e territorial Define

Leia mais

Anexo IV Tabela das Áreas de Actividades

Anexo IV Tabela das Áreas de Actividades Actividades Relacionadas com o Património Cultural 101/801 Artes Plásticas e Visuais 102/802 Cinema e Audiovisual 103/803 Bibliotecas e Património Bibliográfico 104/804 Arquivos e Património Arquivistico

Leia mais

Prefeitura Municipal de Jaboticabal

Prefeitura Municipal de Jaboticabal LEI Nº 4.715, DE 22 DE SETEMBRO DE 2015 Institui a Política Municipal de estímulo à produção e ao consumo sustentáveis. RAUL JOSÉ SILVA GIRIO, Prefeito Municipal de Jaboticabal, Estado de São Paulo, no

Leia mais

Atelier Inclusão Social

Atelier Inclusão Social Atelier Inclusão Social Porto, 3 de setembro de 2013 ccdr-n.pt/norte2020 Atelier Inclusão Social: Estrutura de apresentação Sumário 1. Enquadramento Europeu: Próximo ciclo da Politica de Coesão 2. Investimentos

Leia mais

Convenção Low Carbon Oeste Sustentável DESAFIOS DO SECTOR ENERGÉTICO E O VALOR DA ECOEFICIÊNCIA

Convenção Low Carbon Oeste Sustentável DESAFIOS DO SECTOR ENERGÉTICO E O VALOR DA ECOEFICIÊNCIA Convenção Low Carbon Oeste Sustentável DESAFIOS DO SECTOR ENERGÉTICO E O VALOR DA ECOEFICIÊNCIA Joaquim Borges Gouveia bgouveia@ua.pt DEGEI UAVEIRO 10 de julho de 2014 Uma Visão: Desenvolvimento Sustentável

Leia mais

SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV

SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV Realizar projetos para destinação de resíduos sólidos * Meio Ambiente Desenvolver programas de educação ambiental Apresentar pequenos e médios projetos de recuperação (seqüestro

Leia mais

Estratégia Territorial de Valorização do Parque Nacional da Peneda-Gerês 2014-2020. Refoios, 16 de setembro 2014

Estratégia Territorial de Valorização do Parque Nacional da Peneda-Gerês 2014-2020. Refoios, 16 de setembro 2014 Estratégia Territorial de Valorização do Parque Nacional da Peneda-Gerês 2014-2020 Refoios, 16 de setembro 2014 ENQUADRAMENTO W N E Território do PNPG: MELGAÇO ARCOS DE VALDEVEZ PONTE DA BARCA TERRAS DE

Leia mais

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos (signação da autarquia local) Município Valença do Plano Plurianual Investimentos (unida: ) 01 FUNÇÕES GERAIS 01 001 SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 01 001 2010/1 AQUISIÇÃO, CONSTRUÇÃO, CONSERVAÇÃO

Leia mais

Financiamento Regional e Portugal 2020. Alexandra Rodrigues Seminário CTCV

Financiamento Regional e Portugal 2020. Alexandra Rodrigues Seminário CTCV Financiamento Regional e Portugal 2020 Alexandra Rodrigues Seminário CTCV 9 abril 2015 Foco Temático no conjunto dos FEEI Sustentabilidade e eficiência no Uso de Recurso 6.259 M 25% Competitividade e Internacionalização

Leia mais

Jorge Sobrado, CCDR-N/ON.2

Jorge Sobrado, CCDR-N/ON.2 Jorge Sobrado, CCDR-N/ON.2 O ON.2_contexto ON.2_contexto ON.2_contexto O ON.2 representa 1/3 dos financiamentos do QREN aprovados na Região Norte itário (Milhões de Euros) 1800 1 600 1 400 1 200 1 000

Leia mais

RESUMO DA DESPESA DO ÓRGÃO POR PROGRAMA

RESUMO DA DESPESA DO ÓRGÃO POR PROGRAMA Página : 1 de 18 Assembleia Nacional Presidência Da República Prog. De Reestrut.E Modern. Das Forças De Def. E Segurança Gabinete Do Vice-Presidente Da República Tribunal Constitucional Programa De Desenv.

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Acordo de Parceria Consagra a política de desenvolvimento económico, social, ambiental e territorial Define

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Inclusão Social e Emprego

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Inclusão Social e Emprego Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Inclusão Social e Emprego Eixo 5 - Emprego e Valorização Económica dos Recursos Endógenos Objectivo Temático 8 - Promoção da sustentabilidade e qualidade

Leia mais

O Governo a apostar nos Cabo-verdianos. Incentivos Fiscais. Principais Beneficiários: Empresas /Juventude

O Governo a apostar nos Cabo-verdianos. Incentivos Fiscais. Principais Beneficiários: Empresas /Juventude O Governo a apostar nos Cabo-verdianos Incentivos Fiscais Principais Beneficiários: Empresas /Juventude Ganhos do Orçamento Geral do Estado 2010 Incentivos Fiscais A Política de Investimento para 2010

Leia mais

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo

Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo Agenda 21 Local de Arganil 3ª Sessão do Fórum Participativo 22 de Fevereiro 2010 Índice Índice PARTE I SÍNTESE DO 2º FÓRUM PARTICIPATIVO (10 minutos) PARTE II SÍNTESE DA ESTRATÉGIA DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado

Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados 3.185.780 9.806.513 Despesas Correntes 2.978.153 9.065.847 Despesas de Capital

Leia mais

PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados. PROGRAMA: 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal

PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados. PROGRAMA: 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados 3.172.280 9.772.013 Despesas Correntes 2.964.653 9.031.347 Despesas de Capital 207.627 740.666 3.172.280 12.944.292 9.772.013 PROGRAMA: 0551

Leia mais

PDR 2014-2020 - Relação entre as Necessidades e as Prioridades / Áreas foco DR

PDR 2014-2020 - Relação entre as Necessidades e as Prioridades / Áreas foco DR Aumentar a capacidade de gerar valor acrescentado no setor agroflorestal de forma sustentável Aumentar a produção, a produtividade dos fatores e a rentabilidade económica da agricultura Melhorar a distribuição

Leia mais

Matriz Portugal 2020 Candidaturas diretas a efetuar pelas IPSS

Matriz Portugal 2020 Candidaturas diretas a efetuar pelas IPSS Revisão 1 : 02/09/2015 PO PO Preparação e Reforço das Capacidades, Formação e Ligação em rede dos Gal (DLBC) Desenvolvimento Local de Base Comunitária 2ª fase Seleção das Estratégias de Desenvolvimento

Leia mais

Região do Médio Tejo. Características e Desafios

Região do Médio Tejo. Características e Desafios Região do Médio Tejo Características e Desafios 09 março 2015 A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Território e Municípios A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Atribuições e Competências das

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

AGENDA VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO

AGENDA VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO Novas Oportunidades para o Financiamento de Investimento Público e Empresarial no âmbito do QREN --- Sines 11 de Março de 2008 A Agenda Operacional para a Valorização do Território é uma estratégia de

Leia mais

Av. da Cooperação. Ed. Inditrans, Lote A1, n.º2. 5400-673 Outeiro Seco. Tel. 276340920 Fax. 276340929. E-mail: geral@adrat.pt Site: www.adrat.

Av. da Cooperação. Ed. Inditrans, Lote A1, n.º2. 5400-673 Outeiro Seco. Tel. 276340920 Fax. 276340929. E-mail: geral@adrat.pt Site: www.adrat. Av. da Cooperação. Ed. Inditrans, Lote A1, n.º2. 5400-673 Outeiro Seco. Tel. 276340920 Fax. 276340929. E-mail: geral@adrat.pt Site: www.adrat.pt A é uma associação de desenvolvimento que trabalha no meio

Leia mais

Criar Valor com o Território

Criar Valor com o Território Os territórios como ativos 4 O VALORIZAR é um programa de valorização económica de territórios, que os vê como ativos de desenvolvimento e geração de riqueza e emprego. 5 é a sua visão e a sua assinatura.

Leia mais