Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para 2014-2020"

Transcrição

1 Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para Seminário Turismo Sustentável no Espaço Rural: Experiências de Sucesso em Portugal e na Europa Castro Verde - 06 de Março 2013 Joaquim Amado

2 MINHA TERRA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ASSOCIAÇÕES DE DESENVOLVIMENTO LOCAL ORIGEM: Fevereiro 2000 CAL LEADER II ( ) Negociação LEADER+ ASSOCIADAS: 53 Associações de Desenvolvimento Local, a promover e gerir iniciativas de desenvolvimento local / rural em todo o país (enfoque LEADER) OBJECTIVOS: representação, lobing, qualificação e apoio técnico a iniciativas de desenvolvimento local em zonas rurais - networking

3 PARCERIAS LOCAIS Representatividade social Tipologia Membros Sócios individuais 692 Associações e Cooperativas Agrícolas, Florestais, Pecuárias e afins 255 Associações Culturais, Recr., Desportivas, de Ambiente e Casas do Povo 249 Câmaras Municipais 204 Juntas de Freguesia 168 Empresas 97 Associações de Carácter Social, IPSS e Voluntariado 88 Associações Comerciais, Industriais, de Artesanato e Turismo 67 Ensino e Investigação 57 Associações de Desenvolvimento e Formação 40 Administração Descentralizada 30 Banca 29 Associações de Municípios e afins 27 Outros 13 Total 2016

4 PARCERIAS LOCAIS Instit. Financ ADL e Coop. Desenvolv. Pess. Individ. Organizações Agrícolas Assoc. Cult., Rec., Desport. E Outras Org. Prof. Não Agric. PME Saúde e Apoio Social Estab. Ensino Públic. E Priv. Administração Central Administração Local

5 O PIC LEADER EM PORTUGAL territórios rurais / GAL < 40% território nacional Nascimento das ADL Experimentalismo territórios rurais / GAL 86% do território nacional Reforço das ADL O LEADER mais equilibrado (2008) 52 territórios rurais / GAL 87,5% território nacional O princípio do retrocesso em termos regulamentares

6 RESULTADOS TANGÍVEIS DOS PIC LEADER INVESTIMENTO PROJECTOS - EMPREGO TOTAL nº de territórios Investimento público (milhões de euros) Investimento total (milhões de euros) nº de projectos empregos criados empregos mantidos

7 RESULTADOS TANGÍVEIS DO LEADER / PRODER INVESTIMENTO PROJECTOS - EMPREGO Informação a 31/12/2012 nº de territórios / GAL PRODER 47 Investimento total comprometido (milhões de euros) 536 Investimento público comprometido (milhões de euros) Investimento público contratado (milhões de euros) nº de projectos nº de postos de trabalho 4.900

8 QEC ENQUADRAMENTO NÍVEL EUROPEU 1. Quadro único para os fundos UE simplificação e harmonização das regras 2. Quadro Estratégico Comum (QEC) Orientações aos EM de programação dos diferentes fundos Acção concentrada e coordenação dos fundos do QEC para traduzir os objectivos e metas da UE2020 em ações 3. Contrato de Parceria Reforçar a eficácia e a execução ao nível do Estado-Membro: 4. Reforço e coordenação entre fundos nos diferentes níveis 5. Reforço da abordagem estratégica 6. Objectivos UE prioridades medidas dos programas 7. ter em conta necessidades específicas a nível local, regional e nacional

9 Estratégia Europa 2020 Quadro Estratégico Comum (QEC) cobrindo o FEDER, FSE, Fundo de Coesão, FEADER e o FEMP, reflectindo UE 2020 através de objectivos temáticos comuns a serem tratados por acções chave para cada um dos fundos Contrato de Parceria documento nacional evidenciando a utilização prevista dos fundos para atingir os objectivos UE2020 Politica de desenvolvimento rural: FEADER Outros fundos QEC (FEDER, FSE, Fundo Coesão, FEMP) Inovação, Ambiente e Alterações Climáticas como temas transversais Prioridades Promover a transferência do conhecimento e inovação em agricultura, silvicultura e áreas rurais Melhorar a competitividade de todos os tipos da agricultura e a viabilidade agrícola Promover a organização da cadeia de abastecimento e a gestão de risco na agricultura Restaurar, preservar e melhorar os ecossistemas dependentes da agricultura e silvicultura Promover a eficiência dos recursos e apoiar mudanças para uma economia de baixas emissões de carbono e resistente às alterações climáticas, nos sectores agrícolas, alimentares e da silvicultura Promover a inclusão social, a redução da pobreza e desenvolvimento económico nas zonas rurais Programa de Desenvolvimento Rural

10 QEC ENQUADRAMENTO NÍVEL EUROPEU DESENVOLVIMENTO LOCAL COMUNITÁRIO PROMOVIDO PELAS COMUNIDADES LOCAIS (designado por desenvolvimento local LEADER, em relação ao FEADER) Art Reg. Comum Neste conceito reaparecem e são reafirmadas as características fundamentais da abordagem LEADER, sobretudo na sua dimensão de envolvimento das comunidades locais, da abordagem integrada bottom-up e da participação da população na construção das estratégias de desenvolvimento

11 QEC ENQUADRAMENTO NÍVEL EUROPEU DESENVOLVIMENTO PROMOVIDO PELAS COMUNIDADES LOCAIS 1. incide em territórios sub-regionais específicos, [definição das áreas e da população abrangidas por uma EDL num acto delegado] 2. promovido pelas comunidades locais, pela via de grupos de acção local, compostos por representantes dos interesses socioeconómicos locais, públicos e privados, nos casos em que, aos níveis de decisão, o sector público ou qualquer grupo de interesses individual não representem mais de 49 % dos direitos de voto; 3. realizado através de estratégias integradas e multisectoriais de desenvolvimento local 4. tendo em conta as necessidades e potencialidades locais, inovação no contexto local, a ligação em rede e cooperação

12 ENQUADRAMENTO NÍVEL EUROPEU QEC LEADER: O QUE HÁ DE NOVO 1. Melhorias nas disposições da UE em seguintes áreas: Estratégias Desenvolvimento Local (ELD): nenhuma ligação com as regras das medidas pré-definidas Composição, competências e funcionamento dos GAL Reforço da animação territorial; capacitação (também para a elaboração das estratégias Regras para a cooperação 2. Mínimo de 5% do montante do FEADER 3. Objectivo: Reforçar o carácter inovador do LEADER e a governação local. 4. EDL como base principal para a selecção de projectos 5. EDL devem reflectir o valor acrescentado da abordagem LEADER

13 QEC O LEADER e as prioridades UE para o Desenvolvimento Rural Transferência de conhecimento e inovação 2. Competitividade e viabilidade económica LEADER 3. Organização e gestão de cadeias alimentares 4. Ecosistemas ( restauração e preservação) 5. Eficácia na utilização dos recursos 6. Inclusão social, redução da pobreza, desenvolvimento económico nas zonas rurais

14 LEADER como motor para o desenvolvimento rural QEC Reforço do papel da EDL como instrumento fundamental para atingir os objectivos locais EDL que não se limitam às medidas de desenvolvimento rural Reforço da animação e das competências dos actores locais Reforço da participação do sector privado nas parcerias Reforço do conceito de rede dos GAL a nível nacional e da UE Fomento da cooperação

15 ENQUADRAMENTO NÍVEL NACIONAL QEC RCM 98/2012 prioridades de promoção da competitividade da economia, de formação de capital humano, de promoção da coesão social, e da reforma do Estado 5 grandes objectivos: 1. Estímulo à produção de bens e serviços transaccionáveis e à internacionalização da economia; 2. Reforço do investimento na educação, incluindo a formação avançada, e na formação profissional; 3. Reforço da integração das pessoas em risco de pobreza e do combate à exclusão social; 4. Prossecução de instrumentos de promoção da coesão e competitividade territoriais 5. Apoio ao programa da reforma do Estado I / 15

16 QEC A visão da MINHA TERRA para o espaço rural - As Associações de Desenvolvimento Local e a Estratégia 2020 Um desenvolvimento rural integrado e integrador; Um desenvolvimento rural participado e sustentável, em que a responsabilidade pela criação de novas fontes de rendimento e emprego, pela preservação ambiental, pelo desenvolvimento social e cultural (englobando aspectos educacionais e de cidadania) é partilhada pelos diversos sectores de actividade e em parceria por agentes públicos e privados, conduzindo a uma qualidade de vida em sintonia com as expectativas dos cidadãos.

17 Promoção do Conhecimento e Inovação (Cooperação para a Inovação; Serviços de informação, consultoria e outros serviços locais de proximidade; Formação e Qualificação) Gestão Sustentável dos Recursos Naturais (Restauração e preservação da biodiversidade e da paisagem local; Eficiência na utilização da energia e fontes de energia renováveis; Gestão da água e do solo) Dinamização Socioeconómica do Espaço Rural (Actividade económica e Desenvolvimento empresarial; Sistemas de Qualidade para os Produtos Locais; Serviços Básicos e Inclusão; Valorização do Património Local ) Animação Territorial e Cooperação QEC A visão da MINHA TERRA para o espaço rural - As Associações de Desenvolvimento Local e a Estratégia 2020 Proposta de 4 linhas de trabalho:

18 QEC A visão da MINHA TERRA para o espaço rural - As Associações de Desenvolvimento Local e a Estratégia 2020 ESTRATÉGIA PLURIFUNDO OPORTUNIDADES & DESAFIOS - Reforçar parcerias - Qualificar equipas - Consolidar territórios - Construir estratégias ESTRATEGIA PLURIFUNDO FEADER FSE FEDER FEAMP

19 OBRIGADO

CONFERÊNCIA: O futuro dos territórios rurais. - Desenvolvimento Local de Base Comunitária. Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial

CONFERÊNCIA: O futuro dos territórios rurais. - Desenvolvimento Local de Base Comunitária. Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial 5 Augusto Ferreira Departamento Técnico - CONFAGRI MINHA TERRA - Federação Portuguesa de Associações de Desenvolvimento Local 20.Set.2013 Hotel da Estrela

Leia mais

Fundos Comunitários. geridos pela Comissão Europeia. M. Patrão Neves. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.

Fundos Comunitários. geridos pela Comissão Europeia. M. Patrão Neves. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves. Fundos Comunitários geridos pela Comissão Europeia M. Patrão Neves Fundos comunitários: no passado Dependemos, de forma vital, dos fundos comunitários, sobretudo porque somos um dos países da coesão (e

Leia mais

Políticas e programas de apoio à investigação e inovação no setor agrícola e agroalimentar em Portugal

Políticas e programas de apoio à investigação e inovação no setor agrícola e agroalimentar em Portugal Políticas e programas de apoio à investigação e inovação no setor agrícola e agroalimentar em Portugal O apoio Inovação na Programação do Desenvolvimento Rural Eduardo Diniz Diretor do GPP Seminário Investigação,

Leia mais

SEGUNDO PILAR DA PAC: A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO RURAL

SEGUNDO PILAR DA PAC: A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO RURAL SEGUNDO PILAR DA PAC: A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO RURAL A última reforma da política agrícola comum (PAC) manteve a estrutura em dois pilares desta política, continuando o desenvolvimento rural a representar

Leia mais

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 micro-empresas e actividade económica TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégia com o objectivo único de contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e

Leia mais

Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020

Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020 COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 30 de julho de 2014 Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020 Informações gerais O Acordo de Parceria abrange cinco fundos: Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

Leia mais

UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO

UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO LIMITES DO TERRITÓRIO DE INTERVENÇÃO CONSTRUÇÃO DA ESTRATÉGIA - Acordo Parceria 2020 - PDR 2014-2020 - PORA 2020 - PROT OVT - EIDT

Leia mais

FUNDOS EUROPEUS APOIAM INOVAÇÃO SOCIAL/EMPREENDEDORISMO SOCIAL

FUNDOS EUROPEUS APOIAM INOVAÇÃO SOCIAL/EMPREENDEDORISMO SOCIAL FUNDOS EUROPEUS APOIAM INOVAÇÃO SOCIAL/EMPREENDEDORISMO SOCIAL Rosa Maria Simões Vice-presidente do Conselho Diretivo Agência para o Desenvolvimento e Coesão, IP 8 de maio de 2014, Teatro Municipal do

Leia mais

TAGUS, 19 de Janeiro de 2015

TAGUS, 19 de Janeiro de 2015 TAGUS, 19 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e abandono da activiade agro- Combater o exodo

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Medida 10 LEADER Ação 10.1 Apoio preparatório Ação 10.2 Implementação das Estratégias Ação 10.3 Atividades de Cooperação dos GAL Ação 10.4

Leia mais

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Isabel Damasceno, Vogal Executiva CCDRC, 28 de janeiro de 2015

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Isabel Damasceno, Vogal Executiva CCDRC, 28 de janeiro de 2015 Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 Isabel Damasceno, Vogal Executiva CCDRC, 28 de janeiro de 2015 Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 Dotação financeira reforçada: 2.155 M

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural 2014 2020 Seminário A PAC rumo a 2020: fazer face aos desafios da sustentabilidade João Marques DSPP 19 de Abril de 2013 1 1 Programação do Desenvolvimento Rural 2014-2020

Leia mais

EVENTO ANUAL DO PO LISBOA Resultados do POR Lisboa e Portugal 2020. Prioridades do FEDER

EVENTO ANUAL DO PO LISBOA Resultados do POR Lisboa e Portugal 2020. Prioridades do FEDER EVENTO ANUAL DO PO LISBOA Resultados do POR Lisboa e Portugal 2020 Prioridades do FEDER Dina Ferreira, Vogal do Conselho Diretivo - Instituto Financeiro para o Desenvolvimento Regional Os novos contornos

Leia mais

CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020

CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020 ÍNDICE Esquema resumo..pág. 2 Introdução...pág. 3 Objetivos Temáticos pág. 3 Eixos Prioritários...pág. 4 Eixo 1: Investigação, Desenvolvimento e Inovação..pág. 5 Eixo 2: Competitividade e Internacionalização

Leia mais

A Política Agrícola Comum pós 2013

A Política Agrícola Comum pós 2013 A Política Agrícola Comum pós 2013 Que Agricultura para Portugal no Séc. XXI? Desafios e Oportunidades Francisco Cordovil Director do GPP Universidade Évora 16 Dezembro 2011 A Política Agrícola Comum Pós-2013

Leia mais

Nuno Vitorino Faro 22 Junho 2012

Nuno Vitorino Faro 22 Junho 2012 Iniciativa JESSICA Financiamento de Projectos Sustentáveis de Reabilitação Urbana Perspectivas para o Período 2014-2020 de Programação dos Fundos Comunitários Nuno Vitorino Faro 22 Junho 2012 JESSICA (Joint

Leia mais

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 23 10 2014 Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020 Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 Victor Francisco Gestão e Promoção da Inovação 21 de outubro

Leia mais

POLÍTICA DE COESÃO 2014-2020

POLÍTICA DE COESÃO 2014-2020 DESENVOLVIMENTO LOCAL ORIENTADO PARA A COMUNIDADE POLÍTICA DE COESÃO 2014-2020 A Comissão Europeia aprovou propostas legislativas no âmbito da política de coesão para 2014-2020 em outubro de 2011 Esta

Leia mais

O que é o Portugal 2020?

O que é o Portugal 2020? O que é o Portugal 2020? Portugal 2020 é o novo ciclo de programação dos fundos europeus, que substitui o antigo QREN (Quadro Estratégico de Referência Nacional). Foi acordado entre Portugal e a Comissão

Leia mais

Apoios à Internacionalização e à Inovação. António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014

Apoios à Internacionalização e à Inovação. António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014 Apoios à Internacionalização e à Inovação António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014 ALENTEJO PRIORIDADES PARA UMA ESPECIALIZAÇÃO INTELIGENTE 1. Alimentar e Floresta 2. Recursos Naturais,

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Acordo de Parceria Consagra a política de desenvolvimento económico, social, ambiental e territorial Define

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Medida 2 CONHECIMENTO Ação 2.1 CAPACITAÇÃO E DIVULGAÇÃO Enquadramento Regulamentar Regulamento (UE) n.º 1305/2013, do Conselho e do Parlamento

Leia mais

POLÍTICA DE COESÃO 2014-2020

POLÍTICA DE COESÃO 2014-2020 DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL INTEGRADO POLÍTICA DE COESÃO 2014-2020 As novas regras e legislação para os investimentos futuros da política de coesão da UE durante o período de programação 2014-2020

Leia mais

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Ana Abrunhosa Presidente da Comissão Diretiva do CENTRO 2020

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Ana Abrunhosa Presidente da Comissão Diretiva do CENTRO 2020 Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 Ana Abrunhosa Presidente da Comissão Diretiva do CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020 Dotação financeira: 2.155 M FEDER: 1.751

Leia mais

Principais diferenças entre 2007-2013 / 2014-2020

Principais diferenças entre 2007-2013 / 2014-2020 Principais diferenças entre 2007-2013 / 2014-2020 Fundos 2 Objetivos 2 Etapas formais de programação 2 Abordagem estratégica 2 Âmbito Geográfico 3 Concentração Temática 4 Condicionalidades Ex ante 5 Adicionalidade

Leia mais

Atelier Inclusão Social

Atelier Inclusão Social Atelier Inclusão Social Porto, 3 de setembro de 2013 ccdr-n.pt/norte2020 Atelier Inclusão Social: Estrutura de apresentação Sumário 1. Enquadramento Europeu: Próximo ciclo da Politica de Coesão 2. Investimentos

Leia mais

O Apoio à Qualificação, Internacionalização e Inovação no Portugal 2020. Diretora da Unidade de Política Regional Conceição Moreno

O Apoio à Qualificação, Internacionalização e Inovação no Portugal 2020. Diretora da Unidade de Política Regional Conceição Moreno O Apoio à Qualificação, Internacionalização e Inovação no Portugal 2020 Diretora da Unidade de Política Regional Conceição Moreno Lisboa, 14 de nov de 2014 Tópicos: 1. Portugal 2020: Objetivos e prioridades

Leia mais

O Desenvolvimento Local no período de programação 2014-2020 - A perspetiva do FSE - 10 de maio de 2013

O Desenvolvimento Local no período de programação 2014-2020 - A perspetiva do FSE - 10 de maio de 2013 O Desenvolvimento Local no período de programação 2014-2020 - A perspetiva do FSE - 10 de maio de 2013 Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 Conselho europeu 7 e 8 fevereiro 2013 Política de Coesão (Sub-rubrica

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO

PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO Alentejo 2020 Desafios Borba 17 de Dezembro de 2014 ALENTEJO Estrutura do Programa Operacional Regional do Alentejo 2014/2020 1 - Competitividade e Internacionalização

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Medida 1 INOVAÇÃO Ação 1.1 GRUPOS OPERACIONAIS Enquadramento Regulamentar Artigos do Regulamento (UE) n.º 1305/2013, do Conselho e do Parlamento

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À

SISTEMA DE INCENTIVOS À SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISOS PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS INOVAÇÃO PRODUTIVA EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO Elisabete Félix Turismo de Portugal, I.P. - Direcção de Investimento PRIORIDADE

Leia mais

A Política Agrícola Comum pós 2013

A Política Agrícola Comum pós 2013 A Política Agrícola Comum pós 2013 Análise das Propostas Legislativas Francisco Cordovil Director do GPP Auditório da CAP 10 Novembro 2011 Propostas de Reforma da PAC I. Enquadramento e principais elementos

Leia mais

Financiamento Regional e Portugal 2020. Alexandra Rodrigues Seminário CTCV

Financiamento Regional e Portugal 2020. Alexandra Rodrigues Seminário CTCV Financiamento Regional e Portugal 2020 Alexandra Rodrigues Seminário CTCV 9 abril 2015 Foco Temático no conjunto dos FEEI Sustentabilidade e eficiência no Uso de Recurso 6.259 M 25% Competitividade e Internacionalização

Leia mais

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 O desafio Horizonte 2020 Compromissos Nacionais Metas UE-27 20%

Leia mais

Investigação e Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia

Investigação e Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia Investigação e Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia Universidade de Évora Paulo Quaresma 28/07/2015 1 Objectivo Análise e discussão das medidas existentes de apoio às actividades de

Leia mais

Promoção da actividade resineira em Portugal no âmbito da PAC pós 2013

Promoção da actividade resineira em Portugal no âmbito da PAC pós 2013 Promoção da actividade resineira em Portugal no âmbito da PAC pós 2013 Francisco Avillez (Professor Emérito do ISA, UTL e coordenado científico da AGR.GES) 16 de Abril de 2013 1. Evolução do pinheiro bravo

Leia mais

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Duarte Rodrigues Vogal da Agência para o Desenvolvimento e Coesão Lisboa, 17 de dezembro de 2014 Tópicos: 1. Portugal

Leia mais

EFIÊNCIA DOS RECURSOS E ESTRATÉGIA ENERGIA E CLIMA

EFIÊNCIA DOS RECURSOS E ESTRATÉGIA ENERGIA E CLIMA INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite para participar neste debate e felicitar os organizadores pela importância desta iniciativa. Na minha apresentação irei falar brevemente da

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural

Programa de Desenvolvimento Rural Programa de Desenvolvimento Rural PDR 2020 do Continente Terra no Horizonte 2014-2020 Tavira, 13 Março 2014 1 2 Panorama Principais constatações Atuação Constrangimentos e Necessidades 3 Arquitetura 4

Leia mais

Fundos Estruturais e de Investimento 2014-2020

Fundos Estruturais e de Investimento 2014-2020 + competitivo + inclusivo + sustentável Fundos Estruturais e de Investimento 2014-2020 Piedade Valente Vogal da Comissão Diretiva do COMPETE Santarém, 26 de setembro de 2014 Estratégia Europa 2020 ESTRATÉGIA

Leia mais

PDR 2014-2020 - Relação entre as Necessidades e as Prioridades / Áreas foco DR

PDR 2014-2020 - Relação entre as Necessidades e as Prioridades / Áreas foco DR Aumentar a capacidade de gerar valor acrescentado no setor agroflorestal de forma sustentável Aumentar a produção, a produtividade dos fatores e a rentabilidade económica da agricultura Melhorar a distribuição

Leia mais

PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020. DESCRIÇÃO DA AÇÃO Versão: 1 Data: 28-10-2013

PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020. DESCRIÇÃO DA AÇÃO Versão: 1 Data: 28-10-2013 PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020 DESCRIÇÃO DA AÇÃO Versão: 1 Data: 28-10-2013 M3. VALORIZAÇÃO DA PRODUÇÃO AGRÍCOLA AÇÃO 3.1 JOVENS AGRICULTORES NOTA INTRODUTÓRIA O desenvolvimento das

Leia mais

O Novo Quadro Comunitário de Apoio. Rita Lufinha Borges

O Novo Quadro Comunitário de Apoio. Rita Lufinha Borges O Novo Quadro Comunitário de Apoio Rita Lufinha Borges Índice O que é o? Os Novos Instrumentos de Financiamento - Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI) Eixos Estratégicos Enquadramento Jurídico

Leia mais

Matriz Portugal 2020 Candidaturas diretas a efetuar pelas IPSS

Matriz Portugal 2020 Candidaturas diretas a efetuar pelas IPSS Revisão 1 : 02/09/2015 PO PO Preparação e Reforço das Capacidades, Formação e Ligação em rede dos Gal (DLBC) Desenvolvimento Local de Base Comunitária 2ª fase Seleção das Estratégias de Desenvolvimento

Leia mais

AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20

AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20 AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20 Vítor Escária CIRIUS ISEG, Universidade de Lisboa e Augusto Mateus & Associados Barreiro, 30/06/2014 Tópicos Enquadramento A Estratégia de Crescimento

Leia mais

agricultura TAGUS, 22 de Janeiro de 2015

agricultura TAGUS, 22 de Janeiro de 2015 agricultura TAGUS, 22 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e abandono da activiade agro-

Leia mais

Norma de Procedimentos

Norma de Procedimentos FEADER A Europa investe nas zonas rurais Governo dos Açores Norma de Procedimentos Acção 3.2.1 Serviços Básicos para a Economia e Populações Rurais 2011 A CONSULTA DESTA NORMA NÃO DISPENSA A CONSULTA DA

Leia mais

O Futuro dos Programas Europeus de Ciência e Inovação Maria da Graça a Carvalho

O Futuro dos Programas Europeus de Ciência e Inovação Maria da Graça a Carvalho O Futuro dos Programas Europeus de Ciência e Inovação Maria da Graça a Carvalho Workshop sobre Políticas de Investigação no Ensino Superior Universidade da Beira Interior 2 Junho 2011 Índice Estratégia

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO

PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO Jorge Abegão Secretário-Técnico do COMPETE Coimbra, 28 de janeiro de 2015 Estratégia Europa 2020 ESTRATÉGIA EUROPA 2020 CRESCIMENTO INTELIGENTE

Leia mais

XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO

XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO Desenvolvimento Rural, Agricultura, Florestas e Sustentabilidade 17 de outubro de 2014 / GPP Eduardo

Leia mais

Solidariedade. Inovação. Oportunidade. Cultura. A s s o c i a ç õ e s F u n d a ç õ e s. E m p r e s a s C o o p e rativa s. Inclusão Social e Emprego

Solidariedade. Inovação. Oportunidade. Cultura. A s s o c i a ç õ e s F u n d a ç õ e s. E m p r e s a s C o o p e rativa s. Inclusão Social e Emprego Solidariedade A s s o c i a ç õ e s F u n d a ç õ e s P a r c e r i a Oportunidade Cultura E m p r e s a s C o o p e rativa s Empreendedorismo PORTUGAL Inclusão Social e Emprego Inovação A c o r d o I

Leia mais

Territórios e Produtos Locais: Experiências Regionais. Ana Paula Xavier Coordenadora ADRIMINHO Ponte de Lima 25 de Novembro de 2015

Territórios e Produtos Locais: Experiências Regionais. Ana Paula Xavier Coordenadora ADRIMINHO Ponte de Lima 25 de Novembro de 2015 Territórios e Produtos Locais: Experiências Regionais Ana Paula Xavier Coordenadora ADRIMINHO Ponte de Lima 25 de Novembro de 2015 Agenda 1. A Abordagem LEADER e o movimento do desenvolvimento rural no

Leia mais

Portugal 2020. Pedro Gomes Nunes. Director Executivo. Lisboa, Fevereiro 2014. www.risa.pt

Portugal 2020. Pedro Gomes Nunes. Director Executivo. Lisboa, Fevereiro 2014. www.risa.pt Pedro Gomes Nunes Director Executivo Lisboa, Fevereiro 2014 RISA - Apresentação ÁREAS DE NEGÓCIO Estudos e Projectos + 20 anos de experiência + 1.500 candidaturas a Fundos Comunitários aprovadas. + 1,6

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais

ACORDO DE PARCERIA 2014-2020

ACORDO DE PARCERIA 2014-2020 30 de julho 2014 ACORDO DE PARCERIA 2014-2020 PORTUGAL 2020 1 Portugal 2020, o Acordo de Parceria (AP) que Portugal submeteu à Comissão Europeia estrutura as intervenções, os investimentos e as prioridades

Leia mais

Eco.AP e o financiamento no âmbito do Portugal 2020

Eco.AP e o financiamento no âmbito do Portugal 2020 Eco.AP e o financiamento no âmbito do Portugal 2020 IV Congresso ATEPH Energia e Ambiente no Edifícios Hospitalar 4 de junho de 2015 Dinis Rodrigues Porto, 4 de junho de 2015 AGENDA Tema 1 Enquadramento

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Medida 3 - VALORIZAÇÃO DA PRODUÇÃO AGRÍCOLA Ação 3.3 INVESTIMENTO NA TRANSFORMAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS AGRÍCOLAS Enquadramento Regulamentar

Leia mais

PORTUGAL 2020. Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020

PORTUGAL 2020. Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 ÌNDICE Principais orientações e dotação orçamental Programas Operacionais e dotação orçamental específica Órgãos de Governação (Decreto-Lei n.º 137/2014 de 12 de setembro)

Leia mais

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020 ENCONTRO TEMÁTICO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL 28 de Fevereiro de 2014, Espaço Jovem, Porto de Mós. Grupo de Trabalho Desenvolvimento Urbano Sustentável A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL

Leia mais

Portugal 2020. Inovação da Agricultura, Agroindústria. Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt

Portugal 2020. Inovação da Agricultura, Agroindústria. Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt Portugal 2020 Inovação da Agricultura, Agroindústria e Floresta Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt FEDER 2020 - Prioridades Concentração de investimentos do FEDER Eficiência energética e energias renováveis

Leia mais

ESPECIAL PMEs. Volume III Fundos europeus 2ª parte. um Guia de O Portal de Negócios. www.oportaldenegocios.com. Março / Abril de 2011

ESPECIAL PMEs. Volume III Fundos europeus 2ª parte. um Guia de O Portal de Negócios. www.oportaldenegocios.com. Março / Abril de 2011 ESPECIAL PMEs Volume III Fundos europeus 2ª parte O Portal de Negócios Rua Campos Júnior, 11 A 1070-138 Lisboa Tel. 213 822 110 Fax.213 822 218 geral@oportaldenegocios.com Copyright O Portal de Negócios,

Leia mais

PORTUGAL 2020. Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020

PORTUGAL 2020. Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 PORTUGAL 2020 Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 ÍNDICE PORTUGAL 2020 A. Principais orientações e dotação orçamental B. Programas Operacionais e dotação orçamental específica C. Regras gerais de aplicação

Leia mais

PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020. DESCRIÇÃO DA MEDIDA Versão:1 Data:28/10/2013

PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020. DESCRIÇÃO DA MEDIDA Versão:1 Data:28/10/2013 PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020 DESCRIÇÃO DA MEDIDA Versão:1 Data:28/10/2013 REDE RURAL NACIONAL NOTA INTRODUTÓRIA O desenvolvimento das fichas de medida/ação está condicionado, nomeadamente,

Leia mais

Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território.

Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território. TAGUS, 20 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e abandono da activiade agro- Combater o exodo

Leia mais

Seminário de Pré-lançamento. Madrid 1 de julho de 2015

Seminário de Pré-lançamento. Madrid 1 de julho de 2015 Seminário de Pré-lançamento Madrid 1 de julho de 2015 Balanço do Programa Sudoe 2007-2013 Resultados quantitativos 2007/2013 Eixo FEDER Nº de projetos Nº de beneficiários Nº Beneficiários Principais PT

Leia mais

DESAFIO PORTUGAL 2020

DESAFIO PORTUGAL 2020 DESAFIO PORTUGAL 2020 Estratégia Europa 2020: oportunidades para os sectores da economia portuguesa Olinda Sequeira 1. Estratégia Europa 2020 2. Portugal 2020 3. Oportunidades e desafios para a economia

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade ACORDO DE PARCERIA Consagra a política de desenvolvimento económico, social, ambiental e territorial Define

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Inclusão Social e Emprego

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Inclusão Social e Emprego Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Inclusão Social e Emprego Eixo 5 - Emprego e Valorização Económica dos Recursos Endógenos Objectivo Temático 8 - Promoção da sustentabilidade e qualidade

Leia mais

12. Da discussão e dos seminários, surgiu um consenso sobre as ideias seguintes

12. Da discussão e dos seminários, surgiu um consenso sobre as ideias seguintes Conclusões «Inovação e sustentabilidade ambiental. A inovação e a tecnologia como motor do desenvolvimento sustentável e da coesão social. Uma perspectiva dos governos locais». 1. O Fórum irá estudar,

Leia mais

As regiões Portuguesas: Lisboa: Competitividade e Emprego; Madeira: Phasing-in; Algarve: Phasing-out; Norte, Centro, Alentejo, Açores: Convergência

As regiões Portuguesas: Lisboa: Competitividade e Emprego; Madeira: Phasing-in; Algarve: Phasing-out; Norte, Centro, Alentejo, Açores: Convergência A Nova Agenda da Política de Coesão no Espaço Europeu Nuno Teixeira CCDR-LVT 26.Novembro.2010 A Nova Agenda da Política de Coesão no Espaço Europeu 1 ÍNDICE I. A coesão no espaço europeu II. O Tratado

Leia mais

PO AÇORES 2020 FEDER FSE

PO AÇORES 2020 FEDER FSE Apresentação pública PO AÇORES 2020 FEDER FSE Anfiteatro C -Universidade dos Açores -Ponta Delgada 04 de marçode 2015 PO AÇORES 2020 UM CAMINHO LONGO, DIVERSAS ETAPAS A definição das grandes linhas de

Leia mais

QREN (2007-2013) PARTE IV Fichas Resumo prioridade «Factores de competitividade»

QREN (2007-2013) PARTE IV Fichas Resumo prioridade «Factores de competitividade» QREN (2007-2013) PARTE IV Fichas Resumo prioridade «Factores de competitividade» SISTEMA DE INCENTIVOS AO INVESTIMENTO DAS EMPRESAS 1 Os sistemas de incentivos ao investimento das empresas são um dos instrumentos

Leia mais

MODERNIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO DAS EMPRESAS

MODERNIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO DAS EMPRESAS MODERNIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO DAS EMPRESAS Destina-se a apoiar. nas explorações agrícolas para a produção primária de produtos agrícolas - Componente 1. na transformação e/ou comercialização de produtos agrícolas

Leia mais

Cofinanciado pela Comissão Europeia

Cofinanciado pela Comissão Europeia Cofinanciado pela Comissão Europeia A NOVA PAC Em vigor a partir de janeiro 2015 Mais direcionado e flexível que nunca Maior escolha de regimes e medidas opcionais Transferências entre pilares Alguns dos

Leia mais

Economia Social Portuguesa: Papel no Pós Troika

Economia Social Portuguesa: Papel no Pós Troika I Congresso Internacional A Economia Social nos Desafios do Séc. XXI Estoril 29 de Junho de 2013 Economia Social Portuguesa: Papel no Pós Troika Quem Somos? CONFAGRI Confederação de Cooperativas Enquadramento

Leia mais

Dinamização da parceria territorial Arraiolos, 11 de março de 2014

Dinamização da parceria territorial Arraiolos, 11 de março de 2014 Dinamização da parceria territorial Arraiolos, 11 de março de 2014 Dinamização da parceria territorial Alentejo Central [2014-2020] Sector agrícola diversificado; Recursos turísticos singulares; Empresas

Leia mais

1. Eixo(s) em que se insere Eixo 3 Qualidade de vida nas zonas rurais e diversificação da economia rural

1. Eixo(s) em que se insere Eixo 3 Qualidade de vida nas zonas rurais e diversificação da economia rural MEDIDA 3.1 Diversificação da Economia e Criação de Emprego 1. Eixo(s) em que se insere Eixo 3 Qualidade de vida nas zonas rurais e diversificação da economia rural 2. Enquadramento Regulamentar Artigo

Leia mais

Orientação nº 1/2008 ORIENTAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DA ESTRATÉGIA LOCAL DE DESENVOLVIMENTO (EDL) EIXO 4 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES

Orientação nº 1/2008 ORIENTAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DA ESTRATÉGIA LOCAL DE DESENVOLVIMENTO (EDL) EIXO 4 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Programa de da ELABORAÇÃO DA ESTRATÉGIA LOCAL DE DESENVOLVIMENTO (ELD) 1 / 16 Programa de da 1. Caracterização Socioeconómica do Território A caracterização do território deve centrar-se em dois aspectos

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020. Medida 4 - VALORIZAÇÃO dos RECURSOS FLORESTAIS

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020. Medida 4 - VALORIZAÇÃO dos RECURSOS FLORESTAIS Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020 Medida 4 - VALORIZAÇÃO dos RECURSOS FLORESTAIS Enquadramento Regulamentar Artigos do Regulamento (UE) n.º 1305/2013 do Conselho e do Parlamento

Leia mais

Seminário Redes do Conhecimento e Conhecimento em Rede

Seminário Redes do Conhecimento e Conhecimento em Rede MINISTÉRIO DO AMBIENTE, DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL Gabinete do Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional Intervenção do Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional

Leia mais

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades 24/05/2015 Índice Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades Estrutura Operacional ISQ e Portugal 2020 Oportunidades 1 ( ) Portugal 2020 é o conjunto de políticas, estratégias de desenvolvimento, domínios

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

PORTUGAL 2020: Como financiar a sua empresa?

PORTUGAL 2020: Como financiar a sua empresa? PORTUGAL 2020: Como financiar a sua empresa? QUAL O MONTANTE DE APOIOS COMUNITÁRIOS ATRIBUÍDOS A PORTUGAL? 25 Mil Milhões de Euros. Outros Programas* Este é o montante que Portugal vai receber em fundos

Leia mais

1. Promover a melhoria das condições de vida das população das áreas susceptíveis

1. Promover a melhoria das condições de vida das população das áreas susceptíveis CNCCD -PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO NACIONAL DE COMBATE À DESERTIFICAÇÃO 2011 / 2020 1. Promover a melhoria das condições de vida das população das áreas susceptíveis 1- Promover a melhoria das condições

Leia mais

ESTRATÉGIA 1. PRINCIPAIS NECESSIDADES ALVO DE INTERVENÇÃO DO PDR

ESTRATÉGIA 1. PRINCIPAIS NECESSIDADES ALVO DE INTERVENÇÃO DO PDR PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO RURAL 2014-2020 CONTINENTE ESTRATÉGIA 1. PRINCIPAIS NECESSIDADES ALVO DE INTERVENÇÃO DO PDR A economia do complexo agro-florestal, o território onde esta se realiza, incluindo

Leia mais

O Desenvolvimento Rural na Região. Carlos Pedro Trindade

O Desenvolvimento Rural na Região. Carlos Pedro Trindade O Desenvolvimento Rural na Região de Lisboa e Vale do Tejo Carlos Pedro Trindade O Desenvolvimento Rural na Região de Lisboa e Vale do Tejo 1. A Agricultura da região de LVT 2. O apoio ao Sector Agrícola

Leia mais

ANEXO I. FICHAS DE CARACTERIZAÇÃO DAS MEDIDAS 3.1. e 3.2. - EIXO 3 DO PRORURAL versão 7

ANEXO I. FICHAS DE CARACTERIZAÇÃO DAS MEDIDAS 3.1. e 3.2. - EIXO 3 DO PRORURAL versão 7 3.1.1. Diversificação de Actividades Não-Agrícolas na Exploração Descrição Apoio a iniciativas empresariais promotoras do saber fazer tradicional Apoio a actividades lúdicas de carácter inovador nas explorações

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

A REFORMA DA PAC E O APOIO À ACTIVIDADE DE RESINAGEM. Francisco Avillez (Prof. Emérito do Isa/UTL e Coordenador Científico da AGROGES)

A REFORMA DA PAC E O APOIO À ACTIVIDADE DE RESINAGEM. Francisco Avillez (Prof. Emérito do Isa/UTL e Coordenador Científico da AGROGES) A REFORMA DA PAC E O APOIO À ACTIVIDADE DE RESINAGEM Francisco Avillez (Prof. Emérito do Isa/UTL e Coordenador Científico da AGROGES) Esquema da apresentação: Objectivos da PAC pós-2013 Orientações propostas

Leia mais

Redução da Dependência Energética de Portugal Principal Desafio:

Redução da Dependência Energética de Portugal Principal Desafio: Redução da Dependência Energética de Portugal Principal Desafio: Mudança de paradigma energético em Portugal, com um implícito Desenvolvimento Sustentável suportado no seu crescimento económico, justiça

Leia mais

MINHO Inovação A Estratégia de de Especialização Inteligente e os Territórios de baixa Densidade

MINHO Inovação A Estratégia de de Especialização Inteligente e os Territórios de baixa Densidade MINHO Inovação A Estratégia de de Especialização Inteligente e os Territórios de baixa Densidade Conferência Agricultura e Desenvolvimento Rural: Que Instrumentos de Financiamento 20214-2020 Escola Superior

Leia mais

Seminário Turismo 2020: Fundos Comunitários

Seminário Turismo 2020: Fundos Comunitários Seminário Turismo 2020: Fundos Comunitários Plano de Ação para o Desenvolvimento do Turismo em Portugal 2014-2020 Braga, 15 de janeiro 2014 Nuno Fazenda Turismo de Portugal, I.P. TURISMO Importância económica

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Sistema de Incentivos às Empresas O que é? é um dos instrumentos fundamentais das políticas públicas de dinamização económica, designadamente em matéria da promoção da

Leia mais

Estratégia Regional do Centro de Portugal 2014-2020. Fundos Comunitários e Desenvolvimento Empresarial IPL, 15 de maio de 2014

Estratégia Regional do Centro de Portugal 2014-2020. Fundos Comunitários e Desenvolvimento Empresarial IPL, 15 de maio de 2014 Estratégia Regional do Centro de Portugal 2014-2020 Fundos Comunitários e Desenvolvimento Empresarial IPL, 15 de maio de 2014 Região Centro no contexto nacional % de Portugal População(2011): 2.327.755

Leia mais

DUECEIRA. ASSEMBLEIA DE PARCEIROS Lousã 05.Novembro. 2014. uma parceria para redesenhar o futuro. associação de desenvolvimento do ceira e dueça

DUECEIRA. ASSEMBLEIA DE PARCEIROS Lousã 05.Novembro. 2014. uma parceria para redesenhar o futuro. associação de desenvolvimento do ceira e dueça DUECEIRA associação de desenvolvimento do ceira e dueça LOUSÃ - MIRANDA DO CORVO - PENELA - VILA NOVA DE POIARES ASSEMBLEIA DE PARCEIROS Lousã 05.Novembro. 2014 uma parceria para redesenhar o futuro DUECEIRA

Leia mais

MINHO IN. Seminário Valorização dos Recursos Endógenos Agroalimentar & Gastronomia. 25 de Novembro de 2015, Villa Moraes, Ponte de Lima

MINHO IN. Seminário Valorização dos Recursos Endógenos Agroalimentar & Gastronomia. 25 de Novembro de 2015, Villa Moraes, Ponte de Lima MINHO IN Seminário Valorização dos Recursos Endógenos Agroalimentar & Gastronomia 25 de Novembro de 2015, Villa Moraes, Ponte de Lima O MINHO IN Estratégia de Eficiência Coletiva O Minho IN é estratégia

Leia mais

Portugal 2020 Lançados Programas Operacionais

Portugal 2020 Lançados Programas Operacionais Portugal 2020 Lançados Programas Operacionais Novos PO detêm um valor global de quase 12,2 mil M de financiamento comunitário Alerta de Cliente Dezembro de 2014 Temas/Assuntos: Numa cerimónia realizada

Leia mais

Política de Coesão 2014-2020

Política de Coesão 2014-2020 União Europeia Política de Coesão Política de Coesão 2014-2020 Investir no crescimento e em empregos http://ec.europa.eu/inforegio Índice 1 Propostas legislativas para a Política de Coesão da UE: 2014-2020

Leia mais

Convenção Low Carbon Oeste Sustentável DESAFIOS DO SECTOR ENERGÉTICO E O VALOR DA ECOEFICIÊNCIA

Convenção Low Carbon Oeste Sustentável DESAFIOS DO SECTOR ENERGÉTICO E O VALOR DA ECOEFICIÊNCIA Convenção Low Carbon Oeste Sustentável DESAFIOS DO SECTOR ENERGÉTICO E O VALOR DA ECOEFICIÊNCIA Joaquim Borges Gouveia bgouveia@ua.pt DEGEI UAVEIRO 10 de julho de 2014 Uma Visão: Desenvolvimento Sustentável

Leia mais