DETALHE ARQUITETÔNICO: FACHADA VENTILADA LAMINUM

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DETALHE ARQUITETÔNICO: FACHADA VENTILADA LAMINUM"

Transcrição

1 DETALHE ARQUITETÔNICO: FACHADA VENTILADA LAMINUM Orientadores: André Penido/Renato César

2 O QUE É FACHADA VENTILADA? O sistema de revestimento externo de edificações denominado fachada ventilada caracteriza-se pela existência de ventilação em uma câmara de ar. Originase um fluxo de ar ascendente com o aquecimento deste no interior da câmara. Além disso, diferenças de pressão no interior da câmara de ar ventilada, devido à ação do vento, também contribuem para a ventilação. Com este sistema pode-se explorar as vantagens do sistema, dentre as quais destaca-se a melhoria do isolamento térmico da fachada de edificações. Além disso, o sistema possibilita a utilização de placas de grandes dimensões em fachadas; a restauração de fachadas sem perdas do entorno, sem quebras.

3 LAMINUM O laminum é a nova geração de porcellanato, mais fácil de projetar, manusear e aplicar. Produzido com tecnologia italiana, apresenta uma grande revolução tecnológica, evidenciada pelo seu formato exclusivo de 1x3m, aliado a espessura de 3,5mm (2/3 mais fina que os materiais convencionais).

4 SISTEMA CONSTRUTIVO Este sistema de fachada é formado pelo Laminum e substrato auxiliar em alumínio. A fixação destes materiais é realizado por um selante estrutural. CALHAU / RENATA MALLARD ALICE

5 COMPONENTES CONSTRUTIVOS Estrutura de Alumínio Coluna Travessa Ancoragem, Chumbadores e Prisioneiros Macho e Cunha

6 COMPONENTES CONSTRUTIVOS Quadro de alumínio Folhas Presilhas Macho e Cunha

7 COMPONENTES CONSTRUTIVOS Porcelanato Acabamentos Gerais Silicone Selante Estrutural Calço Rebites Superior: Chapa perfurada e Rufo Inferior: Chapa perfurada

8 Manusear a Peça com cuidado especial e colar no quadro de alumínio fabricado sobre medida para o tamanho da peça escolhida. Para o quadro de alumínio receber o Laminum, suas extremidades devem contem silicones importantes para a colocação do selante estrutural (cola) que fixará a peça. 1º Passo: Colagem da peça no Quadro

9 Silicone Selante Estrutural 1º Passo: Colagem da peça no Quadro

10 A estrutura de alumínio deve ser fixada na estrutura de concreto do prédio através de chumbadores expansivos. É importante que na fase de projeto já se tenha planejado o uso da fachada ventilada para que possa ser criada vigas auxiliares junto a vedação com distancias entre vigas de acordo com o tamanho da peça de Laminum escolhida. 2º Passo: Fixar a estrutura de alumínio na fachada

11 2º Passo: Fixar a estrutura de alumínio na fachada

12 2º Passo: Fixar a estrutura de alumínio na fachada

13 A peça deve ser manuseada com cuidado e suspensa por cordas auxiliares. Caso a peça for de grande dimensão, o quadro na qual a peça é colada deve ter uma estrutura transversal para evitar esforços no Laminum. O quadro é fixado na estrutura de alumínio já instalada na fachada. 3º Passo: Fixar o quadro em que a peça Laminum foi colado à estrutura de alumínio na fachada.

14 3º Passo: Fixar o quadro em que a peça Laminum foi colado à estrutura de alumínio na fachada.

15 3º Passo: Fixar o quadro em que a peça Laminum foi colado à estrutura de alumínio na fachada.

16 Detalhe acabamento SUPERIOR Rufo e Chapa Perfurada 4º Passo: Executar detalhes de acabamento superiores, inferiores e junção com esquadria

17 Detalhe acabamento SUPERIOR 4º Passo: Executar detalhes de acabamento superiores, inferiores e junção com esquadria

18 Detalhe acabamento SUPERIOR 4º Passo: Executar detalhes de acabamento superiores, inferiores e junção com esquadria

19 Detalhe acabamento INFERIOR 5º Passo: Executar detalhes de acabamento superiores, inferiores e junção com esquadria

20 Detalhe acabamento INFERIOR 5º Passo: Executar detalhes de acabamento superiores, inferiores e junção com esquadria ESTRUTURA A 10cm DO PISO PARA ENTRADA DE AR

21 Detalhe acabamento ESQUADRIA quadro com lateral em l para finalização 6º Passo: Executar detalhes de acabamento superiores, inferiores e junção com esquadria

22 Detalhe acabamento ESQUADRIA A COLOCAÇÃO DA ESQUADRIA INDEPENDE DA MONTAGEM DA FACHADA VENTILADA 6º Passo: Executar detalhes de acabamento superiores, inferiores e junção com esquadria CALHAU / RENATA MALLARD ALICE

23 Detalhe acabamento ESQUADRIA 6º Passo: Executar detalhes de acabamento superiores, inferiores e junção com esquadria

24 Acabamento Final A COLUNA E TRAVESSA ESTRUTURAS VERTICAIS E HORIZONTAIS E AS PRESILHAS INSTALADAS NA FACHADA FICARÃO APARENTES DEVIDO A DISTANCIA DE 1cm ENTRE AS PEÇAS (DILATAÇÃO SEGURA)

25 EXEMPLOS DE APLICAÇÃO

26 EXEMPLOS DE APLICAÇÃO

27 EXEMPLOS DE APLICAÇÃO

ESTÚDIO DE ARQUITETURA: SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL MARINA CUNHA BARBOSA ELEMENTOS DE FACHADA

ESTÚDIO DE ARQUITETURA: SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL MARINA CUNHA BARBOSA ELEMENTOS DE FACHADA ELEMENTOS DE FACHADA Belo Horizonte, 08 de maio de 2014 1- FACHADAS EM ALUMÍNIO E VIDRO 1.1 ALUMÍNIO A grande questão da utilização do alumínio em fachadas cortina é a definição do tipo de revestimento

Leia mais

APRESENTAÇÃO FA - V02-05/13. Belmetal SP - GDP

APRESENTAÇÃO FA - V02-05/13. Belmetal SP - GDP APRESENTAÇÃO Ousadia. Este é o resultado estético da utilização do sistema, que ao criar um aspecto clean acrescenta modernidade à sua obra. Com versões ``pele de vidro e structural glazing, o sistema

Leia mais

INSTITUTO ALGE DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL JANILSON CASSIANO

INSTITUTO ALGE DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL JANILSON CASSIANO CONSTRUINDO NO SISTEMA (CES) LIGHT STEEL FRAMING O sistema Light Steel Frame é caracterizado por um esqueleto estrutural leve composto por perfis de aço galvanizado que trabalham em conjunto para sustentação

Leia mais

C-EC/U. Porta Comercial de Encosto em caixilho "U

C-EC/U. Porta Comercial de Encosto em caixilho U C-EC/U Porta Comercial de Encosto em caixilho "U A Dânica Doors recomenda que as instruções de montagem contidas neste manual sejam seguidas rigorosamente para que as portas atendam em sua plena funcionalidade.

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME

SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME Sistema de ds A SOLUÇÃO INTELIGENTE PARA A SUA OBRA SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME www.placlux.com.br VOCÊ CONHECE O SISTEMA CONSTRUTIVO LIGHT STEEL FRAME? VANTAGENS LIGHT STEEL FRAME MENOR CARGA

Leia mais

ESTRUTURAL GLAZING Perfis Linha Fachada 2 Montagem Vertical - Fachada - Entre Vãos Elevação Vista Externa (Esc. s/esc.) A A Móvel A L Corte Vertical (s/esc.) 3 Montagem Vertical - Fachada - Entre Vãos

Leia mais

CONSTRUÇÕES II MADEIRA PISOS DE MADEIRA PISOS DE MADEIRA. São planos horizontais que suportam cargas. VARIÁVEIS e PERMANENTES.

CONSTRUÇÕES II MADEIRA PISOS DE MADEIRA PISOS DE MADEIRA. São planos horizontais que suportam cargas. VARIÁVEIS e PERMANENTES. CONSTRUÇÕES II MADEIRA PISOS DE MADEIRA PISOS DE MADEIRA São planos horizontais que suportam cargas VARIÁVEIS e PERMANENTES. 1 CARGAS NBR 6120 PERMANENTES (g) Peso próprio da estrutura Peso dos elementos

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO PROPRIETÁRIO: Prefeitura Municipal de Carmo de Minas. ENDEREÇO: Rua Luiz Gomes, nº. 150, Bairro: Centro, CEP: 37472-000. CNPJ: 18.188.243/0001-60. ENDEREÇO DA OBRA: Rua Euclides

Leia mais

ORIENTAÇÕES DE INSTALAÇÃO PARA TELHAS SHINGLE

ORIENTAÇÕES DE INSTALAÇÃO PARA TELHAS SHINGLE ORIENTAÇÕES DE INSTALAÇÃO PARA TELHAS SHINGLE 1 ÍNDICE 1 ESTRUTURA DE SUPORTE... 3 2 INSTALAÇÃO DOS PAINÉIS (CHAPAS)... 4 3 VENTILAÇÃO DO TELHADO... 5 4 INSTALAÇÃO DA SUBCOBERTURA... 7 5 INSTALAÇÃO DOS

Leia mais

Divisão Construção Civil PUR/PIR Av. Nações Unidas, 12551 conj. 2404 - WTC 04578-903 São Paulo - SP - Brasil Fone: +55 11 3043-7883 Fax: +55 11

Divisão Construção Civil PUR/PIR Av. Nações Unidas, 12551 conj. 2404 - WTC 04578-903 São Paulo - SP - Brasil Fone: +55 11 3043-7883 Fax: +55 11 1 Por que usar termoisolamento em PUR/PIR? 2 Soluções para canteiro de obra Danica. 3 Premissas construtivas 2.2.2 - COBERTURAS: A cobertura terá telhas termoisolantes com espessura de 30 mm com isolamento

Leia mais

C.GlassR. Ficha técnica. www.t2g.com.br

C.GlassR. Ficha técnica. www.t2g.com.br C.GlassR Ficha técnica Avenida Neyde Modesto de Camargo, 151 Sistema de Envidraçamento- C.Glass (Channel Glass) by T2G Descrição: O Sistema C.Glass é composto por per s de vidros autoportantes, e ao contrário

Leia mais

CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE

CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE Estúdio de Arquitetura: Sustentabilidade Steel Framing Aluna: Gabriela Carvalho Ávila Maio de 2014 ÍNDICE 1 Introdução... 4 2 Sistema Ligth Steel Framing... 5 2.1

Leia mais

ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II

ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II E ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II MÉTODO EXECUTIVO Cuidados no Recebimento Formas de Instalação

Leia mais

PRODUTIVIDADE E ALTO DESEMPENHO

PRODUTIVIDADE E ALTO DESEMPENHO Catálogo Técnico PRODUTIVIDADE E ALTO DESEMPENHO O ritmo atual das construções demanda produtos de alta qualidade, facilidade de fabricação, rapidez na instalação e ótimo desempenho técnico. A linha Unit

Leia mais

CONTAINER ANNA CAROLINA LA MARCA E MARINA AMARAL

CONTAINER ANNA CAROLINA LA MARCA E MARINA AMARAL CONTAINER ANNA CAROLINA LA MARCA E MARINA AMARAL RESISTÊNCIA MODULAÇÃO ALTA RESISTÊNCIA TRANSPORTE MODULAÇÃO FÁCIL TRANSPORTE CUSTOMIZAÇÃO CUSTO/BENEFÍCIO BOM CUSTO/BENEFÍCIO DISPONIBILIDADE ECOLÓGICO

Leia mais

SMART FIXING SYSTEMS

SMART FIXING SYSTEMS SMART FIXING SYSTEMS A FACHADA SUSPENSA TERMOVENTILADA A fachada suspensa termoventilada (FTV) reveste a parede exterior de um edifício. Neste caso, os elementos da fachada são montados com um sistema

Leia mais

Sistema A.080. A modelação dos vidros é enfatizada pela aba exterior do perfil. A aba em alumínio que serve de moldura tem 15 mm de vista.

Sistema A.080. A modelação dos vidros é enfatizada pela aba exterior do perfil. A aba em alumínio que serve de moldura tem 15 mm de vista. A.080 SISTEMA A.080 A.080 CLÁSSICA - SOLUÇÃO BASE Fixação dos vidros por capa de aperto em alumínio. As capas de aperto são parafusadas à estrutura montante travessa recorrendo a vedantes em EPDM. O corte

Leia mais

Paredes Maciças as de Concreto

Paredes Maciças as de Concreto Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 4B Paredes Maciças as de Concreto Prof. Dr. Luiz Sergio Franco Escola Politécnica da USP Dep. de Engenharia de Construção

Leia mais

Telha Termoacústica Arqueada Autoportante em Aço Pré-Pintado ou Galvalume

Telha Termoacústica Arqueada Autoportante em Aço Pré-Pintado ou Galvalume Telha Termoacústica Arqueada Autoportante em Aço Pré-Pintado ou Galvalume TELHA ARCO R6000T Descrição do produto A Telha ARCO R6000T é uma telha termoacústica arqueada raio 6 metros e autoportante, utilizada

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DE PAINÉIS EM LIGHT STEEL FRAME

PADRONIZAÇÃO DE PAINÉIS EM LIGHT STEEL FRAME PADRONIZAÇÃO DE PAINÉIS EM LIGHT STEEL FRAME ANITA OLIVEIRA LACERDA - anitalic@terra.com.br PEDRO AUGUSTO CESAR DE OLIVEIRA SÁ - pedrosa@npd.ufes.br 1. INTRODUÇÃO O Light Steel Frame (LSF) é um sistema

Leia mais

U - Painéis U-Panels

U - Painéis U-Panels U - Painéis U-Panels Painéis Multi-Funções Termopainéis U - Painéis U - Painéis Vantagens Fácil e rápida instalação Translúcido Isolamento térmico Resistente a altas temperaturas Forma, cor e função versátil

Leia mais

Painel Isojoint Wall. Painel térmico para fachadas GUIA BÁSICO DE MONTAGEM

Painel Isojoint Wall. Painel térmico para fachadas GUIA BÁSICO DE MONTAGEM Painel Isojoint Wall Painel térmico para fachadas GUIA BÁSICO DE MONTAGEM APRESENTAÇÃO Os painéis wall pur são recomendados para a utilização em fachadas visto seu design e beleza. Além da estética ele

Leia mais

Gesso Acartonado CONCEITO

Gesso Acartonado CONCEITO CONCEITO As paredes de gesso acartonado ou Drywall, são destinados a dividir espaços internos de uma mesma unidade. O painel é composto por um miolo de gesso revestido por um cartão especial, usado na

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada:

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada: PROJETO Nº 051/2013 Solicitação: Memorial Descritivo Tipo da Obra: Reforma, ampliação e adequação acesso Posto de Saúde Santa Rita Área existente: 146,95 m² Área ampliar: 7,00 m² Área calçadas e passeio:

Leia mais

A cobertura pode ser feita com telhas que podem ser metálicas, de barro ou ainda telhas asfálticas tipo shingle.

A cobertura pode ser feita com telhas que podem ser metálicas, de barro ou ainda telhas asfálticas tipo shingle. CONCEITO Light (LSF estrutura em aço leve) é um sistema construtivo racional e industrial. Seus principais componentes são perfis de aço galvanizado dobrados a frio, utilizados para formar painéis estruturais

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA

MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA Orçamento Unidade Básica de Saúde - Fronteira Estrutura para o acesso e identificação do

Leia mais

SUGESTÕES PARA INSTALAÇÃO DO ECOBLOCK

SUGESTÕES PARA INSTALAÇÃO DO ECOBLOCK SUGESTÕES PARA INSTALAÇÃO DO ECOBLOCK GUIA DO INSTALADOR MADEIRA FEITA PARA DURAR ÍNDICE FICHA TÉCNICA... 3 PERFIS E PLACAS DISPONÍVEIS...... 3 1. INFORMAÇÕES BÁSICAS... 4 1.1 CONTRAÇÃO E DILATAÇÃO...

Leia mais

Método construtivo com CLT : Recomendações construtivas e de acabamentos. Autor: Alexandre Lopes Veneziano Studio Veneziano

Método construtivo com CLT : Recomendações construtivas e de acabamentos. Autor: Alexandre Lopes Veneziano Studio Veneziano Método construtivo com CLT : Recomendações construtivas e de acabamentos. Autor: Alexandre Lopes Veneziano Studio Veneziano Motivação Esqueça o que você já ouviu falar sobre casa de madeira, isto aqui

Leia mais

Abrigo para bicicletas Bikeport

Abrigo para bicicletas Bikeport Abrigo para bicicletas Bikeport Proteção contra sol, vento e chuva. Abrigo para bicicletas Bikeport Está cansado guardar sua bicicleta no porão? Este Bikeport montagem própria po ajudá-lo e além disso,

Leia mais

Construção de Edícula

Construção de Edícula Guia para Construção de Edícula Guia do montador Mais resistência e conforto para sua vida. As paredes com Placas Cimentícias Impermeabilizadas e Perfis Estruturais de Aço Galvanizado para steel framing

Leia mais

A 5tec é especializada em projeto de esquadrias de alumínio e buscamos auxiliar: Construtoras, incorporadoras e escritórios de arquitetura a

A 5tec é especializada em projeto de esquadrias de alumínio e buscamos auxiliar: Construtoras, incorporadoras e escritórios de arquitetura a Portfólio de obras com projeto 5tec Apresentação A 5tec é especializada em projeto de esquadrias de alumínio e buscamos auxiliar: Construtoras, incorporadoras e escritórios de arquitetura a desenvolver

Leia mais

PAINÉIS E PAREDES DE MADEIRA

PAINÉIS E PAREDES DE MADEIRA PAINÉIS E PAREDES DE MADEIRA As paredes de madeira dividem-se em: Paredes Estruturais Divisão e fechamento de ambientes Suportar cargas verticais e transmití-las as fundações Suportar cargas horizontais

Leia mais

Isolamento Térmico EZ

Isolamento Térmico EZ Catálogo de produtos Grazimac Isolamento Térmico EZ www.grazimac.pt 2 GRAZIMAC O isolamento térmico EZ é a solução indicada para uma cobertura inclinada. Permite aumentar o conforto térmico e diminuir

Leia mais

MAR DE ITAPUÃ Padrões Esquadrias/Gradis OBRA: MAR DE ITAPUÃ SALVADOR-BA DATA: SET/15 VERSÃO: R00

MAR DE ITAPUÃ Padrões Esquadrias/Gradis OBRA: MAR DE ITAPUÃ SALVADOR-BA DATA: SET/15 VERSÃO: R00 MAR DE ITAPUÃ Padrões Esquadrias/Gradis OBRA: MAR DE ITAPUÃ SALVADOR-BA DATA: SET/15 VERSÃO: R00 FECHAMENTO VARANDAS FECHAMENTO VARANDAS 1- MODELO DEFINIDO COMO SUGESTÃO PARA FECHAMENTO COM VIDRO PARA

Leia mais

PAINÉIS DE MADEIRA REVESTIDOS COM ARGAMASSA EPÓXICA FICHA CATALOGRÁFICA-9 DATA: MAIO/2011.

PAINÉIS DE MADEIRA REVESTIDOS COM ARGAMASSA EPÓXICA FICHA CATALOGRÁFICA-9 DATA: MAIO/2011. Tecnologias, sistemas construtivos e tipologias para habitações de interesse social em reassentamentos. PAINÉIS DE MADEIRA REVESTIDOS COM ARGAMASSA EPÓXICA FICHA CATALOGRÁFICA-9 DATA: MAIO/2011. Tecnologias,

Leia mais

O sistema de Fachada Ventilada da Cerâmica Em termos de custo, prazo e minimização de

O sistema de Fachada Ventilada da Cerâmica Em termos de custo, prazo e minimização de FACHADAS VENTILADAS Fachada Ventilada O sistema de Fachada Ventilada da Cerâmica Em termos de custo, prazo e minimização de Portinari foi desenvolvido para atender aos critérios transtornos para os usuários

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Ministério Público do Trabalho Procuradoria Regional da 23 ª Região Anteprojeto do novo Edifício-Sede Cuiabá MT Memorial Descritivo Terreno localizado no CPA (Centro Político-Administrativo) da cidade

Leia mais

RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO

RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO Madeiramento: Verifique se os ripões ou sarrafos foram bem fixados e distribuídos sobre os caibros com o espaçamento correto para o assentamento e fixação das telhas

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO Item Código comprasnet Qtde Mínima Qtde Máxima Unidade Descrição do Item Valor Unitário Valor mínimo Valor Máximo 01 295318 450,00 860,00 m² Paredes em gesso acartonado

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS ISOPORTEC A ISOPORTEC é focada na produção de soluções em isopor de alta performance para a construção civil, valorizando produtos que fazem diferença nos projetos mais complexos.

Leia mais

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 4 Gesso Acartonado Prof. Dr. Luiz Sergio Franco Escola Politécnica da USP Dep. de Engenharia de Construção Civil Construção

Leia mais

Rua do Príncipe nº 526 - Boa Vista - Recife - PE CEP 50050-900 Fone: (81) 2119-4217

Rua do Príncipe nº 526 - Boa Vista - Recife - PE CEP 50050-900 Fone: (81) 2119-4217 MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE RECUPERAÇÃO DAS FACHADAS DO BLOCO A Recife, 10 de julho de 2015 1 APRESENTAÇÃO A Universidade Católica de Pernambuco, com mais de 60 anos de história, vem contribuindo cada

Leia mais

Cores. Cristal Opal Bronze Cinza. 0,98 Opal. 0,66 Bronze Cinza. 2100 x 5800 Não Consta. Azul. Reflexivo Hot Climate. Reflexivo.

Cores. Cristal Opal Bronze Cinza. 0,98 Opal. 0,66 Bronze Cinza. 2100 x 5800 Não Consta. Azul. Reflexivo Hot Climate. Reflexivo. POLICARBONATO AVEOLAR Chapas em policarbonato alveolar, com tratamento em um dos lados contra ataque dos raios ultra violeta (garantia de 10 anos contra amarelamento). Por possuir cavidades internas (alvéolos),

Leia mais

APRESENTAÇÃO SG - V02-04/13. Belmetal SP - GDP

APRESENTAÇÃO SG - V02-04/13. Belmetal SP - GDP APRESENTAÇÃO ÍNDICE GERAL 1 TIPOLOGIAS PÁG. TI-01 a TI-03 2 NORMAS PÁG. NR-01 a NR-08 3 ENSAIOS PÁG. EN-01 a EN-03 4 PERFIS PÁG. PE-01 a PE-15 5 COMPONENTES PÁG. CO-01 a CO-23 6 DETALHES CONSTRUTIVOS PÁG.

Leia mais

POLICARBONATO COMPACTO

POLICARBONATO COMPACTO POLICARBONATO COMPACTO Chapa em policarbonato compacto, com tratamento em um dos lados contra o ataque dos raios ultravioleta (garantia de 10 anos contra amarelamento). Por sua alta transparência, a chapa

Leia mais

2ª CONFERÊNCIA PASSIVHAUS PORTUGAL 2014. Passive House com Cross Laminated Timber - CLT

2ª CONFERÊNCIA PASSIVHAUS PORTUGAL 2014. Passive House com Cross Laminated Timber - CLT 2ª CONFERÊNCIA PASSIVHAUS PORTUGAL 2014 Passive House com Cross Laminated Timber - CLT AVEIRO, NOVEMBRO 2014 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO DA TISEM, LDA 2. SISTEMA CONSTRUTIVO CLT (CROSS LAMINATED TIMBER) 3.

Leia mais

ALVENARIA E OUTROS SISTEMAS DE VEDAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

ALVENARIA E OUTROS SISTEMAS DE VEDAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I ALVENARIA E OUTROS SISTEMAS DE VEDAÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I SISTEMAS DE VEDAÇÃO VERTICAL SISTEMA DE VEDAÇÃO Um subsistema

Leia mais

ESCADAS DESMONTÁVEIS

ESCADAS DESMONTÁVEIS ESCADAS DESMONTÁVEIS ESCADAS DESMONTÁVEIS anos de GARANTIA nas escadas Fakro dispőe de uma ampla gama de escadas fabricadas em diferentes materiais. As escadas de madeira estăo disponíveis em dois, três

Leia mais

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS INTRODUÇÃO Os gabinetes de ventilação da linha são equipados com ventiladores de pás curvadas para frente (tipo "sirocco"), de dupla aspiração

Leia mais

MANUAL - POLICARBONATO POLICARBONATO CHAPAS E TELHAS TELEVENDAS. SÃO PAULO: +55 11 3871 7888 CAMPINAS: +55 19 3772 7200 www.vick.com.

MANUAL - POLICARBONATO POLICARBONATO CHAPAS E TELHAS TELEVENDAS. SÃO PAULO: +55 11 3871 7888 CAMPINAS: +55 19 3772 7200 www.vick.com. MANUAL POLICARBONATO POLICARBONATO CHAPAS E TELHAS TELEVENDAS SÃO PAULO: +55 11 3871 7888 CAMPINAS: +55 19 3772 7200 wwwvickcombr POLICARBONATO COMPACTO O Policarbonato Compacto é muito semelhante ao vidro

Leia mais

CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS CLT

CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS CLT SOLUÇÕES EFICIENTES PARA A ARQUITECTURA E CONSTRUÇÃO CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS CLT PORTO, JUNHO 2015 ÁREAS DE ACTUAÇÃO: SOLUÇÕES DE ENGENHARIA CERTIFICAÇÃO VERTENTES PRINCIPAIS: INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PARCERIA

Leia mais

ALVENARIA ESTRUTURAL: DISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO II PROF.: JAQUELINE PÉRTILE

ALVENARIA ESTRUTURAL: DISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO II PROF.: JAQUELINE PÉRTILE ALVENARIA ESTRUTURAL: BLOCOS DE CONCRETO DISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO II PROF.: JAQUELINE PÉRTILE O uso de alvenaria como sistema estrutural já vem sendo usado a centenas de anos, desde as grandes

Leia mais

SISTEMA CONSTRUTIVO EM WOOD FRAME FICHA CATALOGRÁFICA-21 DATA: OUTUBRO/2012.

SISTEMA CONSTRUTIVO EM WOOD FRAME FICHA CATALOGRÁFICA-21 DATA: OUTUBRO/2012. Tecnologias, sistemas construtivos e tipologias para habitações de interesse social em reassentamentos. SISTEMA CONSTRUTIVO EM WOOD FRAME FICHA CATALOGRÁFICA-21 DATA: OUTUBRO/2012. Tecnologias, sistemas

Leia mais

ANEXO 01. Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall.

ANEXO 01. Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall. ANEXO 01 Sala MEV DW DW B B Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall. 1 Figura 2 Detalhes das portas em drywall. A porta P11, destinada a acesso à

Leia mais

REVESTIMENTO DE GRANITO COM INSERTS METÁLICOS

REVESTIMENTO DE GRANITO COM INSERTS METÁLICOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE MATERIAIS E CONSTRUÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM CONSTRUÇÃO CIVIL REVESTIMENTO DE GRANITO COM INSERTS METÁLICOS MÔNICA DANTAS

Leia mais

CONSTRUÇÃO MODULAR. Rev A 1-7-2011

CONSTRUÇÃO MODULAR. Rev A 1-7-2011 CONSTRUÇÃO MODULAR SM Rev A 1-7-2011 1 A U.E.M. Unidade de Estruturas Metálicas, SA com 15 anos de actividade, inicialmente direccionada para a fabricação e comercialização dos módulos pré-fabricados que,

Leia mais

BRISA20 C a t á l o g o Té c n i c o 2 Conceito: Linha BRISA 20 BRISA20 As esquadrias de Alumínio são muito mais do que apenas uma designação genérica para portas e janelas, são verdadeiras molduras por

Leia mais

Construção do 2º andar sobre a recepção da AEAARP

Construção do 2º andar sobre a recepção da AEAARP Construção do 2º andar sobre a recepção da AEAARP 2ª Semana de Tecnologia da Construção Abril 2011 1 1-) Premissas Construtivas: 1-1) Manutenção do andar existente 1-2) Executar estruturas de apoio independentes

Leia mais

PROJETOS EM ALVENARIA ESTRUTURAL: MODULAÇÃO E COMPATIBILIZAÇÃO

PROJETOS EM ALVENARIA ESTRUTURAL: MODULAÇÃO E COMPATIBILIZAÇÃO PROJETOS EM ALVENARIA ESTRUTURAL: MODULAÇÃO E COMPATIBILIZAÇÃO PRINCIPÍOS BÁSICOS PARA PROJETOS/ MODULAÇÃO E COMPATIBILIZAÇÃO EM ALVENARIA ESTRUTURAL EM BLOCOS DE CONCRETO ARQUITETA NANCI CRUZ MODULAÇÃO

Leia mais

COLECTOR DE MÓDULOS PFM

COLECTOR DE MÓDULOS PFM DESCRIÇÃO DO PRODUTO Colector de módulos Plug & Flow (PFM) A montagem poderá ser efectuada tanto na horizontal como na vertical. Pode adquirir os respectivos sistemas de fixação para a elevação de diferentes

Leia mais

Construção Civil Linha PVC

Construção Civil Linha PVC Construção Civil Linha PVC Correr Abertura de 2 a 6 folhas que se movimentam mediante deslizamento horizontal. De fácil manuseio, podendo ser utilizada com persiana e tela mosquiteira. Permite ventilação

Leia mais

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos Paredes internas Estrutura leve GESSO ACARTONADO Fixado em perfis de chapa de aço galvanizado (esqueleto de guias e montantes) Parede: chapas de gesso em uma ou mais camadas Superfície pronta para o acabamento

Leia mais

INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS

INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CONSTRUÇÃO COM PAINÉIS DE MADEIRA CLT UMA NOVA GERAÇÃO DE EDIFÍCIOS LISBOA, JULHO 2015 SISTEMA CONSTRUTIVO CLT - CONCEITO CARACTERÍSTICAS GERAIS ESTRATOS ORTOGONAIS

Leia mais

Placostil - Wall Paredes

Placostil - Wall Paredes 0 0 Placostil - Wall Paredes Conceitos Sistema Placostil Wall Paredes É um sistema de paredes de vedações internas constituídas por uma estrutura metálica de chapa de aço galvanizado, sobre a qual se aparafusam,

Leia mais

Sobreposição das telhas: Verifique se as sobreposições laterais e longitudinais estão seguindo as especificações do Manual de Instalação.

Sobreposição das telhas: Verifique se as sobreposições laterais e longitudinais estão seguindo as especificações do Manual de Instalação. RECEITA PRÁTICA PARA UMA BOA INSTALAÇÃO Madeiramento: Verifique se os ripões ou sarrafos foram bem fixados e distribuídos sobre os caibros com o espaçamento correto para o assentamento e fixação das telhas

Leia mais

Aula 7 : Desenho de Ventilação

Aula 7 : Desenho de Ventilação Aula 7 : Desenho de Ventilação Definições: NBR 10821:2001, Caixilho para edificação: Janela Caixilho, geralmente envidraçado, destinado a preencher um vão, em fachadas ou não. Entre outras, sua finalidade

Leia mais

Sistemas Estruturais para Mezaninos

Sistemas Estruturais para Mezaninos Sistemas Estruturais para Mezaninos Concepção Estrutural Alexandre Landesmann FAU-UFRJ UFRJ AMA & PIN Prof Alexandre Landesmann FAU/UFRJ 27/03/2007 1 Funções... Suportar e conduzir as ações a verticais

Leia mais

Componentes para telhas Brasilit

Componentes para telhas Brasilit Componentes para telhas Brasilit Selamax Selante Selante elástico para elástico colagem para e vedação colagem e vedação SolarMaxxi Manta impermeável, térmica e acústica LitFoil e LitFoil Plus Mantas térmicas

Leia mais

Shaping a lighter future. Manual de Montagem e Instalação

Shaping a lighter future. Manual de Montagem e Instalação Shaping a lighter future Manual de Montagem e Instalação Índice Geral Características Componentes Montagem 4 7 10 Características Perfis extrudados de alumínio Parafusos, porcas, arruelas e rebites Comprimento

Leia mais

Subsistemas construtivos e componentes caracterizados por ensaios e avaliações segundo os requisitos da norma de desempenho ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO

Subsistemas construtivos e componentes caracterizados por ensaios e avaliações segundo os requisitos da norma de desempenho ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO 18/junho/2015 Caesar Business Faria Lima São Paulo, SP Subsistemas construtivos e componentes caracterizados por ensaios e avaliações segundo os requisitos da norma de desempenho ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO

Leia mais

Feita de isopor Construir 370 m2 em seis meses sem estourar o orçamento nem gerar entulho: valeu investir na casa

Feita de isopor Construir 370 m2 em seis meses sem estourar o orçamento nem gerar entulho: valeu investir na casa Feita de isopor Construir 370 m2 em seis meses sem estourar o orçamento nem gerar entulho: valeu investir na casa Será que é resistente? Aceita qualquer revestimento? E se molhar? Esse mar de dúvidas invade

Leia mais

SISTEMA CONSTRUTIVO EM PAREDES DE CONCRETO:

SISTEMA CONSTRUTIVO EM PAREDES DE CONCRETO: SISTEMA CONSTRUTIVO EM PAREDES DE CONCRETO: Adequações frente às s normas de desempenho. Marcelo Moacyr Diretor de Engenharia, Construção e Relacionamento 1 Escolha do Sistema Construtivo 2 Avaliações

Leia mais

Construção e montagem

Construção e montagem Construção e montagem Paredes com estrutura metálica W11 Construção A paredes consistem de uma estrutura metálica revestida com uma mais s de gesso, aparafusadas de ambos os lados. A estrutura metálica

Leia mais

CONSTRUÇÃO RÁPIDA LEVE E FORTE CONSTRUÇÃO MODULAR CONFORTO E QUALIDADE A CONSTRUÇÃO E SOLUÇÃO PERFEITAS AIRCRETE SISTEMA DE CONSTRUÇÃO

CONSTRUÇÃO RÁPIDA LEVE E FORTE CONSTRUÇÃO MODULAR CONFORTO E QUALIDADE A CONSTRUÇÃO E SOLUÇÃO PERFEITAS AIRCRETE SISTEMA DE CONSTRUÇÃO CONSTRUÇÃO RÁPIDA LEVE E FORTE CONSTRUÇÃO MODULAR CONFORTO E QUALIDADE A CONSTRUÇÃO E SOLUÇÃO PERFEITAS AIRCRETE SISTEMA DE CONSTRUÇÃO AIRCRETE SOLUÇÃO DE CONSTRUÇÃO DE CASAS O Concreto Celular Autoclavado

Leia mais

Telhas GraviColor. Beleza e modernidade para o seu projeto.

Telhas GraviColor. Beleza e modernidade para o seu projeto. Telhas GraviColor Telhas e Tijolos www.telhado.com Beleza e modernidade para o seu projeto. Telhas GraviColor Estilo, inovação e qualidade. As Telhas GraviColor chegam ao mercado trazendo o rústico com

Leia mais

Telhas Térmicas Dânica

Telhas Térmicas Dânica Telhas Térmicas Dânica O melhor recheio. A melhor economia. CONCRETO? CERÂMICA? PVC? A inovadora telha térmica de aço As telhas térmicas TermoHouse da Dânica aliam tecnologia e estilo colonial a favor

Leia mais

Bucha BNK. Bucha Universal. Código da Linha - 740. Código da Linha - 739 TABELA DE PREÇOS. Dimensões (mm) Preço bruto por cento em Real

Bucha BNK. Bucha Universal. Código da Linha - 740. Código da Linha - 739 TABELA DE PREÇOS. Dimensões (mm) Preço bruto por cento em Real Bucha BNK da Linha - 7 TABELA DE PREÇOS (d nom ) (h ) ø 70-3 29,97 730-7 55 3,7 7-5 0 5 0 77,2 Aplicação: Instalacões gerais em concreto, concreto celular, gesso, pedras calcárias, todos os materiais de

Leia mais

Placostil - Ceiling Forros

Placostil - Ceiling Forros 00 ÍNDICE Placostil - Ceiling Forros Especificação Etapas do Sistema de Forro. Especificação Critérios de escolha do sistema Conheça o uso do ambiente projetado Ambiente que necessita de tratamento acústico

Leia mais

DuPont Surfaces SUPERFÍCIES SÓLIDAS DUPONT CORIAN INSTALAÇÃO DE SUPERFÍCIES EM INTERIOES DE AMBIENTES COMERCIAIS BOLETIM TÉCNICO INTRODUÇÃO

DuPont Surfaces SUPERFÍCIES SÓLIDAS DUPONT CORIAN INSTALAÇÃO DE SUPERFÍCIES EM INTERIOES DE AMBIENTES COMERCIAIS BOLETIM TÉCNICO INTRODUÇÃO DuPont Surfaces SUPERFÍCIES SÓLIDAS DUPONT CORIAN INSTALAÇÃO DE SUPERFÍCIES EM INTERIOES BOLETIM TÉCNICO SUMÁRIO PÁGINA SEÇÃO 3 A. Adesivo de silicone 4 B. Limites da extensão das paredes INTRODUÇÃO Este

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA maio/2006 1 de 5 VIDROS DIRETORIA DE ENGENHARIA. Edificações. Vidros. PR 010979/18/DE/2006 ET-DE-K00/015

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA maio/2006 1 de 5 VIDROS DIRETORIA DE ENGENHARIA. Edificações. Vidros. PR 010979/18/DE/2006 ET-DE-K00/015 ESPECIFICÇÃO TÉCNIC maio/2006 1 de 5 TÍTULO VIDROS ÓRGÃO DIRETORI DE ENGENHRI PLVRS-CHVE Edificações. Vidros. PROVÇÃO PROCESSO PR 010979/18/DE/2006 DOCUMENTOS DE REFERÊNCI SEP Secretaria de Estado da dministração

Leia mais

Bairro Novo: Sistema Construtivo em Paredes de Concreto.

Bairro Novo: Sistema Construtivo em Paredes de Concreto. Bairro Novo: Sistema Construtivo em Paredes de Concreto. 1 Escolha do Sistema Construtivo Sistema construtivo com foco nas seguintes características: Alta produtividade Baixo custo de construção Redução

Leia mais

Sistema de Fachada Knauf Aquapanel. Fachadas Knauf Aquapanel 10 / 2015

Sistema de Fachada Knauf Aquapanel. Fachadas Knauf Aquapanel 10 / 2015 DW Logistcs - Curitiba / PR Projeto Arquitetônico: Logi Arquitetura Construtora: Project Construções Instalação: Bassani Fachadas Knauf Aquapanel 10 / 2015 Sistema de Fachada Knauf Aquapanel Allianz Arena

Leia mais

ESQUADRIAS Resumo da aula

ESQUADRIAS Resumo da aula ESQUADRIAS Resumo da aula Os vãos têm como funções a vedação e a comunicação dos ambientes internos e externos do edifício. Ambos necessitam de obras e serviços, executadas com materiais, segundo determinadas

Leia mais

ISOLAMENTO ACÚSTICO DAS VEDAÇÕES VERTICAIS EXTERNAS. Como escolher a esquadria da sua obra e atender a NBR 15.575

ISOLAMENTO ACÚSTICO DAS VEDAÇÕES VERTICAIS EXTERNAS. Como escolher a esquadria da sua obra e atender a NBR 15.575 ISOLAMENTO ACÚSTICO DAS VEDAÇÕES VERTICAIS EXTERNAS Como escolher a esquadria da sua obra e atender a NBR 15.575 Em julho de 2013 entrou definitivamente em vigor a NBR 15.575, a norma de desempenho de

Leia mais

Manual de instalação DuPont TM Tyvek Home Wrap e acessórios.

Manual de instalação DuPont TM Tyvek Home Wrap e acessórios. Manual de instalação DuPont TM Tyvek Home Wrap e acessórios. 2 O que é Tyvek? -Não tecido de polietileno de alta densidade. -Diferentemente de um tecido não possui trama e urdume. -Essa configuração dá

Leia mais

Exposição módulo PISO CENO

Exposição módulo PISO CENO Exposição módulo PISO CENO DESCRITIVO DO CADERNO DE DESENHO 01 Página1 PISO CENO DESCRITIVO DE PROJETO para Exposição Inaugural sobre Miçangas e Adornos Indígenas OUTUBRO. 2013 MUSEU DO ÍNDIO - Fundação

Leia mais

Elementos para Construção Translúcida

Elementos para Construção Translúcida Elementos para Construção Translúcida TRANSLUCENT BUILDING ELEMENTS Painéis Multi-Funções Termopainéis U- Painéis Elementos Translúcidos Espessuras e dimensões disponíveis 25-4 1.4-1.7 W/m 2 K aprox. 3.4

Leia mais

Todos os elementos são montados sobre rodas e retraem-se uns dentro dos outros. Por isso o funcionamento é muito flexível.

Todos os elementos são montados sobre rodas e retraem-se uns dentro dos outros. Por isso o funcionamento é muito flexível. Índice 1 Modelos... 2 2 Detalhes Técnicos... 11 3 Materiais Utilizados... 17 4 Principais Benefícios... 17 5 Segurança... 18 6 10 Boas Razões para escolher CZN-Coberturas Telescópicas... 18 7 CZN-Coberturas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PAT.

MANUAL DE INSTRUÇÕES PAT. MANUAL DE INSTUÇÕES NP do Brasil Este manual tem por definição, orientá-lo na utilização do perfil ALUAPID para manufatura de letras e formatos na área de comunicação visual. O QUE É ALUAPID? Perfil de

Leia mais

Sistemas da edificação Aplicação na prática

Sistemas da edificação Aplicação na prática 1 Vantagens Alta produtividade com equipes otimizadas; Redução de desperdícios e obra limpa; Facilidade de gerenciamento e padronização da obra; Elevada durabilidade; Facilidade de limpeza e conservação;

Leia mais

ETERMAX. www.eternit.com.br. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.

ETERMAX. www.eternit.com.br. Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel. ETERMAX www.eternit.com.br Eternit S.A. - R. Dr. Fernandes Coelho, 85-8º and. - São Paulo - SP - CEP 05423-040 - Tel.: (11) 3038-3838 Qualidade aliada à versatilidade Atende às mais variadas soluções arquitetônicas,

Leia mais

Execução de projetos com vista à impermeabilização

Execução de projetos com vista à impermeabilização Execução de projetos com vista à impermeabilização O arquiteto e o engenheiro, ao realizar um projeto para qualquer tipo de construção, devem preocupar-se com os problemas de impermeabilização já durante

Leia mais

ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO CONCORRENCIA 06/2012 CADERNO 3 - ACÚSTICA

ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO CONCORRENCIA 06/2012 CADERNO 3 - ACÚSTICA 1 DE 5 ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO CONCORRENCIA 06/2012 CADERNO 3 - ACÚSTICA 2 DE 5 CLIENTE CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO OBRA PROJETOS EXECUTIVOS PARA REALOCAÇÃO DE GRUPOS

Leia mais

IFSC - Campus São José Área de Refrigeração e Ar Condicionado Prof. Gilson Desenvolvimento de Chapas

IFSC - Campus São José Área de Refrigeração e Ar Condicionado Prof. Gilson Desenvolvimento de Chapas DESENVOLVIMENTO DE CHAPAS É o processo empregado para transformar em superfície plana, peças, reservatórios, uniões de tubulações e de dutos, normalmente feitos em chapas, razão pela qual este processo

Leia mais

/estudo preliminar pesquisa de materialidades: o steel framing e seus componentes

/estudo preliminar pesquisa de materialidades: o steel framing e seus componentes /estudo preliminar pesquisa de materialidades: o steel framing e seus componentes Gustavo Alves Rocha Zago Izabela Dalla Libera O Light Steel Framing (LSF) é um sistema construtivo de concepção racional

Leia mais

Telhas Térmicas Dânica

Telhas Térmicas Dânica Telhas Térmicas Dânica O melhor recheio. A melhor economia. CONCRETO? CERÂMICA? PVC? A inovadora telha térmica de aço As telhas térmicas TermoHouse da Dânica aliam tecnologia e estilo colonial a favor

Leia mais

3 Medidas, Proporções e Cortes

3 Medidas, Proporções e Cortes 3 Medidas, Proporções e Cortes 3.1 Garagens A Figura 3.1 apresenta algumas dimensões que podem ser usadas para projetos de garagens. Em geral, para projetos residenciais, podem-se usar as dimensões de

Leia mais

PLANILHA DE SERVIÇOS GERAIS DE OBRA

PLANILHA DE SERVIÇOS GERAIS DE OBRA 1 PRELIMINARES 1.1 Instalações do canteiro de obra vb 1,00 5.000,00 5.000,00 90,09 1.2 Placa de obra 2,00m x 3,00m, conforme orietações da administração vb 1,00 550,00 550,00 9,91 SUB TOTAL PRELIMINARES

Leia mais

APRESENTAÇÃO SG - V02-04/13

APRESENTAÇÃO SG - V02-04/13 APRESENTAÇÃO ÍNDICE GERAL 1 TIPOLOGIAS PÁG. TI-01 a TI-03 2 NORMAS PÁG. NR-01 a NR-08 3 ENSAIOS PÁG. EN-01 a EN-03 4 PERFIS PÁG. PE-01 a PE-15 5 COMPONENTES PÁG. CO-01 a CO-23 6 DETALHES CONSTRUTIVOS PÁG.

Leia mais

PISOS ELEVADOS. Pisos Elevados

PISOS ELEVADOS. Pisos Elevados 1 Sistema de Piso Elevado DataFloor Durabilidade e flexibilidade Branco Mesclado O sistema de piso elevado DataFloor foi desenvolvido para proporcionar máxima flexibilidade no uso do espaço em ambientes

Leia mais