iup25k Concurso de Ideias de Negócio da Universidade do Porto

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "iup25k Concurso de Ideias de Negócio da Universidade do Porto"

Transcrição

1 iup25k Concurso de Ideias de Negócio da Universidade do Porto REGULAMENTO Preâmbulo A Universidade do Porto tem vindo a desenvolver esforços para fomentar o empreendedorismo, criando para tal estruturas que incentivam e apoiam os empreendedores, e assegurando vantagens aos que decidem valorizar económica e socialmente o conhecimento gerado no contexto da Universidade. O iup25k - Concurso de Ideias de Negócio da Universidade do Porto é um instrumento de sensibilização para o empreendedorismo e criação de novas empresas que tenham por base processos de exploração de conhecimento e inovação. No ano de 2013, 4ª edição do iup25k, a Universidade do Porto (U.Porto) é representada pela Universidade do Porto Inovação (UPIN), pelo Clube de Empreendedorismo (CEdUP), assim como pela Startup Buzz, doravante denominados neste regulamento por Organização. Artigo 1º Objectivos São objetivos do Concurso de Ideias de Negócio da Universidade do Porto: a) Estimular o empreendedorismo qualificado e inovador junto da comunidade académica; b) Facilitar a geração de ideias de negócio inovadoras em qualquer domínio científico, tecnológico ou social, identificando e premiando aquelas que se destaquem pelo seu arrojo e criatividade, sobretudo quando colocadas ao serviço de um projeto empreendedor; c) Apoiar a concretização de ideias com forte potencial de negócio através da facilitação do acesso a financiamento adequado, assim como a parcerias de negócio estratégicas; d) Gerar oportunidades de aprendizagem sobre o processo de inovação e comercialização de tecnologia; e) Promover a multidisciplinaridade, fomentando a partilha de experiências e a criação de sinergias para o desenvolvimento e comercialização de tecnologias; 1

2 f) Promover a divulgação institucional da U.Porto. Artigo 2º Elegibilidade 1. São admitidos ao Concurso iup25k pessoas singulares, maiores de 18 anos, que sejam alunos ou alumni da U.Porto, de cursos de graduação e pós- graduação, de qualquer nacionalidade, concorrendo individualmente ou em equipa até a um máximo de 4 (quatro) elementos, sem prejuízo do número seguinte. 2. O iup25k permite a candidatura em equipa bastando para tal que sejam compostas por pelo menos 1 (um) estudante ou Alumni da U.Porto, de cursos de graduação e/ou pós- graduação, que deverá ser o promotor principal ou líder da candidatura. 3. As candidaturas admitidas ao iup25k deverão propor uma ideia para o desenvolvimento de um novo produto e/ou serviço que se afigure inovador e distinto, e com manifesto elevado potencial para desenvolvimento e valorização económica e social. 4. As ideias concorrentes deverão ser originais, sendo os seus proponentes responsáveis, em todos os termos legais, pela sua autoria. 5. É vedada a inscrição de projetos ou negócios que sejam provenientes de empresas, associações ou outras entidades que tenham sido legalmente constituídas antes do período de candidatura. 6. Estão excluídos da participação no Concurso familiares em linha direta dos membros do Júri, da Organização e/ou painel de peritos de avaliação das Ideias de Negócio submetidas ao Concurso. 7. Não são elegíveis candidaturas submetidas após a data limite estipulada pelo Edital do Concurso. Artigo 3º BUZZ Social Business Arena 1. O programa BUZZ Social Business Arena oferece uma competição especial ligada ao iup25k, que é exclusivamente dedicada aos negócios de Empreendedorismo Social. 2. Podem candidatar- se ao BUZZ Social Business Arena: a) as ideias a concurso ao IUP25K, individualmente ou em equipa, desde que se enquadrem na temática de empreendedorismo social e cumpram as condições de elegibilidade estipuladas no artigo2º. Para efeitos de candidatura ao BUZZ Social Business Arena devem apenas assinalar no formulário de candidatura ao iup25k a intenção de participar neste programa. 2

3 b) pessoas singulares, maiores de 18 anos, que sejam alunos ou alumni da U.Porto, de cursos de graduação e pós- graduação, de qualquer nacionalidade, que pretendam integrar equipas de trabalho, através das quais possam criar e desenvolver novas ideias com outros elementos que integrarão o BUZZ Social Business Arena. Nesta modalidade não é obrigatória a submissão do vídeo da ideia sendo necessário o preenchimento do formulário BUZZ Social Business Arena, disponível no website do Concurso em: 3. Serão atribuídos 2 (dois) prémios a ideias de negócio apresentadas no BUZZ Social Business Arena, nomeadamente: - Prémio BUZZ Social Business Arena, a atribuir ao vencedor selecionado pelo Júri do BUZZ Social Business Arena. - Prémio do Público, prémio que advirá de uma votação feita pela plateia que assistirá ao Elevator Pitch Final de apresentação das ideias do BUZZ Social Business Arena. 4. No âmbito do BUZZ serão selecionadas 10 ideias finalistas de acordo com os critérios listados no Anexo 1. Juntar- se- ão às ideias finalistas 10 elementos selecionados a partir das candidaturas individuais, de acordo com os critérios listados no anexo 1. Estas candidaturas individuais vão integrar as equipas de trabalho no evento BUZZ Social Business Arena. Em conjunto, e durante 3 dias, os participantes vão preparar o seu Action Business Plan e um Elevator Pitch. As datas das fases de candidatura e de seleção podem ser consultadas no edital do concurso. 5. Para além do prémio atribuído no âmbito do BUZZ Social Business Arena, a equipa apurada como vencedora junta- se, na fase final do iup25k, às restantes nove equipas, disputando, em pé de igualdade, os 4 prémios da competição geral. Artigo 4º Etapas do Concurso 1. Os concorrentes admitidos serão selecionados através de três etapas de avaliação, a saber: a) Etapa Geral, constituída por um painel de peritos, que selecionará as 25 (vinte e cinco) candidaturas, a avançar para a Etapa Intermédia, mediante avaliação de um vídeo e do formulário de candidatura submetidos a concurso. Os critérios de avaliação da Etapa Geral, a observar pelos peritos, encontram- se descritos no Anexo I do presente regulamento. b) Etapa Intermédia, constituída por um painel de peritos, que selecionará as 9 (nove) candidaturas a avançar para a Etapa Final, mediante avaliação de uma apresentação presencial em formato de Elevator Pitch, com a duração máxima de 5 minutos, a realizar junto do júri, e de documento de suporte sobre a ideia denominado por Action Business Plan. O formulário para preenchimento do 3

4 Action Business Plan está disponível no website do Concurso em: Os critérios de avaliação da Etapa Intermédia, a observar pelos peritos, encontram- se descritos no Anexo I do presente regulamento. As 9 (nove) equipas pré- selecionadas pelo painel de peritos na Etapa Intermédia, mais a equipa vencedora do BUZZ Social Business Arena - apurada de acordo com o nº 4 do artigo 3º - juntar- se- ão na final, competindo pelos prémios na sessão oficial do iup25k, que corresponde à Etapa Final do Concurso. c) Etapa Final, constituída pela sessão oficial iup25k, aberta ao público, onde o júri do concurso, presidido por um membro da U.Porto, decidirá o vencedor do iup25k bem como os vencedores do 2º (segundo) e 3º (terceiro) prémios. Os critérios de avaliação da Etapa Final, a observar pelo júri, encontram- se descritos no Anexo I do presente regulamento. No decurso da sessão oficial iup25k, o público presente decidirá por votação, no local de realização da final do concurso, de entre as 10 equipas finalistas (incluindo a vencedora do BUZZ Social Business Arena), a vencedora do Prémio do Público. Cada elemento do público presente apenas poderá votar uma vez na ideia da sua preferência. Artigo 5º Júri e Peritos 1. O painel de peritos e os elementos do júri serão escolhidos pela Organização. 2. O painel de peritos avaliará as candidaturas conforme descrito no artigo 7º do presente regulamento. 3. No decurso da sessão oficial iup25k, o júri decidirá de entre as 10 candidaturas quais as vencedoras e tornará essa decisão pública. 4. Das decisões dos peritos e do júri não cabe recurso. Artigo 6º Formalização da candidatura 1. A formalização da candidatura implica a preparação de informação a submeter a Concurso, de acordo com as indicações constantes na página internet do mesmo, em e que incluem as seguintes peças: a) Formulário de candidatura onde deverá constar informação sobre: 4

5 i. Identificação e descrição da ideia; ii. Identificação dos promotores; iii. Aceitação do termo de compromisso do Concurso b) Vídeo de apresentação da ideia, em formato livre, com a duração máxima de 3 (três) minutos. O vídeo produzido pelos concorrentes, e a incluir na candidatura, deverá ser submetido a concurso de acordo com as instruções designadas no Edital do Concurso, disponível em c) As 25 (vinte e cinco) candidaturas selecionadas para avançar para a Etapa Intermédia devem preparar uma apresentação, com um máximo de 5 minutos, em formato Elevator Pitch, bem como preencher e enviar o formulário designado por Action Business Plan, que se encontra disponível no website do Concurso. O Action Business Plan deve ser enviado para o endereço de e- mail: d) No caso do BUZZ Social Business Arena, a entrega do Action Business Plan é feita ao júri do concurso antes do Elevator Pitch Final, no último dia do evento, a 19 de Maio. 2. A Organização do Concurso reserva para si o direito de solicitar aos concorrentes esclarecimentos complementares para aferir a elegibilidade das candidaturas. 3. O período para apresentação de candidaturas será publicado no Edital do Concurso disponível em: Artigo 7º Avaliação das candidaturas 1. As candidaturas a concurso serão analisadas pela Organização no sentido de apurar a elegibilidade das mesmas de acordo com os parâmetros definidos no Artigo 2º. 2. A avaliação das candidaturas elegíveis cumprirá as etapas descritas no Artigo 4º. 3. Cada candidatura será avaliada por um painel de peritos, nas etapas Geral e Intermédia. Os membros desse painel de peritos atribuirão a cada candidatura, e para cada um dos critérios mencionados, nota de 0 (zero) a 20 (vinte) pontos, de acordo com a grelha de avaliação e critérios de ponderação que constam em documento que se junta como Anexo I ao presente regulamento, dele fazendo parte integrante. 4. Na Etapa Geral, o painel de peritos avaliará a ideia a concurso, composta pelo Vídeo e formulário de candidatura. No caso das equipas que integrarem o BUZZ Social Business Arena, um painel de peritos a constituir para este programa, e a definir pela Organização, avaliará as equipas candidatas ao programa e apurará as 10 finalistas do BUZZ Social Business Arena, de acordo com os critérios que constam do Anexo 1. Na mesma fase, o painel de peritos vai ainda avaliar as candidaturas de pessoas singulares, que pretendem integrar as equipas de trabalho selecionadas para o BUZZ Social Business Arena. Os 5

6 critérios de avaliação destes candidatos implicam a análise das suas competências académicas e profissionais, assim como a motivação demonstrada para participar no BUZZ Social Business Arena, de acordo com a grelha de avaliação e critérios de ponderação que constam em documento que se junta como Anexo I ao presente regulamento. 5. Na Etapa Intermédia o painel de peritos avaliará a ideia, de acordo com os termos de avaliação que incluem a apreciação do Elevator Pitch e do Action Business Plan, a serem submetidos pelo(s) promotor(es) dentro do prazo indicado no edital do Concurso. 6. No BUZZ Social Business Arena, a etapa intermédia que no âmbito deste programa, corresponde à etapa final decorre de 17 a 19 de Maio. A avaliação inclui a apreciação do Elevator Pitch e do Action Business Plan, a serem apresentados ao júri e à Organização do BUZZ Social Business Arena. 7. O(s) promotor(es) das ideias farão uma apresentação do respetivo projeto ao painel de peritos, em português ou inglês, devendo para tal realizá- la num período não superior a 5 (cinco) minutos, em formato elevator- pitch, podendo os concorrentes usar equipamento de projeção multimédia, que estará disponível no local. 8. O Action Business Plan e a apresentação em modo Elevator Pitch serão avaliados de acordo com a informação constante no Anexo 1 do presente regulamento. A não entrega do Action Business Plan e/ou a não comparência na sessão do Elevator Pitch acarreta a desclassificação das equipas participantes. 9. Em caso de empate a Organização indicará 1 (um) perito para proceder ao desempate, observando para o efeito os critérios de avaliação identificados no Anexo I deste regulamento. 10. As 9 (nove) equipas finalistas da etapa geral do iup25k, apuradas na Etapa Final, participam, antes da Sessão Oficial, no programa Pitch Me UP, em data a anunciar no edital do concurso. A participação das ideias nesta iniciativa é obrigatória, sob pena de exclusão. 11. No âmbito da sessão oficial iup25k, 9 (nove) equipas finalistas da etapa geral do iup25k mais 1 (uma) equipa vencedora do BUZZ Social Business Arena farão uma apresentação em formato Elevator Pitch do respetivo projeto ao Júri. A apresentação pode ser feita em português ou inglês, não devendo exceder 5 (cinco) minutos. Serão adicionados 3 (três) minutos para perguntas por parte do painel de jurados. Os concorrentes poderão usar equipamento de projeção multimédia, que estará disponível no local. 12. Os critérios de avaliação a usar pelo júri serão os que constam da tabela incluída no Anexo I deste regulamento. 13. Em caso de empate, a decisão sobre a classificação das ideias caberá ao presidente do Júri. 14. O público poderá votar na ideia preferida para efeitos de atribuição do Prémio do Público. A votação ocorrerá presencialmente, durante a Sessão iup25k, através da entrega de um documento de voto à Organização. 6

7 Artigo 8º Prémios 1. Serão atribuídos os seguintes prémios aos vencedores do iup25k: a. Prémio iup25k, a atribuir à ideia vencedora do Concurso: Prémio no valor de , pecuniário e em serviços de incubação e mentoring; b. 2ª Prémio iup25k Prémio monetário no valor de 5.000, em serviços de incubação e mentoring c. 3º Prémio iup25k Prémio monetário no valor de 5.000, em serviços de incubação e mentoring. d. Prémio Do Público : Menção honrosa. 2. Serão atribuídos os seguintes prémios aos vencedores do BUZZ Social Business Arena de acordo com informações a publicar no website deste programa. 3. Os prémios devem ser aplicados na concretização das ideias de negócio e usufruídos durante o ano civil do Concurso, sob pena de perda dos respetivos prémios. Artigo 9º Divulgação dos resultados Na sessão oficial do iup25k estarão presentes investidores selecionados e convidados pela Organização. Aos investidores serão disponibilizadas informações de carácter geral sobre as ideias concorrentes, assim como sobre os respetivos promotores. A Organização é livre de efetuar a exibição de todos os vídeos submetidos durante o processo de candidatura, e durante as fases de avaliação das ideias, em qualquer meio. O Concurso e os vencedores das várias categorias serão alvo de divulgação através de diversos meios de comunicação social. Artigo 10º Disposições gerais 1. A participação no Concurso iup25k implica a aceitação integral deste regulamento e do respetivo Edital do Concurso. 7

8 2. Caberá exclusivamente aos concorrentes assegurar a proteção legal das ideias de negócios apresentadas no Concurso, competindo aos mesmos recorrer às figuras legais que reputem de adequadas. 3. A Organização do iup25k reserva- se o direito de, por motivos de força maior, modificar o presente regulamento, 4. O presente Concurso poderá ser extinto por decisão da Reitoria da U.Porto. 8

9 Anexo I Os peritos e o júri avaliarão as ideias de negócio concorrentes de acordo com os seguintes critérios e pontuação: Etapa Geral, Etapa Intermédia e BUZZ Social Business Arena Critérios do painel de peritos Pontuação Ponderação Grau de inovação e originalidade (0-20) 20% Como responde a um problema/necessidade existente (0-20) 25% Viabilidade comercial (concretização em produtos/serviços) (0-20) 15% Potencial de crescimento e internacionalização (0-20) 15% Capacidade de execução - adequação dos recursos humanos (0-20) 25% Etapa Geral Candidaturas de pessoas singulares - BUZZ Social Business Arena Critérios do painel de peritos Pontuação Ponderação Competências profissionais (0-20) 30% Competências académicas (0-20) 30% Motivação demonstrada (0-20) 40% Etapa Final Sessão iup25k Critérios júri Pontuação Ponderação Da ideia Grau de inovação e originalidade (0-20) 15% Como responde a um problema/necessidade existente (0-20) 15% Viabilidade comercial (concretização em produtos/serviços) (0-20) 15% Potencial de crescimento e internacionalização (0-20) 15% Do(s) Promotor(es) Competências chave (0-20) 10% Capacidade de execução - adequação dos recursos humanos (0-20) 20% Qualidade da apresentação (0-20) 10% 9

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS Artigos: 1º OBJECTIVOS São objectivos do Concurso : a) Estimular o empreendedorismo qualificado e inovador junto da comunidade empresarial e académica da região Norte, Centro

Leia mais

«atrevo.me 13» concurso de ideias de negócio. REGULAMENTO Preâmbulo

«atrevo.me 13» concurso de ideias de negócio. REGULAMENTO Preâmbulo «atrevo.me 13» concurso de ideias de negócio REGULAMENTO Preâmbulo A Universidade de Évora, através da Divisão de Projetos e Informação (SCC-DPI), enquanto parte integrante do Serviço de Ciência e Cooperação,

Leia mais

REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO 2015 PREÂMBULO

REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO 2015 PREÂMBULO REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO 2015 PREÂMBULO No âmbito da sua atividade de promoção do empreendedorismo e da inovação social, e na sequência da Iniciativa Pontes Para o Futuro realizada

Leia mais

REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO PREÂMBULO

REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO PREÂMBULO REGULAMENTO DA INICIATIVA PONTES PARA O FUTURO PREÂMBULO No âmbito da sua atividade de promoção do empreendedorismo e da inovação social, a Fundação Porto Social em parceria com a ESLider, promove a iniciativa

Leia mais

Concurso Natal Empreendedor 2013 NATAL EMPREENDEDOR 2013. Concurso. Ideias & Empreendedorismo. Prémio Avaliado em 5 000,00

Concurso Natal Empreendedor 2013 NATAL EMPREENDEDOR 2013. Concurso. Ideias & Empreendedorismo. Prémio Avaliado em 5 000,00 NATAL EMPREENDEDOR 2013 Concurso Ideias & Empreendedorismo Prémio Avaliado em 5 000,00 REGULAMENTO Artigo 1º Enquadramento O presente concurso é promovido pelo Correio de Azeméis, AzFm e Numeroscópio,

Leia mais

PRÉMIO FUNDAÇÃO ILÍDIO PINHO

PRÉMIO FUNDAÇÃO ILÍDIO PINHO PRÉMIO «CIÊNCIA NA ESCOLA» REGULAMENTO DO PRÉMIO 11ª Edição 2013/14 Página 1 de 7 REGULAMENTO DO PRÉMIO "CIÊNCIA NA ESCOLA CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º 1. A Fundação Ilídio Pinho, o Ministério

Leia mais

Concurso de Ideias de Empreendedorismo Social Hurry Up!

Concurso de Ideias de Empreendedorismo Social Hurry Up! Concurso de Ideias de Empreendedorismo Social Hurry Up! Regulamento da 4ª Edição do Concurso de Ideias de Empreendedorismo Social Preâmbulo O presente concurso é uma iniciativa da Freguesia de Paranhos,

Leia mais

Regulamento POPs, Projetos Originais Portugueses

Regulamento POPs, Projetos Originais Portugueses Regulamento POPs, Projetos Originais Portugueses 1. Enquadramento e Objetivos A Fundação de Serralves é uma instituição de utilidade pública que tem como missão sensibilizar o público para a Arte Contemporânea

Leia mais

Regulamento do Concurso de Ideias

Regulamento do Concurso de Ideias Regulamento do Concurso de Ideias 1. Apresentação O Concurso de Ideias e a Conferência Internacional sobre Prevenção e Controlo do Tabagismo, que vai ter lugar em Lisboa, de 14 a 15 de novembro de 2013,

Leia mais

Prémio Melhor Tese de Inovação e Empreendedorismo 1.ª Edição 2016

Prémio Melhor Tese de Inovação e Empreendedorismo 1.ª Edição 2016 REGULAMENTO ARTIGO 1.º - PROMOTOR Por iniciativa da COTEC Portugal, em parceria com a EVERIS, é instituído o Prémio "Melhor Dissertação de Mestrado nos temas da inovação e do empreendedorismo", doravante

Leia mais

REGULAMENTO. Objetivos Estratégicos do Concurso SITESTAR.PT:

REGULAMENTO. Objetivos Estratégicos do Concurso SITESTAR.PT: REGULAMENTO O Concurso SITESTAR.PT desafia os jovens portugueses, empreendedores e criativos a desenvolver websites e blogs originais com conteúdos em português e sob o domínio.pt. Os espaços digitais

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução REGULAMENTO PROJETO 80 Introdução A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Direção-Geral da Educação (DGE), a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), o Instituto Português do Desporto e

Leia mais

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO A Direcção da Secção Regional de Lisboa da Ordem dos Farmacêuticos, reunida em sessão de 18 de Julho de 2012, deliberou instituir uma Bolsa, destinada a apoiar projectos de investigação e projectos profissionais

Leia mais

Concurso. Regulamento

Concurso. Regulamento Concurso Regulamento Depois do sucesso da 1ª edição, o Concurso SITESTAR.PT está de regresso para lançar um novo desafio. A DECO e a DNS juntam-se para distinguir os jovens que desenvolvam websites originais

Leia mais

PROGRAMA ESCOLA + Voluntária

PROGRAMA ESCOLA + Voluntária PROGRAMA ESCOLA + Voluntária 1. Apresentação O voluntariado é considerado como uma atividade inerente ao exercício de cidadania que se traduz numa relação solidária para com o próximo, participando de

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução REGULAMENTO PROJETO 80 Introdução A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Direção-Geral da Educação (DGE), a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), o Instituto Português do Desporto e

Leia mais

II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO -

II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO - II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO - Iniciativa de: Com o apoio de: 1. Apresentação O voluntariado é considerado como uma atividade inerente ao exercício de cidadania que se traduz numa relação solidária

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução REGULAMENTO PROJETO 80 Introdução A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Direção Geral de Educação (DGE), o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), a Quercus, e o Green Project Awards (GPA),

Leia mais

Regulamento. Prémio Novos Artistas Fundação EDP 2015

Regulamento. Prémio Novos Artistas Fundação EDP 2015 Regulamento Prémio Novos Artistas Fundação EDP 2015 Considerando que: A. A Fundação EDP é uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, que tem por fins gerais a promoção, o desenvolvimento

Leia mais

Regulamento de acesso à Startup Braga

Regulamento de acesso à Startup Braga Regulamento de acesso à Startup Braga Artigo 1º Âmbito A Startup Braga é uma iniciativa da InvestBraga e localiza- se no Edifício GNRation na Praça Conde Agrolongo, número 123, em Braga. O presente regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÉMIO. CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º

REGULAMENTO DO PRÉMIO. CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º REGULAMENTO DO PRÉMIO CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º 1.A Fundação Ilídio Pinho, o Ministério da Educação e Ciência e Ministério da Economia celebraram um Protocolo com vista à instituição de

Leia mais

Passaporte para o Empreendedorismo

Passaporte para o Empreendedorismo Passaporte para o Empreendedorismo Enquadramento O Passaporte para o Empreendedorismo, em consonância com o «Impulso Jovem», visa através de um conjunto de medidas específicas articuladas entre si, apoiar

Leia mais

PRÉMIO A SUA ENERGIA LIMPA O MELHOR TRABALHO DE FIM DE CURSO

PRÉMIO A SUA ENERGIA LIMPA O MELHOR TRABALHO DE FIM DE CURSO PRÉMIO A SUA ENERGIA LIMPA O MELHOR TRABALHO DE FIM DE CURSO A Cabeólica promove a realização de um concurso que pretende distinguir os melhores trabalhos de fim de curso nas áreas de engenharia e arquitetura

Leia mais

Regulamento do Prémio Rural Criativo

Regulamento do Prémio Rural Criativo Regulamento do Prémio Rural Criativo A Rede Rural Criativa é uma iniciativa de nove associações de desenvolvimento local que desenvolvem a sua Acção na Região do Norte de Portugal que conta com o apoio

Leia mais

Escola de Startups do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) Regulamento do Programa

Escola de Startups do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) Regulamento do Programa Escola de Startups do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) Regulamento do Programa 1 Índice 1. Introdução... 3 2. Critérios de Candidatura... 3 3. Candidatura, Processo e Critérios

Leia mais

2 XII CONGRESSO NACIONAL DE PSICO-ONCOLOGIA 6 A 9 DE OUTUBRO DE 2015 #INTRODUÇÃO

2 XII CONGRESSO NACIONAL DE PSICO-ONCOLOGIA 6 A 9 DE OUTUBRO DE 2015 #INTRODUÇÃO organização SECRETARIADO 2 XII CONGRESSO NACIONAL DE PSICO-ONCOLOGIA 6 A 9 DE OUTUBRO DE 2015 #INTRODUÇÃO A apresentação de trabalhos científicos no XII Congresso Nacional de Psico-Oncologia visa propor

Leia mais

Prémio Banco de Portugal CLAD

Prémio Banco de Portugal CLAD Prémio Banco de Portugal CLAD Regulamento Artigo 1º (Objetivo) 1. O prémio Banco de Portugal CLAD (designado genericamente como Prémio) é promovido por uma parceria entre o Banco de Portugal e a CLAD Associação

Leia mais

DIA DA EUROPA 2013 REGULAMENTO PARA AS ESCOLAS SECUNDÁRIAS E PROFISSIONAIS DA RAA PARTE I INFORMAÇÕES GERAIS

DIA DA EUROPA 2013 REGULAMENTO PARA AS ESCOLAS SECUNDÁRIAS E PROFISSIONAIS DA RAA PARTE I INFORMAÇÕES GERAIS DIA DA EUROPA 2013 REGULAMENTO PARA AS ESCOLAS SECUNDÁRIAS E PROFISSIONAIS DA RAA PARTE I INFORMAÇÕES GERAIS A celebração do Dia da Europa (9 de Maio) na Região Autónoma dos Açores (RAA) organizar-se-á

Leia mais

2015/2016 INTRODUÇÃO

2015/2016 INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO A concepção de um Prémio Distrital da Qualidade surgiu na sequência da experiência e resultados alcançados com o Programa de Modernização Administrativa das Autarquias de Setúbal (PROMAAS),

Leia mais

REGULAMENTO. Ideias de Pedra. Concurso de Ideias Criativas (de negócios, de produto ou serviço) em Pedra Natural

REGULAMENTO. Ideias de Pedra. Concurso de Ideias Criativas (de negócios, de produto ou serviço) em Pedra Natural REGULAMENTO Ideias de Pedra Concurso de Ideias Criativas (de negócios, de produto ou serviço) em Pedra Natural 1. Âmbito O presente regulamento estabelece um conjunto de normas para a realização do Concurso

Leia mais

Regulamento. Foremor

Regulamento. Foremor Regulamento Foremor Preâmbulo O presente projeto decorre de uma candidatura realizada pela MARCA ADL ao programa ERASMUS+, no âmbito da KA1 Learning Mobility for Individuals e está integrada numa iniciativa

Leia mais

Regulamento do Concurso «Criação de um logótipo para a Linha da Criança»

Regulamento do Concurso «Criação de um logótipo para a Linha da Criança» Regulamento do Concurso «Criação de um logótipo para a Linha da Criança» 1. APRESENTAÇÃO O concurso «Criação de um logótipo para a Linha da Criança» (adiante, concurso) visa divulgar a existência da Linha

Leia mais

3. Como podem ser constituídas as equipas dos projetos cooperativos?

3. Como podem ser constituídas as equipas dos projetos cooperativos? FAQ I Finalidade e âmbito do Programa COOPJOVEM 1. O que é o COOPJOVEM? O COOPJOVEM é um programa de apoio ao empreendedorismo cooperativo, destinado a apoiar os jovens NEET na criação de cooperativas,

Leia mais

Departamento do Estudante 2013/2014 REGULAMENTO

Departamento do Estudante 2013/2014 REGULAMENTO O Nortada de ideias é um concurso organizado pela Associação de Estudantes da FEP, em parceria com a Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP), com intuito de juntar todas as organizações de

Leia mais

Escola de Startups do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC)

Escola de Startups do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) Escola de Startups do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) Regulamento do Programa Índice 1. Introdução... 2 2. Critérios de Candidatura... 2 3. Candidatura, Processo e Critérios

Leia mais

Regulamento PAPSummer 2015

Regulamento PAPSummer 2015 Regulamento PAPSummer 2015 Artigo 1º Objectivos do programa, montante e designação das bolsas 1. O programa PAPSummer pretende dar a oportunidade a estudantes portugueses (Estudante) de desenvolver um

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DA ECONOMIA SOCIAL EM MEIO RURAL. Para promover o desenvolvimento local sustentável em meio Rural

CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DA ECONOMIA SOCIAL EM MEIO RURAL. Para promover o desenvolvimento local sustentável em meio Rural CONCURSO DE IDEIAS DE NEGÓCIO DA ECONOMIA SOCIAL EM MEIO RURAL Para promover o desenvolvimento local sustentável em meio Rural MANUAL/REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS 2014/2015 Introdução O concurso de

Leia mais

CONCURSO ENFERMAGEM PRIMEIRO - CIÊNCIA & ARTE

CONCURSO ENFERMAGEM PRIMEIRO - CIÊNCIA & ARTE CONCURSO ENFERMAGEM PRIMEIRO - CIÊNCIA & ARTE O Concurso Enfermagem Primeiro - Ciência & Arte é uma iniciativa do Conselho de Enfermagem Regional da REGULAMENTO DO CONCURSO SECÇÃO I - CIÊNCIA Artigo 1.

Leia mais

Prémio Redes para o Desenvolvimento

Prémio Redes para o Desenvolvimento Prémio Redes para o Desenvolvimento Regulamento 6 de outubro de 2015 www.redesparaodesenvolvimento.org Este Prémio é lançado no âmbito do Projeto Redes para o Desenvolvimento: Educação Global para uma

Leia mais

Metodologia de Atuação da Rede de Mentores

Metodologia de Atuação da Rede de Mentores Metodologia de Atuação da Rede de Mentores (Projeto Mentor - Rede de Apoio ao Empreendedorismo) 1. Processo de Constituição da Rede de Mentores O Conselho Empresarial do Centro CEC/CCIC e a AIMinho, na

Leia mais

CIRCULAR INFORMATIVA

CIRCULAR INFORMATIVA CIRCULAR INFORMATIVA Nº. 46 Data: 2011/11/04 Para conhecimento de: Pessoal docente, discente e não docente ASSUNTO: Regulamento para Atribuição de Bolsa de Doutoramento ESTeSL/IPL Caixa Geral de Depósitos

Leia mais

EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO

EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO Objetivando fomentar a relação entre pesquisa, inovação e empreendedorismo no cenário regional, nacional e internacional,

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO PARTILHA COM ENERGIA 1ª EDIÇÃO

REGULAMENTO PROJETO PARTILHA COM ENERGIA 1ª EDIÇÃO REGULAMENTO PROJETO PARTILHA COM ENERGIA 1ª EDIÇÃO PREÂMBULO A EDP - Gestão da Produção de Energia, S.A., doravante EDP Produção lança a 1.ª edição do projeto Partilha com Energia. Trata-se de um projeto

Leia mais

Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento

Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico Regulamento Considerando que se mostra da maior relevância: a) Reconhecer e premiar a excelência de trabalhos jornalísticos

Leia mais

REGULAMENTO. Selo de Reconhecimento de Práticas e Atos pelo Desperdício Alimentar Zero

REGULAMENTO. Selo de Reconhecimento de Práticas e Atos pelo Desperdício Alimentar Zero REGULAMENTO Selo de Reconhecimento de Práticas e Atos pelo Desperdício Alimentar Zero A Secretaria de Estado da Alimentação e Investigação Agroalimentar, no seguimento do Compromisso Prevenir Desperdício

Leia mais

REGULAMENTO DE PRÉMIO Linka-te aos Outros

REGULAMENTO DE PRÉMIO Linka-te aos Outros REGULAMENTO DE PRÉMIO Linka-te aos Outros 1. Apresentação O presente concurso é uma iniciativa promovida pela, no âmbito do Ano Europeu das Atividades Voluntárias que promovam uma Cidadania Ativa proclamado

Leia mais

ANEXO I REGRAS CONCURSAIS DO PRÉMIO MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO DA CIDADE DE LISBOA

ANEXO I REGRAS CONCURSAIS DO PRÉMIO MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO DA CIDADE DE LISBOA ANEXO I REGRAS CONCURSAIS DO PRÉMIO MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO DA CIDADE DE LISBOA Nota Introdutória A progressiva implementação de boas práticas e o reconhecimento do impacto do voluntariado na sociedade

Leia mais

REGULAMENTO. Concurso de Ideias para Logotipo da Biblioteca Escolar da Escola Básica do 1º Ciclo de Ferrel

REGULAMENTO. Concurso de Ideias para Logotipo da Biblioteca Escolar da Escola Básica do 1º Ciclo de Ferrel REGULAMENTO Concurso de Ideias para Logotipo da Biblioteca Escolar da Escola Básica do 1º Ciclo de Ferrel Agrupamento de Escolas de Atouguia da Baleia Artº1 Objeto 1. O Agrupamento de Escolas é a entidade

Leia mais

REGULAMENTO DA REDE DE PERCEÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS DO PROGRAMA IMPULSO JOVEM. CAPÍTULO I Âmbito de aplicação

REGULAMENTO DA REDE DE PERCEÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS DO PROGRAMA IMPULSO JOVEM. CAPÍTULO I Âmbito de aplicação REGULAMENTO DA REDE DE PERCEÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS DO PROGRAMA IMPULSO JOVEM CAPÍTULO I Âmbito de aplicação Artigo 1.º Objeto O presente Regulamento define o regime de acesso aos apoios concedidos pelo

Leia mais

Edital nº 025/2014 de 23 de Setembro de 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO CONCURSO IMED DE PLANOS DE NEGÓCIO

Edital nº 025/2014 de 23 de Setembro de 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO CONCURSO IMED DE PLANOS DE NEGÓCIO Edital nº 025/2014 de 23 de Setembro de 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO CONCURSO IMED DE PLANOS DE NEGÓCIO Constitui requisitos e etapas para concorrer ao Processo de Seleção do Concurso

Leia mais

Prémio Santander Totta / Universidade Nova de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento

Prémio Santander Totta / Universidade Nova de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento Prémio Santander Totta / Universidade Nova de Lisboa, de Jornalismo Económico Regulamento Considerando que se mostra da maior relevância: a) Reconhecer e premiar a excelência de trabalhos jornalísticos

Leia mais

REGULAMENTO Faz-te ao Vídeo!

REGULAMENTO Faz-te ao Vídeo! O presente Regulamento define as regras de funcionamento do Concurso, cuja organização pertence à Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP). 1. Tema do Concurso: Eu visto a camisola

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO MISSÃO SORRISO DIRECÇÃO-GERAL DA SAÚDE/CONTINENTE. Artigo 1.º. Objecto

REGULAMENTO DO CONCURSO MISSÃO SORRISO DIRECÇÃO-GERAL DA SAÚDE/CONTINENTE. Artigo 1.º. Objecto REGULAMENTO DO CONCURSO MISSÃO SORRISO DIRECÇÃO-GERAL DA SAÚDE/CONTINENTE Artigo 1.º Objecto A Direcção-Geral da Saúde e a Modelo Continente Hipermercados S.A (adiante Continente ), conferem anualmente,

Leia mais