12. Atividades com os símbolos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "12. Atividades com os símbolos"

Transcrição

1 Karuna Ki Nível I Luis Felipe Ramos Blumenau - MMXVIII Sumário 1. O que é Karuna 2. História do Karuna Ki 3. Sistemas de Karuna Ki 4. Níveis do Karuna Ki 5. Período de Purificação 6. Linhagem 7. Construindo o Jardim da Alma 8. Equivocos no Karuna Ki 9. Fonte do Karuna Ki 10. Mantras para a Kwan Yin 11. Símbolos do Nível I - Zonar, Halu, Harth e Rama 12. Atividades com os símbolos - Meditação, Desenho e Verbalização 13. Aplicação de Karuna Ki 14. Sugestões Gerais 15. Informações Adicionais 16. Material de Apoio 17. Bibliografia sobre o Karuna Ki 18. Bibliografia sobre Reiki 19. Bibliografia Geral 20. Observações Finais 21. Informações do Mestre 1

2 Karuna Karuna é uma palavra em sânscrito que significa compaixão; É toda e qualquer ação que tem por objetivo diminuir o sofrimento de outros seres. E pode ser traduzida também como ação compassiva; Karuna está presente nas práticas espirituais do Budismo, Hinduísmo e Jainismo; Ki significa energia; Compaixão (do latim compassione) pode ser descrito como a compreensão do estado emocional de outrem, mas não deve ser confundida com empatia. A compaixão frequentemente combina-se a um desejo de aliviar, ou minorar, o sofrimento de outra pessoa. A compaixão é frequentemente caracterizada através de ações, na qual uma pessoa agindo com espírito de compaixão busca ajudar aqueles com os quais se compadece. História do Karuna Ki As origens do sistema Karuna, e das suas variantes, remontam ao trabalho de Kathleen Ann Milner por volta de Criadora do Sai Baba Reiki e posteriormente do Tera Mai Reiki, que continua sendo ensinado até os dias atuais; Karuna Ki é um sistema de energia criado por Vincent Paul Amador; Hoje existem 6 ramificações do sistema original da Kathleen; Algumas versões do Karuna são marcas registradas, possuem direitos autorais e um sistema de registro de praticantes e professores; O Karuna Ki de Vincent permanece livre; Clique para visitar a página da Kath Clique para um vídeo sobre a origem 2

3 Sistemas de Karuna 1. Sai Baba Reiki Kathleen Ann Milner; 2. Tera Mai Reiki Kathleen Ann Milner; 3. Karuna Reiki William Lee Rand; 4. Karuna Rosy Naor; 5. Karuna Ki Vincent Paul Amador; 6. Karuna Healing System Sandra e Jorge Ramos. Níveis do Karuna Ki O Sistema de energia Karuna Ki está organizado em três níveis: I, II e Mestrado; No nível I estabelecemos um primeiro, mas não menos intenso, contato com a energia da amada Kwan Yin; Neste nível vamos trabalhar aspectos de nossos medos e a alteração de padrões mentais antigos, trazendo-os para a consciência para depois liberá-los; Vamos desenvolver um melhor relacionamento com a nossa própria individualidade, com as pessoas que nos cercam e uma ligação maior com a Terra; Inicia-se um processo de limpeza e harmonização internos, para que possamos depois nos voltar para o exterior de forma equilibrada e útil; O nível I é um nível e cuidar de si mesmo com atenção e gentileza. 3

4 Níveis do Karuna Ki O Sistema de energia Karuna Ki possui os seguintes pré-requisitos: Nível de Karuna Ki I II Mestrado Requisitos Nível II em Reiki Usui Nível 3A em Reiki Usui Mestre em Reiki Usui Esta exigência cria um vínculo entre os dois sistemas e também garante que o praticante tenha algum tipo de experiência com energia ao chegar ao Karuna, que é um sistema muito intuitivo. Nível I No nível I estabelecemos um contato mais intenso com a energia da amada Kwan Yin; Neste nível vamos trabalhar aspectos de nossos medos e a alteração de padrões mentais antigos, trazendo-os para a consciência para depois liberá-los; Vamos desenvolver um melhor relacionamento com a nossa própria individualidade, com as pessoas que nos cercam e uma ligação maior com a Terra; Inicia-se um processo de limpeza e harmonização internos, para que possamos depois nos voltar para o exterior de forma equilibrada e útil; O nível I é um nível e cuidar de si mesmo com atenção e gentileza. 4

5 Período de Purificação Após cada iniciação temos um período de 21 dias nos quais o grande volume de energia recebido atuará de forma mais acelerada, limpando, equilibrando e harmonizando o nosso sistema energético; Neste período alguns sintomas podem ocorrer de forma leve ou intensa, variando de pessoa para pessoa e do momento em que se vive; São eles: sono intenso, falta de sono, muita ou pouca fome, diarreia, melancolia, momentos de alegria ou tristeza, pensamentos repetitivos, entre outros. É aconselhável que durante o período de purificação o praticante efetue a auto-aplicação, o que minimizará os efeitos adversos e permitirá que a energia seja absorvida de forma mais eficiente. Efeitos do Período de Purificação Durante o período de limpeza a energia da iniciação trabalha vários aspectos do novo praticante de Karuna Ki: 1º ao 3º dia questões ligadas a realidade material, a vida física, vontade de viver, nível de energia, relacionamento com dinheiro e bens materiais, além de questões de afirmação pessoal. Estou aqui agora; 4º ao 6º dia questões relacionadas com a energia vital, sexual e criativa, com a capacidade de dar e receber prazer, permite um contato corporal maior com pessoas do sexo oposto; 7º ao 9º dia aspectos emocionais, relações com pessoas distantes, interações com outras pessoas; 5

6 Efeitos do Período de Purificação 10º ao 12º dia relações de amor para com as pessoas, questões ligadas a amar e ser amado; 13º ao 15º dia questões referentes a nutrição, dar e receber, ao falar e se comunicar, a assumir a responsabilidade pelas nossas necessidades pessoais; 16º ao 18º dia aspectos mentais, nossa forma de enxergar a vida e o Universo, as nossas crenças; 19º ao 21º dia aspectos espirituais, ligação com nosso Eu Superior, com Deus. Linhagem A linhagem é a linha de transmissão de energia através da qual o Karuna Ki chegou até você; Indica quais os mestres foram responsáveis pelas iniciações que culminaram com a sua; Atualmente possuo três linhagens de Karuna. Elas foram surgindo, se complementando e aprofundando a minha conexão com o sistema; No certificado que eu forneço a meus alunos consta a minha linhagem e também no Blog: reikipro.wordpress onde ela pode ser consultada a qualquer tempo e está constantemente atualizada. 6

7 Construindo o Jardim da Alma No Nível I iniciamos um processo muito intuitivo e pessoal no qual criamos um espaço espiritual particular, conhecido como Jardim da Alma; Vamos começar a preparação de um jardim etérico que será um espaço para o qual poderemos nos mover quando necessitarmos de cura, harmonia ou reposição de energia; Vamos desenvolver várias atividades que estão relacionadas com a preparação de um jardim físico tais como: limpeza do terreno e remoção de ervas daninhas; Este Jardim pode se manifestar de várias formas, de acordo com as crenças e motivações de cada um, ou seja, você pode criar este espaço da forma que você preferir. Pode ser uma pirâmide de cristal, um palácio ou mesmo uma tenda a beira-mar; No final o Jardim se transforma em um estado de Consciência do praticante; Veja no anexo I uma prática para a auxiliar a construção do Jardim para a Alma. Equívocos ligados ao Karuna Ki Existem alguns pontos complicados ligado ao Karuna Ki. Frutos de incompreensões e interpretações equivocadas; São eles: ligação equivocada com o mestre Sai Baba, vinculação de outros Seres de Luz, confusão com a palavra Kahuna e se Karuna Ki é Reiki; Veremos mais a seguir: 7

8 Sai Baba Uma grande confusão dentro do Karuna é a influência de Sathya Sai Baba na canalização dos símbolos; Esta informação foi divulgada no começo da criação do sistema, tendo o mesmo sido chamado de Sai Baba Reiki, denominação abandonada posteriormente devido a problemas com direitos autorais; Ainda hoje muitas pessoas acreditam nesta informação incorreta e a replicam indiscriminadamente em sites e textos; Kathleen já negou esta influência, mencionando que recebeu insights de um ser iluminado, sem no entanto nomeá-lo. Sai Baba Karuna não é Kahuna Outra confusão muito comum, principalmente entre aqueles que ouvem a palavra Karuna pela primeira vez é confundi-la com Kahuna; Kahuna é uma palavra havaiana que tem vários significados, entre eles: sacerdote, ministro, xamã, guardião, feiticeiro, especialista ou perito; É um termo da cultura havaiana que envolve muitas e variadas práticas, algumas ligadas a magia e feitiçaria, outras ligadas a muitas atividades, como o surfe por exemplo e outras ligadas a cura e a massagens; Morrnah Nalamaku Simeona foi reconhecida como Lapa Kahuna ' au (curadora com palavras, com orações) e divulgou uma versão atualizada do Ho oponopono; 8

9 Karuna não é Reiki Nenhum dos sistemas de Karuna é Reiki. O uso desta palavra deve-se ao fato da enorme popularidade do sistema Reiki e do grande vínculo existente entre estes dois sistemas; Reiki é um sistema de energia criado pelo mestre Mikao Usui no Japão por volta de 1922; Karuna é considerado um complemento ao Reiki Usui, pois trabalha de uma forma mais sutil e com vibrações mais elevadas; Karuna Ki possui uma energia feminina, Yin, enquanto que o Reiki Usui é Yang, masculino; Outros Seres de Luz A inclusão de outros Seres de Luz no Karuna é uma prática que ocorre eventualmente entre os praticantes; É preciso definir a atuação pontual e ocasional de um Ser de Luz, de um Mestre ou Mentor espiritual e a presença constante da Kwan Yin; Os praticantes precisam evitar que situações pontuais sejam tornadas gerais dentro do sistema. Existem outros sistemas de energia que são vinculados aos Seres de Luz muitas vezes mencionados; Esta prática, de incluir outros Mentores, confunde os praticantes, tira o foco da compaixão que emana da Kwan Yin e muda a vibração do sistema, descaracterizandoo. O Karuna Ki se adapta outros sistemas de energia e trabalha com muitos Seres de Luz, mas a orientação primordial é a Kwan Yin. 9

10 Fonte do Karuna Ki Kwan Yin No sistema Karuna Ki temos a presença de Kwan Shih Yin, aquela que ouve os prantos do Mundo, como responsável pela energia, orientações e auxílio; Kwan Yin é um Bodhisattva, ou um Buda da Compaixão. Mais conhecida na China e na Ásia, o seu culto se espalhou pelo mundo inteiro, com isto passou a ser conhecida por vários nomes; Conta-se que Kwan Yin estava no limiar da iluminação e deixaria este plano de existência quando olhou para trás e viu uma miríade de seres que clamavam por sua compaixão. Sentindo-se tocada por este clamor ela abdicou de seguir em frente e fez votos de ficar e auxiliar até que todos os seres sencientes, ou seja, todo ser capaz de experimentar o sofrimento, estivessem livres da roda da reencarnação, o Samsara; Fonte do Karuna Ki Kwan Yin É preciso aprender a pedir, é preciso compaixão consigo mesmo para pedir algo que necessita e que será concedido se for útil para a nossa evolução; Kwan Yin não exige nada em troca das suas bençãos. Basta acreditar no seu poder e clamar pela sua presença para ser socorrido; Para todos aqueles que se conectam com a energia da amada Kwan Yin ela promete estar presente na hora do desencarne, cuidando, abençoando e protegendo no momento da passagem para o outro plano. 10

11 Kwan Yin é um Lago Kwan Yin representa uma disponibilidade equivalente a um lago imenso e calmo, com o qual podemos nos conectar para saciar as nossas necessidades. A ideia de um lago é muito inspiradora, nos oferece a ideia de calma e tranquilidade e, ao mesmo tempo, representa um potencial a ser explorado; As águas calmas e serenas de um lago se assemelham a presença gentil e amorosa de Kwan Yin, que estará ao nosso lado sempre que precisarmos; Ao se tornar praticante de Karuna Ki você estabelece uma conexão mais efetiva com esta energia Yin, feminina sutil, acolhedora que provém da Kwan Yin, ou seja, você começa a construir um canal em direção ao lago que a Kwan representa, o que permitirá que a energia de compaixão comece a fluir através de você; Assim como um lago, suave e calmo, a energia da amada Kwan Yin não invade, não é incisiva, requer consciência para se conectar com ela e solicitar seu auxílio. Mantras para a Kwan Yin Existem dois mantras dedicados a Kwan Yin que são usados para pedir a sua presença e auxílio: Om Mane Padme Hum Salve a Joia do Lótus! (que é a própria Kwan Yin) Namo Kwan Shih Yin Pusá Eu me refúgio na Luz de Kwan Yin 11

12 Mantras para a Kwan Yin A repetição dos mantras deve ser efetuada em número de 108 vezes ou seus múltiplos; Aconselha-se o uso de um japamala para auxiliar nesta tarefa; Clique para acessar textos sobre japamala no Blog. Símbolos do Karuna Ki Os praticantes de Karuna Ki recebem quatro símbolos no nível I; Os símbolos auxiliam no processo de cura e harmonização dos seres; Seu uso é muito intuitivo, ou seja, não há a obrigatoriedade de uso, embora você possa traça-los antes e durante as aplicações. Este aspecto intuitivo requer um período de adaptação, recomenda-se o treino com as atividades com os símbolos mencionadas mais adiante; Ao longo do tempo os praticantes de Karuna foram acrescentando diversas interpretações aos símbolos. No começo mantenha-se fiel as descrições que se seguem, depois procure observar como eles funcionam com você e com seu estilo de trabalho no Karuna; Evite tornar as suas interpretações pessoais e pontuais em interpretações Universais! 12

13 Pronúncia do nome dos Símbolos Com relação a pronúncia do nome dos símbolos precisamos observar que a Kathleen é americana e empresta este sotaque ao nome dos símbolos. Entretanto, não vejo problema algum em efetuar mudanças de ênfase e de sonoridade quando falamos o nome dos símbolos; Pode-se pronunciar o nome dos símbolos literalmente como estão grafados ou então inserir algum sotaque mais ligado ao inglês que é a língua da Kathleen; É importante mencionar que os nomes dos símbolos não são mantras e os desenhos não são yantras. Exemplo: - railu; - ralú; - rálu - Rálúuuu. Halu 1º Símbolo Zonar 13

14 1º Símbolo Zonar Zonar foi o 1º símbolo do Karuna, foi canalizado em 1991 pela norte-americana Marcy Miller; Significado: infinito ou eternidade; O Zonar cura nosso corpo profundamente pois ele armazena nossas experiências ao longo da vida; Traçando o Zonar Desenhe um Z e, em seguida, o símbolo do Infinito, três vezes, começando pela direita; 14

15 Para sentir a energia do símbolo, focalize sua atenção onde os traços do infinito se cruzam. Observe este ponto por alguns instantes, depois feche os olhos, respire profundamente e mantenha-se tranquilo por alguns minutos. Aplicações do Zonar ligação com a Fonte permite que você se conecte com a Fonte de Energia Karuna antes de um tratamento ou de um auto-tratamento; ao iniciar um tratamento com o Zonar prepara-se o receptor para receber uma cura nos níveis mais profundos do seu ser. Reduz a dor associada a cura emocional e tranquiliza ao nível espiritual. Desenha-se sobre o corpo do receptor um grande Zonar, ou em cada um dos grandes chakras; cura de abusos emocionais ou físicos muitas situações traumáticas são simplesmente negadas e escondidas em nosso subconsciente devido ao fato de serem muito difíceis de suportar. Obs: Não é necessário que o terapeuta tenha conhecimento dos traumas e situações dolorosas do receptor. 15

16 2º Símbolo Halu 2º Símbolo Halu Este símbolo foi intuido em uma meditação por Marcy Miller e Kathleen Milner; Halu significa amor, verdade, beleza e harmonia; É uma ampliação do Zonar, afastando energias dissonantes e medos, que nos impedem de ter uma consciência clara e plena. Ajuda ainda na aceitação de nossas imperfeições, trazendo-as a nossa mente consciente para que possamos amar e curar a nós mesmos; O foco de atuação do Halu é a cura de padrões inconscientes, atua sobre o inconsciente dissolvendo e quebrando bloqueios energéticos. Ele também ajuda a romper as ilusões e negações, auxiliando-nos a reconhecer a nossa responsabilidade por tudo o que acontece em nossa vida. 16

17 Traçando o Halu Trace um Zonar, acrescente duas linhas no centro e complete com um triângulo com um círculo no topo; Para sentir a energia do símbolo focalize-se no ponto onde o traço do infinito se cruza durante alguns instantes. Depois feche os olhos, respire profundamente e mantenha-se tranquilo por alguns segundos. 17

18 Aplicações do Halu cura da Sombra a nossa sombra é composta por traços de nossa personalidade que negamos ou consideramos inaceitáveis. Isto resulta em bloqueios localizados principalmente no chakra básico. Podemos direcionar o Halu para curar esta região; cura de abusos emocionais ou físicos o Halu atua em conjunto com o Zonar para nos libertar destes traumas. O processo acontece normalmente de forma inconsciente, mas as vezes podemos tomar consciência do fato para um melhor desenvolvimento da cura; defesa contra agressões psíquicas usado em situações onde somos vítimas de um ataque energético de natureza psíquica ou psicológica. Na verdade estas situações são atraídas pela nossa própria consciência para que possamos superá-las e aprender com elas; cirurgia psíquica atua de forma poderosa na remoção de blocos de energia densos, profundos ou cristalizados em nossa aura. 3º Símbolo Harth 18

19 3º Símbolo Harth Símbolo recebido por Marcy Miller e Kathleen Milner; Representando o Amor e a Compaixão Infinita da energia Karuna; Sua atuação está focada no desenvolvimento da ação compassiva, um dos aspectos mais importantes da vida espiritual. Isto ocorre através da cura do chakra cardíaco, permitindo que a energia amorosa flua e fique disponível para nos guiar em todas as ações; Para praticar a ação compassiva não é necessário nenhum sacrifício pessoal, ao contrário, ao permitir-se vamos experimentar uma imensa alegria e uma sensação de plenitude indescritível. Traçando o Harth Desenhe uma cruz, começando pela linha vertical, em seguida trace o lado esquerdo e depois o direito, formando uma pirâmide, conclua com os três pequenos círculos; Fale o nome três vezes. Para sentir a energia do símbolo focalize-se no ponto de intersecção da cruz durante alguns instantes (pode-se sentir uma emoção muito forte neste momento, que não deve ser reprimida). Depois feche os olhos, respire profundamente e mantenha-se tranquilo por alguns segundos. 19

20 Aplicações do Harth cura de relacionamentos qualquer dificuldade que um relacionamento apresentar pode ter sua correção auxiliada pelo Harth. A energia que flui será usada pelo Eu Superior de todos os envolvidos buscando a melhor alternativa para todos. desenvolvimento de bons hábitos a energia do Harth vai aprofundar o relacionamento que nós temos com atitudes importantes que bloqueamos por uma razão ou outra, a remoção dos bloqueios vai permitir que eles se manifestem da forma mais adequada em nossa vida; cura de vícios atuando sobre o coração das pessoas, permitindo que flua amor, preenchendo as necessidades que foram despertadas de forma incorreta e se expressaram na forma de vícios. 4º Símbolo Rama 20

21 4º Símbolo Rama Foi intuído por Kellie-Ray Marine; Significa alegria permanente; O Rama é essencialmente um harmonizador e curador dos chakras inferiores: básico, umbilical e plexo solar. Permite uma ligação profunda com a Terra; A medida que o Rama equilibra os chakras inferiores permite que os chakras superiores se manifestem de forma mais firme no mundo físico gerando um precioso equilíbrio; A harmonização implica na liberação dos problemas mais básicos tais como: sobrevivência, falta de desejo sexual, carências energéticas e ânsia de poder. Traçando o Rama Trace duas letras L invertidas se cruzando, começando pelo da esquerda e conclua com a espiral de cinco voltas no sentido vertical; Fale o nome três vezes. Para sentir a energia do símbolo focalize-se no 3º nó da espiral durante alguns instantes. Depois feche os olhos, respire profundamente e mantenha-se tranquilo por alguns segundos. 21

22 Aplicações do Rama ligação com a Terra a energia telúrica da Terra muitas vezes não consegue entrar em nosso sistema energético devido a bloqueios nos chakras plantares e no chakra básico, através do Rama podemos superar esta dificuldade; determinação e firmeza permite que a energia flua em nosso ser nos capacitando para realizar as tarefas que nos propomos; harmonização de ambientes a energia harmonizadora do Rama preenche o ambiente como um todo, puxando toda a negatividade para a Terra. Trace o Rama no centro do ambiente e depois nos quatro cantos. Resumo de Símbolos Cura de relacionamentos Ligação com a Fonte (Kwan Yin) Cura da Sombra Ligação com a Terra 22

23 Atividades com os símbolos Existe uma série de atividades a serem desenvolvidas com os símbolos do Karuna Ki. Elas vão intensificar a atuação da energia e permitir que você entre em sintonia com a vibração do símbolo; Você pode efetuá-las com todos os símbolos: Zonar, Halu, Hart e Rama, bem como com os símbolos do Reiki Usui que você possui como o Hon Sha Ze Sho Nen, Sei He Ki e Cho Ku Rei ou mesmo símbolos de outros sistemas, como o Shamballa por exemplo; Comece estas atividades logo após a sua iniciação e repita por pelo menos uma semana com cada um dos símbolos; As atividades são: meditação, desenho e verbalização. Meditação com os símbolos do Karuna Ki Uma boa forma de compreendermos e integrarmo-nos com os símbolos do Karuna Ki é a prática de uma vivência de meditação, com ela você terá um integração maior com a energia do símbolo e com o que ele significa melhorando e ampliando a sua intuição; Execute-a diariamente logo após a sua iniciação; Reserve ao menos uma semana para cada um dos símbolos, comece pelo Zonar seguido de Halu, Harth e Rama; Existem duas formas muito fáceis de efetuar a meditação, experimente as duas e use a que você gostar mais; Vamos conhecê-las a seguir: 23

24 1º Estilo: 1. Respire lenta e profundamente três vezes; 2. Inspire e mantenha o pulmão cheio alguns segundos. Expire e mantenha o pulmão vazio alguns segundos; 3. Trace, com a mão em concha, o símbolo escolhido acima de sua cabeça. Mantenha a mão energizando o símbolos por alguns instantes; 4. Ao inspirar, visualize o símbolo escolhido entrando pelo seu chacra coronário, no topo da sua cabeça, impregnando todo o seu ser. Expire; 5. Fique aberto e receptivo, apenas observe; 6. Permaneça de 5 a 15 minutos neste estado. 2º Estilo: 1. Respire lenta e profundamente três vezes; 2. Inspire e mantenha o pulmão cheio alguns segundos. Expire e mantenha o pulmão vazio alguns segundos; 3. Trace o símbolo escolhido, com a mão em concha, na altura dos seus olhos. Mantenha a mão energizando o símbolo por alguns segundos; 4. Faça um movimento para pegar o símbolo e coloque-o em seu chakra frontal, entre as suas sobrancelhas; 5. Fique aberto e receptivo, apenas observe; 6. Permaneça de 5 a 15 minutos neste estado. 24

25 Desenhando os símbolos Outra forma muito prática de integrar a energia dos símbolos é desenhá-los; 1. Use lápis preto, lápis de cor, giz de cera ou canetinhas coloridas; 2. Compre um bloco de folhas A4 ou A3 com gramatura maior e faça diversos experimentos. Desenhe símbolos de vários tamanhos e use os lápis e canetas para colori-los, deixe sua imaginação fluir; 3. Faça vários desenhos, use sua criatividade e, ao final, cole-os nas paredes de sua casa, nas portas do guarda-roupa ou em outro local que considerar adequado; 4. Esta prática facilita bastante o aprendizado, ajuda ancorar a energia do símbolo, remove bloqueios na área de atuação do símbolo e nos motiva ainda mais no trabalho com o Karuna. Exemplo: 25

26 Verbalizando o nome do símbolo Entoe o nome do símbolo, variando a entonação, a duração das partes, alongando o começo, o meio ou o final; Por exemplo: Zzzzzzooooooonnnnnaaaaaaaarrrrrrrrrrrrrr; Coloque músicas inspiradoras e procure e adequar a verbalização ao ritmo da música. Dificuldades com os símbolos A medida que você colocar em práticas as atividades sugeridas: meditação, desenho e verbalização, poderá encontrar dificuldades neste processo; As dificuldades encontradas dizem respeito a bloqueios energéticos na área de atuação do símbolo; Isto serve como um auxílio no processo de crescimento e auto-conhecimento; Retome a atividade que apresentou dificuldade com mais empenho, dedicação. Peça a ajuda da Kwan Yin e deixe a energia fluir; Leia sobre o significado do símbolo que apresentou o problema e verifique como você pode ligar esta informação com a sua vida ou com o momento que está vivenciando; Esta dificuldade ocorre com mais intensidade após a iniciação mas pode surgir posteriormente. 26

27 Aplicação de Karuna Ki O processo de aplicação de Karuna é muito intuitivo. Exige uma maior dedicação do praticante no sentido de permitir o fluir da energia, entrar em contato com a Kwan Yin e observar os acontecimentos. Não existem pontos obrigatórios de aplicação! Porém, no começo recomenda-se o uso dos pontos de aplicação tradicionais do Reiki, mencionados a seguir; Recomenda-se que as mãos fiquem em concha, unindo todos os chakras e ampliando o fluir da energia. Mas não se prenda a isto. Aos poucos vá se permitindo e seguindo sua intuição. Assim as mãos podem ficar espalmadas, girar, abrir, pressionar levemente o ponto de aplicação, tremer entre tantos outros; A tradução das percepções é algo que o praticante precisa aprender a interpretar segundo as suas crenças, recomenda-se estudo para ampliar os conhecimentos. Vídeo sobre a aplicação Aplicação de Karuna Ki Cada praticante pode desenvolver o seu ritual, o seu processo de aplicação. Segue uma pequena sugestão; Uma prática extremamente recomendada é o pedido de presença e auxílio da Kwan Yin antes e durante as aplicações. Para qualquer situação que ocorrer durante uma aplicação lembre-se sempre de recorrer a este auxílio; A presença da Kwan Yin é algo fantástico, sua disponibilidade sempre nos surpreende; Use os símbolos do seu nível de forma racional e sem criar ideias limitantes; A aplicação de Karuna pode ser feita presencialmente ou a distância. Não existem impedimentos para esta energia amorosa e compassiva; A duração da aplicação e muito variável, recomenda-se de min, presencial ou a distância. 27

28 Pontos de Aplicação sugeridos: Frente Costas Ritual para a aplicação do Karuna Ki Este ritual é uma sugestão, uma sequência, para tornar mais produtiva a aplicação: 1. Uma rápida meditação Gassho (2-3 min); 2. Reiji-ho, a indicação da alma; 3. Pedido de presença da amada Kwan Yin, de Mestres do Reiki e demais Divindades de sua preferência; 4. Entoe um dos mantras dedicados a Kwan Yin de sua preferência 108 vezes; 5. Trace os símbolos do Karuna Ki no ar ao redor do local e verbalize o nome deles 3x; 6. faça a imposição de mãos nos pontos sugeridos; 7. ao final, em Gassho, agradeça a pessoa que recebeu e a todos os Mestres e Divindades que você solicitou a presença. 28

29 Convite, Pedido de Permissão ou Oração Você pode fazer uma oração, um convite ou um pedido de permissão para a pessoa em quem você vai aplicar o Karuna Ki; Isto pode ser feito verbal ou mentalmente, esta segunda alternativa é mais interessante pois o contato pode ser feito com o Eu Superior da pessoa, a sua Consciência Superior, a Alma, Self ou Mônada, conforme a sua crença particular; Embora não seja obrigatório, este procedimento nos conecta com o momento presente, com o Agora e nos deixa mais tranquilos para a aplicação. Em que podemos aplicar o Karuna Podemos aplicar Karuna Ki em praticamente tudo o que quisermos. Pessoas, plantas, animais, água, comida, pedras, roupas, objetos variados como anéis, colares, copos, travesseiros, paredes de residências, etc... O Karuna Ki flui automaticamente, sem qualquer comando ou atitude do praticante. Mas estar consciente deste fluir é um aprendizado diário! 29

30 Orientações sobre a aplicação Não existe a possibilidade de fazer algo errado durante a aplicação. Permita-se; A energia de Karuna flui preferencialmente pelas mãos mas não somente por elas, flui por todo o nosso sistema de energia. Permita-se e observe-se; Você também pode tocar a pessoa que vai receber ou então ficar com as mãos mais afastadas do corpo; Para o envio a distância use a Técnica da Redução ensinada no Reiki Usui nível II; Quem vai receber o Reiki pode estar sentado, deitado em um sofá, uma cama ou uma maca; Não há necessidade de retirar objetos pessoais, a menos que gerem desconforto; Procure sempre a melhor posição para quem vai receber e para quem vai aplicar. Importante O Karuna Ki, assim como o Reiki Usui, faz parte da Medicina Complementar, pois é usado em conjunto com um tratamento de saúde convencional. O Karuna não deve substituir um tratamento médico convencional. 30

31 Sugestões gerais: 1. aplique o Karuna Ki em um local apropriado, onde não ocorram interrupções; 2. mantenha as mãos limpas, pode-se usar essências e óleos; 3. use incensos e aromatizadores de ambiente se preferir; 4. a utilização de músicas é uma possibilidade interessante; 5. use inicialmente as posições indicadas, mas confie também em sua intuição; 6. utilize a posição mais confortável para você e para a pessoa em quem vai aplicar; 7. não insista em aplicar em quem não quer ou não aceita. 7. é melhor um pouco de Karuna Ki do que nada, mas se for possível faça uma sessão completa; 8. mantenha as mãos em forma de concha, sem pressioná-las nos pontos; 9. inicie o tratamento preferencialmente pela cabeça; 10. como referência fique de 3 a 5 min em cada posição e aos poucos deixe a sua intuição fluir e indicar o tempo adequado; 11. crianças, idosos e animais normalmente recebem em um tempo menor; 12. Solicite sempre a presença da amada Kwan Yin no começo das aplicações e solicite a ela inspiração durante a aplicação e que a energia flua da melhor forma, conforme a necessidade de quem vai receber. 31

32 Informações Adicionais A seguir relaciono uma série de assuntos que não pertencem ao Karuna Ki, mas promovem uma ampliação dos conhecimentos do reikiano: Chakras, nádis e meridianos Meditação Cristais e pedras Mediunidade Mudrás Asanas Mandalas Astrologia e signos Tarô e oráculos Re-encarnação, Regressão de vidas passadas Experiências fora do corpo - OBE - out-ofbody experiences Radiestesia, Radiônica e pêndulos Mestres e amparadores espirituais Aura, corpo energético, duplo etérico e campo de energia humano Livros de Carl Jung, Ken Wilber e Wilhelm Reich Xamanismo Acupuntura Qi Gong, Chi Kung Mantras Koan Yoga Ho oponopono EFT e TFT Orgonites Tai Chi Chuan Falun Dafa Florais Material de Apoio O conteúdo desta apostila tem como complemento: 1. Material em texto do Blog: 2. Material em vídeo do Canal do Youtube E aqui a Playlist Karuna Ki no canal do Youtube. 32

33 Bibliografia sobre o Karuna Ki 1. A Deusa da Compaixão e do Amor. John Blofeld. Ibrasa, 1994; 2. Karuna - Um dos Mais Belos Ramos da Árvore do Reiki. Sandra e Jorge Ramos. Dinalivro, Bibliografia sobre o Reiki Usui 1. Isto é Reiki. Frank Arjava Petter. Editora Pensamento, 2013; 2. O Grande Livro dos Símbolos do Reiki. Mark Hosak e Walter Lübeck. Pensamento, 2004; 3. Reiki Essencial. Diane Stein. Pensamento, 1995; 4. Reiki Universal. Johnny De Carli. Madras, 2006; 5. A Técnica de Reiki do Dr Hayashi. Frank Arjava Petter, Tadao Yamaguchi, Chujiro Hayashi. Pensamento, 2005; 6. Reiki: Sistema Tradicional Japonês. Johnny De Carli. Madras, 2003; 33

34 Bibliografia Geral 1. Mãos de Luz. Barbara Ann Brennan. Pensamento, 1987; 2. Luz Emergente: A Jornada da Cura Pessoal. Barbara Brennan. Pensamento, 1987; 3. A Profecia Celestina. James Redfield. Objetiva; 4. Mudrás. As mãos como símbolo do cosmos. Ingrid Ramm-Bonwitt. Pensamento, 2007; 5. A promessa de cura do Qi. Roger Jahnke. Cultrix, 2005; 6. Éden. Queda ou Ascensão? Ken Wilber. Verus, 2010; 7. A Consciência sem Fronteiras. Ken Wilber. Cultrix. Só em sebos. 8. O Poder do Agora. Eckhart Tolle. Sextante, 2002; 9. Limite Zero. Joe Vitale e Ihaleakala Hew Len. Rocco, 2207; 10. A doença como caminho. Thorwald Dethlefsen e Rüdiger Dahlke. Cultrix, Observações Finais Apresentação elaborada por: Luis Felipe Chagas Ramos Fone: (Claro - Whatsapp) Blog: Observações: 1. O Karuna não deve substituir um tratamento de saúde convencional; 2. O conteúdo desta apresentação pode ser reproduzido, solicito citar o autor; 3. O material da apresentação pode ser complementado com exposição oral ou em videoconferência; 4. Assistir esta apresentação não forma um praticante de Karuna, procure um mestre para realizar a sua iniciação; 5. Esta apresentação se destina a leitura em um computador, tablet ou smartphone. Evite a impressão, poupe árvores!! 6. Esta apostila está em constante revisão (Kaizen) para qualquer sugestão ou dúvida entre em contato. 34

35 Sobre o Autor Luis Felipe Chagas Ramos Técnico em Eletrônica pela EEAR, formado em Administração de Empresas na UFRGS com Pós-Graduação em Tecnologia da Informação pela Uniasselvi; Reikiano desde 2007; Mestre em Reiki Usui Tibetano desde 2008; Mestre em Karuna Ki desde 2010; Mestre em diversos Sistemas de Energia tais como: Celta, Shamballa e AmaDeus; Artesão; Terapeuta Holístico; Radiestesista. Revisão: 1.2 Ago