ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS"

Transcrição

1 ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS RECUPERAÇÃO SEMESTRAL 9º Ano do Ensino Fundamental Disciplina: Português 1- Classifique as orações subordinadas substantivas destacadas em subjetivas ou objetivas diretas. a) Acredita-se que a minhoca é ótima para o solo. b) Ninguém podia dizer que acertara o teste. c) O empresário ignorava que os empregados estavam em greve. d) Não podíamos dizer que os pedestres eram bem-educados no trânsito. 2- Classifique as orações substantivas destacadas em objetivas indiretas ou completivas nominais. a) Ofereceram o livro a quem obteve melhor nota. b) A família insistia em que a criança fosse internada. c) Estava convicto de que eu não terminaria o trabalho a tempo. d) Os produtores do programa de televisão tinham a firme certeza de que os telespectadores gostariam das piadas. 3- Nos períodos apresentados abaixo, em cada grupo, não há diferença de sentido, no entanto, cada oração exerce uma função sintática diferente. Identifique essas funções. Grupo 1: I Necessito de que você volte. II Tenho necessidade de que você volte. Grupo 2: I Minha esperança é que você volte. II Minha esperança é esta: que você volte. Grupo 3: I Quero que você volte. II Necessito de que você volte. 4- Leia as orações e complete-as com o pronome relativo adequado: a) Eu vi as folhas você cortou. b) Fiquei emocionada ao rever a escola estudei na infância. c) Minha mãe é uma pessoa a devo grande parte do que sou. d) A Praia de Copacabana, apelido é Princesinha do Mar, é conhecida no mundo todo. e) Não comprei tudo precisávamos. f) Mudaremos de cidade tantas vezes for necessário.

2 5- Classifique morfologicamente o conectivo que presente em cada oração. Depois, classifique cada uma das orações destacadas. a) Lembrei-me de que há dez meses você esteve aqui. b) Leremos este capítulo que nos foi pedido pelo professor. c) A pergunta, que era ingênua, deixou o amigo sem graça. d) Não imaginava que tantas pessoas estivessem desempregadas. 6- Classifique as orações subordinadas adverbiais dos seguintes períodos. a) O voo era impossível, já que não havia piloto disponível. b) O rádio anunciava o terremoto, enquanto a cidade ainda não sentia nenhum tremor. c) Nós venderemos o apartamento, caso você encontre outro melhor. d) Embora soubéssemos o final, lemos a obra com atenção. e) Preparamo-nos bastante para que a discussão, em classe, sobre o significado da reforma agrária fosse bem esclarecedora. f) Se a televisão não apresentasse tanto filme enlatado, o seu nível seria melhor. g) Quando ela acordou, os lençóis estavam molhados por causa da febre. h) Tamanho era o medo, que a mulher teve de fazer queixa contra o marido. i) Quanto mais a criança chorava, mais o pai ia perdendo a paciência. j) O coração envelhece como os outros músculos 7- A conjunção como pode receber diferentes classificações, dependendo do tipo de relação sintática estabelecido pela oração subordinada que ela introduz. Classifique as orações introduzidas pela conjunção. a) João passou a se exercitar mais, como havia prometido. b) Como Mônica não sabia que músicas selecionar para festa, baixou vários estilos diferentes. c) Carlos sempre agiu como se não tivesse a menor intenção de mudar seus péssimos hábitos alimentares. d) A casa foi construída como o arquiteto projetou. e) Como estava doente, não compareceu ao serviço. 8- Reescreva as orações subordinadas das frases a,b,d e e do exercício anterior, substituindo a conjunção como por conectivos que mantenham as mesmas relações semânticas estabelecidas pelas subordinadas adverbiais de cada período. Caso seja necessário, faça adaptações verbais. 2

3 9- A palavra que apresenta variadas funções na língua portuguesa. Analise a relação que ela mantém com as outras palavras em cada enunciado e classifique-a morfologicamente. a) Tamanho foi o susto, que desmaiou. b) Vamos embora, que estou morrendo de pressa. c) Tanta era a claridade, que nada vi. d) Espero que você não se atrase. e) Fizemos a pesquisa que o professor pediu. f) A chuva foi tanta, que os jogadores adiaram a partida. g) Cláudia pediu que trouxéssemos o bolo para a festa. h) Os médicos, que são profissionais conscientes, merecem o nosso respeito. 10- Verifique o código em evidência, empregando-o corretamente de acordo com os casos expressos pelas orações a seguir: A coordenada aditiva B coordenada adversativa C coordenada alternativa D coordenada explicativa E coordenada conclusiva a- Não fomos ao aniversário, porém trouxemos o presente ( ). b Ou tentas se qualificar melhor, ou serás demitido ( ). c Conseguimos obter um ótimo resultado, pois nos esforçamos bastante ( ). d- A garota não compareceu à aula porque estava doente ( ). e Viajamos muito e chegamos exaustos. ( ) f Não vejo importância neste tema, portanto encerraremos a reunião. ( ) g Não gosto de sua atitude, todavia não lhe trato mal. ( ) 11- Identifique o pois como conjunção coordenativa explicativa ou conjunção coordenativa conclusiva. a) Deitei-me cedo, pois estava muito cansado. b) O político não agiu com lealdade; perdeu, pois, na disputa pelo cargo. c) O aluno não estudou o suficiente; ficou, pois, reprovado. d) As mulheres entendem de economia, pois são elas as responsáveis pela organização do orçamento familiar. 3

4 12- Já a produção de petróleo não é suficiente para atender à demanda, embora a dependência externa no setor tenha conhecido O termo embora, nesse fragmento, estabelece relação lógico-semântica de: (a) Condição. (b) Adição. (c) Conformidade. (d) Concessão Pois é, não jogo futebol, mas tenho alma de artilheiro a palavra destacada anteriormente exprime ideia de: (a) Escolha. (b) Contraste, oposição. (c) Finalidade. (d) Soma, adição. 14- No trecho Ao tempo de Pilatos e de James Joyce, a linguagem virtual estava longe. Mas, além da realidade física, da palavra impressa, ela servia de símbolo da identidade e da perenidade da comunicação. Os termos negritados acima têm, respectivamente, a equivalência de (a) adversidade causa tempo. (b) consequência tempo adversidade. (c) tempo adversidade adição. (d) adição adversidade tempo. 15- Preencha as frases a seguir, empregando no presente do indicativo, os verbos indicados entre parênteses: a) Júlia e suas amigas que finalizar o trabalho teórico da Mostra Científica. (ter) b) Hoje, Pedro para o jantar. (vir) c) Luiza e sua irmã um ótimo relacionamento com seus pais. (manter) d) As informações fornecidas não me. (convém/ convêm) 4

5 GABARITO 1) a) Subjetiva b) Objetiva direta c) Objetiva direta d) Objetiva direta 2) a) Objetiva indireta b) Objetiva indireta c) Completiva nominal d) Completiva nominal 3) Grupo 1: Objeto indireto/complemento nominal Grupo 2: Predicativo do sujeito/ Aposto Grupo 3: Objeto direto/ Objeto indireto 4) a) que b) onde c) quem d) cujo e) quanto f) quantas 5) a) Conjunção integrante Oração subordinada substantiva objetiva indireta b) Pronome relativo Oração subordinada adjetiva restritiva c) Pronome relativo Oração subordinada adjetiva explicativa d) Conjunção integrante Oração subordinada substantiva objetiva direta 6) a) Causal b) Temporal c) Condicional d) Concessiva e) Final f) Condicional g) Temporal h) Consecutiva i) Proporcional j) Comparativa 7) a) Oração subordinada adverbial conformativa b) Oração subordinada adverbial causal c) Oração subordinada adverbial comparativa d) Oração subordinada adverbial conformativa e) Oração subordinada adverbial causal 8) a) João passou a se exercitar mais, CONFORME havia prometido. b) JÁ QUE Mônica não sabia que músicas selecionar para festa, baixou vários estilos diferentes. c) - d) A casa foi construída CONFORME o arquiteto projetou. 5

6 e) (VISTO QUE/ JÁ QUE) estava doente, não compareceu ao serviço. 9) a) Conjunção subordinativa adverbial consecutiva b) Conjunção subordinativa adverbial causal c) Conjunção subordinativa adverbial consecutiva d) Conjunção integrante e) Pronome relativo f) Conjunção subordinativa adverbial consecutiva g) Conjunção integrante h) Pronome relativo 10) B/C/D/D/A/E/B 11) 12) D 13) B 14) C 15) a) Explicativa b) Conclusiva c) Conclusiva d) Explicativa a) Têm b) Vem c) Mantêm d) Convêm 6

INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: LÍNGUA PORTUGUESA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL 2016

INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: LÍNGUA PORTUGUESA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL 2016 INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 9º Ano: Nº Professora: Luciana Arleu Data: / /2016 COMPONENTE CURRICULAR:

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS - 9ºA / B : 3º Trimestre -2016

LISTA DE EXERCÍCIOS - 9ºA / B : 3º Trimestre -2016 LISTA DE EXERCÍCIOS - 9ºA / B : 3º Trimestre -2016 ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS / COLOCAÇÃO PRONOMINAL1. Na frase E quando Larissa se agita, é para desobedecer ao pai ou à mãe., temos como incorreta:

Leia mais

c) Releia este período e separe as orações. Lembre-se: você nunca mais terá a pele tão sadia (esqueça as espinhas) como a tem hoje.

c) Releia este período e separe as orações. Lembre-se: você nunca mais terá a pele tão sadia (esqueça as espinhas) como a tem hoje. Estudante: Educador: Suzana Borges 8ºAno/Turma: C.Curricular: Português 1-Leia este fragmento. a) Com que a autora parece dialogar? Justifique-se. b) Transcreva do texto uma oração que expresse ideia de

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M.

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M. LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M. FRASE NOMINAL: enunciado sem verbo. Pois não, senhor... ; senhoras e senhores,... FRASE VERBAL/ORAÇÃO: enunciado COM verbo. Ivo viu a uva.... O

Leia mais

Coordenação e subordinação

Coordenação e subordinação Coordenação e subordinação As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação É o período composto por duas ou mais orações independentes. Estas orações podem ser assindéticas ou sindéticas. Orações coordenadas assindéticas Não apresentam conectivos

Leia mais

Língua portuguesa. Professora Iara Martins. Exercícios. Período composto por coordenação e subordinação

Língua portuguesa. Professora Iara Martins. Exercícios. Período composto por coordenação e subordinação Língua portuguesa Professora Iara Martins Exercícios Período composto por coordenação e subordinação 1. O amor não só traz alegria como também alimenta. Neste período, a conjunção é: a. Subordinativa causal

Leia mais

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 Sumário Prefácio Apresentação XIII XV Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 1. Tipologia do sujeito 6 Método para identificar o sujeito 6 Sujeito simples

Leia mais

Língua Portuguesa. Mara Rúbia

Língua Portuguesa. Mara Rúbia Língua Portuguesa Mara Rúbia Atenção! Pare! Um vulto cresce na escuridão. Clarissa se encolhe. É Vasco. Convém que te apresses. Período Composto por Coordenação - Orações sintaticamente independentes.

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS As ORAÇÕES SUBORDINADAS funcionam sempre como um termo essencial, integrante e acessório da oração principal.

Leia mais

Coordenação e subordinação

Coordenação e subordinação Coordenação e subordinação As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções

Leia mais

Língua Portuguesa. 2. (UE PONTA GROSSA-PR) Em "É possível que comunicassem sobre políticos", a segunda oração é:

Língua Portuguesa. 2. (UE PONTA GROSSA-PR) Em É possível que comunicassem sobre políticos, a segunda oração é: Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Patrícia Série: 3º Ano Disciplina: Português Data da prova: 1.Leia com atenção o texto abaixo: Língua Portuguesa Como podemos

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 2º ANO E. M.

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 2º ANO E. M. LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 2º ANO E. M. PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO Cheguei atrasado, PORQUE o trânsito estava caótico. Oração assindética Conjunção coordenativa Oração coordenada

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO PRO R FES E SORA: A :F ER E NA N N A D N A D A SA S N A T N O T S 1

PERÍODO COMPOSTO PRO R FES E SORA: A :F ER E NA N N A D N A D A SA S N A T N O T S 1 PERÍODO COMPOSTO PROFESSORA: FERNANDA SANTOS 1 CONJUNÇÃO É a palavra ou locução invariável que liga orações ou termos semelhantes da mesma oração. Exemplos: ANÁLISE DO QUE Todos os alunos disseram que

Leia mais

Língua Portuguesa. (Adaptado de "O Estado de São Paulo", 22/08/93)

Língua Portuguesa. (Adaptado de O Estado de São Paulo, 22/08/93) Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Patrícia Série: 2º Ano Disciplina: Português Data da prova: 1.Leia com atenção o enunciado: Língua Portuguesa "A Polícia Federal

Leia mais

Língua. Portuguesa. Sintaxe do Período

Língua. Portuguesa. Sintaxe do Período Língua Portuguesa Sintaxe do Período Orações Subordinadas Substantivas É necessário o seu auxílio. 1) Subjetivas: É necessário que me auxilie. Convém que me auxilie. Observou-se que foi um golpe de mestre.

Leia mais

I - CLASSIFIQUE AS ORAÇÕES SUBLINHADAS: (estão todas misturadas, tente!)

I - CLASSIFIQUE AS ORAÇÕES SUBLINHADAS: (estão todas misturadas, tente!) Português Professores: Daiana 3ª Série Período Composto por Coordenação e Subordinação I - CLASSIFIQUE AS ORAÇÕES SUBLINHADAS: (estão todas misturadas, tente!) 1-Todos querem o mesmo destino: que atinjamos

Leia mais

Lista 6 - Língua Portuguesa 1

Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Períodos compostos LISTA 6 - LP 1 - PERÍODOS COMPOSTOS Períodos compostos Em listas anteriores, vimos alguns conceitos sintáticos importantes para o domínio da norma culta

Leia mais

As conjunções são palavras invariáveis que servem para conectar orações ou dois termos de mesmo valor gramatical, estabelecendo entre eles uma

As conjunções são palavras invariáveis que servem para conectar orações ou dois termos de mesmo valor gramatical, estabelecendo entre eles uma CONJUNÇÕES As conjunções são palavras invariáveis que servem para conectar orações ou dois termos de mesmo valor gramatical, estabelecendo entre eles uma relação de dependência ou de simples coordenação.

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CAUSAIS Principais conjunções causais: porque, visto que, já que, uma vez que, como (= porque). Exemplos: - Não pude comprar o CD porque estava em falta. - Ele

Leia mais

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Aula IV Conhecimentos Linguísticos: Período Composto por Coordenação Período Composto por Subordinação PERÍODO COMPOSTO O período composto

Leia mais

Período Composto por Subordinação

Período Composto por Subordinação Período Composto por Subordinação Todo período composto por subordinação contém uma oração principal, acompanhada de uma ou mais orações subordinadas. A oração principal é a que encerra o sentido fundamental

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 39 Conjunções I

Bárbara da Silva. Português. Aula 39 Conjunções I Bárbara da Silva Português Aula 39 Conjunções I Conjunção Além da preposição, há outra palavra que, na frase, é usada como elemento de ligação: a conjunção. Por exemplo: A menina segurou a bola e mostrou

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS GRAMÁTICA ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS As orações coordenadas e subordinadas fazem parte do período composto, ou seja, o período em que temos duas ou mais orações.

Leia mais

PERÍODO SIMPLES. Observe alguns exemplos de períodos simples e compostos e veja a diferença entre eles:

PERÍODO SIMPLES. Observe alguns exemplos de períodos simples e compostos e veja a diferença entre eles: PERÍODO SIMPLES Período simples é um enunciado de sentido completo construído com uma oração absoluta, ou seja, apenas um verbo. O período é um enunciado de sentido completo formado por duas ou mais orações.

Leia mais

Lista de exercícios de Língua Portuguesa - 1º Bimestre

Lista de exercícios de Língua Portuguesa - 1º Bimestre Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Lista de exercícios de Língua Portuguesa - 1º Bimestre Nome: Ano: 9ºA/B/C Prof. Ana Paula N.: / /17 Conteúdo: Gêneros textuais: Resumo e editorial. Reconhecimento

Leia mais

Frase simples e frase complexa

Frase simples e frase complexa Frase simples e frase complexa Orações coordenadas e subordinadas 1 I. Frase simples O O José telefonou à Joana. A A senhora traz umas flores. Eu saio. O O meu vizinho foi ao médico. Cada uma destas frases

Leia mais

Português. Conjunções. Professor Arthur Scandelari.

Português. Conjunções. Professor Arthur Scandelari. Português Conjunções Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português CONJUNÇÕES PARTE 1 1. (CESPE SDS-PE 2016) É importante, pois, que o médico estabeleça o momento de ocorrência do

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Patrícia ALUNO(A): Lista de exercícios

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Patrícia ALUNO(A): Lista de exercícios GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSORA: Patrícia DISCIPLINA: Português SÉRIE: 2º Ano ALUNO(A): NOTA: No Anhanguera você é + Enem Lista de exercícios Questão 01 Leia com atenção o texto abaixo: revelava a ncia, por

Leia mais

Drummond escreveu poemas e entrou para a história.

Drummond escreveu poemas e entrou para a história. Conjunção Pode-se definir a conjunção como um termo invariável, de natureza conectiva que pode criar relações de sentido (nexos) entre palavras ou orações. Usualmente, as provas costumam cobrar as relações

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS. Exerce a função de sujeito do verbo da oração principal.

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS. Exerce a função de sujeito do verbo da oração principal. ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA SUBJETIVA Exerce a função de sujeito do verbo da oração principal. É necessário que você se apresente ao serviço amanhã. Foi anunciado que

Leia mais

COERÊNCIA. Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento.

COERÊNCIA. Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento. COERÊNCIA Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento. Subi a porta e fechei a escada. Tirei minhas orações e recitei meus sapatos.

Leia mais

CONJUNÇÃO. É a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração.

CONJUNÇÃO. É a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração. CONJUNÇÃO É a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração. De acordo com o tipo de relação que estabelecem, as conjunções podem ser classificadas em coordenativas

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LINGUAGENS CARLA 9º ANO

LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LINGUAGENS CARLA 9º ANO LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LINGUAGENS CARLA 9º ANO 1. Os verbos destacados no poema a seguir classificam-se quanto à predicação, como (0,5) Não quero aparelhos para navegar. Ando naufragado, Ando sem destino.

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS FRASE SIMPLES E FRASE COMPLEXA A frase pode ser constituída por uma ou mais orações. Uma oração é a unidade gramatical organizada à volta de um verbo. FRASE SIMPLES E

Leia mais

Professora Lucimar CONJUNÇÕES E PERÍODOS

Professora Lucimar CONJUNÇÕES E PERÍODOS Professora Lucimar CONJUNÇÕES E PERÍODOS Conjunção é a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração. Locução Conjuntiva - Duas ou mais palavras empregadas com

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 13 Período composto por subordinação

Bárbara da Silva. Português. Aula 13 Período composto por subordinação Bárbara da Silva Português Aula 13 Período composto por subordinação No período composto por subordinação existe pelo menos uma oração principal e uma subordinada. A oração principal é sempre incompleta,

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira ORAÇÕES SUBORDINADAS Exercem função sintática sobre as outras. Oração principal, orações desenvolvidas ou reduzidas. ORAÇÕES SUBORDINADAS

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto.

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. Conjunção As conjunções são vocábulos de função estritamente gramatical

Leia mais

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Termos Integrantes

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Termos Integrantes Prof. Valber Freitas Língua Portuguesa Sintaxe Termos Integrantes Sintaxe Termos Integrantes Termos integrantes Objeto Direto Objeto Indireto Complemento Nominal Agente da Passiva Predicativo do Sujeito

Leia mais

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio.

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio. A) Restritiva: é aquela que limita, restringe o sentido do substantivo ou pronome a que se refere. A restritiva funciona como adjunto adnominal de um termo da oração principal e não pode ser isolada por

Leia mais

Conjunção (junção) Palavra invariável que liga orações ou palavras de uma mesma oração.

Conjunção (junção) Palavra invariável que liga orações ou palavras de uma mesma oração. Conjunção (junção) Palavra invariável que liga orações ou palavras de uma mesma oração. Veja: Ex.1: Você quer açúcar ou adoçante? Ex.2: Preste atenção ou saia da sala. Classificação: a- Conjunções coordenativas:

Leia mais

Subordinação X Coordenação

Subordinação X Coordenação ORAÇÕES COORDENADAS Prof. Daniel Subordinação X Coordenação A coordenação se caracteriza por independência sintática: - Reitor da USP declara que os funcionários não receberão aumento. (OSSOD) - Reitor

Leia mais

Sintaxe do Período Composto

Sintaxe do Período Composto Sintaxe do Período Composto Gramática Material Complementar Saudações, guerreiro (a) do concurso, tudo bem? Aqui é o professor Pablo Jamilk. Nós teremos alguns momentos juntos doravante. Por isso, segure

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte I Conceitos

Leia mais

Aula 08 QUESTÕES OBJETIVAS

Aula 08 QUESTÕES OBJETIVAS Página1 Curso/Disciplina: Português para Concursos Aula: Pronomes e colocação pronominal: questões 08 Professor (a): André Moraes Monitor (a): Luis Renato Ribeiro Pereira de Almeida Aula 08 QUESTÕES OBJETIVAS

Leia mais

Orações subordinadas substantivas e adjetivas

Orações subordinadas substantivas e adjetivas Orações subordinadas substantivas e adjetivas Sintaxe do período simples Os termos podem ser compostos por: Substantivos (Sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo do sujeito, complemento nominal

Leia mais

Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição

Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição 1. Grupo relacional: preposição e conjunção PREPOSIÇÃ O CONJUNÇÃO Características comuns: Ligam palavras ou orações, por isso, são elementos coesivos,

Leia mais

QUESTÕES DE PORTUGUÊS BANCA : EPL - CONCURSOS

QUESTÕES DE PORTUGUÊS BANCA : EPL - CONCURSOS QUESTÕES DE PORTUGUÊS BANCA : EPL - CONCURSOS 1. Leia o texto abaixo para responder a questão - Em "Estima-se que os jogos das 32 seleções serão vistos por três milhões de torcedores nos 12 estádios que

Leia mais

INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS MECANISMOS DE COESÃO TEXTUAL (PARTE III)

INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS MECANISMOS DE COESÃO TEXTUAL (PARTE III) INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS MECANISMOS DE COESÃO TEXTUAL (PARTE III) Veja como as preposições influenciam os sentidos atribuídos pelos verbos: Vender ao mercado/vender no mercado Lutar contra/lutar por Brotar

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: argumentação; tese; conectivos; coesão. Texto Gerador

PALAVRAS-CHAVE: argumentação; tese; conectivos; coesão. Texto Gerador APERFEIÇOAMENTO EM LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA - 3 EM Aluno: ALEXANDRA DA SILVA CALDAS Grupo:02 SÉRIE: 3º Ano BIMESTRE: 3º CICLO: 2º TUTOR(A): TATIANA FREIRE DE MOURA Tarefa: Roteiro de Atividades Original

Leia mais

Artigo, Preposição, Conjunção

Artigo, Preposição, Conjunção Língua Portuguesa Artigo, Preposição, Conjunção Artigo Certa vez, ao passar por uma rua, encontrei uma menina chorando. A rua estava muito movimentada e a menina, sozinha, pediu-me auxílio. Definidos:

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PERÍODO COMPOSTO As orações podem ser constituídas da seguinte forma: Períodos simples» são aqueles formados por uma só oração. Exemplo: O mar estava calmo. (Aparece apenas um verbo: estava. Logo, período

Leia mais

EXERCÍCOS DE FIXAÇÃO

EXERCÍCOS DE FIXAÇÃO EXERCÍCOS DE FIXAÇÃO PROFESSORA ANA PIMENTEL 1) Dê a Função Sintática do Pronome Relativo (sujeito, predicativo do sujeito, objeto direto, objeto indireto, complemento nominal, agente da passiva e adjunto

Leia mais

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Período Composto

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Período Composto Prof. Valber Freitas Língua Portuguesa Sintaxe Período Composto Período Composto Coordenação Subordinação Orações subordinadas São orações sintaticamente dependentes uma das outras. As orações subordinadas

Leia mais

PARTÍCULA EXPLETIVA OU DE REALCE

PARTÍCULA EXPLETIVA OU DE REALCE FUNÇÕES DO QUE? Aqui estudaremos todas as classes gramaticais a que a palavra que pertence. SUBSTANTIVO A palavra que será substantivo, quando tiver o sentido de qualquer coisa ou alguma coisa, é sempre

Leia mais

Leia o poema a seguir, de Carlos Drummond de Andrade, e responda às questões 1 e 2.

Leia o poema a seguir, de Carlos Drummond de Andrade, e responda às questões 1 e 2. PROFESSOR(A): DISCIPLINA: ALUNO(A): Nº SÉRIE: TURMA: TURNO: DATA: / /2017. Leia o poema a seguir, de Carlos Drummond de Andrade, e responda às questões 1 e 2. Ainda que mal Ainda que mal pergunte, ainda

Leia mais

Preparação para a. Prova de Aferição. Português. 8.º ano

Preparação para a. Prova de Aferição. Português. 8.º ano Preparação para a Prova de Aferição Português Oo 8.º ano 72 II. Leitura Entrevista A entrevista é um texto conversacional, em que o jornalista, através de perguntas previamente elaboradas (em guião), procura

Leia mais

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS DANIELE LEITE

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS DANIELE LEITE CONJUNÇÕES COORDENATIVAS DANIELE LEITE O QUE É UMA CONJUNÇÃO? Do ponto de vista semântico é uma palavra que traz um sentido nela implícito ( ou mais de um); [exceto a conjunção integrante, que não traz

Leia mais

Funções morfológicas do FUNÇÕES DO QUE QUE

Funções morfológicas do FUNÇÕES DO QUE QUE Funções morfológicas do FUNÇÕES DO QUE QUE 1. Substantivo Notei um quê estranho em sua voz. Sofia tinha aquele quê sedutor de algumas mulheres. Havia somente dois quês empregados no texto. 2. Advérbio

Leia mais

CURSO INTENSIVO MÓDULO 11 NEXOS

CURSO INTENSIVO MÓDULO 11 NEXOS 1) (I) Certo: o pronome relativo refere-se ao substantivo anterior. (II) Errado: nesse caso, LOGO é adjunto adverbial de tempo, e PORTANTO, conjunção conclusiva. (III) Certo: o sentido permaneceria igual,

Leia mais

Aluno: Data: / / C3EF.8 LÍNGUA PORTUGUESA Profs.: Ana Paula. Atividade E

Aluno: Data: / / C3EF.8 LÍNGUA PORTUGUESA Profs.: Ana Paula. Atividade E COOPERATIVA EDUCACIONAL DE PORTO SEGURO Aluno: Data: / / C3EF.8 LÍNGUA PORTUGUESA Profs.: Ana Paula Atividade E Período composto por coordenação Observa a fala de Filipe: A preguiça é a mãe de todos os

Leia mais

ALUNO(a): NOTA: 02. Reescreva as frases a seguir, estabelecendo entre as orações a relação de significado indicada entre parênteses:

ALUNO(a): NOTA: 02. Reescreva as frases a seguir, estabelecendo entre as orações a relação de significado indicada entre parênteses: GOIÂNIA, / / 2017. PROFESSOR: Daniel DISCIPLINA: Gramática SÉRIE: 2 ano ALUNO(a): Valor: 4,0 NOTA: No Anhanguera você é + Enem P2-4 BIMESTRE 01. Empregando o processo subordinativo, forme dois períodos

Leia mais

Coordenação e subordinação. Porto Editora

Coordenação e subordinação. Porto Editora Coordenação e subordinação Frase simples complexa Frase simples Constituída apenas por um verbo ou por um complexo verbal. Ex.: A Maria brinca muito com o irmão. frase simples (constituída por um verbo)

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos 1 Aulas Aula Conteúdo Página 1 Emprego das classes e palavras

Leia mais

PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO

PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO SUJEITO 01 1. comemorações 2. imagem 3. rio 4. soldados 5. major/coronel 6. quem 7. ninguém 8. alto-falantes 9. trocos 10. Tio 02 1. (3) 2. (2) 3. (1) 4. (2) 5.

Leia mais

Orações subordinadas substantivas: objetiva direta, objetiva indireta e predicativa

Orações subordinadas substantivas: objetiva direta, objetiva indireta e predicativa Orações subordinadas substantivas: objetiva direta, objetiva indireta e predicativa Objetivos Compreender a relação sintática na construção do texto: orações subordinadas substantivas Conteúdos Oração

Leia mais

Conjunções Subordinativas

Conjunções Subordinativas Conjunções Subordinativas Conjunções Subordinativas São aquelas que ligam duas orações, sendo uma delas dependente da outra. A oração dependente, introduzida pelas conjunções subordinativas, recebe o nome

Leia mais

Língua Portuguesa. Professoras: Natália Oliveira e Natália Souza

Língua Portuguesa. Professoras: Natália Oliveira e Natália Souza Língua Portuguesa Professoras: Natália Oliveira e Natália Souza Analise as orações: 1. Triste estou: o amigo comigo não está. 2. Ele começou a rir todos gargalharam. 3. Acordei: cinco estações tinham ficado

Leia mais

Revisão para a P2 9º ANO

Revisão para a P2 9º ANO Revisão para a P2 9º ANO Gênero textual: CRÔNICA A crônica é uma gênero textual que tem por base fatos que acontecem em nosso cotidiano. Como se estivesse em uma conversa informal, o cronista tende a dialogar

Leia mais

As orações subordinadas substantivas exercem funções próprias dos substantivos (sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo, complemento

As orações subordinadas substantivas exercem funções próprias dos substantivos (sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo, complemento As orações subordinadas substantivas exercem funções próprias dos substantivos (sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo, complemento nominal, aposto) (CEGALLA, 2008, p.379) SUBJETIVAS: Exercem

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO O período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Chamamos oração coordenada por não exercer nenhuma função sintática em outra oração, daí ser chamada

Leia mais

Prof. José Antônio Sansevero Martins (Zé Laranja)

Prof. José Antônio Sansevero Martins (Zé Laranja) Prof. José Antônio Sansevero Martins (Zé Laranja) PERÍODO COMPOSTO 1. ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS Oração principal (incompleta) Oração subordinada substantiva (aquilo que falta na or. Principal)

Leia mais

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66 ÍNDICE 1 TEXTO E DISCURSO 4 1.1. Coesão e coerência textual organização de parágrafos 4 1.2. Pontuação 7 1.3. Discurso direto / discurso indireto 10 1.4. Frase ativa / frase passiva 13 CONSOLIDAÇÃO: EXERCÍCIOS

Leia mais

EXERCÍCIOS DE FUNDAMENTAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA

EXERCÍCIOS DE FUNDAMENTAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA Nome: Nº.: Ano: 1 T: Profª.: Luciana Arleu Vieira Valor: 2,0 pontos EXERCÍCIOS DE FUNDAMENTAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA 1) Copie cada par de frases, unindo-as por um pronome relativo e fazendo alterações,

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA FRENTE B PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª. Raquel Freitas Sampaio ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS É aquela que se encaixa na oração principal, funcionando

Leia mais

Aula 7: Período composto por coordenação e período composto por subordinação

Aula 7: Período composto por coordenação e período composto por subordinação APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM Aula 7: Período composto por coordenação e período composto por subordinação Tutora: Ariana de Carvalho Orações coordenadas As luzes apagam-se, abrem-se as cortinas e começa

Leia mais

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM Sumário Apresentação 11 Lista de abreviações 13 Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM O homem, a linguagem e o conhecimento ( 1-6) O processo da comunicação humana ( 7-11) Funções da

Leia mais

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA AULA 11 Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA Professor Marlus Geronasso Frase, período e oração Frase é todo enunciado suficiente por si mesmo para estabelecer comunicação. Expressa juízo,

Leia mais

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15 Capítulo1 Capítulo2 A LÍNGUA E A LINGUAGEM............................................. 9 Linguagem: aptidão inata.............................................. 10 Funções.............................................................

Leia mais

Patrícia Rocha Lopes

Patrícia Rocha Lopes Patrícia Rocha Lopes Uma oração subordinada adverbial é aquela que exerce a função de adjunto adverbial do verbo da oração principal. Dessa forma, pode exprimir circunstância de tempo, finalidade, causa,

Leia mais

Orações Subordinadas Substantivas

Orações Subordinadas Substantivas Orações Subordinadas Substantivas As Orações Subordinadas exercem uma função sintática em relação a uma outra oração, chamada oração principal e que pede complemento. Existem diversos tipos de Orações

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano Atividade: Orações Coordenadas Data: 8 de abril de 2008

Língua Portuguesa 9º ano Atividade: Orações Coordenadas Data: 8 de abril de 2008 Orações Coordenadas e Oração Intercalada. 1- Para conceituar a oração coordenada, vamos confrontá-la com a subordinada. Observe os enunciados que seguem: 1. Pedro falou-nos que ia embora. A B 2. Pedro

Leia mais

26. Lista das conjunções (Aulas 2 e 3: conjunções) Pelo seu significado e pelo nome da conjunção Conjunções são palavras usadas para ligar duas orações na mesma frase. Coordenativas As conjunções coordenativas

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS Prof. Marcos Lima Língua portuguesa, 9ºano FRASE COMPLEXA Numa frase complexa há duas (ou mais) orações ligadas por uma conjunção (ou locução conjuncional). Ex: Fui à

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 9º Ano

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 9º Ano ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 9º Ano REVISÃO Leia este texto: Jogo de damas Objetivo: Capturar todas as pedras adversárias ou impedir que o

Leia mais

@profdecioterror Décio Terror Filho (32)

@profdecioterror Décio Terror Filho (32) @profdecioterror Décio Terror Filho (32) 98447 5981 Compreensão de texto contemporâneo. Reconhecimento de modos de organização de diferentes gêneros de texto. Reconhecimento do uso significativo dos diferentes

Leia mais

Sumário. A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1. A língua portuguesa no ensino superior... 3. O novo acordo ortográfico...

Sumário. A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1. A língua portuguesa no ensino superior... 3. O novo acordo ortográfico... Sumário I A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1 A língua portuguesa no ensino superior... 3 POR QUE ESTUDAR PORTUGUÊS NO ENSINO SUPERIOR... 5 Concepções de gramática... 6 O novo acordo ortográfico...

Leia mais

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA No que se refere às ideias e aos aspectos linguísticos do texto acima, julgue os itens subsequentes. 1) Não haveria prejuízo à correção gramatical ou alteração o sentido

Leia mais

Adjetivo (Adjunto Adnominal)

Adjetivo (Adjunto Adnominal) PROFESSOR(A): DISCIPLINA: ALUNO(A): Nº SÉRIE: TURMA: TURNO: DATA: / /2017. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS Uma oração subordinada adjetiva é aquela que possui valor e função de adjetivo, ou seja, que a

Leia mais

Português. Funções do Que e do Se. Professor Carlos Zambeli.

Português. Funções do Que e do Se. Professor Carlos Zambeli. Português Funções do Que e do Se Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português FUNÇÕES DO QUE E DO SE A palavra QUE Pronome Relativo refere-se a um nome (substantivo, pronome pessoal,

Leia mais

Lista de exercícios Provão Final Professor: Gessica Gomes Disciplina: Língua Portuguesa Data: / / 1º,2º,3º e 4º Bimestre Aluno(a): Ano: 9º Turma:

Lista de exercícios Provão Final Professor: Gessica Gomes Disciplina: Língua Portuguesa Data: / / 1º,2º,3º e 4º Bimestre Aluno(a): Ano: 9º Turma: Lista de exercícios Provão Final Professor: Gessica Gomes Disciplina: Língua Portuguesa Data: / / 1º,2º,3º e 4º Bimestre Aluno(a): Ano: 9º Turma: 1) O período composto por coordenação é retratado por orações

Leia mais

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto Professora Melina 9º. Ano Relembrando... ORAÇÃO Enunciado organizado em torno de um verbo. Você abre a janela. PERÍODO SIMPLES frase formada por uma só oração.

Leia mais

EXERCÍCIOS 2 ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

EXERCÍCIOS 2 ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS EXERCÍCIOS 2 ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS 1- Classifique as Orações Subordinadas Adverbiais em destaque abaixo: a) À medida que crescia, mais bobo ficava. b) Choveu tanto que ficamos assustados. c)

Leia mais

CLASSES GRAMATICAIS. Parte 2. Professora Idilvânia

CLASSES GRAMATICAIS. Parte 2. Professora Idilvânia CLASSES GRAMATICAIS Parte 2 Professora Idilvânia 1 Existem 10 Classes Gramaticais Artigo Substantivo Adjetivo Advérbio Preposição Pronomes Verbo Conjunção Numeral Interjeição 2 PRONOME São estruturas que

Leia mais

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14 Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética... 2 Fonemas...2 Letra...2 Sílaba...2 Número de sílabas...3 Tonicidade...3 Posição da sílaba tônica...3 Dígrafos...3 Encontros consonantais...3 Encontros vocálicos...4

Leia mais

Complexo de Ensino Renato Saraiva (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS

Complexo de Ensino Renato Saraiva  (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS MPU técnicos e analistas JÚNIA ANDRADE Exemplos Cespe - Abin Mudado seu modo de pensar, o pesquisador já não concebe aquele tema da mesma forma e, assim, já não é capaz de estabelecer um relação exatamente

Leia mais

Orações subordinadas adverbiais

Orações subordinadas adverbiais Orações subordinadas adverbiais São aquelas que exercem a função de adjunto adverbial do verbo da oração principal Naquele momento, senti uma das maiores emoções da minha vida. Adjunto adverbial de tempo

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: Língua Portuguesa Ano: 2013 Professor (a): Felipe Amaral Turma:3º ano FG/ADM Caro aluno, você está recebendo

Leia mais