SOCIEDADE E DIREITO EM REVISTA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SOCIEDADE E DIREITO EM REVISTA"

Transcrição

1 OS TRIBUTOS NA BIBLIA SAGRADA Helio Bianco Baptista SUMÁRIO: 1. Os Tributos no Velho Testamento; 2. A divisão do reino de Israel por questão tributária; 3. O exílio de Israel por não pagar tributo; 4. Os judeus espalhados no mundo: a diáspora; 5. Os tributos na nação judaica; 6. Os tributos nos evangelhos; 7. Os tributos nas epístolas apostólicas; 8. Referências Bibliográficas. 1. OS TRIBUTOS NO VELHO TESTAMENTO Todas as pessoas de cultura ocidental, com um mínimo de escolaridade, sabem que o escopo essencial da Bíblia Sagrada diz respeito aos desígnios divinos para com os homens, concernentes ao plano espiritual. Não obstante, o maior best-seller de todos os tempos, é também uma fonte histórica comprovadamente segura, que nos informa sobre fatos relacionados com os tributos vivenciados por várias civilizações importantes do passado e não somente com o povo hebreu, como poderia alguém ingenuamente pensar. As considerações preliminares seguintes demonstram algumas ocorrências bíblicas, ligadas ao tema tributo: O dízimo, muito citado no Velho Testamento, era uma forma primitiva de tributação. Como o próprio nome diz era a décima parte (dez por cento) de um todo. Uma forma usual de reconhecimento à autoridade do sacerdote ou do príncipe, quando se doava a décima parte da colheita dos cereais e frutas, do vinho, do azeite ou da produção animal: lã, leite, queijo, couro, carne, mel, etc. A prática de dizimar já era usada por povos primitivos, antes de Israel tomar posse da Terra Prometida. Quando houve a distribuição das terras entre as doze tribos de Israel (grandes famílias formadas pelos descendentes de onze filhos e dois netos de Jacó), uma das - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 179-

2 tribos, a de Levi, (que foi na verdade a décima terceira), não recebeu sua possessão. A área de terras que lhe caberia, foi redistribuída entre as outras tribos. Em vez de cuidar das terras, plantas e rebanhos, os levitas ficaram encarregados da parte eclesiástica e jurídico-administrativa com toda responsabilidade do sacerdócio, das tradições, da cultura, da música, da observância da Lei, bem como dos julgamentos e por fim dos rituais e celebrações religiosas. Dentre os levitas existiam ainda os escribas, copistas profissionais, que passavam diversas horas debruçados sobre os pergaminhos e papiros, usando pena e tinta, para fazer as multiplicações dos textos sagrados, com toda fidelidade possível. Além disso, os levitas cuidavam da administração geral da nação: educação, saneamento básico, saúde, aplicação da justiça, entre outras. Portanto nessa época e para essa forma de governo, não havia nada mais justo e mais adequado do que a tributação através dos dízimos. Ocorria exatamente o que se espera da função de qualquer tributo (contribuição/retribuição): doze tribos pagavam dez por cento do que produziam para uma tribo especializada em prestar-lhes relevantes serviços, necessários ao bem-estar e à unidade do conjunto social. Abraão (cerca de 2100 a.c.), antigo patriarca dos Judeus, já reconhecia o dízimo, como se depreende do texto contido em Gênesis: E Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; e era este sacerdote do Deus Altíssimo. E abençoou-o e disse: Bendito seja Abraão do Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos. E deu-lhe o dízimo de tudo. (BÍBLIA, GÊNESIS, 14: 18-20) José (c.1900 a.c.), o filho predileto de Jacó, vendido pelos próprios irmãos, levou para o Egito o conhecimento e a aplicação dos dízimos, conforme se depreende da sua orientação dada ao rei: Faça isso Faraó, [...] tome a quinta parte da terra do Egito nos sete anos de fartura e ajuntem toda a comida destes bons anos, que vêm, e amontoem trigo debaixo da mão de Faraó, para mantimento nas cidades e o guardem.. (BÍBLIA, GÊNESIS, 41:34-35) Faraó teve um sonho, vendo sete vacas gordas serem - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 180-

3 engolidas por sete vacas magras e sete espigas carregadas de trigo serem tragadas por sete espigas mirradas. José interpretou o sonho, prevendo que os sete próximos anos seriam de produção abundante, seguidos por sete anos de fome e aconselhou o rei a prover-se de um administrador sábio, que estocasse alimentos e provisões nos sete anos de fartura para servir nos sete anos improdutivos. Prudentemente o rei estabeleceu o próprio José como governador e administrador na nação. Ocorreu o vaticínio. Nos sete anos de exuberante produção, José impôs o pagamento do quinto, ou seja, 20% da produção, que nada mais é do que o duplo dízimo. Houve de norte a sul, no Egito, grandes armazenamentos de comida e demais provisões. Nos anos seguintes o estoque foi criteriosamente vendido ao povo ou trocado por áreas de terras e outros bens. O Egito ficou livre de uma grande catástrofe sendo o benefício estendido aos próprios irmãos de José, os patriarcas de Israel, cuja nação poderia ter desaparecido. Resta evidente a eficácia do tributo (pela providência divina) na manutenção e conservação dessas importantes civilizações. Segue-se uma análise minuciosa, porém não exaustiva, dos relatos bíblicos consoantes à tributação, sendo devidamente considerado no texto e no contexto, o termo tributo ou equivalente, cada vez que surgir, ao longo dos sagrados livros. A primeira citação literal da palavra tributo na Bíblia traduzida em Português por João Ferreira de Almeida, ocorre no Quarto Livro de Moisés, chamado Números. Na caminhada rumo à Terra Prometida, o povo de Israel precisou passar pelos territórios de várias nações. Algumas davam passagem livremente, outras se opunham e declaravam guerra. A nação dos midianitas (também descendentes de Abraão) se opôs à passagem de Israel e perdeu a guerra. Moisés (c a.c.) impôs tributos aos vencidos. Segue o texto bíblico: Então para o Senhor tomarás o tributo dos homens de guerra, que saíram a esta guerra, de cada quinhentos uma alma, dos homens, e dos bois, e dos - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 181-

4 jumentos e das ovelhas. Da sua metade o tomareis e o dareis ao sacerdote Eleazar, para oferta alçada ao Senhor. Mas da metade dos filhos de Israel tomarás de cada cinqüenta um, dos homens, dos bois, dos jumentos, e das ovelhas, de todos os animais; e os darás aos levitas que tem cuidado da guarda do tabernáculo do Senhor. [...] E das ovelhas foi o tributo para o Senhor seiscentas e setenta e cinco. E foram os bois trinta e seis mil; e o seu tributo para o Senhor setenta e dois. E foram os jumentos trinta mil e quinhentos; e o seu tributo para o Senhor sessenta e um. E houve de almas humanas dezesseis mil; e o seu tributo para o Senhor trinta e duas almas. (BIBLIA, NÚMEROS, 31: 28-30; 37-40). Israel também foi tributário de outros povos, pagando durante algum tempo tributos à Síria, a Moabe e à Canaã, conforme relato no Livro dos Juízes, nos capítulos 3 e 4. Organizado sob a forma de monarquia (na verdade era um modo primitivo de organizaçãoestado, como a maioria das nações vizinhas) Israel teve sua extraordinária ascensão com o Rei David (c.1080 a 1010 a.c.), pertencente à tribo de Judá. Dentre as legendárias proezas desse grande governante estão os relatos das seguidas vitórias sobre os povos vizinhos que se tornaram tributários dos hebreus. 1 Seguem as narrações das diversas vitórias e as conseqüentes imposições de tributos aos filisteus, aos moabitas e aos sírios, conforme o texto bíblico: E sucedeu depois disto que Davi feriu os filisteus, e os sujeitou: e Davi tomou a Mete-Gamá das mãos dos filisteus. Também feriu os moabitas, e os mediu com cordel, fazendo-os deitar por terra, e os mediu com dois cordéis para os matar, e com um cordel inteiro para os deixar em vida; ficaram 1 Seguem esclarecimentos sobre os motivos dos diversos designativos e gentílicos usados para um mesmo povo: A) HEBREU: Como o patriarca primitivo da geração foi Abraão e ele era conhecido como o hebreu (Gênesis, 14:13) sua descendência pelo ramo de Isaque ficou conhecida como Os Hebreus. Daí a língua hebraica, o gentílico hebreu, o feminino hebréia e outros tantos designativos. A origem do termo hebreu perde-se nas brumas do passado. Existem duas teorias: a primeira diz que é oriundo do nome de um ancestral de Abrahão chamado HEBER (Gênesis, 10:21 e 11, 16-17); a segunda diz que o termo é originário da palavra há-bi-ru (que signfica: peregrino, forasteiro, nômade) o que realmente tanto Abrahão quanto sua descendência foram. B) ISRAEL: patronímico muito usado. Tem origem no segundo nome do Grande Patriarca Jacó (filho de Isaque e neto de Abrahão). Conforme relato de Gênesis, 32:28, o nome Jacó foi mudado para Israel. Daí israelita e israelense. C) JUDEU: a origem vem do nome Judá, (um dos doze filhos de Jacó). Houve divisão entre as doze tribos (assunto que será visto neste trabalho uma vez que a origem dessa divisão foi motivada pela excessiva cobrança de tributos). A nação de JUDÁ foi formada com duas tribos (Judá e Benjamim), tendo por capital Jerusalém. Daí judaico, judeu, judia, Judéia, judaísmo. (O Novo Dicionário da Bíblia, Editor Organizador: J.D.Douglas, M.A., B.D., S.T.M., Ph.D, Editor em Português: R.P. SHEDD, M.A., BD., Ph.D, Edições Vida Nova, São Paulo: 1966, nos respectivos verbetes) D) SIONISMO: movimento político organizado no fim do séc. XIX, visando à restauração do Estado judaico, autônomo e soberano no território original, na Palestina, o que ocorreu em Sion (ou Sião) é o nome de um monte em Jerusalém. Decantado pelo Rei David nos Salmos, o nome Sion foi extensivo à toda Jerusalém e ao território judaico. (Enciclopédia Barsa, São Paulo, 1979, vol.12 p 467) - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 182-

5 assim os moabitas por servos de Davi, trazendo presentes. Feriu também Davi a Hadadezer, filho de Recobe, rei de Zobá, indo ele a virar a sua mão para o Rio Eufrates. E tomou-lhe Davi, mil e seiscentos cavaleiros e vinte mil homens de pé: e Davi jarretou a todos os cavalos dos carros e reservou dele cem carros. E vieram os siros de damasco a socorrer Hadedezer, rei de Zobá; porém Davi feriu dos siros vinte e dois mil homens. E Davi pôs guarnições em Síria de Damasco e os siros ficaram por servos de Davi, trazendo presentes; e o Senhor guardou Davi por onde quer que ia. E Davi tomou os escudos de ouro que havia com os servos de Hadadezer, e os trouxe a Jerusalém. Tomou mais o Rei Davi uma quantidade mui grande de bronze de Beta e de Berotaí, cidades de Hadadezer. Ouvindo então Toí, Rei de Hamate, que Davi ferira todo o exército de Hadadezer, mandou Toí, seu filho Jorão ao Rei Davi, para lhe perguntar como estava e para lhe dar os parabéns por ter pelejado contra Hadadezer, e por o haver ferido (porque Hadadezer de contínuo fazia guerra a Toí); e na sua mão trazia vasos de prata, e vasos de ouro, e vasos de bronze; os quais também o Rei Davi consagrou ao Senhor, juntamente com a prata e o ouro que já havia consagrado de todas as nações que sujeitara: da Síria e de Moabe, e dos filhos de Amon e dos filisteus e de Amaleque, e dos despojos de Hadadezer filho de Rocobe, rei de Zobá. [...], em todo o Edom pôs guarnições e todos os edomeus ficaram por servos de Davi; (BÍBLIA, II SAMUEL, 8) No reinado de Salomão (c a 960 a.c.), a grandeza e a glória do Reino de Israel atingiu o seu ápice: no desenvolvimento, no esplendor do luxo e na riqueza, bem como na extensão territorial e nas alianças com outros reinos e como não poderia deixar de ser, na tributação interna e naquela imposta aos povos dominados. E dominava Salomão sobre todos os reinos desde o rio até à terra dos filisteus, e até ao termo do Egito os quais traziam tributos e serviram a Salomão todos os dias das suas vidas [...] (BÍBLIA, I REIS, 4:21-28) Há referências curiosas sobre a administração da casa real nos tempos de Salomão: Foram constituídos doze príncipes como provedores, com a responsabilidade de arrecadar e prover diariamente as necessidades da realeza e da corte. Cada príncipe tinha essa incumbência durante um mês por ano. As quantidades de alimentos e provisões consumidas diariamente eram nababescas: vinte mil litros de farinha, trinta vacas, cem carneiros, afora os veados, as cabras - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 183-

6 monteses, os corços e as aves cevadas (BÍBLIA, I REIS, 4:22-23) Os gastos públicos para sustentar a opulência da corte de Salomão aumentavam sempre. Era necessário aumentar os tributos. No final da vida do monarca o jugo imposto ao próprio povo de Israel estava insuportável. O rei tinha setecentas esposas, todas com o título de princesa (e conseqüentes despesas para ostentar a nobreza). Tinha ainda trezentas concubinas, nos termos do relato bíblico: E tinha setecentas mulheres, princesas, e trezentas concubinas (BÍBLIA, I REIS, 11:3) Não há informação quanto ao total de filhos que Salomão gerou. Pode-se imaginar... Naqueles tempos os cavalos eram o melhor e mais rápido meio de transporte e também a força de guerra. Salomão tinha quarenta mil estrebarias de cavalos (BÍBLIA, I REIS, 4:26). Da leitura de diversos pontos bíblicos, se verifica que Salomão possuía milhares de carros velozes e cavaleiros reais, esquadras com grandes navios que singravam os mares para trazer mercadorias, especiarias, pedras preciosas, ouro e novidades de lugares longínquos, ao seu reino. É de se imaginar como seriam as infindáveis festas e noitadas que animavam a realeza... Tudo isso sendo pago com o labor e suor dos súditos. 2. A DIVISÃO DO REINO DE ISRAEL POR QUESTÃO TRIBUTÁRIA. Quando morreu Salomão, seu filho Reoboão (c. 950 a.c) foi coroado rei de Israel. O povo esperava que a opressão tributária diminuísse. No entanto o jovem rei e a corte estavam acostumados à suntuosidade. Os principais do povo representantes das diversas tribos, juntamente com o líder da tribo de Efraim chamado Jeroboão 2 se reuniram na cidade de Siquém e pediram ao rei que aliviasse a pesada carga tributária que seu pai lhes impusera e eles o serviriam, mantendo a união do reino. 2 Jeroboão era um jovem eficiente que Salomão, quando edificava Milo, nomeou-o encarregado da força tarefa das tribos do norte ( I REIS, 11:28). Era de origem humilde, porém quando percebeu as práticas opressivas do rei, encabeçou uma rebelião. Perseguido pelo rei, fugiu para o Egito até a morte de Salomão. (J.D.DOUGLAS, op.cit. 1966, vol.ii p 803) - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 184-

7 Reoboão, da tribo de Judá (como seu pai e seu avô), pediu um prazo de três dias para lhes dar uma resposta. Consultou os velhos ministros de seu pai. Estes aconselharam a atender ao pedido do povo, diminuindo o jugo que estava sobre eles e assim teria um reinado pacífico. Não satisfeito, o rei consultou os jovens da corte, seus amigos festeiros e acostumados à fartura. Eles o aconselharam a não diminuir a carga imposta pelo pai; ao contrário, que aumentasse. Aconselharam também a editar leis com punições mais rigorosas, castigando severamente os que não pagavam os tributos. No prazo combinado retornaram Jeroboão (c. 950 a.c) e todos os representantes do povo, na presença do rei. Então Reoboão declarou sua decisão de conformidade com as instruções dos inexperientes jovens, seus companheiros. Houve uma grande revolta e dez tribos se separaram do domínio judaico. Constituíram um novo reino, ao norte, (mantendo o nome Reino de Israel), tendo por capital a cidade de Samaria e coroaram a Jeroboão, efraimita, como rei. ( BÍBLIA, I REIS, 12 e II CRÔNICAS, 10) Reoboão ainda quis reverter a situação, enviando Adorão o seu ministro que chefiava a arrecadação dos tributos para negociar, porém os israelitas o apedrejaram até à morte. Para escapar com vida Reoboão fugiu para Jerusalém. A pequena tribo de Benjamim conservou-se fiel ao reino de Judá, que manteve a capital em Jerusalém, ao sul. Posteriormente, por motivos da idolatria de Jeroboão e porque o templo se situava em Jerusalém, os Levitas (tribo de Levi) e muitos outros israelitas, inconformados com as maldades de Jeroboão vieram engrossar fileiras no Reino de Judá. Os judeus se mantiveram fiéis às praticas mosaicas e não obstante terem passado por muitas guerras, terem ficado no exílio em Babilônia por cerca de setenta anos, terem sofrido diásporas e várias perseguições, conseguiram manter-se unidos como povo e como nação ao longo dos milênios, até hoje. Foi dentre os judeus que nasceu Jesus Cristo, quase dez séculos após Reoboão. Uma histórica divisão de um povo-irmão por causa de tributos! - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 185-

8 Nos séculos que se seguiram a História trata separadamente os dois reinos. No entanto os problemas entre governantes e governados continuaram. Quando o rei Jorão (c. 850 a.c.) reinava em Israel, em Judá reinava o rei Josofá. Ambos eram contemporâneos do profeta Eliseu. Há um relato que o rei Mesa, de Moabe, era tributário de Israel e pagava anualmente cem mil cordeiros e cem mil carneiros com a sua lã. Para não pagar mais esses tributos, Moabe declarou guerra a Israel. Este por sua vez pediu socorro a Judá e Edom. Assim, houve uma violenta guerra, originada por questões tributárias e como conseqüência os três reis se uniram e massacraram os moabitas. 3 Desde o final do reinado de Jeroboão em Israel e nos dias do rei Uzias em Judá, o profeta Amós (c. 789 a 740 a.c.), com severos e sombrios vaticínios, pregou contra esses governos que oprimiam os pobres, exigindo-lhes tributos, 3 BÍBLIA, II REIS, 3: 4-27 conforme seguem as palavras proféticas: Portanto, visto que pisais o pobre e dele exigis um tributo de trigo, edificareis casas de pedras lavradas, mas nelas não habitareis; vinhas desejáveis plantareis, mas não bebereis de seu vinho (BÍBLIA, AMÓS, 5:11) 3. O EXÍLIO DE ISRAEL POR NÃO PAGAR TRIBUTO Por fim quando Oséias (não o profeta) reinou em Israel por volta do ano 740 a.c, ao deixar de fazer os pagamentos dos tributos ao rei da Assíria, a quem estava submisso, fez com que a nação israelita composta pelas dez tribos, fosse levada ao cativeiro nas longínquas terras da Mesopotâmia Superior. No relato das escrituras sagradas, conforme segue, contata-se: Porém o rei da Assíria achou em Oséias conspiração; porque enviara mensageiros a Sô, rei do Egito, e não pagava os tributos ao rei da Assíria cada ano, como dantes; então o rei da Assíria o encerrou e aprisionou na casa do cárcere. Porque o rei da Assíria - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 186-

9 subiu por toda a terra e veio até Samaria e a cercou três anos. No ano nono de Oséias, o rei da Assíria tomou a Samaria e transportou a Israel para a Assíria; e os fez habitar em Hala e em Habor, junto ao rio de Gozã e nas cidades do medos (BÍBLIA, II REIS, 17:4-6) Esse exílio, motivado pelo não pagamento de tributo, nunca terminou e fez desaparecer a antiga nação de Israel com as suas tradições, cultura e religião, diluindo sua linhagem genética entre outros povos semitas. Os remanescentes, que aparecem no Novo Testamento, eram chamados com desdém pelos judeus, de samaritanos. 4. OS JUDEUS ESPALHADOS NO MUNDO: A DIÁSPORA 4 Permaneceram os judeus como descendentes de Abraão e ao mesmo tempo seguidores dos ensinos de Moisés e ainda com o designativo de verdadeiros israelitas. Seus atuais descendentes são os 4 Diáspora, s.f. (gr.diaspora) 1.Dispersão de povos por motivos políticos ou religiosos. 2. Dispersão dos judeus no mundo antigo, especialmente após o exílio babilônico. (Dicionário Mirador Internacional, 1980, vol.1 p 598) israelenses radicados no Oriente Médio e todos os judeus, (ou hebreus) que estão espalhados entre as nações do mundo, guardando as tradições da religião judaica e a lei mosaica com os ensinos rabínicos. Segundo estatísticas e conforme se conclui do artigo abaixo transcrito, de autoria do jornalista israelense Tovah Lazaroff, a população atual de judeus no mundo é de aproximadamente 14 (catorze) milhões. Desses, mais de seis milhões vivem nos Estados Unidos da América. Cerca de cinco milhões moram no território de Israel e o três milhões restantes estão nas principais capitais européias e latinoamericanas, e nas megalópoles asiáticas. A capacidade e a inteligência desse povo multimilenário são conhecidas em todo mundo, pelas centenas de gênios que doou à humanidade, pelas suas descobertas e invenções em todos os campos das ciências e também pelas suas sagas e sofrimentos culminado com o holocausto durante a Segunda Guerra Mundial. Não obstante, é cediço, e a mídia tem publicado isso com freqüência, que grande parte da - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 187-

10 riqueza mundial e o controle dos principais segmentos econômicos globais estão concentrados nas mãos dos judeus. Segue a transcrição do interessante artigo publicado por Tovah Lazaroff, no Jornal JERUSALEM POST de 13/02/2002: Nos próximos 50 anos: 12 ou 18 milhões de judeus? Jerusalem Post (13/2/02) Por Tovah Lazaroff, O destino de seis milhões de judeus estará novamente em risco dentro de 50 anos, disse ontem Salai Meridor, Presidente da Agência Judaica. A população judaica pode aumentar de sua conta atual de 13,3 milhões em todo o mundo para 18 milhões em 2050, ou pode cair para 12 milhões dentro dos próximos 50 anos, disse ele, dependendo do que for feito para assegurar a continuidade judaica. A Agência Judaica tomou ontem uma nova iniciativa demográfica, presidida por Meridor e pelo Ministro de Obras e Habitação Natan Sharansky, para trabalhar para uma população de 18 milhões, invés de um declínio. Em 1939, haviam 17 milhões de judeus no mundo. Em 1945, haviam 11 milhões. Se não forem tomadas medidas para reforçar a identidade judaica e apoiar o suporte familiar, a população declinará, disse Meridor. A grande diferença é que hoje em dia podemos fazer algo sobre isto, disse ele. Meridor disse que a comissão padronizará as estatísticas mundiais e criará uma base de informações para o desenvolvimento de uma política. O plano da comissão para a sobrevivência judaica almejará o reforço da família, melhorar a educação judaica, e aumentar a emigração para Israel, disse Meridor. São necessárias estratégias para evitar casamentos mistos, mas ao mesmo tempo ajudar as crianças destes casamentos a se conectar ao judaísmo, disse ele. O demógrafo da Universidade Hebraica, Sergio Della Pergola, que dirigirá a comissão, disse que o crescimento da população judaica em todo o mundo está perto de 0%. De 2000 a 2001, ela cresceu em 0,3%, comparado com um crescimento mundial da população de 1,4%, disse ele. Della Pergola disse que o crescimento da população judaica diminuiu nestes últimos 40 anos. Nos 13 anos que se seguiram ao Holocausto, a população judaica cresceu em um milhão. Levou outros 38 anos para crescer outro milhão, disse ele. Mesmo um aumento de fertilidade de 0,4% adicionará milhões de judeus no curso dos próximos 50 anos, disse Della Pergola. Há mais certeza de que permanecerão judeus se viverem em Israel, disse Meridor. Cerca de 37% do judaísmo mundial vive em Israel, disse ele. A população judia de Israel cresceu em 1,6% no ano passado, enquanto que a população da diáspora diminuiu em 0,5%, disse Della Pergola. Em 2001, 8,3 milhões de judeus viviam na diáspora e 4,9 milhões em Israel, de acordo com Della Pergola. - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 188-

11 Ele disse que espera que entre os anos de 2030 e 2040 a maioria dos judeus estará em Israel e não na diáspora, onde as comunidades estão envelhecendo. [...] Della Pergola disse que a população judaica da América do Norte, com 6,06 milhões, é a maior do mundo. A maioria dos judeus através do mundo vivem em centros urbanos, disse ele. A Grande Tel Aviv, com 2,5 milhões de judeus, é a maior cidade judia do mundo, disse ele. Ela é seguida por Nova Iorque, com 1,9 milhões, Haifa, com , Los Angeles, com , Jerusalém, com 570,000 e o sudeste da Flórida, com OS TRIBUTOS NA NAÇÃO JUDAICA Nos relatos bíblicos, quanto ao antigo Reino de Judá, encontram-se como prova da prosperidade administrativa de seus reis, descendentes de David, as imposições a outros povos ou a submissão voluntária destes, no pagamento de tributos. Está registrado no Livro das Crônicas que os árabes e os filisteus traziam juntamente com o tributo (anual) alguns presentes de 5 ARTIGO disponível na Internet, no site: %20portuguese.htm, acesso em 23/03/2007 gado miúdo: sete mil e setecentos carneiros e sete mil e setecentos bodes.( BÍBLIA, II CRÔNICAS, 17:11) Aproximadamente no ano 597 a.c os judeus foram levados para o cativeiro na Babilônia, por ordem do rei Nabucodonosor, permanecendo no exílio por setenta anos. Nessa época há um relato interessante feito por Neemias: os judeus pobres que ficaram nas terras reclamavam que até o dinheiro dos tributos que pagavam ao rei, tinham que tomar emprestado ( BÍBLIA, NEEMIAS, 5:4). Algo muito parecido com o que vem acontecendo hoje, dois mil e seiscentos anos depois, com os pequenos produtores e microempresários, no Brasil. Esdras, por volta do ano 515 a.c., faz referência a um decreto do rei Dario (da Babilônia) onde há uma determinação que os tributos arrecadados na região, seriam destinados ao pagamento das despesas com o pessoal que trabalhava na reconstrução do templo de Jerusalém, conforme segue o texto:, [...] se decreta [...] que da fazenda do rei, dos tributos dalém do rio, se pague prontamente as despesas a - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 189-

12 estes homens [...] (BÍBLIA, ESDRAS, 6:8). Também narra curiosamente outros dois fatos: o primeiro sobre a milenar preocupação e argumentos, dos que fazem parte da situação, sobre uma eventual falta de pagamento de tributo (BÍBLIAS, ESDRAS, 4:13); o segundo a respeito dos privilégios de determinadas classes beneficiadas com isenções de tributos, como segue: Também vos fazemos saber acerca de todos os sacerdotes e levitas, cantores, porteiros, netineus e ministros desta casa de Deus, que se lhes não possa impor, nem direito, nem antigo tributo, nem renda.(bíblia, ESDRAS, 7:24) Ainda com referência ao rei Artaxerxes (ou Assuero) verificase, certamente, a última citação de tributo no Velho Testamento, no Livro de Ester, no primeiro verso do décimo capítulo, onde é narrado que o rei impôs essa cobrança a todos os territórios conquistados, inclusive os insulares de ultramar. (BÍBLIA, ESTER, 10:1). 6. OS TRIBUTOS NOS EVANGELHOS Nos dias da missão terrena de Jesus Cristo, encontra-se já uma cobrança múltipla de tributos: cada esfera governamental, cada poder, como era o caso dos sacerdotes pela lei dos dízimos, Herodes como rei dos judeus pela sua administração e o Império Romano pela dominação, cobravam dos mesmos infelizes contribuintes. Algo que o cidadão de hoje está habituado e calejado. Os romanos cobravam dos povos dominados o tributo anual per capita, pago com o denarium, moeda corrente em todo o âmbito do Império. Os judeus, extremamente contrariados e sem alternativa, pagavam. Também pagavam, conforme o tradicional costume, os dízimos aos seus irmãos levitas (os sacerdotes). Existia ainda para eles um terceiro, o tributo das didracmas, isto é, duas dracmas por cabeça, ao ano, que era o Tributo do Templo. Certamente esse tributo, nos tempos difíceis que o povo gemia sob o jugo estrangeiro, não era cobrado. Porém, nesses históricos dias, reinava na - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 190-

13 Judéia a dinastia dos Herodes, os quais, para agradar os mal-humorados súditos e numa boa cartada política, iniciaram a reconstrução do templo que passou para a História com o nome de Templo de Herodes. As obras já durava algumas décadas. 6 Portanto era justificada a cobrança de mais este componente da carga tributária imputada a cada judeu. Nesse contexto, num pitoresco e único relato feito por Mateus, (aliás, talvez até pelo fato de ter sido fiscal alfandegário, antes de ser discípulo do Mestre), onde o iletrado Pedro é questionado à porta, pelos argutos coletores do templo. Note-se também a sabedoria do Mestre de Nazaré, pagando o tributo sem deixar margem para os críticos da época e da posteridade, conforme segue o texto na sua íntegra: 6 E, chegando eles a Capernaum, aproximaram-se de Pedro os que cobravam as didracmas e disseram: O vosso mestre não paga as didracmas? Disse ele: Sim. E, entrando em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Que te parece, Simão? De quem cobram os reis da terra os tributos ou o A ereção do Templo de Herodes, que começou no início de 19 A.C, foi uma tentativa de reconciliar os judeus com seu rei idumeu, [...]. Embora a estrutura principal houvesse sido terminada em dez anos (c.de 9 A.C), o trabalho teve prosseguimento até o ano 64 D.C (O Novo Dicionário da Bíblia, 1966, vol.iii p 1573) censo? Dos seus filhos ou dos alheios? Disse-lhe Pedro: Dos alheios. Disse-lhe Jesus: Logo estão livres os filhos. Mas, para que não os escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir, e, abrindo-lhe a boca, encontrarás um estáter, toma-o e dá-o por mim e por ti. (BÍBLIA, MATEUS, 17: 24-27) O estáter era conhecido por tetradracma. Portanto o valor referente a duas pessoas (Pedro e Jesus) para o pagamento anual daquele tributo. Este texto deixa claro que nesta Terra, nem Jesus Cristo ficou livre de tributos... Ainda com relação ao tema, nos dias da vida terrena de Jesus Cristo, temos a consagrada passagem da Questão do Tributo, ocasião em que o Nazareno disse solenemente: Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. ( BÍBLIA, MATEUS, 22:21) O memorável episódio é relatado por três Evangelistas: Mateus, Marcos e Lucas: BÍBLIA, MATEUS, 22:15-22; MARCOS, 12:13-17 e LUCAS, 20:20-26.) - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 191-

14 Para ser bem entendido o texto, deve ser analisado o contexto: A Palestina era uma região ocupada pelo Império Romano desde o ano 63 a.c. Nos dias de Jesus Cristo, os judeus sofriam para pagar tributos à potência dominante e com os brios feridos por serem povo escolhido por Deus 7, não se conformavam com a condição de submissos aos gentios 8 (os demais povos), em especial os odiados romanos. Nesse contexto, os fariseus 9 que ao mesmo tempo estavam descontentes e incomodados com a pregação do novo rabino vindo de Nazaré, encontram uma excelente oportunidade para comprometê-lo publicamente. 7 O povo de Israel se orgulhava pela chamada especial: Porque povo santo és ao Senhor teu Deus: o Senhor teu Deus te escolheu, para que fosses o seu povo próprio, de todos os povos que sobre a terra há - BIBLIA, DEUTERONÔMIO, 7 : 6. 8 Gentio: do hebraico gôyïn [...] um termo geral para significar nações ; [...] era um termo de desprezo. [...] os israelitas consideravam o resto da humanidade com todo o ódio de inimigos. (O Novo Dicionário da Bíblia: 1966 vol. II, p 662) 9 Os fariseus eram judeus pertencentes a uma antiga seita que se distinguia pela observância estrita e formal dos ritos da lei mosaica. Ostentavam uma aparente santidade exterior. (Dicionário Mirador Internacional, 1980 vol. 1 p 786) Aproximam-se de Cristo, vindos sorrateiramente entre a multidão que o cercava e com hipocrisia, perguntaram: Mestre, é lícito dar o tributo a César ou não?. herodianos 10 Os fariseus e os que ali estavam eram influentes na sociedade. O assunto era sério e interessava a todos. Houve um sepulcral silêncio e atenção especial para a resposta que se seguiria. Se a resposta fosse afirmativa, a multidão iria se revoltar, considerando-o um traidor dos seus anseios de liberdade. Se respondesse negativamente, os olheiros dos romanos infiltrados entre a multidão e os próprios inquiridores o delatariam às autoridades imperiais, como um perigoso subversivo. Veio então a resposta que ninguém esperava, conforme relata Mateus: 10 Herodianos: Eram partidários políticos do Rei Herodes, [...] Sua associação com os fariseus, na questão referente ao pagamento de tributo a César, sugere concordância com eles na questão debatida, ou seja, nacionalismo versus submissão a um domínio estrangeiro. Esse fato e a formação da palavra (cf.caesarini) parece provar que formavam um partido judaico que favorecia a dinastia herodiana. [...] (O Novo Dicionário da Bíblia: 1966 vol. II, p Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 192-

15 Então, retirando-se os fariseus consultaram entre si como o surpreenderiam em alguma palavra. E enviaram-lhe discípulos, juntamente com os herodianos para dizer-lhe: Mestre, sabemos que és verdadeiro e que ensinas o caminho de Deus, de acordo com a verdade, sem te importares com quem quer que seja, porque não olhas a aparência dos homens. Dize-nos, pois, que te parece? É lícito pagar tributo a César, ou não? Jesus, porém, conhecendolhes a malícia, respondeu: Por que me experimentais hipócritas? Mostrai-me a moeda do pagamento de tributo. Trouxeramlhe um denarium. E ele lhes perguntou: De quem é esta efígie e inscrição? Responderam: De César. Então lhes disse: Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. Ouvindo isto, se admiraram e, deixando-o, foram-se.( BIBLIA, Mateus, 22:15-22) Perpetuou para a humanidade a magnânima lição, com duas grandes mensagens: Primeira: o ser humano, na condição de cidadão, se quiser viver em paz numa determinada sociedade, deve submeter-se e cumprir as normas ali estabelecidas, sejam elas: brandas ou rigorosas; boas ou ruins; justas ou injustas. Segunda: toda criatura humana, em qualquer lugar, independente de posição social, origem, cor ou raça deve lembrar-se da existência do seu Criador, tributando-lhe respeito, honra e obediência. Por fim, entre os argumentos apresentados pelos judeus para condenarem Jesus, encontramos a mendaz acusação: Havemos achado este, pervertendo a nossa nação, proibindo dar o tributo a César... ( BIBLIA, Mateus, 22:15-22). Como a estratégia da Questão do Tributo não funcionou, apegaram-se à mentira. 7. OS TRIBUTOS NAS EPÍSTOLAS APOSTÓLICAS Depois dos Evangelhos seguem-se os feitos (Atos dos Apóstolos) e as cartas apostólicas (Epístolas dos Apóstolos). Somente o Apóstolo São Paulo em uma de suas epístolas (Aos Romanos) aborda o assunto, e como se verá, de uma forma muito incisiva e determinada. A Igreja Primitiva em Roma era constituída por alguns irmãos gregos e outros poucos oriundos dos países mediterrâneos, inclusive da própria Itália, além dos - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 193-

16 judeus convertidos ao cristianismo, que era a maioria. Portanto o número total dos cristãos de Roma nos dias apostólicos não era grande. O Apóstolo dos Gentios dedicou Aos Romanos uma das mais preciosas e esmeradas cartas que constam do elenco canônico do Novo Testamento. O assunto dos tributos foi tratado quando falou da submissão às autoridades. Nesse texto, Paulo de Tarso deixou indeléveis suas instruções apostólicas sobre o dever do cristão quanto ao respeito às autoridades constituídas e ao pagamento dos tributos tão necessários à administração pública em geral e em particular à administração da justiça, conforme se depreende de suas palavras a seguir transcritas: Toda a alma esteja sujeita às potestades superiores; porque não há potestade que não venha de Deus; e as potestades que há, foram ordenadas por Deus. Por isso quem resiste à potestade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem, trarão sobre si mesmos a condenação. Porque os magistrados não são terror para as boas obras, mas para as más. Queres tu, pois, não temer a potestade? Faze o bem, e terás louvor dela. Porque ela é ministro de Deus para o teu bem. Mas, se fizeres o mal, teme, pois não traz debalde a espada; porque é ministro de Deus e vingador para castigar o que faz o mal. Portanto é necessário que lhe estejais sujeitos, não somente pelo castigo mas também pela consciência. Por esta razão, também pagais tributos: porque são ministros de Deus, atendendo sempre a isto mesmo. Portanto dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra (BÍBLIA, MATEUS, 22:15-22). Consoante ao tema, no Novo Testamento, não ocorre diretamente nenhuma outra referência. 8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS AMARO, Luciano. DIREITO TRIBUTÁRIO BRASILEIRO / Luciano Amaro 10ª ed. atual. São Paulo: Saraiva, 2004 AMED, Fernando José. HISTÓRIA DOS TRIBUTOS NO BRASIL / Fernando José Amed, Plínio José Labriola de Campos Negreiros; (colaboradores Helder Kanamaru, Moacir Longo) São Paulo: Edições SINAFRESP, 2000 BIBLIA SAGRADA contendo o Novo e o Velho Testamento Edição Revista e Atualizada - Traduzida em Português por João Ferreira de Almeida Sociedade Bíblica do Brasil Brasília: 1969 COÊLHO, Sacha Calmon Navarro. CURSO DE DIREITO TRIBUTÁRIO BRASILEIRO: (Comentários à Constituição e ao Código Tributário Nacional, artigo por artigo) Sacha - Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 194-

17 Calmon Navarro Coelho Rio de Janeiro: Forense 2001 CONCORDÂNCIA BÍBLICA Baseia-se na Ed.Rev. e Atual. no Brasil, da Tradução de João Ferreira de Almeida Sociedade Bíblica do Brasil Rio de Janeiro: 1975 CUNHA, Antonio Geraldo da DICIONÁRIO ETIMOLÓGICO NOVA FRANTEIRA DA LINGUA PORTUGUESA/ Antonio Geraldo da Cunha; assistentes: Cláudio Mello Sobrinho et al. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1994 DICIONÁRIO BRASILEIRO da Língua Portuguesa MIRADOR INTERNACIONAL Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações Ltda. São Paulo, 1980 (2 volumes) DICIONÁRIO BRASILEIRO GLOBO Francisco Fernandes, Celso Pedro Luft e F.Marques Guimarães. Edição 2784-A. Editora Globo. Porto Alegre, Rio de Janeiro:1985. DIFINI, Luiz Felipe Silveira. MANUAL DE DIREITO TRIBUTÁRIO/Luiz Felipe Silveira Difini 3 ed. atual. São Paulo : Saraiva, ENCICLOPÉDIA BARSA. Enciclopaedia Britannica Editores Ltda. Rio de Janeiro, São Paulo: 1980 HOBBES, Thomas LEVIATÃ ou Matéria, Forma e Poder de Um Estado Eclesiástico e Civil. - Thomas Hobbes Tradução: Alex Marins. Texto Integral. Ed.Martin Claret. São Paulo:2006 INTERNET: Sites: e a/notas/2003/maio/ b.htm, acessados em 28 de março de JOSEFO, Flávio HISTÓRIA DOS HEBREUS. Trad. de Vicente Pedroso. Rio de Janeiro: CPAD, 1990 NOGUEIRA, Alberto A RECONSTRUÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS DA TRIBUTAÇÃO/ Alberto Nogueira Rio de Janeiro: Renovar, 1997 O NOVO DICIONÁRIO DA BÍBLIA Editor Organizador: J.D.Douglas, M.A., B.D., S.T.M., Ph.D Editor em Português: R.P. SHEDD, M.A., BD., Ph.D Edições Vida Nova São Paulo: 1966 (3 volumes) REVISTA DE DIREITO TRIBUTÁRIO Malheiros Editores Ltda. São Paulo. VADE MECUM. Obra coletiva de autoria da Editora Saraiva com a colaboração de Antonio Luiz de Toledo Pinto, Márcia Cristina Vaz dos Santos Windt e Lívia Céspedes. 3.ed.atual.e ampl. São Paulo : Saraiva, Revista do Curso de Direito Ano I-2006 N.º 1 - p. 195-

Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano

Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano A Bíblia, na parte denominada Antigo Testamento (Torá), é o principal documento da história dos hebreus. Foi escrita ao longo

Leia mais

O povo da Bíblia HEBREUS

O povo da Bíblia HEBREUS O povo da Bíblia HEBREUS A FORMAÇÃO HEBRAICA Os hebreus eram pastores nômades que se organizavam em tribos lideradas por chefes de família denominado patriarca. Principais patriarcas: Abraão, Jacó e Isaac.

Leia mais

O CÂNON Sagrado compreende 46 Livros no ANTIGO TESTAMENTO e 27 Livros no NOVO TESTAMENTO.

O CÂNON Sagrado compreende 46 Livros no ANTIGO TESTAMENTO e 27 Livros no NOVO TESTAMENTO. Ao contrário do que parece à primeira vista, a Bíblia não é um livro único e independente, mas uma coleção de 73 livros, uma mini biblioteca que destaca o a aliança e plano de salvação de Deus para com

Leia mais

Porque Deus mandou construir o tabernáculo?

Porque Deus mandou construir o tabernáculo? Aula 39 Área da Adoração Êxodo 19:5~6 Qual o significado de: vós me sereis reino sacerdotal? Significa que toda a nação, não parte, me sereis reino sacerdotal, povo santo, nação santa. Israel era uma nação

Leia mais

OS LEVITAS Dicionário Internacional de Teologia Novo Testamento,

OS LEVITAS Dicionário Internacional de Teologia Novo Testamento, OS LEVITAS Vamos ao um breve estudo sobre os levitas, que há muito tempo, nas igrejas evangélicas e até mesmo nos templos católicos, é um título dado aos instrumentistas e cantores. Biblicamente falando,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO SERIEDADE NA PALAVRA CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA MÓDULO I 1º SEMESTRE DE 2015 INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO PR. ROGÉRIO DE ANDRADE CHAGAS Introdução ao Novo Testamento. A nossa aula introduzirá a parte histórica

Leia mais

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo.

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. JOÁS, O MENINO REI Lição 65 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. 2. Lição Bíblica: 2 Reis 11; 2 Crônicas 24.1-24 (Base bíblica para a história

Leia mais

A filha da mulher cananeia (Mateus 15:21-28). PREPARANDO MISSIONÁRIOS. O endemoniado gadareno (Marcos 5:1-20).

A filha da mulher cananeia (Mateus 15:21-28). PREPARANDO MISSIONÁRIOS. O endemoniado gadareno (Marcos 5:1-20). Lição 8-22 de agosto de 2015 O plano de Jesus era preparar primeiro o povo judeu como base para as missões para outras culturas. Não obstante, não disperdiçou as oportunidades que se apresentaram para

Leia mais

ESTUDO SOBRE A DISPENSAÇÃO DA LEI (1.718 Anos) Ex 3:1-10 Ex 12:37-38 Lc 16:16 Mt 3:1-3

ESTUDO SOBRE A DISPENSAÇÃO DA LEI (1.718 Anos) Ex 3:1-10 Ex 12:37-38 Lc 16:16 Mt 3:1-3 ESTUDO SOBRE A DISPENSAÇÃO DA LEI (1.718 Anos) Ex 3:1-10 Ex 12:37-38 Lc 16:16 Mt 3:1-3 Definição de Dispensação: período de tempo durante o qual a humanidade é moralmente responsável diante de Deus em

Leia mais

Introdução ao Evangelho

Introdução ao Evangelho CENTRO ESPÍRITA ISMAEL DEPARTAMENTO DE ENSINO DOUTRINÁRIO CURSO DE INTRODUÇÃO AO EVANGELHO AULA 6 OS POVOS HEBREU E JUDEU PRÓXIMA AULA Parábola da Rede Os Reis de Israel Samuel foi o último e maior de

Leia mais

O rei Davi e o seu palácio

O rei Davi e o seu palácio O rei Davi e o seu palácio 2 Sm 11:1-5 Estes versículos registram um terrível e assustador período na vida do rei Davi que poderia ter sido evitado, se o mesmo não escolhesse desprezar suas responsabilidades

Leia mais

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 7

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 7 Panorama do Antigo Testamento Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 7 RECAPITULAÇÃO - AT RECAPITULAÇÃO - AT RECAPITULAÇÃO - AT CRONOLOGIA DO AT CRONOLOGIA DO AT 1. Da criação a Abraão (criação 2000

Leia mais

O povo judeu e sua religião

O povo judeu e sua religião A Vida de JESUS O povo judeu e sua religião O POVO JUDEU Religião Deus e o relacionamento com o homem O Tabernáculo A Arca da Aliança O Templo As Escrituras As Sinagogas Grupos religiosos O POVO JUDEU

Leia mais

1- INTRODUÇÃO. A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico

1- INTRODUÇÃO. A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico Vida de Cristo 1- INTRODUÇÃO A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico Entre o VT e o NT 400 anos de silêncio. No tempo de Jesus a Judéia estava

Leia mais

Obs.: José recebeu em sonho a visita de um anjo que lhe disse que seu filho deveria se chamar Jesus.

Obs.: José recebeu em sonho a visita de um anjo que lhe disse que seu filho deveria se chamar Jesus. Anexo 2 Primeiro momento: contar a vida de Jesus até os 12 anos de idade. Utilizamos os tópicos abaixo. As palavras em negrito, perguntamos se eles sabiam o que significava. Tópicos: 1 - Maria e José moravam

Leia mais

Livros Históricos. Recapitulação

Livros Históricos. Recapitulação Livros Históricos Recapitulação Em nosso Cânon, os livros históricos são doze: Josué, Juízes, Rute, 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis, 1 e 2 Crônicas, Esdras, Neemias e Ester. Autoria: São anônimos Compiladores:

Leia mais

Os Livros dos Reis relatam acontecimentos da Monarquia iniciada por Saul e Davi e seus descendentes. Os dois reinaram entre o ano 972 a.c. à 561 a.c.

Os Livros dos Reis relatam acontecimentos da Monarquia iniciada por Saul e Davi e seus descendentes. Os dois reinaram entre o ano 972 a.c. à 561 a.c. Os Livros dos Reis relatam acontecimentos da Monarquia iniciada por Saul e Davi e seus descendentes. Os dois reinaram entre o ano 972 a.c. à 561 a.c. Depois de Davi, veio Salomão. O Reino de Davi e Salomão

Leia mais

O Movimento de Jesus

O Movimento de Jesus O Movimento de Jesus Tudo começou na Galiléia Quando Jesus começou a percorrer a Palestina, indo das aldeias às cidades, anunciando a Boa Nova do Evangelho, o povo trabalhador ia atrás dele. A fama de

Leia mais

FEB EADE - Livro III - Módulo II Roteiro 2 A autoridade de Jesus

FEB EADE - Livro III - Módulo II Roteiro 2 A autoridade de Jesus OBJETIVOS 1) Analisar em que se resume a autoridade do Cristo. 2) Esclarecer como o Espiritismo explica essa autoridade. IDEIAS PRINCIPAIS 1) Sob a autoridade moral do Cristo, somos guiados na busca pela

Leia mais

Pérola de Grande Valor é um volume de escrituras

Pérola de Grande Valor é um volume de escrituras C A P Í T U L O 3 8 Pérola de Grande Valor Pérola de Grande Valor é um volume de escrituras escrito por profetas. Há cinco partes em Pérola de Grande Valor: o livro de Moisés, o livro de Abraão, Joseph

Leia mais

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros.

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. A Torá é o texto mais importante para o Judaísmo. Nele se encontram os Mandamentos, dados diretamente

Leia mais

O REINO (ISRAEL) É DIVIDIDO Lição 61. 1. Objetivos: Ensinar que enquanto estamos seguindo a Deus, Ele cuida de nós.

O REINO (ISRAEL) É DIVIDIDO Lição 61. 1. Objetivos: Ensinar que enquanto estamos seguindo a Deus, Ele cuida de nós. O REINO (ISRAEL) É DIVIDIDO Lição 61 1 1. Objetivos: Ensinar que enquanto estamos seguindo a Deus, Ele cuida de nós. 2. Lição Bíblica: 1 Reis 11 a 14 (Base bíblica para a história o professor) Versículo

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI Bíblia para crianças apresenta O SÁBIO REI SALOMÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural).

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural). O Poder das Palavras LEITURA: Marcos 11:12-14 12. E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. 13. Vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e chegando

Leia mais

SUMÁRIO. Prefácio 09 Introdução 11 Agradecimentos 13 Apresentação 15 Cronologia do Velho Testamento 21

SUMÁRIO. Prefácio 09 Introdução 11 Agradecimentos 13 Apresentação 15 Cronologia do Velho Testamento 21 SUMÁRIO NARRATIVA TEXTOS PÁG Prefácio 09 Introdução 11 Agradecimentos 13 Apresentação 15 Cronologia do Velho Testamento 21 Gráfico: A Integração dos Livros do Velho Testamento em Ordem Cronológica Gráfico:

Leia mais

Autoridade Espiritual

Autoridade Espiritual Autoridade Espiritual Romanos 13:1-7 (Submissão à autoridade) 1 Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; por que não há autoridade que não venha de Deus; e as autoridades que há foram ordenadas

Leia mais

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP A! Uma grande biblioteca 66 livros Escritos por cerca de 40 homens Em um período de 1600 anos Livros agrupados

Leia mais

Panorama do Antigo Testamento INTRODUÇÃO. Aula 1 IBCU

Panorama do Antigo Testamento INTRODUÇÃO. Aula 1 IBCU Panorama do Antigo Testamento INTRODUÇÃO Aula 1 IBCU Estrutura do Curso 1. Introdução (09.03) 2. O Pentateuco (16.03) 3. Livros Históricos Parte 1 (23.03) 4. Livros Históricos Parte 2 (30.03) 5. Livros

Leia mais

LIVRO INFANTIL PARA COLORIR

LIVRO INFANTIL PARA COLORIR LIVRO INFANTIL PARA COLORIR Este livro foi formulado de tal maneira que os pais podem interagir e ensinar seus filhos a Palavra de Deus. Colorindo uma página por dia, e preenchendo as frases que acompanham

Leia mais

A BÍBLIA. Bíblia: do grego Biblion = Livro, Livro por excelência

A BÍBLIA. Bíblia: do grego Biblion = Livro, Livro por excelência Conhecendo a Bíblia A BÍBLIA Bíblia: do grego Biblion = Livro, Livro por excelência Divisão em capítulos: Stephen Langton, em 1227 e Cardeal Hugo de Sancto Caro, por volta de 1260. Divisão por versículos:

Leia mais

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org Evangelhos 1. Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 5, 1-12a) ao ver a multidão, Jesus subiu ao monte e sentou-se. Rodearam-n O os discípulos e Ele começou a ensiná-los, dizendo:

Leia mais

A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA

A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA Ap 21.9-11 - E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das sete últimas pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a noiva, a esposa do Cordeiro.10

Leia mais

Aulas 6 e 7. A Antiguidade Oriental

Aulas 6 e 7. A Antiguidade Oriental Aulas 6 e 7 A Antiguidade Oriental Hebreus (Monoteísmo e judaísmo) III- I- Local: Economia: região da agricultura, Palestina pastoreio ( Canaã (rio ou Jordão) terra prometida ). e comércio Atualmente:

Leia mais

Esperança em um mundo mal Obadias 1-21. Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos.

Esperança em um mundo mal Obadias 1-21. Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos. Esperança em um mundo mal Obadias 1-21 Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos. Introdução Obadias É o livro mais curto do Antigo Testamento. Quase nada se sabe sobre o autor.

Leia mais

A Vida do Rei Asa - Bisneto de Salomão

A Vida do Rei Asa - Bisneto de Salomão A Vida do Rei Asa - Bisneto de Salomão 1 Reis 15:9-15 No ano vinte do reinado de Jeroboão em Israel, Asa se tornou rei de Judá 10 e governou quarenta e um anos em Jerusalém. A sua avó foi Maacá, filha

Leia mais

Jesus, o Filho de Deus

Jesus, o Filho de Deus JESUS, O FILHO DE DEUS 43 4 Jesus, o Filho de Deus No coração do cristianismo reside a verdade de que Jesus o Cristo é o Filho de Deus. Cristo é o centro da nossa religião. Ele é a fundação da nossa fé

Leia mais

MESOPOTÂMIA ORIENTE MÉDIO FENÍCIA ISRAEL EGITO PÉRSIA. ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações

MESOPOTÂMIA ORIENTE MÉDIO FENÍCIA ISRAEL EGITO PÉRSIA. ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações MESOPOTÂMIA FENÍCIA ISRAEL EGITO ORIENTE MÉDIO PÉRSIA ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE ORIENTAL Mesopotâmia - Iraque Egito Hebreus Israel Fenícios Líbano Pérsia

Leia mais

Dez Mandamentos. Índice. Moisés com as Tábuas da Lei, por Rembrandt

Dez Mandamentos. Índice. Moisés com as Tábuas da Lei, por Rembrandt Dez Mandamentos Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. (Redirecionado de Os dez mandamentos) Ir para: navegação, pesquisa Nota: Para outros significados, veja Dez Mandamentos (desambiguação). Moisés

Leia mais

Propedêutica Bíblica. 26 de Novembro de 2013 Texto Bíblico

Propedêutica Bíblica. 26 de Novembro de 2013 Texto Bíblico Propedêutica Bíblica 26 de Novembro de 2013 Texto Bíblico ORAÇÃO HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO POVO BÍBLICO I HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO POVO BÍBLICO I Ler o texto no contexto GEOGRÁFICO: «Entre os que subiram

Leia mais

NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO

NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO Domingo XXXIV e último NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO Solenidade LEITURA I 2 Sam 5, 1-3 «Ungiram David como rei de Israel» Leitura do Segundo Livro de Samuel Naqueles dias, todas as tribos

Leia mais

A VIDA DO REI SALOMÃO

A VIDA DO REI SALOMÃO Momento com Deus Crianças de 09 a 11 anos NOME: DATA: 17/08//2014 A VIDA DO REI SALOMÃO Versículos para Decorar: 1 - Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente,

Leia mais

Introdução à Bíblia e ao Novo Testamento

Introdução à Bíblia e ao Novo Testamento Introdução à Bíblia e ao Novo Testamento A palavra Bíblia deriva do grego: ta biblía; plural de: ton biblíon. E significa "livros" Logo descobrimos que a Bíblia é uma coleção de livros! Nós, cristãos,

Leia mais

Decida buscar o Senhor

Decida buscar o Senhor Decida buscar o Senhor Textos bíblicos: 2º Reis 22.8, 10-11; 23.1-3 e 24-25: 8. Então, disse o sumo sacerdote Hilquias ao escrivão Safã: Achei o Livro da Lei na Casa do Senhor. Hilquias entregou o livro

Leia mais

Como a Bíblia foi composta? Escrito por Felipe de Aquino

Como a Bíblia foi composta? Escrito por Felipe de Aquino Os textos da Bíblia começaram a ser escritos desde os tempos anteriores a Moisés (1200 ac). Escrever era uma arte rara e cara, pois se escrevia em tábuas de madeira, papiro, pergaminho (couro de carneiro).

Leia mais

A Aliança Abraâmica e as Suas Implicações Atuais

A Aliança Abraâmica e as Suas Implicações Atuais A Aliança Abraâmica e as Suas Implicações Atuais Preparado para a Associação de Igrejas Batistas Regulares do Rio Grande do Norte 6-9 de Janeiro de 2010, Acampamento Elim, RN Pr. Barry Alan Farlow Professor

Leia mais

Distribuição Gratuita Venda Proibida

Distribuição Gratuita Venda Proibida O Atalaia de Israel Um Estudo do Livro de Ezequiel Dennis Allan 2009 www.estudosdabiblia.net Distribuição Gratuita Venda Proibida O Atalaia de Israel Um Estudo do Livro de Ezequiel Dennis Allan Introdução

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 5

Ajuntai tesouros no céu - 5 "Ajuntai tesouros no céu" - 5 Mt 6:19-21 Temos procurado entender melhor através das escrituras, o que Jesus desejou ensinar aos seus discípulos nesta sequência de palavras, e pra isso, estudamos algumas

Leia mais

Diferença entre a Bíblia Católica e a Protestante

Diferença entre a Bíblia Católica e a Protestante Diferença entre a Bíblia Católica e a Protestante Hugo Goes A Bíblia é formada por duas partes: o Antigo Testamento e o Novo Testamento. Em relação ao Novo Testamento, não há nenhuma diferença entre a

Leia mais

História Geral. 3ª Edição - 2007

História Geral. 3ª Edição - 2007 História Geral 3ª Edição - 2007 Os Hebreus Localizado a leste da Mesopotâmia, constituía de um vasto planalto desértico rodeado de montanhas, entre a Mesopotâmia e a Índia. O Império Persa constituiu um

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 3

Ajuntai tesouros no céu - 3 "Ajuntai tesouros no céu" - 3 Mt 6:19-21 Como já vimos nas mensagens anteriores, Jesus queria que os seus discípulos tivessem seus valores alinhados aos valores do seu Reino, ou seja, os discípulos de

Leia mais

APRENDENDO SOBRE A BIBLIA. TEOLOGIA PURA. Responda o questionário! Tema "Conhecendo a Bíblia."

APRENDENDO SOBRE A BIBLIA. TEOLOGIA PURA. Responda o questionário! Tema Conhecendo a Bíblia. APRENDENDO SOBRE A BIBLIA. TEOLOGIA PURA Responda o questionário! Tema "Conhecendo a Bíblia." Responda estas questões relacionadas à bíblia, e teste seus conhecimentos e quem acertar acima de 88% ganha

Leia mais

segunda-feira, 20 de agosto de 12

segunda-feira, 20 de agosto de 12 o perigo: abordagens contemporâneas (remakes) Sempre e sempre, de novo, a figura de Jesus tem sido terrivelmente amputada a fim de adaptar-se ao gosto de cada geração. Durante toda a história da igreja

Leia mais

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja 10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja Aula 53 A primeira vez que a Igreja é profetizada diretamente, está em Mateus: Mateus 16:13~18;... edificarei a minha igreja. V.18; no original

Leia mais

Roteiro 5 Os apóstolos de Jesus. A missão dos doze apóstolos.

Roteiro 5 Os apóstolos de Jesus. A missão dos doze apóstolos. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro 1 Cristianismo e Espiritismo Módulo II O Cristianismo Roteiro 5 Os apóstolos de Jesus. A missão dos doze apóstolos. 1 2 3 4 5

Leia mais

Lição 8 Trabalhar com Líderes

Lição 8 Trabalhar com Líderes Lição 8 Trabalhar com Líderes Já havia mais de um ano que o António se tornara membro da sua igreja. Ele tinha aprendido tanto! Começou a pensar nos líderes da igreja que o tinham ajudado. Pensava naqueles

Leia mais

Lucas 9.51-50. Aproximando-se o tempo em que seria elevado aos céus, Jesus partiu resolutamente em direção a Jerusalém.

Lucas 9.51-50. Aproximando-se o tempo em que seria elevado aos céus, Jesus partiu resolutamente em direção a Jerusalém. Lucas 9.51-50 51 Aproximando-se o tempo em que seria elevado aos céus, Jesus partiu resolutamente em direção a Jerusalém. 52 E enviou mensageiros à sua frente. Indo estes, entraram num povoado samaritano

Leia mais

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA Usamos a Bíblia na Nova Versão Internacional

Leia mais

LIÇÃO 3 S DANIEL 2:1-49

LIÇÃO 3 S DANIEL 2:1-49 Reinos Vindouros LIÇÃO 3 S DANIEL 2:1-49 II. Daniel Interpreta o Sonho de Nabucodonosor sobre os Reinos Vindouros, 2:1-49 A. O sonho e o decreto de Nabucodonosor, 2:1-16 1. Nabucodonosor pede aos sábios

Leia mais

Linha do tempo. A História é a grande mestra. Aprendamos dela! Importa saber ler

Linha do tempo. A História é a grande mestra. Aprendamos dela! Importa saber ler Linha do tempo A História é a grande mestra Aprendamos dela! Importa saber ler 1 Como ler a História Linha reta: tudo já está determinado. Não há participação, nem liberdade Círculo: tudo se repete. O

Leia mais

O JUDAÍSMO: BERÇO DA RELIGIÃO OCIDENTAL. Prof Bruno Tamancoldi i

O JUDAÍSMO: BERÇO DA RELIGIÃO OCIDENTAL. Prof Bruno Tamancoldi i O JUDAÍSMO: BERÇO DA RELIGIÃO OCIDENTAL. Prof Bruno Tamancoldi i O judaísmo é uma crença que se apoia em três pilares: na Torá, nas Boas Ações e na Adoração. Por ser uma religião que supervaloriza a moralidade,

Leia mais

1ª Leitura - Gn 1,20-2,4a

1ª Leitura - Gn 1,20-2,4a 1ª Leitura - Gn 1,20-2,4a Façamos o homem à nossa imagem e segundo a nossa semelhança. Leitura do Livro do Gênesis 1,20-2,4a 20Deus disse: 'Fervilhem as águas de seres animados de vida e voem pássaros

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O. Prezado amigo, chegamos ao capítulo 17 do livro de Levítico, e

SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O. Prezado amigo, chegamos ao capítulo 17 do livro de Levítico, e REFERÊNCIA: Levítico 17 Data de Gravação: 18.06.03 PRODUTOR: Paulo Chaveiro Locução: Paulo Chaveiro OLÁ! CARO AMIGO/ EU SOU PAULO CHAVEIRO E ESTE É O PROGRAMA O SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ http://cachorritosdelsenor.blogspot.com/ A páscoa Volume 29 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 11 Ola Filhotes, vocês sabem o que é páscoa e quando ela começou?

Leia mais

As Civilizações Antigas do Oriente II

As Civilizações Antigas do Oriente II As Civilizações Antigas do Oriente II PERSAS, HEBREUS E FENÍCIOS Prof. Alan Carlos Ghedini Os Persas ENTRE CIRO, DARIO E XERXES A Origem Persas e Medos, um povo de origem indo-europeia (árias), estabeleceram-se

Leia mais

Conceitos Básicos. Profetizou em Israel, durante o reinado de Jeroboão II (Século VIII a.c.), cumpre seu ministério por 30 anos

Conceitos Básicos. Profetizou em Israel, durante o reinado de Jeroboão II (Século VIII a.c.), cumpre seu ministério por 30 anos Oséias Salvação Conceitos Básicos Oséias, o profeta, era filho de Beeri. Profetizou em Israel, durante o reinado de Jeroboão II (Século VIII a.c.), cumpre seu ministério por 30 anos O nome Oséias era comum

Leia mais

Livros Históricos. Introdução

Livros Históricos. Introdução Livros Históricos Introdução Em nosso Cânon, os livros históricos são doze: Josué, Juízes, Rute, 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis, 1 e 2 Crônicas, Esdras, Neemias e Ester. Cânon Judaico: Josué, Juízes, 1 e 2 Samuel,

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

Geografia da Terra Prometida De Davi até Joaquim. Grupo de Estudos Bíblicos Nova Serrana Reginaldo Silva

Geografia da Terra Prometida De Davi até Joaquim. Grupo de Estudos Bíblicos Nova Serrana Reginaldo Silva Geografia da Terra Prometida De Davi até Joaquim Grupo de Estudos Bíblicos Nova Serrana Reginaldo Silva Império de Davi A Bíblia refere-se ao poderoso Reino de David no século 10 AC, segundo rei de Israel,

Leia mais

Português. Sagrada Família de Jesus, Maria e José B. Leitura I Ben-Sirá 3,3-7.14-17a (gr. 2-6.12-14)

Português. Sagrada Família de Jesus, Maria e José B. Leitura I Ben-Sirá 3,3-7.14-17a (gr. 2-6.12-14) Português Sagrada Família de Jesus, Maria e José B Deus apareceu na terra e começou a viver no meio de nós. (cf. Bar 3,38) Leitura I Ben-Sirá 3,3-7.14-17a (gr. 2-6.12-14) Deus quis honrar os pais nos filhos

Leia mais

O DEUS PROVEDOR. Todas esses milagres são provisões de Deus reservadas aos que O servem e que nele confiam.

O DEUS PROVEDOR. Todas esses milagres são provisões de Deus reservadas aos que O servem e que nele confiam. O DEUS PROVEDOR Para fazermos a obra de Deus, precisamos: - Orar constantemente, - De consagração pelo jejum, - De santificação pelo cumprimento da Palavra e - De fé incondicional em Deus, Porque essas

Leia mais

Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado.

Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado. 1 Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado. Neste sentido a Carta aos Hebreus é uma releitura da lei,

Leia mais

O QUE E A IGREJA ESQUECEU

O QUE E A IGREJA ESQUECEU 51. Aproximando-se o tempo em que seria elevado aos céus, Jesus partiu resolutamente em direção a Jerusalém. 52. E enviou mensageiros à sua frente. Indo estes, entraram num povoado samaritano para lhe

Leia mais

A BÍBLIA. Leituras - 2 Tm 3.10-17; Sl 19, 119.105-112; Is 40.1-11

A BÍBLIA. Leituras - 2 Tm 3.10-17; Sl 19, 119.105-112; Is 40.1-11 A BÍBLIA Leituras - 2 Tm 3.10-17; Sl 19, 119.105-112; Is 40.1-11 DIVISÃO E CONTEÚDO A palavra "bíblia" vem do grego bíblia, plural de biblion, que traduzido quer dizer "grupo de "livros". Desta forma a

Leia mais

#101r. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar.

#101r. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar. (Continuação) Apocalipse 13:1~10; a besta que subiu do mar. #101r Na aula passada, iniciamos o estudo do cap13 de Apocalipse, onde, como falamos de certa forma descreve o personagem mais importante da

Leia mais

LIÇÃO 2 Jesus, o Messias Prometido

LIÇÃO 2 Jesus, o Messias Prometido Nesta Lição Estudará... A Natureza da Profecia Bíblica A Importância das Profecias O Desenvolvimento da Profecia Messiânica O Ritual Profético As Profecias Sobre o Messias Humano e Divino Sacrifício e

Leia mais

Etapas da maturidade de Eliseu

Etapas da maturidade de Eliseu Etapas da maturidade de Eliseu TEXTO BÍBLICO BÁSICO 2 Reis 2.5-11 5 - Então os filhos dos profetas que estavam em Jericó se chegaram a Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o SENHOR hoje tomará o teu senhor

Leia mais

O POVO DE DEUS NO TEMPO DOS JUÍZES

O POVO DE DEUS NO TEMPO DOS JUÍZES O POVO DE DEUS NO TEMPO DOS JUÍZES O POVO DE DEUS NO TEMPO DOS JUÍZES DEPOIS DE JOSUÉ E os filhos de Israel fizeram o que era mau aos olhos do SENHOR, e se esqueceram do SENHOR seu Deus; e serviram aos

Leia mais

Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo ENSINO RELIGIOSO CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo ENSINO RELIGIOSO CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

O QUE A BÍBLIA FALA SOBRE DINHEIRO/FINANÇAS

O QUE A BÍBLIA FALA SOBRE DINHEIRO/FINANÇAS O QUE A BÍBLIA FALA SOBRE DINHEIRO/FINANÇAS Questões fundamentais sobre o dinheiro O que é o dinheiro? Qual é a sua natureza? Para que serve o dinheiro? Quanto a bíblia fala sobre o dinheiro? Qual é a

Leia mais

A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da

A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da O Pentateuco A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da humanidade, do povo escolhido. As histórias

Leia mais

A Antiguidade Oriental Hebreus

A Antiguidade Oriental Hebreus A Antiguidade Oriental Hebreus (Monoteísmo e judaísmo) Mar Mediterrâneo Delta do Nilo Egito NASA Photo EBibleTeacher.com Península nsula do Sinai Mt. Sinai Mar Vermelho Canaã Tradicional Rota do Êxodo

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 2

Ajuntai tesouros no céu - 2 "Ajuntai tesouros no céu" - 2 Jesus nos ensinou a "alinharmos" os nossos valores aos valores de seu Reino, comparando em sua mensagem aquilo que é terreno e passageiro com aquilo que é espiritual e eterno.

Leia mais

Apêndice 1 Ementário do CTER

Apêndice 1 Ementário do CTER Apêndice 1 Ementário do CTER Apresentamos abaixo a ementa de cada uma das 31 (trinta e uma) disciplinas obrigatórias do CTER. Este ementário está sujeito a alterações. O aluno deve permanecer atento, pois,

Leia mais

Deus Toma as Dores dos que são Fiéis

Deus Toma as Dores dos que são Fiéis Deus Toma as Dores dos que são Fiéis Ef 6.12,13 Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século,

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA e SÃO LOURENÇO Em obediência à vossa palavra, lançarei as redes (Lc 5,5b)

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA e SÃO LOURENÇO Em obediência à vossa palavra, lançarei as redes (Lc 5,5b) Evangelho A palavra Evangelho significa: Boas Novas. Portando, não temos quatro evangelhos, mas quatro evangelistas que escreveram, cada um, conforme sua visão, as boas-novas de salvação, acerca do Senhor

Leia mais

Daniel e Apocalipse. O panorama do futuro. Pr. Erivelton Rodrigues Nunes

Daniel e Apocalipse. O panorama do futuro. Pr. Erivelton Rodrigues Nunes Daniel e Apocalipse O panorama do futuro Pr. Erivelton Rodrigues Nunes Interbíblico Período de aproximadamente 400 anos que divide o Antigo Testamento ao Novo. Títulos Título Dario Assuero Faraó Abimeleque

Leia mais

www.linkchurch.net É o que vamos fazer rapidamente sem nos atermos muito a datas e nomes de pessoas.

www.linkchurch.net É o que vamos fazer rapidamente sem nos atermos muito a datas e nomes de pessoas. www.linkchurch.net Todo estudo deste Periodo tem e será fundamentado em fatos históricos. Não ha registro na Biblia deste periodo, muitas literaturas sacras surgiram neste periodo mas foram consideradas

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

AULA 4 O MESSIAS: SATISFAÇÃO DEFINITIVA, ADORAÇÃO VERDADEIRA E EVANGELIZAÇÃO SEM FRONTEIRAS TEMA: A PRIORIDADE DA EVANGELIZAÇÃO TEXTO: JOÃO 4.

AULA 4 O MESSIAS: SATISFAÇÃO DEFINITIVA, ADORAÇÃO VERDADEIRA E EVANGELIZAÇÃO SEM FRONTEIRAS TEMA: A PRIORIDADE DA EVANGELIZAÇÃO TEXTO: JOÃO 4. AULA 4 O MESSIAS: SATISFAÇÃO DEFINITIVA, ADORAÇÃO VERDADEIRA E EVANGELIZAÇÃO SEM FRONTEIRAS TEMA: A PRIORIDADE DA EVANGELIZAÇÃO TEXTO: JOÃO 4.1-42 INTRODUÇÃO A narrativa da Mulher Samaritana se desenvolve

Leia mais

Recomendação Inicial

Recomendação Inicial Recomendação Inicial Este estudo tem a ver com a primeira família da Terra, e que lições nós podemos tirar disto. Todos nós temos uma relação familiar, e todos pertencemos a uma família. E isto é o ponto

Leia mais

Pérsia, fenícia e palestina

Pérsia, fenícia e palestina Pérsia, fenícia e palestina Região desértica Atuais estados de Israel e Palestina Vários povos (semitas) estabelecidos no curso do Rio Jordão Palestina Hebreus (Palestina) Um dos povos semitas (cananeus,

Leia mais

A VIDA DO REI SALOMÃO

A VIDA DO REI SALOMÃO Momento com Deus Crianças de 07 a 08 anos NOME: DATA: 17/08//2014 A VIDA DO REI SALOMÃO Versículos para Decorar: 1 - Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente,

Leia mais

sumário 1. rumo ao SINAI... 3 3. rebelião no deserto... 31 4. o deserto ouve... 46 5. jericó... 62

sumário 1. rumo ao SINAI... 3 3. rebelião no deserto... 31 4. o deserto ouve... 46 5. jericó... 62 sumário 1. rumo ao SINAI... 3 2. os mandamentos... 14 3. rebelião no deserto... 31 4. o deserto ouve... 46 5. jericó... 62 6. israel avança... 78 7. o cântico de débora... 95 8. gideão, o guerreiro...

Leia mais

8º Capítulo. Petros Os Dons Pilares 1ª Parte

8º Capítulo. Petros Os Dons Pilares 1ª Parte 8º Capítulo Petros Os Dons Pilares 1ª Parte O texto de I Co 12:7-11 fala sobre os dons espirituais, aqui chamados de carismáticos; O texto de Ef 4:11 fala sobre os dons ministeriais, aqui chamados de dons

Leia mais

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria Samaria: Era a Capital do Reino de Israel O Reino do Norte, era formado pelas 10 tribos de Israel, 10 filhos de Jacó. Samaria ficava a 67 KM de Jerusalém,

Leia mais

Uma leitura apressada dos Atos dos Apóstolos poderia nos dar a impressão de que todos os seguidores de Jesus o acompanharam da Galileia a Jerusalém,

Uma leitura apressada dos Atos dos Apóstolos poderia nos dar a impressão de que todos os seguidores de Jesus o acompanharam da Galileia a Jerusalém, Uma leitura apressada dos Atos dos Apóstolos poderia nos dar a impressão de que todos os seguidores de Jesus o acompanharam da Galileia a Jerusalém, lá permanecendo até, pelo menos, pouco depois de Pentecostes.

Leia mais

CIVILIZAÇÕES MESOPOTÂMICAS

CIVILIZAÇÕES MESOPOTÂMICAS 25 MESOPOTÂMIA: REGIÃO ENTRE DOIS RIOS (GREGO) 1. Sumérios e Acádios (antes de 2000 a. C) - Cidades Estados - Religião politeísta cada cidade possuía um Deus principal - A terra era dos deuses - Trabalhavam

Leia mais

Naquela ocasião Jesus disse: "Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos

Naquela ocasião Jesus disse: Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos As coisas encobertas pertencem ao Senhor, ao nosso Deus, mas as reveladas pertencem a nós e aos nossos filhos para sempre, para que sigamos todas as palavras desta lei. Deuteronômio 29.29 Naquela ocasião

Leia mais