CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO"

Transcrição

1 P CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO RELATÓRIO SOBRE O MERCADO CAFEEIRO Outubro de 2009 Em outubro os preços do café aumentaram, e a média mensal do preço indicativo composto da OIC registrou 121,09 centavos de dólar dos EUA por libra-peso, contra 116,40 centavos em setembro. Esse aumento abrangeu especificamente os preços dos Arábicas, pois os do Robusta caíram um pouco. Durante o período os diferenciais entre os Suaves Colombianos e os outros grupos de café diminuíram. O dólar dos EUA perdeu valor em relação às moedas de alguns países exportadores de café em outubro em relação ao real brasileiro, à rupia indiana e ao peso mexicano, em particular, reduzindo o benefício do aumento dos preços. Para mitigar o impacto da valorização do real em relação ao dólar dos EUA, as autoridades monetárias brasileiras introduziram um imposto especial de 2% sobre influxos de capital. Além disso, novembro de 2009 é o primeiro mês de entrega coberto pelo programa brasileiro de apoio aos cafeicultores pelo possível exercício de opções, envolvendo 1 milhão de sacas. A entrega de café ao Governo pelos cafeicultores significaria a retirada efetiva de 1 milhão de sacas do mercado. No ano-safra de 2009/10, que já começou em todos os países exportadores, o volume da produção poderá ser inferior ao alcançado em 2008/09, de 128,1 milhões de sacas. Na Colômbia, as últimas cifras oficiais indicam que no ano-safra de 2008/09 a produção foi de 8,7 milhões de sacas. Em setembro as exportações de todos os países exportadores totalizaram 6,9 milhões de sacas, elevando o total cumulativo do ano cafeeiro de 2008/09 (outubro de 2008 setembro de 2009) a 97,6 milhões de sacas, em comparação com 96,1 milhões no ano cafeeiro de 2007/08. Gráfico 1: Preço indicativo composto diário 1 o de outubro de 2008 a 6 de novembro de US cents/lb

2 2 Carta do Diretor-Executivo Outubro de 2009 Evolução dos preços A média mensal do preço indicativo composto da OIC foi de 121,09 centavos de dólar dos EUA por libra-peso em outubro, contra 116,40 centavos em setembro, acusando um aumento de 4% (quadro 1). Apesar de uma baixa na última semana de outubro, o comportamento dos preços na primeira semana de novembro indica certa firmeza 1. O gráfico 1 mostra a evolução do preço indicativo composto diário da OIC desde 1 o de outubro de O gráfico 2 mostra a evolução dos preços indicativos diários dos quatro grupos de café desde 1 o de outubro de Os preços dos Robustas caíram um pouco em outubro, e os dos outros três grupos aumentaram. Os preços dos Suaves Colombianos aumentaram menos que os dos Outros Suaves e dos Naturais Brasileiros. Em conseqüência, os diferenciais entre os Suaves Colombianos e os demais grupos de Arábicas diminuíram ainda mais (quadro 2). Gráfico: Preços indicativos dos grupos 1 o de outubro de 2008 a 30 de outubro de US cents per lo Colombian Other Brazilian Naturals Robustas 1 Em 6 de novembro de 2009, o preço indicativo foi 122,15 centavos de dólar dos EUA por libra-peso, em comparação com 119,90 centavos em 30 de outubro.

3 Carta do Diretor-Executivo Outubro de Quadro 1: Preços indicativos diários da OIC e de futuros (centavos de dólar dos EUA por libra-peso) Outubro de 2009 ICO Colombian Other Brazilian New composite Naturals Robustas York* London* Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct Oct October November December January February March April May June July August September October % change between Oct-09 and Sep % change between Oct-09 and Oct % change between Oct-09 and 2008 average volatility (%) Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct *Média da 2 a e 3 a posições

4 4 Carta do Diretor-Executivo Outubro de 2009 O gráfico 3 mostra a diferença entre as médias mensais dos Suaves Colombianos e o contrato C de Nova Iorque desde janeiro de O diferencial de preços entre os Suaves Colombianos e o contrato C de Nova Iorque caiu 19% em relação a seu nível de setembro. O diferencial de outubro acusa uma queda de 53,7% em relação ao nível de maio de Gráfico 3: Diferença entre as médias mensais dos Suaves Colombianos e o contrato C de Nova Iorque* Janeiro a outubro de 2009 *Média da 2 a e 3 a posições Quadro 2: Diferenças entre os preços dos grupos Colombian Other Colombian Colombian Colombian Brazilian Naturals Robustas New York* Other Other Brazilian Naturals New York* Brazilian Naturals Robustas Robustas London* Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct % change between Oct-09 and Sep % % 0.96% % -7.48% 8.50% 20.71% 14.66% *Média da 2 a e 3 a posições

5 Carta do Diretor-Executivo Outubro de Quadro 3: Produção em países exportadores selecionados Crop year % change commencing &2007 TOTAL Africa Cameroon Côte d'ivoire Ethiopia Kenya Tanzania Uganda Others Arabicas Robustas Asia & Oceania India Indonesia Papua New Guinea Thailand Vietnam Others Arabicas Robustas Mexico & Central America Costa Rica El Salvador Guatemala Honduras Mexico Nicaragua Others Arabicas Robustas South America Brazil Colombia Ecuador Peru Others Arabicas Robustas TOTAL Colombian Other Brazilian Naturals Robustas Arabicas Robustas TOTAL Colombian Other Brazilian Naturals Robustas Arabicas Robustas Em milhares de sacas Fatores fundamentais do mercado No ano-safra de 2008/09 a produção totalizou 128,1 milhões de sacas, contra 118,3 milhões em 2007/08 (quadro 3). O ano-safra de 2009/10 está avançando em todos os países exportadores. A estimativa oficial mais recente da safra brasileira de 2009/10, a maior parte da qual já colhida, é de 39 milhões de sacas, das quais 28,4 milhões de Arábicas e 10,6 milhões de Robustas. No entanto, fortes precipitações recentes poderão afetar tanto a qualidade da safra quanto a florada do ano-safra de 2010/11. Más condições meteorológicas no Vietnã também poderão afetar a safra em curso. Em 2008/09 a produção da Colômbia foi a menor que se registrava desde 1973/74, e o país ainda não parece em condições de voltar a produzir normalmente no ano-safra de 2009/10. Por outro lado, maior produção está prevista na África, na Ásia e na América Central. Com respeito à oferta de café no Brasil, é preciso notar que, de acordo com o programa de apoio aos produtores pelo Governo, a primeira entrega de 1 milhão de sacas pode ocorrer em novembro se os atuais níveis de preços se mantiverem abaixo do preço mínimo de R$303,50 por saca. Embora relativamente firme, os níveis atuais dos preços de mercado, em real, ainda não estão suficientemente altos para dissuadir os produtores de entregar parte de seu café ao Governo, apesar de custos adicionais por exemplo, do preparo para entrega e do transporte. Deve haver outras entregas em janeiro e fevereiro de 2010 a um preço mínimo de garantia de R$311,70 e R$314,40 respectivamente. Em setembro as exportações totalizaram 6,9 milhões de sacas, elevando o volume total exportado durante o ano cafeeiro de 2008/09 a 97,6 milhões, contra 96,1 milhões no ano cafeeiro anterior, um aumento de 1,57% (quadro 4).

6 6 Carta do Diretor-Executivo Outubro de 2009 Quadro 4: Total das exportações de todas as formas de café (Outubro a setembro de 2007/08 e 2008/09) 2007/ /09 % change TOTAL Colombian Other Brazilian Naturals Robustas Arabicas Robustas Angola Benin 0 0 Bolivia Brazil Burundi Cameroon Central African Republic Colombia Congo, Dem. Rep. of Congo, Rep. of 0 0 Costa Rica Côte d'ivoire Cuba Dominican Republic Ecuador El Salvador Ethiopia Gabon 0 0 Ghana Guatemala Guinea Haiti Honduras India Indonesia Jamaica Kenya Madagascar Malawi Mexico Nicaragua Nigeria Panama Papua New Guinea Paraguay Peru Philippines Rwanda Tanzania Thailand Togo Uganda Venezuela Vietnam Zambia Zimbabwe Other exporting countries 1/ Em milhares de sacas 1/ Guiana, Guiné Equatorial, Iêmen, Laos (R. D. P. do), Libéria, Serra Leoa, Sri Lanka, Timor-Leste e Trinidad e Tobago Com base nos dados recebidos, minha estimativa preliminar dos estoques iniciais nos países produtores é de cerca de 16 milhões de sacas. Esse volume poderá ser o mais baixo registrado desde que se começou a manter registros. Os estoques dos países importadores são atualmente estimados em cerca de 26 milhões de sacas, ou seja, o maior volume jamais registrado. O consumo mundial em anos recentes tem-se mantido consistentemente vigoroso. O volume total do consumo no ano civil de 2008 é estimado em 130 milhões de sacas (quadro 5). O crescimento do consumo mundial pode ser atribuído em grande parte a maior consumo interno nos países exportadores e a uma demanda cada vez maior nos mercados emergentes. Na União Européia o consumo parece ter estagnado nos últimos anos, respondendo por apenas 31,3% do consumo mundial em 2008, em contraste com 27,6% do consumo interno dos países exportadores. Quadro 5: Consumo mundial (Anos civis de 2004 a 2008) * WORLD TOTAL Producing Countries Brazil Indonesia Mexico Ethiopia India Colombia Philippines Vietnam Venezuela Others Importing Countries European Community Germany Italy France Spain United Kingdom Netherlands Sweden Poland Finland Greece Others USA Japan Other Importing Countries Russian Federation Canada Algeria Ukraine Korea, Republic of Australia Others * Dados preliminares Em milhares de sacas

7 Carta do Diretor-Executivo Outubro de Os quadros 6 e 7 mostram o consumo per capita em países exportadores e importadores selecionados. O quadro 8 mostra os preços de varejo no mês de junho dos anos de 2007 a Os níveis dos preços de varejo de junho de 2009 caíram em quase todos os países importadores em relação aos níveis de junho de Quadro 6: Consumo per capita em países exportadores selecionados (Anos civis de 2004 a 2008) Brazil Honduras Costa Rica Dominican Republic El Salvador Haiti Nicaragua Colombia Venezuela Madagascar Ethiopia Guatemala Mexico Panama Cuba Côte d'ivoire Indonesia Philippines Vietnam Ecuador Em quilogramas Quadro 7: Consumo per capita em países importadores selecionados (Anos civis de 2004 a 2008) Algeria Australia Canada European Community Austria Belgium Bulgaria Cyprus Czech Republic Denmark Estonia Finland France Germany Greece Hungary Ireland Italy Latvia Lithuania Luxembourg Malta Netherlands Poland Portugal Romania Slovakia Slovenia Spain Sweden United Kingdom Japan Korea, Republic of Norway Russian Federation Switzerland Ukraine USA Em quilogramas

8 8 Carta do Diretor-Executivo Outubro de 2009 Quadro 8: Preços de varejo do café torrado em países importadores selecionados June % change European Community Austria / Belgium Bulgaria Cyprus Denmark Finland France Germany Italy Latvia Luxembourg Malta 2/ Netherlands Poland Portugal Slovakia Slovenia Spain Sweden United Kingdom 2/ Japan / Norway USA Em centavos de dólar dos EUA por libra-peso 1/ Mudança do tipo de produto do café 2/ Café solúvel Em conclusão, é preciso notar que os fatores fundamentais do mercado continuam a favorecer a firmeza dos preços, em razão de um consumo vigoroso que possibilita manter o equilíbrio entre a oferta e a demanda. Os estoques iniciais dos países exportadores no ano-safra de 2009/10 continuam baixos, e quedas de produção são previstas no Brasil e outros importantes países produtores, onde a qualidade da safra poderá ser afetada por más condições meteorológicas. Se essas quedas de produção se confirmarem, haverá uma redução das exportações no ano cafeeiro de 2009/10.

RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO

RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO P RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO Janeiro de 2011 Problemas climáticos em muitos países exportadores continuaram a dominar a evolução do mercado, os preços do café e as notícias. Assim, os preços

Leia mais

CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO

CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO International Coffee Organization Organización Internacional del Café Organização Internacional do Café Organisation Internationale du Café P CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO RELATÓRIO SOBRE O MERCADO CAFEEIRO

Leia mais

CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO

CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO P CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO RELATÓRIO SOBRE O MERCADO CAFEEIRO Dezembro de 2008 Os níveis de preços confirmaram em dezembro a tendência baixista que se observava no mercado cafeeiro desde setembro de

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO

RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO P RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO Fevereiro de 213 Em fevereiro o preço indicativo composto da OIC caiu ainda mais, apesar dos estragos que o surto de ferrugem continuou a causar na América Central.

Leia mais

CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO

CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO P CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO RELATÓRIO SOBRE O MERCADO CAFEEIRO Abril de 2009 A escassez de café colombiano e o aumento sem precedentes dos prêmios pagos por esta origem continuam a dominar a evolução

Leia mais

CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO

CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO P CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO RELATÓRIO SOBRE O MERCADO CAFEEIRO Maio de 2009 O impacto do déficit da produção colombiana continuou a influenciar o mercado, e em maio de 2009 a alta dos preços do café foi

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO

RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO P RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO Setembro de 2013 Em setembro de 2013 os preços do café continuaram em queda, e o indicativo composto da OIC recuou 4%, atingindo seu nível mais baixo desde abril

Leia mais

CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO

CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO International Coffee Organization Organización Internacional del Café Organização Internacional do Café Organisation Internationale du Café P CARTA DO DIRETOR-EXECUTIVO RELATÓRIO SOBRE O MERCADO CAFEEIRO

Leia mais

Indices de Felicidade

Indices de Felicidade Indices de Felicidade FELICIDADE PRESENTE NotaMédiadeFelicidadePresente(de0a10)3-55-66-77-88-9Seminformação Denmark Felicidade Presente (Nota de 0 a 10) Italy Brazil Russia China Fonte: CPS/FGV Processando

Leia mais

Preços do café continuam a cair, embora a uma taxa menor

Preços do café continuam a cair, embora a uma taxa menor Preços do café continuam a cair, embora a uma taxa menor Os preços do café continuaram em queda enquanto que o mercado permaneceu bem abastecido e os estoques nos países consumidores altos como resultado

Leia mais

SC 67/ setembro 2016 Original: inglês

SC 67/ setembro 2016 Original: inglês SC 67/16 16 setembro 2016 Original: inglês P Comitê de Estatística 11. a reunião 20 setembro 2016 Londres, Reino Unido Cumprimento da exigência de fornecer dados estatísticos Anos cafeeiros de 2007/08

Leia mais

Preços na maior baixa de um ano, apesar de previsão de déficit global em 2014/15

Preços na maior baixa de um ano, apesar de previsão de déficit global em 2014/15 Preços na maior baixa de um ano, apesar de previsão de déficit global em 2014/15 A tendência baixista do mercado nos últimos meses prosseguiu em fevereiro. O preço indicativo composto diário da OIC caiu

Leia mais

Mercado de café termina 2014 com maior baixa de 10 meses

Mercado de café termina 2014 com maior baixa de 10 meses Mercado de café termina 2014 com maior baixa de 10 meses Em dezembro de 2014 os preços do café continuaram a cair e a média mensal do preço indicativo composto da OIC atingiu seu nível mais baixo desde

Leia mais

Preocupações com oferta diminuem e preços caem ligeiramente

Preocupações com oferta diminuem e preços caem ligeiramente Preocupações com oferta diminuem e preços caem ligeiramente Os preços indicativos de todos os grupos da OIC caíram um pouco, mas no caso dos a queda foi maior. Com a suspensão de uma quota de importação,

Leia mais

Preços do café para outubro são os mais altos de mais de dois anos

Preços do café para outubro são os mais altos de mais de dois anos Preços do café para outubro são os mais altos de mais de dois anos Os preços do café dispararam no início do mês e o preço indicativo composto da OIC subiu 15 centavos em apenas seis dias. As chuvas no

Leia mais

Preços do Robusta registram maior alta de cinco anos e meio

Preços do Robusta registram maior alta de cinco anos e meio Preços do Robusta registram maior alta de cinco anos e meio Em janeiro o mercado de café se recuperou da queda de preços do final do ano passado. Embora se estendesse a todos os grupos, a alta dos preços

Leia mais

Preços sobem ante novas preocupações com a safra brasileira de 2017/18

Preços sobem ante novas preocupações com a safra brasileira de 2017/18 Preços sobem ante novas preocupações com a safra brasileira de 2017/18 Com a chegada de notícias de menor produtividade e de questões de qualidade ligadas à safra brasileira de 2017/18, o indicativo composto

Leia mais

Preços têm maior alta de 4 meses, mas depois caem em vista de um mercado bem suprido

Preços têm maior alta de 4 meses, mas depois caem em vista de um mercado bem suprido Preços têm maior alta de 4 meses, mas depois caem em vista de um mercado bem suprido Por um período breve o preço indicativo composto da OIC ultrapassou 135 centavos de dólar dos EUA por libra-peso, mas

Leia mais

Preços do café os mais baixos de quase um ano Volatilidade cresce

Preços do café os mais baixos de quase um ano Volatilidade cresce Preços do café os mais baixos de quase um ano Volatilidade cresce Em janeiro o tempo observado no Brasil foi o principal indutor dos preços, que primeiro subiram, depois caíram outra vez. As médias mensais

Leia mais

Reação dos fundos a perspectivas de oferta mais positivas leva a correção baixista

Reação dos fundos a perspectivas de oferta mais positivas leva a correção baixista Reação dos fundos a perspectivas de oferta mais positivas leva a correção baixista Os preços do café caíram acentuadamente no final de abril, quando os investidores institucionais venderam suas posições.

Leia mais

Preços do café se mantêm em baixa, com estimativas da produção indicando uma modesta recuperação em 2015/16

Preços do café se mantêm em baixa, com estimativas da produção indicando uma modesta recuperação em 2015/16 Preços do café se mantêm em baixa, com estimativas da produção indicando uma modesta recuperação em 2015/16 Em dezembro de 2015 os preços voltaram a cair no mercado cafeeiro, resultando na segunda média

Leia mais

Consumo mundial aumenta, mas preços continuam baixos

Consumo mundial aumenta, mas preços continuam baixos Consumo mundial aumenta, mas preços continuam baixos O mercado cafeeiro se estabilizou um pouco em fevereiro, mas os preços continuam muito baixos. A falta de notícias sobre os fatores fundamentais, com

Leia mais

Mercado de café termina 2016/17 em déficit pelo terceiro ano consecutivo

Mercado de café termina 2016/17 em déficit pelo terceiro ano consecutivo Mercado de café termina 2016/17 em déficit pelo terceiro ano consecutivo O preço indicativo composto da OIC continuou sua tendência baixista do final do mês de agosto, registrando uma média de 124,46 centavos

Leia mais

Relatório mensal sobre o mercado de café Março de 2015 Mercado de café recua, mas demanda continua vigorosa

Relatório mensal sobre o mercado de café Março de 2015 Mercado de café recua, mas demanda continua vigorosa P Relatório mensal sobre o mercado de café Março de 2015 Mercado de café recua, mas demanda continua vigorosa Em março de 2015 o mercado cafeeiro apresentou queda pelo quinto mês consecutivo, enquanto

Leia mais

Preços dos Arábicas temporariamente sob pressão, mas preços dos Robustas sobem

Preços dos Arábicas temporariamente sob pressão, mas preços dos Robustas sobem Preços dos Arábicas temporariamente sob pressão, mas preços dos sobem O mercado de café esteve volátil: os preços dos Arábicas caíram, depois voltaram a seus níveis de antes, enquanto os dos fechavam em

Leia mais

Maior alta dos últimos 5 meses no mercado de café

Maior alta dos últimos 5 meses no mercado de café Maior alta dos últimos 5 meses no mercado de café Os preços do café se fortaleceram bastante ao longo de março de 2016, apesar de algum enfraquecimento no final do mês. Essa recuperação, embora também

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO

RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO P RELATÓRIO MENSAL SOBRE O MERCADO CAFEEIRO Novembro de A contínua deterioração dos preços do café diminuiu ligeiramente em novembro, mas as médias mensais de todos os preços indicativos da OIC se mantiveram

Leia mais

A Economia do Brasil nos últimos 40 Anos e Perspectivas para o Futuro

A Economia do Brasil nos últimos 40 Anos e Perspectivas para o Futuro A Economia do Brasil nos últimos 40 Anos e Perspectivas para o Futuro 40 Anos da Editoria de Economia de O Globo Marcelo Neri mcneri@fgv.br Décadas: 60 e 70 Milagre Crescimento 80 Redemocratização 90 Estabilização

Leia mais

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC Categorias / Products:, INDUSTRIALIZADA / PROCESSED, MIÚDOS / OFFALS,, Periodo: jan/2015 - dez/2015 1 de 19 2015 2014 Janeiro / January US$ (000) TONNES US$/Ton US$ (000) TONNES US$/Ton US$ (000) TONNES

Leia mais

Original page: VISTO E1 (comerciantes do tratado) e E2 (investidores do tratado)

Original page: VISTO E1 (comerciantes do tratado) e E2 (investidores do tratado) PDF Acrobat www.drmoises.com 1 Original page: VISTO E1 (comerciantes do tratado) e E2 (investidores do tratado) Os comerciantes do tratado são Vistos E-1, investidores do tratado são Vistos E-2. Estes

Leia mais

A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT)

A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT) A FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT) É A AGÊNCIA PÚBLICA NACIONAL PARA A INVESTIGAÇÃO E A INOVAÇÃO EM PORTUGAL WWW.FCT.PT A VISÃO DA FCT É: TORNAR PORTUGAL UMA REFERÊNCIA MUNDIAL EM CIÊNCIA,

Leia mais

ICC fevereiro 2014 Original: inglês. Análise comparativa dos preços mundiais do café e dos produtos manufaturados

ICC fevereiro 2014 Original: inglês. Análise comparativa dos preços mundiais do café e dos produtos manufaturados ICC 112-8 17 fevereiro 214 Original: inglês P Conselho Internacional do Café 112. a sessão 3 7 março 214 Londres, Reino Unido Análise comparativa dos preços mundiais do café e dos produtos manufaturados

Leia mais

As exportações se mantêm firmes enquanto mercado diverge

As exportações se mantêm firmes enquanto mercado diverge As exportações se mantêm firmes enquanto mercado diverge Os preços dos Arábicas e seguiram direções opostas este mês. Os preços dos Arábicas voltaram a cair após a alta de março e os dos subiram, registrando

Leia mais

Breve estudo geo-estatístico sobre o comércio exterior de vinhos do Brasil e no mundo

Breve estudo geo-estatístico sobre o comércio exterior de vinhos do Brasil e no mundo Breve estudo geo-estatístico sobre o comércio exterior de vinhos do Brasil e no mundo Rogério Vianna, setembro de 2017 rsvianna@hotmail.com, www.inicio.com.br O produto vinho segundo a classificação internacional

Leia mais

3. O relatório anterior sobre o andamento da implementação do PMQC figura no documento EB-3958/09.

3. O relatório anterior sobre o andamento da implementação do PMQC figura no documento EB-3958/09. EB 3963/09 1 o setembro 2009 Original: inglês P Junta Executiva 270 a reunião 22 setembro 2009 Londres, Inglaterra Classificações dos cafés Arábica e Robusta Outubro de 2008 a junho de 2009 Antecedentes

Leia mais

Escassez de Robusta leva à maior alta de 21 meses no mercado

Escassez de Robusta leva à maior alta de 21 meses no mercado Escassez de Robusta leva à maior alta de 21 meses no mercado Em outubro a alta dos preços do café foi significativa, pois as preocupações com a oferta dos Robustas não se desfizeram. A média mensal do

Leia mais

ICC abril 2006 Original: francês. Estudo. Conselho Internacional do Café Nonagésima quinta sessão maio 2006 Londres, Inglaterra

ICC abril 2006 Original: francês. Estudo. Conselho Internacional do Café Nonagésima quinta sessão maio 2006 Londres, Inglaterra ICC 95-3 International Coffee Organization Organización Internacional del Café Organização Internacional do Café Organisation Internationale du Café 19 abril 2006 Original: francês Estudo P Conselho Internacional

Leia mais

EB 3871/ setembro 2004 Original : francês. Estudo. Junta Executiva 256 a reunião setembro 2004 Londres, Inglaterra

EB 3871/ setembro 2004 Original : francês. Estudo. Junta Executiva 256 a reunião setembro 2004 Londres, Inglaterra EB 3871/04 International Coffee Organization Organización Internacional del Café Organização Internacional do Café Organisation Internationale du Café 21 setembro 2004 Original : francês Estudo P Junta

Leia mais

Produção deve se manter estável apesar da divergência entre Arábicas e Robustas

Produção deve se manter estável apesar da divergência entre Arábicas e Robustas Produção deve se manter estável apesar da divergência entre Arábicas e Robustas Uma estimativa inicial da produção global de café em 2016/17 sugere que o total mundial se manterá relativamente estável,

Leia mais

Previsão Salarial 2016 Korn Ferry Hay Group aponta que turbulência econômica afetará os salários no Brasil

Previsão Salarial 2016 Korn Ferry Hay Group aponta que turbulência econômica afetará os salários no Brasil INFORMAÇÕES À IMPRENSA GWA Comunicação Integrada Caroline Mártire Tel.: (11) 3030-3000 ramal 229 / (11) 96396 6222 caroline@gwa.com.br Previsão Salarial 2016 Korn Ferry Hay Group aponta que turbulência

Leia mais

Avanços, Amortecedores e Agenda Social - Brasil

Avanços, Amortecedores e Agenda Social - Brasil Avanços, Amortecedores e Agenda Social - Brasil Os BRICs sob uma nova Perspectiva Fecomércio e ESPM São Paulo, 2 de Dezembro de 2008 Marcelo Neri mcneri@fgv.br (*leia-se: Processo de Equalização Recente

Leia mais

Meninas casadas até os 18 anos na América Latina (%) Meninas casadas até os 15 anos (%) Bolivia (Plurinational State Costa Rica (17º) Brazil (3º)

Meninas casadas até os 18 anos na América Latina (%) Meninas casadas até os 15 anos (%) Bolivia (Plurinational State Costa Rica (17º) Brazil (3º) Nicaragua (1º) Dominican Republic (2º) Brazil (3º) Honduras (4º) Guatemala (5º) Equatorial Guinea (6º) Panama (7º) Cuba (8º) El Salvador (9º) Uruguay (10º) Colombia (11º) Guyana (12º) Mexico (13º) Ecuador

Leia mais

Consumo aumenta e preços alcançam maior alta de 14 meses

Consumo aumenta e preços alcançam maior alta de 14 meses Consumo aumenta e preços alcançam maior alta de 14 meses Em junho, a recuperação dos preços foi expressiva. Simultaneamente, o real do Brasil ganhou valor em relação ao dólar dos EUA e o período em que

Leia mais

Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro

Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro As exportações de café do Brasil alcançaram um volume recorde de 36,8 milhões de sacas no ano-safra de 2014/15 (abril a março), alimentado

Leia mais

Mercado de café consolida alta de preços, mas oferta de Robustas ainda preocupa

Mercado de café consolida alta de preços, mas oferta de Robustas ainda preocupa Mercado de café consolida alta de preços, mas oferta de Robustas ainda preocupa Em julho o indicativo composto da OIC registrou sua maior alta de 17 meses. Apesar disso, o mercado encontrou dificuldades

Leia mais

Chuvas no Brasil esfriam o mercado, enquanto estimativas da produção para 2014/15 são mais baixas

Chuvas no Brasil esfriam o mercado, enquanto estimativas da produção para 2014/15 são mais baixas Chuvas no Brasil esfriam o mercado, enquanto estimativas da produção para 2014/15 são mais baixas Em novembro os preços do café recuaram e as chuvas contínuas no Brasil seguraram novos aumentos de preços.

Leia mais

Mercado cafeeiro prossegue volátil, mas sem direção

Mercado cafeeiro prossegue volátil, mas sem direção Mercado cafeeiro prossegue volátil, mas sem direção Em agosto a flutuação dos preços foi muito grande, e o indicativo composto da OIC caiu 10 centavos, para depois subir 12 centavos antes do fim do mês.

Leia mais

Inclusão digital e desenvolvimento

Inclusão digital e desenvolvimento Inclusão digital e desenvolvimento André Urani IETS e IE-UFRJ 46 o Painel Telebrasil Florianópolis, 30 de maio de 2003 Diagnóstico socioeconômico Brasil não é um país pobre, mas um país com muitos pobres

Leia mais

Melhores perspectivas da oferta levam a correção baixista no mercado de café

Melhores perspectivas da oferta levam a correção baixista no mercado de café Melhores perspectivas da oferta levam a correção baixista no mercado de café A recente recuperação dos preços do café sofreu uma inversão significativa em novembro de 2016, atribuível a perspectivas de

Leia mais

Membros da MIGA. Agência Multilateral de Garantia de Investimentos. Data de afiliação

Membros da MIGA. Agência Multilateral de Garantia de Investimentos. Data de afiliação Membros da MIGA Agência Multilateral de Garantia de Investimentos Membro Data de afiliação África do Sul 10 de março de 1994 Albânia 15 de outubro de 1991 Alemanha 12 de abril de 1988 Angola 19 de setembro

Leia mais

Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses

Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses Depois de uma pequena recuperação em agosto, os preços do café continuaram em declínio em setembro. Num cenário caracterizado pela tendência

Leia mais

Preços se fixam em baixa e o foco passa a ser o próximo ano

Preços se fixam em baixa e o foco passa a ser o próximo ano Preços se fixam em baixa e o foco passa a ser o próximo ano Em novembro cresceram as especulações em relação ao tamanho da próxima safra brasileira de 2016/17 e seu impacto sobre o equilíbrio mundial entre

Leia mais

Apresentação Corporativa 3M. 21 September M. All Rights Reserved.

Apresentação Corporativa 3M. 21 September M. All Rights Reserved. Apresentação Corporativa 3M 1. VISÃO 3M Tecnologia 3M impulsionando cada empresa Produtos 3M melhorando cada lar Inovações 3M facilitando a vida de cada pessoa 2. Quem somos nós 3. A 3M é uma companhia

Leia mais

SC 59/ agosto 2015 Original: inglês. Conceitos básicos dos dados e variáveis utilizados nas estatísticas da Organização

SC 59/ agosto 2015 Original: inglês. Conceitos básicos dos dados e variáveis utilizados nas estatísticas da Organização SC 59/15 17 agosto 2015 Original: inglês P Comitê de Estatística 9. a reunião 29 setembro 2015 Milão, Itália Conceitos básicos dos dados e variáveis utilizados nas estatísticas da Organização Antecedentes

Leia mais

ED 2068/09. 16 junho 2009 Original: inglês. Obstáculos ao consumo

ED 2068/09. 16 junho 2009 Original: inglês. Obstáculos ao consumo ED 2068/09 16 junho 2009 Original: inglês P Obstáculos ao consumo 1. Cumprimentando os Membros, o Diretor-Executivo recorda-lhes que, de acordo com o Artigo 33 do Convênio Internacional do Café de 2001

Leia mais

Título Subtítulo. Segurança Alimentar. JM Retalho Alimentar. Ordem dos Engenheiros

Título Subtítulo. Segurança Alimentar. JM Retalho Alimentar. Ordem dos Engenheiros Segurança Alimentar JM Retalho Alimentar Ordem dos Engenheiros 28.03.2017 Overview ÁREAS DE NEGÓCIO Overview 3 Países 3400 lojas > 4.000.000 clientes/dia Suppliers Products Perishables Food Non-Food Colombia

Leia mais

COUNTRY VOLTAGE FREQUENCY OUTLET TYPE. American Samoa 120 V 60 Hz A / B / F / I

COUNTRY VOLTAGE FREQUENCY OUTLET TYPE. American Samoa 120 V 60 Hz A / B / F / I COUNTRY VOLTAGE FREQUENCY OUTLET TYPE Afghanistan 220 V 50 Hz C / F Albania 230 V 50 Hz C / F Algeria 230 V 50 Hz C / F American Samoa 120 V 60 Hz A / B / F / I Andorra 230 V 50 Hz C / F Angola 220 V 50

Leia mais

DADOS DAS EXPORTAÇÕES DE MEL

DADOS DAS EXPORTAÇÕES DE MEL DADOS DAS EXPORTAÇÕES DE MEL EXPORTAÇÃO BRASILEIRA DE MEL 2009 a 2014 (NCM 04.09.00.00) ANO 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Meses US$ KG Valor Kg US$ KG Valor Kg US$ KG Valor Kg US$ KG Valor Kg US$ KG Valor

Leia mais

Membros da IFC. Corporação Financeira Internacional. Data de afiliação

Membros da IFC. Corporação Financeira Internacional. Data de afiliação Membros da IFC Corporação Financeira Internacional Membro Data de afiliação Afeganistão 23 de setembro de 1957 África do Sul 3 de abril de 1957 Albânia 15 de outubro de 1991 Alemanha 20 de julho de 1956

Leia mais

CONFERÊNCIA REABILITAÇÃO URBANA E HABITAT CONTRIBUTOS PARA EDIFÍCIOS CONFORTÁVEIS E SUSTENTÁVEIS

CONFERÊNCIA REABILITAÇÃO URBANA E HABITAT CONTRIBUTOS PARA EDIFÍCIOS CONFORTÁVEIS E SUSTENTÁVEIS REABILITAÇÃO URBANA E HABITAT CONTRIBUTOS PARA EDIFÍCIOS CONFORTÁVEIS E SUSTENTÁVEIS PAINEL 1 O CONFORTO E A SUSTENTABILIDADE NA REABILITAÇÃO DE EDIFÍCIOS NO ÂMBITO DA FILEIRA DA HOTELARIA PAINEL 2 DE

Leia mais

Prof. Sandro Wambier

Prof. Sandro Wambier Prof. Sandro Wambier A segurança da informação é alcançada implementando-se um grupo adequado de controles: Políticas de segurança; Boas práticas; Estruturas organizacionais; Funções de softwares e hardwares.

Leia mais

Relatório Gráfico de Acessibilidade à Página www.ceivap.org.br Janeiro até Dezembro / 2007

Relatório Gráfico de Acessibilidade à Página www.ceivap.org.br Janeiro até Dezembro / 2007 Relatório Gráfico de Acessibilidade à Página www.ceivap.org.br Janeiro até Dezembro / 2007 1. Visitações Diárias ( Y ) Visitas ( X ) Dia do mês 1.1) Janeiro 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15

Leia mais

ICC setembro 2011 Original: francês. Conselho Internacional do Café 107. a sessão setembro 2011 Londres, Reino Unido

ICC setembro 2011 Original: francês. Conselho Internacional do Café 107. a sessão setembro 2011 Londres, Reino Unido ICC 107 10 22 setembro 2011 Original: francês P Conselho Internacional do Café 107. a sessão 26 30 setembro 2011 Londres, Reino Unido Volatilidade dos preços pagos aos cafeicultores em países exportadores

Leia mais

Análise de Agrupamento sobre 150 Países com. Saldo Ecológico

Análise de Agrupamento sobre 150 Países com. Saldo Ecológico Análise de Agrupamento sobre 150 Países com relação à Emissão de CO2, Emissão de CFCs e Saldo Ecológico Resumo Este estudo buscou criar grupos, utilizando técnicas de anáise de agrupamentos, de países

Leia mais

FIFA WORLD CUP. Roadmap to the Greatest Show on Earth G O A L D E N T I M E S. O R G

FIFA WORLD CUP. Roadmap to the Greatest Show on Earth G O A L D E N T I M E S. O R G FIFA WORLD CUP 2014 Roadmap to the Greatest Show on Earth Group A Group B Group C Group D Brazil Spain Colombia Uruguay Croatia Netherlands Greece Costa Rica Mexico Chile Côte d'ivoire England Cameroon

Leia mais

No. Направление Код Цена,лв. 1 Afghanistan Albania Albania - Mobile Albania - Mobile

No. Направление Код Цена,лв. 1 Afghanistan Albania Albania - Mobile Albania - Mobile No. Направление Код Цена,лв. 1 Afghanistan 0093 0.636 2 Albania 00355 0.1812 3 Albania - Mobile 0035569 0.5832 4 Albania - Mobile 0035568 0.5832 5 Albania - Mobile 0035538 0.5832 6 Albania - Tirana 003554

Leia mais

1. O presente é um relatório sobre a participação no Acordo Internacional do Café (AIC) de 2007.

1. O presente é um relatório sobre a participação no Acordo Internacional do Café (AIC) de 2007. ICC 119-3 6 março 2017 Original: inglês P Conselho Internacional do Café 119. a sessão 13 17 março 2017 Londres, Reino Unido Acordo Internacional do Café de 2007 Participação aos 3 de março de 2017 Antecedentes

Leia mais

A Nova Classe Média: O Seguro e o Lado Brilhante dos Pobres. Marcelo Neri

A Nova Classe Média: O Seguro e o Lado Brilhante dos Pobres. Marcelo Neri A Nova Classe Média: O Seguro e o Lado Brilhante dos Pobres Marcelo Neri mcneri@fgv.br /ncm2014 021 98681211 marcelo.neri@fgv.br Retrato Global - Onde estão os BRICS? Comparados aos EUA e ao Mundo Percentil

Leia mais

Preocupações com oferta diminuem e preços caem para seus níveis mais baixos de 18 meses

Preocupações com oferta diminuem e preços caem para seus níveis mais baixos de 18 meses Preocupações com oferta diminuem e preços caem para seus níveis mais baixos de 18 meses Em julho o mercado de café registrou novas baixas, com os preços reagindo à depreciação do real brasileiro, que caiu

Leia mais

SC 20/ agosto 2012 Original: inglês. Comitê de Estatística 4. a reunião 27 setembro 2012 Londres, Reino Unido

SC 20/ agosto 2012 Original: inglês. Comitê de Estatística 4. a reunião 27 setembro 2012 Londres, Reino Unido SC 20/12 28 agosto 2012 Original: inglês P Comitê de Estatística 4. a reunião 27 setembro 2012 Londres, Reino Unido Estoques de café verde nos países importadores Antecedentes 1. Os termos de referência

Leia mais

ICC fevereiro 2010 Original: francês. Estudo. Conselho Internacional do Café 104 a sessão 2 4 março 2010 Cidade da Guatemala, Guatemala

ICC fevereiro 2010 Original: francês. Estudo. Conselho Internacional do Café 104 a sessão 2 4 março 2010 Cidade da Guatemala, Guatemala ICC 104-1 10 fevereiro 2010 Original: francês Estudo P Conselho Internacional do Café 104 a sessão 2 4 março 2010 Cidade da Guatemala, Guatemala Consumo de café em países importadores selecionados Antecedentes

Leia mais

O Índice de Felicidade Futura (IFF)

O Índice de Felicidade Futura (IFF) O Índice de Felicidade Futura (IFF) FELICIDADE PRESENTE Nota Média de Felicidade Presente (de0a10)3-5 5-6 6-7 7-8 8-9 Sem informação Denmark Felicidade Presente (Nota de 0 a 10) Italy Brazil Russia China

Leia mais

Classe C (%) no Brasil - Evolução % Microempresários na População Total- Evolução 1992 a 2007

Classe C (%) no Brasil - Evolução % Microempresários na População Total- Evolução 1992 a 2007 Classe E (%) no Brasil - Evolução 35.00 35.0 35.0 30.00 25.00 20.00 15.00 28.6 28.8 28.4 26.9 28.7 27.5 26.6 28.0 25.3 22.7 19.2 18.1 15.3 Classe C (%) no Brasil - Evolução % na População Total- Evolução

Leia mais

Dados Estatísticos sobre as Comunidades Portuguesas

Dados Estatísticos sobre as Comunidades Portuguesas Dados Estatísticos sobre as Comunidades Portuguesas População portuguesa e de origem portuguesa residente no estrangeiro (estimativa do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Direcção Geral dos Assuntos

Leia mais

Empresa POLÍTICA DA HELPLINE DE COMPLIANCE. Data de entrada em vigor Janeiro de 2015

Empresa POLÍTICA DA HELPLINE DE COMPLIANCE. Data de entrada em vigor Janeiro de 2015 Empresa POLÍTICA DA HELPLINE DE COMPLIANCE Função Legal & Compliance Data de entrada em vigor Janeiro de 2015 Páginas 12 Escopo: a presente Política aplica-se à CNH Industrial N.V. e respectivas subsidiárias

Leia mais

O Índice de Felicidade Futura (IFF)

O Índice de Felicidade Futura (IFF) FELICIDADE PRESENTE ()Nota Média Felicida Presente 0a - - - - - Sem informação O Índice Felicida Futura (IFF) Felicida Presente (Nota 0 a ) Denmark Italy Brazil Russia China Fonte: CPS/FGV Processando

Leia mais

Perspectivas do consumo mundial de café

Perspectivas do consumo mundial de café Perspectivas do consumo mundial de café 19º Seminário Internacional de Café de Santos 9 e 10 de maio de 2012 Praia de Pernambuco, Guarujá SP Robério Oliveira Silva Diretor Executivo Resumo Produção mundial

Leia mais

Voltagens e Configurações de Tomadas

Voltagens e Configurações de Tomadas Afeganistão C, D, F 240 V África Central C, E 220 V África do Sul C, M, 230 V Albânia C, F, L 230 V Alemanha C, F 230 V American Samoa A, B, F, I 120 V Andorra C, F 230 V Angola C 220 V Anguilla A, B 110

Leia mais

População estrangeira residente em Portugal, por nacionalidade e sexo, segundo o grupo etário

População estrangeira residente em Portugal, por nacionalidade e sexo, segundo o grupo etário POPULAÇÃO ESTRANGEIRA RESIDENTE E PORTUGAL 263322 12641 13174 16773 18713 27278 33693 32825 28375 21820 15712 10714 8835 7614 15155 143319 6644 7129 8951 9991 13983 18061 18393 16279 12722 8994 5933 4835

Leia mais

Economia brasileira O que está acontecendo? O que nos trouxe a isso? O que esperar? O que fazer?

Economia brasileira O que está acontecendo? O que nos trouxe a isso? O que esperar? O que fazer? Economia brasileira O que está acontecendo? O que nos trouxe a isso? O que esperar? O que fazer? Estêvão Kopschitz Xavier Bastos Espaço Consultoria 215 Liga das Empresas Juniores da UFJF Juiz de Fora,

Leia mais

Programa Erasmus Mobilidade Internacional Creditada (ICM - International Credit Mobility) Orientações para as Instituições de Ensino Superior

Programa Erasmus Mobilidade Internacional Creditada (ICM - International Credit Mobility) Orientações para as Instituições de Ensino Superior Programa Erasmus+ 2017 Mobilidade Internacional Creditada (ICM - International Credit Mobility) Orientações para as Instituições de Ensino Superior Quais são as prioridades da U.E.? Desde 2015, que os

Leia mais

Bolso dos Brasileiros por Classes Econômicas

Bolso dos Brasileiros por Classes Econômicas Objetivo :traçar um retrato resumido das condições de brasileiras a partir da miríade de informações pnadianas. O capítulo dos indicadores sociais baseados em renda, traduz salário, jornada, ocupação,

Leia mais

Relatório Mundial de Saúde 2006

Relatório Mundial de Saúde 2006 170 Relatório Mundial de Saúde 2006 Anexo Tabela 1 Indicadores básicos para todos os Estados-Membros Números computados pela OMS para assegurar comparabilidade a ; não são necessariamente estatísticas

Leia mais

Relatório Mensal MARÇO/2016. Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig

Relatório Mensal MARÇO/2016. Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig Relatório Mensal MARÇO/2016 Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig Exportações de café brasileiro crescem 2,5% em março Bom nível de estoques foi o fator que puxou crescimento As exportações

Leia mais

Transição da Escola para o Mercado de Trabalho no Brasil. André Portela Souza EESP/FGV

Transição da Escola para o Mercado de Trabalho no Brasil. André Portela Souza EESP/FGV Transição da Escola para o Mercado de Trabalho no Brasil André Portela Souza EESP/FGV SEADE 25 de Março de 2013 Estrutura da Apresentação 1. Alguns Aspectos Conceituais: A Teoria do Capital Humano 2. Evidências

Leia mais

ACONTECE - Estudos da OCDE e do Banco Mundial apontam o Brasil como um dos países que menos poupam no Mundo. O que falta ao nosso País?

ACONTECE - Estudos da OCDE e do Banco Mundial apontam o Brasil como um dos países que menos poupam no Mundo. O que falta ao nosso País? ACONTECE - O Brasil tem revelado historicamente uma baixa taxa interna de poupança. E que nos últimos anos vêm declinando ainda mais. Como estão os números hoje e, mesmo considerando haver outras formas

Leia mais

A Previdência Social ao redor do mundo

A Previdência Social ao redor do mundo A Previdência Social ao redor do mundo Pinheiro IBRE/FGV IE/UFRJ Brasília, 17 de abril de 2017 17 abr 2017 1960 1964 1968 1972 1976 1980 1984 1988 1992 1996 2000 2004 2008 2012 2016 2020 2024 2028 2032

Leia mais

ASSIM VAI O MUNDO ALGUMAS GRANDES TENDÊNCIAS MARCANTES. VÍTOR BENTO Outubro 2016

ASSIM VAI O MUNDO ALGUMAS GRANDES TENDÊNCIAS MARCANTES. VÍTOR BENTO Outubro 2016 ASSIM VAI O MUNDO ALGUMAS GRANDES TENDÊNCIAS MARCANTES VÍTOR BENTO Outubro 2016 DEMOGRAFIA 1 250 POPULAÇÃO TOTAL (2015=100) 2015 2025 2050 200 150 100 50 0 WORLD More developed regions Less developed regions

Leia mais

PERFIL DO MERCADO Automotive Business VII Forum 2016

PERFIL DO MERCADO Automotive Business VII Forum 2016 28/03/2016 PERFIL DO MERCADO Automotive Business VII Forum 2016 Vitor Klizas, Presidente, JATO Dynamics Brasil WTC São Paulo - Brasil A GLOBAL COMPANY JATO Dynamics JATO North America USA Canada JATO China

Leia mais

3 A economia na sociedade actual

3 A economia na sociedade actual 3 A economia na sociedade actual 3.1. A evolução económica da humanidade Leituras: [D] I, II e III; [S] cap. 27 3.2. Efeitos sociais do desenvolvimento Leituras: [N] 6; [S] cap. 28 3 A economia na sociedade

Leia mais

Desafios Futuros dos Investimentos dos Fundos de Pensão. José Antonio Gragnani

Desafios Futuros dos Investimentos dos Fundos de Pensão. José Antonio Gragnani Desafios Futuros dos Investimentos dos Fundos de Pensão José Antonio Gragnani Patrimônio dos Fundos de Pensão como proporção do PIB em 2014 (%) Países membros da OCDE Países não membros da OCDE O Patrimônio

Leia mais

Volatilidade retorna e preços continuam baixos no mercado de café

Volatilidade retorna e preços continuam baixos no mercado de café Volatilidade retorna e preços continuam baixos no mercado de café Os preços diários do café caíram para seus níveis mais baixos de 19 meses durante agosto, com os mercados de produtos básicos no mundo

Leia mais

Luis Magalhães Presidente da UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento, IP

Luis Magalhães Presidente da UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento, IP e-ciência em Portugal IBERCIVIS: Lançamento do projecto SOLUVEL e apresentação de resultados do projecto AMILOIDE Museu da Ciência, U. de Coimbra, 1 de Julho de 211 Luis Magalhães Presidente da UMIC Agência

Leia mais

UNI EN ISO 9001:2008 UNI EN ISO 14001:2004 BS OHSAS 18001:2007 EC DIRECTIVE 2014/34/EU (ATEX) CERTIFIED MANAGEMENT SYSTEM

UNI EN ISO 9001:2008 UNI EN ISO 14001:2004 BS OHSAS 18001:2007 EC DIRECTIVE 2014/34/EU (ATEX) CERTIFIED MANAGEMENT SYSTEM PT ISM-BSM CERTIFIED Tecnologia Made in Italy Desde 1955 o Grupo Varvel projecta e fabrica redutores e variadores para aplicações de pequena e média potências. Parceiro de confiança na produção e comercialização

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 2015 SUMÁRIO PÁG. 1 - ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 3 2 - EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 - DESTINO

Leia mais

ICC 109 8. 14 setembro 2012 Original: inglês. Conselho Internacional do Café 109 a sessão 24 28 setembro 2012 Londres, Reino Unido

ICC 109 8. 14 setembro 2012 Original: inglês. Conselho Internacional do Café 109 a sessão 24 28 setembro 2012 Londres, Reino Unido ICC 109 8 14 setembro 2012 Original: inglês P Conselho Internacional do Café 109 a sessão 24 28 setembro 2012 Londres, Reino Unido Tendências do consumo de café em países importadores selecionados Antecedentes

Leia mais

Estado e políticas sociais na América Latina. Aula 8 Política social em situações de fragilidade econômica e estatal. Prof.

Estado e políticas sociais na América Latina. Aula 8 Política social em situações de fragilidade econômica e estatal. Prof. Estado e políticas sociais na América Latina Aula 8 Política social em situações de fragilidade econômica e estatal Prof.: Rodrigo Cantu Crise do Estado de Bem-Estar nos países ricos? Manutenção (ou aumento)

Leia mais

Evolução da renda no Governo Lula: Cinco conclusões definitivas. Reinaldo Gonçalves 1 4 março 2011

Evolução da renda no Governo Lula: Cinco conclusões definitivas. Reinaldo Gonçalves 1 4 março 2011 Evolução da renda no Governo Lula: Cinco conclusões definitivas Reinaldo Gonçalves 1 4 março 2011 A divulgação dos dados de evolução da renda do Brasil pelo IBGE e a base de dados do FMI permitem algumas

Leia mais

Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento E Desenvolvimento Rural DIRETOR GERAL CECAFÉ GUILHERME BRAGA ABREU PIRES FILHO

Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento E Desenvolvimento Rural DIRETOR GERAL CECAFÉ GUILHERME BRAGA ABREU PIRES FILHO Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento E Desenvolvimento Rural DIRETOR GERAL CECAFÉ GUILHERME BRAGA ABREU PIRES FILHO Consumo Mundial de Café 60kg 2011 2012 2013 2014 CAGR (2011-2014) Consumo

Leia mais