TINTAS EM PÓ 12/09/2012 HISTÓRICO RESUMIDO. No final da década de 1950, surgiu a hoje chamada tinta em pó. TERMOCONVERSIVEIS USA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TINTAS EM PÓ 12/09/2012 HISTÓRICO RESUMIDO. No final da década de 1950, surgiu a hoje chamada tinta em pó. TERMOCONVERSIVEIS USA"

Transcrição

1 TINTAS EM PÓ V.A.B HISTÓRICO RESUMIDO No final da década de 1950, surgiu a hoje chamada tinta em pó. TERMOCONVERSIVEIS USA Entre 1960 e 1964, Houve desenvolvimento e introdução dos métodos de EXTRUSÂO, feitos pela SHELL. 2 PROCESSO DE FABRICAÇÃO 1 1

2 FAMÍLIAS DE TINTAS EM PÓ FAMÍLIAS PARTICIPAÇÃO MERCADO EPOXIS 15% POLIESTERES 21% HIBRIDOS 64% ACRILICOS E POLLURETANOS 1% CARACTERISTICAS Proteção Anticorrosiva Resistência Mecânica Resistência ao Amarelamento Acabamento / Aspecto Resistência ao Intemperismo Resistência Química Epóxi Híbrido Poliéster Poliuretano Ótimo Bom Bom Bom Ótimo Bom Bom Bom Ruim Bom Ótimo Ótimo Bom Ótimo Ótimo Razoável Ruim Ruim Ótimo Ótimo Ótimo Bom Razoável Razoável PRINCIPAIS CAMPOS TINTA EPÓXI.Tubulações ( pipe line ) Eletroisolantes; Auto peças (peças e contato com agentes químicos); Eletrodomésticos (peças em constante contato com alimentos); Embalagens alimentícias; Onde forem necessárias ótimas resistências anticorrosiva, mecânica e química. 2 2

3 PRINCIPAIS CAMPOS - HÍBRIDO Auto peças (não expostas à intempéries); Eletrodomésticos em geral; Painéis elétricos; Móveis; Artefatos de arame; Painéis de computadores, Onde forem necessários ótimo acabamento, boa resistências ao amarelamento, mecânica e química PRINCIPAIS CAMPOS - POLIÉSTER Auto peças (expostas à intempéries); Implementos Agrícolas; Painéis elétricos (expostos à intempéries); Eletrodomésticos; Construção Civil (janelas, perfilados, caixilhos); Onde for necessária ótima resistências a luz ultra violeta. PROCESSO DE PINTURA PÓ ETAPAS 3 3

4 ETAPAS BÁSICAS SÃO 3 PRÉ TRATAMENTO SÃO DUAS AS EXIGÊNCIAS; NECESSIDADE DA TINTA ADERÊNCIA A tinta em pó não exige uma fosfatização, seja zinco ou ferro, oque ela não admite é gordura e superfícies super lisos, como produtos trefilados a frio. NECESSIDADE DO PRODUTO. Se por uma questão de qualidade, o produto exige decapagem ou fosfatização ( tipo eletrodomésticos) a tinta não tem problemas de aderência. PROCESSOS DE APLICAÇÃO DE TINTA EM PÓ Leito Fluidizado; 4 4

5 PROCESSOS DE APLICAÇÃO DE TINTA EM PÓ Leito Fluidizado Eletrostático; PROCESSOS DE APLICAÇÃO DE TINTA EM PÓ Pulverização Eletrostática: Corona: Carga por captação de íons; Tribomatic: Carga elétrica por fricção CARGA ELETROSTÁTICA: 5 5

6 GARGAS ELÉTRICAS ESQUEMA BÁSICO CORONA CAMPO ELETROSTÁTICO CORONA. 6 6

7 LIMITAÇÃO DE CAMADA = +/- 200 A 250µ Ps: Aplicação em peça fria (Temp. Ambiente) PENETRAÇÃO NOS CANTOS. FARADAY, provou que a eletricidade circula pelas laterais dos objetos, não penetrando no seu interior, famosa GAIOLA DE FARADAY. APLICAÇÃO ELETROSTÁTICA Devido a gaiola de Faraday temos problemas de penetração nos cantos fechados ou sombras, assim como maior camada nas pontas. 7 7

8 GERADOR DE ALTA TENSÃO: SISTEMA CARGA TRIBO 8 8

9 TABELA COMPARATIVA TRIBO x CORONA VANTAGENS PINTURA PÓ As tintas em pó não emitem solventes para a atmosfera. Os processos de aplicação são simples e podem ser automatizados. Promove reduções consideráveis no risco de incêndios. A eficiência de uso é ao redor de 98%. Não necessita de tinta de fundo (primer). A perda por over spray é praticamente zero. VANTAGENS PINTURA PÓ Maior facilidade na limpeza das instalações de aplicação. A tinta em pó é fornecida pronta para ser utilizada, não necessita de diluição ou preparação. Eliminação da área de flash off. Redução no valor pago pelo seguro. Não é necessário investimento para tratamento de efluentes, ou seja, não possui água de cabine. 9 9

10 RESTRIÇÕES PINTURA PÓ Dificuldade na troca de cor durante a aplicação É difícil pintar partes internas de um objeto; com a tinta líquida o processo de imersão permite alcançar este objetivo. É mais difícil pintar substratos não - metálicos como plástico e madeira. SISTEMA DE APLICAÇÃO DE PÓ ESQUEMA SISTEMA APLICAÇÃO PÓ 10

11 EQUIPAMENTOS PINTURA. EQUIPAMENTOS MANUAIS EQUIPAMENTOS DE PINTURA AUTOMÁTICOS BICOS DE APLICAÇÃO PLANOS 11

12 BICOS DE APLICAÇÃO REDONDOS / INCLINADOS INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS CONTROLE ELETRONICO PNEUMÁTICO INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS 12

13 INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PLCS QUE ATUAM NO CONTROLE GERAL INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS SISTEMAS DE RECONHECIMENTO DE PEÇAS CABINAS QUE PROPORCIONAM TROCA DE COR EM 8 MINUTOS. 13

14 INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS DEPÓSITOS QUE PERMITEM TROCA RÁPIDAS E CONTROLES DE VAZÃO SEM VARIAÇÃO. INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PROCESSOS DE CURA DE TINTA 14

15 CURA DE TINTA PÓ Estufas Convencionais: - A gás; - Elétricas. Estufas por Radiação: - Infra Vermelho; - Ultra Violeta. CURA DE TINTA PÓ EQUIPAMENTOS PINTURA PÓ Virgilio A. Bucher São Paulo - SP (11)

Revestimentos de Eletrodeposição AquaEC

Revestimentos de Eletrodeposição AquaEC UMA MARCA AXALTA COATING SYSTEMS Revestimentos de Eletrodeposição AquaEC Soluções inovadoras para demandas de E-Coat Um início brilhante de classe mundial com proteção anticorrosiva. O mercado altamente

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para Estruturas Metálicas

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para Estruturas Metálicas Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Tintas Soluções para Estruturas Metálicas www.we.net Soluções para Estruturas Metálicas Cada semento de mercado tem suas características específicas.

Leia mais

Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas.

Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas. Elastron, membrana anticorrosiva e impermeabilizante. Fácil, a frio e sem juntas. SOMA DE VALORES A JR Tecnologia em Superfícies (nome fantasia) iniciou suas atividades em 1991 com o nome JR Gonçalves

Leia mais

SUPORTES DE SOLO SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO POLIDO MODELO AP E PQS

SUPORTES DE SOLO SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO POLIDO MODELO AP E PQS CATALO DE PRODUTOS SUPORTES DE SOLO SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO POLIDO MODELO AP E PQS SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO E PINTURA EPOXI VERMELHO MODELO AP E PQS Aba na base que impede

Leia mais

Linha Telecom m Teleco

Linha Telecom m Teleco Linha Telecom Telecom Linha Telecom Esteiras para telecomunicações... 93 Sistema para condução e distribuição do cabeamento, constituído de barra chata de aço carbono, muito utilizado como solução no cabeamento

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Módulo IV Aula 04 Isolamento térmico AQUECIMENTO DE TUBULAÇÕES Motivos Manter em condições de escoamento líquidos de alta viscosidade ou materiais que sejam sólidos

Leia mais

Sistema Duplex. Vantagens e Aplicações. Luiza Abdala (luiza.abdala@vmetais.com.br) Engenheira Química - Desenvolvimento de Mercado

Sistema Duplex. Vantagens e Aplicações. Luiza Abdala (luiza.abdala@vmetais.com.br) Engenheira Química - Desenvolvimento de Mercado Sistema Duplex Vantagens e Aplicações Luiza Abdala (luiza.abdala@vmetais.com.br) Engenheira Química - Desenvolvimento de Mercado METALURGIA Corrosão Tendência que os materiais têm de retornar ao seu estado

Leia mais

Catálogo de Produtos 1

Catálogo de Produtos 1 Catálogo de Produtos 1 NOSSO PROPÓSITO é tornar a vida das pessoas mais confortável e segura mediante soluções construtivas de muita qualidade e nenhuma preocupação. 2 3 4 1 Empresa 1.1 Posicionamento

Leia mais

Produto Rendimento Espessura Textura Catalisador Aplicações Características. K-4060 Catalise 5 X 1 em volume

Produto Rendimento Espessura Textura Catalisador Aplicações Características. K-4060 Catalise 5 X 1 em volume SISTEMA PU - 4000 - Tintas Industriais Esmalte E-4000 6,5 m2/litro sem diluição. 50 a 60 µm K-4060 Catalise 5 X 1 Excelente acabamento para pintura de caixa eletrônico, ônibus, baús, orelhões, painéis

Leia mais

GUIA DO PINTOR REPINTURA AUTOMOTIVA

GUIA DO PINTOR REPINTURA AUTOMOTIVA GUIA DO PINTOR REPINTURA AUTOMOTIVA ÍNDICE Apresentação Iquine - Um Ideal Concretizado Procedimentos Técnicos Segurança e Cuidados - Processo de Pintura - Repintura de Superfícies Metálicas - Repintura

Leia mais

LINHA VERSATIC. Parte I Funcionamento MANUAL DE OPERAÇÕES EQUIPAMENTOS DE PINTURA ELETROSTATICA A PÓ

LINHA VERSATIC. Parte I Funcionamento MANUAL DE OPERAÇÕES EQUIPAMENTOS DE PINTURA ELETROSTATICA A PÓ LINHA VERSATIC Parte I Funcionamento MANUAL DE OPERAÇÕES EQUIPAMENTOS DE PINTURA ELETROSTATICA A PÓ 1 ÍNDICE I Pré-requisitos para instalação 3 I.1 Aterramento 3 I.2 Alimentação Elétrica 3 I.3 Ar Comprimido

Leia mais

Informações Gerais. O que é Water Transfer Printing?

Informações Gerais. O que é Water Transfer Printing? Informações Gerais Provedora de soluções para o processo de Water Transfer Printing a PROJFIX está no mercado com o objetivo de trazer qualidade para o segmento no Brasil, comercializando produtos de alto

Leia mais

Revestimentos para IQdústria GH DOLPHQWRV H EHELGDV

Revestimentos para IQdústria GH DOLPHQWRV H EHELGDV Revestimentos para I dústria Sobre nós Fundada em 1995 Fundador: Engº Químico Newton Carvalho Jr. Área de atuação: Revestimentos monolíticos - pisos técnicos, pisos decorativos, proteções de superfície,

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para a Indústria de Cimento

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para a Indústria de Cimento Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Tintas A WEG Tintas fornece tecnologia em tintas para diversos tipos de ambientes agressivos. São produtos com maior retenção de cor e brilho,

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO Item Código comprasnet Qtde Mínima Qtde Máxima Unidade Descrição do Item Valor Unitário Valor mínimo Valor Máximo 01 295318 450,00 860,00 m² Paredes em gesso acartonado

Leia mais

CADERNO GERAL DE ESPECIFICAÇÕES DOS MOBILIÁRIOS ITEM 1 MESAS ORGÂNICAS/GAVETEIROS/CONEXÕES/MESA REUNIÃO ITEM 1.1 MR1200 -MESA DE REUNIÃO REDONDA cor ARGILADimensões mínimas: 1200X740 mm Tampo Mesa autoportante

Leia mais

Ricardo L Abbate do Valle

Ricardo L Abbate do Valle Ricardo L Abbate do Valle A Poliequip é fornecedora de máquinas e acessórios para poliureia, poliuretano, pintura airless, selantes e adesivos, talhas e trolleys, instrumentos de medição e paleteiras e

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 159

Norma Técnica SABESP NTS 159 Norma Técnica SABESP NTS 159 Esquema de pintura para equipamentos e materiais em aço-carbono ou ferro fundido pintados e em contato direto com esgoto Especificação São Paulo Rev. 1 - Outubro - 2001 NTS

Leia mais

Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características

Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características Tintas Um problema Como escolher a tinta adequada a determinado serviço? A resposta a essa questão requer, primeiro, conhecimentos das características e tipos de tintas. Introdução Na aula anterior, vimos

Leia mais

Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade.

Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade. Aula 10: Processos de Fundição em Moldes Metálicos por Gravidade (Coquilhas) 01: Introdução - Características do processo - Etapas envolvidas. - Fatores econômicos e tecnológicos - Ligas emprwegadas 02:

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para Celulose & Papel

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Tintas Soluções para Celulose & Papel Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Tintas Soluções para Celulose & Papel Soluções para Celulose e Papel A WEG Tintas fornece tecnologia em tintas para diversos tipos de ambientes

Leia mais

MECANISMOS DA CORROSÃO. Professor Ruy Alexandre Generoso

MECANISMOS DA CORROSÃO. Professor Ruy Alexandre Generoso MECANISMOS DA CORROSÃO Professor Ruy Alexandre Generoso MECANISMOS DA CORROSÃO De acordo com o meio corrosivo e o material, podem ser apresentados diferentes mecanismos. Os principais são: MECANISMO QUÍMICO

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Lackpoxi N 2629 Balde (15 L) Componente B Lackpoxi N 2629 componente B 10003395 (5 L)

EMBALAGENS: Componente A Lackpoxi N 2629 Balde (15 L) Componente B Lackpoxi N 2629 componente B 10003395 (5 L) LACKPOXI N 2629 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Epóxi poliamina bicomponente sem solvente. Tinta de acabamento de alta resistencia química a solventes e derivados de petróleo. Atende Norma Petrobras N 2629. Possui

Leia mais

João Carlos de Freitas Presidente

João Carlos de Freitas Presidente João Carlos sempre teve sua carreira voltada para a área de engenharia mecânica. Em decorrência disso, percebeu uma carência no mercado de máquinas em diversos segmentos. Em outubro de 1994, ousou e fundou

Leia mais

RECOBRIMENTOS PARA PROTEÇÃO CONTRA CORROSÃO

RECOBRIMENTOS PARA PROTEÇÃO CONTRA CORROSÃO FUNDAMENTOS DE MATERIAIS METALICOS II RECOBRIMENTOS PARA PROTEÇÃO CONTRA CORROSÃO ALUNOS: DANIEL F S PEREIRA ZAINE ALINE ALVES PROF. BRUNO B. MEDEIROS CONTEÚDO 1. INTRODUÇÃO 2. ASPECTOS METALURGICOS E

Leia mais

Esquadrias Metálicas Ltda. Manual de instruções.

Esquadrias Metálicas Ltda. Manual de instruções. Manual de instruções. PORTA DE ABRIR A Atimaky utiliza, na fabricação das janelas, aço galvanizado adquirido diretamente da Usina com tratamento de superfície de ultima geração nanotecnologia (Oxsilan)

Leia mais

Sistemas Tintométricos Acabamentos Preparação Polimento Thinners e Diluentes. Defeitos de Pintura. Causas, prevenção e correção.

Sistemas Tintométricos Acabamentos Preparação Polimento Thinners e Diluentes. Defeitos de Pintura. Causas, prevenção e correção. Sistemas Tintométricos Acabamentos Preparação Polimento Thinners e Diluentes Defeitos de Pintura, prevenção e correção. Para garantir maior produtividade e qualidade total na aplicação de tintas e vernizes

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 144

Norma Técnica SABESP NTS 144 Norma Técnica SABESP NTS 144 Esquema de pintura para equipamentos e materiais em aço-carbono ou ferro fundido novos e sujeitos à umidade freqüente Especificação São Paulo Maio - 2001 NTS 144 : 2001 Norma

Leia mais

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905 KIT Nº 1 KIT Nº 2 01 Bandeja Grande Ref.0.2823 01 Rolo de Espuma Pop 23 cm Ref.0.13 com cabo Ref. 0.2072 01 Rolo de Espuma Pop 09 cm com cabo Ref. 0.1109. 01 Rolo de Espuma Pop 05 cm c/ cabo Ref. 0.1105

Leia mais

RELAÇÃO DOS ANEXO ITENS IDA LICITAÇÃO

RELAÇÃO DOS ANEXO ITENS IDA LICITAÇÃO RUA C.E.P.:78.511.052/0001-10 JOÃO 89636-000-Abdon SANTIN, 30 Batista DE ABDON - Telefone: SCBATISTA 4935451177 Adm.: - Processo Data do Processo: de Licitação: Folha: 12/01/2015 1/6 RELAÇÃO DOS ANEXO

Leia mais

Significado dos Ícones

Significado dos Ícones PROCEDIMENTOS DE REPINTURA Secagem Significado dos Ícones Secagem ao ar Tempo de secagem Tempo de secagem Trabalhos Complementares Lixamento úmido Lixamento seco Lixamento úmido com máquina Lixamento seco

Leia mais

Catálogo de Produtos 2012

Catálogo de Produtos 2012 P á g i n a 1 Catálogo de Produtos 2012 Linha Industrial Metal Mecânica e Moveleira Cabines de Pintura - Via Úmida e Via Seca P á g i n a 2 Apresentação A empresa FULLTECH AUTOMAÇÃO E INDÚSTRIA dispõe

Leia mais

B O L E T I M T É C N I C O T

B O L E T I M T É C N I C O T STARPOXI CVS 301 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Verniz epóxi poliamina bicomponente. Verniz selante para oferecer aderência em superfícies de concreto, cimento amianto, alvenaria e madeira, assim como diminuir

Leia mais

ANEXO V MÓDULOS AUDITÓRIO. 1600,00 mm. 400,00 mm. 725,00 mm VISTA FRONTAL VISTA LATERAL. 700,00 mm VISTA SUPERIOR

ANEXO V MÓDULOS AUDITÓRIO. 1600,00 mm. 400,00 mm. 725,00 mm VISTA FRONTAL VISTA LATERAL. 700,00 mm VISTA SUPERIOR ANEXO V 1600,00 mm 200,00 mm 490,00 mm 400,00 mm 725,00 mm VISTA FRONTAL 580,00 mm VISTA LATERAL MÓDULOS AUDITÓRIO 700,00 mm 03 - Mesas em MDF texturizado estrutura em MDF Cinza Cristal 2 faces de 15mm

Leia mais

Produto: KIT MAZAPOXI M298 II (4x1)

Produto: KIT MAZAPOXI M298 II (4x1) BOLETIM TÉCNICO Produto: KIT MAZAPOXI M298 II (4x1) DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta de acabamento epóxi poliamida, bi componente, de baixa espessura, este produto atende a norma Petrobras N 1198 Tipo II. RECOMENDAÇÕES

Leia mais

Componente A Wegpóxi FRD 313 Balde (17,15 L) Componente B Wegpoxi 3027 componente B 10003225 (2,85 L)

Componente A Wegpóxi FRD 313 Balde (17,15 L) Componente B Wegpoxi 3027 componente B 10003225 (2,85 L) WEGPOXI FRD 313 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer acabamento epóxi poliamida bicomponente. Possui característica antichama, retardando a propagação das chamas, permitindo a proteção de estruturas e de pessoas

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Processos de Fabricação

Curso de Engenharia de Produção. Processos de Fabricação Curso de Engenharia de Produção Processos de Fabricação Soldagem MIG/MAG MIG e MAG indicam processos de soldagem por fusão que utilizam o calor de um arco elétrico formado entre um eletrodo metálico consumível

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS Uma empresa que tem orgulho de iluminar! CATÁLOGO DE PRODUTOS 1 PROJETORES ESTAMPADOS - LANÇAMENTO A Tec & Luz está com novidades em sua linha de produtos. Conheça a nova linha de Projetores Estampados

Leia mais

ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO DE PINTURA PARA TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA

ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO DE PINTURA PARA TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA Celesc Di Celesc Distribuição S.A. ANEXO IV ESPECIFICAÇÃO DE PINTURA PARA TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA PINTURA SISTEMAS DE PROTEÇÃO ANTICORROSIVA PARA APLICAÇÃO EM : TRANSFORMADORES

Leia mais

ANEXO IA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO PRESENCIAL N.º 010/2015

ANEXO IA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO PRESENCIAL N.º 010/2015 ANEXO IA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO PRESENCIAL N.º 010/2015 1. REQUISITOS GERAIS DO MOBILIÁRIO A SEREM APRESENTADOS JUNTO COM A PROPOSTA COMERCIAL: 1.1. As especificações técnicas

Leia mais

Pintura Como Aumentar a Confiabilidade na Eficiência? 2014. Joaquim Pereira Quintela PETROBRAS/CENPES Victor Solymossy PETROBRAS/CENPES

Pintura Como Aumentar a Confiabilidade na Eficiência? 2014. Joaquim Pereira Quintela PETROBRAS/CENPES Victor Solymossy PETROBRAS/CENPES Pintura Como Aumentar a Confiabilidade na Eficiência? 2014 Joaquim Pereira Quintela PETROBRAS/CENPES Victor Solymossy PETROBRAS/CENPES Projeto de Pesquisa Petrobras 1996-2000 Hidrojateamento Qualidade,

Leia mais

PERÍCIA DE ENGENHARIA ENVOLVENDO SOLUÇÃO COM APLICAÇÃO DE POLIURÉIA

PERÍCIA DE ENGENHARIA ENVOLVENDO SOLUÇÃO COM APLICAÇÃO DE POLIURÉIA XVI COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS. IBAPE/AM PERÍCIA DE ENGENHARIA ENVOLVENDO SOLUÇÃO COM APLICAÇÃO DE POLIURÉIA Resumo Trata-se da solução de um problema de infiltração

Leia mais

Fundamentos de Stripe Coating (demão de reforço) em Pintura Anticorrosiva

Fundamentos de Stripe Coating (demão de reforço) em Pintura Anticorrosiva Fundamentos de Stripe Coating (demão de reforço) em Pintura Anticorrosiva Autor: Fernando FRAGATA Dez/2014 Colaboradores Celso Gnecco Hilton Wanderley Roberto Mariano Segehal Matsumoto William Saura Agradecimentos(fotos)

Leia mais

Ficha Técnica de Produto Rejunta Já! Acrílico Código: RJA001 e RJA101

Ficha Técnica de Produto Rejunta Já! Acrílico Código: RJA001 e RJA101 1. Descrição: O é mais uma solução inovadora, que apresenta praticidade e agilidade para o rejuntamento de pisos, azulejos, pastilhas, porcelanatos em áreas internas, externas, molháveis, molhadas. O principal

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE PINTURA

PROCEDIMENTOS DE PINTURA 1 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 2 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 01.00 SISTEMA DE PINTURA PARA ACABAMENTO FINAL EM LATEX PVA 01.01 - PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE 1. GESSO (PLACA/PASTA) - Aplicar fundo preparador de parede

Leia mais

NR 23 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS COMBATE AO FOGO CLASSES DE FOGO. SENAI - Carlos Eduardo do Vale Melo NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO

NR 23 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS COMBATE AO FOGO CLASSES DE FOGO. SENAI - Carlos Eduardo do Vale Melo NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO NR- PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO NR - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS A proteção contra incêndios é uma das Normas Regulamentadoras que disciplina sobre as regras complementares de segurança e saúde no trabalho

Leia mais

Com relação à industrialização e à racionalização das construções, julgue o item subsecutivo.

Com relação à industrialização e à racionalização das construções, julgue o item subsecutivo. Com relação à industrialização e à racionalização das construções, julgue o item subsecutivo. 85.(STM/CESPE/2011) A taipa de mão é, tradicionalmente, fabricada por meio de processos artesanais ou com forte

Leia mais

2013 Exercício 2012. Perfil do Varejo de Materiais de Construção. Elaborado pelo Instituto de Pesquisas da Universidade Anamaco

2013 Exercício 2012. Perfil do Varejo de Materiais de Construção. Elaborado pelo Instituto de Pesquisas da Universidade Anamaco 2013 Exercício 2012 Perfil do Varejo de Materiais de Construção Elaborado pelo Instituto de Pesquisas da Universidade Anamaco Metodologia Pesquisa quan%ta%va :1715 entrevistas distribuídas entre os diversos

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO INDUSPARQUET

MANUAL DE INSTALAÇÃO INDUSPARQUET MANUAL DE INSTALAÇÃO INDUSPARQUET Introdução Agradecemos a escolha de produtos INDUSPARQUET para sua residência ou ambiente comercial. Com 36 anos de experiência com o trato de pisos de madeira maciça

Leia mais

USO E APLICAÇÕES. Módulo 4 Conhecendo o Vidro

USO E APLICAÇÕES. Módulo 4 Conhecendo o Vidro USO E APLICAÇÕES Módulo 4 Conhecendo o Vidro SEGMENTAÇÃO DO MERCADO ESQUADRIAS FACHADAS BOX ESPELHOS DIVISÓRIAS MÓVEIS COBERTURA GUARDA CORPOS REVESTIMENTOS MOLDURAS DECORAÇÃO OUTROS... COMO ESCOLHER O

Leia mais

COBRE: TUBOS E OBRAS ARTESANAIS

COBRE: TUBOS E OBRAS ARTESANAIS COBRE: TUBOS E OBRAS ARTESANAIS EMPRESA PARANAPANEMA JULHO - 2013 COBRE INTRODUÇÃO - Fundamental no desenvolvimento das primeiras civilizações, o cobre mantém-se como o melhor e mais indicado material

Leia mais

Produtos com excelente custo benefício para indústria moveleira, metal mecânica, automotiva, naval, óleo e gás e ferroviária.

Produtos com excelente custo benefício para indústria moveleira, metal mecânica, automotiva, naval, óleo e gás e ferroviária. Aliada a tradicional empresa ASPERSUL, a Orange Spray Booths traz ao mercado uma nova proposta em cabines de pintura, cabines para preparação, aspiradores e ferramentas industriais. Produtos com excelente

Leia mais

Descritivo Portas (Kit)

Descritivo Portas (Kit) Descritivo Portas (Kit) Portas hospitalares com aplicação de chapa possuem em termos de estrutura: duas lâminas de HDF densidade 800 kg/m3 e espessura de 6mm (espessura de folha 35mm) ou 9mm MDF Ultra

Leia mais

Dados Técnicos AgoAg Junho / 1998

Dados Técnicos AgoAg Junho / 1998 Fitas VHB Dupla-Face de Espuma Acrílica para Construção Civil Fita Dupla-Face de Espuma Acrílica Cinza - 4972 Dados Técnicos Julho/2011 AgoAg Junho / 1998 Substitui: Novembro/2005 Descrição do Adesivo

Leia mais

LINHA DE SERVIÇOS TAJET BAHIA

LINHA DE SERVIÇOS TAJET BAHIA Fachada sede Escada/PE Fachada sede Bahia/BA A TAJET Iniciou suas atividades em maio de 2005, desenvolvendo serviços de manutenção de estruturas metálicas com foco no segmento de telecomunicações, em junho

Leia mais

Solução de Marcação e Gravação para Indústria de ÓLEO & GÁS

Solução de Marcação e Gravação para Indústria de ÓLEO & GÁS Solução de Marcação e Gravação para Indústria de ÓLEO & GÁS FABRICAÇÃO INSTALAÇÃO MANUTENÇÃO Áreas de Atuação MARCAR - RASTREAR - IDENTIFICAR Através das marcas: Gravograph, Technifor e Propen, a Gravotech

Leia mais

Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações.

Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações. Marcadores com ponta porosa, retrátil, lavável em água corrente, permitindo o uso imediato quando a ponta estiver ressecada ou com impregnações. Tinta permanente para marcar todos os tipos de metais, plásticos,

Leia mais

UC SYSTEM (PATENTEADO)

UC SYSTEM (PATENTEADO) UC SYSTEM (PATENTEADO) Solução única para a rápida e eficaz limpeza interna, a seco e em segundos de tubulações industriais. Desenvolvido para utilização em tubulações de indústrias farmacêuticas, químicas,

Leia mais

ROGERTEC MFC FIBRA DE CARBONO. Reforço Estrutural com AN) (MADE IN JAPAN)

ROGERTEC MFC FIBRA DE CARBONO. Reforço Estrutural com AN) (MADE IN JAPAN) Reforço Estrutural com FIBRA DE CARBONO MFC (MADE IN JAPAN) AN) Fax: (21) 3254-3259 A ROGERTEC é uma empresa nacional voltada para o fornecimento de produtos, equipamentos e tecnologia no setor das recuperações.

Leia mais

White Paper sobre Antiestática

White Paper sobre Antiestática Cargas Eletrostáticas Durante a Pesagem: Medidas para a Prevenção de Erros Geração de carga eletrostática As amostras carregadas eletrostaticamente podem causar dificuldades de manuseio e erros de medição

Leia mais

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL!

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! Na execução de uma PINTURA, devemos levar em consideração os vários fatores que envolvem as etapas deste processo e suas particularidades. Por exemplo, temos

Leia mais

APLICAÇÕES INDUSTRIAIS DE ROBÔS

APLICAÇÕES INDUSTRIAIS DE ROBÔS Material de estudo APLICAÇÕES INDUSTRIAIS DE ROBÔS 2010 Lívia F. Silva Mendes APLICAÇÕES INDUSTRIAIS DE ROBÔS Os robôs têm vindo a ser utilizados numa gama muito variada de aplicações industriais. As primeiras

Leia mais

FORUNS INTERIOR E CAPITAL / GABINETES DE DESEMBARGADOR BLOCO 8/ (19-22) ESPECIFICAÇÕES DOS MOBILIÁRIOS-

FORUNS INTERIOR E CAPITAL / GABINETES DE DESEMBARGADOR BLOCO 8/ (19-22) ESPECIFICAÇÕES DOS MOBILIÁRIOS- ESTADO DE GOIÁS PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESTINO: FORUNS INTERIOR E CAPITAL / GABINETES DE DESEMBARGADOR BLOCO 8/ (19-22) DATA: JANEIRO 2014 RESPONSAVÉL: DIVISÃO DE ARQUITETURA Continuação...

Leia mais

PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT FICHA TÉCNICA DO PRODUTO PRODUTO DA MARCA SEVENCOAT É uma tinta isolante térmica, composta de polímeros acrílicos elastoméricos, microesferas de cerâmicas, e aditivos especiais

Leia mais

Já sabemos que o tratamento de superfície tem, principalmente, a finalidade de proteger peças ou materiais da corrosão e de outros tipos de desgaste.

Já sabemos que o tratamento de superfície tem, principalmente, a finalidade de proteger peças ou materiais da corrosão e de outros tipos de desgaste. Recobrimento metálico Um problema Já sabemos que o tratamento de superfície tem, principalmente, a finalidade de proteger peças ou materiais da corrosão e de outros tipos de desgaste. Essa proteção pode

Leia mais

Inovações organizacionais e de marketing

Inovações organizacionais e de marketing e de marketing Pesquisa de Inovação 2011 Tabela 1.1.22 -, total e as que não implementaram produto ou processo e sem projetos, com indicação das inovações e gás - Brasil - período 2009-2011 (continua)

Leia mais

CONSTRUÇÃO CIVIL. Impermeabilização e

CONSTRUÇÃO CIVIL. Impermeabilização e CONSTRUÇÃO CIVIL Impermeabilização Impermeabilização e e Injeção Injeção PROJETO E EXECUÇÃO DE IMPERMEABILIZAÇÃO EM PISCINAS COM MEMBRANA DE POLIURETANO PALESTRANTE: ENG. PAULO ROBERTO FERRAZ DATA: 14/10/2015

Leia mais

Adaptação do para-brisa inteiriço por bipartido

Adaptação do para-brisa inteiriço por bipartido Adaptação do para-brisa inteiriço por bipartido A instalação dos pára-brisas, só deve ser feita por profissionais experientes, em caso de dúvida durante a instalação, favor contatar a assistência disponível

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título PINTURA EM FERRAGENS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À ORLA MARÍTIMA

ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título PINTURA EM FERRAGENS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À ORLA MARÍTIMA ESPECIFICAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título PINTURA EM FERRAGENS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À ORLA MARÍTIMA Código ETD-00.014 Data da emissão 27.11.1986 Data da última revisão 30.06.2006 Folha 1 SUMÁRIO 1 Objetivo

Leia mais

ESTRUTURA L va v ntando o s s pain i éis i s que c ontém

ESTRUTURA L va v ntando o s s pain i éis i s que c ontém O PVC E O SISTEMA ROYAL É leve (1,4 g/cm3), o que facilita seu manuseio e aplicação; Resistente à ação de fungos, bactérias, insetos e roedores; Resistente à maioria dos reagentes químicos; Bom isolante

Leia mais

Construção de Edícula

Construção de Edícula Guia para Construção de Edícula Guia do montador Mais resistência e conforto para sua vida. As paredes com Placas Cimentícias Impermeabilizadas e Perfis Estruturais de Aço Galvanizado para steel framing

Leia mais

Obrigado por ter adquirido os nossos produtos.

Obrigado por ter adquirido os nossos produtos. Obrigado por ter adquirido os nossos produtos. A Lavore Móveis segue um rigoroso controle de qualidade com o objetivo de garantir a total satisfação dos nossos clientes. Para conservação do mobiliário

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Wegpoxi ADA 314 Balde (19 L) Componente B Wegpoxi 3015 componente B 10003158 (1 L)

EMBALAGENS: Componente A Wegpoxi ADA 314 Balde (19 L) Componente B Wegpoxi 3015 componente B 10003158 (1 L) WEGPOXI ADA 314 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Revestimento epoxi poliamida bicomponente, com função antiderrapante. Alta dureza, resistente a água, óleos, sais. Proporciona uma película de alta textura e consequentemente

Leia mais

Vidros Vidro Acidado Submetido à solução ácida que age no vidro, de maneira controlada, criando texturas, desenhos e letras e promovendo um aspecto de translucidez. Pode ser fabricado artesanal ou industrialmente

Leia mais

Métodos de aplicação. Joaquim Pereira Quintela PETROBRAS/CENPES Victor Solymossy PETROBRAS/CENPES

Métodos de aplicação. Joaquim Pereira Quintela PETROBRAS/CENPES Victor Solymossy PETROBRAS/CENPES Métodos de aplicação 2014 Joaquim Pereira Quintela PETROBRAS/CENPES Victor Solymossy PETROBRAS/CENPES Uma pequena diferença Nesse ponto, é importante ter em mente a diferença entre Pintor e Técnico de

Leia mais

Tesakrepp Lisa, rolo 50m x 19mm 04323-00040-00. Tesakrepp Lisa, rolo 50m x 25mm 04323-00041-00. Tesakrepp Lisa, rolo 50m x 30mm 04323-00042-00

Tesakrepp Lisa, rolo 50m x 19mm 04323-00040-00. Tesakrepp Lisa, rolo 50m x 25mm 04323-00041-00. Tesakrepp Lisa, rolo 50m x 30mm 04323-00042-00 TESA KREPP 4323 / 4325 - Fita adesiva lisa; - Para aplicações gerais, tais como máscara, fecho, fi xação, embalagens leves, etc.; - Resistente à temperatura até 50ºC, por curtos períodos de tempo; - 3

Leia mais

A maneira mais inteligente de aquecer água.

A maneira mais inteligente de aquecer água. A maneira mais inteligente de aquecer água. A JAMP O uso consciente de energia é um dos princípios que rege as atividades da JAMP, responsável pela introdução no País de soluções inovadoras no campo de

Leia mais

PINTURA DE KITS Caros modelistas!

PINTURA DE KITS Caros modelistas! PINTURA DE KITS Caros modelistas! Buscamos sempre em nossos trabalhos a representação da realidade em miniatura, e independente de estarmos utilizando materiais de laser cut, plástico, resina ou metal,

Leia mais

Manual Técnico de Coberturas Metálicas

Manual Técnico de Coberturas Metálicas Manual Técnico de Coberturas Metálicas Coberturas Metálicas Nas últimas décadas, as telhas produzidas a partir de bobinas de aço zincado, revolucionaram de maneira fundamental, a construção civil no Brasil,

Leia mais

Estudo comparativo de tintas e vernizes na flexografia: curável por raios ultravioletas e à base de solventes

Estudo comparativo de tintas e vernizes na flexografia: curável por raios ultravioletas e à base de solventes Estudo comparativo de tintas e vernizes na flexografia: curável por raios ultravioletas e à base de solventes Ana Paula Alves da Silva 1, a, Aline Resmini Melo 1,b, Carolina Resmini Melo 1,c. 1 Engenharia

Leia mais

PAINEL DE SECAGEM RÁPIDA TITÃ VI

PAINEL DE SECAGEM RÁPIDA TITÃ VI *Imagens meramente ilustrativas PAINEL DE SECAGEM RÁPIDA TITÃ VI Manual de Instruções 1. FUNÇÃO DO PAINEL DE SECAGEM Acelerar a secagem de componentes da pintura em veículos. Massa, fundo, tinta, poliéster,

Leia mais

Componente A Wegpoxi ERP 322 Balde (20 L) Componente B Catalisador EP ERP 322 11725363 (20 L)

Componente A Wegpoxi ERP 322 Balde (20 L) Componente B Catalisador EP ERP 322 11725363 (20 L) WEGPOXI ERP 322 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer epóxi poliamida bicomponente, de alto teor de sólidos e com pigmentação anticorrosiva a base de fosfato de zinco, com secagem rápida e boa aplicabilidade. Possui

Leia mais

Capa TN. com Índice. Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente

Capa TN. com Índice. Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente Corrediça Oculta TN Slowmotion Corrediça Telescópica TN H45 Corrediça Telescópica TN H45 Slowmotion Corrediça Telescópica TN MINI H35 Capa TN Corrediça

Leia mais

TÉCNICAS DE REPARO TRADICIONAL

TÉCNICAS DE REPARO TRADICIONAL TÉCNICAS DE REPARO TRADICIONAL Profa. Eliana Barreto Monteiro Você sabia? Que na maioria das vezes a aplicação da argamassa de reparo deve ser manual? A diferença entre reparo superficial e profundo? Procedimentos

Leia mais

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida.

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida. Página 1 de 5 TINTAS E VERNIZES LATEX ACRÍLICO E PVA Criadas para proteger e embelezar as paredes de alvenaria, estruturas metálicas e madeiras, as tintas são aperfeiçoadas para garantir maior desempenho

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS E DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

Indústrias Química, do Plástico, do Vidro e dos Metais

Indústrias Química, do Plástico, do Vidro e dos Metais Indústrias Química, do Plástico, do Vidro e dos Metais Trabalho realizado por: Leonardo Vieira R. da Silveira Marcelo Henrique G. Bueno Ralf Marcelo. S. de Oliveira Professor: Renato de Sousa Dâmaso Disciplina:

Leia mais

DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS

DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA N : ET-810-CGC-007 USUÁRIO: CEGÁS 1 de 7 FOLHA: OBJETO AMPLIAÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS NATURAL RAMAL DE DISTRIBUIÇÃO PARA ATENDIMENTO A CLIENTES REV. Í N D I C E D E R E

Leia mais

LINHA Bt200. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt200

LINHA Bt200. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt200 LINHA LINHA CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS Dimensões Altura: 2400mm., Largura: 600/700/800mm., Profundidade: 600/800mm. Outras configurações conforme consulta; Estrutura fabricada em chapa de 2,65mm. (12MSG),

Leia mais

Sistemas da edificação Aplicação na prática

Sistemas da edificação Aplicação na prática 1 Vantagens Alta produtividade com equipes otimizadas; Redução de desperdícios e obra limpa; Facilidade de gerenciamento e padronização da obra; Elevada durabilidade; Facilidade de limpeza e conservação;

Leia mais

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IFSC- JOINVILLE SANTA CATARINA DISCIPLINA DESENHO TÉCNICO CURSO ELETRO-ELETRÔNICA MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 2011.2 Prof. Roberto Sales. MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS A

Leia mais

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Produto: Parabond 700 é um adesivo de alta qualidade, cura rápida, permanentemente elástico, à base de MS polímero, com

Leia mais

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos Paredes internas Estrutura leve GESSO ACARTONADO Fixado em perfis de chapa de aço galvanizado (esqueleto de guias e montantes) Parede: chapas de gesso em uma ou mais camadas Superfície pronta para o acabamento

Leia mais

FR413-00 (REV. 00) TECHZINC 0130 SHOP PRIMER

FR413-00 (REV. 00) TECHZINC 0130 SHOP PRIMER TECHZINC 0130 SHOP PRIMER Techzinc 0130 Shop Primer é um etil silicato de zinco, de dois componentes: base e pó de zinco que devem ser misturados na hora do uso. Oferece proteção catódica ao aço carbono,

Leia mais

LINHA PRESTO FERRAGENS

LINHA PRESTO FERRAGENS LINHA PRESTO FERRAGENS V o c ê t r a b a l h a n d o m e l h o r. QUALIDADE GARANTIDA Com um dos parques fabris mais modernos da América Latina, na Presto todos os processos produtivos são monitorados

Leia mais

Impermeabilizantes Sempre Novo+

Impermeabilizantes Sempre Novo+ Impermeabilizantes Sempre Novo+ Vidro Líquido. Nanotecnologia na palma da mão! Proteção, brilho, comodidade e beleza por muito mais tempo! Sempre Novo +metal Sem sujeiras. Sem manchas. Sem pés molhados.

Leia mais

Guia para o Controle de Vazão Modulado por Largura de Pulso. Spray Spray Spray Spray Nozzles Control Analysis Fabrication

Guia para o Controle de Vazão Modulado por Largura de Pulso. Spray Spray Spray Spray Nozzles Control Analysis Fabrication Guia para o Controle de Vazão Modulado por Largura de Pulso Spray Spray Spray Spray Nozzles Control Analysis Fabrication Modulação por largura de pulso A modulação por largura de pulso, ou PWM (do inglês

Leia mais

Passo a passo: Impermeabilização em drywall

Passo a passo: Impermeabilização em drywall Passo a passo: Impermeabilização em drywall Banheiros de casa em steel frame são fechados com chapas de gesso específicas para esse fim. Veja como impermeabilizar corretamente esses ambientes Casas em

Leia mais

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO O produto OXY-PRIMER é um tipo de tinta de cobertura cimentosa que não é composto de resinas normais, mas que adere como cimento. O cimento adere

Leia mais

Fundo acabamento epóxi poliamida bicomponente, atóxico. Possui certificado de aprovação para contato com água po tável.

Fundo acabamento epóxi poliamida bicomponente, atóxico. Possui certificado de aprovação para contato com água po tável. WEGPOXI 748 DF DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Fundo acabamento epóxi poliamida bicomponente, atóxico. Possui certificado de aprovação para contato com água po tável. RECOMENDAÇÕES DE USO: Recomendado para pintura

Leia mais