representada por Henrique Amorim Faria de Araújo, Administrador e Dídia Sónia dos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "representada por Henrique Amorim Faria de Araújo, Administrador e Dídia Sónia dos"

Transcrição

1 PROTOCOLO Entre COSTA DUARTE - Corretor de Seguros, SA, inscrito no Instituto de Seguros de Portugal sob o n.º /3, com sede na Av. António Augusto de Aguiar, 130, 4º, Lisboa, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa, sob o número único de matrícula e de identificação de pessoa coletiva , doravante designada por Primeira Outorgante neste ato representada por Henrique Amorim Faria de Araújo, Administrador e Dídia Sónia dos Santos Coelho, Procuradora com poderes para o ato; e STSS, Sindicato Nacional dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica, com sede Rua Dr. Campos Monteiro, 170, S. Mamede de Infesta, sob o número identificação de Pessoa Coletiva nº , doravante designada por Segunda Outorgante, representada neste ato por Almerindo Rego, Presidente da Direção Nacional, com poderes para o ato. É celebrado e reciprocamente aceite o presente Protocolo, o qual se rege pelas Cláusulas seguintes, e no que nelas for omisso, pelo disposto na legislação aplicável: 1/6

2 Cláusula Primeira Objeto 1. O presente Protocolo tem por objeto o estabelecimento de uma parceria entre as Outorgantes de forma a promover e divulgar os produtos comercializados pela Primeira Outorgante descritos no Anexo I ao presente Protocolo, o qual faz dele parte integrante. 2. Os produtos identificados no número anterior serão personalizados de acordo com as necessidades específicas de cada pedido dos Associados da Segunda Outorgante beneficiando de condições exclusivas sempre que tal seja possível. 3. Os produtos identificados nos números anteriores são comercializados através de uma equipa especializada da Primeira Outorgante cujos contactos foram oportunamente disponibilizados. Cláusula Segunda Destinatários 1 - Os produtos a que se refere a Cláusula anterior dirigem-se aos Colaboradores e Associados da Segunda Outorgante e respetivos agregados familiares. 2 O programa de seguros a que alude o número anterior poderá ser objeto de alterações por parte da Costa Duarte em função da sinistralidade global dos produtos ou por outro fator de mercado devidamente justificado. 3 - A cessação do vínculo de Associado com a Segunda Outorgante não implica automaticamente a cessação do contrato de seguro celebrado com a Primeira Outorgante. 2/6

3 Cláusula Quarta Dos Resultados A Primeira Outorgante apresentará semestralmente à Segunda os resultados atingidos relativamente a: a) Grau de penetração comercial no universo dos Associados; b) Eventuais revisões de condições dos produtos, nomeadamente coberturas e/ou prémios. Cláusula Quinta Colaboração 1 - A Segunda Outorgante compromete-se a utilizar os seus canais de comunicação internos para a divulgação e promoção dos produtos objeto desta parceria e a colaborar estreitamente nesta matéria com a Primeira Outorgante. Cláusula Sexta Ausência de Encargos para a Segunda Contratante Fica estabelecido e acordado que a assinatura do presente Protocolo não implicará quaisquer ónus ou encargos entre a Primeira e Segunda Outorgantes, que não sejam os de mera colaboração que resultam dos princípios aqui acordados. Cláusula Sétima Duração do Protocolo 1. O presente Protocolo terá a duração de 2 anos, a contar da data de 15/04/2014, considerando-se automaticamente renovado por iguais e sucessivos períodos, salvo se 3/6

4 for denunciado por qualquer uma das Outorgantes com uma antecedência mínima de 30 (trinta) dias em relação ao seu termo 2. A cessação do presente Protocolo não implicará a cessação dos contratos de seguro que entretanto tenham sido celebrados durante a sua vigência. Cláusula Oitava Alterações Qualquer alteração ao presente Protocolo apenas será válida se merecer o acordo de ambas as Outorgantes e for reduzida a escrito por aditamento ao presente Protocolo. Cláusula Nona Foro Será competente para dirimir qualquer litígio resultante do presente protocolo o foro da Comarca de Lisboa, com expressa renúncia a qualquer outro. Cláusula Décima Comunicações entre as Partes Para contactos necessários à manutenção e obtenção de esclarecimentos, a COSTA DUARTE e o STSS comunicam entre si através das seguintes moradas, telefones e correios electrónicos. Costa Duarte, S.A. Nome: Dídia Coelho Morada: Rua Eng. Ferreira Dias, 924, 1.º, E Porto - Portugal Telefone: /6

5 Sindicato Nacional dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica Nome: Angelina Santos Morada: Rua Dr. Campos Monteiro, S Mamede Infesta Telefone: Por ser verdade, e corresponder à vontade das Outorgantes, vai o presente Protocolo ser assinado por ambas, em duplicado, ficando cada uma parte com um exemplar. Feito no Porto, a 11 de Abril de 2014 Este Protocolo contém um anexo que faz parte integrante do mesmo. Primeira Outorgante Henrique Araújo e Dídia Coelho Segunda Outorgante Almerindo Rego 5/6

6 Anexo I PRODUTOS SEGURO AUTOMÓVEL SEGURO HABITAÇÃO SEGURO ACIDENTES TRABALHO SEGURO VIDA COM CREDOR HIPOTECÁRIO SEGURO VIDA RISCO (SEM CREDOR HIPOTECÁRIO) SEGURO ACIDENTES PESSOAIS SEGURO SAÚDE SEGUROS DE POUPANÇA 6/6

PROTOCOLO. 1. A Fidelidade Mundial é uma entidade legalmente autorizada a desenvolver a actividade seguradora em Portugal;

PROTOCOLO. 1. A Fidelidade Mundial é uma entidade legalmente autorizada a desenvolver a actividade seguradora em Portugal; PROTOCOLO Entre Sindicato dos Educadores e Professores Licenciados pelas Escolas Superiores de Educação e Universidades, pessoa colectiva número 503 902233, com sede em Lisboa, na Avenida de Paris, nº

Leia mais

PROTOCOLO SEGUROS 2014/2015

PROTOCOLO SEGUROS 2014/2015 PROTOCOLO SEGUROS 2014/2015 PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO Entre: GIANT UNDERWRITING, LDA. com morada na Avenida do Parque, Lote 137, Loja B, 2635-298 Rio de Mouro, contribuinte n.º 510084923, adiante designada

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE COMPANHIA DE SEGUROS TRANQUILIDADE, S.A. E CÂMARA DOS TÉCNICOS OFICIAIS DE CONTAS

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE COMPANHIA DE SEGUROS TRANQUILIDADE, S.A. E CÂMARA DOS TÉCNICOS OFICIAIS DE CONTAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE COMPANHIA DE SEGUROS TRANQUILIDADE, S.A. E CÂMARA DOS TÉCNICOS OFICIAIS DE CONTAS Entre: Companhia de Seguros Tranquilidade S.A., com o capital social de 95.000.000 (noventa

Leia mais

ACORDO DE COLABORAÇÃO

ACORDO DE COLABORAÇÃO ACORDO DE COLABORAÇÃO ENTRE: Primeira outorgante: ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS AGÊNCIAS DE VIAGEM E TURISMO, pessoa colectiva nº 500 910 839 com sede na Rua Duque de Palmela, nº 2 1º Dtº - 1250 098 LISBOA,

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE A ASSOCIAÇÃO CIENTÍFICA DOS ENFERMEIROS E TOP ATLÂNTICO VIAGENS E TURISMO, S.A.

PROTOCOLO ENTRE A ASSOCIAÇÃO CIENTÍFICA DOS ENFERMEIROS E TOP ATLÂNTICO VIAGENS E TURISMO, S.A. PROTOCOLO ENTRE A ASSOCIAÇÃO CIENTÍFICA DOS ENFERMEIROS E TOP ATLÂNTICO VIAGENS E TURISMO, S.A. A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos associados da ASSOCIAÇÃO CIENTÍFICA DOS

Leia mais

SINDICATO DOS ENFERMEIROS

SINDICATO DOS ENFERMEIROS PROTOCOLO SINDICATO DOS ENFERMEIROS E MGEN MUTUELLE GÉNÉRALE DE L'ÉDUCATION NATIONALE E LOSANGO - MEDIAÇÃO DE SEGUROS, LDA. Lisboa, 1 de Julho de 2015 PROTOCOLO DE ACORDO Entre Sindicato dos Enfermeiros,

Leia mais

PROTOCOLO. 1. A Imperio Bonanca e uma entidade legalmente autorizada a desenvolver a actividade seguradora em Portugal;

PROTOCOLO. 1. A Imperio Bonanca e uma entidade legalmente autorizada a desenvolver a actividade seguradora em Portugal; ~ ~~ PROTOCOLO Entre, Exercito Portugues, pessoa colectiva numero 600 021 610, devidamente representado neste acto pelo Exmo. Senhor Tenente-General Eduardo Manuel de Lima Pinto, na qualidade de Comandante

Leia mais

PROTOCOLO. Cooperação para a formação financeira de empreendedores, gestores e empresários das micros, pequenas e médias empresas

PROTOCOLO. Cooperação para a formação financeira de empreendedores, gestores e empresários das micros, pequenas e médias empresas PROTOCOLO Cooperação para a formação financeira de empreendedores, gestores e empresários das micros, pequenas e médias empresas Entre: IAPMEI Agência para a Competitividade e Inovação I.P., ora representado

Leia mais

Contrato de Convênio Educacional

Contrato de Convênio Educacional Contrato de Convênio Educacional De um lado, B L MARINHO, nome fantasia DESENVOLVE T.I, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) sob o nº 13.461.953/0001-07,

Leia mais

PROTOCOLO DE COMODATO

PROTOCOLO DE COMODATO PROTOCOLO DE COMODATO Considerando que a Administração Regional de Saúde do Norte I.P., (ARSN) tem por missão garantir à população da respetiva área geográfica de intervenção, o acesso à prestação de cuidados

Leia mais

CONTRATO DE BOLSA Entre FUNDAÇÃO BIAL . Considerando I. II. III. IV. Primeira

CONTRATO DE BOLSA Entre FUNDAÇÃO BIAL . Considerando I. II. III. IV. Primeira CONTRATO DE BOLSA Entre FUNDAÇÃO BIAL, instituição de utilidade pública, com o número de identificação de pessoa colectiva 503 323 055, com sede na Avenida da Siderurgia Nacional, S. Mamede do Coronado,

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO. A Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, doravante designado por OTOC, pessoa

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO. A Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, doravante designado por OTOC, pessoa PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Entre A Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, doravante designado por OTOC, pessoa coletiva n.º 503692310 com sede na Av.ª Barbosa du Bocage, 45 em LISBOA, representado pelo seu

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DO CART AXO. 1. Preâmbulo

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DO CART AXO. 1. Preâmbulo PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DO CART AXO 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objetivo assegurar aos militares e aos trabalhadores do mapa de

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE DELEGAÇÃO DISTRITAL DE ÉVORA DA ORDEM DOS ENGENHEIROS e AGÊNCIA DE VIAGENS POLICARPO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE DELEGAÇÃO DISTRITAL DE ÉVORA DA ORDEM DOS ENGENHEIROS e AGÊNCIA DE VIAGENS POLICARPO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE DELEGAÇÃO DISTRITAL DE ÉVORA DA ORDEM DOS ENGENHEIROS e AGÊNCIA DE VIAGENS POLICARPO Entre: Policarpo Viagens e Turismo, Lda., pessoa colectiva n.º 503 969 052, sito na Rua

Leia mais

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DO PORTO

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DO PORTO PROTOCOLO ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DO PORTO E MGEN MUTUELLE GÉNÉRALE DE L'ÉDUCATION NATIONALE E AMPLITUDE SEGUROS CORRETORES DE SEGUROS, S.A. Lisboa, 1 de Julho de 2015 PROTOCOLO DE ACORDO Entre Associação

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE COMISSÃO PARA A CIDADANIA E A IGUALDADE DE GÉNERO MUNICÍPIO DO BARREIRO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE COMISSÃO PARA A CIDADANIA E A IGUALDADE DE GÉNERO MUNICÍPIO DO BARREIRO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE COMISSÃO PARA A CIDADANIA E A IGUALDADE DE GÉNERO E MUNICÍPIO DO BARREIRO 1 Entre: O Município do Barreiro pessoa coletiva de direito público com o nº 506673626 com sede no

Leia mais

CONVÊNIO (PREENCHER NOME FANTASIA OU SIGLA DA EMPRESA CONVENIADA)

CONVÊNIO (PREENCHER NOME FANTASIA OU SIGLA DA EMPRESA CONVENIADA) CONVÊNIO (PREENCHER NOME FANTASIA OU SIGLA DA EMPRESA CONVENIADA) Nº : (Para uso exclusivo do COREN-AM) Instrumento Particular de Parceria e Outras Avenças Por este instrumento e na melhor forma de direito,

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A COMISSÃO PARA A CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO E A CÂMARA MUNICIPAL DA LOUSÃ

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A COMISSÃO PARA A CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO E A CÂMARA MUNICIPAL DA LOUSÃ PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A COMISSÃO PARA A CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO E A CÂMARA MUNICIPAL DA LOUSÃ Entre: O MUNICÍPIO DA LOUSÃ, pessoa coletiva n.º 501121528, com sede na Vila da Lousã, neste

Leia mais

O Contrato basicamente estipula prioridade no atendimento de suas necessidades de atendimento e cobre os seguintes ítens:

O Contrato basicamente estipula prioridade no atendimento de suas necessidades de atendimento e cobre os seguintes ítens: Descrição do Serviço A Manutenção Preventiva de Equipamentos e Software Básico é um serviço que evita ao máximo que os nossos clientes venham a ter contratempos e problemas com os equipamentos e com o

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Acordo Parcelar Específico n.º 02 Entre O Centro Hospitalar de Lisboa Norte, EPE, E O Hospital de Santo Espírito de Angra do Heroísmo, EPE Junho de 2015 1 Acordo Parcelar Específico

Leia mais

Parágrafo Primeiro - O suporte técnico organizacional e gerencial consistirá em: 1. Oferecer apoio operacional ao funcionamento da EMPRESA;

Parágrafo Primeiro - O suporte técnico organizacional e gerencial consistirá em: 1. Oferecer apoio operacional ao funcionamento da EMPRESA; CONVÊNIO DE ASSOCIAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E A PARA DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO, DE ACORDO COM A SELEÇAO PÚBLICA REALIZADA ATRAVÉS DO EDITAL 01/2011 DA INCUBADORA

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A "DESENTOP AMBIENTE - Gestão Global de Serviços e Resíduos, Lda" 1. Preâmbulo

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A DESENTOP AMBIENTE - Gestão Global de Serviços e Resíduos, Lda 1. Preâmbulo PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A "DESENTOP AMBIENTE - Gestão Global de Serviços e Resíduos, Lda" 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares e aos

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E O GRUPO DOM PEDRO - INVESTIMENTOS TURíSTICOS, S.A. 1. Preâmbulo

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E O GRUPO DOM PEDRO - INVESTIMENTOS TURíSTICOS, S.A. 1. Preâmbulo Dom Pedro Hoteís www.dompedro.com PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E O GRUPO DOM PEDRO - INVESTIMENTOS TURíSTICOS, S.A 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objetivo assegurar aos

Leia mais

(Montante do empréstimo) Cláusula Segunda. (Finalidade do Empréstimo)

(Montante do empréstimo) Cláusula Segunda. (Finalidade do Empréstimo) CONTRATO DE EMPRÉSTIMO Programa de Apoio à Economia Local (PAEL) ENTRE O ESTADO PORTUGUÊS, representado pela Senhora Diretora-Geral do Tesouro e Finanças, Elsa Roncon Santos, de acordo com o disposto no

Leia mais

Bairro Cidade CEP UF. Agência Nome da Agência Operação Conta Dígito. Bairro Cidade CEP UF. Bairro Cidade CEP UF

Bairro Cidade CEP UF. Agência Nome da Agência Operação Conta Dígito. Bairro Cidade CEP UF. Bairro Cidade CEP UF SACADO ELETRÔNICO ADESÃO EXCLUSÃO Nome ou Razão Social Agência Nome da Agência Operação Conta Dígito AGREGADOS Nome ou Razão Social (I) Nome ou Razão Social (II) 1 Pelo presente instrumento, a CAIXA ECONÔMICA

Leia mais

CONTRATO DE ARRENDAMENTO

CONTRATO DE ARRENDAMENTO Entre: CONTRATO DE ARRENDAMENTO, com o NUIT:,, natural de, de nacionalidade, residente na, nº, em, titular do B.I. nº, emitido em _, aos de de e válido até de de, doravante designado por Locador, E, com

Leia mais

TERMO Nº 003/541/2007.

TERMO Nº 003/541/2007. PUBLICADO no D.O. Em 05/07/07 Fls. 03 TERMO Nº 003/541/2007. CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE AJUSTAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E A UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA, MANTIDA PELA

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A "VILA GALÉ- SOCIEDADE DE EMPREENDIMENTOS TURíSTICOS, S.A. 1. Preâmbulo

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A VILA GALÉ- SOCIEDADE DE EMPREENDIMENTOS TURíSTICOS, S.A. 1. Preâmbulo G~ Vila Galé HOTÉIS PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A "VILA GALÉ- SOCIEDADE DE EMPREENDIMENTOS TURíSTICOS, S.A." 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos

Leia mais

Carta de Apresentação - Convênios

Carta de Apresentação - Convênios Carta de Apresentação - Convênios Caro (a) empresário (a), O Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba, Moreira César e Roseira tem uma ampla rede de convênios com as empresas do comércio e serviços

Leia mais

Essência d Afectos. As entidades signatárias assumem o compromisso geral de cooperação sobre este protocolo.

Essência d Afectos. As entidades signatárias assumem o compromisso geral de cooperação sobre este protocolo. Protocolo de condições preferenciais sobre os serviços da Essência d Afectos 1. Identificação dos Outorgantes: Essência d Afectos, Lda, pessoa coletiva nº 509 513 182, com sede na Rua Júlio Dinis, n.º

Leia mais

SUA EMPRESA CONVÊNIADA COM A UNICAMPO

SUA EMPRESA CONVÊNIADA COM A UNICAMPO SUA EMPRESA CONVÊNIADA COM A UNICAMPO Objetivo: Incentivar a busca do ensino superior através de descontos ofertados pelo convênio estudantil UNICAMPO, que objetiva conveniar empresas, independente de

Leia mais

PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO EXTERNO DE MEDICINA DO TRABALHO

PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO EXTERNO DE MEDICINA DO TRABALHO PROTOCOLO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO EXTERNO DE MEDICINA DO TRABALHO 1. Considerando que a Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro, que aprovou a revisão do Código do Trabalho, e a Lei n.º 102/2009, de 10 de Setembro,

Leia mais

CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP

CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP CONVÊNIO DE PARCERIA PARA CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ E O BANCO GERADOR S.A. O, com sede em Macapá, Capital

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E O "SKIPARQUE/SERRA DA ESTRELA". 1. Preâmbulo

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E O SKIPARQUE/SERRA DA ESTRELA. 1. Preâmbulo PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E O "SKIPARQUE/SERRA DA ESTRELA". 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares e aos trabalhadores do mapa de pessoal

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO Entre, PRIMEIRA: AJEM ASSOCIAÇÃO DE JOVENS EMPRESÁRIOS MADEIRENSES, pessoa coletiva número 511 043 686, com sede na Rua da Nazaré n.º 2, 9000 Funchal, aqui representada pelo seu

Leia mais

MODELO DE CONTRATO (HPP) CONVÊNIO

MODELO DE CONTRATO (HPP) CONVÊNIO Versão Preliminar Página 1 23/12/2004 MODELO DE CONTRATO (HPP) CONVÊNIO Convénio que entre si celebram, de um lado o Município* de XXXX, através da Secretaria xxxxxxxx de Saúde, gestora do SUS Municipal

Leia mais

CONVÊNIO DE COOPERAÇÂO TÉCNICO-CIENTÍFICO

CONVÊNIO DE COOPERAÇÂO TÉCNICO-CIENTÍFICO CONVÊNIO DE COOPERAÇÂO TÉCNICO-CIENTÍFICO CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A EMPRESA (escola ou instituição conveniada) E A FACULDADE CATUAÍ, VISANDO AO DESENVOLVIMENTO EXTENSÃO E ESTÁGIO PARA OS ALUNOS

Leia mais

PROTOCOLO. 1ª - REPSOL PORTUGAL COMERCIO DE PETROLEOS E DERIVADOS, LDA, sociedade

PROTOCOLO. 1ª - REPSOL PORTUGAL COMERCIO DE PETROLEOS E DERIVADOS, LDA, sociedade PROTOCOLO Entre: 1ª - REPSOL PORTUGAL COMERCIO DE PETROLEOS E DERIVADOS, LDA, sociedade por quotas, com o capital social de 43.450.000,01, com sede na Rua Mario Dionisio, nº 2, 2º e 3º andares, 2799-558

Leia mais

CONVÊNIO QUE ENTRE SI FIRMAM O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ-CRCCE E A FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7

CONVÊNIO QUE ENTRE SI FIRMAM O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ-CRCCE E A FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7 CONVÊNIO QUE ENTRE SI FIRMAM O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ-CRCCE E A FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7 O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ- CRCCE, inscrito no CNPJ

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO CONCEDENTE: SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BELO HORIZONTE, organização filantrópica inscrita no CNPJ sob o nº 17.209.891/0001-93, situada na Avenida Francisco

Leia mais

HOTELS & RESORTS refresh yourself

HOTELS & RESORTS refresh yourself A- o HOTELS & RESORTS refresh yourself PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A ô HOTELS & RESORTS. 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares e aos trabalhadores

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO. entre COMITÉ OLÍMPICO DE PORTUGAL E A FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO. entre COMITÉ OLÍMPICO DE PORTUGAL E A FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA Comité Olímpico de Portugal Faculdade de Motricidade Humana PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO entre COMITÉ OLÍMPICO DE PORTUGAL E A FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA 1 Considerando que: PROTOCOLO

Leia mais

C Â M A R A D O S D E P U T A D O S COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA

C Â M A R A D O S D E P U T A D O S COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROTOCOLO DE INTENÇÕES QUE ENTRE SI CELEBRAM A COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS E O GRUPO DE INSTITUTOS, FUNDAÇÕES E EMPRESAS GIFE, PARA A REALIZAÇÃO DE AÇÕES CONJUNTAS NA ÁREA DE

Leia mais

Termo legal para a utilização do Portal TERMO DE UTILIZAÇÃO

Termo legal para a utilização do Portal TERMO DE UTILIZAÇÃO Termo legal para a utilização do Portal TERMO DE UTILIZAÇÃO Cláusula 1ª (Outorgantes) Entre: Instituto Politécnico de Viana do Castelo, adiante designado por IPVC, contribuinte número 503 761 877, com

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA Secretaria de Estado de Gestão Estratégica e Administração Amazônia: Patrimônio dos Brasileiros INTEGRADOS/CCAA.

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA Secretaria de Estado de Gestão Estratégica e Administração Amazônia: Patrimônio dos Brasileiros INTEGRADOS/CCAA. TERMO COMPROMISSO Nº 004/2015 que entre si celebram o ESTADO RORAIMA, por meio da ESCOLA GOVERNO RORAIMA, e C.I.I. CURSOS IDIOMAS INTEGRADOS/CCAA. O ESTADO RORAIMA, pessoa jurídica de direito público interno,

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A "CASA DE REPOUSO JARDIM DO ÉDEN" 1. Preâmbulo

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A CASA DE REPOUSO JARDIM DO ÉDEN 1. Preâmbulo PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A "CASA DE REPOUSO JARDIM DO ÉDEN" 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares e aos trabalhadores do mapa de pessoal

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA Nº 003/2012

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA Nº 003/2012 MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA Nº 003/2012 ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS E A ASSOCIAÇÃO GOIANA DOS MUNICÍPIOS

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO CNMP/CNPG Nº 01/2012

TERMO DE CONVÊNIO CNMP/CNPG Nº 01/2012 TERMO DE CONVÊNIO CNMP/CNPG Nº 01/2012 TERMO DE CONVENIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO e os MINISTÉRIOS PÚBLICOS DOS ESTADOS E DO DISTRITO FEDERAL E TERRITORIOS, COMPONENTES

Leia mais

PREFEITURA DO ALEGRETE-RS ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE GOVERNO SEÇÃO DE LEGISLAÇÃO

PREFEITURA DO ALEGRETE-RS ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE GOVERNO SEÇÃO DE LEGISLAÇÃO LEI Nº 5.550, DE 21 DE AGOSTO DE 2015. Autoriza o Município de Alegrete, através do Poder Executivo, a firmar Termo de Cooperação com o Hospital Nossa Senhora da Conceição S.A., empresa integrante do Grupo

Leia mais

Associação Portuguesa para a Qualidade, adiante designada por APQ com sede no Pólo

Associação Portuguesa para a Qualidade, adiante designada por APQ com sede no Pólo UVl ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A UALlOAOE I r ACORDO ENTRE A ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A UALIDADE E A SERVILUSA, AGÊNCIAS FUNERÁRIAS, SA. PARA PRESTAÇÃO DE SERViÇOS A ASSOCIADOS NA ÁREA DA PROTECÇÃO SOCIAL.

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO. PARÁGRAFO PRIMEIRO: A partir do ano de 2007 permanecerão na Escola apenas crianças até 5 anos e 9 meses.

TERMO DE CONVÊNIO. PARÁGRAFO PRIMEIRO: A partir do ano de 2007 permanecerão na Escola apenas crianças até 5 anos e 9 meses. TERMO DE CONVÊNIO CONVÊNIO para prestação, de mútua colaboração que fazem entre si, de um lado o MUNICÍPIO DE TAQUARI (RS), Pessoa Jurídica de Direito Público, inscrito no CNPJ sob o n 88.067.780/0001-38,

Leia mais

REGULAMENTO PASSATEMPO Dia da criança - Galaxy Tab A

REGULAMENTO PASSATEMPO Dia da criança - Galaxy Tab A REGULAMENTO PASSATEMPO Dia da criança - Galaxy Tab A 1. Definições 1.1. Passatempo: Iniciativa que visa premiar a fotografia do brinquedo mais criativo construído com materiais reciclados, no âmbito da

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 186/2001-CAD/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 186/2001-CAD/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 186/2001-CAD/UNICENTRO Celebra Termo de Convênio firmado entre a UNICENTRO e a COPACOL. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço saber que o Conselho de Administração,

Leia mais

CONTRATO DE ACREDITAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DE LABORATÓRIOS CLÍNICOS

CONTRATO DE ACREDITAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DE LABORATÓRIOS CLÍNICOS CONTRATO DE ACREDITAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE CONTRATO DICQ Nº / (à ser preenchido pelo DICQ) DE LABORATÓRIOS CLÍNICOS CONTRATO DE ACREDITAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALI- DADE DE LABORATÓRIO

Leia mais

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO "Programa de Apoio à Economia Local (PAEL)"

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO Programa de Apoio à Economia Local (PAEL) CONTRATO DE EMPRÉSTIMO "Programa de Apoio à Economia Local (PAEL)" ENTRE O ESTADO PORTUGUÊS, representado pela Senhora Diretora-Geral do Tesouro e Finanças, Elsa Roncon Santos, de acordo com o disposto

Leia mais

Faculdade Decisão Faculdade Decisão FADEC - CNPJ. 82.103.292/0001-52 Credenciada Pela Portaria MEC Nº 1029/2000 DOU: 21.07.2000

Faculdade Decisão Faculdade Decisão FADEC - CNPJ. 82.103.292/0001-52 Credenciada Pela Portaria MEC Nº 1029/2000 DOU: 21.07.2000 TERMO DE CONVÊNIO PARA ESTÁGIO CURRICULAR FADEC/EMPRESA TERMO DE CONVÊNIO PARA ESTÁGIO CURRICULAR QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO A FACULDADE DECISÃO E DE OUTRO LADO, A EMPRESA, VISANDO À REALIZAÇÃO

Leia mais

Entre: rua dos Bombeiros Voluntários 5370-206 Mirandela. Largo do Município 5379-288 Mirandela. Em conjunto designadas por Partes,

Entre: rua dos Bombeiros Voluntários 5370-206 Mirandela. Largo do Município 5379-288 Mirandela. Em conjunto designadas por Partes, PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO COM VISTA AO MELHORAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS DE GÉNEROS ALIMENTÍCIOS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO COM VISTA AO MELHORAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS Entre: DELEGAÇÃO

Leia mais

RESOLVEM: CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

RESOLVEM: CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICO- CIENTÍFICA QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FAPERJ E INSTITUIÇÃO SIGLA, NA FORMA ABAIXO. A INSTITUIÇÃO,

Leia mais

CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO Nº / EM FORMA DE BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL, DE ACORDO COM A LEI Nº 11.788 DE 25 DE SETEMBRO DE 2008

CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO Nº / EM FORMA DE BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL, DE ACORDO COM A LEI Nº 11.788 DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO Nº / EM FORMA DE BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL, DE ACORDO COM A LEI Nº 11.788 DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Pelo presente instrumento, de um lado o (a) situado (a) à

Leia mais

Parágrafo Primeiro: Ficam as contratações das operações de crédito sujeitas a:

Parágrafo Primeiro: Ficam as contratações das operações de crédito sujeitas a: CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - FIESP E A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CAIXA. De um lado a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, instituição financeira sob a forma de

Leia mais

CONTRATO Nº02/2011 CRIAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SITE DA CÂMARA

CONTRATO Nº02/2011 CRIAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SITE DA CÂMARA CONTRATO Nº02/2011 CRIAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SITE DA CÂMARA A CÂMARA MUNICIPAL DE OSÓRIO, pessoa jurídica de direito público, CNPJ/MF n. º 90938143/0001-31, com sede na Av. Jorge Dariva, 1211, Centro, CEP.

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! CAMPANHA NOS MUNDO

REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! CAMPANHA NOS MUNDO REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! CAMPANHA NOS MUNDO Os seguintes termos e condições destinam-se a regular a campanha promocional Moneygram no Continente/note! Campanha

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! GRANDE CAMPANHA 2015

REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! GRANDE CAMPANHA 2015 REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! GRANDE CAMPANHA 2015 Os seguintes termos e condições destinam-se a regular a campanha promocional Moneygram no Continente/note!

Leia mais

ATRIBUIÇÃO DE DIREITO DE EXPLORAÇÃO DE QUIOSQUE SITUADO NO JARDIM DO ALMIRANTE REIS

ATRIBUIÇÃO DE DIREITO DE EXPLORAÇÃO DE QUIOSQUE SITUADO NO JARDIM DO ALMIRANTE REIS ATRIBUIÇÃO DE DIREITO DE EXPLORAÇÃO DE QUIOSQUE SITUADO NO JARDIM DO ALMIRANTE REIS CADERNO DE ENCARGOS Página 1 de 11 Índice Cláusula 1ª Objeto do Procedimento ------------------------------------------------------

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE 0 EXERCITO PORTUGUES E A GOODTRAVEL VIAGENS E TURISMO, Lda. 1. Preambulo

PROTOCOLO ENTRE 0 EXERCITO PORTUGUES E A GOODTRAVEL VIAGENS E TURISMO, Lda. 1. Preambulo , T.i.tis OI~na. ldn. PROTOCOLO ENTRE 0 EXERCITO PORTUGUES E A GOODTRAVEL VIAGENS E TURISMO, Lda 1. Preambulo A celebrayao do presente protocolo tem como objectiv~ assegurar aos militares, militarizados

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA Secretaria de Estado de Gestão Estratégica e Administração Amazônia: Patrimônio dos Brasileiros

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA Secretaria de Estado de Gestão Estratégica e Administração Amazônia: Patrimônio dos Brasileiros TERMO DE COMPROMISSO Nº 007/2015 que entre si celebram o ESTADO DE RORAIMA, por meio da ESCOLA DE GOVERNO DE RORAIMA, ea FACULDADE RORAIMENSE DE ENSINO SUPERIOR FARES. O ESTADO DE RORAIMA, pessoa jurídica

Leia mais

MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA

MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INSTITUTO DE CULTURA E ARTE CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA O Manual ora apresentado visa orientar os alunos

Leia mais

Regulamento do Passatempo Go to Festival Village 16

Regulamento do Passatempo Go to Festival Village 16 Regulamento do Passatempo Go to Festival Village 16 Cláusula Primeira A Canon Portugal S.A., com sede no Lagoas Park, Edifício 15, Piso 0 e 1, 2740-262 Porto Salvo, Oeiras, registada na Conservatória do

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA CADASTRAMENTO DE CONVÊNIO

ORIENTAÇÕES PARA CADASTRAMENTO DE CONVÊNIO ORIENTAÇÕES PARA CADASTRAMENTO DE CONVÊNIO Prezado parceiro, Agradecemos o seu interesse em se tornar uma empresa conveniada à Universidade Castelo Branco. Para prosseguirmos com o cadastramento, serão

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A MY CAMP

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A MY CAMP PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A MY CAMP 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares e aos trabalhadores do mapa de pessoal civil do Exército Português,

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO EXECUTIVA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REDITUS - SOCIEDADE GESTORA DE PARTICIPAÇÕES SOCIAIS, S.A.

REGULAMENTO DA COMISSÃO EXECUTIVA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REDITUS - SOCIEDADE GESTORA DE PARTICIPAÇÕES SOCIAIS, S.A. REGULAMENTO DA COMISSÃO EXECUTIVA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REDITUS - SOCIEDADE GESTORA DE PARTICIPAÇÕES SOCIAIS, S.A. ARTIGO 1.º (Âmbito e Aplicabilidade) 1. O presente regulamento estabelece as regras

Leia mais

Este regulamento estabelece as regras para o PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO, instituído pela AVAX CORRETORA DE SEGUROS

Este regulamento estabelece as regras para o PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO, instituído pela AVAX CORRETORA DE SEGUROS REGULAMENTO E TERMO DE ADESÃO AO PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO Este regulamento estabelece as regras para o PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO,

Leia mais

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO "Programa de Apoio à Economia Local (PAEL)"

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO Programa de Apoio à Economia Local (PAEL) CONTRATO DE EMPRÉSTIMO "Programa de Apoio à Economia Local (PAEL)" ENTRE O ESTADO PORTUGUÊS, representado pela Senhora Díretora-Geral do Tesouro e Finanças, Elsa Roncon Santos, de acordo com o disposto

Leia mais

CONTRATO DE ARMAZENAMENTO, HOSPEDAGEM, DISPONIBILIZAÇÃO RESTRITA E MANDATO

CONTRATO DE ARMAZENAMENTO, HOSPEDAGEM, DISPONIBILIZAÇÃO RESTRITA E MANDATO CONTRATO DE ARMAZENAMENTO, HOSPEDAGEM, DISPONIBILIZAÇÃO RESTRITA E MANDATO FÁBRICA DE SUCESSOS LTDA. ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob Nº 14.464.760/0001-64, com sede na Alameda

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 087/2003-CAD/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 087/2003-CAD/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 087/2003-CAD/UNICENTRO Celebra Termo de Convênio firmado entre a UNICENTRO e a FADEP. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço saber que o Conselho de Administração,

Leia mais