aos aglomerados financeiros que não atuam nos limites geográficos dos países de origem. AVALIAÇÃO INTEGRADA I 26/11/2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "aos aglomerados financeiros que não atuam nos limites geográficos dos países de origem. AVALIAÇÃO INTEGRADA I 26/11/2014"

Transcrição

1 AVALIAÇÃO INTEGRADA I 26/11/2014 aos aglomerados financeiros que não atuam nos limites geográficos dos países de origem. A respeito dessas asserções, assinale a opção correta. A - As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I. B - As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I. 1-) A globalização é o estágio supremo da internacionalização. (ENADE - QUESTÃO ). O processo de intercâmbio entre países, que marcou o desenvolvimento do capitalismo desde o período mercantil dos séculos 17 e 18, expande-se com a industrialização, ganha novas bases com a grande indústria nos fins do século 19 e, agora, adquire mais intensidade, mais amplitude e novas feições. O mundo inteiro tornase envolvido em todo tipo de troca: técnica, comercial, financeira e cultural. A produção e a informação globalizadas permitem a emergência de lucro em escala mundial, buscado pelas firmas globais, que constituem o verdadeiro motor da atividade econômica. SANTOS, M. O país distorcido. São Paulo: Publifolha, 2002 (adaptado). No estágio atual do processo de globalização, pautado na integração dos mercados e na competitividade em escala mundial, as crises econômicas deixaram de ser problemas locais e passaram a afligir praticamente todo o mundo. A crise recente, iniciada em 2008, é um dos exemplos mais significativos da conexão e interligação entre os países, suas economias, políticas e cidadãos. Considerando esse contexto, avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas. I. O processo de desregulação dos mercados financeiros norte-americano e europeu levou à formação de uma bolha de empréstimos especulativos e imobiliários, a qual, ao estourar em 2008, acarretou um efeito dominó de quebras nos mercados. PORQUE II. As políticas neoliberais marcam o enfraquecimento e a dissolução do poder dos Estados nacionais, bem como asseguram poder 1 C - A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa. D - A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira. E - As asserções I e II são proposições falsas. 2) Legisladores do mundo se comprometem a alcançar os objetivos da Rio+20. Reunidos na cidade do Rio de Janeiro, 300 parlamentares de 85 países se comprometeram a ajudar seus governantes a alcançar os objetivos estabelecidos nas conferências Rio+20 e Rio 92, assim como a utilizar a legislação para promover um crescimento mais verde e socialmente inclusivo para todos. Após três dias de encontros na Cúpula Mundial de Legisladores, promovida pela GLOBE International uma rede internacional de parlamentares que discute ações legislativas em relação ao meio ambiente, os participantes assinaram um protocolo que tem como objetivo sanar as falhas no processo da Rio 92. Em discurso durante a sessão de encerramento do evento, o vice-presidente do Banco Mundial para a América Latina e o Caribe afirmou: Esta Cúpula de Legisladores mostrou claramente que, apesar dos acordos globais serem úteis, não precisamos esperar. Podemos agir e avançar agora, porque as escolhas feitas hoje nas áreas de infraestrutura, energia e tecnologia determinarão o futuro. (ENADE - QUESTÃO ) O compromisso assumido pelos legisladores, explicitado no texto acima, é condizente com o fato de que A - os acordos internacionais relativos ao meio ambiente são autônomos, não exigindo de seus signatários a adoção de medidas internas de implementação para que sejam revestidos de exigibilidade pela comunidade internacional. B - a mera assinatura de chefes de Estado em acordos internacionais não garante a implementação interna dos termos de tais

2 acordos, sendo imprescindível, para isso, a efetiva participação do Poder Legislativo de cada país. C - as metas estabelecidas na Conferência Rio 92 foram cumpridas devido à propositura de novas leis internas, incremento de verbas orçamentárias destinadas ao meio ambiente e monitoramento da implementação da agenda do Rio pelos respectivos governos signatários. D - a atuação dos parlamentos dos países signatários de acordos internacionais restringe-se aos mandatos de seus respectivos governos, não havendo relação de causalidade entre o compromisso de participação legislativa e o alcance dos objetivos definidos em tais convenções. E - a Lei de Mudança Climática aprovada recentemente no México não impacta o alcance de resultados dos compromissos assumidos por aquele país de reduzir as emissões de gases do efeito estufa, de evitar o desmatamento e de se adaptar aos impactos das mudanças climáticas. 3) A Constituição brasileira de 1988 reconheceu aos índios sua organização social, costumes, línguas, crenças e tradições, e os direitos originários sobre as terras que tradicionalmente ocupam (Art. 231). Sobre o processo de demarcação das terras indígenas, o Supremo Tribunal Federal decidiu pela demarcação contínua da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, no Estado de Roraima, em conformidade com a Portaria n.º 534/2005 do Ministério da Justiça (Petição n.º RR, j. 19/03/2009). EXTRAÍDA DE ENADE QUESTÃO Tendo como base os dispositivos da Constituição Federal e as decisões do judiciário a respeito da demarcação das terras indígenas, verifica-se que A - os direitos dos índios sobre as terras que tradicionalmente ocupam foram reconhecidos no texto constitucional, mas são exercidos com base em ato constitutivo de demarcação, de competência da União. B - a demarcação de terras indígenas deve ser feita em áreas fora de unidades de conservação, já que aos índios é permitido o uso dos recursos naturais de suas terras. C - as terras indígenas, quando devidamente demarcadas, constituem território político dos índios, reconhecido e protegido pela União. 2 D - as terras indígenas podem ser objeto de arrendamento, desde que assim autorizado pela Fundação Nacional do Índio (Funai). E - a competência para a demarcação de terras indígenas é da União, na esfera do poder executivo. 4) É ou não ético roubar um remédio cujo preço é inacessível, a fim de salvar alguém, que, sem ele, morreria? Seria um erro pensar que, desde sempre, os homens têm as mesmas respostas para questões desse tipo. Com o passar do tempo, as sociedades mudam e também mudam os homens que as compõem. Na Grécia Antiga, por exemplo, a existência de escravos era perfeitamente legítima: as pessoas não eram consideradas iguais entre si, e o fato de umas não terem liberdade era considerado normal. Hoje em dia, ainda que nem sempre respeitados, os Direitos Humanos impedem que alguém ouse defender, explicitamente, a escravidão como algo legítimo. (ENADE - QUESTÃO ) Com relação a ética e cidadania, avalie as afirmações seguintes. I. Toda pessoa tem direito ao respeito de seus semelhantes, a uma vida digna, a oportunidades de realizar seus projetos, mesmo que esteja cumprindo pena de privação de liberdade, por ter cometido delito criminal, com trâmite transitado e julgado. II. Sem o estabelecimento de regras de conduta, não se constrói uma sociedade democrática, pluralista por definição, e não se conta com referenciais para se instaurar a cidadania como valor. III. Segundo o princípio da dignidade humana, que é contrário ao preconceito, toda e qualquer pessoa é digna e merecedora de respeito, não importando, portanto, sexo, idade, cultura, raça, religião, classe social, grau de instrução e orientação sexual. É correto o que se afirma em A - I, apenas. B - III, apenas. C - I e II, apenas. D - II e III, apenas. E - I, II e III.

3 5) No século XIX, entusiasmada com as ciências e as técnicas, bem como com a Segunda Revolução Industrial, a Filosofia afirmava a confiança plena e total no saber científico e na tecnologia para dominar e controlar a Natureza, a sociedade e os indivíduos. Acreditava-se que a sociologia, por exemplo, nos ofereceria um saber seguro e definitivo sobre o modo de funcionamento das sociedades e que os seres humanos poderiam organizar racionalmente o social, evitando revoluções, revoltas e desigualdades. Acreditava-se também, que a psicologia ensinaria definitivamente como é e como funciona a psique humana, quais as causas dos comportamentos e os meios de controlá-los, de tal modo que seria possível livrarnos das angústias, do medo, da loucura (...) No entanto, no século XX, a Filosofia passou a desconfiar do otimismo científico-tecnológico do século anterior em virtude de vários acontecimentos. CHAUÍ, M. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, Esses acontecimentos, mencionados no texto acima, dão origem à elaboração de uma concepção conhecida como Teoria Crítica, na qual distingue duas formas da razão, que são: A- razão instrumental e razão técnico-científica B - razão instrumental e a razão crítica C - razão instrumental e razão empírica D - razão individual e razão social 6) A escola alemã de Frankfurt, ao elaborar a Teoria Crítica, baseou-se na análise dos fatos relatados no texto acima, como sendo, dentre outros: as duas guerras mundiais, o bombardeio de Hiroshima e Nagasaki, os campos de concentração nazistas, as guerras da Coréia, do Vietnã, do Oriente Médio, do Afeganistão, etc., as ditaduras sangrentas na América Latina, as devastações ambientais, etc. CHAUÍ, M. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, Assim, segundo a autora, pode-se afirmar que: I A razão instrumental é a razão técnicocientífica, que faz das ciências e das técnicas não um meio de liberação dos seres humanos, mas um meio de controle; II A razão técnico-científica é aquela que faz menção aos avanços da ciência no século XIX, reverenciando o homem na capacidade de estender suas conquistas econômicas a nível planetário, especialmente na esfera do 3 neocolonismo ocidental, com a implantação de técnicas reconhecidamente avançadas em sentido geneticista para a época. III A razão crítica é aquela que analisa e interpreta os limites e perigos do pensamento instrumental e afirma que as mudanças sociais, políticas, culturais só se realizarão verdadeiramente se tiverem como finalidade a emancipação do gênero humano e não as ideias de controle e domínio técnico-científico sobre a Natureza, a sociedade e a cultura. Estão corretas somente as afirmativas: A - Somente a opção I B- Somente as opções I e II C- Somente as opções II e III D- Somente as opções I e III 7) -(OAB-MG) Sobre as regras de competência disciplinadas no Código de Processo Civil, é correto afirmar. A A competência fundada em razão da matéria litigiosa pode ser objeto de prorrogação, caso não seja objeto de impugnação pela parte ré. B- A incompetência relativa deve ser conhecida de ofício pelo juiz em qualquer grau de jurisdição. C- O Juízo que conheceu da ação cautelar preparatória fica prevento para conhecer da ação principal. D- A ação fundada em direito real sobre bens móveis deverá ser proposta, em regra, no foro do domicilio em que se encontra a coisa. 8. (OAB IX Exame Unificado 2013) Diversas teorias foram desenvolvidas pela doutrina ao longo dos anos acerca da natureza jurídica do processo. Acolhendo-se a tese de que o processo deve ser visto como um procedimento por meio do qual se desenvolve uma relação jurídica em contraditório, assinale a afirmativa correta. A) Pela dicção do parágrafo único, do art. 275, do CPC, ações relativas ao estado e à capacidade das pessoas deverão observar o procedimento sumário. B) É lícito ao juiz conceder liminarmente a medida cautelar, antes mesmo da oitiva do réu,

4 quando verificar que este, sendo citado, poderá torná-la ineficaz. C) A arbitragem é uma das vias adotadas para dirimir litígios relativos a direitos patrimoniais disponíveis e obedecerá ao procedimento estabelecido pelas partes na convenção de arbitragem, podendo ser afastado, in casu, o princípio do contraditório. D) Nos procedimentos especiais de jurisdição voluntária regulados pelo CPC, não se admite que a sentença seja modificada, ainda que diante do advento de circunstâncias supervenientes. 9. No livro Terceiro do Contrato Social, capítulo IV, Da Democracia, Rousseau refere-se a democracia pura ou integral: (...) jamais existiu, jamais existirá uma democracia verdadeira. É contra a ordem natural governar o grande número e ser o menor número governado. Se existisse um povo de deuses, governar-se-ia democraticamente. Governo tão perfeito não convém aos homens. Como Rousseau entende a forma democrática de governo: A. Direta, com participação popular e excluída a representação política. B. Direta e indireta, com intensa participação popular, voto e representação política. C. Direta, com participação popular e representação política. D. Semi -direta, utilizando-se do plebiscito, do referendo e da iniciativa popular. E. Semi -direta prescindindo do plebiscito, do referendo e da iniciativa popular. 10. A concepção de Hobbes sobre o estado de natureza distancia-o da maior parte dos filósofos políticos. Estes acreditavam haver no homem uma disposição natural para viver em sociedade, uma espécie de ordem natural na qual o homem se insere como animal político e social. Assim a perspectiva hobbesiana: A. é igual à de Aristóteles, dado que o ateniense já havia estabelecido que não existia condição natural do homem,ele está sempre em sociedade. B. descreve os homens na sua condição natural como sendo muito próximos à convivência produzida pelas abelhas ou as formigas, numa associação direta aos ensinamentos de Aristóteles. C. enfrenta as premissas aristotélicas, visto que o filósofo ateniense aponta a condição natural dos homens como sendo a vida em sociedade assemelhando-a a cooperação das abelhas ou das formigas; já para Hobbes o acordo entre os homens é sempre artificial. D. é oposta a ideia de Aristóteles sobre a condição natural dos homens que seria a vida coletiva a partir de um contrato, ou seja, o ateniense havia proposto que a ordem ideal decorre de um pacto formalizado artificialmente entre homens e o que Hobbes acredita e propõe é exatamente o contrário. E. pode-se assemelhar ao entendimento de que os homens são seres capazes de viver em sociedade, mas não escolhem por isso, trata-se de um impulso associativo que força, por natureza, os homens à relação e, por conseguinte, a vida social. 11. Manter os próprios compromissos não constitui dever de virtude, mas dever de direito, a cujo cumprimento pode-se ser forçado. Mas prossegue sendo uma coação virtuosa ( uma demonstração de virtude) fazê-lo mesmo quando nenhuma coerção possa ser aplicada. A doutrina do direito e a doutrina da virtude não são, consequentemente, distinguidas tanto por seus diferentes deveres, como pela diferença em sua legislação, a qual relaciona um motivo ou outro com a lei. (X Exame OAB). Pelo trecho acima podemos inferir que Kant estabelece uma relação entre o direito e a moral. A esse respeito, assinale a alternativa correta: A. O direito e a moral são idênticos, tanto na forma como no conteúdo prescritivo. Assim, toda ação contrária à moralidade das normas jurídicas é também uma violação da ordem jurídica. B. a conduta moral refere-se à vontade interna do sujeito, enquanto o direito é imposto por uma ação exterior e se concretiza no seu cumprimento, ainda que as razões da obediência do sujeito não sejam morais. C. a coerção, tanto no direito quanto na moral, é um elemento determinante. É na possibilidade de impor-se pela força, independentemente da vontade, que o direito e a moral regulam a liberdade. D. Direito e Moral são absolutamente distintos. Consequentemente, cumprir a lei, ainda que espontaneamente, não é demonstração de virtude moral. 12. A hermenêutica aplicada ao direito formula diversos modos de interpretação das leis. A interpretação que leva em consideração principalmente os objetivos para os quais um diploma legal foi criado é chamada de.(x Exame de Ordem): 4

5 A) interpretação restritiva, por levar em conta apenas os objetivos da lei, ignora sua estrutura gramatical. B) a interpretação extensiva, por aumentar o conteúdo de significado das sentenças com seus objetivos historicamente considerados. C) interpretação autêntica, pois apenas as finalidades da lei podem dar autenticidade à interpretação. D) interpretação teleológica, pois o sentido da lei deve ser considerado à luz de seus objetivos Considere as assertivas abaixo e a seguir assinale a alternativa correta. A A lei é a fonte do direito, sendo esta criação do Poder Legislativo, na esfera estatal, excluindo qualquer outra possibilidade criativa do direito, B porque o juiz não tem o poder e a prerrogativa de criar o Direito, sendo este ato de criação de competência exclusiva do legislador. 1. A assertiva A está correta sendo que B é uma justificativa correta de A 2. A assertiva A está incorreta e B está correta 3. A assertiva A está correta e B incorreta 4. As assertivas A e B estão incorretas. 14. Considere as assertivas abaixo e a seguir assinale a alternativa correta. A A analogia é um dos meios de integração do direito, B porque consiste no ato de o juiz recorrer a um princípio geral do direito estampado no ordenamento jurídico e aplicá-lo a uma situação concreta em face da ausência de uma lei que tutele o caso sub judice, suprindo uma lacuna do direito. 1. A assertiva A está correta sendo que B é uma justificativa correta de A 2. A assertiva A está incorreta e B está correta 3. A assertiva A está correta e B incorreta 4. As assertivas A e B estão incorretas. 15. Princípio constitucional inerente à jurisdição que garante a todos o acesso ao Poder Judiciário, o qual não pode deixar de atender a 5 quem venha a juízo deduzir uma pretensão fundada no direito e pedir uma solução para ela. Assinale o nome do princípio que corresponde ao enunciado acima: A. Princípio da indelegabilidade B. Princípio da investidura C. Princípio da inevitabilidade D. Princípio da inafastabilidade 16. Medida judicial que se destina a propiciar à parte, em adiantamento, os mesmos resultados esperados da sentença de mérito, ou parte deles. A Medida cautelar. B Julgamento antecipado da lide. C Antecipação de tutela D Coisa julgada 17. Segundo a legislação civil, o adquirente do imóvel em condomínio edilício responde pelos débitos condominiais, ainda que anteriores à data de sua aquisição. Nesse contexto, a referida obrigação denomina-se (OAB/SP 136º Exame de Ordem): A) obrigação eficacial. B) obrigação com ônus pessoal. C) obrigação propter rem ou obrigação híbrida. D) obrigação natural. 18. (OAB/SP 136º Exame de Ordem): De acordo com o Código Civil de 2002, a onerosidade excessiva decorre de evento extraordinário e imprevisível, que dificulta extremamente o adimplemento do contrato. Nesse contexto, a onerosidade excessiva dá ensejo à: A) resolução do contrato por inexecução voluntária. B) resolução do contrato por inexecução involuntária. C) resolução do contrato por onerosidade excessiva. D) resilição do contrato por onerosidade excessiva.

6 19. Constitui obrigação de fazer materialmente infungível aquela que (OAB/SP 135º Exame de Ordem, questão 31): A) recaia sobre prestação de coisa certa. B) não admita substituição da pessoa do devedor por outrem, em decorrência da natureza da obrigação, do contrato ou das circunstâncias da situação concreta. C) possa ser prestada por terceira pessoa. D) seja referente a coisas ainda não individualizadas, porque designadas apenas pelo gênero a que pertencem e à sua qualidade, peso ou medida. 20. Assinale a opção correta com base nos princípios de direito penal na CF. (OAB/SP 136º Exame de Ordem). A) O princípio básico que orienta a construção do direito penal é o da intranscendência da pena, resumido na fórmula nullum crimen, nulla poena, sine lege. B) Segundo a CF, é proibida a retroação de leis penais, ainda que estas sejam mais favoráveis ao acusado. C) Nenhuma pena passará da pessoa do condenado, podendo a obrigação de reparar o dano e a decretação de perdimento de bens ser, nos termos da lei, estendidas até os sucessores e contra eles executadas, mesmo que ultrapassem o limite do valor do patrimônio transferido. D) O princípio da humanidade veda as penas de morte, salvo em caso de guerra declarada, bem como as de caráter perpétuo, de trabalhos forçados, de banimento e as cruéis. 21. Segundo o Código Penal (CP) brasileiro, quando, por acidente ou erro no uso dos meios de execução, o agente, em vez de atingir a pessoa que pretendia ofender, atinge pessoa diversa, ele deve responder como se tivesse praticado o crime contra aquela. No caso de ser, também, atingida a pessoa que o agente pretendia ofender, aplica-se a regra do (OAB/SP 136º Exame de Ordem Questão 55): A) concurso material. B) concurso formal. C) crime continuado. 6 D) crime habitual. 22. Emendas Constitucionais possuem um peculiar sistema de iniciativa. Assim, revela-se correto afirmar que poderá surgir projeto dessa espécie normativa por proposta de: (FGV OAB - Exame de Ordem Unificado - VII - Primeira Fase) a) mais de dois terços das Assembleias Legislativas das unidades da Federação, sendo que, em cada uma delas, deve ocorrer a unanimidade de votos. b) mais de um terço das Assembleias Legislativas das unidades da Federação, sendo que, em cada uma delas, deve ocorrer a maioria simples de voto. c) mais da metade das Assembleias Legislativas das unidades da Federação, sendo que, em cada uma delas, deve ocorrer a maioria relativa de votos. d) mais de um terço das Assembleias Legislativas das unidades da Federação, sendo que, em cada uma delas, deve ocorrer a unanimidade de votos. 23. De acordo com a classificação das constituições, denomina-se dogmática a constituição que (CESPE OAB - Exame de Ordem Primeira Fase) a) contém uma parte rígida e outra flexível e sistematiza os dogmas aceitos pelo direito positivo internacional. b) sistematiza os dogmas sedimentados pelos costumes sociais e, também conhecida como costumeira, é modificável por normas de hierarquia infraconstitucional, dada a rápida evolução da sociedade. c) é elaborada, necessariamente, por um órgão com atribuições constituintes e, somente existindo na forma escrita, sistematiza as ideias fundamentais contemporâneas da teoria política e do direito. d) somente pode ser alterada mediante decisão do poder constituinte derivado, sendo também conhecida como histórica.

7 24. Acerca da teoria geral da Constituição Federal, assinale a opção correta. CESPE OAB - Exame de Ordem. a) O constitucionalismo, que pode ser conceituado como o movimento político-social que pretende limitar o poder e estabelecer o rol de direitos e garantias fundamentais, está diretamente relacionado com a ideologia socialista do início da primeira metade do século XX. b) O poder constituinte derivado decorrente é caracterizado essencialmente pela sua ausência de vinculação a qualquer regra anterior, pela sua autonomia e pela sua incondicionalidade. c) O poder de reforma está limitado às chamadas cláusulas pétreas, entre as quais se inclui a proibição de mudança do voto majoritário ou proporcional pelo voto distrital misto. d) O valor social do trabalho e da livre iniciativa é um dos fundamentos da República Federativa do Brasil. 25. João, ao celebrar um contrato de seguro, omitiu intencionalmente que era portador de moléstia grave para assegurar a celebração do negócio jurídico, que não teria sido realizado não fosse a omissão do fato. Na situação hipotética apresentada, a conduta de João caracteriza: (OAB/SP 136º Exame de Ordem). A) dolo positivo. B) dolo negativo. C) lesão absoluta. D) lesão relativa. 26:. A exceção do contrato não cumprido poderá ser arguida nos (OAB/SP 135º Exame de Ordem). A) contratos sinalagmáticos. B) contratos de mútuo. C) negócios jurídicos unilaterais. D) contratos de comodato. 27. A respeito da participação do Ministério Público no Processo Civil, assinale a opção correta. (OAB EXAME UNIFICADO 53 QUESTÃO) a) O Ministério Público tem a faculdade de intervir nas causas em que há interesses de incapazes. b) O Ministério Público, intervindo como fiscal da lei, terá vista dos autos depois das partes, sendo intimado de todos os atos do processo. c) O Ministério Público, quando for parte, não gozará de prazos diferenciados para interposição de recursos. d) O Ministério Público, intervindo como fiscal da lei, não pode requerer diligências com intuito de comprovar a verdade de fatos relevantes para a causa. 28. O direito processual brasileiro, em sua origem, possuía um caráter eminentemente individualista, estando filiado às tradições dos ordenamentos de linha romano-germânica. Posteriormente, fruto da evolução social e das transformações provocadas pelas descobertas científicas e tecnológicas, observou-se uma massificação das relações interpessoais, que contribuiu, de forma determinante, para o desenvolvimento da tutela dos direitos e interesses coletivos. Sobre o tema, assinale a opção correta. (XIV EXAME UNIFICADO OAB - 55ª Questão) a) Nas ações coletivas intentadas para a defesa de interesses ou direitos individuais homogêneos, a sentença sempre produzirá efeitos inter partes, atingindo apenas os sujeitos que integram aquela determinada relação processual. b) A Defensoria Pública possui legitimidade ativa para a propositura de Ação Civil Pública. c) Apesar de a doutrina mencionar a existência do microssistema da tutela coletiva, a Lei n /65, por trazer regras e procedimentos de natureza específica, prevê expressamente que jamais será aplicado 7

8 subsidiariamente o Código de Processo Civil à Ação Popular. tudo é descoberto pela polícia. A respeito do caso narrado e de acordo com a teoria restritiva da autoria, assinale a afirmativa correta. d) Os órgãos públicos legitimados, no âmbito das Ações Civis Públicas, poderão celebrar, com os interessados, Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) às exigências legais, documento que possui eficácia de título executivo judicial. 29. Helena, condenada a pena privativa de liberdade, sofre, no curso da execução da referida pena, superveniência de doença mental. Nesse caso, o juiz da execução, verificando que a enfermidade mental tem caráter permanente, deverá A) aplicar o Art. 41, do CP, que assim dispõe, verbis: O condenado a quem sobrevém doença mental deve ser recolhido a hospital de custódia e tratamento psiquiátrico ou, à falta, a outro estabelecimento adequado. B) aplicar o Art. 97, do CP, que assim dispõe, verbis: Se o agente for inimputável, o juiz determinará sua internação (Art. 26). Se, todavia, o fato previsto como crime for punível com detenção, poderá o juiz submetê-lo a tratamento ambulatorial. C) aplicar o Art. 183 da LEP (Lei n /84), que assim dispõe, verbis: Quando, no curso da execução da pena privativa de liberdade, sobrevier doença mental ou perturbação da saúde mental, o Juiz, de Ofício, a requerimento do Ministério Público, da Defensoria Pública ou da autoridade administrativa, poderá determinar a substituição da pena por medida de segurança. D) aplicar o Art. 108 da LEP (Lei n /84), que assim dispõe, verbis: O condenado a quem sobrevier doença mental será internado em Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico. 30. Sofia decide matar sua mãe. Para tanto, pede ajuda a Lara, amiga de longa data, com quem debate a melhor maneira de executar o crime, o melhor horário, local etc. Após longas discussões de como poderia executar seu intento da forma mais eficiente possível, a fim de não deixar nenhuma pista, Sofia pede emprestado a Lara um facão. A amiga prontamente atende ao pedido. Sofia despede-se agradecendo a ajuda e diz que, se tudo correr conforme o planejado, executará o homicídio naquele mesmo dia e assim o faz. No entanto, apesar dos cuidados, A) Sofia é a autora do delito e deve responder por homicídio com a agravante de o crime ter sido praticado contra ascendente. Lara, por sua vez, é apenas partícipe do crime e deve responder por homicídio, sem a presença da circunstância agravante. B) Sofia e Lara devem ser consideradas coautoras do crime de homicídio, incidindo, para ambas, a circunstância agravante de ter sido, o crime, praticado contra ascendente. C) Sofia e Lara devem ser consideradas coautoras do crime de homicídio. Todavia, a agravante de ter sido, o crime, praticado contra ascendente somente incide em relação à Sofia. D) Sofia é a autora do delito e deve responder por homicídio com a agravante de ter sido, o crime, praticado contra ascendente. Lara, por sua vez, é apenas partícipe do crime, mas a agravante também lhe será aplicada. 31. Acerca da distribuição de competências dos entes federativos prevista na CF, assinale a opção correta. (EXAME I OAB UNIFICADO FGV) A) Compete à União explorar, diretamente ou mediante autorização, concessão ou permissão, o aproveitamento energético dos cursos de água, em articulação com os estados onde se situem os potenciais hidroenergéticos. B) No âmbito da legislação concorrente, compete à União legislar sobre normas gerais ou especiais, sem prejuízo da competência suplementar dos estados, do DF e dos municípios. C) A competência residual, ainda que em matéria tributária, como a instituição de novos impostos, é dos estados e do DF. 8

9 D) A competência privada da União para legislar sobre certos temas, como os de direito penal, por exemplo, impede que os estados legislem sobre questões específicas, ainda que, para isso, haja, prevista em lei complementar, autorização da União. despesas, de pequena monta, da escola. B) Por gozarem de autonomia didáticocientífica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial, as universidades públicas não estão sujeitas ao controle do tribunal de contas. 32. Com relação à organização do Poder Legislativo e ao regime jurídico constitucional dos congressistas, assinale a opção correta. (EXAME I OAB UNIFICADO FGV) A) Os deputados federais e os senadores, todos eles eleitos pelo sistema majoritário, representam o povo dos seus respectivos estados. B) A criação de cargos públicos no âmbito das casas do Congresso Nacional deve ser feita por meio de lei ordinária. C) Os deputados federais e os senadores não podem assumir cargo de confiança na direção de empresas públicas ou sociedades de economia mista da União. D) Desde a expedição do diploma, deputados federais e senadores estão sujeitos a julgamento perante o STF, o qual, ao receber a denúncia contra congressista, deverá solicitar autorização à respectiva Casa para prosseguir com a ação penal. 33. No que diz respeito à ordem social, assinale a opção correta. (EXAME I OAB UNIFICADO FGV) C) Será impedido de concluir o curso fundamental o aluno que, matriculado em escola pública ou particular, não curse, pelo menos, um semestre de disciplina voltada para a educação religiosa. D) Entre os deveres do Estado para com o ensino fundamental, incluem-se as garantias de acesso gratuito do educando a material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência à saúde Examine os enunciados seguintes. (Juiz do Trabalho = FCC TRT - 1ª REGIÃO - RJ) I. Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços. II. Também é considerado empresário quem exerce profissão intelectual, de natureza científica, literária ou artística, individualmente ou com o concurso de auxiliares ou colaboradores, constituindo ou não o exercício da profissão elemento de empresa. III. A pessoa legalmente impedida de exercer atividade própria de empresário, se a exercer, não responderá pelas obrigações contraídas, haja vista o impedimento citado. Está correto o que se afirma APENAS em: A) É lícita a decisão que, provinda de diretor de escola pública, impeça aluno de frequentar, temporariamente, aulas do ensino fundamental em razão do não pagamento de contribuição instituída pela associação de pais e mestres para custear a) I. b) II. c) III. d) I e II. 9

10 e) II e III. 35. O empresário, cuja atividade rural constitua sua principal profissão (FCC TJ-AP - Juiz), a) está sujeito à falência, independente de qualquer registro público. b) é obrigado a inscrever-se no Registro Público de Empresas Mercantis. c) é obrigado a inscrever-se no Registro Civil de Pessoas Jurídicas. d) pode requerer inscrição no Registro Público de Empresas Mercantis. e) não pode constituir empresa individual de responsabilidade limitada. 36. De acordo com a vigente legislação civil, é INCORRETO afirmar (UFPR TJ-PR - Juiz): A) A sociedade entre cônjuges, ou seja, aquela composta exclusivamente por marido e mulher, só é admitida pelo ordenamento civil quando o regime de bens no casamento for o de comunhão parcial ou regime legal de bens. B) As sociedades em comandita simples, em nome coletivo e em conta de participação, são consideradas como sociedades contratuais menores, dada a pouquíssima presença na economia brasileira. C) O empresário casado pode, sem necessidade de outorga conjugal, qualquer que seja o regime de bens, alienar os imóveis que integram o patrimônio da empresa ou gravá-los de ônus real. D) As sociedades cooperativas são sociedades empresárias que funcionam sob denominação integrada pelo vocábulo cooperativa. 37. Em 2012, Maria Júlia foi contratada como estagiária de direito em uma empresa pública federal, que explora atividade bancária. Sua tarefa consistia em permanecer parte do tempo em um caixa para receber o pagamento de contas de água, luz e telefone e, na outra parte, no auxílio de pessoas com dificuldade no uso dos caixas eletrônicos. (XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO 03/08/2014. Questão 71). Com base na hipótese, assinale a opção correta. 10 A) Trata-se de estágio desvirtuado que, assim, gerará como consequência o reconhecimento do vínculo empregatício com a empresa, com anotação da CTPS e pagamento de todos os direitos devidos. B) Diante da situação, o Juiz do Trabalho poderá determinar que o administrador responsável pelo desvirtuamento do estágio pague diretamente uma indenização a Maria Júlia, haja vista o princípio constitucional da moralidade. C) Não há desvirtuamento de estágio porque, tratando-se a concedente de uma instituição bancária, a atividade de recebimento de contas e auxílio a clientes está inserida na atividade do estagiário. D) Não é possível o reconhecimento do vínculo empregatício, haja vista a natureza jurídica daquele que concedeu o estágio, que exige a prévia aprovação em concurso público. 38. Dentre as opções listadas a seguir, assinale aquela que indica o empregado que já tem os dias de repouso remunerados em seu salário, sem que haja o acréscimo da remuneração do seu repouso semanal. (XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO 03/08/2014. Questão 74.) A) Germano, que é empregado horista. B) Gabriela, que é empregada diarista. C) Robson, que é empregado mensalista. D) Diego, que é empregado comissionista puro. 39. Os garçons e empregados do restaurante Come Bem Ltda. recebem as gorjetas dadas pelos clientes, de forma espontânea, uma vez que não há a cobrança obrigatória na nota de serviço. Diante da hipótese apresentada, assinale a afirmativa correta. (XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO 13/04/2014. Questão 75) A) As gorjetas integram a remuneração, mas não servem de base de cálculo para o pagamento do aviso prévio, adicional noturno, horas-extras e repouso semanal remunerado. B) As gorjetas não integram a remuneração, uma vez que são espontâneas, pois não há o controle das quantias concedidas. C) As gorjetas são integradas, para todos os efeitos, na remuneração do empregado, repercutindo, assim, no pagamento de todos os direitos trabalhistas.

11 D) As gorjetas integram a remuneração apenas para efeitos de aviso prévio trabalhado, adicional noturno, horas-extras e repouso semanal remunerado, pois as demais parcelas não estão relacionadas com o dia a dia de trabalho efetivo; não havendo trabalho, não há gorjeta. 40. A empresa Infohoje Ltda. firmou contrato com Paulo, pelo qual ele prestaria consultoria e suporte de serviços técnicos de informática a clientes da empresa. Para tanto, Paulo receberia 20% do valor de cada atendimento, sendo certo que trabalharia em sua própria residência, realizando os contatos e trabalhos por via remota ou telefônica. Paulo deveria estar conectado durante o horário comercial de segunda a sextafeira, sendo exigida sua assinatura digital pessoal e intransferível para cada trabalho, bem como exclusividade na área de informática. Sobre o caso sugerido, assinale a afirmativa correta. (XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO 13/04/2014. Questão 74). A) Paulo é prestador de serviços autônomo, não tendo vínculo de emprego, pois ausente a subordinação, já que inexistente fiscalização efetiva física. B) Paulo é prestador de serviços autônomo, não tendo vínculo de emprego, pois ausente o pagamento de salário fixo. C) Paulo é prestador de serviços autônomo, não tendo vínculo de emprego, pois ausente o requisito da pessoalidade, já que impossível saber se era Paulo quem efetivamente estaria trabalhando. D) Paulo é empregado da empresa, pois presentes todos os requisitos caracterizadores da relação de emprego. 41. Sobre o constituto possessório, assinale a alternativa correta. (EXAME OAB ). A) Trata-se de modo originário de aquisição da propriedade. B) Trata-se de modo originário de aquisição da posse. C) Representa uma tradição ficta. D) É imprescindível para que se opere a transferência da posse aos herdeiros na sucessão universal. 42. Quanto ao instituto da posse, a lei civil estabelece que (EXAME OAB ).: A) A posse pode ser adquirida por terceiro sem mandato, independentemente de ratificação do favorecido. B) O possuidor de má-fé tem direito à indenização pelas benfeitorias necessárias, assistindo-lhe o direito de retenção pela importância destas. C) É assegurado ao possuidor de boa-fé o direito à indenização pelas benfeitorias necessárias e úteis. Quanto às voluptuárias, estas, se não forem pagas, poderão ser levantadas, desde que não prejudiquem a coisa. D) Obsta à manutenção ou à reintegração da posse a alegação de propriedade, ou de outro direito sobre a coisa. 43. Assinale a opção correta a respeito da medida cautelar em sede de ação direta de inconstitucionalidade, de acordo com o que dispõe a Lei n.º 9.868/1999. (EXAME I OAB UNIFICADO FGV). A. Tal medida não poderá ser apreciada em período de recesso ou férias, visto que é imperioso que seja concedida por decisão da maioria absoluta dos membros do STF, após a audiência dos órgãos ou autoridades dos quais emanou a lei ou ato normativo impugnado. B. Essa medida cautelar só poderá ser concedida se ouvidos, previamente, o advogado-geral da União e o procurador-geral da República. C. A decisão proferida em sede de cautelar, seja ela concessiva ou não, será dotada de eficácia contra todos, com efeito ex nunc, salvo se o STF entender que deva conceder-lhe eficácia retroativa. D. O relator, em face da relevância da matéria e de seu especial significado para a ordem social e a segurança jurídica, poderá, após a prestação das informações e a manifestação do advogadogeral da União e do procurador-geral da República, sucessivamente, submeter o processo diretamente ao STF, que terá a faculdade de julgar definitivamente a ação. 44. Acerca da edição de súmulas vinculantes pelo STF, assinale a opção correta. (EXAME I OAB UNIFICADO FGV) A. Ainda que inexistam reiteradas decisões sobre determinada matéria constitucional, o STF poderá criar súmula vinculante acerca do tema caso o julgue relevante. 11

12 B. O enunciado da súmula deve versar sobre normas determinadas, quando exista, com relação a elas, controvérsia atual, entre órgãos judiciários ou entre esses e a administração pública, que acarrete grave insegurança jurídica e relevante multiplicação de processos. C. O procurador-geral da República manifestarse-á acerca da edição de enunciado de súmula vinculante apenas nos casos em que o propuser. D. O Conselho Federal da OAB e os conselhos seccionais são legitimados a propor a edição de enunciado de súmula vinculante. 45. Juliana e Marcos são casados sob o regime da comunhão parcial de bens. Entretanto, tornada impossível a vida em comum e diante da existência de filhos menores do casal, ingressam com ação de divórcio perante a Vara de Família e Sucessões competente para a apreciação do litígio. No curso da demanda judicial, um dos cônjuges vem a falecer. Considerando a hipótese narrada, assinale a opção correta. A. O processo será extinto sem resolução do mérito, na forma do Art. 267, inciso IX, do Código de Processo Civil, pois, tratando-se de direito personalíssimo, a ação é intransmissível. B. O processo deverá ser suspenso pelo prazo de 30 (trinta) dias, de modo a criar oportunidade à sucessão processual do cônjuge falecido por seus herdeiros legítimos. C. Diante do falecimento de um dos cônjuges no curso da ação de divórcio, deverá o juiz efetuar o julgamento da lide no estado em que se encontra, acolhendo a pretensão autoral. D. Com o falecimento de uma das partes na ação de divórcio, resolve-se o processo sem resolução do mérito, operando-se o fenômeno processual da confusão entre o autor e réu, conforme Art. 267, X, do CPC. 46. Lino ajuizou ação de cobrança pelo rito ordinário em face de Paulo, pleiteando o pagamento de R$ ,00 (cem mil reais). Em contestação, Paulo alegou pagamento integral da dívida, juntando aos autos diversos recibos. Em resposta à peça de defesa, Lino arguiu a falsidade dos recibos apresentados por Paulo. Considerando as regras sobre a arguição de falsidade previstas no Código de Processo Civil, assinale a opção correta. A. Lino poderia arguir o incidente de falsidade em qualquer tempo, bem como o grau de jurisdição, por não haver preclusão. B. No incidente de falsidade instaurado, Paulo será dispensado de intimação para se manifestar, uma vez que o procedimento não está submetido ao contraditório. C. Será dispensado o exame pericial dos recibos juntados aos autos se Paulo concordar em retirálos e Lino não se opuser ao desentranhamento. D. O incidente de falsidade suscitado por Lino será processado em apenso aos autos principais, uma vez que o Código de Processo Civil expressamente determina aplicação subsidiária do procedimento estabelecido às exceções de impedimento e suspeição. 47. Alfa ofereceu, no prazo decadencial previsto em lei, representação em face de Beta, em razão de injúria consistente na utilização de elementos relativos à sua condição de portador de deficiência física, tais como manco e aleijadinho. Oferecida a denúncia, não houve possibilidade de composição, transação penal ou suspensão condicional do processo. Após algum tempo, em virtude da relação de amizade entre os filhos de Alfa e Beta, Alfa encaminhou ao juízo encarregado pedido de arquivamento do processo, pois perdera o interesse na persecução criminal. (ENADE/2012). Na situação apresentada, o juiz deveria A) julgar improcedente a ação penal e absolver o réu. B) extinguir o processo, sem julgamento de mérito, por falta de interesse de agir de Alfa. C) negar o pedido de Alfa, por ser irretratável a representação após o oferecimento da denúncia. D) declarar extinta a punibilidade, diante da retratação da representação por Alfa. E) aceitar o pedido de Alfa, por ser retratável a representação anterior à prolação da sentença. 48. Assinale a opção correta acerca da imunidade judiciária. (OAB/SP 135º Exame de Ordem): A) Caso um advogado militante, na discussão da causa, acuse o promotor de justiça de 12

13 prevaricação durante uma audiência, o crime de calúnia estará amparado pela imunidade judiciária. B) Uma advogada que, ao redigir uma petição, difame terceira pessoa que não é parte no processo judicial estará amparada pela imunidade judicial. C) Considere que o advogado da empresa X, na redação de uma petição, injurie um de seus exempregados, ora reclamante, sem que tal injúria tivesse relação com a reclamação trabalhista em curso. Nesse caso, para o reconhecimento da referida imunidade, é dispensável que as imputações ofensivas tenham relações de pertinência com o thema decidium. D) Caso um advogado, em razão do ardor com que defende os interesses de seus clientes, eventualmente, faça alusões ofensivas à honra da parte contrária, desprovidas de animus ofendendi, ele estará amparado pela imunidade judiciária, prevista no Código Penal, visto que não constitui injúria ou difamação punível a ofensa irrogada em juízo, na discussão da causa, pela parte ou por seu procurador. B) É válida a estipulação de juros inserida na cártula, desde que fixados em taxa que não ultrapasse 12% (doze por cento) ao ano. C) Admite aceite, como tal considerada a assinatura aposta no anverso do título, abaixo do nome do emitente. D) O sacado é obrigado a verificar a regularidade da série de endossos, bem como a autenticidade das assinaturas dos endossantes. E) É nulo o endosso do título ao próprio emitente. 51. Nos títulos de crédito, segundo a disciplina que lhe confere o Código Civil, o aval posterior ao vencimento: (VUNESP TJ-RJ - Juiz Substituto) A) produz os mesmos efeitos do anteriormente dado. B) produz efeito de cessão civil de crédito. C) é ineficaz. D) é nulo de pleno direito. 49. Acerca da lesão corporal, assinale a opção correta. (OAB/SP 134º Exame de Ordem): A) O aumento especial de pena aplicado à violência doméstica praticada contra portador de deficiência aplica-se a lesão corporal leve, grave e gravíssima. B) As lesões corporais leve, grave e gravíssima, se praticadas através da violência doméstica, terão aumento especial de pena na proporção de um terço. C) Lesão corporal culposa e a de natureza leve são delitos de ações penais públicas condicionadas a representação da vítima ou de seu representante legal. D) A incapacidade permanente para as ocupações habituais da vítima de lesão corporal, por mais de duzentos dias, classifica a lesão como gravíssima. 50. Acerca do cheque, é correto afirmar: (FCC DPE-PB - Defensor Público) A) Admite cláusula proibitiva do endosso, enquanto forma de transmissão cambiária Em matéria de títulos de crédito, segundo o Código Civil, o título nominativo pode ser transferido. (VUNESP TJ-SP - Titular de Serviços de Notas e de Registros - Remoção) A) somente se tiver anuência de todos os coobrigados B) somente mediante cessão civil, sem efeitos cambiais. C) somente se tiver anuência do devedor principal. D) por endosso, desde que contenha o nome do endossatário. 53. Em outra oportunidade, com a intenção de conceituar o termo necessidade temporária, empregado pelo art. 37, inciso IX, da Constituição da República, anotei: É temporário aquilo que tem duração prevista no tempo, o que não tende à duração ou à permanência no tempo. A transitoriedade põe-se como uma condição que indica ser passageira a situação, pelo que o desempenho da função, pelo menos pelo contratado, tem o condão de ser precário. A necessidade que impõe o comportamento há de

14 ser temporária, segundo os termos constitucionalmente traçados. Pode-se dar que a necessidade do desempenho não seja temporária, que ela até tenha de ser permanente. Mas a necessidade, por ser contínua e até mesmo ser objeto de uma resposta administrativa contida ou expressa num cargo que se encontre, eventualmente, desprovido, é que torna aplicável a hipótese constitucionalmente manifestada pela expressão necessidade temporária. Quer-se, então, dizer que a necessidade das funções é contínua, mas aquela que determina a forma especial de designação de alguém para desempenhá-las sem o concurso e mediante contratação é temporária.assim, poderia haver a contratação para atender a necessidades temporárias de uma atividade que pode, ou não, ser permanente e própria do órgão da Administração Pública. O que deve ser temporária é a necessidade, e não a atividade.brasil. Supremo Tribunal Federal. ADI n.º 3.386/DF. Rel. Min. Cármen Lúcia. Julgamento em: 14/04/2011, publicada no DJe n.º 162, de 24/08/2011. Disponível em: <http://redir.stf.jus.br>. Acesso em: 13 jul ENADE - QUESTÃO ): A necessidade temporária de contratação pela Administração Pública, objeto de análise no voto acima transcrito, encontra fundamento constitucional no princípio da A - legalidade. B - impessoalidade. C - moralidade. D - publicidade. E - eficiência. 54. Com relação aos bens públicos, assinale a opção correta. A) Por terem caráter tipicamente patrimonial, os bens de uso comum do povo podem ser alienados. B) Os bens dominicais são indisponíveis. 14 C) A lei que institui normas para licitações e contratos da administração pública (Lei n.º 8.666/1993) define regras para a alienação dos bens públicos móveis e imóveis. D) Ocorre a desafetação quando um bem público passa a ter uma destinação pública especial de interesse direto ou indireto da administração A autorização de uso de bem público por particular caracteriza-se como ato administrativo A) bilateral, efetivado mediante a celebração de contrato com a administração, de forma a atender interesse eminentemente público. B) discricionário e precário, empregado para atender interesse predominantemente público, formalizado após a realização de licitação. C) unilateral, discricionário e precário, para atender interesse predominantemente particular. D) vinculado e bilateral, ensejando indenização ao particular no caso de revogação pela administração Assinale a opção correta quanto às hipóteses legais de dispensa de licitação. A) É possível a contratação direta nas hipóteses de licitação deserta e de licitação fracassada. B) Admite-se dispensa de licitação na contratação de remanescente de obra, serviço ou fornecimento, em decorrência de rescisão contratual, uma vez atendida a ordem de classificação da licitação anterior e aceitas as mesmas condições oferecidas pelo licitante vencedor. C) Configura hipótese de dispensa de licitação a aquisição, pela União, estados, DF e municípios, de determinados produtos, com a finalidade de normalizar o abastecimento. D) Constitui hipótese de dispensa de licitação a contratação de profissional de qualquer setor artístico, desde que consagrado pela crítica especializada ou pela opinião pública. 57. Aquele que omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devesse constar, ou nele inserir ou fizer inserir declaração falsa ou diversa da que devesse ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante praticará o crime de (OAB/SP 136º Exame de Ordem):

15 A) falsificação de papéis públicos. B) falsificação do selo ou sinal público. C) falsidade ideológica. D) falsificação de documento público (OAB/SP 135º Exame de Ordem): Ernesto, funcionário público, após se aposentar, permitiu o fornecimento de sua senha de acesso aos bancos de dados da administração pública a Vinícius, que, por acaso, acabou perdendo a senha. Na situação narrada, a conduta de Ernesto é A) atípica, por se tratar de funcionário público aposentado. B) atípica, porque não houve prejuízo para a administração pública. C) típica e consiste em violação de sigilo funcional através de sistema informatizado. D) típica e consiste em inserção de dados falsos em sistema de informações. 59. Sobre a prova no processo civil é CORRETO afirmar: I - Em processo, é admissível o instituto da prova emprestada, em nome da economia processual; porém, para que isso ocorra, faz-se necessário que a parte contra a qual a prova for ser utilizada também tenha sido parte no processo de onde foi feito o traslado; tendo a prova emprestada, no novo processo, a mesma valoração do processo originário. II - É possível o empréstimo de prova produzida em processo que tramita em segredo de justiça, porém, para que isso ocorra, faz-se necessário que o processo em que essa prova venha a ingressar, também tramite nas mesmas condições, e que as partes envolvidas nos dois processos sejam as mesmas. Todavia, o terceiro que demonstrar interesse jurídico, pode requerer ao juiz certidão do dispositivo da sentença, bem como do inventário e partilha resultante do desquite. III - De acordo com o art. 335 do CPC, na falta de normas jurídicas particulares, o juiz aplicará as regras de experiência comum subministradas pela observação do que ordinariamente acontece e ainda as regras da experiência técnica; sendo assim, e considerando-se a regra de iniciativa probatória do juiz, quando este tiver 15 conhecimento especializado ou técnico sobre os fatos de que trata a ação posta à sua apreciação, a prova pericial poderá ser dispensada, desde que a parte não tenha requerido a produção dessa prova. IV - Considerado o disposto no art. 5º, inciso LVI, da Constituição Federal, que veda a produção de prova ilícita e o direito fundamental à intimidade ou privacidade das pessoas, a gravação de conversa feita por um dos interlocutores, sem o conhecimento do outro, o que caracteriza interceptação telefônica, não pode ser admitida como prova em favor daquele que efetuou a gravação, por tratar-se de prova ilícita, exceto em situações excepcionais que não possa ser provada por outro meio. V - De acordo com a doutrina moderna, as normas processuais devem ser interpretadas em conformidade com a finalidade do processo, qual seja, a efetividade do direito substancial; não se podendo ver, na iniciativa instrutória do juiz, uma atividade substitutiva de qualquer das partes, em detrimento da outra, ainda que o art. 125, inciso I, do CPC, estabeleça que o magistrado deve proporcionar às partes igualdade de tratamento e que o art. 333 do mesmo Código estabeleça as regras do ônus da prova, pois estas são regras de julgamento e não de procedimento. A) São corretas as afirmativas dos itens I, II e V. B) São corretas as afirmativas dos itens II e V. C) São corretas as afirmativas dos itens I, III e IV. D) São corretas as afirmativas dos itens II, III e IV. E) São corretas as afirmativas dos itens IV e V. 60. Em matéria probatória, é correto afirmar que: A) prova diabólica é a alegação ardilosa da parte que, valendo-se das regras de distribuição do ônus da prova, dificulta a atividade instrutória do adversário, desqualificando as provas por ela produzidas; B) a distribuição do ônus da prova pode ser invertida pelo juiz, pelo legislador ou pelas partes, neste último caso devendo haver anuência do Ministério Público, em caso de direitos indisponíveis, para a validade da convenção; C) a decisão saneadora enseja a denominada estabilização instrutória do processo, não podendo haver inclusões de novos meios de

16 provas, salvo se fatos supervenientes justificarem autorização judicial para essa finalidade; D) a confissão gera o reconhecimento jurídico do pedido, sendo defeso ao confitente negar as conseqüências jurídicas que a outra parte pretende retirar do fato confessado; E) é possível a utilização, em uma mesma causa, de prova produzida por juiz incompetente, preservando-se a validade dos atos instrutórios já praticados, permanecendo a eficácia dessa prova emprestada na razão inversa da possibilidade de sua reprodução 61. Segundo a legislação civil, o adquirente do imóvel em condomínio edilício responde pelos débitos condominiais, ainda que anteriores à data de sua aquisição. Nesse contexto, a referida obrigação denomina-se (OAB ): ANULADA A) Obrigação eficacial. B) Obrigação com ônus pessoal. C) Obrigação propter rem ou obrigação híbrida. D) Obrigação natural. 62. OAB (2007.3). Ocupação, especificação e comistão são modos de: A) Cessão de direitos de posse. B) Aquisição da propriedade de bens imóveis. C) Aquisição da propriedade de bens móveis. D) Perda de propriedade imaterial. 63. Após 23 anos de trabalho numa empresa, Renato é dispensado sem justa causa, no dia 31 de janeiro de Na hipótese, ele fará jus ao aviso prévio de: (OAB/VI EXAME 2012) A) 90 dias B) 30 dias C) 96 dias D) 99 dias 64. No direito brasileiro, a redução do salário é (OAB/VI EXAME 2012) A) Impossível. B) possível, em caso de acordo entre empregado e empregador, desde que tenha por finalidade evitar a dispensa do empregado sem justa causa. 16 C) possível mediante autorização da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. D) possível mediante convenção ou acordo coletivo de trabalho. 65. A empresa X pagou em 10/6/2011 as parcelas do rompimento do contrato do empregado Tício, após dação de aviso prévio, datado de 30/5/2011, de cujo cumprimento o trabalhador foi dispensado. À época da dispensa, o trabalhador, que tinha 11 (onze) anos de tempo de serviço, recebia salário de R$ 700,00 mensais, com forma de pagamento semanal. Com base no exposto, é correto afirmar que o empregado (OAB/VI EXAME 2012): A) não faz jus a uma indenização no valor do salário, porque o empregador teria até o dia seguinte ao prazo de 30 (trinta) dias do aviso prévio do qual foi dispensado para fazer o pagamento das verbas resilitórias. B) faz jus a uma indenização no valor do salário, por ter superado o prazo de 10 (dez) dias previsto em lei para o pagamento. C) faz jus a uma indenização no valor do salário, por ter superado o prazo de 8 (oito) dias para o pagamento de quem recebe por semana. D) faz jus a aviso prévio em dobro, porque contava com mais de 10 (dez) anos de tempo de serviço à época da dispensa e a uma indenização no valor do salário, porque superado o prazo para o pagamento das parcelas decorrentes do rompimento do contrato. 66. Assinale a opção correta acerca do inquérito policial e da ação penal. Prova: CESPE OAB-SP - Exame de Ordem Primeira Fase. A) O despacho que indefere o requerimento de abertura de inquérito policial é irrecorrível. B) Caso seja instaurado um inquérito policial para a apuração de um crime de roubo e, por não haver provas da autoria, seja arquivado o inquérito, é possível reabrir a investigação, independentemente de novas provas, se houver pressão da imprensa. C) Qualquer pessoa pode encaminhar ao promotor de justiça uma petição requerendo providências e fornecendo dados e documentos, para que seja, se for o caso, instaurado inquérito policial.

17 D) Considere a seguinte situação hipotética. Célia, pessoa comprovadamente carente de recursos financeiros, foi vítima de estupro e fez a comunicação do crime à autoridade competente, solicitando providências para apurá-lo e punir seu autor. Apurada a autoria do crime e confirmada a materialidade, o promotor ofereceu a denúncia. Nessa situação, a representação pode ser retratada até a sentença condenatória recorrível. 67. Acerca do inquérito policial (IP), assinale a opção correta. Prova: CESPE OAB - Exame de Ordem Primeira Fase. A) Do plexo de direitos dos quais é titular o indiciado interessado primário no procedimento administrativo do IP, é corolário e instrumento a prerrogativa do advogado de acesso aos autos respectivos, explicitamente outorgada pelo Estatuto da Advocacia, da qual, porém, excluíram-se os IPs que correm em sigilo. B) Não é direito fundamental do indiciado, no curso do IP, fazer- se assistir por advogado. C) No curso do inquérito policial, ao indiciado não é dado o direito de manter-se em silêncio. D) Todo IP é modalidade de investigação que tem seu regime jurídico traçado a partir da Constituição Federal, mecanismo que é das atividades genuinamente estatais de segurança pública. 68. Com relação à ação penal, é correto afirmar que (Prova: CESPE OAB - Exame de Ordem Primeira Fase): A) a Constituição da República deferiu ao Ministério Público o monopólio da ação penal pública. B) o inqúerito policial é obrigatório e indispensável para o exercício da ação penal. C) o princípio da indivisibilidade aplica-se à ação penal pública, já que o oferecimento da denúncia contra um dos acusados impossibilita posterior acusação de outro envolvido. D) o prazo para a ação penal privada é de seis meses, estando sujeito a interrupções e suspensões. 69. Os irmãos Rafael e Daniela são proprietários de um imóvel na Av. São Sebastião, n. 20. Eles realizaram um contrato de locação com Joana, estudante, por prazo indeterminado. Após três anos de vigência de contrato, devido aos grandes 17 eventos internacionais na cidade, os irmãos propuseram uma ação revisional de aluguel, tendo em vista a valorização constatada na área em que fica o imóvel. (XIV Exame Unificado da OAB, 58 questão). A partir da hipótese sugerida, assinale a opção correta. A. Trata-se de litisconsórcio ativo facultativo unitário, uma vez que há solidariedade entre os irmãos, o que faz com que um deles, sozinho, possa ajuizar a ação, tendo a decisão efeito para ambos. B. Trata-se de litisconsórcio passivo multitudinário, pois a ação revisional, se procedente, alterará o valor da locação para todo e qualquer candidato à locação. C. Trata-se de litisconsórcio ativo facultativo simples, pois no lugar de uma única ação, cada irmão pode entrar com uma ação revisional diferente para atualizar o valor do imóvel, e as duas correrão normalmente, em separado. D. Trata-se de litisconsórcio ativo necessário unitário, uma vez que a lei assim o exige e a decisão do juiz será a mesma para os dois irmãos. 70. A respeito da penhora, assinale a afirmativa correta. (X EXAME UNIFICADO OAB, QUESTÃO 54). A. A penhora não será realizada quando o bem estiver na posse, detenção ou guarda de terceiro. B. Havendo mais de uma penhora, lavrar-se-á um único auto de penhora. C. Se o devedor fechar as portas da casa, a fim de obstar a penhora dos bens, o oficial de justiça providenciará o arrombamento, independente de qualquer autorização judicial. D. O juiz autorizará a alienação antecipada dos bens penhoras quando houver manifesta vantagem. 71. Henrique e Natália, casados sob o regime de comunhão parcial de bens, decidiram se divorciar após 10 anos de união conjugal. Do relacionamento nasceram Gabriela e Bruno, hoje, com 8 e 6 anos, respectivamente. Enquanto esteve casada, Natália, apesar de ter curso superior completo, ser pessoa jovem e capaz para o trabalho, não exerceu atividade profissional para se dedicar integralmente aos

18 cuidados da casa e dos filhos. Considerando a hipótese acima e as regras atinentes à prestação de alimentos, assinale a afirmativa correta. (Questão 40 DO IX EXAME DE ORDEM UNIFICADO). A) Uma vez homologado judicialmente o valor da prestação alimentícia devida por Henrique em favor de seus filhos Gabriela e Bruno, no percentual de um salário mínimo para cada um, ocorrendo a constituição de nova família por parte de Henrique, automaticamente será minorado o valor dos alimentos devido aos filhos do primeiro casamento. B) Henrique poderá opor a impenhorabillidade de sua única casa, por ser bem de família, na hipótese de ser acionado judicialmente para pagar débito alimentar atual aos seus filhos Gabriela e Bruno. C) Natália poderá pleitear alimentos transitórios e por prazo razoável, se demonstrar sua dificuldade em ingressar no mercado de trabalho em razão do longo período que permaneceu afastada do desempenho de suas atividades profissionais para se dedicar integralmente aos cuidados do lar. D) Caso Natália descubra, após dois meses de separação de fato, que espera um filho de Henrique, serão devidos alimentos gravídicos até o nascimento da criança, pois após este fato a obrigação alimentar somente será exigida em ação judicial própria. 72. Jane e Carlos constituíram uma união estável em julho de 2003 e não celebraram contrato para regular as relações patrimoniais decorrentes da aludida entidade familiar. Em março de 2005, Jane recebeu R$ ,00 (cem mil reais) a título de doação de seu tio Túlio. Com os R$ ,00 (cem mil reais), Jane adquiriu em maio de 2005 um imóvel na Barra da Tijuca. Em 2010, Jane e Carlos se separaram. Carlos procura um advogado, indagando se tem direito a partilhar o imóvel adquirido por Jane na Barra da Tijuca em maio de Assinale a alternativa que indique a orientação correta a ser exposta a Carlos. A) Por se tratar de bem adquirido a título oneroso na vigência da união estável, Carlos tem direito a partilhar o imóvel adquirido por Jane na Barra da Tijuca em maio de B) Carlos não tem direito a partilhar o imóvel adquirido por Jane na Barra da Tijuca em maio de 2005 porque, salvo contrato escrito entre os companheiros, aplica-se às relações patrimoniais entre os mesmos o regime da separação total de bens. C) Carlos não tem direito a partilhar o imóvel adquirido por Jane na Barra da Tijuca em maio de 2005 porque, em virtude da ausência de contrato escrito entre os companheiros, aplica-se às relações patrimoniais entre os mesmos o regime da comunhão parcial de bens, que exclui dos bens comuns entre os consortes aqueles doados e os sub-rogados em seu lugar. D) Carlos tem direito a partilhar o imóvel adquirido por Jane na Barra da Tijuca em maio de 2005 porque, muito embora o referido bem tenha sido adquirido com o produto de uma doação, não se aplica a sub-rogação de bens na união estável. 73. A conduta de exigir, solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de iniciar seu exercício, mas em razão dela, vantagem indevida, para deixar de lançar ou cobrar tributo ou contribuição social, ou para cobrá-los parcialmente, corresponde a (OAB/SP 136º Exame de Ordem): A) fato atípico. B) crime de concussão. C) crime de corrupção passiva. D) crime contra a ordem tributária. 74. ANULADA. Assinale a opção correta com relação aos crimes de estupro e atentado violento ao pudor (OAB/SP 136º Exame de Ordem): A) O crime de estupro, quando cometido em sua forma simples, só se enquadra na definição legal de crime hediondo, se dele resultar lesão corporal de natureza grave ou morte da vítima. B) O crime de atentado violento ao pudor com violência presumida não se enquadra na definição legal de crime hediondo, se dele não resultar lesão corporal de natureza grave ou morte da vítima. 18

19 C) O crime de estupro com violência presumida não se enquadra na definição legal de crime hediondo, se dele não resultar lesão corporal de natureza grave ou morte da vítima. D) Os crimes de estupro e atentado violento ao pudor, quando cometidos em sua forma simples ou com violência presumida, enquadram-se na definição legal de crimes hediondos, recebendo essa qualificação ainda quando deles não resulte lesão corporal de natureza grave ou morte da vítima. 75. A União licitou, mediante concorrência, uma obra de engenharia para construir um hospital público. Depois de realizadas todas as etapas previstas na Lei n /93, sagrou-se vencedora a Companhia X. No entanto, antes de se outorgar o contrato para Companhia X, a Administração pública resolveu revogar a licitação. Acerca do tema, assinale a afirmativa correta. A A Administração Pública pode revogar a licitação, por qualquer motivo, principalmente por ilegalidade, não havendo direito subjetivo da Companhia X ao contrato. B A revogação depende da constatação de ilegalidade no curso do procedimento e, nesse caso, não pode ser decretada em prejuízo da Companhia X, que já se sagrou vencedora. C A revogação, fundada na conveniência e na oportunidade da Administração Pública, deverá sempre ser motivada e baseada em fato superveniente ao início da licitação. D Quando a Administração lança um edital e a ele se vincula, somente será possível a anulação do certame em caso de ilegalidade, sendo-lhe vedado, pois, revogar a licitação. 76. O Estado X concedeu a Fulano autorização para a prática de determinada atividade. Posteriormente, é editada lei vedando a realização daquela atividade. Diante do exposto, e considerando as formas de extinção dos atos administrativos, assinale a afirmativa correta. A Deve ser declarada a nulidade do ato em questão. B Deve ser declarada a caducidade do ato em questão. C O ato em questão deve ser cassado. D O ato em questão deve ser revogado. 77. A respeito da sucessão legítima, analise as afirmativas a seguir (FGV 2009). I) A sucessão legítima defere-se aos descendentes do de cujus, em concorrência com o cônjuge sobrevivente quando casado este com o falecido no regime da comunhão universal de bens. II) Concorrendo com ascendente em primeiro grau, ao cônjuge tocará 1/3 (um terço) da herança ou a metade desta, caso haja um só ascendente, ou se maior for aquele grau. III) Se o cônjuge for ascendente dos herdeiros com que concorrer, sua quota não poderá ser superior à quarta parte da herança. Assinale: A) Se somente as afirmativas II e III estiverem corretas. B) Se somente a afirmativa II estiver correta. C) Se somente a afirmativa III estiver correta. D) Se somente as afirmativas I e II estiverem 78. O Código Civil veda o testamento: A) Nuncupativo militar. B) Marítimo. C) Hológrafo. D) Conjuntivo. E) Militar 79. Pedro, estivador, logo trabalhador avulso, está insatisfeito com os repasses que lhe são feitos pelos trabalhos no Porto de Tubarão. Pretende ajuizar ação em face do operador portuário e do Órgão Gestor de Mão de Obra OGMO. Como advogado de Pedro, indique a Justiça competente para o processamento e julgamento da demanda a ser proposta. Questão 80 (XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO). A) Justiça Comum Federal, dado que o avulso não tem vínculo de emprego com os réus e a matéria portuária é de âmbito nacional. B) Justiça do Trabalho. C) Justiça Comum Estadual, pela ausência de relação empregatícia, sendo o avulso uma espécie de trabalhador autônomo. 19

20 D) Poderá optar pela Justiça Comum Estadual ou Justiça do Trabalho, caso pretenda o reconhecimento de vínculo de emprego. 80. Em ação que tramitou sob o procedimento sumaríssimo, o juiz decidiu determinado pedido de forma contrária ao disposto em orientação jurisprudencial do TST. Em sede de recurso ordinário, com o mesmo fundamento, o TRT manteve a decisão de primeiro grau. Diante disso, a parte entendeu por bem interpor recurso de revista. A partir do caso apresentado, assinale a opção correta. Questão 77 (XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO). A) O recurso de revista não deverá ser admitido, pois o fundamento da decisão não é contrário à Constituição Federal ou à Súmula do TST. B) É cabível o recurso, pois a decisão é contrária ao entendimento do TST. C) O recurso de revista é incabível no procedimento sumaríssimo. Logo, não deverá ser admitido. D) Deverá ser admitido o recurso de revista, em razão do princípio do duplo grau de jurisdição obrigatório. 81. Um determinado trabalhador ajuizou uma reclamação trabalhista e, na data designada, faltou injustificadamente à audiência. Seu advogado requereu o desentranhamento dos documentos, no que foi atendido. Dois meses depois, apresentou a mesma reclamação, mas posteriormente resolve desistir dela em mesa de audiência, o que foi homologado pelo magistrado, sendo extinto o processo sem resolução do mérito. Caso queira ajuizar uma nova ação, o trabalhador: Questão 76 (XI EXAME DE ORDEM UNIFICADO). A) terá de aguardar o prazo de seis meses, pois contra ele será aplicada a pena de perempção. B) poderá ajuizar a nova ação de imediato, contanto que pague o valor de uma multa que será arbitrada pelo juiz. C) não precisará aguardar nenhum prazo para ajuizar nova ação. D) deverá aguardar seis meses para ajuizar ação contra aquele empregador, mas não para outros que porventura venha a ter. 82. Após trabalhar como empregado durante 6 meses, Paulo ajuizou reclamação trabalhista em 20 face de sua ex-empregadora, a empresa Alfa Beta Ltda., pretendendo horas extras, nulidade do pedido de demissão por coação, além de adicional de insalubridade. Na primeira audiência o feito foi contestado, negando a ré o trabalho extraordinário, a coação e a atividade insalubre. Foram juntados controles de ponto e carta de próprio punho de Paulo pedindo demissão, documentos estes que foram impugnados pelo autor. Não foi produzida a prova técnica (perícia). Para a audiência de prosseguimento, as partes estavam intimadas pessoalmente para depoimentos pessoais, sob pena de confissão, mas não compareceram, estando presentes apenas os advogados. Declarando as partes que não têm outras provas a produzir, o Juiz encerrou a fase de instrução, seguindo o processo concluso para sentença. Com base nestas considerações, analise a distribuição do ônus da prova e assinale a afirmativa correta. Questão 77 (XI EXAME DE ORDEM UNIFICADO). A) A ausência das partes gera a confissão ficta recíproca, devendo ser aplicada a regra de que para os fatos constitutivos cabe o ônus da prova ao autor, e para os extintivos, modificativos e impeditivos, o ônus será do réu. Assim, todos os pedidos deverão ser julgados improcedentes. B) Não há confissão em razão da presença dos advogados. Mas não havendo outras provas, os pedidos deverão ser julgados improcedentes. C) Em razão da confissão, presumem-se verdadeiros os fatos alegados. Tal aliado ao princípio da proteção ao hipossuficiente leva à presunção de que Paulo foi coagido a pedir demissão, trabalhava extraordinariamente e faz jus ao adicional de insalubridade. Logo, os pedidos procedem. D) Em razão da confissão, os pedidos de horas extras e nulidade do pedido de demissão procedem. Porém, improcede o de adicional de insalubridade, pois necessária a prova pericial para configurar o grau de insalubridade. Logo, este pleito improcede. 83. O Cerrado, que ocupa mais de 20% do território nacional, é o segundo maior bioma brasileiro, menor apenas que a Amazônia. Representa um dos hotspots para a conservação da biodiversidade mundial e é considerado uma das mais importantes fronteiras agrícolas do planeta. Considerando a conservação da biodiversidade e a expansão da fronteira agrícola no Cerrado, avalie as afirmações a seguir (ENADE/2012):

3º SIMULADO OAB XVII 1ª FASE

3º SIMULADO OAB XVII 1ª FASE 1 Bem- vindo ao 3º Simulado do Portal Exame de Ordem para o XVII Exame! A prova objetiva da próxima 1ª fase será no dia 19 de Julho e nós ofereceremos para você, visando proporcionar ao candidato uma mensuração

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil IX EXAME DE ORDEM UNIFICADO TIPO 1 - BRANCA

Ordem dos Advogados do Brasil IX EXAME DE ORDEM UNIFICADO TIPO 1 - BRANCA Ordem dos Advogados do Brasil IX EXAME DE ORDEM UNIFICADO TIPO 1 - BRANCA F U N D A Ç Ã O GETULIO VARGAS FGV PROJETOS Atenção! Você está recebendo um caderno de provas do tipo 1. Portanto, verifique se

Leia mais

3º SIMULADO OAB XVII 1ª FASE

3º SIMULADO OAB XVII 1ª FASE 1 Bem-vindo ao 3º Simulado do Portal Exame de Ordem para o XVII Exame! A prova objetiva da próxima 1ª fase será no dia 19 de Julho e nós ofereceremos para você, visando proporcionar ao candidato uma mensuração

Leia mais

Elementos Básicos de DIREITO DO TRABALHO

Elementos Básicos de DIREITO DO TRABALHO Luiz A. A. Pierre Elementos Básicos de DIREITO DO TRABALHO (LEGISLAÇÃO SOCIAL) LIVRO ELETRÔNICO 1 Sumário (Conteúdo Programático) 1. Introdução... 03 2. Direito e Justiça...05 3. Breve Histórico...07 4.

Leia mais

28º Exame de Ordem - 1ª fase - 2005

28º Exame de Ordem - 1ª fase - 2005 Deontologia Jurídica 28º Exame de Ordem - 1ª fase - 2005 1. PAULO TEIXEIRA, Advogado inscrito na OAB-RJ, foi punido com uma pena de suspensão de 90 (noventa) dias. Durante o período da suspensão foi constituído

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREÂMBULO Nós, Deputados Estaduais Constituintes, no pleno exercício dos poderes outorgados pelo artigo 11 do Ato das Disposições Transitórias da Constituição da

Leia mais

Jornadas de Direito Civil I, III, IV e V. Enunciados Aprovados

Jornadas de Direito Civil I, III, IV e V. Enunciados Aprovados Jornadas de Direito Civil I, III, IV e V Enunciados Aprovados EDITORAÇÃO E REVISÃO CENTRO DE ESTUDOS JUDICIÁRIOS Maria Raimunda Mendes da Veiga Secretária COORDENADORIA DE EDITORAÇÃO Milra de Lucena Machado

Leia mais

A ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO E A PROTEÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS DO TRABALHADOR. Rúbia Zanotelli de Alvarenga

A ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO E A PROTEÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS DO TRABALHADOR. Rúbia Zanotelli de Alvarenga 1 A ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO E A PROTEÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS DO TRABALHADOR Rúbia Zanotelli de Alvarenga Mestranda em Direito do Trabalho pela PUC-MG. Advogada. Professora de Direito do

Leia mais

AS MULHERES E OS DIREITOS CIVIS

AS MULHERES E OS DIREITOS CIVIS AS MULHERES E OS DIREITOS CIVIS Traduzindo a legislação com a perspectiva de gênero 3 AS MULHERES E OS DIREITOS CIVIS Copyright 1999 CEPIA Pesquisa e coordenação editorial Leila Linhares Barsted Jacqueline

Leia mais

Promulgada em 05 de outubro de 1989 * Emendas Constitucionais de n o 01/1990 a n o 40/2007 CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SERGIPE

Promulgada em 05 de outubro de 1989 * Emendas Constitucionais de n o 01/1990 a n o 40/2007 CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SERGIPE Promulgada em 05 de outubro de 1989 * Emendas Constitucionais de n o 01/1990 a n o 40/2007 CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SERGIPE PREÂMBULO Nós, representantes do povo sergipano, reunidos em Assembléia Estadual

Leia mais

LEI MARIA DA PENHA & DIREITOS DA MULHER

LEI MARIA DA PENHA & DIREITOS DA MULHER CARTILHA LEI MARIA DA PENHA & DIREITOS DA MULHER ORGANIZAÇÃO: MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL /PROCURADORIA FEDERAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO (PFDC) MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA FEDERAL DOS DIREITOS

Leia mais

PROVA DE DIREITO LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES:

PROVA DE DIREITO LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES: PROVA DE LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES: 02 Novembro / 2009 1 - Você está recebendo o seguinte material: a) este caderno, com as questões de múltipla escolha (objetivas) e discursivas das partes de formação

Leia mais

Senado Federal Senador Valter Pereira

Senado Federal Senador Valter Pereira Quadro comparativo entre a redação original do projeto de Lei do, o Código de Processo Civil em vigor e as alterações apresentadas no substitutivo Art. 262. O processo civil começa por iniciativa da parte,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO ESTATUTO DA ADVOCACIA E DA OAB TÍTULO I DA ADVOCACIA CAPÍTULO I DA ATIVIDADE DE ADVOCACIA

REGULAMENTO GERAL DO ESTATUTO DA ADVOCACIA E DA OAB TÍTULO I DA ADVOCACIA CAPÍTULO I DA ATIVIDADE DE ADVOCACIA DO ESTATUTO DA ADVOCACIA E DA OAB Dispõe sobre o Regulamento Geral previsto na Lei nº 8.906, de 04 de julho de 1994. O CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, no uso das atribuições conferidas

Leia mais

PREÂMBULO TITULO I TÍTULO II

PREÂMBULO TITULO I TÍTULO II Constituição do Estado do Maranhão 1 PREÂMBULO A Assembléia Constituinte do Estado do Maranhão usando dos poderes que lhe foram conferidos pela Constituição Federal, invocando a proteção de Deus, visando

Leia mais

relações do trabalho i

relações do trabalho i LUIZ GUILHERME MORAES REGO MIGLIORA 2ª edição ROTEIRO De CURSO 2010.1 Sumário Relações do Trabalho I 1. Introdução...6 1.1. Visão Geral...6 1.2. Objetivos Gerais...6 1.3. Metodologia...6 1.4. Desafios

Leia mais

CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL LEI N.º 5.869, DE 11 DE JANEIRO DE 1973. Institui o Código de Processo Civil. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Leia mais

OS DIREITOS À EDUCAÇÃO E O STF

OS DIREITOS À EDUCAÇÃO E O STF OS DIREITOS À EDUCAÇÃO E O STF Ana Paula de Barcellos 1 Professora Adjunta de Direito Constitucional da UERJ. Mestre e Doutora em Direito Público pela UERJ I. Introdução e plano de trabalho; II. A Constituição

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE ESTATUTO DO IDOSO. Série E. Legislação de Saúde. 1.ª edição 2.ª reimpressão

MINISTÉRIO DA SAÚDE ESTATUTO DO IDOSO. Série E. Legislação de Saúde. 1.ª edição 2.ª reimpressão MINISTÉRIO DA SAÚDE ESTATUTO DO IDOSO Série E. Legislação de Saúde 1.ª edição 2.ª reimpressão Brasília DF 2003 2003. Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que

Leia mais

Anteprojeto de Lei de Migrações e Promoção dos Direitos dos Migrantes no Brasil

Anteprojeto de Lei de Migrações e Promoção dos Direitos dos Migrantes no Brasil Comissão de Especialistas (criada pelo Ministério da Justiça pela Portaria n 2.162/2013) Anteprojeto de Lei de Migrações e Promoção dos Direitos dos Migrantes no Brasil Brasília, 31 de julho de 2014 Sumário

Leia mais

DO REGIME DE BENS ENTRE CÔNJUGES

DO REGIME DE BENS ENTRE CÔNJUGES 1 DO REGIME DE BENS ENTRE CÔNJUGES ARTS. 1.639 A 1.688 GENERALIDADES a) proibida sociedade entre cônjuges quando o regime for o da comunhão universal de bens ou da separação obrigatória art. 977; b) compra

Leia mais

Lei Fundamental da República Federal da Alemanha

Lei Fundamental da República Federal da Alemanha Lei Fundamental da República Federal da Alemanha Lei Fundamental da República Federal da Alemanha Edição impressa Atualização: Janeiro de 2011 Tradutor: Assis Mendonça, Aachen Revisor jurídico: Urbano

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO AMAPÁ

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO AMAPÁ PREÂMBULO Nós, os primeiros Deputados Estaduais, representantes do povo amapaense, reunidos em Assembléia Estadual Constituinte para instituir o ordenamento básico e reafirmar os valores que fundamentam

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO PIAUÍ PREÂMBULO

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO PIAUÍ PREÂMBULO CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO PIAUÍ PREÂMBULO Nós, representantes do povo, em Assembléia Constituinte, sob a proteção de Deus, continuadores das tradições de combatividade, firmeza, heroísmo e abnegação dos

Leia mais

SENADO FEDERAL COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 1301, DE 2003

SENADO FEDERAL COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 1301, DE 2003 SENADO FEDERAL COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 1301, DE 2003 Redação final do Projeto de Lei da Câmara nº 57, de 2003 (nº 3.561, de 1997, na Casa de origem). A Comissão Diretora apresenta a redação final

Leia mais

ESTUDO DE CASO A EXPERIÊNCIA DO BRASIL NA ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITO DE INTERESSES NO SERVIÇO PÚBLICO

ESTUDO DE CASO A EXPERIÊNCIA DO BRASIL NA ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITO DE INTERESSES NO SERVIÇO PÚBLICO ESTUDO DE CASO A EXPERIÊNCIA DO BRASIL NA ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITO DE INTERESSES NO SERVIÇO PÚBLICO 1. Introdução O presente estudo objetiva identificar a estrutura legal e os mecanismos institucionais

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL SENADO FEDERAL SECRETARIA ESPECIAL DE INFORMÁTICA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Texto promulgado em 05 de outubro de 1988 Brasília - 2013 Sumário Preâmbulo.....................................................................................

Leia mais

RESPOSTAS AOS RECURSOS PROVA 1

RESPOSTAS AOS RECURSOS PROVA 1 RESPOSTAS AOS RECURSOS PROVA 1 1 3 9 10 As afirmativas I e II estão corretas, de acordo com o que se pode depreender do texto, a exemplo das linhas 26 a 30 e 62 a 67. A afirmativa III encontra-se incorreta,

Leia mais

LEI Nº 10.406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002. PARTE GERAL LIVRO I DAS PESSOAS

LEI Nº 10.406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002. PARTE GERAL LIVRO I DAS PESSOAS LEI Nº 10.406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002. Institui o Código Civil. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: PARTE GERAL LIVRO I DAS PESSOAS TÍTULO

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ Documento obtido no site http://www.al.ce.gov.br. Atualizada até a Emenda Constitucional nº 74, de 19.04.2012 Atualizada em 24.07.2012. TÍTULO I - DOS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

Leia mais