AC FILTRO COLETOR DE ÁGUA DA CHUVA MANUAL DE INSTRUÇÕES E INSTALAÇÃO APLICAÇÃO PARA TELHADOS DE ATÉ 500m²

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AC FILTRO COLETOR DE ÁGUA DA CHUVA MANUAL DE INSTRUÇÕES E INSTALAÇÃO APLICAÇÃO PARA TELHADOS DE ATÉ 500m²"

Transcrição

1 Água da Chuva AC FILTRO COLETOR DE ÁGUA DA CHUVA MANUAL DE INSTRUÇÕES E INSTALAÇÃO APLICAÇÃO PARA TELHADOS DE ATÉ 500m² FICHA TÉCNICA Filtro para aproveitamento de água da chuva Conexões de entrada: 2xDN150 Conexões de saída para reservatório: 2xDN150 Conexões de saída para descarte de sujeira: 2xDN150 Diferença de altura entre as entradas de água da chuva e as saídas para reservatório (centro dos tubos): 310mm Material do corpo do filtro: Polietileno de alta densidade Material do elemento separador de sólidos: Aço Inox 304 Abertura da tela do filtro: 0,33mm (330micras) Dimensões: 760x500x560mm Peso: 15kg Capacidade relativa de área de captação por filtro: 500m² É possível a instalação do filtro AC-500 em módulos para abranger maiores áreas de captação. Vazão máxima do elemento separador de sólidos: 3,5L/s = L/h de água filtrada. Forma de instalação: Aéreo, sobre superfície ou em caixa de alvenaria. Manutenção: Limpeza do elemento separador de sólidos a cada 30 dias. COMPONENTES Tampa Plástica (Polietileno) Elemento Separador de Sólidos (Aço Inox 304) Casco do Filtro (Polietileno) DIMENSIONAL 760mm Entrada de Água da Chuva 310mm 340mm 500mm 360mm 560mm 600mm Saída Descarte Saída Reservatório

2 FUNCIONAMENTO VISTA ESQUERDA VISTA DIREITA pluviais pluviais filtrada filtrada ELEMENTO SEPARADOR DE SÓLIDOS Fabricado em aço inox 304, este componente faz a separação da sujeira da água da chuva proveniente do telhado / área de captação em dois estágios: Primeiro separa a sujeira grossa (folhas, gravetos, placas de limo) através das aletas de infiltração, em seguida separa a sujeira fina (>0,33mm) através da tela disposta em grau que funciona como uma peneira hidrostática. Em função da inclinação do elemento separador de sólidos a sujeira separada será eliminada para a(s) saída(s) de descarte do AC-500. A água filtrada é conduzida para o reservatório de acúmulo. Alça de manejo VISTA INTERNA POSIÇÃO CORRETA DO ELEMENTO FILTRANTE Borracha de vedação Encosto superior do filtro no casco Tela de filtragem Abertura de malha: 0,33mm Inserir o elemento filtrante na posição vertical rente a parede até encontrar o encaixe inferior. Bascular até encontrar o encosto superior. Pressione para encaixar a borracha de vedação Parafuso para abertura do basculante Encaixe da base do filtro no casco Aletas frontais de pré filtragem Encosto Superior Encaixe Inferior Para retirada do elemento filtrante, movê-lo no sentido da parede frontal do casco e puxá-lo para cima. Recomenda-se a cada 30 dias fazer uma limpeza na tela e nas aletas frontais. Esquema único de manutenção Tela de Filtragem Para limpeza do elemento filtrante, basta frouxar os parafusos de abertura do basculante (conforme desenho acima) e abrir a base para ter acesso a tela de filtragem. Poderá usar para limpeza sabão biodegradável e depois deixar em água corrente até sair todo o resíduo.

3 INSTALAÇÃO Possibilidades de instalação: Aéreo, sobre a superfície ou em caixa de alvenaria. De acordo com seu projeto de instalação, posicione o filtro observando as posições das entradas e saídas da maneira que melhor se encaixar. Para facilitar a instalação em obras com espaços restritos este filtro permite ao usuário escolher se vai utilizar todas as entradas e saídas do mesmo lado ou em ambos os lados do filtro. As entradas e saídas da água pluvial do filtro (DN) estão fechadas, usar um serrote para cortar e abrir o lado que deseja usar ou os dois lados. O filtro AC-500 permite a interligação de uma ou mais unidades em série ou paralelo permitindo assim o atendimento de áreas maiores com o mesmo modelo de equipamento. VISTA ESQUERDA VISTA DIREITA pluviais pluviais filtrada filtrada EXEMPLOS DE INSTALAÇÕES apenas 01 lado do filtro. os 02 lados do filtro. partes dos dois lados do filtro 02 filtros em série.

4 FREIO AERADOR SIFÃO LADRÃO Peça desenvolvida com finalidade de quebrar a velocidade da água quando a mesma chega ao interior do reservatório e distribuir a água de forma uniforme, evitando assim possíveis arrastes e levantamento da pequena camada de micro poeira que se aloja ao fundo do reservatório. Peça desenvolvida com finalidade de coibir a entrada de cheiro e/ou possíveis insetos ou animais vindos da tubulação de esgoto. É utilizada para descarte do excesso de água armazenada no reservatório quando o mesmo atinge s e u n í v e l m á x i m o d e t r a b a l h o. Exemplo de instalação para reservatórios sobre o solo ou sobre a laje Entrada Água Filtrada Saída Recalque Saída Expurgo Sifão Ladrão Freio Aerador

5 Válvula de retenção Impede o retorno de água contaminada em eventos de enchentes / alagamentos para o reservatório de acúmulo de água da chuva. Bloqueia odores, insetos, ratos e outros vetores provenientes do sistema de drenagem. Exemplo de instalação de reservatórios enterrado (cisterna) Nível Solo Entrada Água Filtrada Saída Recalque Saída Expurgo Válvula Anti retorno Sifão Ladrão Freio Aerador

MANUAL DE INSTRUÇÕES E INSTALAÇÃO AC-250 - FILTRO COLETOR DE ÁGUA DA CHUVA

MANUAL DE INSTRUÇÕES E INSTALAÇÃO AC-250 - FILTRO COLETOR DE ÁGUA DA CHUVA MANUAL DE INSTRUÇÕES E INSTALAÇÃO AC-250 - FILTRO COLETOR DE ÁGUA DA CHUVA 01 - Casco do Filtro Este casco foi elaborado para ser enterrado no solo, mas poderá ser instalado suspenso na parede, basta colocar

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO Os equipamentos do Kit Chuva atendem as exigências da norma NBR 15527: Água de chuva - Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis Requisitos. KIT CHUVA Filtro

Leia mais

Observação: Telhados verdes ou com vedados com Betumem podem causar a coloração da água.

Observação: Telhados verdes ou com vedados com Betumem podem causar a coloração da água. A melhor qualidade de água O filtro de água de chuva PURAIN cuida da qualidade da água da sua cisterna. Os filtros PURAIN são destinados à filtração da água da chuva, coletada de telhados cerâmicos, metálicos,

Leia mais

DESDE. Catálogo de Produtos

DESDE. Catálogo de Produtos DESDE Catálogo de Produtos 2004 FILTROS PARA APROVEITAMENTO DA ÁGUA DA CHUVA Ciclo 250 Realiza a separação automática de até 99% dos resíduos sólidos; Filtra até 90% da água captada; Fácil manutenção,

Leia mais

SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA 3P TECHNIK FILTRO INDUSTRIAL

SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA 3P TECHNIK FILTRO INDUSTRIAL SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA 3P TECHNIK FILTRO INDUSTRIAL FUNCIONAMENTO: 1) A água de chuva, ao chegar no filtro é "freada" na represa superior, sendo então conduzida para descer nas cascatas.

Leia mais

MSK FILTRO COALESCENTE

MSK FILTRO COALESCENTE FILTRO COALESCENTE MSK 1 - INTRODUÇÃO 1.1. - FINALIDADE DESTE MANUAL Este manual proporciona informações de funcionamento, instalação, operação e manutenção dos filtros MS-série K. Leia este manual atentamente

Leia mais

SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA - 3P TECHNIK

SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA - 3P TECHNIK SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA - 3P TECHNIK INSTALAÇÃO: Figura 1 Para instalação e montagem das conexões, siga os seguintes passos: 1) Os tubos que descem das calhas são conectados nas entradas

Leia mais

ABRANDADOR DE ÁGUA. Materiais Utilizados

ABRANDADOR DE ÁGUA. Materiais Utilizados ABRANDADOR DE ÁGUA Com a finalidade de prevenir obstruções das tubulações, válvulas e manter a eficiência da troca térmica em equipamentos como a Caldeira, se faz necessário o uso da água abrandada. O

Leia mais

3P Technik em parceria com Metalúrgica Cacupé

3P Technik em parceria com Metalúrgica Cacupé 3P Technik em parceria com Metalúrgica Cacupé Oferece a maior gama de filtros no segmento de tratamento da água de chuva. Nos últimos anos, diversos desenvolvimentos inovadores para o manejo das águas

Leia mais

Sistema Separador e Coletor de Óleo e Água e Tratamento de Efluentes. Manual do Usuário

Sistema Separador e Coletor de Óleo e Água e Tratamento de Efluentes. Manual do Usuário Sistema Separador e Coletor de Óleo e Água e Tratamento de Efluentes PATENTE: MU 7802872-8 Manual do Usuário 05 01 - Adaptador para Bomba Submersa. Para Captar Água e o Óleo Superficial e aumentar a vida

Leia mais

Ficha Técnica IE01 ESTRUTURA: Piso e Cobertura

Ficha Técnica IE01 ESTRUTURA: Piso e Cobertura Ficha Técnica IE01 Piso e Cobertura Função: Acomodar a Estação Renova e seus leitos de secagem de lodo, protegendo-os dos raios solares e intempéries. O piso deverá ser construído de acordo com as dimensões

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO FCI INOX

MANUAL DE INSTALAÇÃO FCI INOX MANUAL DE INSTALAÇÃO FCI INOX Parabéns você acaba de adquirir um filtro central de inox. A seguir lhe mostraremos o passo a passo para fazer a correta instalação do seu filtro central de inox, garantindo

Leia mais

Informação de produto Fancolete Hospitalar FCDF-HS I-BR/FCDF-HS/P/00

Informação de produto Fancolete Hospitalar FCDF-HS I-BR/FCDF-HS/P/00 Características: Os Fancoletes da série FCDF-HS são equipamentos de alto desempenho, indicados para uso em clinicas e hospitais. Graças à baixa altura que possui em todos os seus tamanhos, é indicado para

Leia mais

TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários

TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários Aula 25 Sistema Predial de Águas Pluviais Profª Heloise G. Knapik 1 Instalações prediais de águas pluviais

Leia mais

Manual Filtros SFMC 150/400/1000

Manual Filtros SFMC 150/400/1000 Manual Filtros SFMC 150/400/1000 Filtro Micrônico e Coalescente, com capacidade de retenção de sólidos de 5 micra e separação de água com eficiência de 99,5% e vazão de 150 ou 400 litros por minuto. Composto

Leia mais

ACQUALIMP, INOVAÇÃO ROTOPLAS.

ACQUALIMP, INOVAÇÃO ROTOPLAS. ACQUALIMP, INOVAÇÃO ROTOPLAS. Presente no mercado brasileiro desde 2001, a Acqualimp pertence ao Grupo Rotoplas, com sede no México, onde detém 70% de participação no mercado. O Grupo possui 24 unidades

Leia mais

GUIA DE EXECUÇÃO DE MONTAGEM DE CUBA DE INSENSIBILIZAÇÃO

GUIA DE EXECUÇÃO DE MONTAGEM DE CUBA DE INSENSIBILIZAÇÃO GUIA DE EXECUÇÃO DE MONTAGEM DE CUBA DE INSENSIBILIZAÇÃO A Geave trabalha constante para oferecer aos seus clientes soluções industriais flexíveis, de fácil instalação e rápida adequação ao cenário de

Leia mais

INSTALAÇÕES DE CAIXAS E RALOS SIFONADOS PARA ÁGUAS PLUVIAIS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTALAÇÕES DE CAIXAS E RALOS SIFONADOS PARA ÁGUAS PLUVIAIS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE CAIXAS E RALOS SIFONADOS PARA ÁGUAS PLUVIAIS LOTE 2 Versão: 002 Vigência:

Leia mais

FICHA TÉCNICA SISTEMA DE PURIFICAÇÃO POR ULTRAFILTRAÇÃO COM MÓDULO DE ÁGUA PURIFICADA

FICHA TÉCNICA SISTEMA DE PURIFICAÇÃO POR ULTRAFILTRAÇÃO COM MÓDULO DE ÁGUA PURIFICADA FICHA TÉCNICA SISTEMA DE PURIFICAÇÃO POR ULTRAFILTRAÇÃO COM MÓDULO DE ÁGUA PURIFICADA 1. Características Gerais O sistema está desenhado para dispor a água filtrada (ou purificada) em múltiplos pontos

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO Os equipamentos do Kit Chuva atendem as exigências da norma NBR 15527: Água de chuva - Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis Requisitos. KIT CHUVA Filtro

Leia mais

Termossifão pressurizado (EA8893) Manual de instruções. Manual de instruções. Termossifão pressurizado (EA8893)

Termossifão pressurizado (EA8893) Manual de instruções. Manual de instruções. Termossifão pressurizado (EA8893) Manual de instruções Termossifão pressurizado (EA8893) Índice 1. Parâmetros... 3 2. Precauções... 4 3. Informação técnica... 5 3.1. Componentes... 5 3.2. Informação técnica... 5 4. Componentes e dimensões...

Leia mais

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA C A T Á L O G O T É C N I C O SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA FILTRO PARA CAIXA D ÁGUA MUITO MAIS TECNOLOGIA E VERSATILIDADE PARA CUIDAR DA ÁGUA A FORTLEV é a maior empresa produtora de soluções para

Leia mais

Manual de Instruções Filtro AQUABLOCK Fonte ampliada ( 36 )

Manual de Instruções Filtro AQUABLOCK Fonte ampliada ( 36 ) Manual de Instruções Filtro AQUABLOCK Fonte ampliada ( 36 ) Original Aquaplus Filtração Indústria e Comércio Ltda. Rua Vicente Sores da Costa, 128 / 130 Jd. Primavera São Paulo SP - CEP 02755-000 CNPJ

Leia mais

Capitulo 18 Grades, tela, peneiras e filtros

Capitulo 18 Grades, tela, peneiras e filtros Capitulo 18 Grades, tela, peneiras e filtros 18-1 Índice Seção Capítulo 18- Grades, telas, peneiras e filtros Titulo 18.1 Introdução 18.2 Grades 18.3 Eficiência da grade 18.4 Área livre da grade 18.5 Largura

Leia mais

Art. e Lazer MANUAL DE INSTALAÇÃO REFLETOR COMPACT RGBW 108 SMD

Art. e Lazer MANUAL DE INSTALAÇÃO REFLETOR COMPACT RGBW 108 SMD Art. e Lazer MANUAL DE INSTALAÇÃO REFLETOR COMPACT RGBW 108 SMD CENTRAL O REFLETOR COMPACT RGBW 108 SMD foi projetado dentro de um excelente padrão de qualidade, oferecendo o melhor isolamento em iluminação

Leia mais

Instalações Hidráulicas Prediais

Instalações Hidráulicas Prediais Instalações Hidráulicas Prediais Sistemas Prediais de Águas Pluviais Prof.: Guilherme Nanni Grabowski Água Pluvial Deve: Captar, Conduzir e Destinar adequadamente as águas de chuva que precipitam nos edifícios.

Leia mais

Qualidade em Instalações de Aquecimento Solar. Boas práticas.

Qualidade em Instalações de Aquecimento Solar. Boas práticas. Qualidade em Instalações de Aquecimento Solar Boas práticas O sistema de aquecimento solar e seus componentes O que é sistema de aquecimento solar (SAS) A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)

Leia mais

Temos convicção de que estamos plenamente capacitados a atender e superar suas expectativas! VISÃO GERAL DO FORNECIMENTO SISTEMAS DE

Temos convicção de que estamos plenamente capacitados a atender e superar suas expectativas! VISÃO GERAL DO FORNECIMENTO SISTEMAS DE Prezado Cliente, É com grande satisfação que enviamos este material. Nosso intuito é ajudá-lo a compreender melhor as etapas e rotinas necessárias à boa especificação, fabricação e instalação de seu sistema

Leia mais

Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva

Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva Aquastock Catálogo de Produtos Soluções integradas Aquastock A Aquastock fornece soluções completas e integradas para o aproveitamento de água de chuva

Leia mais

INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ÁGUA FRIA - DETALHES

INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ÁGUA FRIA - DETALHES INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ÁGUA FRIA - DETALHES 1. ALTURA DE SUCÇÃO (AS) - Desnível geométrico (altura em metros), entre o nível dinâmico da captação e o bocal de sucção da bomba. 2. ALTURA DE RECALQUE (AR)

Leia mais

AÇÕES DE PREVENÇÃO E COMBATE À DENGUE

AÇÕES DE PREVENÇÃO E COMBATE À DENGUE AÇÕES DE PREVENÇÃO E COMBATE À DENGUE Atitudes e práticas de prevenção não só estarão contribuindo para que não ocorra transmissão de dengue, mas proporcionarão melhor qualidade de vida para todos. Nos

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Geral Departamento de Administração Coordenação de Arquitetura e Engenharia

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Geral Departamento de Administração Coordenação de Arquitetura e Engenharia ANEXO VIII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DE INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS 1. Os projetos de instalações hidrossanitárias deverão atender às recomendações e especificações

Leia mais

Capítulo 28- Dispositivos alemães usados no Brasil

Capítulo 28- Dispositivos alemães usados no Brasil Capítulo 28- Dispositivos alemães usados no Brasil 28.1 Introdução No Brasil são usados vários dispositivos alemães em aproveitamento de água de chuva. O motivo é sem sombra de dúvida de que a Alemanha

Leia mais

Unidade: Instalações prediais de coleta e condução de águas. Unidade I: pluviais

Unidade: Instalações prediais de coleta e condução de águas. Unidade I: pluviais Unidade: Instalações prediais de coleta e condução de águas Unidade I: pluviais 0 Unidade: Instalações prediais de coleta e condução de águas pluviais 1.1 Terminologia Área de contribuição: é a área somada

Leia mais

Fone: Florianópolis - SC 1

Fone: Florianópolis - SC 1 . CISTERNA 2350 L DADOS TÉCNICOS: Volume útil - 2300 L Material fabricado - Polietileno de média densidade Resitência UV - Fator UV 4 Peso corpo - 55 kg Altura total - 1.670 m Diâmetro máximo - 1,420 m

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES LINHA GV GV 1 / GV 2 / GV 200

MANUAL DE INSTRUÇÕES LINHA GV GV 1 / GV 2 / GV 200 MANUAL DE INSTRUÇÕES LINHA GV GV 1 / GV 2 / GV 200 SUA PRIMEIRA OPÇÃO EM FILTRAGEM APRESENTAÇÃO A PETROPURO parabeniza-o(s) pela aquisição do(s) Produto(s) de nossa fabricação, pois ao investir em tecnologia

Leia mais

Um grande investimento em tratamento de óleo com payback inferior a um ano. Emmie.2 para tratamento de óleo

Um grande investimento em tratamento de óleo com payback inferior a um ano. Emmie.2 para tratamento de óleo Um grande investimento em tratamento de óleo com payback inferior a um ano Emmie.2 para tratamento de óleo Maior tempo de trabalho Maior vida útil Redução de obstruções e corrosão Redução no consumo de

Leia mais

AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS

AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA PLUVIAL MS TAC 4000 REV.02 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO AO SISTEMA DE TRATAMENTO PARA REUSO....

Leia mais

DRENAGEM DE AR CONDICIONADO

DRENAGEM DE AR CONDICIONADO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA DRENAGEM DE AR CONDICIONADO LOTE 2 Versão: 003 Vigência: 12/2014 Última atualização: 09/2016

Leia mais

Especificação Técnica de Projeto Nº 008

Especificação Técnica de Projeto Nº 008 SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE SOROCABA ETP 008 Especificação Técnica de Projeto Nº 008 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS... 2 3. CARACTERÍSTICAS GERAIS... 2 4. CAMPO DE APLICAÇÃO...

Leia mais

MANUAL DE CESTAS COLETORAS (PAPELEIRAS) Índice

MANUAL DE CESTAS COLETORAS (PAPELEIRAS) Índice MANUAL DE CESTAS COLETORAS (PAPELEIRAS) Índice 01- Especificações das Cestas Coletoras de Papeis (papeleiras) 02- Especificações das Cestas Coletoras de Pilhas e Baterias 03- Finalidade da Utilização das

Leia mais

Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva. Catálogo de Produtos 2011

Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva. Catálogo de Produtos 2011 Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva Catálogo de Produtos 2011 Soluções profissionais Wisy Aquastock A WISY AG, sediada na Alemanha e fundada em 1989, foi a pioneira na busca de soluções

Leia mais

LINHA RESIDENCIAL Caixas D água Válvula boia Filtro de Água

LINHA RESIDENCIAL Caixas D água Válvula boia Filtro de Água LINHA RESIDENCIAL Caixas D água Válvula boia Filtro de Água Guia de Instalação Importante: Ler atentamente todo o manual para a instalação e uso correto deste produto. 1. Apresentação Linha Residencial

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SUMÁRIO 1. Objetivo e campo de aplicação...2 2. Referências...2 3. Definições...2 4. Condições para início dos serviços...2 5. Materiais e equipamentos necessários...2 5.1 Materiais...3 5.2 Equipamentos...3

Leia mais

FILTROS TEMPORÁRIOS. - Outras aberturas para o cesto são disponíveis. - Diferencial de pressão e vazão máximas através do gráfico na página 04.

FILTROS TEMPORÁRIOS. - Outras aberturas para o cesto são disponíveis. - Diferencial de pressão e vazão máximas através do gráfico na página 04. FILTROS TEMPORÁRIOS CARACTERÍSTICAS - tamanhos de ¾ à 24 - para proteger os equipamentos (bombas, turbinas, etc ) de fragmentos deixados durante a montagem - modificações são disponíveis conforme solicitação

Leia mais

gastroubm fritadeiras industriais

gastroubm fritadeiras industriais gastroubm fritadeiras industriais Nosso foco é torna os seus processos de frituras mais eficientes com baixo custo. Com a nossa linha de fritadeiras você vai ter resultados imediatas. O nosso, sistema

Leia mais

PURIFICADOR DE ÁGUA (SOB PIA) Guia de Instalação

PURIFICADOR DE ÁGUA (SOB PIA) Guia de Instalação PURIFICADOR DE ÁGUA (SOB PIA) Guia de Instalação Aparelho destinado para uso em água que atenda a portaria n o 2914 do Ministério da Saúde. Este aparelho atende os requisitos da norma NBR 14908:2004. Importante:

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES BEBEDOUROS BEGEL REFRIGERADOS TIPO PRESSÃO BRX40 CONJUGADO BRX40 BRX80CONJUGADO BRX80. PARABÉNS Pelo seu novo bebedouro BEGEL

MANUAL DE INSTRUÇÕES BEBEDOUROS BEGEL REFRIGERADOS TIPO PRESSÃO BRX40 CONJUGADO BRX40 BRX80CONJUGADO BRX80. PARABÉNS Pelo seu novo bebedouro BEGEL MANUAL DE INSTRUÇÕES BEBEDOUROS BEGEL REFRIGERADOS TIPO PRESSÃO BRX40 CONJUGADO BRX40 BRX80CONJUGADO BRX80 PARABÉNS Pelo seu novo bebedouro BEGEL Ficamos muito satisfeitos por você ter depositado sua confiança

Leia mais

CO C NTEÚ E DO D D O D KI K T pe p rf r i f s i voltar para o índice

CO C NTEÚ E DO D D O D KI K T pe p rf r i f s i voltar para o índice CONTEÚDO DO KIT MONTAGEM DO BATENTE MONTAGEM DA FOLHA elementos de fixação perfis acessórios corte dos perfis laterais corte do perfil superior colocação da escova conexão dos perfis instalação das contraplacas

Leia mais

Motobombas. Diesel. BFD 6" - Ferro Fundido BFD 8" - Ferro Fundido

Motobombas. Diesel. BFD 6 - Ferro Fundido BFD 8 - Ferro Fundido Motobombas Diesel BFD 6" - Ferro Fundido BFD 8" - Ferro Fundido 1 - Motobomba BFDE 6", BFDE 8" Sua aplicação básica está na captação de água de rio e lagos. Utilizado quando é necessário uma transferência

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO PARA CANCELA

MANUAL DE INSTALAÇÃO PARA CANCELA MANUAL DE INSTALAÇÃO PARA CANCELA MODELOS NEO NEO U.R. NEO ARTICULADA CENTRAIS ELETRÔNICAS CP 4080 CP 4030 Imagens meramente Ilustrativas CERTIFICAÇÃO *ANATEL: APLICADO AOS CONTROLES REMOTOS (TX)! AVISO:

Leia mais

MOTOCULTIVADOR BUFFALO BFG ÍNDICE: Componentes do motocultivador Abastecimento de Óleo na Transmissão Funcionamento do Motor...

MOTOCULTIVADOR BUFFALO BFG ÍNDICE: Componentes do motocultivador Abastecimento de Óleo na Transmissão Funcionamento do Motor... BFG 91 PLUS MOTOCULTIVADOR BUFFALO BFG ÍNDICE: Componentes do motocultivador... 1 1.0 Funcionamento do Motor Gasolina... 2 1.1 Abastecimento de Óleo Lubrificante... 2 1.2 Abastecimento de Gasolina...

Leia mais

Sistema PEX AULA O que é o sistema PEX

Sistema PEX AULA O que é o sistema PEX AULA 12 Sistema PEX 1. O que é o sistema PEX É um sistema predial de instalações hidráulicas composto por tubos flexíveis que pode ser utilizado tanto para água fria quanto para água quente com conceito

Leia mais

AR FUSION. Brasil. Pneumática. Resfriador de painel Tubo VORTEX SÉRIE VRP AR FUSION. Pneumática. VRP9-01 pressão de trab. 07bar

AR FUSION. Brasil. Pneumática. Resfriador de painel Tubo VORTEX SÉRIE VRP AR FUSION. Pneumática. VRP9-01 pressão de trab. 07bar Resfriador de painel Tubo VORTEX SÉRIE VRP VRP9-01 pressão de trab. 07bar WWW.ARFUSION.COM.BR Resfriador de painel VORTEX Os Resfriadores com Ar Comprimido - Vortex são destinados à aplicações especiais

Leia mais

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA C A T Á L O G O T É C N I C O SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA CAIXA D ÁGUA EM POLIETILENO MUITO MAIS TECNOLOGIA E VERSATILIDADE PARA CUIDAR DA ÁGUA A FORTLEV é a maior empresa produtora de soluções

Leia mais

Evaporador de Ar Forçado Baixa Velocidade. Dupla saída de ar Baixa velocidade. Bandeja interna

Evaporador de Ar Forçado Baixa Velocidade. Dupla saída de ar Baixa velocidade. Bandeja interna 302 770 00 27 3397 Evaporador de Ar Forçado Baixa Velocidade Dupla saída de ar Baixa velocidade Bandeja interna Características Técnicas Bandeja interna que evita fugas de ar e concentra fluxo de água

Leia mais

Tecnologia em Filtração

Tecnologia em Filtração FILTRO AUTOLIMPANTE MULTIELEMENTOS S o l u ç õ e s GLOBAIS em filtragem desde 1967 Indústria de Filtros Barra Ltda. Escritório: Av. do Cursino, 1939 - Sala 1 - Jardim da Saúde - São Paulo - SP Tel: (11)

Leia mais

Conservação de Energia

Conservação de Energia Lei de Pascal F = Força A = Área P = Pressão 1. Suponhamos uma garrafa cheia de um líquido, o qual é, praticamente, incompressível 2. Se aplicarmos uma força de 10kgf numa rolha de 1 cm 2 de área 3. o

Leia mais

INOVAÇÕES EM PERFIS. Características dos materiais e áreas de aplicação:

INOVAÇÕES EM PERFIS. Características dos materiais e áreas de aplicação: INOVAÇÕES EM PERFIS.1 Schlüter -BARIN S I S T E M A D E C A N A I S PARA VARANDAS E TERRAÇOS Aplicação e função Schlüter -BARIN é um sistema de canais para a drenagem de superfícies de varandas e terraços.

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS EM PEX (tubos e conexões) SINAPI LOTE 1 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS EM PEX (tubos e conexões) SINAPI LOTE 1 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS EM PEX (tubos e conexões) LOTE 1 Versão: 002 Vigência: 06/2015

Leia mais

Aproveitamento de água de chuva Cristelle Meneghel Nanúbia Barreto Orides Golyjeswski Rafael Bueno

Aproveitamento de água de chuva Cristelle Meneghel Nanúbia Barreto Orides Golyjeswski Rafael Bueno Aproveitamento de água de chuva Cristelle Meneghel Nanúbia Barreto Orides Golyjeswski Rafael Bueno 1 IMPORTÂNCIA Água doce: recurso limitado ONU (2015): escassez de água afetará dois terços da população

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA 3.7. REBAIXAMENTO DO LENÇOL FREÁTICO Quando as escavações atingem o nível das águas subterrâneas e há o afloramento das mesmas, torna-se necessária a drenagem ou o rebaixamento do lençol freático com o

Leia mais

FILTRO CARTUCHO DADOS DE OPERAÇÃO DO FILTRO:

FILTRO CARTUCHO DADOS DE OPERAÇÃO DO FILTRO: FILTRO CARTUCHO Os filtros tipo cartucho são usados em indústrias alimentícias, química, petroquímica, papel e celulose para filtragem de ácidos e bases, aminas, água potável e industrial, óleo à base

Leia mais

ACO apresenta a sua nova oferta para canais de duche e sumidouros

ACO apresenta a sua nova oferta para canais de duche e sumidouros by ShowerDrain ACO apresenta a sua nova oferta para canais de duche e sumidouros ACO, marca líder mundial em drenagem de água, lança uma nova gama de produtos com uma infinidade de inovações e soluções

Leia mais

VÁLVULA DE AR QUENTE Instalação, reparo e manutenção.

VÁLVULA DE AR QUENTE Instalação, reparo e manutenção. - Primeiramente abaixo segue a uma lista dos componentes que são usados no conjunto de funcionamento do ar quente. VALOR EM REAIS (R$) DESCRIÇÃO IMAGEM NÚMERO AUTORIZADA DESMANCHE Válvula do Ar quente

Leia mais

ETAR S > MICRO ETAR Compacta

ETAR S > MICRO ETAR Compacta ETAR S ETAR S A Etar Compacta ROTOPORT é uma estação de tratamento de águas residuais do tipo doméstico. Fabricada em polietileno de alta densidade e construída num depósito único, apresenta duas zonas

Leia mais

Zeparo Cyclone. Purgadores de ar automáticos e separadores Separador de sujeira e magnetita com a tecnologia Ciclonica

Zeparo Cyclone. Purgadores de ar automáticos e separadores Separador de sujeira e magnetita com a tecnologia Ciclonica Zeparo Cyclone Purgadores de ar automáticos e separadores Separador de sujeira e magnetita com a tecnologia Ciclonica IMI PNEUMATEX / Qualidade da Água / Zeparo Cyclone Zeparo Cyclone Ampla gama de produtos

Leia mais

Instalações Hidráulicas/Sanitárias Água Pluvial

Instalações Hidráulicas/Sanitárias Água Pluvial Instalações Hidráulicas/Sanitárias Água Pluvial INTRODUÇÃO A água da chuva causa danos: à durabilidade das construções; à boa aparência das construções. A água de chuva deve ser coletada e transportada

Leia mais

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 4 Prof. Clélio AULA 4. Volume I do Livro Texto CONTEÚDO: Capítulo 7. Purgadores de Vapor, Separadores Diversos e Filtros.

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 4 Prof. Clélio AULA 4. Volume I do Livro Texto CONTEÚDO: Capítulo 7. Purgadores de Vapor, Separadores Diversos e Filtros. AULA 4 Volume I do Livro Texto CONTEÚDO: Capítulo 7 Purgadores de Vapor, Separadores Diversos e Filtros. 1 LINHAS DE VAPOR Nas linhas de vapor sempre haverá água líquida (condensado) resultante da condensação

Leia mais

Modelo CL001I, equipamento chuveiro e lava-olhos com crivo inox (chuveiro) e bacia inox (lava-olhos).

Modelo CL001I, equipamento chuveiro e lava-olhos com crivo inox (chuveiro) e bacia inox (lava-olhos). Modelo CL001I Modelo CL001I, equipamento chuveiro e lava-olhos com crivo inox (chuveiro) e bacia inox (lava-olhos). Modelo CL001I Detalhe do Produto Modelo CL001I equipamento chuveiro e lava-olhos, crivo

Leia mais

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA C A T Á L O G O T É C N I C O SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA CAIXA D ÁGUA EM FIBRA DE VIDRO MUITO MAIS TECNOLOGIA E VERSATILIDADE PARA CUIDAR DA ÁGUA A FORTLEV é a maior empresa produtora de soluções

Leia mais

Filtros de cartuchofmc

Filtros de cartuchofmc Filtros de cartuchofc Design Cartuchos standard em poliéster CA100: no máx. 10 g/m 3 de poeira fina ou grossa. Cartucho em celulose CA175: no máx. 1 g/ m 3 de fumos frios. Temperatura de funcionamento

Leia mais

Direcione a mangueira de cristal diâmetro de 6mm interno através da unidade evitando dobras no processo de drenagem. Preto Preto

Direcione a mangueira de cristal diâmetro de 6mm interno através da unidade evitando dobras no processo de drenagem. Preto Preto Este produto foi fabricado com a mais avançada tecnologia, e dentro dos mais rigorosos padrões de qualidade. Além disso, você conta com a garantia e o suporte técnico da Elgin S.A. Para que a bomba MINI

Leia mais

Gaiola lateral MEMMINGER-IRO Alojamento individual da bobina

Gaiola lateral MEMMINGER-IRO Alojamento individual da bobina Gaiola lateral MEMMINGER-IRO Alojamento individual da bobina Advanced Knitting Technology MEMMINGER-IRO GMBH Jakob-Mutz-Straße 7 72280 Dornstetten - Alemanha Tel. +49 7443 281-0 Fax +49 7443 281-101 info@memminger-iro.de

Leia mais

ANEXO IV - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICA

ANEXO IV - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICA ANEXO IV - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICA NOTA: 1 - Os fabricantes dos metais e louças sanitárias deverão ser participantes do Programa Brasileiro de Qualidade

Leia mais

Capítulo 31 Infiltração de água de chuva do telhado em trincheira

Capítulo 31 Infiltração de água de chuva do telhado em trincheira Capítulo 31 Infiltração de água de chuva do telhado em trincheira Na África do Sul, o plantio de Eucalyptus grandis numa microbacia experimental com vegetação original de savana, resultou, aos 5 anos de

Leia mais

Válvulas para água. Aplicação Identificação Peças de reposição... 50

Válvulas para água. Aplicação Identificação Peças de reposição... 50 Válvulas para água Instruções de instalação Índice Página Aplicação... 47 Identificação... 47 Instalação... 48 Ajuste... 48 Manutenção... 49 Peças de reposição... 50 Danfoss A/S (RA Marketing/MWA), 06-2007

Leia mais

SISTEMA DE TRATAMENTO INDIVIDUAL DE ESGOTO SANITÁRIO

SISTEMA DE TRATAMENTO INDIVIDUAL DE ESGOTO SANITÁRIO Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Hidráulica e Saneamento Curso: Engenharia Civil Disciplina: TH030 - Sistemas Prediais Hidráulicos Sanitários Prof.ª Heloise Garcia Knapik

Leia mais

Do Brasil Ltda AVALIAÇÃO E BIORREMEDIAÇÃO DO POLO DO ATUBA NA CONTAMINAÇÃO POR ÓLEOS MINERAIS

Do Brasil Ltda AVALIAÇÃO E BIORREMEDIAÇÃO DO POLO DO ATUBA NA CONTAMINAÇÃO POR ÓLEOS MINERAIS AVALIAÇÃO E BIORREMEDIAÇÃO DO POLO DO ATUBA NA CONTAMINAÇÃO POR ÓLEOS MINERAIS O Pólo Atuba, um dos mais antigos campos operacionais da Companhia Paranaense de Energia, abriga, desde 1960, depósitos dos

Leia mais

Pulverizador Agrícola Manual

Pulverizador Agrícola Manual R Pulverizador Agrícola Manual Fone: (42) 3522-2789 3522-1819 3523-7926 Rua Prefeito Alfredo Metzler, 480 - CEP 89400-000 - Porto União - SC Site: www.knapik.com.br E-mail: knapik@knapik.com.br vendas@knapik.com.br

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS PARA RECAPTULAÇÃO DOS CONTEÚDOS

LISTA DE EXERCÍCIOS PARA RECAPTULAÇÃO DOS CONTEÚDOS Curso : Engenharia civil Disciplina: Fenômeno dos transportes Professor(a): Nome do(s) Aluno(a)(s): LISTA DE EXERCÍCIOS PARA RECAPTULAÇÃO DOS CONTEÚDOS Período Letivo: 2014.2 Unidade: I Nota: Semestre:

Leia mais

Serviço Autônomo de Água Esgoto e Meio Ambiente de Sertãozinho Departamento Técnico Setor de Engenharia. Rev 00 Data 19/10/2016 Página 1 de 5

Serviço Autônomo de Água Esgoto e Meio Ambiente de Sertãozinho Departamento Técnico Setor de Engenharia. Rev 00 Data 19/10/2016 Página 1 de 5 Data 19/10/2016 Página 1 de 5 1) Objetivo: A instalação da caixa para hidrômetro tem por objetivo os seguintes benefícios: Permitir o acesso total ao hidrômetro pelo exterior do imóvel facilitando a leitura.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES ASPIRADOR DE PÓ 1.200W Equipamento somente para uso doméstico. Obrigado por escolher um produto com a marca Tramontina. Por favor, leia o Manual de Instruções por completo antes de

Leia mais

Sistemas de recuperação de águas pluviais

Sistemas de recuperação de águas pluviais Ambietel Tecnologias Ambientais, Lda UPTEC P.MAR Av. Liberdade, s/n 4450-718 Leça da Palmeira Telef: +351 225 096 087 Sistemas de recuperação de águas pluviais A água da chuva é um recurso natural que

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MOTOR INTERIOR CE 100 Q MOTOR EXTERIOR CE 100 P

MANUAL DE INSTRUÇÕES MOTOR INTERIOR CE 100 Q MOTOR EXTERIOR CE 100 P MANUAL DE INSTRUÇÕES MOTOR INTERIOR CE 100 Q MOTOR EXTERIOR CE 100 P BEST 2 AVISOS O ar aspirado não deve ser canalizado por uma conduta já utilizada para evacuar fumos produzidos por aparelhos alimentados

Leia mais

Recuperação do abrasivo: O abrasivo durante o jateamento, deposita-se no

Recuperação do abrasivo: O abrasivo durante o jateamento, deposita-se no GABINETE DE JATEAMENTO Princípios de funcionamento: A máquina de jato é pressurizada através da vávula pedal (comando), forçando o abrasivo a misturar-se com o ar comprimido, expelindo-o pelo bico de jato

Leia mais

QUADROS SISTEMA VDI. Localização no Website TIGRE: Obra predial Eletricidade Quadros Sistema VDI. Corpo Reforçado com mais entradas para eletrodutos.

QUADROS SISTEMA VDI. Localização no Website TIGRE: Obra predial Eletricidade Quadros Sistema VDI. Corpo Reforçado com mais entradas para eletrodutos. QUADROS SISTEMA VDI Localização no Website TIGRE: Obra predial Eletricidade Quadros Sistema VDI NOVEMBRO/2009 Função: Abrigar tubulações, fiações e dispositivos das instalações de Telefone (Voz), Rede

Leia mais

Linha de Quadros BELBOX. Apresentação

Linha de Quadros BELBOX. Apresentação Apresentação A Linha de Quadros Belbox possui ampla aplicação em projetos para os segmentos industrial, comercial e predial. Sua versatilidade possibilita a utilização como quadros para distribuição, comandos

Leia mais

CC 200T. Catálogo de Peças de Reposição

CC 200T. Catálogo de Peças de Reposição CC 200T Catálogo de Peças de Reposição Edição: MARÇO 2012 Código: 000-00000-000 CC 200T Índice 1. Módulo Condensador 4 2. Módulo Evaporador 6 2. Módulo Evaporador (Continuação) 8 3. Compressor TM31 10

Leia mais

MOSAICOS. Assentamento e Cuidados Especiais.

MOSAICOS. Assentamento e Cuidados Especiais. www.tessela.com.br Materiais Necessários Nível, régua, prumo, trena e esquadro Reconhecimento e adequação da superfície, controle do assentamento. Serra mármores munida de disco de diamante Efetuar recortes

Leia mais

guia de instalação cisterna vertical

guia de instalação cisterna vertical guia de instalação cisterna vertical FORTLEV CARACTERÍSTICAS FUNÇÃO Armazenar água pluvial ou água potável à temperatura ambiente. APLICAÇÃO Residências, instalações comerciais, fazendas, escolas ou qualquer

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO CATEGORIA: BOTOEIRAS / ACIONADORES MANUAIS SUBCATEGORIA: ACIONADORES MANUAIS DE ALARME DE INCÊNDIO Acionador Manual de Alarme de Incêndio À Prova de Tempo IP54 Quebra Vidro Código: AFAM1PT. O acionador

Leia mais

BERMAD Irrigação. Válvulas de Controle de Estações de Filtragem. Aplicações Típicas. Operação de Câmara

BERMAD Irrigação. Válvulas de Controle de Estações de Filtragem. Aplicações Típicas. Operação de Câmara NOVO Irrigação Coluna de Controle de Irrigação Estações de Filtragem Válvulas de Controle de Estações de Filtragem Uma das formas mais comuns de limpes elementos filtrantes de areia, cascalho, disco ou

Leia mais

FKB INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS LTDA.

FKB INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS LTDA. Descrição Geral As Válvulas Guilhotina FKB modelo VGU-03 tem como função o bloqueio e/ou controle na vazão de fluídos. Aplicação comum em Fluidos com Concentração de polpa >5%, Carepas, Licor e Rejeitos.

Leia mais

Cuidamos da sua água! manual

Cuidamos da sua água! manual Cuidamos da sua água! manual 00 0 Cuidamos da sua água! 00 0 manual índice Ficha técnica e características do produto ECOFILTER... Tabela de características... ECOFILTER 00... Lista de peças... 9 Filtração...

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO VÁLVULAS LINHAS

CATÁLOGO TÉCNICO VÁLVULAS LINHAS CATÁLOGO TÉCNICO VÁLVULAS LINHAS AUTOMÁTICA DE ESCAPE DE AR (ESCO MASTER) RETENÇÃO ANTIGOLPE DE ARÍETE (ESCO MASTER) RETENÇÃO DE FECHAMENTO RÁPIDO ANTIGOLPE DE ARÍETE (PM) SIGMMA ESCO BOMBAS Sigmma Indústria

Leia mais

Sistemas de recuperação de águas pluviais

Sistemas de recuperação de águas pluviais Ambietel Tecnologias Ambientais, Lda UPTEC P.MAR Av. Liberdade, s/n 4450-718 Leça da Palmeira Telef: +351 225 096 087 Sistemas de recuperação de águas pluviais A água da chuva é um recurso natural que

Leia mais

Manutenção Preventiva de Deionizadores GEHAKA. por Luiz Alex Cerantola

Manutenção Preventiva de Deionizadores GEHAKA. por Luiz Alex Cerantola Manutenção Preventiva de Deionizadores GEHAKA por Luiz Alex Cerantola Apresentação Cetec Parceira Gehaka de longo tempo; Em 2013 completamos 20 anos de historia; Atua em venda de equipamentos para laboratórios

Leia mais

Índice. Detalhes do produto...1. Larguras...1. Quadro de Medidas...2. Comprimento até 3m...2. Comprimento acima de 3m...3. Junção J4...

Índice. Detalhes do produto...1. Larguras...1. Quadro de Medidas...2. Comprimento até 3m...2. Comprimento acima de 3m...3. Junção J4... Índice Detalhes do produto...1 Larguras...1. Quadro de Medidas...2 Comprimento até...2 Comprimento acima de...3 Junção J4...3 Emenda de tampa J5...3 Conexões...4 Como medir SEKAPISO...5,6 Corte comprimento...7

Leia mais

CAIXAS SEPARADORAS NUPI BRASIL - MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO -

CAIXAS SEPARADORAS NUPI BRASIL - MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO - CAIXAS SEPARADORAS NUPI BRASIL - MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO - INTRODUÇÃO Conforme a Resolução CONAMA 273 de 2000, postos de revenda e de consumo de combustíveis devem ser dotados de sistema de drenagem

Leia mais