ABRANDADOR DE ÁGUA. Materiais Utilizados

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ABRANDADOR DE ÁGUA. Materiais Utilizados"

Transcrição

1 ABRANDADOR DE ÁGUA Com a finalidade de prevenir obstruções das tubulações, válvulas e manter a eficiência da troca térmica em equipamentos como a Caldeira, se faz necessário o uso da água abrandada. O abrandamento tem a finalidade de reduzir a dureza da água por meio de uma resina de troca iônica, reduzindo a concentração de metais como o Cálcio (Ca) e Magnésio (Mg) que são os agentes causadores de incrustações. Também pode ser utilizado para remoção de ferro na água, com a finalidade de eliminar manchas em roupas, roupas de cama, pias e vasos sanitários. Após determinado período de funcionamento (campanha), deve ser efetuada a regeneração da resina, ou seja, a resina deve ser lavada com solução de salmoura (NaCl) mantendo assim, os níveis de dureza desejados. A vida útil da resina pode alcançar 5 anos, se forem obedecidas os parâmetros recomendados de uso e operação. A água proveniente do descarte pode ser reusada para lavagem de vias, pois contém alto teor de cálcio e magnésio. Materiais Utilizados Material do Vaso: Aço Inox Material da Tubulação: PVC Material das Válvulas: PVC Material Filtrante : Resina de Troca Iônica Material do Reservatório de Sal: Plástico Perda de Carga Gerada: 0,35

2

3 MODELOS

4

5 INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO FILTRAÇÃO DURAÇÃO 12 / 24 / 48h RETROLAVAGEM DURAÇÃO 10 min. APLICAÇÃO DE SALMOURA DURAÇÃO 30 min. LAVAGEM DA SALMOURA DURAÇÃO 15 min. LEGENDA: VÁLVULA ABERTA VÁLVULA FECHADA

6 Descrição Cota (mm) Modelo Abrandador V25 V40 V250 V500 Altura Entrada A Altura Saída B Altura Total C Largura da Base D Comprimento da Base E Reservatório salmoura 310 litros 310 litros 310 litros 310 litros Consumo sal por regeneração 4,0 kg 6,4 kg 40 kg 80 kg Volume de Resina 25 litros 40 litros 250 litros 500 litros Pressão máxima trabalho

7 FILTRO DE AREIA ANTRACITO / CARVÃO ATIVADO O Filtro de Areia Antracito tem sua aplicação voltada para a redução dos sólidos em suspensão. O Filtro de Carvão Ativado tem sua aplicação voltada para a remoção do cloro, garantindo a integridade da resina do Abrandador. Materiais Utilizados Material do Vaso Aço Inox Material da Tubulação PVC Material das Válvulas PVC Material Filtrante Areia Antracito ou Carvão Ativado; TABELA DIMENSIONAL ESPAÇO REQUERIDO

8 Descrição Cota (mm) Filtro Carvão Ativado Filtro Areia Antracito Vazão (m3/h) - 0,7 1 4,5 6,5 0,7 1 4,5 6,5 Altura Entrada A 1000 Altura Saída B 500 Altura Total C Largura da Base D Comprimento da Base Pressão Máxima trabalho Perda de carga E ,0 0,25 7,0 0,25 6,0 0,25 6,0 0,25 7,0 0,35 7,0 0,35 6,0 0,35 6,0 0,35 INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

9 FILTRAÇÃO DURAÇÃO CONF. DIFERENCIAL DE PRESSÃO RETROLAVAGEM DURAÇÃO 10 min. LEGENDA: VÁLVULA ABERTA VÁLVULA FECHADA

Tratamento de Água. Filtração. Filtração SÉRIE CV. Filtros para Água. SNatural FILTRO ATRAVÉS DE CARVÃO ATIVADO

Tratamento de Água. Filtração. Filtração SÉRIE CV. Filtros para Água. SNatural FILTRO ATRAVÉS DE CARVÃO ATIVADO Tratamento de Água Filtração Filtros para Água Filtração SÉRIE CV SNatural FILTRO ATRAVÉS DE CARVÃO ATIVADO EFICIÊNCIA NA REMOÇÃO DO CLORO (CLASSE I >75%) Uso: comercial e industrial; Processo para redução

Leia mais

FICHA TÉCNICA SISTEMA DE PURIFICAÇÃO POR ULTRAFILTRAÇÃO COM MÓDULO DE ÁGUA PURIFICADA

FICHA TÉCNICA SISTEMA DE PURIFICAÇÃO POR ULTRAFILTRAÇÃO COM MÓDULO DE ÁGUA PURIFICADA FICHA TÉCNICA SISTEMA DE PURIFICAÇÃO POR ULTRAFILTRAÇÃO COM MÓDULO DE ÁGUA PURIFICADA 1. Características Gerais O sistema está desenhado para dispor a água filtrada (ou purificada) em múltiplos pontos

Leia mais

AMBIENTAL MS. Transparência e Tecnologia a Serviço do Mundo

AMBIENTAL MS. Transparência e Tecnologia a Serviço do Mundo AMBIENTAL MS Transparência e Tecnologia a Serviço do Mundo AMBIENTALMS Estudos, Serviços e Projetos Especiais A Ambiental MS, do Grupo Metalsinter, é uma empresa de Engenharia e Consultoria, prestadora

Leia mais

Filtro de Areia. Filtro de Carvão Ativado. Abrandador Seletivo - Filtro Redutor de Ferro

Filtro de Areia. Filtro de Carvão Ativado. Abrandador Seletivo - Filtro Redutor de Ferro Linha Indústria Os projetos industriais são dimensionados mediante a análise físico-química recente da água a ser tratada, pois cada sistema é projetado individualmente, conforme as necessidades do processo

Leia mais

Observação: Telhados verdes ou com vedados com Betumem podem causar a coloração da água.

Observação: Telhados verdes ou com vedados com Betumem podem causar a coloração da água. A melhor qualidade de água O filtro de água de chuva PURAIN cuida da qualidade da água da sua cisterna. Os filtros PURAIN são destinados à filtração da água da chuva, coletada de telhados cerâmicos, metálicos,

Leia mais

Grupo Material hidráulico

Grupo Material hidráulico O catálogo do grupo 30.24 contém as especificações de material hidráulico. Os itens que estão destacados com a mesma coloração significam que possuem a mesma descrição, no entanto, possuem diferentes unidades

Leia mais

INSTRUÇÃO PARA APLICAÇÃO DE ÁCIDO

INSTRUÇÃO PARA APLICAÇÃO DE ÁCIDO INSTRUÇÃO PARA APLICAÇÃO DE ÁCIDO As impurezas contidas na água e que passam pelo sistema de filtragem são compostas por um grande número de substâncias de diversas naturezas. Existem vários métodos empregados

Leia mais

Declaração de Conflitos de Interesse. Nada a declarar.

Declaração de Conflitos de Interesse. Nada a declarar. Declaração de Conflitos de Interesse Nada a declarar. GESTÃO DA QUALIDADE DE FORNECEDORES ÁGUA REAGENTE Ana Paula Lima 2 Fornecedores O Sistema de Gestão da Qualidade do laboratório deve contemplar o fornecimento

Leia mais

MSK FILTRO COALESCENTE

MSK FILTRO COALESCENTE FILTRO COALESCENTE MSK 1 - INTRODUÇÃO 1.1. - FINALIDADE DESTE MANUAL Este manual proporciona informações de funcionamento, instalação, operação e manutenção dos filtros MS-série K. Leia este manual atentamente

Leia mais

Tratar os efluentes significa reduzir seu potencial poluidor através de processos físicos, químicos ou biológicos, adaptando-os aos padrões

Tratar os efluentes significa reduzir seu potencial poluidor através de processos físicos, químicos ou biológicos, adaptando-os aos padrões Tratamento de água e efluentes: do convencional ao sistema avançado O papel das membranas PARTE 1 TRATAMENTO FÍSICO QUÍMICO CONVENCIONAL Profa. Dr. ElisângelaMoraes 02 de dezembro de 2010 TRATAMENTO DE

Leia mais

Estudo e Levantamento das Melhores Soluções Técnicas para uma Unidade de Valorização de Biomassa como Combustível

Estudo e Levantamento das Melhores Soluções Técnicas para uma Unidade de Valorização de Biomassa como Combustível Estudo e Levantamento das Melhores Soluções Técnicas para uma Unidade de Valorização de Biomassa como Combustível 1. Enquadramento De acordo com a prestação de serviços para o Desenvolvimento de uma unidade

Leia mais

Manual Filtros SFMC 150/400/1000

Manual Filtros SFMC 150/400/1000 Manual Filtros SFMC 150/400/1000 Filtro Micrônico e Coalescente, com capacidade de retenção de sólidos de 5 micra e separação de água com eficiência de 99,5% e vazão de 150 ou 400 litros por minuto. Composto

Leia mais

Serviços Móveis de Água

Serviços Móveis de Água Serviços Móveis de Água Qualidade e segurança com mobilidade disponíveis FILTRAÇÃO Com capacidades a partir de 5m³/h. Remoção de sólidos suspensos, odor e sabor. ABRANDAMENTO Com capacidades a partir de

Leia mais

SOLUÇÕES EM ARMAZENAGEM DESDE 1966

SOLUÇÕES EM ARMAZENAGEM DESDE 1966 SOLUÇÕES EM ARMAZENAGEM DESDE 1966 TECNOLOGIA EM SOFTWARE A Theodosio Randon utiliza software CAD 3D, específico para atender com segurança e controle todas as etapas do processo. 2 Há mais de 50 anos,

Leia mais

SISTEMA DE TRATAMENTO DE ÁGUA NÃO POTÁVEL

SISTEMA DE TRATAMENTO DE ÁGUA NÃO POTÁVEL SISTEMA DE TRATAMENTO DE ÁGUA NÃO POTÁVEL 0 Emissão inicial. Nº Revisões Aprovação Data Cliente Projeto: Endereço Assunto Sistema de tratamento de água não potável Descrição de Sistema Documento Data:

Leia mais

FILTROS DE CARVÃO ATIVADO GRANULADO ( TFCAG )

FILTROS DE CARVÃO ATIVADO GRANULADO ( TFCAG ) FILTROS DE CARVÃO ATIVADO GRANULADO ( TFCAG ) TFCAG FILTRO DE CARVÃO ATIvado Os filtros de carvão ativado são projetados e fabricados conforme a norma ASME-SEÇÃO VIII - DIVISÃO I, bem como NR-13, garantindo

Leia mais

Sistemas de Pressurização Série TAP CPW- Tanques de Pressão

Sistemas de Pressurização Série TAP CPW- Tanques de Pressão Sistemas de Pressurização Série TAP - Menor consumo de energia TAP-08 C TAP-20 C TAP-20 A Sistema com tanque de pressão, ideal para residências de até 2 banheiros. Aplicações Gerais Pressurização de rede

Leia mais

Filtração. João Karlos Locastro contato:

Filtração. João Karlos Locastro contato: 1 Filtração João Karlos Locastro contato: prof.joaokarlos@feitep.edu.br 2 Definição Processo de separação sólido-líquido utilizado para promover a remoção de material particulado presente na fase líquida.

Leia mais

SISTEMA DE TRATAMENTO DE ÁGUA NÃO POTÁVEL

SISTEMA DE TRATAMENTO DE ÁGUA NÃO POTÁVEL SISTEMA DE TRATAMENTO DE ÁGUA NÃO POTÁVEL 0 Emissão inicial. Nº Revisões Aprovação Data Cliente Projeto: Endereço Assunto Sistema de tratamento de água não potável Memorial de Cálculo Documento Data: Índice

Leia mais

Aula 5: Filtração. Introdução. Classificação dos filtros

Aula 5: Filtração. Introdução. Classificação dos filtros Curso: Engenharia Civil Disciplina: Sistema de Tratamento de Água e Esgoto Prof(a): Marcos Heleno Guerson de O Jr Nota de Aula! Aula 5: Filtração Introdução Após a passagem da água pelo tanque de decantação

Leia mais

PREÇO Unit. TOTAL U ANEL DE VEDAÇÃO PARA VASO SANITÁRIO. QM 6,24 312, U

PREÇO Unit. TOTAL U ANEL DE VEDAÇÃO PARA VASO SANITÁRIO. QM 6,24 312, U MODALIDADE MAPA DE ADJUDICAÇÃO Elaborado em 14 de Abril de 2016 ( ) PREGÃO PRESENCIAL Nº /2016 ( ) INEXIGÍVEL LICITAÇÃO, ART. 25 INC. ( ) DISPENSA DE LICITAÇÃO ART. 24 INC. II () CONVITE Nº /2016 (x) TOMADA

Leia mais

AC FILTRO COLETOR DE ÁGUA DA CHUVA MANUAL DE INSTRUÇÕES E INSTALAÇÃO APLICAÇÃO PARA TELHADOS DE ATÉ 500m²

AC FILTRO COLETOR DE ÁGUA DA CHUVA MANUAL DE INSTRUÇÕES E INSTALAÇÃO APLICAÇÃO PARA TELHADOS DE ATÉ 500m² Água da Chuva AC-500 - FILTRO COLETOR DE ÁGUA DA CHUVA MANUAL DE INSTRUÇÕES E INSTALAÇÃO APLICAÇÃO PARA TELHADOS DE ATÉ 500m² FICHA TÉCNICA Filtro para aproveitamento de água da chuva Conexões de entrada:

Leia mais

FILTROS PARA VAPOR, GÁS E LÍQUIDO

FILTROS PARA VAPOR, GÁS E LÍQUIDO FILTROS PARA VAPOR, GÁS E LÍQUIDO Foi pensando no FUTURO, que em 993 nasceu a TECHFILTER. Uma empresa que desde então trabalha constantemente em busca de soluções e tecnologias para tratamento, reúso e

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO

MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO Ambiental MS Projetos Equipamentos e Sistemas Ltda. MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SISTEMA DE TRATAMENTO E REÚSO DE ÁGUA DE LAVAGEM DE VEÍCULOS MS ECO RA 1500 REV.02 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO AO SISTEMA

Leia mais

para fluxo laminar, com número de Reynolds N R menor que para fluxo turbulento, com número de Reynolds N vs

para fluxo laminar, com número de Reynolds N R menor que para fluxo turbulento, com número de Reynolds N vs taxa de escoamento superficial, mas também a velocidade de escoamento horizontal em seu interior, para evitar que sejam arrastados os flocos sedimentados. A velocidade máxima de escoamento horizontal segundo

Leia mais

Sistemas de Filtragem e Fertirrigação

Sistemas de Filtragem e Fertirrigação Sistemas de Filtragem e Fertirrigação Irrigação Localizada Filtros uma medida eficaz na redução de bloqueios físicos dos emissores; escolha dos filtros deve ser realizada de acordo com o tipo de emissor

Leia mais

Filtros de Água Potável. Manual de instalação, operação e manutenção

Filtros de Água Potável. Manual de instalação, operação e manutenção Manual de instalação, operação e manutenção Índice Produto...2 Conheça seu Equipamento...3 Cuidados com a instalação...4 Instalação...6 Esquema de montagem do tanque...10 Manutenção...11 Identificando

Leia mais

FILTRO CARTUCHO DADOS DE OPERAÇÃO DO FILTRO:

FILTRO CARTUCHO DADOS DE OPERAÇÃO DO FILTRO: FILTRO CARTUCHO Os filtros tipo cartucho são usados em indústrias alimentícias, química, petroquímica, papel e celulose para filtragem de ácidos e bases, aminas, água potável e industrial, óleo à base

Leia mais

Comparativo de Produtos

Comparativo de Produtos Comparativo de Produtos Filtros de Areia Netafim vs. Filtros de Areia Hidro Solo, Novembro de 2013 AGENDA 1. Introdução 2. Comparativo 3. Conclusão 2 Introdução Filtros de Areia Filtragem em geral é fundamental

Leia mais

I ENCONTRO DAS ÁGUAS. 13 a 15 de maio de Campo Grande MS. Materiais Filtrantes para Tratamento de Água Potável e Efluentes Industriais.

I ENCONTRO DAS ÁGUAS. 13 a 15 de maio de Campo Grande MS. Materiais Filtrantes para Tratamento de Água Potável e Efluentes Industriais. I ENCONTRO DAS ÁGUAS 13 a 15 de maio de 2009 - Campo Grande MS Realização: SINTERCON Painel : Título da Palestra: Materiais Filtrantes para Tratamento de Água Potável e Efluentes Industriais. Palestrante:

Leia mais

Tecnologia em Filtração

Tecnologia em Filtração FILTRO AUTOLIMPANTE MULTIELEMENTOS S o l u ç õ e s GLOBAIS em filtragem desde 1967 Indústria de Filtros Barra Ltda. Escritório: Av. do Cursino, 1939 - Sala 1 - Jardim da Saúde - São Paulo - SP Tel: (11)

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO FCI INOX

MANUAL DE INSTALAÇÃO FCI INOX MANUAL DE INSTALAÇÃO FCI INOX Parabéns você acaba de adquirir um filtro central de inox. A seguir lhe mostraremos o passo a passo para fazer a correta instalação do seu filtro central de inox, garantindo

Leia mais

4.2 Filtração por média 108

4.2 Filtração por média 108 4 4.1 Filtração Mecânica 100 4.1a Filtros Arion 100 4.1b Filtros centrífugos Aqualine inox 103 4.1c Cintropur 104 4.2 Filtração por média 108 4.2a Eliminação de matérias em suspensão: Filtro AG 108 4.2b

Leia mais

Aproveitamento de água de chuva Cristelle Meneghel Nanúbia Barreto Orides Golyjeswski Rafael Bueno

Aproveitamento de água de chuva Cristelle Meneghel Nanúbia Barreto Orides Golyjeswski Rafael Bueno Aproveitamento de água de chuva Cristelle Meneghel Nanúbia Barreto Orides Golyjeswski Rafael Bueno 1 IMPORTÂNCIA Água doce: recurso limitado ONU (2015): escassez de água afetará dois terços da população

Leia mais

Introdução. Sistemas. Tecnologia. Produtos e Serviços

Introdução. Sistemas. Tecnologia. Produtos e Serviços Introdução Apresentamos nosso catálogo técnico geral. Nele inserimos nossa linha de produtos que podem ser padronizados ou de projetos desenvolvidos para casos específicos. Pedimos a gentileza de nos contatar

Leia mais

GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS HÍDRICOS DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO - GALEÃO. Pedro Masiero Jr.

GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS HÍDRICOS DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO - GALEÃO. Pedro Masiero Jr. 18 de agosto de 2010, Rio de Janeiro GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS HÍDRICOS DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO - GALEÃO. Pedro Masiero Jr. O Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro Dados

Leia mais

Estação de Tratamento e Reúso de Água (ETRA) do CENPES

Estação de Tratamento e Reúso de Água (ETRA) do CENPES Estação de Tratamento e Reúso de Água (ETRA) do CENPES German-Brazilian Environment Seminar - Water Efficiency for Industries Painel II Cases Sílvia Lima Touma 09/11/2017 PRGE/ENG/CIUT/TAE Torres de Resfriamento

Leia mais

Soluções em armazenagem.

Soluções em armazenagem. Soluções em armazenagem. Há mais de 50 anos, a Theodosio Randon é referência em agilidade e fidelização de clientes, investindo em tecnologias que garantem alto padrão de qualidade nas mais diversas soluções

Leia mais

Especificação Técnica do Alimentador de Fluxantes para Máquinas de Lingotamento Contínuo de Placas

Especificação Técnica do Alimentador de Fluxantes para Máquinas de Lingotamento Contínuo de Placas Especificação Técnica do Alimentador de Fluxantes para Máquinas de Lingotamento Contínuo de Placas 1.0. Especificação Técnica: 1.1. Descrição Funcional O alimentador de fluxantes, que é montado em um carro

Leia mais

FILTRO COALESCENTE MSK

FILTRO COALESCENTE MSK FILTRO COALESCENTE MSK 1 - INTRODUÇÃO 1.1. - FINALIDADE DESTE MANUAL Este manual proporciona informações de funcionamento, instalação, operação e manutenção dos filtros coalescentes MS-série K, que colocam

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO DECIV DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO DECIV DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO DECIV DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL Tratamento de Água: Filtração DISCIPLINA: SANEAMENTO PROF. CARLOS EDUARDO F MELLO e-mail: cefmello@gmail.com Conceito É um processo

Leia mais

Manual de Instruções Filtro AQUABLOCK Fonte ampliada ( 36 )

Manual de Instruções Filtro AQUABLOCK Fonte ampliada ( 36 ) Manual de Instruções Filtro AQUABLOCK Fonte ampliada ( 36 ) Original Aquaplus Filtração Indústria e Comércio Ltda. Rua Vicente Sores da Costa, 128 / 130 Jd. Primavera São Paulo SP - CEP 02755-000 CNPJ

Leia mais

Teramb, Empresa Municipal de Gestão e Valorização Ambiental, EEM

Teramb, Empresa Municipal de Gestão e Valorização Ambiental, EEM Governo dos Açores Direção Regional do Ambiente Operador de Gestão de Resíduos Teramb, Empresa Municipal de Gestão e Valorização Ambiental, EEM NIF 509620515 E-Mail teramb@gmail.com Instalação Aterro Intermunicipal

Leia mais

Secretaria de Estado da Saúde Instituto Butantan. Reúso de Água no Laboratório de Influenza: Case do Instituto Butantan

Secretaria de Estado da Saúde Instituto Butantan. Reúso de Água no Laboratório de Influenza: Case do Instituto Butantan Secretaria de Estado da Saúde Instituto Butantan Reúso de Água no Laboratório de Influenza: Case do Instituto Butantan Neuzeti Maria dos Santos Tel.: (11) 2627-3836 Email: neuzeti.santos@butantan.gov.br

Leia mais

00 EMISSÃO INICIAL 25/03/2015 EVARISTO PM. Rev Modificação Data Elaboração Verificação CONSÓRCIO PM

00 EMISSÃO INICIAL 25/03/2015 EVARISTO PM. Rev Modificação Data Elaboração Verificação CONSÓRCIO PM 00 EMISSÃO INICIAL 25/03/2015 EVARISTO PM Rev Modificação Data Elaboração Verificação CONSÓRCIO PM PJJ Malucelli Arquitetura S/S Ltda. MEP Arquitetura e Planejamento Ltda. Empreendimento HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

Leia mais

PROPOSTA. Pregão. Proposta(s) Item: 0001 Descrição: Bebedouro, conforme edital. Quantidade: 3 Unidade de Medida: Unidade

PROPOSTA. Pregão. Proposta(s) Item: 0001 Descrição: Bebedouro, conforme edital. Quantidade: 3 Unidade de Medida: Unidade PROPOSTA Pregão Órgão: Prefeitura Municipal de Esteio Número: 143/2012 Número do Processo: 16265/2012 Unidade de Compra: PREFEITURA MUNICIPAL DE ESTEIO Proposta(s) Item: 0001 Descrição: Bebedouro, conforme

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL DISCIPLINA Código: ENS 5160 Nome: Tratamento de Águas de Abastecimento Carga Horária: 108 horas/aula

Leia mais

Secador de Ar Comprimido por Adsorção Regeneração a quente ou a frio

Secador de Ar Comprimido por Adsorção Regeneração a quente ou a frio Secador de Ar Comprimido por Adsorção Regeneração a quente ou a frio Princípio da adsorção Secagem com alta eficiência e confiabilidade Determinadas aplicações de ar comprimido requerem um teor de umidade

Leia mais

FILTROS - 02/2017 Ficha de Filtração

FILTROS - 02/2017 Ficha de Filtração FILTROS Ficha de Filtração - 02/2017 CONTEÚDO 1. Filtros Manuais 1.1. Plásticos 1.1.1. PN0 1.1.2. PN 1.2. Metálicos 1.2.1. F-100 1.2.2. F-200 2. Filtros Semiautomáticos 3. Filtros Automáticos 3.1. Série

Leia mais

Maior Segurança e Produtividade em suas Operações

Maior Segurança e Produtividade em suas Operações Maior Segurança e Produtividade em suas Operações Sejam manuais ou automatizadas, operações de corte a plasma emitem radiação e gases que apresentam riscos ao meio ambiente, saúde e segurança dos trabalhadores

Leia mais

EFLUENTES LÍQUIDOS INDUSTRIAIS

EFLUENTES LÍQUIDOS INDUSTRIAIS EFLUENTES LÍQUIDOS INDUSTRIAIS 1 UNIDADES GERADORAS DE EFLUENTES NA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA Unidades de Produção; Manutenção; Caldeira e Torres de Resfriamento; Refeitório; Áreas Administrativas; Controle

Leia mais

Filtros para gás natural Séries FBLS-GNA e FBFS-GNA

Filtros para gás natural Séries FBLS-GNA e FBFS-GNA Aplicação Os filtros da séries FBLS-GNA e FBFS-GNA são utilizados em sistemas de GN e GNV. Aplicados também, nos sistemas de proteção para turbinas, compressores, intensificadores de pressão, proteção

Leia mais

Sistemas de Pressurização Série TAP - Tanques de Pressão

Sistemas de Pressurização Série TAP - Tanques de Pressão Sistemas de Pressurização Série TAP - Tanques de Pressão Menor consumoo de energia TAP-20 C TAP-35 C TAP-20 A TAP-35 A Sistema com tanque de pressão, ideal para residências de até 2 banheiros. Aplicações

Leia mais

Lavagem copos standard - pequena

Lavagem copos standard - pequena A gama de máquinas de lavar Electrolux é produzida para os clientes com elevada procura em termos de eficiência, economia e ergonomia nas operações de lavagem. A gama de produtos engloba máquinas de lavar

Leia mais

METALSINTER IND. E COM. DE FILTROS E SINTERIZADOS LTDA.

METALSINTER IND. E COM. DE FILTROS E SINTERIZADOS LTDA. MANUAL DO FILTRO MS-TC Estagio$ em Metal_Server`(I:) / ISO 9001_2000/manuais 1 INTRODUÇÃO 1.1 FINALIDADE DESTE MANUAL Este manual proporciona informações de funcionamento, instalação, operação e manutenção

Leia mais

ECOLINE é a linha de caixas de descarga de embutir de duplo fluxo capaz de conjugar economia, através da vazão de 3 ou 6 litros de água, com total

ECOLINE é a linha de caixas de descarga de embutir de duplo fluxo capaz de conjugar economia, através da vazão de 3 ou 6 litros de água, com total ECOLINE é a linha de caixas de descarga de embutir de duplo fluxo capaz de conjugar economia, através da vazão de 3 ou 6 litros de água, com total eficiência na limpeza da bacia sanitária. Imagem gentilmente

Leia mais

01/2010. Índice. Transporte... 2 Máquinas de Embalar... 3

01/2010. Índice. Transporte... 2 Máquinas de Embalar... 3 Índice Transporte... 2 Máquinas de Embalar... 3 Transporte Caixa transportadora Modelo: 9626/2 Caixa transportadora de ND-Polietileno, fechada Medidas: exterior (em cima): 900 x 550 x 360 mm Conteúdo:

Leia mais

Secador e Filtros para Ar e Gases

Secador e Filtros para Ar e Gases Secador e Filtros para Ar e Gases Garantia de ar comprimido puro e seco, ampliação da capacidade produtiva e melhoria da qualidade do ar na linha de produção. Série H Internacional A Série H Internacional,

Leia mais

Março / 2015 Página 01/05 TÍTULO: INSTALAÇÃO MÍNIMA PARA BARRILETE DE ENTRADA E SAÍDA ÁGUA EQUIPAMENTOS FAMÍLIA CHILLER SCROLL INVERTER

Março / 2015 Página 01/05 TÍTULO: INSTALAÇÃO MÍNIMA PARA BARRILETE DE ENTRADA E SAÍDA ÁGUA EQUIPAMENTOS FAMÍLIA CHILLER SCROLL INVERTER Março / 2015 Página 01/05 TÍTULO: INSTALAÇÃO MÍNIMA PARA BARRILETE DE ENTRADA E SAÍDA ÁGUA EQUIPAMENTOS FAMÍLIA CHILLER SCROLL INRTER DE NOS DA SUMÁRIO Descritivo para instalação hidráulica mínima para

Leia mais

parâmetros de cálculo 4. Velocidade 5. Vazão

parâmetros de cálculo 4. Velocidade 5. Vazão parâmetros de cálculo 4. Velocidade Velocidade é distância percorrida por unidade de tempo. A unidade usual é m/s. Uma maneira de entender a velocidade da água na tubulação é imaginar uma partícula de

Leia mais

TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA. Nº. 016/ 2012 CREA/MG E FUNASA Setembro/2013

TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA. Nº. 016/ 2012 CREA/MG E FUNASA Setembro/2013 TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA Nº. 016/ 2012 CREA/MG E FUNASA Setembro/2013 S Capacitação de Técnicos e Gestores para Elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico Módulo I Infraestrutura de Abastecimento

Leia mais

Reutilização de águas residuais tratadas ASPECTOS TÉCNICOS DO DESENVOLVIMENTO DE SRART

Reutilização de águas residuais tratadas ASPECTOS TÉCNICOS DO DESENVOLVIMENTO DE SRART Reutilização de águas residuais tratadas ASPECTOS TÉCNICOS DO DESENVOLVIMENTO DE SRART 1 Remoção de teores residuais de sólidos em suspensão Teores reduzidos de SS (< 30 mg/l); Matéria orgânica recalcitrante,

Leia mais

Aspiradores industriais

Aspiradores industriais AERO 21 é uma gama de aspiradores compactos e simultaneamente robustos, ideais tanto para aspiração em seco como húmido. Depois de terminar o trabalho pode facilmente despejar o desito, inclinando-o ou

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias Mestrado e Doutorado

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias Mestrado e Doutorado UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas NEAS - Núcleo de Engenharia de Água e Solo Campus Universitário de Cruz das Almas, Bahia Programa de Pós-Graduação

Leia mais

BERMAD Irrigação. Válvulas de Controle de Estações de Filtragem. Aplicações Típicas. Operação de Câmara

BERMAD Irrigação. Válvulas de Controle de Estações de Filtragem. Aplicações Típicas. Operação de Câmara NOVO Irrigação Coluna de Controle de Irrigação Estações de Filtragem Válvulas de Controle de Estações de Filtragem Uma das formas mais comuns de limpes elementos filtrantes de areia, cascalho, disco ou

Leia mais

Filtragem Cerâmica de Gases Quentes

Filtragem Cerâmica de Gases Quentes Filtragem Cerâmica de Gases Quentes T: (31) 3547-3868 oretec@oretec.com.br W: www.oretec.com.br T: (31) 3547-3868 oretec@oretec.com.br W: www.oretec.com.br Filtragem Cerâmica de Gases Quentes A Macrotec

Leia mais

Mini Chiller Linha Ice Control Mini Chiller compactos com condensação a AR

Mini Chiller Linha Ice Control Mini Chiller compactos com condensação a AR Mini Chiller Linha Ice Control Mini Chiller compactos com condensação a AR A linha de Unidades trocadora de CALOR (MGA ) Ice Control é uma solução econômica e compacta desenvolvida para atender diversas

Leia mais

Filtro automático AF 71 H

Filtro automático AF 71 H MAHLE Industrialfiltration is now Filtration Group For more information, visit wwwfiltrationgroupcom Filtro automático AF 7 H com raspador metálico Pressão alto até bar Informações Os filtros automáticos

Leia mais

LINHA CONDOR. Rua Dr. Luiz Miranda, Pompeia - SP - Tel. (14) Fax. (14)

LINHA CONDOR. Rua Dr. Luiz Miranda, Pompeia - SP - Tel. (14) Fax. (14) Rua Dr. Luiz Miranda, 1650 17580000 Pompeia SP Tel. (14) 3405 2100 Fax. (14) 3452 1916 Email: vendas@jacto.com.br PROTEJA O MEIO AMBIENTE. AO INUTILIZAR ESTE FOLHETO, NÃO JOGUE EM VIAS PÚBLICAS. www.jacto.com.br

Leia mais

Filtros de Bolsas. Para Montagem em Paredes F2-004 TROX DO BRASIL

Filtros de Bolsas. Para Montagem em Paredes F2-004 TROX DO BRASIL F2-004 Filtros de Bolsas Para Montagem em Paredes TROX DO BRASIL Rua Alvarenga, 2025 05509-005 São Paulo SP Fone: (11) 3037-3900 Fax: (11) 3037-3910 E-mail: trox@troxbrasil.com.br www.troxbrasil.com.br

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTRUÇÕES INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO AQUECEDORES ELÉTRICOS Aquecedores de 30 kw, 36 kw e 48 kw Aquecedores em série: 2 x 30 (60 kw) e 2 x 36 (72 kw) REV. B: AGOSTO/2010 E-384832-3 ÍNDICE PÁGINA Descrição 3 GERAL 3 EQUIPAMENTO

Leia mais

Capítulo I Água potável, mineral e de mesa

Capítulo I Água potável, mineral e de mesa Ciência Alimentar e Saúde Composição de Alimentos II Capítulo I Água potável, mineral e de mesa Água Potável deve ser transparente, sem cor, sem odor, livre de microorganismos patogénicos (baixo em microorganismos

Leia mais

I ENCONTRO DAS ÁGUAS. 13 a 15 de maio de Campo Grande MS. Gestão de Processos. Realização: SINTERCON. Painel : Produção de Hipoclorito de Sódio

I ENCONTRO DAS ÁGUAS. 13 a 15 de maio de Campo Grande MS. Gestão de Processos. Realização: SINTERCON. Painel : Produção de Hipoclorito de Sódio I ENCONTRO DAS ÁGUAS 13 a 15 de maio de 2009 - Campo Grande MS Realização: SINTERCON Painel : Título da Palestra: Palestrante: Gestão de Processos Produção de Hipoclorito de Sódio Mateus Eurico Viana Empresa:

Leia mais

Controle térmico em processos de conformação de plásticos

Controle térmico em processos de conformação de plásticos Controle térmico em processos de conformação de plásticos O controle preciso da temperatura é essencial na indústria de plásticos. Para cada aplicação e matéria-prima processada há uma solução de resfriamento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO IZANA MANUELA ARAÚJO FERREIRA DE MEDEIROS ABRANDAMENTO DE ÁGUAS VIA TROCA IÔNICA Natal, Maio

Leia mais

Mais sol na sua vida

Mais sol na sua vida Mais sol na sua vida 2 Aquecedor Solar Coletor Solar Linha Quality Selo PROCEL de eficiência energética 3 Maior eficiência e durabilidade Solda por ultrassom: máxima condução de calor e maior eficiência

Leia mais

BOMBA DE TESTE HIDROSTÁTICO MODELO 830 PARA 30 E 60 BAR

BOMBA DE TESTE HIDROSTÁTICO MODELO 830 PARA 30 E 60 BAR BOMBA DE TESTE 830 PARA 30 E 60 BAR 11-5611-3865 caldeiras e recipientes sobre pressão e especialmente indicado na construção civil. Capacidade / Desempenho: Não acompanha reservatório - 0 a 30 kgf/cm2

Leia mais

UTILIZAR SEMPRE LUBRIFICADOR DE LINHA;

UTILIZAR SEMPRE LUBRIFICADOR DE LINHA; 1 de 10 1. AFIADORA MEGAMASTER A1P Características Principais: Consumo de ar comprimido: Rotação: Peso (sem mangueiras): Pressão de água: 40 pcm a 120 psi 20.000 rpm 1,00 Kg Mín. 1 bar / Máx. 4 bar Bitola

Leia mais

Tratamento do Ar Comprimido

Tratamento do Ar Comprimido Definição: O ar comprimido é caracterizado por 3 tipos de contaminantes: 1. Partículas (poeira ou sólido): Provenientes do próprio ambiente e da parte interna da tubulação do ar comprimido. Tem como consequência:

Leia mais

1.1. un. 1,00 R$ 750,00 R$ 750,

1.1. un. 1,00 R$ 750,00 R$ 750, 1-CECORES - Centro de Comunidade da Vila Restinga: Localizado na rua Economista Nilo Wülf s/n bairro Restinga Nova 1.1 granulometria entre 18 e 30 mesh do Filtro marca EPEX RR95. Quantidade: 2 (duas) unidades

Leia mais

O USO DE ESPESSADORES DE LAMELAS NA RECUPERAÇÃO DE ÁGUA DE PROCESSO NA MINERAÇÃO

O USO DE ESPESSADORES DE LAMELAS NA RECUPERAÇÃO DE ÁGUA DE PROCESSO NA MINERAÇÃO O USO DE ESPESSADORES DE LAMELAS NA RECUPERAÇÃO DE ÁGUA DE PROCESSO NA MINERAÇÃO Ivo Takeshi Asatsuma (1), Eduardo Salles Campos (2) (1) Prominer Projetos S/C Ltda./ (2) CDC Equipamentos Industriais Ltda.

Leia mais

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 4 Prof. Clélio AULA 4. Volume I do Livro Texto CONTEÚDO: Capítulo 7. Purgadores de Vapor, Separadores Diversos e Filtros.

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 4 Prof. Clélio AULA 4. Volume I do Livro Texto CONTEÚDO: Capítulo 7. Purgadores de Vapor, Separadores Diversos e Filtros. AULA 4 Volume I do Livro Texto CONTEÚDO: Capítulo 7 Purgadores de Vapor, Separadores Diversos e Filtros. 1 LINHAS DE VAPOR Nas linhas de vapor sempre haverá água líquida (condensado) resultante da condensação

Leia mais

Cuidamos da sua água! manual

Cuidamos da sua água! manual Cuidamos da sua água! manual 00 0 Cuidamos da sua água! 00 0 manual índice Ficha técnica e características do produto ECOFILTER... Tabela de características... ECOFILTER 00... Lista de peças... 9 Filtração...

Leia mais

A. MÉTODOS PARA APLICAÇÃO DE MATERIAL DESINFETANTE

A. MÉTODOS PARA APLICAÇÃO DE MATERIAL DESINFETANTE Agência Nacional de Vigilância Sanitária Portos, Aeroportos e Fronteiras Anexo XI PLANO DE LIMPEZA E DESINFECÇÃO EMBARCAÇÕES MÉTODO I A. MÉTODOS PARA APLICAÇÃO DE MATERIAL DESINFETANTE Técnica de Desinfecção

Leia mais

Aula: Processo de Filtração

Aula: Processo de Filtração Aula: Processo de Filtração Definição: É uma operação unitária que tem por finalidade, a separação de um sólido insolúvel presente em um fluido (líquido ou gás), através da passagem desta mistura sólido-fluido

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00045/

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00045/ 22202 - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUARIA 135011 - EMBRAPA/CNPA RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00045/2012-000 1 - Itens da Licitação 1 - CIMENTO PORTLAND CIMENTO PORTLAND, MATERIAL CLINKER,

Leia mais

INTRODUÇÃO INTERFERÊNCIA DA TURBIDEZ NO PROCESSO DE TRATAMENTO:

INTRODUÇÃO INTERFERÊNCIA DA TURBIDEZ NO PROCESSO DE TRATAMENTO: IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SEPARADOR PARA REDUÇÃO DE INTERFERENTES FÍSICO-QUÍMICOS, CAUSADOS POR RESÍDUOS DE MACRÓFITAS, NA ÁGUA CAPTADA PARA ABASTECIMENTO HUMANO (Julho/2010) TRATAMENTO DE ÁGUA: Remoção de

Leia mais

SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA - 3P TECHNIK

SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA - 3P TECHNIK SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA - 3P TECHNIK INSTALAÇÃO: Figura 1 Para instalação e montagem das conexões, siga os seguintes passos: 1) Os tubos que descem das calhas são conectados nas entradas

Leia mais

Tipos de filtros. Teoria da Filtração. Tipos de filtros. Tipos de filtros

Tipos de filtros. Teoria da Filtração. Tipos de filtros. Tipos de filtros Filtração é uma operação unitária que tem por objetivo a separação mecânica de um sólido de um fluido, seja este fluido um líquido ou gás. Suspensão Filtração Resíduo, torta ou bolo Meio Filtrante permeável

Leia mais

Video coagulação/floculação

Video coagulação/floculação Video coagulação/floculação Tratamento de Águas para Consumo Humano FILTRAÇÃO: Consiste na remoção de substâncias em suspensão, para as quais a sedimentação não foi eficaz através da passagem da água por

Leia mais

Versatilidade e giro garantido

Versatilidade e giro garantido Versatilidade e giro garantido A Masterlux chegou para tornar a instalação e a manutenção dos eletrodomésticos uma atividade cada vez mais fácil e descomplicada. Com uma linha exclusiva de acessórios para

Leia mais

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA VALORES PARA ELABORAÇÃO DE PLANILHAS ORÇAMENTÁRIAS

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA VALORES PARA ELABORAÇÃO DE PLANILHAS ORÇAMENTÁRIAS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA VALORES PARA ELABORAÇÃO DE PLANILHAS ORÇAMENTÁRIAS CÓDIGO DESCRIÇÃO UND PREÇO 70-31-01-063 E REVISÃO DE PORTÃO EM GRADE DE FERRO M2 46,63 70-31-01-064 E VÁLVULA

Leia mais

Laboratório de Química dos Elementos QUI

Laboratório de Química dos Elementos QUI ÁGUA DURA A dureza da água pode ter origem natural por contato da água com o solo, onde a presença de dióxido de carbono dissolvido na água provoca a solução de sais pouco solúveis. Em depósitos subterrâneos,

Leia mais

FILTROS COALESCENTES HI- ELEMENTO COALESCENTE PREMIUM nanofibras de borossilicato - Alarme sonoro para despressurização da carcaça evita acidentes no momento da troca do elemento filtrante - Cada elemento

Leia mais

Autor: Adalcino Fernandes Reis Neto

Autor: Adalcino Fernandes Reis Neto 17 a 20 de Agosto de 2010, Rio de Janeiro REMOÇÃO DE MANGANÊS EM ÁGUA SUBTERRÂNEAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO ATRAVÉS DO PROCESSO DE PRÉ OXIDAÇÃO E FILTRAÇÃO EM AREIA Autor: Adalcino Fernandes Reis Neto

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO PARA TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES COM TECNOLOGIA DE OZÔNIO

IMPLEMENTAÇÃO PARA TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES COM TECNOLOGIA DE OZÔNIO PROJETO PRIMEIRO RELATÓROIO TÉNICO IMPLEMENTAÇÃO PARA TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES COM TECNOLOGIA DE OZÔNIO COORDENADOR DO PROJETO: PROF. DR. WILSON CABRAL ELABORADO POR: PROF. DR. WILFREDO IRRAZABAL

Leia mais

TABELA AUTOCLISMOS. Figura Código do Art.º Designação do Artigo un. Preço un. ( ) Descarga de água: - 3 ou 6 litros

TABELA AUTOCLISMOS. Figura Código do Art.º Designação do Artigo un. Preço un. ( ) Descarga de água: - 3 ou 6 litros Figura Código do Art.º Designação do Artigo Preço ( ) AUTOCLISMO DE EMBUTIR (S/ ESTRUTURA AUTOPORTANTE) MODELO ALCAMODUL Modelo para colocação (embutido) em paredes de alvenaria. Possui um sistema de fixação

Leia mais

PHA 3418 TECNOLOGIA DE SEPARAÇÃO POR MEMBRANAS PARA TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES. Aula 8 Procedimentos de Limpeza química e Sanitização

PHA 3418 TECNOLOGIA DE SEPARAÇÃO POR MEMBRANAS PARA TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES. Aula 8 Procedimentos de Limpeza química e Sanitização PHA 3418 TECNOLOGIA DE SEPARAÇÃO POR MEMBRANAS PARA TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES Aula 8 Procedimentos de Limpeza química e Sanitização Prof.: José Carlos Mierzwa mierzwa@usp.br Operações de limpeza e

Leia mais

Instalações Hidráulicas/Sanitárias Água Fria (Parte 2)

Instalações Hidráulicas/Sanitárias Água Fria (Parte 2) Instalações Hidráulicas/Sanitárias Água Fria (Parte 2) Critérios para Dimensionamento Consumo máximo possível das Tubulações Este critério se baseia na hipótese do uso simultâneo de todas as peças de utilização

Leia mais

LEWATIT MonoPlus S 108

LEWATIT MonoPlus S 108 Lewatit MonoPlus S 108 é uma resina de troca iônica fortemente ácida, do tipo gel na forma de Na com contas de tamanho uniforme (monodispersa) com base no copolímero de estireno-divinilbenzeno. Devido

Leia mais