ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO (40 h)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO (40 h)"

Transcrição

1 ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO (40 h) AULA 01 - APRESENTAÇÃO Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil

2 APRESENTAÇÃO Philipe do Prado Santos - Engenheiro Civil e Administrador pela Faculdade de Tecnologia e Ciências Especialista em Gerenciamento de Obras da Construção Civil pela AVM Faculdade Integrada. elementos

3 OBJETIVOS Capacitar o aluno a conhecer e praticar noções gerais dos elementos que constituem o domínio do espaço tridimensional e da infraestrutura urbana, bem como apreender os conteúdos, à partir de estudos genéricos dos elementos históricos, teóricos e legais, para associá-los as características próprias do curso de Engenharia Civil.

4 OBJETIVOS Introduzir os conceitos de percepção, cognição e uso do espaço, possibilitando maior compreensão dos processos de criação de novos objetos, espaços, ambientes e relações que neles se desenvolvam; Discutir e compreender a importância do estudo de viabilidade para criação de projetos de expansão urbana;

5 OBJETIVOS Compreender as normas do Plano Diretor Urbano da cidade de Vitória da Conquista; Introduzir e desenvolver, através de exercícios práticos, uma metodologia de projeto que permita a análise de problemas e o desenvolvimento de soluções projetuais;

6 OBJETIVOS Introduzir e desenvolver a noção de escala humana nos âmbitos da paisagem natural e construída, da edificação e do objeto; Desenvolver a capacidade de imaginação e criatividade, utilizando o desenho e a confecção de modelos, como meios de criação e representação de espaços e elementos tridimensionais em diferentes escalas.

7 EMENTA I Estudo de viabilidade para criação de projetos de expansão urbana I Análise do Plano Diretor Urbano e Lei de Zoneamento e de Ocupação do Solo. I Organização do espaço físico. I Representação gráfica de um projeto. I Equipamentos urbanos.

8 METODOLOGIA ENCONTROS PRESENCIAIS (40 h) Aulas expositivas, escritas e dialogadas com exemplos práticos; Exercícios práticos de fixação; Avaliação individual de todo o conteúdo ministrado; Trabalhos práticos para consolidação do aprendizado.

9 AVALIAÇÕES U1 = 1ª unidade - 40 pontos T = Trabalhos - 20 pontos U2 = 2ª unidade - 40 pontos TOTAL DE NO SEMESTRE: 100 PONTOS MC = U1 + T + U2 MC 70 (APROVADO) 40 MC 70 (REPROVADO, com direito à Avaliação Final) MC < 40 (REPROVADO, sem direito à Avaliação Final)

10 INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO I UNIDADE Avaliação (A1) = 15 (quinze) pontos; Relatório (R1) = 5 (cinco) pontos; Seminário (S1) = 10 (dez) pontos; Trabalho 1 (T1) = 10 (dez) pontos; Totalizando de 40 pontos. Data da avaliação: - 28 de setembro de 2016 (quarta-feira) II UNIDADE Trabalho prático, totalizando 40 pontos. Avaliação (A2) = 20 pontos; Data da avaliação: - 30 de novembro de 2016 (quarta-feira) Aluno não matriculado não poderá fazer avaliação, nem entregar o portfólio;

11 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CHING, Francis D. K. Arquitetura: forma, espaço e ordem. São Paulo: Martins Fontes, Representação Gráfica em Arquitetura. São Paulo: Bookman, HERTZBERGER, Herman. Lições de Arquitetura. São Paulo, Martins Fontes, UNWIN, Simon. A análise da arquitetura. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, WONG, Wucius. Princípios de forma e desenho. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

12 ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO NOÇÕES DE DESENHO Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil

13 DESENHO ARQUITETÔNICO I Forma de comunicação. I Código para uma linguagem, estabelecida entre o emissor (o desenhista ou projetista) e o receptor (o leitor do projeto). I Elaboração de um documento que contém, na linguagem de desenho, informações técnicas relativas a uma obra arquitetônica.

14 DESENHO ARQUITETÔNICO

15 ABNT I Associação Brasileira de Normas Técnicas I Sistema de padronização I Um alicerce para garantir a qualidade de um projeto. I Facilitar a compreensão do projeto em nível nacional, todos os componentes que envolvem o desenho de arquitetura e engenharia são padronizados e normalizados em todo o país. I Existem normas específicas para cada elemento do projeto, assim como: caligrafia, formato do papel e outros.

16 ABNT I ABNT 6492 (ABR 1994) Representação de Projetos de Arquitetura I ABNT (OUT 1987) Folha de Desenho Leiaute e Dimensões I ABNT (MAIO 1995) Princípios gerais de representação em desenho técnico I ABNT 8403 (MAR 1984) Aplicação de linhas em desenhos

17 ABNT I ABNT 8196 (DEZ 1999) Emprego de Escalas I ABNT (NOV 1987) Cotagem em desenho técnico I ABNT (DEZ 1988) Apresentação da folha para desenho técnico I ABNT (DEZ 1989) Desenho Técnico Dobramento de cópia

18 ABNT I ABNT 9050 (MAIO 2004) Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos I ABNT 9077 (DEZ 2001) Saídas de emergência em edifícios

19 ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO FORMATOS Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil

20 ABNT (OUT 1987) Folha de Desenho Leiaute e Dimensões Norma complementar: ABNT ABNT Desenho técnico Dobramento de cópia - A0 formato máximo do papel (1m² de superfície) - A4 formato mínimo (para projetos)

21

22 CARIMBO O Carimbo (legenda) deve se situar no canto inferior direito das folhas de desenho que será destinado à titulação e numeração dos desenhos. A legenda deve conter 178 mm de comprimento nos formatos A4/A3/A2 e 175 mm nos formatos A1/A0

23

24 CARIMBO Deve conter no carimbo: I Identificação da empresa e do profissional responsável pelo projeto; I Identificação do cliente, nome do projeto ou do empreendimento; I Título do desenho; I Indicação sequencial dos números e letras; I Escalas; I Data; I Autoria do desenho e do projeto; I Indicação de revisão.

25

26 DOBRAMENTO ABNT Desenho técnico Dobramento de cópia O formato final deve ser o A4; O documento deve ser feito a partir do lado direito, em dobras verticais de acordo com as medidas indicadas na norma.

27 DOBRAMENTO

28 DOBRAMENTO

29 DOBRAMENTO A2

30 ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO ESCALAS Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil Prof. Philipe do Prado Santos

31 ESCALA ABNT - NBR 8196 Desenho Técnico - Emprego de escalas I Escala de um desenho é a relação entre as dimensões da peça real e o que está sendo representado. I Por exemplo, se dizemos que um desenho está na escala 1/50 significa que cada dimensão representada no desenho será 50 vezes maior na realidade, ou seja, cada 1 (um) centímetro que medirmos no papel corresponderá a 50 (cinquenta) centímetros na realidade.

32 ESCALA Um projeto na escala 1/100, significa que o desenho estará 100 vezes menor que a verdadeira dimensão/grandeza. Então, se estamos desenhando uma porta de nosso projeto, com 1 metro de largura, ela aparecerá no desenho, em escala, com 1 cm de comprimento.

33 ESCALA Exemplo: 1/10 e 1/100 terão desenhos completamente diferentes. Em 1/10 o desenho terá um décimo do tamanho do objeto real e em 1/100, terá um centésimo de seu tamanho. O desenho em 1/10 será bem mais detalhado que aquele em 1/100.

34 ESCALA Escalas recomendadas: I Escala 1:1, 1:2, 1:5 e 1:10 - Detalhamentos em geral; I Escala 1:20 e 1:25 - Ampliações de banheiros, cozinhas ou outros compartimentos; I Escala 1:50 - É a escala mais indicada e usada para desenhos de plantas, cortes e fachadas de projetos arquitetônicos; I Escala 1:75 É utilizada apenas em desenhos de apresentação que não necessitem ir para a obra.

35 ESCALA Escalas recomendadas: I Escala 1:100 - Opção para plantas, cortes e fachadas quando é inviável o uso de 1:50. Plantas de situação e paisagismo. Também para desenhos de estudos que não necessitem de muitos detalhes; I Escala 1:175 - Para estudos ou desenhos que não vão para a obra; I Escala 1:200 e 1:250- Para plantas, cortes e fachadas de grandes projetos, plantas de situação, localização, topografia, paisagismo e desenho urbano; I Escala 1:500 e 1: Planta de localização, paisagismo, urbanismo e topografia; I Escala 1:2000 e 1:5000 Projetos de urbanismo e zoneamento.

36 ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO TIPOS DE LINHAS, SÍMBOLOS, LETRAS E NÚMEROS Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil Prof. Philipe do Prado Santos

37 TIPOS DE LINHAS ABNT - NBR 8403 e NBR 6492 Aplicação de Linhas em Desenhos e Representação de Projeto de Arquitetura As linhas são os principais elementos do desenho arquitetônico. I As linhas de um desenho normatizado devem ser regulares, legíveis (visíveis) e devem possuir contraste umas com as outras.

38 TRAÇADO Quanta à espessura existem três variações básicas: I Traço Grosso - Representam elementos interceptados pelo plano de corte (linhas do primeiro plano) Usa-se grafite 0.7 ou 0.9 I Traço Médio - Representam elementos visíveis localizados depois do plano de corte (mobiliários, soleiras, peitoris) Usa grafite 0.5 I Traço Fino Representam linhas visíveis localizadas em planos relativamente distantes (paginação de piso, hachuras) Usa grafite 0.3

39 TIPOS DE LINHAS - NBR 8403

40 LETRAS E NÚMEROS Letras: Sempre maiúsculas e não inclinadas Números: Não inclinados A altura mínima é de 3 milímetros; O espaçamento entre linhas deve ser igual ou superior a 3mm; Deve usar a letra tipo BASTÃO.

41 LETRAS E NÚMEROS I Os desenhos devem ser lidos da base da folha de desenho ou de sua direita. As posições inversas a estas são consideradas de cabeça para baixo.

42 DIVISÃO DOS GRUPOS Próxima aula: Estudar o texto Introdução à Geografia Urbana. - Dividir a turma em grupos de até 6 pessoas. Este grupo será o mesmo para o desenvolvimento das atividades de todo o semestre. elementos

DESENHO TÉCNICO ESCALA

DESENHO TÉCNICO ESCALA DESENHO TÉCNICO ESCALA Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil Prof. Philipe do Prado Santos ESCALA ABNT - NBR 8196 Desenho Técnico - Emprego

Leia mais

DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO

DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO AULA 01 - APRESENTAÇÃO Mundi - Centro de Formação Técnica Unidade Vitória da Conquista BA Curso Técnico de Edificações APRESENTAÇÃO Philipe do Prado Santos - contato@philipeprado.eng.br

Leia mais

DESENHO TÉCNICO (40 h)

DESENHO TÉCNICO (40 h) DESENHO TÉCNICO (40 h) AULA 01 - APRESENTAÇÃO Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil APRESENTAÇÃO Philipe do Prado Santos - contato@philipeprado.eng.br

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Professor: João Carmo

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Professor: João Carmo INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Professor: João Carmo ELEMENTOS DO DESENHO TÉCNICO Os desenhos no papel continuam a ter importância, em particular para a fabricação,

Leia mais

Normatização e Padronização no Desenho Técnico

Normatização e Padronização no Desenho Técnico Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Normatização e Padronização no Desenho Técnico Professora Valéria Peixoto Borges NORMAS TÉCNICAS Primeiras Normas Técnicas

Leia mais

Código da Disciplina CCE0047 AULA 2.

Código da Disciplina CCE0047 AULA 2. Código da Disciplina CCE0047 AULA 2 http://cleliamonasterio.blogspot.com/ CURIOSIDADES DA GEOMETRIA: Subdivisão do retângulo ÁUREO em quadrados e em outros retângulos áureos: Subdivisão do retângulo HARMÔNICO

Leia mais

Representando Edificações

Representando Edificações Código da Disciplina CCE0985 Aula 7 Representando Edificações e-mail:clelia.monasterio@estacio.br http://cleliamonasterio.blogspot.com/ Escalas: NBR - 8196 Escala Numérica: é a relação que existe entre

Leia mais

FUNDAMENTOS DO DESENHO TÉCNICO NORMAS E CONVENÇÕES

FUNDAMENTOS DO DESENHO TÉCNICO NORMAS E CONVENÇÕES FUNDAMENTOS DO DESENHO TÉCNICO NORMAS E CONVENÇÕES 1. INTRODUÇÃO Importância: Para o projetista ou Engenheiro a arte de representar um objeto ou fazer sua leitura através do Desenho Técnico é muito importante,

Leia mais

Código da Disciplina CCE0985. Aula 2 DESENHO TECNICO 1 - EXERCÍCIO 1.

Código da Disciplina CCE0985. Aula 2 DESENHO TECNICO 1 - EXERCÍCIO 1. DESENHO TECNICO 1 - EXERCÍCIO 1 Código da Disciplina CCE0985 Aula 2 e-mail:clelia.monasterio@estacio.br http://cleliamonasterio.blogspot.com/ 5.00.70 1.00 1.00 1.00 1.00 1.00 1.50 LEGENDA DA DISCIPLINA:

Leia mais

Código da Disciplina CCE0047 AULA 2.

Código da Disciplina CCE0047 AULA 2. Código da Disciplina CCE0047 AULA 2 http://cleliamonasterio.blogspot.com/ CURIOSIDADES DA GEOMETRIA: Subdivisão do retângulo ÁUREO em quadrados e em outros retângulos áureos: Subdivisão do retângulo HARMÔNICO

Leia mais

DESENHO BÁSICO AULA 01. Desenho Técnico. Desenho. História do Desenho Técnico. Desenho Artístico Desenho Técnico

DESENHO BÁSICO AULA 01. Desenho Técnico. Desenho. História do Desenho Técnico. Desenho Artístico Desenho Técnico desenho de planta-baixa DESENHO BÁSICO AULA 01 Introdução ao Desenho Técnico Desenho Desenho Artístico Desenho Técnico Desenho Técnico Ramos do Desenho Técnico Mecânico Desenho Não-Projetivo: peças máquinas

Leia mais

Código da Disciplina CCE0047 AULA 3.

Código da Disciplina CCE0047 AULA 3. Código da Disciplina CCE0047 AULA 3 http://cleliamonasterio.blogspot.com/ Representação de projetos de arquitetura NBR- 6492: INFORMAÇÕES NA PRANCHA: Nome dos ambientes: Em todo e qualquer projeto arquitetônico,

Leia mais

NOÇÕES GERAIS DO DESENHO TÉCNICO MÓDULO 02. Aula 03

NOÇÕES GERAIS DO DESENHO TÉCNICO MÓDULO 02. Aula 03 NOÇÕES GERAIS DO DESENHO TÉCNICO MÓDULO 02 Aula 03 NOÇÕES GERAIS DO DESENHO TÉCNICO MÓDULO 02 Aula 03 09. Escala Atenção: O material está disponível apenas para este curso. É proibida cópia total ou parcial,

Leia mais

DESENHO TÉCNICO AULA 1: NORMAS PARA DESENHO TÉCNICO

DESENHO TÉCNICO AULA 1: NORMAS PARA DESENHO TÉCNICO AULA 1: NORMAS PARA Definição de Desenho Técnico Forma de expressão gráfica que tem por finalidade a representação de forma, dimensão e posição de objetos de acordo com as diferentes necessidades requeridas

Leia mais

DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO

DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil Prof. Philipe do Prado Santos

Leia mais

2 Representação Gráfica na Arquitetura

2 Representação Gráfica na Arquitetura 2 Representação Gráfica na Arquitetura 2.1 Traços Os traços de um desenho normatizado devem ser regulares, legíveis (visíveis) e devem possuir contraste umas com as outras. Linha auxiliar Linha fina Linha

Leia mais

DESENHO TÉCNICO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA

DESENHO TÉCNICO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA DESENHO TÉCNICO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil Prof. Philipe do Prado Santos PROJETOS ARQUITETÔNICOS

Leia mais

ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO

ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil Prof. Philipe do Prado

Leia mais

PLANTA BAIXA AULA 02 (parte I) Introdução ao Desenho Técnico (continuação) Escalas

PLANTA BAIXA AULA 02 (parte I) Introdução ao Desenho Técnico (continuação) Escalas PLANTA BAIXA AULA 02 (parte I) Introdução ao Desenho Técnico (continuação) Escalas 1 Escalas escala medida _ no _ desenho medida _ real _ ou _ verdadeira _ grandeza D VG Escala de ampliação Objeto real

Leia mais

Desenho Técnico. Aula 3 Prof. Daniel Cavalcanti Jeronymo. Tipos de papel e linhas

Desenho Técnico. Aula 3 Prof. Daniel Cavalcanti Jeronymo. Tipos de papel e linhas Desenho Técnico CP41F Tipos de papel e linhas Aula 3 Prof. Daniel Cavalcanti Jeronymo Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) Engenharia de Computação 3º Período 2016.1 1/20 Aplicação de linhas

Leia mais

CURSO COMPLETO DE PROJETO DE MÓVEIS. MÓDULO 01 Leitura e Interpretação de Projetos. Módulo 01 Leitura e Interpretação de Projetos

CURSO COMPLETO DE PROJETO DE MÓVEIS. MÓDULO 01 Leitura e Interpretação de Projetos. Módulo 01 Leitura e Interpretação de Projetos 1 CURSO COMPLETO DE PROJETO DE MÓVEIS MÓDULO 01 Leitura e Interpretação de Projetos CURSO COMPaLETO DE PROJETO DE MÓVEIS 2 MÓDULO 01 Aula 03 Assuntos a serem abordados 09. Escala Atenção: O material está

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DO DESENHO E NORMAS ABNT

PADRONIZAÇÃO DO DESENHO E NORMAS ABNT PADRONIZAÇÃO DO DESENHO E NORMAS ABNT Engenharia Civil e Engenharia de Produção Profa. msc. Maria Débora Loiola Bezerra Padronização do Desenho Primeiras Normas Técnicas (século XIX) Revolução Industrial

Leia mais

DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO

DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Mundi - Centro de Formação Técnica Unidade Vitória da Conquista BA Professor: Philipe do Prado Santos Curso Técnico de Edificações

Leia mais

AULA 3. (Continuação) Parte II EDI 64 ARQUITETURA E U. Profa. Dra. Giovanna M. Ronzani Borille

AULA 3. (Continuação) Parte II EDI 64 ARQUITETURA E U. Profa. Dra. Giovanna M. Ronzani Borille AULA 3 REPRESENTAÇÃO GRÁFICA URBANISMO_ 2015 EDI 64 ARQUITETURA E U (Continuação) Parte II Profa. Dra. Giovanna M. Ronzani Borille ESQUADRIAS/ABERTURAS PORTAS Representar a(s) folha(s) da esquadria procurando

Leia mais

PROJETO ARQUITETÔNICO

PROJETO ARQUITETÔNICO PROJETO ARQUITETÔNICO CEG218 Desenho arquitetônico I Prof. Márcio Carboni UFPR - DEGRAF - CEG218 DESENHO ARQUITETÔNICO I - Prof. Márcio Carboni 1 ORGANIZAÇÃO DA AULA Etapas de projeto arquitetônico Elementos

Leia mais

Aula 3 : Desenho Arquitetônico

Aula 3 : Desenho Arquitetônico Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS IADB79 - Desenho Técnico Aplicado à Engenharia Civil Prof. Dennis Coelho Cruz Aula 3 : Desenho Arquitetônico Introdução:

Leia mais

Normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para Desenho Técnico

Normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para Desenho Técnico Governo do Estado do Ceará Secretaria da Educação Básica SEDUC Escola Estadual de Educação Profissional Dr. José Alves da Silveira Normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para Desenho

Leia mais

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO TÉCNICO

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO TÉCNICO LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO TÉCNICO Definição de Desenho Técnico Expressão gráfica que tem por finalidade a representação de forma, dimensão e posição de objetos de acordo com as diferentes necessidades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA Prof. Anderson Roges T. Góes

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA Prof. Anderson Roges T. Góes 1.1 NBR 10067 (PRINCÍPIOS GERAIS DE REPRESENTAÇÃO EM DESENHO TÉCNICO) A NBR 10067 (ABNT, 1995) fixa em condições gerais o método de projeções ortográficas, a cor de representação do desenho técnico, a

Leia mais

Projeto arquitetônico Professora Valéria Peixoto Borges

Projeto arquitetônico Professora Valéria Peixoto Borges Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Projeto arquitetônico Professora Valéria Peixoto Borges INTRODUÇÃO O projeto arquitetônico é conjunto de passos normativos,

Leia mais

Desenho Técnico. Escalas e Cotagem. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato

Desenho Técnico. Escalas e Cotagem. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato Desenho Técnico Escalas e Cotagem Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato ESCALA NBR 8196 refere-se ao emprego de escalas no desenho. A escala de um desenho é a relação entre as dimensões do desenho e as

Leia mais

Desenho e Projeto de tubulação Industrial. Módulo I. Aula 07

Desenho e Projeto de tubulação Industrial. Módulo I. Aula 07 Desenho e Projeto de tubulação Industrial Módulo I Aula 07 1. NORMAS DE DESENHO TÉCNICO 1.1. IMPORTÂNCIA DO DESENHO O ensino de desenho nos Cursos de Aprendizagem, não visa formação de desenhistas, mas

Leia mais

DNIT. Elaboração de desenhos para apresentação de projetos e para documentos técnicos em geral - Padronização NORMA DNIT 125/ PAD.

DNIT. Elaboração de desenhos para apresentação de projetos e para documentos técnicos em geral - Padronização NORMA DNIT 125/ PAD. DNIT MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES DIRETORIA - GERAL DIRETORIA EXECUTIVA DIRETORIA DE PLANEJAMENTO E PESQUISA INSTITUTO DE PESQUISAS RODOVIÁRIAS Rodovia

Leia mais

DESENHO ARQUITETÔNICO

DESENHO ARQUITETÔNICO DESENHO ARQUITETÔNICO ESCALAS REPRESENTAÇÃO DE DESENHO Aula 3 Profs. Arq. Eduardo Francisco Balceiro Arq. Elizabeth Correia Curso arquitetura e urbanismo CEUNSP - SALTO PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS A NBR

Leia mais

Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS CET Desenho Arquitetônico Prof. Dennis Coelho Cruz

Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS CET Desenho Arquitetônico Prof. Dennis Coelho Cruz Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS CET0043 - Desenho Arquitetônico Prof. Dennis Coelho Cruz Aula 4 : Planta Baixa Planta Baixa: A planta baixa é a

Leia mais

ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO

ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil Prof. Philipe do Prado

Leia mais

Prof (a): Lorena Saab

Prof (a): Lorena Saab Podemos identificar dois elementos principais no Desenho: O OBJETO DO DESENHO; O CONJUNTO DE SÍMBOLOS QUE O REPRESENTAM Categorias de desenhos: PLANTA BAIXA CORTE OU SEÇÃO ELEVAÇÃO OU FACHADA LOCALIZAÇÃO

Leia mais

3 Medidas, Proporções e Cortes

3 Medidas, Proporções e Cortes 3 Medidas, Proporções e Cortes 3.1 Garagens A Figura 3.1 apresenta algumas dimensões que podem ser usadas para projetos de garagens. Em geral, para projetos residenciais, podem-se usar as dimensões de

Leia mais

Desenho Mecânico - Vistas Ortográficas -

Desenho Mecânico - Vistas Ortográficas - 1 Universidade de Fortaleza Centro de Ciencias Tecnologicas Curso de Engenharia de Produção/Mecânica - Vistas Ortográficas - Prof. José Rui Barbosa - UNIFOR - 2006/2 2 Vistas Ortográficas Tem fundamentação

Leia mais

Normas de Desenho Técnico

Normas de Desenho Técnico Normas de Desenho Técnico Apostila da disciplina de Desenho Técnico Professora: Eneida González Valdés Normas Gerais de Desenho Técnico ABNT. No passado não existia padronização das peças, e, portanto,

Leia mais

Código da Disciplina CCE0985. Aula 1.

Código da Disciplina CCE0985. Aula 1. Código da Disciplina CCE0985 Aula 1 e-mail:clelia.monasterio@estacio.br http://cleliamonasterio.blogspot.com/ PLANO DE ENSINO EMENTA Desenho Geométrico. Normas. Elaboração leitura e entendimento de desenhos

Leia mais

2 Representação Gráfica na Aquitetura

2 Representação Gráfica na Aquitetura 2 Representação Gráfica na Aquitetura 2.1 Traços Os traços de um desenho normatizado devem ser regulares, legíveis (visíveis) e devem possuir constraste umas com as outras. Linha auxiliar Linha fina Linha

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 1ª Série Desenho Técnico Engenharia da Computação A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Arquitetura e Urbanismo. Ênfase. Disciplina A - Desenho Arquitetônico

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Arquitetura e Urbanismo. Ênfase. Disciplina A - Desenho Arquitetônico Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo Ênfase Identificação Disciplina 0003717A - Desenho Arquitetônico Docente(s) Sidney Tamai Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento Departamento

Leia mais

Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia FACULDADE DE ARQUITETURA Coordenação Acadêmica

Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia FACULDADE DE ARQUITETURA Coordenação Acadêmica PLANO DE CURSO Disciplina: OFICINA DE PROJETO I Código: ARQA14 Carga horária: 272 h Pré-requisito: - Semestre letivo: 2016 Turma: Noturno Horário: TER/QUI - 18:30 às 22:10 Docente: Titulação: Natalie Johanna

Leia mais

As cotas horizontais são registradas da esquerda para a direita; as verticais de baixo para cima e as inclinadas, de modo a facilitar a leitura.

As cotas horizontais são registradas da esquerda para a direita; as verticais de baixo para cima e as inclinadas, de modo a facilitar a leitura. Definição : Processo de colocação das dimensões de um desenho para informação das suas medidas. DE DESENHOS TÉCNICOS DE DESENHOS DE ARQUITETURA Exemplo de colocação de linhas de cota para retângulos e

Leia mais

ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO

ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil Prof. Philipe do Prado

Leia mais

ARQUITETURA. Permitida a reprodução parcial ou total, desde que citada a fonte e não acrescentando qualquer tipo de propaganda comercial.

ARQUITETURA. Permitida a reprodução parcial ou total, desde que citada a fonte e não acrescentando qualquer tipo de propaganda comercial. ARQUITETURA Francisco José d Almeida Diogo Professor da Seção de Engenharia de Fortificação e Construção Instituto Militar de Engenharia IME Praça General Tibúrcio, 80 - Praia Vermelha CEP. 22290-270 Tel:

Leia mais

Seção e encurtamento

Seção e encurtamento A U L A Seção e encurtamento Introdução Em desenho técnico busca-se, sempre, a forma mais simples, clara e prática de representar o maior número possível de informações. Você já viu como a representação

Leia mais

Desenho Mecânico. Prof. Alan Dantas. Aula 1

Desenho Mecânico. Prof. Alan Dantas. Aula 1 Desenho Mecânico Prof. Alan Dantas Aula 1 Ementa do curso Normas gerais do Desenho Técnico de Mecânico O desenho e os processos de fabricação Indicações Elementos de união Elementos de transmissão CAD

Leia mais

Desenho Técnico. Desenho. Desenho Artístico. Representação de coisas, seres, e objetos através de linhas e pontos. Expressão gráfica da forma.

Desenho Técnico. Desenho. Desenho Artístico. Representação de coisas, seres, e objetos através de linhas e pontos. Expressão gráfica da forma. Desenho Técnico Desenho Técnico e CAD Prof. Luiz Antonio do Nascimento Desenho 2/29 Representação de coisas, seres, e objetos através de linhas e pontos. Expressão gráfica da forma. Pode ser: Desenho Artístico

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura I - Redes Locais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura I - Redes Locais Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura I - Redes Locais Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Unidade III Impressão, exemplos

Leia mais

Desenho Técnico. Desenho. Desenho Artístico. Representação de coisas, seres, e objetos através de linhas e pontos. Expressão gráfica da forma.

Desenho Técnico. Desenho. Desenho Artístico. Representação de coisas, seres, e objetos através de linhas e pontos. Expressão gráfica da forma. Desenho Técnico Desenho Técnico e CAD Prof. Luiz Antonio do Nascimento Desenho 2/29 Representação de coisas, seres, e objetos através de linhas e pontos. Expressão gráfica da forma. Pode ser: Desenho Artístico

Leia mais

ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO

ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO ELEMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC Unidade Vitória da Conquista BA Colegiado de Engenharia Civil Prof. Philipe do Prado

Leia mais

Tipos de Linhas, Legenda e Construção Geométricas Simples. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Tipos de Linhas, Legenda e Construção Geométricas Simples. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Tipos de Linhas, Legenda e Construção Geométricas Simples. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Linhas Norma ABNT NBR 8403 de 1994 As linhas são as formas de mostrar como objeto se caracteriza. Para cada

Leia mais

OBJETIVOS. Geral CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 1. O Desenho 1. Introdução 2. Desenho normatizado x desenho artístico

OBJETIVOS. Geral CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 1. O Desenho 1. Introdução 2. Desenho normatizado x desenho artístico DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Disciplina: Desenho Técnico e CAD Curso: Técnico Integrado em Eletromecânica Série: 2ª Carga Horária: 100 h.r Docente Responsável: EMENTA Introdução ao desenho; aspectos

Leia mais

Código da Disciplina CCE0047. Aula 1.

Código da Disciplina CCE0047. Aula 1. Código da Disciplina CCE0047 Aula 1 e-mail:clelia.monasterio@estacio.br http://cleliamonasterio.blogspot.com/ PLANO DE ENSINO EMENTA Implementação da representação bidimensional e tridimensional do objeto

Leia mais

Gestão em Alimentos e Nutrição

Gestão em Alimentos e Nutrição UNIVERSIDADE Disciplina FEDERAL de DE JUIZ DE FORA Gestão de Unidades Departamento de Alimentação de Nutrição e Nutrição I Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição I Introdução ao Desenho Técnico Prof.

Leia mais

Representação Desenho Arquitetônico. Prof. Dr Rossano Silva CEG012 - Agronomia

Representação Desenho Arquitetônico. Prof. Dr Rossano Silva CEG012 - Agronomia Representação Desenho Arquitetônico Prof. Dr Rossano Silva CEG012 - Agronomia OS ELEMENTOS DO DESENHO ARQUITETÔNICO Os desenhos básicos que compõem um projeto de arquitetura, a partir de projeções ortogonais,

Leia mais

Michele David da Cruz. Desenho Técnico. 1ª Edição.

Michele David da Cruz. Desenho Técnico. 1ª Edição. Michele David da Cruz Desenho Técnico 1ª Edição www.editoraerica.com.br 1 Sumário Capítulo 1 - Aplicação e Classificação de Desenhos Técnicos... 11 1.1 Aplicação de desenhos técnicos... 11 1.2 Classificação...

Leia mais

ETAPAS DE UM PROJETO ARQUITETÔNICO

ETAPAS DE UM PROJETO ARQUITETÔNICO PROJETO ARQUITETÔNICO PARA ENGENHARIA CIVIL ETAPAS DE UM PROJETO ARQUITETÔNICO UNIC - UNIVERSIDADE DE CUIABÁ 2016/02 ETAPAS DE UM PROJETO ARQUITETÔNICO O projeto de uma edificação é desenvolvido em fases,

Leia mais

CEUNSP - FEA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

CEUNSP - FEA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO CEUNSP - FEA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DESENHO ARQUITETÔNICO _ AULA 1 TURMAS 82111_82113 _ 82123 Professores Sumara Querino Elizabeth Correia Roberto D ALessandro Eduardo Balceiro PLANO DE ENSINO

Leia mais

DESENHO BÁSICO AULA 01

DESENHO BÁSICO AULA 01 DESENHO BÁSICO AULA 01 Introdução à Unidade Curricular Introdução ao Desenho Técnico 31/07/2008 Desenho Desenho Artístico Desenho Técnico Desenho Não-Projetivo: gráficos e diagramas fluxogramas organogramas

Leia mais

COMPREENSÃO DE PROJETOS (PARTE I - Teoria)

COMPREENSÃO DE PROJETOS (PARTE I - Teoria) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL COMPREENSÃO DE PROJETOS (PARTE I - Teoria) Projeto Arquitetônico Projeto Estrutural TC_042 - CONSTRUÇÃO CIVIL IV PROFESSORA: ELAINE SOUZA

Leia mais

ATELIÊ DE PROJETO I CCE0004

ATELIÊ DE PROJETO I CCE0004 ATELIÊ DE PROJETO I CCE0004 Prof. Aline Cancela anc.estacio@gmail.com A.01 APRESENTAÇÃO EMENTA Introdução à arquitetura: projeto e pesquisa; Conceitos fundamentais do projeto arquitetônico; Elaboração

Leia mais

Turma: 1ARQV1 Número de Créditos Teórica Prática Total Teórica Prática Total 2 h 2 h 4h 24 h 48h 72h 04

Turma: 1ARQV1 Número de Créditos Teórica Prática Total Teórica Prática Total 2 h 2 h 4h 24 h 48h 72h 04 Disciplina MEIOS DE EXPRESSÃO E REPRESENTAÇÃO - I Professor (a) ROGÉRIO POLICARPO Carga Horária Semanal CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ Curso ARQUITETURA E URBANISMO Carga Horária Semestral Turno/Horário

Leia mais

UNISALESIANO Curso de Engenharia Civil Desenho Arquitetônico

UNISALESIANO Curso de Engenharia Civil Desenho Arquitetônico UNISALESIANO Curso de Engenharia Civil Desenho Arquitetônico Prof. Dr. André L. Gamino Araçatuba Agosto - 2016 1 Projeto de Arquitetura: Introdução 1.1 Introdução O início da concepção do projeto arquitetônico

Leia mais

Aula 7 - Normatização em Desenho Técnico, Formatos, Margens, Legenda e Dobramento de Cópia

Aula 7 - Normatização em Desenho Técnico, Formatos, Margens, Legenda e Dobramento de Cópia Universidade Federal do Oeste da Bahia UFOB CENTRO DAS CIÊNCIAS EXATAS E DAS TECNOLOGIAS CET0176 Introdução ao Desenho Técnico Aula 7 - Normatização em Desenho Técnico, Formatos, Margens, Legenda e Dobramento

Leia mais

Desenho Técnico. Introdução. Prof. João Paulo Barbosa

Desenho Técnico. Introdução. Prof. João Paulo Barbosa Desenho Técnico Introdução Prof. João Paulo Barbosa Introdução O desenho técnico é uma forma de expressão gráfica que visa a representação de forma, dimensão e posição de objetos de acordo com as diferentes

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA CD029 B. PROFESSOR: Márcio Fontana Catapan, Dr. Eng. ALUNO:

CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA CD029 B. PROFESSOR: Márcio Fontana Catapan, Dr. Eng. ALUNO: CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA CD029 B PROFESSOR: Márcio Fontana Catapan, Dr. Eng. ALUNO: CURITIBA MAIO / 2016 2 6.6 VISTAS AUXILIARES A Figura 71 mostra as três vistas principais de um objeto com superfície

Leia mais

Conceitos Básicos de Desenho Técnico

Conceitos Básicos de Desenho Técnico Conceitos Básicos de Desenho Técnico 1. Utilização Das Ferramentas E Papel De Desenho 1.1. Ferramentas de Desenho 1.1.1. Apresentação O Desenho Arquitetônico uma especialização do Desenho Técnico, o qual

Leia mais

D e s e n h o T é c n i c o

D e s e n h o T é c n i c o AULA 2 VIII. ESCALAS NBR 8196 refere-se ao emprego de escalas no desenho. A escala de um desenho é a relação entre as dimensões do mesmo e as dimensões da peça real que está sendo representada. Assim,

Leia mais

rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA

rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA rofa Lia Pimentel TOPOGRAFIA TOPOS significa lugar GRAPHEN significa descrição Pode-se dizer que a TOPOGRAFIA é a ciência que trata do estudo da representação detalhada de uma porção da superfície terrestre.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO

Leia mais

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Escalas

UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1. Escalas UNICAP Universidade Católica de Pernambuco Laboratório de Topografia de UNICAP LABTOP Topografia 1 Escalas Recife, 2014 Definição de Escala É a relação matemática constante entre o comprimento de uma linha

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2016)

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2016) Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação PLANO DE ENSINO (2016) I. IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA CURSO PROFESSOR CÓDIGO DA DISCIPLINA Normalização

Leia mais

CPM - Programa de Certificação de Pessoal de Manutenção. Mecânica Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico

CPM - Programa de Certificação de Pessoal de Manutenção. Mecânica Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico _ CPM - Programa de Certificação de Pessoal de Manutenção Mecânica Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico _ 3 _ Sumário Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico... 03 Introdução...

Leia mais

I - Prova BA Turmas do 2º Semestre: Avaliação sobre conteúdos do 1º Semestre AM2AU, BM2AU, CM2AU, AT2AU, AN2AU e BN2AU

I - Prova BA Turmas do 2º Semestre: Avaliação sobre conteúdos do 1º Semestre AM2AU, BM2AU, CM2AU, AT2AU, AN2AU e BN2AU PROVA BA 2º SEMESTRE AU I - Prova BA Turmas do 2º Semestre: Avaliação sobre conteúdos do 1º Semestre AM2AU, BM2AU, CM2AU, AT2AU, AN2AU e BN2AU Projeto de Arquitetura e Urbanismo I 1. Espaço Público e Espaço

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO / SUBSEQUENTE

CURSO TÉCNICO DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO / SUBSEQUENTE CURSO TÉCNICO DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO / SUBSEQUENTE Tema Desenho Técnico Prof a. Msc. Karisa Lorena Carmo Barbosa Pinheiro Tópicos 1- Normas; 2- Construções fundamentais; 3- Desenhos utilizados na representação

Leia mais

DISCIPLINA HISTÓRIA DA ARTE

DISCIPLINA HISTÓRIA DA ARTE PROF. ESPECIALISTA LAILE ALMÉRIA DE MIRANDA e-mail: lailealmeria@hotmail.com DISCIPLINA HISTÓRIA DA ARTE APRESENTAÇÃO EMENTA BOAS VINDAS FORMAÇÃO ACADÊMICA 1ª Pós Graduação 2004/2005. Campanha Nacional

Leia mais

DESENHO TÉCNICO. Apresentar de forma sintética, as normas e convenções usuais referente às

DESENHO TÉCNICO. Apresentar de forma sintética, as normas e convenções usuais referente às CURSO: DESIGN DE INTERIORES DISCIPLINA: DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO TURNO: Manhã / Noite PERÍODO: 1º PROFESSORAS: Dodora DESENHO TÉCNICO Dimensões de papéis para desenhos técnicos: Objetivo: pranchas

Leia mais

Desenho Arquitetônico - 1

Desenho Arquitetônico - 1 Desenho Arquitetônico - 1 ELEMENTOS, SÍMBOLOS E GRÁFICOS Profª Joana Pinheiro Desenho Arquitetônico Definição: é uma linguagem gráfica, constituída de linhas e símbolos que representam uma criação, um

Leia mais

Curso de Engenharia Química/Alimentos

Curso de Engenharia Química/Alimentos Curso de Engenharia Química/Alimentos ABNT NBR 10067 Vista Principal A vista mais importante de uma peça deve ser utilizada como VISTA FRONTAL ou VISTA PRINCIPAL. Geralmente esta vista representa a peça

Leia mais

Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico

Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico Módulo I Aula 02 Material de desenho técnico O conhecimento dos materiais utilizados em desenho técnico e os cuidados a serem tomados com ele são fundamentais

Leia mais

GESTÃO HOSPITALAR. PIM V Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO HOSPITALAR. PIM V Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO HOSPITALAR PIM V Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Elaborar um estudo acerca da importância da logística operacional em saúde, abordando a gestão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE AGRONOMIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE AGRONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE AGRONOMIA PROJETO FINAL CURRAL DE MANOBRAS 1000 ANIMAIS Trabalho apresentado como parte dos requisitos

Leia mais

Capítulo 5. CORTES e SECÇÕES

Capítulo 5. CORTES e SECÇÕES Apostila da Disciplina de Desenho Industrial Assistido pelo Computador Professora: Eneida González Valdés I. Cortes: A disposição dos cortes ou seções segue a mesma disposição das vistas na projeção ortogonal.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS Regras gerais de apresentação: Formato: papel branco, no formato

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 3 semestre EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 3 semestre EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Infraestrutura Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Edificações FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

APOSTILA I DAC CRIADO POR DÉBORA M. BUENO FRANCO PROFESSORA DE DESENHO ASSISTIDO POR COMPUTADOR FACULDADE EDUCACIONAL DE ARAUCÁRIA - FACEAR

APOSTILA I DAC CRIADO POR DÉBORA M. BUENO FRANCO PROFESSORA DE DESENHO ASSISTIDO POR COMPUTADOR FACULDADE EDUCACIONAL DE ARAUCÁRIA - FACEAR APOSTILA I DAC Alunos O material aqui disponibilizado deve ser entendido como material de apoio às aulas de Desenho Assistido por Computador, não substituindo de qualquer forma o conteúdo da disciplina

Leia mais

Desenho Técnico Moderno

Desenho Técnico Moderno Desenho Técnico Moderno Capítulo 3 Aspectos Gerais do Desenho Técnico OBJECTIVOS Escolher adequadamente o formato e orientação da folha de papel; Estabelecer as margens e esquadrias para a folha de desenho;

Leia mais

Desenho Técnico. Aula 2 Prof. Daniel Cavalcanti Jeronymo. Introdução ao Desenho Técnico

Desenho Técnico. Aula 2 Prof. Daniel Cavalcanti Jeronymo. Introdução ao Desenho Técnico Desenho Técnico CP41F Introdução ao Desenho Técnico Aula 2 Prof. Daniel Cavalcanti Jeronymo Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) Engenharia de Computação 3º Período 2016.1 1/20 Desenho Técnico

Leia mais

IV Simpósio de Pesquisa e Práticas Pedagógicas dos Docentes do UGB ANAIS

IV Simpósio de Pesquisa e Práticas Pedagógicas dos Docentes do UGB ANAIS A CONTRIBUIÇÃO DA GRÁFICA DIGITAL NO DESENVOLVIMENTO DA VISÃO ESPACIAL NO ENSINO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA(S) Edson Agostinho Maciel Mestre em Planejamento Urbano e Regional pelo Instituto de Pesquisa

Leia mais

Teste Avaliação. UFCD - Desenho Técnico de Aeronáutica. Formador: Avaliação: Grupo I (5 val.)

Teste Avaliação. UFCD - Desenho Técnico de Aeronáutica. Formador: Avaliação: Grupo I (5 val.) Teste Avaliação UFCD - Desenho Técnico de Aeronáutica Nome formando: Data: / / Formador: Avaliação: Grupo I (5 val.) Classifique como verdadeiras (V) ou falsas (F) as seguintes afirmações: 1 - Os desenhos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE LETRAS E ARTES FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE ANÁLISE E REPRESENTAÇÃO DA FORMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE LETRAS E ARTES FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE ANÁLISE E REPRESENTAÇÃO DA FORMA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE LETRAS E ARTES FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE ANÁLISE E REPRESENTAÇÃO DA FORMA CADERNO DIDÁTICO INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA FORMA ARQUITETÔNICA

Leia mais

Caderno de exercício. Desenho 1

Caderno de exercício. Desenho 1 Caderno de exercício Desenho 1 Prof: Viviane Dorneles Caderno de Exercícios Desenho Técnico 1 1.1 Criando um desenho técnico O desenho é uma forma de linguagem usada pelos artistas. Desenho técnico é usado

Leia mais

Conceitos Básicos de Desenho Técnico

Conceitos Básicos de Desenho Técnico Conceitos Básicos de Desenho Técnico 1. Conceitos Básicos de Desenho Técnico: exemplos e prática das Aulas 02 e 03 Esta aula tem por objetivos exercitar e aprimorar: Conhecimento de escalas numéricas;

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO

DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO DESENHO TÉCNICO E ARQUITETÔNICO REPRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Mundi - Centro de Formação Técnica Unidade Vitória da Conquista BA Professor: Philipe do Prado Santos Curso Técnico de Edificações

Leia mais

NBR Princípios gerais de representação em desenho técnico

NBR Princípios gerais de representação em desenho técnico ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas MAIO 1995 NBR 10067 Princípios gerais de representação em desenho técnico Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13-28º andar CEP 20003-900 - Caixa Postal

Leia mais