UMA IGREJA SUBMISSA À PALAVRA DE DEUS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UMA IGREJA SUBMISSA À PALAVRA DE DEUS"

Transcrição

1 UMA IGREJA SUBMISSA À PALAVRA DE DEUS

2 Introdução IBFé 33 anos. Uma igreja reconhecida pela seriedade com a Palavra de Deus. Um momento próprio para o autoexame de nossa postura diante da Palavra de Deus.

3 Proposição: A igreja local deve seguir a Palavra de Deus por meio de uma liderança fiel. Hb 13.17

4 I - COMO a igreja local deve seguir a Palavra Sendo submissa a seus líderes. É diferente da obediência dos filhos aos pais; e É diferente da submissão da esposa ao marido. A obediência aos pais e maridos está ligada a posição, a obediência do texto está ligada ao convencimento por argumentos, neste caso extraídos da Palavra.

5 I - COMO a igreja local deve seguir a Palavra Obedecer Convencer com argumentos, influenciar por palavras. Voz média ou passiva permitir-se ser persuadido ou convencido, seguir. Submisso Render-se, ceder. Deve ser entendida como a obediência de um discípulo ao seu mestre no interesse do desenvolvimento.

6 I - COMO a igreja local deve seguir a Palavra Os membros devem ouvir atentamente o ensino da Palavra. Duas maneiras fundamentais: Não deixando de Congregar. - Hb Praticando na igreja, no lar, no trabalho e na comunidade o que aprendeu de seus líderes.

7 II POR QUE a igreja local deve seguir a Palavra Porque ela vela por suas almas. Guias Liderar, servir mostrando o caminho. Ilustração: chefe X líder e sacerdote x profeta. Liderança pastoral e não governo pastoral

8 1Co 4:1 Que os homens nos considerem, pois, como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus. 1Co 4:2 Ora, além disso, o que se requer nos despenseiros é que cada um seja encontrado fiel.

9 II POR QUE a igreja local deve seguir a Palavra A autoridade para dirigir não vem da posição. A autoridade é da Palavra pregada. Os líderes têm autoridade ao expor fielmente o que a Bíblia pede ao crente pela Pregação expositiva e ensino na EBD; Ensino em pequenos grupos; e Discipulado e aconselhamento bíblico.

10 II POR QUE a igreja local deve seguir a Palavra A autoridade para dirigir a igreja vem do exemplo, quando os líderes servem de modelo de piedade a igreja, indo a frente no caminho. (Guias vão junto) Heb 13:7 Lembrai-vos dos vossos guias, os quais vos falaram a palavra de Deus, e, atentando para o êxito da sua carreira, imitai-lhes a fé.

11 II POR QUE a igreja local deve seguir a Palavra Porque ela vela por suas almas. Os líderes velam (vigia/cuida) da alma dos crentes Ats 20:28 Cuidai pois de vós mesmos e de todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele adquiriu com seu próprio sangue.

12 II POR QUE a igreja local deve seguir a Palavra Porque ela vela por suas almas. Devemos fazer isso considerando que prestarão contas a Deus, o dono do rebanho. - 1Pe Uma perspectiva escatológica do ministério.

13 II POR QUE a igreja local deve seguir a Palavra De que prestaremos contas? Prestaremos contas pelo zelo com as almas e não pelos programas realizados. Quem são essas almas? (membresia e disciplina) É sábio viver uma vida de prestação de contas prévia à igreja e aos outros líderes.

14 III PARA QUE a igreja local deve seguir a Palavra Para que os lideres vivam a alegria de ver a igreja sendo edificada. Quando existe obediência a Palavra os líderes se alegram e a igreja cresce. Não existe obediência a Palavra não existe utilidade alguma à igreja e os líderes fiéis sofrem.

15 III PARA QUE a igreja local deve seguir a Palavra Para que os lideres vivam a alegria de ver a igreja sendo edificada. O resultado de uma igreja que não se submete a Palavra Igreja infrutífera Crentes estagnados espiritualmente Liderança desanimada Luta de poder entre a liderança e a igreja

16 III PARA QUE a igreja local deve seguir a Palavra Para que os lideres vivam a alegria de ver a igreja sendo edificada. O resultado de uma igreja que se submete a Palavra Igreja cheia de frutos Crentes crescendo espiritualmente Liderança vibrante Harmonia entre a liderança e a igreja

17 Conclusão Os cristãos escolhem se reunir submetidos ao ensino da Palavra e a disciplina da igreja local. Os líderes desta igreja são mestres e treinadores que dirigem o rebanho por meio de sua pregação e sua vida.

Buscando a excelência no casamento. Adalberto Vargas da Rosa 6º ENCONTRO

Buscando a excelência no casamento. Adalberto Vargas da Rosa 6º ENCONTRO 6º ENCONTRO SUBMISSÃO: A ALEGRIA DA ESPOSA SUBMISSÃO: A ALEGRIA DA ESPOSA O mundo ordenado por Deus, através das suas instituições, para que as pessoas vivam em harmonia e protegidas. SUBMISSÃO: A ALEGRIA

Leia mais

Valores de uma Igreja RELACIONAL

Valores de uma Igreja RELACIONAL Valores de uma Igreja RELACIONAL O que já aprendemos... A Igreja deve valorizar e incentivar os relacionamentos Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum... Da multidão dos que creram, uma

Leia mais

BÊNÇÃOS DECORRENTES DO MINISTÉRIO PASTORAL

BÊNÇÃOS DECORRENTES DO MINISTÉRIO PASTORAL Lição nº 11 BÊNÇÃOS DECORRENTES DO MINISTÉRIO PASTORAL Pr. Roberto Monteiro Castro 14 DE JUNHO 2015 Texto Áureo Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles

Leia mais

4 O que é uma igreja baseada em princípios?

4 O que é uma igreja baseada em princípios? 4 O que é uma igreja baseada em princípios? Essa igreja é uma comunidade local onde todos os membros, vivenciando os princípios apresentados na Palavra de Deus, têm por objetivo glorificar a Deus e cumprir

Leia mais

Nosso Ministério Sacerdotal

Nosso Ministério Sacerdotal As 3 pedras fundamentais para o ministério do povo de Deus são: O SACERDÓCIO de todos os discípulos de Jesus Os DONS DO ESPÍRITO SANTO manifestos em cada discípulo O EXEMPLO E MODELO de Jesus como servo

Leia mais

O CASAMENTO QUE DEUS DESEJA

O CASAMENTO QUE DEUS DESEJA O CASAMENTO QUE DEUS DESEJA Escola Bíblica IBCU A Esposa e o Marido segundo a Bíblia A Esposa na Bíblia CASAMENTO É UMA É Submissa ao Marido (Ef 5.21,22) O que não significa ser submissa ao marido. Colocar

Leia mais

LIMITES DA AUTORIDADE ESPIRITUAL e PASTORAL ENCAPA 2014

LIMITES DA AUTORIDADE ESPIRITUAL e PASTORAL ENCAPA 2014 LIMITES DA AUTORIDADE ESPIRITUAL e PASTORAL ENCAPA 2014 A BASE PARA O USO DA AUTORIDADE ESPIRITUAL É O AMOR João 21:17 Pela terceira vez, ele lhe disse: Simão, filho de João, você me ama? Pedro ficou magoado

Leia mais

PARA A PRIMEIRA PROFISSÃO DE UM RELIGIOSO

PARA A PRIMEIRA PROFISSÃO DE UM RELIGIOSO PRMERA PROFSSÃO DE UM RELGOSO 333 PARA A PRMERA PROFSSÃO DE UM RELGOSO rmãos e irmãs: A nossa família espiritual está hoje em festa por este(s) servo(s) de Deus, que se consagra(consagram) ao serviço de

Leia mais

Assessoria de Educação. Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã

Assessoria de Educação. Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã Assessoria de Educação Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã Agenda O que é a EBD? Considerações sobre o Ensino Algumas recomendações para os professores

Leia mais

Função e Organização do CTL na Igreja Local

Função e Organização do CTL na Igreja Local Função e Organização do CTL na Igreja Local Função e Organização do CTL na Igreja Local - Revisão 02 - Fevereiro 2007 Reprodução proibida por qualquer meio ou mídia, impressa ou eletrônica. 2006-2007 Associação

Leia mais

Ampliando nossa visão acerca do seguir a Cristo

Ampliando nossa visão acerca do seguir a Cristo Ampliando nossa visão acerca do seguir a Cristo Fundamento bíblico: A Grande Comissão Indo, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

Leia mais

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I ORAÇÃO UNIVERSAL Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I Celebrando o especial dom da graça e da caridade, com que Deus Se dignou consagrar

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DECLARAÇÃO DE FÉ CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DAI-AMTB Departamento de Assuntos Indígenas, Associação de Missões Transculturais Brasileiras Campo Grande, MS: 2016

Leia mais

MINISTÉRIO DA ORAÇÃO Prioridade da oração.

MINISTÉRIO DA ORAÇÃO Prioridade da oração. MINISTÉRIO DA ORAÇÃO Jesus instruiu os discípulos a aguardarem pelo batismo do Espírito Santo antes de realizarem qualquer atividade em oração. Ela é a nossa ferramenta mais poderosa no Grande Conflito.

Leia mais

Os Anciãos na Igreja. As Escrituras designam o serviço dos anciãos. Desde o início da igreja do Novo Testamento, a liderança na comunidade de crentes

Os Anciãos na Igreja. As Escrituras designam o serviço dos anciãos. Desde o início da igreja do Novo Testamento, a liderança na comunidade de crentes Os Anciãos na Igreja. As Escrituras designam o serviço dos anciãos. Desde o início da igreja do Novo Testamento, a liderança na comunidade de crentes foi concedida aos apóstolos e anciãos (Atos 15:22),

Leia mais

Conteúdos. Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Tarefas do Pastor, Ancião ou director de estudo bíblico em grupo.

Conteúdos. Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Tarefas do Pastor, Ancião ou director de estudo bíblico em grupo. Conteúdos Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Quem necessita de estudo bíblico em grupo? Quem deve liderar o grupo? Tipos de pessoas que podem participar nos grupos. Como iniciar um novo

Leia mais

Curso Bíblico. Lição 6. Autoridade e Submissão

Curso Bíblico. Lição 6. Autoridade e Submissão Curso Bíblico Lição 6 Se quisermos expressar nossa submissão ao Senhor, fazemos isso sendo submissos às pessoas que Ele colocou sobre nós. Lembre-se que submissão não é uma obediência obrigatória, mas

Leia mais

9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL

9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL 9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL Mark dever Estudos de Quarta - IBRVN 9 Marcas 1. Pregação Expositiva 2. Teologia Bíblica 3. Evangelho 4. Conversão 5. Evangelização 6. Membresia 7. Disciplina 8. Discipulado

Leia mais

Nessa mensagem vamos tratar da Igreja única. É uma instituição decretada por Deus, a fim de representá-lo na terra.

Nessa mensagem vamos tratar da Igreja única. É uma instituição decretada por Deus, a fim de representá-lo na terra. Pr. Cantoca Carta 1 Pedro Cap 2.1-10 Sermão manhã IBFé 29Nov2015 Introdução: Nessa mensagem vamos tratar da Igreja única. É uma instituição decretada por Deus, a fim de representá-lo na terra. O Senhor

Leia mais

FICHA DE AVALIAÇÃO DO CANDIDATO A ESTUDANTE DO STNB

FICHA DE AVALIAÇÃO DO CANDIDATO A ESTUDANTE DO STNB FICHA DE AVALIAÇÃO DO CANDIDATO A ESTUDANTE DO STNB Nome do Candidato: INSTRUÇÕES: 1. Esta ficha de avaliação deve ser preenchida pelo pastor da igreja e anexada a documentação que encaminha o candidato

Leia mais

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS 279 I rmãs e irmãos: Ao celebrar a solenidade de São N. (de Santa N.), nosso irmão (nossa irmã) na fé e no Baptismo, oremos a Deus Pai todo-poderoso, dizendo (ou: cantando): R. Deus, fonte de toda a santidade,

Leia mais

EVANGELISMO. Por Evaristo Filho. SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global

EVANGELISMO. Por Evaristo Filho. SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global EVANGELISMO Por Evaristo Filho SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global http://seminarioevangelico.com.br setebonline@gmail.com 2 Apresentação da Disciplina Informações Gerais Pré-Tarefas Antes

Leia mais

Pais e Filhos Adultos: Relacionamento e Autoridade

Pais e Filhos Adultos: Relacionamento e Autoridade CENÁRIO 1 Pais e Filhos Adultos: Relacionamento e Vlademir Hernandes Rodrigo de Castro Hernandes CENÁRIO 2 2 CENÁRIO 3 Insubordinação dos pais dos pais HONRA AOS PAIS E A DEUS 3 A Desafiadora REALIDADE

Leia mais

O FILHO - A PALAVRA FINAL DE DEUS PARA O HOMEM. G. Campbell Morgan

O FILHO - A PALAVRA FINAL DE DEUS PARA O HOMEM. G. Campbell Morgan O FILHO - A PALAVRA FINAL DE DEUS PARA O HOMEM G. Campbell Morgan Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo

Leia mais

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade Tanto o Documento de Aparecida (248) como a Exortação Apostólica Verbum Domini (73) se referem à uma nova linguagem e a um novo passo na questão bíblica:

Leia mais

CATECISMO do Século XXI

CATECISMO do Século XXI CATECISMO do Século XXI IGREJA ANGLICANA REFORMADA DO BRASIL IGREJA ANGLICANA REFORMADA DO BRASIL Sumário Introdução 1 Prefácio 3 A Chamada de Deus 7 A Fé Cristã 11 A Obediência Cristã 17 O Crescimento

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS DIÁCONOS BATISTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DOS DIÁCONOS BATISTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ASSOCIAÇÃO DOS DIÁCONOS BATISTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGENDA DA ADIBERJ 2015 Tema: DIÁCONOS DESAFIADOS A SER PADRÃO DE SUBMISSÃO A CRISTO Divisa: Libertos do pecado, transformados em servos de Deus,

Leia mais

AULA VI JESUS CRISTO COMO CABEÇA DA IGREJA EXERCE SEU GOVERNO ATRAVÉS DE HOMENS QUE ELE MESMO CAPACITA E QUE SÃO RECONHECIDOS PELA IGREJA COMO

AULA VI JESUS CRISTO COMO CABEÇA DA IGREJA EXERCE SEU GOVERNO ATRAVÉS DE HOMENS QUE ELE MESMO CAPACITA E QUE SÃO RECONHECIDOS PELA IGREJA COMO ECLESIOLOGIA AULA VI JESUS CRISTO COMO CABEÇA DA IGREJA EXERCE SEU GOVERNO ATRAVÉS DE HOMENS QUE ELE MESMO CAPACITA E QUE SÃO RECONHECIDOS PELA IGREJA COMO LÍDERES ESPIRITUAIS. Liderança na Igreja Considerada

Leia mais

Presbíteros e Diáconos. Os oficiais da igreja

Presbíteros e Diáconos. Os oficiais da igreja 1 Presbíteros e Diáconos Os oficiais da igreja 2 Último Domingo Requisitos essenciais da liderança: pastoral, plural e compartilhada, masculina, qualificada e serva. Primus inter pares. Carência de lideranças.

Leia mais

Eu creio. E agora? A Caminhada Cristã em Sua Plenitude

Eu creio. E agora? A Caminhada Cristã em Sua Plenitude ? A Caminhada Cristã em Sua Plenitude 9. Por essa razão, desde o dia em que o ouvimos, não deixamos de orar por vocês e de pedir que sejam cheios do pleno conhecimento da vontade de Deus, com toda a sabedoria

Leia mais

Qual é o Evangelho Completo?

Qual é o Evangelho Completo? Qual é o Evangelho Completo? "Evangelho" significa boa notícia! Cristo é a Boa Nova de Deus para o homem. Assim, Cristo é o Evangelho. O anúncio de Cristo plenamente com todas as Suas bênçãos é mensagem

Leia mais

SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS. Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer.

SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS. Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer. SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer. Você sabia que no Reino de Deus todos nós somos atletas de Cristo? Paulo usa essa

Leia mais

IGREJA. Sua Natureza

IGREJA. Sua Natureza IGREJA Sua Natureza A igreja é a comunidade de todos os cristãos de todos os tempos. Wayne Grudem A igreja é o novo Israel de Deus que revela nesse tempo Sua glória Thiessen A igreja é a a assembléia dos

Leia mais

Desça da Arquibancada...

Desça da Arquibancada... Desça da Arquibancada... como Família! Desça da Arquibancada... Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas... corramos com perseverança a carreira que nos está proposta

Leia mais

Estudo 01 Guia do Par cipante

Estudo 01 Guia do Par cipante Estudo 01 Guia do Par cipante 01 PREFÁCIO Vivemos numa sociedade caracterizada pela ausência de grandes líderes. Líderes que defendam ideais e inspirem outros a sonhar com um mundo melhor. Líderes que

Leia mais

RECAPITULANDO... MATEUS 28:18-20

RECAPITULANDO... MATEUS 28:18-20 MÓDULO 1 RECAPITULANDO... MATEUS 28:18-20 18 Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. 19 Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os

Leia mais

O que significa discipular? E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. (Mt 4:19)

O que significa discipular? E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. (Mt 4:19) O que significa discipular? E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. (Mt 4:19) OBJETIVO Conscientizar o aluno da Escola Bíblica sobre o significado de discipular, mostrando-lhe

Leia mais

Procurar o modelo na Virgem Mãe de Deus e nos Santos

Procurar o modelo na Virgem Mãe de Deus e nos Santos A evangelização e, portanto, a Nova Evangelização comporta também o anúncio e a proposta moral. O próprio Jesus, precisamente ao pregar o Reino de Deus e o seu amor salvífico, fez apelo à fé e à conversão

Leia mais

COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES

COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES VAMOS DISCUTIR O ASSUNTO? TEXTO BASE: Gálatas 5:22,23 INTRODUÇÃO: Quando decidimos seguir

Leia mais

Slide 2

Slide 2 ( ) 8. Na Igreja, que é o corpo de Cristo, coluna e firmeza da verdade, uma, santa e universal assembleia dos fiéis remidos de todas as eras e todos os lugares, chamados do mundo pelo Espírito Santo para

Leia mais

LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9

LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9 LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9 1. Considerando as grandes mudanças ocorridas na sociedade, como a igreja deve responder a elas à luz do ensino do NT? A resposta é se adequar

Leia mais

SOBRE O CENÁCULO Mencionado na Mensagem de

SOBRE O CENÁCULO Mencionado na Mensagem de 1 Áudio da Mensagem de Manoel de Jesus, de 28.08.2017 convertido em texto, SOBRE O CENÁCULO Mencionado na Mensagem de 21.08.2017 28.08.2017 Chamado de Amor e de Conversão do Coração Doloroso e Imaculado

Leia mais

IGREJA CONSISTENTE Na Adoração Nos Grupos de Conexão Na Contribuição No Serviço Na Missão. 20.

IGREJA CONSISTENTE Na Adoração Nos Grupos de Conexão Na Contribuição No Serviço Na Missão. 20. O desafio de se tornar uma igreja relevante 14.02 Na Adoração 21.02 Nos Grupos de Conexão 28.02 Na Contribuição Temporada Início 14/02 06.03 13.03 Na Missão 20.03 Na Cidade O desafio de se tornar uma igreja

Leia mais

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã.

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. Uma missão irrenunciável da igreja como um todo e do cristão particularmente. O QUE É INDISPENSÁVEL PARA A EVANGELIZAÇÃO? Conversão

Leia mais

O AMIGÃO do Pastor. Um Periódico em Prol da Pregação do Evangelho de Jesus Cristo - VOL. 4 - Nº 34 ABR/94

O AMIGÃO do Pastor. Um Periódico em Prol da Pregação do Evangelho de Jesus Cristo - VOL. 4 - Nº 34 ABR/94 O AMIGÃO do Pastor Um Periódico em Prol da Pregação do Evangelho de Jesus Cristo - VOL. 4 - Nº 34 ABR/94 CARACTERÍSTICAS DA NOVA VIDA EM CRISTO Pr. Manoel F. Cano. Texto: 2 Co. 5:17 Introdução: 1. A vida

Leia mais

9 MARCAS DE UMA. Mark Dever. Estudos de Quarta - IBRVN

9 MARCAS DE UMA. Mark Dever. Estudos de Quarta - IBRVN 9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL Mark Dever Estudos de Quarta - IBRVN 9 Marcas 1. Pregação Expositiva 2. Teologia Bíblica 3. Evangelho 4. Conversão 5. Evangelização 6. Membresia 7. Disciplina 8. Discipulado

Leia mais

Jesus Prepara sua Morte

Jesus Prepara sua Morte Jesus Prepara sua Morte Texto base Marcos 14. 15-20 Introdução Jesus é ungido em Betânia Marcos 14. 3.9 Quais as características do gesto (Obra) dessa mulher: - Amor... v3 - Sacrifício... - Fé - Oportuna...

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S Vivendo Teologicamente S O que a teologia tem a ver com a vida diária? S A teologia geralmente é considerada como algo abstrato.

Leia mais

Deus tem um plano para cada um de nós, com propósitos bem definidos (Pv 16.4).

Deus tem um plano para cada um de nós, com propósitos bem definidos (Pv 16.4). Leitura: Romanos 12.1-8 Deus tem um plano para cada um de nós, com propósitos bem definidos (Pv 16.4). O plano é perfeito e inclui a salvação em Cristo (2 Ts 2.13) e a capacitação para lhe servirmos (2

Leia mais

Lição 13 Sob a bênção divina

Lição 13 Sob a bênção divina Lição 13 Sob a bênção divina Texto bíblico: 1Tessalonicenses 5.11-28 Na minha adolescência, lá pela década de 80, fiz uma pesquisa escolar sobre a cidade paulista de Cubatão que, àquela época, era apontada

Leia mais

EXAME UNIDADE 1: Maturidade Cristã

EXAME UNIDADE 1: Maturidade Cristã EXAME UNIDADE 1: Maturidade Cristã Nome: As seguintes afirmações ou são verdadeiras ou falsas. Indique com V ou F. 1. Um crente cresce em maturidade cristã mesmo que este não queira. 2. Deus tem um plano

Leia mais

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações INTIMIDADE + NA PRESENÇA = VIDA ABUNDANTE = AÇÃO SOBRENATURAL DO CÉU NA TERRA Gerando O Coração de Deus no meio de sua igreja JEJUM INÍCIO:

Leia mais

LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA Prof. A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O MINISTÉRIO TRÍPLICE DE JESUS Jesus Cristo em seu ministério tríplice pregou, curou e ensinou, mas o ensino foi a atividade mais

Leia mais

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS Movendo Pessoas da Congregação para os Comprometidos para que não mais sejamos como meninos Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Leia mais

POR QUE EVANGELIZAR? O amor de Deus A ordem de Jesus. O Dom do Espírito Santo. O clímax da história. A responsabilidade da Igreja.

POR QUE EVANGELIZAR? O amor de Deus A ordem de Jesus. O Dom do Espírito Santo. O clímax da história. A responsabilidade da Igreja. POR QUE EVANGELIZAR? Existem oito razões para incomodar as pessoas com a pregação do evangelho: 1. O amor de Deus. Evangelismo é um ato de amor (João 3:16, Mt. 5:45-44). 2. A ordem de Jesus. Evangelizar

Leia mais

CONSOLADOR, MESTRE E GUIA

CONSOLADOR, MESTRE E GUIA CONSOLADOR, MESTRE E GUIA UM ESTUDO SOBRE O ESPÍRITO SANTO Por William Farrand LIVRO DE ESTUDO AUTODIDÁTICO Universidade Global Instituto de Correspondência Internacional 1211 South Glenstone Avenue Springfield,

Leia mais

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista INFORMA Igreja Batista de Canoas Vida equilibrando sua pessoal Nº 889 26 de Junho a 02 de Julho de 2016 equilibrando sua Vida pessoal "Pois Deus não quer que nós vivamos em desordem e sim em paz." 1 Cor.

Leia mais

ENGAJAMENTO Unidos pela causa do Evangelho

ENGAJAMENTO Unidos pela causa do Evangelho Nossa Visão Uma cidade transformada por Cristo por meio de uma igreja acolhedora que desenvolve cura social e renovação cultural, formando autênticos discípulos de Cristo transformados por meio do Evangelho.

Leia mais

a 17 de Junho

a 17 de Junho 938 11 a 17 de Junho onde ser cristão pode custar a vida Ser livre para escolher sua própria religião, falar sobre Deus abertamente e com qualquer pessoa, ter uma Bíblia em mãos é um grande privilégio

Leia mais

A suave graça Aula 01

A suave graça Aula 01 A suave graça Aula 01 Texto bíblico: Marcos 8. 22-25 Músicas: - Brilho Celeste ( 114 HNC) - Sonda-me, Usa-me Objetivo: Levar o aluno a entender que a graça de Deus opera permanentemente na vida dos crentes:

Leia mais

7ª Conferência Falando de Cristo

7ª Conferência Falando de Cristo 7ª Conferência Falando de Cristo Tema Geral Convivendo neste mundo sem Deus 1 Palestra 4 FEMININA OU FEMINISTA? A Presença do Feminismo na Igreja Evangélica 2 Introdução O movimento feminista é uma das

Leia mais

LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO AMOR É A BASE DO FRUTO DO ESPÍRITO Como cristãos o nosso viver é Cristo e assim seremos coparticipantes de sua natureza

Leia mais

É TEMPO DE RESTAURAR. Efésios Pra. Deisy Costa

É TEMPO DE RESTAURAR. Efésios Pra. Deisy Costa É TEMPO DE RESTAURAR Efésios 5.1-16 Pra. Deisy Costa v.1 Portanto, sede imitadores de Deus, como filhos amados... Qual era a missão de Jesus na terra? I Timóteo 2:4 que, deseja que todos os homens sejam

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO DEC ANO 2015

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO DEC ANO 2015 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO DEC ANO 2015 De acordo com o que foi solicitado pela DGE, segue um relatório das atividades do Departamento de Educação no ano de 2015. 1. ATIVIDADES ROTINEIRAS DO DEPARTAMENTO

Leia mais

Como diz O Pr. David Smith Decisões e mais decisões e, em cada uma delas o crente deseja acertar com a vontade de Deus.

Como diz O Pr. David Smith Decisões e mais decisões e, em cada uma delas o crente deseja acertar com a vontade de Deus. COMO TOMAR DECISÕES ACERTADAS Com quem irei me casar? Devo mudar de emprego? Irei prestar vestibular para quê? Devo aceitar aquele emprego com uma renda maior e, nesse caso, mudar com minha família da

Leia mais

BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER PERGUNTA 35

BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER PERGUNTA 35 BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER PERGUNTA 35 PERGUNTA 35: Que é regeneração? RESPOSTA: É a obra da livre graça de Deus, pela qual somos conservados pelo Espírito Santo na perseverança da fé em Cristo, adquirindo,

Leia mais

DEIXE O POVO VOLTAR-SE PARA VOCÊ

DEIXE O POVO VOLTAR-SE PARA VOCÊ Celebração - Kids do Modelo O nosso propósito é transformar discípulos em conquistadores apostólicos, na qual cada um é um ministro e cada casa uma igreja no lar, conquistando, assim, a nossa geração para

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ AS PARABOLAS: A OVELHA PERDIDA Volume 14 Escola: Nome: Professor (a): Data: / / EU SOU O BOM PASTOR; O BOM PASTOR DÁ A SUA VIDA PELAS OVELHAS. 11 NUMERE AS OVELHINHAS

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus Tema missiológico comum: Reino de Deus Mais de 70 vezes é referido por Jesus nos Evangelhos O tema destaca-se do começo ao

Leia mais

MODELOS DE FIDELIDADE. Vlademir Hernandes 17/03/2013

MODELOS DE FIDELIDADE. Vlademir Hernandes 17/03/2013 MODELOS DE FIDELIDADE Vlademir Hernandes 17/03/2013 1 INTRODUÇÃO 2 Imitações Reprováveis 3 Imitações por Admiração 4 Modelos Reproduzidos com Exatidão 5 Imitações Louváveis...Porque vocês, irmãos, tornaram-se

Leia mais

Igreja movimento. João 20.21b Assim como o Pai me enviou, eu também envio vocês. Rev. Mathias Quintela de Souza

Igreja movimento. João 20.21b Assim como o Pai me enviou, eu também envio vocês. Rev. Mathias Quintela de Souza Igreja movimento João 20.21b Assim como o Pai me enviou, eu também envio vocês Rev. Mathias Quintela de Souza Propostas sugeridas Êxodo 18.23 Envolvimento de cada crente no exercício de ministérios (Cada

Leia mais

Participe da primeira ceia de 2017

Participe da primeira ceia de 2017 Participe da primeira ceia de 207 NÃO HAVERÁ ESCOLA BÍBLICA CULTO PUBLICO 8:30H Janeiro 207 2 3 5 6 DIA DA GRATIDÃO 4 a PREGAÇÃO EXPOSITIVA CULTO EM AÇOES DE GRAÇA EM BOIUNA (DEP. DE ORAÇÃO) 7 Passeio

Leia mais

ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE TRABALHO

ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE TRABALHO ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE TRABALHO aprenda com o mestre dos mestres: iniciar um projeto sem ter um plano de ação é fracasso garantido. Jesus sabia porque tinha vindo ao mundo e começou seu ministério com

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO CONTEÚDOS ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO Coleção Interativa UNIDADE 1 Preparo para o céu 1 - Rota errada A seriedade do pecado Características do pecado Solução 2- Giro de 180 graus Sentimento de culpa Verdadeiro

Leia mais

Formas de fazer discípulos. E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar e de anunciar a Jesus Cristo.

Formas de fazer discípulos. E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar e de anunciar a Jesus Cristo. Formas de fazer discípulos E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar e de anunciar a Jesus Cristo. (At 5:42) OBJETIVO Instruir o estudante da Bíblia a adotar estas duas formas de

Leia mais

Apêndice 2. Instruções para Manejar Bem a Palavra da Verdade

Apêndice 2. Instruções para Manejar Bem a Palavra da Verdade APÊNDICE 2 259 Apêndice 2 Instruções para Manejar Bem a Palavra da Verdade Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade (2

Leia mais

1- ASSUNTO: Curso de liturgia na Paróquia Santo Antônio

1- ASSUNTO: Curso de liturgia na Paróquia Santo Antônio 1- ASSUNTO: Curso de liturgia na Paróquia Santo Antônio 2- TEMA: Liturgia 3- OBJETIVO GERAL Assessorar as 12 comunidades pertencentes à Paróquia Santo Antônio, motivando-as a celebrar com fé o Mistério

Leia mais

A REPRODUÇÃO DO CARÁTER DE CRISTO

A REPRODUÇÃO DO CARÁTER DE CRISTO A REPRODUÇÃO DO CARÁTER DE CRISTO Recaptulando Aula 1 Definindo discipulado Checando as bases Analisando exemplos Os alvos do discipulado Identificando barreiras Definindo discipulado Recaptulando David

Leia mais

O princípio para Intimidade com Deus

O princípio para Intimidade com Deus O princípio para Intimidade com Deus Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles, pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo, porque

Leia mais

O Reino de Deus. Estudo Bíblico e Sistemático

O Reino de Deus. Estudo Bíblico e Sistemático O Reino de Deus Estudo Bíblico e Sistemático Antigo Testamento Sl 103.19 Deus é visto como o rei da criação, tendo domínio sobre todos os aspectos da criação (inanimados, animados e humanos). Ao criar

Leia mais

Orando novamente: Fortalecimento e conhecimento de Deus. Ef 3: Presb. Cícero Nogueira Martins

Orando novamente: Fortalecimento e conhecimento de Deus. Ef 3: Presb. Cícero Nogueira Martins Orando novamente: Fortalecimento e conhecimento de Deus Ef 3: 14-21 Presb. Cícero Nogueira Martins 1 Efésios - Esboço Louvor pela redenção 1.1-14 Oração por revelação 1.15-23 Posição do cristão 2.1-3.13

Leia mais

Teste de Dons Espirituais

Teste de Dons Espirituais Teste de Dons Espirituais www.pv-ne.blogspot.com/search?q=teste+de+dons&submit=busca I. Avaliação Coloque nos quadrinhos correspondentes a cada um dos 45 itens uma nota levando em conta os seguintes critérios:

Leia mais

QUANDO UM PASTOR DEVE SE NEGAR A REALIZAR UM CASAMENTO? Por Brian Croft.

QUANDO UM PASTOR DEVE SE NEGAR A REALIZAR UM CASAMENTO? Por Brian Croft. QUANDO UM PASTOR DEVE SE NEGAR A REALIZAR UM CASAMENTO? Por Brian Croft. www.santoevangelho.com.br Um pastor deve realizar o casamento de dois não-cristãos? E, quanto a um cristão se casar com um não-cristão?

Leia mais

RELEMBRANDO : a restauração do indivíduo 2.10: fomos criados em Cristo Jesus para a prática de boas obras

RELEMBRANDO : a restauração do indivíduo 2.10: fomos criados em Cristo Jesus para a prática de boas obras RELEMBRANDO... 2.1-10: a restauração do indivíduo 2.10: fomos criados em Cristo Jesus para a prática de boas obras O ARGUMENTO SEGUINTE... 2.11-22: A humanidade como um todo. Judeus e gentios unidos em

Leia mais

JUSTIFICATIVA. OBJETIVOS Gerais: Capacitar expositores da Bíblia a utilizá-la de forma teológica e metodologicamente fundam Específicos:

JUSTIFICATIVA. OBJETIVOS Gerais: Capacitar expositores da Bíblia a utilizá-la de forma teológica e metodologicamente fundam Específicos: JUSTIFICATIVA A Bíblia é a fonte primeira da teologia cristã, de onde os mais diversos grupos do cristianismo retiram OBJETIVOS Gerais: Capacitar expositores da Bíblia a utilizá-la de forma teológica e

Leia mais

PERSEVERAVAM NA DOUTRINA, NA COMUNHÃO E NAS ORAÇÕES

PERSEVERAVAM NA DOUTRINA, NA COMUNHÃO E NAS ORAÇÕES PERSEVERAVAM NA DOUTRINA, NA COMUNHÃO E NAS ORAÇÕES At 2:42 E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. INTRODUÇÃO Desde a instituição da igreja após o derramamento

Leia mais

MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES

MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES V Conferência Geral do Episcopado da América Latina e Caribe Aparecida, 13 a 31 de

Leia mais

A GRANDE COMISSÃO: ANÁLISE DAS CINCO DIMENSÕES

A GRANDE COMISSÃO: ANÁLISE DAS CINCO DIMENSÕES A MISSÃO NO SÉCULO XXI A GRANDE COMISSÃO: ANÁLISE DAS CINCO DIMENSÕES Dr. ERICO T. XAVIER Os cinco textos da Grande Comissão. Mateus 28:18-20 Marcos 16:14-20 Lucas 24:44-53 João 20:19-23 Atos 1:8 Repetiu

Leia mais

Amadas e amados filhos de Deus aqui na Katumbela, caras autoridades estatais da Província; estimados ministros de Deus e da sua igreja;

Amadas e amados filhos de Deus aqui na Katumbela, caras autoridades estatais da Província; estimados ministros de Deus e da sua igreja; Homilia do Culto Dominical do 28 de Agosto de 2016 A ter lugar em Katumbela Benguela Tema: É tempo de Solidificar a Paz Fundada no Amor Texto Bíblico: Romanos 12:17-19 Introdução Amadas e amados filhos

Leia mais

P S A T S ORAL DA AC A OLHID OLHID

P S A T S ORAL DA AC A OLHID OLHID PASTORAL DA ACOLHIDA Paróquia Sagrada Família Itajubá 06 05 2012 PASTORAL DA ACOLHIDA Todos são de suma importância na comunidade paroquial A acolhida de vocês deve ser como a acolhida de Jesus que acolhe

Leia mais

1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos

1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos NOVENA À NOSSA SENHORA DE CARAVAGGIO 1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos Vós que consolastes a pobre Joaneta em meio à sua aflição familiar, concedei a graça que tanto necessito, intercedendo junto a Jesus

Leia mais

MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO. Estudo Bíblico

MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO. Estudo Bíblico MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO Estudo Bíblico Bispo Luiz Vergílio / Caxias do Sul/RS Abril de 2009 Ministerial de Pastores e Pastoras 1 MISSÃO DA IGREJA E CRESCIMENTO I. IGREJA

Leia mais

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA 17-03-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze A Igreja no desígnio de Deus O que significa a palavra Igreja? Designa o povo que Deus convoca e reúne de todos os

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE AULA 6: SOTERIOLOGIA Baseado em Jeremias 9: 24, a Igreja Pentecostal Deus é Amor oferece a você, obreiro, a oportunidade aprofundar seu conhecimento na palavra de Deus

Leia mais

CATÁLOGO Knox. Publicações

CATÁLOGO Knox. Publicações CATÁLOGO 2013 Knox Publicações LANÇAMENTOS KNOX PUBLICAÇÕES SOLI DEO GLORIA O SER E OBRAS DE DEUS SOLA SCRIPTURA A DOUTRINA REFORMADA DAS ESCRITURAS IMAGO DEI ANTROPOLOGIA BÍBLICA Trilogia de estudos em

Leia mais

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef. 1: 1-14 Slide 1 O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef.1 : 1-14 1. Paulo, apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus, aos santos que vivem em Éfeso e fiéis em Cristo

Leia mais

PRINCÍPIOS DE LIDERANÇA CRISTÃ

PRINCÍPIOS DE LIDERANÇA CRISTÃ PRINCÍPIOS DE LIDERANÇA CRISTÃ Por Evaristo Filho SEMINÁRIO TEOLÓGICO EVANGÉLICO BÍBLICO SETEB Global http://seminarioevangelico.com.br setebonline@gmail.com Apresentação da Disciplina Pré-Tarefas Informações

Leia mais

10 PALAVRAS ESSENCIAIS DE CRISTO PARA OS PASTORES. Por Robert W. Kellemen.

10 PALAVRAS ESSENCIAIS DE CRISTO PARA OS PASTORES. Por Robert W. Kellemen. 10 PALAVRAS ESSENCIAIS DE CRISTO PARA OS PASTORES Por Robert W. Kellemen. www.santoevangelho.com.br Quando eu faço aconselhamentos em igrejas locais, eu repetidamente ouço a preocupação de que nossa igreja

Leia mais

O que é arrependimento

O que é arrependimento 1 O que é arrependimento É muito importante entendermos bem o que é arrependimento. Nós estamos rodeados de conceitos do mundo e de conceitos religiosos que não definem exatamente nosso problema com Deus.

Leia mais

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes SANTIFICAÇÃO Devocional Céus Abertos Pastor Carlito Paes 2 ROTEIRO Santificação Parte 1 Introdução O significado de santidade As duas ênfases da Santificação As duas naturezas do cristão Santificação Parte

Leia mais