NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE ELEIÇÃO PARA CHEFE E VICE CHEFE DO DCA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE ELEIÇÃO PARA CHEFE E VICE CHEFE DO DCA"

Transcrição

1 NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE ELEIÇÃO PARA CHEFE E VICE CHEFE DO I INTRODUÇÃO Art. 1. Art. 2. O Chefe e Vice Chefe do Departamento de Engenharia de Computação e Automação () da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (), são escolhidos entre os Professores com efetivo exercício no Departamento, através de eleição secreta e direta cujos eleitores são os Professores e Servidores Técnico Adminstrativos lotados no e, os estudantes definidos conforme o Título III das presentes normas. Podem candidatar se todos os professores lotados no em Regime de Dedicação exclusiva ou 40 horas semanais, pertencentes ao quadro efetivo da que já tenham ultrapassado o estágio probatório, considerados eleitores de acordo com o artigo 4 o destas normas. II LEGALIDADE Art. 3. As presentes normas estão de acordo com o Estatuto da e seu Regimento Geral e foram aprovadas em reunião plenária do. III HABILITAÇÃO DOS ELEITORES Art. 4. Serão considerados eleitores: a) todos os professores e Servidores Técnico Adminstrativos do quadro permanente da lotados no, excluindo se os que se encontrarem em uma das seguintes situações: gozo de licença para tratar de interesse particular; cedido para outros órgãos, sem atividade na ; afastado para cumprimento de mandato eletivo; em cumprimento de penalidade administrativa ou judicial que afaste das atividades na ; b) os alunos de graduação em Engenharia de Computação e pós graduação em Engenharia Elétrica stricto sensu, cujos cursos incluam disciplinas obrigatórias regularmente oferecidas pelo definidas pelas Normas Específicas para o pleito ou nas disposições transitórias destas normas. A Comissão eleitoral, nas Normas Específicas para cada pleito, definirá e publicará o colégio eleitoral dos estudantes aptos a votar.

2 IV DO PROCESSO ELEITORAL Art. 5 o. Art. 6 o. Art. 7 o. Art. 8 o. Art. 9 o. Art. 10. Art. 11. Art. 12. Art. 13. O processo eleitoral tem início com a criação, na Plenária do, da Comissão Eleitoral, composta por três de seus membros, sendo um deles o Presidente. A Comissão eleitoral tem o prazo de trinta dias para submeter à Plenária do as Normas Específicas para o pleito. Aprovadas as Normas Específicas para o pleito, a Comissão Eleitoral tem o prazo de uma semana para iniciar o recebimento de inscrições de chapas. 1 o. O período de inscrições de chapas será de no mínimo, cinco dias úteis. 2 o Encerrado o prazo para inscrição de chapas, a Comissão Eleitoral terá um dia útil para analisar os pedidos de inscrição, devendo publicar, até às 17 horas deste dia, o deferimento e/ou indeferimento dos mesmos. 3 o Após a publicação dos deferimentos/indeferimentos de inscrições de chapas, a Comissão Eleitoral aguardará eventuais recursos até às 17 horas do segundo dia útil subseqüente, devendo aprecia los no primeiro dia útil que se seguir, tendo até às 17 horas deste dia para publicar a relação definitiva de chapas concorrentes ao pleito. As normas específicas do pleito, aprovadas na Plenária do, estabelecerão a data para a realização do processo eleitoral, que não poderá ultrapassar o prazo de vinte e um dias após o encerramento das inscrições de chapas. A Comissão Eleitoral será responsável pela elaboração de formulário para requisição de inscrição dos candidatos, pela elaboração da cédula de votação, pela organização da (s) mesa (s) receptora (s) e apuradora (s), pela elaboração da ata do processo eleitoral e todos os demais documentos, textos informativos, convites, ofícios e formulários que se tornem necessários para o bom andamento do processo, sendo a Chefia do responsável pela disponibilização das condições materiais que viabilizem tais procedimentos. Sendo inscrita mais de uma chapa, a Comissão eleitoral será responsável pela realização de pelo menos um debate entre os candidatos, em data anterior a dois dias antes do pleito eleitoral. único Após inscritas, as chapas serão identificadas, em primeiro lugar, pelo número de ordem do pedido de inscrição, e, em segundo lugar, pelos nomes dos candidatos a Chefe e Vice Chefe, nesta seqüência, inclusive nas cédulas de votação. Havendo mais de duas chapas inscritas, o pleito eleitoral dar se á em dois turnos, concorrendo ao segundo turno as duas chapas mais votadas no primeiro turno, desde que a chapa mais votada não obtenha coeficiente eleitoral superior a 50%. Havendo segundo turno, este deverá ser realizado num prazo entre uma e duas semanas, após a data de realização do primeiro turno do pleito. A votação dar se á em duas urnas, sendo a Urna 01 receptora dos votos dos Servidores Docentes e Técnico Adminstrativos, correspondendo a totalidade de seus votos a 2/3 do coeficiente eleitoral e, a Urna 02, receptora dos votos dos estudantes, correspondendo à

3 Art. 14. Art. 15. Art. 16. totalidade de seus votos a 1/3 do coeficiente eleitoral, conforme a expressão matemática constante do artigo 24 destas Normas. único A data, horários e locais de votação, serão previamente definidos pela Comissão eleitoral, que os divulgará com antecedência mínima de 04 dias úteis. Cada Chapa concorrente terá direito de indicar Fiscais de eleição e apuração, com pelo menos 03 dias úteis de antecedência à realização do pleito, sendo que, em nenhum momento, mais de um deles poderá permanecer nos recintos de votação e/ou apuração. Cada Seção de votação deverá estar munida da Folha de Votação, da qual terão de constar todos os eleitores aptos a votar naquela seção, com espaço para a assinatura dos que exercerem o direito de voto após a respectiva identificação, mediante documento de identificação funcional, carteira de identidade, carteira de habilitação, carteira de estudante ou outro documento que inclua sua fotografia. 1 o As Folhas de votação serão divulgadas pela Comissão Eleitoral com pelo menos 03 dias úteis, antecedendo à data de realização do pleito. 2 o O eleitor que pertencer a mais de uma categoria, terá direito de votar apenas uma vez, na Urna receptora de votos de Servidores Docentes e Técnico Adminstrativos. 3 o O eleitor cujo nome não constar da Folha de Votação, poderá votar em separado, ficando a cargo da Comissão Eleitoral decidir sobre a aceitação ou não de seu voto, no momento da apuração. É vedada a realização de qualquer dos turnos do pleito eleitoral, em período de recesso escolar. V INSCRIÇÃO DE CANDIDATOS Art. 17. Serão aceitas apenas inscrições de chapas compostas por 2 (dois) professores habilitados a participar do pleito como eleitores, com um dos professores concorrendo ao cargo de Coordenador e o outro professor concorrendo ao cargo de Vice Coordenador. Art. 18. As inscrições devem ser formalizadas pelas chapas em formulário próprio disponibilizado pela Comissão Eleitoral na Secretaria do. VI APURAÇÃO Art. 19.A apuração terá início logo após o encerramento da votação. Art. 20. A urna contendo os votos dos Servidores Docentes e Técnico Adminstrativos será denominada Urna 01 e a urna contendo os votos dos Estudantes será denominada Urna 02. único para efetuar o cálculo do coeficiente eleitoral, caso tenha sido utilizada mais de uma seção para captar os votos dos Estudantes, os resultados apurados de todas estas urnas serão somados e considerados votos da Urna 02.

4 Art. 21. Serão contados os votos obtidos pelas chapas em cada uma das urnas de votação. Art. 22.Será declarado voto nulo aquele que: (a) possua qualquer tipo de rasura; (b) indique mais de uma chapa como escolhida; (c) apresente qualquer sinal que possa permitir a identificação do eleitor. Art. 23. Será declarado voto em branco aquele em que o eleitor não identificou claramente uma das chapas concorrentes nem anulou o voto. Art. 24. Será considerada eleita a chapa que obtiver o maior coeficiente eleitoral (I Chapa ), calculado de acordo com a fórmula a seguir: I Chapa No.de votos na chapa, URNA 1 = ( 0,7) Total de profs. + Tec.Adms. votantes No.de votos de estudantes na chapa, Urna 02 Total de estudantes votantes único para os denominadores das expressões para calcular o coeficiente eleitoral serão somados todos os votos depositados nas respectivas urnas. Art. 25.Os votos brancos e nulos serão computados no cálculo do coeficiente eleitoral, na forma indicada pela expressão matemática a seguir: I bran No.de votos brancos, URNA 1 No.de votos brancos, Urna 02 cos = (0,7) Total de profs. + Tec.Adms. votantes Total de estudantes votantes I nulos No.de votos nulos, URNA 1 No. de votos nulos, Urna 02 = ( 0,7) Total de profs. + Tec.Adms. votantes Total de estudantes votantes Art. 26.Em caso de empate, será considerada eleita a chapa que tiver o candidato a Chefe mais antigo no exercício do magistério superior na. Art. 27. No segundo turno do pleito eleitoral ou no primeiro em caso de apenas uma ou duas chapas concorrentes, para ser eleita, a chapa terá de obter um coeficiente eleitoral superior à soma dos coeficientes obtidos para os votos brancos e nulos. VII DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS Art. 28. Os resultados serão divulgados pela Comissão Eleitoral logo após a apuração, e serão encaminhados à plenária do para homologação. Art. 29. Os recursos porventura existentes deverão ser encaminhados à Comissão Eleitoral até as 17:00h do segundo dia útil após a divulgação dos resultados. Art. 30.Os casos omissos serão decididos pela Comissão Eleitoral. Art. 31.Das decisões da Comissão Eleitoral cabe recurso à plenária do.

5 Art. 32. Esta Resolução entra em vigor na data da sua aprovação, revogadas as disposições em contrário. VIII DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS Art. 33. Para a gestão 2003/2005, a eleição será realizada no dia 11 de julho de 2003, das 8:00 às 11:30 h e das 14:00 às 16:30 h, na Secretaria do. único Havendo segundo turno, este será realizado no dia 18 de julho de 2003, das 8:00 às 11:30 h e das 14:00 às 16:30 h, na Secretaria do. Art. 34. A Comissão Eleitoral encarregar se á dos trabalhos pertinentes à votação, estabelecendo condições para o bom funcionamento da mesa eleitoral. Art. 35.As inscrições de chapas serão aceitas no período de 08 a 10 de julho, das 8:00 às 11:30 h e das 14:00 às 16:30 h, na Secretaria do. Art. 36. O colégio eleitoral de estudantes aptos a votar será dos estudantes de graduação em Engenharia de Computação e Automação das ênfases Automação Industrial e Sistemas de Computação assim como os alunos de pós Graduação em Engenharia Elétrica das áreas Automação em Sistemas e Engenharia de Computação. Art. 37.Estas normas entram em vigor na data de sua aprovação pelo Plenário do.

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE AGRONOMIA DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA EDITAL N 006 DE 19/10/2016

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE AGRONOMIA DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA EDITAL N 006 DE 19/10/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE AGRONOMIA DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA EDITAL N 006 DE 19/10/2016 Edital para eleição do(a) Chefe(a) do Departamento de Fitotecnia NORMAS PARA CONSULTA

Leia mais

Edital N.º 001 MACAE de 20 de Janeiro de I DOS OBJETIVOS

Edital N.º 001 MACAE de 20 de Janeiro de I DOS OBJETIVOS Edital N.º 001 MACAE de 20 de Janeiro de 2017. A Comissão Eleitoral, designada pela Ordem de Serviço N. 65/2016, de 14 de dezembro de 2016, considerando a Resolução N.º 25/2014, de 17 de outubro de 2014

Leia mais

REGULAMENTO DE ELEIÇÃO PARA A ESCOLHA DE MEMBROS DE COLEGIADO DE CURSOS DO CÂMPUS CORNÉLIO PROCÓPIO DA UTFPR PARA O BIÊNIO

REGULAMENTO DE ELEIÇÃO PARA A ESCOLHA DE MEMBROS DE COLEGIADO DE CURSOS DO CÂMPUS CORNÉLIO PROCÓPIO DA UTFPR PARA O BIÊNIO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Cornélio Procópio Diretoria de Graduação e Educação Profissional REGULAMENTO DE ELEIÇÃO PARA A ESCOLHA DE MEMBROS DE COLEGIADO DE

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO DE ELEIÇÃO PARA A ESCOLHA DE MEMBROS DE COLEGIADO DE CURSOS DO CÂMPUS CORNÉLIO PROCÓPIO DA UTFPR PARA O BIÊNIO

PROPOSTA DE REGULAMENTO DE ELEIÇÃO PARA A ESCOLHA DE MEMBROS DE COLEGIADO DE CURSOS DO CÂMPUS CORNÉLIO PROCÓPIO DA UTFPR PARA O BIÊNIO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Cornélio Procópio Diretoria de Graduação e Educação Profissional PROPOSTA DE REGULAMENTO DE ELEIÇÃO PARA A ESCOLHA DE MEMBROS DE

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2014 Eleições para Oeste Empresa Junior - OEJ da Faculdade São Francisco de Barreiras - FASB 2014/2015

EDITAL Nº. 01/2014 Eleições para Oeste Empresa Junior - OEJ da Faculdade São Francisco de Barreiras - FASB 2014/2015 EDITAL Nº. 01/2014 Eleições para Oeste Empresa Junior - OEJ da Faculdade São Francisco de Barreiras - FASB 2014/2015 DISPOSIÇÕES GERAIS ART. 1º - A eleição para diretoria da Oeste Empresa Júnior (2014/2015)

Leia mais

REGIMENTO INTERNO NORMA Nº 02/ DO REGULAMENTO ELEIÇÕES DA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELH0 FISCAL

REGIMENTO INTERNO NORMA Nº 02/ DO REGULAMENTO ELEIÇÕES DA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELH0 FISCAL REGIMENTO INTERNO NORMA Nº 02/2010 - DO REGULAMENTO ELEIÇÕES DA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELH0 FISCAL Art. 1º - Este Regulamento fixa normas para eleição da Diretoria Executiva e Conselho Fiscal da, de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA COLEGIADO DE FÍSICA CAMPUS DE ITAPETINGA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA COLEGIADO DE FÍSICA CAMPUS DE ITAPETINGA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA COLEGIADO DE FÍSICA CAMPUS DE ITAPETINGA ELEIÇÃO PARA COORDENADOR (A) E VICE-COORDENADOR (A) REGIME ELEITORAL BIÊNIO 2015-2017 UESB ITAPETINGA AGOSTO 2015 A Comissão

Leia mais

EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I DAS ELEIÇÕES

EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I DAS ELEIÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CAMPUS BINACIONAL OIAPOQUE CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM EDITAL Nº 01/2016 CCEN/UNIFAP EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL A Comissão Eleitoral, constituída na reunião de colegiado

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB COLEGIADO DOS CURSOS DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CCCB CAMPUS DE JEQUIÉ

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB COLEGIADO DOS CURSOS DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CCCB CAMPUS DE JEQUIÉ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB COLEGIADO DOS CURSOS DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CCCB CAMPUS DE JEQUIÉ ELEIÇÃO PARA COORDENADOR (A) E VICE-COORDENADOR (A) REGIME ELEITORAL BIÊNIO 2017-2019 UESB

Leia mais

ELEIÇÃO PARA A COORDENADORIA DO COLEGIADO DO MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA - MNPEF BIÊNIO

ELEIÇÃO PARA A COORDENADORIA DO COLEGIADO DO MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA - MNPEF BIÊNIO ELEIÇÃO PARA A COORDENADORIA DO COLEGIADO DO MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA - MNPEF CAPÍTULO I DA COMISSÃO ELEITORAL Art. 1 - A Comissão Eleitoral será formada por 03 (três) Professores

Leia mais

NORMAS PARA A CONSULTA À COMUNIDADE

NORMAS PARA A CONSULTA À COMUNIDADE Consulta à Comunidade Universitária para Escolha de Coordenador e Coordenador Adjunto do Curso de Graduação em Engenharia Hídrica do Centro de Desenvolvimento Tecnológico da UFPel NORMAS PARA A CONSULTA

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia UESB

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia UESB Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia UESB Departamento de Tecnologia Rural e Animal DTRA Campus Juvino Oliveira REGIMENTO ELEITORAL Biênio 2018/2020 Eleição de Diretor e de Vice-Diretor do Departamento

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes R E S O L U Ç Ã O N.º 003/2008 CI / CCH Aprovar o Regulamento de eleição para representante técnicouniversitário no Conselho Interdepartamental do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes. Considerando

Leia mais

ELEIÇÃO PARA O DIRETÓRIO ACADÊMICO DA FACULDADE DE ENGENHARIA DE GUARATINGUETÁ (2010/2011)

ELEIÇÃO PARA O DIRETÓRIO ACADÊMICO DA FACULDADE DE ENGENHARIA DE GUARATINGUETÁ (2010/2011) UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO CAMPUS DE GUARATINGUETÁ Faculdade de Engenharia Diretório Acadêmico da Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá Gestão Integração EDITAL Nº 01/2010

Leia mais

REGULAMENTO DA CONSULTA À COMUNIDADE UNIVERSÍTÁRIA PARA ESCOLHA DO REITOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA - PERIODO

REGULAMENTO DA CONSULTA À COMUNIDADE UNIVERSÍTÁRIA PARA ESCOLHA DO REITOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA - PERIODO A fim de regulamentar a Consulta à Comunidade Universitária para escolha do Reitor da Universidade para o período de 2012 a, a Comissão Organizadora da Consulta (COC), R E S O L V E: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS CORPOS DOCENTE, DISCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS CORPOS DOCENTE, DISCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS CORPOS DOCENTE, DISCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS I. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Tendo em vista o

Leia mais

Faculdade de Ciências e Letras de Assis

Faculdade de Ciências e Letras de Assis NORMAS E CALENDÁRIO DA ELEIÇÃO PARA ESCOLHA DE SUPERVISOR E VICE- SUPERVISOR DO CENTRO DE PESQUISA E PSICOLOGIA APLICADA DR a BETTI KATZENSTEIN - CPPA FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS UNESP Artigo

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL - DE/HU

REGIMENTO ELEITORAL - DE/HU SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PROF. POLYDORO ERNANI DE SÃO THIAGO DIRETORIA DE ENFERMAGEM REGIMENTO ELEITORAL - DE/HU CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS CORPOS DOCENTE, DISCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS CORPOS DOCENTE, DISCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS CORPOS DOCENTE, DISCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS I. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Tendo em vista a

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ODONTOLOGIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROPOSTA RESOLUÇÃO Nº. 01/2017, DO CONSELHO DA FACULDADE DE ODONTOLOGIA - Estabelece normas e procedimentos para escolha de Diretor(a) (quadriênio 2017 a 2021), Coordenador(a) de Graduação (biênio 2017

Leia mais

Parágrafo único É vedada a inscrição de um mesmo candidato por chapas diferentes, ainda que para exercer cargos diferentes.

Parágrafo único É vedada a inscrição de um mesmo candidato por chapas diferentes, ainda que para exercer cargos diferentes. 1 Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Ciências Exatas e da Terra Instituto de Química Normas do processo eleitoral para escolha de Coordenador e Vice-coordenador dos Cursos de Graduação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 142, DE 30 DE JUNHO DE 2016

RESOLUÇÃO Nº 142, DE 30 DE JUNHO DE 2016 RESOLUÇÃO Nº 142, DE 30 DE JUNHO DE 2016 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 73ª Reunião Ordinária, realizada em 30 de junho de 2016, no uso das atribuições que lhe confere

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ RESOLUÇÃO Nº 04/2017-SPA, DE 04 DE ABRIL DE 2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ RESOLUÇÃO Nº 04/2017-SPA, DE 04 DE ABRIL DE 2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ RESOLUÇÃO Nº 04/2017-SPA, DE 04 DE ABRIL DE 2017 Estabelece normas para a consulta à Comunidade do Setor, para eleição de Coordenador e Vice- Coordenador do Programa de Pós-

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL DO SAERGS ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL

REGIMENTO ELEITORAL DO SAERGS ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL REGIMENTO ELEITORAL DO SAERGS ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL I DA ELEIÇÃO Art. 1º - A eleição da Diretoria e do Conselho Fiscal do Sindicato dos Arquitetos no Estado do Rio Grande do Sul SAERGS

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DA CONGREGAÇÃO DA UNIDADE CAMPUS II MANDATO DE 2016 A 2018

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DA CONGREGAÇÃO DA UNIDADE CAMPUS II MANDATO DE 2016 A 2018 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DA UNIDADE CAMPUS II REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DA CONGREGAÇÃO DA UNIDADE

Leia mais

Universidade Federal da Paraíba Centro de Energias Alternativas e Renováveis

Universidade Federal da Paraíba Centro de Energias Alternativas e Renováveis EDITAL DIRETORIA Nº 01/2017 Estabelece normas para eleição dos representantes docentes junto ao Conselho Universitário CONSUNI e ao Conselho Superior de Ensino Pesquisa e Extensão - CONSEPE do da Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS CAMPUS CHAPECÓ

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS CAMPUS CHAPECÓ UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS CAMPUS CHAPECÓ EDITAL PARA ELEIÇÃO DE COORDENADOR E COORDENADOR ADJUNTO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA CAPÍTULO I DAS DIRETRIZES GERAIS Art. 1 O

Leia mais

PORTARIA IME n.º 502 de 12 de março de 1997

PORTARIA IME n.º 502 de 12 de março de 1997 PORTARIA IME n.º 502 de 12 de março de 1997 Dispõe sobre as normas que regem as eleições de representantes dos servidores não docentes e respectivos suplentes junto aos colegiados do Instituto de Matemática

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE TECNOLOGIA - NT DEPARTAMENTO ACADEMICO DE CIENCIA DA COMPUTAÇÃO - DACC COMISSÃO ELEITORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE TECNOLOGIA - NT DEPARTAMENTO ACADEMICO DE CIENCIA DA COMPUTAÇÃO - DACC COMISSÃO ELEITORAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE TECNOLOGIA - NT DEPARTAMENTO ACADEMICO DE CIENCIA DA COMPUTAÇÃO - DACC COMISSÃO ELEITORAL Edital 001/DACC/2016 Eleição para Chefe e Sub-Chefe do Departamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO TRÊS RIOS DEPARTAMENTO DE DIREITO HUMANIDADE E LETRAS -DDHL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO TRÊS RIOS DEPARTAMENTO DE DIREITO HUMANIDADE E LETRAS -DDHL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO TRÊS RIOS DEPARTAMENTO DE DIREITO HUMANIDADE E LETRAS -DDHL EDITAL 001/2017 Edital para eleição do(a) Coordenador(a) e Vice-

Leia mais

Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas CCET

Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas CCET Edital para Eleição do Diretor e Vice-Diretor do CCET Quadriênio 2012/2015 A Comissão Eleitoral, no uso de suas atribuições legais, concedidas pela Portaria nº. 1801, de 7 de novembro de 2011, atendendo

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO E INSCRIÇÕES PARA ELEIÇÕES DO CENTRO ACADÊMICO XI DE MAIO PLEITO 2017/2018

EDITAL DE CONVOCAÇÃO E INSCRIÇÕES PARA ELEIÇÕES DO CENTRO ACADÊMICO XI DE MAIO PLEITO 2017/2018 EDITAL DE CONVOCAÇÃO E INSCRIÇÕES PARA ELEIÇÕES DO CENTRO ACADÊMICO XI DE MAIO PLEITO 2017/2018 A Comissão Eleitoral, composta conforme disposições do Estatuto do Centro Acadêmico XI de Maio, torna público

Leia mais

ELEIÇÕES PARA COLEGIADO DE QUÍMICA BIÊNIO 2017/2019

ELEIÇÕES PARA COLEGIADO DE QUÍMICA BIÊNIO 2017/2019 Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Recredenciada pelo Decreto Estadual Nº 16.825 de 04.07.2016 COLEGIADO DE QUÍMICA CAMPUS DE JEQUIÉ ELEIÇÕES PARA COLEGIADO DE QUÍMICA BIÊNIO 2017/2019 FEVEREIRO/2017

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO NORMAS DA CONSULTA À COMUNIDADE DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, SOB A FORMA DE ELEIÇÃO DIRETA,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DIAMANTINA MINAS GERAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DIAMANTINA MINAS GERAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Faculdade Interdisciplinar em Humanidades Campus Diamantina Coordenação do Curso de Humanidades Edital 002/2016 A Coordenação do Curso de Humanidades no uso de suas atribuições legais

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL/BIÊNIO

REGIMENTO ELEITORAL/BIÊNIO UNIVERSIDADEESTADUALDOSUDOESTEDABAHIA-UESB RecredenciadapeloDecretoEstadualnº9,996de02/05/2006 Colegiado do Curso de Filosofia REGIMENTO ELEITORAL/BIÊNIO 2016-2018 CAPÍTULO I DAS CANDIDATURAS Art. 1º -

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL ELEIÇÕES DO CONSELHO DIRETOR E DO CONSELHO FISCAL GESTÃO 2018/2019

REGULAMENTO ELEITORAL ELEIÇÕES DO CONSELHO DIRETOR E DO CONSELHO FISCAL GESTÃO 2018/2019 REGULAMENTO ELEITORAL ELEIÇÕES DO CONSELHO DIRETOR E DO CONSELHO FISCAL GESTÃO 2018/2019 I Da eleição Artigo 1º. A eleição do Conselho Diretor e do Conselho Fiscal da Associação Nacional de Transportes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ RESOLUÇÃO Nº 03/2017-SPA, DE 31 DE MARÇO DE 2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ RESOLUÇÃO Nº 03/2017-SPA, DE 31 DE MARÇO DE 2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ RESOLUÇÃO Nº 03/2017-SPA, DE 31 DE MARÇO DE 2017 Estabelece normas para consulta à Comunidade do Setor, para eleição de Chefe e Suplente de Chefe do Departamento de Biodiversidade

Leia mais

EDITAL 001/2009 DE ELEIÇÃO PARA CHEFIA DO DEPARTAMENTO DE LETRAS

EDITAL 001/2009 DE ELEIÇÃO PARA CHEFIA DO DEPARTAMENTO DE LETRAS EDITAL 001/2009 DE ELEIÇÃO PARA CHEFIA DO DEPARTAMENTO DE LETRAS - FUNEMAT, pessoa jurídica de direito público da administração indireta, sob a natureza de Fundação Pública Estadual, criada pela Lei Complementar

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA JOHN DALTON CAJD.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA JOHN DALTON CAJD. EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA JOHN DALTON CAJD Edital 01/2016 A Comissão Eleitoral do Curso de Licenciatura em Química 2016 vem

Leia mais

Regimento Interno, torna público edital de eleições para o provimento de cargos do conselho Fiscal e Deliberativo.

Regimento Interno, torna público edital de eleições para o provimento de cargos do conselho Fiscal e Deliberativo. ELEIÇÔES ACERGS quinta-feira 06 de agosto de 2015 Edital Nº03/2015 Processo Eleitoral ACERGS O Presidente da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul ACERGS, no exercício das funções que lhe confere o

Leia mais

PORTARIA IME n.º 500 de 12 de março de 1997

PORTARIA IME n.º 500 de 12 de março de 1997 PORTARIA IME n.º 500 de 12 de março de 1997 Dispõe sobre as normas que regem as eleições de representantes docentes, e respectivos suplentes junto aos colegiados do Instituto de Matemática e Estatística

Leia mais

EDITAL Nº. 02/2015 ELEIÇÃO PARA DIRETORIA EXECUTIVA DA EMPRESA JÚNIOR

EDITAL Nº. 02/2015 ELEIÇÃO PARA DIRETORIA EXECUTIVA DA EMPRESA JÚNIOR EDITAL Nº. 02/2015 ELEIÇÃO PARA DIRETORIA EXECUTIVA DA EMPRESA JÚNIOR A Comissão Eleitoral da Empresa Junior de Engenharia Civil da Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC, doravante denominada ENGETEC

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA INSCRIÇÃO DE CHAPAS PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DE LICENCIATURA PLENA EM QUÍMICA DO IFRN CAMPUS IPANGUAÇU

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA INSCRIÇÃO DE CHAPAS PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DE LICENCIATURA PLENA EM QUÍMICA DO IFRN CAMPUS IPANGUAÇU CENTRO ACADEMICO DE LICENCIATURA EM QUIMICA EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA INSCRIÇÃO DE CHAPAS PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DE LICENCIATURA PLENA EM QUÍMICA DO IFRN CAMPUS IPANGUAÇU Edital

Leia mais

Edital COLTEC - EBAP Nº 06/2016 CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO

Edital COLTEC - EBAP Nº 06/2016 CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO Edital COLTEC - EBAP Nº 06/2016 CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO A Diretora Geral da EBAP, da Universidade Federal de Minas Gerais, Professora Tânia Margarida Lima Costa, no uso de suas atribuições legais, torna

Leia mais

EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I DAS ELEIÇÕES

EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I DAS ELEIÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CAMPUS BINACIONAL OIAPOQUE CURSO DE LICENCIATURA EM PEDGOGIA EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL A Comissão Eleitoral, constituída na reunião de colegiado do Curso de Licenciatura

Leia mais

NORMAS PARA O PROCESSO DE CONSULTA PARA A ESCOLHA DE DIRETOR E VICE-DIRETOR DO SETOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA DA UFPR (Gestão )

NORMAS PARA O PROCESSO DE CONSULTA PARA A ESCOLHA DE DIRETOR E VICE-DIRETOR DO SETOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA DA UFPR (Gestão ) NORMAS PARA O PROCESSO DE CONSULTA PARA A ESCOLHA DE DIRETOR E VICE-DIRETOR DO SETOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA DA UFPR (Gestão 2015-2018) A Comissão Eleitoral, designada pela Portaria nº 92/2014,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE BIODIVERSIDADE E FLORESTAS EDITAL Nº 04 DE 11 DE JULHO DE 2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE BIODIVERSIDADE E FLORESTAS EDITAL Nº 04 DE 11 DE JULHO DE 2017 EDITAL Nº 04 DE 11 DE JULHO DE 2017 ELEIÇÃO PARA REPRESENTANTES DOCENTES NO CONSELHO DO - IBEF CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º O presente Edital tem como objetivo a eleição de Representantes docentes

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA COMISSÃO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS COORDENADORES DE CURSO DE GRADUAÇÃO E SEUS EVENTUAIS SUBSTITUTOS DA

Leia mais

REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES. Título I

REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES. Título I Das finalidades REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES Título I Art. 1º - O presente Regulamento, elaborado em cumprimento ao disposto no inciso III do Art. 53 do Estatuto Social, tem por finalidade disciplinar as eleições

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CAMPUS BINACIONAL OIAPOQUE CURSO DE LICENCIATURA INTERCULTURAL INDÍGENA EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CAMPUS BINACIONAL OIAPOQUE CURSO DE LICENCIATURA INTERCULTURAL INDÍGENA EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CAMPUS BINACIONAL OIAPOQUE CURSO DE LICENCIATURA INTERCULTURAL INDÍGENA EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL A Comissão Eleitoral, constituída em reunião de colegiado do Curso de

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DA COORDENAÇÃO E SUBCOORDENAÇÃO DO PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES PEFPD GESTÃO

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DA COORDENAÇÃO E SUBCOORDENAÇÃO DO PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES PEFPD GESTÃO REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DA COORDENAÇÃO E SUBCOORDENAÇÃO DO PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES PEFPD GESTÃO 2017-2018 I DAS ELEIÇÕES Art. 1 O presente regulamento contém as normas para

Leia mais

EDITAL DE Nº 1 DE 23 DE JUNHO DE 2017.

EDITAL DE Nº 1 DE 23 DE JUNHO DE 2017. EDITAL DE Nº 1 DE 23 DE JUNHO DE 2017. ELEIÇÃO PARA RECOMPOSIÇÃO DOS INTEGRANTES DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD) DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO - CAMPUS

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ORDEM DE SERVIÇO N.º 102/2017-PROGRAD O Professor Miguel Archanjo de Freitas Júnior, Pró-Reitor de Graduação da Universidade Estadual de

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES SUPLENTES DO CORPO DOCENTE DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES SUPLENTES DO CORPO DOCENTE DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES SUPLENTES DO CORPO DOCENTE DO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS CONGONHAS I. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Tendo em vista a ausência de representantes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO NORMAS PARA ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DO CORPO DOCENTE PARA O CONSELHO UNIVERSITÁRIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO NORMAS PARA ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DO CORPO DOCENTE PARA O CONSELHO UNIVERSITÁRIO NORMAS PARA ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DO CORPO DOCENTE PARA O TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Será realizada eleição para escolha de representantes do Corpo Docente para o Conselho Universitário

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL 2016 IAB RS

REGULAMENTO ELEITORAL 2016 IAB RS A Comissão Eleitoral constituída nos termos do Art. 80 do Estatuto do IAB RS, vem, através deste Regulamento Eleitoral Eleições 2016, editado nos termos do parágrafo único do Artigo 80 do Estatuto do IAB

Leia mais

ELEIÇÕES PARA DIRETORIA DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ EDITAL DE CONVOCAÇÃO

ELEIÇÕES PARA DIRETORIA DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ EDITAL DE CONVOCAÇÃO ELEIÇÕES PARA DIRETORIA DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ 2017-2021 EDITAL DE CONVOCAÇÃO A Comissão Eleitoral, composta pelos servidores José Jurberg, Aline dos Santos Moreira, Daniel Daipert Garcia, Ludmila Pereira

Leia mais

REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES PARA O COLEGIADO DO DEPARTAMENTO DE ÁREAS ACADÊMICAS E CONSELHO DEPARTAMENTAL CAPÍTULO I DA FINALIDADE

REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES PARA O COLEGIADO DO DEPARTAMENTO DE ÁREAS ACADÊMICAS E CONSELHO DEPARTAMENTAL CAPÍTULO I DA FINALIDADE REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES PARA O COLEGIADO DO DEPARTAMENTO DE ÁREAS ACADÊMICAS E CONSELHO DEPARTAMENTAL A comissão eleitoral designada pela Chefia de Departamento do Instituto Federal de Goiás, campus Água

Leia mais

CAPITULO I Das Finalidades

CAPITULO I Das Finalidades REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DO COORDENADOR E SUBCOORDENADOR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA/CPCE Por delegação de competência do Diretor do Campus Profª Cinobelina Elvas, da Universidade

Leia mais

ELEIÇÕES PARA REPRESENTANTE DOS SERVIDORES NO CONSELHO DELIBERATIVO DO ILMD. Edital de Convocação

ELEIÇÕES PARA REPRESENTANTE DOS SERVIDORES NO CONSELHO DELIBERATIVO DO ILMD. Edital de Convocação ELEIÇÕES PARA REPRESENTANTE DOS SERVIDORES NO CONSELHO DELIBERATIVO DO ILMD Edital de Convocação A Comissão Eleitoral, composta pelos servidores, Felipe dos Santos Costa, Antônio Ferreira de Carvalho e

Leia mais

ELEIÇÕES PARA COLEGIADO DE FARMÁCIA BIÊNIO 2014/2016

ELEIÇÕES PARA COLEGIADO DE FARMÁCIA BIÊNIO 2014/2016 Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia AUTORIZADO PELO DECRETO FEDERAL N.º 94.150 DE 22.04.1987 COLEGIADO DE FARMÁCIA CAMPUS DE JEQUIÉ ELEIÇÕES PARA COLEGIADO DE FARMÁCIA BIÊNIO 2014/2016 JULHO/2014

Leia mais

Normas Regulamentadoras do processo eleitoral para os cargos de Diretor (a) e Vice-Diretor (a) do Campus Guarulhos para o quadriênio

Normas Regulamentadoras do processo eleitoral para os cargos de Diretor (a) e Vice-Diretor (a) do Campus Guarulhos para o quadriênio Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Reitoria Normas Regulamentadoras do processo eleitoral para os cargos de Diretor (a) e Vice-Diretor (a) do Campus Guarulhos para o quadriênio 2017-2021.

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2013 ELEIÇÃO PARA A EMPRESA JÚNIOR DA FUMEC CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE (2013/2014)

EDITAL Nº. 01/2013 ELEIÇÃO PARA A EMPRESA JÚNIOR DA FUMEC CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE (2013/2014) EDITAL Nº. 01/2013 ELEIÇÃO PARA A EMPRESA JÚNIOR DA FUMEC CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE (2013/2014) DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - A eleição para a diretoria da Empresa Júnior (2013/2014) da FACE

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA CAMPUS DE VITÓRIA DA CONQUISTA BAHIA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA CAMPUS DE VITÓRIA DA CONQUISTA BAHIA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA CAMPUS DE VITÓRIA DA CONQUISTA BAHIA EDITAL DE ELEIÇÃO PARA O CENTRO ACADÊMICO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CACIC GESTÃO 2017/2018 A Comissão Eleitoral do Centro Acadêmico

Leia mais

EDITAL PARA ELEIÇÃO DA COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (PPGE)

EDITAL PARA ELEIÇÃO DA COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (PPGE) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 EDITAL PARA ELEIÇÃO DA COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 029/2004-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 029/2004-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 029/2004-COU/UNICENTRO OBS: ESTA RESOLUÇÃO ESTÁ REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 024/2006-COU/UNICENTRO. Aprova o Regulamento da eleição para Diretor de Centro de Conhecimento da UNICENTRO. O REITOR

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 162, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2016

RESOLUÇÃO Nº 162, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2016 RESOLUÇÃO Nº 162, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2016 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 75 a Reunião Ordinária, realizada no dia 19 de dezembro de 2016, no uso das atribuições que

Leia mais

PORTARIA IEE Nº D007/2015

PORTARIA IEE Nº D007/2015 PORTARIA IEE Nº D007/2015 Dispõe sobre as eleições para Diretor e Vice- Diretor do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (USP). O Diretor do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Biológicas e da Saúde CCBS EDITAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Biológicas e da Saúde CCBS EDITAL EDITAL ELEIÇÃO PARA REPRESENTANTES DOCENTES, TÉCNICOS A- ADMINISTRATIVOS E DISCENTES NO COLEGIADO DO INSTITUTO BIOMÉDICO DO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE A Comissão Eleitoral, no uso das atribuições

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL EDITAL

COMISSÃO ELEITORAL EDITAL COMISSÃO ELEITORAL EDITAL A Comissão Eleitoral designada pela Portaria 1013/GR de 07 de dezembro de 2010, para proceder à escolha de Diretor e Vice-Diretor do Núcleo de Tecnologia da Universidade Federal

Leia mais

EDITAL. CAPÍTULO I Das Definições e Providências Preliminares

EDITAL. CAPÍTULO I Das Definições e Providências Preliminares EDITAL A COMISSÃO ELEITORAL indicada pelo CONSELHO DA UNIDADE DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (FAMED/UFRGS), no uso de suas atribuições, convoca através do presente

Leia mais

EDITAL CEAVI/UDESC Nº 001/2013. PROCESSO ELEITORAL SETORIAL CEAVI - PARA ELEIÇÃO DE REPRESENTANTE DOCENTE NO CONSUNI, CONSEPE e CONSAD/UDESC.

EDITAL CEAVI/UDESC Nº 001/2013. PROCESSO ELEITORAL SETORIAL CEAVI - PARA ELEIÇÃO DE REPRESENTANTE DOCENTE NO CONSUNI, CONSEPE e CONSAD/UDESC. EDITAL CEAVI/UDESC Nº 001/2013 PROCESSO ELEITORAL SETORIAL CEAVI - PARA ELEIÇÃO DE REPRESENTANTE DOCENTE NO CONSUNI, CONSEPE e CONSAD/UDESC. Abre inscrições, fixa data, horário e critérios para eleição

Leia mais

CONSELHO DO CAMPUS DOM PEDRITO EDITAL DE CONVOCAÇÃO ELEIÇÕES PARA COORDENAÇÃO DE CURSO DE BACHARELADO EM ENOLOGIA DO CAMPUS DOM PEDRITO

CONSELHO DO CAMPUS DOM PEDRITO EDITAL DE CONVOCAÇÃO ELEIÇÕES PARA COORDENAÇÃO DE CURSO DE BACHARELADO EM ENOLOGIA DO CAMPUS DOM PEDRITO . CONSELHO DO CAMPUS DOM PEDRITO EDITAL DE CONVOCAÇÃO ELEIÇÕES PARA COORDENAÇÃO DE CURSO DE BACHARELADO EM ENOLOGIA DO CAMPUS DOM PEDRITO CAPÍTULO I DAS DIRETRIZES GERAIS Art. 1º Estas normas orientam

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 3/2015, DO CONSELHO DA FACULDADE DE ODONTOLOGIA - UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

RESOLUÇÃO Nº. 3/2015, DO CONSELHO DA FACULDADE DE ODONTOLOGIA - UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA RESOLUÇÃO Nº. 3/2015, DO CONSELHO DA - Estabelece normas e procedimentos para escolha do Colegiado do Programa de Pós-graduação, da Faculdade de Odontologia, da - Universidade Federal de Uberlândia (biênio

Leia mais

EDITAL PARA A ELEIÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA DA ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO E MILITAR - ASEMPT

EDITAL PARA A ELEIÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA DA ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO E MILITAR - ASEMPT EDITAL PARA A ELEIÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA DA ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO E MILITAR - ASEMPT A Comissão Eleitoral usando dos poderes que lhe foram conferidos resolve editar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE CIENCIAS DA SAÚDE E DESPORTO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA EDITAL N 001/2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE CIENCIAS DA SAÚDE E DESPORTO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA EDITAL N 001/2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE CIENCIAS DA SAÚDE E DESPORTO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA EDITAL N 001/2015 EDITAL DE ELEIÇÃO DE COORDENADOR E VICE-COORDENADOR DO CURSO DE BACHARELADO

Leia mais

I DA ELEIÇÃO II DOS CANDIDATOS

I DA ELEIÇÃO II DOS CANDIDATOS REGULAMENTO ELEITORAL PARA OS CARGOS DE DIRETOR (A), CHEFES DO CTIC, SERVIÇOS E LABORATÓRIOS E PARA REPRESENTANTE DOS SERVIDORES DO INSTITUTO DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA EM SAÚDE

Leia mais

Edital de Convocação

Edital de Convocação ELEIÇÕES PARA DIRETORIA DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ 2013 2017 Edital de Convocação A Comissão Eleitoral, composta pelos servidores, José Jurberg, Mariangela Ziccardi, Carlos Silva, Sylvia Regina Quintana,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 013, DE 05 DE SETEMBRO DE 2016

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 013, DE 05 DE SETEMBRO DE 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 013, DE 05 DE SETEMBRO DE 2016 Dispõe sobre o Regulamento do processo de consulta à comunidade

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA. Edital Nº 01/2017 de 24 de novembro de 2016

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA. Edital Nº 01/2017 de 24 de novembro de 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS MUZAMBINHO EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ RESOLUÇÃO Nº 02/17-SPA, DE 24 DE MARÇO DE 2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ RESOLUÇÃO Nº 02/17-SPA, DE 24 DE MARÇO DE 2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ RESOLUÇÃO Nº 02/17-SPA, DE 24 DE MARÇO DE 2017 Estabelece as normas para consulta à Comunidade do Setor, para eleição de Coordenador e Vice-Coordenador do Curso de Licenciatura

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/2017

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/2017 1 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/2017 O Diretor Clínico do Hospital das Clínicas Samuel Libânio - HCSL faz saber aos membros do Corpo Clínico desta Instituição que estão abertas as inscrições para as eleições

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO NORMAS DA CONSULTA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO NORMAS DA CONSULTA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM HISTÓRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NORMAS DE CONSULTA AOS CARGOS DE COORDENADOR E SUBSTITUTO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO PORTARIA IGCE/DTA nº 067/2016, de 10 de junho de 2016. Dispõe sobre normas e calendário para a realização de consulta visando à escolha do Diretor e do Vice- Diretor do Instituto de Geociências e Ciências

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS NATAL-CENTRAL DIRETORIA ACADÊMICA DE CIÊNCIAS

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS NATAL-CENTRAL DIRETORIA ACADÊMICA DE CIÊNCIAS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS NATAL-CENTRAL DIRETORIA ACADÊMICA DE CIÊNCIAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL COMISSÃO ELEITORAL A

Leia mais

Artigo 3º - É habilitado à votação toda (o) psicóloga (o) eleita (o) delegada(o) do XI Congresso da FENAPSI.

Artigo 3º - É habilitado à votação toda (o) psicóloga (o) eleita (o) delegada(o) do XI Congresso da FENAPSI. Regimento Eleitoral FENAPSI - 2017 Capítulo I Disposições preliminares Seção I - Eleições Artigo lº - Os membros da Diretoria e Conselho Fiscal serão eleitos trienalmente no Congresso da Federação e de

Leia mais

I formulário de inscrição preenchido corretamente e assinado pelos dois candidatos da chapa;

I formulário de inscrição preenchido corretamente e assinado pelos dois candidatos da chapa; UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS CAMPUS CHAPECÓ SC CURSO DE MATEMÁTICA LICENCIATURA EDITAL DE ELEIÇÃO DE COORDENADOR E COORDENADOR ADJUNTO DO CURSO DE MATEMÁTICA LICENCIATURA, DA UNIVERSIDADE

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO LIVRE DE COMPUTAÇÃO CALICOMP

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO LIVRE DE COMPUTAÇÃO CALICOMP EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO LIVRE DE COMPUTAÇÃO CALICOMP A Comissão Eleitoral do CALICOMP vem a público convocar os alunos dos cursos de Ciência da Computação,

Leia mais

Universidade Estadual da Paraíba CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E EXATAS - CCHE

Universidade Estadual da Paraíba CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E EXATAS - CCHE EDITAL nº 001/2016/UEPB/CCHE DE CONVOCAÇÃO PARA ESCOLHA DE DIRETOR(A), DIRETOR(A) ADJUNTO(A), COORDENADOR(A) E COORDENADOR(A) ADJUNTO(A) A Comissão Eleitoral, nomeada pelo COC do Centro de Ciências Humanas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CENTRO ACADÊMICO DE JORNALISMO COMISSÃO ELEITORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CENTRO ACADÊMICO DE JORNALISMO COMISSÃO ELEITORAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CENTRO ACADÊMICO DE JORNALISMO COMISSÃO ELEITORAL EDITAL N 001, 05 DE FEVEREIRO DE 2014. A comissão eleitoral, no uso de suas atribuições e cumprindo disposições formuladas

Leia mais

PORTARIA Nº 063, DE 30 DE MAIO DE 2012

PORTARIA Nº 063, DE 30 DE MAIO DE 2012 1 PORTARIA Nº 063, DE 30 DE MAIO DE 2012 ESTABELECE NORMAS PARA A ELEIÇÃO DE DIRETOR E VICE-DIRETOR DA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS DA UNESP - CAMPUS DE MARÍLIA HERALDO LORENA GUIDA, Vice-Diretor

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CÂMPUS MORRINHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CÂMPUS MORRINHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CÂMPUS MORRINHOS EDITAL Nº 16 De 18 de SETEMBRO DE 2015 ELEIÇÃO PARA COORDENADOR DE CURSO O Diretor

Leia mais

EDITAL N º 01/2017 de 29 de março de 2017

EDITAL N º 01/2017 de 29 de março de 2017 EDITAL N º 01/2017 de 29 de março de 2017 Edital de convocação para eleição de Coordenador e Subcoordenador do Curso de Licenciatura em Música da Universidade Federal do Piauí, para o Biênio 2017-2019.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE RESOLUÇÃO Nº 07, DE 16 DE JULHO DE 2013 R E S O L U Ç Ã O:

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE RESOLUÇÃO Nº 07, DE 16 DE JULHO DE 2013 R E S O L U Ç Ã O: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE RESOLUÇÃO Nº 07, DE 16 DE JULHO DE 2013 Estabelece normas e procedimentos para a composição das listas tríplices destinadas à escolha do Diretor

Leia mais

EDITAL Nº 001/2016 NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA OS MEMBROS DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD)

EDITAL Nº 001/2016 NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA OS MEMBROS DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD) Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco Campus Belo Jardim Direção Geral EDITAL Nº 001/2016 NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA OS MEMBROS DA COMISSÃO

Leia mais

EDITAL PARA AS ELEIÇÕES DE COORDENADOR E SUBCOORDENADOR DO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

EDITAL PARA AS ELEIÇÕES DE COORDENADOR E SUBCOORDENADOR DO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS SENADOR HELVÍDIO NUNES DE BARROS EDITAL PARA AS ELEIÇÕES DE COORDENADOR E SUBCOORDENADOR DO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA PROCESSO N 23111.020541/2016-78

Leia mais

UFRR - CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

UFRR - CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA UFRR EDITAL 2013 PARA ELEIÇÃO DE CHEFE DO EDITAL DE ELEIÇÃO DE CHEFE DE DEPARTAMENTO Nº 001/2013 Abre inscrições, fixa data, horário e critérios para a indicação de Chefe

Leia mais

REGIMENTO DE CONSULTA À COMUNIDADE DO CESNORS PARA A INDICAÇÃO AO CARGO DE COORDENADOR DE CURSO

REGIMENTO DE CONSULTA À COMUNIDADE DO CESNORS PARA A INDICAÇÃO AO CARGO DE COORDENADOR DE CURSO REGIMENTO DE CONSULTA À COMUNIDADE DO CESNORS PARA A INDICAÇÃO AO CARGO DE COORDENADOR DE CURSO Frederico Westphalen Palmeira das Missões, 2014 TÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADE CAPÍTULO I DA NATUREZA

Leia mais

Regimento Eleitoral da Adufrj - Seção Sindical

Regimento Eleitoral da Adufrj - Seção Sindical Regimento Eleitoral da Adufrj - Seção Sindical Aprovado na Assembléia Geral de 10 de julho de 1997 e alterado na Assembléia Geral de 17 de novembro de 1998 e na Assembléia Geral de 12 de abril de 2004

Leia mais