PP-5EN rev.0 Procedimento Qualificação de Inspetor de Fabricação Modalidade Acessórios de Tubulação - AT- Nível 1 Instruções ao Candidato Geral

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PP-5EN rev.0 Procedimento Qualificação de Inspetor de Fabricação Modalidade Acessórios de Tubulação - AT- Nível 1 Instruções ao Candidato Geral"

Transcrição

1 1. OBJETIVO Este procedimento tem por objetivo orientar os candidatos a Inspetor de Fabricação, na Modalidade Acessórios de Tubulação AT - Nível 1, na realização dos exames de qualificação no SEQUI. 2. APLICAÇÃO E ABRANGÊNCIA Este padrão aplica-se às atividades de Qualificação e Certificação de Pessoal realizado pelo SEQUI-ETCM/CEND na aplicação de. Exames teóricos e exames práticos. O presente padrão cancela e substitui o E-QP-EIF PROCEDIMENTO QUALIFICAÇÃO DE INSPETOR DE FABRICAÇÃO MODALIDADE - ACESSÓRIOS DE TUBULAÇÃO - AT - NÍVEL 1- INSTRUÇÕES AO CANDIDATO - GERAL 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA e COMPLEMENTARES PI-25-SL/SEQUI Plano de Gestão Integrada do SEQUI PETROBRAS N-2033 Inspeção de Fabricação Qualificação de Pessoal 4. DEFINIÇÕES São adotadas as definições constantes do PP-5EN Glossário de Termos e Definições. 5. AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE Compete à gerência do SEQUI-ETCM/CEND gerenciar e manter atualizado este padrão. 6 DESCRIÇÃO 6.1 REGRAS O exame para qualificação é composto de um Exame Teórico e um Exame Prático. PROPRIEDADE DA PETROBRAS Página 1/5

2 6.2 Regras para o Exame Teórico Conteúdo O Exame Teórico consta de cinquenta questões de múltipla escolha distribuídas, por Assunto, em dois Módulos com vinte e cinco questões cada conforme TABELA 1. Módulo Assunto 1 2 Documentação Técnica Matéria Prima / Materiais Metrologia Processos de Fabricação Armazenamento e Transporte Inspeção por Amostragem Pintura e Revestimento Soldagem Ensaios Não Destrutivos - END Válvulas e Acessórios de Tubulação Equipamentos Elétricos para Atmosfera Explosiva TABELA 1 Exame Teórico Questões por Assunto e Pontuação Tempo de Exame O tempo para resolução do Exame Teórico é de 1h30 min (uma hora e trinta minutos) Critério de Aprovação Para ser aprovado no Exame Teórico é necessário que o candidato acerte, no mínimo, 70% das questões dos dois Módulos e, no mínimo, 50% das questões do Módulo O Exame Teórico é eliminatório para o Exame Prático O Exame Teórico deve ser respondido na Folha de Respostas, com um X sobre a alternativa escolhida, utilizando caneta esferográfica de cor azul ou preta. Se for necessário corrigir uma marcação na Folha de Respostas, o candidato deve fazer um círculo na alternativa marcada erradamente e marcar o X na escolhida, na presença do examinador A prova pode ser usada como rascunho. PROPRIEDADE DA PETROBRAS Página 2/5

3 6.2.7 A Folha de Respostas será utilizada para a correção pelo examinador Não é permitida a consulta de qualquer documento durante o Exame Teórico Não é permitido o uso de qualquer equipamento eletrônico durante o Exame Teórico. 6.3 Regras para o Exame Prático Conteúdo O Exame Prático consta de vinte questões, distribuídas conforme a TABELA 2. Parte Assunto Questões Pontos 1 Material / Matéria Prima Visual / Dimensional I - Válvula 3 - Testes Ensaios Não Destrutivos Inspeção Final e Pintura II - Acessório 6 Acessórios de Tubulação Totais TABELA 2 Exame Prático Questões por Assunto e Pontuação Tempo de Exame O tempo para resolução do Exame Prático é de 3h30 min (três horas e trinta minutos) Campos e Quantidade de Pontos por Questão Cada questão do Exame Prático terá quatro campos para resposta conforme TABELA 3. Campo Descrição Pontos 1 Documento de Referência 1 2 Localizador 1 3 Especificado 2 4 Parecer 1 Total 5 TABELA 3 Exame Prático Campos para resposta e Pontuação PROPRIEDADE DA PETROBRAS Página 3/5

4 6.3.4 Exemplo de Questão do Exame Prático Enunciado: O Certificado de Análise Química da Matéria Prima do Acessório apresentou Teor de Manganês (Mn) = 1,26 %. Resposta (em Itálico Sublinhado): 1 - Documento de Referência: ASTM A234 Gr WPB - 1 Ponto 2 - Localizador: TABELA 1-1 Ponto 3 - Especificado: 0,29 a 1,06 % - 2 Pontos 4 - Parecer: NÃO CONFORME - 1 Ponto (*) (*) Se errar o parecer erra toda a questão Critério de Aprovação Para ser aprovado no Exame Prático é necessário que o candidato acerte, no mínimo, 70% dos pontos do exame em sua totalidade e, no mínimo, 40% dos pontos de cada Assunto da TABELA No retorno do candidato reprovado, no Exame Prático, o exame será aplicado em sua totalidade Para fazer o Exame Prático o candidato receberá um computador contendo as Normas e Documentos de referência relacionados na Relação de Normas de IF RNIF. Esta relação está disponível em arquivo extensão pdf no site da PETROBRAS/SEQUI/QUALI-FICAÇÃO DE INSPETOR DE FABRICAÇÃO. Este computador terá, também, um dicionário Inglês-Português / Português Inglês e uma Calculadora para serem utilizados pelo candidato durante o exame O Exame Prático pode ser respondido a lápis ou a tinta azul ou preta. O uso de borracha é permitido quando for utilizado lápis. Não é permitido o uso de corretivos Somente será permitido o uso de normas e outros documentos fornecidos pelo Examinador Zelar pelo material que for entregue. Riscos, marcas ou qualquer dano na documentação de consulta (Desenhos, Planos de Inspeção e Testes, Pedidos, etc.) implicarão em reprovação Para rascunho, utilizar o verso da prova ou uma folha em branco com visto do Examinador. PROPRIEDADE DA PETROBRAS Página 4/5

5 Não é permitido o uso de qualquer equipamento eletrônico durante o Exame Prático exceto o computador que será fornecido pelo examinador para consulta. 6.4 Regras Gerais para os Exames Teórico e Prático Caso o candidato seja reprovado no Exame Prático, poderá fazer o reexame mais duas vezes no prazo máximo de 12 (doze) meses a partir da data de aprovação no Exame Teórico. Após este prazo, o candidato deverá refazer o exame em sua totalidade, Teórico e Prático Todo o material fornecido pelo examinador deve ser devolvido ao final dos exames Não é permitido conversar durante os exames É expressamente proibida a reprodução de provas Deve-se controlar o tempo de execução de cada prova, pois a prova será recolhida pelo examinador no prazo determinado O resultado dos exames será enviado através da ABENDI (Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção). Em caso de reprovação, será enviada uma Lista de Verificação contendo a avaliação dos exames O Examinador poderá interromper o exame quando o candidato apresentar: a) Indisposições físicas, orgânicas ou emocionais; b) Falta de equipamentos e/ou materiais necessários à realização do exame; c) Tentativa de fraude ou participação do exame de outro candidato. Neste caso ambos os exames serão interrompidos e os candidatos considerados reprovados. Obs.: Nas condições (a) e (b) acima o exame será interrompido, porém o candidato não será considerado reprovado. Depois de solucionado o problema o candidato deverá solicitar nova data para qualificação. PROPRIEDADE DA PETROBRAS Página 5/5

PROCEDIMENTO QUALIFICAÇÃO DE INSPETOR DE FABRICAÇÃO MODALIDADE - MECÂNICA - MC - NÍVEL 1- INSTRUÇÕES AO CANDIDATO -- GERAL.

PROCEDIMENTO QUALIFICAÇÃO DE INSPETOR DE FABRICAÇÃO MODALIDADE - MECÂNICA - MC - NÍVEL 1- INSTRUÇÕES AO CANDIDATO -- GERAL. 1. OBJETIVO Este procedimento tem por objetivo orientar os candidatos a Inspetor de Fabricação, na modalidade Mecânica (IF- MC), Nível 1, na realização dos exames de qualificação no Sequi-ETCM. 2. APLICAÇÃO

Leia mais

PETROBRAS N-2033 Inspeção de Fabricação Qualificação de Pessoal

PETROBRAS N-2033 Inspeção de Fabricação Qualificação de Pessoal 1. OBJETIVO Este procedimento tem por objetivo orientar os candidatos a Inspetor de Fabricação na Modalidade Caldeiraria e Tubulação CT - Nível 1, na realização dos exames de qualificação no SEQUI. 2.

Leia mais

3.2. PETROBRAS N-2033 Inspeção de Fabricação Qualificação de Pessoal.

3.2. PETROBRAS N-2033 Inspeção de Fabricação Qualificação de Pessoal. 1. OBJETIVO 1.1. Este procedimento tem por objetivo orientar os candidatos, a Inspetor de Fabricação, na modalidade Caldeiraria e Tubulação, na realização dos exames de qualificação no SEQUI. 2. APLICAÇÃO

Leia mais

PP-5EN Rev.B ESTANQUEIDADE INSTRUÇÕES AO CANDIDATO EXAME PRÁTICO

PP-5EN Rev.B ESTANQUEIDADE INSTRUÇÕES AO CANDIDATO EXAME PRÁTICO 1. OBJETIVO Anexo A 1.1. Este procedimento tem como objetivo fornecer aos candidatos as instruções necessárias para a execução do exame prático no ensaio não destrutivo por meio de Estanqueidade, de acordo

Leia mais

INSPEÇÃO DE FABRICAÇÃO AT

INSPEÇÃO DE FABRICAÇÃO AT DATA DA REALIZAÇÃO DA VD: / / Profissional Avaliado: N O SEQUI: Modalidade Nível: Data da certificação: Empregador: Supervisor Responsável: Empreendimento/Obra: Fabricante / Fornecedor: Empresa de Inspeção:

Leia mais

E-QP-EIF-076 REV. B 14/Abr/2008 PROCEDIMENTO DE INSPEÇÃO DE FABRICAÇÃO PINTURA INDUSTRIAL - INSTRUÇÕES AO CANDIDATO - GERAL -

E-QP-EIF-076 REV. B 14/Abr/2008 PROCEDIMENTO DE INSPEÇÃO DE FABRICAÇÃO PINTURA INDUSTRIAL - INSTRUÇÕES AO CANDIDATO - GERAL - ENGENHARIA PROCEDIMENTO DE INSPEÇÃO DE FABRICAÇÃO PINTURA INDUSTRIAL - INSTRUÇÕES AO CANDIDATO - GERAL - Os comentários e sugestões referentes a este documento devem ser encaminhados ao SEQUI, indicando

Leia mais

IT-IB-012 Instrução para Inscrição de Exames

IT-IB-012 Instrução para Inscrição de Exames IT-IB-012 Instrução para Inscrição de Exames Para os profissionais de acesso por corda. Rev. 00 SUMÁRIO 1. OBJETIVO.... 3 2. CAMPO DE APLICAÇÃO... 3 3. RESPONSABILIDADES... 3 4. REVISÃO... 3 5. DOCUMENTO

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM SOLDAGEM

CURSO TÉCNICO EM SOLDAGEM CURSO TÉCNICO EM SOLDAGEM O Curso Técnico de Nível Médio em Soldagem, Eixo Tecnológico Controle e Processos Industriais são organizados em 3 módulos de 400 horas. Ao final do curso, 400 horas de estágio

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO DO COLÉGIO IMPÉRIO DO SABER

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO DO COLÉGIO IMPÉRIO DO SABER REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO DO COLÉGIO IMPÉRIO DO SABER Da apresentação do concurso e inscrição Art. 1º O Concurso de Bolsas de Estudo do Colégio Império do Saber tem como finalidade a

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO Portaria n.º 56, de 18 de fevereiro de 2004. O PRESIDENTE

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA OS 6 OS ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL E 1 OS ANOS DO ENSINO MÉDIO

EDITAL DE CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA OS 6 OS ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL E 1 OS ANOS DO ENSINO MÉDIO EDITAL DE CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA OS 6 OS ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL E 1 OS ANOS DO ENSINO MÉDIO A Comissão Organizadora de Bolsas de Estudos do Colégio Metodista em São Bernardo do Campo informa

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011

PROCESSO SELETIVO 2011 PROCESSO SELETIVO 2011 Data da Prova: 05/12/2010 Início: 14h00 Duração: 5 horas Caderno de Questões Nome do candidato: Nº de inscrição: Antes de iniciar a prova, leia atentamente as seguintes instruções:

Leia mais

CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO DO SELO PROCEL DE ECONOMIA DE ENERGIA PARA SISTEMAS E EQUIPAMENTOS PARA AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA

CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO DO SELO PROCEL DE ECONOMIA DE ENERGIA PARA SISTEMAS E EQUIPAMENTOS PARA AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO DO SELO PROCEL DE ECONOMIA DE ENERGIA PARA SISTEMAS E EQUIPAMENTOS PARA AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA Revisão I 27/02/2007 ELETROBRÁS/PROCEL DTD DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DA

Leia mais

FUNDAÇÃO AJURI CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA DO QUADRO DE PESSOAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DO ALTO ALEGRE

FUNDAÇÃO AJURI CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA DO QUADRO DE PESSOAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DO ALTO ALEGRE EDITAL N.º 008/2014 Boa Vista, 25 de março 2014. A Fundação Ajuri de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal de Roraima, no uso de suas atribuições regimentais e em conformidade com o Edital N.º

Leia mais

PRIMEIRA ETAPA DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL PARA O ANO 2017

PRIMEIRA ETAPA DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL PARA O ANO 2017 PRIMEIRA ETAPA DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL PARA O ANO 2017 FUNDAÇÃO CSN PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL E A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA ( FUNDAÇÃO CSN ), por meio da Direção

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Analista Técnico I Belo Horizonte Código da vaga: EX026/16

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Analista Técnico I Belo Horizonte Código da vaga: EX026/16 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Analista Técnico I Belo Horizonte Código da vaga: EX026/16 O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais SEBRAE - MG, CNPJ nº 16.589.137/0001-63, inscrição

Leia mais

15/05/2015. Informações/Procedimentos. Provas finais de Português e Matemática 2015

15/05/2015. Informações/Procedimentos. Provas finais de Português e Matemática 2015 Escola EB 2.3 de Atouguia da Baleia Reunião com encarregados de educação: 6º ano 15/05/2015 Informações/Procedimentos Provas finais de Português e Matemática 2015 Coordenadora dos diretores de turma do

Leia mais

3º ANO Data: / / Professor: Clóvis Bianchini Júnior Trimestre: 2º Aluno (a): Assinatura do responsável: AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO EM FÍSICA

3º ANO Data: / / Professor: Clóvis Bianchini Júnior Trimestre: 2º Aluno (a): Assinatura do responsável: AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO EM FÍSICA 3º ANO Data: / / 2016. Professor: Clóvis Bianchini Júnior Trimestre: 2º Aluno (a): Assinatura do responsável: Valor: 35,0 AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO EM FÍSICA Antes de iniciar a avaliação, leia atentamente

Leia mais

» INTRODUÇÃO. Realização de Provas e Exames JNE/2015 Alunos com Necessidades Educativas Especiais, da

» INTRODUÇÃO. Realização de Provas e Exames JNE/2015 Alunos com Necessidades Educativas Especiais, da INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA PORTUGUÊS PROVA 51 2015 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)» INTRODUÇÃO Este documento foi construído de acordo com a Informação

Leia mais

PROVA ABERTA DE MATEMÁTICA E HISTÓRIA

PROVA ABERTA DE MATEMÁTICA E HISTÓRIA ESCOLA DE GOVERNO PROFESSOR PAULO NEVES DE CARVALHO Concurso Público para provimento de cargos da carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do quadro de pessoal da Secretaria

Leia mais

1 DAS DISPOSIÇÕES 1.1 O Simulado da OAB compreenderá a aplicação de prova objetiva e de prova práticoprofissional realizada em duas datas distintas.

1 DAS DISPOSIÇÕES 1.1 O Simulado da OAB compreenderá a aplicação de prova objetiva e de prova práticoprofissional realizada em duas datas distintas. SIMULADO OAB/SC UNIVILLE 2016.1 EDITAL DE ABERTURA A comissão organizadora do Simulado da OAB/UNIVILLE, nos termos dispostos no FAEG, torna público as disposições contidas neste Edital. 1 DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

EDITAL DE MATRÍCULA PARA O ANO LETIVO 2017

EDITAL DE MATRÍCULA PARA O ANO LETIVO 2017 EDITAL DE MATRÍCULA PARA O ANO LETIVO 2017 O Diretor do Centro Educacional Apogeu, Dr. José Antonio Paiva de Abreu, comunica aos interessados a abertura do Edital de Matrículas de Novos Alunos para o ano

Leia mais

CARTILHA PARA OS ESTUDANTES DO PROTEN

CARTILHA PARA OS ESTUDANTES DO PROTEN Universidade Federal de Pernambuco Comissão Nacional de Energia Nuclear Departamento de Energia Nuclear Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares P R O T E N / U F P E CRCN- N E

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS INSTRUÇÕES

CÂMARA DOS DEPUTADOS INSTRUÇÕES CÂMARA DOS DEPUTADOS Concurso Público para provimento de cargos de Analista Legislativo Atribuição Técnico em Material e Patrimônio Caderno de Prova Discursiva, Cargo A01 0000000000000000 00001 0001 001

Leia mais

(DESENVOLVIMENTO, QUALIFICAÇÃO, MANUTENÇÃO E CONTROLE)

(DESENVOLVIMENTO, QUALIFICAÇÃO, MANUTENÇÃO E CONTROLE) 1/9 (DESENVOLVIMENTO, QUALIFICAÇÃO, MANUTENÇÃO E CONTROLE) Elaborado Aprovado Adilson Ferreira Nunes (Gestor do SGQ) Mauricio de Souza (Supervisor Compras) 2/9 Índice 1. O MANUAL DO FORNECEDOR... 3 INTRUDUÇÃO...

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO HOSPITAL EVANGÉLICO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM/ES

EDITAL DO CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO HOSPITAL EVANGÉLICO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM/ES CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO HOSPITAL EVANGÉLICO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM/ES ANO 2013 EDITAL DO CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO HOSPITAL EVANGÉLICO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM/ES Cachoeiro de Itapemirim,

Leia mais

1.1 Acessar o site da UNIASSELVI no endereço eletrônico e clicar na marca EXAME DE SELEÇÃO.

1.1 Acessar o site da UNIASSELVI no endereço eletrônico  e clicar na marca EXAME DE SELEÇÃO. EDITAL Nº 05/2011 1. PROCESSO DE INSCRIÇÃO 1.1 Acessar o site da UNIASSELVI no endereço eletrônico www.uniasselvi.com.br e clicar na marca EXAME DE SELEÇÃO. 1.2 Clicar no link FAZER A INSCRIÇÃO, informar

Leia mais

EDITAL. PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS PARA 2017 Do 2º ao 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª e 2ª série do Ensino Médio

EDITAL. PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS PARA 2017 Do 2º ao 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª e 2ª série do Ensino Médio EDITAL PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS PARA 2017 Do 2º ao 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª e 2ª série do Ensino Médio O Diretor Geral do Colégio Santo Inácio, no uso de suas atribuições regimentais

Leia mais

Manutenção Eletromecânica de Equipamentos de Mina e Usina

Manutenção Eletromecânica de Equipamentos de Mina e Usina 1 a ETAPA DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL 2015 FUNDAÇÃO CSN PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL E A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA - FUNDAÇÃO CSN, através da Direção do Centro de Educação

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS Reconhecida pelo Decreto Federal Nº de 07/jul/1972

FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS Reconhecida pelo Decreto Federal Nº de 07/jul/1972 EDITAL DA 07/2016 INSTAURA O VESTIBULAR VAGAS REMANESCENTES 2017 PARA INGRESSO NAS PRIMEIRAS SÉRIES DOS CURSOS DA FCLBP E DO ISEBP A Diretora Acadêmica da Faculdade de Ciências e Letras de Bragança Paulista

Leia mais

FICHA DE ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS. 7º ano - Ciências Físicas e Biológicas - Prof: LILIANE Data da Prova: 16/11/2016-3ª AE - Duração: 120 min

FICHA DE ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS. 7º ano - Ciências Físicas e Biológicas - Prof: LILIANE Data da Prova: 16/11/2016-3ª AE - Duração: 120 min 7º ano - Ciências Físicas e Biológicas - Prof: LILIANE Data da Prova: 16/11/2016-3ª AE - Duração: 120 min Estudar pelo livro, nota de aula, VI, exercícios e relatório de laboratório. Caneta azul ou preta.

Leia mais

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO 1 DENOMINAÇÃO A Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental 2013, neste regulamento denominada MOSTRATEC JUNIOR 2013, é organizada pela Fundação

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS, NO CÂMPUS CURITIBA

EDITAL DE SELEÇÃO DO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS, NO CÂMPUS CURITIBA EDITAL DE SELEÇÃO DO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS, NO CÂMPUS CURITIBA Programa de Pós Graduação em Formação Científica, Educacional e Tecnológica (PPGFCET) 1. SITE OFICIAL DO PROGRAMA:

Leia mais

REGULAMENTO DE CERT IFICAÇÃO UNIDADE FISCO-CONTÁBIL VIASOFT

REGULAMENTO DE CERT IFICAÇÃO UNIDADE FISCO-CONTÁBIL VIASOFT REGULAMENTO DE CERT IFICAÇÃO UNIDADE FISCO-CONTÁBIL VIASOFT 1 A CERTIFICAÇÃO Art. 1º A Viasoft Softwares Empresariais realizará nos meses de Março/Abril de 2014, nos dias 31/03, 01/04, 02/04, 03/04 e 04/04

Leia mais

Edital de Empresa Júnior 2014 da UERJ. Edital de Convocação para Projeto Acadêmico de Empresa Júnior da UERJ

Edital de Empresa Júnior 2014 da UERJ. Edital de Convocação para Projeto Acadêmico de Empresa Júnior da UERJ A Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ torna público o presente Edital, com normas, rotinas e procedimentos relativos ao Exame de Qualificação de Apoio ao Projeto Acadêmico de Empresa Junior.

Leia mais

CADERNO DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS BOLA DE FUTEBOL Controle de Revisão Data Versão Descrição Autor 1. DEFINIÇÕES...02

CADERNO DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS BOLA DE FUTEBOL Controle de Revisão Data Versão Descrição Autor 1. DEFINIÇÕES...02 CADERNO DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS BOLA DE FUTEBOL Controle de Revisão Data Versão Descrição Autor SUMÁRIO 1. DEFINIÇÕES...02 2. NORMAS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES...02 3. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS...02 4.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL II SALÃO DE AÇÕES AFIRMATIVAS. 19 a 23 de outubro de 2015 CAMPUS DO VALE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL II SALÃO DE AÇÕES AFIRMATIVAS. 19 a 23 de outubro de 2015 CAMPUS DO VALE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL II SALÃO DE AÇÕES AFIRMATIVAS 19 a 23 de outubro de 2015 CAMPUS DO VALE REGULAMENTO 1. Objetivo O II Salão de Ações Afirmativas da UFRGS tem como objetivo a divulgação

Leia mais

CADERNO DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS TELEFONE SEM FIO Controle de Revisão Data Versão Descrição Autor 1. DEFINIÇÕES...02

CADERNO DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS TELEFONE SEM FIO Controle de Revisão Data Versão Descrição Autor 1. DEFINIÇÕES...02 CADERNO DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS TELEFONE SEM FIO Controle de Revisão Data Versão Descrição Autor SUMÁRIO 1. DEFINIÇÕES...02 2. NORMAS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES...02 3. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS...02 4.

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO INSTRUÇÃO Nº 005/2012 SEED/SUED

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO INSTRUÇÃO Nº 005/2012 SEED/SUED INSTRUÇÃO Nº 005/2012 SEED/SUED Assunto: Certificação de Conclusão do Ensino Médio e Declaração de Proficiência, com base no resultado do Exame Nacional do Ensino Médio ENEM, realizado em 2011. A Superintendente

Leia mais

Regulamento da Competição de Engenharia Desafio MECGyver 2016.

Regulamento da Competição de Engenharia Desafio MECGyver 2016. Regulamento da Competição de Engenharia Desafio MECGyver 2016. Artigo 1º A competição de Engenharia: a) O primeiro Desafio MECGyver será composta pela modalidade de Team Design. A prova a qual as equipes

Leia mais

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM

PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM Caderno de Questões PREFE ITURA MUNICIPAL DE GUAJ ARÁ MIRIM realização S18 - Médico Clínico Geral AT E N Ç Ã O 1. O caderno de questões contém 20 questões de múltipla-escolha, conforme distribuição abaixo,

Leia mais

Portaria n.º 147, 29 de março de 2016

Portaria n.º 147, 29 de março de 2016 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA-INMETRO Portaria n.º 147, 29 de março de 2016 O PRESIDENTE

Leia mais

E-QP-ECD-093 REV. A 15/Abr/2008

E-QP-ECD-093 REV. A 15/Abr/2008 ENGENHARIA CONTROLE DIMENSIONAL TOPOGRAFIA LEVANTAMENTO DE BASE COM CHUMBADORES Os comentários e sugestões referentes a este documento devem ser encaminhados ao SEQUI, indicando o item a ser revisado,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA REITORIA REGULAMENTO AVALIAÇÃO GLOBAL 2º SEMESTRE DE 2015

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA REITORIA REGULAMENTO AVALIAÇÃO GLOBAL 2º SEMESTRE DE 2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA REITORIA REGULAMENTO AVALIAÇÃO GLOBAL 2º SEMESTRE DE 2015 A Senhora Juliana Salvador Ferreira de Melo, Vice-Reitora do Centro Universitário Newton Paiva, mantido pelo

Leia mais

EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014

EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014 EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014 O Diretor da Faculdade de Tecnologia de São Roque no uso de suas atribuições legais torna público que estão abertas as inscrições para participação

Leia mais

b. Comprovante de regularidade de matrícula em nível superior na instituição de origem (original); c. Histórico Escolar do curso de origem contendo ca

b. Comprovante de regularidade de matrícula em nível superior na instituição de origem (original); c. Histórico Escolar do curso de origem contendo ca EDITAL FATEC MAUÁ Nº. 01/2017 de 25 de novembro de 2016. O Diretor da Fatec-Mauá - Faculdade de Tecnologia de Mauá, no uso de suas atribuições legais, faz saber que estão abertas inscrições para participação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL EDITAL N 34, DE 9 DE AGOSTO DE 2016. EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA A COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DO PAPIC- EINSTEIN Nº 02/2016 A Comissão Científica do

Leia mais

REGULAMENTO DO VESTIBULAR TRADICIONAL COM CONCURSO DE BOLSAS DE DESCONTOS PARA OS CURSOS DA FACULDADE PROCESSUS NO 1º SEMESTRE DE 2017.

REGULAMENTO DO VESTIBULAR TRADICIONAL COM CONCURSO DE BOLSAS DE DESCONTOS PARA OS CURSOS DA FACULDADE PROCESSUS NO 1º SEMESTRE DE 2017. REGULAMENTO DO VESTIBULAR TRADICIONAL COM CONCURSO DE BOLSAS DE DESCONTOS PARA OS CURSOS DA FACULDADE PROCESSUS NO 1º SEMESTRE DE 2017. CAPÍTULO I DA INSCRIÇÃO E DA REALIZAÇÃO DO CONCURSO Art. 1 O presente

Leia mais

DESAFIO ANGLO LONDRINENSE REGULAMENTO

DESAFIO ANGLO LONDRINENSE REGULAMENTO DESAFIO ANGLO LONDRINENSE REGULAMENTO O Colégio Londrinense realiza a 3ª edição do Desafio Anglo Londrinense para alunos do 9º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio de 2016, e também para

Leia mais

EDITAL - COLÉGIO EQUIPE DE VIÇOSA Nº 001/2015 EXAME DE SELEÇÃO PARA DISTRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA A 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

EDITAL - COLÉGIO EQUIPE DE VIÇOSA Nº 001/2015 EXAME DE SELEÇÃO PARA DISTRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA A 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EDITAL - COLÉGIO EQUIPE DE VIÇOSA Nº 001/2015 EXAME DE SELEÇÃO PARA DISTRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA A 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO A Direção do Colégio Equipe de Viçosa, no exercício das suas atribuições,

Leia mais

Manual do Candidato VESTIBULAR UNIFICADO 2017

Manual do Candidato VESTIBULAR UNIFICADO 2017 Manual do Candidato VESTIBULAR UNIFICADO 2017 Conteúdo 1.Quais cursos e em quais Unidades serão ministrados?... 3 2.Qual a localização de cada Unidade?... 6 3.Como faço minha inscrição?... 6 4.Qual o prazo

Leia mais

HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC

HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC PROCEDIMENTO GERÊNCIA DE LOGÍSTICA DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Data de Aprovação: 11.10.2006 Doc. de Aprovação:Res. nº 4720/2006 HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC SUMÁRIO 1- OBJETIVO...02 2-

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Nos termos do subitem do Edital, as instruções constantes nos Cadernos de Questões das Provas Objetiva e Dissertativa, na

ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Nos termos do subitem do Edital, as instruções constantes nos Cadernos de Questões das Provas Objetiva e Dissertativa, na CONCURSO PÚBLICO Edital n. 01/2009 ANALISTA DE GESTÃO E ASSISTÊNCIA À SAÚDE-AGAS NÍVEL III GRAU A ARQUITETURA / ARQUITETURA HOSPITALAR Código 501 CADERNO 1 PROVA DISSERTATIVA ATENÇÃO Leia as instruções

Leia mais

Jundiaí, 02 de Maio de Informações sobre o processo seletivo do Colégio de Música Cristão referente ao 2º semestre de 2015.

Jundiaí, 02 de Maio de Informações sobre o processo seletivo do Colégio de Música Cristão referente ao 2º semestre de 2015. Jundiaí, 02 de Maio de 2015 Informações sobre o processo seletivo do Colégio de Música Cristão referente ao 2º semestre de 2015. A todos os candidatos dos cursos de instrumento, canto, áudio tetro, filmagem

Leia mais

PROCEDIMENTO USO DO CERTIFICADO E DA LOGOMARCA CONCEITOS DE CERTIFICAÇÃO E MARCA DE ACREDITAÇÃO.

PROCEDIMENTO USO DO CERTIFICADO E DA LOGOMARCA CONCEITOS DE CERTIFICAÇÃO E MARCA DE ACREDITAÇÃO. Página 1 de 8 1. HISTÓRICO DE REVISÕES Data da Revisão Nº da Revisão 20/08/2007 00 Emissão Inicial Aprovada Histórico das Alterações 22/07/2013 15 NBR ISO 14065:2012 Gases de Efeito Estufa Requisitos para

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO DECISÃO 03/2015 - Altera: Decisão n o 03/2013 ESTÁGIO SUPERVISIONADO A, reunida em 18 de novembro de 2015, no uso de suas atribuições, DECIDE Regulamentar a atividade de Ensino de Estágio Supervisionado,

Leia mais

PORTUGUÊS. Prova 01/ º Ciclo do Ensino Básico

PORTUGUÊS. Prova 01/ º Ciclo do Ensino Básico INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA PORTUGUÊS Prova 01/2016 1.º Ciclo do Ensino Básico O pres ent e docum ent o divulga i nform ação rel at iva à prova de equi val ênci a à frequênci a da di

Leia mais

Edital do Concurso de Bolsas. Ano Letivo de 2017

Edital do Concurso de Bolsas. Ano Letivo de 2017 Edital do Concurso de Bolsas Ano Letivo de 2017 Página 1 de 5 A Fundação Valeparaibana de Ensino - FVE torna pública a realização do Concurso de Bolsas para o 1º ano do Ensino Médio/Técnico do Colégios

Leia mais

Nota PROVA DISCURSIVA PROVA DISCURSIVA

Nota PROVA DISCURSIVA PROVA DISCURSIVA ESAF Missão: Desenvolver pessoas para o aperfeiçoamento da gestão das finanças públicas e a promoção da cidadania. PROVA DISCURSIVA Concurso Público - (Edital ESAF n. 18, de 07/3/2014) Cargo: Auditor-Fiscal

Leia mais

AVALIAÇÃO. A responsabilidade pela revisão e cancelamento desta Norma é da Cgcre.

AVALIAÇÃO. A responsabilidade pela revisão e cancelamento desta Norma é da Cgcre. AVALIAÇÃO NORMA Nº: NIE-CGCRE-029 APROVADA EM DEZ/28 Nº 01/06 SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Campo de Aplicação 3 Responsabilidade 4 Documentos Complementares 5 Siglas 6 Definições 7 Tipos de Avaliação 8 Condições

Leia mais

A prova é constituída por dois cadernos (Caderno 1 e Caderno 2), sendo permitido o uso de calculadora apenas no Caderno 1.

A prova é constituída por dois cadernos (Caderno 1 e Caderno 2), sendo permitido o uso de calculadora apenas no Caderno 1. INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA MATEMÁTICA Prova 82 2015 3º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova final a

Leia mais

Edital Nº 022/16/PSCG EDITAL DE PROCESSO SELETIVO ESPECIAL PARA INGRESSO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVILLE

Edital Nº 022/16/PSCG EDITAL DE PROCESSO SELETIVO ESPECIAL PARA INGRESSO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVILLE Edital Nº 022/16/PSCG EDITAL DE PROCESSO SELETIVO ESPECIAL PARA INGRESSO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVILLE A Pró-Reitora de Ensino da Universidade da Região de Joinville UNIVILLE, no uso de suas atribuições,

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Art. 1º Com base no disposto no Art. 79 do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação da Universidade Federal

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2010

PROCESSO SELETIVO 2010 PROCESSO SELETIVO 2010 Prova: 06/12/2009 Início: 14h00 Duração: 4 horas Caderno de Questões Nome do(a) candidato(a): Nº de inscrição: ATENÇÃO: Antes de iniciar a prova, leia atentamente as instruções a

Leia mais

EDITAL Nº 07/2011 PPGEQ PROCESSO SELETIVO MESTRADO EM ENGENHARIA QUÍMICA

EDITAL Nº 07/2011 PPGEQ PROCESSO SELETIVO MESTRADO EM ENGENHARIA QUÍMICA EDITAL Nº 07/2011 PPGEQ PROCESSO SELETIVO MESTRADO EM ENGENHARIA QUÍMICA De acordo com a legislação vigente e as decisões do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em ENGENHARIA QUÍMICA, faço público,

Leia mais

1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para elaboração e controle dos documentos e registros do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ).

1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para elaboração e controle dos documentos e registros do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ). Sistema de Gestão da Qualidade SUPERINTENDÊNCIA DE VAPT VUPT E ATENDIMENTO AO PÚBLICO PROCEDIMENTO DE CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS Responsável: Juliana Maria Gomes de Almeida Alves Cópia Controlada

Leia mais

CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO ETL & COC EDITAL Nº 01 / 2016/ETL

CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO ETL & COC EDITAL Nº 01 / 2016/ETL CONCURSO DE BOLSAS DE ESTUDO ETL & COC EDITAL Nº 01 / 2016/ETL OBJETIVO: CONCEDER BOLSAS DE ESTUDO DE ATÉ 100% DO VALOR DA ANUIDADE PARA O PERÍODO LETIVO DE 2017. A DIRETORA DA, no uso das atribuições

Leia mais

Documentos Técnicos Duração: 60 minutos. 1ª Parte - Análise da Qualificação de Soldadores

Documentos Técnicos Duração: 60 minutos. 1ª Parte - Análise da Qualificação de Soldadores Documentos Técnicos Duração: 60 minutos Introdução Na prova prática de documentos técnicos, o aluno deve verificar se a qualificação dos soldadores, designados a soldar uma determinada junta, atende às

Leia mais

No. Revisão Data. Autor TRATAMENTO DE APELAÇÕES, RECLAMAÇÕES, DISPUTAS E DENÚNCIAS.

No. Revisão Data. Autor TRATAMENTO DE APELAÇÕES, RECLAMAÇÕES, DISPUTAS E DENÚNCIAS. Procedimentos Operacionais No. Revisão Data 1764/00 08 30/04/2012 SGS do Brasil Ltda. Manual de Procedimentos Industrial Autor Aprovado por Fabiane Vencato Marcelo Stenzel TRATAMENTO DE APELAÇÕES, RECLAMAÇÕES,

Leia mais

FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 1 FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 1 DEFINIÇÕES GERAIS 1.1 De acordo com o regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Projeto

Leia mais

TUTORIAL PLATAFORMA PHILA - ALUNO CURSOS NESCON / GRUPO A

TUTORIAL PLATAFORMA PHILA - ALUNO CURSOS NESCON / GRUPO A TUTORIAL PLATAFORMA PHILA - ALUNO CURSOS NESCON / GRUPO A Tutorial Plataforma Phila Curso Nescon / Grupo A Sumário 1 Acessar Plataforma Phila... 1 1.1 Autenticação... 2 1.2 Nescon... 3 1.3 Criar conta...

Leia mais

Obtenção de Certificado de Conformidade

Obtenção de Certificado de Conformidade 1/6 Palavras-chave: Certificação, Certificado, Conformidade. Exemplar nº: Sumário 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Documentos complementares 4 Definições 5 Procedimento Anexo A Formulários 1 Objetivo Este Procedimento

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DA ZONA LESTE

FACULDADE DE TECNOLOGIA DA ZONA LESTE Obs.: Período de inscrições 30/05/16 a 10/06/2016 (exceto 04 e 05/06/16), no horário das 15h30 às 17h30h e 18h30 as 20h30. EDITAL FATEC DA ZONA LESTE Nº. 05/2016 de 25 de maio de 2016. O Diretor da Faculdade

Leia mais

Avaliação da Conformidade aplicada às. Partículas (PFF)

Avaliação da Conformidade aplicada às. Partículas (PFF) Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Avaliação da Conformidade aplicada às Peças Semifaciais Filtrante para Partículas (PFF) Carlos E. de L. Monteiro Inmetro / Dconf / Dipac Fundacentro,

Leia mais

E P E ANALISTA DE PESQUISA ENERGÉTICA MEIO AMBIENTE / RECURSOS HÍDRICOS LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

E P E ANALISTA DE PESQUISA ENERGÉTICA MEIO AMBIENTE / RECURSOS HÍDRICOS LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 13 E P E MEIO AMBIENTE / RECURSOS HÍDRICOS EDITAL N o 001/2012 - EPE LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a) este caderno, com os enunciados das 50 (cinquenta)

Leia mais

MANUAL DO CURSISTA E REGULAMENTO DOS CURSOS ON-LINE

MANUAL DO CURSISTA E REGULAMENTO DOS CURSOS ON-LINE MANUAL DO CURSISTA E REGULAMENTO DOS CURSOS ON-LINE Universidade do Livro - Fundação Editora da Unesp Praça da Sé, 108 - Centro CEP 01001-900 São Paulo SP Tel.: (11) 3242-9555; 3242-7171 ramais 502 e 503

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LICENCIATURA EM PEDAGOGIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC LICENCIATURA EM PEDAGOGIA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 2013 SUMÁRIO 1. TCC 3 2. Atividade de Orientação 4 3. Avaliação 5 4. Disposições Gerais 7 1. TCC O Trabalho

Leia mais

SECRETARIA GERAL DAS RELAÇÕES EXTERIORES INSTITUTO RIO BRANCO EDITAL DE 21 DE MARÇO DE 2016 LXVI CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE DIPLOMATAS

SECRETARIA GERAL DAS RELAÇÕES EXTERIORES INSTITUTO RIO BRANCO EDITAL DE 21 DE MARÇO DE 2016 LXVI CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE DIPLOMATAS SECRETARIA GERAL DAS RELAÇÕES EXTERIORES INSTITUTO RIO BRANCO EDITAL DE 21 DE MARÇO DE 2016 LXVI CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE DIPLOMATAS O DIRETOR-GERAL DO INSTITUTO RIO BRANCO, no uso de suas atribuições,

Leia mais

PQ /04/

PQ /04/ PQ.06 03 02/04/2013 1-5 1. OBJETIVO Estabelecer sistematica para o processo de solicitação, análise crítica e preparação para a avaliação da conformidade. 2. DEFINIÇÕES Modelo de Avaliação da Conformidade:

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA MESTRADO ACADÊMICO EM 2013

PROCESSO SELETIVO PARA MESTRADO ACADÊMICO EM 2013 PROCESSO SELETIVO PARA MESTRADO ACADÊMICO EM 2013 A Coordenação do Programa de Pós-Graduação Trabalho, Saúde e Ambiente da FUNDACENTRO Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho,

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS FAFIBE

FACULDADES INTEGRADAS FAFIBE FACULDADES INTEGRADAS FAFIBE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2010 Agosto de 2009 As Faculdades Integradas Fafibe, tendo como Mantenedora a Associação de Educação e Cultura do Norte Paulista, faz saber aos

Leia mais

Regulamento de Certificação de Técnicos

Regulamento de Certificação de Técnicos Regulamento de Certificação de Técnicos O presente documento estabelece o Regulamento de certificação dos técnicos responsáveis pela instalação, deteção de fugas, recuperação e manutenção ou assistência

Leia mais

PROVA MODELO Duração da prova: 120 minutos. Grupo 1 - Três questões de resposta múltipla de matemática.

PROVA MODELO Duração da prova: 120 minutos. Grupo 1 - Três questões de resposta múltipla de matemática. Página 1 de 9 Provas de ingresso específicas para avaliar a capacidade para a frequência do ciclo de estudos de licenciatura, pelos titulares de um diploma de especialização tecnológica, Decreto-Lei n.º

Leia mais

EXTRATO DO EDITAL N 069/2016 UEPA PRÊMIO MELHOR TCC 2015

EXTRATO DO EDITAL N 069/2016 UEPA PRÊMIO MELHOR TCC 2015 EXTRATO DO EDITAL N 069/2016 UEPA PRÊMIO MELHOR TCC 2015 A Universidade do Estado do Pará, por meio de sua Pró-Reitoria de Graduação, torna público, no âmbito desta Instituição, o Processo de Seleção de

Leia mais

EDITAL DIRAE-DETRAN/MS Nº 006, DE 05 DE MAIO DE 2009

EDITAL DIRAE-DETRAN/MS Nº 006, DE 05 DE MAIO DE 2009 EDITAL DIRAE-DETRAN/MS Nº 006, DE 05 DE MAIO DE 2009 O Diretor Presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, atendendo o disposto no anexo II

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SINALIZAÇÃO VERTICAL Página 1 de 5 1. OBJETIVO Esta especificação técnica fixa condições exigíveis para o fornecimento de placas de regulamentação, advertência ou indicativas para sinalização vertical

Leia mais

Edital 009-junho/2013 para contratação de Téc. de Enfermagem, Ofic. de Portaria e Aux. Administrativo

Edital 009-junho/2013 para contratação de Téc. de Enfermagem, Ofic. de Portaria e Aux. Administrativo Edital de Convocação Processo Seletivo Santa Casa Mococa faz pública para conhecimento dos interessados a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Simplificado para contratação de Técnico de Enfermagem,

Leia mais

Mangueiras de PVC Plastificado para Instalação Doméstica de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP)

Mangueiras de PVC Plastificado para Instalação Doméstica de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) Página: 1/1 Elaborado por: Eduardo Augusto Di Marzo Verificado por: Karen Carolina Martins Aprovado por: Igor Moreno Data Aprovação: 27/04/2015 1 OBJETIVO Este documento apresenta os critérios complementares

Leia mais

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO EXPANDIDO NA XVIII SEMPESq. "A Prática Interdisciplinar alimentando a Ciência" 24 a 28 de outubro de 2016

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO EXPANDIDO NA XVIII SEMPESq. A Prática Interdisciplinar alimentando a Ciência 24 a 28 de outubro de 2016 REGRAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO EXPANDIDO NA XVIII SEMPESq "A Prática Interdisciplinar alimentando a Ciência" 24 a 28 de outubro de 2016 Para submeter o seu resumo expandido utilize o arquivo "Modelo e

Leia mais

FEV/08 REV: 12 PÁG: 1/15

FEV/08 REV: 12 PÁG: 1/15 PÁG: 1/15 PÁG: 2/15 I GENERALIDADES Para obter a certificação como Inspetor de Soldagem Nível 1 ou Nível 2, você tem que atender aos requisitos mínimos estabelecidos na Norma NBR 14842 - Critérios para

Leia mais

Procedimento Operacional

Procedimento Operacional 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão e Adequação integral do PO 02 Revisão integral do procedimento e adequação dos registros e padrões 03 Adequação da ISO

Leia mais

1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS ESCOPO MANUTENÇÃO REFERÊNCIAS DEFINIÇÕES QUALIFICAÇÃO DA EQUIPE DE AUDITORES...

1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS ESCOPO MANUTENÇÃO REFERÊNCIAS DEFINIÇÕES QUALIFICAÇÃO DA EQUIPE DE AUDITORES... Página 1 de 15 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS... 2 2. ESCOPO... 3 3. MANUTENÇÃO... 3 4. REFERÊNCIAS... 3 5. DEFINIÇÕES... 4 6. QUALIFICAÇÃO DA EQUIPE DE AUDITORES... 5 7. CONDIÇÕES GERAIS... 6 8. PROCESSO

Leia mais

Informação sobre Exame de Equivalência à Frequência. Prova de Inglês 367 Ensino Secundário) Duração da Prova: 90 minutos (escrita) 25 minutos (oral)

Informação sobre Exame de Equivalência à Frequência. Prova de Inglês 367 Ensino Secundário) Duração da Prova: 90 minutos (escrita) 25 minutos (oral) Informação sobre Exame de Equivalência à Frequência Prova de Inglês 367 Ensino Secundário) Duração da Prova: 90 minutos (escrita) 25 minutos (oral) 1. Objeto de avaliação A prova a que esta informação

Leia mais

PROVAS FINAIS E EXAMES DE 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO /2016

PROVAS FINAIS E EXAMES DE 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO /2016 PROVAS FINAIS E EXAMES DE 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO - 2015/2016 DISCIPLINA Cód. MATERIAL PERMITIDO E NÃO PERMITIDO NO EXAME PORTUGUÊS 61 MATEMÁTICA 62 INGLÊS 06 CIÊNCIAS NATURAIS 02 HISTÓRIA E GEOGRAFIA

Leia mais

SOLDADO DE 3ª CLASSE

SOLDADO DE 3ª CLASSE CONCURSO PÚBLICO 006-2016 CBM/GO - SEGPLAN CARGO SOLDADO DE 3ª CLASSE PROVA B Prezado(a) Candidato(a), 1. Ao receber este caderno, confira se ele contém as questões objetivas com 50 (cinquenta) itens,

Leia mais

PROVA MODELO Duração da prova: 120 minutos. Grupo 1 - Três questões de resposta múltipla de matemática.

PROVA MODELO Duração da prova: 120 minutos. Grupo 1 - Três questões de resposta múltipla de matemática. Página 1 de 9 Provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, Decreto-Lei n.º 113/2014, de 16 de julho AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE

Leia mais

IV REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DAS FACULDADES INTEGRADAS DE VITÓRIA FDV.

IV REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DAS FACULDADES INTEGRADAS DE VITÓRIA FDV. IV REGULAMENTO DAS DO CURSO DE DIREITO DAS FACULDADES INTEGRADAS DE VITÓRIA FDV. Estabelece normas para o funcionamento das Atividades Complementares do sistema seriado do curso de Direito. Alterado pelo

Leia mais

2 - DAS INSCRIÇÕES E DOS LOCAIS DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS

2 - DAS INSCRIÇÕES E DOS LOCAIS DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2017 DE ACORDO COM A PORTARIA NORMATIVA Nº 40/2007 E RESOLUÇÃO CONSEPE Nº. 29/2016, DE 28 DE JUNHO DE 2016. O CENTRO UNIVERSITÁRO UNIFAFIBE, tendo como Mantenedora a Associação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JATAI SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA ESCOLA MUNICIPAL DE MÚSICA NESTOR GARCIA DE ASSIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE JATAI SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA ESCOLA MUNICIPAL DE MÚSICA NESTOR GARCIA DE ASSIS PREFEITURA MUNICIPAL DE JATAI SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA ESCOLA MUNICIPAL DE MÚSICA NESTOR GARCIA DE ASSIS Edital n 002/2015 PROCESSO SELETIVO 002/2015 Jatai, 29 de maio de 2015. A Prefeitura de Jataí

Leia mais