UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO"

Transcrição

1 EDITAL CE nº 05/2013 A PRESIDENTE DA COMISSÃO COORDENADORA DO PROCESSO DE ELEIÇÃO PARA CHEFE DE DEPARTAMENTO ACADÊMICO E COORDENADOR DE CURSO DE GRADUÇÃO CAMPUS SÃO LUÍS; DO PROCESSO DE CONSULTA PRÉVIA PARA DIRETOR DO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAS, SAÚDE E TECNOLOGIA CCSST/IMPERATRIZ E DO PROCESSO DE ELEIÇÃO PARA DIRETOR GERAL E COORDENADORES DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DO COLÉGIO, no uso das atribuições que lhe confere a Resolução nº 123 CONSUN, de 26 de março de 2010, a Resolução nº 142 CONSUN, de 6 de setembro de 2010, a Resolução nº 12 - CONSUN, de 20 de novembro de 1992, a Resolução nº 8 CONSUN, de 12 de dezembro de 1996, e as Portarias GR nº 484, nº 485 e nº 486 A/MR, de 25 de outubro de 2012, considerando o que ficou decidido em reunião de trabalho realizada em 04 de fevereiro de 2013, RESOLVE: Expedir recomendações para os componentes das mesas receptoras e apuradoras de votos e fiscais, acerca do processo de eleição, na forma do Anexo Único desta Resolução. Dê-se ciência. Publique-se. São Luís, 05 de fevereiro de Maria Elisa Cantanhêde Lago Braga Borges Presidente

2 ANEXO ÚNICO (Edital CE nº 05/2013) RECOMENDAÇÕES PARA OS COMPONENTES DAS MESAS RECEPTORAS E APURADORAS DE VOTOS E FISCAIS Os Presidentes e demais Membros das Mesas Receptoras e Apuradoras, bem como os fiscais deverão observar as disposições contidas nas Resoluções CONSUN nº 8/1996, 12/1992, 123/2010 e 142/2010, em especial, os temas abaixo: I - COMPOSIÇÃO DA MESA RECPETORA E APURADORA E COMPETÊNCIA DO PRESIDENTE DA MESA (artigo 20 Resolução 12/1992-CONSUN e artigo 24 Resolução 142/2010- CONSUN) Cada Mesa Receptora será constituída, paritariamente, de 3 membros, indicados pela Comissão Setorial, sendo um Presidente, um Secretário e um Mesário. (artigo 21 Resolução 12/1992-CONSUN e artigo 25 Resolução 142/2010-CONSUN) Compete ao Presidente da Mesa Receptora: I Coordenar os trabalhos; II esclarecer as dúvidas que ocorrerem; III manter a ordem no recinto da votação. II - AUSÊNCIA DE PRESIDENTE, SECRETÁRIO OU MESÁRIO (artigo 25 1º e 2º; artigo 26 1º e 2º - Resolução 142/2010) Na falta do Presidente de Mesa, a Comissão Setorial indicará, de imediato, outro Presidente. Em se tratando de ausência de secretário ou mesário, o Presidente poderá convocar qualquer um dos participantes da consulta (docente, técnico-administrativo ou discente) para compor a mesa receptora, desde que não sejam cônjuges, parentes consagüíneos ou afins, até o terceiro grau, inclusive, de qualquer um dos candidatos inscritos aos cargos de CHEFE DE DEPARTAMENTO ACADÊMICO; COORDENADOR DE CURSO DE GRADUÇÃO; DIRETOR DO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAS, SAÚDE E TECNOLOGIA CCSST/IMPERATRIZ e DIRETOR GERAL E COORDENADORES DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO, uma vez que a Mesa somente poderá funcionar quando instalada com os três membros presentes.

3 III - INÍCIO E TÉRMINO DA VOTAÇÃO (artigo 23 Resolução 12/1992-CONSUN; artigo 20 Resolução 123/2010- CONSUN; artigo 27 Resolução 142-CONSUN) Estando completa a mesa, bem como garantida a segurança necessária para o início da votação, esta deverá ocorrer: às oito horas para o Cargo de Diretor de Centro (CCSST), com término às vinte e uma horas e trinta minutos; às nove horas para o Cargo de Diretor Geral e Coordenadores de Ensino Fundamental e Médio do COLUN, com término às oito horas; e às nove horas para os Cargos de Chefe de Departamento e Coordenador de Curso de Graduação (Campus São Luís), com término às vinte e uma horas. IV PROCEDIMENTOS DE VOTAÇÃO (artigo 28 Resolução 142/2010-CONSUN) A votação efetuar-se-á considerando os seguintes procedimentos: I - a ordem de votação será a de chegada do eleitor; II - será verificado se o nome do eleitor consta na lista de votantes fornecida pela Comissão Coordenadora; III - localizado o nome do eleitor na lista, este deverá identificar-se perante a Mesa Receptora, mediante apresentação de documento de identificação oficial com foto, (exemplo: RG; Carteira de Motorista; Carteira de Identificação Profissional de Órgão de Classe; Passaporte, Carteira de Trabalho), assinando em seguida, a folha de votação. Logo após, o eleitor deve receber uma cédula de votação correspondente a sua categoria (AZUL para docentes; ROSA para técnico-administrativos; AMARELO para discentes), devidamente rubricada, no ato, pelo presidente e demais membros da Mesa receptora; SOMENTE após os procedimentos acima é que o eleitor estará apto a votar; IV- o eleitor será encaminhado à cabine de votação e exercitará o seu direito de voto; V - a cédula de votação deverá ser dobrada pelo eleitor e depositada na urna específica de sua categoria, à vista dos membros da Mesa, de modo que estes possam constatar tratar-se da mesma cédula rubricada. V - ELEITOR SÓ VOTARÁ NA SEÇÃO EM QUE SEU NOME CONSTAR (artigo 29 Resolução 142/2010-CONSUN; Resolução 8/1996-CONSUN) O eleitor só poderá votar na Mesa Receptora em que constar o seu nome na lista oficial de votação. No Colégio Universitário (COLUN) estão aptos a votar, discentes a partir do 8º ano (antiga 7ª série) ou com 16 (dezesseis) anos. Para os demais casos estão aptos a votar discentes de cursos de graduação regularmente matriculados, bem como servidores (docentes e técnico-administrativos) com vínculo com a UFMA.

4 Ao regular o processo de votação, os fiscais devem conferir a lista de votantes, bem como se o eleitor apresenta documento de identificação oficial, sem causar transtornos. VI - ELEITOR QUE NÃO CONSTAR NA LISTA DE VOTANTES (artigo 30 Resolução 142/2010-CONSUN) O eleitor que não constar na lista oficial de votantes deverá dirigir-se à Comissão Coordenadora, instalada na sala de Treinamento II da Pró-Reitoria de Recursos Humanos (PRH), a qual fará a checagem se o mesmo estará apto a votar ou não, sendo que, na primeira hipótese, o eleitor receberá uma autorização escrita dirigida à Mesa Receptora da Seção Especial instalada no Prédio Castelão. O eleitor nessa condição exercitará o seu direito de voto, em tal seção, assinando em lista especial, cuja ocorrência deverá ser registrada em ata, que será acompanhada da referida autorização. VII - ELEITOR EM TRÂNSITO Para esse processo eleitoral NÃO serão considerados os VOTOS EM TRÂNSITO. VIII - ENCERRAMENTO DO HORÁRIO DE VOTAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE SENHAS (artigo 21 Resolução 123/2010; artigo 23 Resolução 12/1992/ artigo 33 Resolução 142/2010) Encerrado o horário de votação (20 horas para Diretor Geral e Coordenadores de Ensino Fundamental e Médio do COLUN; 21 horas para Chefe de Departamento e Coordenadores de Curso de Graduação; e 21 horas e 30 minutos para Diretor de Centro (CCSST) e ainda existindo eleitores presentes que ainda não votaram, o Presidente da Mesa distribuirá senhas rubricadas pelos membros da mesa receptora a todos que nessa condição estiverem, avisando que serão os últimos a votar. IX - LAVRATURA DE ATA DE VOTAÇÃO ASSINADA POR TODOS OS MEMBROS DA MESA RECEPTORA (artigo 26 Resolução 123/2010; artigo 34 Resolução 142/2010-CONSUN; artigo 35 Resolução 12/1992-CONSUN) No encerramento dos trabalhos o Secretário da Mesa Receptora lavrará ata de votação, que será assinada por todos os membros da Mesa receptora devendo nela constar as seguintes informações: I - Número da Mesa Receptora e seu local de funcionamento;

5 II - Nome dos membros da Mesa Receptora, com identificação do Presidente, do Secretário e do Mesário; III - Nome dos fiscais; IV- Número de eleitores habilitados docentes, técnico-administrativos e discentes; V - Ocorrências significativas. X - APURAÇÃO DOS VOTOS E CONTEÚDO DO MAPA DE APURAÇÃO DE VOTOS (artigo 27 e 28 ; 37 único Resolução 123/2010-CONSUN; artigo 35, 36 e 39 Resolução 142/2010-CONSUN) Terminada a votação, as mesas receptoras, INCLUSIVE AQUELAS INSTALADAS NO INTERIOR DO ESTADO, transformar-se-ão em apuradoras, sendo os votos apurados publicamente, inclusive na presença dos fiscais dos candidatos devidamente credenciados. As Mesas Receptoras instaladas no interior do Estado deverão comunicar os resultados apurados, IMEDIATAMENTE, através de fax ou outro meio eletrônico, à Comissão Coordenadora. Os resultados apurados serão registrados pela Mesa Apuradora em mapa próprio, o qual será encaminhado, juntamente com ata da votação e todos os outros documentos recebidos à Comissão Coordenadora, sendo que os mapas e as atas de votação devem estar devidamente assinados pelos membros da Mesa Apuradora e fiscais presentes. Após apuração de cada urna, os votos e os documentos pertinentes serão lacrados em envelopes próprios, devidamente rubricados pelos membros da Mesa Apuradora e fiscais presentes, sendo encaminhados à Comissão Coordenadora que os guardará para fins de julgamento de recursos eventualmente interpostos. Os fiscais devem acompanhar a apuração e totalização dos votos, assinando ao final, os documentos e envelopes pertinentes. O Mapa de apuração de votos de cada Mesa Apuradora deverá conter: I número de eleitores habilitados, distribuídos por categoria; II número de votantes, distribuídos por categoria; III número total de votos válidos, brancos e nulos, distribuídos por categoria; IV número de votos de cada candidato, distribuídos por categoria; V fechamento aritmético dos resultados apurados. QUALQUER DÚVIDA QUANTO ÀS RECOMENDAÇÕES CONTACTAR COM OS MEMBROS DA COMISSÃO COORDENADORA, ATRAVÉS DOS SEGUINTES TELEFONES: /

EDITAL Nº. 01/2014 Eleições para Oeste Empresa Junior - OEJ da Faculdade São Francisco de Barreiras - FASB 2014/2015

EDITAL Nº. 01/2014 Eleições para Oeste Empresa Junior - OEJ da Faculdade São Francisco de Barreiras - FASB 2014/2015 EDITAL Nº. 01/2014 Eleições para Oeste Empresa Junior - OEJ da Faculdade São Francisco de Barreiras - FASB 2014/2015 DISPOSIÇÕES GERAIS ART. 1º - A eleição para diretoria da Oeste Empresa Júnior (2014/2015)

Leia mais

Deverá haver dois suplentes para as categorias I e II.

Deverá haver dois suplentes para as categorias I e II. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS EDITAL PARA ELEIÇÃO DE DOCENTES TITULARES E SUPLENTES

Leia mais

EDITAL Nº 36 DE 20 DE JULHO DE 2016 DISPÕE SOBRE O PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DA COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSO ELEITORAL DO IFRS CAMPUS OSÓRIO

EDITAL Nº 36 DE 20 DE JULHO DE 2016 DISPÕE SOBRE O PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DA COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSO ELEITORAL DO IFRS CAMPUS OSÓRIO EDITAL Nº 36 DE 20 DE JULHO DE 2016 DISPÕE SOBRE O PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS MEMBROS DA COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSO ELEITORAL DO IFRS CAMPUS OSÓRIO A Comissão Eleitoral do, designada pela

Leia mais

REGIMENTO INTERNO NORMA Nº 02/ DO REGULAMENTO ELEIÇÕES DA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELH0 FISCAL

REGIMENTO INTERNO NORMA Nº 02/ DO REGULAMENTO ELEIÇÕES DA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELH0 FISCAL REGIMENTO INTERNO NORMA Nº 02/2010 - DO REGULAMENTO ELEIÇÕES DA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELH0 FISCAL Art. 1º - Este Regulamento fixa normas para eleição da Diretoria Executiva e Conselho Fiscal da, de

Leia mais

EDITAL Nº 03/2016 I DA COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO ELEITORAL

EDITAL Nº 03/2016 I DA COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO ELEITORAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL- RIO- GRANDENSE CAMPUS VENÂNCIO AIRES EDITAL Nº 03/2016 Dispõe sobre o regulamento

Leia mais

ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE DA FIOCRUZ REGULAMENTO ELEITORAL

ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE DA FIOCRUZ REGULAMENTO ELEITORAL I - DA ELEIÇÃO ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE DA FIOCRUZ - 2008 REGULAMENTO ELEITORAL Artigo 1º - A data de eleição do Presidente da FIOCRUZ será marcada pelo Conselho Deliberativo da FIOCRUZ. II - DOS CANDIDATOS

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DE MEDICINA DR. CÉLIO PEDREIRA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DE MEDICINA DR. CÉLIO PEDREIRA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DE MEDICINA DR. CÉLIO PEDREIRA CAPÍTULO I: DO EDITAL Art. 1º - A Comissão Eleitoral anuncia à comunidade acadêmica que está aberto

Leia mais

UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO- BRASILEIRA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO- BRASILEIRA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO- BRASILEIRA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE EDITAL N o 01/2016 - CONSULTA A COMUNIDADE UNIVERSITÁRIA PARA ESCOLHA DO COORDENADOR DO CURSO DE ENFERMAGEM

Leia mais

EDITAL Nº 02/Comissão Eleitoral Central, de 30 de maio de 2016.

EDITAL Nº 02/Comissão Eleitoral Central, de 30 de maio de 2016. EDITAL Nº 02/, de 30 de maio de 2016. ESTABELECE NORMAS PARA A SELEÇÃO DE MESÁRIOS E FISCAIS DE CANDIDATO E DÁ OUTRAS INSTRUÇÕES PARA OS ESCRUTINADORES E DEMAIS AGENTES QUE ATUARÃO NO DIA DE VOTAÇÃO DO

Leia mais

DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI BIÊNIO 2015/2016 TITULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI BIÊNIO 2015/2016 TITULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGIMENTO ELEITORAL PARA AS ELEIÇÕES DA DIRETORIA DO SINDICATO DOS TRABALHADORES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI BIÊNIO 2015/2016 TITULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 O SINTUESPI será dirigido por

Leia mais

Art. 1 - Convocar eleição para representantes discentes que integrarão o Colegiado do Curso de Letras Campus I CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

Art. 1 - Convocar eleição para representantes discentes que integrarão o Colegiado do Curso de Letras Campus I CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS UNEAL COLEGIADO DO CAMPUS I CURSO DE LETRAS CAMPUS I EDITAL 01/2016 CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO PARA REPRESENTAÇÃO DOS DISCENTES DO COLEGIADO DO CURSO DE LETRAS

Leia mais

COMUNICADO CEN 14/2015

COMUNICADO CEN 14/2015 Brasília, 16 de outubro de 2015. Às Comissões Eleitorais Locais das Delegacias Sindicais do Sindifisco Nacional COMUNICADO CEN 14/2015 A Comissão Eleitoral Nacional - CEN 2015, no uso de suas atribuições

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE RESOLUÇÃO Nº 07, DE 16 DE JULHO DE 2013 R E S O L U Ç Ã O:

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE RESOLUÇÃO Nº 07, DE 16 DE JULHO DE 2013 R E S O L U Ç Ã O: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE RESOLUÇÃO Nº 07, DE 16 DE JULHO DE 2013 Estabelece normas e procedimentos para a composição das listas tríplices destinadas à escolha do Diretor

Leia mais

Campus de Paranavaí EDITAL N.º 001/2016-CEL

Campus de Paranavaí EDITAL N.º 001/2016-CEL EDITAL N.º 001/2016-CEL A Comissão Eleitoral Local - CEL nomeada pela portaria nº 005/2016-DG, no uso de sua atribuição prevista na Resolução n. 003/2014-COU/Unespar, art. 2.º, 1.º: T O R N A P Ú B L I

Leia mais

EDITAL N 002 /2016 DA COMISSÃO ELEITORAL ESPECIAL DA COMPETÊNCIA DA COMISSÃO ELEITORAL ESPECIAL

EDITAL N 002 /2016 DA COMISSÃO ELEITORAL ESPECIAL DA COMPETÊNCIA DA COMISSÃO ELEITORAL ESPECIAL EDITAL N 002 /2016 NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS MEMBROS DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD) DO INSTITUTO FEDERAL GOIANO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS AVANÇADO CRISTALINA.

Leia mais

EDITAL Nº 01/14 - COMISSÃO ELEITORAL E ESCRUTINADORA RESOLVE:

EDITAL Nº 01/14 - COMISSÃO ELEITORAL E ESCRUTINADORA RESOLVE: EDITAL Nº 01/14 - COMISSÃO ELEITORAL E ESCRUTINADORA A COMISSÃO ELEITORAL E ESCRUTINADORA PARA ESCOLHA DE REPRESENTANTES DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS ATIVOS E APOSENTADOS JUNTO AO COPLAD E REPRESENTANTES

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL 2016 IAB RS

REGULAMENTO ELEITORAL 2016 IAB RS A Comissão Eleitoral constituída nos termos do Art. 80 do Estatuto do IAB RS, vem, através deste Regulamento Eleitoral Eleições 2016, editado nos termos do parágrafo único do Artigo 80 do Estatuto do IAB

Leia mais

Campus de Paranavaí EDITAL Nº001/2016-CEL

Campus de Paranavaí EDITAL Nº001/2016-CEL EDITAL Nº001/2016-CEL A Comissão Eleitoral Local- CEL no uso de suas atribuições prevista na Resolução n. 006/2014-COU/Unespar, art. 3º, nomeada por seu Diretor Geral de Campus, por meio da portaria 003/2016-DG:

Leia mais

Comissão de Eleição para Escolha dos Representantes dos Servidores Técnicos e Administrativos na CSCTA - Reitoria

Comissão de Eleição para Escolha dos Representantes dos Servidores Técnicos e Administrativos na CSCTA - Reitoria COMISSÃO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS SERVIDORES TÉCNICOS E ADMINISTRATIVOS NA COMISSÃO SETORIAL DE CARREIRA TÉCNICO- ADMINISTRATIVA DOS ÓRGÃOS EXECUTIVOS, AUXILIARES E SUPLEMENTARES DA

Leia mais

REGULAMENTO COMISSÃO ELEITORAL N 001/2012

REGULAMENTO COMISSÃO ELEITORAL N 001/2012 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS - UNCISAL Transformada pela Lei n 6.660 de 28 de dezembro de 2005 Campus Governador Lamenha Filho - Rua Jorge de Lima, 113 - Trapiche da Barra, CEP

Leia mais

ELEIÇÕES PARA REPRESENTANTE DOS SERVIDORES NO CONSELHO DELIBERATIVO DO ILMD. Edital de Convocação

ELEIÇÕES PARA REPRESENTANTE DOS SERVIDORES NO CONSELHO DELIBERATIVO DO ILMD. Edital de Convocação ELEIÇÕES PARA REPRESENTANTE DOS SERVIDORES NO CONSELHO DELIBERATIVO DO ILMD Edital de Convocação A Comissão Eleitoral, composta pelos servidores, Felipe dos Santos Costa, Antônio Ferreira de Carvalho e

Leia mais

EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I DAS ELEIÇÕES

EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I DAS ELEIÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CAMPUS BINACIONAL OIAPOQUE CURSO DE LICENCIATURA EM PEDGOGIA EDITAL E REGIMENTO ELEITORAL A Comissão Eleitoral, constituída na reunião de colegiado do Curso de Licenciatura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NCH NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS COMISSÃO ELEITORAL. Edital

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NCH NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS COMISSÃO ELEITORAL. Edital UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NCH NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS COMISSÃO ELEITORAL Edital A Comissão Eleitoral designada pelas Portarias 171/GR de 16 de março e 231/GR de 07 de abril de 2010, para proceder

Leia mais

EDITAL DE CONSULTA PARA INDICAÇÃO DE DOCENTE PARA O PROVIMENTO DO CARGO DE DIRETOR ADMINISTRATIVO DA UEMG UNIDADE PASSOS

EDITAL DE CONSULTA PARA INDICAÇÃO DE DOCENTE PARA O PROVIMENTO DO CARGO DE DIRETOR ADMINISTRATIVO DA UEMG UNIDADE PASSOS EDITAL DE CONSULTA PARA INDICAÇÃO DE DOCENTE PARA O PROVIMENTO DO CARGO DE DIRETOR ADMINISTRATIVO DA UEMG UNIDADE PASSOS A Comissão Coordenadora, representando o colegiado de Coordenadores Acadêmicos e

Leia mais

EDITAL N 004 / PPGBCM/2016

EDITAL N 004 / PPGBCM/2016 EDITAL N 004 / PPGBCM/2016 EDITAL DE CONSULTA DE COORDENADOR E VICE-COORDENADOR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR, BIÊNIO 2016-2018 1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS A Coordenação do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE TECNOLOGIA - NT DEPARTAMENTO ACADEMICO DE CIENCIA DA COMPUTAÇÃO - DACC COMISSÃO ELEITORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE TECNOLOGIA - NT DEPARTAMENTO ACADEMICO DE CIENCIA DA COMPUTAÇÃO - DACC COMISSÃO ELEITORAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE TECNOLOGIA - NT DEPARTAMENTO ACADEMICO DE CIENCIA DA COMPUTAÇÃO - DACC COMISSÃO ELEITORAL Edital 001/DACC/2016 Eleição para Chefe e Sub-Chefe do Departamento

Leia mais

Anexo I FICHA DE INSCRIÇÃO Chapa candidata no processo eleitoral do Grêmio Estudantil IFRO Campus Colorado do Oeste Gestão 2014/2015

Anexo I FICHA DE INSCRIÇÃO Chapa candidata no processo eleitoral do Grêmio Estudantil IFRO Campus Colorado do Oeste Gestão 2014/2015 Anexo I FICHA DE INSCRIÇÃO Chapa candidata no processo eleitoral do Grêmio Estudantil IFRO Campus Colorado do Oeste Gestão 2014/2015 Nós, abaixo relacionados, discentes regularmente matriculados no IFRO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE CIENCIAS DA SAÚDE E DESPORTO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA EDITAL N 001/2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE CIENCIAS DA SAÚDE E DESPORTO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA EDITAL N 001/2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE CIENCIAS DA SAÚDE E DESPORTO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA EDITAL N 001/2015 EDITAL DE ELEIÇÃO DE COORDENADOR E VICE-COORDENADOR DO CURSO DE BACHARELADO

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO REGRAS DA CONSULTA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO REGRAS DA CONSULTA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO CURSO DE BACHARELADO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NORMAS DE CONSULTA AOS CARGOS DE COORDENADOR E SUBSTITUTO EVENTUAL

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2016

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2016 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2016 A Comissão Eleitoral, criada pela Portaria de nº 01/2016, da lavra do Presidente do Sindicato dos Delegados de Policia do Estado da Bahia- ADPEB/Sindicato, em conformidade

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL INSTRUÇÃO NORMATIVA

COMISSÃO ELEITORAL INSTRUÇÃO NORMATIVA COMISSÃO ELEITORAL PLEITO DE 2015 INSTRUÇÃO NORMATIVA Instruções da COMISSÃO ELEITORAL do PLEITO para a eleição do PRESIDENTE, 1º VICE-PRESIDENTE, 2º VICE-PRESIDENTE, dos MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÕES DO REPRESENTANTE DO CONSELHO DE ÉTICA CAPÍTULO I DO PRESENTE EDITAL

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÕES DO REPRESENTANTE DO CONSELHO DE ÉTICA CAPÍTULO I DO PRESENTE EDITAL EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÕES DO REPRESENTANTE DO CONSELHO DE ÉTICA CAPÍTULO I DO PRESENTE EDITAL Art. 1º. O presente edital tem como finalidade organizar as eleições para representante do Corpo Discente

Leia mais

EDITAL UnC - 003/2010

EDITAL UnC - 003/2010 UNIVERSIDADE DO CONTESTADO - EDITAL - 003/2010 Dispõe sobre as eleições para escolha do Reitor da Universidade do Contestado. O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições estatutárias

Leia mais

IFMG Campus Governador Valadares. Capítulo I Da Comissão Eleitoral

IFMG Campus Governador Valadares. Capítulo I Da Comissão Eleitoral IFMG Campus Governador Valadares Capítulo I Da Comissão Eleitoral Art. 01 - A Comissão Eleitoral será composta inicialmente por até dez alunos, e um professor. 1.º - O Presidente da Comissão Eleitoral

Leia mais

NORMAS REEDITADAS PARA A ELEIÇÃO DE DIRETOR E VICE-DIRETOR DA FACULDADE DE FILOSOFIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

NORMAS REEDITADAS PARA A ELEIÇÃO DE DIRETOR E VICE-DIRETOR DA FACULDADE DE FILOSOFIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS NORMAS REEDITADAS PARA A ELEIÇÃO DE DIRETOR E VICE-DIRETOR DA DA O Conselho Diretor, através da Comissão Eleitoral designada em reunião realizada em 07 de novembro de 2012, e nomeada conforme Portaria

Leia mais

EDITAL N 13 - CTAG/IFB DE 1 DE NOVEMBRO DE 2016 ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO PARA O CONSELHO GESTOR DO CAMPUS TAGUATINGA

EDITAL N 13 - CTAG/IFB DE 1 DE NOVEMBRO DE 2016 ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO PARA O CONSELHO GESTOR DO CAMPUS TAGUATINGA EDITAL N 13 - CTAG/IFB DE 1 DE NOVEMBRO DE 2016 ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO PARA O CONSELHO GESTOR DO CAMPUS TAGUATINGA A Comissão para eleição do Conselho Gestor do Instituto

Leia mais

Agrupamento de Escolas José Estêvão. Regulamento da Eleição e Designação dos Membros do Conselho Geral

Agrupamento de Escolas José Estêvão. Regulamento da Eleição e Designação dos Membros do Conselho Geral Agrupamento de Escolas José Estêvão Regulamento da Eleição e Designação dos Membros do Conselho Geral Secção I Disposições gerais Artigo 1º Objeto O presente regulamento estabelece as condições e procedimentos

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL INTERNO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONAD

REGULAMENTO ELEITORAL INTERNO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONAD REGULAMENTO ELEITORAL INTERNO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONAD O Grupo de Trabalho designado pela Portaria Interna n o. 35 de 14 de julho de 2015 para a Criação do Regulamento Eleitoral Interno do Conselho

Leia mais

Inst nº 129 (38867-44.2009.6.00.0000)/DF. 20 1º Na ausência dos representantes dos partidos políticos e coligações, a Comissão de Votação Paralela providenciará o preenchimento das cédulas por terceiros,

Leia mais

MANUAL DOS MESÁRIOS. (Regulamento do Processo de Votação) DA CÉDULA ELEITORAL

MANUAL DOS MESÁRIOS. (Regulamento do Processo de Votação) DA CÉDULA ELEITORAL MANUAL DOS MESÁRIOS (Regulamento do Processo de Votação) DA CÉDULA ELEITORAL Art. 1º. A cédula eleitoral será impressa e padronizada. 1º. Constarão em sua parte frontal as chapas, segundo a ordem de sua

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 DIRETORIA CAMPUS I

EDITAL Nº 01/2015 DIRETORIA CAMPUS I ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS UNEAL COMISSÃO ELEITORAL ELEIÇÃO DE GERENTE DE NÚCLEO E VICE-GERENTE DE NÚCLEO DO CURSO DE GRADUAÇÃO Rua Governador Luiz Cavalcanti S/N CEP 57312-270

Leia mais

EDITAL Nº 01/2016-GDG-CPPD PROCESSO ELEITORAL DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD) DO INSTITUTO FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS CEDRO.

EDITAL Nº 01/2016-GDG-CPPD PROCESSO ELEITORAL DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD) DO INSTITUTO FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS CEDRO. EDITAL Nº 01/2016-GDG-CPPD PROCESSO ELEITORAL DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD) DO INSTITUTO FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS CEDRO. A presidência da Junta Eleitoral no uso das atribuições concedidas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA COMISSÃO ELEITORAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA COMISSÃO ELEITORAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA COMISSÃO ELEITORAL A Comissão Eleitoral designada pela CPA Comissão Própria de Avaliação da UFJF, com o objetivo de encaminhar o processo de

Leia mais

EDITAL DE ELEIÇÃO 001/2016

EDITAL DE ELEIÇÃO 001/2016 EDITAL DE ELEIÇÃO 001/2016 Convoca Eleição para a Presidência do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Santa Maria da Vitória, Bahia. A Presidente do CAPREVAS Instituto de Previdência

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DO IDOSO DE AREAL/ RJ RESOLUÇÃO N º 001/2016

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DO IDOSO DE AREAL/ RJ RESOLUÇÃO N º 001/2016 CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DO IDOSO DE AREAL/ RJ RESOLUÇÃO N º 001/2016 O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DO IDOSO do município de Areal, no âmbito de ação e conforme preceitua sua Lei de Criação

Leia mais

Regulamento Eleitoral para a. Eleição dos Órgãos Sociais da. Associação de Professores de Matemática

Regulamento Eleitoral para a. Eleição dos Órgãos Sociais da. Associação de Professores de Matemática Regulamento Eleitoral para a Eleição dos Órgãos Sociais da CAPÍTULO I Dos Princípios Gerais Artigo 1.º Assembleia Eleitoral 1 Em cumprimento do disposto no capítulo sétimo dos Estatutos da Associação de

Leia mais

EDITAL Nº 13/2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS MEMBROS DA COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO

EDITAL Nº 13/2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS MEMBROS DA COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS SÃO MATEUS Rodovia BR-101 Norte, Km 58 Litorâneo 29932-540 São Mateus ES 27 3771-1262 EDITAL Nº 13/2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NORMAS DO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO DE VOTAÇÃO (Manual dos mesários) (Anexo à Deliberação nº 007, de 13/05/2015, da CCP/FAED/2015)

REGULAMENTO DO PROCESSO DE VOTAÇÃO (Manual dos mesários) (Anexo à Deliberação nº 007, de 13/05/2015, da CCP/FAED/2015) UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS COMISSÃO DE CONSULTA PRÉVIA PARA ESCOLHA DE DIRETOR E VICE (2015) FACULDADE DE EDUCAÇÃO REGULAMENTO DO PROCESSO DE VOTAÇÃO (Manual dos mesários) (Anexo à Deliberação

Leia mais

EDITAL DE ELEIÇÃO/FUNDEB Nº 001/2010 DE 19 DE JULHO DE 2010.

EDITAL DE ELEIÇÃO/FUNDEB Nº 001/2010 DE 19 DE JULHO DE 2010. PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO DE SERGIPE Nº 26.047 04/08/2010 GOVERNO DE SERGIPE EDITAL DE ELEIÇÃO/FUNDEB Nº 001/2010 DE 19 DE JULHO DE 2010. PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS REPRESENTANTES

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE ESCOLA DE ENFERMAGEM

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE ESCOLA DE ENFERMAGEM FURG SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE ESCOLA DE ENFERMAGEM Rua General Osório s/nº Campus da Saúde Rio Grande-RS CEP 96201-900 Fone: (53) 32374605 e 32374604

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS DE ROLIM DE MOURA COMISSÃO ELEITORAL EDITAL Nº 001/2010.

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS DE ROLIM DE MOURA COMISSÃO ELEITORAL EDITAL Nº 001/2010. EDITAL Nº 001/2010. O Magnífico Reitor da Fundação Universidade Federal de Rondônia, através da Comissão Eleitoral designada pela Portaria nº 662/GR/10 de 24 de agosto de 2010 para coordenar o Processo

Leia mais

COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DAS ELEIÇÕES DA REPRESENTAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS NO CONSU 2014/2016

COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DAS ELEIÇÕES DA REPRESENTAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS NO CONSU 2014/2016 COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DAS ELEIÇÕES DA REPRESENTAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS NO CONSU 2014/2016 INFORMAÇÕES AOS CANDIDATOS Por meio de edital publicado no DOE de 26/08/2014, foram convocados

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE UFAC EDITAL Nº 01/2016 PARA ELEIÇÃO DE COORDENADOR E VICE-COORDENADOR DO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA BIÊNIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE UFAC EDITAL Nº 01/2016 PARA ELEIÇÃO DE COORDENADOR E VICE-COORDENADOR DO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA BIÊNIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE UFAC EDITAL Nº 01/2016 PARA ELEIÇÃO DE COORDENADOR E VICE-COORDENADOR DO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA BIÊNIO 2017-2018. A Comissão Eleitoral para eleição de Coordenador

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAFIPI EDITAL 01/2016

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAFIPI EDITAL 01/2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA DO CENTRO ACADÊMICO DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAFIPI EDITAL 01/2016 A Comissão Eleitoral no uso de suas atribuições torna público o presente edital de convocação

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ELEIÇÃO EXTRAORDINÁRIA PARA A DIRETORIA DE PLANEJAMENTO DIPLA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ELEIÇÃO EXTRAORDINÁRIA PARA A DIRETORIA DE PLANEJAMENTO DIPLA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ELEIÇÃO EXTRAORDINÁRIA PARA A DIRETORIA DE PLANEJAMENTO DIPLA DO PROCESSO ELEITORAL Art. 1º No período de 26/08/2016 a 15/09/2016 será realizado processo de consulta aos participantes

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA EDITAL n 41/2014 ELEIÇÃO PARA VAGA DE SUPLENTE DE DISCENTES DO CONSELHO

Leia mais

NORMAS PARA ELEIÇÃO DA COORDENAÇÃO DO PPGH E DOS MEMBROS DO COLEGIADO. Dos objetivos e do colégio eleitoral

NORMAS PARA ELEIÇÃO DA COORDENAÇÃO DO PPGH E DOS MEMBROS DO COLEGIADO. Dos objetivos e do colégio eleitoral NORMAS PARA ELEIÇÃO DA COORDENAÇÃO DO PPGH E DOS MEMBROS DO COLEGIADO Dos objetivos e do colégio eleitoral Art. 1º O presente instrumento tem por objetivo normatizar o Processo Eleitoral para escolha da

Leia mais

UNIVERSIDADE E FEDERAL DO ACRE ÓRGÃO DOS COLEGIADOS SUPERIORES CONSELHO UNIVERSITÁRIO EDITAL DE ELEIÇÃO PARA O CONSU MEMBROS EXTERNOS MANDATO 2015

UNIVERSIDADE E FEDERAL DO ACRE ÓRGÃO DOS COLEGIADOS SUPERIORES CONSELHO UNIVERSITÁRIO EDITAL DE ELEIÇÃO PARA O CONSU MEMBROS EXTERNOS MANDATO 2015 EDITAL DE ELEIÇÃO PARA O CONSU MEMBROS EXTERNOS MANDATO 2015 O Presidente do Conselho Universitário (Consu) faz saber à comunidade em geral acerca da realização da eleição de três membros externos, representantes

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Centro de Matemática, Computação e Cognição Divisão Acadêmica Avenida dos Estados, 5001 Bairro Santa Terezinha Santo André CEP 09210-580 Fone:

Leia mais

Eleições 2015 SINTSAMA-RJ. 1) Regimento eleitoral. 2) Ficha de inscrição e qualificação do candidato. 3) Declartação do candidato

Eleições 2015 SINTSAMA-RJ. 1) Regimento eleitoral. 2) Ficha de inscrição e qualificação do candidato. 3) Declartação do candidato Eleições 2015 SINTSAMA-RJ 1) Regimento eleitoral 2) Ficha de inscrição e qualificação do candidato 3) Declartação do candidato REGIMENTO ELEITORAL DAS ELEIÇÕES DO SINTSAMA-RJ PARA O QUADRIÊNIO 2015/2019

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE EDUCAÇÃO, LETRAS E ARTES CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS E RESPECTIVAS LITERATURAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE EDUCAÇÃO, LETRAS E ARTES CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS E RESPECTIVAS LITERATURAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE EDUCAÇÃO, LETRAS E ARTES CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS E RESPECTIVAS LITERATURAS EDITAL N 001/2014 EDITAL DE ELEIÇÃO DE COORDENADOR E VICE-COORDENADOR DO CURSO DE LETRAS:

Leia mais

CÓDIGO ELEITORAL TÍTULO I DAS FINALIDADES

CÓDIGO ELEITORAL TÍTULO I DAS FINALIDADES CÓDIGO ELEITORAL 1 A Comissão Eleitoral, eleita na 139ª Plena e ratificada na Assembleia Geral dos Servidores do Sindicato do Instituto Federal de Sergipe, ocorrida em 01 de fevereiro de 2016, e ainda,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA TECNOLOGIA DO AMAPÁ COMISSÃO CENTRAL DO PROCESSO ELEITORAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA TECNOLOGIA DO AMAPÁ COMISSÃO CENTRAL DO PROCESSO ELEITORAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA TECNOLOGIA DO AMAPÁ COMISSÃO CENTRAL DO PROCESSO ELEITORAL RETIFICAÇÃO Nº 02/2013 - EDITAL Nº 01/2013/CCPE CONSUP, DE 25 DE JANEIRO DE 2013.

Leia mais

Anexo 2 - PROCEDIMENTOS DE VOTAÇÃO

Anexo 2 - PROCEDIMENTOS DE VOTAÇÃO Anexo 2 - PROCEDIMENTOS DE VOTAÇÃO Este conjunto de procedimentos compõe a Regulamentação do Processo de Eleição da OLT/RJ 2013-2015, devendo ser observado por todos os participantes do pleito. Cabe a

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS PAULISTA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS PAULISTA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS PAULISTA EDITAL Nº 01/2016 NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS MEMBROS

Leia mais

Regulamento do Processo Eleitoral para o Conselho Pedagógico [Alterações aprovadas na reunião nº 9/2013 de 30 de outubro]

Regulamento do Processo Eleitoral para o Conselho Pedagógico [Alterações aprovadas na reunião nº 9/2013 de 30 de outubro] ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR Regulamento do Processo Eleitoral para o Conselho Pedagógico [Alterações aprovadas na reunião nº 9/2013 de 30 de outubro] Página2 Capítulo I Disposições Gerais

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÕES NO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SOCIAS APLICADAS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÕES NO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SOCIAS APLICADAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SOCIAIS APLICADAS - CCBSA EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÕES NO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SOCIAS APLICADAS A Comissão Eleitoral, nomeada

Leia mais

Regulamento do Processo Eleitoral para o Conselho Geral

Regulamento do Processo Eleitoral para o Conselho Geral Regulamento do Processo Eleitoral para o Conselho Geral Artigo 1º Objeto 1. O presente Regulamento aplica-se exclusivamente ao processo eleitoral para os membros do Conselho Geral, de acordo com o regime

Leia mais

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Cocalzinho de Goiás GO.

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Cocalzinho de Goiás GO. RESOLUÇÃO Nº. 02/2015 Dispõe sobre os procedimentos de votação e apuração do processo de escolha unificado do conselho tutelar de Cocalzinho de Goiás - GO 2015, para o pleito 2016/2019, nos termos da Lei

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 001/ASDEFIG/2016

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 001/ASDEFIG/2016 Associação dos Deficientes Físicos de Guajará-Mirim/ASDEFIG Endereço: Av. XV de Novembro nº 2607 Bairro: Tamandaré CNPJ: 04.393.088/0001-00. Fundada 20 de julho de 1991 Fone: 351-7166/9989-2538 EDITAL

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL

REGULAMENTO ELEITORAL REGULAMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Âmbito 1. O presente Regulamento contém as normas e procedimentos a que obedecerá o processo eleitoral para a Mesa da Assembleia-Geral, para

Leia mais

EDITAL 001/DEPA/2014

EDITAL 001/DEPA/2014 EDITAL 001/DEPA/2014 DISPÕE SOBRE O PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DE CHEFE E VICE-CHEFE DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PESCA E AQUICULTURA, CAMPUS DA UNIR EM PRESIDENTE MÉDICI, NOS TERMOS REGIMENTAIS.

Leia mais

Regulamentação da Consulta para Superintendente do Hospital Universitário da UFJF Gestão

Regulamentação da Consulta para Superintendente do Hospital Universitário da UFJF Gestão Regulamentação da Consulta para Superintendente do Hospital Universitário da UFJF Gestão 2016-2020 Capítulo I Das Providências Preliminares Seção I Da Comissão Eleitoral Art. 1º O Processo Eleitoral será

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO N. 17/2008

RESOLUÇÃO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO N. 17/2008 RESOLUÇÃO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO N. 17/2008 Regulamenta a Consulta à Comunidade Universitária, visando subsidiar a elaboração de lista tríplice para escolha do Reitor da Universidade para o período

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL DO SAERGS ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL

REGIMENTO ELEITORAL DO SAERGS ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL REGIMENTO ELEITORAL DO SAERGS ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL I DA ELEIÇÃO Art. 1º - A eleição da Diretoria e do Conselho Fiscal do Sindicato dos Arquitetos no Estado do Rio Grande do Sul SAERGS

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LEME SECRETARIA DA CULTURA E TURISMO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LEME SECRETARIA DA CULTURA E TURISMO REGULAMENTO PARA A ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DA SOCIEDADE CIVIL QUE IRÃO COMPOR O CONSELHO MUNICIPAL DE POLITICA CULTURAL. 1. DAS INSCRIÇÕES 1.1. Poderá se inscrever para participar do processo eleitoral,

Leia mais

UNJYERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei de 21/ São Luis - Maranhão

UNJYERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei de 21/ São Luis - Maranhão +. -...--.. -..., UNJYERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/1011966 São Luis - Maranhão RESOLUÇÃO No 123 - CONSUN, de 26 de março de 2010 Regulamenta as eleições

Leia mais

RESOLUÇÃO UNIV N o 5 DE 26 DE ABRIL DE 2006.

RESOLUÇÃO UNIV N o 5 DE 26 DE ABRIL DE 2006. RESOLUÇÃO UNIV N o 5 DE 26 DE ABRIL DE 2006. Aprova alterações na Resolução UNIV n o 13, de 15 de abril de 1998, alterada pela Resolução UNIV n o 3, de 2 de maio de 2002, relativas ao Regulamento da Consulta

Leia mais

Boletim de Serviço. Extraordinário. Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian. Nº 90, 27 de Setembro de 2016.

Boletim de Serviço. Extraordinário. Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian. Nº 90, 27 de Setembro de 2016. Boletim de Serviço Extraordinário Nº 90, 27 de Setembro de 2016. Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES - EBSERH HOSPITAL UNIVERSITÁRIO MARIA APARECIDA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE GESTÃO E NEGÓCIOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE GESTÃO E NEGÓCIOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE GESTÃO E NEGÓCIOS EDITAL N o 01/2014, DO CONSELHO DA FACULDADE DE GESTÃO E NEGÓCIOS Regulamenta a eleição

Leia mais

EDITAL E NORMAS PARA CONSULTA DA DIRETORIA E VICE-DIRETORIA DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA E SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFMG PARA BIÊNIO

EDITAL E NORMAS PARA CONSULTA DA DIRETORIA E VICE-DIRETORIA DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA E SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFMG PARA BIÊNIO EDITAL E NORMAS PARA CONSULTA DA DIRETORIA E VICE-DIRETORIA DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA E SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFMG PARA BIÊNIO 2015-2017 Capítulo 1 COMISSÃO ELEITORAL Art.1 A Comissão Eleitoral responsável

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO CPJ/PI Nº /2011, DE 01 de junho de 2011. REGULAMENTA o processo de eleição para formação da LISTA TRÍPLICE a que se refere o art. 8º, 3º, da Lei Complementar Estadual nº 12/93. O, órgão da Administração

Leia mais

EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014

EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014 EDITAL FATEC SÃO ROQUE Nº 01/2014 DE 12 DE MAIO DE 2014 O Diretor da Faculdade de Tecnologia de São Roque no uso de suas atribuições legais torna público que estão abertas as inscrições para participação

Leia mais

Edital de Convocação de Eleição Para a Representação Estudantil do Centro Acadêmico Andréa Ribeiro dos Santos CAARS

Edital de Convocação de Eleição Para a Representação Estudantil do Centro Acadêmico Andréa Ribeiro dos Santos CAARS Edital de Convocação de Eleição Para a Representação Estudantil do Centro Acadêmico Andréa Ribeiro dos Santos CAARS Art. 1º. Fica convocada a eleição para a representação estudantil do Centro Acadêmico

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL. Ano PARA CONSELHO DELIBERATIVO CAPÍTULO I DA FINALIDADE

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL. Ano PARA CONSELHO DELIBERATIVO CAPÍTULO I DA FINALIDADE REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL Ano PARA CONSELHO DELIBERATIVO CAPÍTULO I DA FINALIDADE Artigo 1º - Em observância ao que determina o Estatuto Social da ONG Moradia e Cidadania, o Conselho Deliberativo

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO ELEITORAL ELABORADO NOS TERMOS DO ARTIGO 50.º DOS ESTATUTOS

PROPOSTA DE REGULAMENTO ELEITORAL ELABORADO NOS TERMOS DO ARTIGO 50.º DOS ESTATUTOS PROPOSTA DE REGULAMENTO ELEITORAL ELABORADO NOS TERMOS DO ARTIGO 50.º DOS ESTATUTOS Artigo 1.º (Âmbito) O presente regulamento contém as normas a que se devem submeter as eleições para os órgãos sociais

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 05/2015

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 05/2015 RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 05/2015 Regulamenta a Transferência Interna, externa e Ingresso de Portador de Diploma nos cursos de graduação da Faculdade Guanambi. O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa

Leia mais

CAPÍTULO 1 DAS PPROVIDÊNCIAS PRELIMINARES SEÇÃO I DA COMISSÂO INTERNA

CAPÍTULO 1 DAS PPROVIDÊNCIAS PRELIMINARES SEÇÃO I DA COMISSÂO INTERNA REGULAMENTO DO PROCESSO DE ESCOLHA À COMUNIDADE UNIVERSITÁRIA DA ESCOLA DE ENFERMAGEM E FARMÁCIA DA UFAL PARA FINS DE INDICAÇÂO DO DIRETOR GERAL E DO VICE-DIRETOR PARA O PERÍODO DE 2014 A 2018. CAPÍTULO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 85, DE 30 DE OUTUBRO DE APROVAR o EDITAL 03/2014 DE ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DISCENTES PARA O CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSUNI).

RESOLUÇÃO Nº 85, DE 30 DE OUTUBRO DE APROVAR o EDITAL 03/2014 DE ELEIÇÃO DE REPRESENTANTES DISCENTES PARA O CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSUNI). RESOLUÇÃO Nº 85, DE 30 DE OUTUBRO DE 2014 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 58ª Reunião Ordinária, realizada no dia 30 de outubro de 2014, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA Fundada em 18 de Fevereiro de 1808 RESOLUÇÃO DA CONGREGAÇÃO FMB-UFBA Nº.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA Fundada em 18 de Fevereiro de 1808 RESOLUÇÃO DA CONGREGAÇÃO FMB-UFBA Nº. Resolução da Congregação da FMB-UFBA n 01/2010 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA Fundada em 18 de Fevereiro de 1808 Congregação RESOLUÇÃO DA CONGREGAÇÃO FMB-UFBA Nº. 01/2010

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº01/2015/ COMISSÃO ELEITORAL/UNICERP

RESOLUÇÃO Nº01/2015/ COMISSÃO ELEITORAL/UNICERP RESOLUÇÃO Nº01/2015/ COMISSÃO ELEITORAL/UNICERP Torna público a data, horário, local e regras de instalação e funcionamento da Mesa Receptora; o procedimento a ser observado por ocasião do processo eleitoral

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL PARCERIA TERRITORIAL ALENTEJO CENTRAL

REGULAMENTO ELEITORAL PARCERIA TERRITORIAL ALENTEJO CENTRAL REGULAMENTO ELEITORAL PARCERIA TERRITORIAL ALENTEJO CENTRAL 2014-2020 ARTIGO PRIMEIRO O Regulamento Eleitoral estabelece as normas que regulam o Processo Eleitoral da Mesa do Conselho de Parceiros, Seis

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA A ESCOLHA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA ABRAFIT GESTÃO 2014/2016.

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA A ESCOLHA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA ABRAFIT GESTÃO 2014/2016. REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA A ESCOLHA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA ABRAFIT GESTÃO 2014/2016. 1. Da abertura do Processo Eleitoral. Os Drs.: Patricia Rossafa Branco CREFITO 8 29.271F (Presidente),

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL EDITAL 03/2016, DE 8 DE SETEMBRO DE 2016

COMISSÃO ELEITORAL EDITAL 03/2016, DE 8 DE SETEMBRO DE 2016 COMISSÃO ELEITORAL EDITAL 03/2016, DE 8 DE SETEMBRO DE 2016 ELEIÇÕES DO CENTRO ACDÊMICO DO CURSO DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS DOM BOSCO. A COMISSÃO ELEITORAL SUBJUGADA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE EUNÁPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CULTURA E ESPORTE EDITAL Nº 001/2009

PREFEITURA MUNICIPAL DE EUNÁPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CULTURA E ESPORTE EDITAL Nº 001/2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE EUNÁPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CULTURA E ESPORTE EDITAL Nº 001/2009 A Prefeitura Municipal de Eunápolis, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte,

Leia mais

DELIBERAÇÃO CES Nº 150 DE 04 DE ABRIL DE 2016

DELIBERAÇÃO CES Nº 150 DE 04 DE ABRIL DE 2016 DELIBERAÇÃO CES Nº 150 DE 04 DE ABRIL DE 2016 APROVA O REGIMENTO DA TERCEIRA PLENÁRIA ELEITORAL COMPLEMENTAR DO CONSELHO ESTADUAL DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO, PARA O TRIÊNIO 2014/2016. O CONSELHO ESTADUAL

Leia mais

Regulamento Votac a o Via Postal sindifisco SC SUMÁRIO

Regulamento Votac a o Via Postal sindifisco SC SUMÁRIO Regulamento Votac a o Via Postal sindifisco SC SUMÁRIO TÍTULO I DA DIRETORIA EXECUTIVA, DO CONSELHO FISCAL E DO CONSELHO DE REPRESENTANTES SINDICAIS... 2 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 CAPÍTULO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE GEOGRAFIA BACHARELADO EDITAL Nº 01/2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE GEOGRAFIA BACHARELADO EDITAL Nº 01/2016 EDITAL Nº 01/2016 EDITAL DE ELEIÇÃO DE COORDENADOR E VICE-COORDENADOR DO CURSO DE BACHARELADO EM GEOGRAFIA BIÊNIO JANEIRO 2017 - DEZEMBRO 2018 Abre inscrições, fixa data, horário e critérios para a indicação

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL PARA O CONSELHO GERAL. Do Agrupamento de Escolas Elias Garcia

REGULAMENTO ELEITORAL PARA O CONSELHO GERAL. Do Agrupamento de Escolas Elias Garcia REGULAMENTO ELEITORAL PARA O CONSELHO GERAL Do Agrupamento de Escolas Elias Garcia Introdução Nos termos do artigo 15º do Decreto-Lei nº 75/2008 de 22 de abril, na redação dada pelo Decreto-Lei n.º 137/2012,

Leia mais

EDITAL 01/2016 DE ELEIÇÃO PARA DIRETORIA DO CEGEO/ICT/UFVJM

EDITAL 01/2016 DE ELEIÇÃO PARA DIRETORIA DO CEGEO/ICT/UFVJM EDITAL 01/2016 DE ELEIÇÃO PARA DIRETORIA DO CEGEO/ICT/UFVJM INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS QUE REGULAMENTAM O PROCESSO ELEITORAL PARA DIREÇÃO E VICE-DIREÇÃO do Centro de Estudos em Geociências (CeGeo/ICT). O Instituto

Leia mais