Dimensão e medição da pobreza extrema e a situação social e pobreza extrema no Rio Grande do Sul

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Dimensão e medição da pobreza extrema e a situação social e pobreza extrema no Rio Grande do Sul"

Transcrição

1 Dimensão e medição da pobreza extrema e a situação social e pobreza extrema no Rio Grande do Sul Jorge Abrahão de Castro Diretor da Diretoria de Estudos e Políticas Sociais do IPEA Brasília, 26 de maio de 2011

2 Dimensão e medição da pobreza extrema

3 Problema é uma situação indesejável declarada por um ator social e que é passível de ser enfrentado com ações concretas. (C.Matus) Qual problema a ser enfrentado como prioridade? Attençao a idosos, Mortalidade infantil, Analfabetismo, desemprego juvenil, Pobreza, Desigualdade, etc Pobreza O que é? Qual pobreza? Extrema, absoluta, rural, etc. Pobreza extrema Por que? Qual Meta estabelecer? Diminuir ½; diminuir ¼; erradicar Erradicar a pobreza extrena O que significa? Qual o instrumento de referência para delimitar o problema? Linha nacional de monitoramento da pobreza extrema O que é?

4 Definindo a pobreza O que é a pobreza extrema? É o estado de privação de um indivíduo cujo bem-estar é inferior ao mínimo que a sociedade a qual ele pertence julga obrigada a garantir. Como medir o bem-estar? Como definir o mínimo?

5 Enfoques para linha? Pobreza Índices Multidimensionais Considera que a pobreza é um fenômeno complexo, que envolve outras dimensões além da renda (como o acesso a serviços, o exercício da cidadania etc) e/ou que a renda medida pelas pesquisas domiciliares não é bom indicador de bem-estar Insuficiência de renda Considera a pobreza um fenômeno complexo, mas julga que a renda é o indicador mais importante do bem-estar e/ou que está intimamente associada com as outras dimensões do fenômeno Seleção das variáveis Normalização Ponderação Linha de corte Necessidades Básicas Insatisfeitas (NBI) Índice Marginación (México) Índice de Pobreza Humana (IPH1 e IPH2) Bens representativos Linhas objetivas Método calórico direto Método calórico indireto Linhas subjetivas Linhas oficiais/administrativas Bolsa Familia BPC/LOAS Banco Mundial Linha Nacional de Pobreza Absoluta Bens relacionais Capacidades e comodidades Amartya Sen Relativa

6 Qual linha? Pré-requisitos Transparência: facilidade de cálculo a partir das informações disponíveis Adequação ao problema: delimitar claramente os grupos de interesse Aproveitar os sistemas de dados e informação existentes Linha de pobreza extrema Linha de elegibilidade de ações ou programas Separa os elegíveis dos não elegíveis ao programa Permite o monitoramento do ações ou programas Linha nacional Linha de monitoramento Delimita os extremamente pobres Quantos são? Quem são? Onde estão? Permite o monitoramento da extrema pobreza Como evolui? Sistema de indicadores auxiliares

7 Quais são os parâmetros da linha? Parâmetros para linhas de pobreza com objetivos diferentes Linha para estudos e pesquisas Linha de elegibilidade de ações e programas Linha de nacional pobreza extrema Pode ser fixa ou não Valor pode ou não ter como base algum ano anterior Pode ou não ser ajustada por um índice de preço As restrições orçamentárias são apenas téoricas Não precisa ser fixa Valor não precisa ter como base algum ano anterior Pode ser mas não precisa de reajustes por um índice de preço Pode ser elevada quando se desejar e/ou se tiver condições orçamentárias É fixa Valor deve ter como base algum período anterior ao ínicio da estratégia A linha deve ser ajustada por um índice de preço adequado Dever ser exequivel e focar no problema selecionado

8 O que significa erradicar? É chegar a zero? Sim Não Zero pessoas estão abaixo da linha Na prática, isso é impossível Diferente de zero Por quê? Renda das famílias évolátil As melhores estimativas disponíveis sugerem algo em torno de 8 % dos pobres extremos inciais Ou seja, a extrema pobreza poderia ser considerada erradicada caso restassem apenas 0,08*N pessoas da situação incial de extrema pobreza Quanto deve ser? Apenas residual, mas é difícil estimar com precisão Não há fontes de dados adequadas no momento Volatilidade de longo alcance Famílias sem perfil de pobre que ficam momentaneamente sem renda em um mês específico Volatilidade de curto alcance Novas famílias caem na pobreza a cada mês e a política pública sempre demora um tempo para cadastrar e atender novos beneficiários

9 Diferenças nos resultados? Ideal é fazer o monitoramento a partir de uma única base Censo, PNAD, POF e outras Fontes diferentes = Números diferentes Por que? Desenho amostral e projeção de população Seleção de municípios e setores censitários Flutuações amostrais Atualizações de projeções Perguntas diferentes sobre renda Em geral, quanto mais detalhadas, maior a renda média Inclusão ou não da renda não-monetária Períodos de referência distintos Sazonalidade PNAD: só renda do último mês POF: renda de vários meses

10 Por que extrema pobreza? Referência internacional Metas do Milênio (ODM 1) Linha de US$ 1,25 por dia PPP equivale em 2011 a cerca de R$ 70 per capita por mês Focalizar nos que mais precisam Caso a linha seja alta, o grupo que mais precisa o mais difícil de ser tirado da extrema pobreza tende a se diluir nas estatísticas Restrição orçamentária O custo é um múltiplo do Hiato de Pobreza O Hiato de Pobreza aumenta de forma não linear Pequenos aumentos no valor da linha geram grandes aumentos no Hiato Hiato de pobreza (bilhões de R$ de set/2009) Linha de Pobreza (R$ set/2009)

11 Situação social do Rio Grande do Sul e Pobreza extrema

12 Breve síntese da situação social do Brasil e Rio Grande do Sul Áreas de Atuação Política Previdência Social Pobreza Saúde Indicadores Brasil RS (a) (b) (b/a) Cobertura da Pop. Idosa (60 ou mais) 77,3 83,3 8% Esperança de Vida aos 60 anos (em 2008) 21,3 21,6 2% Pobreza extrema (domiciliar per capita inferior a R$ 70,0 5,2 2,1-59% Renda Domiciliar Per Capita (R$ 0ut 2009) % Taxa de Mortalidade Infantil (por mil Nascidos Vivos) 20,0 12,8-36% Taxa de Homicídio Masculina (15 a 29 anos) - por 100 mil nascidos vivos (2007) 47,7 36,9-23% Transferencias e renda Percentual da Renda com Transferências 23,6 26,7 13% Trabalho e Renda Desemprego 8,2 6,0-26% Redimento Médio do Trabalho (salário) (R$ 0ut 2009) % Educação Taxa de Analfabetismo (15 anos ou mais) 9,7 4,6-53% Número Médio de Anos de Estudos (15 anos ou mais) 7,5 7,8 3% Saneamento e Abastecimento Adequado de Água 81,8 85,4 4% Habitação Esgotamento Sanitário Adequado 70,5 84,3 20% Cultura Internet no Domicílio 28,1 32,9 17% Rio Grande do Sul - Cobertura da pop. Idosa 86,4 92,5 7% Rural Extrema Pobreza (linha de R$ 70,00) 12,7 3,3-74% Renda Domiciliar Per Capita (R$ 0ut 2009) % Redimento Médio do Trabalho (salário) (R$ 0ut 2009) % Taxa de Analfabetismo (15 anos ou mais) 22,8 7,5-67% Número Médio de Anos de Estudos (15 anos ou mais) 4,8 5,9 23% Abastecimento Adequado de Água 29,0 44,6 54% Esgotamento Sanitário Adequado 31,6 54,6 73% Internet no Domicílio 4,2 9,5 124% Fonte: PNAD e RIPSA

13 Pobreza extrema no Rio Grande do Sul e menor que a média Brasil. Porcentagem da população sobrevivendo com menos de R$ 70,0 de jan Brasil 11,21 11,50 11,48 10,14 10,35 10,54 9,48 10,05 8,86 Rio Grande do Sul 2,15 2,10 5,19 6,63 5,71 4,61 5,70 4,69 4,68 4,81 3,67 3,32 3,23 4,22 7,51 6,33 6,18 5,13 5, Fontes: Renda: IBGE, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, PNAD. Fatores PPC: Nações Unidas, Divisão de Estatísticas (Banco Mundial, ICP 2005). Inflação média anual do Brasil e dos EUA: Fundo Monetário Internacional, World Economic Outlook, 2009.

14 Pobreza extrema no Rio Grande do Sul e menor no meio urbano. Porcentagem da população sobrevivendo com menos de R$ 70,0 de ,0 9,7 1,7 9,4 1,8 9,7 10,2 3,7 5,0 4,7 3,4 4,7 3,4 3,9 4,2 3,2 2,9 2,5 2,9 4,9 13,0 RS/Urbano RS/Rural 4,2 3,3 7,4 6,8 6,9 8,0 8, Fontes: Renda: IBGE, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, PNAD. Fatores PPC: Nações Unidas, Divisão de Estatísticas (Banco Mundial, ICP 2005). Inflação média anual do Brasil e dos EUA: Fundo Monetário Internacional, World Economic Outlook, 2009.

15 Pobreza extrema no Rural Brasil e Rio Grande do Sul Porcentagem da população sobrevivendo com menos de R$ 70,0 de ,0 13,0 9,7 9,4 9,7 25,3 24,8 25,36 22,9 23,1 10,2 8,0 7,4 8,7 18,3 16,7 14,9 13,1 12,7 20,5 27,7 27,9 28,2 Brasil/Rural RS/Rural 4,9 4,2 3,3 6,8 6, Fontes: Renda: IBGE, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, PNAD. Fatores PPC: Nações Unidas, Divisão de Estatísticas (Banco Mundial, ICP 2005). Inflação média anual do Brasil e dos EUA: Fundo Monetário Internacional, World Economic Outlook, 2009.

16 Renda domiciliar per capita média em US$ PPC por dia, no Brasil e no Rio Grande do Sul ,5 6,3 5,7 7,4 6,3 8,2 7,3 8,7 7,4 8,8 7,4 8,5 7,5 9,1 7,4 9,1 8,0 8,2 8,1 8,5 9,2 9,8 9,9 10,2 10,8 10,2 11,1 10,9 12,2 12,9 12,1 14,6 Brasil Rio Grande do Sul

17 Coeficiente de Gini da desigualdade na distribuição da renda domiciliar per capita. Brasil Rio Grande do Sul

18 Mortalidade infantil no Brasil e no Rio Grande do Sul Taxa de mortalidade infantil (menores de 1 ano) por mil nascidos vivos Brasil, 1990 a 2008 e projeção até 2015 e Rio Grande do Sul, 1997 a ,1 40 Óbitos por 1000 NV ,9 15,6 19,0 17, ,8 13, Brasil Rio Grande do Sul Meta 15,7 (Brasil)

19 Rio Grande do Sul está mais próximo que Brasil para alcançar a meta Razão de mortalidade materna (por mil nascidos vivos)*. Brasil, 1990 a 2007 e proteção até 2015 e Rio Grande do Sul, 1996 a 2007 Óbitos por NV RMM (Brasil) Projeção Rio Grande do Sul M Fonte: CGIAE/DASIS/SVS/MS Nota: Valores ajustados

20 Esperança de vida ao nascer no Brasil e Rio Grande do Sul Brasil Rio Grande do Sul

21 Taxa analfabetismo e anos médios de estudo por estado e DF ,6 Percentual (%) ,7 5,8 6,1 6,2 6,5 6,5 6,6 6,3 6,7 7,3 7,3 6,7 7,4 7,0 7,3 7,5 7,4 7,5 7,7 8,2 7,9 8,2 8,5 7,8 8,4 8,2 8 4 Anos de estudos 5 0 AL PI PB MA CE RN PE BA SE AC TO PA MT RO MS GO MG ES AM RR PR SC SP RS RJ DF AP 0 Taxa de analfabetismo Média de anos de estudo

22 Percentual da Pobreza Extrema, Pobreza e não-pobres 2009 Brasil Rio Grande do Sul 5,2% 9,4% 2,1% 4,8% 85,4% 93,1% Extremamente pobres Pobres Não-Pobres Extremamente pobres Pobres Não-Pobres

23 Perfil da Pobreza Extrema, 2009 Grupos Etários Brasil Rio Grande do Sul 14,2% 10,8% 37,5% 37,9% 47,4% 0,9% 49,4% 2,0% Crianças Jovens Adultos Idosos Crianças Jovens Adultos Idosos

24 Perfil da Pobreza Extrema, 2009 Grupos Etários Rio Grande do Sul Não-pobres 9,9 14,4 21,5 54,2 Pobres 1,0 14,2 36,5 48,4 Extremamente pobres 2,0 10,8 37,9 49,4-10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 Jovens Adultos Crianças Idosos

25 Perfil da Pobreza Extrema, 2009 Arranjos Familiares Brasil Rio Grande do Sul 22,2% 19,6% 5,0% 4,9% 16,6% 30,1% 56,2% 45,3% Unipessoal Casal com Filhos Mãe com Filhos Outros Arranjos Unipessoal Casal com Filhos Mãe com Filhos Outros Arranjos

26 Perfil da Pobreza Extrema, 2009 Posição no Mercado de Trabalho Descriminação Brasil RS (a) (b) (b/a) Mulher sem creche (1) 14,2 17,1 21% Desocupado e outros urbano (2) 31,1 30,5-2% Desocupado e outros rural (3) 18,8 14,6-22% Conta própria e empregadores que trabalham em ocupação agrícola (4) 16,1 15,3-5% Empregados sem carteira no setor agrícola 5,4 2,6-52% Trabalhadores domésticos sem carteira assinada 4,1 5,5 33% Conta própria e empregadores não agrícolas 6,7 8,6 28% Empregados não agrícolas sem carteira assinada 3,2 5,3 66% Formais 0,4 0,5 33% Fonte:PNAD (1)Mulheres sem ocupação com 16 anos ou mais, mães ou não, cujo domicílio contém crianças com seis anos ou menos que não freqüentam creche. (2) Não trabalhar e vivia em áreas urbanas. Também foram incluídos trabalhadores marginalmente ligados ao mercado de trabalho, tais como trabalhadores na construção para o próprio uso e trabalhadores não remunerados e para o próprio consumo sem produtores rurais na família. (3) Não trabalhar e vivia em áreas rurais. Também foram incluídos trabalhadores marginalmente ligados ao mercado de trabalho, tais como trabalhadores na construção para o próprio uso e trabalhadores não remunerados e para o próprio consumo sem produtores rurais na família. (4) Conta própria e empregadores que trabalham em ocupação agrícola, além de trabalhadores não remunerados e para o próprio consumo cujos chefes de domicílio eram conta própria ou empregadores agrícolas.

27 Perfil da Pobreza Extrema, 2009 Rendas Rendas Brasil RS (a) (b) (b/a) Renda domiciliar per capita - RDPC - (R$ out 2009) 37,8 35,5 (5,9) RDPC proveniente de trabalhos com remuneração inferior a 1 SM (R$ out 2 18,4 17,9 (2,6) RDPC proveniente de trabalhos com remuneração igual a 1 SM (R$ out 200 1,0 0,5 (49,4) RDPC proveniente do Programa Bolsa Família (R$ out 2009) 15,0 11,6 (22,7) renda do trabalho inferior a 1 SM na renda total do grupo (%) 48,7 50,5 3,6 renda do trabalho igual a 1 SM na renda total do grupo (%) 2,8 1,5 (46,2) renda do trabalho superior a 1 SM na renda total do grupo (%) 0,8 1,6 86,0 renda de outras fontes na renda total do grupo (%) 5,9 12,9 116,3 renda de aposentadorias/pensões menor ou igual a 1 SM na renda total do 1,7 1,0 (43,7) renda do Programa Bolsa Família na renda total do grupo (%) 39,7 32,7 (17,8) ocupados com remuneração do trabalho inferior a 1 SM (%) 14,0 14,4 2,4 ocupados com remuneração do trabalho igual a 1 SM (%) 0,2 0,1 (49,4) ocupados com remuneração do trabalho superior a 1 SM (%) 0,1 0,1 84,8 recebem rendimentos de outras fontes (%) 2,1 4,1 94,7 Domicílios beneficiários do Programa Bolsa Família (%) 66,7 52,3 (21,6) Fonte :PNAD

28 Perfil da Pobreza Extrema, 2009 Condições de Vida (em %) Descriminação Brasil RS vive em domicílio próprio já quitado 73,3 72,8 vive em domicílio alugado 10,0 3,5 moradia tem paredes e telhados adequados, canalização 45,0 52,6 interna, banheiro exclusivo, e densidade habitacional de até três residentes por dormitório moradia tem água de rede geral 62,3 71,9 acesso a banheiro com esgotamento adequado (rede ou fossa 36,2 62,9 séptica) servida por coleta de lixo (direta ou indireta) 59,2 76,5 moradias com água de rede geral de distribuição, acesso a 29,7 49,9 banheiro, esgotamento adequado e coleta de lixo moradias nas quais ao menos um morador tem telefone 48,8 80,5 celular com telefone fixo no domicílio 6,4 4,2 com geladeira no domicílio 67,3 84,3 com máquina de lavar no domicílio 7,3 18,6 com computador no domicílio 2,9 1,8 com conjunto superior de eletrodomésticos no domicílio 5,9 16,6 (fogão, geladeira, rádio, televisão e máquina de lavar) Fonte: PNAD

29 Perfil da Pobreza Extrema, 2009 Educação Brasil Rio Grande do Sul Não pobres 5,9 14,2 Não pobres 2,1 8,1 Pobres 17,1 33,6 Pobres 4,3 17,2 Extremamente pobres 23,0 41,1 Extremamente pobres 11,3 42,9-10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 Analfabetos absolutos ou funcionais (em %) Analfabetos absolutos (em %) - 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 Analfabetos absolutos ou funcionais (em %) Analfabetos absolutos (em %)

BAHIA. Previdenciária. ria PNAD BRASÍLIA, MAIO DE 2011

BAHIA. Previdenciária. ria PNAD BRASÍLIA, MAIO DE 2011 BAHIA Proteção Previdenciária ria - Perfil dos socialmente desprotegidos segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2009 - BRASÍLIA, MAIO DE 2011 1 1. Indicadores de Cobertura Social Cobertura

Leia mais

COMPILAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS

COMPILAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS COMPILAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS PNAD Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Última atualização: 2014 1 DOMICÍLIOS ACESSO A SERVIÇOS PÚBLICOS 2 Água EVOLUÇÃO DO PERCENTUAL DE DOMICÍLIOS COM ACESSO

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Curitiba, PR 08/07/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 437,42 km² IDHM 2010 0,823 Faixa do IDHM Muito Alto (IDHM entre 0,8 e 1) (Censo 2010) 1751907

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Mãe D'Água, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 243,65 km² IDHM 2010 0,542 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 4019 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Esperança, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 166,54 km² IDHM 2010 0,623 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 31095 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Alta Floresta, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 8983,98 km² IDHM 2010 0,714 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 49164 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Campo Novo do Parecis, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 9480,98 km² IDHM 2010 0,734 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 27577

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Paranatinga, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 24272,24 km² IDHM 2010 0,667 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 19290 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Rio Branco, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 530,1 km² IDHM 2010 0,707 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 5070 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Patos, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 515,74 km² IDHM 2010 0,701 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 100674 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Rosário Oeste, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 8061,98 km² IDHM 2010 0,650 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 17679 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Alto Araguaia, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5557,93 km² IDHM 2010 0,704 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 15644 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Várzea Grande, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 940,83 km² IDHM 2010 0,734 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 252596 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Nova Maringá, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 11554,5 km² IDHM 2010 0,663 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 6590 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Sinop, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 3204,92 km² IDHM 2010 0,754 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 113099 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Cáceres, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 24478,87 km² IDHM 2010 0,708 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 87942 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Castanheira, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 3966,38 km² IDHM 2010 0,665 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 8231 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Diamantino, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 7657,48 km² IDHM 2010 0,718 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 20341 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Nova Guarita, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 1091,25 km² IDHM 2010 0,688 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 4932 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Guarabira, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 166,77 km² IDHM 2010 0,673 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 55326 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Juara, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 21474,36 km² IDHM 2010 0,682 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 32791 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Pedra Preta, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 4205,57 km² IDHM 2010 0,679 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 15755 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Nova Bandeirantes, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 9573,21 km² IDHM 2010 0,650 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 11643 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Feliz Natal, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 11491,38 km² IDHM 2010 0,692 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 10933 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Novo São Joaquim, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5039,25 km² IDHM 2010 0,649 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 6042 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Pontes E Lacerda, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 8455,3 km² IDHM 2010 0,703 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 41408 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Bom Jesus do Araguaia, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 4299,96 km² IDHM 2010 0,661 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 5314 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Matupá, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5172,94 km² IDHM 2010 0,716 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 14174 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Rondonópolis, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 4181,58 km² IDHM 2010 0,755 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 195476 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Chapada dos Guimarães, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5657,43 km² IDHM 2010 0,688 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 17821 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Campo Verde, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 4810,5 km² IDHM 2010 0,750 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 31589 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Lucas do Rio Verde, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 3674,76 km² IDHM 2010 0,768 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 45556 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Santo Antônio do Leverger, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 12301,06 km² IDHM 2010 0,656 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 18463

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Jaciara, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 1663,25 km² IDHM 2010 0,735 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 25647 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Barão de Melgaço, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 11217,65 km² IDHM 2010 0,600 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 7591 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Confresa, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5819,29 km² IDHM 2010 0,668 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 25124 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Taperoá, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 664,9 km² IDHM 2010 0,578 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 14936 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Vila Rica, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 7468,7 km² IDHM 2010 0,688 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 21382 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Nova Olímpia, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 1572,86 km² IDHM 2010 0,682 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 17515 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Pirpirituba, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 79,64 km² IDHM 2010 0,595 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 10326 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de São Félix do Araguaia, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 16915,81 km² IDHM 2010 0,668 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 10625

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Guarujá, SP 30/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 143,71 km² IDHM 2010 0,751 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 290752 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de São José do Xingu, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 7493,63 km² IDHM 2010 0,657 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 5240 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Casserengue, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 202,67 km² IDHM 2010 0,514 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 7058 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Lambari D'Oeste, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 1340,24 km² IDHM 2010 0,627 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 5431 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Vila Bela da Santíssima Trindade, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 13678,84 km² IDHM 2010 0,645 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010)

Leia mais

Características. Em 2014, foram visitados 151 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas. Abrangência nacional

Características. Em 2014, foram visitados 151 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas. Abrangência nacional Rio de Janeiro, 13/11/2015 Abrangência nacional Características Temas investigados no questionário básico Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho e rendimento Trabalho infantil

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Batalha, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 322,26 km² IDHM 2010 0,594 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 17076

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Piranhas, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 408,47 km² IDHM 2010 0,589 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 23045

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Barra de São Miguel, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 75 km² IDHM 2010 0,615 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de São Brás, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 140,32 km² IDHM 2010 0,572 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 6718

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Branquinha, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 192,17 km² IDHM 2010 0,513 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Arapiraca, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 352,81 km² IDHM 2010 0,649 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 214006

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Rio Largo, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 310,86 km² IDHM 2010 0,643 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 68481

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Porto Real do Colégio, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 240,46 km² IDHM 2010 0,551 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Ouro Branco, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 206,01 km² IDHM 2010 0,547 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Traipu, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 702,41 km² IDHM 2010 0,532 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 25702

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Satuba, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 43,78 km² IDHM 2010 0,660 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 14603

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Maravilha, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 281,36 km² IDHM 2010 0,569 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 10284

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Viçosa, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 356,67 km² IDHM 2010 0,586 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 25407

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Palmeira dos Índios, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 462,76 km² IDHM 2010 0,638 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de União dos Palmares, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 429,08 km² IDHM 2010 0,593 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Major Isidoro, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 455,14 km² IDHM 2010 0,566 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Marechal Deodoro, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 333,64 km² IDHM 2010 0,642 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Olho D'Água do Casado, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 324,54 km² IDHM 2010 0,525 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Boca da Mata, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 187,11 km² IDHM 2010 0,604 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Belém, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 48,36 km² IDHM 2010 0,593 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 4551 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Quebrangulo, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 300,93 km² IDHM 2010 0,559 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de São Luís do Quitunde, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 406,14 km² IDHM 2010 0,536 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Pão de Açúcar, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 662,95 km² IDHM 2010 0,593 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Craíbas, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 276,26 km² IDHM 2010 0,525 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 22641

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Olho D'Água das Flores, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 183,96 km² IDHM 2010 0,565 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

Análise situacional a partir da utilização de dados secundários. 12 de dezembro de 2016

Análise situacional a partir da utilização de dados secundários. 12 de dezembro de 2016 Análise situacional a partir da utilização de dados secundários 12 de dezembro de 2016 O saneamento rural em números De acordo com o IBGE o Brasil possui uma população de cerca de 29.800.000 habitantes,

Leia mais

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas.

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas. Rio de Janeiro, 18/09/2014 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho e rendimento Trabalho infantil Fecundidade Características

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

Noções Básicas sobre. Análisis de la Fecundidad Experiência Brasileira

Noções Básicas sobre. Análisis de la Fecundidad Experiência Brasileira TALLER REGIONAL SOBRE ANÁLISIS DE COHERENCIA, CALIDAD Y COBERTURA DE LA INFORMACION CENSAL Noções Básicas sobre Análisis de la Fecundidad Experiência Brasileira Santiago, Chile, 1 al 5 agosto de 2011 Data

Leia mais

Evolução demográfica 1950-2010

Evolução demográfica 1950-2010 Evolução demográfica 195-1 37 A estrutura etária da população brasileira em 1 reflete as mudanças ocorridas nos parâmetros demográficos a partir da segunda metade do século XX. Houve declínio rápido dos

Leia mais

COMPILAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS

COMPILAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS COMPILAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS PNAD Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio última atualização da pesquisa: 2011 1 2 CARACTERÍSTICAS DOS DOMICÍLIOS 3 ACESSO A SERVIÇOS PÚBLICOS EVOLUÇÃO DO PERCENTUAL

Leia mais

Rio de Janeiro, 18/05/2017. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2017

Rio de Janeiro, 18/05/2017. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2017 1 Rio de Janeiro, 18/05/2017 Mercado de Trabalho Brasileiro estre de 2017 O B J P R I N C I P A L Produzir informações contínuas PNAD Contínua Produzir informações anuais E T I sobre a inserção da população

Leia mais

Políticas Sociais no Brasil

Políticas Sociais no Brasil Políticas Sociais no Brasil Paulo Roberto Corbucci Coordenador de Educação da Diretoria de Estudos e Políticas Sociais do IPEA Vitória, julho/2010 Algumas características: Políticas sociais são formas

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Nelson Machado INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente Eduardo Pereira Nunes Diretor

Leia mais

Seminário Espaços Urbanos Seguros

Seminário Espaços Urbanos Seguros Seminário Espaços Urbanos Seguros A atuação da CAIXA e seu impacto no desenvolvimento de cidades sustentáveis Vice-Presidência de Governo Superintendência Nac de Ass Técnica e Desenv Sustentável Jean R.

Leia mais

Diagnóstico Socioterritorial

Diagnóstico Socioterritorial Município: Porto Alegre / RS Apresentação Este Boletim de Diagnóstico Socioterritorial tem o objetivo de apresentar um conjunto básico de indicadores acerca de características demográficas, econômicas

Leia mais

Pesquisa nas Favelas com Unidades de Polícia Pacificadora da Cidade do Rio de Janeiro

Pesquisa nas Favelas com Unidades de Polícia Pacificadora da Cidade do Rio de Janeiro Pesquisa nas Favelas com Unidades de Polícia Pacificadora da Cidade do Rio de Janeiro Anexo Estatístico - Ladeira dos Tabajaras Universo Universo das áreas de Ladeira dos Tabajaras - 2010 Demografia Perfil

Leia mais

DIAGNÓSTICO DE SAÚDE JOÃO PESSOA E LONDRINA

DIAGNÓSTICO DE SAÚDE JOÃO PESSOA E LONDRINA DIAGNÓSTICO DE SAÚDE JOÃO PESSOA E LONDRINA HISTÓRIA João Pessoa Londrina Índios e pobres x proprietários de terras 1925 criação da Companhia de Terras Norte do Paraná Início da colonização pelos ingleses

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Nível superior Cargo 1: Contador DF Brasília/Sede da Administração Central 35 1820 52,00 Nível médio Cargo 2: Agente Administrativo AC Rio Branco/Sede da SRTE 2 1496 748,00 Nível médio Cargo 2: Agente

Leia mais

Transição Demográfica: o perfil demográfico da futura sociedade brasileira. José Eustáquio Diniz Alves ENCE/IBGE

Transição Demográfica: o perfil demográfico da futura sociedade brasileira. José Eustáquio Diniz Alves ENCE/IBGE Transição Demográfica: o perfil demográfico da futura sociedade brasileira José Eustáquio Diniz Alves ENCE/IBGE 8 de junho de 2011 Sumário Panorama econômico e demográfico mundial; Transição Demográfica;

Leia mais

Números revelam avanços e desafios

Números revelam avanços e desafios dados e indicadores Números revelam avanços e desafios Mais de 70% dos municípios brasileiros conseguiram alcançar ou superar as metas estabelecidas pelo Inep/MEC no último biênio. Essa evolução teve reflexos

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO

PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO EM ENTES FEDERATIVOS 2º CICLO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO UF / Ação de Governo Valor a ser Fiscalizado AC R$ 99.891.435,79 Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica (PNAE) R$

Leia mais

PERDAS DE ÁGUA NAS CAPITAIS DO BRASIL

PERDAS DE ÁGUA NAS CAPITAIS DO BRASIL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL PERDAS DE ÁGUA NAS CAPITAIS DO BRASIL UM OLHAR SOBRE AS ÁREAS IRREGULARES 2 Perdas de Água nas Capitais do Brasil PERDAS DE ÁGUA NAS CAPITAIS DO

Leia mais

INSTITUTO DE PESQUISA DA USCS (INPES)

INSTITUTO DE PESQUISA DA USCS (INPES) INSTITUTO DE PESQUISA DA USCS (INPES) ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DAS FAMÍLIAS DO GRANDE ABC (-GABC) USCS lança indicador de desenvolvimento das famílias do Grande ABC com base em metodologia do IPEA. Com

Leia mais

Demografia População residente por situação do domicílio (urbana e rural) e sexo a 2025

Demografia População residente por situação do domicílio (urbana e rural) e sexo a 2025 2 Demografia 2.1 População 2.1.1 População residente por situação do domicílio (urbana e rural) e sexo - 1970 a 2025 ANO População total Urbana Rural Homens Mulheres 1970 100.275 86.492 13.783 49.186 51.089

Leia mais

Número 13. Pnad Primeiras Análises. Saneamento Básico Habitação. Volume 5

Número 13. Pnad Primeiras Análises. Saneamento Básico Habitação. Volume 5 Número 13 Pnad 2007 Primeiras Análises Saneamento Básico Habitação Volume 5 21 de outubro de 2008 1 2 3 1 4 Total e percentual de moradores em domicílios particulares permanentes com abastecimento de água,

Leia mais

Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Avanços e Desafios

Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Avanços e Desafios Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Avanços e Desafios 7o Seminário Nacional de Responsabilidade Social UNIMED Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento Londrina, 2010. O que são os OBJETIVOS

Leia mais

Quanto custa financiar um PNE pra valer?

Quanto custa financiar um PNE pra valer? Quanto custa financiar um PNE pra valer? José Marcelino de Rezende Pinto USP ANPED Campanha Nacional pelo Direito à Educação CEDES Associação Nacional de Pesquisa em Financiamento da Educação - Fineduca

Leia mais

Mortos e Acidentes por Unidade Federativa

Mortos e Acidentes por Unidade Federativa e Acidentes por Unidade Federativa - 2016 Data: 23/05/2017 FILTROS: Veículos: Todos, Caminhões, Ônibus Valores: Absolutos Estado: Todos BR: Todas Estados com maior número de mortes e acidentes - 2016 Este

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA: O ENVELHECIMENTO E A QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS

AUDIÊNCIA PÚBLICA: O ENVELHECIMENTO E A QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS AUDIÊNCIA PÚBLICA: O ENVELHECIMENTO E A QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS BRASÍLIA, Julho de 2014 1 Proteção Social entre os Idosos (pessoas com 60 anos ou mais de idade) - Brasil 2 Cobertura Social entre os

Leia mais

PNE: construindo redes, elaborando cenários. Daniel Cara Coordenador Geral Campanha Nacional pelo Direito à Educação

PNE: construindo redes, elaborando cenários. Daniel Cara Coordenador Geral Campanha Nacional pelo Direito à Educação PNE: construindo redes, elaborando cenários. Daniel Cara Coordenador Geral Campanha Nacional pelo Direito à Educação Desafio real do PNE Colaborar com o desenvolvimento social, ambiental e econômico. PNE

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MEC

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MEC A EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA O movimento Constitucional; O processo de discussão que antecedeu a LDB nº9394/96; A concepção de Educação Básica e a universalização do

Leia mais