Regulamento Geral de Acesso ao Programa de Bolsas Luso-Brasileiras Santander Universidades

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Regulamento Geral de Acesso ao Programa de Bolsas Luso-Brasileiras Santander Universidades"

Transcrição

1 Regulamento Geral de Acesso ao Programa de Bolsas Luso-Brasileiras Santander Universidades Artigo 1º Objecto 1. O presente regulamento visa definir as condições de acesso, os direitos e as obrigações para a participação de estudantes no Programa de Bolsas Luso- Brasileiras Santander Universidades. Artigo 2º Gestão do Programa 1. A Gestão do Programa é da competência do Reitor de cada Universidade participante. 2. Os Gabinetes de Relações Externas das Universidades asseguram a execução dos actos que no âmbito daquela gestão forem praticados. Artigo 3º Condições do Programa 1. O intercâmbio de estudantes ao abrigo do programa implica o acordo prévio da instituição de origem e da instituição de acolhimento. 2. A aceitação do intercâmbio por parte da Universidade anfitriã está dependente da entrega de todos os documentos constantes do Anexo I a este regulamento por parte da Universidade de origem com, pelo menos, dois meses de antecedência em relação ao início do período de estudos previsto. 3. O número máximo de bolsas a atribuir a cada universidade encontra-se fixado em anexo a este Regulamento. 4. No anexo referido no número anterior identificam-se também as bolsas que têm um destino preestabelecido (cerca de metade) e as bolsas livres (cerca de metade).

2 Artigo 4º Requisitos de admissão aos Programas de Intercâmbio 1. Para poder participar em programas de intercâmbio, o estudante deverá: a) Estar matriculado como aluno regular na universidade de origem; b) Ter de bom a excelente histórico escolar; c) Satisfazer todos os requisitos específicos estabelecidos pela universidade de origem e pela universidade anfitriã. Artigo 5º Obrigações dos participantes Os estudantes admitidos no programa de intercâmbio deverão: a) Permanecer matriculados em tempo integral e pagar taxas escolares e outras despesas na universidade de origem; b) Concordar em efectuar um período de estudos com uma duração mínima de um semestre e máxima de um ano (dois semestres) em tempo integral na universidade anfitriã de acordo com um programa de estudos aprovado pelas autoridades competentes das universidades envolvidas; c) Escolher cursos na universidade anfitriã que possam ser considerados para o seu curriculum na universidade de origem e que perfaçam, preferencialmente 30 créditos ECTS ou equivalente, por semestre; d) Contratar um plano de seguro de vida e cobertura médico hospitalar de acordo com os padrões estabelecidos pelas universidades anfitriãs contratantes (tipo PB4); e) Responsabilizar-se pelos gastos decorrentes do transporte, alojamento e refeições; f) Entrega da Declaração de Estada e do Relatório de Estudante no final do período de intercâmbio nos Gabinetes de Relações Externas das Universidades. Artigo 6º Direitos dos participantes 1. Aos alunos beneficiários do programa será concedido, um subsídio destinado a custear os encargos com a viagem para o país de destino, bem como uma contribuição relativa à estada, no montante de entregues

3 numa conta junto do Banco Santander Totta SA e suportados integralmente por este banco. 2. A universidade anfitriã não cobra taxas de inscrição, admissão ou matrícula aos participantes, de acordo com os protocolos bilaterais estipulados; 3. A universidade anfitriã concorda em auxiliar os estudantes de intercâmbio a encontrar alojamento apropriado, sempre que possível, em residências universitárias. 4. A TAP concordou em flexibilizar os mínimos e máximos de estadia das tarifas mais baixas entre Portugal e o Brasil e vice-versa bem como os prazos de antecedência de marcação em relação ao dia da marcação para os estudantes incluídos neste programa. Para usufruir destas vantagens os alunos devem contactar o serviço de Vendas Directas pelo telefone ou Artigo 7º Implementação 1. As universidades designarão um coordenador responsável pelo plano de implementação do programa nas respectivas Universidades, cabendo-lhe, designadamente, a preparação dos planos de estudo e a distribuição e actualização das estatísticas pertinentes sobre a participação no mesmo. 2. Cada universidade será responsável em promover o programa de intercâmbio para os seus estudantes, fornecendo todos os documentos e informações aos candidatos sobre os programas de estudo disponíveis. 3. Os estudantes seleccionados têm de assinar nas Reitorias das Universidades um contrato que lhes confere o estatuto de estudante de intercâmbio. A assinatura deverá ocorrer, pelo menos, uma semana antes do início da mobilidade. 4. A validação dos créditos obtidos na universidade anfitriã seguirá as normas vigentes da universidade de origem e dos protocolos bilaterais estabelecidos, sendo sempre necessária a apresentação do Certificado de Transcrição de Notas, emitido pela Universidade anfitriã.

4 Artigo 8º Incumprimento 1. O não cumprimento das normas deste Regulamento por parte do estudante, poderá determinar sanções como o não reconhecimento do período de estudos ou a restituição da Bolsa eventualmente concedida. Artigo 9º Omissões Os casos não previstos no presente Regulamento serão postos à consideração do Comité Gestor do Programa e por ele resolvidos. ANEXO DISTRIBUIÇÃO DAS BOLSAS POR CADA UNIVERSIDADE I) UNIVERSIDADE DE PORTO 1 1 Intercâmbio com UNICAMP 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Mato Grosso 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Pernambuco 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Santa Catarina 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Alagoas 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Rio Grande do Norte 1 Intercâmbio com Universidade Federal do Rio Grande do Sul 9 bolsas livres II) UNIVERSIDADE DE COIMBRA 1

5 1 Intercâmbio com UNICAMP 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Santa Maria 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Pelotas 1 Intercâmbio com Universidade Federal da Paraíba 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Piauí 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Brasília 1 Intercâmbio com Universidade Federal do Rio Grande 9 bolsas livres III) UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA 1 1 Intercâmbio com UNICAMP 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Pernambuco 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Alagoas 1 Intercâmbio com Universidade Federal do Rio Grande do Sul 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Pelotas 1 Intercâmbio com Universidade Federal do Piauí 1 Intercâmbio com Universidade Federal do Rio Grande 9 bolsas livres IV) UNIVERSIDADE DE LISBOA 1 1 Intercâmbio com UNICAMP 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Mato Grosso 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Santa Catarina 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Rio Grande do Norte 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Santa Maria 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Paraíba 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Brasília 9 bolsas livres

6 V) UNIVERSIDADE DE NOVA LISBOA 12 Bolsas 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Pernambuco 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Rio Grande do Norte 1 Intercâmbio com Universidade Federal da Paraíba 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Piauí 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Rio Grande 6 bolsas livres VI) UNIVERSIDADE CATÓLICA 12 Bolsas 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Mato Grosso 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Santa Catarina 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Rio Grande do Norte 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Santa Maria 1 Intercâmbio com Universidade Federal da Paraíba 6 bolsas livres VII) UNIVERSIDADE DE AVEIRO 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Paraiba 1 Intercâmbio com Universidade do Rio Grande do Norte 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Brasília VIII) UNIVERSIDADE DE EVORA 1 Intercâmbio com Universidade Federal da Matto Grosso 1 Intercâmbio com Universidade do Rio Grande do Sul 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Brasília

7 IX) UNIVERSIDADE DO MINHO 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Paraibe 1 Intercâmbio com Universidade do Rio Grande do Sul 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Pelotas X) UNIVERSIDADE DE BIEIRA INTERIOR 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Santa Maria 1 Intercâmbio com Universidade do Piauí 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Rio Grande XI) UNIVERSIDADE DE TRAS OS MONTES Y ALTO DOURO 1 Intercâmbio com UNICAMP 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Santa Catarina 1 Intercâmbio com Universidade do Rio Grande do Sul 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Paraiba XII) UNIVERSIDADE DE MADEIRA 1 Intercâmbio com UNICAMP 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Pernambuco

8 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Alagoas 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Pelotas XIII) UNIVERSIDADE DO ALGARVE 1 Intercâmbio com UNICAMP 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Santa Maria 1 Intercâmbio com Universidade do Rio Grande de Pelotas 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Piauí XIV) ISCTE 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Pernambuco 1 Intercâmbio com Universidade Federal do Paraiba 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Brasília XV) UNIVERSIDADE DE AZORES 3 Bolsas 1 Intercâmbio com Universidade Federal de Santa Catarina 1 bolsa livre XVI) UNIVERSIDADE ABERTA 2 Bolsas livres

9 I) UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO 15 Bolsas 1 Intercâmbio com Universidade de Coimbra 1 Intercâmbio com Universidade de Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Eura 1 Intercâmbio com Universidade Beira Interior 1 Intercâmbio com Universidade Católica 8 bolsas livres II) UNESP 15 Bolsas 1 Intercâmbio com Universidade de Coimbra 1 Intercâmbio com Universidade de Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade de Nova Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Aveiro 1 Intercâmbio com Universidade Minho 1 Intercâmbio com ISCTE 7 bolsas livres III) UNICAMP 15 Bolsas 1 Intercâmbio com Universidade de Coimbra 1 Intercâmbio com Universidade de Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Trás os Montes 1 Intercâmbio com Universidade Madeira 1 Intercâmbio com Universidade Algarve 8 bolsas livres

10 IV) UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO 1 Intercâmbio com Universidade de Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Católica 1 Intercâmbio com Universidade Evora 1 Intercâmbio com Universidade Açores V) UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO 1 Intercâmbio com Universidade de Nova Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Madeira 1 Intercâmbio com ISCTE VI) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA 1 Intercâmbio com Universidade Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade de Católica 1 Intercâmbio com Universidade Trás dos Montes 1 Intercâmbio com Universidade de Açores

11 VII) UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS 1 Intercâmbio com Universidade de Aveiro 1 Intercâmbio com Universidade Ninho 1 Intercâmbio com Universidade Madeira VIII) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE 1 Intercâmbio com Universidade Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade de Nova Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Católica 1 Intercâmbio com Universidade Aveiro IX) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL 1 Intercâmbio com Universidade de Évora 1 Intercâmbio com Universidade Minho 1 Intercâmbio com Universidade Trás os Montes

12 X) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA 1 Intercâmbio com Universidade do Coimbra 1 Intercâmbio com Universidade Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Católica 1 Intercâmbio com Universidade Beira Interior 1 Intercâmbio com Universidade Algarve XI) UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS 1 Intercâmbio com Universidade de Coimbra 1 Intercâmbio com Universidade de Minho 1 Intercâmbio com Universidade Madeira 1 Intercâmbio com Universidade Algarve XII) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARAÍBA 1 Intercâmbio com Universidade Coimbra 1 Intercâmbio com Universidade Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Nova Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Católica 1 Intercâmbio com Universidade Trás os Montes XIII) UNIVERSIDADE FEDERAL DE PIAUÍ 1 Intercâmbio com Universidade Coimbra

13 1 Intercâmbio com Universidade Nova Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Beira Interior 1 Intercâmbio com ISCTE XIV) UNIVERSIDADE FEDERAL DE BRASÍLIA 1 Intercâmbio com Universidade Coimbra 1 Intercâmbio com Universidade Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Aveiro 1 Intercâmbio com Universidade Évora 1 Intercâmbio com Universidade Algarve XV) UNIVERSIDADE FEDERAL DE RIO GRANDE 1 Intercâmbio com Universidade Coimbra 1 Intercâmbio com Universidade Nova Lisboa 1 Intercâmbio com Universidade Beira Interior 1 Intercâmbio com ISCTE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015 É do interesse das Instituições de Ensino Superior promover a excelência do ensino, propiciando aos seus estudantes

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSA IBERO-AMÉRICA. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2015

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSA IBERO-AMÉRICA. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSA IBERO-AMÉRICA. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2015 O Programa Bolsas Ibero-américa. Estudantes de Licenciatura e

Leia mais

Universidade de Coimbra 1. Universidade de Lisboa 1. Universidade de Aveiro 1. Universidade de Algarve 1. Universidade Técnica de Lisboa 1

Universidade de Coimbra 1. Universidade de Lisboa 1. Universidade de Aveiro 1. Universidade de Algarve 1. Universidade Técnica de Lisboa 1 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Assessoria de Assuntos Internacionais Coordenação de Cooperação e Intercâmbio Campus Universitário Darcy Ribeiro Asa Norte Brasília/DF CEP 70910-900 Telefone: (61) 33072654 FAX:

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS. JOVENS PROFESSORES E INVESTIGADORES CONVOCATÓRIA 2015

REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS. JOVENS PROFESSORES E INVESTIGADORES CONVOCATÓRIA 2015 REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS. JOVENS PROFESSORES E INVESTIGADORES CONVOCATÓRIA 2015 A promoção da investigação através de programas que contribuam de maneria eficaz para a criação

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS GABINETE DO REITOR FÓRMULA SANTANDER PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS GABINETE DO REITOR FÓRMULA SANTANDER PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL O Gabinete do Reitor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), no uso de suas atribuições, torna público este Edital de seleção de estudantes de graduação da PUC Goiás para a realização

Leia mais

Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa 2015-2016

Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa 2015-2016 Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa 2015-2016 1. Mobilidade Internacional de Estudantes Os alunos da Universidade Fernando Pessoa (UFP) que cumpram

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO. Apresentação

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO. Apresentação PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO Apresentação A Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o Santander Universidades oferecem aos alunos de graduação de todas as áreas

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA - FAMEMA FÓRMULA SANTANDER 2014 2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL

FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA - FAMEMA FÓRMULA SANTANDER 2014 2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL FÓRMULA SANTANDER 2014 2015 O Diretor Geral da Faculdade de Medicina de Marília (Famema), Professor Doutor Paulo Roberto Michelone, no uso de suas atribuições, torna público este Edital de seleção de estudantes

Leia mais

Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa ISCTE-IUL 2016

Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa ISCTE-IUL 2016 Programa de Bolsas Ibero-américa Santander Normas do Programa ISCTE-IUL 2016 Introdução O Banco Santander, através da sua divisão Santander Universidades, promove o Programa de Bolsas Ibero-américa, um

Leia mais

Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES. Regulamento. Artigo 1º (Disposições Gerais)

Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES. Regulamento. Artigo 1º (Disposições Gerais) Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES Regulamento Artigo 1º (Disposições Gerais) O Programa de Bolsas de Mobilidade para Estudantes da Universidade de Lisboa tem por objectivo proporcionar

Leia mais

PROGRAMA SÓCRATES / ACÇÃO ERASMUS Gabinete de Relações Internacionais e Apoio a Projectos Europeus REGULAMENTO. Preâmbulo

PROGRAMA SÓCRATES / ACÇÃO ERASMUS Gabinete de Relações Internacionais e Apoio a Projectos Europeus REGULAMENTO. Preâmbulo PROGRAMA SÓCRATES / ACÇÃO ERASMUS Gabinete de Relações Internacionais e Apoio a Projectos Europeus REGULAMENTO Preâmbulo O Programa de Mobilidade de Estudantes SÓCRATES / ERASMUS é uma iniciativa da União

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA - UNIANCHIETA PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS - SANTANDER UNIVERSIDADES

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA - UNIANCHIETA PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS - SANTANDER UNIVERSIDADES CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA - UNIANCHIETA PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS - SANTANDER UNIVERSIDADES EDITAL Nº 003/2014 O CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA, por intermediário da Diretoria de

Leia mais

REGULAMENTO ACADÉMICO. VIII. Bolsas de Estudo REG-001/V00

REGULAMENTO ACADÉMICO. VIII. Bolsas de Estudo REG-001/V00 Artigo 1º Bolsas Erasmus + 1. Objeto 1.1. As bolsas de estudo Erasmus + são atribuídas pela Agência Nacional PROALV diretamente à Universidade Europeia. Posteriormente, a Universidade Europeia distribui

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA - UNIANCHIETA PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES DIR_GRAD 004/2015

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA - UNIANCHIETA PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES DIR_GRAD 004/2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA - UNIANCHIETA PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES DIR_GRAD 004/2015 O CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA, por intermédio da Diretoria Acadêmica

Leia mais

Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 07 2012

Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 07 2012 Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 07 2012 O Diretor de Relações Internacionais da Universidade Federal de Minas

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO. Apresentação

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO. Apresentação PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO Apresentação A Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o Santander Universidades oferecem aos alunos de graduação da UFRGS a possibilidade

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS SANTANDER UNIVERSIDADES (5ª Edição)

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS SANTANDER UNIVERSIDADES (5ª Edição) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ GABINETE DA REITORIA ASSESSORIA ESPECIAL PARA ASSUNTOS INTERNACIONAIS Campus UNIVERSIDADE Universitário Petrônio FEDERAL Portela, SG DO 07 PIAUÍ Bairro

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS EDITAL PROINTER 06/2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS EDITAL PROINTER 06/2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS EDITAL PROINTER 06/2015 Seleção para o PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES BOLSAS IBERO- AMERICANAS PARA JOVENS

Leia mais

REGULAMENTO. Programa de Bolsas de Estágio Santander Universidades. Introdução

REGULAMENTO. Programa de Bolsas de Estágio Santander Universidades. Introdução REGULAMENTO Programa de Bolsas de Estágio Santander Universidades Introdução O Banco Santander Totta, S.A., em parceria com as Instituições de Ensino Superior aderentes (doravante «IES»), e através da

Leia mais

REGULAMENTO BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO PARA ESTRANGEIROS

REGULAMENTO BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO PARA ESTRANGEIROS I. DISPOSIÇÕES GERAIS Artº 1º 1. Com o fim de estimular a difusão da cultura portuguesa em países estrangeiros, a Fundação Calouste Gulbenkian, através do Serviço de Bolsas Gulbenkian, concede bolsas de

Leia mais

Nome da instituição: Universidade Católica Portuguesa Campus Porto

Nome da instituição: Universidade Católica Portuguesa Campus Porto Nome da instituição: Universidade Católica Portuguesa Campus Porto Formulário de aplicação online (Este documento poderá ser encontrado no seguinte link: http://inqueritos.porto.ucp.pt/limesurvey/index.php?sid=39543&lang=en).

Leia mais

PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO - SANTANDER UNIVERSIDADES

PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO - SANTANDER UNIVERSIDADES PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO - SANTANDER UNIVERSIDADES EDITAL/ Nº 06 de 06 de Abril de 2015 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão

Leia mais

Regulamento Erasmus 2011/2012

Regulamento Erasmus 2011/2012 1. Preâmbulo O Programa Erasmus tem como objetivo geral apoiar a criação de um Espaço Europeu de Ensino Superior e reforçar o contributo do ensino superior para, entre outros, o processo de inovação a

Leia mais

Universidade CEUMA REITORIA Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão

Universidade CEUMA REITORIA Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Universidade CEUMA REITORIA Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão EDITAL Nº07/PROP/2013 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO 1. A Pró-Reitoria

Leia mais

Mobilidade Estudantil:

Mobilidade Estudantil: Mobilidade Estudantil: 1. Programa Erasmus: Alunos de Economia, Finanças, Gestão e MAEG 2. Protocolo Brasil e China: Alunos de Economia, Finanças, Gestão e MAEG 2 Protocolo Brasil e China As regras a aplicar

Leia mais

E R A S M U S Guia do Estudante ERASMUS. Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Guia do Estudante

E R A S M U S Guia do Estudante ERASMUS. Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Guia do Estudante ERASMUS Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Guia do Estudante Normas Gerais A mobilidade de estudantes, uma das acções mais frequentes do Programa, inclui duas vertentes de actividade: realização

Leia mais

Calendário. Como critérios de desempate: a) melhor currículo (quantidade e qualidade da produção científica) ; b) maior tempo de serviço na UFSC;

Calendário. Como critérios de desempate: a) melhor currículo (quantidade e qualidade da produção científica) ; b) maior tempo de serviço na UFSC; EDITAL CONJUNTO PROPESQ-PROPG-SINTER CHAMADA PARA SELEÇÃO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES SANTANDER UNIVERSIDADES 2012 Apresentação A Universidade Federal de

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES EXTERNAS PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO FORMULA SANTANDER

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES EXTERNAS PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO FORMULA SANTANDER PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO FORMULA SANTANDER EDITAL DRE Nº 023/14 A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS, por intermédio do Departamento de Relações Externas (DRE), torna pública a abertura

Leia mais

Concurso do Programa Fórmula Santander

Concurso do Programa Fórmula Santander Regulamento Concurso do Programa Fórmula Santander Parceria entre Santander Universidades e Laureate International Universities Brasil O Centro Universitário do Norte (UniNorte), por meio de parceria entre

Leia mais

Programa de Bolsas de Estágio Santander Universidades

Programa de Bolsas de Estágio Santander Universidades Programa de Bolsas de Estágio Santander Universidades REGULAMENTO 1. Introdução O Banco Santander Totta, em parceria com as Instituições de Ensino Superior ( IES ), criou um programa para atribuição de

Leia mais

SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO- AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO SANTANDER UNIVERSIDADES

SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO- AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO SANTANDER UNIVERSIDADES SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO- AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO SANTANDER UNIVERSIDADES A Universidade do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Pró- Reitoria de Ensino,

Leia mais

Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 08 2013

Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 08 2013 Edital interno de Seleção do Programa SANTANDER IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES EDITAL DE SELEÇÃO 08 2013 O Diretor de Relações Internacionais da Universidade Federal de Minas

Leia mais

Edital Proppex n 19_2015 Pré-Seleção de Acadêmicos Intercâmbio de Estudos em Portugal

Edital Proppex n 19_2015 Pré-Seleção de Acadêmicos Intercâmbio de Estudos em Portugal Edital Proppex n 19_2015 Pré-Seleção de Acadêmicos Intercâmbio de Estudos em Portugal A Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão - Proppex, no uso de suas atribuições legais e de conformidade

Leia mais

EDITAL Nº 10/2014/PROEN-IFAL

EDITAL Nº 10/2014/PROEN-IFAL SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE PRESENCIAL SANTANDER UNIVERSIDADES A Pró-Reitoria de Ensino do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de Alagoas

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER TOTTA/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2015

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER TOTTA/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2015 REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER TOTTA/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2015 Este concurso visa reforçar a cooperação existente entre a Universidade de Coimbra (UC) e as instituições suas parceiras,

Leia mais

Regulamento PAPSummer 2015

Regulamento PAPSummer 2015 Regulamento PAPSummer 2015 Artigo 1º Objectivos do programa, montante e designação das bolsas 1. O programa PAPSummer pretende dar a oportunidade a estudantes portugueses (Estudante) de desenvolver um

Leia mais

EDITAL CHAMADA PARA SELEÇÃO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES SANTANDER UNIVERSIDADES 2015

EDITAL CHAMADA PARA SELEÇÃO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES SANTANDER UNIVERSIDADES 2015 EDITAL CHAMADA PARA SELEÇÃO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES SANTANDER UNIVERSIDADES 2015 Apresentação O Centro Paula Souza e o Santander Universidades convocam

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS INTERNACIONAIS DE EXCELÊNCIA ACADÊMICA LAUREATE

REGULAMENTO INTERNO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS INTERNACIONAIS DE EXCELÊNCIA ACADÊMICA LAUREATE REGULAMENTO INTERNO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS INTERNACIONAIS DE EXCELÊNCIA ACADÊMICA LAUREATE FACULDADE DOS GUARARAPES E UNIVERSIDAD PERUANA DE CIENCIAS APLICADAS A Faculdade dos Guararapes, em parceria

Leia mais

EDITAL PARA A BOLSA SANTANDER UNICAP 2012

EDITAL PARA A BOLSA SANTANDER UNICAP 2012 EDITAL PARA A BOLSA SANTANDER UNICAP 2012 A Universidade Católica de Pernambuco vem tornar público que está aberto o processo de seleção para Bolsas Santander UNICAP 2012, destinada a alunos da graduação,

Leia mais

REGULAMENTO Mobilidade Macau

REGULAMENTO Mobilidade Macau Face à parceria estabelecida entre a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE) e o Instituto de Formação Turística em Macau (IFT Macau) no âmbito da qual são facultadas possibilidades de

Leia mais

II O contato com culturas distintas constitui-se em um importante instrumento de formação intelectual dos estudantes da IES;

II O contato com culturas distintas constitui-se em um importante instrumento de formação intelectual dos estudantes da IES; CONSIDERANDO QUE: I É de interesse da IES aprimorar o ensino, propiciando aos seus estudantes, estabelecer e desenvolver relações com instituições de ensino localizadas em países distintos através da participação

Leia mais

FUNDAÇÃO CONVENTO DA ORADA - ESCOLA SUPERIOR GALLAECIA. Regulamento de Bolsas de Investigação Científica. Capítulo I Disposições gerais

FUNDAÇÃO CONVENTO DA ORADA - ESCOLA SUPERIOR GALLAECIA. Regulamento de Bolsas de Investigação Científica. Capítulo I Disposições gerais FUNDAÇÃO CONVENTO DA ORADA - ESCOLA SUPERIOR GALLAECIA Regulamento de Bolsas de Investigação Científica Capítulo I Disposições gerais Artigo 1º Âmbito O presente Regulamento, segue o modelo aprovado pela

Leia mais

Global Office Programa Internacional - Bolsas Ibero-Americanas Para Jovens Professores e Pesquisadores Santander Universidades 2015.

Global Office Programa Internacional - Bolsas Ibero-Americanas Para Jovens Professores e Pesquisadores Santander Universidades 2015. Global Office Programa Internacional - Bolsas Ibero-Americanas Para Jovens Professores e Pesquisadores Santander Universidades 2015 Edital nº 07/2015 Considerando os protocolos de intenção assinados entre

Leia mais

Não serão aceites mais de três candidaturas para uma mesma Universidade de destino.

Não serão aceites mais de três candidaturas para uma mesma Universidade de destino. REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES 2015 ARTIGO 1º OBJETIVOS GERAIS DA UNIVERSIDADE E DO PROGRAMA A Universidade do Porto tem por Missão a criação de conhecimento científico,

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO CONCURSO DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES UNPBFPB PARA INTERCÂMBIO NO EXTERIOR

REGULAMENTO INTERNO CONCURSO DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES UNPBFPB PARA INTERCÂMBIO NO EXTERIOR REGULAMENTO INTERNO CONCURSO DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES UNPBFPB PARA INTERCÂMBIO NO EXTERIOR A UNPBFPB abre aos seus alunos o concurso de bolsas Ibero-Americanas para Estudantes

Leia mais

O concurso será regido segundo os critérios e condições a seguir. I DO OBJETO

O concurso será regido segundo os critérios e condições a seguir. I DO OBJETO REGULAMENTO INTERNO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS INTERNACIONAIS DE EXCELÊNCIA ACADÊMICA LAUREATE FACULDADE DOS GUARARAPES E UNIVERSIDAD PERUANA DE CIENCIAS APLICADAS A Faculdade dos Guararapes, em parceria

Leia mais

Protocolo Bilateral entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República de Angola sobre Facilitação de Vistos. Artigo 1.

Protocolo Bilateral entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República de Angola sobre Facilitação de Vistos. Artigo 1. Protocolo Bilateral entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República de Angola sobre Facilitação de Vistos Artigo 1.º (Objecto) O presente Protocolo tem por objecto a criação de um mecanismo

Leia mais

PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA

PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA Considerando: A importância do sector do Cinema como vector de dinamização das expressões artísticas e de contribuição para o desenvolvimento

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS SANTANDER TOP CHINA - 4ª edição. Apresentação

PROGRAMA DE BOLSAS SANTANDER TOP CHINA - 4ª edição. Apresentação PROGRAMA DE BOLSAS SANTANDER TOP CHINA - 4ª edição Apresentação O Programa Top China, está com inscrições abertas para alunos e professores de graduação. A edição 2012 do Programa manterá o tema Urbanismo,

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS SANTANDER TOP UK. Apresentação. Objetivo do programa

PROGRAMA DE BOLSAS SANTANDER TOP UK. Apresentação. Objetivo do programa PROGRAMA DE BOLSAS SANTANDER TOP UK Apresentação O Programa Top UK, está com inscrições abertas para alunos de graduação. Em parceria com o Santander Universidades UK, será realizado um programa exclusivo

Leia mais

Diretrizes do Programa de Intercâmbio Internacional

Diretrizes do Programa de Intercâmbio Internacional Diretrizes do Programa de Intercâmbio Internacional SUMÁRIO Introdução... 2 Graduação... 3 Pós-Graduação... 5 1 Introdução A FGV Direito Rio mantém convênios com diversas universidades renomadas no exterior.

Leia mais

PROGRAMA DE CRIAÇÃO DE TALENTOS PARA ANGOLA BOLSA ESCOM Bolsa de Estudo para Cursos Superiores

PROGRAMA DE CRIAÇÃO DE TALENTOS PARA ANGOLA BOLSA ESCOM Bolsa de Estudo para Cursos Superiores PROGRAMA DE CRIAÇÃO DE TALENTOS PARA ANGOLA BOLSA ESCOM Bolsa de Estudo para Cursos Superiores A pretende impulsionar as actividades de Responsabilidade Social em Angola, contribuindo para o seu desenvolvimento.

Leia mais

E D I T A L A R I I - 010/2013 PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO

E D I T A L A R I I - 010/2013 PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO E D I T A L A R I I - 010/2013 PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO Estão abertas as inscrições para seleção de até 10 (dez) estudantes de graduação (licenciatura/bacharelado)

Leia mais

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 Esclarecimentos de dúvidas/informações adicionais: Carolina Peralta/Isabel Silva Gabinete de Relações Internacionais - GRI Rua de Santa Marta, 47, 1º Piso sala 112-1169-023

Leia mais

FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio

FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio FAQ's - Preparação da mobilidade e questões logísticas do intercâmbio 1. Devo matricular-me na UAc mesmo indo para o estrangeiro? 2. Tenho de pagar propinas na UAc? 3. Tenho que pagar propinas na Universidade

Leia mais

Regulamento do programa de mobilidade Bolsas Santander Luso-Brasileiras CONVOCATÓRIA 2015

Regulamento do programa de mobilidade Bolsas Santander Luso-Brasileiras CONVOCATÓRIA 2015 Regulamento do programa de mobilidade Bolsas Santander Luso-Brasileiras CONVOCATÓRIA 2015 É do interesse das Instituições de Ensino Superior promover a excelência do ensino, propiciando aos seus estudantes

Leia mais

Programa ERASMUS+ Regulamento UBI

Programa ERASMUS+ Regulamento UBI Programa ERASMUS+ Regulamento UBI 1. Critérios de elegibilidade dos estudantes ERASMUS+ O (a) estudante deverá preencher todos os requisitos enunciados nas Normas para a Gestão das Subvenções Erasmus 2014/2015,

Leia mais

Regulamento do Gabinete Erasmus da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

Regulamento do Gabinete Erasmus da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Regulamento do Gabinete Erasmus da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objecto) O presente regulamento estabelece a orgânica do Gabinete Erasmus, bem

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Recredenciada pelo Decreto Estadual N 9.996, de 02.05.2006

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Recredenciada pelo Decreto Estadual N 9.996, de 02.05.2006 Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Recredenciada pelo Decreto Estadual N 9.996, de 02.05.2006 EDITAL Nº 096/2015 SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DA

Leia mais

RETIFICAÇÃO - E D I T A L A R I I - 011/2013 PROGRAMA FÓRMULA SANTANDER DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL 2013

RETIFICAÇÃO - E D I T A L A R I I - 011/2013 PROGRAMA FÓRMULA SANTANDER DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL 2013 RETIFICAÇÃO - E D I T A L A R I I - 011/2013 PROGRAMA FÓRMULA SANTANDER DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL 2013 Estão abertas as inscrições para seleção de 3 (três) estudantes de graduação (licenciatura/bacharelado)

Leia mais

PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO - SANTANDER UNIVERSIDADES

PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO - SANTANDER UNIVERSIDADES PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO - SANTANDER UNIVERSIDADES EDITAL/ Nº 08 de 07 de Abril de 2016 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão

Leia mais

PROGRAMAS DE MOBILIDADE - GUIA DO ALUNO

PROGRAMAS DE MOBILIDADE - GUIA DO ALUNO PROGRAMAS DE MOBILIDADE - GUIA DO ALUNO 1. ENTIDADES COORDENADORAS Coordenador de Mobilidade do Mestrado em: Engenharia Biológica (https://fenix.tecnico.ulisboa.pt/cursos/mebiol/programas-de-mobilidade

Leia mais

EDITAL Nr. 008/2012 DRII/UFU

EDITAL Nr. 008/2012 DRII/UFU EDITAL Nr. 008/2012 DRII/UFU EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLANDIA PARA MOBILIDADE INTERNACIONAL NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2012 COM BOLSA DO BANCO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO REITORIA COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO REITORIA COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS EDITAL 03/2015/CAINT/UFOP, DE 19 DE MARÇO DE 2015 PROGRAMA DE BOLSAS TOP ESPAÑA SANTANDER UNIVERSIDADES PARA ESTUDANTES E PROFESSORES DE GRADUAÇÃO A (CAINT) da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP),

Leia mais

EDITAL DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS - DRI E PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROPESQ

EDITAL DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS - DRI E PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROPESQ EDITAL DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS - DRI E PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROPESQ - PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES SANTANDER

Leia mais

EDITAL ARI 004/2010 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA GRADUAÇÃO - PIIG

EDITAL ARI 004/2010 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA GRADUAÇÃO - PIIG EDITAL ARI 004/2010 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA GRADUAÇÃO - PIIG O Gabinete da Reitoria, no uso de suas atribuições legais e através da Assessoria de Relações Internacionais, torna pública

Leia mais

5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais

5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais 5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais Como se pode constatar na regra 3, a filosofia de imputação de despesas com deslocações e subsistência, está directamente relacionada

Leia mais

CAPÍTULO I Do objetivo

CAPÍTULO I Do objetivo MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA GABINETE DO REITOR SECRETARIA DE APOIO INTERNACIONAL - SAI EDITAL Nº 008, DE 20 DE MAIO DE 2015 O presente edital visa regular a seleção de estudantes

Leia mais

EDITAL VRERI nº 101/2015 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO SANTANDER BOLSAS FÓRMULA

EDITAL VRERI nº 101/2015 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO SANTANDER BOLSAS FÓRMULA EDITAL VRERI nº 101/2015 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO DE ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO SANTANDER BOLSAS FÓRMULA OBJETIVO O Programa FÓRMULA tem como objetivo propiciar experiência de estudo, em renomadas universidades

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS SANTANDER UNIVERSIDADES VAGAS PARA INTERCÂMBIO 2013/2014 EDITAL DIPI N 12/2013

PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS SANTANDER UNIVERSIDADES VAGAS PARA INTERCÂMBIO 2013/2014 EDITAL DIPI N 12/2013 PROGRAMA DE BOLSAS LUSO-BRASILEIRAS SANTANDER UNIVERSIDADES VAGAS PARA INTERCÂMBIO 2013/2014 EDITAL DIPI N 12/2013 O Departamento de Intercâmbio e Programas Internacionais (DIPI) da Universidade Federal

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - UFMG DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DRI EDITAL DE SELEÇÃO DRI 2 2011 TOP CHINA SANTANDER UNIVERSIDADES

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - UFMG DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DRI EDITAL DE SELEÇÃO DRI 2 2011 TOP CHINA SANTANDER UNIVERSIDADES UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - UFMG DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DRI EDITAL DE SELEÇÃO DRI 2 2011 TOP CHINA SANTANDER UNIVERSIDADES PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL O Diretor de Relações

Leia mais

CONVENIO ENTRE A UNIVERSIDADE DE SANTIAGO DE COMPOSTELA E...

CONVENIO ENTRE A UNIVERSIDADE DE SANTIAGO DE COMPOSTELA E... CONVENIO ENTRE A UNIVERSIDADE DE SANTIAGO DE COMPOSTELA E... O Reitor da Universidade de Santiago de Compostela com CIF Q1518001A, e domicilio na Praza do Obradoiro, s/n, 15706 Santiago de Compostela,

Leia mais

Regulamento de Estágios

Regulamento de Estágios Programa de Inserção Profissional Regulamento de Estágios Faculdade de Ciências Humanas Nos últimos anos, o ensino universitário tem vindo a integrar nos percursos formativos a realização de estágios curriculares

Leia mais

Regulamento de Propina

Regulamento de Propina Regulamento de Propina 2015 2015 ÍNDICE SECÇÃO I Curso de Licenciatura em Enfermagem... 4 Artigo 1º Valor da Propina... 4 Artigo 2º Modalidades de pagamento... 4 SECÇÃO II Cursos de Pós-Licenciatura e

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ENTRE A UFRGS E A UNIVERSIDADE DO PORTO PROMOVIDO PELA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UFRGS.

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ENTRE A UFRGS E A UNIVERSIDADE DO PORTO PROMOVIDO PELA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UFRGS. PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ENTRE A UFRGS E A UNIVERSIDADE DO PORTO PROMOVIDO PELA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UFRGS Apresentação A Universidade do Porto (UP), Portugal, oferece vagas de mobilidade

Leia mais

PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES - BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES CHAMADA 005 2015

PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES - BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES CHAMADA 005 2015 PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES - BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES CHAMADA 005 2015 A Diretoria de Relações Internacionais da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Leia mais

REGULAMENTO. Estudante Internacional

REGULAMENTO. Estudante Internacional Estudante Internacional REGULAMENTO Elaboradopor: Aprovado por: Versão Gabinete de Apoio à Reitoria Reitor 1.1 Revisto e confirmadopor: de Aprovação Inicial Secretario Geral 11 de Agosto 2014 de aplicação

Leia mais

INSTITUTO CIÊNCIAS DA SAÚDE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

INSTITUTO CIÊNCIAS DA SAÚDE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA INSTITUTO CIÊNCIAS DA SAÚDE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Mobilidade Internacional para Estudos REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade

Leia mais

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas PME Investe VI Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas Objectivos Esta Linha de Crédito visa facilitar o acesso ao crédito por parte das micro e pequenas empresas de todos os sectores de actividade,

Leia mais

EDITAL SRI/UNIFESP Nº 026/2013 EDITAL PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO COM INSTITUIÇÕES CONVENIADAS

EDITAL SRI/UNIFESP Nº 026/2013 EDITAL PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO COM INSTITUIÇÕES CONVENIADAS EDITAL SRI/UNIFESP Nº 026/2013 EDITAL PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO COM INSTITUIÇÕES CONVENIADAS A da UNIFESP, juntamente com a, no uso de suas atribuições, nos termos do art. 19, inciso

Leia mais

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Segurança e Higiene no trabalho

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Segurança e Higiene no trabalho O Social pela Governança Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Segurança e Higiene no trabalho ÍNDICE HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO... 3 OBJECTIVOS... 3 DESTINATÁRIOS... 3 INSCRIÇÕES E NÚMERO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 15, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 15, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 15, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2014. O COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DA FACULDADE DE ENGENHARIAS, ARQUITETURA E URBANISMO E GEOGRAFIA da Fundação Universidade Federal de Mato

Leia mais

INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA, I.P.

INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA, I.P. INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA, I.P. REGULAMENTO DE BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA Artigo 1º Âmbito O presente Regulamento, aplica-se às bolsas atribuídas pelo Instituto Português do Mar

Leia mais

Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior

Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior DESPACHO CONJUNTO Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior Considerando a Decisão da Comissão nº C (2004) 5735,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO REITORIA COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO REITORIA COORDENADORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS EDITAL 002/2013/CAINT/UFOP, DE 27 DE MAIO DE 2013 (RETIFICADO) PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO A (Caint) da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop),

Leia mais

EDITAL 07/2012 EDITAL MOBILIDADE ESTUDANTIL

EDITAL 07/2012 EDITAL MOBILIDADE ESTUDANTIL EDITAL 07/2012 EDITAL MOBILIDADE ESTUDANTIL O Reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana, Prof. José Carlos Barreto de Santana, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO. Programa de Bolsas Fórmula Santander 2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO. Programa de Bolsas Fórmula Santander 2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO Programa de Bolsas Fórmula Santander 2015 Dispõe sobre o programa de Mobilidade Internacional de alunos de graduação da Universidade Potiguar UnP, especificamente a concessão

Leia mais

REGULAMENTO DE OCUPAÇÃO MUNICIPAL TEMPORÁRIA DE JOVENS

REGULAMENTO DE OCUPAÇÃO MUNICIPAL TEMPORÁRIA DE JOVENS REGULAMENTO DE OCUPAÇÃO MUNICIPAL TEMPORÁRIA DE JOVENS REGULAMENTO Artigo 1.º Objecto 1 O programa de ocupação municipal temporária de jovens, adiante abreviadamente designado por OMTJ, visa a ocupação

Leia mais

da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO Escola do Porto da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade

Leia mais

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos ESTE ANO VOU CONHECER NOVAS PESSOAS ESTE ANO VOU ALARGAR CONHECIMENTOS ESTE ANO VOU FALAR OUTRA LÍNGUA ESTE ANO VOU ADQUIRIR NOVAS COMPETÊNCIAS ESTE ANO VOU VIAJAR ESTE ANO VOU SER ERASMUS Guia do Estudante

Leia mais

Edital Interno ACI nº 03/2015

Edital Interno ACI nº 03/2015 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O PROGRAMA TOP CHINA (GRADUAÇÃO) SANTANDER UNIVERSIDADES 2015 Edital Interno ACI nº 03/2015

Leia mais

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS SOCIAIS E CULTURA 第 309 /2005 號 行 政 長 官 批 示 社 會 文 化 司 司 長 辦 公 室 第 114 /2005 號 社 會 文 化 司 司 長 批 示.

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS SOCIAIS E CULTURA 第 309 /2005 號 行 政 長 官 批 示 社 會 文 化 司 司 長 辦 公 室 第 114 /2005 號 社 會 文 化 司 司 長 批 示. 956 澳 門 特 別 行 政 區 公 報 第 一 組 第 40 期 2005 年 10 月 3 日 獨 一 條 許 可 透 過 三 月 二 十 二 日 第 89/99/M 號 訓 令 而 獲 授 許 可 於 澳 門 設 立 分 支 公 司 以 經 營 一 般 保 險 業 務 的 Companhia de Seguros Fidelidade S.A., 中 文 名 稱 為 忠 誠 保 險 公 司,

Leia mais

Universidade CEUMA REITORIA Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão

Universidade CEUMA REITORIA Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Universidade CEUMA REITORIA Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão EDITAL Nº06/PROP/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO 1. A Pró-Reitoria

Leia mais

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional para estágio dos estudantes de Licenciatura

Leia mais

Edital de Seleção de bolsas para o Programa Top Espanha Santander Universidades

Edital de Seleção de bolsas para o Programa Top Espanha Santander Universidades Edital de Seleção de bolsas para o Programa Top Espanha Santander Universidades A Coordenação de Relações Internacionais da Universidade Tiradentes torna público aos interessados que estarão abertas as

Leia mais

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS SOCIAIS E CULTURA. 05-00-00-00-00 Outras despesas correntes 3,268,000.00. Total das despesas

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS SOCIAIS E CULTURA. 05-00-00-00-00 Outras despesas correntes 3,268,000.00. Total das despesas 420 23 2010 6 7 Unidade: MOP Classificação funcional Classificação económica Designação Montante 02-03-07-00-00 Publicidade e propaganda 8-01-0 02-03-07-00-01 Encargos com anúncios 02-03-08-00-00 Trabalhos

Leia mais

Fundação Cidade Lisboa

Fundação Cidade Lisboa Fundação Cidade Lisboa COLÉGIO UNIVERSITÁRIO DA COOPERAÇÃO - NUNO KRUS ABECASIS REGULAMENTO DE BOLSAS 2015/2016 I - DISPOSIÇÕES GERAIS 1 - O Colégio Universitário da Cooperação Nuno Krus Abecasis da Fundação

Leia mais

EDITAL 1/2015 DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO - SANTANDER UNIVERSIDADES

EDITAL 1/2015 DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO - SANTANDER UNIVERSIDADES EDITAL 1/2015 DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO - SANTANDER UNIVERSIDADES Considerando a meta de aumentar o número de estudantes em mobilidade internacional

Leia mais

GUIA PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA ERASMUS. Missões de Ensino e Formação no IPV 2010/11

GUIA PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA ERASMUS. Missões de Ensino e Formação no IPV 2010/11 GUIA PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA ERASMUS Missões de Ensino e Formação no IPV I 2010/11 11 1 GUIA ERASMUS PARA ACOLHIMENTO DE PESSOAL DE EMPRESA 2010/11 -Mis Missões sões de Ensino e Formação

Leia mais

Regulamento do. Programa de Estágios Curriculares. no Ministério dos Negócios Estrangeiros

Regulamento do. Programa de Estágios Curriculares. no Ministério dos Negócios Estrangeiros Regulamento do Programa de Estágios Curriculares no Ministério dos Negócios Estrangeiros Preâmbulo Na sequência do acordo tripartido celebrado entre o Governo e os parceiros sociais em junho de 2008 e

Leia mais