1. DO OBJETO 2. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. DO OBJETO 2. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO"

Transcrição

1 EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL N.º 04/2011 O CONDOMÍNIO FIESC/SESI/SENAI, CNPJ n.º / , CNPJ, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, integrante do SISTEMA FIESC, com sede à Rodovia Admar Gonzaga, 2.765, Itacorubí, Florianópolis - SC, onde realizar-se-á certame licitatório, na modalidade de PREGÃO PRESENCIAL DO TIPO MENOR VALOR POR LOTE, cujo objeto está definido abaixo, o qual será regido pelo Regulamento de Licitações e Contratos do SESI e do SENAI, respectivamente, Ato nº 1, de 21/02/2006 e Ato Ad Referendum nº 1, de 21/02/2006, ambos publicados no DOU, de 24/02/2006, Seção 3, págs. 151 a 158, e ainda às condições e exigências estabelecidas neste Edital e seus Anexos. 1. DO OBJETO 1.1 Constitui objeto da presente licitação a Contratação de Empresa Especializada na prestação de serviços para Solução de Segurança Eletrônica de Circuito Fechado de TV (SECFTV) para atividades de vigilância e monitoração, conforme especificações estabelecidas no Termo de Referência - Anexo I - deste edital A abertura da presente licitação dar-se-á em sessão pública, dirigida por um Pregoeiro devidamente qualificado, a ser realizada conforme indicado abaixo, de acordo com a legislação mencionada no preâmbulo deste Edital. DATA DA ABERTURA: 11/04/2011 (alterado conforme oficio 431/2011 de 05/04/2011) HORÁRIO: 09:30 Horas LOCAL: Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina Rod. Admar Gonzaga nº º andar - Itacorubí Florianópolis/SC ( ) 2. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO Não poderão participar deste Pregão os interessados que se encontrarem em processo de falência, de dissolução, de fusão, de cisão ou de incorporação, que estejam cumprindo suspensão temporária de participação em licitação ou impedidos de contratar com as Entidades que compõem o Sistema FIESC ou que tenham sido declarados inidôneos para licitar ou contratar com a Administração Pública direta ou indireta, no Distrito Federal, Estados ou Municípios, bem como os licitantes que se apresentarem constituídos na forma de empresas em consórcio A critério do Pregoeiro poderão ser solicitados esclarecimentos, assim como serem efetuadas diligências, visando confirmar a capacidade técnica, gerencial e administrativa da empresa licitante; Só poderão participar desta licitação empresa especializada se em cujos atos constitutivos constem, como objeto, cumulativamente, todos os serviços relacionados com o presente edital, não sendo admitida a participação de empresas em consórcio. 2.4 O Edital e seus Anexos, bem como suas retificações e esclarecimentos estarão disponíveis no endereço eletrônico, sendo de responsabilidade da licitante o acompanhamento, no mesmo website, de alterações que porventura ocorram. 3. DA IMPUGNAÇÃO DO ATO CONVOCATÓRIO 3.1 Qualquer pessoa poderá solicitar esclarecimentos, providências ou impugnar o ato convocatório do presente pregão, protocolizando o pedido até as 17 horas e 30 minutos do dia 28/03/2011, no endereço discriminado no Preâmbulo deste Edital, cabendo ao Pregoeiro

2 decidir sobre a petição no prazo de até 24 (vinte e quatro) horas antes da data prevista para sua abertura Caso seja acolhida a petição contra o ato convocatório, será divulgada nova data para a realização do certame. 1. DO RECEBIMENTO DA DOCUMENTAÇÃO E PROPOSTAS 4.1 Cada licitante deverá apresentar: Envelope contendo a Proposta de Preços; Envelope contendo os documentos de Habilitação; 4.2 Os conjuntos de documentos relativos a Proposta de Preços e à Habilitação deverão ser entregues separadamente, em envelopes fechados e identificados com o nome do licitante e, respectivamente, os títulos dos conteúdos ("Proposta de Preços" ou "Documentos de Habilitação"), na forma dos incisos I e II a seguir: I - Envelope contendo os documentos relativos à Proposta de Preços: SISTEMA FIESC Rodovia Admar Gonzaga, 2765 Itacorubí Florianópolis/SC COMISSÃO CENTRAL DE LICITAÇÕES Pregão Presencial Nº 04/2011 ENVELOPE Nº 01 PROPOSTAS DE PREÇOS ENTREGA: ATÉ ÀS 09:30 HORAS DO DIA 11/04/2011 (alterado conforme oficio 431/2011 de 05/04/2011) PROPONENTE: FONE/FAX: PESSOA P/ CONTATO: II - Envelope contendo os Documentos de Habilitação: SISTEMA FIESC Rodovia Admar Gonzaga, 2765 Itacorubí Florianópolis/SC COMISSÃO CENTRAL DE LICITAÇÕES Pregão Presencial Nº 04/2011 ENVELOPE Nº 02 DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO ENTREGA: ATÉ ÀS 09:30 HORAS DO DIA 11/04/2011 (alterado conforme oficio 431/2011 de 05/04/2011) PROPONENTE: FONE/FAX: PESSOA P/ CONTATO: Os documentos necessários à participação na presente licitação poderão ser apresentados em original ou por qualquer processo de cópia autenticada, seja por cartório competente, por membro da Comissão Central de Licitações CCL (até o dia anterior da data de abertura) ou por meio de publicação em órgão de imprensa oficial. 4.4 Não serão aceitos documentos apresentados por meio de fitas, discos magnéticos e filmes, admitindo-se fotos, gravuras, desenhos, gráficos ou catálogos apenas como forma de ilustração das propostas de preços. 5. DA FORMA DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA DE PREÇOS - ENVELOPE Nº São requisitos da proposta: a) vir redigida em língua portuguesa, sem emendas, rasuras ou entrelinhas, contendo o número e a modalidade da licitação deste Edital; b) ser impressa por qualquer processo eletrônico, contendo razão social, CNPJ, endereço, número de telefone e número de fax da empresa licitante;

3 c) conter o nome por extenso, cargo e assinatura do responsável; d) apresentar o valor mensal, (em numeral e por extenso), levando-se em consideração as especificações do Termo de Referência (Anexo I) e a Planilha de Formação de Preços (Anexo IV); d.1) O valor proposto deverá ser limitado a duas casas decimais; d.2) Os preços propostos serão considerados completos e abrangem todos os tributos (impostos, taxas, emolumentos, contribuições fiscais e parafiscais), fornecimento de mão-deobra especializada, leis sociais, administração, lucros, equipamentos e ferramental, transporte de material e de pessoal e qualquer despesa, acessória e/ou necessária, não especificada neste Edital. e) Descrição detalhada do serviço ofertado, observadas as especificações constantes do Anexo I, informando suas características e quaisquer outros elementos referentes ao serviço, de forma a permitir que o pregoeiro possa facilmente constatar se as especificações foram ou não atendidas; f) conter o prazo de validade da proposta, não inferior a 60 (sessenta) dias, a contar do dia da sessão de recebimento e abertura dos envelopes. 6. DOS DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO (ENVELOPE N 2) 6.1 O envelope "Documentos de Habilitação" deverá conter os seguintes documentos: Documentos relativos à Regularidade Fiscal: a) Prova de Regularidade para com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), por meio da apresentação da Certidão Negativa de Débito, ou Positiva com Efeitos de Negativa sob o abrigo do art. 206 do Código Tributário Nacional Sendo válido simples cópia reprográfica de consulta na Internet, que poderá ser obtida junto ao site b) Prova de Regularidade para com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), expedido pela Caixa Econômica Federal, seja Negativa ou Positiva com efeitos de negativa, sob o abrigo do art. 206 do Código Tributário Nacional. Sendo válido simples cópia reprográfica de consulta na Internet, que poderá ser obtida junto ao site c) Prova de Regularidade com Tributos Federais, através da Certidão Negativa de Débito expedida pela Secretária da Receita Federal, sendo válido simples cópia reprográfica de consulta na Internet, que prove a inexistência de débito que poderá ser obtida junto ao site d) Prova de Regularidade com Tributos Estaduais, através de Certidão Negativa expedida pela Unidade Federativa da sede do fornecedor; e) Prova de regularidade com Tributos Municipais, através de Certidão Negativa expedida pelo município sede do fornecedor. (Nos locais onde a expedição de certidão de regularidade com a fazenda municipal for desmembrada em mobiliária e imobiliária, ambas deverão ser apresentadas. A licitante que possuir imóvel locado, deverá apresentar o Contrato de Locação em substituição à certidão imobiliária) Documentos relativos à Regularidade Jurídica: a) Prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), pertinente ao seu ramo de atividade e compatível com o objeto licitado; b) Registro comercial, no caso de empresa individual; c) Inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedades civis, acompanhada de prova da Diretoria em exercício;

4 d) Cópia autenticada do Contrato Social da Empresa ou Estatuto com Ata da Assembléia que elegeu a atual diretoria, devidamente registrado na Junta Comercial do Estado ou publicação da mesma em jornal de grande circulação; e) Decreto de autorização, em se tratando de empresa ou sociedade estrangeira, em funcionamento no país, e ato de registro ou autorização para funcionamento, expedido pelo órgão competente, quando a atividade assim o exigir Documentos relativos à Regularidade Técnica: a) Declaração especial (conforme modelo Anexo II); b) Declaração (anexo VI) carimbada, preenchida e assinada por um representante do Condomínio, de que visitou as instalações do local de execução dos serviços, até 24 horas antes da abertura da licitação. A visita deverá ser agendada com a Administração do Condomínio, pelo telefone (48) c) 02 (dois) Atestados de Capacidade Técnica, fornecido por pessoa jurídica de direito publico ou privado, que comprovem a aptidão da licitante para o desempenho de atividade pertinente e compatível em características do objeto desta licitação. d) Registro ou inscrição em órgão competente (CREA da sede onde está localizada a empresa licitante). (Incluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) Documentos relativo à regularidade Econômica e Financeira a) Certidão Negativa de Falência ou Concordata, expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica; Sob pena de inabilitação, todos os documentos apresentados para habilitação deverão estar em nome da licitante com o número do CNPJ e endereço respectivo, exceto aqueles centralizados pelos órgãos emitentes: se a licitante for matriz, todos os documentos deverão estar em nome da matriz, ou; se a licitante for a filial, todos os documentos deverão estar em nome da filial. 7. DA REPRESENTAÇÃO E DO CREDENCIAMENTO 7.1 O licitante deverá se apresentar para credenciamento junto ao Pregoeiro, pessoalmente ou por meio de um representante devidamente munido de documento que habilite a interessada em todas as fases do procedimento licitatório, inclusive com poderes para formulação de ofertas e lances verbais. 7.2 Por credenciamento entende-se a apresentação conjunta dos seguintes documentos: No caso do representante ser sócio-gerente ou sócio-diretor da licitante: Cópia autenticada do Documento Oficial de Identidade; Cópia autenticada do Contrato Social da Empresa ou Estatuto com Ata da Assembléia que elegeu a atual diretoria, devidamente registrado na Junta Comercial do Estado ou publicação da mesma em jornal de grande circulação; No caso do representante não ser sócio-gerente ou sócio-diretor da licitante: Deverá apresentar documento que o credencie ou vir acompanhado da Carta de Credenciamento de acordo com o modelo do Anexo V:

5 Procuração que comprove a outorga de poderes de representação, na forma da lei, acompanhada do documento citado no item , comprobatório dos poderes do mandante e a possibilidade de delegá-los; Cópia autenticada do Documento Oficial de Identidade do outorgante (somente no caso de procuração particular); Cópia autenticada do Documento Oficial de Identidade do outorgado; 7.3 Não será admitida a participação de um mesmo representante para mais de uma empresa licitante. 7.4 A empresa não credenciada ficará impedida de participar do procedimento licitatório. 8. DO RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES 8.1 No dia, hora e local designados neste Edital, os interessados ou seus representantes, previamente credenciados entregarão ao Pregoeiro os envelopes nº 1 Proposta de Preços e nº 2 Documentos de Habilitação. 8.2 Iniciada a abertura das propostas, não serão admitidos novos proponentes. 8.3 Após apresentação da proposta, não caberá desistência, salvo por motivo justo decorrente de fato superveniente e aceito pelo Pregoeiro. 8.4 Serão abertos inicialmente os envelopes contendo as Propostas de Preços, sendo feita a sua conferência e posterior rubrica. 8.5 Somente serão aceitas propostas entregues por pessoas credenciadas no ato da abertura do pregão. 9. DO JULGAMENTO 9.1 Divisão por etapas para ordenamento dos trabalhos O julgamento da licitação será dividido em duas etapas (proposta de preços e habilitação), e obedecerá ao critério de MENOR VALOR MENSAL: I A etapa de classificação de preços, que compreenderá a ordenação das propostas de todas as licitantes, classificação das propostas passíveis de ofertas de lances verbais das licitantes classificadas para tal, classificação final das propostas e exame da aceitabilidade da proposta da primeira classificada quanto ao objeto; II A etapa de habilitação e declaração da licitante vencedora, que compreenderá a verificação e análise dos documentos apresentados no envelope Documentos de Habilitação da licitante classificada em primeiro lugar, em relação ao atendimento das exigências constantes do presente Edital. 9.2 Etapa de Classificação de Preços Serão abertos os envelopes Proposta de Preços de todas as licitantes As propostas não desclassificadas serão selecionadas para a etapa de lances, com observância dos seguintes critérios: seleção da proposta de menor valor mensal e as demais com preços até 15% (quinze por cento) superiores àquela;

6 não havendo pelo menos 3 (três) preços na condição definida na alínea anterior, serão selecionadas as propostas que apresentarem os menores preços, até o máximo de 3 (três). No caso de empate nos preços, serão admitidas todas as propostas empatadas, independentemente do número de licitantes O Pregoeiro convidará individualmente os autores das propostas selecionadas a formular lances de forma seqüencial, a partir do autor da proposta de maior preço e os demais em ordem decrescente de valor, decidindo-se por meio de sorteio no caso de empate de preços O pregoeiro poderá estipular o valor mínimo de redução para lances e tempo máximo de intervalo entre eles A etapa de lances será considerada encerrada quando todos os participantes dessa etapa declinarem da formulação de lances. Em, seguida, serão classificadas as propostas (selecionadas e não selecionadas), em ordem crescente de valores, considerando-se para as selecionadas o último preço ofertado Não poderá haver desistência dos lances ofertados, sujeitando-se a licitante desistente às penalidades constantes do subitem 14.1, deste Edital Será desclassificada a proposta que contiver entrega dos serviços condicionados a prazos, descontos, vantagens de qualquer natureza não previstas neste Pregão, inclusive financiamentos subsidiados ou a fundo perdido Em caso de divergência entre informações contidas em documentação impressa e na proposta específica, prevalecerão as da proposta O Pregoeiro poderá negociar com o autor da oferta de menor valor com vistas à redução do preço Após a negociação, se houver, o Pregoeiro examinará a aceitabilidade do menor preço, decidindo motivadamente a respeito Considerada aceitável a oferta de menor preço, será aberto o envelope contendo os documentos de habilitação de seu autor. 9.3 Etapa de Habilitação e Declaração da Licitante Vencedora Eventuais falhas, omissões ou outras irregularidades nos documentos de habilitação poderão ser saneadas até o final da sessão pública de processamento do Pregão, seja por substituição ou apresentação de documentos, seja por verificação através de meio eletrônico hábil de informações A verificação será certificada pelo Pregoeiro e deverão ser anexados aos autos os documentos passíveis de obtenção por meio eletrônico, caso necessário, salvo impossibilidade devidamente justificada A Administração não se responsabilizará pela eventual indisponibilidade dos meios eletrônicos no momento da verificação. Ocorrendo essa indisponibilidade e não sendo apresentados os documentos alcançados pela verificação, a licitante será inabilitada Constatado o atendimento dos requisitos de habilitação previstos neste edital, a licitante será habilitada e declarada vencedora do certame Constatado o atendimento das exigências previstas pelo Edital, a licitante será declarada vencedora e, diante da inexistência de interposição de recursos, o julgamento será adjudicado e o objeto homologado à vencedora pela autoridade competente.

7 Após declarado licitante vencedor o Pregoeiro solicitará ao mesmo que envie à CCL em até 48 (quarenta e oito) horas, a proposta com o valor adjudicado, que deverá ser apresentando conforme Anexo IV, onde não poderá constar, para todos os itens, valores superiores aos da sua proposta inicial Se a licitante desatender às exigências habilitatórias, o Pregoeiro examinará a oferta subseqüente, verificando a sua aceitabilidade e procedendo à habilitação da licitante, na ordem de classificação, e assim sucessivamente, até a apuração de uma proposta que atenda ao Edital, sendo a respectiva licitante declarada vencedora e a ela adjudicado o objeto do certame Da sessão do Pregão será lavrada ata circunstanciada, que mencionará as licitantes credenciadas, as propostas escritas e as propostas verbais finais apresentadas, a ordem de classificação, a análise da documentação exigida para habilitação e os recursos interpostos, devendo ser a mesma assinada, ao final, pelo Pregoeiro, sua Equipe de Apoio e pelo(s) representante(s) credenciado(s) da(s) licitante(s) ainda presente(s) à sessão. 10. DOS RECURSOS ADMINISTRATIVOS 10.1 Os participantes deverão manifestar a sua intenção de impetrar recurso ao pregoeiro, de viva voz e de forma consistente, imediatamente após a declaração do vencedor, sob pena de indeferimento; Admitido o recurso pelo pregoeiro o impetrante terá dois dias úteis para apresentação do recurso por escrito à autoridade competente, que será disponibilizado a todos os participantes no website Os demais participantes terão dois dias úteis para apresentar as contra-razões enviando-as para o endereço eletrônico Os recursos serão julgados no prazo de até 10 (dez) dias corridos contados da data final para sua interposição pela autoridade competente ou por quem esta delegar competência; Os recursos terão efeito suspensivo somente para aquele interposto contra a decisão que declarar o licitante vencedor; O acolhimento de recurso importará na invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento Os autos do processo administrativo permanecerão com vista franqueada aos interessados na Rod. Admar Gonzaga nº 2765, 3ºandar - Itacorubí - Florianópolis/SC ( ) Comissão Central de Licitações Não serão conhecidos os recursos interpostos após o encerramento da sessão, nem serão recebidas as petições de contra-razões intempestivamente apresentadas. 11. DO CONTRATO À vencedora do certame será enviado o Contrato de Prestação de Serviços que deverá, em até 10 (dez) dias úteis a contar do seu recebimento, providenciar as assinaturas necessárias e devolvê-lo à FIESC No caso de a convocada não assinar o contrato ou recusar-se a fazê-lo no prazo estabelecido será aplicada a multa de 5% (cinco por cento) do valor estimado para esta contratação No caso de a convocada não assinar o contrato ou recusar-se a fazê-lo no prazo estabelecido, a FIESC se reserva ao direito de Contratar com a segunda classificada, desde que esteja ela habilitada e declare contratar nas mesmas condições propostas pela primeira classificada e assim sucessivamente, conforme disposto regulamento de licitações e contratos do SESI e SENAI.

8 11.3. As obrigações das partes, forma de pagamento e sanções cominadas são as descritas na Minuta do Contrato constante do Anexo V, deste Edital No ato da assinatura do Contrato, a FIESC indicará um preposto de cada entidade participante, responsável pela sua representação institucional junto à Contratada. Da mesma forma, a Contratada deverá indicar um preposto para a mesma finalidade O prazo do Contrato será de 12 (doze) meses, a contar da data de sua assinatura, podendo ser renovado ate o limite de 60 (sessenta) meses. 12. DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA 12.1 Os recursos orçamentários para contratação do objeto deste Edital está assegurado no orçamento geral da CONDOMINIO FIESC/SESI/SENAI. 13. PAGAMENTO 13.1 O pagamento será feito pela FIESC, em moeda nacional, mediante Ordem Bancária, e ocorrerá em até 15 (quinze) dias após a data da apresentação da Fatura/Nota Fiscal, devidamente atestada por servidor do CONDOMINIO correspondente responsável pela Fiscalização A nota fiscal/fatura deverá ser emitida pela própria Contratada, obrigatoriamente com o número de inscrição no CNPJ apresentado nos documentos de habilitação e das propostas, não se admitindo notas fiscais/faturas emitidas com outros CNPJs, mesmo aqueles de filiais ou da matriz Ocorrendo atraso no pagamento, o valor devido pelas CONTRATANTE será acrescido de juros de 1% ao mês Os valores poderão ser reajustados, em comum acordo entre as partes, em caso de renovação anual do contrato, e em percentual limitado ao índice registrado pelo INPC- IBGE no mesmo período. 14 DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS A proponente vencedora está sujeita, por falhas, irregularidades pelo não cumprimento dos prazos estipulados, às seguintes penalidades: Pela inexecução total ou parcial do Contrato, as Contratantes poderão, garantida a ampla defesa, aplicar ao fornecedor as seguintes penalidades: a) advertência (por escrito); b) multa; c) suspensão temporária de participação em licitações e impedimento com as Entidades que compõem o Sistema FIESC, pelo prazo de 06 (seis) meses a 02 (dois) anos; d) declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com As Entidades que compõem o Sistema FIESC, enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade A multa e as demais penalidades descritas são independentes, podendo ser aplicadas isolada ou cumulativamente, dependendo apenas da ocorrência dos fatos geradores; não incidirão, todavia, sobre as infrações decorrentes de caso fortuito ou de força maior, devidamente comprovado As multas serão aplicadas da seguinte forma e nos seguintes casos, previstos no edital, ou contrato: a) 0,5% (zero vírgula cinco por cento) do valor pago no último mês, por dia de atraso na entrega/conclusão; b) 10% (dez por cento) sobre os valores pagos à Contratada no último mês, nas seguintes hipóteses: b.1) pela não entrega/conclusão do serviço ou de suas etapas, decorrido o prazo fixado para o cumprimento da obrigação; b.2) pelo descumprimento de qualquer outra cláusula contratual.

9 c) 20% (vinte por cento) para o caso de inexecução total dos serviços, sem prejuízo da devolução dos valores eventualmente adiantados pelos Contratantes, devidamente corrigidos monetariamente Para o cálculo da multa, o valor do contrato será reajustado pelos mesmos índices e critérios nele previstos A multa aplicada poderá ser deduzida dos faturamentos pendentes de pagamento, se for o caso, e, se forem insuficientes, será cobrada administrativa ou judicialmente. 15 DA INEXECUÇÃO E RESCISÃO CONTRATUAL 15.1 A inexecução total ou parcial do contrato enseja a sua rescisão, se houver uma das ocorrências prescritas nos artigos 31 e 32 do Regulamento de Licitações e Contratos do SESI e SENAI Constituem motivos para rescisão contratual: a) O cumprimento irregular de cláusulas contratuais, especificações e prazos; b) A lentidão do seu cumprimento, levando o Contratante a comprovar a impossibilidade do fornecimento nos prazos estipulados; c) O atraso injustificado do cumprimento do contrato sem justa causa e prévia comunicação ao Contratante; d) A paralisação do serviço, sem justa causa e prévia comunicação ao Contratante devidamente aceita; e) Não cumprimento de cláusulas contratuais, especificações e prazos; f) O descumprimento das determinações regulares da autoridade designada para acompanhar e fiscalizar a sua execução, assim como as de seus superiores; g) O cometimento reiterado de falta na sua execução; h) A decretação da falência ou instauração da insolvência civil; i) A dissolução da sociedade; j) A alteração social ou a modificação da finalidade ou da estrutura da empresa, desde que prejudique a execução do contrato; k) Razões de interesse público, de alta relevância e amplo conhecimento justificada e determinadas pela autoridade competente; l) A supressão, por parte do Contratante, dos serviços, acarretando modificações do valor inicial do Contrato além do limite permitido; m) A suspensão de sua execução por ordem escrita do Contratante, por prazo superior a 120 (cento e vinte) dias, salvo em caso de calamidade pública, grave perturbação da ordem interna ou guerra, ou ainda por repetidas suspensões que totalizem o mesmo prazo, independentemente do pagamento obrigatório e outras previstas, assegurado ao contratado, nesses casos, o direito de optar pela suspensão do cumprimento das obrigações assumidas até que seja normalizada a situação; n) O atraso superior a 90 (noventa) dias dos pagamentos devidos pelo Contratante decorrentes dos serviços ou parcelas destes, já recebidos ou executados, salvo em caso de calamidade pública, grave perturbação da ordem interna ou guerra assegurado ao contratado o direito de optar pela suspensão do cumprimento de suas obrigações até que seja normalizada a situação; o) A ocorrência de caso fortuito ou força maior, regularmente comprovada impeditiva da execução do contrato; 16. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 16.1 As normas que disciplinam este Pregão serão sempre interpretadas em favor da ampliação da disputa entre as interessadas, atendidos ao interesse público e das Entidades que compõem o Sistema FIESC, sem comprometimento da segurança da contratação O desatendimento de exigências formais não essenciais não importará no afastamento

10 da licitante, desde que sejam possíveis as aferições das suas qualidades e as exatas compreensões da sua proposta durante a realização da sessão pública deste Pregão Nenhuma indenização será devida às licitantes pela elaboração ou pela apresentação de documentação referente ao presente Edital A adjudicação do objeto da licitação à licitante vencedora e a homologação do certame não implicarão direito à contratação Na contagem dos prazos estabelecidos neste Edital, exclui-se o dia do início e inclui-se o do vencimento, observando-se que só se iniciam e vencem prazos em dia de expediente normal na FIESC, exceto quando for explicitamente disposto em contrário Fica assegurado a FIESC o direito de cancelar o processo licitatório antes da assinatura do contrato, desde que justificado, de acordo com o Art. 40º do Regulamento de Licitações e Contratos do SESI e SENAI No caso de alteração deste Edital no curso do prazo estabelecido para a realização do Pregão, este prazo será reaberto, exceto quando, inquestionavelmente, a alteração não afetar a formulação das propostas Para dirimir, na esfera judicial, as questões oriundas do presente Edital, será competente o Foro da Comarca de Florianópolis/SC Na hipótese de não haver expediente no dia da abertura da presente licitação, ficará esta transferida para o primeiro dia útil subseqüente, no mesmo local e horário anteriormente estabelecidos O edital e seus Anexos, bem como suas retificações estarão disponíveis no seguinte website: sendo de responsabilidade da licitante o acompanhamento, no mesmo site, de alterações que porventura ocorram Os casos omissos serão resolvidos pelo Pregoeiro e Comissão Central de Licitação Fazem parte integrante deste Edital: Anexo I Anexo II Anexo III Anexo IV Anexo V Termo de Referência; Declaração especial; Modelo de credenciamento; Planilha de formação de preços; Minuta de Contrato; Florianópolis,18 março de Rafael Medeiros de Azevedo PREGOEIRO Fernando Pisani de Linhares COMISSÃO CENTRAL DE LICITAÇÕES Marcelo Dorigatti COMISSÃO CENTRAL DE LICITAÇÕES

11 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO Nº 04/2011 A LICITANTE prestará serviços ao CONTRATANTE, relativos ao fornecimento na modalidade de comodato de solução de Circuito Fechado de TV (CFTV) para monitoramento, digitalização e armazenamento temporário de imagens coloridas captadas por câmeras de vídeo instaladas nos locais indicados pela CONTRATANTE, a partir da central de Monitoramento, 24 horas por dia, 365 dias por ano, com a disponibilização das imagens em tempo real via Internet e rede local (Ethernet), com acesso mediante credencial de acesso. A CONTRANTE fornecerá a infraestrutura de cabeamento lógico e elétrico para a instalação da solução pela LICITANTE. Estão inclusos nos serviços implantação, suporte operacional, serviços de manutenção e outros que para o pleno funcionamento da solução, sendo todos eles de responsabilidade da LICITANTE, devendo estes fazer parte da proposta de fornecimento. A solução proposta deverá obedecer aos critérios mínimos estabelecidos no termo de referência constante neste edital. Descrição do objeto Solução de Segurança Eletrônica de Circuito Fechado de TV (SECFTV) para atividades de vigilância e monitoração. para fornecimento de uma nova solução SECFTV, em regime de locação, que deverá ser composta de hardware, software, licenças, serviços de instalação, manutenção, suporte, treinamento e todos os demais itens acessórios necessários para a plena instalação, funcionamento e operação da solução de forma completa. O local de instalação da solução proposta é: Condomínio Sistema FIESC Rodovia Admar Gonzaga, 2765 Bairro Itacorubi. Florianópolis SC CEP Os requisitos mínimos da solução serão descritas nas seções seguintes. 1. Considerações gerais sobre a solução de SECFTV 1.1. A solução proposta deve ser fornecida com todo o hardware, software, serviços, cabos, conectores e demais componentes necessários à instalação e pleno funcionamento na infraestrutura da CONTRATANTE, inclusive itens que não tenham sido descritos explicitamente neste edital; 1.2. Deverá realizar o processamento de imagens de vídeo colorido com compressão H.264 e MPEG-4, gravação digital em servidores tipo DVR (Digital Video Recorder) e gerenciamento e controle de imagens ao vivo e gravadas através da LAN TCP/IP; 1.3. Todos os servidores tipo DVR deverão ser instalados no Data Center Sistema FIESC (DCSF) para maior segurança da solução e imagens armazenadas; 1.4. Deverá funcionar em regime 24x7 (24 horas por dia, 07 dias por semana) de forma ininterrupta, constituído de equipamentos profissionais, com todos os componentes totalmente intercambiáveis para as mesmas funções com

12 capacidade de expansão definida, tanto da quantidade de câmeras como da capacidade de armazenamento sem necessidade de substituição do hardware, de software e de aquisição de licenças; 1.5. Possuir software de gerenciamento que permitirá a exibição ao vivo, controle PTZ, gravação e recuperação instantânea das imagens de todas as câmeras conectadas, sem perda da qualidade da imagem e sem interrupção da gravação; 1.6. Permitir a visualização das imagens ao vivo sem interrupção da gravação destas; 1.7. Possuir ambiente com interface amigável que permita a busca rápida das imagens ao vivo ou gravadas por câmera, data, hora, evento ou alarme; 1.8. Possuir capacidade de sobrepor as imagens ao vivo e gravadas, para visualização dos monitores, as informações de identificação da câmera (número e local), bem como data e hora local como marca d água; 1.9. Possuir arquitetura aberta de modo que permita a integração com outros sistemas eletrônicos de segurança, como sistemas de controle de acesso e sistemas de alarme; Permitir o acionamento de gravação de imagens manualmente, programação de data e hora, por acionamento de alarmes ou por detecção de movimento; Todos os acessos aos sistemas deverão ser feitos por meio do uso de credenciais de acesso (usuário e senha) pessoal. Deverá oferecer interface amigável para a administração dos usuários, inclusões, exclusões, alterações e auditoria, respeitando os diferentes níveis de acesso; Possuir nível de monitoramento com: Seleção de câmeras autorizada para o usuário; Acesso às funções PAN, TILT e ZOOM; Seleção de qualquer sequenciamento; Interrupção não definitiva (temporária) de sequenciamento para monitoramento específico por tempo pré-determinado; Conexão das câmeras ao controle (joystick) de panoramização; Busca e seleção de imagens; Gravação de imagens mediante autorização em sistema Possuir nível de supervisão com: Todas as operações do nível de monitoramento; Definições de quais câmeras podem ser controladas e acessadas por cada usuário com nível de acesso de monitoramento; Definição das prioridades de acesso da console central sobre os demais consoles e entre estes; Programação de sequenciamento como interrupção, alteração, ajustes e etc.; Configuração de programações diárias; Configuração de modos de gravação; Concessão de acesso de gravação.

13 1.14. Possuir nível gerencial com: Todas as operações do nível de supervisão e monitoramento; Geração de relatórios de auditoria; Administração de acessos; Configuração de localidades, tais como delimitação virtual e física de monitoramento; Para efeitos de auditoria, a solução deverá armazenar em tabela ou mecanismo equivalente as seguintes informações relacionadas à utilização do sistema: identificação do usuário; tipo de intervenção/ação realizada; data e horário da intervenção; identificação do terminal utilizado A LICITANTE deverá seguir e acatar a política de segurança e orientações da CONTRATANTE durante a vigência do contrato, incluindo alterações no decorrer no período de instalação e locação; A solução proposta deverá ser compatível 100% com a seguinte infraestrutura da CONTRATANTE; Todos os equipamentos que compõe a solução devem ser novos, sem uso e de última geração, estando em linha de comercialização pelo(s) FABRICANTE(s) na data de abertura desta licitação. Não serão aceitos itens remanufaturados (refurbished); O LICITANTE deverá indicar em sua proposta, FABRICANTES, modelos e versões de todos os componentes das soluções, incluindo componentes de hardware e de software, realizando a indicação de todos os part numbers (PNs). Devem ser entregues prospectos/folder/folheto com as características técnicas dos equipamentos; Devem ser apresentadas, de forma clara e detalhadas, as descrições das soluções com todos os seus componentes (hardware e software), podendo ser complementada por documentações integrantes da proposta, tais como: brochuras, catálogos, manuais técnicos, manuais de operação, etc.; Todos os equipamentos devem ser padrão RACK 19 polegadas (montáveis em RACK), devendo vir acompanhados de kits de fixação, cabos, acessórios e demais materiais necessários à sua instalação, configuração e operação; Todos os equipamentos que compõe a solução, quando aplicável alimentação AC, devem possuir fontes de alimentação, sejam elas internas ou externas, que operem 220 VAC e frequência de Hz. Não serão aceitos equipamentos com transformadores adaptadores de tensão; Todos os equipamentos da solução que possuírem fontes redundantes, interna ou externa (no caso de externa esta deverá ser compostos por um único chassi), ao ocorrer falha na fonte principal, a fonte redundante deverá entrar em operação automaticamente (comutação automática) tornando-se transparente aos usuários da solução; A LICITANTE deverá fornecer atestado de capacidade técnica emitido por empresas públicas ou privadas, demonstrando dessa forma experiência na implantação e comprovada funcionalidade da solução e seus componentes. As Instalações ocorridas em Santa Catarina e em período inferior de 01 (um) ano contados a partir da data de lançamento deste edital;

14 1.24. Deverão ser fornecidas declarações emitidas pelo FABRICANTE da solução e seus componentes, credenciando a LICITANTE, contendo os seguintes dados: a razão social, CNPJ, endereço, CEP, número do telefone e FAX, correio eletrônico, nome da pessoa responsável para contato do FABRICANTE; e na declaração deverá referenciar o número e a modalidade deste processo de aquisição, e declarar que a LICITANTE está apta a fornecer, instalar, prestar manutenção e suportar a solução ofertada; A LICITANTE deverá possuir em seu quadro de funcionários, especialistas em implementação, gerenciamento e manutenção do objeto licitado, devendo ser comprovado através de certificados e contratos de trabalho, sendo que, esses profissionais deverão participar do processo de implantação da solução; A LICITANTE, caso não seja o próprio FABRICANTE dos equipamentos, deverá apresentar Declaração de que é Revenda Autorizada do FABRICANTE e a assistência técnica deverá ser prestada pelo FABRICANTE ou por empresa prestadora de serviços indica da formalmente pelo mesmo; O proponente deverá apresentar documento que comprove que o FABRICANTE dos equipamentos relacionados nos itens de hardware (servidores/lâminas) possui certificação de qualidade; O transporte para a entrega de todos componentes de hardware e software, bem como os acessórios até o local solicitado pelo CONTRATANTE, será de total responsabilidade do LICITANTE; São de responsabilidade da LICITANTE a instalação e configuração de todos os itens que compõem a solução na infraestrutura da CONTRATANTE, para atender todos os requisitos descritos nesse edital; A solução de SECFTV deverá estar de acordo, na implantação e durante a vigência do contrato de locação, com as normas aplicáveis a solução, como ANATEL, ABNT e outras que por ventura não estejam citadas e sejam aplicáveis para a natureza da solução e serviços prestados. Mudanças ocorridas em normas aplicáveis a solução de SECFTV durante e após a implantação deverão ser monitoradas pela LICITANTE e aplicadas as alterações na solução ofertadas em até 30 dias úteis após a mudança de normas com agendamento e sem ônus para CONTRATANTE; Caso sejam utilizados servidores de propósito geral para a solução para alguma funcionalidade, estes deverão ser equipamentos de mercado, não podendo ser equipamentos montados com peças avulsas. Deverão ser do tipo RACK e com altura máxima de 06Us; A configuração macro das soluções em termos de operação será composta por que terão: Sala Geral de Segurança; Sala do Coordenador de segurança; Sala da Guarita de Segurança; A LICITANTE deverá apresentar no certame declaração de visita à infraestrutura da CONTRATANTE emitida pela Unidade Integrada de Tecnologia da Informação e Comunicação do Sistema FIESC (TIC), descrevendo que a proponente visitou a infraestrutura da CONTRATANTE e possui conhecimento de detalhes da solução SECFTV, bem como todos os recursos necessários para a completa implantação da solução na infraestrutura

15 da CONTRATANTE. Os agendamentos das visitas deverão ser feito em até 04 dias úteis antes do certame com a TIC por meio do telefone (48) com Sandro N. Demetrio ou Rogerio D. Hining de segunda-feira à sexta-feira das 09h00min as 12h00min e das 14h00min as 17h00min, exceto sábados, domingos e feriados. 2. Infraestrutura de ofertada e de responsabilidade da CONTRATANTE 2.1. Os seguintes itens a seguir serão fornecidos e de responsabilidade da CONTRANTE. Itens não citados abaixo são de responsabilidade da LICITANTE o fornecimento e manutenção: Cabeamento estruturado (não inclusos conectores e acessório); Eletrodutos; Infraestrutura elétrica para ligação dos equipamentos em rede de 220Vac; Rack de 44Us por 1000 mm de profundidade para instalação dos DVRs e demais elementos centrais; Mobiliário. 3. Características mínimas do Gravador Vídeo Digital (DVR) 3.1. As especificações são mínimas para cada módulo DVR (Digital Vídeo Recorder), contudo, a solução de SECFTV deverá ser composta por tantos DVRs quanto forem necessários para atendimento do escopo de câmeras descritos no edital; (dezesseis) canais de vídeo; (dezesseis) canais de áudio; (excluído conforme oficio 431/2011 de 05/04/2011) (dezesseis) canais em loop e saída matriz; 3.5. Possuir software para acesso às imagens via celular; 3.6. Capacidade de armazenamento de imagens por, no mínimo, 45 (quarenta e cinco) dias sem sobreposição; 3.7. Tempo real de visualização e gravação em 480 fps; 3.8. Sistema dual-bitstream com opção para gravação de imagens em qualidade diferente das imagens transmitidas pela rede, permitindo desta forma que a comunicação seja mais rápida; (excluído conforme oficio 431/2011 de 05/04/2011) 3.9. Algoritmo de compressão H.264; Reprodução de todos os canais de forma simultânea sem paralisar a gravação; Permitir a programação de captura e envio de alertas e imagens por correio eletrônico ( ); Áudio bidirecional dedicado; (excluído conforme oficio 431/2011 de 05/04/2011) Visualização de imagens ao vivo, gravação, reprodução, backup e acesso remoto por meio de software cliente e por navegador web;

16 (uma) saída HDMI; (excluído conforme oficio 431/2011 de 05/04/2011) (uma) Saída VGA; Permitir operação remota de para monitoramento, configuração total do sistema, controle PTZ, reprodução, baixa (download) de arquivos gravados, informações sobre registros; Detecção de vídeo, movimento, mascaramento de câmera e perda de vídeo; Consumo máximo de 50 Watts; Detecção de movimento; Interface de rede Ethernet de 10/100 Mbps; (alterado conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) No mínimo 01 interface USB 2.0 para fins de backup; Padrões de vídeo PAN e NTSC; Funcionalidade de reprodução: reprodução, pausa, parar, retrocesso, reprodução rápida, reprodução lenta, próximo arquivo gravado, arquivo anterior, próximo canal, canal anterior, tela cheia, repetição aleatória e seleção de arquivos gravados para backup; Saída E SATA para fins de backup eficiente; Gerenciamento de discos rígidos, com hibernação de disco fora de operação e aviso de falha; Execução em tempo real (função pentaplex) de visualização ao vivo, gravação, reprodução, backup e acesso remoto via aplicativo cliente ou navegador Internet; Permitir programações de visualização na reprodução de imagens em tela cheia, multiplexada de 4 e 16 câmeras, com capacidade de processar e gravar imagens oriundas de cada um dos canais independentes; Permitir operação independente, "stand alone", ou seja, o DVR deve operar de forma autônoma e autossuficiente, unicamente com os recursos de hardware e software internos contidos em seu gabinete, com desempenho pleno e integral de suas funções. Exclui-se deste conceito os DVRs montados com base em PC, que utilizem sistemas operacionais comuns a microcomputadores convencionais, não originalmente desenvolvidos em fábrica para o fim único e específico de atuar como DVR monobloco; Permitir visualizar todos os sinais oriundos das dezesseis câmeras em tempo real, em tela cheia, sequenciamento, multiplexada em 4, 9 e 16 imagens, realizando pesquisa de imagens, simultaneamente, sem prejuízo ao processo de gravação programado e à transmissão de informações via rede de comunicação; Possuir aplicativo de conversão/exportação do formato proprietário do fabricante para mpeg4 ou AVI, com a gravação da data, hora e nome da câmera; Suportar condições ambientais de temperatura entre -10 e 55 graus centígrados e umidade relativa entre 10% a 90%(sem condensação), ensaiado conforme NBR IEC ;

17 3.32. Permitir operação contínua e automática dentro de programação estabelecida (07 dias por semana x 24 horas por dia) não assistida, ou seja, dispensando necessidade de operadores locais ou remotos em ações rotineiras, devendo possuir funções automáticas de autoteste e reativação automática em caso de paralisação do funcionamento por falta de energia, comunicação ou outras anormalidades temporárias que ocorram no aparelho ou nas instalações; O equipamento deve possuir suporte a SNMP de forma que seja possível o envio de notificações de alarme via rede; Deve possuir gravador de DVD com suporte no mínimo aos seguintes formatos: DVD-R/RW/DL, DVD+R/RW/DL e CD-R/RW; Cada equipamento deve vir com, no mínimo, 05 licenças de software de acesso remoto via rede LAN, sem a necessidade de licenças e que permita a operação e configuração completa, de acordo com os níveis de acesso definidas no DVR através das suas respectivas senhas; (Incluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) 4. Características mínimas da mesa controladora recursos (MCR) 4.1. Permitir controlar por meio de uma única mesa controladora todos os DVRs da solução proposta; 4.2. Permitir o controle um mesmo DVRs compartilhados com vários teclados; 4.3. Conexão com os DVRs por rede TCP/IP (RJ45); 4.4. Suporte à conexão RS485; 4.5. Suporte a operação PTZ utilizando controle (joystick); 4.6. Deve ser do mesmo fabricante do DVR utilizado na solução; 4.7. Suportar todas as operações passíveis de serem feitas através de teclas de função do painel frontal do DVR utilizado; 4.8. Possuir função de bloqueio de teclado; 4.9. Permitir conexão por meio de nível de usuário; Procedimentos de fácil utilização e operação pelo usuário através de menus exibidos na tela; Possuir teclas de controle de câmeras SPEED DOM e/ou PTZ. 5. Características mínimas de câmera vídeo tipo 01 (CVTP01) 5.1. Câmera de vídeo colorida tipo SPEED DOME; (alterado conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) 5.2. Compatível com DVR e MCR da solução proposta; 5.3. Zoom ótico de 36x; 5.4. Zoom digital de 12x; 5.5. Resolução horizontal de 530 linhas; 5.6. Função dia e noite (day & night); 5.7. Relação sinal/ruído maior que 50 db;

18 5.8. Proteção IP67; 5.9. Mesmo fabricante da solução do DVR e MCR; Porta RS485 para controle PTZ; Máscara de privacidade com capacidade mínima de 20 zonas programáveis; Mínimo de 60 posições de preset; Programação de no mínimo 08 tours, com cada um no mínimo 60 posições de preset; Controle automático de ganho; Compensação de luz de fundo; Peso líquido máximo de 5 kg; Consumo máximo total de 40 w; Pixel efetivo de 768(H) x 494 (V); Resolução horizontal de 530 TVL; Tempo de configuração entre presets variável de 5s a 120s; Função faixa dinâmica ampla; Iluminação mínima modo dia - colorido: 1,4 lx (F1.6, 1/60s) 0,1 lx (F1.6, 1/4s); Iluminação mínima modo noite: 0,01 lx (F1.6, 1/4s); Lente: f=3,4 mm (wide) a 122,4 mm (tele), F1.6 a F4.5; CCD Sony 1/4 EXview HAD ou de qualidade superior; Faixa de umidade de 10% a 90%; Velocidade do PAN: 0,1º/s a 120º/s; Velocidade do TILT: 0,1º/s a 90º/s; 6. Características mínimas de câmera vídeo tipo 02 (CVTP02) 6.1. Micro câmera colorida com suporte a funcionamento dia e noite; (alterado conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) 6.2. Sensor de imagem Sony 1/3 Super HAD II CCD ou de qualidade superior; 6.3. Resolução horizontal de 420 TVL; 6.4. Iluminação mínima (colorido): 0,3 lux/f2.0; 6.5. Iluminação mínima (P&B): 0,01 lux/f2.0; 6.6. Lente de 3,6 mm; 6.7. Relação sinal/ruído maior que 48 db; 6.8. Formato de vídeo NTSC; 6.9. Número de pixels efetivo de 510 (H) x 492 (V); Varredura 525 linhas/2:1 entrelaçado; (Excluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011)

19 6.11. Íris Eletrônica; (Excluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) Obturador eletrônico (auto) 1/60 a 1/ s; (Excluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) Temperatura de operação -10 C a 50 C; Peso máximo de 50g; 7. Características mínimas de câmera vídeo tipo 03 (CVTP03) 7.1. Câmera com infravermelho colorida com no mínimo 30m de alcance com lente varifocal ou de tecnologia superior; (alterado conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) 7.2. Sensor de imagem CCD Sony 1/3 Super Had ou de tecnologia superior; (alterado conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) 7.3. Sistema de varredura: 2:1 entrelaçado, 525 linhas / 60 campos / 30 quadros; 7.4. Formato do vídeo NTSC; 7.5. Pixels efetivos: 510 (H) x 492 (V); (Excluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) 7.6. Resolução horizontal de 420 TVL; 7.7. Relação sinal / ruído maior que 48 db; 7.8. Obturador eletrônico (automático): 1/60-1/ s; 7.9. Íris Eletrônica; Lente (com ajuste de zoom e foco manual): 1/3, varifocal de 2,8 a 12mm e montagem C/CS; (alterado conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) Distância de operação entre 5 a 30 m; Comprimento de onda LED IR de 850 nm; (Excluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) Drive LED IR: ON: 7 a 8 lx e OFF: 14 a 15 lx; (Excluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) MTBF LED IR de h; Sincronismo Interno; (Excluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) Compensação de luz de fundo; Controle automático de ganho; Funcionamento Day & Night Automático; Correção gama de 0.45; Iluminação mínima: Com LEDs IR desligados: 0.1 lx - F1.2; Com LEDs IR ligados: 0 lx - F Potência máxima 7W; Peso máximo 1,5 kg;

20 7.23. Grau de proteção IP66; Temperatura de operação de -10 C a 50 C; Umidade relativa de operação de 10% a 95%; 8. Características mínimas de câmera vídeo tipo 04 (CVTP04) 8.1. Câmera com infravermelho colorida com no mínimo 15m de alcance com lente varifocal ou de tecnologia superior; (alterado conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) 8.2. Sensor de imagem CCD Sony 1/3 Super Had ou de tecnologia superior; 8.3. Sistema de varredura: 2:1 entrelaçado, 525 linhas / 60 campos / 30 quadros; 8.4. Formato do vídeo NTSC; 8.5. Pixels efetivos: 510 (H) x 492 (V); (Excluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) 8.6. Resolução horizontal de 420 TVL; 8.7. Relação sinal / ruído maior que 48 db; 8.8. Obturador eletrônico (automático): 1/60-1/ s; 8.9. Íris Eletrônica; Lente Fixa: 4,3mm/F1.4; Distância de operação entre 10 a 15 m; Comprimento de onda LED IR de 850 nm; (Excluído conforme oficio 351/2011 de 25/03/2011) Drive LED IR: ON: 1 a 3 lx e OFF: 5 a 6 lx; MTBF LED IR de h; Sincronismo Interno; Compensação de luz de fundo; Controle automático de ganho; Funcionamento Day & Night Automático; Correção gama de 0.45; Iluminação mínima: Com LEDs IR desligados: 0.1 lx - F1.2; Com LEDs IR ligados: 0 lx - F Potência máxima 07 W; Peso máximo 500 g; Grau de proteção IP66; Temperatura de operação de -10 C a 50 C; Umidade relativa de operação de 10% a 95%;

1. DO OBJETO 2. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO

1. DO OBJETO 2. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL N.º 04/2011 O CONDOMÍNIO FIESC/SESI/SENAI, CNPJ n.º 78.873.015/0001-15, CNPJ, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, integrante do SISTEMA FIESC, com sede

Leia mais

1. DO OBJETO 2. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO

1. DO OBJETO 2. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL N.º 04/2011 O CONDOMÍNIO FIESC/SESI/SENAI, CNPJ n.º 78.873.015/0001-15, CNPJ, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, integrante do SISTEMA FIESC, com sede

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 054/2014. Termo de Referencia

ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 054/2014. Termo de Referencia ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 054/2014 Termo de Referencia 1. OBJETO Aquisição de equipamentos de sistema de segurança (circuito fechado DVR), sendo DVR, Câmeras e Fontes 2. Descrição Quantidade Equipamento

Leia mais

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES:

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES: EDITAL de LICITAÇÃO MODALIDADE: CARTA CONVITE N.º 17/2013 Data da abertura dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas Data limite para entrega dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

ANEXO V MINUTA DE CONTRATO CONTA BANCÁRIA REPRESENTANTE LEGAL MENSAL POR ( ) UNITÁRIO R$ DEMANDA INICIO: XX/XX/XXXX TÉRMINO: XX/XX/XXXX

ANEXO V MINUTA DE CONTRATO CONTA BANCÁRIA REPRESENTANTE LEGAL MENSAL POR ( ) UNITÁRIO R$ DEMANDA INICIO: XX/XX/XXXX TÉRMINO: XX/XX/XXXX ANEXO V MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO Nº REF EDITAL Nº DATA PP217/2014 QUADRO 1 - CONTRATADA NOME END. SEDE CNPJ CONTA BANCÁRIA REPRESENTANTE LEGAL E-MAIL CPF QUADRO 2 -

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CONVITE Nº 001/2006 PROCESSO Nº 001/2006

CÂMARA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CONVITE Nº 001/2006 PROCESSO Nº 001/2006 CÂMARA MUNICIPAL DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE ESTADO DO ESPÍRITO SANTO LICITAÇÃO N 001/2006 MODALIDADE: EDITAL DE CONVITE CONVITE Nº 001/2006 PROCESSO Nº 001/2006 Expedição: 01/09/2006 Abertura: dia 20/09/2006

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 018/2014 COMPRA DIRETA POR DISPENSA DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 011/2014

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 018/2014 COMPRA DIRETA POR DISPENSA DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 011/2014 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 018/2014 COMPRA DIRETA POR DISPENSA DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 011/2014 1. DA LICITAÇÃO O Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Paranaguá, PARANAGUÁ PREVIDÊNCIA, por

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls. Convite nº 081/2007 Fls. 1 CARTA CONVITE Processo nº 11784/05 Convite nº 081/2007 Entrega Envelopes até o dia: 15 de junho de 2007, às 14h00. Abertura Envelopes dia: 15 de junho de 2007, às 14h30. A COMISSÃO

Leia mais

Gravador digital de vídeo (DVR) de 8 canais Stand Alone

Gravador digital de vídeo (DVR) de 8 canais Stand Alone Gravador digital de vídeo (DVR) de 8 canais Stand Alone VX-8CH-240C-H 8 Canais de Vídeos e 1 Canal de Audio Suporta 1 (um) Disco Rígido (HD SATA) Compressão de Vídeo H.264 Integração com PTZ Hexaplex -

Leia mais

Gravador digital de vídeo (DVR) de 16 canais Stand Alone

Gravador digital de vídeo (DVR) de 16 canais Stand Alone Gravador digital de vídeo (DVR) de 16 canais Stand Alone VX-16CH-C-H 16 Canais de Vídeos e 1 Canal de Audio Suporta 1 Disco Rígido (HD SATA) Compressão de Vídeo H.264 480 FPS (Frames por Segundo) Integração

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL PROCESSO Nº 01550.000345/2009-46. PREGÃO Nº 26/2009. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 1/2010. A FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA, pessoa jurídica de direito público vinculada a Ministério da Cultura, com sede

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG)

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 O Município de Vale do Sol, RS, através do Prefeito Municipal. Sr. Clécio Halmenschlager, comunica aos interessados que está procedendo ao CREDENCIAMENTO de pessoas

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 Encerramento: às 17:00 horas do dia 30 de setembro de 2014 Abertura dos Envelopes: às 8:00 horas do dia 01 de outubro de 2014 A SANTA CASA DE

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA CARTA CONVITE N 005/2015 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SANTA CATARINA - SENAR-AR/SC Edital de Convite nº. 005/2015 1 - Preâmbulo 1.1 - O Serviço Nacional de Aprendizagem

Leia mais

Prefeitura Municipal de Ibirataia Estado da Bahia

Prefeitura Municipal de Ibirataia Estado da Bahia ATA DE REGISTRO DE PREÇO Modalidade de Licitação PREGÃO PRESENCIAL POR REGISTRO DE PREÇOS Número 017/2015 Aos seis dias do mês de novembro de 2015, presentes de um lado o MUNICÍPIO DE IBIRATAIA, neste

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS) CARTA CONVITE Nº: 008/2013. São Paulo, 04 de junho de 2.013. Processo n.º 042-05/2013 Tipo: MENOR PREÇO Firma: A/C: E-mail: Convidamos a referida empresa a apresentar proposta para atendimento do objeto

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

EMPRESA MUNICIPAL DE OBRAS E URBANIZAÇÃO

EMPRESA MUNICIPAL DE OBRAS E URBANIZAÇÃO 1 FUNDAMENTAÇÃO Este Manual contem regras para Cadastramento com fins de Licitação, nos termos da Lei 8.666/93 e alterações posteriores. e está disponível no site www.aracaju.se.gov.br/emurb. REGRAS PARA

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015. Objeto

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015. Objeto EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015 O Município de Benjamin Constant do Sul - RS, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, torna público para conhecimento dos interessados a

Leia mais

CONTRATO Nº 04/2015 CLÁUSULA I DO OBJETO

CONTRATO Nº 04/2015 CLÁUSULA I DO OBJETO CONTRATO Nº 04/2015 Pelo presente instrumento particular, de um lado a Câmara Municipal de Itajubá, com sede na Praça Amélia Braga, 45, centro, inscrita no CNPJ sob o nº 00.993.308/0001-85, neste ato representada

Leia mais

DAS CARACTERÍSTICAS MÍNIMAS

DAS CARACTERÍSTICAS MÍNIMAS TERMO DE REFERÊNCIA DO OBJETO Contratação de empresa especializada para elaboração de projeto, fornecimento de materiais e instalação de Circuito Fechado de TV (CFTV) para o Museu da Língua Portuguesa.

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES PROCESSO LICITATÓRIO Nº 003/2016 TOMADA DE PREÇO Nº 003/2016 Aldoir Godois Vezaro, Prefeito Municipal de São Pedro das Missões RS, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei nº 8.666,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade...: Tomada de Preços Número...: 008/2014 Número da Modalidade: 003/2014 Data de Abertura da Licitação...: 20/02/2014 Data de Abertura das Propostas..: 14/03/2014 Horário...:

Leia mais

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DE SANTA CATARINA, autarquia federal de fiscalização profissional regida pela Lei n 12.378, de 31 de dezembro

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE INTERESSADOS NA OPERAÇÃO E GESTÃO

Leia mais

L I C I T A Ç Ã O: Convite: Compras e outros serviços, N.º 4/2014 Menor preço POR ITEM

L I C I T A Ç Ã O: Convite: Compras e outros serviços, N.º 4/2014 Menor preço POR ITEM Serviço Autônomo Municipal de Saneamento Básico SAMAE Travessa Theodoro Junctum, 124 - Bairro Centro RIO NEGRINHO - SC - Santa Catarina 85.908.309/0001-37 89.295-000 L I C I T A Ç Ã O: Convite: Compras

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE ITATIBA DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE ITATIBA DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013 EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 003/2013 O Município de Itatiba do Sul, Estado do Rio Grande do Sul, torna público para o conhecimento dos interessados, que em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93

Leia mais

CARTA CONVITE 16/2015 FUnC AQUISIÇÃO EQUIPAMENTOS REDE INTERNET WIRELESS

CARTA CONVITE 16/2015 FUnC AQUISIÇÃO EQUIPAMENTOS REDE INTERNET WIRELESS 1 CARTA CONVITE 16/2015 FUnC AQUISIÇÃO EQUIPAMENTOS REDE INTERNET WIRELESS 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC.

CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC. 1 CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC. 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras,

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL EDITAL DE LICITAÇÃO nº 002/2012 TOMADA DE PREÇOS PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS E PRESTAÇÕES DE CONTAS NA GESTÃO DE PROJETOS A CBHb, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada

Leia mais

Superintendência de Gestão Orçamentária e Compras Comissão Permanente de Licitação ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 014/2011

Superintendência de Gestão Orçamentária e Compras Comissão Permanente de Licitação ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 014/2011 1 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 014/2011 EDITAL DE LICITAÇÃO N.º 048/2011 MODALIDADE DE PREGÃO PRESENCIAL PROCESSO N.º 2011.0000.4871 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES Aos 21 (vinte e um) dias do mês de junho

Leia mais

CONVITE N.º 003-001/2013-CV

CONVITE N.º 003-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 003-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de fornecimento de alimentação no município de Santarém/Pará. A TERRA DE DIREITOS, entidade

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com. 1/7 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.br) INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS A Supervisão de Suprimentos é a responsável pelo cadastramento dos fornecedores, bem como pela renovação cadastral

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitação e Compras

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitação e Compras MINUTA Fls. 1 PROCESSO - nº 502/07 Aos dias do mês de do ano de dois mil e sete, na sede da Prefeitura Municipal de Franca, localizada na Rua Frederico Moura nº 1517, neste município de Franca, compareceram

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO nº 001/2009

ATA DE REGISTRO DE PREÇO nº 001/2009 ATA DE REGISTRO DE PREÇO nº 001/2009 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA OS SERVIÇOS DE CONFECÇÃO DE CARIMBOS, CONFORME PROCESSO LICITATÓRIO Nº 2008.0701.000825, PREGÃO PRESENCIAL Nº052/2008. Aos 02 dias

Leia mais

CNPJ: 25.466.087/0001-18 ATO CONVOCATÓRIO EDITAL DE CONCORRÊNCIA ESPECIAL Nº PCGV 2011030011

CNPJ: 25.466.087/0001-18 ATO CONVOCATÓRIO EDITAL DE CONCORRÊNCIA ESPECIAL Nº PCGV 2011030011 ATO CONVOCATÓRIO EDITAL DE CONCORRÊNCIA ESPECIAL Nº PCGV 2011030011 1 PREÂMBULO. O INSTITUTO DE COOPERAÇÃO E EDUCAÇÃO AO DESENVOLVIMENTO (INCED) é instituição qualificada como Organização da Sociedade

Leia mais

CONVITE: 003 /08 DE 19 DEFEVEREIRO DE 2008 ENCERRAMENTO e ABERTURA: - 06 DE MARÇO DE 2008-10:00 h

CONVITE: 003 /08 DE 19 DEFEVEREIRO DE 2008 ENCERRAMENTO e ABERTURA: - 06 DE MARÇO DE 2008-10:00 h CONVITE: 003 /08 DE 19 DEFEVEREIRO DE 2008 ENCERRAMENTO e ABERTURA: - 06 DE MARÇO DE 2008-10:00 h 1.0.OBJETO 1.1 Contratação de Empresa Especializada para Locação, Implantação, Treinamento de Pessoal e

Leia mais

CONVITE Nº 0002/2011 OBJETO: AQUISIÇÃO DE TINTAS DATA DA REALIZAÇÃO: 31/01/11 HORA: 11:00 HORAS

CONVITE Nº 0002/2011 OBJETO: AQUISIÇÃO DE TINTAS DATA DA REALIZAÇÃO: 31/01/11 HORA: 11:00 HORAS AVISO CONVITE Nº 0002/2011 OBJETO: AQUISIÇÃO DE TINTAS DATA DA REALIZAÇÃO: 31/01/11 HORA: 11:00 HORAS LOCAL: RUA VISC. DE SEPETIBA, 987 11ºANDAR NITERÓI- RJ. 1/6 A FIRMA: ENDEREÇO: Prezados Senhores, CONVITE

Leia mais

CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional

CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional 1 CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Processo...: 8/2015 Modalidade.: Convite Número...: 6/2015

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

Câmara Municipal de Itatiba

Câmara Municipal de Itatiba DOCUMENTOS PARA EFETUAR CADASTRO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES Razão Social: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual:

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

10/2011 750364/2010 SDH/PR

10/2011 750364/2010 SDH/PR Cotação Prévia de Preço n 10/2011 Convênio nº 750364/2010 SDH/PR Projeto: Desenvolver processos de educação popular, visando a garantia dos direitos humanos e fortalecimento da cidadania, na perspectiva

Leia mais

1. DO OBJETO 2. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO

1. DO OBJETO 2. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL N.º 14/2011 A FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA FIESC, CNPJ n.º 83.873.877/0001-14, o CENTRO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA FIESC, CNPJ n.º 83.931.113/0001-38

Leia mais

ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES)

ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES) ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES) REFORMA DAS INSTALAÇÕES DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO DO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS DO ABRIGO DO

Leia mais

4.1. 15 (quinze) dias após a entrega do equipamento e aceite da respectiva nota Fiscal pelo CONTRATANTE;

4.1. 15 (quinze) dias após a entrega do equipamento e aceite da respectiva nota Fiscal pelo CONTRATANTE; TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A LOCAÇÃO DE GERADOR JUSTIFICATIVA PARA CONTRATAÇÃO DO SERVIÇO A realização dos eventos RECGASTRÔ Food Truck no Parque e Mercado do Artesão, ambos no Parque Santana, situado

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. Regime

Leia mais

Ilustração 1: Secretaria de Desenvolvimento Agrário Centrais de Abastecimento do Ceará S/A CEASA

Ilustração 1: Secretaria de Desenvolvimento Agrário Centrais de Abastecimento do Ceará S/A CEASA PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28088, DE 10 /01/ 2006. TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº2011 085 DE 29/09/2011. Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ. CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ. CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 1 SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ 1. DA CONVOCAÇÃO: CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO

Leia mais

Conselho Regional de Odontologia do Paraná

Conselho Regional de Odontologia do Paraná EDITAL PARA CREDENCIAMENTO DE EMPRESA PARA GERENCIAMENTO DE PAGAMENTO ELETRONICO CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 002/2014 1. DA CONVOCAÇÃO O CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO PARANÁ, no uso de suas atribuições

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009 A Superintendência de Seguros Privados - SUSEP realizará, às 15 horas do dia 16 de julho de 2009, licitação na modalidade PREGÃO ELETRÔNICO, tipo MENOR PREÇO, conforme autorização da Senhora Chefe do DEAFI,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 77/2013 PROCESSO N 3418-09.00/13-1 AJDG Nº 135/13 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo do

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 018/2014. para o Museu da Imigração.

CARTA CONVITE Nº 018/2014. para o Museu da Imigração. São Paulo, 20 de março de 2014. CARTA CONVITE Nº 018/2014 Fornecimento de equipamentos em comodato e instalação de Circuito Fechado de TV (CFTV) para o Museu da Imigração. A, Organização Social gestora

Leia mais

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150067 TIPO: MENOR PREÇO A FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea"

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea" EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PREÂMBULO A Fundação Bienal de São Paulo convoca interessados

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 008/2006

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 008/2006 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 008/2006 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 008/2006 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DA PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 23/10/2006,

Leia mais

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO Data: A partir do dia 22/06/2011 Local: FAPEU SETOR DE LICITAÇÃO (Campus Universitário s/nº, Trindade,

Leia mais

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO Instrumento Particular de Contrato referente ao PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG, que entre si fazem o Serviço Social do Comércio

Leia mais

EDITAL LEILÃO Nº 001/2010

EDITAL LEILÃO Nº 001/2010 EDITAL LEILÃO Nº 001/2010 1. CONSELHO REGIONAL DE QUÍMICA IX REGIÃO O Conselho Regional de Química IX Região inscrito no CNPJ sob o nº 76.471.358/0001-64, torna público aos interessados que, no dia 01

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 277/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O MUNICÍPIO DE GUAPORÉ E A EMPRESA CORES ARTE GRÁFICA LTDA

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 277/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O MUNICÍPIO DE GUAPORÉ E A EMPRESA CORES ARTE GRÁFICA LTDA 1 CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 277/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O E A EMPRESA CORES ARTE GRÁFICA LTDA O, Pessoa Jurídica de Direito Público Interno, sita a Av. Silvio Sanson, 1135, Guaporé-RS, CNPJ nº

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071, confirmando a retirada deste edital pela internet.

Leia mais

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150062 TIPO: MENOR PREÇO

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150062 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150062 TIPO: MENOR PREÇO A FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 10/2014, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 794450/2013

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 10/2014, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 794450/2013 TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 10/2014, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 794450/2013 O Instituto Tribos Jovens, associação civil sem fins lucrativos, com sede em Porto Seguro/BA, na Rua Saldanha

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

Especificação técnica do Software de Gerenciamento de Vídeo

Especificação técnica do Software de Gerenciamento de Vídeo Especificação técnica do Software de Gerenciamento de Vídeo 1. Esta Especificação destina-se a orientar as linhas gerais para o fornecimento de equipamentos. Devido às especificidades de cada central e

Leia mais

COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 005/2015

COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 005/2015 Tipo: Menor preço COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 005/2015 A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DO DESPORTO UNIVERSITÁRIO - CBDU, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita sob o CNPJ nº 42.467.787/0001-46, com sede

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 002/2013 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 193/2012 Órgão Processo SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA 2012007522 Modalidade Nº Data Tipo PREGAO ELETRONICO 193/2012 18/07/2012 MENOR PREÇO POR

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 811/2013 FIESC / CIESC / SESI / SENAI/ IEL

EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 811/2013 FIESC / CIESC / SESI / SENAI/ IEL EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 811/2013 FIESC / CIESC / SESI / SENAI/ IEL a FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA FIESC, CNPJ nº 83.873.877/0001-14; o CENTRO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação Edital de Licitação Modalidade.:Tomada de Preço Numero...:0002/15 DATA DA ABERTURA DA LICITAÇÃO: 13/01/2015 DATA ABERTURA DAS PROPOSTAS..: 30/01/2015 HORARIO...: 09:00 Fornecedor.: Endereço...: CGCMF...:

Leia mais

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300.

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução s de armazenamento (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução de armazenamento do

Leia mais

Comunicado Cetip n 007/2015 16 de janeiro de 2015

Comunicado Cetip n 007/2015 16 de janeiro de 2015 Comunicado Cetip n 007/2015 16 de janeiro de 2015 Assunto: Leilão de Alienação de Direitos Sobre Créditos Acumulados de ICMS Módulo de Negociação por Leilão Cetip Net Plataforma Eletrônica. O diretor-presidente

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

NORMA SOBRE REGISTRO DE INTENÇÃO DE DOAÇÃO A INSTITUIÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA, UTILIZANDO SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES

NORMA SOBRE REGISTRO DE INTENÇÃO DE DOAÇÃO A INSTITUIÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA, UTILIZANDO SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES NORMA SOBRE REGISTRO DE INTENÇÃO DE DOAÇÃO A INSTITUIÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA, UTILIZANDO SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES 1 - DO OBJETIVO 1.1. Esta Norma tem por objetivo estabelecer condições para prestação

Leia mais

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 1. INTRODUÇÃO: 1.1 O CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da Pregoeira Angela Ferraz Jaeger, torna público,

Leia mais

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL Curso de Licitação. Pregão Presencial e Pregão Eletrônico Professor: Antônio Noronha Os 3 Caminhos Possíveis para Aquisição/ Serviços, etc... Licitação; Dispensa de Licitação; Inexigibilidade de Licitação.

Leia mais

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 1. PREÂMBULO O CEADEC - Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento,

Leia mais

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV Control Teleinformática Ltda SRTV/Sul Qd. 701 Conj. L Bloco 1, 38 Sobreloja sala 24 Pag. 1 de 10 Brasília, setembro

Leia mais