Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC"

Transcrição

1 Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC 01) APRESENTAÇÃO 02) BOLSA DE ESTUDO - O QUE É? 03) ADMINISTRAÇÃO DO BENEFÍCIO 04) REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO 05) CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E CLASSIFICAÇÃO 06) COMO SE CANDIDATAR 07) COMO PREENCHER O FORMULÁRIO ELETRÔNICO E COMPROVAR AS INFORMAÇÕES RELATIVAS: - Aos integrantes do grupo familiar - À renda bruta mensal - Aos gastos com moradia - Às despesas com tratamento contínuo de saúde - Aos integrantes matriculados em instituições de ensino superior pagas - Aos integrantes matriculados em instituições de ensino superior gratuitas - Às situações especiais 08) DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS 09) EXCLUSÃO DO BENEFÍCIO 10) RENOVAÇÃO DO PEDIDO DE BOLSA DE ESTUDO 11) INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES 12) DENÚNCIAS 1) APRESENTAÇÃO Este Manual destina-se a explicar o benefício de bolsa de estudo de graduação e da ESMESC e orientar os servidores sobre a forma correta de utilização. Apresenta indicações sobre todos os procedimentos, requisitos para a inscrição, critérios de seleção, formulários de inscrição, procedimentos para renovação, dentre outras questões. 2) BOLSA DE ESTUDO - O QUE É? É um auxílio financeiro, junto ao Programa de Capacitação e Qualificação dos Servidores do Poder Judiciário de Santa Catarina, concedido aos servidores efetivos dos quadros de pessoal do Tribunal de Justiça e da Justiça de Primeiro Grau, para custear parte das mensalidades dos cursos de graduação e para curso de preparação para ingresso na Magistratura, promovido pela escola Superior da Magistratura do Estado de SC.

2 Com relação aos cursos de graduação, o programa beneficia servidores que estejam matriculados nos cursos de Administração, Arquitetura, Ciências Contábeis, Ciência da Computação, Direito, Economia, Enfermagem, Engenharia, Letras - Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, Psicologia, Serviço Social e Sistemas de Informação. Nas áreas de Administração e Engenharia, os cursos deverão estar correlacionados com as atividades do Poder Judiciário catarinense. A Bolsa de estudo é disciplinada pela Resolução n. 20/2007 e pela Instrução Normativa n. 1/2007 -DGA, alterada pela Instrução Normativa n. 1/09-DGA. Para os cursos de graduação são concedidas, atualmente, 345 (trezentos e quarenta e cinco) vagas para os servidores do Tribunal de Justiça e da Justiça de Primeiro Grau. Para o curso da Escola Superior da Magistratura, são destinadas 55 (cinco) vagas. O valor do auxílio é fixado semestralmente pelo Presidente do Tribunal de Justiça, não podendo ser inferior a 50% (cinqüenta por cento) e superior a 70% (setenta por cento) do valor da mensalidade paga regularmente pelo beneficiário. O beneficiário terá lançado em folha de pagamento o valor ressarcido pelo Tribunal, sendo que deverá comprovar a quitação da mensalidade encaminhando cópia autenticada do documento, exceto via fax, até o primeiro dia útil do mês subseqüente ao pagamento, sob pena de suspensão do benefício para o mês seguinte. Havendo reincidência (não entrega dos documentos no prazo estabelecido), o benefício será cancelado, sendo que os valores já pagos deverão ser restituídos ao TJ. O auxílio será mantido durante o período de tempo previsto para a conclusão regular dos cursos, desde que o servidor renove semestralmente a pretensão, no prazo estabelecido em edital. Os procedimentos para renovação, por meio eletrônico, estão descritas no item 10. Após a conclusão do curso, o servidor beneficiado deverá permanecer no Poder Judiciário de Santa Catarina por período de tempo idêntico ao que foi beneficiado, sob pena de responder pela imediata restituição do investimento, em parcela única, atualizada monetariamente. 3) ADMINISTRAÇÃO DO BENEFÍCIO A coordenação do Programa de Capacitação e Qualificação dos Servidores é de responsabilidade da Direção-Geral Administrativa do Tribunal de Justiça, a quem

3 cabe expedir as instruções que se fizerem necessárias para a administração do benefício. A execução e administração do programa está afeta à Diretoria de Recursos Humanos/Divisão de Remuneração e Benefícios/Seção de Benefícios (fones e ) REQUISITOS PARA A INSCRIÇÃO A inscrição à Bolsa de Estudo depende do atendimento aos seguintes requisitos: - estar matriculado nos cursos de Administração, Arquitetura, Ciências Contábeis, Ciência da Computação, Direito, Economia, Enfermagem, Engenharia, Letras - Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, Psicologia, Serviço Social, Sistemas de Informação ou na Escola Superior da Magistratura do Estado de SC; - estar quite com o pagamento das mensalidades; - não ter sofrido punição administrativa com pena de suspensão ou de destituição de cargo de confiança nos últimos dois anos; - não estar no gozo de licença para tratamento de assuntos particulares; - não estar à disposição de outros órgãos; - Ter completado 50% (cinqüenta por cento) do estágio probatório até o último dia de inscrição constante do edital, com avaliação mínima exigida para permanência no cargo, considerando-se a última avaliação realizada. Os servidores com graduação completa nos cursos relacionados no item 2 somente poderão usufruir do benefício para um novo curso, desde que remanesçam vagas entre aqueles que ainda não possuem tal qualificação. Os servidores que possuam graduação nos cursos não relacionados no item 2 concorrem às vagas como se fosse primeira graduação. O servidor que já recebe o benefício de bolsa de graduação de qualquer esfera do serviço público (municipal, estadual ou federal) deverá fazer opção por um deles. 5) CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E CLASSIFICAÇÃO O processo seletivo, sob a responsabilidade da comissão já mencionada, será efetuado mediante os seguintes critérios: I 50% (cinqüenta por cento) das vagas oferecidas no semestre serão preenchidas com base nos seguintes critérios: a) 3 (três) pontos para cada promoção por desempenho funcional, nos termos do art. 11, da Resolução n. 11/2001 GP; b) 1 (um) ponto para cada ano completo (365 dias) de tempo de serviço prestado

4 ao Poder Judiciário catarinense; c) 1 (um) ponto para cada fase curricular integralmente concluída no curso em que está matriculado; d) avaliação socioeconômica, em caso de empate. II 50% (cinqüenta por cento) das vagas oferecidas no semestre serão preenchidas com base nos critérios socioeconômicos descritos em instrução normativa instituída pela Direção-Geral Administrativa. 1º Na ocorrência de número ímpar de vagas, o maior percentual será preenchido com base nos critérios definidos no item I deste artigo. 2º Caso o servidor fique classificado tanto no item I como no item II deste artigo, será automaticamente incluído como beneficiário no item I. 3º Os servidores com graduação completa somente poderão aproveitar a bolsa de estudo a que se refere esta Resolução para um novo curso desde que remanesçam vagas entre aqueles que ainda não possuem tal qualificação. Para a avaliação socioeconômica alguns aspectos serão considerados: número de integrantes do grupo familiar; renda mensal bruta familiar; gastos com moradia (aluguel e/ou financiamento) do grupo familiar; gastos contínuos com tratamento de saúde do grupo familiar; número de integrantes do grupo familiar que estejam cursando graduação em instituição de ensino superior, considerando as pagas e as gratuitas; situações de grande impacto que interfiram diretamente na dinâmica familiar, não apenas no aspecto econômico, e que não estejam contempladas nos critérios anteriores. Essas informações, inseridas pelo candidato no campo próprio do formulário eletrônico, conduzirão à fórmula matemática abaixo descrita:

5 onde, PONT = pontuação R = renda total bruta familiar M = gastos com moradia S = gastos com tratamento contínuo de saúde up = número de integrantes do grupo familiar que cursam instituição de ensino paga 380 = valor de referência ug = número de integrantes do grupo familiar que cursam instituição de ensino gratuita 180 = valor de referência RED = redutor (1 aluno=0,40; 2 alunos=0,45 e 3 alunos ou mais=0,50) GF = número de integrantes do grupo familiar SE = situações especiais (utilizar 1,5 para cada situação assinalada) SM = salário mínimo atual 100 = multiplicador A partir da utilização dessa fórmula será gerada uma pontuação para cada candidato inscrito. Da menor pontuação para a maior estabelece-se, em ordem crescente, a classificação na avaliação socioeconômica. 6) COMO SE CANDIDATAR Nos meses de fevereiro e julho de cada ano, por ato da Direção-Geral Administrativa, será aberto edital, pelo prazo de 15(quinze) dias, para inscrição ao auxílio de Bolsa de Estudo. Os requerimentos de inscrição, disponíveis na Intranet em formulário eletrônico, deverão ser protocolizados na Secretaria do Foro de qualquer comarca do Estado, por meio de protocolo judicial, ou na Seção de Protocolo do Tribunal de Justiça, no prazo estabelecido no respectivo edital. Não serão aceitas inscrições por correio eletrônico, fac-símile e telex. Deverão acompanhar o requerimento os seguintes documentos: Documentos para inscrição:

6 1. Comprovante de matrícula, firmado pela instituição de ensino, que contenha a fase que o servidor irá cursar 2. Declaração ou qualquer documentação que comprove que o estudante está quites com as mensalidades de seu curso; 3. Em se tratando de inscrição para a Esmesc, juntar ainda cópia do diploma do curso de Direito; 4 Documentos que comprovem a situação socioeconômica. 7) COMO PREENCHER O FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO E COMPROVAR INFORMAÇÕES SOBRE A SITUAÇÃO SOCIOECONÔMICA O preenchimento correto do formulário eletrônico, em todos os campos, é imprescindível para que a inscrição seja aceita. Assim, é indispensável ter em mãos os documentos que comprovem cada situação, os quais deverão ser apresentados quando solicitados. A não-apresentação da documentação completa no ato de inscrição, a divergência entre os dados declarados no formulário e os constantes na documentação ou a comprovada falsidade nas informações prestadas podem excluir o servidor do processo seletivo ou suspender imediatamente o benefício. No campo da avaliação socioeconômica é conveniente observar cada uma das perguntas: Pergunta n. 1: Quantas pessoas compõem seu grupo familiar? Sendo o grupo familiar caracterizado pela interdependência econômica, e não pelo parentesco, informar o número de pessoas, incluindo você, que contribuam ou dependam da renda mensal do grupo familiar, mesmo que não sejam parentes. Considerar as pessoas que trabalham e as que não exercem atividade remunerada. Desconsiderar apenas as que não mais convivem no grupo familiar. * A comprovação é a cópia da CI, CPF ou certidão de nascimento de todos os integrantes do grupo familiar.

7 Pergunta n. 2: Há no seu grupo familiar alguma(s) desta(s) situação(ões)? a) Portador de necessidades especiais (comprometimento físico)? b) Portador de transtornos mentais e comportamentais (dependências químicas, jogo, furto)? c) Falecimento/desemprego de mantenedor(a) do grupo familiar? d) Intervenção cirúrgica de alto custo recente? e) Despesas recentes com sepultamento? f) Vítima de calamidade recente com perda significativa de patrimônio? Ainda que não impliquem em gastos contínuos, a existência de alguma das situações descritas acima interfere na dinâmica familiar. * Para comprovar os itens "a" e "b": atestado médico ou psicológico, constando o Código Internacional da Doença (CID); para o item "c": atestado de óbito ou comprovante de desemprego do mantenedor da família; para o item "d": recibo de pagamento da cirurgia; para o item "e": recibo de pagamento das despesas com funeral; para o item "f": comprovante da Defesa Civil ou da Prefeitura Municipal confirmando o fato. Pergunta n. 3: Qual a renda bruta mensal do seu grupo familiar? Indicar a renda resultante da soma de todos os ganhos dos integrantes. Considerar o valor integral dos salários fixos, aposentadorias, ganhos variáveis de prestação de serviços, trabalhos autônomos, atividades rurais, ajuda de familiares, rendimentos de aluguéis. Desconsiderar recebimento de valores a título de férias, 13º salário, horas extras e pensão alimentícia. * A comprovação dar-se-á mediante a apresentação da declaração completa de

8 imposto de renda de pessoa física de todos os integrantes do grupo familiar com renda mensal superior ao valor limite isento de imposto de renda, sendo que atualmente o valor importa em R$ 1.057,51. Nos casos de: - Pagamento, por membro do grupo familiar, de pensão alimentícia: comprovante da decisão judicial que determinou o pagamento, quando este não for descontado em folha de pagamento; - Desemprego de algum membro da família: apresentar comprovante de segurodesemprego, se o estiver recebendo; - Algum membro do grupo familiar ser trabalhador assalariado: contracheque atualizado; - Algum membro do grupo familiar ser trabalhador autônomo, profissional liberal, prestador de ser viço ou sócio-proprietário de empresa: apresentar DECORE - Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos, constando pró-labore e retirada de lucros dos três últimos meses, numerada e assinada por contador inscrito no Conselho Regional de Contabilidade ou declaração de rendimento dos três últimos meses, assinada e datada pelo próprio declarante, e Certidão Negativa de Débito Estadual e/ou Municipal; - Algum membro ser aposentado ou pensionista: último comprovante de recebimento de aposentadoria ou pensão; - Algum membro ser produtor rural: declaração de rendimentos do próprio produtor ou do sindicato dos trabalhadores rurais, constando a principal atividade e a remuneração média mensal; - Algum membro ser estagiário ou bolsista: contrato de estágio ou de bolsa de trabalho; - Algum membro do grupo familiar que tenha rendimentos provenientes de aluguel de imóveis: cópia do contrato de locação ou declaração original do locatário, constando em ambos o valor mensal; - Algum membro estar incluído em outras situações (comissões por vendas, "bicos", auxílio de parentes ou amigos por exemplo): declaração assinada por quem paga as comissões ou quem presta o auxílio financeiro.

9 Pergunta n. 4: Se você e seu grupo familiar possui(em) gastos com aluguel residencial ou financiamento de moradia, indique o valor mensal. Indicar apenas gastos com aluguel ou financiamento. Não incluir despesas com condomínio, IPTU, energia, água, telefone, nem aluguéis ou financiamentos de imóveis de lazer (casas e apartamento de praia ou campo). * Nos casos de locação residencial, a documentação comprobatória inclui último recibo de pagamento de aluguel ou respectivo contrato constando o valor mensal. Nos casos de financiamento de casa ou apartamento: recibo da última parcela paga. Pergunta n. 5: Se no seu grupo familiar há despesas com doença crônica ou tratamento contínuo de saúde, indique o valor mensal. Indicar o valor mensal de despesas com tratamento de saúde no grupo familiar, incluindo medicação, manutenção de aparelhos (ortodônticos, próteses mecânicas etc.) e terapias contínuas (psicologia, fonoaudiologia, fisioterapia, acupuntura etc.). Não considerar despesas com pagamento de plano de saúde. * A comprovação dar-se-á mediante atestado ou declaração firmada pelo profissional assistente confirmando o diagnóstico ou tratamento, receituário legível indicando a medicação ou aparelho prescrito e recibos de pagamento das despesas mencionadas. Pergunta n. 6: Incluindo você, quantos integrantes do seu grupo familiar cursam graduação em universidade paga? Não considerar despesas com ensino fundamental, médio ou pós-graduação. * Apresentar comprovante de pagamento da matrícula. Pergunta n. 7: Quantos integrantes do seu grupo familiar cursam graduação em universidade gratuita? Incluir o número total de pessoas nessa situação. * Apresentar comprovante de pagamento da matrícula.

10 8) DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS A relação dos servidores selecionados para o programa de Bolsa de Estudo será disponibilizada na Intranet, por ato da Comissão, na ordem decrescente da classificação. 9) EXCLUSÃO DO BENEFÍCIO São causas que cessam automaticamente o benefício: I - não conclusão do curso no período de tempo previsto para o seu término regular, salvo motivo justificado; II - punição administrativa com pena de suspensão ou de destituição de cargo de confiança; III - punição administrativa com pena de demissão; IV - desistência, mesmo que temporária, freqüência insuficiente ou reprovação por motivo de falta injustificada; V - concessão de licença para tratamento de interesses particulares ou transferência, à disposição, para outro órgão; VI - aposentadoria, disponibilidade ou exoneração; VII - comprovada falsidade nas informações prestadas no ato de inscrição; VIII - não renovação do pedido nos termos do edital de inscrição; IX - não comprovação do pagamento das mensalidades até o primeiro dia útil do mês subseqüente à quitação. Além da exclusão, as situações previstas nos itens III a VII obrigam o servidor beneficiário a ressarcir ao erário, de uma só vez, o montante despendido pelo Poder Judiciário de SC, com incidência de correção monetária, exceto na hipótese de aposentadoria por invalidez. Na situação prevista no item VII, o servidor estará sujeito ainda às demais cominações legais. Havendo vagas remanescentes, decorrentes da inclusão de algum servidor nos

11 itens acima descritos, estas serão preenchidas observando-se a ordem classificatória do processo de seleção do semestre; 10) RENOVAÇÃO DO PEDIDO DE BOLSA DE ESTUDO O servidor beneficiado com Bolsa de Estudo deverá renovar o pedido, semestralmente, por meio eletrônico. Para tanto deverá, no período determinado em edital, acessar o site do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (www.tj.sc.gov.br) através da opção Restrito e fazer a renovação por intermédio dos links disponíveis. Durante esta etapa poderão ser atualizados: endereço residencial, , telefone e valor da mensalidade. Após o envio da renovação pelo sistema eletrônico, o servidor deverá imprimir o comprovante de renovação e encaminhá-lo, juntamente com o comprovante de matrícula no semestre e o comprovante de que não reprovou por freqüência no semestre anterior, à Seção de Benefícios, dentro do prazo estabelecido por edital, para que a renovação seja confirmada. IMPORTANTE: - Somente terão acesso ao procedimento os servidores que já recebem bolsa de estudo e que necessitem renovar o pedido; - O acesso poderá ser feito de qualquer computador com acesso à Internet; - O procedimento estará disponível apenas no prazo informado em edital; - Não será aceita outra forma de renovação que não a descrita acima. Portanto, caso o servidor não utilize o procedimento referido, no prazo correto, perderá automaticamente sua condição de beneficiário; - Caso a renovação pelo meio eletrônico seja feita e os documentos (comprovante emitido pelo sistema + comprovante de matrícula no semestre + comprovante de que não houve reprovação por freqüência no semestre anterior) não sejam encaminhados no prazo informado, a renovação não será efetivada. 11) INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Estando o servidor com matrícula devidamente comprovada em instituição de ensino superior, fica dispensada a apresentação do Histórico Escolar de Segundo Grau no ato da inscrição. -Os servidores beneficiados no Programa de Bolsa de Estudo ficam obrigados a cientificar a Diretoria de Recursos Humanos, no prazo de cinco dias, sobre o trancamento ou a desistência do curso. O servidor poderá gozar de dez dias, no máximo, de Licença para Tratamento de

12 Interesses Particulares, sem que haja prejuízo do benefício. -Concluído o curso, o servidor deverá apresentar cópia do respectivo diploma à Divisão de Registro e Informações Funcionais e à Divisão de Remuneração e Benefícios, vinculadas à Diretoria de Recursos Humanos, para anotação nos assentamentos funcionais e para comprovação da conclusão do curso no processo administrativo. - O servidor deverá permanecer em exercício no Poder Judiciário de Santa Catarina, após a conclusão do curso, por período de tempo idêntico ao que foi beneficiado, sob pena de responder pela imediata restituição do investimento, em parcela única, atualizada monetariamente. 12) DENÚNCIAS Os recursos a serem utilizados no Programa são oriundos da Conta Única. O processo de seleção será baseado em informações cadastrais e naquelas fornecidas pelo servidor no formulário de inscrição. Como se trata de recurso público, e porque o número de vagas concedidas não atende à totalidade da demanda, haverá rigor na seleção e distribuição das vagas e acompanhamento de todo o processo pela Diretoria de Recursos Humanos. Assim, em caso de denúncia do recebimento indevido do auxílio, ou comprovada a falsidade nas informações prestadas no ato de inscrição, será instaurado processo de investigação, sujeitando o servidor às implicações da lei. Qualquer pessoa poderá formalizar a denúncia diretamente à Comissão, que assegurará o sigilo necessário, pelos telefones / ou pelo e- mail Início Imprimir Voltar Copyright 2008 Poder Judiciário de Santa Catarina. Todos os direitos reservados.

Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC

Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC Manual de Orientação sobre bolsas de estudo de graduação e ESMESC 01) APRESENTAÇÃO 02) BOLSA DE ESTUDO - O QUE É? 03) ADMINISTRAÇÃO DO BENEFÍCIO 04) REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO 05) CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 07/2014

RESOLUÇÃO N. 07/2014 RESOLUÇÃO N. 07/2014 Estabelece regras para o Programa de Assistência Educacional em Cursos de Graduação, da Faculdade Palotina. Art. 1º. O Programa de Assistência Educacional da Faculdade Palotina, será

Leia mais

Análise Social para redução de mensalidade 2015

Análise Social para redução de mensalidade 2015 Análise Social para redução de mensalidade 2015 ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Das disposições preliminares 1.1 As bolsas de estudo serão concedidas a alunos selecionados pela Comissão de Bolsas. 1.2 A seleção

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL DO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FRANCISCANO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA. Capítulo I Do Objetivo

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL DO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FRANCISCANO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA. Capítulo I Do Objetivo REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL DO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FRANCISCANO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA Capítulo I Do Objetivo Art. 1º - O programa de Assistência Educacional do Instituto

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014 INSCRIÇÃO PARA BOLSA DE ESTUDOS ASSISTENCIAL 2014/1

EDITAL Nº 01/2014 INSCRIÇÃO PARA BOLSA DE ESTUDOS ASSISTENCIAL 2014/1 EDITAL Nº 01/2014 INSCRIÇÃO PARA BOLSA DE ESTUDOS ASSISTENCIAL 2014/1 Gilceia Maria Lodi, Diretora Geral da Faculdade São Camilo Rio de Janeiro, inscrita no CNPJ nº 58.250.689/0009-40, situada na Rua Dr.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 10/2013 BOLSA DE ESTUDO

PROCESSO SELETIVO 10/2013 BOLSA DE ESTUDO PROCESSO SELETIVO 10/2013 BOLSA DE ESTUDO 1.0 - O Diretor Geral das Faculdades Adamantinenses Integradas torna público para conhecimento dos interessados, que estarão abertas, no período de 25 de março

Leia mais

EDITAL Nº 04/2012 PROADM

EDITAL Nº 04/2012 PROADM EDITAL Nº 04/2012 PROADM Dispõe sobre as inscrições para o Programa de Bolsas do Fundo de Apoio à Manutenção e ao Desenvolvimento da Educação Superior FUMDES, com recursos do Art. 171 da Constituição Estadual

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 10/2015 BOLSA DE ESTUDO

PROCESSO SELETIVO 10/2015 BOLSA DE ESTUDO PROCESSO SELETIVO 10/2015 BOLSA DE ESTUDO 1.0 - O Diretor Geral das Faculdades Adamantinenses Integradas torna público para conhecimento dos interessados, que estarão abertas, no período de 25 de março

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 09/2015 BOLSA DE ESTUDO

PROCESSO SELETIVO 09/2015 BOLSA DE ESTUDO PROCESSO SELETIVO 09/2015 BOLSA DE ESTUDO 1.0 - O Diretor Geral das Faculdades Adamantinenses Integradas torna público para conhecimento dos interessados, que estarão abertas, no período de 25 de março

Leia mais

ANEXO I Ficha Cadastral Bolsa de Estudos do Artigo 170 Processo Seletivo 2012/2

ANEXO I Ficha Cadastral Bolsa de Estudos do Artigo 170 Processo Seletivo 2012/2 UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE Serviço de Atendimento ao Estudante - SAE Fone: (49) 3251-1082 3251-1089 E-mail: sae@uniplac.net Av. Castelo Branco, 170 -CEP 88.509-900 - Lages - SC - Cx. P. 525 -

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA

EDITAL Nº 01/2014 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA ASSOCIAÇÃO DE ENSINO COLÉGIO SÃO JOSÉ CNPJ 85.604.098/0001-49 R José Boiteux, 676 Porto União-SC 89400.000 Registro no CNAS:34.147/48 Certificado de Fins Filantrópicos proc.: 71010.006149/2008-97 Inscrição

Leia mais

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO DA FILANTROPIA

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO DA FILANTROPIA REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO DA FILANTROPIA 1- DAS INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 - O presente regulamento disciplina o processo de inscrição e seleção de candidatos para o PROGRAMA DE CONCESSÃO

Leia mais

SETOR DE ATENDIMENTO AO ALUNO S.A.A. PROGRAMA INTERNO DE BOLSAS DE ESTUDO CARÊNCIA. REGULAMENTO TÍTULO I DOS FINS DA BOLSA

SETOR DE ATENDIMENTO AO ALUNO S.A.A. PROGRAMA INTERNO DE BOLSAS DE ESTUDO CARÊNCIA. REGULAMENTO TÍTULO I DOS FINS DA BOLSA SETOR DE ATENDIMENTO AO ALUNO S.A.A. PROGRAMA INTERNO DE BOLSAS DE ESTUDO CARÊNCIA. REGULAMENTO TÍTULO I DOS FINS DA BOLSA O Conselho Universitário da Universidade do Oeste Paulista UNOESTE, regulamenta

Leia mais

EDITAL No. 03 /2010 - MANTENEDORA

EDITAL No. 03 /2010 - MANTENEDORA EDITAL No. 03 /2010 - MANTENEDORA Edital de Seleção Bolsa de Estudos com recursos decorrentes da condição de Entidade Beneficente de Assistência Social Lei Federal n.º 12.101, de 27 de Novembro de 2009,

Leia mais

EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015.2 2ª SELEÇÃO PARA ALUNOS DE RENOVAÇÃO

EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015.2 2ª SELEÇÃO PARA ALUNOS DE RENOVAÇÃO EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015.2 2ª SELEÇÃO PARA ALUNOS DE RENOVAÇÃO O Reitor no uso de suas atribuições, torna público o Edital para o Processo de Concessão de Bolsas Sociais. O Programa de Bolsas Sociais

Leia mais

EDITAL Nº 09/2015 FERJ

EDITAL Nº 09/2015 FERJ EDITAL Nº 09/2015 FERJ Dispõe sobre as inscrições para as Bolsas de Estudo concedidas através do convênio entre a Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina FAPESC

Leia mais

EDITAL Nº 003/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL

EDITAL Nº 003/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL EDITAL Nº 003/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL A Fundação Educacional Unificada Campograndense FEUC faz saber aos interessados que, de acordo com a legislação vigente e com o Programa de Bolsa de Estudo

Leia mais

Regulamento. Setor de Processos

Regulamento. Setor de Processos Regulamento Setor de Processos Sumá rio 1. OBJETIVO... 2 2. SOLICITAÇÃO... 2 2.1 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA... 2 3. CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DO UNIMAIS... 4 4. LIMITE DE VAGAS... 4 5. COMUNICAÇÃO DO RESULTADO...

Leia mais

E D I T A L Nº 001/2007 ARTIGO 170

E D I T A L Nº 001/2007 ARTIGO 170 E D I T A L Nº 001/2007 ARTIGO 170 Estabelece normas e critérios do processo seletivo aos alunos regularmente matriculados nesta IES para bolsas de estudo e bolsas de pesquisa, instituída pela lei complementar

Leia mais

EDITAL Referente a Concessão de Bolsa Filantrópica ano letivo 2016. 3.1. Colégios Americanos de Guarapari, Vila Velha, Vitória e Serra:

EDITAL Referente a Concessão de Bolsa Filantrópica ano letivo 2016. 3.1. Colégios Americanos de Guarapari, Vila Velha, Vitória e Serra: EDITAL Referente a Concessão de Bolsa Filantrópica ano letivo 2016 Edital de seleção bolsa de estudos para o Ensino Infantil, Médio e Fundamental com recursos decorrentes da condição de Entidade Filantrópica

Leia mais

Rua Moreira e Costa, 531 Ipiranga CEP 04266 010 São Paulo SP Tel.: (11) 3013 0320 Fax: (11) 3013 0366 www.sanfra.g12.br

Rua Moreira e Costa, 531 Ipiranga CEP 04266 010 São Paulo SP Tel.: (11) 3013 0320 Fax: (11) 3013 0366 www.sanfra.g12.br Rua Moreira e Costa, 531 Ipiranga CEP 04266 010 São Paulo SP Tel.: (11) 3013 0320 Fax: (11) 3013 0366 www.sanfra.g12.br EDITAL nº 001/2014 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDOS O Pe. Eduardo

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC Fixa normas para a oferta de Bolsas de Estudo de Graduação no âmbito da Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC mantida

Leia mais

EDITAL Nº 045/2014, DE 10 DE JULHO DE 2014 SELEÇÃO IF FARROUPILHA 2014/2 Moradia Estudantil

EDITAL Nº 045/2014, DE 10 DE JULHO DE 2014 SELEÇÃO IF FARROUPILHA 2014/2 Moradia Estudantil EDITAL Nº 045/2014, DE 10 DE JULHO DE 2014 SELEÇÃO IF FARROUPILHA 2014/2 Moradia Estudantil O INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA Câmpus São Vicente do Sul, no uso de suas atribuições,

Leia mais

EDITAL - BOLSA DE ESTUDO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR

EDITAL - BOLSA DE ESTUDO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR EDITAL - BOLSA DE ESTUDO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR Inscrições disponíveis no site da Prefeitura Municipal de Joinville Entrega de formulário preenchido e documentação exigida: Servidores Lotados nas demais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO DIREÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DACE REITORIA EDITAL DO AUXÍLIO-MORADIA 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO DIREÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DACE REITORIA EDITAL DO AUXÍLIO-MORADIA 2014. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO DIREÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS DACE REITORIA EDITAL DO AUXÍLIO-MORADIA 2014.2 Chamada para seleção de estudantes de graduação, candidatos

Leia mais

E D I T A L Nº 001/2007 ARTIGO 170

E D I T A L Nº 001/2007 ARTIGO 170 E D I T A L Nº 001/2007 ARTIGO 170 Estabelece normas e critérios do processo seletivo aos alunos regularmente matriculados nesta IES para bolsas de estudo e bolsas de pesquisa, instituída pela lei complementar

Leia mais

EDITAL DE REQUERIMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS PARA ALUNOS DE CURSOS SUPERIORES E TÉCNICOS DA FEA PARA O ANO 2013

EDITAL DE REQUERIMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS PARA ALUNOS DE CURSOS SUPERIORES E TÉCNICOS DA FEA PARA O ANO 2013 Fundação Educacional de Andradina Edital nº 8-2012 EDITAL DE REQUERIMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS PARA ALUNOS DE CURSOS SUPERIORES E TÉCNICOS DA FEA PARA O ANO 2013 A Comissão Permanente de Análise de Bolsa

Leia mais

EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015

EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015 EDITAL DE BOLSA SOCIAL 2015 A Diretoria de Colégios da ABEU Colégios, no uso de suas atribuições, torna público o Edital para o Processo de Concessão de Bolsas Sociais destinadas a estudantes regularmente

Leia mais

ARTIGO 171- Bolsa Estudo

ARTIGO 171- Bolsa Estudo E D I T A L Nº. 001/2010 ARTIGO 171- Bolsa Estudo Estabelece normas e critérios do processo seletivo aos alunos desta IES para bolsas de estudo concedidas pelo Programa de Bolsas do Fundo de Apoio à Manutenção

Leia mais

EDITAL UnC-REITORIA 004/2015

EDITAL UnC-REITORIA 004/2015 EDITAL UnC-REITORIA 004/2015 Dispõe sobre as inscrições para concessão de Bolsa de Pesquisa do Programa de Bolsas Universitárias do Estado de Santa Catarina UNIEDU, recursos previstos no Artigo 170 da

Leia mais

FICHA SOCIOECONÔMICA 2016. Nome: Idade: Estado Civil : End.: Bairro: Cidade: Fone: Nome: Idade: Data de Nascimento: / /.

FICHA SOCIOECONÔMICA 2016. Nome: Idade: Estado Civil : End.: Bairro: Cidade: Fone: Nome: Idade: Data de Nascimento: / /. Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia - São Paulo/SP CNPJ: 61.015.087/0001-65 UNIDADE EXECUTORA: IASCJ Colégio São Geraldo Praça da Matriz, 739 Centro / Paraíso do Tocantins -TO CNPJ: 61.015.087/0032-61

Leia mais

EDITAL Nº 06/2014 FERJ

EDITAL Nº 06/2014 FERJ EDITAL Nº 06/2014 FERJ Dispõe sobre as inscrições no Programa de Bolsas de Estudo da Educação Superior UNIEDU, da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina, em Convênio firmado com a FERJ Fundação

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Os candidatos pré-selecionados deverão entregar cópia simples dos documentos adiante solicitados de todos aqueles que compõem a família.

Leia mais

Caro aluno preencha TODO o formulário e APRESENTE A DOCUMENTAÇÃO solicitada, para que não haja prejuízo na avaliação de seu pedido.

Caro aluno preencha TODO o formulário e APRESENTE A DOCUMENTAÇÃO solicitada, para que não haja prejuízo na avaliação de seu pedido. FOTO 3X4 CAMPUS SOUSA COORDENAÇÃO GERAL DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO/SERVIÇO SOCIAL QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO Caro aluno preencha TODO o formulário e APRESENTE A DOCUMENTAÇÃO solicitada, para que não haja

Leia mais

EDITAL Nº 01 /2014/FABEL

EDITAL Nº 01 /2014/FABEL EDITAL Nº 01 /2014/FABEL O Presidente da SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR PROFESSORA FERNANDA BICCHIERI SOARES, SESPFBS no uso de suas atribuições Estatutárias, RESOLVE: Art. 1º Tornar público o processo de

Leia mais

EDITAL Nº 01/2011 CRITÉRIOS PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE ESTUDANTES DO(A) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO IVOTI ÀS BOLSAS DE ESTUDO PARA O ANO LETIVO DE 2011.

EDITAL Nº 01/2011 CRITÉRIOS PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE ESTUDANTES DO(A) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO IVOTI ÀS BOLSAS DE ESTUDO PARA O ANO LETIVO DE 2011. Instituição de Formação de Lideranças da IECLB Entidade Mantenedora: ASSOCIAÇÃO EVANGÉLICA DE ENSINO EDITAL Nº 01/2011 CRITÉRIOS PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE ESTUDANTES DO(A) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO IVOTI

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA PARA GRUPO FAMILIAR (TODOS RESIDENTES COM O CANDIDATO)

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA PARA GRUPO FAMILIAR (TODOS RESIDENTES COM O CANDIDATO) DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA PARA GRUPO FAMILIAR (TODOS RESIDENTES COM O CANDIDATO) - Requerimento de bolsa feito pelo site ( Via da Instituição) + Protocolo preenchido e assinado; - RG

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, usando das atribuições legais e regimentais,

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, usando das atribuições legais e regimentais, DECRETO JUDICIÁRIO Nº 1543/2013. Dispõe sobre a Regulamentação da concessão de Bolsa de Graduação e Pós-Graduação no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Goiás. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DIRETO ESTUDANTIL - PDE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DIRETO ESTUDANTIL - PDE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DIRETO ESTUDANTIL - PDE 1. OBJETO O Parcelamento Direto Estudantil concedido pelas FACULDADES INTA é um programa de parcelamento de crédito educativo para adesões

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS A BOLSAS DE ESTUDOS NA PUC-CAMPINAS VINCULADAS AO PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS - PROUNI 2012

EDITAL PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS A BOLSAS DE ESTUDOS NA PUC-CAMPINAS VINCULADAS AO PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS - PROUNI 2012 EDITAL PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS A BOLSAS DE ESTUDOS NA PUC-CAMPINAS VINCULADAS AO PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS - PROUNI 2012 A Pontifícia Universidade Católica de Campinas, por meio deste Edital,

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015

PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015 PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015 A FUNDAÇÃO PAULISTA DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO, define os procedimentos, critérios e normas para a seleção de candidatos e renovação às bolsas de estudo integrais

Leia mais

E D I T A L Nº 001/2012 ARTIGO 170

E D I T A L Nº 001/2012 ARTIGO 170 E D I T A L Nº 001/2012 ARTIGO 170 Estabelece normas e critérios do processo seletivo aos alunos desta IES para bolsas de estudo ou bolsas de pesquisa, instituídas pela Lei complementar nº 281/05, que

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS - LEIAM COM ATENÇÃO! DOCUMENTOS NECESSÁRIOS (Apresentar cópia dos documentos para análise, conforme o perfil familiar)

INFORMAÇÕES GERAIS - LEIAM COM ATENÇÃO! DOCUMENTOS NECESSÁRIOS (Apresentar cópia dos documentos para análise, conforme o perfil familiar) PROGRAMA AUXÍLIO PERMANÊNCIA - PAPE/UNIFESP CALOUROS 2012 INFORMAÇÕES GERAIS - LEIAM COM ATENÇÃO! 1. O Programa Auxílio Permanência- PAPE destina-se aos estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica

Leia mais

EDITAL DE BOLSAS N 09/2013

EDITAL DE BOLSAS N 09/2013 EDITAL DE BOLSAS N 09/2013 CRITÉRIOS PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE ESTUDANTES DO(A) INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO IVOTI ÀS BOLSAS DE ESTUDO. A Direção do(a) Instituto Superior de Educação Ivoti, no uso

Leia mais

EDITAL CONCESSÃO/RENOVAÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO 2º SEMESTRE DE 2015

EDITAL CONCESSÃO/RENOVAÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO 2º SEMESTRE DE 2015 EDITAL CONCESSÃO/RENOVAÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO 2º SEMESTRE DE 2015 1. DISPONIBILIZAÇÃO DOS FORMULÁRIOS A FUNESO, por meio da Comissão de Responsabilidade Social e Filantropia, faz saber aos alunos,

Leia mais

Lista de Documentos Bolsas Processo - 2015/02 2016/01

Lista de Documentos Bolsas Processo - 2015/02 2016/01 Lista de Documentos Bolsas Processo - 2015/02 2016/01 ATENÇÃO CANDIDATO: - Organize as cópias dos documentos na ordem abaixo e separados conforme a ordem do documento; - Junte cópia da documentação e entregue

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO EDITAL N.º 001/2012 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE INCLUSÃO SOCIAL UNIVERSIDADE PARA TODOS FACULDADE DA PREFEITURA, N.º 001 de 27 de julho de 2012 A Prefeitura do Município de Porto Velho, por meio

Leia mais

A Bolsa de Estudo não está condicionada a nenhuma forma de desembolso monetário ou assunção de compromissos de prestação de serviços.

A Bolsa de Estudo não está condicionada a nenhuma forma de desembolso monetário ou assunção de compromissos de prestação de serviços. EDITAL - 2010 A União Brasileira de Educação e Ensino UBEE e a União Norte Brasileira de Educação e Cultura - UNBEC mantenedoras dos Colégios e Faculdades Maristas, no uso de suas atribuições previstas

Leia mais

EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO

EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO A MÃO COOPERADORA Obras Sociais e Educacionais da Igreja de Deus no Brasil BR 116 Nº 13.386 Vila Fanny CNPJ 77.372.183/0001-09 CEP 81.6900-200 Curitiba PR Fone 3653-4584 EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS

Leia mais

3. Resultado das inscrições e prazo para recurso março de 2013 www.furb.br/etevi, etevi@furb.br 4. Requisitos para inscrição

3. Resultado das inscrições e prazo para recurso março de 2013 www.furb.br/etevi, etevi@furb.br 4. Requisitos para inscrição UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU COORDENADORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS EDITAL Nº 002/2013 PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO PARA ESTUDANTES DA ESCOLA TÉCNICA DO VALE DO ITAJAÍ ETEVI O Coordenador de Assuntos

Leia mais

EDITAL Nº 065/2014, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 SELEÇÃO IF FARROUPILHA 2015/1 Moradia Estudantil

EDITAL Nº 065/2014, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 SELEÇÃO IF FARROUPILHA 2015/1 Moradia Estudantil EDITAL Nº 065/2014, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 SELEÇÃO IF FARROUPILHA 2015/1 Moradia Estudantil O Câmpus São Vicente do Sul, no uso de suas atribuições, torna público o EDITAL DE SELEÇÃO PARA MORADIA ESTUDANTIL,

Leia mais

Colégio Nossa Senhora Auxiliadora CNPJ: 56.012.131/0001-43

Colégio Nossa Senhora Auxiliadora CNPJ: 56.012.131/0001-43 Edital 2016 PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO E/OU CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO 1. DO PROCESSO SELETIVO ANO LETIVO / 2016 1.1 O Colégio Nossa Senhora Auxiliadora,, por seu representante legal, no uso de

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS Regulamentação do Processo Seletivo para Concessão de Bolsa de Estudo Gratuidade. O presente documento regulamenta os procedimentos e os critérios empregados na seleção

Leia mais

EDITAL BOLSA SOCIAL DOM ADÉLIO TOMASIN

EDITAL BOLSA SOCIAL DOM ADÉLIO TOMASIN EDITAL BOLSA SOCIAL DOM ADÉLIO TOMASIN A CISNE Faculdade de Quixadá e a CISNE Faculdade Tecnológica de Quixadá informam a abertura do Edital da Bolsa Social Dom Adélio Tomasin para todos os cursos de graduação

Leia mais

EDITAL Nº 001/CNSA - 2015 DO PROGRAMA DE BOLSA SOCIAL - CEBAS

EDITAL Nº 001/CNSA - 2015 DO PROGRAMA DE BOLSA SOCIAL - CEBAS EDITAL Nº 001/CNSA - 2015 DO PROGRAMA DE BOLSA SOCIAL - CEBAS O Colégio Nossa Senhora do Amparo, inscrito no CNPJ 28.683.811/0001-53, respeitando o que rege a Lei 12.101/09 seção III a e b, art 14 1º e

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015. Programa de Bolsas universitárias de Santa Catarina - UNIEDU, da Secretaria de estado da educação de SC BOLSA DE ESTUDO

EDITAL Nº 01/2015. Programa de Bolsas universitárias de Santa Catarina - UNIEDU, da Secretaria de estado da educação de SC BOLSA DE ESTUDO EDITAL Nº 01/2015 Programa de Bolsas universitárias de Santa Catarina - UNIEDU, da Secretaria de estado da educação de SC BOLSA DE ESTUDO A Associação Dehoniana Brasil Meridional, pessoa jurídica de direito

Leia mais

ATO Nº 32/2009. O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABA- LHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 32/2009. O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABA- LHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 32/2009 Dispõe sobre a concessão de Bolsa de Estudo de cursos de pós-graduação lato e strito sensu, na forma de reembolso parcial, para magistrados e servidores do Tribunal Regional do Trabalho

Leia mais

EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS ASSISTENCIAL DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE LAVRAS

EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS ASSISTENCIAL DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE LAVRAS EDITAL PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS ASSISTENCIAL DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE LAVRAS 01- DAS INFORMAÇÕES GERAIS 1.1. Constitui objeto do presente edital a normatização dos procedimentos para solicitação

Leia mais

EDITAL Nº 01/2010 PROCESSO DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO E CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDOS

EDITAL Nº 01/2010 PROCESSO DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO E CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDOS EDITAL Nº 01/2010 PROCESSO DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO E CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDOS A ASSOCIAÇÃO NOTRE DAME, pessoa jurídica de direito privado, de fins não econômicos, de caráter beneficente, educacional,

Leia mais

EDITAL N.º 02/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA

EDITAL N.º 02/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA CONGREGAÇÃO MISSIONÁRIA REDENTORISTA CNPJ 92.839.075/0001-89 Rua Angélica Otto, 160 - Boqueirão - Passo Fundo/RS Telefone: (54) 3314-1888 Registro no CNAS: 28992.000.959/94-83 Certificado de Fins Filantrópicos

Leia mais

EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170 EDITAL 2010/1

EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170 EDITAL 2010/1 EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170 EDITAL 2010/1 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, através do seu Diretor Regional Sérgio Roberto Arruda, faz saber aos interessados que, de acordo

Leia mais

EDITAL COPEPS Nº 25/2014

EDITAL COPEPS Nº 25/2014 EDITAL COPEPS Nº 25/2014 Retifica Edital COPEPS Nº 23/2014 que dispõe sobre a comprovação da condição de beneficiário das vagas reservadas, conforme as modalidades de concorrência, referente ao Processo

Leia mais

Faculdades EST Setor de Bolsas e Financiamento

Faculdades EST Setor de Bolsas e Financiamento Faculdades EST Setor de Bolsas e Financiamento ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS À CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO NA EST 2013/2 EDITAL Nº 01/2013 Mais Informações: Site: est.edu.br/bolsas-e-financiamentos

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA. Conceitos

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA. Conceitos PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA Conceitos De acordo com a Portaria Normativa do Ministério da Educação de n 18, de 11 de outubro de 2012, que

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER ENTREGUE NA FASE DE COMPROVAÇÃO: ProUni

DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER ENTREGUE NA FASE DE COMPROVAÇÃO: ProUni DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER ENTREGUE NA FASE DE COMPROVAÇÃO: ProUni Comparecer no Setor de Apoio ao Aluno (SAA) da unidade em que foi préselecionado na data e horário agendado, com todas as cópias e originais

Leia mais

Alunos da rede pública de ensino com ensino médio completo, ou a completá-lo em 2014.

Alunos da rede pública de ensino com ensino médio completo, ou a completá-lo em 2014. EDITAL Nº 01/2014 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O CEUE PRÉ VESTIBULAR O Centro dos Estudantes Universitários de Engenharia (CEUE) torna público o edital que regulamenta a seleção de alunos para o Curso Pré-Vestibular

Leia mais

FACULDADE SALESIANA EDITAL Nº. 02/2015 MANTENEDORA

FACULDADE SALESIANA EDITAL Nº. 02/2015 MANTENEDORA FACULDADE SALESIANA EDITAL Nº. 02/2015 MANTENEDORA Edital de Solicitação de Bolsa Social de Estudos com recursos decorrentes da condição de Entidade Beneficente de Assistência Social Lei Federal nº 12.101

Leia mais

CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA

CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA CNPJ 92.017.516/0001-67 Rua Moron, 2279 - Passo Fundo/RS CEP 99.010-035 Registro no CNAS: 026.049/53 Certificado de Fins Filantrópicos proc.: 205.898/69 Inscrição no CMAS:

Leia mais

Todas as informações sobre este Processo Seletivo constam neste Edital, portanto não serão fornecidas informações por telefone.

Todas as informações sobre este Processo Seletivo constam neste Edital, portanto não serão fornecidas informações por telefone. EDITAL Nº 004/2014 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDOS INTEGRAIS PARA OS CURSOS: DE AUXILIAR EM ENFERMAGEM - (MANHÃ E TARDE); TÉCNICO EM ENFERMAGEM (MANHÃ E NOITE); ESPECIALIZAÇÃO EM

Leia mais

ANEXO II Programa Mais Professores FUSVE-USS 2016 Documentos Necessários para Requerimento de Bolsa de Estudos

ANEXO II Programa Mais Professores FUSVE-USS 2016 Documentos Necessários para Requerimento de Bolsa de Estudos ANEXO II Programa Mais Professores FUSVE-USS 2016 Documentos Necessários para Requerimento de Bolsa de Estudos Os estudantes ou responsáveis legais obrigam-se a efetuar a entrega dos seguintes documentos

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal (CEDAF) Exame de seleção dos Cursos Técnicos 2015

Universidade Federal de Viçosa Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal (CEDAF) Exame de seleção dos Cursos Técnicos 2015 Universidade Federal de Viçosa Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal (CEDAF) Exame de seleção dos Cursos Técnicos 2015 Documentos necessários para a matrícula Todos os ingressantes:

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014 BOLSA DE ESTUDOS DO ART. 170/CE

EDITAL Nº 01/2014 BOLSA DE ESTUDOS DO ART. 170/CE EDITAL Nº 01/2014 BOLSA DE ESTUDOS DO ART. 170/CE O Diretor da Faculdade Metropolitana de Guaramirim - FAMEG, faculdade do Grupo UNIASSELVI, faz saber aos interessados que, de acordo com o a Lei Complementar

Leia mais

EDITAL N. 01/2015 2. DA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA ACESSO AOS BENEFÍCIOS DA ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

EDITAL N. 01/2015 2. DA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA ACESSO AOS BENEFÍCIOS DA ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL N. 01/2015 Dispõe sobre a concessão de benefícios sociais a alunos do Câmpus Gravataí, mediante a realização de estudo socioeconômico, conforme previsto no Regulamento da Política de Assistência

Leia mais

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo:

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo: LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

EDITAL Nº. 04/2015 PROGRAMAS DE INGRESSO PROGRAMA DE ISENÇÃO ou REDUÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PISM

EDITAL Nº. 04/2015 PROGRAMAS DE INGRESSO PROGRAMA DE ISENÇÃO ou REDUÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PISM EDITAL Nº. 04/2015 PROGRAMAS DE INGRESSO PROGRAMA DE ISENÇÃO ou REDUÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PISM O Coordenador Geral de Processos Seletivos da Universidade Federal de Juiz de Fora, no uso de suas atribuições

Leia mais

PROGRAMAS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº

PROGRAMAS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CÂMPUS MONTEIRO PROGRAMAS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL

Leia mais

EDITAL no. 02/2015. Referente a procedimentos para Renovação de Bolsa Filantrópica ou Bolsa Mantenedora 2º Semestre 2015.

EDITAL no. 02/2015. Referente a procedimentos para Renovação de Bolsa Filantrópica ou Bolsa Mantenedora 2º Semestre 2015. EDITAL no. 02/2015 Referente a procedimentos para Renovação de Bolsa Filantrópica ou Bolsa Mantenedora 2º Semestre 2015. A Faculdade Canção Nova, através da Diretora Geral e do Diretor Executivo, da Mantenedora,

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS SERVIÇO SOCIAL (Verificar em qual situação se enquadra e apresentar os documentos conforme especificado).

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS SERVIÇO SOCIAL (Verificar em qual situação se enquadra e apresentar os documentos conforme especificado). Sociedade dos Irmãos da Congregação de Santa Cruz COLÉGIO NOTRE DAME DE CAMPINAS Rua Egberto Ferreira de Arruda Camargo nº 151 Bairro Notre Dame Campinas - SP INFORMAÇÕES IMPORTANTES: Os documentos relacionados,

Leia mais

3) RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DE TODOS OS MEMBROS DA FAMÍLIA:

3) RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DE TODOS OS MEMBROS DA FAMÍLIA: 1) DA CONCESSÃO: a) Para a CONCESSÃO da Bolsa de Estudo Social será considerado como grupo familiar, além do próprio candidato, o conjunto de pessoas residindo na mesma moradia do candidato; b) O candidato

Leia mais

EDITAL Nº 001/COR - 2016 DO PROGRAMA DE BOLSA SOCIAL - CEBAS

EDITAL Nº 001/COR - 2016 DO PROGRAMA DE BOLSA SOCIAL - CEBAS EDITAL Nº 001/COR - 2016 DO PROGRAMA DE BOLSA SOCIAL - CEBAS CÍRCULO OPERÁRIO RIOGRANDINO, Associação filantrópica, reconhecida de utilidade pública, com sede em Rio Grande, RS, `a Rua Dr. Augusto Duprat

Leia mais

IMA INSTITUTO MARIA AUXILIADORA

IMA INSTITUTO MARIA AUXILIADORA IMA INSTITUTO MARIA AUXILIADORA EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS ANO LETIVO DE 2016 Em conformidade com a Lei 12.101/2009 e suas alterações Lei 12.868 de 15/10/2013 O Instituto Maria Auxiliadora,

Leia mais

EDITAL Nº 13 DE 03 DE SETEMBRO DE 2013 PROGRAMA DE BENEFÍCIOS 2013

EDITAL Nº 13 DE 03 DE SETEMBRO DE 2013 PROGRAMA DE BENEFÍCIOS 2013 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Feliz EDITAL Nº 13 DE 03 DE SETEMBRO DE 2013 PROGRAMA

Leia mais

DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS PARA CONCESSÃO DE BOLSA SOCIAL

DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS PARA CONCESSÃO DE BOLSA SOCIAL DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS PARA CONCESSÃO DE BOLSA SOCIAL O responsável legal pelo educando deverá apresentar os documentos abaixo relacionados; de todo os membros do grupo familiar onde o aluno esta inserido,

Leia mais

Data de Nascimento:... /... /... Naturalidade:... Endereço:..., no... / apto:... Bairro:... Cidade:... CEP:... Telefone:...

Data de Nascimento:... /... /... Naturalidade:... Endereço:..., no... / apto:... Bairro:... Cidade:... CEP:... Telefone:... PREENCHIMENTO EXCLUSIVO DO SERVIÇO SOCIAL Gratuidade(s) concedida(s):...%1 o filho/...%2 o filho /...%3 o filho Data:.../.../......... F I C H A SO C I O E C O N Ô M I C A F A M I L I A R 2015 1. DADOS

Leia mais

ProUni Programa Universidade para Todos

ProUni Programa Universidade para Todos ProUni Programa Universidade para Todos Rod. SP 95 João Beira Sentido Amparo-Pedreira KM: 46,5 Bairro Modelo CEP: 13905-529 Amparo SP www.unifia.edu.br unifia@unifia.edu.br (19)3907-9870 Entenda o ProUni

Leia mais

PROGRAMA AUXÍLIO PERMANÊNCIA - PAPE/UNIFESP-2013

PROGRAMA AUXÍLIO PERMANÊNCIA - PAPE/UNIFESP-2013 PROGRAMA AUXÍLIO PERMANÊNCIA - PAPE/UNIFESP-2013 INFORMAÇÕES GERAIS - LEIAM COM ATENÇÃO! 1. O Programa Auxílio Permanência - PAPE destina-se aos estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica

Leia mais

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO LEIA COM ATENÇÃO! O PROGRAMA DE DESCONTO DAS MENSALIDADES DA CENTRAL DE LÍNGUAS-CELIN destina-se exclusivamente aos estudantes matriculados nos cursos oferecidos pela CELIN, provenientes das camadas de

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA O FINANCIAMENTO ESTUDANTIL (FIES) PARA ALUNOS NÃO BENEFICIADOS PELO PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS (PROUNI) 2008/2º

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA O FINANCIAMENTO ESTUDANTIL (FIES) PARA ALUNOS NÃO BENEFICIADOS PELO PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS (PROUNI) 2008/2º EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA O FINANCIAMENTO ESTUDANTIL (FIES) PARA ALUNOS NÃO BENEFICIADOS PELO PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS (PROUNI) 2008/2º 1. Do programa A Fundação Cultural de Belo Horizonte (Fundac-BH),

Leia mais

EDITAL Nº 06/2012 DISPÕE SOBRE O PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDO NA ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING ESIC.

EDITAL Nº 06/2012 DISPÕE SOBRE O PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDO NA ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING ESIC. EDITAL Nº 06/2012 DISPÕE SOBRE O PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDO NA ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING ESIC. A Escola Superior de Gestão Comercial e Marketing ESIC, mantido pela Associação

Leia mais

MAURO LUIZ RABELO Diretor-Geral do CESPE/UnB

MAURO LUIZ RABELO Diretor-Geral do CESPE/UnB UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (UnB) CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (CESPE/UnB) PROGRAMA DE AVALIAÇÃO SERIADA (PAS) E 1.º VESTIBULAR DE 2008 EDITAL N.º 1 PAS/1.º VEST

Leia mais

1. AÇÕES AFIRMATIVAS 2. DO CADASTRAMENTO DATA HORÁRIO LOCAL

1. AÇÕES AFIRMATIVAS 2. DO CADASTRAMENTO DATA HORÁRIO LOCAL EDITAL DE CADASTRAMENTO, REMANEJAMENTO E MATRÍCULA PARA CANDIDATOS CLASSIFICADOS NO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA O CURSO SUPERIOR DE LETRAS, COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS (LIBRAS)/LÍNGUA

Leia mais

EDITAL FEMC N 01/2012

EDITAL FEMC N 01/2012 EDITAL FEMC N 01/2012 REGULAMENTA O PROCESSO DE CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDO PARA AS UNIDADES DE ENSINO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MONTES CLAROS O Presidente do Conselho de Administração da Fundação Educacional

Leia mais

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DO INSTITUTO CULTURAL BRASIL ESTADOS BELO HORIZONTE

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DO INSTITUTO CULTURAL BRASIL ESTADOS BELO HORIZONTE REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DO INSTITUTO CULTURAL BRASIL ESTADOS BELO HORIZONTE MODALIDADE DE BOLSAS: CURSOS BÁSICO E INTERMEDIÁRIO NA MODALIDADE REGULAR ART 1º - DAS

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

Questionário socioeconômico para isenção do vestibular 2009/1

Questionário socioeconômico para isenção do vestibular 2009/1 Questionário socioeconômico para isenção do vestibular 2009/1 I-Identificação Nome completo: Data de nascimento: / / Curso pretendido: Sexo: ( )Feminino ( )Masculino Estado Civil: ( ) solteiro(a) ( ) casado(a)

Leia mais