ES Control BC Instrucciones de Instalación. PT Controlador BC Instruções de Instalação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ES Control BC Instrucciones de Instalación. PT Controlador BC Instruções de Instalação"

Transcrição

1 ES Control BC Instrucciones de Instalación PT Controlador BC Instruções de Instalação

2 Indice de contenidos ÍNDICE DE CONTENIDOS GENERAL... 3 Instrucciones de seguridad... 3 Especificaciones... 3 Descripción del producto... 3 Vista general del sistema... 3 Paquete de suministro... 3 Dimensiones... 3 MONTAJE... 3 Montaje y desmontaje de la cubierta frontal... 3 Montaje mural... 3 Montaje sobre raíl DIN... 4 CABLEADO... 4 Entrada para cableado mural o superficial... 4 Entrada para cableado por la base o el lateral... 4 Los bloques de conectores... 4 INSTALACIÓN ELÉCTRICA... 4 Alimentación eléctrica... 4 Alimentación eléctrica... 4 Terminales de tierra... 4 Cableado de terminales de salida... 5 Cableado de terminales de entrada... 5 Interruptor Verano/Invierno... 5 Interruptor Confort/Economía... 5 Sensor exterior... 5 Interfaz de comunicación... 5 Sensor/termostato ambiente (OpenTherm)... 5 Modificación de la temperatura de consigna... 5 Sensor de humedad... 5 Alimentación 24 VDC... 6 Sensor de alimentación... 6 Realimentación de caldera para HCE60/ LA INTERFAZ DE USUARIO... 6 Los botones... 6 La pantalla... 6 PUESTA EN MARCHA... 6 MODOS OPERATIVOS... 7 CONFIGURACIÓN... 7 Estructura del menú principal... 7 Estructura de submenú... 7 Código de instalador... 7 t_e - Temperatura exterior... 7 t_a - Temperatura ambiente... 7 t_d - Temperatura de impulsión... 7 PCd - Punto de ajuste del agua de impulsión... 7 dco - Humedad relativa... 7 FUNCIONES DE CONTROL Control de demanda de calor Control de demanda de frío Control de humedad Control de válvula de mezcla Control de circulador Protección de toma de circulador y válvula Control de prevención de condensación sobre suelo Control de temperatura máxima de alimentación Control de la humedad relativa máxima Sensor de temperatura exterior compartido GESTIÓN DE FALLOS Códigos de fallo y diagnóstico Funcionamiento en condiciones de fallo APÉNDICE Datos técnicos

3 ES GENERAL Instrucciones de seguridad Cuando se lleve a cabo cualquier trabajo (instalación, montaje, puesta en marcha), deberán seguirse todas las instrucciones del fabricante, especialmente las instrucciones de seguridad incluidas en las normas de instalación. El Control BC debe ser instalado y montado sólo por personal autorizado y cualificado. Cualquier modificación de la unidad no realizada por el fabricante invalida todas las garantías sobre su funcionamiento y seguridad. Asegúrese de cumplir siempre con todos los requisitos y normativas locales. Antes de desmontar el controlador, corte el suministro eléctrico. Paquete de suministro - Cubierta frontal - Base de montaje - Sonda exterior - Sonda de temperatura y humedad de ambiente - Sonda de ida Dimensiones PRECAUCIÓN Corte la alimentación eléctrica antes de proceder a instalar el controlador AQ3000. No reponga la alimentación eléctrica hasta concluir la instalación. Especificaciones Tensión de alimentación 230 VAC Consumo de energía 5 VA Alimentación eléctrica para dispositivos externos Tensión de alimentación 24 VDC Intensidad eléctrica máx. 20 ma Factores medioambientales Temperatura de funcionamiento C Humedad 0 % - 95 % h.r., sin condensado Temperatura de distribución y almacenamiento C Clase de protección IP 54 Descripción del producto El Control BC es un controlador de suelo radiante, configurable, con compensación por temperatura exterior para calor/frío. Por medio de una sencilla guía de menús y los 5 botones, el controlador puede configurarse fácilmente según los ajustes específicos que la aplicación requiera. La temperatura del agua de impulsión se controla según la curva de calentamiento con la temperatura exterior. Tanto las demandas de calor y frío (contactos de relé) como la posición de la válvula de mezcla (contactos de relé abierto y cerrado) están controladas. Cuando se instala un sensor de ambiente o un termostato, a la función de control OTC se le añade una compensación de temperatura ambiente. Durante el control del frío el Control BC puede conectar también un sensor de humedad y controlar un circuito de fancoils para deshumidificar (contacto de relé). Vista general del sistema El Control BC está diseñado para controlar aquellos sistemas de suelo radiante individuales que requieren: Compensación por temperatura exterior Control de calor y frío. Control de válvula de mezcla Control de circulador Compensación de temperatura ambiente Sensor de Temperatura Sensor de Temperatura Sensor de Humedad Dimensiones en mm MONTAJE El Control BC está diseñado para montarlo directamente en la pared o en un raíl DIN NOTA: un incorrecto montaje mural reduce la protección IP. Montaje y desmontaje de la cubierta frontal Montaje mural Para una instalación mural, hay cuatro orificios de 4,0 mm en la base de montaje del control BC. Antes de efectuar el montaje mural, rompa el plástico de los orificios preperforados (A). Para el cableado, rompa los puertos de plástico de los orificios pasacables. Use tornillos (diámetro máx. 4 mm) y tacos adecuados para el material de la pared (no incluidos en el paquete). Fancoil Sonda de ida Circulador Válvula mezcladora 3

4 Montaje sobre raíl DIN El controlador puede acoplarse fácilmente sobre un raíl DIN gracias a sus garras especiales a ambos lados de la base de montaje. Mantenga inclinado el controlador y encájelo sobre la parte superior del raíl DIN. Presione recto el controlador contra el raíl DIN. Las garras encajarán en la base del raíl DIN. Para retirarlo, doble las garras (1) y saque el controlador del raíl DIN (2). INSTALACIÓN ELÉCTRICA PELIGRO Riesgo para la vida por descarga eléctrica! Los contactos abiertos pueden llevar corriente. Antes de abrir, asegúrese de que el dispositivo está desconectado de la red eléctrica. ADVERTENCIA La exposición de los componentes a descarga eléctrica destruirá los componentes electrónicos y dañará el controlador BC. No toque los componentes. Toque una pieza de metal de puesta a tierra para descargar la electricidad estática de su cuerpo ADVERTENCIA Un cortocircuito o una instalación incorrecta dañaran el controlador BC. CABLEADO PRECAUCIÓN Corte la alimentación eléctrica antes de proceder a instalar el Control BC. No reponga la alimentación eléctrica hasta concluir la instalación. La base de montaje puede cablearse de dos formas: - cableado mural o superficial (por detrás) - cableado por la base o los lados Por razones de seguridad, los cables de alimentación y los de bajo voltaje van por separado y en diferentes compartimentos de la base de montaje. Los cables de bajo voltaje están tendidos en el lado izquierdo (entradas; sobre todo sensores). La toma eléctrica y la puesta a tierra están a la derecha (alimentación y contactos de relé de salida). Entradas para cableado mural o superficial Para un cableado por detrás de la base de montaje retire los puertos de paso de los pasacables en la parte posterior de la base (indicación B). Entradas para cableado por la base o el lateral Para cablear por la base o por el lateral de la base de montaje se requieren cables y no hilos separados. Para proteger la seguridad, cuando se introducen cables en el controlador por la base o el lateral es preciso usar racores para cables. Alimentación eléctrica Alimentación eléctrica La toma de alimentación eléctrica (230 VAC) se conecta al bloque B,terminales 13 y 14. Terminales de tierra Los hilos de tierra procedentes del cable de alimentación eléctrica y de la circulador, la válvula de mezcla, la caldera, enfriador o deshumidificador pueden combinarse y conectarse al bloque de conexiones D. Los tres terminales están interconectados internamente. 4

5 Cableado de terminales de salida El bloque de conectores de salida (A) también se sitúa en el área de tensión de red y contiene los contactos de relé para los diferentes elementos bajo control. Todos los contactos de relé tienen una tensión nominal de 230 VAC y 3A inductiva 0,6 f.p. Por razones de seguridad, para poder usar también una caldera o un enfriador de bajo voltaje, el terminal 6 no se usa. Cambio Verano/Invierno Para pasar por mando exterior del modo Verano a modo Invierno o al revés, los terminales 1 y 2 cuentan con una entrada de interruptor. Si el contacto está abierto, el modo Verano queda activado. Si el contacto está cerrado, el modo Invierno queda activado. Interruptor Confort/Economía Para pasar por mando exterior del modo Confort a modo Ahorro, o al revés, los terminales 2 y 3 cuentan con una entrada de interruptor. Si el contacto está abierto, el modo Confort queda activado. Si el contacto está cerrado, el modo Economía queda activado. Sensor exterior El control OTC requiere disponer de la temperatura exterior. El sensor de temperatura exterior debe conectarse a los terminales 4 y 5. Circuito fancoils: El contacto cierra para activar el circuito cuando la humedad del ambiente supera lo programado. Inf. verano invierno: - Modo verano Contacto abierto - Modo invierno Contacto cerrado Conexión bomba calor: - Modo verano Contacto abierto: Bomba de calor ON Contacto cerrado: Bomba de calor OFF - Modo invierno Contacto cerrado: Bomba de calor ON Contacto abierto: Bomba de calor OFF Válvula mezcladora: Contacto libre de tensión se deberá conectar la fase a través del común. Circulador: Contacto libre de tensión se deberá conectar la fase a través del borne 2. Cableado de terminales de entrada El bloque de conectores de entrada (C) está situado en el área de bajo voltaje y contiene sobre todo entradas de sensores. La sonda deberá orientarse al Norte o Noroeste geográfico, con el propósito de no falsear los valores reales de temperatura externa por la influencia solar directa. La longitud máxima de cableado entre la centralita y la sonda no podrá superar en ningún caso 100 m. Se aconseja emplear cable apantallado al objeto de evitar corrientes parásitas Interfaz de comunicación Para compartir la información del sensor de temperatura exterior cuando hay instalados varios controladores en una misma aplicación, se dispone de una interfaz de comunicación simple en los terminales 5 y 6. Sensor de ambiente Esta entrada cuenta con una función de autodetección de un sensor simple de temperatura de ambiente. Para la compensación de ambiente el control OTC sólo requiere un sensor de temperatura de ambiente. Sensor de humedad El control del deshumidificador y la función anticondensación que vigila la temperatura del agua de impulsión precisan de un sensor de humedad. Control BC Sensor Tª/humedad La longitud máxima de cableado entre la centralita y la sonda ambiente/ humedad no podrá superar en ningún caso 50 m. Se aconseja aplicar cable apantallado al objeto de evitar corrientes parásitas. 5

6 Sonda de impulsión El control OTC requiere disponer de la temperatura de impulsión. El sensor de temperatura del agua debe conectarse a los terminales 13 y 14. La pantalla La pantalla del control BC es muy simple y tiene secciones extra para indicar el modo operativo, los fallos y el estado. La longitud máxima de cableado entre la centralita y la sonda no podrá superar en ningún caso 100 m. Se aconseja emplear cable apantallado al objeto de evitar corrientes parásitas. LA INTERFAZ DE USUARIO El Control BC tiene una sencilla interfaz de 5 botones con una pantalla de fácil lectura. Los botones En la cubierta frontal del controlador hay 5 botones: Si se pulsa en el menú por defecto, se selecciona el primer ítem del menú principal. Si se pulsa en el menú o submenú principal se selecciona el siguiente ítem. Si se pulsa mientras se muestra el último ítem del menú principal, se selecciona el menú por defecto. Si se pulsa mientras se muestra el último ítem de un submenú, se selecciona de nuevo el valor de ese ítem del submenú. No tiene ningún efecto si se pulsa en el menú de código de instalador cuando no hay fijado ningún código de instalador. Si se pulsa en el menú de código de instalador con un código de instalador fijado, se selecciona el primer ítem del submenú. Si se pulsa, se disminuye el valor del ítem seleccionado, si es posible. Si se pulsa en el menú principal o pantalla por defecto, se seleccionará directamente el menú CAH o CAE (según se esté en modo Verano o modo Invierno). Si se pulsa, se aumenta el valor del ítem seleccionado, si es posible. Si se pulsa en el menú principal o pantalla por defecto, se seleccionará directamente el menú CAH o CAE (según se esté en modo Verano o modo Invierno). Si se pulsa en el menú principal cuando no hay fijado ningún código de instalador, aparece el menú de código de instalador. Si se pulsa en el menú de código de instalador, se muestra el último ítem seleccionado del menú principal. Si se pulsa en el menú principal cuado hay fijado un código de instalador, se introduce el primer valor del submenú. Si se pulsa en un submenú, se muestra el último ítem seleccionado del menú principal. Galería de símbolos y secciones: Símbolo de calentamiento Aparece cuando el contacto de relé de la caldera está cerrado y se solicita calentamiento. Símbolo de enfriamiento Aparece cuando el contacto de relé del enfriador está cerrado y se solicita enfriamiento. Símbolo de Economía Aparece cuando el controlador está en modo Economía. Símbolo de fallo Aparece en caso de fallo. El símbolo de fallo destella y un código de 3 dígitos indicará el número de fallo (Fxx) Símbolo de cierre de la válvula de mezcla Aparece cuando el contacto de relé de cierre de la válvula de mezcla está cerrado y la válvula se cierra. Símbolo de apertura de la válvula de mezcla Aparece cuando el contacto de relé de apertura de la válvula de mezcla está cerrado y la válvula se abre. Símbolo de circulador Aparece cuando el contacto de relé de la circulador está cerrado y la circulador en funcionamiento. Símbolo de deshumidificación Aparece cuando el contacto del relé del circuito de fancoils está cerrado y los fancoils y el circulador están en funcionamiento. PUESTA EN MARCHA Después de instalar sensores y salidas, el Control BC puede ponerse en marcha por primera vez. Conecte la alimentación eléctrica. El controlador arrancará con la configuración por defecto almacenada en la EEPROM. Se realiza un procedimiento de comprobación para chequear la validez de los datos en la memoria no volátil y se comprueban las diversas entradas. Los modos Verano/Invierno y Economía/Confort vienen determinados por la entrada Verano/Invierno. Se ponen a cero todos los fallos y sensores y se detectan automáticamente las comunicaciones con el dispositivo de ambiente y las del bus de campo. Una vez terminado, en el controlador aparece la pantalla estándar. Al pulsarlo se cambia el modo: Verano/Invierno y/o Economía/Confort. 6

7 MODOS OPERATIVOS El control BC tiene 4 modos operativos: Modo Verano + Economía La pantalla mostrará los símbolos EST y ECO. La deshumidificación está activa. Modo Verano + Confort La pantalla indicará sólo EST. Los controles de enfriamiento y deshumidificación están activos. Modo Invierno + Economía La pantalla mostrará los símbolos INV y ECO. Está activo el control de calentamiento con reducción. Modo Invierno + Confort La pantalla indicará sólo INV. Está activo el control de calentamiento. Con el botón M (modo) puede seleccionar cada uno de los 4 modos operativos. Estructura de submenú Sólo los siguientes ítem del menú principal dan acceso a otros submenús: t_e xx.x C : temperatura exterior t_a xx.x C : temperatura ambiente t_d xx.x C : temperatura de impulsión PCd xx.x C : punto de ajuste del agua de alimentación dco xxx % : humedad relativa Código de instalador Antes de poder acceder a los ítems de submenú del menú principal, debe introducirse un código de instalador. La pantalla mostrará Code (código) y 0. Con el botón + hay que poner dicho número a 35. t_e - Temperatura exterior En este submenú aparecen listados los siguientes parámetros de menú: CE1 xx.x C : límite inferior de temperatura exterior para enfriamiento Cd1 xx.x C : límite inferior de temperatura de impulsión para enfriamiento CE2 xx.x C : límite superior de temperatura exterior para enfriamiento Cd2 xx.x C : límite superior de temperatura de impulsión para enfriamiento CE3 xx.x C : límite inferior de temperatura exterior para calentamiento Cd3 xx.x C : límite inferior de temperatura de impulsión para calentamiento CE4 xx.x C : límite superior de temperatura exterior para calentamiento Cd4 xx.x C : límite superior de temperatura de impulsión para calentamiento t_a - Temperatura de ambiente En este submenú aparecen listados los siguientes parámetros de menú: CAH xx.x C : punto de ajuste de la temperatura ambiente para calentamiento AAH xx.x C : Reducción Economía de temperatura de calentamiento CAE xx.x C : punto de ajuste de la temperatura ambiente para enfriamiento AAE xx.x C : Reducción Economía de temperatura de enfriamiento CCC xx.x : coeficiente de corrección de desviación paralela calentamiento CCF xx.x : coeficiente de corrección de desviación paralela enfriamiento CONFIGURACIÓN La configuración del control BC se realiza con 4 de los 5 botones de la cubierta frontal. Con estos botones puede navegarse por una simple guía de menús para ajustar todos los parámetros de control. Todos los menús usan 4 caracteres con 14 segmentos para mostrar el nombre y tres números de 7 segmentos para el valor. Cuando pasan 5 minutos sin que se pulse un botón, el control vuelve al menú por defecto y el código de instalador se reinicia. Estructura del menú principal En la estructura del menú principal pueden leerse los siguientes ítems de menú o valores de sensor: Ver xx.x : versión de software t_e xx.x C : temperatura exterior t_a xx.x C : temperatura ambiente t_d xx.x C : temperatura de impulsión PCd xx.x C : punto de ajuste de la temperatura de impulsión FC xxx % : posición de válvula dco xxx % : humedad relativa t_d - Temperatura de alimentación En este submenú aparecen listados los siguientes parámetros de menú: tdm xx.x C : temperatura máxima de impulsión. PCd - Punto de ajuste del agua de impulsión En este submenú aparecen listados los siguientes parámetros de menú: bp xx.x C : banda proporcional tps xx.x s : tiempo de funcionamiento de la válvula de mezcla Eri xx.x C : coeficiente de error de integración tsp xxx s : tiempo extra de rotación de bomba drt x.x C : histéresis de la temperatura ambiente para conectar la bomba dco - Humedad relativa En este submenú aparecen listados los siguientes parámetros de menú: URN xxx % : ajuste de la humedad relativa nominal modo Confort URNE xxx % : ajuste de la humedad relativa nominal modo Economía URM xxx % : ajuste de la humedad relativa máxima dpo xxx C : desfase de punto de rocio durn xxx % : histéresis sobre el ajuste de la humedad relativa nominal (URN) durm xxx % : histéresis sobre el ajuste de la máxima humedad relativa (URM) dap x : deshumidificador y bomba conectados juntos (1= juntos, 0= no juntos) Nota: seleccione 1 si el deshumidificador está hidráulicamente conectado en paralelo con el suelo radiante (después de la bomba). Seleccione 0 si el deshumidificador está conectado hidráulicamente antes de la bomba (el deshumidificador tiene su propia bomba) Con el botón S aparece el siguiente ítem del menú, mientras que con el botón V se introduce el submenú del ítem seleccionado. Con los botones - y + se cambia el parámetro. 7

8 8

9 Listado de parámetros 9

10 FUNCIONES DE CONTROL El control BC tiene varias funciones de control que pueden ajustarse con los parámetros anteriores. Principales funciones de control: Control de demanda de calor Control de demanda de frío Control de demanda de humedad Control de válvula de mezcla Control de bomba Funciones de control que no forman parte de las funciones de control: Protección bloqueo de bomba y válvula Prevención de condensación sobre suelo Control de la temperatura ambiente Control de agua máxima de impulsión Sensor de temperatura exterior compartido Control de demanda de calor La demanda de calor está habilitada si está activado el modo Invierno y la temperatura exterior está por debajo de CE3 0,5 K y el sensor/termostato ambiente está conectado y la temperatura ambiente está por debajo del punto de ajuste para el local -DRT La demanda de calor está deshabilitada si se está en modo Verano o la temperatura exterior es superior a CE3 + 0,5 K, o si el sensor ambiente conectado o la temperatura de sala están por encima del punto de ajuste para el local. Si no hay demanda de calor o de frío, el punto de ajuste de la temperatura de impulsión se pone a 0 C. Si la demanda de calor está habilitada, el punto de ajuste de la temperatura de impulsión se calcula con una función OTC (véase también Fig.21) y queda asociado a los siguientes parámetros/correcciones: Función de curva OTC: - Cd3 = Límite inferior de la temperatura de impulsión - Cd4 = límite superior de la temperatura de impulsión - CE3 = límite inferior de la temperatura exterior - CE4 = límite superior de la temperatura exterior Corrección del punto de ajuste de la temperatura ambiente: - CAH = punto de ajuste de la temperatura ambiente - CE3 = límite inferior de la temperatura exterior - CCC = coeficiente de corrección de desviación paralelo Corrección de punto de ajuste de realimentación de caldera HCE60/80: -Si la señal de entrada está por encima de 2,49 VDC, el desfase es el correcto. -Si la señal de entrada está por debajo de 2,11VDC, el desfase es 3 K. Entre 2,49 VDC y 2,11 VDC el desfase se calcula por interpolación lineal. Corrección de la temperatura ambiente (si hay sensor): - CAH = punto de ajuste de la temperatura ambiente - CCC = coeficiente de corrección de desviación paralela Si se está en modo Economía, entonces hay corrección de reducción de Economía: - CAH = punto de ajuste de la temperatura ambiente - AAH = temperatura de reducción Economía - CCC = coeficiente de corrección de desviación paralela El punto de ajuste de la temperatura de impulsión está limitado (máximo) al ajuste Cd4. Control de demanda de frío La demanda de frío está habilitada si se está en modo Verano y la temperatura exterior es superior a CE2 + 0,5 K, y si el sensor de ambiente/ termostato conectado y la temperatura ambiente están por encima del punto de ajuste para el local +drt La demanda de frío está deshabilitada si se está en modo Invierno o Economía o la temperatura exterior es inferior a CE2-0,5 K, o si el sensor ambiente conectado o la temperatura ambiente están por debajo del punto de ajuste para el local. Si no hay demanda de calor o de frío, el punto de ajuste de la temperatura de impulsión se pone a 0 C. Si la demanda de frío está habilitada, el punto de ajuste de la temperatura de impulsión se calcula con una función OTC (véase también Fig.21) y queda asociado a los siguientes parámetros/correcciones: Función de curva OTC: - Cd1 = límite inferior de la temperatura de impulsión - Cd2 = límite superior de la temperatura de impulsión - CE1 = límite inferior de la temperatura exterior - CE2 = límite superior de la temperatura exterior Corrección del punto de ajuste de la temperatura ambiente: - CAE = punto de ajuste de la temperatura ambiente - CE2 = límite superior de la temperatura exterior - CCF = coeficiente de corrección de desviación paralela Corrección de la temperatura ambiente (si hay sensor): - CAE = punto de ajuste de la temperatura ambiente - CCF = coeficiente de corrección de desviación paralela En modo Ahorro, corrección de la temperatura de ahorro: - CAE = punto de ajuste de la temperatura ambiente - AAE = temperatura de reducción Economía - CCF = coeficiente de corrección desviación paralela El punto de ajuste de la temperatura de impulsión está limitado (mínimo) al ajuste Cd1. Control de humedad El control de la humedad siempre está activo. Si no hay conectado ningún sensor de humedad, el deshumidificador se conecta a la vez que la demanda de frío (se presupone que el deshumidificador tiene un ajuste interno para la humedad relativa) Cuando se conecta un sensor de humedad y el control está en modo Verano, el control es el siguiente: Si el sensor de humedad y la humedad relativa están por encima del ajuste para la humedad nominal (URN en modo Confort y URNE modo Economía), entonces: el deshumidificador está encendido. Si el sensor de humedad o la humedad relativa están por debajo del ajuste para la humedad nominal (URN en modo Confort y URNE modo Economía) - histéresis (durn), entonces: el deshumidificador está apagado. La bomba se activa a la vez que el deshumidificador si dap está puesto a1; si no, se apaga cuando no hay demanda de frío para el suelo radiante. Control de válvula de mezcla Si las demandas de calor y de frío están deshabilitadas, la válvula se cerrará a menos que la bomba esté funcionando aún. Si las demandas de calor o frío están habilitadas, la posición de la válvula de mezcla se calcula en virtud de un algoritmo de control PI. La entrada para el control PI es la actual temperatura de agua de impulsión y el punto de ajuste de la temperatura de impulsión. Ajustes: - bp banda proporcional - tps tiempo de carrera de la válvula de mezcla - Eri coeficiente de error de integración Control de bomba Si hay una demanda de calor o de frío, la bomba se encenderá. Si no hay demanda de calor o de frío, la bomba se apagará después de su tiempo de rotación extra (tsp) Protección de bloqueo de bomba y válvula Cada 24 horas, mientras la bomba está apagada y la válvula está cerrada, la bomba funcionará durante un minuto, al que seguirá la apertura y cierre de la válvula. Control de prevención de condensación sobre suelo En función de la temperatura del local y de la humedad relativa en cada momento, el punto de rocío se calcula con ayuda de una tabla de puntos de rocío estándares. El punto de ajuste de la temperatura de impulsión durante el enfriamiento está limitado (mínimo) por este valor. El cálculo del punto de rocío puede corregirse con el ajuste de desfase de punto de rocío (dpo) en aquellos casos en los que la tabla no puede aplicarse. Control de temperatura máxima de impulsión La bomba se apagará cuando la temperatura de impulsión esté por encima del ajuste de temperatura máxima de impulsión (tdm). La bomba se encenderá cuando la temperatura de impulsión esté por debajo del ajuste de temperatura máxima de impulsión (tdm) 5K. 10

11 Control de la humedad relativa máxima La bomba se apagará cuando la humedad relativa esté por encima del ajuste máximo (URM). La bomba puede encenderse de nuevo cuando la humedad relativa caiga por debajo del ajuste máximo (URM) histéresis (durm) Sensor de temperatura exterior compartido Si se usan múltiples controladores en la misma aplicación, se dispone de una interfaz de comunicación para usar sólo un único sensor de temperatura exterior. La información del sensor exterior se comunica, a través de la interfaz de comunicación, a los otros controladores. GESTIÓN DE FALLOS Códigos de fallo y diagnóstico Los códigos de fallo se muestran en la pantalla de fallos. Funcionamiento en condiciones de fallo F01: Si falla el sensor de temperatura exterior, el controlador controlará en funcionamiento normal, asumiendo una temperatura exterior de 10 C. F02: Si falla el sensor de temperatura de impulsión, la demanda de calor o frío se deshabilita y el punto de ajuste de la temperatura de impulsión se pone a 0. F03: Si falla el sensor de temperatura ambiente, el control continuará controlando en funcionamiento normal asumiendo una temperatura ambiente igual a la temperatura del punto de ajuste para éste. F04: Si falla la comunicación con OpenTherm, el controlador continuará controlando en funcionamiento normal en función del punto de ajuste recibido en último lugar y asumiendo una temperatura ambiente igual a la del punto de ajuste. F05: Si falla la interfaz de comunicación cuando está conectado un sensor de temperatura exterior, el controlador proseguirá con su normal funcionamiento. Sin el sensor, el controlador proseguirá con su normal funcionamiento, asumiendo una temperatura exterior de 10 C. F06: Si falla el sensor de humedad relativa, el control controlará el normal funcionamiento, como si no estuviera conectado ningún sensor de humedad relativa. F07: Si la temperatura de agua de impulsión excede el límite superior de la temperatura de impulsión, la bomba se apagará. F08: Si la humedad relativa supera el ajuste máximo URM, la bomba se apagará. En pantalla seguirá apareciendo el aviso hasta después de que la humedad relativa haya caído por debajo de URM-dURM. Éste sólo desaparecerá cuando se pulse un botón. APÉNDICE Datos técnicos Datos técnicos Tensión de entrada/salida Consumo de energía 230 V~, 50 Hz Máx. 5 VA Temperatura ambiente 0 a 50 C Temperatura de almacenamiento C Humedad Dimensiones Base material: Cubierta: Grado de protección Clase ignífuga Relé de bomba Relé de calor Relé de frío Relé de la válvula de mezcla Relé del deshumidificador Salida de baja tensión 0 a 95 % de humedad relativa 121x161,5x46 mm (AnxAlxFo) PA-GF 25-FR PC -FR (VO certificado) IP54 V0 3 A, cos 0,6; salida sin potencial 3 A, cos 0,6; salida sin potencial 3 A, cos 0,6; salida sin potencial 3 A, cos 0,6; salida sin potencial 3 A, cos 0,6; salida sin potencial Tensión de salida 24 VDC +20%, -30% Intensidad máx Entrada de realimentación de la caldera 20 ma Rango NTC 20 KΩ 30 a +110 C Sensibilidad NTC 20 KΩ Precisión NTC 20 KΩ ±1 C 20 KΩ 25 C, no lineal Longitud de cable 1 m (máx. 100 m) Entrada del sensor de humedad 0 a 10 VDC Rango 0 a 100% Precisión ±2% Longitud de cable 1 m (máx. 100 m) 11

12 Índice de conteúdos ÍNDICE DE CONTEÚDOS GERAL Instruções de segurança Especificações Descrição do produto Vista geral do sistema Forma de fornecimento Dimensões MONTAGEM Montagem e desmontagem da tampa frontal Montagem mural Montagem sobre calha DIN CABLEADO Entrada para cableado mural ou superficial Entrada para cableado pela base pelo lateral Blocos de conectores INSTALAÇÃO ELÉTRICA Alimentação elétrica Alimentação elétrica Terminais de terra Cableado dos terminais de saída Cableado dos terminais de entrada Interruptor verão/inverno Interruptor Conforto/Economia Sensor exterior Interface de comunicação Sensor/termóstato ambiente (OpenThermostat) Modificação da temperatura de ajuste Sensor de humidade Alimentação 24V DC Sensor de alimentação Realimentação de caldeira para HCE60/ INTERFACE DO UTILIZADOR Botões Ecrã Arranque MODOS OPERATIVOS CONFIGURAÇÂO Estrutura do menú principal Estrutura do submenú Código de instalador t_e - Temperatura exterior t_a - Temperatura ambiente t_d - Temperatura de ida PCd - Ponto de ajuste da água de ida dco - Humidade relativa FUNÇÔES DE CONTROLO Controlo de procura de calor Controlo de procura de frio Controlo de humidade Controlo da válvula misturadora Controlo do circulador Proteção de tomada de circulador e válvula Controlo de prevenção de condensação sobre o solo Controlo de temperatura máxima de alimentação Controlo da humidade relativa máxima Sensor de temperatura exterior partilhado GESTÂO DE ANOMALIAS Códigos de anomalia e diagnóstico Funcionamento em condições anómalas APÉNDICE Dados técnicos

13 PT GERAL Instruções de segurança Quando se executar qualquer trabalho (instalação, montagem, arranque), devem ser seguidas todas as instruções do fabricante, especialmente as instruções de segurança incluídas nas normas de instalação. O controlador BC deve ser instalado e montado só por pessoal autorizado e qualificado. Qualquer modificação da unidade que não seja realizada pelo fabricante invalida todas as garantias sobre o seu funcionamento e segurança. Assegure-se de que cumpre sempre com todos os requisitos e regulamentos locais aplicáveis. Antes de desmontar o controlador, corte a alimentação elétrica. Forma de fornecimento Fornecido numa embalagem com: - Tampa frontal - Base de montagem - Sonda exterior - Sondas de temperatura e humidade ambiente - Sonda de ida Dimensões PRECAUÇÃO Corte a alimentação elétrica antes de proceder à instalação do controlador BC. Não volte a alimentar eletricamente o aparelho até concluir a instalação. Especificações Tensão de alimentação 230V AC Consumo de energia 5 VA Alimentação elétrica para dispositivos externos Tensão de alimentação 24V DC Intensidade elétrica máx. 20 ma Fatores ambientais Temperatura de funcionamento C Humidade relativa 0 % - 95 %, sem condensação Temperatura de distribuição e armazenamento C Classe de proteção IP 54 Descripção do producto O controlador BC é um controlador de pavimento radiante, configurável, com compensação por temperatura exterior para calor/frio. Mediante um simples guia de menús e os 5 botões, o controlador pode ser facilmente configurado em função dos ajustes específicos que a aplicação necessite. A temperatura da água de ida controla-se segundo a curva de aquecimento com a temperatura exterior. Tanto os pedidos de calor e frio (contactos de relé) como a posição da válvula misturadora (contactos de relé aberto fechado) são controlados. Quando se instale um sensor ambiente ou um termóstato, adiciona-se uma compensação de temperatura ambiente à função de controlo OTC. Durante o controlo de funcionamento em frio o controlador BC pode ligar também um sensor de humidade e controlar um circuito de ventiloconvetores para desumidificar (contacto de relé). Vista geral do sistema O controlador BC foi concebido para controlar os sistemas de pavimento radiante individuais que necessitem de: Compensação por temperatura exterior Controlo de calor e frio. Controlo da válvula misturadora Controlo do circulador Compensação da temperatura ambiente Controlo da humidade Sonda exterior Sonda ambiente Sonda Humidade Dimensões en mm MONTAGEM O controlador BC foi desenhado para ser montado diretamente na parede ou numa calha DIN NOTA: uma montagem mural incorreta reduz a proteção IP Montagem e desmontagem da tampa frontal Para retirar a tampa frontal da base de montagem: Solte os dois parafusos da tampa frontal (1) Separe a tampa frontal da base de montagem (2). Para colocar a tampa frontal sobre a base de montagem: Alinhe devidamente a base de montagem e a tampa frontal. Pressione firmemente a tampa frontal contra a base de montagem. Segure a tampa frontal roscando os dois parafusos. NOTA: Assegure-se de que todos os pinos do conector se encontram bem alinhados e caem dentro do devido conector antes de encaixar o painel frontal e a base de montagem. Montagem mural Para uma instalação mural, há quatro orifícios de 4,0 mm na base de montagem do controlador BC. Antes de efetuar a montagem mural, rompa o plástico dos orifícios insinuados (A). Para o cableado, rompa o plástico na zona insinuada para passacabos. Use parafusos (diâmetro máx. 4 mm) e buchas adequadas para ao material da parede (não incluídos na embalagem). Ventiloconvetor Sonda Ida Circulador Válvula misturadora 13

14 Montagem sobre calha DIN O controlador pode ser facilmente montado sobre uma calha DIN graças às suas garras especiais existentes em ambos os lados da base de montagem. Mantenha o controlador inclinado e encaixe-o sobre a parte superior da calha DIN. Pressione o controlador contra a calha DIN. As garras encaixarão na base da calhal DIN. Para o desencaixar, dobre as garras (1) e retire o controlador da calha DIN (2). INSTALAÇÃO ELÉCTRICA PERIGO Risco de vida por descarga elétrica! Os contactos abertos podem estar sob tensão. Antes de abrir, assegure-se de que o dispositivo está desligado da corrente elétrica. ADVERTÊNCIA A exposição a descarga elétrica destruirá os componentes electrónicos e danificará o controlador BC. Não toque nos componentes. Toque numa peça de metal ligada à terra para descarregar a eletricidade estática do seu corpo. ADVERTÊNCIA Um curto circuito ou a instalação incorreta danificam o controlador BC. CABLEADO PRECAUÇÃO Corte a alimentação elétrica antes de proceder à instalação do controlador BC. Não reponha a alimentação elétrica até que os trabalhos de instalação estejam concluídos. A base de montagem pode cablear-se de duas formas: - cableado mural ou superficial (pela parte posterior) - cableado pela base ou pelos lados Por razões de segurança, os cabos de alimentação e os de baixa voltagem serão introduzidos separadamente em diferentes compartimentos da base de montagem. Os cabos de baixa voltagem devem ser dirigidos para o lado esquerdo (entradas; sobretudo sensores). A tomada de corrente e a ligação à terra estarão à direita (alimentação e contactos de relé de saída). Entradas para cableado mural ou superficial Para um cableado pela parte posterior da base de montagem retire as portas de passagem de passacabos na parte posterior da base (indicação B). Entradas para cableado pela base ou pelas laterais Para cablear pela base ou pelos laterais da base de montagem necessitará de cabos e não fios separados. Para proteção de segurança, quando se introduzirem os cabos no controlador pela base ou pelos laterais é preciso usar ligações para cabos. Nota: Para garantir a proteção IP54, use cabos e ligações adequadas para o efeito. Para instalar as ligações para os cabos, retire as portas de passagem dos passacabos no ponto requerido da base. As ligações para cabos ajustam-se a diferentes diâmetros de cabos. Verifique, portanto, que usa a combinação adequada. Alimentação elétrica A tomada de alimentação elétrica (230V AC) liga-se no bloco B, terminais 13 e 14. Terminais de tierra Os fios de terra procedentes do cabo de alimentação elétrica e do circulador, válvula misturadora, caldeira ou desumidificador podem combinar-se e ser ligados ao bloco de ligações D. Os três terminais estão interligados internamente. 14

15 Cableado de terminais de saída O bloco de conectores de saída (A) também se situa na área de tensão da rede e contém os contactos de relé para os diferentes elementos controlados. Todos os contactos de relé têm uma tensão nominal de 230V AC e 3A indutiva 0,6 f.p. Por razões de segurança, para poder usar também uma caldeira ou um aparelho de ar condicionado de baixa voltagem, o terminal 6 não se usa. Mudança Verão/Inverno Para passar através do comando exterior do modo verão para o modo inverno ou vice-versa, os terminais 1 e 2 contam com uma entrada de interruptor. Se o contacto está aberto, o modo verão fica ativo, com o contacto fechado, está ativo o modo inverno. Interruptor Conforto/Economi circuito ventiloconvetores comutador verão-inverno Para passar através do comando exterior do modo conforto para o modo economia ou vice-versa, os terminais 2 e 3 contam com uma entrada de interruptor. Se o contacto está aberto, o modo conforto fica ativo, com o contacto fechado, está ativo o modo economia. Circuito ventiloconvetores: O contacto fecha para ativar o circuito quando a humidade ambiente supera o programado. Comutador verão inverno: - Modo verão Contacto aberto - Modo inverno Contacto fechado Ligação bomba calor: - Modo verão Contacto aberto: Bomba de calor ON Contacto fechado: Bomba de calor OFF - Modo inverno Contacto fechado: Bomba de calor ON Contacto aberto: Bomba de calor OFF Válvula misturadora: Contacto livre de tensão. Deverá ser ligado à fase através do comum. Circulador: Contacto livre de tensão. Deverá ser ligado à fase através do borne 2. Cableado de terminais de entrada ligação bomba de calor sem uso comum fechar Abrir Bomba O bloco de conectores de entrada (C) está situado na área de baixa voltagem e contém sobretudo entradas de sensores. Sonda de ida água Válvula misturadora Sensor exterior O controlador requer a informação da temperatura exterior. O sensor de temperatura exterior deve ligar-se aos terminais 4 e 5. A sonda deve ser orientada para o norte geográfico ou noroeste, para não distorcer os valores reais de temperatura externa por influência solar directa. O comprimento máximo de cabos entre o PABX ea sonda não é em nenhum caso ser superior a 100 m. É aconselhável usar um cabo blindado, a fim de evitar correntes parasitas. Interface de comunicação Para partilhar a informação do sensor de temperatura exterior quando se encontram instalados vários controladores na mesma aplicação, dispõe-se de um interface de comunicação simples nos terminais 5 e 6. Sensor de ambiente Esta entrada conta com uma função de autodeteção dum sensor simples de temperatura ambiente. Para a compensação ambiente o controlador só requer um sensor de temperatura ambiente. Sensor de humedade O controlo do desumidificador e a função anticondensação que vigia a temperatura de ida da água é efeuado através dum sensor de humidade. Sonda de humidade Sensor/Termostato ambiente Interface de comunicação Sensor exterior Controlo Sonda temp/humidade Mudança modo conforto/economia Mudança verão/inverno O comprimento máximo de cabos entre o control ea sonda de temperatura / umidade em caso algum ultrapassar 50 m. Recomendamos o uso de cabo blindado para evitar correntes parasitas. 15

16 Sonda de ida O controlador requer informação da temperatura de ida. O sensor de temperatura da água deve ser ligado aos terminais 13 e 14. Ecrã O ecrã do controlador BC é muito simples e tem secções extra para indicar o modo operativo, as anomalias e o estado. O comprimento máximo de cabos entre o control ea sonda de temperatura / umidade em caso algum ultrapassar 50 m. Recomendamos o uso de cabo blindado para evitar correntes parasitas. INTERFACE DO UTILIZADOR O controlador BC tem um interface simples de 5 botões com um ecrã de fácil leitura. Botões Na tampa frontal do controlador há 5 botões: Botão de seleção Se premir este botão no menú por defeito, seleciona o primeiro ítem do menú principal. Se premir este botão no menú ou submenú principal seleciona o item seguinte. Se premir este botão enquanto é mostrado o último item do menú principal, seleciona o menú por defeito. Se premir este botão enquanto é mostrado o último item dum submenú, seleciona de novo o valor desse item do submenú. Não tem nenhum efeito se o premir no menú de código de instalador quando não se encontrar fixado qualquer código de instalador. Se premir este botão no menú de código de instalador com um código de instalador fixado, seleciona o primeiro item do submenú. Botão de diminuição Si se pulsa, se disminuye el valor del ítem seleccionado, si es posible. Si se pulsa en el menú principal o pantalla por defecto, se seleccionará directamente el menú CAH o CAE (según se esté en modo Verano o modo Invierno). Botão de aumento Ao premir este botão, diminui o valor do item selecionado, se tal for possível. Se premir este botão no menú principal ou ecrã por defeito, selecionará diretamente o menú CAH ou CAE (conforme esteja em modo verão ou modo inverno). Botão de submenú Se premir este botão no menú principal sem que esteja fixado nenhum código de instalador, aparece o menú código de instalador. Se premir este botão no menú código de instalador, é mostrado o último ítem selecionado do menú principal. Se premir este botão no menú principal quando estiver fixado um código de instalador, introduz-se o primeiro valor do submenú. Se premir este botão num submenú, é mostrado o último item selecionado do menú principal. Galería de símbolos e secções: Símbolo de aquecimento Aparece quando o contacto de relé da caldeira está fechado e se solicita aquecimento. Símbolo de arrefecimento Aparece quando o contacto de relé da bomba de calor está fechado e se solicita arrefecimento. Símbolo de Economía Aparece quando ol controlador está em modo economia. Símbolo de anomalia Aparece em caso de anomalia. O símbolo de anomalia fica intermitente e um código de 3 dígitos identifica a anomalia (Fxx) Símbolo de fecho da válvula misturadora Aparece quando o contacto de relé de fecho da válvula misturadora está fechado e a válvula se fecha. Símbolo de apertura da válvula misturadora Aparece quando o contacto de relé de abertura da válvula misturadora está fechado e a válvula se abre. Símbolo de circulador Aparece quando o contacto de relé do circulador está fechado e o circulador está em funcionamento. Símbolo de desumidificação Aparece quando o contacto de relé do circuito de ventiloconvetores está fechado e estes e o circulador se encontram em funcionamento. ARRANQUE Depois de instalar os sensores e as saídas, o controlador BC pode ser colocado em funcionamento pela primeira vez. Ligue a alimentação elétrica. O controlador arrancará com a configuração por defeito armazenada na EEPROM. Realiza um procedimento de comprovação para verificar a validade dos dados da memória não volátil e as diversas entradas. Os modos verão/ inverno e economia/conforto são determinados pela entrada verão/ inverno. São colocados a zero todas as anomalias e sensores e detetadas automaticamente as comunicações com o dispositivo ambiente e com o bus de campo. Uma vez terminado o procedimento, aparece no controlador o ecrã convencional. Botão de modo Ao premir este botão altera-se o modo: verão/inverno e/ou economia/ conforto. 16

17 MODOS OPERATIVOS O controlador BC tem 4 modos operativos: Modo verão + economia O ecrã mostra os símbolos EST e ECO. A desumidificação está ativa. Modo verão + conforto O ecrã mostra apenas EST. Os controlos de arrefecimento e desumidificação estão ativos. Modo Invierno + Economía O ecrã mostra os símbolos INV e ECO. Está ativo o controlo de aquecimento com redução. Modo Invierno + Conforto O ecrã mostra apenas INV. Está ativo o controlo de aquecimento. Com o botão M (modo) pode selecionar qualquer um dos 4 modos operativos. Estructura de submenú Só os seguintes ítens do menú principal dão acesso a outros submenús: t_e xx.x C : temperatura exterior t_a xx.x C : temperatura ambiente t_d xx.x C : temperatura de ida PCd xx.x C : regulação da temperatura de ida dco xxx % : regulação da humidade relativa Código de instalador Antes de poder aceder aos ítems dos submenús do menú principal, deverá introduzir um código de instalador. O ecrã mostrará Code (código) e 0. Com o botão + terá que fixar este número em 35. t_e - Temperatura exterior Neste submenú aparecem listados os seguintes parâmetros: CE1 xx.x C : limite inferior de temperatura exterior para arrefecimento Cd1 xx.x C : limite inferior de temperatura de ida para arrefecimento CE2 xx.x C : limite superior de temperatura exterior para arrefecimento Cd2 xx.x C : limite superior de temperatura de ida para arrefecimento CE3 xx.x C : limite inferior de temperatura exterior para aquecimento Cd3 xx.x C : limite inferior de temperatura de ida para aquecimento CE4 xx.x C : limite superior de temperatura exterior para aquecimento Cd4 xx.x C : limite superior de temperatura de ida para aquecimento t_a - Temperatura de ambiente Neste submenú aparecem listados os seguintes parâmetros: CAH xx.x C : Regulação da temperatura ambiente para aquecimento AAH xx.x C : Redução Economia da temperatura de aquecimento CAE xx.x C : Regulação da temperatura ambiente para arrefecimento AAE xx.x C : Aumento Economia de temperatura de arrefecimento CCC xx.x : coeficiente de correção de desvio paralelo aquecimento CCF xx.x : coeficiente de correção de desvio paralelo arrefecimento CONFIGURAÇÃO A configuração do controlador BC efetua-se com 4 dos 5 botões da tampa frontal. Com estes botões pode-se navegar por um simples guia de menús para ajustar todos os parâmetros de controlo. Todos os menús usam 4 caracteres com 14 segmentos para mostrar o nome e três números de 7 segmentos para o valor. Após 5 minutos sem que se prima um botão, o controlador volta ao menú por defeito e o código de instalador reinicia-se. Estrutura do menú principal Na estrutura do menú principal podem ler-se os seguintes itens de menú ou valores de sensor: Ver xx.x : versão de software t_e xx.x C : temperatura exterior t_a xx.x C : temperatura ambiente t_d xx.x C : temperatura de ida PCd xx.x C : ponto de ajuste da temperatura de ida FC xxx % : posição da válvula dco xxx % : humidade relativa t_d - Temperatura de alimentación Neste submenú aparecem listados os seguintes parâmetros: tdm xx.x C : temperatura máxima de ida. PCd - Punto de ajuste del agua de impulsión Neste submenú aparecem listados os seguintes parâmetros: bp xx.x C : banda proporcional tps xx.x s : tempo de funcionamento da válvula misturadora Eri xx.x C : coeficiente de erro de integração tsp xxx s : tempo extra de rotação da bomba drt x.x C : histérese da temperatura ambiente para ligar a bomba dco - Humedade relativa Neste submenú aparecem listados os seguintes parâmetros: URN xxx % : regulação da humidade relativa nominal modo Conforto URNE xxx % : regulação da humidade relativa nominal modo Economia URM xxx % : regulação da humidade relativa máxima dpo xxx C : desfasamento do ponto de orvalho durn xxx % : histérese sobre a regulação da humidade relativa nominal (URN) durm xxx % : histérese sobre a regulação da humidade relativa máxima (URM) dap x : desumidificador e bomba ligados juntos (1= juntos, 0= não juntos) Nota: Selecione 1 se o desumidificador está hidraulicamente ligado em paralelo com o pavimento radiante (depois da bomba). Selecione 0 se o desumidificador está ligado hidraulicamente antes da bomba (o desumidificador tem a sua própria bomba). Com o botão S aparece o item seguinte do menú, enquanto que com o botão V se introduz o submenú do item selecionado. Com os botões - e + modifica-se o parâmetro. 17

18 Temperatura ida água (ºC) Temperatura ambiente por defeito Aquecimento = CAH = 20 ºC Temperatura ambiente por defeito Arrefecimento = CAE = 23 ºC Limite máximo temperatura ida Curva Aquecimento Zona Neutra Banda Morta Curva Arrefecimento Desfasamento paralelo durante Aquecimento CCF = +/-2K Desfasamento paralelo durante Arrefecimento CCF = +/-2K Limite mínimo temperatura ida 18

19 Listado de parámetros Parâmetro Descrição Valor por defeito Mín Máx Unidade CE1 limite inferior temperatura exterior para arrefecimento C Cd1 limite inferior temperatura ida para arrefecimento C CE2 limite superior temperatura exterior para arrefecimento C Cd2 limite superior temperatura ida para arrefecimento C CE3 limite inferior temperatura exterior para aquecimento C Cd3 limite inferior temperatura ida para aquecimento C CE4 limite superior temperatura exterior para aquecimento C Cd4 limite superior temperatura ida para aquecimento C CAH regulação da temperatura ambiente para aquecimento C AAH redução economia de temperatura aquecimento 4,0 0,1 20,0 C CAE regulação da temperatura ambiente para arrefecimento C AAE aumento economia de temperatura arrefecimento 2,0 0,1 20,0 C CCC coeficiente correção do desvio paralelo para aquecimento 3,0 0,1 20,0 1 CCF coeficiente correção do desvio paralelo para arrefecimento 2,0 0,1 20,0 1 URN regulação da humidade relativa nominal, modo conforto % URNE regulação da humidade relativa nominal, modo economia % URM regulação da humidade relativa máxima % bp banda proporcional 6,0 0,1 20,0 C tps tempo de curso da válvula misturadora % Eri coeficiente de erro de integração 2,5 0,0 10,0 % tdm temperatura máxima de ida C tsp tempo de rotação extra da bomba % dpo desfasamento do ponto de orvalho C durn regulação da histérese sobre a regulação da humidade relativa nominal % durm regulação da histérese sobre a regulação da humidade relativa máxima % drt histérese da temperatura ambiente, ligação da bomba C dap regulação do desumidificador e bomba

20 FUNÇÕES DE CONTROLO O controlador BC tem várias funções de controlo que podem ajustar-se com os parâmetros anteriores. Principais funções de controlo: Controlo de demanda de calor Controlo de demanda de frio Controlo de demanda de humidade Controlo da válvula misturadora Controlo da bomba Funções de controlo que fazem parte das funções de controlo principais: Proteção bloqueio de bomba e válvula Prevenção de condensação sobre o pavimento Controlo da temperatura ambiente Controlo de temperatura máxima de ida Sensor de temperatura exterior partilhado Controlo de demanda de calor A demanda de calor está habilitada se o modo inverno está ativo e a temperatura exterior é inferior a CE3 0,5 K, o sensor/termóstato ambiente está ligado e a temperatura ambiente é inferior à de regulação para o local -DRT A demanda de calor está inabilitada se se está em modo verão ou a temperatura exterior é superior a CE3 + 0,5 K, ou se o sensor ambiente ligado e a temperatura de sala supera a de regulação para o local. Se não há demanda de calor ou de frio, a regulação da temperatura de ida coloca-se a 0 C. Se a demanda de calor está habilitada, a regulação da temperatura de ida é calculada através de uma função do controlador (ver também a fig.21) e fica associada aos seguintes parâmetros/correções: Funções de curva do controlador: - Cd3 = Limite inferior da temperatura de ida - Cd4 = Limite superior da temperatura de ida - CE3 = Limite inferior da temperatura exterior - CE4 = Limite superior da temperatura exterior Correção da regulação da temperatura ambiente: - CAH = regulação da temperatura ambiente - CE3 = limite inferior da temperatura exterior - CCC = coeficiente de correção de desvio paralelo Correção da regulação de funcionamento HCE60/80: -Se o sinal de entrada é superior a 2,49V DC, o desfasamento está correto. - Se o sinal de entrada é inferior a 2,11V DC, o desfasamento é 3K. Entre 2,49V DC e 2,11V DC o desfasamento é calculado por interpolação linear. Correção da temperatura ambiente (se há sensor): - CAH = regulação da temperatura ambiente - CCC = coeficiente de correção de desvio paralelo Em modo economia, correção da redução em economia: - CAH = regulação da temperatura ambiente - AAH = temperatura de redução economia - CCC = coeficiente de correção de desvio paralelo A regulação da temperatura de ida está limitada (máximo) à regulação Cd4. Controlo de demanda de frio A demanda de frio está habilitada se se está em modo verão e a temperatura exterior é superior a CE2 + 0,5 K, e se o sensor de ambiente/ termóstato está ligado e a temperatura ambiente é superior à de regulação para o local +DRT A demanda de frio está inabilitada se se está em modo inverno ou economia ou a temperatura exterior é inferior a CE2-0,5 K, ou ainda se o sensor ambiente está ligado e a temperatura ambiente é inferior à de regulação para o local. Se não há demanda de calor ou de frio, a regulação da temperatura de ida coloca-se a 0 C. Se a demanda de frio está habilitada, a regulação da temperatura de ida é calculada através de uma função do controlador (ver também a fig.21) e fica associada aos seguintes parâmetros/correções: Funções de curva do controlador: - Cd1 = limite inferior da temperatura de ida - Cd2 = limite superior da temperatura de ida - CE1 = limite inferior da temperatura exterior - CE2 = limite superior da temperatura exterior Correção da regulação da temperatura ambiente: - CAE = regulação da temperatura ambiente - CE2 = limite superior da temperatura exterior - CCF = coeficiente de correção de desvio paralelo Correção da temperatura ambiente (se há sensor): - CAE = regulação da temperatura ambiente - CCF = coeficiente de correção de desvio paralelo Em modo economia, correção da redução em economia: - CAE = regulação da temperatura ambiente - AAE = temperatura de redução economia - CCF = coeficiente de corrección desviación paralela A regulação da temperatura de ida está limitada (mínimo) à regulação Cd1. Controlo de humedade O control da humidade está sempre ativo. Se não está ligado nenhum sensor de humidade, o desumidificador liga-se em simultâneo com a demanda de frio (pressupõe-se que o desumidificador tem um ajuste interno para a humidade relativa) Quando se liga um sensor de humidade e o controlo está em modo verão, o controlo é o seguinte: Com sensor de humidade, se a humidade relativa é superior à regulação da humidade nominal (URN em modo conforto e URNE modo economia), então o desumidificador está ligado. Sem sensor de humidade ou se a humidade relativa é inferior à regulação da humidade nominal (URN em modo conforto e URNE modo economia) - histérese (durn), então o desumidificador está apagado. A bomba ativa-se em simultâneo com o desumidificador se dap = 1; senão apaga-se quando não há demanda de frio para o pavimento radiante. Controlo de válvula misturadora Se as demandas de calor e de frio estão inabilitadas, a válvula fecha-se, exceto se a bomba ainda funciona. Se as demandas de calor ou de frio estão habilitadas, a posição da válvula misturadora é calculada em função dum algoritmo de controlo PI. As entradas para o controlo PI são a temperatura atual da água de ida e a temperatura regulação de ida. Ajustes: - bp banda proporcional - tps tempo de curso da válvula misturadora - Eri coeficiente de erro de integração Controlo de bomba Se há demanda de calor ou de frio, a bomba arranca. Se não há demanda de calor ou de frio, a bomba para depois do seu tempo de rotação extra (tsp). Proteção de bloqueio da bomba e válvula misturadora Cada 24 horas, enquanto a bomba está apagada e a válvula está fechada, a bomba funciona durante um minuto, ao que se seguirá a abertura e fecho da válvula. Controlo de prevenção de condensação sobre o pavimento Em função da temperatura do local e da humidade relativa em cada momento, o ponto de orvalho é calculado com a ajuda duma tabela de pontos de orvalho convencionais. A regulação da temperatura de ida durante o arrefecimento está limitada (mínimo) por este valor. O cálculo do ponto de orvalho pode ser corrigido com a regulação de desfasamento do ponto de orvalho (dpo) nos casos em que os da tabela não se possam aplicar. Controlo da temperatura máxima de ida A bomba para quando a temperatura de ida é superior à de regulação da temperatura máxima de ida (tdm). A bomba arranca quando a temperatura de ida é inferior à de regulação da temperatura máxima de ida (tdm) 5K. 20

MANUAL DE OPERACIONES

MANUAL DE OPERACIONES MANUAL DE OPERACIONES INTRUCCIONES DE SEGURIDAD IMPORTANTES El signo de exclamación dentro del triángulo equilátero intenta alertar al usuario de la presencia de instrucciones operativas y de mantenimiento

Leia mais

ASA 50-IN. ES ACUMULADORES PARA BOMBA DE CALOR Instrucciones de Instalación, Montaje y Funcionamiento para el INSTALADOR

ASA 50-IN. ES ACUMULADORES PARA BOMBA DE CALOR Instrucciones de Instalación, Montaje y Funcionamiento para el INSTALADOR ASA 50-IN ES ACUMULADORES PARA BOMBA DE CALOR Instrucciones de Instalación, Montaje y Funcionamiento para el INSTALADOR PT ACUMULADOR PARA INSTALAÇÕES SOLARES Instruções de instalação, montagem e funcionamento

Leia mais

TIG ROBOT DC TIG ROBOT AC-DC AUTOMATION

TIG ROBOT DC TIG ROBOT AC-DC AUTOMATION TIG ROBOT DC TIG ROBOT AC-DC AUTOMATION Cebora ofrece, para aplicaciones TIG en el sector de la automatización y de la robótica, 2 generadores CC de 300 a 500 A y 3 generadores TIG CA-CC de 260 a 450 A.

Leia mais

Localização do termostato 14 Posicionamento e instalação do sensor 14. Instalação eléctrica normal 15 Montagem do termostato na caixa de parede 16

Localização do termostato 14 Posicionamento e instalação do sensor 14. Instalação eléctrica normal 15 Montagem do termostato na caixa de parede 16 ÍNDICE INTRODUÇÃo 13 Especificações técnicas 14 POSICIONAMENTO DO TERMOSTATO E DO SENSOR 14 Localização do termostato 14 Posicionamento e instalação do sensor 14 INSTALAÇÃO 15 Instalação eléctrica normal

Leia mais

KIT FREE DC-DVC KIT FREE DC A/01 DC/01 ME KIT FREE DVC VA/01 DVC/01 ME. www.came.com. Português KIT FREE DC-DVC 24810420 25-09-14_PT

KIT FREE DC-DVC KIT FREE DC A/01 DC/01 ME KIT FREE DVC VA/01 DVC/01 ME. www.came.com. Português KIT FREE DC-DVC 24810420 25-09-14_PT KIT FREE DCDVC 8100 KIT FREE DC A/01 DC/01 ME KIT FREE DVC www.came.com DVC/01 ME PT Português KIT FREE DCDVC 8100 5091_PT A 106 15 10 10 3,5 7,5 57 6,5 5 Avisos gerais Leia com atenção as instruções antes

Leia mais

Informações Técnicas Informaciones Técnicas

Informações Técnicas Informaciones Técnicas Informações Técnicas Informaciones Técnicas KT-180-1 BR Controle de alimentação do Óleo INT265 Modelos: 4VCS-6.2(Y).. 4NCS-20.2(Y) a partir do número de série 166811090 4 C-3.2(Y).. 4CC-9.2(Y) com tampa

Leia mais

HT-HTP. Serie HT-HTP túnel de lavado de arrastre de cestas. Série HT-HTP máquinas de lavar de túnel

HT-HTP. Serie HT-HTP túnel de lavado de arrastre de cestas. Série HT-HTP máquinas de lavar de túnel HT-HTP 100 150 195 205 220 Serie HT-HTP túnel de lavado de arrastre de cestas Série HT-HTP máquinas de lavar de túnel GAMA HT-HTP La gama HT-HTP se compone de 5 modelos de máquinas de arrastre que permiten

Leia mais

Siesta -CRX. Manual de Instruções Modelo Siesta - CRX RD Radiante Termostato programável piso Aquecimento Geração CorteX

Siesta -CRX. Manual de Instruções Modelo Siesta - CRX RD Radiante Termostato programável piso Aquecimento Geração CorteX Linha de produtos Siesta -CRX Manual de Instruções Modelo Siesta - CRX RD Radiante Termostato programável piso Aquecimento Geração CorteX Nova Programação Nova Ecrã Novo Coração Siesta - CRX RD Radiante

Leia mais

Boletim Técnico Agosto / 2011

Boletim Técnico Agosto / 2011 Página 01/08 TÍTULO: INFORMATIVO DO NOVO CONTROLE REMOTO COM FIO PARA UNIDADES SPLITÃO 2 ESTÁGIOS SUMÁRIO Esta publicação visa informar o novo controle remoto com fio para as Unidades da Linha Splitão

Leia mais

Lista de precios Termostatos Conectados 2015 Lista de preços Termostatos Conectados 2015

Lista de precios Termostatos Conectados 2015 Lista de preços Termostatos Conectados 2015 Lista de precios Termostatos Conectados 2015 Lista de preços Termostatos Conectados 2015 VALIDEZ 1 AGOSTO 2015 - INICÍO 1 AGOSTO 2015 6.09 - Y87 CONNECTED 6.09 - Y87 CONNECTED CLIMATIZACIÓN INDIVIDUAL

Leia mais

Instruções de instalação e de assistência técnica. Central de controlo solar. B-sol 300 6720613720-00.1 SD. 6720613744 (2007/04) pt

Instruções de instalação e de assistência técnica. Central de controlo solar. B-sol 300 6720613720-00.1 SD. 6720613744 (2007/04) pt Instruções de instalação e de assistência técnica Central de controlo solar -sol 300 pt 6720613720-00.1 SD Índice Índice 1 Instruções de segurança e esclarecimentos sobre os símbolos 5 1.1 Indicações gerais

Leia mais

PCTV Analog Stick (170e)

PCTV Analog Stick (170e) PCTV Analog Stick (170e) Guía Início Rápido 2008-2009 PCTV Systems S.à r.l. 8420-20022-01 R2 Contenido del Paquete 1 2 3 4 5 6 7 I. Instalación II. III. IV. Contenido del Paquete* Imagenes ilustrativas

Leia mais

Controlo remoto / Mando a distancia

Controlo remoto / Mando a distancia 8739722567-200810 (Remote).fm Page 1 Tuesday, November 18, 2008 11:28 AM Manual de Utilização / Manual de Manejo Controlo remoto / Mando a distancia Português 2 Español 11 PT\ES 8739722567-200810 (Remote).fm

Leia mais

Guia de Instalação, Programação e Funcionamento. Conteúdo. Bem-vindo! Programador Fácil de Programar (STPi)

Guia de Instalação, Programação e Funcionamento. Conteúdo. Bem-vindo! Programador Fácil de Programar (STPi) Bem-vindo Programador Fácil de Programar (STPi) Guia de Instalação, Programação e Funcionamento Obrigado por ter adquirido o programador Rain Bird fácil de programar Nas páginas seguintes, vai encontrar

Leia mais

PRS 9. Instruções de funcionamento 810549-00 Programador PRS 9

PRS 9. Instruções de funcionamento 810549-00 Programador PRS 9 PRS 9 Instruções de funcionamento 810549-00 Programador PRS 9 1 Dimensões/Componentes 128.5 169 30.01 (6TE) Fig. 1 A B C D E I H G J F MAX 70 C Fig. 2 MAX 95 % 2 Legenda A B C D E F G H I J Selector S1

Leia mais

Válvulas de ducha de emergencia Válvulas para duches de emergência

Válvulas de ducha de emergencia Válvulas para duches de emergência DUCHAS DE EMERGENCIA Válvulas de ducha de emergencia Válvulas para duches de emergência Material: Latón, recubierto con una capa de pintura de polvo de poliéster resistente a los agentes químicos Válvula

Leia mais

Conteúdo do pacote. Lista de terminologia. Powerline Adapter

Conteúdo do pacote. Lista de terminologia. Powerline Adapter Powerline Adapter Note! Não expor o Powerline Adapter a temperaturas extremas. Não deixar o dispositivo sob a luz solar directa ou próximo a elementos aquecidos. Não usar o Powerline Adapter em ambientes

Leia mais

Conteúdo do pacote. Lista de terminologia. Powerline Adapter

Conteúdo do pacote. Lista de terminologia. Powerline Adapter Powerline Adapter Note! Não expor o Powerline Adapter a temperaturas extremas. Não deixar o dispositivo sob a luz solar directa ou próximo a elementos aquecidos. Não usar o Powerline Adapter em ambientes

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES SS CONTROLADOR DE ENERGIA REATIVA Computer-14d -xx - 144a MANUAL DE INSTRUÇÕES ( M 981 601 / 98C ) REGULADOR DE ENERGIA REATIVA COMPUTER- 14 d 2 1.- REGULADORES DE ENERGIA REATIVA COMPUTER-14d-144a Os

Leia mais

Atenção: Consulte o manual antes de trabalhar com o medidor.

Atenção: Consulte o manual antes de trabalhar com o medidor. MEDIDOR DIGITAL DE RESISTÊNCIA DE TERRA MODELO: ST-5300 / ST-5300A O comprovador digital de resistência de terra vem mudar o gerador de mão convencional usado actualmente para fazer estas verificações.

Leia mais

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo.

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo. BOLETIM DE GARANTIA (N o 05 / 2013) Código de erro do Cassete e Piso-Teto No. TIPO DESCRIÇÃO Flash Blink Código Nota 1 Falha 2 Falha 3 Falha 4 Falha 5 Falha 6 Falha Placa acusa erro no sensor de temperatura

Leia mais

www.sfa.es www.sfa.pt

www.sfa.es www.sfa.pt www.sfa.es www.sfa.pt introducción Las instalaciones de climatización, de refrigeración y las calderas de condensación generan condensados mientras funcionan. Este agua residual se puede evacuar: - O por

Leia mais

ACR. Accesorios de cobre en pulgadas Accesórios de cobre em polgadas

ACR. Accesorios de cobre en pulgadas Accesórios de cobre em polgadas DOING MORE - Since 909 Accesorios de cobre en pulgadas Accesórios de cobre em polgadas Tubo capilar de cobre / Filtros / Tubos de compensación Tubo capilar de cobre / Filtros / Tubos de compensação 7-9

Leia mais

Referência do modelo 3. Especificações 4. Antes de usar 5, 6. Peças e acessórios 7

Referência do modelo 3. Especificações 4. Antes de usar 5, 6. Peças e acessórios 7 Página Referência do modelo 3 Especificações 4 Antes de usar 5, 6 Peças e acessórios 7 Instalação 8, 9 Modo de operação para modelos mecânicos Modo de operação para modelos electrónicos 10, 11 12, 13 Drenagem

Leia mais

Instalação da sua máquina de lavar louça...59-64

Instalação da sua máquina de lavar louça...59-64 Sumário Páginas Instalação da sua máquina de lavar louça...59-64 Colocação a nível regulação dos pés...59 Protecção anti-embaciamento...59 Revestimento da porta...60 Equilibragem da porta...60 Fixação

Leia mais

Nunca utilizar objectos afiados, ácidos ou solventes orgânicos para a limpeza. Dispositivo

Nunca utilizar objectos afiados, ácidos ou solventes orgânicos para a limpeza. Dispositivo Smart Control N.º art. SC 1000 KNX Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas por electricistas especializados. Risco de

Leia mais

VIESMANN VITOSOLIC. Dados técnicos VITOSOLIC 100 VITOSOLIC 200. Controlador para sistemas de energia solar

VIESMANN VITOSOLIC. Dados técnicos VITOSOLIC 100 VITOSOLIC 200. Controlador para sistemas de energia solar VIESMANN VITOSOLIC Controlador para sistemas de energia solar Nº de referência e preços: ver lista de preços VITOSOLIC 100 Controlador electrónico por diferença de temperatura Para sistemas com produção

Leia mais

Manual de instruções para carregadores de acumuladores. utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters

Manual de instruções para carregadores de acumuladores. utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters Manual de instruções para carregadores de acumuladores CCC 405 e CCC 410 24V/5A 24V/10A utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters Certified to EN60601-1 3 rd ed. Em conformidade

Leia mais

MIG-MAG EVO 350/450 - SYNERGIC

MIG-MAG EVO 350/450 - SYNERGIC MIG-MAG EVO 350/450 - SYNERGIC MIG-MAG EVO 350 TC SYNERGIC 2 EVO 350 TC - SYNERGIC Art. 641 230-400V 50/60 Hz ± 10% 40 A 25 A (230V) (400V) 15,9 kva 40% 10,7 kva 60% 7,6 kva 100% 35A 400A 350A 40% 290A

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3055 rev. 01

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3055 rev. 01 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3055 rev. 01 Leia cuidadosamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do megôhmetro ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante com dois sensores Instruções de instalação e funcionamento

GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante com dois sensores Instruções de instalação e funcionamento Labkotec Oy Myllyhaantie 6 FI-33960 PIRKKALA FINLAND Tel: + 358 29 006 260 Fax: + 358 29 006 1260 19.1.2015 Internet: www.labkotec.fi 1/12 GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-890

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-890 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO DIGITAL MODELO TD-890 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... - 1-2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Leia atentamente este manual antes de usar o Multímetro

Leia atentamente este manual antes de usar o Multímetro MULTÍMETRO DIGITAL EM369 Leia atentamente este manual antes de usar o Multímetro GARANTIA Este aparelho de medição está coberto de garantia sobre possíveis defeitos de fabricação e de funcionamento durante

Leia mais

interno para o tubo. mas não fixo, permitindo a rotação para alinhar alineación del sistema União fria

interno para o tubo. mas não fixo, permitindo a rotação para alinhar alineación del sistema União fria Accesorios de latón de unión mediante empuje para diferentes tipos de tubo Acessórios de latão com união por encaixe para diferentes tipos de tubo...16-161 Push-Fit CARACTERÍSTICAS Y VENTAJAS / CARACTERÍSCAS

Leia mais

Turbo-trituradores TRX-21 / TRX-22

Turbo-trituradores TRX-21 / TRX-22 Turbo-trituradores TRX-21 / TRX-22 TRX-21 / TRX-22 La gama de turbo-trituradores TRX de Sammic, diseñada para trabajar en calderos de hasta 800 litros de capacidad, permite mezclar y triturar directamente

Leia mais

GESTRA. GESTRA Steam Systems. NRR 2-2e. Manual de Instruções 818464-00 Regulador de nível NRR 2-2e

GESTRA. GESTRA Steam Systems. NRR 2-2e. Manual de Instruções 818464-00 Regulador de nível NRR 2-2e GESTRA GESTRA Steam Systems Manual de Instruções 818464-00 Regulador de nível Dimensões Fig. 2 Fig. 1 Tampa transparente Rede (ver placa de características) Equipado com R m Regulador de esvaziamento Prefer

Leia mais

Painel de controle. Caja de control

Painel de controle. Caja de control Painel de controle Caja de control Elija la mejor solución para la refrigeración de sus productos. Escolha a melhor solução para a refrigeração de seus produtos. Sinónimo de calidad superior, desempeño

Leia mais

Vasos de Pressão. Vasos de Presión. Soluções em Refrigeração Industrial. Criando soluções que fazem a diferença.

Vasos de Pressão. Vasos de Presión. Soluções em Refrigeração Industrial. Criando soluções que fazem a diferença. Vasos de Pressão Vasos de Presión Criando soluções que fazem a diferença. 3 Utilização Utilización Os vasos de pressão Mebrafe respeitam rigorosamente as normas de projeto e fabricação estabelecidas em

Leia mais

Dados técnicos. 0,2 m/s Dados elétricos: U e : 24 VDC 15%/+10% (estabilizado PELV) 1,2 A max. 0,6 A 800 V

Dados técnicos. 0,2 m/s Dados elétricos: U e : 24 VDC 15%/+10% (estabilizado PELV) 1,2 A max. 0,6 A 800 V Encravamento de segurança AZM 200 37,7 3,3 6, 32, GN RD YL 7, M20x1, 220 1, 20 1 Invólucro plástico A tecnologia do sensor permite um ajuste +/ mm entre actuador e encravamento Até PL e de acordo com EN

Leia mais

Instruções de instalação

Instruções de instalação Instruções de instalação Acessórios Cabos de ligação do acumulador da caldeira de aquecimento Para técnicos especializados Ler atentamente antes da montagem. Logano plus GB225-Logalux LT300 6 720 642 644

Leia mais

DECIBEL Indústria e Comércio Ltda RELÉ DE SEGURANÇA D 195 MANUAL DO USUÁRIO. www.decibel.com.br

DECIBEL Indústria e Comércio Ltda RELÉ DE SEGURANÇA D 195 MANUAL DO USUÁRIO. www.decibel.com.br DECIBEL Indústria e Comércio Ltda RELÉ DE SEGURANÇA D 195 MANUAL DO USUÁRIO www.decibel.com.br ATENÇÃO É de fundamental importância a leitura completa deste manual antes de ser iniciada qualquer atividade

Leia mais

GreenControl GreenHouse Control System Manual de InstaladorV6.0

GreenControl GreenHouse Control System Manual de InstaladorV6.0 GreenControl GreenHouse Control System Manual de InstaladorV6.0 ProBoard Engenharia Electrotécnica, Lda. Lugar das Caldas, nº12 Tel/Fax : +351 253 924 633 4730 457 Vila de Prado e-mail: info@proboard.pt

Leia mais

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal Painel de comando e sinalização N.º art. MBT 2424 Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas por electricistas especializados.

Leia mais

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação ST 160 ST 160 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # Manual de Referência e Instalação Descrições 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # 3 2 Número Descrição 1 Indicador de modo 2 Antena 3 Matriz do Teclado 4 Parafuso Especificações

Leia mais

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Introdução A FP4 é uma Central de Detecção de Incêndio Convencional, equipada com 4 zonas de detecção,

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO CARO CLIENTE MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Parabéns você acaba de adquirir o mais novo VÍDEO PORTEIRO CONDUVOX CDV - 78C. Pensando na segurança de sua família e do seu ambiente de trabalho a Conduvox

Leia mais

CCL. Manual de Instruções. CHAVE DE NÍVEL Tipo Condutiva TECNOFLUID

CCL. Manual de Instruções. CHAVE DE NÍVEL Tipo Condutiva TECNOFLUID Português CCL CHAVE DE NÍVEL Tipo Condutiva Manual de Instruções Leia este manual atentamente antes de iniciar a operação do seu aparelho. Guarde-o para futuras consultas. Anote o modelo e número de série

Leia mais

Controlador de Segurança para chamas de Gás

Controlador de Segurança para chamas de Gás Controlador de Segurança para chamas de Gás Para queimadores de gás atmosféricos de 2 estágios: Detecção de chamas: - Sonda de Ionização - Detector de Infra-vermelho IRD 1020 - Sensor de chamas Ultravioleta

Leia mais

Com Motor IQ, tranqüilidade vira sinônimo de economia e qualidade. Con Motor IQ, tranquilidad se convierte en sinónimo de economía y calidad

Com Motor IQ, tranqüilidade vira sinônimo de economia e qualidade. Con Motor IQ, tranquilidad se convierte en sinónimo de economía y calidad Folha/ Hoja 1/8 Boletim Técnico / Boletin Técnico Objetivo: Evaporadores com motor IQ / Evaporadores con motor IQ Ref: M26 Aplicación/ Aplicação: Evaporador para câmaras de resfriados, Fecha/ Data: 19/04/2011

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL POR ULTRASSOM MODELO TN-1070

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL POR ULTRASSOM MODELO TN-1070 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL POR ULTRASSOM MODELO TN-1070 julho de 2013 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2.

Leia mais

TRZ 12-2. Português 6 720 610 625 (01.11) OSW

TRZ 12-2. Português 6 720 610 625 (01.11) OSW Português OSW Índice 1 Indicações sobre o aparelho 35 2 Instalação 36 3 Comando 37 1 Indicações sobre o aparelho Regulador de temperatura ambiente de duas posições para comando do queimador de caldeiras

Leia mais

Dados técnicos. necessário. Consumo de corrente Placa de medição não abrangida 3 ma Placa de medição abrangida

Dados técnicos. necessário. Consumo de corrente Placa de medição não abrangida 3 ma Placa de medição abrangida 0102 Designação para encomenda Características Para montagem na caixa Montagem directa em accionamentos normais Directivas europeias para máquinas cumpridas Certificado de verificação de modelos TÜV99

Leia mais

MÁQUINAS DE GELO MÁQUINAS DE HIELO

MÁQUINAS DE GELO MÁQUINAS DE HIELO MÁQUINAS DE GELO MÁQUINAS DE HIELO S o l u ç õ e s e m R e f r i g e r a ç ã o I n d u s t r i a l Aplicações Aplicaciones As Máquinas de Gelo Mebrafe são fabricadas em quatro modelos: Fabricadores de

Leia mais

CR20C. Manual do Usuário

CR20C. Manual do Usuário CR20C Manual do Usuário Descrição Geral Controlador para ar condicionado CR20C O CR20C é um controlador digital microprocessado de baixo custo e de fácil programação e instalação. O seu avançado software

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO DIGITAL FC-2500

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO DIGITAL FC-2500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO DIGITAL FC-2500 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. Introdução...01 2. Regras de segurança...01 3.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES TOUCH

MANUAL DE INSTRUÇÕES TOUCH MANUAL DE INSTRUÇÕES TOUCH Leia atentamentee o manual antes de começar a instalar o equipamento. Assegure-se que a voltagem da instalação corresponde à indicada na placa de características (localizada

Leia mais

Office Pro 850. Manual do utilizador User s Manual. www.mygrowing.com

Office Pro 850. Manual do utilizador User s Manual. www.mygrowing.com Office Pro 850 Manual do utilizador User s Manual www.mygrowing.com 1 Segurança e Precauções de utilização - Conservar estas instruções - este manual contém instruções importantes que devem ser seguidas

Leia mais

CT-01. Para Quem. Seleção e Aplicação de Bombas Centrífugas. Engenheiros, técnicos e profissionais envolvidos com soluções de bombeamento.

CT-01. Para Quem. Seleção e Aplicação de Bombas Centrífugas. Engenheiros, técnicos e profissionais envolvidos com soluções de bombeamento. CT-01 Para Quem Seleção e Aplicação de Bombas Centrífugas Engenheiros, técnicos e profissionais envolvidos com soluções de bombeamento. Duração: Início / Término: Inscrição: 03 dias 21 horas 08h45 16h45

Leia mais

NRS 1-8. Instruções de funcionamento 810167-01 Interruptor de nível GESTRA NRS 1-8

NRS 1-8. Instruções de funcionamento 810167-01 Interruptor de nível GESTRA NRS 1-8 Instruções de funcionamento 810167-01 Interruptor de nível GESTRA NRS 1-8 Circuito de segurança do queimador Rede Fig. 1 Rede Circuito de segurança do queimador Fig. 2 U 1-2 submerso emerso avaria 2 V

Leia mais

Instruções de Operação. Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000

Instruções de Operação. Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000 Instruções de Operação Sistema de avaliação para sensores de fluxo VS3000 Conteúdo Instruções de segurança... pág. 03 Função e características... pág. 04 Montagem... pág. 04 Conexão elétrica... pág. 05

Leia mais

CÂMARA DE VIGILÂNCIA DE REDE AVANÇADA COM ABÓBADA MANUAL DE INSTALAÇÃO

CÂMARA DE VIGILÂNCIA DE REDE AVANÇADA COM ABÓBADA MANUAL DE INSTALAÇÃO CÂMARA DE VIGILÂNCIA DE REDE AVANÇADA COM ABÓBADA MANUAL DE INSTALAÇÃO Ler estas instruções na sua totalidade antes de colocar em funcionamento e devem ser guardadas para consulta futura. 1. GENERALIDADES

Leia mais

www.comatreleco.com.br R:Benjamim Constant, 56 Tel:(11) 2311-5682 contato@comatreleco.com.br

www.comatreleco.com.br R:Benjamim Constant, 56 Tel:(11) 2311-5682 contato@comatreleco.com.br Monitoramento de motores monofásico/trifásico MRU, MRI, MRM 1 Características Tensão de Alimentação UC12-48V ou UC110-240V Contato Reversível Entradas de medição separadas galvanicamente da alimentação

Leia mais

Orchid Telecom DX900. Guia do Utilizador

Orchid Telecom DX900. Guia do Utilizador Orchid Telecom DX900 Guia do Utilizador Índice Acessórios e conteúdo 2 Instalação 2 Montagem na parede 2 Características 3 Botões de função 4 Configurações do menu principal 7 Configurar 8 - Idioma 8 -

Leia mais

Manual de instalação e operação

Manual de instalação e operação Manual de instalação e operação Central de alarme de incêndio endereçável INC 2000 Central de alarme de incêndio INC 2000 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Engesul.

Leia mais

Moldura Digital para Fotografias

Moldura Digital para Fotografias DENVER DPF 741 Manual do Utilizador Moldura Digital para Fotografias ATENÇÃO O cabo de alimentação com adaptador/dispositivo para desligar o aparelho deve estar facilmente acessível e deve poder ser desligado

Leia mais

Regulação electrónica

Regulação electrónica E8.0631, E8.1121 e E8.4401 Módulo BM8 ELFATHERM E8.0631, E8.1121 e E8.4401 digitais. Módulo ambiente BM8 Regulação electrónica para instalações de Aquecimento Central Esta gama de centrais foi desenhada

Leia mais

Módulo de Alimentação de Controlo do Motor LQSE-4M-D Controlador de Motor CA 4 saídas. Unidade do. Painel de parede seetouch QSR.

Módulo de Alimentação de Controlo do Motor LQSE-4M-D Controlador de Motor CA 4 saídas. Unidade do. Painel de parede seetouch QSR. LUTRON Módulo de de Controlo do Motor Controlador de Motor CA 4 saídas Módulo de de Controlo do Motor O módulo de alimentação de controlo do motor consiste numa interface que disponibiliza a integração

Leia mais

ohio tandem l ohio M

ohio tandem l ohio M ohio tandem l ohio M Inyectores de medio de contraste con función tándem ohio tandem Calidad por partida doble! ohio M Uno para todos! Injectores de produtos de contraste com função Tandem ohio tandem

Leia mais

Manual do usuário. Central de alarme de incêndio Slim

Manual do usuário. Central de alarme de incêndio Slim Manual do usuário Central de alarme de incêndio Slim Central de alarme de incêndio Slim Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Engesul. Este manual é válido apenas para

Leia mais

1 Indicações de segurança

1 Indicações de segurança Actuador regulador universal 1 canal, 50-210 W com entrada binária N.º art. 3210 UP Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas

Leia mais

VÁLVULAS DE RETENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R

VÁLVULAS DE RETENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R 22/04/2013 MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R cmo@cmo.es http://www.cmo.es pág. 1 MONTAGEM DESCRIÇÃO Directiva sobre máquinas: DIR 2006/42/CE (MÁQUINAS). Directiva sobre equipamentos sob pressão:

Leia mais

Aire acondicionado, calefacción y refrigeración

Aire acondicionado, calefacción y refrigeración Aire acondicionado, calefacción y refrigeración Índice / Índice Aire acondicionado, calefacción y refrigeración / Ar condicionado, aquecimento e refrigeração Bombas de condensados mini / Bombas de condensados

Leia mais

Termômetro Digital pt100 ITTM-917

Termômetro Digital pt100 ITTM-917 Termômetro Digital pt100 ITTM-917 CONTEÚDO 1. FUNÇÕES... 1 2. ESPECIFICAÇÕES... 1 2-1 Especificações Gerais...1 2-2 Especificações Elétricas... 2 3. DESCRIÇÃO DO PAINEL FRONTAL... 3 3-1 Display...3 3-2

Leia mais

Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação

Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação Características Quatro zonas com capacidade de teste/isolamento. Dois circuitos de alarme com possibilidade de isolamento. Fonte de alimentação

Leia mais

ÍNDICE. 1.0 Introdução. 2.0 Descrição. 3.0 Instalação e Aplicação. 4.0 Programação. 5.0 Características Técnicas. 6.0 Principais Problemas e Soluções

ÍNDICE. 1.0 Introdução. 2.0 Descrição. 3.0 Instalação e Aplicação. 4.0 Programação. 5.0 Características Técnicas. 6.0 Principais Problemas e Soluções ÍNDICE 1.0 Introdução 2.0 Descrição 3.0 Instalação e Aplicação 4.0 Programação 5.0 Características Técnicas 6.0 Principais Problemas e Soluções Termo de Garantia 5 6 9 16 18 18 21 4 1.0 Introdução A TRANSSEN

Leia mais

ANTES DE UTILIZAR A PLACA EM VIDRO CERÂMICO

ANTES DE UTILIZAR A PLACA EM VIDRO CERÂMICO MANUAL DE UTILIZAÇÃO ANTES DE UTILIZAR A PLACA EM VIDRO CERÂMICO INSTALAÇÃO LIGAÇÃO ELÉCTRICA SUGESTÕES PARA POUPANÇA DE ENERGIA SUGESTÕES PARA A PROTECÇÃO DO AMBIENTE PRECAUÇÕES E RECOMENDAÇÕES GERAIS

Leia mais

PowerVIEW Software para Gerenciamento de Energia e Utilidades

PowerVIEW Software para Gerenciamento de Energia e Utilidades Imagem Ilustrativa Catálogo técnico PowerVIEW Revisão: 1.0 Jan. 2013 PowerVIEW Software para Gerenciamento de Energia e Utilidades Introdução Software para gerenciamento, controle e análise de consumo

Leia mais

PowerMust Office Fonte de alimentação ininterrupta

PowerMust Office Fonte de alimentação ininterrupta MANUAL DO UTILIZADOR PT PowerMust Office Fonte de alimentação ininterrupta INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA IMPORTANTES GUARDE ESTAS INSTRUÇÕES Este manual contém instruções importantes relativas aos modelos da

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3100

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3100 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEGÔHMETRO DIGITAL MODELO MG-3100 Leia cuidadosamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do megôhmetro ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Electroválvulas Tipo 3963

Electroválvulas Tipo 3963 Instruções de Montagem e Operação Electroválvulas Tipo 3963 Fig. 1 Geral A montagem, colocação em funcionamento e operação destes equipamentos só podem ser efectuadas por pessoal experimentado. São assumidos

Leia mais

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO DO KIT KCO0081

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO DO KIT KCO0081 BT RVT 46 i Setembro / 214 Página 1/8 TÍTULO: INFORMATIVO DO MANUAL DE PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO DO KIT KCO81 PARA A FAMÍLIA SPLITÃO SÉRIE EiV (INVERTER) ESTE BOLETIM TÉCNICO CANCELA E SUBSTITUI O BT RVT

Leia mais

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Introdução A FAP2 é uma Central de Detecção de Incêndio Convencional, equipada com 2 zonas de detecção,

Leia mais

Sistema corredizo completamente acristalado SF20 Sistema de correr totalmente em vidro SF20

Sistema corredizo completamente acristalado SF20 Sistema de correr totalmente em vidro SF20 Sistema corredizo completamente acristalado SF20 Sistema de correr totalmente em vidro SF20 Sistema corredizo completamente acristalado l Sistema de correr totalmente em vidro El nuevo sistema corredizo

Leia mais

Instruções de Utilização. Equalizador Instabus de 4 vias 0531 00

Instruções de Utilização. Equalizador Instabus de 4 vias 0531 00 Instruções de Utilização Equalizador Instabus de 4 vias 531 Informações acerca do sistema Este aparelho é um produto do Sistema EIB Instabus e está em conformidade com as normas EIBA. Para a compreensão

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Teste para LAN 2 em 1

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Teste para LAN 2 em 1 MANUAL DE INSTRUÇÕES Teste para LAN 2 em 1 ÍNDICE Introdução Características Precauções de segurança Descrição do medidor Especificações eléctricas Funcionamento Escala automática Cabo de teste INTRODUÇÃO

Leia mais

Duplo Indicador de Temperatura com Alarme T204i/2T0-AL HNI Cód. 90.506.0082

Duplo Indicador de Temperatura com Alarme T204i/2T0-AL HNI Cód. 90.506.0082 MANUAL DE OPERAÇÃO Duplo Indicador de Temperatura com Alarme T204i/2T0-AL HNI Cód. 90.506.0082 Programa Executivo: T204AP_2T0AL Modelos: 220VAC, 127VAC e 24VAC. 40.000.0181 Rev. A maio 2011. ÍNDICE 1.

Leia mais

Testador Digital de Isolamento de Alta Tensão

Testador Digital de Isolamento de Alta Tensão Guia do Usuário Testador Digital de Isolamento de Alta Tensão Modelo 380395 ou 380396 MAX MIN Introdução Parabéns pela sua compra do Testador Digital de Isolamento de Alta Tensão da Extech 380395 (120

Leia mais

CONTROLE REMOTO COM FIO REC 08

CONTROLE REMOTO COM FIO REC 08 CONTROLE REMOTO COM FIO REC 08 Simples e intuitivo; Permite a gestão completa da caldeira Parâmetros para ajuste da caldeira (incluindo a definição de serviço); Exibição do modo de funcionamento; Cronotermostato

Leia mais

Painel sinóptico BAT 100 LSN. Guia de instruções

Painel sinóptico BAT 100 LSN. Guia de instruções Painel sinóptico BAT 100 LSN pt Guia de instruções Painel sinóptico Índice pt 3 Índice 1 Instruções de segurança 4 2 Descrição funcional 4 3 Vista geral do sistema 6 4 Instalação 7 5 Ligação 11 6 Manutenção

Leia mais

Instruções de Utilização Manual do Sistema. Aparelho de comando áudio 1287 00

Instruções de Utilização Manual do Sistema. Aparelho de comando áudio 1287 00 Instruções de Utilização Manual do Sistema Aparelho de comando áudio 1287 00 Índice Informações acerca do sistema...3 Tipologias de montagem...5 Montagem de uma estação externa encastrada...7 Montagem

Leia mais

MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO

MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO x 1000 MODE ON/OFF 2 1 1 2 set ECOLEAN CLIMATIC 200/400 Portuguese/01-2004 ÍNDICE GERAL CONTENIDO PÁGINA ÍNDICE GERAL DESCRIÇÃO GERAL O TECLADO MODELO Climatic 200

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Módulos de função xm10 para Caldeiras de aquecimento Murais, de Chão e para a parede. Para os técnicos especializados Leia atentamente antes da montagem 7 747 005 078 03/003 PT Prefácio

Leia mais

TITAN. X 3000 X 3500 x 4000. automotive service equipment. 3 t 3,5 t 4 t MAX

TITAN. X 3000 X 3500 x 4000. automotive service equipment. 3 t 3,5 t 4 t MAX MAX 3 t 3,5 t 4 t TITAN X 3000 X 0 x 4000 automotive service equipment TITAN X3000 / X 0 / X 4000 ELEVADORES DE DOBLE TIJERA DE PERFIL BAJO ELEVADORES DE DUPLA TESOURA DE BAIXO PERFIL Características Características

Leia mais

Referência do Modelo: 54311 Termóstato de Ambiente Electrónico, Programável. Manual de Instalação e Funcionamento

Referência do Modelo: 54311 Termóstato de Ambiente Electrónico, Programável. Manual de Instalação e Funcionamento Referência do Modelo: 54311 Termóstato de Ambiente Electrónico, Programável Manual de Instalação e Funcionamento www.chacon.be hotline@chacon.be Índice 1. Introdução...3 2. Características técnicas...6

Leia mais

CT-01. Para Quem. Seleção e Aplicação de Bombas Centrífugas. Engenheiros, técnicos e profissionais envolvidos com soluções de bombeamento.

CT-01. Para Quem. Seleção e Aplicação de Bombas Centrífugas. Engenheiros, técnicos e profissionais envolvidos com soluções de bombeamento. CT-01 Para Quem Seleção e Aplicação de Bombas Centrífugas Engenheiros, técnicos e profissionais envolvidos com soluções de bombeamento. Duração: Início / Término: Inscrição: 03 dias 21 horas 08h45 16h45

Leia mais

SERIE ERCO 630 / 635 / 640. 3 t. 3,5 t. 4 t. Elevadores de doble tijera de perfil bajo Elevadores de dupla tesoura de baixo perfil

SERIE ERCO 630 / 635 / 640. 3 t. 3,5 t. 4 t. Elevadores de doble tijera de perfil bajo Elevadores de dupla tesoura de baixo perfil SERIE 630 / 635 / 640 3 t 3,5 t Elevadores de doble tijera de perfil bajo Elevadores de dupla tesoura de baixo perfil 4 t El diseño de los elevadores low profile de doble tijera Erco 630/635/640 se ha

Leia mais

Gama Minerval. Techos económicos con elevadas prestaciones

Gama Minerval. Techos económicos con elevadas prestaciones Gama Minerval Techos económicos con elevadas prestaciones Minerval Velo decorativo blanco Panel de lana de roca de 12 mm ó 15 mm Velo de vidrio natural en la cara oculta los + Absorción acústica a w =

Leia mais

Manual do Utilizador do Kit Sem Fios para Viatura (CK-1W) 9355973 2ª Edição

Manual do Utilizador do Kit Sem Fios para Viatura (CK-1W) 9355973 2ª Edição Manual do Utilizador do Kit Sem Fios para Viatura (CK-1W) 9355973 2ª Edição DECLARAÇÃO DE CONFORMIDADE Nós, NOKIA CORPORATION, declaramos, sob a nossa única e inteira responsabilidade, que o produto CK-1W

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-1500

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-1500 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-1500 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. Introdução...01 2. Especificações...02 2.1. Gerais...02

Leia mais