Poder Executivo. Manaus, segunda-feira, 27 de abril de Ano XVI, Edição R$ 1,00

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Poder Executivo. Manaus, segunda-feira, 27 de abril de 2015. Ano XVI, Edição 3635 - R$ 1,00"

Transcrição

1 . Ano XVI, Edição R$ 1,00 Poder Executivo DECRETO Nº 3.075, DE 27 DE ABRIL DE 2015 DECLARA de utilidade pública, para fins de desapropriação, as benfeitorias do imóvel que menciona, e dá outras providências. O PREFEITO DE MANAUS, no uso das competências que lhe conferem os arts. 80, inc. XII, e 128, inc. I, da Lei Orgânica do Município de Manaus, e tendo em vista as disposições do Decreto-Lei nº 3.365, de 21 de junho de 1941, CONSIDERANDO a obrigação do Poder Público de oferecer à população condições dignas de moradia, lazer, educação, saúde e demais serviços públicos; CONSIDERANDO que a faixa de terra a ser utilizada está encravada em área tecnicamente estratégica para a utilidade do qual se destina; CONSIDERANDO a necessidade de proporcionar espaços indispensáveis ao desenvolvimento das atividades previstas no Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus PROURBIS; CONSIDERANDO a imprescindibilidade da priorização dos processos de desapropriação ou indenização de áreas consideradas de utilidade públicas necessárias a execução de obras nas áreas destinadas à implantação do referido Programa; CONSIDERANDO que a afetação pública do bem de que trata este Decreto é fundamental para a adequada funcionalidade do PROUBIS; CONSIDERANDO finalmente a manifestação favorável da Procuradoria Geral do Município PGM, por meio do PARECER Nº 45/2015 PPI/PGM, ratificado pelo Despacho subscrito pelo Subprocurador Geral do Município, e os demais elementos informativos constantes dos autos do Processo nº 2014/17428/17608/00013, Art. 2º No imóvel em que as benfeitorias estão localizadas serão construídos, pelo Município de Manaus, dispositivos de drenagem e equipamentos urbanos previstos no - PROURBIS. Art. 3º Para efeito de imissão provisória na posse, na forma autorizada pelo art. 15 do Decreto-Lei nº 3.365, de 1941, a desapropriação é considerada de urgência. Art. 4º A expropriada deverá apresentar na Procuradoria Geral do Município, no prazo de 10 (dez) dias da publicação deste decreto, carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, certidão de casamento ou declaração de união estável, certidão negativa de ação cível da justiça estadual e da justiça federal, certidão de quitação de tributos municipais e, em se tratando de pessoa jurídica, CNPJ, contrato social com suas alterações, certidão negativa de tributos federais, estaduais e municipais, certidão negativa do INSS e certidão de regularidade junto ao FGTS. Parágrafo único. No mesmo prazo estabelecido do caput, deste artigo, a expropriada deverá providenciar a documentação comprobatória da propriedade ou posse do imóvel ora desapropriado e da desoneração de gravames incidentes sobre ele, tais como, cópia atualizada de inteiro teor da matrícula do imóvel, certidão negativa de ônus e certidão negativa de gravames por ações reais ou pessoais reipersecutórias. Art. 5º As despesas decorrentes deste Decreto correrão à conta das dotações orçamentária da Procuradoria Geral do Município PGM. publicação. Art. 6º Este Decreto entrar em vigor na data de sua Manaus, 27 de abril de DECRETA: Art. 1º Fica declarada de utilidade pública, para fins de desapropriação, as benfeitorias existentes no imóvel localizado nesta cidade, na Rua Cupiúba, nº 111, Jorge Teixeira, Manaus, Amazonas, com área total de 89,31m² (oitenta e nove vírgula e trinta e um metros quadrados) e perímetro de 41,46 m, (quarenta e um vírgula e quarenta e seis metros lineares) propriedade da Sra. LUZILEIDE PEREIRA DA SILVA, com os seguintes limites e confrontações: ao Norte: com a rua Cupiúba, por uma linha de 10,74 m; ao Sul: com a casa 293, por uma linha de 10,74 m; ao Leste: com a casa 292, por uma linha de 7,19 m; e a Oeste: com terreno vazio, por uma linha de 7,19 m.

2 DECRETO Nº 3.076, DE 27 DE ABRIL DE 2015 DISCIPLINA os procedimentos de indeferimento da opção e da exclusão de ofício do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e de Empresas de Pequeno Porte Simples Nacional e dá outras providências. O PREFEITO DE MANAUS, no uso da competência que lhe confere o art. 128, inc. I, da Lei DECRETA: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 Este Decreto disciplina os procedimentos de indeferimento da opção e da exclusão de ofício do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte - Simples Nacional, de que trata a Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, e a Resolução CGSN nº 94, de 29 de novembro de 2011 e alterações posteriores. Parágrafo único. Os procedimentos disciplinados neste Decreto aplicar-se-ão, no que couber, ao desenquadramento do Microempreendedor Individual MEI do Sistema de Recolhimento em Valores Fixos Mensais dos Tributos abrangidos pelo Simples Nacional SIMEI, e de sua exclusão do Simples Nacional. CAPÍTULO II DOS ÓRGÃOS E AUTORIDADES COMPETENTES PARA O INDEFERIMENTO, A EXCLUSÃO E O JULGAMENTO Art. 2º O Departamento de Administração e Fiscalização Tributária da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno SEMEF, por meio das Gerências de Cadastro do Simples Nacional e de Acompanhamento Fiscal, possui a competência para instaurar os procedimentos de indeferimento da opção ou de exclusão de ofício do Simples Nacional. 1º Compete à Gerência de Cadastro do Simples Nacional verificar a regularidade do pedido de opção pelo Simples Nacional e comunicar à Receita Federal do Brasil RFB o seu deferimento ou indeferimento nos prazos previstos no art.6º, 1º e 5º, inciso III, da Resolução CGSN nº 94, de º A Gerência de Acompanhamento Fiscal, por meio dos Auditores Fiscais de Tributos Municipais ou Fiscais de Tributos Municipais, quando verificar a ocorrência de hipóteses de exclusão de ofício de Microempresa - ME ou Empresa de Pequeno Porte - EPP do Simples Nacional, adotará as medidas pertinentes à expedição do Termo de Exclusão. Art. 3º O Departamento de Tributação da SEMEF, por meio da Gerência do Contencioso Fiscal, possui competência para decidir a impugnação ao indeferimento da opção e à exclusão do Simples Nacional, cabendo-lhe, ainda, nos termos dos artigos 12 e 13, inc. I, deste Decreto, a competência para reapreciação recursal, observada a competência do Conselho Municipal de Contribuintes CMC, disposta no art. 13, inc. II, do mesmo diploma legal. CAPÍTULO III DO TERMO DE INDEFERIMENTO DA OPÇÃO PELO SIMPLES NACIONAL Art. 4 Na hipótese de a opção pelo Simples Nacional, feita pelo sujeito passivo nos termos do art. 6º da Resolução CGSN nº 94, de 2011, ser indeferida no âmbito do Município de Manaus, será expedido o Termo de Indeferimento da Opção pelo Simples Nacional, de que trata o art. 14 do referido diploma legal, na forma do Anexo I deste Decreto. Parágrafo único. O Termo de Indeferimento da Opção pelo Simples Nacional conterá a identificação do sujeito passivo e a fundamentação legal dos motivos do indeferimento. CAPÍTULO IV DO TERMO DE EXCLUSÃO DO SIMPLES NACIONAL Art. 5º A exclusão de ofício do Simples Nacional deve ser efetuada pelo Auditor Fiscal de Tributos Municipais ou Fiscal de Tributos Municipais, que lavrará o Termo de Exclusão do Simples Nacional, de que trata o 1º do art. 75 da Resolução CGSN nº 94, de 2011, na forma do Anexo II deste Decreto. Parágrafo único. O Termo de Exclusão do Simples Nacional conterá a identificação do sujeito passivo e a fundamentação legal dos motivos da exclusão e seus efeitos. Art. 6º A exclusão de ofício da ME e da EPP do Simples Nacional produzirá efeitos de acordo com o disposto no art. 76 da Resolução CGSN n 94, de Parágrafo único. A ME ou EPP excluída de ofício do Simples Nacional sujeitar-se-á, a partir do momento em que se processarem os efeitos da exclusão, às normas de tributação aplicáveis às demais pessoas jurídicas não optantes do Simples Nacional. CAPÍTULO V DA NOTIFICAÇÃO Art. 7º A notificação dos Termos de que tratam os artigos 4º e 5º deste Decreto será realizada por meio do sistema de comunicação eletrônica, de acordo com o disposto no art. 110 da Resolução CGSN nº 94, de 2011, observado o seguinte: I enquanto não for disponibilizado o sistema de comunicação eletrônica previsto no caputdeste artigo, o sujeito passivo será cientificado conforme disposições contidas no art. 9º do Decreto nº 681, de 11 de julho de 1991, sem prejuízo da adoção de outros meios de notificação previstos na legislação tributária do Município de Manaus; II nos procedimentos de indeferimento da opção ou de exclusão em lote, será publicado o edital correspondente no Diário Oficial do Município de Manaus, com a identificação da razão social e a inscrição no CNPJ da ME ou da EPP. Parágrafo único. No caso de recusa, por parte do notificado, em assinar o Termo de Exclusão do Simples Nacional, a autoridade fiscal registrará o fato em declaração escrita e informará ao Departamento de Administração e Fiscalização Tributária que adotará as disposições do Decreto nº 681, de 1991, para sua notificação. Art. 8ºO interessado poderá obter a íntegra do Termo de Indeferimento da Opção e de Exclusão do Simples Nacional por meio da internet, no endereço eletrônico CAPÍTULO VI DA IMPUGNAÇÃO Art. 9º O sujeito passivo poderá impugnar administrativamente o indeferimento da opção e a exclusão do Simples Nacional no prazo de 30 (trinta) dias, contado da publicação do Edital de Indeferimento no Diário Oficial do Município ou da data da ciência dos Termos de Indeferimento e de Exclusão, referidos no art. 7º deste Decreto. Parágrafo único. Não serão apreciadas as impugnações apresentadas fora do prazo previsto no caput deste artigo. Art. 10. A impugnação do indeferimento da opção ou exclusão do Simples Nacional deverá ser dirigida ao Departamento de Tributação, contendo alegações, elementos de prova e fundamentos legais da sua defesa, nos pontos de atendimento da SEMEF, ou remotamente, observadas as condições estabelecidas na legislação relativa ao Sistema Integrado da Gestão Eletrônica de Documentos SIGED e processo administrativo fiscal eletrônico, instruída com os seguintes documentos: I ato de constituição e, se for o caso, suas alterações ou o instrumento de constituição consolidado, regularmente registrado no órgão competente; DOM Edição 3635 Página 2

3 II termo de Indeferimento da Opção ou do Termo de Exclusão do Simples Nacional; III documento de identidade e Cadastro de Pessoa Física - CPF do representante legal ou procurador da empresa; IV procuração, com firma reconhecida, quando o signatário da impugnação for procurador; V - outros documentos que o impugnante julgar necessários a comprovação de suas razões e alegações apresentadas na impugnação. Art. 11. Os órgãos julgadores das impugnações e recursos dos indeferimentos da opção e da exclusão poderão solicitar outros documentos ou esclarecimentos que julgarem necessários. Art.12. Da decisão desfavorável à impugnação do indeferimento da opção pelo Simples Nacional será aceito um único pedido de reconsideração à Gerência do Contencioso Fiscal, no prazo de 10 (dez) dias, contado da ciência da decisão, desde que o pedido apresente novos elementos probatórios das alegações objeto da impugnação ou indique pontos não apreciados pela decisão questionada. Art.13. Da decisão desfavorável à impugnação da exclusão do Simples Nacional caberá: I um único pedido de reconsideração à Gerência do Contencioso Fiscal, no prazo de 10 (dez) dias, contado da ciência da decisão, observados os requisitos referidos no art. 12 deste Decreto, desde que não tenha havido lançamento de crédito tributário mediante auto de infração e intimação, ou notificação de lançamento em decorrência da exclusão quando da Lavratura do Termo de Exclusão do Simples Nacional; II recurso ao Conselho Municipal de Contribuintes, no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da ciência da decisão, se em decorrência da exclusão tenha havido lançamento de crédito tributário mediante Auto de Infração e Intimação ou notificação de lançamento quando da Lavratura do Termo de Exclusão do Simples Nacional. Art. 14. A impugnação e o recurso administrativo relativo à exclusão do Simples Nacional possuem efeito suspensivo. CAPÍTULO VII DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 15. A Gerência de Cadastro do Simples Nacional adotará os procedimentos necessários para atender as disposições do art.13 e do 5º do art. 75 da Resolução CGSN nº 94, de 2011, no Portal do Simples Nacional na internet. Art. 16. Ficam revogadas as Portarias nº 189/2007- GS/SEMEF e 032/2008-GS/SEMEF. ANEXO I TERMO DE INDEFERIMENTO DA OPÇÃO PELO SIMPLES NACIONAL (Publicado no Diário Oficial do Município de Manaus em / / ) Nº / RAZÃO SOCIAL: INSCRIÇÃO MUNICIPAL: CNPJ: ENDEREÇO: Fica indeferida a opção pelo Simples Nacional feita pelo contribuinte acima identificado, com fundamento no 6º do art. 16 da Lei Complementar n 123, de 14 de dezembro de 2006, e no art. 14 da Resolução CGSN n 94, de 29 de novembro de 2011, por incorrer na (s) seguinte (s) situação (ões): (Descrever as situações). O contribuinte poderá impugnar este indeferimento no prazo de 30 (trinta) dias, contados da data da publicação do Edital do Termo de Indeferimento. Ciente Representante/Mandatário Gerência de Cadastro do Simples Nacional Data: / / Nome: RG/CPF: Departamento de Administração e Fiscalização Tributária Assinatura Nº / RAZÃO SOCIAL: INSCRIÇÃO MUNICIPAL: CNPJ: ENDEREÇO: ANEXO II TERMO DE EXCLUSÃO DO SIMPLES NACIONAL O contribuinte acima identificado fica NOTIFICADO da exclusão de ofício do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte Simples Nacional, por incorrer na (s) seguinte (s) situações: (Descrever as situações). FUNDAMENTAÇÃO LEGAL (Descrever a fundamentação legal Lei Complementar 123, de 14 de dezembro de 2006 e Resolução do CGSN nº 94, de 29 de novembro de 2011) EFEITOS DA EXCLUSÃO (Informar a data a partir da qual os efeitos da exclusão passarão a vigorar, de acordo com as disposições do art. 76 da Resolução CGSN nº 94, de 2011). Fica o contribuinte ciente que poderá apresentar IMPUGNAÇÃO a este Termo de Exclusão, no prazo de 30 (trinta) dias contados da data de sua ciência. Vencido este prazo e não havendo impugnação a exclusão do Simples Nacional se tornará efetiva, obedecidos aos efeitos da exclusão. Ciente Representante/Mandatário Nome, Cargo e Matrícula da Autoridade Fiscal Data: / / Nome: RG/CPF: Assinatura publicação. Art. 17. Este Decreto entra em vigor na data de sua Manaus, 27 de abril de DECRETO DE 27 DE ABRIL DE 2015 O PREFEITO DE MANAUS, no uso da competência que lhe confere o art. 80, inc. XI, da Lei resolve EXONERAR, a contar desta data, nos termos do art. 103, inc. I, 1º, inc. II, alínea a, da Lei nº 1.118, de 1º Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Manaus, o servidor SERAFIM PEREIRA D ALVIM MEIRELLES NETO do cargo de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, PLANEJAMENTO E GESTÃO. Manaus, 27 de abril de DOM Edição 3635 Página 3

4 DECRETO DE 27 DE ABRIL DE 2015 O PREFEITO DE MANAUS, no uso da competência que lhe confere o art. 128, inc. I, da Lei CONSIDERANDO o disposto no art. 19, inc. I e II c/c o 1º do Decreto nº 3.008, de 23 de janeiro de 2015; CONSIDERANDO o teor do Ofício nº 163/2015 GS/SEMC e da ata da reunião realizada para constituição do Conselho Gestor dos Centros de Comércio Popular; II CONSIDERAR DESIGNADA a servidora ANDREIA BRASIL SANTOS, Diretor Executivo de Educação e Tecnologia da Informação, simbologia DAS-5, para responder pelas atribuições do cargo mencionado no item I, com direito à percepção da remuneração inerente ao exercício do cargo, durante afastamento legal da titular. CONSIDERANDO o que mais consta nos autos do Processo nº 2015/16568/16596/00501, resolve DESIGNAR os senhores abaixo relacionados, para comporem o Conselho Gestor da Galeria Espírito Santo, vinculada a Secretaria Municipal do Centro - SEMC: Representação Função TITULAR: Glauco Francesco de Souza Secretaria Municipal do Centro SEMC Luzeiro SUPLENTE: Daniel Herszon Fundo Municipal de Fomento à Micro e TITULAR: João Augusto Cordeiro Ramos Pequena Empresa - FUMIPEQ SUPLENTE: Ana Lúcia Almeida Associação dos Vendedores Ambulantes do TITULAR: Givanildo Marques Maia Comércio Informal do Estado do Amazonas - SUPLENTE: Pedro Lopez AVACIN Sindicato do Comércio de Vendedores TITULAR: José Assis Vaz Pereira Ambulantes de Manaus SINCOVAM SUPLENTE: Jeová Souto Maior Manaus, 27 de abril de PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4881/2015 AUTORIZA a disposição de servidor na forma que especifica. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIVIL, no pelo Prefeito de Manaus no Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o art. 111, inc. I, 1º da LOMAN e o art. 52, inc. I, da Lei nº 1.222, de 26 de março de 2008; CONSIDERANDO o Ofício PRESI 282, subscrito pelo Presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que solicita a disposição da servidora adiante identificada; CONSIDERANDO o Parecer Jurídico nº 115/2015- Assessoria Técnica/SEMSA, que opina pelo deferimento do pedido; CONSIDERANDO o Ofício nº 0907/2015-DTRAB/SEMSA, subscrito pela Secretária Municipal de Saúde, em exercício; PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4880/2015 DECLARA autorizado o afastamento de dirigente e designa substituto. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIIVL, no pelo Prefeito de Manaus no Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o Ofício nº 183/ ESPI/SEMAD, subscrito pela Diretora Geral da Escola de Serviço Público Municipal; CONSIDERANDO o que consta no Processo nº 2015/16568/16596/01351, I DECLARAR AUTORIZADO o afastamento da servidora LUIZA MARIA BESSA REBELO, ocupante do cargo de Diretor Geral da Escola de Serviço Público Municipal ESPI, integrante da estrutura organizacional da SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, PLANEJAMENTO E GESTÃO - SEMAD no período de 06 a , para realizar avaliação de cursos de nível superior, em Socorro/SP, sem ônus para o erário relativamente às passagens aéreas e às diárias; CONSIDERANDO a manifestação da Divisão de Acompanhamento de Pessoal e Gestão de Benefícios da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão - SEMAD; CONSIDERANDO o que consta nos autos do Processo nº 2014/16568/16596/04302, I AUTORIZAR A DISPOSIÇÃO da servidora WANESSA SILVA NOBRE, AS-Assistente em Administração D-01, matrícula A, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SEMSA para o TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO SEÇÃO AMAZONAS no período de a , com ônus para o órgão de origem. II VINCULAR a validade desta disposição ao ressarcimento, pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, dos vencimentos pagos pelo Município de Manaus à servidora identificada no item precedente, na forma do disposto no inc. II do 2º do art. 1º do Decreto nº 0842, de 14 de abril de 2011, alterado por meio do Decreto nº 2.802, de 30 de maio de DOM Edição 3635 Página 4

5 PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4882/2015 CESSA os efeitos da disposição de servidor na forma que especifica. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIVIL, no pelo Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o que consta nos autos dos Processos nº 2015/4114/4247/00047 e nº 2015/4114/4247/00060, resolve CONSIDERAR CONCEDIDA, pelo prazo de 6 (seis) meses, a contar de , LICENÇA-PRÊMIO à servidora MICHELLE EVANGELISTA DOS SANTOS, Professor Nível Médio, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SEMED, matrículas B/C, referente aos decênios 1º a da matrícula B e a da matrícula C. CONSIDERANDO o Ofício nº 0107/2014 GAB.SETRAB, subscrito pelo Secretário de Estado do Trabalho; CONSIDERANDO o Ofício nº 2097/2015-SEMAD, subscrito pelo Secretário Municipal de Administração, Planejamento e Gestão; CONSIDERANDO o que consta nos autos do Processo nº 2015/16568/16596/01344, resolve CONSIDERAR CESSADOS, a contar de 1º , os efeitos da Portaria por Delegação nº 3868/2014, publicada no DOM Edição 3558, de , que prorrogou a disposição do servidor JOÃO RUFINO JÚNIOR, PA.Ass.Administrativo A-VI-II, matrícula B, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, PLANEJAMENTO E GESTÃO SEMAD para o GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS (SECRETARIA DE ESTADO DO TRABALHO SETRAB). PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4884/2015 CONCEDE licença-prêmio na forma que especifica. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIVIL, no pelo Prefeito de Manaus no Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o art. 150 da Lei nº 1.118, de 1º de setembro de Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Manaus; identificada; CONSIDERANDO o requerimento da servidora, adiante PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4883/2015 CONCEDE licença-prêmio na forma que especifica. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIVIL, no pelo Prefeito de Manaus no Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o art. 150 da Lei nº 1.118, de 1º de setembro de Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Manaus; identificada; CONSIDERANDO o requerimento da servidora, adiante CONSIDERANDO as manifestações favoráveis da Chefia Imediata, da Gerência de Direitos e Deveres e da Divisão de Pessoal da Secretaria Municipal de Educação SEMED; CONSIDERANDO as manifestações favoráveis da Chefia Imediata, da Gerência de Direitos e Deveres e da Divisão de Pessoal da Secretaria Municipal de Educação SEMED; CONSIDERANDO o Ofício n 0819/2015 SEMED/GSAF, subscrito pelo Subsecretário de Administração e Finanças da Secretaria Municipal de Educação SEMED; CONSIDERANDO a análise da Divisão de Acompanhamento de Pessoal e Gestão de Benefícios da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão - SEMAD; CONSIDERANDO o que consta nos autos do Processo nº 2015/4114/4239/00139, resolve CONSIDERAR CONCEDIDA, pelo prazo de 6 (seis) meses, a contar de , referente ao decênio 1º a , LICENÇA-PRÊMIO à servidora MARCLEIDE CAVALCANTE DE FREITAS, Professor Nível Médio, matrícula A, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SEMED. CONSIDERANDO o Ofício n 0819/2015 SEMED/GSAF, subscrito pelo Subsecretário de Administração e Finanças da Secretaria Municipal de Educação SEMED; CONSIDERANDO a análise da Divisão de Acompanhamento de Pessoal e Gestão de Benefícios da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão - SEMAD; DOM Edição 3635 Página 5

6 PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4885/2015 CONCEDE licença para tratar de interesse particular na forma que especifica. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIVIL, no pelo Prefeito de Manaus no Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o art. 146 da Lei n.º 1.118, de 1º de setembro de Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Manaus, com as alterações introduzidas pela Lei nº 292, de 3 de julho de 1995; identificado; CONSIDERANDO o requerimento do servidor, adiante CONSIDERANDO o Ofício n 0819/2015 SEMED/GSAF, subscrito pelo Subsecretário de Administração e Finanças da Secretaria Municipal de Educação SEMED; CONSIDERANDO a análise da Divisão de Acompanhamento de Pessoal e Gestão de Benefícios da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão - SEMAD; CONSIDERANDO o que consta nos autos do Processo nº 2015/4114/9648/00120, resolve CONSIDERAR CONCEDIDA, pelo prazo de 6 (seis) meses, a contar de , referente ao decênio a , LICENÇA-PRÊMIO à servidora SONIA MARIA GARCIA REGO, Professor Nível Médio, matrícula B, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SEMED. CONSIDERANDO as manifestações favoráveis da Gerência de Direitos e Deveres e da Divisão de Pessoal da Secretaria Municipal de Educação - SEMED; CONSIDERANDO o Ofício nº 0821/2015-SEMED/GSAF, subscrito pelo Subsecretário de Administração e Finanças da Secretaria Municipal de Educação - SEMED; CONSIDERANDO a análise da Divisão de Acompanhamento de Pessoal e Gestão de Benefícios da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão - SEMAD; CONSIDERANDO o que consta nos autos do Processo nº 2015/4114/4147/00617, resolve CONSIDERAR CONCEDIDA, pelo prazo de 2 (dois) anos, a contar de , LICENÇA PARA TRATAR DE INTERESSE PARTICULAR ao servidor HELIO DA COSTA DANTAS, Professor Nível Superior, matrícula A, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SEMED. PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4886/2015 CONCEDE licença-prêmio na forma que especifica. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIVIL, no pelo Prefeito de Manaus no Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o art. 150 da Lei nº 1.118, de 1º de setembro de Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Manaus; PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4887/2015 CONCEDE licença-prêmio na forma que especifica. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIVIL, no pelo Prefeito de Manaus no Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o art. 150 da Lei nº 1.118, de 1º de setembro de Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Manaus; identificada; CONSIDERANDO o requerimento da servidora, adiante CONSIDERANDO as manifestações favoráveis da Chefia Imediata, da Gerência de Direitos e Deveres e da Divisão de Pessoal da Secretaria Municipal de Educação SEMED; CONSIDERANDO o Ofício n 0819/2015 SEMED/GSAF, subscrito pelo Subsecretário de Administração e Finanças da Secretaria Municipal de Educação SEMED; CONSIDERANDO a análise da Divisão de Acompanhamento de Pessoal e Gestão de Benefícios da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão - SEMAD; CONSIDERANDO o que consta nos autos do Processo nº 2015/4114/4241/00173, resolve CONSIDERAR CONCEDIDA, pelo prazo de 3 (três) meses, a contar de 1º , referente ao decênio a , LICENÇA-PRÊMIO à servidora JUCILEIDE FIGUEIREDO DANTAS, Auxiliar de Serviços Gerais, matrícula A, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SEMED. identificada; CONSIDERANDO o requerimento da servidora, adiante CONSIDERANDO as manifestações favoráveis da Chefia Imediata, da Gerência de Direitos e Deveres e da Divisão de Pessoal da Secretaria Municipal de Educação SEMED; DOM Edição 3635 Página 6

7 PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4888/2015 CONCEDE licença-prêmio na forma que especifica. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIVIL, no pelo Prefeito de Manaus no Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o art. 150 da Lei nº 1.118, de 1º de setembro de Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Manaus; identificada; CONSIDERANDO o requerimento da servidora, adiante CONSIDERANDO as manifestações favoráveis da Chefia Imediata, do Núcleo de Administração da Gestão do Trabalho e autorização do Secretário Municipal de Saúde; CONSIDERANDO as manifestações favoráveis da Chefia Imediata, do Núcleo de Administração da Gestão do Trabalho e autorização do Secretário Municipal de Saúde; CONSIDERANDO o Ofício n 1162/2015 NTRAB/ GTRAB/ SEMSA, subscrito pela Subsecretária Municipal de Gestão Administrativa e Planejamento da Secretaria Municipal de Saúde - SEMSA; CONSIDERANDO a análise da Divisão de Acompanhamento de Pessoal e Gestão de Benefícios da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão - SEMAD; CONSIDERANDO o que consta nos autos do Processo nº 2014/1637/2421, resolve CONCEDER, pelo prazo de 01 (um) mês, a contar de , referente ao decênio a , LICENÇA- PRÊMIO ao servidor WLADYR PINTO DE SANTANA, AS - Auxiliar Administrativo C-07, matrícula A, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SEMSA. CONSIDERANDO o Ofício n 1162/2015 NTRAB/GTRAB/ SEMSA, subscrito pela Subsecretária Municipal de Gestão Administrativa e Planejamento da Secretaria Municipal de Saúde - SEMSA; CONSIDERANDO a análise da Divisão de Acompanhamento de Pessoal e Gestão de Benefícios da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão - SEMAD; CONSIDERANDO o que consta nos autos do Processo nº 2015/1637/0354, resolve CONSIDERAR CONCEDIDA, pelo prazo de 06 (seis) meses, a contar de , referente ao decênio 1º a , LICENÇA-PRÊMIO a servidora ENEIDA SARMENTO PINHEIRO, AS -Técnico em Administração D-09, matrícula A, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SEMSA. PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4890/2015 DESIGNA substituto de servidor afastado em virtude de férias regulamentares. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIVIL, no pelo Prefeito de Manaus no Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o disposto no art. 140, parágrafo único do Decreto nº 2.683, publicado no DOM Edição 3320, de ; CONSIDERANDO o Ofício nº 0476/2015-GS/SEMEF, subscrito pelo Secretário Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno, em exercício; PORTARIA POR DELEGAÇÃO Nº 4889/2015 CONCEDE licença-prêmio na forma que especifica. O SUBSECRETÁRIO SUBCHEFE DA CASA CIVIL, no pelo Prefeito de Manaus no Decreto nº 3.005, publicado no DOM Edição 3574, de ; CONSIDERANDO o que consta nos autos do Processo nº 2015/16568/16596/01438, resolve CONSIDERAR DESIGNADO o servidor LOURIVAL LITAIFF PRAIA, matrícula A, para responder, cumulativamente, pelas atribuições do cargo de Secretário Municipal, integrante da estrutura organizacional da SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS, TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E CONTROLE INTERNO SEMEF, no período de 27 a , sem direito à percepção da remuneração inerente ao exercício do cargo, em substituição do titular ULISSES TAPAJÓS NETO, afastado em virtude de férias regulamentares. CONSIDERANDO o art. 150 da Lei nº 1.118, de 1º de setembro de Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Manaus; identificado; CONSIDERANDO o requerimento do servidor, adiante DOM Edição 3635 Página 7

8 SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS, TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E CONTROLE INTERNO PORTARIA Nº /2015-GS/SEMEF O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS, TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E CONTROLE INTERNO - SEMEF, no exercício da competência que lhes conferem os artigos 86, inciso IV e 128, inciso II, da Lei Orgânica do Município de Manaus; CONSIDERANDO os termos do parágrafo único do art. 2º dos Decretos nsº 3069, 3070 e 3071, todos de 23 de abril de 2015, R E S O L V E I - ESTABELECER a clarificação dos valores adotados para a avaliação de Aspectos Comportamentais na Avaliação Especial de Desempenho - AED, Avaliação Periódica de Desempenho - APD e Avaliação de Desempenho - AD, nos termos do Anexo Único. II - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeito retroativo ao dia 01 de abril de Publique-se e Cumpra-se. Manaus, 24 de abril de FOCO NAS METAS Tem real preocupação em atingir suas metas, é persistente e não desiste com facilidade, trata os assuntos com agilidade, tem iniciativa para resolver problemas e fazer suas tarefas, está comprometido com a qualidade do trabalho que está fazendo, procura corrigir imediatamente aquilo que não está correto sugere soluções para os problemas, evita desperdícios em geral, usa metodologias para alcançar metas, quando aplicável usa itens de controle, tabelas, planilhas e gráficos para monitorar o seu desempenho. SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, PLANEJAMENTO E GESTÃO EXTRATO 1. ESPÉCIE E DATA: Termo de Contrato de Prestação de Serviços de Informática nº 003/2015, celebrado em 31/03/ CONTRATANTES: O Município de Manaus, através da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão SEMAD, e a empresa PRODAM Processamento de Dados Amazonas S/A. 3. OBJETO: Prestação dos serviços de rede, compreendendo acesso à rede de Governo, com largura de banda de 10 Mbps, que liga a Prefeitura de Manaus, através da Subsecretaria de Tecnologia da Informação SUBTI/SEMEF (ponta A) à PRODAM (ponta B). ANEXO ÚNICO Clarificação dos Valores SEMEF CLARIFICAÇÃO DOS VALORES SEMEF Valores = Nossos comportamentos, a forma como devemos agir no trabalho, nas relações com as pessoas e com o conteúdo público. Nosso jeito de ser e fazer no serviço público e como queremos ser vistos pela sociedade HONRADEZ Pratica comportamentos adequados, cumpre o que promete, procura ser justo em seus julgamentos e ações, segue à risca as normas da SEMEF, responsabiliza-se por seus atos e assume os seus erros, usa de assertividade em suas ações. RESPEITO Respeita as diferenças de religião, idade, raça ou opção sexual, trata a todos com educação, independente de cargo hierárquico, respeita as opiniões divergentes, fala com as pessoas com humildade e educação pratica o respeito hierárquico, ouve com atenção, aceita as diferenças entre as pessoas, pratica a tolerância, trata as pessoas como gostaria de ser tratado, respeita as pessoas e o meio ambiente. TRANSPARÊNCIA Age de acordo com a lei, fala a verdade usando a melhor forma, usa a sinceridade, disponibiliza as informações necessárias. MODERNIDADE Procura adequar-se às novas regras, instrumentos e tecnologias de trabalho, aceita as mudanças e colabora para que as mesmas aconteçam, busca capacitação aonde sente que precisa melhorar a performance, busca novas formas de fazer o trabalho de maneira a torna-lo mais eficiente e eficaz, usa a tecnologia e dispositivos modernos para tornar os processos mais ágeis. ESPÍRITO DE EQUIPE É proativo, colabora com os colegas sempre que necessário, pede ajuda quando em dificuldades, ataca os problemas preservando as pessoas, pensa na equipe e não apenas em si, promove a boa imagem dos colegas, é flexível quando necessário avalia o seu próprio comportamento antes de criticar os outros, espontaneamente faz algo em benefício de todos, pratica sinergia. 4. VALOR: O valor global deste Contrato importa a quantia de R$ ,08 (vinte e quatro mil, setecentos e quarenta e cinco reais e oito centavos). 5. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: As despesas decorrentes do presente Contrato foram empenhadas sob a Nota de Empenho nº 2015NE00143, de 30/03/2015, no valor de R$ 6.186,27 (seis mil, cento e oitenta e seis reais e vinte e sete centavos) à conta da seguinte rubrica orçamentária: , ficando o restante a ser empenhado de acordo com a liberação das cotas financeiras do mesmo exercício. Consentâneo com o princípio orçamentário da anualidade, o saldo deste Contrato será comprometido no exercício subsequente, à conta de idêntica dotação, no mesmo Programa de Trabalho, na Lei Orçamentária de PRAZO: O prazo de vigência do presente Contrato será de 12 (doze) meses a contar de sua assinatura. 7. FUNDAMENTO LEGAL: Este contrato será firmado com anuência do Secretário Municipal de Administração, Planejamento e Gestão, mediante Despacho Autorizativo, às folhas 54, datado de 12/03/2015, e Dispensa de Licitação fundamentada no art. 24, inciso VIII da Lei nº 8.666/93, às folhas 85, bem como manifestação da Assessoria Jurídica, através do Parecer nº 062/2015 ASJUR/SEMAD, às folhas 74 a 80, todos constantes nos autos do Processo Administrativo nº 2015/16330/16343/ Manaus-Am, 31 de março de DOM Edição 3635 Página 8

9 SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PORTARIA Nº 0300/2015-DIVCF/SEMSA A SUBSECRETÁRIA MUNICIPAL DE GESTÃO ADMINISTRATIVA E PLANEJAMENTO, usando das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 128, inciso II da Lei Orgânica do Município de Manaus, e CONSIDERANDO a Portaria nº 1159/2014-GABIN/ SEMSA, de 3 de dezembro de 2014, publicada no Diário Oficial do Município nº 3548, de 5 de dezembro de 2014, que aprova a escala de férias do exercício 2015 dos servidores admitidos sob a égide dos Regimes Jurídicos Estatutário e de Direito Administrativo, e dos ocupantes de Cargos de Provimento em Comissão da Secretaria Municipal de Saúde. ALTERAR a programação de férias do exercício de 2015, dos servidores abaixo relacionados, pertencentes ao quadro de pessoal desta Secretaria Municipal de Saúde - SEMSA. Matrícula Servidor (A) Mês Programado Novo mês para usufruto B Jose Alves da Costa Agosto Maio B Jose Jorge Gesta Junior Dezembro Junho A Thayana de Alencar Barros Novembro Junho Art. 2º A descentralização de que trata esta Portaria tem como objeto a concessão de vale transporte/meia passagem para 150 bolsistas do Programa Bolsa Universidade, que será realizada pela Unidade Gestora Executora Escola de Serviço Público Municipal. Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, operando seus efeitos a partir de 1º de abril de Anexo Único da Portaria nº 0301/2015 DPLAN/SEMSA Nº F SF P A ND FR R$ ,00 Nº. Sequência Ordinal da Programação de Trabalho Descentralizada Códigos: F: Função SF: Subfunção P: Programa A: Ação ND: Natureza de Despesa FR: Fonte de Recurso CIENTIFIQUE-SE, PUBLIQUE-SE, CUMPRA-SE. Manaus, 16 de abril de CIENTIFIQUE-SE, PUBLIQUE-SE, CUMPRA-SE. Manaus, 16 de abril de EXTRATO 1. ESPÉCIE E DATA: Termo de Contrato nº 006/2015, celebrado em 14/04/2015. PORTARIA Nº 0301/2015 DPLAN/SEMSA A SUBSECRETÁRIA MUNICIPAL DE GESTÃO ADMINISTRATIVA E PLANEJAMENTO, responsável pela gestão do Fundo Municipal de Saúde, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pela legislação vigente, e CONSIDERANDO a atribuição delegada pela Portaria nº 292/2014-GABIN/SEMSA, de 5 de maio de 2014; CONSIDERANDO as disposições do Decreto nº 1.441/2012, de 30 de dezembro de 2012, que estabelece novos procedimentos a serem observados por órgãos e entidades quando da concessão de descentralização de créditos orçamentários, CONSIDERANDO, ainda, o que dispõe o Art. 6º, 3º, do Decreto Municipal nº 3.002/2015, publicado no DOM nº 3571, de 16/1/2015, o qual dispõe sobre a Programação Financeira, o Cronograma Mensal de Desembolso e as Metas Bimestrais de Arrecadação para o Exercício Financeiro de 2015 dos órgãos, das entidades e dos fundos do Poder Executivo e Estabelece normas de execução. 2. CONTRATANTES: O Município de Manaus, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde SEMSA e a empresa SANTURCE INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA. 3. OBJETO: Locação de um Imóvel, localizado na Av. Sen. Raimundo Parente, nº 100, Alvorada, matrícula nº , destinado a atender às necessidades estruturais do Departamento de Logística, desta SEMSA. 4. VALOR GLOBAL: R$ ,00 (um milhão, trezentos e oitenta mil reais). 5. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Nota de empenho nº 2015NE00854, datado de 02/03/2015, à conta da seguinte rubrica orçamentária , no valor de R$ ,00 (quatrocentos e sessenta mil reais), ficando o saldo remanescente a ser empenhado posteriormente. 6. PRAZO: O prazo da presente Locação será de 12 (doze) meses, a contar da data de assinatura do Termo de Contrato. 7. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Dispensa de Licitação, art. 24, inciso X, Lei nº 8.666/93. Manaus (AM), 14 de abril de Art. 1º CONCEDER Destaque de Crédito Orçamentário em favor da Unidade Gestora: Escola de Serviço Público Municipal, no valor total de R$ ,00 (quarenta e três mil e duzentos reais) conforme Anexo Único desta Portaria. DOM Edição 3635 Página 9

10 SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 004/2015 SEMED/GS A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO torna públicas as alterações dos itens e subitens do Edital nº 001/2015 SEMED/GS, de 06 de março de 2015, publicado no Diário Oficial do Município de 06 de março de 2015, que passam a ter a redação a seguir especificada A Seleção interna regida por este edital constitui-se de cinco fases que visam à Certificação e a composição do Banco de Diretores para eventual provimento da função de Diretor Escolar das Unidades de Ensino da Rede Pública Municipal de Manaus Primeira Fase: Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos Segunda Fase: Avaliação de Perfil Terceira Fase: Análise de Currículo Quarta Fase: Programa de Formação Quinta fase: Resultado Final com homologação do banco de diretores. Divulgação da lista de candidatos aptos e classificados para a terceira fase no endereço no link 03/09/2015 PROCERT. Terceira Fase: Análise de Currículo Convocação de candidatos e entrega da documentação comprobatória para a terceira fase, conforme cronograma anexado 08 a 11/09/2015 no endereço no link PROCERT. Divulgação do resultado da terceira fase no endereço no link PROCERT. 18/09/2015 Quarta Fase: Programa de Formação Convocação de candidatos para a quarta fase no endereço no link PROCERT. 18/09/2015 Período de realização do Programa de Formação 21/09/2015 a 16/10/2015 Divulgação do resultado da quarta fase no endereço no link PROCERT. 21/10/2015 Quinta fase: homologação do banco de diretores Homologação do banco de diretores 23/10/ Fica vedada a participação de qualquer membro da Comissão Interna Permanente do PROCERT, como candidato do processo de seleção Os casos omissos relativos à Seleção, referentes à inscrição, prova escrita e classificação serão resolvidos pela Comissão Interna responsável pelo certame. Permanecem inalterados os demais itens e subitens do edital supracitado. Manaus, 24 de abril de A solicitação de nova inscrição será admitida exclusivamente via Internet de forma gratuita, no site no link PROCERT, mediante o preenchimento do Formulário de Inscrição, no período compreendido entre as 08h do dia 04 de maio de 2015 e 23h59min do dia 08 de maio de 2015, considerando as inscrições anteriores, amparadas pelos editais 002/2015 SEMED/GS e 003/2015 SEMED/GS, como validadas A prova da primeira fase será aplicada por pessoa jurídica contratada pela SEMED e acontecerá no dia 12 de julho de 2015, na cidade de Manaus, terá a duração de 04 (quatro) horas com início marcado para as 9 horas, a partir de quando não será mais permitido o acesso de candidatos ao local de realização da prova O gabarito preliminar da prova será divulgado no dia 14 de julho de 2015, no site no link PROCERT Todos os candidatos habilitados na prova escrita objetiva, conforme item 7.1.5, estarão aptos a participar da segunda fase do processo A Avaliação de Perfil será realizada por pessoa jurídica contrata pela SEMED, em data e horário agendados previamente e divulgados no site link PROCERT Os candidatos considerados aptos na segunda fase do processo estarão habilitados para a participação no Programa de Formação, observado o número máximo de 800 (oitocentas) vagas. Caso o número de candidatos aptos na segunda fase seja superior ao número máximo de vagas, serão convocados os 800 (oitocentos) mais bem colocados, considerando-se a soma da pontuação da Prova Objetiva e da Análise de Currículo. 10. CALENDÁRIO DE ATIVIDADES ATIVIDADE DATA/PERÍODO Reabertura do Período de inscrição no endereço 04 a 08/05/2015 link PROCERT. Divulgação do programa da prova objetiva escrita. 26/03/2015 Requerimento de Atendimento Especial e entrega de laudo médico. 12 a 13/05/2015 Divulgação dos locais e horários das provas objetivas no endereço no link PROCERT 06/07/2015 Primeira Fase: Aplicação das Provas Objetivas Período da Aplicação das Provas Objetivas 12/07/2015 Divulgação do gabarito preliminar, no endereço no link PROCERT 14/07/2015 Prazo para interposição de recursos aos gabaritos das provas objetivas,exclusivamente, no endereço 15 e 16/07/2015 no link PROCERT, Divulgação do gabarito definitivo, no endereço n link PROCERT 21/07/2015 Resultado das provas objetivas, no endereço link PROCERT. 24/07/2015 Resultado dos classificados para segunda fase e convocação para a segunda fase da seleção. 31/07/2015 Segunda Fase: Avaliação de Perfil Período de Análise de Perfil conforme convocação de candidatos 03 a 31/08/2015. para a segunda fase. SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO, EMPREGO E DESENVOLVIMENTO EXTRATO 1. ESPÉCIE E DATA: Terceiro Termo Aditivo ao Contrato de Locação de Imóvel nº 001/2012 firmado em 23/04/2015, processo nº 2012/4931/7072/ CONTRATANTES: O Município de Manaus, através da Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento SEMTRAD, e a empresa R N DE OLIVEIRA & CIA LTDA - ME. 3. OBJETO: Renovação de Locação de Imóvel por mais 12 (doze) meses, conforme cláusulas contratuais, relativo ao imóvel localizado na Avenida Barcelos, 625 Praça 14 de Janeiro, CEP: , destinado ao funcionamento da sede da Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento SEMTRAD. 4. VALOR GLOBAL: R$ ,28 (duzentos e vinte e cinco mil, cento e dez reais e vinte e oito centavos). 5. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Empenho nº 2015NE00178, de 23/04/2015, no valor de R$ ,38 (trinta e sete mil, quinhentos e dezoito reais e trinta e oito centavos), à conta da seguinte rubrica orçamentária: UO: 21100, Programa de Trabalho: , Fonte: , Natureza Despesa: , ficando o saldo remanescente a ser empenhado de acordo com as Normas de Execução Orçamentária. 6. PRAZO: O prazo contratual fica dilatado por mais 12 (doze) meses, a contar de 04 de maio de FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Dispensa de Licitação. Art. 24, inciso X, da Lei federal n 8.666/93. Manaus/AM, 23 de abril de DOM Edição 3635 Página 10

11 SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE PORTARIA Nº 35/ SEMMAS Pelo exposto RATIFICO, nos termos do art. 24, inciso II, da Lei nº 8.666/93, de , a Dispensa de Licitação pertinente ao Processo nº 2015/15848/15906/00012, no valor de R$ 700,00 (Setecentos reais) Manaus, 23 de abril de O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no exercício da competência que lhe confere o artigo 128, inciso I da Lei CONSIDERANDO a necessidade de promover a apuração das especificações dos objetos, a otimização do controle de qualidade dos bens adquiridos pela Administração Municipal, em cumprimento a Lei nº 8.666/93; I CONSTITUIR a Comissão formada pelo(as) servidores(as): Márcia Neves Leite, matrícula nº J, Agente Administrativa e Cristhiany Souza dos Santos, matrícula nº A, Assessora I, para, sob a presidência da primeira, realizar o recebimento, mediante Atesto em nota fiscal, fiscalização e acompanhamento do processo nº 2015/15848/15906/00012, que tem como objeto assinatura anual do jornal JORNAL DO COMMERCIO, com periodicidade diária, destinada a manter os servidores da SEMMAS informados dos fatos ocorridos no âmbito da cidade de Manaus quanto à preservação e uso dos recursos ambientais no município, como meio eficaz de proceder com medidas cabíveis. II DETERMINAR que a Comissão rejeite o recebimento, no todo ou em parte, dos materiais em desacordo com o contratado. assinatura. III Esta Portaria entra em vigor a contar da data de sua IV Revogam-se as disposições em contrário. CIENTIFIQUE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE. Manaus, 23 de abril de EVANDRO CARLOS BRITO, torna público que recebeu da SEMMAS a LMO n 252/2014 sob o processo n 2014/15848/15875/01316, que autoriza a atividade SERVIÇO, com a finalidade FUNCIONAMENTO DO SISTEMA SONORO DO VEÍCULO FIAT/UNO, COR BRANCA, PLACA JWJ 3990, PARA A REALIZAÇÃO DE PROPAGANDA VOLANTE. Com validade de 12 meses, sito na RUA DOM PEDRO I, N 96 SANTO ANTÔNIO MANAUS/AM., Manaus Amazonas. SECRETARIA MUNICIPAL DE FEIRAS, MERCADOS, PRODUÇÃO E ABASTECIMENTO PORTARIA N.º 051/2015 GS/SEMPAB O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FEIRAS, MERCADOS, PRODUÇÃO E ABASTECIMENTO, no exercício da competência que lhe confere o Artigo 128, inciso II, da LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE MANAUS, CONSIDERANDO os termos do Ofício Circular n.º 008/2010-SEMAD, acerca dos adiamentos de usufruto de férias, R E S O L V E : Processo nº 2015/15848/15906/00012 Interessado: SEMMAS Assunto: Dispensa de Licitação DESPACHO Considerando o que consta no Processo nº 2015/15848/15906/00012, de interesse da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade SEMMAS. Fica declarado Dispensado o procedimento licitatório, com fundamento no art. 24, inciso II, da Lei nº 8.666/93, de , para a contratação da Empresa Jornal do Comércio LTDA, cujo objeto trata da assinatura anual do jornal Jornal do Commercio, no valor de R$ 700,00 (setecentos reais), com periodicidade diária. À consideração do Senhor Secretário Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade - SEMMAS, solicitando ratificação. Manaus, 23 de abril de TRANSFERIR o usufruto das férias dos servidores abaixo identificados para data oportuna, por necessidade de serviços, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE FEIRAS, MERCADOS, PRODUÇÃO E ABASTECIMENTO, constante na Escala de Férias do exercício de 2015, objeto da Portaria n.º 121/2014- GS/SEMPAB, datada de , publicada no DOM n.º 3557, de , conforme tabela abaixo. MATRÍCULA NOME MÊS DA ESCALA A BRUNO RAFAEL SIMOES MACHADO MAIO C DILSON TEIXEIRA DUARTE MAIO A EFRAHEN GUIMARAES VINENTE MAIO G GERLUCE BESSA LOPES MAIO C IVO JORGE GARCEZ TEIXEIRA MAIO B JOAO VAZ DOS SANTOS MAIO B LINDOMAR GAMA RODRIGUES MAIO A LUCIANO DOS SANTOS MENDES MAIO A LUIZ FRANCISCO DIAS MARQUES MAIO A MAURO PAIXAO LIMA DE SOUZA MAIO B RICARDO DE MENEZES DIAS MAIO CIENTIFIQUE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE. Manaus, 23 de abril de DOM Edição 3635 Página 11

12 PORTARIA N.º 052/2015 GS/SEMPAB O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FEIRAS, MERCADOS, PRODUÇÃO E ABASTECIMENTO, no exercício da competência que lhe confere o Artigo 128, inciso II, da LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE MANAUS, CONSIDERANDO os termos do Ofício Circular n.º 008/2010-SEMAD, acerca dos adiamentos de usufruto de férias, R E S O L V E : TRANSFERIR o usufruto das férias dos servidores abaixo identificados para data oportuna, por necessidade de serviços, do quadro de pessoal da SECRETARIA MUNICIPAL DE FEIRAS, MERCADOS, PRODUÇÃO E ABASTECIMENTO, constante na Escala de Férias do exercício de 2015, objeto da Portaria n.º 122/2014- GS/SEMPAB, datada de , publicada no DOM n.º 3557, de , conforme tabela abaixo. MATRÍCULA NOME MÊS DA ESCALA A DAYSE MAIA COELHO MAIO E ERNANDO CALDEIRA P. GONÇALVES MAIO A VICTOR ALVES REINALDO MAIO CIENTIFIQUE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE. Manaus, 23 de abril de CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE RESOLUÇÃO N. 009/2015 CMDCA/MANAUS Cria Comissão Eleitoral para escolha dos membros de nove Conselhos Tutelares do município de Manaus, e dá outras providências. A PRESIDENTE DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO o Edital nº 001/2015-CMDCA/MANAUS, publicado na edição nº 3621, do dia 01/04/2015, que regulamenta o Processo Eleitoral para a escolha de membros dos Conselhos Tutelares do município de Manaus; CONSIDERANDO a necessidade de ser constituída Comissão Eleitoral, a fim de atender ao que determina a Lei Municipal n.º 1.242, alterada por meio da Lei Municipal Nº 1.972, de 01 deabrilde2015 ; CONSIDERANDO a decisão adotada por este colegiado, por unanimidade de votos, em reunião ordinária realizada em 19/02/2015 e reunião extraordinária realizada em 14/04/2015; Art. 1.º - Compor, sob a Presidência da primeira e Vice- Presidência da segunda, Comissão Eleitoral para coordenar o processo de escolha dos membros de nove Conselhos Tutelares instalados no município de Manaus: Gecilda Albano Peçanha Nilce Elena Conceição Trindade Ana Cristina Dias Cruz Ana Maria de Matos Reis Ana Rebeca Marques Angelita Meireles Sicsu Charles Lima de Brito Clívia Emília F. Matos Diana Freire dos Santos Fabiana Lima Soares Francinês Morais Cavalcante Francisco José da Costa Afonso Geanne de Oliveira Valente Hevellini Natacha Lima Lira Juliana Filgueiras Barros Leilane Pereira de Lima Lídia Helena Moreira de Oliveira Luceny Freire dos Santos Lucimar de Souza Weill Magaly Azevedo Arruda Araújo Mara Nogueira Varela Marcela Lima Antony Márcio Lima Noronha Maria Ivete de Araújo Rhodis Maria Roza de Araújo Marlise Pereira de Souza Orley Lobato Pinheiro Paula Cristina Vieira da Silva Paulo Afonso Sampaio de Lima Raimunda Ferreira dos Santos Saulo Vieira Cavalcante da Silva Maria Vanuza da Silva Siqueira Tércio Pinto de Castro Thais Regina Moura da Costa Tracey Maria da Silva Resende Parágrafo Único Os trabalhos da Comissão Eleitoral serão acompanhados por um representante do Ministério Público Estadual, a ser designado pela Procuradoria Geral de Justiça, ao qual também caberá fiscalizar o processo para a escolha dos membros de nove Conselhos Tutelares do município de Manaus, nos termos do artigo 139 do Estatuto da Criança e do Adolescente. Art. 2.º - Além da coordenação geral do processo eleitoral, compete à Comissão Eleitorala organização de todo o material utilizado para as eleições, em duas vias, com as seguintes peças essenciais: I Edital de convocação das eleições, acompanhado das respectivas publicações; II Requerimento de inscrição de candidatura acompanhados das respectivas fichas de qualificação individual; III Edital contendo a relação nominal das candidaturas registradas, acompanhado das respectivas publicações; IV Edital contendo a relação dos candidatos habilitados para a prova de suficiência, acompanhado das respectivas publicações; V Edital contendo a relação dos candidatos habilitados ao pleito, acompanhado das respectivas publicações; VI Relação dos locais de votação; VII Relação dos nomes dos componentes das mesas coletoras e apuradoras; VIII Relação dos eleitores da zona respectiva, expedida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Amazonas; IX Cópia das decisões tomadas pelas mesas receptoras e apuradoras de votos; X Cópia das decisões tomadas pela Comissão Eleitoral, em grau de recurso; XI Relação de votantes por seção; XII Exemplar da célula de votação; XIII Edital contendo o resultado de apuração, acompanhado das respectivas publicações; XIV Edital contendo o resultado final das eleições e a proclamação dos candidatos eleitos, acompanhado das respectivas publicações, e XV Demais documentos julgados necessários. DOM Edição 3635 Página 12

13 Art. 3.º - A Comissão Eleitoral garantirá igualdade de condições aos candidatos inscritos durante o processo de escolha, cuidando de impedir a utilização dos materiais e das instalações do Conselho em benefício de qualquer dos concorrentes. publicação. Art.4º- Esta Resolução entra em vigor na data de sua Plenária do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, em Manaus, 14 de abril de RESOLUÇÃO N. 011/2015 CMDCA/MANAUS O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, usando das atribuições que lhe conferem a Lei Municipal nº 1.133, de 27/07/2007, alterada mediante Lei municipal nº 1.482, de 14/07/2010 e, CONSIDERANDO o previsto no art. 90, 1 da Lei 8069, de 13 de julho de 1990, com a alteração da Lei nº , de CONSIDERANDO a decisão em reunião extraordinária do dia 14/04/2015; I TORNAR SEM EFEITO a Resolução nº 008/2015 CMDCA, publicada no Diário Oficial do Município na edição 3625, de 9/2/2015; RESOLUÇÃO Nº 010/2015 CMDCA DISPÕE sobre a Chamada Pública das entidades de atendimento às crianças e adolescentes do município de Manaus. A PRESIDENTE DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO o disposto no artigo 90 e seguintes da Lei 8.069, de 13 de julho de 1990 Estatuto da Criança e do Adolescente; CONSIDERANDO a decisão adotada por este Colegiado, em reunião extraordinária realizada em 14 de abril de 2015, Art. 1º. Ficam convocadas as entidades de atendimento responsáveis pelo planejamento e execução de programas de proteção e socioeducativos destinados a crianças e adolescentes, não cadastradas neste CMDCA/Manaus, ou que estejam com seus registros de entidade ou programas invalidados, que executem programas em regime de: I orientação e apoio sociofamiliar; II apoio socioeducativo em meio aberto; III colocação familiar; IV acolhimento institucional; V prestação de serviços a comunidade; VI liberdade assistida Para que procedam ao pedido de inscrição ou renovação de entidade e programa neste CMDCA/Manaus. Plenário do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, em Manaus, 14 de abril de II - COMUNICAR, para os fins legais, a lista de entidades governamentais e não governamentais com registros convalidados no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Manaus: 1. Aldeias Infantis SOS Brasil 2. Associação Batukada-Arte, Cultura, Cidadania e Ação Social 3. Associação Beneficente Social Violeta 4. Associação Comunitária de Apoio à Criança e à Família do Estado do Amazonas 5. Associação de Apoio à Criança Com HIV- Casa Vhida 6. Associação de Apoio às Pessoas Portadoras de Necessidades Especais AAPPNE 7. Associação de Capacitação, Emprego e Renda Para Portadores de Deficiência do Estado do Amazonas ACERPAM 8. Associação Junior Achievent do Amazonas 9. Associação Missionaria de Apoio e Resgate AMAR 10. Associação para Desenvolvimento Coesivo da Amazônia - ADCAM 11. Associação Para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável ADEIS 12. Caritas Arquidiocesana de Manaus 13. Casa da Criança 14. Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente - CEDECA PÉ NA TABA 15. Centro de Formação Vida Alegre 16. Centro de Integração Emprego e Renda 17. Centro Social e Educacional do Lago do Aleixo 18. Centro Social Nossa Senhora das Graças 19. Congregação das Irmãs Salesianas dos Sagrados Corações Filippo Smaldone 20. Federação do Comercio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas - FECOMÉRCIO 21. Fundação Amazônica de Amparo à Pesquisa e Desenvolvimento Paulo dos Anjos Feitosa 22. Fundação Bradesco 23. Fundação de Apoio Institucional Rio Solimões 24. Fundação Nokia de Ensino 25. Grupo de Apoio a Criança Com Câncer do Amazonas - GACC/ AM 26. Inspetoria Laura Vicuña 27. Inspetoria Salesiana Missionaria da Amazônia (PRÓ- MENOR DOM BOSCO) 28. Instituição União das Mães Espiritas Marília Barbosa 29. Instituto Autismo do Amazonas 30. Instituto de Assistência a Criança e ao Adolescente Santo Antônio IACAS 31. Instituto Esporte Verde do Amazonas 32. Instituto Ler Para Crescer 33. Instituto Silvério de Almeida Tundis - ISAT 34. Jovens com uma Missão - JOCUM 35. Lar Batista Jannel Doyle 36. Lar Fabiano de Cristo 37. Legião da Boa Vontade LBV 38. Movimento Comunitário Vida e Esperança - MCVE 39. Núcleo de Amparo Social Tomás de Aquino 40. Núcleo de Amparo Social Tomás de Aquino Lar Francisco de Assis 41. O Coração do Pai DOM Edição 3635 Página 13

14 42. Obras Sociais Sementeira de Luz 43. Oficina de Lutheria da Amazônia OELA 44. Policia Militar do Amazonas / Programa Formando Cidadão - PFC 45. Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência PROERD 46. Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania - SEAS 47. Serviço Social da Indústria - SESI 48. Serviço Social do Transporte Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte Plenária do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, em Manaus, 14 de abril de SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA PORTARIA N 036/ SEMINF / GSS. O SUBSECRETÁRIO MUNICIPAL DE OBRAS PÚBLICAS, no exercício das prerrogativas que lhe outorga o inciso II do artigo 128 da Lei ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE MANAUS, combinado com o Decreto nº de e com o inciso V do artigo 46 do Decreto n 1.589, de , com as alterações introduzidas pelo Decreto n.º 3.383, de , e de , CONSIDERANDO a necessidade desta Secretaria. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Empenhos nº 2014NE02914, 2014NE02915 e 2014NE02916 todos SEMSA, emitidos em 04/09/2014. R E S O L V E: RESOLUÇÃO N. 012/2015 CMDCA/MANAUS Dispõe sobre a prorrogação de prazo para as inscrições para o Processo de Escolha de membros do Conselho Tutelar do Município de Manaus A PRESIDENTE DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO o Edital nº 001/2015-CMDCA/MANAUS, publicado na edição nº 3621, do dia 01/04/2015, que regulamenta o Processo de Escolha de Membros do Conselho Tutelar do Município de Manaus; SUSPENDER até ulterior deliberação, por motivo de Ordem Técnica conforme C.I. nº 100/2015, o Termo do Contrato de Empreitada nº. 020/ SEMINF, firmado em 15/09/2014, que entre si celebraram o Município de Manaus e a Empresa J.P.V. DA SILVA & CIA. LTDA.- EPP, correspondente a TOMADA DE PREÇOS nº 017/2014 CLS/ PM, referente ao Objeto: REFORMA E ADEQUAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE MUNICIPAL - UBS FRANK CALDERON ROSEMBERG, LOCALIZADA NA RUA BOA ESPERANÇA, S/N CRESPO, DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE MANAUS. Os efeitos da presente suspensão retroagem a data de 07/04/2015. CUMPRA-SE, REGISTRE E PUBLIQUE-SE. GABINETE DO SUBSECRETÁRIO DE OBRAS PÚBLICAS, em Manaus, 23 de abril de CONSIDERANDO a decisão adotada por este colegiado, por unanimidade de votos, em reunião extraordinária realizada em 14/04/2015; I PRORROGAR O PRAZO das inscrições para o Processo de Escolha de membros do Conselho Tutelar do Município de Manaus, item do Edital nº 001/2015-CMDCA/MANAUS, para o dia Plenária do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, em Manaus, 14 de abril de PORTARIA N 037/ SEMINF / GSS. O SUBSECRETÁRIO MUNICIPAL DE OBRAS PÚBLICAS, no exercício das prerrogativas que lhe outorga o inciso II do artigo 128 da Lei ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE MANAUS, combinado com o Decreto nº de e com o inciso V do artigo 46 do Decreto n 1.589, de , com as alterações introduzidas pelo Decreto n.º 3.383, de , e de , CONSIDERANDO a necessidade desta Secretaria. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Empenho nº SEMINF, emitido em 09/06/2014. R E S O L V E: SUSPENDER até ulterior deliberação, por motivo de Ordem Técnica conforme CI nº 134/2015, o Termo do Contrato de Empreitada nº SEMINF, firmado em 27/08/2014, que entre si celebraram o Município de Manaus e a Empresa HB ENGENHARIA LTDA. correspondente a TOMADA DE PREÇOS nº 045/2011 CLS/ PM, referente ao Objeto: REFORMA DO PRÉDIO DA JUNTA DE SERVIÇO MILITAR, LOCALIZADA A RUA VISCONDE DE MAUÁ, S/Nº BAIRRO CENTRO, EM MANAUS / AM. Os efeitos da presente suspensão retroagem a data de 30/03/2015. CUMPRA-SE, REGISTRE E PUBLIQUE-SE. GABINETE DO SUBSECRETÁRIO DE OBRAS PÚBLICAS, em Manaus, 23 de abril de DOM Edição 3635 Página 14

15 SUPERINTENDÊNCIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES URBANOS EXTRATO ESPÉCIE E DATA: Contrato de Fornecimento n.º 008/ SMTU, celebrado em 08/04/2015. CONTRATANTES: O Município de Manaus, através da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos - SMTU e a empresa Nábio Oliveira Duarte ME. OBJETO: Por força do presente contrato, a CONTRATADA obriga-se a entregar ao CONTRATANTE, os produtos/prestar os serviços de fornecimento e confecção de crachás e acessórios, para atender a demanda dos colaboradores (estagiários e funcionários) da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos - SMTU, constante nos itens 1, 2 e 3 da Ata de Registro de Preços n.º 021/2014- GERP/SEMAD, resultante do Pregão Presencial n.º 121/2014 CML/PM. PRAZO: O prazo de vigência do presente contrato será de 12 (doze) meses, a contar da data de sua assinatura e poderá chegar ao seu termo final com a entrega de todo o seu objeto e a conseqüente liquidação da despesa. VALOR GLOBAL: O valor total estimado do presente Contrato importa a quantia de R$3.760,00 (Três mil, setecentos e sessenta reais) de acordo com a proposta vencedora, ata circunstanciada, planilha demonstrativa de lances verbais e outros documentos que integram este contrato. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: As despesas decorrentes do presente contrato foram empenhadas parcialmente sob a Nota de Empenho nº. 2015NE00163, datada de 25/03/2015, no valor de R$3.008,00 (Três mil e oito reais), à conta da seguinte rubrica orçamentária: Unidade Orçamentária Programa de Trabalho Fonte de Recursos Natureza da Despesa , ficando o saldo remanescente a ser empenhado conforme liberação de cota. FUNDAMENTAÇÃO: Este contrato decorre do Despacho do Sr. Secretário Municipal de Administração, Planejamento e Gestão, às fls. 76 do PAD n.º 2014/14908/14938/00080-SMTU,datado de 15/08/2014, que homologou o PREGÃO PRESENCIAL N. 121/2014-CML/PM, publicado no Diário Oficial do Município de Manaus nº 3475, de 15/08/2014, bem como, da Ata de Registro de Preços n.º 021/ GERP/SEMAD e seus Termos Aditivos, publicados no DOM n.º 3476, de 20/08/2014 e 3500, de 24/09/2014. Manaus, 08 de abril de CONCEDER, a servidora MARIA DULCIMAR MONTEIRO DA SILVA, cedida pela Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão a esta Manaus Previdência, FGP-3, a contar de 1º Gabinete da Presidência da Manaus Previdência, Manaus 16 de abril de CIENTIFIQUE-SE, PUBLIQUE-SE, CUMPRA-SE. PORTARIA Nº 56/2015-GP/MANAUS PREVIDÊNCIA O DIRETOR-PRESIDENTE DA MANAUS PREVIDÊNCIA, no exercício da competência que lhe confere o inciso II do artigo 128 da Lei Orgânica do Município, e 2013; CONSIDERANDO a Lei n.º 1.803, de 29 de novembro de CONSIDERANDO a Autonomia estabelecida no artigo 1º da Lei nº 1.803, de 29 de novembro de 2013; CONSIDERANDO o disposto no Decreto n.º 2714 de 29 de janeiro de 2014; Publicidade; CONSIDERANDO o Princípio Constitucional da DISPENSAR, a pedido o membro do Comitê de Investimentos da Manaus Previdência o Senhor LOURIVAL LITAIFF PRAIA, a contar de Gabinete da Presidência da Manaus Presidência, em 22 de abril de CIENTIFIQUE-SE, PUBLIQUE-SE, CUMPRA-SE. Manaus, 22 de abril de Processo nº. 2015/17848/17891/00044 Interessados: MANAUS PREVIDÊNCIA Assunto: Inexigibilidade de Licitação MANAUS PREVIDÊNCIA PORTARIA Nº 55/2015-GP/MANAUS PREVIDÊNCIA O DIRETOR-PRESIDENTE DA MANAUS PREVIDÊNCIA, no exercício da competência que lhe confere o inciso II do artigo 128 da Lei Orgânica do Município, e 2013; CONSIDERANDO a Lei n.º 1.803, de 29 de novembro de CONSIDERANDO a Autonomia estabelecida no artigo 1º da Lei nº 1.803, de 29 de novembro de 2013; DESPACHO Considerando o que consta do processo nº. 2015/ 17848/17891/00044 de interesse da MANAUS PREVIDÊNCIA. Declaro INEXIGÍVEL o procedimento licitatório, com fundamento no art. 25, II da c/c art. 13, VI da Lei nº /93, para a inscrição dos servidores Caio Feldberg Porto, Iza Amélia de Castro Albuquerque, Marco Antonio Oliveira de Araujo e Rafael da Cruz Lauria no Curso sobre as principais inovações do Novo Código de Processo Civil, oferecido pelo Centro Integrado de Ensino Superior do Amazonas CIESA, a ser realizado nos dias 24 a 30 de abril de 2015, no valor global de R$1.800,00 (mil e oitocentos reais). Manaus, 24 de abril de Publicidade; CONSIDERANDO o Princípio Constitucional da DOM Edição 3635 Página 15

16 FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA, TURISMO E EVENTOS PORTARIA N.º 038/2015 GDP/MANAUSCULT O DIRETOR-PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA, TURISMO E EVENTOS - MANAUSCULT, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pela legislação vigente, CONSIDERANDO o art. 3º e 4º do Decreto nº 1.441, de , que estabelece novos procedimentos a serem observados por órgãos e entidades quando da concessão de Descentralização de Créditos Orçamentários, CONSIDERANDO ainda o que dispõe o Art. 6º, 3º, do Decreto Municipal nº 3.002/2015. Art CONCEDER Destaque de Crédito Orçamentário em favor da Unidade Gestora Secretaria Municipal de Comunicação, no valor total de R$ ,00 (trezentos e sessenta e cinto mil reais), conforme Anexo Único desta Portaria. Art. 2.º A descentralização de que trata esta Portaria tem como objeto despesas com divulgação das Campanhas: i) Manaus Turismo ; ii) Manaus, a Bela e as Feras e, iii) Produção de Vídeo Celebridades, as quais serão realizadas pela Unidade Gestora Executora Secretaria Municipal de Comunicação. Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, operando seus efeitos a partir de 01 de abril de Anexo Único da Portaria n. 038/2015 Nº F SF P A ND FR R$ , , , , , , ,00 TOTAL: ,00 Nº Seqüência Ordinal da Programação de Trabalho descentralizada Códigos F: Função SF: Subfunção P: Programa A: Ação ND: Natureza de Despesa FR: Fonte de Recurso CERTIFIQUE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE. Manaus, 23 de abril de (*) PREGÃO PRESENCIAL Nº 007/2015 CML/PM ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 001/2015 DAF/MANAUSCULT Pelo presente instrumento, a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos MANAUSCULT, órgão gerenciador deste Registro de Preços, situada na Avenida André Araújo nº 2767 Aleixo Manaus/AM, representada neste ato por seu Diretor-Presidente BERNARDO SOARES MONTEIRO DE PAULA, brasileiro, casado, inscrito no CPF/MF sob nº , portador do RG nº SSP/AM, residente e domiciliado nesta Capital, doravante denominado Administrador da Ata de Registro de Preços, e a empresa: 1) I4 PROMOCIONAIS EIRELI-ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob nº / , estabelecida na Rua Catalunha, 585 A Galpão 04 Jaguaré São Paulo CEP: , neste ato representado pelo Sra. MARIANA GASPAR, inscrita no CPF: portadora do RG nº x SSP/SP residente e domiciliado nesta Capital na Rua Giuseppe Franco, 156 Jardim Samambaia - SP, doravante denominado Fornecedor, firmam a presente ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 001/2015 DAF/MANAUSCULT, mediante as cláusulas e condições a seguir estabelecidas: CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO A presente Ata de Registro de Preço nº 001/2015 DAF/MANAUSCULT tem por objeto o Registro de Preços para eventual contratação de empresa especializada em confecção de PEN DRIVE PERSONALIZADO, conforme especificações constantes do Termo de Referência, para atender as necessidades da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos MANAUSCULT, conforme descrições contidas no Processo Administrativo nº 2014/16508/16697/00815 e Procedimento Licitatório Pregão nº 007/2015 CML/PM de 21/01/2015 e descrições adicionais abaixo: CLÁUSULA SEGUNDA DO PREÇO 2.1 Os preços dos produtos estão registrados nos termos da proposta vencedora do Pregão nº 007/2015 CML/PM, conforme o quadro abaixo: ITEM UNIDADE 01 UND I4 PROMOCIONAIS EIRELI-ME QTD ESPECIFICAÇÃO ESTIMADA Serviço de Confecção de Pen Drives Personalizados com 4GB de capacidade, confeccionado em amadeira, e personalizado com impressão em serigrafia nas duas faces, de acordo com a solicitação; Tampa giratória; Garantia de 2 (dois) anos (duas mil unidades) PREÇO UNITÁRIO REGISTRADO R$ 17,00 (dezessete reais) CLÁUSULA TERCEIRA DAS CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO 3.1 Os órgãos e entidades que tiverem interesse na presente Ata, deverão solicitar da MANAUSCULT órgão gerenciador da mesma, nos termos do Decreto Municipal nº de 26 de Janeiro de 2015 e publicado no DOM de 26 de Janeiro de 2015 (páginas 7 à 11), autorização para contratação dos serviços para serem atendidos, de acordo com o Edital de Licitação, além de solicitar também da empresa por intermédio de Ofício a vontade de fornecer os produtos registrados na Ata de Registro de Preços. 3.2 Após a assinatura do contrato ou do instrumento que o substitua, os fornecedores terão o prazo fixado para início da prestação dos serviços de confecção. 3.3 Os serviços deverão ser prestados de acordo com o edital, com as propostas vencedoras da licitação, bem como as cláusulas da presente Ata. 3.4 A Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos MANAUSCULT não está obrigada a contratar o objeto desta licitação, ficando-lhe facultada a utilização de outros meios, respeitada a legislação relativa às licitações, sendo assegurado ao beneficiário do Registro de Preços, preferência, em igualdade de condições. 3.5 À Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos MANAUSCULT face o ordenamento jurídico pertinente, reserva-se o direito de incluir ou excluir órgãos destinatários, sempre com comunicação aos fornecedores, com antecedência mínima de 30 (trinta) dias. DOM Edição 3635 Página 16

17 CLÁUSULA QUARTA DO REEQUILÍBRIO CONTRATUAL 4.1 O preço registrado poderá ser revisto em decorrência de eventual redução daqueles praticados no mercado, ou de fato que eleve o custo dos serviços ou bens registrados, cabendo ao órgão gerenciador promover as necessárias negociações junto aos fornecedores. 4.2 Quando o preço inicialmente registrado, por motivo superveniente, tornar-se superior ao praticado no mercado, o órgão gerenciador deverá: convocar os fornecedores visando à negociação para redução de preços e sua adequação ao praticado no mercado; frustrada a negociação, os fornecedores serão liberados do compromisso assumido; convocar os demais fornecedores, visando igual oportunidade de negociação. 4.3 Quando o preço de mercado torna-se superior aos preços registrados e os fornecedores, mediante requerimento devidamente comprovado, não puderem cumprir os compromissos, o órgão gerenciador poderá: liberar os fornecedores dos compromissos assumidos, sem aplicação da penalidade, confirmado a veracidade dos motivos e comprovantes apresentados, e se a comunicação ocorrer antes dos pedidos de fornecimento; e convocar os demais fornecedores, visando igual oportunidade de negociação. 4.4 Não havendo êxito nas negociações, o órgão gerenciador deverá proceder à revogação da Ata de Registro de Preços, adotando as medidas cabíveis para a obtenção da contratação mais vantajosa. CLÁUSULA QUINTA DOS PRAZOS 5.1 O prazo de validade deste Registro de Preços será de 12 meses, a partir da publicação do extrato da Ata no Diário Oficial do Município DOM. 5.2 O prazo para pagamento aos fornecedores será efetuado nos termos do edital do Pregão de Registro de Preços. CLÁUSULA SEXTA DA IRREAJUSTABILIDADE DE PREÇOS 6.1 Os preços constantes da presente Ata de Registro de Preços não sofrerão quaisquer reajustes durante todo o tempo de sua vigência, ressalvado o previsto na cláusula quarta supracitada. CLÁUSULA SÉTIMA DOS DIREITOS E DAS OBRIGAÇÕES 7.1 Compete ao órgão gerenciador: Administrar a presente Ata; Acompanhar e fiscalizar a perfeita execução do presente Registro de Preços. 7.2 Compete aos ÓRGÃOS e ENTIDADES PARTICIPANTES destinatários: Requisitar, via Ofício, o fornecimento de materiais cujos preços encontram-se registrados nesta Ata Emitir Nota de Empenho a crédito dos fornecedores no valor total correspondente a quantidade de serviços de confecções solicitadas Elaborar termo contratual, quando necessário nas situações previstas em Lei Efetuar o pagamento referente à aquisição das diárias nos termos previstos no edital da Licitação de Registro de Preços. 7.3 Compete aos FORNECEDORES: Prestar os serviços de confecção durante 12 meses, a contar da publicação do extrato desta Ata no Diário Oficial do Município DOM, os serviços de confecções relacionados na presente Ata, na forma e condições fixadas no edital e na proposta, mediante autorização e Nota de Empenho, devidamente assinada pelo responsável, em conformidade com o Edital e demais informações constantes da Licitação de Registro de Preços Retirar a Nota de Empenho no prazo estabelecido pela Administração Fornecer os serviços a serem determinados pela Administração Providenciar a imediata correção das deficiências, falhas ou irregularidades constatadas pelos órgãos e entidades referentes à forma da prestação dos serviços de confecção e ao cumprimento das demais obrigações assumidas nesta Ata Em havendo necessidade, assente no que preceitua o art. 65, 1º, da Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993, aceitar os acréscimos ou supressões nos quantitativos que se fizerem indispensáveis, sempre nas mesmas condições registradas Ressarcir os prejuízos causados à Prefeitura Municipal de Manaus ou a terceiros, provocados por ineficiência ou irregularidade cometidas na execução das obrigações assumidas na presente Ata. CLÁUSULA OITAVA DO CANCELAMENTO DO REGISTRO DE PREÇOS 8.1 O preço registrado poderá ser cancelado: Pela ADMINISTRAÇÃO quando: a) os FORNECEDORES não cumprirem as exigências do instrumento convocatório; b) os FORNECEDORES não formalizarem contratos decorrentes do Registro de Preços ou não retirarem os instrumentos equivalentes no prazo estabelecido; c) Ocorrer qualquer das hipóteses de inexecução total ou parcial do contrato decorrente do Registro de Preços; d) Os preços registrados apresentarem-se superiores aos do mercado, observadas as hipóteses previstas na clausula 4º supracitada; e) os FORNECEDORES derem causa à rescisão administrativa de contrato decorrente do Registro de Preços, por um dos motivos elencados no art. 78 e seus incisos da Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993; e f) Por haver razão de interesse público, devidamente justificado pela Administração Pelos Fornecedores, mediante solicitação por escrito, comprovada a impossibilidade do cumprimento das exigências do instrumento convocatório que deu origem ao Registro de Preços, com antecedência de 30(trinta) dias, sem prejuízo das penalidades previstas no instrumento convocatório, nesta ATA, bem como perdas e danos. 8.2 O cancelamento de registro de preços, nas hipóteses previstas, assegurados o contraditório e a ampla defesa, serão formalizados por despacho da autoridade competente do órgão gerenciador. CLÁUSULA NONA - DAS PENALIDADES E DAS MULTAS 9.1 Os FORNECEDORES sujeitar-se-ão às multas de 10% sobre o valor dos itens solicitados, em caso de recusa injustificada e demais sanções estabelecidas no edital e na Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e na Lei nº de 17 de julho de 2002 e do Decreto Municipal nº de 09 de novembro de CLÁUSULA DÉCIMA - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 10.1 A presente Ata de Registro de Preços somente terá eficácia após a publicação do respectivo extrato no Diário Oficial do Município DOM Integram o presente instrumento, independente de transcrição, todas as condições e respectivos atos do Pregão nº 007/2015 CML/PM e da Ata de Registro de Preços nº 001/2015 DAF/MANAUSCULT Fica designado como Gestor desta Ata de Registro de Preços a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos MANAUSCULT Fica eleito o Foro da Comarca de Manaus Estado do Amazonas, para dirimir quaisquer dúvidas ou questões oriundas do presente instrumento. E, por estarem as partes justas e compromissadas, assinam a presente Ata de Registro de Preço, em duas vias, de igual teor, na presença das testemunhas abaixo assinadas. CUMPRA-SE E PUBLIQUE-SE Manaus, 24 de Março de (*) Republicado por haver saído com incorreções no DOM nº de 17 de Abril de DOM Edição 3635 Página 17

18 SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE MANAUS COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO PORTARIA Nº 008/2015 GD/MANAUSMED O DIRETOR EXECUTIVO do Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus MANAUSMED, no exercício das prerrogativas que lhe outorga o art. 128, II da Lei Orgânica do Município de Manaus; ALTERAR a Escala de Férias do exercício de 2014, aprovada pela Portaria n 030/2014 GD/MANAUSMED, datada de 26/11/2014, conforme discriminado abaixo: Servidor Programada Novo Período Lucivan Nunes da Silva Junho/2015 Maio/2015 AVISO DE LICITAÇÃO A COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO da PREFEITURA DE MANAUS, torna público o PREGÃO PRESENCIAL N. 029/2015-(SEMEF)CML/PM. Objeto: Registro de Preços para a Eventual Contratação de empresa especializada para a implantação de serviços de comunicação de dados em uma rede metro Ethernet em fibra óptica, incluindo fornecimento de hardware e softwares necessários à sua implantação, com os serviços de instalação, configuração, treinamento na solução de tráfego de rede no formato hands-on, conforme os quantitativos e especificações definidos no termo de referência e seus anexos. Data e Horário: 13/05/2015, às 9h00min CIENTIFIQUE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE. Gabinete do Diretor Executivo, em Manaus, 24 de abril de O Edital estará disponível aos interessados a partir do dia 30/04/2015 no site sistemas.manaus.am.gov.br, ou na COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO, na Rua São Luiz, 416 Adrianópolis, no horário das 8h às 14h, de segunda-feira a sexta-feira, telefone (92) Manaus, 27 de abril de Publicações Diversas EXTRATO 1. ESPÉCIE: 2º Termo Aditivo ao Contrato de Prestação de Serviços nº 090/2013-MANAUSMED. 2.CONTRATANTE: Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus MANAUSMED. 3. CONTRATADO(A): SEFAT-SERVIÇOS DE FONO E AUDIOTERAPIA LTDA-ME SERVIÇOS DE FONO & AUDIOTERAPIA. 4. OBJETO: O presente Aditivo tem por objeto a alteração do endereço da prestação dos serviços de saúde objeto do contrato primitivo, preservando-se as demais cláusulas do instrumento originário, consoante conteúdo do processo nº 2013/4427/4429/ RATIFICAÇÃO: Para efeito do presente termo aditivo permanecem em vigor todas as condições estabelecidas no pacto anterior, naquilo que não conflitar com o objeto do presente, cujas obrigações e direitos recíprocos se subordinam as partes. UNIÃO TRANSPORTES LTDA torna público que recebeu do IPAAM, a Licença de Operação nº 057/00-14 que permite o transporte fluvial de combustíveis derivados de petróleo (gasolina, diesel) e álcool carburante, localizada na Av. Silves nº 199, 2º Pavimento B, Crespo, no Estado do Amazonas, para Transporte Fluvial de Combustíveis, com validade de 02 Anos. Manaus, 23 de abril de DOM Edição 3635 Página 18

19 DOM Edição 3635 Página 19

20

Como criar uma ONG. A) LEI DO TERCEIRO SETOR: AS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL DE INTERESSE PÚBLICO (OSCIPs)

Como criar uma ONG. A) LEI DO TERCEIRO SETOR: AS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL DE INTERESSE PÚBLICO (OSCIPs) Como criar uma ONG Esta publicação foi editada pela Revista IntegrAção - CETS/EAESP/FGV em abril de 2000. Tem como principal fonte de informação o Programa Estadual de Apoio às ONGs PROAONG, da Secretaria

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES PROCESSO DE ESCOLHA EM DATA UNIFICADA DOS MEMBROS DOS CONSELHOS TUTELARES

GUIA DE ORIENTAÇÕES PROCESSO DE ESCOLHA EM DATA UNIFICADA DOS MEMBROS DOS CONSELHOS TUTELARES GUIA DE ORIENTAÇÕES PROCESSO DE ESCOLHA EM DATA UNIFICADA DOS MEMBROS DOS CONSELHOS TUTELARES Brasília - 2015 Secretaria de Direitos Humanos GUIA DE ORIENTAÇÕES PROCESSO DE ESCOLHA EM DATA UNIFICADA DOS

Leia mais

Transferências de. Registro de Preços. Perguntas e respostas. Controladoria-Geral da União - CGU Secretaria Federal de Controle Interno

Transferências de. Registro de Preços. Perguntas e respostas. Controladoria-Geral da União - CGU Secretaria Federal de Controle Interno Controladoria-Geral da União - CGU Secretaria Federal de Controle Interno Transferências de Recursos Sistema da União de Registro de Preços Perguntas e respostas Perguntas e respostas Edição revisada -

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE RIO DAS OSTRAS ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CÂMARA MUNICIPAL DE RIO DAS OSTRAS ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROMULGADA EM 09 DE JUNHO DE 1994 REIMPRESSA, COM A INCLUSÃO DAS EMENDAS. Nº 01/95, 02/95, 03/95, 04/97,05/97, 06/97, 07/97, 08/97, 09/97, 010/98, 011/99, 012/00, 013/00 e 014/01, 015/01, 016/01,017/01,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE Tribunal de Justiça Gerência de Contratação TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO ACRE PROCESSO Nº 0000403-14.2013.8.01.0000 REGIDO PELA LEI Nº 10.520/2002, DECRETOS 5.450/2005, 3.555/2000 E, SUBSIDIARIAMENTE,

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 507, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 507, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 507, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Os MINISTROS DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, DA FAZENDA e CHEFE DA CONTROLADORIA- GERAL DA UNIÃO, no uso da atribuição que lhes

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA Promulgada em 5 de outubro de 1989 Atualizada e acompanhada dos textos integrais das Emendas Constitucionais n s. 1 a 31, bem como dos dispositivos e expressões suspensos

Leia mais

Código de Conduta Ética do Servidor Público e da Alta Administração Estadual

Código de Conduta Ética do Servidor Público e da Alta Administração Estadual GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Código de Conduta Ética do Servidor Público e da Alta Administração Estadual ABRIL-2005 CONSELHO DE ÉTICA PÚBLICA ESTADO DE MINAS GERAIS G O V E R N O D O E S T A D O

Leia mais

Edital de Credenciamento n. 3044/2012 RECEBIMENTO DE EDITAL EDITAL Nº. 3044/2012 CREDENCIAMENTO CPL/GILOG/FO EDITAL E ANEXOS RAZÃO SOCIAL/NOME:

Edital de Credenciamento n. 3044/2012 RECEBIMENTO DE EDITAL EDITAL Nº. 3044/2012 CREDENCIAMENTO CPL/GILOG/FO EDITAL E ANEXOS RAZÃO SOCIAL/NOME: Edital de Credenciamento n. 3044/2012 RECEBIMENTO DE EDITAL EDITAL Nº. 3044/2012 CREDENCIAMENTO CPL/GILOG/FO EDITAL E ANEXOS RAZÃO SOCIAL/NOME: CNPJ/CPF/MF nº.: ENDEREÇO C/ BAIRRO E CEP: TELEFONE C/ DDD:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO GRANDE DA SERRA EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO 01/2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO GRANDE DA SERRA EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO 01/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO GRANDE DA SERRA EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO 01/2015 1. A PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO GRANDE DA SERRA torna pública a abertura de inscrições para Concurso Público, objetivando

Leia mais

SECRETARIA DE PROVISÃO E SUPRIMENTOS DIRETORIA DE LICITAÇÕES EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 01/2013

SECRETARIA DE PROVISÃO E SUPRIMENTOS DIRETORIA DE LICITAÇÕES EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 01/2013 EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 01/2013 TIPO: MENOR PREÇO POR ITEM SOB O CRITÉRIO DO MAIOR PERCENTUAL DE DESCONTO OBEJETO: AQUISIÇÃO DE COMBUSTÍVEL, COM FORNECIMENTO CONTÍNUO E FRACIONADO, CONFORME

Leia mais

Lei Orgânica do Município de Limeira - Atualizado até Emenda nº 43/13

Lei Orgânica do Município de Limeira - Atualizado até Emenda nº 43/13 Lei Orgânica do Município de Limeira Resolução Nº 44, DE 1992. Atualizado até Emenda nº 44/13 1 Sumário TÍTULO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 4 CAPÍTULO I - DO MUNICÍPIO... 4 SEÇÃO I - DOS DIREITOS DOS

Leia mais

LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE NOVA LIMA ESTADO DE MINAS GERAIS

LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE NOVA LIMA ESTADO DE MINAS GERAIS LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE NOVA LIMA ESTADO DE MINAS GERAIS PROMULGADA EM 17/03/90 2 SUMÁRIO TITULO I DOS PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS TITULO II DOS DIREITOS E GARANTIAS FUNDAMENTAIS TITULO III DA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

CAPÍTULO II DA COMPETÊNCIA DO CREA

CAPÍTULO II DA COMPETÊNCIA DO CREA REGIMENTO DO CREA-SE TÍTULO I DO CONSELHO REGIONAL CAPÍTULO I DA NATUREZA E DA FINALIDADE Art. 1º O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado de Sergipe Crea-SE, é autarquia federal

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS REGIMENTO GERAL TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS REGIMENTO GERAL TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS REGIMENTO GERAL TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regimento Geral contém as disposições básicas sobre as atividades dos órgãos

Leia mais

REGIMENTO INTERNO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO

REGIMENTO INTERNO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO Brasília, 2 de janeiro de 2015 - Ano XLVIII - Nº 1 REGIMENTO INTERNO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO (Republicado) SECRETARIA-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO Boletim do Tribunal de Contas

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina APRESENTAÇÃO Senhores Juízes, Senhor Procurador Regional Eleitoral, tendo em vista que na sessão plenária do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, realizada em 7.12.2011, fui eleito para o honroso

Leia mais

EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL 003/2011 (RETIFICAÇÃO) Processo: 51.000.125/2011

EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL 003/2011 (RETIFICAÇÃO) Processo: 51.000.125/2011 O Estado do Amapá, por intermédio da Secretaria de Estado do Turismo, situada na Av. Binga Uchoa, nº. 29 - Centro Macapá Amapá, inscrita no CNPJ sob o nº. 00.394.577/0001 25, por meio deste Pregoeiro,

Leia mais

ESTATUTO DO SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS SENGE-MG APROVADO EM ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA REALIZADA EM 19 DE NOVEMBRO DE 2009

ESTATUTO DO SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS SENGE-MG APROVADO EM ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA REALIZADA EM 19 DE NOVEMBRO DE 2009 ESTATUTO DO SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS SENGE-MG APROVADO EM ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA REALIZADA EM 19 DE NOVEMBRO DE 2009 CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, DOS FINS DO SINDICATO E SEDE

Leia mais

Resolução CGSIM nº 2 de 01.07.2009

Resolução CGSIM nº 2 de 01.07.2009 Procedimentos para Legalização e Inscrição do MEI Resolução CGSIM nº 2 de 01.07.2009 Perguntas e respostas Atualizado até 15/07/2009 MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL PERGUNTAS E RESPOSTAS (Resolução CGSIM

Leia mais

Promulgada em 05 de outubro de 1989 * Emendas Constitucionais de n o 01/1990 a n o 40/2007 CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SERGIPE

Promulgada em 05 de outubro de 1989 * Emendas Constitucionais de n o 01/1990 a n o 40/2007 CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SERGIPE Promulgada em 05 de outubro de 1989 * Emendas Constitucionais de n o 01/1990 a n o 40/2007 CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SERGIPE PREÂMBULO Nós, representantes do povo sergipano, reunidos em Assembléia Estadual

Leia mais

Câmara Municipal de Rio das Ostras Estado do Rio de Janeiro

Câmara Municipal de Rio das Ostras Estado do Rio de Janeiro PROMULGADA EM 09 DE JUNHO DE 1994 REIMPRESSA, COM A INCLUSÃO DAS EMENDAS Nº 01/95, 02/95, 03/95, 04/97,05/97, 06/97, 07/97, 08/97, 09/97, 010/98, 011/99, 012/00, 013/00 e 014/01, 015/01, 016/01,017/01,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO/FNDE/CD/N o 32 DE 10 DE AGOSTO DE 2006.(*) FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Constituição Federal, art. 205 e 208

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ Documento obtido no site http://www.al.ce.gov.br. Atualizada até a Emenda Constitucional nº 74, de 19.04.2012 Atualizada em 24.07.2012. TÍTULO I - DOS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CONCURSO PÚBLICO - 2015 CARGO - NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO D Campus São Carlos 00115-01 ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO Campus Araras 00115-02 ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO Campus

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO MAIOR ESTADO DO PIAUÍ LEI ORGÂNICA MUNICIPAL PREÂMBULO

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO MAIOR ESTADO DO PIAUÍ LEI ORGÂNICA MUNICIPAL PREÂMBULO CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO MAIOR ESTADO DO PIAUÍ LEI ORGÂNICA MUNICIPAL PREÂMBULO NÓS, REPRESENTANTES DO POVO, INVESTIDOS DE PODERES CONSTITUINTE, CONTINUADORES DE NOSSA TRADIÇÃO DE LUTA E HEROÍSMO HERDADOS

Leia mais

Pregão: Uma Nova Modalidade de Licitação

Pregão: Uma Nova Modalidade de Licitação Pregão: Uma Nova Modalidade de Licitação Sumário Introdução... 4 1. O que é o Pregão... 7 Bens e Serviços Comuns... 8 Base Legal... 9 2. Fase Preparatória... 10 Autoridade Competente... 11 Instauração

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA ARAÍBA TCE-PB CARTILHA DE ORIENTAÇÕES AOS PREFEITOS ELEITOS 2ª EDIÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA ARAÍBA TCE-PB CARTILHA DE ORIENTAÇÕES AOS PREFEITOS ELEITOS 2ª EDIÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA PARAÍBA TCE-PB ARAÍBA TCE-PB CARTILHA DE ORIENTAÇÕES AOS PREFEITOS ELEITOS 2ª EDIÇÃO 2012 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA PARAÍBA CARTILHA DE ORIENTAÇÕES AOS PREFEITOS ELEITOS

Leia mais

MANUAL DE CONDUTAS VEDADAS AOS SERVIDORES PÚBLICOS EM ELEIÇÕES

MANUAL DE CONDUTAS VEDADAS AOS SERVIDORES PÚBLICOS EM ELEIÇÕES MANUAL DE CONDUTAS VEDADAS AOS SERVIDORES PÚBLICOS EM ELEIÇÕES 2 3 I Apresentação II Conceitos Fundamentais II.1. Direitos Políticos Perda e Suspensão dos Direitos Políticos II.2. Elegibilidade e Inelegibilidade

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SANTA CATARINA - NOVEMBRO - - 2009 -

CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SANTA CATARINA - NOVEMBRO - - 2009 - CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SANTA CATARINA - NOVEMBRO - - 2009 - Constituição do Estado de Santa Catarina Edição atualizada em novembro de 2009 Promulgada em 5 de outubro de 1989 Publicada no Diário da

Leia mais